Page 1

Edição nº 01 Novembro/2017

R$ 12,90

Cachorros Saiba mais sobre a alimentação e a acomodação dos cachorros.

peixes Saiba quais são os melhores peixes para aquaristas iniciantes.

Curiosidades sobre os gatos Aprenda a conviver com o seu bichano!


SUMÁRIO Animais Domésticos

4

A importância dos animais domésticos

Conselho Editorial: Andressa Regina ( R.A 201508025) Andressa Rodrigues (R.A 201516476) Beatriz Sanches (R.A 201503994) Felipe Nunes (R.A 201517260) Joyce Tomiati (R.A 201516190) Orientadores: Eduardo Dias e Miguel de Frias

Vida Pet DEG3ANMCA1 vidapet.com.br Atendimento assinaturas 11 3855-2117 | assinatura@escala.com.br

Peixe Como alimentar Passáro

Coelho

9

Alimentação e Acomodação Gato

10

10

Comportamento e Alimentação Cachorro

12

Alimentação e Acomodação Jabuti

14

Acomodação e Alimentação Iguana - Principal Assunto

Porquinho da índia - Alimento e Alojamento

Guarda de animais silvestres

www.escala.com.br ©2017 Editora Escala Todos os direitos reservados. CNPJ:07.221.257/0001-12

8

Alimentação e Comportamento

Horário de atendimento De Seg. à Qui. das 8hs às 18hs e Sex das 8hs às 17hs Central de atendimento 11 3855-1000 atendimento@escala.com.br

6

Castração - Importância

15

12

16

17

18 03 - 21 de Novembro de 2017 - Vida Pet


´ A IMPORTANCIA DOS ANIMAIS DOMESTICOS ^

Ninguém tem dúvidas que os animais domésticos são grandes companheiros e fazem muito bem a todos (tanto crianças como adultos). No caso dos adultos, principalmente aqueles que vivem sozinhos, os animais são como um membro da família, compensando as necessidades de afeto e atenção que só os animais nos sabem dar. Para as crianças, além de companheiros leais a todas as horas, os animais também servem para ajudar a criança a aprender as coisas do dia-a-dia, pois mostram de forma acelerada as principais fases da vida (nascer, crescer, adoecer, sofrer acidentes, cuidar de si, morrer). Como estas fases são mais aceleradas nos animais a criança acaba por conhecê-las através deles. Além disso, os animais ajudam a criança a desenvolver o sentido da responsabilidade, visto que precisam de constantes cuidados. Num estudo feito por Robert Bierer constatou-se que as crianças, principalmente com idade entre os 10 e os 1 2 anos, que tinham animais possuíam maior empatia e autoestima. Os animais de estimação também ajudam a diminuir os estados de ansiedade, tédio e medo e desenvolvem uma melhor capacidade de integração e uma melhor concentração na escola.

Um fator importante na escolha dum animal de estimação é o fator da pessoa que o adquire ter alergias. Se assim for, a pessoa deve optar por uma animal que não desencadeie energias, como por exemplo, um aquário com peixes ou uma tartaruga. Outro fator importante é a idade das crianças que irão conviver com o animal. Apesar de cada criança ter o seu próprio ritmo de amadurecimento, a idade apropriada para ter o seu primeiro animal de estimação é a partir dos seis anos. Nesta idade a criança já está familiarizada com a escola, já é

mais sociável, possivelmente já compreenderá as suas responsabilidades em relação ao seu animal, ou seja, compreenderá que não o pode maltratar e que deve ter cuidados com a sua higiene e alimentação. Quando um casal já tem um animal de estimação e a mulher engravida, deverá haver treino de adaptação do animal à gravidez e, posteriormente, à chegada do bebé, pois os animais também podem não gostar de partilhar a atenção, podem sentirse rejeitados, etc. Após o nascimento da criança deve haver sempre um adul to supervisionando as brincadeiras, pois o animal pode morder ou arranhar a criança sem querer principalmente quando esta começa a gatinhar e/ou a andar. Também se deve ter cuidado com a criança em relação ao animal pois ela pode magoar o animal devido ao facto de ainda não ter matur idade para lidar com ele. Os cães são muito brincalhões e adaptam-se facilmente às crianças, mas necessitam de tomar banho uma vez por semana e sair para passear no mínimo uma vez por dia, mesmo que a caminhada seja curta. Por isso deve-se ter em consideração se a pessoa que irá ficar com o animal tem possibilidades de lhe proporcionar o tratamento que precisa. Os gatos têm uma melhor higiene, são praticamente independentes, aprendem sozinhos a usar a caixa de areia, lavam-se diariamente com a língua e isso faz com que apenasprecisemdetomarbaixoumavezpormês(naalturadobanhotambém dever ser cortadas as unhas, sendo importante mante-las sempre aparadas

