Page 1

Você é o autor PUC Minas – ICS – Arquitetura e Urbanismo

Ocupação Eliana Silva

Você sabia?

A posição do terreno em relação ao SOL e aos VENTOS devem ser considerados antes de iniciar sua construção.

14

Alvenaria estrutural e fundações Aprenda como construir sua casa com ECONOMIA e SEM PRECISAR de pilares e vigas .

3

Paredes fora de prumo?

CUIDADO! Isto pode ser fatal no processo de construção da sua obra! Saiba como alinhar suas paredes sem muitos gastos e, acima de tudo, sem futuros prejuízos.

12

Precisa de ajuda?

Terreno inclinado? Problema solucionado!! Veja como aproveitar ao máximo o seu terreno sem arrumar briga com o vizinho.

Sr. Construtor Esta cartilha é para você que tem problemas em como construir uma casa em terreno inclinado. E

10

para aqueles que não têm também. Aqui você encontrará várias dicas FÁCEIS e ECONÔMICAS de como resolver antecipadamente problemas

Cartilha elaborada por: Isabela Borges Nuane Peres

futuros consequentes de descuidos em canteiro de obra. Confira!


Issue #: [Date]

Ocupação Eliana Silva

Índice Métodos construtivos Alvenaria estrutural __________________________________________________________________________03 Blocos ______________________________________________________________________________________04 Tipos de fundações ___________________________________________________________________________05 Estrutura independente de concreto armado _____________________________________________________08

Iniciando a obra Terreno inclinado? Poblema solucionado! ________________________________________________________10 Além disso, o que mais vou precisar? ____________________________________________________________11 O que é isso? Pra quê serve? O que fazer? ________________________________________________________12 Como tirar o nível ____________________________________________________________________________13

Análises importantes Orientação solar _____________________________________________________________________________14 Iluminação natural ___________________________________________________________________________15 Como deixar sua casa mais ventilada ____________________________________________________________17

Construção Como levantar a alvenaria _____________________________________________________________________19 A importância da distribuição dos blocos _________________________________________________________22 Como ter uma construção econômica ____________________________________________________________23

Referências ______________________________________________________________24

2


Issue #: [Date]

Ocupação Eliana Silva

Método construtivo: alvenaria estrutural

A alvenaria estrutural é um método construtivo que paredes suportam a carga direta da laje.

dispensa o uso de vigas e pilares pois as próprias

Além disso, ela pode pode ser armada, ou seja, reforçada com armadura em aço, possibilita a construção de edificações mais baixas, geralmente até 04 pavimentos; e a não-armada, que não suporta o peso de múltiplos pavimentos. Por fim, este é um método que restringe futuras mudanças e intervenções na construção ,

mão de obra especializada rápida.

e tem

baixo custo

ALVENARIA EM BLOCO CERÂMICO CARGA DA LAJE

e garante uma

não necessita de construção mais

ALVENARIA EM BLOCO DE CONCRETO CARGA DA LAJE

ALVENARIA DE BLOCO CERÂMICO RUA

ALVENARIA DE BLOCO DE CONCRETO

RUA

BALDRAME PERFIL DO TERRENO

SAPATA CORRIDA TERRENO

TERRENO 3


Issue #: [Date]

Ocupação Eliana Silva

Que bloco devo utilizar? O quadro comparativo abaixo pode ajudar a esclarecer suas dúvidas

Cerâmico

Concreto

Ecobloco

1) Blocos mais leves em comparação aos de concreto. Isso garante uma maior produtividade da mão de obra ao transportar mais metros quadrados de Blocos cerâmicos que de Blocos de concreto;

1) Grande resistência: quebra com

1) Não gera entulho na obra;

menos facilidade em comparação ao bloco cerâmico;

2) Maior isolamento térmico e acústico;

2) Superior conforto térmico em comparação ao bloco de concreto;

3) O peso dos materiais na construção: como utiliza menor quantidade de blocos por m² e menos argamassa, a construção acaba sendo mais leve.

3) Durante a construção consome 24% menos água do que o m² de parede de blocos de concreto; 4) as paredes de blocos cerâmicos consomem 43% menos recursos naturais que uma parede de blocos de concreto.

