Page 1


03

Economia

10

ESTATÍSTICAS

Especial

FEVEREIRO 2015 MARÇO 2015

04

Serviços

13

Parceiros e Associados

06

Saúde

16

Colunistas

08

Institucional

18

Palavra da FCDL-RJ

Total de consultas: SPC: 34.758 Cheque: 96 Total de Registros: 10.648 Total de Cancelamentos: 6.973

PALAVRA DO PRESIDENTE

RICARDO ROCHA

A

lta dos juros, inflação aumentando, aperto fiscal, crescimento do custo de vida e da mão de obra, escândalos em série, desemprego. Os noticiários dos últimos tempos têm nos levado a um desânimo total. Evidente que não podemos esconder a atual realidade do país, porém, não podemos nos abater, pelo contrário, precisamos acreditar em nossa força e enfrentar essas dificuldades de cabeça erguida! Se voltarmos ao passado, veremos que já vivemos momentos muito piores, onde nossa cidade era dependente exclusivamente do

EXPEDIENTE DISTRIBUIÇÃO GRATUITA E DIRIGIDA AOS ASSOCIADOS. TIRAGEM: 500

2

comércio. Alguns apertos nos ensinam a cortar custos, renegociar aluguéis, acompanhar mais de perto as despesas. Por isso, precisamos acreditar em nosso negócio, acreditar que daqui a pouco essa onda negativa terá passado, e quanto menos arranhões sofrermos, mais forte nós vamos estar para retomar nosso crescimento. Evite vender sem consultar o banco de dados da CDL/SPC. Os números comprovam que o cliente tem preocupação muito grande com seu nome, portanto, venda com segurança. Em junho, vamos comemorar 50 anos da CDL Três Rios. São 50 anos de dedicação total ao crescimento do comércio da cidade. Quantas pessoas passaram por nossa entidade e ajudaram a escrever essa bonita história. Participe e vamos juntos construir uma entidade cada vez mais forte.

Câmara dos Dirigentes Lojistas de Três Rios CNPJ: 28864593/0001-53 Rua Manoel Duarte, 14 - Cobertura 2 Centro - Três Rios - RJ - CEP 25804-020 Fone: (24) 2251-9600 E-mail: cdltresrios@cdltresrios.com.br

| www.cdltresrios.com.br | 2015 | MAIO | Nº 121 | ANO X

www.cdltresrios.com.br Jornalista Responsável: João Miguel Projeto Grá�ico: Maicon Andrade Coordenação: Agência CMI Supervisão: Mateus Sacramento


UM CHOQUE POR Fernanda Coutinho

A

escassez de chuvas no Brasil, desde o final de 2013, teve como resultado o esvaziamento dos reservatórios das usinas hidrelétricas. Com isso, as distribuidoras tiveram que recorrer às usinas térmicas, que produzem energia a preços mais altos. Com este fator, a conta de energia elétrica do brasileiro teve um aumento significativo. Em Três Rios, por exemplo, a Light, distribuidora que abastece a cidade, teve um reajuste de 22,5% na revisão extraordinária feita pela Agência Nacional de Energia

Elétrica (Aneel), em fevereiro deste ano. Atualmente, os custos com compra de energia pelas distribuidoras são incluídos no cálculo de reajuste tarifário das mesmas, e são repassados aos consumidores um ano depois de ocorridos. Para sinalizar aos consumidores os custos reais de energia elétrica, a Aneel instituiu o Sistema de Bandeiras Tarifárias. O sistema possui três bandeiras: a verde, que indica que as condições de energia são favoráveis, e não sofrem nenhum acréscimo; a amarela, que sinaliza condições menos favoráveis e

soma à sua conta R$2,50 a cada 100 kwh; e a bandeira vermelha, que indica um custo de energia bem mais caro, aumentando em R$ 5,50 a cada 100kWh. Por isso, os comerciantes devem reduzir os custos neste ano de recessão para evitar surpresas desagradáveis na conta de luz. Um bom exemplo que vale ser citado é o da Ótica Pastor, associada CDL Três Rios. A empresa reduziu seus gastos com energia elétrica tomando algumas medidas simples. A maioria dos funcionários almoça no mesmo horário, para que o ar-condicionado fique desligado

neste período. O termostato da geladeira também é ajustado para um menor consumo aos fins de semana, as luzes do escritório são mantidas apagadas quando não há uso. Além disso, os funcionários também desligam seus computadores quando terminam de usar, ou deixam os monitores desligados. São atitudes simples, que fazem diferença no dia a dia e no final do mês, com o valor da conta de luz. É importante ter atenção quanto à bandeira que entrará em vigor no mês de maio. Portanto, olho vivo no consumo e cuidado para não ficar chocado com o preço. 0

