Page 1

Boas Práticas

Nome d a empresa

Título do artigo principal

Edição 6 Este artigo pode conter de 175 a 225 palavras. O objetivo do boletim informativo é fornecer informações especializadas para um público-alvo. Os boletins informativos são um excelente meio de anunciar produtos ou serviços, além de gerar credibilidade e criar uma identidade entre seus parceiros, funcionários ou prestadores de serviço. Primeiro, determine o públicoalvo. Poderá ser qualquer um que se beneficie com o seu conteúdo, por exemplo, funcionários ou pessoas interessadas em comprar um produto ou solicitar um serviço.

Se explorar o catálogo do Publisher, você encontrará muitas publicações que irão combinar com o estilo do boletim informativo.

Setembro de 2016

Depois, estabeleça o tempo e o valor que estará disposto a investir no boletim informativo. Esses fatores ajudarão a determinar a periodicidade de distribuição e o tamanho do boletim Legenda da imagem ou do elemento gráfico. informativo. Para que seja considerado uma fonte de informação consistente, é recomendável uma distribuição trimestral, no mínimo. Seus clientes ou funcionários aguardarão ansiosos a sua tiragem.

Você poderá organizar uma lista de endereçamento a partir de cartões-resposta comerciais, cadastros de clientes, cartões de visita ou listas de associação em geral.

Interesses especiais: 

Sintetize aqui seus interesses.

Sintetize aqui seus interesses.

Sintetize aqui seus interesses.

Sintetize aqui seus interesses.

Nesta edição:

Artigo interno

2

Artigo interno

2

Artigo interno

2

Artigo interno

3

Artigo interno

4

Artigo interno

5

Artigo interno

6

Título do artigo secundário

Este artigo pode conter de 75 a 125 palavras. O título é uma parte importante do boletim informativo e deve ser escolhido com muito cuidado. Ou seja, ele deve representar precisamente o conteúdo do artigo e transmitir uma idéia

geral. Pense no título antes de escrever o artigo, isso ajuda a manter o foco no assunto principal. Aqui estão alguns exemplos de títulos: "Produto Ganha Prêmio Industrial"; "Novo Produto Pode Economizar Seu Tempo!"; "Recorde de Lucros" e "Agora Uma Nova Filial Perto de Vo-

cê".


Página 2

Boas Práticas Direção-geral Liane de Oliveira Bayer

Supervisão DIRETORIA DE ENSINO DA REGIÃO DE DIADEMA

Rua Cristovão Jaques, 113 - Vila Nogueira Diadema - SP - CEP 09942-190

Lilian Pino Arroyo do Valle

Direção Eva Gonçalves Ramos (Diretor I – NPE) Marcelo Ferreira Jacote (LEM)

Editor de Arte e Diagramação Quer publicar alguma ação da sua escola aqui?

Marcelo Ferreira Jacote (LEM) Entre em contato conosco! Tel: 4053– 4761 Email: npediadema@gmail.com

Revisão Gramatical Débora Silva (Língua Portuguesa) Marcelo Ferreira Jacote (LEM)

Essa publicação é mais uma ação do Núcleo Pedagógico—DE Diadema

Reportagem

Ana Maria da Silva Camillo, Cassia Mesquita, Edna Maria de Souza Rodrigues, Marcelo F. Jacote, Marco Bolotario, Maria Aparecida Cirilo, Marly Ribeiro Gaúna, Mirza, Patrícia Magalhães dos Santos Silva, Telma Soares © 2015 Diretoria de Ensino da Região de Diadema - Todos os Direitos Reservados.