2) A Economia: Menor quantidade de blocos de concreto utilizado por m². Menor consumo de argamassa.

4) Tubulações embutidas sem corte de alvenaria: seus furos internos permitem a passagem da tubulação, evitando quebras, desperdício e sujeira na obra.

3) Baixo consumo de ferro; 4) Reboco e chapisco opcional; 5) Pequeno consumo de graute (concreto); 6) Hidráulica e elétrica no interior dos blocos; 7) Assentamento de azulejos direto no Bloco de Concreto; 8) Mesmo bloco pode ser utilizado com função estrutural e de vedação.

4


Issue #: [Date]

Ocupação Eliana Silva

Terreno e fundações Sapata corrida A fundação tem o papel de dar sustentação e segurança à construção. Por isso, o acompanhamento de um profissional especialista é indispensável. Veja a seguir um exemplo de como executar uma sapata corrida com blocos de concreto. 2 Apiloe o fundo da vala para que a superfície fique uniformizada e bem compacta antes de concretar.

1

1 Abra a vala com uma picareta. Ela (a vala) deve possuir 20 cm de largura a mais que a espessura das paredes que serão construídas acima dela. No caso da representação ao lado, o valor da espessura da parede está representado por “X”.

2 3

3 Crave piquetes ao longo da vala e mantenhaos no mesmo nível. Eles servirão de referência para que o lastro de concreto esteja nivelado e uniforme.

4 Despeje uma camada de brita de 10 cm no fundo da cava. Soque bem o fundo com um pilão (soquete) até que a pedra esteja entranhada na terra e bem compacta. Depois de fazer isso, despeje a argamassa por cima e espere a cura (+- 3 dias) antes de posicionar a armadura.

4

CUIDADO! Não jogue água durante a compactação da brita porque o barro grudará no pilão e dificulta o trabalho!

5


Issue #: [Date]

5

Ocupação Eliana Silva 5 Monte a armadura, posicionando os estribos conforme o projeto específico. Amarre-os nas barras horizontais com o arame recozido, no espaçamento conforme o esquema de “Armadura” da próxima página. As emendas horizontais deverão se sobrepor em pelo menos 40 cm.

6

6 Prepare as fôrmas da sapata utilizando tábuas, sarrafos e desmoldantes. Posicione a armadura na vala. 8 Proceda à cura do concreto, mantendo-o úmido nos 3 dias seguintes à concretagem. Para isso, molhe a área, sem encharcar, 2 vezes ao dia. 9 Após 24 horas da concretagem já é possível iniciar a execução da alvenaria de embasamento. Puxe uma linha-guia na face externa dos blocos.

7 7 Faça a concretagem. Adense bem o concreto, com barra de aço, após o lançamento de cada lata. Utilize um vibrador para eliminar bolhas de ar e alise com uma colher de pedreiro.

10 Para a alvenaria de embasamento, assente sobre a sapata os blocos de concreto utilizando argamassa de assentamento – veja o item Serviços complementares – Preparação da argamassa. Inicie pelos cantos e verifique o nível horizontal em cada fiada. Faça uso do nível ou da mangueira transparente, se a distância for muito grande. 11 Após 3 dias, retire as fôrmas da fundação.

12

12 Execute a cinta de amarração última fiada da alvenaria embasamento antes da parede casa. Posicione duas barras interior dos blocos canaletas preencha com graute.

na de da no e

Fonte: conferir referências no final da cartilha. 6


Issue #: [Date]

Ocupação Eliana Silva

Terreno e fundações Baldrame Baldrame ou viga de fundação, é um tipo comum de fundação. É mais utilizado em edificações com estrutura de alvenaria e em casos de cargas leves como residência construídas sobre solo firme. É formado por uma viga, que pode ser de alvenaria, de concreto simples ou armado, construída diretamente no solo, dentro de uma pequena vala para receber pilares alinhados. O esquema abaixo mostra como ela pode ser feita em um terreno em declive. Além disso, a opção por viga baldrame, em conjunto com os blocos de fundação, se dá quando a resistência do solo só é encontrada em profundidades maiores.