Dicas para economizar energia nos estabelecimentos comerciais: Desligue o ar-condicionado meia hora antes do fim do expediente e durante o almoço; Ative o modo econômico do monitor dos computadores; Aproveite a iluminação natural; Invista em lâmpadas de LED;

Se possível, use uma tomada para cada equipamento; Antes de fechar o estabelecimento, desligue todos os aparelhos da tomada; Tire tudo do stand by e mantenha-os deste modo enquanto não estão sendo usados. ANO X | Nº 121 | MAIO | 2015 | www.cdltresrios.com.br |

3

ECONOMIA

Economizar energia tornou-se fundamental para as organizações


CONHEÇA O

SPC IMOBILIÁRIO

POR Andressa Albuquerque

SERVIÇOS

Muito mais vantagens para quem quer alugar ou vender um imóvel

4

| www.cdltresrios.com.br | 2015 | MAIO | Nº 121 | ANO X


A

CDL Três Rios oferece aos seus associados um vasto programa de serviços, vantagens e benefícios que fazem toda a diferença no progresso das organizações, com o auxílio que os lojistas precisam para se estabelecerem no mercado. E sempre pensando em aprimorar e fortificar ainda mais a classe dos lojistas da nossa cidade e região, a CDL apresenta o SPC Imobiliário. O programa surgiu com o crescimento acelerado do mercado de imóveis. Com isso, a concessão de crédito para a aquisição destes bens é fundamental, e daí a necessidade de atender imobiliárias, constru-

toras, entre outras que atuam neste mercado. Seu principal objetivo é o de oferecer mais segurança e agilidade na concessão de crédito, diminuindo o risco de inadimplência. O produto representa uma atualização importante no O SPC Imobiiário oferece mais segurança e agilidade na concessão de crédito e diminui riscos de inadimplência.

portfólio de cada uma das entidades, que passam a competir diretamente com os concorrentes do mercado, por oferecerem esta solução. A principal vantagem é o

• Contumácia; O que o SPC Imobiliário • Crédito concedido; • Dados agência bancária; oferece: • CCF - Cadastro de emitentes de cheques sem fundos; • Contra-ordem; No SPC Imobiliário você pode confiar. Evite fraudes na hora de vender ou locar o seu imóvel e diminua o risco

• Dados cadastrais do consumidor; • Ordem Judicial; • Pendências Financeiras Base Serasa;

de ser enganado! Entre em contato com a CDL Três Rios pelo telefone (24) 2252-2766 / 2252-0570 ou venha até nosso

preço muito mais acessível que o dos competidores. Além de todas as vantagens oferecidas, o SPC Imobiliário traz benefícios notórios aqueles que o utilizam, como: agilidade e mais praticidade para quem quer alugar ou vender um imóvel, permite fugir de fraudes, obter ainda mais informações sobre o seu cliente e tomar decisões mais cuidadosas através da análise de crédito. Além disso, em um único relatório de consulta podese ter dados relevantes do cliente que é pessoa física, incluindo dados cadastrais, registros de inadimplência SPC e Serasa, a renda presumida e muito mais. • Protesto; • Renda Presumida; • SPC; • Participação em empresas; • Ação. Insumos Opcionais:

• Limite de Crédito Sugerido; • Score de crédito 12 meses*. escritório localizado na Rua Pref. Joaquim José Ferreira, 14, cobertura 2, Três Rios – RJ, e garanta esta facilidade. 0