para segurança do animal. Podese então concluir que, apesar do trabalho e da constante atenção que os animais necessitam, somos sempre recompensados, eles pois proporcionam-nos alegria, lealdade, companhia e muito amor.

A importância dos animais domésticos Disponível em: < www. http://vidapetnews.com.br/portal/a-importancia-dos-animais-domesticos >

04 - 21 de Novembro de 2017 - Vida Pet

~ Aquele que nAo E´ capaz de amar um ~ ´ animal nAo E´ capaz de amar ninguEm

05 - 21 de Novembro de 2017 - Vida Pet


´ Especies de peixes ´ Tipos de aquarios ~

~

Peixe de estimacao, como cuidar ? Um pouco sobre como alimentar o seu peixinho Os peixes podem ter hábitos alimentares mais carnívoros herbívoros, os peixes no quesito de proteínas. Mas “nenhum animal é totalmente herbívoro Eles são bonitos, coloridos, mas quietos, comem pouco e a sua sujeira que fica contida em um único local. Esses parecem os bichos de estimação ideal para muitos brasileiros, que também utilizam também de forma decorativa. Mas, se não tratados da forma correta, a sua vida pode ser que seja encurtada drasticamente. A boa notícia é que os cuidados de espécie para espécie são basicamente os mesmos. “O que muda, principalmente, é a parte nutricional. Afinal, alguns se alimentam na superfície, outros no meio e no fundo do aquário”, afirma Danyelli Ornelas, bióloga e gerente de produção da Megazoo. Logo, no caso de aquários comunitários, a ração deve ter flutuabilidade em níveis diferentes. Saiba como escolher e cuidar de peixes de estimação. Disponível em: < https://revista.zapimoveis.com.br/saiba-comoescolher-e-cuidar-de-peixes-de-estimacao/>

06 - 21 de Novembro de 2017 - Vida Pet

ou carnívoro, e um pouco de ambas as proteínas é importante para a sua nutrição”, explica a bióloga. Ainda, é importante atentar para as gorduras (ter entre 5% e 6% de extrato etéreo) e para excesso de vitamina A, que também é tóxico para o peixe. Além disso, “eles enxergam muito bem as cores, mas não é bom que ingiram rações com corantes artificiais, pois mancham muito a água e podem gerar alergias”, completa Danyelli. Também nunca deve sobrar ração no aquário. Quando isso acontece, é sinal de que o dono oferece a comida em excesso para o animal. Quase todas as espécies de peixes precisam e deve ser alimentadas, diariamente. Normalmente, a alimentação é feita duas vezes ao dia, mas existem espécies que nem sempre se alimentam todos os dias, como os peixes carnívoros.

´ limpo deixando o aquario É preciso saber que um aquário exige uma pequena dedicação diária e uma manutenção semanal. Em geral, essa manutenção vai depender da qualidade dos equipamentos, quantidade de peixes e maturidade do aquário. Trocar a água do aquário faz parte da manutenção. Vale fazer uma troca parcial de 30% a 40% com ajuda de um aparelho chamado sifão. “Com ele podemos trocar a água e eliminar o excesso de matéria orgânica no fundo do aquário no meio dos cascalhos. Devemos fazer a limpeza do vidro com uma esponja virgem, trocar o refil do filtro mensalmente e verificar o ph da água pra ver se está de acordo com os peixes que está criando”, sugere ele.