PAREDES DE ALVENARIA ESTRUTURAL

RUA

BALDRAM E

PERFIL DO TERENO

TERRENO

CUIDADO! Lembre-se que a alvenaria estrutural pode ser feita com qualquer tipo de bloco, entretanto,

o baldrame somente pode ser feito utilizando-se blocos de concreto! O motivo é que o bloco de cerâmica absorve água, o que acabaria gerando riscos para a sua fundação! 7


Issue #: [Date]

Ocupação Eliana Silva

Método construtivo: estrutura independente de concreto armado

permite a livre locação das paredes

A estrutura independente , já que estas não mais precisam exercer a função estrutural. Nela as paredes não são utilizadas como estrutura ou pilares de sustentação, podendo, a qualquer momento, ser derrubadas e construídas em outros lugares sem prejuízo para a estrutura da construção. A

vigas e pilares sendo estes a sustentação. Logo, podemos concluir que a estrutura independente permite a criação de uma planta livre , ou seja, a delimitação dos espaços de forma independente da estrutura. Entretanto, como aspectos negativos podemos citar a fundação estrutura é formada por

profunda (mínima de 3 metros) pois a carga da laje é totalmente depositada sobre os pilares de maneira

CARGA DA LAJE

VIGA

DICA!

RUA

PAREDE DE VEDAÇÃO

Essa é uma ótima alternativa para você que quer aproveitar ao máximo o seu terreno, podendo assim criar espaços para porão, garagem e outros ambientes.

PILAR

PERFIL DO TERRENO

FUNDAÇÃO

8


Issue #: [Date] Abafador de ruídos

Ocupação Eliana Silva

Iniciando a obra

Óculos de segurança

Capacete

Roupas com tecidos resistentes Protetor solar

Calçado fechado

Segurança do início ao fim Confira acima quais são os itens necessários para diminuir os riscos e acidentes na sua obra.

Princípio do triângulo retângulo (3,4,5)

Certo, você tem o terreno. Hora de construir. Agora, por onde começar? Independente da forma que a sua construção assuma é importante se precaver com os equipamentos que serão necessários em canteiro antes de se pensar em levantar qualquer parede. Logo, neste capítulo, você aprenderá o que será necessário, qual será a forma de utilizar e até mesmo combinar seus itens de modo a

evitar desper-

dicios.

Prepare o terreno Independente do método de construção e da fundação escolhida é preciso colocar a mão na massa e

limpar

o terreno.

Além de possíveis entulhos é muito importante retirar toda a grama do local onde você pretende levantar a sua casa. Depois disso, você deverá tirar o nível do terreno (confira em “Análises Importantes”) e fazer a marcação de onde as paredes e a fundação da sua casa ficarão

(gabarito

ou tabeira). Mas não se preocupe, essa marcação Seja qual for o método de locação empregado, é de extrema importância que ao final de cada etapa de locação sejam devidamente conferidos os eixos demarcados, procurando evitar erros nesta fase.

A conferência pode ser feita com o auxílio dos equipamentos de topografia ou mesmo de maneira simples, através da verificação do esquadro das linhas que originaram cada ponto da locação. Para isto, pode-se utilizar o princípio do triângulo retângulo (3, 4, 5).

pode ser feita muitas vezes como simulação até que você chegue no resultado desejado.

A tabeira ou gabarito é montada com auxílio de pontaletes de madeira espaçados de 1,50 a 1,80m, nos quais são fixadas tábuas de 15 ou 20cm de largura, que servirão de suporte para as linhas que definirão os elementos demarcados, que podem ser de arame recozido nº 18 ou fio de náilon.

Acima, esquema de gabarito para terrenos inclinados. 9


Issue #: [Date]

Ocupação Eliana Silva

Terreno inclinado? Problema solucionado! Após realizar os procedimentos descritos na página anterior, o segundo passo é decidir qual tipo de estrutura usar. Citamos dois tipos nesta cartilha: Alvenaria estrutural, que tem como maior vantagem a rapidez e economia na obra; e o Concreto Armado, que permite maior aproveitamento do terreno e menos movimentação de terra.

RUA

Logo, caberá a você decidir, a partir das suas necessidades, o tipo de estrutura, tendo em mende que não é preciso se limitar só a uma. Caso veja necessidade, experimente combinar as duas técnicas (

estrutura

DESNÍVEL

mista). Entretanto, tenha em mente que, ao realizar a sua fundação, o contato com um profissional especializado no ramo é sempre bem-vindo.

