Page 1

FINANÇAS | O CARTÃO DE CRÉDITO É MEU AMIGO? Manter a disciplina financeira garante essa boa relação MOTORES

D Nº 154 • Junho de 2018 • R$ 10,50 • www.esbrasil.com.br

FUSCA, DODGE, MUSTANG? CONHEÇA O CARRO MAIS POPULAR DO CINEMA

HARLEY E EU MOVIDOS PELA PAIXÃO, UNIDOS PARA SEMPRE

FUTEBOL

ELAS BATEM UM BOLÃO!

POLÍTICA

A URNA ELETRÔNICA É REALMENTE SEGURA?

IBITIRAMA

“MENINA DOS OLHOS” DO CAPARAÓ CAPIXABA


CAPA

SUMÁRIO

8

A emoção de uma Harley

Colete de couro, motor roncando e um encontro com as estradas. Esses são itens básicos para os guiados pelo amor por suas Harley-Davidson. Em Vitória, o moto clube é composto por cerca de 400 membros que se enchem de coragem e adrenalina para encarar mais de 300 km e desfrutar de uma paixão. Nesta matéria especial, ES Brasil mostra como é a relação dos harleyros com a segurança, com a família e com a marca. Afinal, não se trata apenas de uma moto, mas também de um estilo de vida.

18

POLÍTICA

Urna eletrônica? Ela completou 18 anos de existência e até hoje gera dúvidas sobre a confiabilidade durante as eleições. Desde quando foi implementada no Brasil, em 1996, a urna eletrônica levanta suspeitas de técnicos da área de informática e outros especialistas. Para entender melhor como funciona a segurança da informação no processo, ES Brasil conversou com um especialista para explicar a apuração durante o pleito.

FINANÇAS

Meu amigo cartão de crédito!

22

Em tempos de crise, o cartão de crédito é apontado como um “vilão” por quem deseja estabilidade financeira, mas saiba que ele pode, sim, ser um aliado. Parcelar o valor da compra e ganhar milhas aéreas ou quilômetros de vantagem tem sido estratégias encontradas pelas operadoras para ganhar a fidelidade dos clientes. Diante desse quadro, especialistas recomendam atitudes simples para se prevenir da “ressaca” de crédito e evitar ficar “no vermelho”.

34

14

Agenda

20

Família S/A

28

Mindset

29

Corecon

38

O Endereço da História

42

Motores

44

Estilo

48

Essas Mulheres

50

Modus Vivendi

52

Tira-Gosto

ESPORTE

Mandando bem Ano de Copa do Mundo e nada melhor do que falar sobre futebol feminino. Num esporte predominantemente masculino, a participação delas só aumenta. De jogadoras a comentaristas, as mulheres driblam o preconceito, passam por cima do machismo, chutam a falta de incentivo e “batem um bolão”.

AONDE IR

Os segredos de Ibitirama Logo ali, na região do Caparaó capixaba, está a pacata Ibitirama, considerada “promissora” para o Estado do Espírito Santo. O município, que possui lindas cachoeiras com águas cristalinas e paisagem natural em abundância, já fez parte do território de Alegre e reserva vários mistérios que precisam ser desvendados. Confira nesta edição o que há de melhor por lá!

4

@esbrasil •

esbrasil •

revistaesbrasil

44

ARTIGOS 30

Paulo Hartung

40

Pablo Lira

Nova saúde pública capixaba

Perfil demográfico das vítimas de homicídios no Brasil


radio.esbrasil.com.br •

esbrasil.com.br

5


EDITORIAL

A

emoção de estar em cima de uma HarleyDavidson é indescritível. Pegar a estrada com uma dessas máquinas é a garantia de aventura, liberdade e segurança. E o estilo único de vida que une “harleyros” do mundo todo na família HOG é pano de fundo de diferentes e surpreendentes histórias que incluem tatuagens, coleções dos mais variados acessórios e enfeites e até casamento. Bem provável que depois de ler a matéria você vai querer dar uma volta.

A corrida eleitoral começará em breve. E sempre que um pleito se aproxima ressurge o questionamento sobre a segurança da urna eletrônica. Ela é, realmente, segura? Por que há tantas postagens nas redes sociais contestando a confiabilidade do equipamento? E a afirmação, que se repete feito um mantra, de que o Brasil é o único país do mundo a ter urnas eletrônicas, é fato? Em meio a esse cenário, o Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu a adoção do voto impresso nas eleições, sob a afirmação de que seria um “retrocesso ao processo eleitoral”. Para acabar com as dúvidas, trouxemos um especialista para explicar o sistema de segurança da urna eletrônica. Muitas vezes criticado, o cartão de crédito é na verdade uma grande aliado da pessoa, desde que utilizado de forma correta. Em “Meu amigo, o cartão de crédito”, mostramos caminhos para evitar o endividamento e também dicas para usar o “dinheiro de plástico” de forma inteligente e garantir vantagens! Modalidade ainda compreendida a partir da perspectiva dos homens, o futebol tem atraído cada vez mais mulheres. A paixão pelo esporte faz com que elas sejam capazes de driblar o preconceito com categoria, dar um lençol nas dificuldades, uma caneta nas diferenças e bater um bolão. Confira como anda o domínio feminino nos campos e fora deles também, dentro do Planeta Bola. O Caparaó capixaba tem uma “montanha promissora”. Ibitirama, localizada ao Sul do Espírito Santo, é uma região repleta de cachoeiras e outras belezas naturais. Trouxemos nesta edição, na coluna “Aonde Ir”, opções de lugares que são pontos obrigatórios de visitação nesse roteiro que vale muito a pena percorrer. Você está conferindo a versão impressa de ES Brasil, mas também pode acessá-la em multiplataformas com este conteúdo e muitos outros em áudio, vídeos, por meio do site, das redes sociais e ainda pela rádio ES Brasil. Boa leitura! Mário Fernando Souza, diretor executivo da Next Editorial e editor executivo da ES Brasil

ES Brasil é uma publicação mensal da Next Editorial. Seu objetivo é apoiar o desenvolvimento do Estado do Espírito Santo, apresentando conteúdos informativos e segmentados nas diversas vertentes empresariais.

www.nexteditorial.com.br

Diretor executivo Mário Fernando Souza Diretora de Operações Julicéia Dornelas

EDITORIAL Editor Executivo: Mário Fernando Souza Coordenadora de conteúdo: Luciene Araújo Apoio de Produção e de Redação: Bruna Schnerock e Mara Cimero Textos: Aline Pagotto, Katilaine Chagas, Luciene Araújo e Mike Figueiredo Edição de Arte: Fábio Barbosa, Hobberson Miranda e Michel Sabarense Fotografia: Jackson Gonçalves, fotos cedidas e arquivos Next Editorial Colaboraram nesta edição: Paulo Hartung e Pablo Lira

PUBLICIDADE Coordenador de Publicidade Helenice Crespo e Sandra Costa Executiva de Contas Dayanne Lopes (27) 2123-6506 - publicidade@nxte.com.br

MERCADO LEITOR Apoio Circulação: Douglas Borges Assinatura: (27) 2123-6525 Serviço de Atendimento ao Assinante Segunda a sexta, das 9h às 18h loja.esbrasil.com.br | Chat

REDAÇÃO Endereço: Avenida Paulino Müller, 795 Jucutuquara – Vitória/ES – CEP 29040-715 Tel: (27) 2123-6500 / 2123-6527 / 2123-6529 (27) 98147-5951 E-mail: redacao@nxte.com.br

OPINIÃO DO LEITOR “A ES Brasil é uma revista exemplar. Sempre muito bem informada sobre a economia e a política capixaba e os avanços tecnológicos da medicina e ainda traz dicas muito legais de passeios.” Tânia Maria Antunes Rodrigues, técnica em Enfermagem

6

@esbrasil •

esbrasil •

revistaesbrasil

“Ter a oportunidade de receber o arquivo digital da ES Brasil aqui na Itália é gratificante, porque me deixa antenado em tudo o que está acontecendo em meu Estado e também no Brasil e no mundo que impacta o Espírito Santo, além de amenizar um pouco da saudade da terrinha, distante há 10 anos”. Emerson Vieira Gouveia , atleta

esbrasil.com.br

radio.esbrasil.com.br

esbrasil.com.br/digital

loja.esbrasil.com.br


COMPORTAMENTO POLÍTICA

KATILAINE CHAGAS

E ST I L O

A AVENTURA DE MÃOS DADAS COM A

DE

Aventura, família, segurança. Os quesitos que não podem faltar em um passeio de Harley

8

@esbrasil •

esbrasil •

revistaesbrasil

R E S

SEGURANÇA


CONTEÚDO DISPONÍVEL EM VÍDEO

À

frente, uma bela de uma estrada, prontinha para quem quer se arriscar na mais alta velocidade e bombear o corpo de adrenalina. Cenário perfeito para qualquer motociclista. Será? O imaginário popular pode até dizer que sim, mas para os guiados pela paixão por suas Harley-Davidson a história é bem outra. “É uma energia muito diferente. É algo que a gente não consegue explicar, é mais sentir. É tudo muito mágico. Não é simplesmente sentar na moto. Por trás da moto, tem os amigos que conquistei. É uma família”, afirma a terapeuta ocupacional Luciane Furlan, 36 anos, proprietária de uma das “meninas”. A família a que ela se refere é o Harley Owners Group (Grupo de Proprietários de Harley) ou simplesmente HOG, moto clube da Harley que existe no mundo inteiro e que, claro, não ficaria de fora em Vitória, cidade que abriga uma concessionária há dois anos e meio. “A missão do HOG é promover eventos sociais e passeios de moto com a comunidade harleyra local. É único no mundo todo, mas cada clube possui sua independência, sendo orientado e dirigido pela concessionária local”, afirma Diego Lobato, proprietário da Vitória Harley-Davidson, na Enseada do Suá. Hoje o HOG de Vitória é composto por cerca de 400 membros. A anuidade é US$ 35.

OQUANTOAMO

MINHA HARLEY? Há aqueles que são tão la apaixonados pe e n so vid Da yHarle por tudo que ela representa que querem deixar esse sentimento o. marcado no corp ão aç ns “A se dar m-estar que an de liberdade e be ritível, e pude sc de in é na cio or de moto te prop abrir a loja em de criança após os modelos, realizar o sonho as para conhecer en ap i tre En . ria Vitó que Harleycantado em ver porém fiquei en ocicleta, mas apenas uma mot Davidson não é em nosso os m Te a. tilo de vid também um es o empresário a o família”, afirm eit nc co um o grup , que tem uma Vieira, 30 anos Rodolfo Breda veira da Harley. tatuagem da ca

Já o empresário Rodrigo Sabino da Hora, 33 anos, andava de motocicleta tipo esportiva e, como diz, tinha preconceito contra a marca. Até que um amigo de infância deixou com ele sua Harley antiga e diss e que Rodrigo poderia pagar quando e como pudesse. Conheceu então a loja e as pessoas que com põem o grupo e teve assim uma surpresa positiva . Na ocasião, dois anos atrás, ele passava por um divórcio, que não costuma ser uma situaçã o fácil para nenhum dos envolvidos. O alen to veio no grupo de harleyros. “Eles me abraçara m de uma forma totalmente diferente. E eu com ecei a ver que a Harley-Davidson não era só uma moto esportiva. Na Harley-Davidson você faz ami zade com quem você não conhece. Uma união mes mo, são pessoas que se preocupam um com outr o. Foi uma fuga que me ajudou bastante no meu divórcio, que foi bem traumático para mim.” Rodrigo tem hoje tatuados um desenho de um grup o andando de moto e a frase “Viver para conduz ir e conduzir para viver”, além da que ele chama de padrão da Harley, que é uma caveirinha.

radio.esbrasil.com.br •

esbrasil.com.br

9


A D N A N R E F A, REPRESENTANTE O Grupo de Proprietários da Harley realiza encontros e passeios para diferentes regiões do Estado

“Ao comprar uma Harley, automaticamente você se torna membro do HOG. É um valor pago anualmente. O primeiro ano é grátis. A concessionária manda seus dados para fora do país. Chegam uma revista, um pin, que é o broche, um path (emblema)”, explica Caio Belchior, 36 anos, presidente do HOG. O grupo faz encontros e passeios, geralmente em dois sábados por mês, para diferentes regiões do Estado. Além disso, os harleyros e seus familiares se reúnem todo sábado na concessionária para tomar café da manhã. “A maioria dos meus amigos é da Harley, eu os trago para minha casa. E eu tenho uma filha de 7 anos que tem sábado que acorda e pergunta: ‘Mamãe, não vamos na Harley hoje?’. Desde pequena ela está crescendo com essa energia”, relata Luciane. SEGURANÇA A segurança é a palavra que norteia a família Harley-Davidson. “Eu tive motos superesportivas, corria demais, acabei sofrendo um acidente. Aqui a gente vê muito a

A mania de colecionar objetos e acessórios da HD é quase unanimidade entre os haleyros

VIAN

DA LADIES OF HARLEY

A paixão pela Harley-Davidson é tanta que a celebração do casamento que confirmou uma união de 13 anos aconteceu dentro da loja de Vitória. Isso mesmo, com direito a noivos e padrinhos chegando em suas motocicletas e fazendo bastante barulho. Mas nem sempre foi assim para Fernanda Viana. “Nunca gostei de moto na minha vida, porque achava inseguro e tinha medo de cair.” Tudo mudou ano passado, quando aceitou o convite, ou desafio, como ela chama, do marido para participar de um passeio com ele, mas com ela na garupa. “Um dia fui a um passeio do grupo, nesse HOG, na garupa dele, e fiquei apaixonada, encantada com aquilo tudo que eu vi, com a segurança, com os trajes.” E de medrosa ela passou a apaixonada e representante feminina da Harley-Davidson, por meio do Ladies of Harley, no Estado. Como começou essa paixão? Meu marido sempre foi um apaixonado por Harley-Davidson. E eu nunca gostei de moto na minha vida porque eu achava inseguro e tinha medo de cair. E ele sempre me convidava para passear. Um dia fui a um passeio do grupo, nesse HOG, na garupa dele e fiquei apaixonada, encantada com aquilo tudo que eu vi, com a segurança, com os trajes. Só pode andar de bota para se proteger, tem que usar o seu colete, sempre de luva, capacete, proteção. As sinalizações que eram feitas durante o passeio, exatamente por proteção, para todo mundo ficar certinho, as orientações, então me apaixonei por esse mundo. E meu marido me desafiou: “Ah, já que você gostou tanto, por que não pilotar uma moto?”. Achei muito bacana a ideia dele, comprei a ideia dele, tirei a carteira, comprei a minha moto e em menos de um ano consegui me tornar a representante das Ladies, tamanha a minha paixão pela Harley-Davidson, pela pilotagem de uma moto. Tirei a carteira em maio do ano passado, e no final do ano fui convidada para ser a Lady Officer, que é a que representa as outras Ladies. Conte a história do seu casamento na loja... Já tinha 13 anos de casada, mas nunca tinha casado na igreja. E meu pastor também anda de moto. E ele teve a ideia de fazer o casamento lá na Harley. Foi muito lindo. Todo mundo chegou de moto, os padrinhos, o pastor, a gente. Depois a gente fez um passeio por Vitória.