Existem diversos tipos de aquários, sendo os mais comuns os sintéticos e os naturais. Os sintéticos, como o próprio nome diz, usa-se plantas e substratos meramente decorativos, não trazendo benefício algum a vida do peixe, sendo essa então uma opção não recomendada. Já os aquários naturais, estão divididos em água doce ou água salgada, isso dependerá da espécie de peixe que o dono possuir. Há também os aquários marinhos que são de água salgada, porém com diversos requisitos para criar peixes de mar, inclusive corais.

Peixinhos dourados vêm em muitas variedades de tamanhos e cores. Muitas pessoas adoram as variedades mais extravagantes com cabeças grandes e caudas vistosas. Peixinhos dourados são ótimos para iniciantes que têm um aquário sem aquecimento. Estes peixes preferem temperaturas entre 18-24 °C. Se você está buscando por um peixe vistoso e cor adicional, o peixe beta é a pessoa certa para você. Os machos têm barbatanas longas e brilhantes. Estes peixes são resistentes e vai comer comida em flocos ou pellets.

Curiosidades 1. O maior peixe de água doce é o Pirarucu. Pode atingir 3 metros e seu peso pode ir até 200 Kg. 2. Um atum é capaz de nadar 170 Km em um só dia. 3. Uma enguia é capaz de dar um choque maior do que o de uma tomada doméstica. Sua descarga chega a 125 volts. 4. Os peixes não piscam e não fecham os olhos para dormir, pois não possuem pálpebras.

O tetra é um peixe pacífico que deve ser mantido em um par ou em um grupo maior. Estes são peixes resistentes que são grandes comedores. Eles vão comer praticamente qualquer alimento preparado. 07 - 21 de Novembro de 2017 - Vida Pet


amigos

ADOTE UM ORELHUDO

com penas

PASSARO

COELHO ~

Alimentacao

FILHOTES

Além da ração adequada para coelhos de estimação, tendo em atenção que existem rações para animais mais e menos activos (que deve constituir apenas 10% da alimentação total), e o feno sempre à disposição (pois tem de ser o alimento base do coelho), os vegetais frescos devem constituir cerca de 20% da alimentação total do coelho. Podem comer inúmeros vegetais frescos, como a cenoura, os bróculos, a couve (em pequena quantidade), o nabo, o rabanete, a salsa… entre outros. Deve evitar-se a batata, as leguminosas secas como o feijão e grão e a alface (essencialmente devido à falta de nutrientes e capacidade diurética). A comida do coelho deverá ser variada em termos de alimentos frescos, tendo sempre como lema que, o que não se sabe se faz bem ou mal, não se deve dar. Claro que a dieta anterior será adequada a um coelho adulto.

No caso de ser um coelho bebê e até aos seis meses de idade, devemos ter atenção à introdução dos vegetais. A maioria dos entendidos em coelhos acredita que os vegetais devem começar a ser introduzidos apenas por volta das 12 semanas de idade. No entanto eu acredito que se o criador já tiver habituado o animal a consumir vegetais frescos, não devemos alterar a dieta para evitar transtornos intestinais

~

~

Existem sementes e rações especiais para pássaros. Procure os específicos para a sua espécie de pássaro. Além dessas comidas você sempre pode servi-lo com frutas e verduras. Retire os restos de comida da gaiola para não apodrecerem. Troque a água todos os dias, pois a água parada pode gerar fungos e germes nocivos para a saúde do pássaro. A limpeza do bebedouro também deve ser diária. Limpe com uma escovinha todos os cantos do bebedouro e enxague bem para não restar nenhum resíduo de sabão. Você pode colocar a banheira para o banho dos pássaros de 2 a 3 vezes por semana. Retire a banheira logo em seguida para não correr o risco do pássaro beber da água suja. Para fêmeas em período de reprodução a banheira deve ser colocada todos os dias para que os ovos possam umidecer. Os comedouros também devem ser limpos periodicamente.

Os pássaros são ótimos animais de estimação, porém são muito sensíveis a certas alterações em seu ambiente, especialmente quando são criados em gaiolas. Por estarem “presos”, eles não conseguem encontrar uma forma de resolver o problema, por isso precisam de atenção especial.

