Page 1

DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011

1


2

DA REDAÇÃO

DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011

redacao@diariodamanha.net Acesse www.diariodamanha.com

Datas Comemorativas 25 de agosto

Confira HOJE na

> Programa Realidade 8h Participe: 3311 7756

Empresa Jornalística Diário da Manhã Ltda. Fundado em 28 de novembro de 1935 Fundador: Jornalista Túlio Fontoura (1935 1979) Diretor: Dyógenes Auildo Martins Pinto (1972 1998) Vinícius Martins Pinto (1997 2003) Diretora Presidente: Janesca Maria Martins Pinto Diretora vice-presidente: Ilânia Pretto Martins Pinto Diretora Comercial: Eliane Maria Debortoli Editora: Rosângela Borges Wink

www.diariodamanha.com

DIÁRIO PASSO FUNDO Av. Sete de Setembro, 509 - CEP 99010-121 - Passo Fundo - RS (54) 3316.4800 redacao@diariodamanha.net DIÁRIO CARAZINHO

Sintonize ou ouça online em www.diariodamanha.com

DIÁRIO FM - 98.7MHz Rua Independência, 917, 2º andar - Centro diariofm@diariodamanha.net - 54.3311.1309

DIÁRIO AM - 570KHz

Rua Pedro Vargas, 846 - CEP: 99500-000 redacao.carazinho@diariodamanha.net - 54.3329.9666

Rua Independência, 917 - Centro diarioam570@diariodamanha.net - 54.3311.7756

DIÁRIO ERECHIM

DIÁRIO AM CARAZINHO - 780KHz

Rua Pedro Vargas, 846 - Centro Rua Presidente Vargas, 155 - CEP: 99700-000 diarioam780@diariodamanha.net - 54.3331.2422 redacao.erechim@diariodamanha.net - 54.3321.2223 Não nos responsabilazamos pelos conceitos e e opiniões emitidos em colunas e notas assinadas ou matérias pagas.


POLÍTICA

DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011 bruno@diariodamanha.net

3

Acesse os blogs GIRO POLÍTICO / ÀGORA em www.diariodamanha.com


4

GERAL

DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011 XXFOTO ROSA LIBERMAN

MEIO AMBIENTE

Secretaria já está com projeto de recuperação em mãos Na próxima semana, intervenções emergências serão realizadas no aterro para resolver erosão causada pela chuva, que provocou escorrimento do chorume diretamente no solo. Em cinco dias, deverá apresentar análise de possível contaminação ao MP Nesta sexta-feira, a Secretaria de Meio Ambiente, recebeu o projeto de recuperação do aterro sanitário de Passo Fundo, elaborado pela empresa Newcorp, de Porto Alegre, vencedora da licitação ainda em

2010. O projeto técnico vai balizar todo o processo licitatório de equipamentos, mão de obra e maquinário para recuperação do aterro. Conforme o secretário de Meio Ambiente, Clóvis Alves, o projeto será encaminhado ao Ministério Público e protocolado também na Fepam, para que o órgão autorize a recuperação do aterro sanitário de Passo Fundo. A vida útil dele, protocolado em outubro do ano passado junto ao MP e Fepam, era até o final deste ano. Por conta desta situação, dentro de um acordo, a Secretaria teve a responsabilidade de elaborar um projeto de recuperação, o qual agora está sendo disponibilizado pela empresa vencedora da lici-

tação. Alves explica que o projeto protocolado prevê a ampliação da capacidade de vida útil, o redimensionamento das lagoas de decantação, impermeabilização das (quatro) células e as das três lagoas. Além da construção de tubulação de drenos de chorume, selagem das células, e recuperação de taludes.

„„Erosão provocou vazamento do chorume diretamente pelo solo

O projeto vai balizar uma licitação para a execução do projeto de recuperação. Mas na próxima semana, o secretário do Meio Ambiente diz que uma equipe vai trabalhar no aterro com maquinário fazendo algumas intervenções emergenciais para corrigir a erosão no talude e a danificação na tubulação do chorume. Nesta sexta-feira, 26, a Secretaria recebeu notificação do MP, para que se pronuncie num prazo de cinco dias, relatando através de análise

da água e do solo, o impacto que possa ter ocorrido no local, devido a erosão ocorrida pelo excesso de chuva na ultima semana, que rompeu o talude e provocou o escorrimento de chorume diretamente no solo, com uma possível contaminação no curso hídrico e no solo. Posteriormente, serão realizadas análises mais minuciosas sistematicamente.