10


Como começou o Ladies of Harley em Vitória? O grupo começou com duas mulheres pilotando e hoje a gente tem mais de 20, porque uma vai incentivando a outra. Os maridos também apoiam a gente. E um dos meus papéis como representante é estimular as meninas a saírem da garupa e serem pilotas. Vocês chamam muita atenção? As pessoas estão enxergando que as mulheres podem ser pilotas também. A quantidade de mulheres que estão tirando carteira de moto é muito grande. Muitas que tiram habilitação são para uso no dia a dia. Ali no nosso caso, além do uso no dia a dia, a gente tem evento quase todo fim de semana. Isso estimula muito a participarem. Elas vão vendo que aquilo não é impossível. E vou te falar, uma mulher pilotando uma moto é uma sensação de poder muito grande, porque a Harley é uma moto grande, imponente. Então você se sente maravilhosa. Por onde você passa, todo mundo olha. É sensacional.

coisa da segurança. É a palavra que você vai mais vai ouvir. Segurança e família”, confirma Caio Belchior, presidente do HOG em Vitória. O acidente de Caio aconteceu na BR-262, próximo ao Trevo de Santa Isabel, em Domingos Martins, em 2010. “Fiquei meio assustado, mas queria continuar com a moto. Então fui buscar segurança”, explica. “Por mais que as nossas motos tenham cilindradas altas, a gente sempre anda no limite que a via e as leis de trânsito permitem”, completa. Os itens de segurança incluem o uso de bota, para proteger pés, calcanhares e canelas; calças de tecido grosso, como jeans; luvas de couro para que, em caso de queda, os impactos na pele sejam os mínimos possíveis; um casaco ou jaqueta mais grossa por debaixo do colete, que todo harleyro possui. E, claro, o capacete. Mas para além dos apetrechos de segurança, há a preparação. “Começa desde buscar um condicionamento físico, para não parar com uma hora de estrada com dor. Buscar na internet trajetos, autonomia da moto, locais de apoio, pousadas e hotéis. Procurar trajetos que fujam de estradas de chão”, cita o cirurgião plástico Roberto Ribeiro, 58 anos, o Robertão, outro apaixonado pela HD.

ROBERTO RIBEIRO, 58 ANOS, CIRURGIÃO PLÁSTICO, O ROBERTÃO “Minha paixão começou na adolescência, quando comecei a ver o que significava a motocicleta, mas eu não podia ter. Na adolescência a gente só sonha, e os pais só formatam os sonhos. A gente não tinha por perto a Harley, mas tinha revistas. Fui alimentando o sonho. Quando viajava para congresso, e na cidade havia uma concessionária, sempre ia visitar. Aí tive meus filhos. Tal como meus pais, não quis comprar a moto para não estimular o desejo de velocidade neles. Segurei a onda até que eles ficassem maiores. Quando meu filho mais novo completou 18 anos, fui lá e pude realizar esse sonho. Tenho 10 anos de moto e esta já é a segunda.”

radio.esbrasil.com.br •

esbrasil.com.br 11


M A IS A B I SA Desde 1903, ano em que a empresa foi fundada, a marca carrega um legado de histórias e curiosidades.

Origem

A Harley-Davidson é resultado de duas mentes inovadoras do Wisconsin, nos Estados Unidos. O escultor Arthur Davidson e o desenhista William Harley, cansados de pedalar até a faculdade, tiveram a ideia de colocar um motor de carro na bike.

Modelos expostos na loja Harley-Davidson em Vitoria/ES

Vendas

Em seu ano de estreia, em 1905, a Harley-Davidson vendeu três motos, por seu primeiro revendedor, Carl H. Lang. No ano seguinte, foi aberta a primeira oficina, com capacidade para a produção anual de 50 motos.

Rebeldia

Nos anos de 1950, Elvis Presley e James Dean foram garotos propaganda da HD e ajudaram a marca a se tornar símbolo de rebeldia, juventude e liberdade.

Patente do som

Nos anos 90, a Harley tentou patentear o barulho que saía do escapamento de seus motores. A inusitada estratégia de torná-lo ainda mais exclusivo não se concretizou.

Recorde mundial Em 1970, o piloto Carl Rayborn alcançou 424 quilômetros por hora montado em uma HD especialmente desenvolvida para o desafio.

Moto clube

Todos os harleyros do mundo são reunidos em um único moto clube, o Harley Owners Group, chamado de HOG. É o maior grupo de motociclismo do mundo, com 1 milhão de membros associados, sendo 15 mil deles no Brasil. Ao comprar uma Harley-Davidson zerada, o cliente ganha um ano de membership, um tipo de anuidade gratuita. O integrante do HOG ganha um kit anual com cartão do grupo, um pin (broche) e um patch (emblema) para costurar no colete. Recebe em casa quatro edições anuais da revista HOG brasileira, que é toda produzida, desenvolvida e impressa no país, com conteúdos da HD e do HOG. no Brasil e no mundo.

Ladies of Harley

É uma fração do HOG que abriga mulheres, entre pilotas e garupas. Hoje há 50 mulheres cadastradas no Ladies of Harley de Vitória. Cerca de 20 são pilotas. Participam dos eventos do HOG e também promovem ações próprias, só delas.

Fonte: HOG/Harley-Davidson

12

@esbrasil •

esbrasil •

revistaesbrasil

ELAS NO COMANDO Quando deixou a garupa e passou para o comando de uma motocicleta, aí é que a professora de Educação Física Fernanda Viana, 41 anos, tomou gosto mesmo pela filosofia Harley de ser, que adiciona à família e à segurança o ingrediente aventura. “Quando eu passei para a parte da frente e comecei a dominar a moto, vi que não tinha medo mais. Meu medo era ser garupa, porque não tinha controle na moto. Hoje tenho total confiança, sou eu que estou dominando”, conta Fernanda, representante do Ladies of Harley Vitória, uma extensão do HOG que agrupa mulheres pilotas ou que são garupa, como chamam. “O grupo começou com duas mulheres pilotando e hoje a gente tem mais de 20, porque uma vai incentivando a outra. Os maridos também apoiam a gente. E um dos meus papéis como representante é estimular as meninas a saírem da garupa e serem pilotas”, relata Fernanda. Hoje são cerca de 50 mulheres, entre pilotas e garupas no Ladies of Harley. Elas fazem eventos e passeios próprios, mas também integram as viagens do HOG. “Os meninos gostam muito quando participamos, porque como nós somos um número grande e muito animado, então isso para eles é vantajoso, é bom. Acho que a gente é muito bem acolhida e muito valorizada no nosso grupo”, afirma a representante das Ladies. No primeiro ano de atividade, em 2016, a Vitória Harley-Davidson vendia uma moto para mulher a cada três meses. Hoje são três veículos por mês, conta o empresário Diego Lobato, proprietário da concessionária. Diferentemente de Fernanda, que reconheceu já ter tido medo de andar de moto, o início da história de Luciane com a marca foi a concretização de uma paixão antiga. “Sempre gostei de ver aquelas motos policiais nos filmes americanos. Fiquei admirada de ver aquele estilo. E não é só o estilo da moto, o pessoal é também animado. Desde criança eu via esse tipo de filme, e minha paixão foi crescendo”, conta Luciane, que conseguiu realizar o antigo sonho há poucos meses, quando adquiriu a moto. As duas confirmam que chamam atenção. “Desde criança até os mais idosos. Tem mulheres que param para perguntar ‘Como você consegue?’. É questão de prática”, diz Luciane. “E vou te falar, uma mulher pilotando uma moto é uma sensação de poder muito grande, porque a Harley é uma moto grande, imponente. Então você se sente maravilhosa. Por onde você passa, todo mundo olha para você. É sensacional”, reconhece Fernanda.


OS MODELOS São

4 famílias de motocicletas em 20 modelos diferentes.

CVO CVO Road Glide, 115th Anniversary CVO Limited

SOFTAIL Fat Bob (nas versões 107 e 114), Fat Boy (nas versões 107 e 114), Street Bob, Softail Slim, Deluxe, Breakout 114, Heritage Classic

TOURING SPORTSTER Forty-Eight, Roadster, 1200 Custom, Iron 883

PAÍSES

Presente em: Estados Unidos, Canadá, Europa, Ásia Pacífico e América Latina PREÇOS

R$ 39.900 a R$ 149.000 Variam de

Road King Classic, Road King Special, Street Glide, Street Glide Special, Road Glide Ultra, Ultra Limited, Road Glide Special

VENDAS

21 concessionárias e 1 show-room No mundo: São 1.500 concessionárias Brasil: São

VITÓRIA

Motos comercializadas: por ano, cerca de

350 novas e 250 usadas

Quantas vendidas em quase três anos:

700 novas e 400 usadas

Fonte: Harley-Davidson

PRIMEIRA DO BRASIL Os negócios em terras capixabas vão bem. “No Brasil, a HarleyDavidson é a segunda colocada no ranking, com 21,2% de participação de mercado. No Espírito Santo, é a primeira, com 46%. É o melhor resultado nacional, é similar à participação de mercado da Harley nos Estados Unidos”, comemora Diego Lobato. A Harley-Davison Brasil estrategicamente não revela planejamentos, mas destaca a importância de mercados como o nacional. “O que podemos afirmar é que os mercados internacionais, inclusive o Brasil, são muito importantes na estratégia de crescimento a longo prazo. A empresa está comprometida com o Brasil e expandindo sua presença no país para garantir que os clientes desfrutem de

uma experiência de qualidade premium que representa uma marca como a nossa. Vamos continuar com a estratégia de oferecer o melhor customer experiencie do mercado, baseada em três pilares: pós-venda eficiente; rede de concessionárias com estrutura completa e de qualidade; e eventos organizados para que os clientes possam vivenciar o verdadeiro estilo de vida da HD”, comunicou por nota a empresa. No mais, como reforça Diego sobre a filosofia da Harley: “Vamos rodar de moto com os amigos buscando confraternizar e nos alegrar. A Harley começou sendo uma marca de moto, mas hoje é um estilo de vida, um meio superbacana de ampliar a base de relacionamento... E para muitos uma história de mudança na vida!”. radio.esbrasil.com.br •

esbrasil.com.br 13


AGENDA 12 E 13 DE JULHO

1º FEMUSG - FESTIVAL DE MÚSICA DE SÃO GABRIEL DA PALHA O Norte do Espírito Santo entra definitivamente na rota dos grandes eventos musicais com a primeira edição do Festival de Música de São Gabriel da Palha (Femusg). Com recursos do edital de música do governo do Estado, o evento reunirá músicos do Espírito Santo e de diversos estados, entre os dias 18 e 22 de julho, em São Gabriel da Palha, localizado a 200 km de Vitória. Focada principalmente na formação dos músicos da cidade, do Estado e de regiões vizinhas, a programação tem direção geral de Patrício Bandeira de Melo, direção artística do maestro Eduardo Lucas e ativação pela Nuvem Content Studio. A entrada é gratuita.

3 A 5 DE AGOSTO

TRADICIONAL FESTA DO MORANGO AGITA PEDRA AZUL EM JULHO Um dos mais tradicionais eventos da região de montanhas se aproxima. O Festival do Morango de Pedra Azul, município de Domingos Martins, na Região Serrana do Espírito Santo, será realizado entre os dias 3 e 5 de agosto, no Centro de Eventos Pedra Azul – “Morangão”. A proposta é garantir três dias de diversão com música, cultura, lazer e gastronomia típica e ainda gerar renda para os empreendimentos do agroturismo, rurais e turísticos, durante o período. Além das atrações locais, a dupla sertaneja João Bosco e Vinícius fará uma apresentação e promete animar o público com seus sucessos. Os ingressos estão à venda pelo site www.superticket.com.br.

28 A 31 DE AGOSTO

CACHOEIRO STONE FAIR FEIRA DE MÁRMORE E GRANITO O município de Cachoeiro de Itapemirim será mais uma vez a capital brasileira do mármore e o maior polo de beneficiamento de rochas das Américas. Consagrada como a feira mais importante do setor, a Cachoeiro Stone Fair será realizada entre os dias 28 a 31 de agosto, no Parque de Exposição Carlos Caiado Barbosa. Durante esta 46ª edição, mais de 200 expositores, entre marmoristas, distribuidores e importadores, apresentarão as novidades do segmento, e os participantes poderão estreitar relacionamentos e ver de perto a maior concentração de máquinas e insumos da América Latina. Para garantir presença é necessário fazer a inscrição pelo site www.cachoeirostonefair.com.br. A entrada é gratuita. Mais informações: (27) 3434-0600. 14

@esbrasil •

esbrasil •

2 A 4 DE AGOSTO

PRAIA URBANA INVADE PASSARELA DO VITÓRIA MODA 2018 O Vitória Moda 2018 – Ano 11, evento capixaba mais importante do segmento, vem aí! Com o tema “Praia urbana: mar, rua, cores e pessoas”, a programação se tornou uma “Semana de Moda Capixaba” e ocorrerá em três locais distintos. No dia 30 de julho, haverá uma palestra de abertura no auditório da Findes, às 19h30. Já nos dias 31 de julho e 1º de agosto, serão realizadas palestras de capacitação no Sebrae com representantes importantes do segmento de moda, a partir das 19 horas. Entre os dias 2 e 4 de agosto, o evento segue para o Centro de Convenções de Vitória, onde serão apresentados os desfiles das marcas capixabas, das 14h às 23 horas. As grifes contarão com lounges, onde serão apresentadas as peças e os convidados vão ser recebidos no dia do seu desfile. A entrada é gratuita. 28 DE JULHO

“MEU PASSADO NÃO ME CONDENA”, COM FERNANDA SOUZA, EM VITÓRIA Fernanda Souza desembarca em Vitória, no dia 28 de julho, para apresentação de “Meu Passado Não Me Condena”, na Arena Vitória, em Bento Ferreira. Durante o espetáculo, a atriz contará um pouco sobre as personagens que já interpretou, como a Mili, de Chiquititas, e a caipira Mirna, da novela “Alma Gêmea”, entre outras. Ao lado do produtor Léo Fuchs, ela dará vida às lembranças, misturando-as ao stand up moderno e inovador. Com muito jogo de cintura, fará com que a plateia seja coadjuvante de sua própria história. Os ingressos estão à venda nas lojas Jaklayne Joias e Acessórios (Grande Vitória), Soft Modas (Guarapari) e X-Ray Lan House (Centro Comercial Praia Center, na Praia do Morro). 7 A 9 DE AGOSTO

INOVAÇÃO E NEGÓCIOS DURADOUROS NA MEC SHOW 2018 Quem está em constante busca do que há de mais moderno em novidades, networking e negócios com fornecedores e indústrias não pode perder a Mec Show 2018, que será realizada entre os dias 7 e 9 de agosto, no Carapina Centro de Eventos, na Serra. Mais de 180 fornecedores estarão disponíveis para apresentar o que há de mais novo no mercado da tecnologia. Com isso, o público poderá avaliar os produtos expostos e assistir a seminários e fóruns de debates, entre outras atividades. Para participar é necessário fazer a inscrição pelo site www.mecshow.com.br. A entrada é gratuita. Mais informações: (27) 3434-0600.

revistaesbrasil


INFORME PUBLICITÁRIO

GALWAN ENTREGA MAIS DOIS EMPREENDIMENTOS

A

Galwan encerra o primeiro semestre de 2018 com eventos especiais e entrega de dois empreendimentos para os condôminos: o Edifício Nagib Carone, de frente para o mar de Itapoã, em Vila Velha, e o Edifício Juan Fernandes, no Barro Vermelho, em Vitória. O Juan Fernandes foi o primeiro empreendimento do Estado entregue com a área comum totalmente abastecida por energia solar fotovoltaica. No dia da entrega, a construtora realizou um evento especial para convidados, ressaltando a sustentabilidade do empreendimento. A energia gerada será utilizada para atender os equipamentos e áreas de uso comum do empreendimento – elevadores, ar-condicionado, iluminação, bombas d´água, portaria e outras, gerando economia para o condomínio. O investimento foi de aproximadamente R$ 1.500,00 por unidade. “Ficamos muito satisfeitos e orgulhosos por entregar um prédio que gera energia das áreas comuns com placas fotovoltaicas. Nos próximos empreendimentos, já pretendemos passar a contemplar no orçamento mais estas ação de sustentabilidade, além de outras que já são implementadas”, ressaltou José Luís Galvêas Loureiro. A sugestão de usar energia solar foi de um condômino. Ele deu a ideia durante a construção do empreendimento, que foi aprovada pelos outros condôminos e levada à Galwan, que acrescentou o item no orçamento da obra. “Além de uma iniciativa excelente, é um privilégio contribuir para a sustentabilidade. Não é um sistema para aquecer água, é para gerar energia elétrica, repercutindo diretamente na queda do valor da taxa de condomínio”, pontuou Galvêas.