Colaboradores - PCNPs Adriana Santana (Artes), Aline Forti Mangile (Educação Especial), Ana Lígia Guimarães (Anos Iniciais), Ana Paula Teixeira Santos (Analista Sócio Cultural), Carlos Alberto Ferreira (Educação Física), Cristiane Silva Savanachi (Matemática), David Ricardo Mioto (Matemática), Débora Silva (Língua Portuguesa), Elba Vianna Modesto (Programa Escola da Família), Marco Antonio Bolotario (Geografia), Maria Aparecida Cirilo (Geografia), Maria Janayne Barbosa da Cruz (Língua Portuguesa), Miriam Generosa (Anos Iniciais), Rosi Marina Candido (Anos Iniciais), Sonia Ramos Mello (Anos Iniciais),Valéria Acosta Guardiola (Física). Agradecimentos Ao Núcleo Pedagógico e a todos os profissionais da educação da Rede Pública Estadual de Diadema.


Página 3

Boas Práticas

MEDALHA DE OURO NO PROJETO OLIMPÍADAS No dia 12 de agosto de 2016, concretizou-se a exposição do Projeto Olimpíadas da E.E. Padre Anchieta. Foram dois bimestres de estudos e pesquisas, que envolveram toda a comunidade escolar em prol de um mesmo objetivo: resgatar o espírito olímpico. Os alunos aprenderam que as Olimpíadas vão além dos esportes, pois pesquisaram diversos assuntos e curiosidades dos países e suas bandeiras. Estudaram os estádios brasileiros que receberam os atletas, fazendo uma exposição de maquetes desses estádios. A História das Olimpíadas foi abordada de forma interdisciplinar, envolvendo as várias áreas de conhecimento. A Sala de Recursos trabalhou com a coordenação motora dos alunos, fazendo uma colagem com E.V.A. representando os anéis olímpicos, além de pesquisas sobre outros símbolos. A Sala de Leitura não poderia ficar de fora, as alunas do Programa Sala de Leitura juntamente com os alunos dos 6ºs anos , ficaram responsáveis pela solenidade do evento, após o Hino Nacional as alunas vestidas de Gregas desfilaram com tochas ao som da música “Chariots Of Fire” (Carruagens de Fogo) que renderam vários elogios e surpreenderam a todos os presentes. No Ensino Médio noturno, foi organizado um festival olímpico com várias modalidades esportivas que rendeu uma disputa entre salas. O grêmio Jovens Pensadores, juntamente com os professores do noturno, organizaram todas as atividades. Todos que visitaram a exposição tiveram a oportunidade de conhecer as Olimpíadas em sua totalidade de uma forma lúdica e interativa, pois além do contato com alunos que explicavam em cada sala o tema exposto, usaram recursos tecnológicos e multimídia, abrilhantando o evento. A equipe gestora e o grupo de professores constataram, mais uma vez, a importância de um trabalho planejado, visando à aprendizagem do aluno, envolvendo-o em atividades que vão além da sala de aula, utilizando suas habilidades de cooperação, criatividade, leitura, escrita, interpretação, arte, argumentação, raciocínio lógico, entre outras tantas. Edna Maria de Souza Rodrigues e Patrícia Magalhães dos Santos Silva