LER: UMA DOENÇA SILENCIOSA E

PERIGOSA

SAÚDE

POR Leonardo Pelicarto

Saiba como evitar dores indesejadas causadas pelo esforço repetitivo

A

Lesão por Esforço Repetitivo, mais conhecida como LER, é a principal doença que traz problemas para o trabalhador. De acordo com o Ministério da Saúde, a LER é responsável por afastar do trabalho cerca de 100 mil pessoas por ano. O funcionário é um dos reflexos de sua empresa. Se ele não se sente bem, isto pode afetar seu rendimento no trabalho. De acordo com levantamentos do Instituto Nacional

do Seguro Social (INSS), o custo decorrente de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais para as empresas é de R$ 12,5 bilhões/ano. A LER não é uma doença específica. Na verdade, é uma síndrome constituída por várias doenças como: tendinite, bursite, entre outras. Males que afetam músculos, nervos, tendões, membros superiores e sobrecarregam o sistema musculoesquelético. Essas lesões instalam-se lentamente no corpo humano e

por vezes passam despercebidas por não apresentarem dores imediatas. Os sintomas são gradativos antes de tornarem-se crônicos e em casos graves são necessárias intervenções cirúrgicas para corrigir os locais lesionados. Segundo a fisioterapeuta Ana Helena, os fatores que mais contribuem para estes tipos de lesão são: movimentos repetitivos, postura incorreta, vibração e até mesmo estresse. Algumas empresas optam por contratar profissionais para re-

alizar ginástica laboral com os funcionários. “Ações como esta são fundamentais para a prevenção da doença. Fora do ambiente de trabalho, é recomendado praticar exercícios físicos regularmente, tais como pilates, aulas de alongamento, hidroginástica e caminhada”, explica a fisioterapeuta. Em todo caso, as Lesões por Esforço Repetitivo são curáveis, principalmente nos primeiros estágios. Portanto, procure adequar o seu corpo e cuidar sempre de sua saúde!

Veja algumas orientações da fisioterapeuta para prevenir a LER no trabalho:

• A cada 25 minutos de trabalho de digitação faça uma pausa de 5 minutos; • Deixe seus ombros relaxados, pulsos retos, e costas apoiadas no encosto da cadeira; • Mantenha as plantas dos pés totalmente apoiadas no chão;

• Mantenha um ângulo reto entre suas costas e o assento de sua cadeira; • Realize pequenas pausas rápidas em qualquer atividade que com repetitividade excessiva ou em postura inadequada por tempo prolongado;

• Durante as pausas faça alguns alongamentos para as áreas sobrecarregadas; • Mantenha uma boa postura, incluindo a adequação do seu posto de trabalho de acordo com suas características físicas e sua atividade. 0


CDL TRÊS RIOS

ALERTA PARA A LUTA CONTRA A DENGUE POR Fernanda Coutinho

Ações em conjunto entre empresários, funcionários e clientes são essenciais para vencer o mosquito transmissor IMAGEM DE INTERNET

N

este ano, com um período de chuvas tardio, a dengue tornou-se um dos principais assuntos em todos os noticiários, causando grande preocupação entre as Secretarias de Saúde e a população em geral. Muitas cidades já estão em situação de emergência, por ocorrência da epidemia da doença. A CDL Três Rios acredita que se cada um fizer a sua parte, incluindo os próprios lojistas e comerciantes, é possível evitar a propagação da doença. Para Ricardo Rocha, presidente da CDL Três Rios, ações de combate à dengue entre empresários, funcionários e clientes são essenciais para o sucesso dessa luta. “A classe dos lojistas é um segmento muito expressivo na cidade e por isso estamos juntos com a população contra a dengue. Com os lojistas fazendo sua parte em seus estabelecimentos e alertando

PREVENÇÃO

Tarefas simples fazem toda a diferença para eliminar possíveis focos do mosquito aedes aegypti. seus funcionários, podemos fazer uma grande diferença. É nosso dever alertar ainda mais, toda a população”, explica Ricardo Rocha. Para que os empresários e lojistas façam sua parte, todo esforço é válido. Desde panfletos que contenham dicas e instruções para os funcionários de como proceder nos estabelecimentos e lojas comerciais a criação de novas rotinas no ambiente de trabalho. Tarefas simples como limpar fachadas, calhas, marquises das lojas, caixas d’água e ralos fazem

toda a diferença, junto com a visita dos agentes de saúde. A intenção é que os lojistas mobilizem o comércio e a sociedade para que todos entrem no combate à doença. Para a CDL Três Rios, a classe comercial tem capacidade de ser multiplicadora desta ideia, já que funcionários e colaboradores das lojas estão em contato direto com a população. Sempre é hora de combater a dengue! Reúna amigos, familiares, vizinhos e entre nessa luta. Todos contra o mosquito da dengue! 0


INSTITUCIONAL

anos POR Fernanda Coutinho

CDL Três Rios completa seu cinquentenário com grandes eventos • Campanhas promocionais; • Feirão da inadimplência; • Semana do varejo; • Liquida Três Rios; • e muito mais...