EMPRESA

Sensual Moda Íntima completa 20 anos Com uma rede de quatro lojas e duas franquias, empresa de caráter familiar inaugura em setembro em Carazinho sua terceira franquia no interior do RS Especializada em moda íntima, a loja Sensual, fundada em Passo Fundo, comemora em 2011 duas décadas de trabalho com muito que comemorar. Com quatro lojas, duas em Passo Fundo (Cel. Chicuta e Teixeira Soares), outras

em Cruz Alta e Erechim, a empresa cresce a cada ano com um cadastro de mais de 80 mil clientes. Segundo o proprietário, Roque Scheibe, mais de 30 marcas são comercializadas incluindo moda íntima infantil, masculina e o carro-chefe da empresa: a feminina. Cerca de 20 colaboradores trabalham com afinco para garantir uma boa escolha aos clientes. A empresa é uma das únicas do Estado que distribui os lucros, o que proporciona mais comprometimento por parte dos funcionários.

XXFOTOS ROSÂNGELA WINK

Iniciativas que deram certo

Entre os serviços oferecidos na loja estão: o cartão fidelidade, lançado desde a inauguração e o cartão presente, que oferece mais comodidade para quem deseja presentear com lingerie.

Empresa familiar

„„Roque Scheibe com a gerente comercial do Jornal Diário da Manhã

Chá de lingerie Um dos eventos mais inusitados e que está cada vez mais tendo adesão do público feminino, segundo Scheibe, é o chá de lingerie, onde as convidadas presenteiam a noiva com peças que ela usará na lua de mel e durante as bodas. “Ele existe há cinco anos, mas ultimamente vem ganhando mais destaque. Nós disponibilizamos uma lista da qual a noiva fará suas escolhas. Ela recebe um presente da loja, descontos especiais e todos os convites personalizados para seu chá”, explica o empresário.

A Sensual é uma empresa familiar. Foi aberta há 20 anos pela esposa de Roque Scheibe, Vera Scheibe, que decidiu investir no ramo de roupas íntimas de forma acertada. Hoje os filhos do casal, Gisele Scheibe Kirinus, Henrique Scheibe e Guilherme Scheibe também são proprietários e auxiliam na administração do negócio, que cresce a cada ano. “Nós queremos sempre mais e para isto investimos muito, especialmente em treinamento permanente para os colaboradores porque entendemos que é preciso muito conhecimento e dedicação para atender com excelência o público, que é nossa segunda família”, finalizou Roque.


DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011

5


6

GERAL

DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011


DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011

7


ESPECIAL

DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011 XXFOTO ROSÂNGELA WINK

8

Neste sábado, 27 de agosto, os corretores de imóveis comemoram 49 anos de regulamentação profissional. Para homenagear a categoria, o Jornal Diário da Manhã entrevistou alguns dos personagens que fazem do mercado imobiliário local um exemplo a ser seguido.

CORRETOR DE IMÓVEIS

Profissão regulamentada há quase cinco décadas Em quase cinco décadas de história, esta categoria cresce e se qualifica, numa demonstração clara de necessidade de credibilidade junto aos clientes. O crescimento do setor habitacional, da construção civil e especialmente dos financiamentos habitacionais criou ainda mais demandas aos corretores, que precisam estar atentos e qualificados para atender as mudanças e novidades de um mercado pujante, com clientes de perfis diferenciados. Em Passo Fundo, a demanda cresce tanto ou mais que no país. Só no município há mais de 500 corretores inscritos com base na Delegacia Regional do Creci, mas nem todos atuam no mercado imobiliário, especialmente porque é um profissional liberal e não é exigida dedicação exclusiva. „„Ao buscar o corretor, cliente espera satisfação e a certeza de um bom investimento

64% dos corretores têm cursos superior Segundo informações do Creci, hoje 64% dos corretores de imóveis no país têm curso superior, demonstrando que a categoria necessita aprendizado e qualificação. Segundo Alceu França, 1º vice-presidente do Creci/RS, esta necessidade de maior conhecimento é cada vez maior. “O mercado está exigindo isso dos profissionais que atuam no setor imobiliário. Ninguém quer apenas alguém que mostre o produto, é preciso conhecêlo. É preciso conhecer a questão jurídica, administrativa, saber como

funcionam e quais os tipos de financiamentos e produtos que se enquadram para aquele perfil de cliente que está atendendo. O cliente não que apenas comprar, espera fazer um bom investimento e ter satisfação, bem estar, segurança na negociação, transparência e isso depende de profissionais qualificados e que tenham credibilidade no mercado”, alerta França. Ele lembra que a maioria das imobiliárias da cidade estão instaladas em sede própria, o que também garante credibilidade.

JOANE ANDREOLLA

O Caderno Imobiliário do Diário da Manhã vem servindo de exemplo para toda a região, e até mesmo no Estado, pela sua credibilidade e confiança. Em 2011 ele completa 12 anos de circulação em Passo Fundo e os clientes, dezenas de imobiliárias da cidade, compartilham a experiência e garantem a parceria que dura mais de uma década. O Caderno Imobiliário do DM é o único do interior do Estado mais completo. O Creci, inclusive, já citou e mostrou o material, que hoje conta com 20 páginas nas quartas-feiras e 76 páginas todos os finais de semana, sendo o maior do interior do RS.