~

~

Alimentacao

cuidados especiais

ACOMODAcao

Comportamentos muito agitados ou muito desanimados podem ser sinais de algum desconforto ou doença. Identifique se a gaiola está bem posicionada, em um lugar arejado, se seu tamanho é adequado ao pássaro. Certos sinais físicos também são indícios de problemas.

Não se esqueça de que os pássaros também precisam pegar sol diariamente, porém não podem ficar expostos diretamente a ele por muito tempo e nem em horários muito quentes. O ideal é que ele fique alguns minutos no sol logo pela manhã ou no final da tarde. Tudo em excesso para eles é ruim, então também tome cuidado com as correntes de vento que podem fazer com que seu pássaro pegue alguma doença respiratória. Para evitar isso, em dias frios ou com ventos fortes, cubra a gaiola ou deixe seu animal de estimação em um local protegido. Esses são alguns dos cuidados essenciais para criar pássaros, se você os seguir, com certeza terá um animal de estimação forte e saudável!

A gaiola deve ter tamanho mínimo suficiente que permita ao coelho esticar-se a todo o comprimento e sentar-se nas patas de trás, no entanto, este tamanho apenas deve ser utilizado para coelhos que façam exercício diário fora da gaiola. O local onde esta está instalada, deve ser seco e longe de correntes de ar. Deve conter um ninho ou lura para que se possa esconder. Os comedouros e bebedouros devem estar sempre limpos. Uma pedra de cálcio e madeira para roedores também é aconselhável.

Casa dos Pássaros, Cuidados essenciais para cuidar dos pássaros. Disponível em: <https://casadospassaros.net/ cuidados-essenciais-para-criar-passaros/ >

08 - 21 de Novembro de 2017 - Vida Pet

~

comportamento

Os coelhos são animais notunos, apesar de grande parte das pessoas não o saber.No entanto,habituamse facilmente à rotina diária do dono, alterando os seus períodos de sono, estando sempre pronto para a exploração da casa Mundo dos Animais, Coelho de Estimação. Disponível em: <https://www. mundodosanimais.pt/mamiferos/coelho/>

09 - 21 de Novembro de 2017 - Vida Pet


Curiosidades sobre os Gatos

convivendo com seu gato Os gatos são excelentes companheiros, com a vantagem adicional de não precisarem de atenção integral. O gato se contenta em ficar ao seu lado, mesmo enquanto você está ocupado com outras coisas. Eles não necessitam de grandes espaços para viver, vivendo tranquilamente em um apartamento. Ao contrário dos cães, os gatos não se deixam “possuir” com facilidade. O afeto do gato precisa ser conquistado. Ee não tolerará um mau dono, em função de um senso de lealdade equivocado, mas reconhecerá um dono atencioso e compreensivo, retribuindo com amizade e respeito. É preciso entender sua natureza e tratá-lo adequadamente.

Saiba mais sobre a vida e as peculiaridades dos nossos queridos felinos.

~

O gato tem um instinto de caça muito forte. Normalmente os gatos não comem suas “vítimas”, preferindo brincar com elas ou mostrar para os donos. Em se tratando da sua relação com os humanos, há dois tipos de gatos. O gato que podemos chamar de “manso”, que teve contato pessoas desde pequeno e aprendeu a interagir com a nossa espécie sem considerá-la uma ameaça. Eles gostam de estar perto de gente, subir no colo, receber longos carinhos. Outro tipo de gato é aquele que não se deixa aproximar de um ser humano sob nenhuma hipótese. Esses gatos, chamados “ariscos”, mantêm uma distância segura da nossa espécie, porque durante toda a sua infância ficaram isolados do nosso convívio. Os gatos “ariscos” muito raramente irão se acostumar com humanos, mesmo que ambos vivam sob o mesmo teto muitos anos.

Mito das sete vidas A crença pode ter surgido quando se observou que os gatos sofrem diversos preconceitos, além de acidentes e maus tratos. Quanto ao número sete, seria pelo fato de que é um cabalístico. Portanto, tal crendice tenha sido originada por causa do clima de mistério e magia que sempre rondou a vida dos gatos durante toda a história.