8

| www.cdltresrios.com.br | 2015 | MAIO | Nº 121 | ANO X


O maior presente da entidade é ver como o comércio local cresceu e tornou-se pólo regional

eventos importantes, que informam, atualizam e capacitam nosso público, ajudando ainda mais no crescimento do comércio local. Neste mês das mães, a CDL Três Rios inicia uma campanha que se repetirá em todas as datas mais importantes para o comércio. O objetivo é ajudar os comerciantes a terem ainda mais sucesso com as vendas. Em junho, esta campanha terá foco no Dia Dos Namorados.

JOÃO MIGUEL/CMI

N

o mês de junho, a CDL Três Rios completa 50 anos de uma história marcada pelo orgulho de apoiar tantos associados de sucesso e pela contribuição cada vez mais significativa para a evolução do comércio da nossa cidade. E o maior presente da entidade é ver como o comércio local tem crescido cada vez mais e se tornado um polo regional de vendas. Para celebrar junto aos associados essa trajetória desenhada por tantas vitórias e conquistas, a CDL Três Rios organizou uma série de

HÁ 50 ANOS COM ORGULHO DE SER LOJISTA

Campanhas promocionais serão realizadas durante o ano inteiro, para impulsionar as vendas no comércio. Para homenagear os que sempre estiveram à frente da CDL Três Rios com muito esforço e dedicação, será inaugurado o Hall da Fama. Um espaço dedicado aos ex-presidentes da CDL Três Rios, onde serão expostas fotografias ampliadas destes que tanto contribuíram para o sucesso da CDL e do comércio. O evento terá um coquetel com a presença dos homenageados e também de familiares, onde será feita a entrega de placas de honra ao mérito, uma maneira de parabenizar e agradecer aos ex-presidentes. Em junho, a CDL Três Rios realiza a Semana do Varejo, em parceria com o Sebrae. Serão diversos treinamentos e palestras para empresários de toda a região, com assuntos interessantes para que todos possam alcançar ainda mais êxito em seus negócios. O

evento contará com a presença ilustre do palestrante Godrin Junior. A CDL Três Rios também vai promover o Liquida Três Rios, de 25/06 a 05/07, que será uma grande promoção, com vários prêmios, envolvendo todo o comércio local. E durante todo o mês de aniversário da CDL Três Rios, será realizado o Feirão de Recuperação de Crédito. Vamos orientar e receber, em nossa sede, consumidores interessados em quitar suas dívidas. Todo mundo sai ganhando: consumidor e empresário! A CDL Três Rios tem muita honra em poder completar 50 anos com tanta evolução e sucesso. E a próxima edição da Revista O Lojista vai trazer muito mais sobre as nossas comemorações. Aguardem! 0


ESPECIAL

POR Fernanda Coutinho e Leonardo Pelicarto

Lojistas de Três Rios oferecem preços atraentes e buscam novidades para atrair consumidores que vão prestar homenagens no Dia das Mães

U

ma das datas mais importantes do ano para o comércio varejista, ficando atrás somente do Natal, o Dia das Mães é um momento de gratidão e amor com aquelas que sempre acompanharam toda a nossa trajetória, desde bem pequenos. E também é momento para comprar ótimos presentes e prestar belas homenagens. Por conta disso, o comércio de Três Rios, que é uma cidade pólo da nossa região pela sua variedade de lojas e opções de compra, atrai consumidores de diversas cidades e o movimento nas 10 | www.cdltresrios.com.br | 2015 | MAIO | Nº 121 | ANO X

ruas tem grande aumento. Em 2014, as vendas da semana do Dia das Mães cresceram 2,9% em todo o Brasil, em comparação com o mesmo período do ano anterior. Em meio a um cenário econômico conturbado, este é o momento para o empresário tentar inovar e fazer de tudo para ganhar destaque frente à concorrência. É importante buscar novas maneiras de alavancar as vendas. Com isso, a expectativa dos consumidores pela data aumenta, pois todos poderão pesquisar e encontrar os melhores preços e tipos de produto. Pensando nisso, a Câmara de Diri-

gentes Lojistas de Três Rios apresenta algumas dicas para que os lojistas possam melhorar suas vendas no Dia das Mães. Confira: INVISTA NA VITRINE