XXFOTO ARQUIVO

“Somos os responsáveis por concretizar o sonho dos nossos clientes” Corretor imobiliário há 19 anos, Joane Andreolla é um dos nomes mais respeitados do ramo em Passo Fundo. O profissional, que desde 2003 implantou a própria imobiliária - Andreolla Imóveis – crê na necessidade da qualificação cada vez maior dos profissionais, bem como reconhece a importância da sua função perante a sociedade. Com larga experiência e sempre buscando o aprimoramento, Joane Andreolla reconhece que é fundamental o profissional se qualificar no atendimento aos clientes. “A qualificação tem que ser constante até para

Caderno Imobiliário

podermos acompanhar a evolução do Mundo, seja até mesmo pela tecnologia. Hoje os clientes têm facilidade em obter as informações e aí temos que ser precisos” afirma o empresário. E as informações corretas são, muitas vezes, chaves para que as pessoas atinjam seu objetivo. “Nós, os corretores, somos os responsáveis por concretizar o sonho dos nossos clientes, por vezes o único sonho de toda uma vida, que é a conquista da casa própria” complementa. De fato, a conquista da casa própria tem aumentado gradualmente nos últimos anos. “Atendemos a uma procura muito grande, as pessoas e os clientes vem até nós interessados em esclarecer dúvidas sobre os financiamentos, que cresceram demais” diz. Sobre os financiamentos, Joane Andreolla lembra que “a fase atual é muito boa parao mercado imobiliário e os clientes estão aproveitando”. Conforme o corretor, hoje são oferecidas linhas de créditos abrangentes a todas as faixas. “Isso mostra que há disponibilidade de recursos e também déficit habitacional” finaliza.

„„Joane Andreolla


ESPECIAL

DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011

9

MARCOS SALVADORI

CARLOTTO IMÓVEIS

Conhecimento e responsabilidade Realizando sonhos XXFOTO GABRIELA MIRANDA

“O corretor não é um simples intermediador, ele possui responsabilidade civil” Há 20 anos no ramo imobiliário, Jacir Carlotto, proprietário da Carlotto Imóveis e subdelegado do Creci, frisa que entre as características mais importantes do profissional da área estão o conhecimento, principalmente de legislação, e a responsabilidade junto ao cliente. “O corretor não é um simples intermediador. Ele precisa elaborar contratos, verificar se a documentação está em dia, e para isso é necessário conhecimento, principalmente de Direito Civil. Se um cidadão for lesado em uma negociação, porque o seu corretor não o assessorou corretamente, o profissional tem responsabilidade civil e vai responder por isso”, destaca. Com as colocações, Carlotto demonstra a necessidade de o corretor colocar o cliente como principal preocupação. “Aquele profissional que entende o que está fazendo e prima pelo cliente- que não está com o foco somente na comissão- vai sempre ter espaço no mercado de trabalho”, revela. Além disso, o bom corretor está cada vez mais se preocupando

há 18 anos

“Qualificação é necessária para valorização da profissão”

„„Proprietário da Carlotto Imóveis e subdelegado do Creci, Jacir Carlotto.

com a qualificação. Carlotto, que realizou o curso Técnico de Transações Imobiliárias na Associação Cristã de Moços , em 1991, comenta que atualmente existe curso superior para corretor imobiliário, e que cada vez mais profissionais buscam aperfeiçoamento. “O mercado tem crescido. Passo Fundo é um pólo que atende cerca de 1 milhão de pessoas. Assim cada vez mais profissionais buscam se qualificar pois a prática é importante, mas sempre está ligada a teoria. Hoje o brasileiro possui boas condições

financeiras e o sonho de todos é comprar um carro e ter imóvel próprio. Desta maneira a profissão será sempre bem vista e bem quista”, ressalta. Com o negócio próprio desde 1993, Carlotto explica que as imobiliárias passo-fundenses têm como foco os imóveis para estudantes, já que a cidade possui diversas faculdades. Apesar disso, com o crescimento do município, grandes empresas também buscam locação de imóveis, o que é essencial para o desenvolvimento econômico.

ZULMIRA MARIA MODESTI MARQUES

“Amo, acima de tudo, minha profissão”

Nascida em Sarandi, Zulmira Maria Modesti Marques chegou a Passo Fundo em 1952 e se casou com Waldemar Marques em 1961. O marido, corretor de imóveis, acabou ensinando para a esposa o ofício e em 1989, Zulmira se formou como corretora de imóveis. “Desde então exerço a profissão, a qual amo muito, acima de tudo”. Mesmo com o falecimento de seu marido, Zulmira continuou à frente da imobiliária Itamaraty, aberta em 1981. Zulmira trabalha até hoje na imobiliária com seu filho e sócio, Zulmar Modesti Marques. Sobre a profissão, Zulmira afirma que dá para viver, sim, sendo corretor. “Consigo sim, viver só com a minha profissão. Vivo bem com meu trabalho por não ter grandes despesas também. Não dá para ficar rico, mas dá para viver.” Ela relembra que é necessária qualificação: “agora é necessária mais qualificação no setor. O cliente é mais exigente hoje. Temos de ter qualificação.” Tanto que seu filho e sócio é especialista em financiamentos: “quando um cliente nos procura para um financiamento bancário tenho meu filho que é agente da Caixa Econômica Federal. Isso facilita pois ele está por dentro dos trâmites do financiamento. As pessoas buscam muito as orientações sobre o financiamentos” Zulmira afirma ainda que há chances para os novos. “Tem chance sim, é só se dedicar à profissão. Também tem de gostar da profissão. Eles vêm com bastante vontade e contam com bastante perspectiva de trabalho.”