COMPORTAMENTO Uma coisa típica de gato é não obedecer. Simplesmente o gato não acha que tenha que fazer o que não está a fim e nem chega a ser “rebelde”, porque não percebe o que você quer. Você chama o gato para dentro de casa, e se ele estiver fazendo algo interessante, ele não vem. Mesmo assim, é possível induzir o gato a fazer o que você quer em determinada circunstância, mas não através de uma ordem. Da mesma forma que os cachorros, os gatos também foram selecionados através de cruzamentos, o que provocou a existência de muitas raças de gatos. A constituição física deles varia bastante, por exemplo, o Maine Coon, é uma raça de gatos gigantes. Também há diferenças entre o formato de seus crânios. A diferença entre os cachorros e os gatos é tão grande que a comparação entre eles não parece muito útil, salvo quando alguém está procurando um animal de estimação e está na dúvida entre qual deles vai escolher. Nesses casos, a escolha certa é a que considera as características de cada espécie, procurando encontrar o animal que melhor se adapta às condições oferecidas pelo proprietário. 10 - 21 de Novembro de 2017 - Vida Pet

Alimentacao ~

O nome científico do gato é Felis catus. Com exceção da Antártica, Círculo Ártico e Austrália, todos os continentes possuem felinos semelhantes aos gatos em sua fauna original.

Disponível para leitura no site Premier Pet

Os gatos são bastante seletivos em sua alimentação, o que pode ser da mutação que causou à espécie a perda da capacidade de detectar o sabor doce nos alimentos. Apesar de exigentes, precisam alimentarse constantemente, pois não toleram mais de 36 horas de jejum. O meio de oferta de alimentação mais recomendado para os gatos domésticos é deixar o alimento à vontade para o animal ao longo do dia. Essa prática se aproxima da vida selvagem do gato que comia várias vezes ao dia pequenas caças, mas hoje em dia com acesso fácil de uma dieta altamente calórica para um animal sedentário e normalmente castrado pode levar facilmente ao sobrepeso, um dos grandes problemas enfrentados pelos gatos domésticos. Disponível para leitura no site PetCare

LIL BUB, A GATINHA ESPECIAL Seus olhos redondos, seu jeitinho engraçado de caminhar e sua língua de fora foram mais do que suficientes para que Lil Bub entrasse para o time de gatos famosos da internet. A pequena gatinha foi diagnosticada com uma série de anomalias genéticas que fazem com que ela seja diferente dos outros gatos. Lil Bub nasceu com problemas genéticos que causaram deformidades em suas patas, polidactilia, ausência de dentes e uma redução no maxilar. Apesar disso, Mike Bridavsky – o responsável por Lil Bub – brinca que ela é tão especial que deve ter vindo de outro mundo. E seu jeitinho carismático não cativou apenas Mike, mas uma série de celebridades, como Robert de Niro, Whoopi Goldberg e outras personalidades felinas como o Grumpy Cat.

11 - 21 de Novembro de 2017 - Vida Pet


~

ACOMODACAO ~

Cachorro seu melhor amigo

Deixe seu cachorro a vontarde! Seja em sua casinha, ou até mesmo dentro de casa sobre um travesseiro. Cada cachorro tem seu lugar preferido, deixe seu bichinho se acomodar no seu lugar de escolha. A menos que seja em lugares imporvavéis, como em cima do fogão.

~

~

Caes sao mais expressivos quando um humano olha ~

O estudo sugere algo que amantes de cães já acreditavam. O contato visual entre o humano e o animal é essencial para que haja a formação de expressões faciais.

~

Alimentacao ~

Alguns dos maiores problemas de saúde que as pessoas possuem hoje em dia são causados pela alimentação desregrada. Seja comendo em excesso ou tendo uma alimentação nada saudável, com falta de nutrientes e vitaminas necessárias para o nosso corpo. Com os cães funciona da mesma forma. Uma alimentação errada, tanto em quantidade quanto em qualidade, pode trazer sérios problemas de saúde para o cachorro, inclusive podem dificultar o adestramento.