Ela é o elemento mais importante para atrair os consumidores. Ouse na composição da vitrine, mas evite excessos para não gerar poluição visual. Vale a pena investir na simplicidade de flores variadas, com laços coloridos, ou então ousar mais, colocando painéis vinílicos com fotos de mãe e filha ou adesivos feitos sob medida contendo mensagens e imagens personalizadas;


e Nest e

ial spec

m

dia

, ela

u o se e c ere

inh car

PRODUTOS À MOSTRA

Planeje a localização dos produtos nas gôndolas, prateleiras e expositores. Considere características dos produtos como tamanho, peso, cor, numeração e a necessidade ou não de cuidados especiais. Os principais produtos devem ser expostos na linha da altura dos olhos, onde o cliente possa enxergar rapidamente. Tanto dentro da loja, quanto na vitrine; PROMOÇÕES

Se possível, trabalhe com brindes, o que pode alegrar

o!

as pessoas e facilitar as vendas, fazendo o cliente carregar sua marca onde quer que ele esteja. Oferte-os também como vantagem extra para compras acima de determinado valor; ATENDIMENTO É TUDO

Cuide muito bem do atendimento! Facilite a circulação dentro da loja, organize a fila, preocupe-se com o caixa e não deixe nada para última hora. A educação, a atenção e também o dinamismo no atendimento são grandes diferenciais na hora de vender. ANO X | Nº 121 | MAIO | 2015 | www.cdltresrios.com.br |

11


M

ulher mode

Quem vai às compras no comércio de Três Rios vai encontrar os mais variados presentes, desde os conservadores até os modernos. As mudanças nas vitrines já podem ser percebidas, todas com diversas opções de preços, formas de pagamento e muitas possibilidades de presentes. A consumidora Andrea da Silva conta que vai inovar no presente da sua mãe. “Minha mãe sempre foi mais moderna. Ela gosta de se arrumar e de estar sempre bem com ela mesma. Por isso, nesse dia das mães comprei um conjunto de lingerie para presenteá-la”, conta Andrea, que também falou sobre a facilidade por não precisar mais sair da cidade para encontrar o presente ideal. “An-

e , pr rna

tes, eu tinha que ir a Juiz de Fora ou Petrópolis para poder encontrar um presente bom e de baixo custo. Hoje, já encontro produtos de qualidade, boas condições de pagamento e variedades aqui no comércio de Três Rios”, finaliza. Outra consumidora que vai buscar novidades para presentear a mamãe é a Paola Benazi. “Minha mãe diz que coisas para a casa ela mesma pode comprar. Então, resolvi comprar algo bem pessoal para ela. Estou pensando em dar um perfume que ela gosta, ou pincéis de maquiagem”, diz Paola. Já que o assunto é presente, é bom estarmos sempre atentos. Atualmente, as mulheres desdobram-se com múltiplas funções, entre casa

12 | www.cdltresrios.com.br | 2015 | MAIO | Nº 121 | ANO X

se

dife nte

renciado

e vida profissional. E se as mães mudam, os presentes também. Para agradar a pessoa mais importante do mundo, nada melhor do que presenteá-la com alguma coisa que mostre o valor que ela tem. Esta mesma mãe dedicada à família, também gosta de praticar esportes e entende de tecnologia. Inovar no presente é fundamental para tornar a data ainda mais especial. Produtos de beleza, como maquiagem e perfumes, estão sempre em alta. Para aquelas que valorizam cuidar do corpo e da saúde, investir em roupas e acessórios de ginástica também pode ser uma opção. Para as mães modernas e que gostam de estar sempre ligadas às novidades, smartphone ou tabletes são ótimos

presentes. Para mulher elegante, nada melhor do que joias, brincos, colares ou um belo anel que dão todo charme e importância que sua mãe merece. Para as que também gostam de ver a casa sempre bonita, ainda vale a pena investir nos utensílios domésticos, mas não qualquer um. Priorize os produtos que trazem conforto e possam facilitar o dia a dia. As lojas estão cheias de novidades em eletrodomésticos. A CDL Três Rios convida a todos para aproveitar as ofertas e variedades do comércio local para comprar o presente que é a cara da sua mãe. Prestigie nosso comércio e dê o presente que a sua mãe merece. Um Feliz Dia das Mães! 0