Juan Fernandes Energia Fotovoltaica

16

@esbrasil •

esbrasil •

revistaesbrasil


José Luís Galvêas Loureiro acompanhado de William Carone Junior e Sergio Carone

O Edifício Nagib Carone foi construído em uma localização privilegiada na região conhecida como Beverly Hills. O empreendimento fica próximo a bons restaurantes, lanchonetes, supermercados, bancos, comércio, escolas e faculdades, o que gera praticidade no dia a dia dos moradores. Segundo Junior Pereira, parceiro comercial da Galwan Construtora, o empreendimento foca o público que busca qualidade de vida, optando por lazer e comodidades perto de casa. “Estamos falando de uma praia que é sinônimo de diversão e de muita gente bonita, com lazer para todas as idades, espaço para praticar futebol de areia, futevôlei, vôlei, frescobol ou mesmo para caminhar”, ressaltou.

EMOÇÃO NA ENTREGA DO EDIFÍCIO NAGIB CARONE

O

utro empreendimento entregue pela Galwan no primeiro semestre foi o Edifício Nagib Carone, de frente para o mar de Itapoã, em Vila Velha. No evento comemorativo para a entrega, muita emoção na homenagem feita pela Galwan ao libanês que fundou o Grupo Carone em 1950, com a apresentação de um vídeo contando a trajetória de Nagib Carone e a presença de seus netos Sérgio e William Carone Junior.

PIQUENIQUE DO SOLAR MATA DA PRAIA A equipe da Galwan e os condôminos do Solar Mata da Praia, empreendimento que teve obras iniciadas recentemente em um dos bairros mais valorizados e tranquilos para se viver em Vitória, se reuniram em uma manhã de sábado pra lá de animada com piquenique, brincadeiras e muita interação. De acordo com José Luís Galvêas Loureiro, diretor-presidente da Galwan S/A, eventos assim são muito importantes para integração e diversão das famílias que vão viver no condomínio. “Nosso objetivo é que os futuros moradores e suas famílias já se sintam em casa e possam acompanhar de perto a construção do empreendimento”, disse. Além do piquenique, as crianças se divertiram com a presença do Galwinho (mascote da construtora), gincanas, trenzinho, brinquedos, música e muita alegria. “Morar em um condomínio tipo clube exclusivo e ainda ver os filhos brincando e crescendo juntos é um privilégio que os moradores do Solar Mata da Praia terão”, finalizou Galvêas.

www.galwan.com.br | 27 3200-4004 radio.esbrasil.com.br •

esbrasil.com.br 17


POLÍTICA

MIKE FIGUEIREDO

SUSPEITAS DE FRAUDE SEMPRE ENVOLVERAM O USO DO EQUIPAMENTO NAS VOTAÇÕES, MAS JUSTIÇA ELEITORAL GARANTE CONFIABILIDADE

D

esde que começou a ser implementada, em 1996, a votação por meio da urna eletrônica gera questionamentos sobre a possibilidade de haver fraudes e ataques que comprometam os resultados apurados. Em 2018, a corrida eleitoral nem começou, com a definição de pré-candidatos, mas vídeos e outras postagens já circulam nas redes sociais levantando a dúvida sobre a confiabilidade do modelo de

processo em vigor atualmente. Não é difícil encontrar declarações de técnicos da área de informática, advogados e outros especialistas pontuando problemas que podem acontecer durante o pleito. Uma das formas de dar resposta a essa inquietação foi a instituição da Lei 13.165/2015, que prevê a obrigatoriedade de impressão do boletim de votação após o registro na urna eletrônica. Porém, o Supremo Tribunal Federal suspendeu, em reunião realizada em

HISTÓRIA DO VOTO ELETRÔNICO • 1932: O primeiro Código Eleitoral previa, no artigo 57, o “uso das máquinas de votar, regulado oportunamente pelo Tribunal Superior (Eleitoral)”;

• 1989: os TREs foram pela primeira vez interligados a um computador central instalado no TSE. A recepção das informações era feita num microcomputador modelo 386;

• 1985/86: Consolidação do cadastro único e automatizado de eleitores. Antes, não havia um registro nacional, o que gerava fraudes no cadastro;

• 1994: o TSE realizou o primeiro processamento eletrônico do resultado das eleições gerais por meio da criação da rede nacional da Justiça Eleitoral;

• 1989: eleitores de Brusque, em Santa Catarina, votaram pela primeira vez utilizando um computador, no 2º turno da disputa presidencial. Participaram do experimento 373 eleitores; Fonte: TSE

18

@esbrasil •

esbrasil •

revistaesbrasil

• 1995: a primeira eleição totalmente informatizada no Brasil ocorreu em 12 de fevereiro de 1995, em Xaxim (SC), no pleito municipal;


ENTENDENDO O MECANISMO DAS URNAS

FORMAS DE FAZER AUDITORIA NAS URNAS

As pessoas podem votar confiando que o voto é computado corretamente? Danilo Marchori, secretário O voto impresso aumentaria de Tecnologia da a sensação de segurança? Informação do TRE-ES, Danilo Marchiori: Segurança é destaca os mecanismos de implementar mecanismos que segurança da urna eletrônica impeçam que a urna funcione de forma fraudulenta. Isso envolve não apenas o voto impresso, mas também outras medidas como criptografia e segurança digital. Além do voto impresso, existem outras formas para deixar a população mais tranquila.

Os interessados em solicitar auditoria do voto eletrônico devem apresentar pedido fundamentado, com indicação dos locais a serem verificados. A Justiça Eleitoral permite a auditoria do processo eleitoral das seguintes formas: • verificação do resumo digital (hash); • reimpressão do boletim de urna; • comparação entre o boletim impresso e o boletim recebido pelo sistema de totalização; • verificação de assinatura digital; • comparação dos relatórios e das atas das seções eleitorais com os arquivos digitais da urna;

Como, então, deixar a população mais tranquila? Vamos imaginar que a urna tenha registrado de forma correta a votação. Só que, depois de transmitidos, alguém possa ter entrado na rede da Justiça Eleitoral e trocado os votos. Toda vez que a urna eletrônica é encerrada, o resultado gerado é impresso e divulgado a fiscais de partidos e imprensa, por exemplo. Se alguém mexer no resultado depois disso e alterar a divulgação da Justiça por seção, a contagem ficará diferente do resultado impresso. Em 22 anos de urna eletrônica, nunca ninguém apresentou uma divergência entre o resultado impresso em papel e o resultado diferente da totalização divulgado pela Justiça Eleitoral. Mas quem garante que a urna eletrônica não tem dentro dela um mecanismo que desvie votos de um candidato para o outro? Basta verificar o código-fonte para ver se há algo fraudulento no sistema. Partidos políticos, Ministério Público e Polícia Federal podem indicar representantes técnicos que auditam o código-fonte da urna eletrônica para ver se há irregularidades. No Tribunal Superior Eleitoral, há uma sala preparada com todos os códigos. E nunca ninguém mostrou qualquer fraude no sistema da urna eletrônica. Há como fazer auditoria do software das urnas? Dizer que software não pode ser auditado é mentira. Por exemplo, um dia antes da eleição, urnas eletrônicas são sorteadas por uma equipe, e a fiscalização pode ser feita por qualquer cidadão. Sorteada a seção, a urna é separada e entregue à Polícia Federal, que faz a guarda do equipamento até a manhã do dia da eleição. Na urna que está sob auditoria nessa votação paralela, a participação dos eleitores é filmada. No fim do dia, a urna gera um resultado que é comparado com os votos dados nela o dia inteiro.

• auditoria do código-fonte lacrado e armazenado no cofre do TSE; • recontagem dos votos por meio do Registro Digital do Voto (RDV); • comparação da recontagem do RDV com o boletim de urna (formato PDF). Fonte: TSE

junho, a determinação. Um dos motivos é a argumentação de técnicos do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que atestam ser muito cara a impressão dos votos. SEGURANÇA ELETRÔNICA Para entender melhor como funciona a segurança da informação nas eleições, a ES Brasil entrevistou o secretário de Tecnologia da Informação do Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo (TRE-ES), Danilo Marchiori. Segundo ele, o TER-ES foi a favor da impressão do voto. “Não tem como ser contra uma medida de transparência no processo. Até lamentamos o fato de o STF ter cancelado”, comentou. Na sua avaliação, isso seria bom e a sociedade se sentiria mais segura. “Além de registrado internamente, seria impressa uma via do voto que poderia ser contada em caso de dúvida em relação ao resultado.”

• 1996: um terço do eleitorado brasileiro (mais de 32 milhões de pessoas) utilizou mais de 70 mil urnas eletrônicas. Participaram 57 cidades com mais de 200 mil eleitores, entre elas 26 capitais;

• 2008: foram testadas as primeiras urnas eletrônicas com leitores biométricos em três municípios brasileiros;

• 1998: a votação eletrônica ocorreu em 537 municípios brasileiros com mais de 40 mil eleitores (75% do eleitorado da época);

• 2018: a biometria já é obrigatória em 1.207 municípios, e a expectativa é que 82,5 milhões de eleitores (56,5% do total);

• 2000: a urna eletrônica foi utilizada em todos os municípios brasileiros. • 2002: primeira eleição totalmente informatizada;

• 2010: ampliada a identificação biométrica para mais 57 municípios, chegando a 1,1 milhão de eleitores;

• 2022: meta do TSE é alcançar 100% do eleitorado com a identificação biométrica.

radio.esbrasil.com.br •

esbrasil.com.br 19


Conteúdo Especial - Parceria do Editor

Visite o blog Família S/A em www.esbrasil.com.br Lá você encontra as mais importantes questões que envolvem a gestão de empresas familiares. familiasa@nxte.com.br

O PREPARO DO SUCESSOR

Adriano Salvi Conselheiro de administração certificado pelo IBGC, professor convidado da Fundação Dom Cabral e sócio da Vix Partners Consultoria e Participações

20

@esbrasil •

esbrasil •

revistaesbrasil

preferencialmente com uma formação educacional nas melhores escolas de negócios do Brasil e exterior, com experiências externas às empresas da família, sem entretanto perder o vínculo com o segmento e os negócios familiares. É importante cuidar da sua formação técnica e também comportamental, para que seja um executivo preparado para atuar em posições de liderança em qualquer empresa do mercado. Se assim o fizer, certamente será também a melhor opção para os negócios da sua família. Quando a decisão for pela sucessão familiar, é importante que o Conselho de Administração, ou um comitê criado para esse fim, defina os requisitos critérios de seleção, bem como verifique as evidências da experiência profissional e perfil comportamental esperados p a r a a p o si ç ã o. É indicado que o sucessor seja acompanhado por um ou mais mentores, bem como sejam fixados as metas e os indicadores para acompanhar o desempenho no seu primeiro ano de atuação. Quando os objetivos e as metas estão claros, a possibilidade de sucesso é bem maior. Imagem: Livro Empresas Familiares…Vamos dialogar? Ed. Qualitymark Ilustração Alex Fleming

A sucessão é um processo, não somente um momento de passagem de bastão que perdura muitos anos. A preparação do sucessor também segue o mesmo caminho. Seja ele profissional de mercado ou membro da família, o preparo para assumir a principal posição da empresa deve ser feito de forma estruturada e planejada. Quando a escolha é por um profissional de mercado, espera-se que sua competência técnica seja compatível com os atributos esperados de um CEO e com as necessidades estratégicas da empresa. Além disso, é preciso que esse profissional seja capaz de se adequar à cultura e ao estilo de gestão da empresa familiar em questão. Não há garantias de que, sendo um exímio executivo em uma empresa, assim o será em qualquer outra. Assim, um plano de acompanhamento desse executivo é requerido. Já no caso do herdeiro sucessor, espera-se que o seu preparo já tenha c ome ç ad o d e s d e a infância, pois se o seu olhar de interesse para o negócio não foi despertado durante a sua vida, dificilmente ele será um bom candidato à sucessão. Caso o seu interesse seja genuíno, o ideal é que seja continuamente preparado em várias etapas da sua vida, tenha uma carreira mu ito consiste nte,

Danielle Quintanilha Merhi Psicanalista, especialista em empresas familiares, professora convidada da Fundação Dom Cabral e sócia da Vix Partners Consultoria e Participações

PROGRAMA PRÓXIMA GERAÇÃO

O DESENVOLVIMENTO DE HERDEIROS A Vix Partners Consultoria lança o Programa Próxima Geração, um projeto para o desenvolvimento de herdeiros. Durante um ano, membros jovens de famílias empresárias participarão de um intercâmbio entre empresas familiares, além de módulos de capacitação pessoal e profissional e mentoria. O programa objetiva contribuir para a formação de sucessores e futuros acionistas.

PLANEJAMENTO SUCESSÓRIO

AS ETAPAS DA SUCESSÃO EFICAZ Um bom planejamento sucessório contempla pelo menos seis etapas: 1 - Estabelecimento de perfil do CEO; 2 - Critérios para avaliação do profissional; 3 - Identificação do sucessor que atenda o perfil (comportamental e técnico); 4 - Preparo do sucessor; 5 - Preparo do sucedido e 6 - Preparo da família, dos funcionários e do futuro da empresa. (extraído do livro: “Famílias Empresárias... Vamos dialogar?” de Danielle Quintanilha, Ed. Qualitymark).

DESAFIOS DA SUCESSÃO

A TRANSIÇÃO ENTRE PAI E FILHO Eis uma tarefa árdua: preparar um sucessor! Especialmente se a transição for entre pai (fundador) e filho, e se esse fundador for um líder muito admirado por todos da organização. O peso pode ser demasiadamente grande para carregar, caso a transição não tenha sido uma construção conjunta entre as gerações e caso não tenha ocorrido com bastante tempo para que todos se adaptem à nova situação.