Temos abaixo algumas opções de como ocupar o terreno de maneira que nem você e nem o seu vizinho saiam prejudicados, pois é importante lembrar que os limites do terreno e a privacidade do seu vizinho devem ser respeitados.

Sugestões de como ocupar o terreno FUNDO DO LOTE

FRENTE DO LOTE

CASA

RUA 10


Issue #: [Date]

Ocupação Eliana Silva

Além disso, o que mais vou precisar? Confira abaixo os instrumentos, ferramentas e materiais que não podem faltar na sua obra.

Instrumentos de medição e alinhamento

Nível

Régua esquadro

Trena

Prumo

Régua de pedreiro

Ferramentas

Peneira

Balde

Colher de pedreiro

Máquina de fazer concreto

Boca de lobo, enxada e pá de pedreiro

Materiais de construção

Cimento

Brita

Areia

11


Issue #: [Date]

Ocupação Eliana Silva

O que é isso? Pra quê serve? O que fazer? Diferença entre:

Argamassa Nível de bolha Indica quando uma superfície está ou não inclinada. Para saber se ela está alinhada, apoie o nível nela e verifique se a bolha aparecerá entre os 2 riscos indicadores. Se sim, parabéns, sua superfície está alinhada!

Concreto

Prumo Um prumo é uma ferramenta utilizada para determinar se as fiadas de uma parede e outros elementos verticais estão corretamente alinhados, "aprumados“. O prumo de face tem o peso metálico em forma de cilindro e, na outra ponta do cordão, uma peça em geral de madeira chamada "taco", da mesma largura do peso metálico.

12


Issue + #: [Date]

Ocupação Eliana Silva

Como tirar o nível É importantíssimo que os alicerces fiquem absolutamente no nível a fim de que as paredes, ao serem levantadas, também fiquem no nível correto, evitando acabamentos tortos. São muitos os processos de nivelamento. Se você tiver bastante experiência no uso do nível de pedreiro, poderá usar uma ripa de madeira completamente reta e ir nivelando as formas, mantendo uma altura de 30 cm acima das sapatas.

O método mais simples, porém , é o nivelamento com nível de tubo. Conforme a figura ao lado, use uma mangueira de tubo plástico transparente com água. Encha a mangueira de água ate que falte aproximadamente 20 cm para transbordar.

1.

Espere que todas as bolhas de ar que estiverem dentro da mangueira saiam.

2.

Isso é muito importante, pois as bolhas atrapalham na medição.

3.

Com isso realizado, já temos pronto nosso instrumento de nível.

4. Escolha o primeiro ponto com o lápis de pedreiro (A). Ali colocamos a marca da água, riscando a parede. 5. Com cuidado, leve a outra ponta da mangueira para o lugar que deseja igualar... onde deverá ser marcado o outro ponto (B). Espere a água subir e desça

13


Issue #: [Date]

Ocupação Eliana Silva

Análises importantes Orientação solar A orientação solar de um edifício é muito importante para que se possa fazer um aproveitamento da energia solar, contribuindo assim para o bom desempenho energético de um edifício.

O que você precisa saber:

1- O Sol nasce a Leste e se põe a Oeste Isso é importante pois dependendo de onde sua casa for posicionada, a sensação de calor ou frio excessivo, além da falta de iluminação natural irão incomoda-lo no futuro. Portanto, antes de construir lembre-se: •

Fachadas voltadas para o LESTE e a SUL são as melhores para posicionar suas aberturas (portas e janelas). A iluminação será constante e você não sofrerá com o calor. Fachadas voltadas para o NORTE e a OESTE recebem maior radiação solar, portanto, são as mais indicadas a ter o mínimo de aberturas.

Cuidados importantes! Áreas molhadas (banheiro, cozinha e área de serviço) são ambientes propícios para o surgimento de fungos e bactérias. Para evitá-los, posicione –os a NORTE ou a OESTE pois, a grande quantidade de raios solares ajudarão a combate-los e ainda funcionarão como uma “secadora natural econômica” muito eficiente.