PARCEIROS E ASSOCIADOS

CDL TRÊS RIOS

FECHA PARCERIA

POR Andressa Albuquerque

Iniciativa da entidade com o CIEE visa a contratação de estagiários por empresários e lojistas do município

A

Câmara de Dirigentes Lojistas de Três Rios apresenta uma parceria entre a instituição e o CIEE (Centro de Integração Empresa-Escola), para viabilizar a contratação de estagiários nas empresas trirrienses. Com o mercado de trabalho restrito, a qualificação profissional torna-se cada vez mais importante para uma carreira de sucesso. E os empresários ainda podem contribuir para redução da evasão escolar. Segundo a consultora Marília Oliveira, do CIEE, os loijstas terão um papel fundamental na formação de novos profissionais. “Essa prática

que une comércio e chance aos estudantes ainda encontra-se tímida em nossa região, mas é fundamental para a formação de novos profissionais. Por isso, esta parceria é uma forma de abrir ainda mais

Essa prática que une comércio e chance aos estudantes ainda encontra-se tímida em nossa região, mas é fundamental para a formação de novos profissionais. Marília Oliveira, consultora do CIEE

caminhos e oportunidades”, explica a consultora. Ter um estagiário na sua loja é fácil e tem baixo custo. Os associados do CIEE, pessoa

física ou jurídica, também conseguem 25% de desconto no programa de estágio, graças à parceria firmada entre a instituição e o Conselho Regional. Devido ao estagiário não ter vínculo empregatício ou encargo social, ele não é enquadrado no piso mínimo estadual, porém o CIEE estabelece uma média, sendo nível médio, uma bolsa auxílio a partir de R$ 400,00, mais o auxílio transporte; e nível técnico ou superior, bolsa auxílio a partir de R$ 500,00, acrescido, também, de auxílio transporte. O maior objetivo deste parceiro é encontrar oportunidades de estágio para estudantes de nível médio, técnico e superior e cuidar

das etapas do programa para sua empresa, desde o processo seletivo à rescisão do contrato. O CIEE ainda oferece os benefícios da isenção dos encargos sociais e de vínculos empregatícios, um reembolso de despesas médicas e hospitalares em caso de acidente com o estagiário, assessoria pedagógica e jurídica, entre outras vantagens. A CDL Três Rios reconhece a importância do CIEE para as empresas e tem orgulho desta parceria. As empresas interessadas em fazer parte do projeto podem procurar a sede da CDL Três Rios que dará toda a assistência e suporte. 0

ANO X | Nº 121 | MAIO | 2015 | www.cdltresrios.com.br |

13


14 | www.cdltresrios.com.br | 2015 | MAIO | Nยบ 121 | ANO X


ANO X | Nยบ 121 | MAIO | 2015 | www.cdltresrios.com.br |

15


MARKETING & COMUNICAÇÃO

MATEUS SACRAMENTO

COLUNISTAS

EMPRESÁRIO, DIRETOR DA AGÊNCIA CMI E FORMAÇÃO ACADÊMICA EM NOVAS MÍDIAS.

VENDE-SE: UM PERFIL NO FACEBOOK

O

ano é de crise. A ordem é de otimizar os gastos. E qual é o sonho de todo empresário? Falar apenas com pessoas que realmente sejam do seu público-alvo. Fazer propaganda apenas para quem tem alto potencial de ser seu consumidor em um curto prazo. Ou seja, investir de forma direcionada e ter retorno quase imediato. A boa notícia é que o Facebook faz tudo isso citado acima, “vendendo” seus usuários e deixando você falar apenas com quem realmente sua empresa precisa. E a notícia ruim, é que isso não vai demorar muito para acabar. Esqueça o Facebook para usuários normais que você conhece. Aqueles que atualizam fotos, que curtem bobagens, que ficam conversando no horário de trabalho. Isso não nos interessa. Esqueça também aquele seu amigo antenado ou seu sobrinho gordinho que descobriu o botão “promover” no Facebook e te mostrou aquela segmentação por cidade, idade, sexo e interesses, que já está difundida entre as pessoas. Pense no Facebook como ferramenta de mídia. O que vem mais chamando atenção, é o verdadeiro estudo de personalidade e perfil que o Facebook disponibiliza para agências e usuários avançados que realmente estudam e fazem cursos. Lembra daquela frase: “Cuidado! Tudo que você fala pode ser usado contra você”? Então, agora ela foi atualizada. “Cuidado! Tudo que você fala ou faz, vai ser vendido para empresas pelo Facebook”. E a cada dia que passa e vejo uma nova ferramenta, fico mais admirado como as pessoas contam da vida pessoal nas redes sociais, e como o Facebook é aproveitador e vende tudo de todos. 16 | www.cdltresrios.com.br | 2015 | MAIO | Nº 121 | ANO X