MERCADO

LUCIENE ARAÚJO

MEU AMIGO, O CARTÃO DE CRÉDITO UTILIZAR O “DINHEIRO DE PLÁSTICO” DE FORMA CORRETA É GARANTIA DE VANTAGENS E BENEFÍCIOS NA HORA DE CONSUMIR

22

@esbrasil •

esbrasil •

revistaesbrasil


CONTEÚDO DISPONÍVEL EM VÍDEO

P

arcelar o valor da compra, acumular milhas aéreas ou quilômetros de vantagem e, sendo mesmo seu ano de sorte, até ganhar um carro ou ainda curtir a Copa do Mundo na Rússia, por meio de “números da sorte” obtidos a partir de determinado valor consumido. Muitos são os benefícios oferecidos quando o cartão de crédito é utilizado de forma correta. Mas, para usufruir dessas comodidades, é fundamental que o portador evite as armadilhas de despesas que extrapolam o orçamento pessoal. “Usufruir de taxas mais baixas, ganhar produtos e ter participação nos lucros É preciso, por exemplo, tomar cuidado com cartões que condicionem a são algumas das vantagens oferecidas aos associados que utilizam o cartão isenção da anuidade à obrigação de uso mensal. Também não adianta se do Sicoob” - Nailson Dalla Bernadina, diretor executivo do Sicoob ES descontrolar e trocar o rotativo dessa modalidade pelo cheque especial, como se o limite fizesse parte da renda. Isso porque esses juros também administra o cartão de forma correta, tornando-o um auxiliador nos gastos mensais”, observou. são extorsivos e podem levar ao endividamento. Entre os motivos que o faz classificar essa opção como excelente estão Uma fatura em atraso traz mesmo como consequência as taxas mais caras do mercado. Em contrapartida, o cliente que sabe gerir esses gastos a praticidade e a segurança. “Saiu de prática andar com notas de dinheiro com responsabilidade enfrenta menos percalços, destaca a economista na carteira. Com um simples plástico nas mãos, você paga desde um e professora do Insper Juliana Inhasz. “Defendo muito a linha de que o lanche na rua a um carro novo na loja.” Outro ponto positivo citado é a possibilidade de efetuar compras fora cartão de crédito pode ser um grande aliado. O ponto central está no fato de as pessoas entenderem que ninguém dá nada de graça a ninguém. do país, centralizar os custos em um único local, fazer o acompanhaEntão o cartão é apenas a possibilidade de você postergar um pagamento, mento real dos gastos e parcelar sem pagamento de juros. A participação ter melhores condições de parcelamento e também alguns benefícios em programas de pontos é também um atrativo. “No Banestes, por com o uso contínuo. O segredo é não gastar um dinheiro que não tem exemplo, é possível usar os pontos acumulados para pagar impostos como IPVA e IPTU, contas da Cesan e seguros Banestes e trocá-los e ainda não terá no próximo pagamento”, explica. por viagens, produtos, milhas etc. Além disso, o cartão Banestes Visa Platinum tem a melhor pontuação do mercado, com 2,2 pontos acumuDIFERENTES OPÇÕES Superintendente de Cartões, Distribuição e Rede do Banestes, Ivalino lados para cada dólar gasto”, detalha Andreão. Para se ter ideia da importância do cartão de crédito para o brasileiro, Andreão compartilha da argumentação da especialista. “O cartão de crédito pode ser um aliado para o usuário? Com certeza! Mas é preciso em 2017 foram movimentados R$ 508 bilhões por esse tipo de tranter disciplina financeira para isso. Muita gente já descobriu isso e sação financeira, o que representou 12,6% a mais que no ano anterior. Dados do Banco Central mostram ainda que os quatro maiores conglomerados bancários – Itaú-Unibanco, Bradesco, Banco do Brasil e 11 DICAS PARA O CARTÃO DE CRÉDITO SER SEU MELHOR AMIGO Caixa Econômica Federal – detinham, no fim daquele ano, 78% de todas as operações de Escolha uma data de pagamento que seja logo após o dia de receber o salário 1 crédito feitas por instituições financeiras no 2 Pague a fatura em dia, sem o valor mínimo. Taxas de juros país, além dos 76% dos depósitos. podem fazer você se afundar em dívidas

3

Se já gastou muito em um mês, use o cartão após o fechamento da fatura para levar a despesa para o próximo vencimento

4

Só autorize um limite que caiba no seu orçamento, nunca maior que 50% da renda

5

Use o cartão principalmente para gastos emergenciais ou quando já tiver extrapolado seu orçamento mensal, de preferência parcelando para não comprometer sua renda no mês seguinte

6

Centralize os gastos da família em um mesmo cartão para ajudar no controle financeiro

7

Escolha cartões de crédito que acumulem pontos, mas não gaste mais só por conta disso

8

Não tenha muitos cartões de crédito. Quanto mais opções, mais difícil controlar as despesas no fim do mês

9

Pesquise as melhores opções de compras e ofertas

CHIP E SEGURANÇA Segundo Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs), Brasil é referência mundial na adoção de chip para a segurança das transações presenciais. Vamos à comparação entre um intervalo de 10 anos:

3%

10 Analise sempre o desconto à vista que o estabelecimento está dando e, com base

97%

nisso, defina se compensa pagar à vista ou parcelar no cartão, sem cobrança de juros.

11 Confira toda semana o montante parcial da fatura Fonte: Abecs

2%

chip

tarja

98%

tarja

chip

2006

2016

Fonte: Abecs

radio.esbrasil.com.br •

esbrasil.com.br 23


MERCADO O passo inicial é verificar todas as condições do contrato. “Usufruir de taxas mais baixas, ganhar produtos e ter participação nos lucros são algumas das vantagens oferecidas aos associados que utilizam o cartão do Sicoob. A taxa média de juros do rotativo dos bancos, por exemplo, é de 334,60% ao ano (a.a) – 13% ao mês (a.m) –, enquanto que a do Sicoob é de 149% a.a (7,9% a.m). Em relação ao parcelado, a média nacional dos bancos é de 169,2% a.a (8,6% a.m), e em nossa instituição é de 91% a.a (5,5% a.m)”, destaca Nailson Dalla Bernadina, diretor executivo do Sicoob ES. Ele complementa que o Sicoobcard possui diferenciais competitivos se comparados a outros produtos do mercado. “Ao fim de cada ano, parte da receita gerada com o cartão volta ao associado. É a chamada participação nos resultados. Além disso, o sistema de pontuação contribui para a realização de viagens de negócio e de lazer”, explica Nailson. O dirigente acrescenta que, no programa de recompensas Sicoobcard Prêmios, o portador do cartão pode trocar seus pontos – acumulados nas compras na função crédito – por vários produtos, milhas aéreas ou crédito na fatura. Também são menores a anuidade e os juros, em comparação com o mercado, e, quanto mais o associado utiliza o cartão, maior será o desconto na anuidade. Entre outras medidas adotadas por algumas instituições estão o controle dos gastos em tempo real, a definição de limite de gastos por categoria e a geração de cartões virtuais que permitem mais segurança nas compras on-line. E a atenção do cliente deve estar também nas condições de negociação e renegociação dos débitos. “A renegociação da dívida pode ser feita diretamente nas agências do Sicoob, através do aplicativo Sicoobnet celular ou do internet banking, o que traz mais agilidade e comodidade para o associado”, aponta Nailson. Por fim, é preciso que o cliente também se certifique sobre a cotação do dólar adotada pela instituição no caso de compras internacionais, uma vez que a conversão pode considerar o valor do dólar comercial no momento da transação (o que é melhor para o cliente) ou o do dólar turismo na data

24

@esbrasil •

esbrasil •

revistaesbrasil

PAGAMENTO DE FATURA Quase 90% dos clientes usaram cartão de crédito em 2017 sem pagar nada de juros, com prazo de até 40 dias para pagar as compras.

88% pagou o valor integral 5% pagou algum valor entre o mínimo e o total 4% pagou uma parte e parcelou o restante 1% parcelou tudo 1% não pagou Fonte: Abecs

do fechamento da fatura, o que deixará o montante maior. NOVAS REGRAS Em 27 de abril deste ano, o Conselho Monetário Nacional (CMN) – formado pelo Banco Central e ministérios da Fazenda e do Planejamento – anunciou novas medidas para o mercado de cartões de crédito, que passaram a valer em 1º de junho. Uma das principais alterações é o fim da regra que fixava o pagamento mínimo das faturas em 15% do valor total. Todo banco, lojista ou empresa de seguro que emite cartões pode definir um percentual de pagamento mínimo de acordo com o perfil e o relacionamento de cada cliente com a instituição. Essa possibilidade dos bancos pode impor aos clientes iniciais uma negociação que não necessariamente será tão boa para eles. Por exemplo, um estudante universitário com renda baixa pode ter uma taxa inicial de 40% determinada pela instituição e, diante de uma situação de descontrole financeiro, talvez ele tenha o valor para honrar os 15% de mínimo cobrado a um cliente de longo prazo,

mas não consiga pagar um percentual maior. “Por outro lado, a gente entende que talvez isso seja interessante, uma vez que deve educar um pouco mais o consumidor, que terá de se planejar melhor economicamente”, avalia a economista Juliana Inhasz. Outra mudança é que os bancos passarão a cobrar apenas uma taxa, a do rotativo regular, definida em contrato. Foram extintas, portanto, as taxas maiores nos casos de inadimplência. A ideia é reduzir o “prejuízo” para o cliente, embora o CMN tenha autorizado a aplicação de juros de mora e multa. Para ela, ainda é muito cedo para avaliar os impactos concretos dessas mudanças. “A taxa de juros que chega ao cliente realmente tende a ser menor, mas o impacto disso na

“Usufruir de taxas mais baixas, ganhar produtos e ter participação nos lucros são algumas das vantagens oferecidas aos associados que utilizam o cartão do Sicoob” Nailson Dalla Bernadina, diretor executivo do Sicoob ES


macroeconomia ainda será muito pequeno, porque os juros ainda são altos. Estamos falando de taxas que podem ultrapassar 300% ao ano. Vamos precisar de quatro ou cinco meses, contados a partir da efetivação das mudanças, para uma avaliação mais acertada. Isso porque, ainda que se observe uma diminuição na inadimplência, não se pode afirmar que a causa única seja essa mudança nas regras do cartão de crédito, uma vez que também os indicadores de mercado sinalizam uma melhora econômica, ainda que tímida”, disse Juliana. SEGURANÇA Em 2017, os brasileiros fizeram R$ 1,36 trilhão em compras com cartões, incluindo crédito e débito, segundo a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs). Se considerarmos apenas as compras não presenciais (comércio virtual), o valor chegou a R$ 167,6 bilhões, o que representa uma alta de 16,5% em relação a 2016 e 20% de todo o volume das transações por meio de cartões de crédito. Mas, à medida que cresce o uso de cartão no ambiente virtual, aumentam também as tentativas bem-sucedidas de fraude. Até março deste ano, foram registrados 77.300 casos de vazamento de dados de cartão de crédito das principais instituições financeiras do país, aponta um levantamento realizado pela UPX Technologies, especialista em segurança digital. Denize Izaíta, diretora-presidente do Procon-ES, reforça que o consumidor precisa estar muito atento aos sites que visita e realiza compras, especialmente diante de ofertas tentadoras, a fim de minimizar os riscos de fraude. “Desconfie sempre de sites que oferecem preços bem abaixo do mercado. É preciso investigar o site antes de se cadastrar. A chance de essas páginas terem sido construídas apenas para roubar dados do cartão de crédito do consumidor é muito grande. Jamais clique em um link recebido por meio eletrônico. Com muita frequência, você pode ser direcionado a um site malicioso. E ao realizar uma compra por

MOVIMENTAÇÃO DO CARTÃO DE CRÉDITO O IBGE avalia continuamente a inserção da população no mercado de trabalho de acordo com as características demográficas, por meio da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua). De acordo com a evolução do índice, o número de trabalhadores com mais de 60 anos aumentou 21%, enquanto a população total na atividade subiu apenas 2%. A cada trimestre, são investigados 211.344 domicílios particulares permanentes distribuídos em 3,5 mil municípios brasileiros.

Valor transacionado

Cross-border Gastos de brasileiros no exterior

2016

R$ 451,3 bilhões

2017

R$ 508 bilhões

R$ 28,2 bilhões Gastos de estrangeiros no Brasil

R$ 13,9 bilhões

Variação: 12,6%

Frequência de uso do cartão de crédito

55%

58%

usam o cartão de crédito ao menos uma vez por semana

96%

usam o crédito parcelado lojista todo mês

usam o cartão de crédito todo mês

Compras não presenciais

167,6

milhões no cartão de crédito

16,5

% de crescimento em relação a 2016

20

% do total movimentado pelo cartão de crédito

80% usam

nas compras, sendo:

55%

38%

pelo celular

pelo desktop

38%

pelo notebook

4%

pelo tablets

Fonte: Abecs

R$ 4

bilhões

gastos pelas operadoras em vantagens para clientes por meio de programas de recompensa, que representa crescimento de

17,3%

Fonte: Abecs

e-commerce, é fundamental manter o antivírus do computador atualizado”, comenta. Por se tratar de uma fraude, quando identificar uma cobrança suspeita na fatura, o consumidor precisa não só reclamar na administradora do cartão, mas também fazer uma ocorrência na delegacia. Se a empresa não resolver o problema, a melhor opção é procurar os órgãos de defesa do consumidor.

O cliente tem duas alternativas quanto ao pagamento da fatura: quitar o valor integral e depois reclamar; ou relatar a queixa primeiro e pagar apenas as cobranças que ele reconhece. Em ambos os casos, é fundamental guardar o número de protocolo da reclamação. Se bancar a fatura integral, os valores pagos sem ter sido gastos, normalmente, são devolvidos em forma de crédito nas faturas seguintes.

radio.esbrasil.com.br •

esbrasil.com.br 25


mindset@nxte.com.br

“Apenas três coisas acontecem naturalmente nas organizações: atrito, confusão e mau desempenho. Todo o restante REQUER LIDERANÇA.” #Peter Drucker#

Leonardo Carrareto Especialista em Inovação e Futurismo e fundador da WIS Educação, escola de inovação. Busca acelerar o desenvolvimento dos mercados no mindset exponencial e da inovação disruptiva.

#ANTIFRÁGIL Uma das teorias que vêm ganhando força nos últimos dias é o termo cunhado por Nassim Taleb em seu livro “Antifrágel”, de 2012. Na obra o autor defende que não basta ser forte. É durante o momento do caos que podemos desenvolver uma postura e as habilidades que nos tornarão ANTIFRAGÉIS. Taleb tem se consagrado como guru de grandes investidores. Vale a pena acompanhar o termo e o que podemos fazer para nos desenvolver em meio ao caos das mudanças desse novo mercado.

#DINOSSAURO Repercutiu na grande imprensa a frase de Jorge Paulo Lemann, homem mais rico do Brasil e dono de um império construído sob uma marca de gestão admirada e replicada por diversas empresas. Ele disse: “Eu sou um dinossauro apavorado”, durante um evento sobre Estratégia e Liderança ocorrido nos Estados Unidos. Lemann ainda concluiu que veio de uma época em que apenas focar e ser eficiente eram ferramentas pra tudo ficar bem. Um grande empresário como o conhecido “sonho grande” certamente já entendeu e está se mexendo para promover a tão necessária e comentada nesta coluna mudança de MINDSET. E você?

28

@esbrasil •

esbrasil •

revistaesbrasil

#START Existe uma frase que diz: “Se daqui um ano você não sentir vergonha de como seu produto é hoje, você está no caminho errado”. Evolua até sentir vergonha do que você faz hoje. Comece hoje e não espere as melhores condições para desenvolver uma nova ideia.