Acima, temos duas imagens que retratam a rotação do Sol em estações diferentes (inverno e verão).

14


Issue #: [Date]

Ocupação Eliana Silva

Iluminação natural:

g

sinônimo de sofisticação e economia Está comprovado que o sol em doses moderadas faz muito bem à saúde. Investir em uma iluminação natural para a casa, portanto, traz grandes vantagens ao nosso bem-estar. Também ao bolso e ao planeta, economizando eletricidade e seguindo princípios sustentáveis. A partir da legenda abaixo, confira os recursos construtivos que melhoram a iluminação na sua casa:

Baixo custo

Reciclável

Economia de energia

Ventilação natural

Ótima iluminação

Alta durabilidade e proteção contra raios solares

TELHA TRANSLUCIDA

PORTA-BALCÃO

COBOGÓ

• Ótima opção para iluminar ambientes que não possuem pouca ou nenhuma janela.

• É a porta de correr, esquadrias de aço, alumínio ou madeira.

• São elementos vazados, normalmente feitos em cimento, que completam paredes e muros para possibilitar maior ventilação na sua casa.

• Normalmente possuem venezianas e são instaladas em cômodos com acesso a varandas, sacadas ou jardins.

15


Issue #: [Date]

Quem disse que boas ideias precisam ter alto custo?

A Lâmpada de Moser é tão somente uma garrafa transparente, cheia de água, que deixa a luz do dia passar pelo telhado e a espalha pelo ambiente. As garrafas, encaixadas num buraco no telhado, espalham os raios de sol no recinto, com iluminação semelhante às lâmpadas com potência entre 40 e 60 watts. Ela também é versátil pois pode ser instalada em diferentes tipos de telhado, além de ser praticamente de graça, o que não acontece com uma telha de vidro ou similar.

Ocupação Eliana Silva

Outras maneiras de deixar a luz entrar...

Combine peças cerâmicas. Assim, você conseguirá criar aberturas sem que seja necessário adquirir janelas.

Você vai precisar de: 1. 2. 3. 4. 5.

garrafa pet transparente; água; água sanitária ou cloro; tubo de filme fotográfico (ou qualquer outra coisa para proteger a tampa da garrafa); massa de calafetar ou de vidraceiro.

Como fazer: 1.

2. 3.

Encha a garrafa pet com água. Em seguida, acrescente 4 colheres de água sanitária ou cloro e tampe a garrafa, para que a água não evapore com facilidade; Coloque a proteção (tubo de filme fotográfico, por exemplo) na tampa para que, em contato com o sol, não haja ressecamento do material; A garrafa deve ser introduzida no telhado, em um buraco do mesmo diâmetro da garrafa. Depois disso, coloque massa de calafetar ou massa de vidraceiro, para vedar bem e evitar goteiras.

Virar os tijolos na hora da construção também é uma forma de garantir iluminação e promover uma melhor circulação do ar de dentro para fora da sua casa. Uma boa ideia seria voltá-los para a área de serviço. Assim, além do ar fresco, entraria mais umidade para sua casa.Experimente usar o cobogó ou tijolos virados conforme o esquema abaixo:

Porta 16


Issue #: [Date]

Ocupação Eliana Silva

Como deixar sua casa mais ventilada A melhor forma de promover a circulação do ar no interior de uma edificação é adotar o sistema de ventilação cruzada, principalmente em locais quentes e úmidos. A ventilação cruzada é quando os vãos (janelas e portas) de um ambiente são colocados em paredes opostas, no sentido dos ventos locais permitindo a entrada e saída do ar.Traz higienização dos ambientes através da renovação do ar, e diminuição da temperatura no interior dos ambientes. Veja abaixo algumas dicas que podem lhe garantir uma casa fresca e agradável: Direção do vento

Paredes com alturas diferentes

• •

Teto baixo Poucas janelas

• •

Teto mais alto Várias aberturas

Uma opção é a diferença de altura entre as paredes da edificação, que fazem com que o ar quente suba e não fique acumulado. Isto pode ser conseguido através de uma inclinação maior do telhado e com o acréscimo de poucas fiadas a uma única parede em sua construção.