XXFOTO BRUNO PHILIPPSEN

„„Zulmira foi homenageada na Câmara dos Vereadores, juntamente com mais cinco colegas de profissão, esta semana, em função da Semana do Corretor

superior específico (TTI). Hoje, muitos dos corretores atuantes, são formados em outros cursos superiores ou realizaram o Técnico em Transações Imobiliárias. Entretanto, além disso, o profissional que está no mercado, precisa, constantemente, estar se reciclando”, enfatiza. O corretor diz a este respeito, o Creci proporciona, sistematicamente, cursos para qualificar os profissionais. Há dois segmentos de corretores, os que possuem estabelecimento fixo e os que atuam como freelance. O cliente, na hora de escolher quem lhe ajudará a realizar seu sonho precisa estar atendo, buscar informações sobre o corretor, se atua com ética e possui credibilidade no mercado. Uma indicação, segundo ele, seria procurar por alguém que já esteja estabelecido há um bom tempo atuando no ramo. Marcos Salvadori é proprietário e sua imobiliária possui carteira de locação consolidada, atuando com locações e vendas com profissionais qualificados para atender os dois segmentos. São quatro funcionários que trabalham especificamente com a locação e outras quatro corretoras que atuam diretamente nas vendas.

Formado em engenharia civil, Marcos Salvadori teve a atuação de sua profissão como um elo que o levou a também direcionar seu trabalho para o ramo imobiliário. Corretor de imóveis e engenheiro: atuante em ambos trabalhos, Salvadori destaca que sua atividade lhe satisfaz, pois o corretor é uma pessoa que realiza os sonhos. O próprio slogan da Imobiliária Marcos Salvadori LTDA define “Você sonha, nós realizamos”. Segundo ele, em função de Passo Fundo ser um crescente pólo da construção civil, tanto no segmento da construção como no de comercialização, há uma grande procura por esta profissão. Mas neste quesito, entra a necessidade da profissionalização e qualificação profissional. “No meu entender, é fundamental a qualificação profissional, porque é a única maneira de fazer o crescimento da profissão e sua valorização, por meio da profissionalização. E isso faz com que no dia a dia, o mercado exija corretores mais qualificados possível”, destaca O corretor diz ainda XXFOTO ROSA LIBERMAN que o mercado (clientes), é que precisam exigir esta qualificação dos profissionais, e o que demonstra isso é o amplo conhecimento do produto que está vendendo, mas acima de tudo, sua credibilidade. “Os honorários são importantes, mas eles são conseqüência de um trabalho bem feito”, destaca Salvadori, acrescentando que quando se atua com bons princípios, automaticamente acaba sendo uma profissão recompensável financeiramente. Hoje, cada vez mais a profissionalização se faz necessária. “Chegará o tempo em que para atuar no ramo, haverá exigência de um curso „„Corretor e proprietário da imobiliária, Marcos Salvadori


10

ESPECIAL

DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011

BORTOLINI IMÓVEIS Pensando o mercado “É da persistência que imobiliário através do cliente nasce um bom profissional” XXfoto divulgação

XXFOTO JONAS LIMA

Vilso Bortolini, de 60 anos, conta sua visão sobre a profissão que exerce há 37 anos

„„Gilberto Pedott

Atendimento personalizado. Esse é o conceito que o Gilberto Pedott escolheu para exercer a profissão de Corretor de Imóveis. Há mais de vinte e três anos o corretor trabalha atendendo o comércio de compra e venda de imóveis urbanos e rurais em Passo Fundo. Durante a longa trajetória, Gilberto optou por estruturar um estabelecimento próprio para ser o “Corretor de Imóveis do Cliente” e achar a melhor solução através de parcerias com profissionais da área. “Para o cliente, o Corretor de Imóveis deve ser um profissional da sua confiança, assim como o seu médico, advogado, dentista, contador”, afirmou. A qualificação profissional é indispensável para todas as profissões. Isso não seria diferente no setor imobiliário, que apresenta bons índices de crescimento constantemente. Mesmo com sua empresa bem estabelecida, Pedott está especializando-se em um curso superior de Tecnologia em Negócios Imobiliários. Tudo para melhor atuação junto ao cliente! Esforço que vale a