Edição 6

Página 4

Xadrez é Mais Educação na EE José Mauro de Vasconcelos Dia destinado à Família é marcado por atividades do Programa Mais Educação No dia 21 de maio de 2016, a EE José Mauro de Vasconcelos promoveu o Dia da Família, com o desenvolvimento de atividades das oficinas do Programa Mais Educação, integrado com as atividades regulares do currículo. Apesar da chuva, a escola recebeu pais, alunos, professores, monitores e demais membros da comunidade escolar. O dia foi marcado por uma pequena mostra das oficinas do programa, que ocorrem diariamente, havendo atividades de xadrez, arte e esportes. A oficina de xadrez contou com a presença do enxadrista Artur Lopes, que representa Diadema em competições oficiais do esporte. Para os monitores de xadrez, Anderson Willians e Jeferson Rodrigo, a presença de um profissional faz com que as crianças tenham uma motivação a mais para aprender a modalidade esportiva pouco reconhecida no Brasil. “Foi um dia atípico para o xadrez, nunca vi tantas pessoas interessadas em aprender um esporte tão pouco divulgado”. – declara Artur, sobre a quantidade de pais e alunos da escola que estavam na oficina. “Esses momentos nos fazem perceber que vale a pena continuar acreditando que o xadrez pode, de fato, mudar a vida das crianças”. – continua o enxadrista. Outra oficina de grande repercussão foi a de arte, voltada para a confecção de origamis. “As crianças e os pais adoraram, embora seja uma atividade já desenvolvida no Mais Educação e nas aulas regulares de arte”. – diz Paulo Saraguza, professor de arte da escola. Quanto às atividades de esporte, o monitor dessa oficina, professor Edson Gomes, que também é professor da rede, organizou um pequeno campeonato de handebol entre os alunos da escola. Segundo a diretora da escola, Prof. Isabel Aparecida Colletti, o programa Mais Educação, por meio do xadrez, informática e as outras atividades, tem dado resultados positivos para a escola, pois as crianças têm apresentado uma evolução, na aprendizagem e compromisso com as aulas. – Estamos muito felizes com o trabalho e o envolvimento dos monitores, as crianças esperam ansiosas pelo momento da aula e isso já está refletindo no cotidiano escolar, de forma bastante positiva. No entanto, não podemos atender todas as crianças da escola neste momento, mas como a procura pelas atividades é cada vez maior e priorizamos as crianças que apresentam maior dificuldade de aprendizagem, posteriormente pretendemos ampliar o programa. O programa Mais Educação conta com oficinas diárias de xadrez, informática, arte, esportes e letramento, atendendo este ano 100 crianças dos 4º e 5º anos, regularmente matriculadas e frequentes na unidade escolar. Equipe Gestora


Página 5

Boas Práticas

A vez e a voz é d el es A palavra protagonismo vem de “protos”, que em latim significa principal, o primeiro, e de “agonistes”, que quer dizer lutador, competidor. Este termo, muito utilizado pelo teatro para definir o personagem principal de uma encenação, foi incorporado à Educação por Antonio Carlos Gomes da Costa, educador mineiro que vem desenvolvendo uma nova prática educativa com jovens. Dentro da idéia de protagonismo juvenil proposta por Gomes da Costa, o jovem é tomado como elemento central da prática educativa, que participa de todas as fases desta prática, desde a elaboração, execução até a avaliação das ações propostas. Aconteceu durante os meses de Abril, Maio e finalizado em Junho com os alunos dos 1º e 2º Anos do Ensino Médio da Escola Estadual Vila Socialista com o Projeto “Resgatando Valores” orientado pela Professora de Arte, Rosa Cristina Facca, com auxílio dos outros professores do Ensino Médio. Os alunos dos 1º Anos trabalharam em grupo realizando pesquisas na Sala do Acessa, desenvolvendo e apresentando suas obras-primas com a temática do Grafismo. Já os alunos dos 2º Anos pensaram em temas que estivesse próximo da realidade deles, tais como: “Gravidez na Adolescência” – 2º Ano A; “Bullying” – 2º Ano B; “Homofobia” – 2º Ano C e “Brinquedoteca” – 2º Ano D. Houveram convidados que abrilhantaram ainda mais este trabalho e por fim os alunos do 2º Ano B ainda apresentaram um coral fechando com chave de ouro. Mais do que exposição de trabalhos, esses alunos tiveram como objetivo “tocar” o outro, pois eles perceberam que eles são afetados quando o outro é afetado. Parabéns a todos que se empenharam nesse grande projeto! Ana Maria da Silva Camillo