Não aguentei e tive que separar alguns exemplos para vocês conhecerem o nível de loucura e controle em que chegamos. Que tal sua propaganda chegar APENAS para pessoas que vão fazer uma viagem internacional nos próximos 6 meses? Para uma empresa de malas de viagem seria legal, né? E que tal falar apenas com quem vai se casar dentro do próximo ano? Seria uma boa para uma empresa de jóias, de Buffet, de decoração, fotografia, e muitas outras que vendem algo pra noivas? Ou se você está com um produto de determinada marca agarrado no estoque, que tal mandar propaganda apenas para pessoas que já compraram, gostam e confiam nessa marca? Enfim, os exemplos são infinitos. Para concluir, em 2008 eu dava palestras falando que o Orkut iria acabar. E as pessoas riam da minha cara, literalmente. E hoje em dia falar que o Facebook irá acabar, também pode gerar atitudes do tipo. Mas só para refletirmos. A quantidade de fotos enviadas pelo Facebook vem caindo a cada dia por causa da concorrência com o Instagram. O número de conversas pelo Facebook caiu drasticamente com a popularização do Whatsapp. O número de usuários de Facebook nos Estados Unidos só vem caindo a cada mês. E o que faz esses números caírem? Entre vários “porquês”, um deles é que a cada dia que passa, o Facebook está comercializando mais nossa linha do tempo e vendendo nossos perfis para as empresas. E isso não tem jeito e tenho uma frase própria que já cito há anos: “Mídia Social é formada de pessoas. Quanto mais mídia você for, menos social você é!”. Aproveite para usar esta ferramenta de venda, pois a moleza vai acabar....


EMPREENDEDORISMO & LIDERANÇA

JOSIMAR SALLES ADVOGADO, PÓS-GRADUADO EM MARKETING, GESTÃO E CONSULTORIA EMPRESARIAL

PARA REFLETIR!

N

esta edição vamos reescrever um texto originalmente publicado em um anúncio da Quaker State Metais Co., em 24 de fevereiro de 1958 e republicado pela agência ELICE, de São Paulo, em novembro de 1990. Apesar do tempo ainda é muito adequado ao momento em que vivemos, onde percebemos, por parte de diversos segmentos da sociedade, algum pessimismo, descrença, desânimo, insegurança, dúvidas e incertezas. Faça a leitura atentamente, pois, apesar de muito simples, pode trazer importantes ensinamentos, ou pelo menos, permitir uma boa reflexão... “Um homem vivia à beira da estrada e vendia cachorro-quente. Não tinha rádio e, por deficiência da visão, não podia ler jornais. Mas, em compensação, vendia bons cachorros-quentes. Ele colocou um cartaz na estrada, anunciando a mercadoria, e ficou por ali, gritando quando alguém passava: ‘Olha o cachorro-quente especial!’. E as pessoas compravam. Com isso, aumentou o pedido de pães e salsichas, e acabou construindo uma boa mercearia. Então, mandou buscar o filho, que estudava na Universidade, para ajudá-lo a tocar o negócio. E alguma coisa aconteceu. O filho veio e disse: ‘Pai, o senhor não tem ouvido o rádio? Não tem lido jornais? Há uma crise muito séria, e a situação internacional é perigosíssima!’ Diante disso, o pai pensou: ‘meu filho estudou na Universidade, ouve rádio e lê jornais. Portanto, deve saber o que está dizendo’. Então, reduziu os pedidos de pães e salsichas. Tirou o cartaz da beira da estrada e não ficou por ali, apregoando os seus cachorros-quentes. As vendas caíram do dia para a noite. E ele, convencido, disse ao filho: ‘Você tinha razão, meu filho. A crise é muito séria!’.”