pena, já que a profissão está sendo bem valorizado no mercado de trabalho. “Um corretor de imóveis é um profissional que trabalha com o sonho de uma pessoa em possuir a sua casa própria, e mais tarde, em fazer investimentos em imóveis para gerar renda”, salientou o empresário. Outro viés bem explorado pelos Corretores é o segmento de financiamentos e linhas de crédito, principalmente pelos programas habitacionais criados a nível federal. Aos jovens, que pensam em ingressar neste mercado, Pedott deixa um recado: “Como já houve um considerável aumento na qualificação desse profissional nos últimos anos, ela (a profissão) pode e deve melhorar ainda mais, e essa meta é a importância que o novo profissional tem nessa empreitada”. A tecnologia não ficaria de fora, as tendências exigem inovações rapidamente. Em decorrência das diversas mudanças, além da sede própria, Gilberto oferece atendimento online aos clientes pelo site www.pedott.com.br.

Vilso Bortolini, de 60 anos, é hoje um dos donos de uma grande companhia imobiliária de Passo Fundo, a Bortolini Imóveis. Nascido em Guaporé, ele veio para Passo Fundo com 20 anos de idade. Trabalha como corretor desde o ano de 1974, e iniciou as atividades na capital do Estado. Veio para Passo Fundo trabalhar no ramo e de lá pra cá, não parou mais. Segundo Vilso a qualificação é cada vez mais exigida por profissionais do mercado pois a fiscalização do Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI) existe de forma atuante e está trabalhando de maneira cada vez mais eficaz no mercado imobiliário, favorecendo o trabalho dos profissionais da área. Segundo ele, isso inibe ações de pessoas que não possuem técnica e nem experiência na área, mas que trabalhavam no meio irregularmente, cobrando comissões. Para ele hoje, o mercado é visto com bons olhos. Ele explica que há três anos, ações dos governos começaram a incentivar novos profissionais e impulsionaram o trabalho daqueles que já exercem a profissão há algum tempo. Ele lembra que há cerca de quinze anos, o profissional enfrentava uma série de dificuldades para atuar principalmente na região do planalto médio. “Hoje posso dizer que o mercado está bem desenvolvido, pois possuímos uma grande variedades de oferta e também de procura. É da

„„Vilso Bortolini

persistência que nasce um bom profissional”, disse Bortolini. Mesmo com os números positivos do ramo, ele adverte que para ser um bom profissional atualmente é preciso ter determinação, força de vontade e principalmente idoneidade. Ele acredita que a capacitação, competência e ética, são qualidades indispensáveis para um bom profissional. “Conheci vários corretores que não são sinceros na hora de vender ou alugar um imóvel e isso é um fator que desqualifica a ocupação, profissionais bons existem, só é preciso buscá-los”, relatou.

CORRETOR IMOBILIÁRIO

Área profissional em expansão

XXFOTO LUCAS OLIVEIRA BICUDO

Marcos Lorenzatto e César Augusto de Oliveira Santos, sócios da Lorenzatto Imóveis, afirmam que a profissão de Corretor de Imóveis passa por uma crescente profissionalização Atividades como mediar transações como venda, aluguel, compra de imóveis, e, principalmente, realizar o sonho da aquisição da casa própria ou do estabelecimento comercial do cliente. Estas são funções típicas do profissional que atua como Corretor de Imóveis, e que para o profissional Marcos Lorenzatto, iniciou em 1991. Formado na primeira turma do curso de Técnico em Transações Imobiliárias, ele conta que naquela época o mercado não era muito ativo. “Embora Passo Fundo já se destacasse como um pólo regional, não havia muitas opções de imóveis na cidade e as linhas de créditos e o mercado estava mais lento”, lembra. Atualmente, Lorenzatto atua como conselheiro do Conselho Regional dos Corretores de Imóveis da 3ª Região (Creci-RS), e é sócio da Lorenzatto Imóveis, que atua no ramo imobiliário em Passo Fundo desde o dia 1º de maio de 2000. Ele diz que hoje a profissão está em uma crescente profissionalização. “Há necessidade de uma qualificação permanente, pois

„„Marcos Lorenzatto e César Augusto de Oliveira Santos atuam no ramo como sócios desde 2000

é através disso que o corretor de imóveis consegue obter êxito nos negócios. Aqui na empresa, não fizemos apenas a transação propriamente dita, temos conhecimento na área do direito imobiliário, engenharia e arquitetura, informática, conhecimento amplo do mercado, assessoramos o cliente sobre risco do negocio”, afirma. César Augusto de Oliveira Santos, que é sócio de Lorenzatto, atua no ramo desde 1997 e atualmente cursa Gestão em Negócios Imobiliários. Ele afirma que o segredo para se tornar um profissional de sucesso no ramo imobiliário é a dedicação. “O corretor de imóveis tem que estar atento ao mercado, pois para se ter uma renta-

bilidade é preciso ir em busca, ter persistência, e sobre tudo, ter vontade de resolver aquilo que o cliente deseja, descobrindo se o imóvel se encaixa ao desejo da pessoa, pois é um mercado muito ativo”, disse. Completando 49 anos da regulamentação da profissão, Passo Fundo dispõe hoje de 454 corretores de imóveis ativos, contando, inclusive, com atuação de aproximadamente 60 estagiários que desempenham sua função nas diversas imobiliárias. “Na nossa empresa, por exemplo, temos dois estagiários. Isso demonstra que o segmento está chamando a atenção das pessoas, principalmente dos jovens”, finaliza Marcos Lorenzatto.