Edição 6

Página 6

Projeto Olimpíadas 2016 EE João de Melo Macedo Com o objetivo de integrar os alunos e torná-los cada vez mais parte do ambiente escolar, e para que nosso dia a dia esteja mais próximo de uma aprendizagem significativa, o projeto Olímpiadas 2016 na EE João de Melo Macedo foi marcado em reconhecer o evento Olimpíadas dentro do processo histórico ocidental, suas características e funções, na antiguidade e atualidade. Apresentando à comunidade escolar as origens do maior evento esportivo existente na atualidade, verificando as cidades que já sediaram os Jogos Olímpicos Modernos, aprender cores das bandeiras dos principais países participantes, conhecer as modalidades olímpicas antigas e atuais e desenvolver consciência do espírito esportivo e principalmente compreender que além das Olimpíadas, os Gregos contribuíram também em outras áreas como Artes, Ciências, História, Política, Línguas e Matemática, onde em cada disciplina foi desenvolvido um tema que está inserido no currículo. A professora da Sala de Leitura Neusa idealizou e promoveu um Quiz Olímpico no decorrer do projeto promovendo um interclasses por período muito disputado e divertido, no qual os alunos aprenderam mais sobre as Olimpíadas. No dia 17/06/16 foi feito o encerramento do projeto com exposições de maquetes feitas nas aulas de geografia com a professora Solange, apresentação de comidas típicas de alguns países participantes das Olímpiadas Rio 2016 orientadas pelas professoras de Língua Portuguesa Aparecida Rosa e Lillian; intervenções de modalidades esportivas no intervalo e desfile de mascotes criados pelos alunos orientados pelos professores Neime e Bismark, de arte; desfile de bandeiras e encenações sobre algumas modalidades muito bem orientados pelo professor André, de história; quadros de Dopping com orientação dos professores Fernanda de ciências e Gilberto de biologia e quadro de medalhas das últimas quatro olímpiadas da era moderna com os professores Elaine e Nilton de Matemática e a ajuda na organização dos professores Irailton, Eder e Manoel e todo o corpo docente e funcionários. Desenvolver estratégias diferentes com as atividades pedagógicas, movimenta a escola e contribui para que os alunos e professores tenham momentos de aprendizado e envolvimento.

Cassia Mesquita - Coordenadora Pedagógica


Página 7

Boas Práticas

Viajando pelo mundo da leitura!! Sala de Leitura O Projeto Leitura da obra “De repente, nas profundezas do bosque de Omóz Oz” na Escola Estadual Prof.Délcio de Souza Cunha nos meses de março, abril e maio. O trabalho foi realizado com os 7º, anos, as professoras Marly da Sala de Leitura e Luzia de Língua Portuguesa. Essa parceria entre os docentes fez possível uma ampliação do projeto e a formação de novos leitores. A presente proposta de prática de leitura é de suma importância e propõe a organização de uma situação didática com algumas modalidades de leitura: que foi a leitura feita pela professora da sala de leitura, associada à leitura programada e colaborativa dos alunos. Essas modalidades combinadas foram uma forma de organização do trabalho altamente indicado, para que os alunos percebam o professor como leitor e para se discutir coletivamente o título “ De repente, nas profundezas do bosque”, que é considerado difícil para os alunos entenderem. O professor como mediador fez os alunos refletirem sobre o título da obra, e como eles poderiam imaginar como seria essa história, assim o professor foi mostrando possibilidades do que poderia acontecer pensando nas palavras (profundezas do bosque) contando um pouco da história. Assim, durante todo o processo de leitura e escrita dos capítulos trabalharam juntos, professor e alunos para que todos trocassem saberes. Foi elaborada uma atividade de análise para cada capítulo da obra, e o preenchimento de esquema com personagens do romance e suas características mais marcantes, fatos importantes e possíveis pistas. Assim, foram envolvendo os conhecimentos prévios sobre o que foi lido; levando hipóteses sobre os conteúdos ou propriedades dos capítulos; checar as hipóteses, localizar informações, comparar informações. Portanto, resume – se a finalidade maior da proposição da prática da leitura e escrita: promover o desenvolvimento de capacidade leitora e escritora, colocando os conhecimentos da teoria literária a serviço da fruição. Após a finalização da leitura e análise da obra, que foi apresentada em grupo. Cada grupo ficou responsável pela apresentação de capítulos para finalizar o projeto, as professoras envolvidas junto com a coordenação fizeram a escolha do melhor trabalho apresentado para participar do evento que ocorreu no mês de junho, para apresentação de vários trabalhos desenvolvidos pela Sala de Leitura em parceria com os professores e Gestores. Para dar continuidade nesse projeto, elaboramos novas propostas de atividades como: a leitura de crônicas, fábulas, poesias os clássicos e obras para o vestibular, sempre com intenção de motivá-los. Marly Ribeiro Gaúna - Sala de Leitura