Com certeza, o filho não queria o fracasso do pai, “apenas” fez um alerta em relação ao momento que estava vivendo, pelo menos achava que estava vivendo. Achava não, tinha certeza! O momento era de CRISE. Afinal esse era o comentário na faculdade, na mídia, em todos os lugares, enfim, só falavam disso. Crise, crise, crise.... Precisamos estar atentos às notícias e informações que recebemos, afinal, somos “bombardeados” diariamente. Hoje, com o fenômeno da internet e redes sociais, estamos conectados 24h por dia, com as mais variadas informações, muitas verídicas e realistas, enquanto outras, nem tanto. É verdade que estamos passando por um dos piores momentos de nossa história, com sérios problemas econômicos, a maioria deles, em função de circunstâncias políticas e institucionais, tendo a CORRUPÇÃO, como maior inimigo. Para vencer esta fase ruim o remédio continua sendo o mesmo muito trabalho, coragem, determinação, dedicação, persistência, entusiasmo, criatividade, organização, planejamento, metas e objetivos, comprometimento e participação. É claro, sofremos com os fatores externos, mas a convicção e a certeza da capacidade empreendedora, vão sempre superar as adversidades e os medos. Não se permita ser contagiado pelo negativismo.O mais importante é se concentrar nas OPORTUNIDADES, nas atitudes e nos ajustes necessários, sem perder o FOCO no crescer e prosperar. P.S.: Percebeu a data do texto? 1958. Pois é, a crise sempre existiu e vai continuar existindo. ANO X | Nº 121 | MAIO | 2015 | www.cdltresrios.com.br |

17


SIMPLES ASSIM PALAVRA DA FCDL-RJ

Discutir um novo conceito será fundamental para as microempresas e empresas de pequeno porte

O

MARCELO MÉRIDA Presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado do Rio de Janeiro

s últimos meses têm sido de muitas articulações e arranjos neste imenso Brasil. Manter esta nação maravilhosa e rica de pé não precisa de nenhuma equação matemática mirabolante e muito menos tentar descobri-lo, o que precisamos é simplificá-lo, deixe nos trabalhar, produzir e aí sim, senhores, os governantes terão quinhão fruto de impostos justos e pagáveis, pois o que se desenha pelos governantes em todas as esferas e a simplória e velha fórmula de aumento de alíquota, por isso elegemos como pauta principal discutir um novo conceito para o Simples Nacional, o sistema de arrecadação, cobrança e fiscalização de tributos aplicável para as microempresas e empresas de pequeno porte. No final do ano passado, o Ministro, Guilherme Afif Domingos, apresentou a integrantes da Frente Parlamentar das Micro e Pequenas Empresas no Congresso Nacional estudo destinado a embasar a proposta de revisão das tabelas do Simples Nacional.

18 | www.cdltresrios.com.br | 2015 | MAIO | Nº 121 | ANO X

O levantamento foi feito em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e com a Fundação Getúlio Vargas. Segundo o documento, as micro e pequenas empresas são responsáveis por 84% da geração líquida de empregos do país nos últimos dez anos. Com o Simples, veio a desburocratização, e as empresas passaram a ter apenas um boleto para o pagamento de oito impostos: sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), sobre Serviços (ISS) e sobre Produtos Industrializados (IPI), Imposto de Renda de Pessoa Jurídica, contribuições Sociais sobre o Lucro Líquido (CSLL), para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) e Patronal Previdenciária e programas de Integração Social e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PIS/Pasep). Um avanço, sem dúvidas, mas a criatividade dos Estados inseriu a ST (Substituição Tributária) que inviabilizou o Simples. Retirá-lo é uma urgência e o ministro sabe disso. É preciso tirar essa gordura e ampliar o teto do Simples. O governo já sabe que este segmento é o que mais gera empregos no país e paga bilhões em impostos. Essas empresas estão morrendo. É preciso mudar esse cenário, e o governo sabe que é SIMPLES assim. Basta querer.


O lojista anox ed121  

Revista O Lojista - Edição 121

O lojista anox ed121  

Revista O Lojista - Edição 121

Advertisement