GERAL

DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011

O profissional da mente O profissional de psicologia é como o próprio nome da teoria sugere, um conhecedor da mente humana. A palavra deriva do grego e significa psyche (mente ou alma) e logos (conhecimento), ou seja, “ciência da alma”: sua definição mais antiga. Neste sábado, 27 de agosto, é Dia Nacional do Psicólogo e mais do que nunca a profissional deve receber reconhecimento e respeito já que trata dos problemas da sociedade e ameniza conflitos pessoais e profissionais A palavra deriva do grego e significa psyche (mente ou alma) e logos (conhecimento), ou seja, “ciência da alma”: sua definição mais antiga. Tudo começou com os filósofos, os primeiros a fazer especulações em relação a problemas psicológicos, em busca de respostas sobre a natureza da alma e de sua relação com o corpo. Daí o costume de se dizer que a filosofia é a mãe da psicologia ou que os filósofos foram os precursores dos psicólogos. Hoje, a definição da psicologia é outra e cabe ao psicólogo “estudar os fenômenos da mente e do comportamento do homem com o objetivo de orientar os indivíduos a enfrentar suas dificuldades emocionais e ajudá-los a encontrar o equilíbrio entre a razão e a emoção”. O objeto de estudo do psicólogo é o comportamento humano e o seu principal objetivo é compreender o homem. Apesar desse intuito de compreensão não ser uma característica somente do profissional de psicologia - temos também o antropólogo, o sociólogo e o economista procurando o mesmo -, fica visível que estes dão ênfase, sobretudo, aos grupos e sociedades, enquanto aquele se fixa no indivíduo. Isto também não significa que o psicólogo só veja o indivíduo em separado, fora do coletivo, mas sim que enxerga o homem como a unidade do grupo.

Área de atuação: Psicologia da personalidade Ocupa-se dos diagnósticos e desenvolvimento das personalidades. Psicologia social Estuda o comportamento dos indivíduos dentro do grupo. Psicologia comparativa Compara o comportamento animal com o do homem. Psicologia do desenvolvimento Avalia as mudanças que acontecem com o indivíduo. Psicologia experimental Analisa os fenômenos psicológicos com fenômenos naturais, em condições monitoradas em laboratório. Psicologia clínica Tratamento das neuroses e demais problemas psíquicos. O psicólogo pode atuar não apenas em consultórios, mas ainda em escolas, dando orientação vocacional; em empresas, participando de processos de seleção de funcionários; em hospitais, atendendo a pacientes e seus familiares; e mesmo na área de pesquisa, avaliando perfil do consumidor. Também pode trabalhar como psicólogo esportivo, preparando os atletas emocionalmente, ou como psicólogo educacional, auxiliando pais e professores a solucionar problemas de aprendizagem. O campo é bem amplo. A psicologia jurídica é outra área desse universo de opções. Como psicólogo jurídico, o profissional acompanha processos de adoção ou de violência a menores ou, em caso de presídios, avaliar os detentos. Fontes: www.velhosamigos.com.br e IBGE curso de Psicologia.

Um olhar sobre a função do psicólogo A profissão do psicólogo é belíssima. Mas ela não é fácil. Na maioria das vezes as conquistas realizadas não podem ser divulgadas. Trabalha-se com segredos, com detalhes e particularidades que não são visíveis aos olhos comuns. Talvez por isto ainda se questione: para que serve o psicólogo? Serviria para tirar dinheiro das pessoas? (Esta idéia foi apontada ainda esta semana na novela nova da Rede Globo). Quer tratar de loucos? (Idéia antiga vinculada à representação social da profissão). De fato, hoje o psicólogo ocupa vários espaços de trabalho: clínica individual ou ampliada, posto de saúde, hospital, escola, empresa ou uma ajuda estratégica em meio a um desastre ecológico. Em cada um destes espaços a ética do cuidado e do respeito à singularidade do outro deve ser o objetivo de seu trabalho. A profissão exige que se esteja conectado às demandas sociais, avaliando os desdobramentos do ambiente sobre o psiquismo. Todavia, independentemente de seu campo de trabalho, o psicólogo deve servir para tornar as pessoas mais inteiras, mais capazes de contarem consigo mesmas. Serve para resgatar em cada ser humano a possibilidade infinita de transformação, o que poderá levar as pessoas a encontrarem novos caminhos e novas formas de perscrutar a vida. Serve ainda para lembrar que a biologia não explica tudo, e que embora vivamos em um momento em que ser quer medicar a “alma”, precisamos lembrar que cada um de nós é constituído de uma infinidade de vivências, histórias e reminiscências que dão um tom especial a cada personalidade, e que por isto mesmo, não podem ficar reduzidas ao plano biológico. Destaco a Doutora Jeanne Achterberg, quando afirma que a cura para muitas doenças está em nossas mentes, e que precisamos desenvolver os círculos de cura que podem ser úteis em nosso tempo. Não há nada (teorias, procedimentos, tecnologias) que cure a todos, não há nenhuma pílula mágica que cure a todos, e nada cura para sempre, mas tudo cura alguém! Por isto precisamos inventar novos fazeres e saberes. Nossos fazeres são, por vezes, invisíveis aos olhos, mas ainda assim, podem fazer bem ao coração. Psicólogo não é para louco e nem para rico. Psicólogos são pessoas trabalhando para e com outras pessoas! Artigo de opinião escrito por Maristela Piva, Mestre em Psicologia Clínica, Psicoterapeuta e professora do curso de Psicologia da UPF