Edição 6

Página 8

PÁSCOA, AMOR E PARTILHA “Comemorar a Páscoa é dizer sim ao amor e à vida, é o renascer de uma nova vida dentro de cada um de nós.” Na E.E. EÇA DE QUEIRÓZ, em 24 de Março houve uma confraternização , partilhando com fraternidade um lanche comunitário nos intervalos de cada período com alunos, professores, funcionários e a comunidade. Desta forma, além de refletirmos sobre o momento da Páscoa, em diferentes culturas, ampliamos nossas discussões trazendo a reflexão de conceitos como: lealdade, companheirismo, participação do “outro” na vida de cada um e os direitos humanos. Aos educandos desde cedo é ensinado que Páscoa é tempo de partilhar as virtudes da paz e amor entre os homens, é tempo de libertar, perdoar, tempo de amar!!!!!

Mirza - Porfessora Coordenadora

Orientação Técnica Com o objetivo de fortalecer o trabalho do professor coordenador, o Núcleo Pedagógico da Diretoria de Ensino – Diadema realizou no dia 25/08/2016 a orientação técnica na qual abordou-se o papel do coordenador e as habilidades necessárias para o desenvolvimento de ações metodológicas para subsidiar o professor em sala de aula. Foram apresentados temas como ferramenta de trabalho, o acervo bibliográfico e as diversas formas de pesquisa, as ferramentas tecnológicas facilitadoras ao trabalho de toda a equipe e os recursos oferecidos pela plataforma SED (Secretaria Escolar Digital). Em continuidade ao encontro produtivo, foi proposto o momento para reflexão dos assuntos abordados por meio de estudos de caso compartilhados entre os presentes.

Marco Bolotario - PCNP Geografia


Página 9

Boas Práticas

OT Diversidade Sexual e de Gênero A orientação técnica foi realizada no dia 18 de agosto, conduzida pelo Supervisor Marcos Rodrigues de Souza e a PCNP- História Maria Aparecida Cirilo e com a participação do professor Thiago Teixeira Sabatine, coordenador do NINC (Núcleo Inclusão Educacional) e o Sr. Cássio Rodrigo de Oliveira Silva – Coordenador das Políticas para a Diversidade Sexual do Estado de São Paulo. O objetivo principal desse encontro foi o de orientar e oferecer aos gestores, professores coordenadores, professores mediadores, conhecimentos sobre a temática, para que possam desenvolver ações na escola voltadas ao tema, com a finalidade de promover o respeito à diversidade. Contamos, também, com a participação de uma dançarina com objetivo de demonstrar a dança como forma de comunicação, trabalhando questões relacionadas a diversidade e sexualidade. Para finalizar foi apresentado o vídeo Vestido Novo para reflexão da temática. Em seguida foi proposto a realização de um projeto na unidade escolar com o objetivo de uma mostra cultural para a comunidade.

Maria Aparecida Cirilo– PCNP História


Edição 6

Página 10

Educação Em Economia Solidária A Escola João Ramalho em parceria com a Casa de Economia Solidária de Diadema, realizou no dia 13 de Agosto, o lançamento oficial do projeto de Economia Solidária para nossa comunidade. Esta parceria inclui o projeto de horta, a pintura muralista, o desenvolvimento do Jornal JR e os Ecobags para coleta de material reciclável. O evento contou com a presença animada do Grupo Matéria Rima que utiliza o hip hop como ferramenta de educação, o Projeto Okavango que trabalha com a recuperação de móveis e estofados doados ou descartados em vias públicas, a Gastromotiva que realiza a inclusão social através da gastronomia, o Grupo de Rap Segunda Chance e lindas apresentações como o Sarau produzido pelos alunos da escola e uma apresentação de dança da escola convidada Nicéia Albarello. Fomos prestigiados pela Dirigente Regional de Ensino professora Liane de O. Bayer, além de autoridades locais como a primeira dama do município de Diadema Caroline Michels representando o Fundo Social de Solidariedade. Essa é uma ação que visa transformar o espaço escolar em um local dinâmico de aprendizado associado ao cotidiano e que busque despertar a juventude e a comunidade para as possibilidades de que a escola vá além da sala de aula. Equipe Gestora