Por isso, é muito importante que seu cão tenha uma alimentação correta ao longo de toda a vida, uma alimentação que supra suas necessidades em todas as etapas do seu desenvolvimento. Devemos lembrar que, do mesmo modo como as pessoas não devem comer comida de cachorro, os cachorros não devem comer comidas para humanos.

Adestração de cães, Tudo sobre a alimentação do Cão. Disponível em: < www.adestracaodecaes.com.br/tudo-sobre-a-alimentacao-do-cao >

12 - 21 de Novembro de 2017 - Vida Pet

~

A alimentação adequada para o cão deve acompanhar todas as etapas do seu desenvolvimento, desde filhote até a velhice. Nas primeiras semanas de vida, nada é melhor do que o leite materno. Quando o cão já possuir um ou dois meses, você pode começar a introduzir a ração.

Alimentacao correta

Vá diminuindo o número de refeições diárias; Evite deixar comida o tempo todo para o cão (Em pouco tempo ele aprenderá que, se não comer na hora certa, ficará com fome); Temperos como pimenta e sal são extremamente prejudiciais ao cão; E nada de sobremesa para seu cão.

Duas expressões bastante conhecidas por humanos se destacaram no estudo. A primeira é a língua pendurada para fora da boca. A segunda é a clássica levantada de sobrancelhas, que pode derreter o coração de alguns.

O estudo debate se essa forma de comunicação vem por conta da domesticação dos cães.

Acha seu cão bastante expressivo? Um estudo da Universidade de Portsmouth afirma que eles são mais expressivos quando um humano está olhando. As expressões, afirma o estudo, são uma forma de comunicação entre os animais e pessoas. Pela primeira vez, um estudo encontra evidências claras de que os animais podem expressar por meio da face emoções em resposta a atenção de humanos. O estudo foi publicado no periódico científico Scientific Report.

“Cães domésticos têm uma história única – eles vivem ao lado de humanos há mais de 30 mil anos e durante esse tempo a pressão por seleção parece ter atuado na habilidade dos cães de se comunicar conosco”, diz Kaminski. O estudo está disponível para leitura do site da Nature.

13 - 21 de Novembro de 2017 - Vida Pet


um bichinho diferente

os cuidados necessarios com o seu jabuti

IGUANA

Se você cogita ter um jabuti em casa, precisa conhecer os cuidados que ele requer para viver com muita saúde.

~

~

ACOMODACAO Fácil de criar, o jabuti pode ser mantido no quintal ou no terrário. O que não é opcional é a iluminação – ele precisa de luz solar direta todos os dias. “Os raios ultravioleta ativam substâncias precursoras da vitamina D, nutriente que fixa cálcio nos ossos, o que é fundamental para o jabuti não ficar com o casco mole”, explica o veterinário Alexandre Pessoa, de São Paulo. Então, se o terrário não dispuser de luz natural, você pode instalar lâmpadas específicas ou mesmo uma comum de 50 watts, que manterá a temperatura entre 25 e 28 graus. Uma casinha de cachorro é um bom abrigo, desde que seja bem aquecida. “Senão o jabuti fica apático e imunodeprimido”, avisa Alexandre Pessoa. Embora o jabuti ande devagar, pisos lisos são um perigo. “Eles forçam os membros do animal”, diz o veterinário André Grespan, de São Paulo, que recomenda um chão rústico de terra ou grama, mesmo que seja artificial.

Curiosidades O nome científico do jabuti-piranga é Geochelone carbonaria; e o do Jabuti-tinga é Geochelone denticulata. Também são conhecidos como Jabuti vermelho e jabuti amarelo. Tamanho: O jabuti-piranga chega a 51 centímetros; o jabuti-tinga pode alcançar os 70 centímetros.