17


Issue #: [Date]

Ocupação Eliana Silva

Paredes com expessuras diferentes

CALOR DO SOL

CALOR DO SOL

Tijolo usado em “uma vez”ou “deitado”.

FIQUE ATENTO! Se preocupar com a ventilação é algo importante! Caso isso seja feito, você conseguirá evitar gastos futuros com recursos de refrigeração (além da conta de energia) e ainda sofrerá muito desconforto nos dias quentes de verão.

Tijolo usado em “meia vez”ou “em pé”.

NÃO SE ESQUEÇA! Muitas das dicas aprendidas em Iluminação Natural (página 15 ) podem ser aplicadas neste capítulo! Experimente combinar os tipos de aberturas mencionados anteriormente em direções opostas e você terá uma casa fresca e iluminada!

18


Issue #: [Date]

Ocupação Eliana Silva

Como levantar a alvenaria Primeira fiada

1

1 A primeira fiada de blocos deve ser executada com bastante atenção, pois servirá de marcação para toda a parede. Para melhorar a aderência, umedeça a área locada com auxílio de uma brocha.

2

2 Inicie o assentamento dos blocos pelos cantos das paredes, espalhando a argamassa, com colher de pedreiro, no local umedecido previamente. Faça na argamassa um sulco que seja proporcional à largura dos blocos, para facilitar o assentamento.

3 3 Encaixe os blocos nas barras de aço, em espera ou arranque, da fundação. A argamassa usada entre as fiadas de blocos ou juntas deve ter 1 cm de espessura.

4 Amarre e estique o fio de náilon em blocos posicionados nas extremidades da primeira fiada, para que sirva de referência aos demais blocos da mesma fiada.

4

19


Issue #: [Date]

Ocupação Eliana Silva

Demais fiadas 1 O assentamento das demais fiadas é feito com o posicionamento da régua de marcação nas extremidades da primeira fiada.

2 Comece a construção de cada parede pelos cantos, assentando os blocos com junta amarrada. 3 Amarre o fio de náilon nos blocos das extremidades ou utilize um esticador de linha, formando uma linha de referência para o assentamento de toda a fiada.

1

3

2

20


Issue #: [Date]

Ocupação Eliana Silva

4

4 Assente os demais blocos, completando a fiada. Lembre-se, ao executar esta etapa, de seguir o fio de referência e verificar o nível e o prumo. Ao assentar preencha as juntas verticais com a colher de pedreiro.

5 Passe os conduítes e a tubulação hidráulica por dentro dos blocos até atingirem as respectivas saídas, como a caixa do interruptor ou a tomada, evitando cortar a parede para posicionar as instalações.

5

6

Verga e contra-verga

6 Quando a parede atingir a altura correta das aberturas de portas e janelas, instale a verga e a contra-verga. Ambas utilizam blocos canaletas, 1 barra de 3/8” e preenchimento com graute. A área de sobreposição entre a canaleta e a parede deve ser, no mínimo, de 20 cm. Para a construção da verga contínua (que serve à porta e à janela), utilize escoras de madeira.

21


Issue #: [Date]

Ocupação Eliana Silva

O que acontece se eu não fizer a verga e a contra-verga?

7 Nas extremidades e cantos, a alvenaria deve ser reforçada verticalmente com graute, resultando em pilaretes armados. Para isso, é necessário remover todo o resíduo interno dos blocos assentados, na projeção de um furo, considerando sempre a amarração da alvenaria. Para facilitar a limpeza, faça um furo na lateral do bloco da primeira fiada, que servirá como saída para os demais resíduos. A limpeza deve ser feita, aproximadamente, a cada 6 fiadas, utilizando-se uma barra de aço para retirar as rebarbas das juntas. A limpeza permite uma continuidade do graute ao longo da parede e a melhor aderência ao bloco.

7

8 Depois de completar todas as fiadas, insira uma barra nos cantos ou na espera (arranque) de aço, preparando-os para receber o graute. Veja na página seguinte como preparar o graute.

9 Despeje o graute na proporção indicada, não ultrapassando 1,60m de altura.

9

8

SAIBA MAIS O graute, também conhecido como microconcreto, possui pedrisco ou brita zero em sua composição. Sua função é enrijecer o local onde é aplicado, dando maior resistência à alvenaria estrutural. É possível comprar a mistura em pó pronta para uso, sendo necessário somente adicionar água. Verifique as instruções do fabricante.