Página 11

Boas Práticas

Intervalo Recreativo Com intuito de promover para os alunos da EE João de Melo Macedo o prazer em estar na escola, os intervalos no segundo semestre agora são recreativos com algumas atividades e brincadeiras de pular corda, tênis de mesa, cantinho da leitura com gibis, revistas, livros e músicas com play list elaborado pelos alunos e selecionado pela Agente de Organização Escolar Erica que aceitou o desafio da nova Diretora Olivia Carmela com a colaboração das demais Agentes Marisa, Cleonice, Fernanda, Wilma e Cleide. Os alunos dos três períodos (manhã-tarde-noite) aprovaram a mudança e as aulas após o intervalo ficaram ainda mais produtivas não tendo mais tanta correria de pega-pega principalmente nos intervalos dos Anos Iniciais. Equipe Gestora

Concu rso Nacional No vos Po etas. Prêmio Sarau Brasil 2016 O Prêmio Sarau Brasil 2016 teve 250 poemas classificados que resultaram no livro Antologia Poética. Nesta edição do concurso, Telma Soares, desta Diretoria, que sempre nos agracia com suas obras em nossa Revista Digital, teve um de seus poemas publicado. Esse poema pode ser conferido na página 12. Parabéns, Telma!!!

Marcelo F. Jacote - PCNP LEM


Edição 6

Página 12

POESIA

DEIXEM-ME CHORAR

Se acaso virem-me chorar Por favor, deixem-me! Choro por uma partida, que alterou minha vida Obrigou-me desviar de caminhos, lugares que adorava passar. Se acaso eu chorar, quem sabe alguém chore comigo? Choremos pela humanidade, por um povo alforriado Sem a liberdade de ir e vir. Choremos pelas crianças, que, pelos pais são abandonadas, Pelos mesmos são espancadas, por janelas são atiradas, Por quem só tinha a obrigação de amar. Choremos pelos negros, que, por não terem a pele clara Por um grupo são discriminados, espancados e de forma vil São assassinados. Choremos pelos que mendigam, que, por não terem bens, nem voz Em seus corpos tem fogo ateado... Poderia ser qualquer um de nós. Choremos pelos mais velhos, de pés, mãos e rostos calejados Com o peso dos anos tem o corpo arriado Pelos mais jovens são desrespeitados Esquecendo-se que, para eles, o tempo também irá passar Choremos pela Somália de mulheres mutiladas, pelo Haiti, Pela miséria desumana, por guerras insanas... Choremos por eles, por nós e pelos que hão de vir. (Telma Soares)


Página 13

Boas Práticas

Aniversário do Programa Escola da Família No mês de agosto de 2016 o Programa Escola da Família completa 13 anos, proporcionando a abertura de escolas da Rede Estadual de Ensino, aos finais de semana, com o objetivo de criar uma cultura de paz, despertar potencialidades e ampliar os horizontes culturais de seus participantes. Agradecemos a todos que colaboram para o desenvolvimento nos eixos: cultura, esporte, trabalho e saúde para uma Cultura de Paz em nossas escolas que atendem ao Programa Escola da Família: EE Anecondes Alves Ferreira, EE Antonieta Borges Alves, EE Homero Silva, EE Maria Carolina Cassini Cardim , EE Mércia Artimos Maron , EE Nicéia Albarello Ferrari, EE Orígenes Lessa, EE Tristão de Athaíde e EE Vila Socialista.

Boas práticas 6  
Boas práticas 6  

Revista Digital da Diretoria de Ensino de Diadema

Advertisement