11


12

GERAL

DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011


DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011

AGRICULTURA 13

MATÉRIA AGRICULTURA


14

VARIEDADES

DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011

RESUMO DE NOVELAS

Bruno e Teixeira conversam sobre a obra embargada e debocham de Arminda. Bruno vai falar com Arminda, ela não está e ele não gosta. Arminda diz a Joca que acha que a destituição está perto e que, se perder o cargo, voltará para a Europa. Ele fica tenso e nervoso, mas tenta convencê-la do contrário. O detetive diz para ela parar de renunciar a seus sentimentos como se eles fossem fraqueza. Ela fica tensa e enxuga as lágrimas. Diana diz a Guilherme que talvez tenha que ir embora do Brasil, e que não quer ir.

SBT

REDE GLOBO

Ana Raio e Zé Trovão

Malhação

Ti ti ti

Insensato Coração

Helena confirma para Zé Trovão que o problema de sua mãe é psicológico. Ana visita o haras de propriedade dos patrocionadores do rodeio e se encanta com os cavalos. Niltinho continua aflito com a falta de notícias de Lina, que está em tratamento nos Estados Unidos. Enquanto isso, Ubiratan chega a Santa Rosa, Rio Grande do Sul, procura por Maria Gasolina e descobre que ela deixou a cidade e atravessou a fronteira. Sentindo-se perseguida, a prostituta busca refúgio seguro na Argentina e nem imagina que está sendo vigiada de perto por Leopoldo.

Artur fica intimidado com o olhar de Lúcio, mas Catarina e Pedro não percebem. Maicon teme a atitude de Anísio por causa da simulação de Anita. Artur fala com Tereza e pede para contar o que aconteceu com Fred. Todos no colégio reagem atônitos à revelação de Artur sobre o culpado no acidente de Fred e Tereza resolve dispensar os alunos. Raquel beija Pedro na frente de Catarina. Cláudia fica indignada ao falar com Agenor sobre o acidente de Fred. Josiane incentiva Lorelai a voltar com Theo.

ospital e volta para a casa de Edgar. Clotilde simula uma crise de ciúme com Jacques no ateliê de Jaqueline. Pedro flagra Luti beijando Camila. Armandinho levanta uma cabana para ele e Desirée.

Léo se vangloria pelo que fez com Norma para Zeca. Norma afirma a Florinda que vai provar sua inocência. Clóvis e Santos vão investigar o hotel onde Léo ficou hospedado. Carol afirma a Alice que vai conquistar André. Raul pede a ajuda de Léo no projeto do lançamento do carro da empresa de Vitória. Vitória fica comovida com o sofrimento de Marina por causa de Pedro. André descobre que o erro na construção da mesa enviada para Martins foi de Aquiles e se demite.

PALAVRAS CRUZADAS

ANIVERSÁRIOS Quinta 10/02

DAISE LISIANE SARAIVA ELISEU G.LEYSER SOBIESIAK LUCIA DE JESUS P. AVILA MARIA CRISTINA ROSSAL SIMONE FERNANDES SÔNIA SILVEIRA

HOROSCOPO

REDE RECORD


DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011

15


16

CIDADE

DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011 XXFOTOS FABÍOLA HAUCH

INFRAESTRUTURA

Passo Fundo nos buracos

„„Os motoristas enfrentam verdadeiras crateras diariamente

A situação crítica das vias está insustentável. Dois projetos em andamento prometem reverter o caos do asfalto no município Quem chega a Passo Fundo não escapa de receber as boas-vindas com pelo menos um buraco no caminho. Adentrando a cidade, há uma multiplicação de solavancos e desníveis por todas as ruas. Protestos e reclamações por

parte da população ganharam espaço na imprensa e até manifestos em redes sociais e páginas da internet. Além disso, problemas na precariedade de tubulações e canalizações também atrapalham o fluxo de automóveis e pedestres. Depois de diversos encontros para resolver a situação, o secretário de Obras, Ermindo Simonetti, divulgou dois projetos para a melhoria das vias da cidade: um sobre o recapeamento asfáltico e outro sobre o anel viário.