~

~

Alimentacao Ofereça uma refeição ao dia, com frutas, legumes, queijo branco e verduras, especialmente as verde-escuras. Uma vez por semana, carne moída misturada com suplemento de cálcio deve entrar no cardápio. Se preferir, compre rações específicas. Disponível no site Saúde Abril

14 - 21 de Novembro de 2017 - Vida Pet

A iguana, também chamada de iguana verde, é um dos répteis mais populares criados em cativeiro como animal de estimação exótico, devido ao seu temperamento dócil e fácil adaptação ao ambiente doméstico. Estes répteis têm hábitos arborícolas, isto é, vivem em árvores. Apesar de serem relativamente pequenas em jovens, podem atingir quase dois metros de comprimento e 10 quilos de peso. A cauda de uma iguana possui cerca de dois terços do comprimento total do corpo.

costume alimentar e alojamento As iguanas são vegetarianas e a sua dieta deve incluir uma boa variedade de vegetais. É necessário respeitar a proporção adequada entre os diversos tipos de vegetais e oferecer sobretudo aqueles mais ricos em cálcio.Existem rações apropriadas para iguanas à venda, com o equilíbrio correto de nutrientes que elas precisam. A iguana é arborícola e precisa de um terrário que seja o mais alto possível, com ramos para que possa escalar. Evite os terrários baixos e largos. No mínimo, o terrário deveria ter o dobro do comprimento total da iguana, cauda incluída.

Manuseio das iguanas Para um manuseamento adequado de uma iguana, deve mostrar que é completamente inofensivo e que ela estará protegida nas suas mãos. Não faça movimentos bruscos, para não assustar a iguana. Fique perto dela, para que ela se acostume e passe-lhe a mão no corpo lentamente. As iguanas bebes são mais fáceis de acostumar com os humanos. A iguana como animal de estimação. Disponível em: < https://www.mundodosanimais.pt/repteis/iguana-verde/ >

15 - 21 de Novembro de 2017 - Vida Pet


´ Porquinho da india ajuda autistas

Guarda de animais silvestres Porquinho da Índia ajudam no tratamento de crianças autistas Disponível em: <br.blastingnews.com/ciencia-saude/2015/07/estudo-afirma-que-o-porquinho-da-india-e-aliado-das-criancas-autistas >

Nova pesquisa afirma afirma que o porquinho-da-índia é aliado das crianças autistas. Existem diversos estudos que são desenvolvidos de acordo com as necessidades estabelecidas pela Associação de Famílias para o Bem-Estar e Tratamento da Pessoa com Autismo (Afeto). Estes estudos visam a descoberta de terapias alternativas para tratamento de pessoas afetadas pelo autismo. Eles tem como objetivo diminuir o nível de estresse dos cuidadores e das crianças. A intenção é evitar submeter as crianças à necessidade de tratamentos ambulatoriais. Desta forma criam-se programas efetivos de análise comportamental que podem ser desenvolvidos por amigos, familiares ou atendentes. O alto estresse ao qual os responsáveis são submetidos e que também é sentido por crianças com autismo merece cuidados e estudos especiais. Diversos estudos são desenvolvidos para proporcionar tratamentos alternativos que possibilitem reduzir os níveis de ansiedade e de estresse dos pacientes. Um destes estudos foi recentemente publicado na revista científica Developmental Psychobiology. O estudo concluiu que o contato de crianças na presença de outras crianças, de brinquedos educativos, surtiam efeitos menores na proposta de redução, do que a colocação das crianças junto com estes pequenos animais. Na experiência em foco foram 16 - 21 de Novembro de 2017 - Vida Pet

utilizadas como cobaias pequenos porquinhos-da-índia e os resultados foram animadores e apresentam 43% de redução nos níveis de estresse. Em sua conclusão o estudo considera que os animais podem agir como amortecedores sociais e diminuir o nível de estresse. Eles representam um apoio que familiares, amigos e atendentes precisam para enfrentar com melhores resultados momentos de crise, que são frequentes e que “desmontam”a estrutura psicológica destas pessoas. Faça você mesmo esta experiência com pessoas portadoras destas desordens. Os mais favorecidos serão as crianças. Mas todas as pessoas envolvidas no cuidado destas crianças serão, de uma forma ou outra, beneficiados.