#OFENSA Até cinco anos atrás, todas as empresas adorariam ser chamadas de grandes e tradicionais. Isso hoje é uma ofensa. Todos querem ser agéis, inovadores e conectados.


PANORÂMICAS Parceria do Editor

NA SEDE

VISITA DE ESTUDANTES

AÇÃO NA JUSTIÇA O Corecon-ES ganhou uma ação na Justiça em que solicitou a mudança no edital de um concurso público da Câmara Municipal de Castelo, com o objetivo de incluir o direito de economistas de disputarem uma vaga ao cargo de analista de controle interno. Em sua versão original, o edital exigia como pré-requisito que os candidatos ao cargo tivessem curso superior em Ciências Contábeis, Direito e Administração de Empresas, além de registro no respectivo órgão de classe. Com a decisão, os profissionais com curso superior em Ciências Econômicas também poderão disputar a vaga.

A sede do Corecon-ES, em Vitória, recebeu a visita dos estudantes Th i ago Mach ado, do ensino médio, e Isabella Silva, do primeiro período do curso de Ciências Econômicas da Ufes. Acompanhados da orientadora vocacional Mirian Ferreira, os jovens foram recebidos pelo presidente da instituição, Ricardo Paixão. Isabella contou que decidiu pelo curso depois de assistir à palestra do projeto Corecon-ES nas Escolas, com o tema “Desvendando a profissão de economista”, ministrada por Ricardo Paixão. Thiago revelou que também está inclinado a seguir a profissão. INCENTIVO

XXIII PRÊMIO ES DE ECONOMIA Estão abertas, até o dia de 16 julho, as inscrições para o XXIII Prêmio ES de Economia. Serão contemplados os melhores artigos de economistas e as monografias elaboradas por estudantes dos cursos de Ciências Econômicas. Os interessados em participar podem entrar em contato através do e-mail marketing@corecon-es.org.br e pelo telefone (27) 3233-0618. A premiação será de R$ 1.000 para os primeiros lugares, incluindo estatuetas e certificados.

INADIMPLÊNCIA Uma pesquisa do SPC Brasil revelou que 56% dos inadimplentes de cartão de crédito não quitaram suas dívidas mesmo após serem notificados pela empresa credora. Na avaliação do conselheiro do Corecon-ES Juliano César Gomes, nesse contexto há uma priorização das despesas. “A preferência é manter em dia o pagamento de contas que têm impacto direto no dia a dia, como as de água e luz. Entretanto, sem um planejamento eficiente e acompanhamento diário do orçamento doméstico, não há como superar o endividamento”, avaliou.

GINCANA Nos dias 24 e 25 de maio, o Corecon-ES realizou, na Ufes, a V Gincana Estadual de Economia. O evento reuniu alunos de diferentes períodos do curso de Ciências Econômicas e contou com a participação de oito duplas. “Além de promover uma maior aproximação entre os alunos e o Conselho, essa gincana traz um enfoque didático e permite que o universitário faça uma nova leitura do conteúdo estudado”, afirmou a conselheira do Corecon-ES Maria Celeste Ribeiro Pupa. radio.esbrasil.com.br •

esbrasil.com.br 29


PAULO HARTUNG

ARTIGO ESPECIAL

é governador do Estado do Espírito Santo (2003-2010 / 2015-2018)

NOVA SAÚDE PÚBLICA CAPIXABA OS DADOS INDICAM QUE JÁ ESTAMOS REGISTRANDO DIMINUIÇÕES EXPRESSIVAS NOS INDICADORES DE VIOLÊNCIA E QUE ESTAMOS NO CAMINHO CERTO DO MUITO QUE HÁ AINDA POR SE FAZER

O

Ministério da Saúde informa: o Espírito Santo é o estado brasileiro que mais investiu em saúde com recursos próprios em 2017: 18,75% da receita corrente líquida. Os números falam por si só quanto à atenção que damos à área da saúde. No entanto, essa prioridade absoluta, tão bem traduzida por esse indicador e já anunciada no plano de governo que apresentamos aos eleitores capixabas em 2014, vai além de números. Até porque uma das nossas frentes de trabalho nesses anos é exatamente qualificar e potencializar os investimentos. Esse volume de recursos é apenas uma das marcas do ineditismo que estamos operando na saúde estadual. Com os maiores investimentos do Orçamento, estamos efetivando um verdadeiro choque de gestão na área e redesenhando o modelo de atenção, estabelecendo efetivamente o Sistema Único de Saúde (SUS) no Estado, e com percentuais ímpares de investimento, em nível nacional. CHOQUE DE GESTÃO Para executar um plano ousado de reconfiguração do setor, convocamos para comandar a Secretaria da Saúde um engenheiro de produção, com ampla experiência em gestão e também conhecedor da máquina pública e da realidade capixaba, Ricardo de Oliveira. Não foi uma decisão sem razão. Incluindo revisões de contratos, efetivamos um choque de gestão, baseado no controle, na transparência, na definição de indicadores de acompanhamento de todos os serviços, entre outros.

30

@esbrasil •

esbrasil •

revistaesbrasil

Com informação confiável, precisa e estratégica, estamos conseguindo melhorar o uso dos investimentos e ampliar os atendimentos. Reduzimos despesas, qualificamos os serviços e ainda inovamos na instituição de um novo modelo de saúde pública para o Espírito Santo, como relatamos a seguir. OS – ORGANIZAÇÕES SOCIAIS Uma das alternativas mais representativas no quesito de qualificação e eficácia no investimento dos recursos é gestão em parceria

O Ministério da Saúde informa: o Espírito Santo é o estado brasileiro que mais investiu em saúde com recursos próprios em 2017: 18,75% da receita corrente líquida” com Organizações Sociais (OSs), a despeito de questões puramente ideológicas e interesses corporativos que, muitas vezes, não consideram prioritariamente as demandas dos usuários do SUS. No Brasil, mais de 200 municípios e 23 estados fazem parceria com OSs. Uma das principais vantagens desse sistema é a celeridade no

processo decisório. Avançamos nesse caminho, que abrimos durante o nosso segundo mandato à frente do Executivo Estadual. O Estado adotou a gestão por OSs em 2009, e sempre com parceiros com larga experiência para administrar hospitais. Hoje já são quatro unidades estaduais, num processo iniciado pelo Hospital Central, gerenciado pela Associação Congregação de Santa Catarina (atua há 120 anos no setor e administra 17 unidades). Temos ainda o São Lucas, administrado pela Pró-Saúde (atua há 50 anos e administra 33 unidades); o Dr. Jayme Santos Neves, gerenciado pela Associação Evangélica Beneficente Espírito-Santense (atua há 62 anos e administra três unidades) e o Infantil de Vila Velha (Himaba), com o Instituto de Gestão e Humanização – IGH (atua há oito anos em 22 unidades). Desde que IGH assumiu o Himaba, em outubro último, por exemplo, o pronto-socorro foi reaberto e funciona 24 horas por dia, todos os dias da semana. Houve aumento de 40% nos atendimentos de urgência e emergência, 13% nas internações, 31% nas consultas e 26% nos exames e aumento de 46 leitos, sendo 10 de saúde mental infantojuvenil, serviço que o SUS não ofertava. Ou seja, com mais eficiência, é possível ampliar o número de atendimentos, uma das maiores necessidades da saúde pública. MUTIRÕES Falando em ampliar atendimento, um importante passo que demos para zerar filas e acabar com a angústia da espera foram os


mutirões para cirurgias eletivas. No Espírito Santo, a principal demanda desse serviço está na área de oftalmologia, mais especificamente por cirurgia de catarata, vitrectomia, estrabismo e pterígio. A Secretaria da Saúde promoveu mutirões e realizou 4.131 cirurgias de julho a dezembro de 2017, alcançando pacientes de todas as regiões do Estado. Além de agilizar a realização das cirurgias, ofertamos, durante os mutirões, 5.270 consultas, o que ajudou a movimentar a fila de oftalmologia geral. Para reduzir o tempo de espera dos pacientes adultos, jovens e crianças que precisam de órteses, próteses e meios auxiliares de locomoção, realizamos mutirão de reabilitação física. O mutirão, com o Centro de Reabilitação Física do Espírito Santo (Crefes), começou em julho de 2017 e, até dezembro, foram entregues 3.585 equipamentos (cadeira de rodas adulto e infantil, bengala, andador, muletas, calçados anatômicos, entre outros). Com isso, foi zerada a fila para cadeiras de rodas paraplégico e tetraplégico padrão. Aumentamos a realização de cirurgias ortopédicas eletivas, que representam uma das grandes demandas da rede hospitalar, com destaque para o Hospital Estadual de

Unidade Rede Cuidar em Santa Teresa foi inaugurada em abril de 2018 e contempla mais sete municípios, Fundão, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá, Itaguaçu, Itarana, Laranja da Terra e São Roque do Canaã. Lá há capacidade para ofertar 74.450 procedimentos ambulatoriais, entre consultas e exames especializados, por ano

Houve alta de 40% nos atendimentos de urgência e emergência, 13% nas internações, 31% nas consultas e 26% nos exames e aumento de 46 leitos, sendo 10 de saúde mental infantojuvenil, serviço que o SUS não ofertava”

Foto: Leonardo Duarte/Secom-ES

Inauguração da Unidade Rede Cuidar em Santa Teresa

Vila Velha e o Hospital Estadual Antônio Bezerra de Faria. No Hospital Estadual de Vila Velha, que teve seu centro de ortopedia aberto em 2016, foram realizadas 2.955 cirurgias ortopédicas eletivas entre janeiro e outubro de 2017, uma média de 295 por mês. Com isso, a fila para cirurgia de mão foi zerada. No Antônio Bezerra de Faria, o número de cirurgias ortopédicas realizadas aumentou 70%. Saímos de uma média de 66 cirurgias por mês em 2016 para 112 em 2017. A estratégia dos mutirões segue neste 2018. Os novos mutirões são nas áreas de oftalmologia, angiologia, ginecologia e reconstituição mamária. Serão investidos, no total, R$ 10 milhões. A maior parte desse recurso, R$ 5,2 milhões, provém do governo do Estado, e os outros R$ 4,8 milhões serão repassados pelo governo federal. PEDIATRIA O foco no enfrentamento de problemas crônicos na área de saúde também chegou a uma das áreas mais desafiantes do setor. Nesse sentido, o atendimento pediátrico recebeu a maior intervenção dos últimos 10 anos. Entregamos o novo pronto-socorro do Hospital Estadual Infantil de Vitória e reabrimos o pronto-socorro do Hospital Estadual Infantil e Maternidade de Vila Velha (Himaba). O PS do Infantil de Vitória foi transferido para o Hospital da Polícia Militar, com 105 novos leitos. Com isso, o número radio.esbrasil.com.br •

esbrasil.com.br 31


GESTÃOESPECIAL ARTIGO Foto: Alexandre Alvares/Secom-ES

No Hospital Estadual de Vila Velha, que teve seu centro de ortopedia aberto em 2016, foram realizadas 2.955 cirurgias ortopédicas eletivas entre janeiro e outubro de 2017, uma média de 295 por mês” total de leitos do Hospital Infantil de Vitória aumentou de 171 para 276. E as melhorias não pararam por aí. Já começamos as obras para que a oncologia pediátrica também vá para o HPM o mais rapidamente possível. Conforme já salientamos, a gestão por OS no Himaba trouxe uma realidade àquela unidade, tanto qualitativa quanto quantitativamente. REDE CUIDAR Qualificar a aplicação dos recursos em saúde, potencializando os seus usos, além de expandir e humanizar o atendimento, levando mais e melhores oportunidades de atenção a milhões capixabas. Essas metas fundamentais, que podem ser claramente observadas nas ações descritas acima, em vários setores do sistema de saúde estadual, são base da reinvenção desse mesmo setor, começando por onde tudo começa, na atenção básica à saúde. E essa estratégia de redesenho da saúde pública tem um nome: Rede Cuidar. Trata-se de uma rede de atendimento integral que propõe a reorganização do atendimento no sistema de saúde pública do Espírito Santo, desde a porta de entrada na unidade de saúde do município, passando pelas consultas e exames, até a rede hospitalar. É atendimento e acompanhamento integral, aumentando as oportunidades de vida saudável, com atenção perto de casa. A primeira unidade foi entregue, em setembro de 2017, em Nova Venécia, Região Norte do Espírito Santo. A segunda, acabamos de inaugurar, em Santa Teresa, na Região Serrana.

32

@esbrasil •

esbrasil •

revistaesbrasil

Assinatura do contrato de gestão do Hospital Geral Infantil de Vila Velha e do projeto de lei que cria a Política Estadual Rede Cuidar

Entre os benefícios para a população, estão atendimento mais próximo, evitando o deslocamento para a Grande Vitória; aumento da oferta de consultas e exames; redução do tempo de espera para consultas e exames; atendimento personalizado e humanizado; integração das equipes da atenção primária às equipes da atenção especializada, garantindo um atendimento multiprofissional capaz de resolver até 95% dos problemas de saúde da população em sua própria região. Todas as regiões do Estado terão uma unidade da Rede Cuidar. Até o fim do ano, serão entregues as de Linhares e Guaçuí. Com a implantação total, a estimativa é que 1 milhão de pessoas deixem de ser direcionadas para atendimento na Grande Vitória. Para a implantação de cada unidade foram investidos aproximadamente R$ 5,3 milhões em obras e equipamentos, com recursos do BNDES. O que até aqui relatamos são apenas algumas das atividades que estamos conseguindo realizar, mesmo em tempos de severas crises, na área da saúde. Mas também podemos citar a abertura de 470 novos leitos – o equivalente a um hospital de grande porte. Também vamos ampliar atendimentos para reduzir ainda mais a mortalidade

materno-infantil nas regiões Norte e Sul, com investimentos de R$ 11,3 milhões. A prioridade de investimentos na saúde e o avanço da melhoria contínua da gestão do setor mantêm-se firmes neste 2018. Além da expansão da Rede Cuidar e dos novos mutirões, já descritos aqui, vamos reforçar o atendimento hospitalar com a abertura de 126 novos leitos; lançaremos o edital para contratação das obras do Bloco IV do Hospital Estadual São Lucas, em Vitória; iniciaremos a obra de terraplanagem do Hospital Estadual Geral de Cariacica e será publicado o edital para a construção da unidade, que terá 400 leitos no total e está orçada em R$ 230 milhões. Assim como ocorre em áreas prioritárias à cidadania, à qualidade de vida e ao desenvolvimento socialmente inclusivo e ambientalmente sustentável, envolvendo políticas públicas destinadas à educação, à juventude em situação de risco, ao meio ambiente, entre outros, também na saúde estamos enfrentando os desafios do presente, ampliando e qualificando os serviços, e ainda estamos lançando as bases do futuro, neste caso, os fundamentos da nova saúde púbica capixaba.


ESPORTE

ALINE PAGOTTO

FUTEBOL SEM SALTO ALTO!