Solução para as vias?

Há alguns dias, o prefeito Airton Dipp, assinou a licitação para o recapeamento de 200 mil metros da área central. As empresas interessadas em executar as obras têm até o dia 12 de setembro para realizar a inscrição. Assim que a parte burocrática for resolvida, os trabalhos iniciam imediatamente. Segundo Simonetti, o orçamento será de R$ 4 milhões, quantia que disponibilizada através da verba do próprio município. Outra grande novidade foi a concretização dos financiamentos do BID na última terçafeira, 23. Dentre os projetos, foi assinado o edital de licitação para a criação de um anel viário. O objetivo é desafogar os pontos de congestionamento em um sistema que crie ligações entre os bairros sem ter que passar pela área central. A obra deve custar R$ 12 milhões, visando uma nova estrutura das áreas destinadas ao estacionamento e a criação de mais faixas nas ruas da cidade para organizar o trânsito.


CIDADE

DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011

„„Mais uma vaga indisponível no apertado estacionamento da cidade

„„A precariedade é vista também nas bocas de lobo

E onde não há pavimentação?

Ações para amenizar

Uma ação para a melhoria de vias não pavimentadas terá conclusão ao final deste ano. “Nas vias precárias, onde não há pavimentação, será feito o patrolamento, empedramento e colocação de britas”, disse Simonetti.

Durante a tarde de sexta-feira, 26, o caminhão tapa-buracos realizou a correção de algumas irregularidades na Avenida Presidente Vargas. A limpeza de bueiros e o conserto de canalização no bairro Santa Rita também preencheram o cronograma. Em seguida, outros bairros da cidade devem receber o serviço. Com o anúncio dos projetos, a população espera que as condições para locomoção sejam aprimorados. Afinal, o título de Capital Nacional dos Buracos já está durando muito tempo.

Com a palavra, os motoristas:

“As condições são péssimas, tem buraco na cidade inteira. Não tem uma rua que eu passe e não tenha um buraco. Eu não cheguei a ter o carro estragado porque ando devagar, mas só assim pra ter condições de transitar.” „„Igor Meneguel, instrutor prático

„„Num geral, o aspecto de todas as vias apresenta desgaste

Tá horrível, sem condições de andar. Estraga o carro e tá perigoso. Deve ser a pior cidade do Rio Grande do Sul. O pior asfalto é aqui! As duas rodas da frente do meu carro estão tortas e tenho que fazer geometria toda a semana.” „„Tiago Pezzuti, comerciante

“Tá péssimo, principalmente a saída pra Erechim e o centro. Já tive o carro danificado, ao passar por um buraco o pneu foi cortado ao meio.” „„Rosmari Staziaki, advogada

“Tá horrível! Semana passada meu marido estragou a roda do carro no trevo que vai pra UPF. Tem que cuidar, desviar o trânsito pra não causar uma colisão. Tá bem difícil.” „„Rosângela Albuquerque, analista de processos.

“Realmente tá fora da realidade. Claro que tem muitas reformas com esgoto e outras coisas. Eu sou da Vila Fátima e tá dificil o acesso, a gente vem pro centro e não sabe mais como voltar porque toda hora uma rua ta em obras. Mas, o que mais preocupa é a situação de que tá muito demorado pra resolver isso. Teria que ter uma movimentação. Na frente da minha casa tenho três garagens e cada uma delas tem um buraco. O carro bate embaixo, estraga, raspa, fora outros danos futuros. Quando vão começar a reformar o asfalto? Tá bem difícil.” „„Júlio Cesar Vinogue, organizador de eventos

17


18

POLÍCIA policiadm@diariodamanha.net

DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011 Leia o blog CONTRAVENÇÃO em www.diariodamanha.com


DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011

ESPORTE

19


GERAL diário GERAL

20Sábado e

domingo

27 e 28/08/2011

Nº 170

JORNALISMO COM RESPONSABILIDADE

da manhã

DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo,/27 e 28 de(54) agosto 2011 Assinaturas Anúncios: 3316de 4800

www.diariodamanha.com

O azul e...

... o encarnado

Paulo Daniel - paulo@diariodamanha.net

esportepf@diariodamanha.net

Jornalismo: redacao@diariodamanha.net Rádio Diário Am 570: (54) 3311-7759 Rádio Diário FM 98.7: (54) 3311-1309


DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011

21


22

DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011


DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011

23


24

DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011


DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011

25


26

DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011


DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011

27


28

DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011


DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011

29


30

DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011


DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011

31


32

DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011


DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011

33


34

DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011


DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011

35


36

DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011


DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011

37


38

DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011


DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011

39


40

DIÁRIO DA MANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011

Jornal Diário da Manhã Passo Fundo 27 e 28-08-2011  

D IÁRIO DA M ANHÃ - Passo Fundo, 27 e 28 de agosto de 2011 1

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you