22


Issue #: [Date]

Ocupação Eliana Silva

A imporância da distribuição dos blocos Para maior economia usando alvenaria estrutural é recomendável planejar a sua casa de acordo com os blocos que você usará. A partir do tamanho do bloco escolhido você poderá criar espaços

evitando o máximo de

disperdício. Eles serão os elementos definidores das dimensões dos seus ambientes.

CONSTRUÇÃO NÃORACIONALIZADA Neste método a construção da edificação é feita sem se pensar no número e tamanho dos blocos a serem usados. Isso fará com que haja

desperdício de tempo, material e dinheiro.

ENTULHO DE OBRA

CONSTRUÇÃO RARIONALIZADA É fundamentada em um dos princípios da Racionalização Construtiva, o qual se baseia na utilização do tamanho dos blocos para definição do tamanho dos ambientes. Logo, vale a pena lembrar de suas dimensões para alcançar a altura e a largura da parede do cômodo desejados. Desse

melhor aproveitamento do seu material e evitará gastos desnecessários. Com isso, você modo,

você

terá

o

poderá utilizar esa margem de dinheiro para investir em outras partes do projeto. A seguir, veja algumas técnicas de racionalização.

ENTULHO DE OBRA

23


Issue #: [Date]

Ocupação Eliana Silva

Como ter uma construção econômica Confira o esquema abaixo e tenha o melhor aproveitamento do seu material

Considerando que foi usada a família de blocos 14x19x39 para construir a parede ao lado, temos: Altura da parede = 11 blocos = 11 x 19 cm (altura do bloco)= 2,09 metros

Largura da parede = 7 blocos = 7 x 39cm (largura do bloco) = 2,73 metros

Como foi possível observar, não foi preciso cortar nenhum bloco e houve 100% de aproveitamento do material, evitando acúmulo de entulhos e dinheiro jogado fora.

Família dos blocos

Amarrações dos blocos

24


Issue #: [Date]

Ocupação Eliana Silva

Referências: •

http://centrodeartigos.com/tudosobre/artigo-14002.html / Acesso no dia 22/05/2014 às 14:23

http://www.mom.arq.ufmg.br/mom/09_ida/idabanco4/cadastro/p_cadastro/equipamento/Corpo_ce ntro_equipamento_2.php?idEquipamento=15 Acesso no dia 22/05/2014 às 15:40

http://tamoios.wordpress.com/lojas/a-construcao-em-alvenaria-aprenda-a-levantar-peredes/ Acesso no dia 22/05/2014 às 15:55

http://www.fazfacil.com.br/reforma-construcao/como-fazer-uma-parede/2/ Acesso no dia 25/05/2014 às 14:10

http://www.fazerfacil.com.br/Construcao/fundacao.htm Acesso no dia 25/05/2014 às 18:30

http://www.cec.com.br/dicas-construcao-como-fazer-fundacao-em-terreno-firme?id=94 Acesso no dia 26/05/2014 às 21:40

http://construindominhacasa.com/construcao/alicerce/nggallery/thumbnails/ Acesso no dia 26/05/2014 às 22:00

http://maosaobra.org.br/fasciculos/terreno-e-fundacoes/ Acesso no dia 26/05/2014 às 22:20

http://maosaobra.org.br/fasciculos/alvenaria-2/ Acesso no dia 27/05/2014 às 09:00

http://tatyanecamillo.blogspot.com.br/2010/09/radier-sapata-corrida-ou-viga-baldrame.html Acesso no dia 27/05/2014 às 09:15

25

Cartilha Alvenaria Estrutural - Ocupação Eliana Silva  

Trabalho de graduação realizado no 4 período de Arquitetura e Urbanismo para a disciplina Alvenaria Estrutural da PUC Minas. Professor orie...

Cartilha Alvenaria Estrutural - Ocupação Eliana Silva  

Trabalho de graduação realizado no 4 período de Arquitetura e Urbanismo para a disciplina Alvenaria Estrutural da PUC Minas. Professor orie...

Advertisement