Vaidosas e talentosas, as mulheres ganham espaço no campo e lutam para ter reconhecimento

DE JOGADORAS A COMENTARISTAS, AS MULHERES VÊM CONQUISTANDO CADA VEZ MAIS ESPAÇO NO ESPORTE CONTEÚDO DISPONÍVEL EM VÍDEO

Q

uem diz que lugar de mulher é na cozinha não sabe do que elas são capazes, principalmente quando o assunto é esporte. O futebol feminino está cada vez mais em evidência, e a participação delas só tem aumentado. A cultura do esporte é masculina, mas as mulheres também “batem um bolão”. A falta de patrocínio e de divulgação é a maior barreira enfrentada, mas as atletas se empenham, treinam pesado, “driblam” o preconceito e “dão um olé” no machismo para serem respeitadas. Há 133 anos, o futebol feminino sobrevive e tem se esforçado para ganhar mais expressão. Com 32 anos, Martha Vieira da Silva, eleita pela Fifa por cinco anos consecutivos a melhor jogadora do mundo, é a capitã da Seleção Brasileira de Futebol Feminino, sendo medalha de prata nas Olimpíadas de Atenas (Grécia, 2004) e Pequim (China, 2008). Outro destaque é Miraildes Maciel Mota, a Formiga. A atleta começou sua carreira aos 16 anos e foi uma das primeiras a atuar na seleção brasileira e a que mais disputou partidas nas Olimpíadas. As dificuldades de antes estão sendo vencidas, e a certeza que se tem é que, aos poucos, as mulheres estão conquistando seu espaço e continuam firmes na luta pelo reconhecimento.

34

@esbrasil •

esbrasil •

revistaesbrasil

O Vila Nova Futebol Clube e a equipe técnica se esforçam para garantir os títulos dos campeonatos que disputam

VILA NOVA FUTEBOL CLUBE No Espírito Santo, as jogadoras vão com tudo para o campo. As meninas do Vila Nova Futebol Clube, de Vale Encantado, Vila Velha, mostram o que sabem e impressionam quando estão em ação. Fundado em 2007, o time disputou vários campeonatos, entre eles o Brasileiro Feminino 2018 e o Capixabão Feminino, do qual são tetracampeãs. As garotas treinam com muito empenho para dar orgulho às famílias, aos amigos e ao técnico Luciano Tadino.


CURIOSIDADES SOBRE O FUTEBOL Criado em 26 de outubro de 1863, na Inglaterra.

O Minas/Icesp, de Brasília, busca profissionalizar as atletas. O time já conquistou títulos em torneios locais e nacionais

NarradorasFox // Crédito: Larissa Esteves / Divulgação/Fox

Comandando as atletas há nove anos, Tadino afirmou que elas são esforçadas e que tem orgulho em treiná-las. “Acredito no trabalho porque elas têm determinação e jogam por amor, não por remuneração. A maioria delas concilia o trabalho com as partidas, pois não temos incentivo financeiro, e isso nos dá mais motivação para correr atrás de melhorias para o time”, disse. Uma das primeiras atletas do Vila Nova, a meio-campo Luana Tonete, de 31 anos, trabalha como costureira e conta que os patrões incentivam sua participação. “Tem dias em que temos muito trabalho na fábrica, mas a minha chefe me libera mais cedo para eu participar dos campeonatos. Tem familiares que, inclusive, vão aos estádios torcer por nós. Isso nos incentiva a dar o nosso melhor”, destacou. E quem acha que elas não têm vaidade está bem enganado. As meninas ainda encontram tempo para cuidar da beleza. Conhecida como a “princesinha” do Vila Nova, a pivô Nairelly Verli, 20 anos, está sempre com as unhas e sobrancelhas feitas e os cabelos arrumados. “Apesar de praticar um esporte que é tido como masculino, me cuido bastante”, frisou. E quando o assunto é dieta, a goleira Adelaine Keveli, de 23 anos, ressaltou que não há restrições, mas procura controlar a alimentação. “Como de tudo, mas temos que evitar alguns alimentos. Nossos treinos são pesados, principalmente para as goleiras. Temos preparação na praia, em campo, e não podemos nos descuidar”, argumentou.

A radialista Isabelly Morais, a educadora física Renata Silveira e a publicitária Manuela Avena foram as selecionadas para integrar o time do programa “Narra Quem Sabe”, do canal Fox Sports

Primeira partida oficial entre mulheres - 23 de março de 1885, em Crouch End, Londres, Inglaterra. Os times foram divididos em Norte e Sul. O primeiro time feminino do Brasil - Araguari Atlético Clube, fundado em 16 de novembro de 1944, em Minas Gerais. Em 1996, a categoria feminina entrou para a lista de jogos oficiais das Olimpíadas. As brasileiras foram medalha de prata nas Olimpíadas de Atenas e Pequim.

Fontes: CBF e Globo.com

DE BRASÍLIA PARA O MUNDO Desde 2012, o Minas/Icesp, de Brasília, realiza um trabalho minucioso com as atletas. A delegação já ganhou títulos do Candangão Feminino e disputou as finais da Liga do Desporto Universitário (LDU), a Copa do Brasil, a Copa Lifag e torneios locais e nacionais. São dois times, um de futsal e outro de futebol de campo, com 65 atletas entre 14 e 38 anos. A equipe conta com a parceria da Faculdade Icesp e do Minas Brasília Tênis Clube, além do patrocínio do Banco de Brasília. O Minas/Icesp já revelou atletas que foram convocadas pela Seleção Brasileira. Atualmente, a meio-campo Victória Kristine Albuquerque de Miranda está na escalação do técnico da Seleção Brasileira Feminina Sub-20, Doriva Bueno. Para a dirigente da delegação, Nayeri Albuquerque, 28 anos, essa é uma conquista para todos os envolvidos. “Sentimos a ascensão mais rápido do que esperávamos. Fazemos um trabalho firme e sério, temos uma equipe forte, que batalha pelos seus objetivos, e tentamos profissionalizar ao máximo, porque o futebol feminino merece. Toda a nossa equipe é de Brasília, para fortalecer o esporte em nossa cidade”, destacou. Daniela Fernandes, de 38 anos, formada em Contabilidade, descobriu a paixão pelo futebol aos 16. Atualmente, joga no meio-campo do Minas/Icesp, mas já esteve no Flamengo e foi campeã sul-americana universitária. “Estou no time desde 2013, mas, quando estava no Crespon, enfrentamos o time da Martha e me senti ainda mais motivada a jogar futebol. Amo o que faço”, frisou. Quanto ao preconceito, Daniela afirma que há respeito entre os homens e as mulheres. “Já tive uma fase ruim quando jogava, em que os homens masculinizavam muito o esporte. Hoje, com o crescimento e a inserção das mulheres na modalidade, está tendo mais respeito. Tiramos isso de letra”, garantiu. radio.esbrasil.com.br •

esbrasil.com.br 35


ESPORTE

TAMBÉM TEM MULHER NA ARBITRAGEM... No Brasil, existem 12 mulheres com a chancela da Fifa. Em maio, a árbitra Edina Alves Batista e as assistentes Neuza Back e Tatiane Sacilotti foram escolhidas para os jogos da Copa do Mundo Fifa Sub-20 Feminina 2018, entre 5 e 24 de agosto, na França. A seleção brasileira integra o Grupo B do Mundial. Katiúscia Mendonça, 40, é assistente de arbitragem capixaba há 19 anos e também já foi atleta. Fora dos campos, atua como personal trainer e ocupou o quadro de árbitros da Fifa por sete anos. “Joguei futebol por anos, mas me lesionei e não pude mais voltar. Decidi ser árbitra para ficar mais próxima do esporte que sempre foi minha paixão”, contou. Em 2015, a assistente de arbitragem marcou presença no RAP-Fifa, um curso destinado às árbitras e assistentes no Brasil para capacitar e atualizar as participantes sobre as normas da entidade, além de ser um treinamento para elas. Katiúscia foi a única representante do Estado. E NO JORNALISMO ESPORTIVO Em junho, a Fox Sports estreou uma seleção de mulheres para narrar jogos da Copa do Mundo 2018. Entendendo que até o esporte precisa de um toque feminino, a diretoria do canal optou por fazer quase toda a cobertura por mulheres, incluindo apresentadoras e comentaristas na emissora. Com certeza, os nomes da estudante de Jornalismo e radialista Isabelly Morais, da educadora física Renata Silveira e da publicitária Manuela Avena ficarão marcados na história da narração de uma competição esportiva. As três vozes estão sendo destaque no programa “Narra Quem Sabe”. A ORIGEM DO FUTEBOL FEMININO A primeira partida de futebol disputada por mulheres foi em 23 de março de 1885, em Crouch End, Londres, na Inglaterra, país onde surgiu o esporte. No Brasil, há registros de jogos entre homens e mulheres juntos entre 1908 e 1909, iniciando, assim, uma quebra de paradigmas e preconceitos. Entretanto, a primeira partida de futebol feminino ocorreu, oficialmente, em 1921, entre as senhoras de Tremembé, São Paulo, e as senhoritas de Santa Catarina. Assim, 36

@esbrasil •

esbrasil •

revistaesbrasil

1

2

A meio-campo Luana Tonete é uma das jogadoras mais antigas do Vila Nova.

Adelaine Keveli destaca que os treinos são árduos, principalmente para as goleiras.

3

Katiúscia Mendonça é assistente de arbitragem capixaba há 19 anos e já ocupou o quadro de árbitros da Fifa.

4 Desde 2012, a dirigente do Minas/ Icesp,

Nayeri Albuquerque, coordena as atletas e busca parcerias para o crescimento do time.

formava-se o primeiro time feminino do país: o Araguari Atlético Clube, que iniciou as atividades em 14 de novembro de 1944. Em 1941, foi criado o Decreto-Lei 3.199, vigente até 1975, que vetava a prática do futebol pelas mulheres e, em 1964,

o Conselho Nacional de Desportos (CND) proibiu que elas praticassem uma dezena de modalidades, entre elas o futebol, mas a decisão foi revogada em 1984. Barreiras que levaram à perda de visibilidade do esporte por parte das meninas.


O acesso à Maternidade Santa Úrsula é feito pela Rua José Fortunado Ribeiro

Quem são as personalidades que deram nome às ruas e às avenidas do Estado e qual a importância delas para o desenvolvimento capixaba? Para responder a essas e outras perguntas, a coluna “O Endereço da História” presta uma homenagem às pessoas que tanto contribuíram para o Espírito Santo. Confira.

JOSÉ FORTUNATO RIBEIRO José Eugênio Vieira é pesquisador com diversos livros publicados sobre a História do Espírito Santo e atualmente ocupa a Superintendência do Sebrae 38

@esbrasil •

J

osé Fortunato Ribeiro nasceu em São Pedro do Itabapoana (RJ) no dia 9 de março de 1897, filho de Pedro Fortunato Ribeiro e Raquel Eugênia de Castro, segundo registro biográfico publicado pelo jornal Correio do Sul . Terminados seus estudos fundamental e médio, concluiu o curso superior de Ciências Jurídicas na Faculdade de Direito do Rio de Janeiro. Cachoeiro de Itapemirim foi um polo catalisador de jovens que, após vencerem a etapa final de sua formação

esbrasil •

revistaesbrasil

acadêmica, procuravam na progressista cidade o campo ideal para o seu exercício profissional. Foi o lugar escolhido também pelo advogado recém-formado para nele iniciar sua carreira, sendo integrado ao escritório do jurista Augusto Emílio Estellita Lins. Casado com Duse Finamore e pai de três filhos, José Fortunato Ribeiro exerceu, ao lado da atividade liberal, a função de inspetor federal de ensino na antiga Escola Comercial, no Colégio Cristo Rei, Pedro Palácios, e no Ginásio de Muqui, tradicional e conhecida unidade de ensino fundada e dirigida por Dirceu Cardoso.


Também está localizada na Rua a Agência Estadual de Recursos Hídricos

GPS -20.2753807 -40.3021843

Sua relação de amizade com Attílio Vivacqua o levou a se envolver com a política. Elegeu-se prefeito municipal de Cachoeiro para o período de novembro de 1945 até janeiro de 1947 e, no ano de 1951, suplente José Fortunato Ribeiro (sem data) de senador na chapa do seu (Acervo de Manoel amigo. Com o pedido de licença Gonçalves Maciel) do senador eleito, assumiu sua (1951 a 1952) cadeira por alguns meses. No ano de 1955, foi titular da Secretaria do Interior e da Justiça, nomeado pelo então governador do Estado, Francisco Lacerda de Aguiar. Em 1957, figurando em lista tríplice, chegou ao posto de desembargador do Tribunal de Justiça do Estado.

Participe da coluna enviando sugestões para enderecodahistoria@nxte.com.br

Não foram encontrados registros sobre a data de falecimento deste advogado, poeta, escritor, filósofo e político. Copidesque: Rubens Pontes. radio.esbrasil.com.br •

esbrasil.com.br 39


PABLO LIRA

ECONOMIA

é professor do Mestrado em Segurança Pública da Universidade Vila Velha (UVV)

PERFIL DEMOGRÁFICO DAS VÍTIMAS DE HOMICÍDIOS NO BRASIL O PAÍS REGISTROU, EM 2016, O MESMO NÚMERO DE MORTES INTENCIONAIS QUE O ESTRAGO CAUSADO PELA BOMBA ATÔMICA LANÇADA EM NAGASAKI

O

s dados divulgados pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), por meio do Atlas da Violência, revelaram que, no ano de 2016, mais de 62 mil pessoas foram assassinadas no país, o que representa uma média de 171 mortes por dia, ou de sete por hora. Os homicídios registrados no Brasil em 2016 equivalem, em números absolutos, às mortes provocadas pela explosão da bomba nuclear que aniquilou a cidade japonesa de Nagasaki em 1945. Em pleno século 21, o Brasil é o país com o maior número anual de homicídios computados. Está no topo desse inglório ranking. Aproximadamente 53% das vítimas, desses 62 mil assassinatos, eram jovens de 15 a 29 anos de idade. O Atlas designa esse contingente de vítimas como a “juventude perdida”, ou seja, mais de 33 mil jovens mortos em 2016 que poderiam estar dando sua contribuição socioeconômica ao país em pleno período do bônus demográfico. Tal bônus representa uma janela de oportunidade única no desenvolvimento das nações e ocorre quando a População em Idade Ativa (PIA) supera a razão de dependência, que por sua vez relaciona a proporção de indivíduos dependentes

40

@esbrasil •

esbrasil •

revistaesbrasil

(basicamente crianças e idosos) e as pessoas potencialmente produtivas (essencialmente jovens e adultos). Projeções populacionais do IBGE indicam que o bônus demográfico brasileiro se iniciou por volta do ano 2000 e tende a se encerrar na década de 2050. Aproximadamente 93% dos homicídios consumados em 2016 no Brasil apresentaram como vítimas pessoas do sexo

Os homicídios registrados no Brasil em 2016 equivalem, em números absolutos, às mortes provocadas pela explosão da bomba nuclear que aniquilou a cidade japonesa de Nagasaki em 1945” masculino. Nesse mesmo ano, a taxa de homicídios de negros no Brasil foi de 40,2 mortes para cada 100 mil habitantes. Essa taxa é 2,5 vezes superior à de assassinatos de não negros residentes no país.