O Conselho Nacional de Meio Ambiente aprovou, neste domingo (12/11), resolução que regula a guarda provisória de espécies da fauna silvestre por pessoas físicas em todo o País, quando não houver outra solução possível. A prioridade de guarda continua a cargo dos Centros de Triagem de Animais Silvestres, os Cetas, autorizados pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e responsáveis pela recuperação e reintrodução desse animais na natureza. A medida regulamenta uma lei de 1998, que prevê que os órgãos ambientais podem encaminhar animais apreendidos, resgatados ou recebidos espontaneamente para serem cuidados por pessoas cadastradas. Os cuidadores precisam demonstrar que apresentam condições para abrigar as espécies até que o órgão ambiental encontre uma destinação adequada. A reintrodução ao habitat é uma prioridade prevista em lei.

Nem todas as espécies silvestres são passíveis de criação em cativeiro para fins comerciais ou para serem criados como animais de estimação, conforme critérios estabelecidos na resolução Conama 394/2007. O Ibama está elaborando uma lista das espécies que poderão ser criadas e comercializadas como animais de estimação, popularmente chamada de “lista pet”. A medida aprovada deverá trazer segurança jurídica tanto para a guarda e depósito quanto para a fiscalização após a apreensão dos animais.

Em último caso, quando não houver condições de transporte ou abrigamento em instalações adequadas ou mesmo guardador cadastrado, a guarda pode ser dada provisoriamente à pessoa encontrada em posse do animal. Porém, ela continuará tendo que responder judicialmente pela posse ilegal do animal. As leis ambientais brasileiras consideram crime retirar animais silvestres de seus habitats sem a prévia autorização dos órgãos ambientais competentes. Mma, Guarda de animais silvestres. Disponível em: <http://www.mma.gov.br/informma/item/9347guarda-de-animais-silvestres>

17 - 21 de Novembro de 2017 - Vida Pet


CUIDE DOS SEUS MELHORES AMIGOS! CASTRAR ´ E UM ATO DE AMOR E RESPONSABILIDADE ^

~

~

A importancia da castracao em caes e gatos A superpopulação de animais domésticos é um caso de saúde pública. A maior parte dos animais não consegue um lar, ficando pelas ruas, procriando indesejadamente, com sede, fome, sem abrigo, doentes, correndo riscos de atropelamento, maus tratos, e alguns deles são utilizados em experiências em laboratórios, faculdades, hospitais sofrendo como cobaias.

alguma complicação durante esse período. Lembrando que o local onde o animal fica abrigado deve estar sempre limpo e higienizado para não causar infecções.

A única e eficaz maneira de não permitir que isso aconteça é castrando seu animal.

Após a castração os animas tendem a ficar mais tranquilos, podendo ganhar peso, por isso a importância de alimentação balanceada e o estímulo de atividade física, com brincadeiras e caminhadas.

Castração não é uma forma de mutilar o animal e sim de prevenir algumas doenças graves e evitar o abandono de filhotes impedindo as ninhadas indesejadas, praticando assim, a posse responsável. Deve ser realizada por um médico veterinário em uma clínica devidamente equipada, pois qualquer tipo de cirurgia envolve riscos, por isso a importância do seu animal está sendo monitorado e bem assistido. A cirurgia é feita com anestesia geral, portanto indolor e dentro de dois ou três dias ele retomará suas atividades normalmente. O pós-operatório dura em média de 07 a 10 dias e as instruções do médico veterinário devem ser seguidas para não correr o risco de ter 18 - 21 de Novembro de 2017 - Vida Pet

Rede Globo, A importância da castração em cães e gatos. Disponível em: <redeglobo.globo.com/rj/tvriosul/noticia/2013/10/ importancia-da-castracao-em-caes-e-gatos.html>

Alimento para seus animais castrados

A Premier é apaixonada por cães e gatos. Há 20 anos desenvolve alimentos sob medida para a saúde de seu animal. Através da dedicação total em pesquisas para conhecer a fundo cada raça, cão ou gato. Se ama o seu amigo, use Premier.

A venda nos melhores Pet Shops


Revista vida pet  
Revista vida pet  
Advertisement