Em 2016, mais de 71% dos assassinatos evidenciados no Brasil foram cometidos por meio de arma de fogo. Esse é um percentual elevado se considerarmos que 40% dos 500 mil assassinatos registrados no mundo foram consumados com o uso de armas de fogo, conforme assinalam dados da Organização das Nações Unidas (ONU). Desse breve diagnóstico constata-se que não ocorreram significativas alterações no perfil demográfico da vítima de homicídio no Brasil, a saber, jovens do sexo masculino, negros e assassinados com o uso da arma de fogo. De acordo com a literatura especializada da segurança pública e áreas correlatas, o perfil das vítimas dos homicídios é semelhante ao perfil dos agressores. O Atlas da Violência (Ipea/FBSP) cumpre seu propósito de lançar luz sobre um dos mais graves problemas brasileiros da contemporaneidade. Em ano eleitoral, tais informações devem ser consideradas para se estabelecer o bom debate democrático de propostas que visem a mitigar e/ou solucionar o quadro da (in)segurança pública no país. Nos próximos quatro anos, a ausência de uma política federal robusta, perene e integradora, em prol de uma segurança cidadã, poderá comprometer ainda mais o futuro da nação.


MOTORES

VW TIGUAN ALLSPACE VEJA O REVIEW DO VEÍCULO

EM VÍDEO

ESPORTIVIDADE, REQUINTE E SEGURANÇA EM UMA ÚNICA SUV

T

iguan Allspace. O nome já diz tudo: muito espaço para quem busca por conforto, além de desejar segurança para viajar ou passear com a família. O lançamento da Volkswagen foi desenvolvido por meio de Estratégia Modular MQB, o que possibilitou à empresa aproveitar o espaço interno do veículo para agregar tecnologia e segurança à categoria. A SUV é fabricada em Puebla, no México, e será comercializada em duas versões com as siglas: ‘250 TSI’ (referente a 250 Nm de torque, gerados pelo motor 1.4 TSI Total Flex) e 350 TSI (referente aos 350 Nm de torque do motor 2.0 TSI). Também serão três versões de acabamento compostas por cinco e sete lugares e com duas opções de motorização TSI. E uma das novidades do topo de linha é que, pela primeira vez na história da empresa, o Tiguan Allspace contará com motor 1.4 TSI Total Flex – que pode ser abastecido com gasolina, etanol ou a mistura dos dois combustíveis em qualquer proporção.

QUE TAL CONFERIR O QUE HÁ DE MELHOR NO VW TIGUAN ALLSPACE? Outro grande destaque do veículo é o retorno da grife “R-Line” ao segmento, com equipamentos exclusivos, design diferenciado e ainda mais esportividade e sofisticação. O Tiguan Allspace R-Line 350 TSI traz o motor 2.0 TSI com 220 cv – mesmo motor do Golf GTI – associado à inédita transmissão DSG de sete marchas. Além disso, o Tiguan Allspace terá três anos de garantia e será comercializado em cinco cores: uma sólida (Branco Puro), três metálicas (Vermelho Ruby, Prata Snow e Cinza Platinum) e uma perolizada (Preto Mystic). 42

@esbrasil •

esbrasil •

revistaesbrasil

ESPECIFICAÇÕES Motor: 2.0 TSI com 220 cv v Transmissão: Automática Direção: Elétrica Pneus: 215/65 R17, 235/55 R18 e 255/45 R19 Rodas: Liga leve 17’, 18” e 19”’

Dimensões (mm): • Comprimento: 4.701 • Largura: 2.099 • Altura: 1.658 • Distância entre eixos: 2.790 • Tanque: 58 l • Porta-mala: 620 l

EQUIPAMENTOS O Tiguan Allspace contará com três opções de rodas de liga leve (17”, 18” e 19”), oferecidas de acordo com a versão de acabamento. Todas com visual inédito e desenvolvidas para transmitir maior segurança ao condutor. A iluminação da parte de trás é em LED em todas as versões. Mais um detalhe importante: o veículo impressiona pela modularidade dos bancos. Independentemente da versão ou quantidade de assentos, todos os bancos traseiros podem ser rebatidos individualmente. A segunda fileira de bancos conta, ainda, com ajuste de inclinação dos encostos e pode ser deslocada longitudinalmente em 180 mm. A tecnologia também é uma aliada desses modelos. Isso porque todas as versões do veículo são equipadas com sistema Discover Media, que permite conectividade avançada com os smartphones por meio do App-Connect (Android Auto, Apple CarPlay e Mirrorlink). Além disso, a tela de 8 polegadas é touchscreen e permite que o sensor de aproximação oferte uma gama de entretenimento. A conexão Bluetooth para até dois celulares e as três entradas USB, sendo duas na parte dianteira e uma para o banco traseiro, também são recursos do veículo. As versões do Tiguan Allspace possuem comando de voz e navegação integrados, que se destacam pela facilidade de uso e interatividade, com o painel de instrumentos, possibilitando uma condução mais segura e confortável. Obtenha conteúdos extras sinalizadas no site da revista ESBrasil


CHEVROLET PRISMA 2019 CHEGARÁ MAIS EQUIPADO

Foto: Divulgação

Após o lançamento do Ônix, a Chevrolet apostou na linha 2019 do Prisma, que chegará ao Brasil com novidades na aparência, acabamento e segurança. Nas versões LT (1.4 MT6/AT6), Advantage (1.4 AT6) e LTZ (1.4 MT6/AT6), os preços variam de R$ 58.890 até R$ 69.690. O novo Prisma é equipado com o motor 1.4, que rende até 106 cv com etanol. O modelo conta ainda com câmbio manual ou automático com seis marchas. No sedã, a única configuração 1.0 disponível é a Joy, com visual antigo e menos equipamentos. Baseados na plataforma global GEM, os carros têm lançamento previsto para até 2020.

VOCÊ SABE QUAL CARRO MAIS APARECEU EM FILMES DE HOLLYWOOD ATÉ HOJE? Ele é sucesso em filmes de Hollywood, um verdadeiro astro. Você deve achar que estamos falando do Herbie, o veículo do filme “Se Meu Fusca Falasse”, não é? Engano seu. De acordo com a Hypeness, o carro que mais teve presença no cinema é o Ford Mustang, com 2.238 participações. Sua primeira aparição foi no filme “007 Contra Goldfinger”, em 1964. A cena em que o automóvel tem os pneus furados pelo agente secreto se tornou clássica e o levou a aparecer mais que os atores. Outros filmes em que os modelos do Ford Mustang surgem são: “Bullitt” (1968), “Os Diamantes São Eternos” (1971), “60 Segundos” (2000), “Guerra dos Mundos” (2005), “Eu Sou a Lenda” (2007) e “Drive” (2011), este último estrelado por Ryan Gosling.

ATÉ A ROLLS-ROYCE SE RENDEU AOS SUV’S Mesmo se tratando de uma marca de luxo, a Rolls-Royce também entrou no mercado de SUVs. O modelo Cullinan é considerado espaçoso, com 5,34 metros de comprimento e 3,29 metros entre os eixos. Quanto a rapidez, o condutor não precisará se preocupar, pois o veículo conta com um motor V12 de 6,7 litros, biturbo de 571 cavalos e 86,7 quilos de torque, o mesmo do sedã Phantom. A transmissão também é automática e com oito marchas. O modelo já pode ser visto no site nacional da marca, que começará a vendê-lo ainda neste ano. O valor ainda não foi divulgado.

BMW APRESENTA A 9CENTO, NOVO CONCEITO AVENTUREIRO

Foto: Divulgação

Durante o Concorso d´Eleganza Villa d’Este, realizado na Itália entre os dias 25 e 27 de maio, a BMW apresentou a moto Concept 9cento, lê-se “novecento”, que será um dos lançamentos da marca alemã. O design chama atenção por usar alumínio e fibra de carbono em larga escala, principalmente no quadro. Com uma proporção que distribui a maior parte do peso na dianteira, e com a traseira curta, a ciclística foi aprimorada, mesmo com suspensão elevada e acerto voltado ao conforto. A moto é ideal para quem a utilizará em viagens, pois apresenta uma posição confortável de pilotagem, além de um compartimento que pode ser acoplado na traseira, com interior regulável, mas sem perder as proporções naturais da moto.

O Jaguar E-Pace, o SUV compacto da marca, foi desenvolvido com muito estilo para atender a todos os públicos. Com tração integral e motor 2.0 Ingenium de 250cv ou 300cv, o veículo também possui os faróis com LED Matrix, assinatura das luzes de circulação diurna e indicadores de direção animados disponíveis para tornar a experiência ao volante ainda melhor. O carro conta com o primeiro motor de alta performance produzido pela própria empresa. Além da versão test drive, o modelo chegará à concessionária Land Vitória, representante da marca no Estado, em apenas quatro unidades limitadas. A promessa é que será o Jaguar mais barato do Brasil, podendo ser adquirido pelo preço inicial de R$ 195.000,00.

Foto: Divulgação

NOVO E-PACE GARANTE SER O JAGUAR MAIS BARATO DO BRASIL

radio.esbrasil.com.br •

esbrasil.com.br 43


ESTILO

TÊNIS COM O SEU SUPER-HERÓI FAVORITO? AGORA É POSSÍVEL! “Guerra Infinita”, o mais novo filme da franquia “Os Vingadores”, da Marvel, foi lançado em abril, mas até hoje está na cabeça dos fãs de histórias em quadrinhos. Por isso, a empresa firmou uma parceria com a Vans, especializada na criação de tênis personalizados. Em 2013, a Vans já havia criado modelos com os heróis mais conhecidos, como Homem-Aranha, Homem de Ferro, Thor, Hulk e X-Men, entre outros. É possível que Pantera Negra, Venom e Deadpool também entrem na lista. Ainda não há registros de quando os calçados chegarão ao mercado, mas no site da empresa há uma aba com o nome “Marvel”, que possui uma janela para o usuário se inscrever e receber um alerta quando os produtos estiverem disponíveis.

MODA

DÁ-LHE, BRASIL! O CLIMA DA COPA DO MUNDO INVADE A MODA A moda das cores da bandeira brasileira promete invadir o guarda-roupa e a casa dos capixabas. Para isso, várias lojas do comércio investem em peças de vestuário e acessórios para fortalecer a torcida na Copa do Mundo na Rússia. Para encantar as crianças, por exemplo, e deixá-las ainda mais estilosas, a MisColores criou uma linha de enfeites para os cabelos das meninas. Os laços e presilhas nas cores do Brasil têm preço único.

MÚSICA

HEAVEN’S DOOR, UÍSQUE INSPIRADO EM MÚSICA DE BOB DYLAN, É LANÇADO Bob Dylan fez muito sucesso e alcançou o auge de sua carreira musical nos anos 1960. Agora, o cantor pretende estender seu talento poético, que lhe rendeu um Prêmio Nobel da Literatura, em um novo formato: o líquido. Segundo a Hypeness, o uísque Heaven's Door leva esse nome por conta de uma de suas mais célebres canções, “Knockin’ on Heaven’s Door”, do álbum “Pat Garrett & Billy The Kid”, de 1973. A decoração das garrafas é plena em símbolo, como que inspirada nas portas do paraíso sugeridas pela canção e pelo nome da marca. ESTILO

JAQUETA DE COURO É PEÇA CURINGA NO VESTIÁRIO A jaqueta de couro é aquela peça clássica que faz parte dos itens que todo homem deve ter no armário durante o inverno. A peça curinga combina com vários estilos e todas as idades. Por isso mesmo, é ótima companhia para os dias mais frios da nova estação. Além de proteger, elas dão um estilo mais sofisticado ao look, por ser uma roupa mais requintada. “Se bem cuidada, a jaqueta de couro pode durar anos. Então, na hora de comprar, escolha um modelo atemporal, de preferência em cores neutras como o preto e o marrom”, indicou o sócio-proprietário da loja Maschio, Rachid Assad.

TECNOLOGIA

MOTO Z3 PLAY CHEGA AO BRASIL COM TECNOLOGIA COMPATÍVEL AOS MOTO SNAPS A Motorola acaba de lançar o Moto Z3 Play. O modelo, avaliado em R$ 2.299, conta com câmera dupla e tela que ocupa praticamente toda a parte frontal do aparelho, entre outros recursos. Além disso, o Moto Z3 Play é compatível com os moto snaps, acessórios como bateria extra, controle com joystick para games, caixa de som e projetor, fabricados pela Motorola em parceria com outras empresas. O gadget possui 4 GB de RAM, 64 GB de armazenamento e câmera traseira dupla com sensores de 12 MP e 5 MP. O recurso cinemagraphs congela apenas uma parte da cena e permite animar outras áreas da foto, criando uma combinação de vídeo e imagem estática.


CIÊNCIA E INOVAÇÃO

TECNOLOGIA CIÊNCIA

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL PARA ANALISAR CONTEÚDO DE PODCASTS

JÚPITER E VÊNUS ESTENDEM ÓRBITA E AFETAM O CLIMA DA TERRA

Para quem curte podcasts, mídias de transmissão de informações que funcionam como um programa de rádio, o Google anunciou que deseja criar uma inteligência artificial (IA) capaz de “transcrevê-lo e usá-lo para entender mais detalhes sobre a plataforma, inclusive quando eles estiverem discutindo tópicos diferentes no episódio”. Segundo o Canaltech, o gerente de produção de podcasts da empresa, Zack Reneau-Wedeen, disse que poucos programas oferecem a transcrição ao público, sobretudo para deficientes auditivos, por isso é necessária a reprodução fiel do áudio, a fim de automatizar o processo, garantir o levantamento dos dados, para, assim, os produtores indicarem temas e a empresa mensurar quais são os mais procurados. Ao que tudo indica, a ideia será desenvolvida em longo prazo e pode demorar a ser disponibilizada ao público. APPS

APLICATIVOS QUE PODEM FACILITAR SUA VIDA. CONFIRA! Oito aplicativos foram testados em maio pela revista Exame, e o destaque foi para o Mobilis, uma plataforma que ajuda o usuário a visualizar os gastos e o valor em conta em uma interface com gráficos e listas, facilitando a compreensão do fluxo financeiro. Além disso, o aplicativo se integra a outros, mandando notificações sobre novos gastos. Ele também permite ao usuário estabelecer metas e criar sonhos para economizar com foco nesses objetivos. Também estão na lista: Ada, GlassWire, Itaú Light, Guia Michelin Brasil, Runtasty e Injustice 2. Todos estão disponíveis em português para smartphones Android e iOS. APPS 2

PRECISA ABASTECER O CARRO, MAS NÃO SABE ONDE? O WAZE INFORMA! Por conta da greve dos caminhoneiros, em 21 de maio o Waze liberou um recurso na plataforma em que avisa ao motorista em qual posto poderá encontrar o combustível. Como? Simples. Ao se aproximar do estabelecimento, o aplicativo solicita ao usuário que informe dados. Entre eles, há a opção “Atualize disponibilidade local de combustível”, além do valor cobrado no dia. O app, que é utilizado em mais de 185 países, além de redirecionar o tráfego, informa os postos de combustíveis com preços baixos e ofertas relevantes de grandes marcas.

Cientistas da Universidade Rutgers, nos Estados Unidos, descobriram que a força gravitacional de planetas como Júpiter e Vênus tem afetado a órbita da Terra, e esse aumento já chega a 5%. De acordo com o estudo publicado na revista Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS), os cientistas descobriram que esse evento ocorre a cada 405 anos, o que afeta o clima do planeta. O diretor da pesquisa, Dennis Kent, explicou que, a partir desse fenômeno, houve “mudanças no clima, no meio ambiente, na evolução de dinossauros e mamíferos e fósseis em todo o mundo”. Segundo ele, essa conclusão veio após analisar amostras de rochas do período triássico, ou seja, de 215 a 209 milhões de anos, encontradas no estado do Arizona.

SAÚDE

BEBÊ RECEBE TRANSFUSÃO DE SANGUE E TRANSPLANTE AINDA NO ÚTERO Pela primeira vez na história da medicina, um bebê recebeu cinco transfusões de sangue e transplante de células-tronco da medula óssea da mãe ainda no útero. De acordo com o jornal “The New York Times”, a menina que foi submetida ao procedimento, realizado no UCSF Benioff Children’s Hospital, em São Francisco, nos Estados Unidos, era portadora de uma doença chamada alfa talassemia, enfermidade hereditária caracterizada pela redução de glóbulos vermelhos e que pode levar ao desenvolvimento de anemia. No entanto, ainda não é possível saber se a doença foi curada. Se a operação for um sucesso futuramente, este poderia ser um avanço em casos de transplante fetal e no combate à anemia falciforme, à hemofilia e a outras doenças hereditárias. radio.esbrasil.com.br •

esbrasil.com.br 45


Visite o blog Aonde Ir em www.esbrasil.com.br e confira a galeria de fotos. Lá você encontra os melhores destinos para preparar a sua viagem

POR ALINE PAGOTTO

IBITIRAMA: TERRA, CACHOEIRAS E BELEZAS NATURAIS

N

a Região do Caparaó está localizada a pacata Ibitirama, bem ao Sul do Espírito Santo. A cidade, que já fez parte do território de Alegre, mas ganhou emancipação em 1988, abriga o Parque Nacional do Caparaó, considerado um dos maiores do Brasil. Repleto de belezas naturais e restaurantes com iguarias de dar água na boca, o município dispõe de trilhas ecológicas, cachoeiras de águas cristalinas e corredeiras para quem deseja um passeio inesquecível. Seu nome, oriundo do tupi-guarani, significa “montanha promissora”, título mais que merecido por conta dos encantadores roteiros.

PARQUE NACIONAL DO CAPARAÓ

Como chegar: Acesso pela BR-262 e a 245 quilômetros pela BR-101; 77 km via ES-190 e 67,6 km via ES-495. Fica localizado a 17 km da sede, e o acesso pode ser feito pela Fazenda Pico da Bandeira, no Tecnotruta, sentido Ibitirama-Santa Marta-Pedra Roxa.

@esbrasil •

esbrasil •

revistaesbrasil

Foto: João Paulo de Azevedo

Belas paisagens, uma fauna espetacular e vegetação nativa, como a Mata Atlântica, é o que aguarda o público no Parque Nacional do Caparaó, na Serra do Caparaó, divisa dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo, na altura de Ibitirama. O parque, cujo nome de origem tupi-guarani significa “águas que rolam das pedras”, foi criado em 24 de maio de 1961 pelo Decreto Federal nº 50.646, assinado pelo então presidente Jânio da Silva Quadros. A área possui aproximadamente 33 mil hectares e abriga o Pico da Bandeira, considerado o terceiro ponto mais alto do Brasil, com 2.892 metros. A estrutura visa a proteger os recursos naturais existentes e os animais em extinção, como a onça-pintada, a jacutinga, o gavião-real, a anta e o macuco, além de proporcionar atividades ecoturísticas. Quer frio? Então, não se esqueça de preparar os agasalhos, pois em junho e julho as frequentes temperaturas mínimas podem atingir 4º C negativos, chegando a provocar geadas. De novembro a janeiro, o período é chuvoso e, entre abril e setembro, impera a fase de estiagem, tempo propício para ótimos registros fotográficos. Durante a visita, também é possível aproveitar os banhos em cachoeira e piscinas naturais e compartilhar deslumbrantes visuais da Serra do Caparaó e região, com belos espetáculos no alvorecer e no pôr do sol.

46

Foto: Tadeu Bianco

1

As belas paisagens podem ser vistas do alto do Pico da Bandeira, um dos pontos turísticos mais rentáveis que atrai pessoas de vários lugares do mundo à cidade com cerca de 10 mil habitantes. Ibitirama tem pontos turísticos que servem para a prática dos esportes de aventura ou para serem visitados com a família, como o Tecnotruta. Já no “Circuito das Cachoeiras”, estão situadas as da Água Limpa, do Firmino e da Pedra Roxa, que são paradas obrigatórias.


Foto: Divulgação

2

TOCA DA TRUTA (TECNOTRUTA)

Conhecido pela criação da truta, um peixe de águas frias que migrou do Canadá e se adaptou muito bem às temperaturas das águas das montanhas capixabas, o Tecnotruta é diversão garantida. Ao todo, são 38 tanques para criação, com capacidade para 7 mil peixes, que ao atingirem a fase adulta são colocados em grandes lagos do estabelecimento. Os turistas também participam do pesque e pague e provam os saborosos pratos feitos com a carne da truta. Já as crianças podem observar os saltos quase “acrobáticos” dos peixes quando são alimentados pelos criadores. Como chegar: Acesso pelo km 187 da BR-262 para Venda Nova do Imigrante, distrito de Santa Marta (município de Ibitirama), 90 km (18 km de terra).

Foto: Divulgação

3

PEDRA ROXA

Um dos atrativos da cidade é Pedra Roxa, distrito localizado a 22 km do Centro. Lá há os mais lindos poços de águas calmas e transparentes, que atraem muitos turistas, principalmente no verão. A mais famosa cachoeira da região, homônima do distrito, parece uma piscina natural, com água cristalina e peixes ornamentais. Está situada no Sitio da Onça, que oferece entrada gratuita. Se quiser ainda aproveitar o que Pedra Roxa tem de melhor, basta se hospedar no Restaurante e Pousada do Luiz, que permite tomar o café da manhã com pão e bolos quentinhos, curtindo a vista para a Serra do Caparaó. A propriedade fica a dois quilômetros depois de Santa Marta, distrito de Iúna. Como chegar: De Vitória, pegue a BR-101 e entre pela ES-462. Fica localizada a 22 km da sede, com acesso de estrada asfaltada, sentido Sede-Pedra Roxa.

Foto: Hilquias Darcley

SERVIÇOS Restaurante e Pousada do Luiz Telefone: (28) 99974-5039 Toca da Truta (Tecnotruta) Telefone: (28) 99222-0483 Funcionamento: De segunda-feira a sexta-feira, das 11h às 17h; sábado e domingo, das 11h às 18h. Parque Nacional do Caparaó Telefone: (32) 3747-2943 Funcionamento: De segunda-feira a domingo das 7h às 18h para visitas, com ou sem pernoite.

Veja mais fotos na galeria do site: www.esbrasil.com.br

radio.esbrasil.com.br •

esbrasil.com.br 47


essas MULHERES

FABRICIA KIRMSE

essasmulheres@nxte.com.br

E

sta é uma coluna dedicada às mulheres. Essas que são filhas, mães, esposas e ainda dão conta de suas tarefas profissionais com charme, competência e uma sensibilidade que só elas têm!

REFLEXÃO

FILHOS TERCEIRIZADOS Quando decidi engravidar pela primeira vez, uma das primeiras coisas que pensei foi: “quero ser uma mãe presente”. E isso independentemente de trabalhar fora ou não. Minha luta diária é para ter tempo (de qualidade) para oferecer a meus filhotes. Tempo para lamber minhas crias. Muitas vezes, abro mão de algumas (incontáveis) coisas para estar com eles. Porque a maternidade (e a paternidade também, é bom dizer) é renúncia e desprendimento. Quando falo em ser mãe (e pai) presente, falo em participar da vida da criança efetivamente, não só na hora da brincadeira, da alegria. É perder noite de sono, trocar fralda, dar comida, dar banho, colocar para dormir, pentear o cabelo, cuidar quando está dodói, sofrer quando está dodói (sim, a gente sofre), dar colo, afeto, contar história, ensinar, explicar mil vezes, corrigir, e, sobretudo, dar atenção. Crianças querem ser ouvidas, percebidas, sentidas, acolhidas. O que tem acontecido muito é que alguns pais, mesmo quando estão com tempo livre, têm optado por deixar seus filhos aos cuidados de babás e empregadas, ou mesmo familiares. Como se já não bastasse o tempo em que ficam fora por causa do trabalho ou outras atividades, ainda delegam sua funções a terceiros mesmo quando têm algumas horas disponíveis. Alegação principal: cansaço. Mas ora bolas: somos obrigados a ter filhos? Ter filhos não é uma escolha? Pra que ter filhos, gente, se não se está disposto a cuidar, abdicar, se dedicar? Se temos filhos, é preciso encarar essa missão de corpo e alma. Não estou dizendo que não se pode ter ajuda de alguém. Acho superválido e, muitas vezes, necessário. E ninguém condena que os pais tenham alguns dias para o casal. Mas mãe e pai que não trocam uma fralda? Não acordam à noite para cuidar? Mãe e pai que nunca vão a reuniões/atividades escolares (um dos dois pelo menos)? Mãe e pai que mal conhecem seus filhos? Mãe e pai que delegam à escola a função de educar? É preciso “arrumar tempo”. Ou então, não arrume filho.

No livro “Crianças Terceirizadas”, o pediatra José Martins Filho é enfático ao dizer que “É melhor não ter filhos do que não se dedicar a eles com carinho e maturidade”. A publicação traz reflexões importantes. “Será que todos os seres humanos precisam ser pais? Não sei. Cuidar bem de uma criança, além de ser de sumária importância, dá um trabalho danado. Crianças choram à noite, nem sempre dormem bem, precisam de cuidados especiais, de limpeza, de banho, alimentação, ser educadas e acompanhadas até a idade adulta...Não é dando dois beijinhos pela manhã antes de ir para a creche, ou colocando a criança para dormir à noite que será possível transmitir segurança, afeto e tranquilidade”, analisa o médico.

CONVERSAS DE PARQUINHO Eu já ouvi vários comentários, e não somente de babás, sobre a ausência dos pais. Há mães e pais mesmo que dizem: “Não abro mão de nada” ou “Tenho babá para o dia, para a noite e babá folgadora, para os finais de semana”. “Não viajo sem minha babá junto.” Para compensar as ausências, os pais, muitas vezes, enchem o filho de presentes e mimos, nunca dizem não... Essa gangorra emocional é boa para os pequenos? Não consigo acreditar que sim. Faltam na relação o que a criança mais precisa: presença real e atenção.

48

@esbrasil •

esbrasil •

revistaesbrasil


IVO NOGUEIRA DIAS

MUITA CALMA NESSAS HORAS

E

m um mundo cada vez mais distorcido em seus valores e princípios, torna-se mais difícil saber em quem confiar e em quem depositar esperanças, uma vez que máscaras fazem parte da vestimenta de muita gente. E acabamos, muitas vezes, nos dando mal simplesmente por julgarmos os corações alheios de acordo com os nossos. Infelizmente, ser bom demais se tornou perigoso. Existe, no contexto de hoje, uma necessidade de se dar bem em todos os setores, mesmo que por meio de vantagens indevidas, de caminhos duvidosos, como se os fins justificassem os meios. Nessa toada, a lealdade e o comprometimento com o outro acabam por ser algo a não se prender, pois o que importa mesmo é galgar os degraus da ascensão social, no trabalho, no emprego, na vida, o que torna as relações humanas cada vez mais frágeis e vazias.

Mesmo assim, muita gente ainda quer acreditar no ser humano, na amizade verdadeira, no amor, na afetividade sincera. Muita gente ainda persiste no propósito de ser feliz sem machucar ninguém, sem trair, sem maldizer, sem ferir o outro, colocando-se no lugar das pessoas com quem convive. E é assim que a gente corre riscos, simplesmente porque várias pessoas acabarão confundindo nossa solicitude com servidão, abusando do que temos a oferecer. Pessoas positivas e capazes de entender o outro acabam perdoando com mais facilidade, retomando o que havia com esperança renovada e acreditando na capacidade de o ser humano se reinventar e melhorar a cada dia, aprendendo com os próprios erros. No entanto, sempre haverá quem não valoriza o perdão que recebe, como se todos fossem obrigados a perdoar e perdoar sempre que ele vacile. Muitos não refletem e jamais mudarão, afinal, para eles, é o mundo que está errado, eles não. Uma coisa é certa: não há quem abuse da bondade do outro pelo tempo que quiser, pois chega um momento em que as forças e a paciência acabam, ainda que haja amor, afetividade e carinho. Pessoas boas perdoam infinitas vezes, porém, quando desistem, acabam desistindo por completo. Então já era não haverá mais volta, perdão ou chance alguma. Pelo menos isso. “Você nunca vai chegar ao seu destino se você parar e atirar pedras em cada cão que late.” – W. Churchill

50

@esbrasil •

esbrasil •

revistaesbrasil


LUIZ FERNANDO LEITÃO tiragosto@nxte.com.br

PRATOS DO DIA

Ganhar de Lavada Scott Adams

Direto de Washington W. Olivetto

Mulheres do Brasil Paulo Rezzutti

CORRENDO RISCOS A beleza e o charme das montanhas capixabas são inegáveis. A região se transformou num importante polo turístico nos últimos anos, atraindo pessoas do Brasil inteiro e movimentando a economia. Como tudo que cresce a velocidades muito altas, a área apresenta alguns problemas sérios, e os responsáveis pelo seu desenvolvimento devem agir para evitar erros que podem ser muito prejudiciais. Pessoal despreparado, estruturas amadoras e preços absurdos são algumas das situações já existentes. Nenhum turista gosta de esperar para ser mal atendido e pagar caro. O visitante não só não volta como também vai fazer questão de falar mal. Capacitação e criação de um selo de qualidade dos produtos e serviços ofertados são exemplos do que pode ser feito sob pena de, mais uma vez, perdemos a oportunidade de aproveitar de maneira sustentável as maravilhas do Espírito Santo.

MOQUEQUINHAS • Manguinhos Jazz & Blues Festival perdeu muito do seu charme. • Esta Copa tá muito sem sal. • Andy Summers (ex-The Police) tocou em Vila Velha e ninguém ficou sabendo. • A solidariedade da coluna ao Restaurante Enseada de Manguinhos. • Nem o Dia dos Namorados salvou o comércio. • É tempo de quadrilha.

CARDÁPIO DE ASSUNTOS • O pedágio • Os candidatos • O dólar • A Copa • O goleiro da Suíça • A mulheres russas

DICA DO CHEF “Correr no calçadão de Camburi.” Wagner Pereira, engenheiro

TRUMP NEWS Donald Trump quis vender hot dog com salsicha alemã e acabou embutido. O presidente dos Estados Unidos fez uma declaração polêmica, e a imprensa alemã desmentiu. Ele postou no Twitter, em 18 de junho, que a criminalidade em território germânico tem subido desde a chegada dos refugiados e imigrantes. O canal Deutsche Welle respondeu que o país teve no ano passado a menor taxa de crimes desde 1992. Desde 2014, mais de 1,6 milhão de imigrantes chegaram à Alemanha, sendo a maioria de fugitivos das guerras do Oriente Médio.

A SAIDEIRA!

Na disputa de cabelos esquisitos, a seleção do 52

@esbrasil •

esbrasil •

revistaesbrasil

Brasil já é campeã!!!


Revista ES Brasil 154  

Colete de couro, motor roncando e o encontro com as estradas. Estes são itens básicos para os guiados pelo amor por suas Harley-Davidson. Ne...

Revista ES Brasil 154  

Colete de couro, motor roncando e o encontro com as estradas. Estes são itens básicos para os guiados pelo amor por suas Harley-Davidson. Ne...