Page 1


L O N G E V I D A D E

Longevidade_MIOLO rev.indd 1

27/07/2017 13:52:57


Longevidade_MIOLO rev.indd 2

27/07/2017 13:52:57


clovis dattoli

LO N G E V I D A D E Como se preparar para uma vida longa e bem­‑sucedida

talentos da literatura brasileira

SĂŁo Paulo, 2017

Longevidade_MIOLO rev.indd 3

27/07/2017 13:52:57


Longevidade: como se preparar para uma vida longa e bem­‑sucedida Copyright © 2017 by José Clovis Batista Dattoli Copyright © 2017 by Novo Século Editora Ltda.

coordenação editorial Vitor Donofrio aquisições Cleber Vasconcelos

capa Dimitry Uziel diagramação João Paulo Putini

editorial João Paulo Putini Nair Ferraz Rebeca Lacerda

revisão Larissa Caldin Equipe Novo Século

Texto de acordo com as normas do Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa (1990), em vigor desde 1o de janeiro de 2009.

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (cip) Dattoli, Clovis Longevidade : como se preparar para uma vida longa e bem­‑sucedida Clovis Dattoli Barueri, SP: Novo Século Editora, 2017. (Coleção Talentos da literatura brasileira) 1. Aposentadoria – Planejamento 2. Sucesso 3. Autorrealização 4. Idosos – Qualidade de vida I. Título. 17­‑1049

cdd­‑155.672

Índice para catálogo sistemático: 1. Desenvolvimento pessoal : Idosos 155.672

novo século editora ltda. Alameda Araguaia, 2190 – Bloco A – 11o andar – Conjunto 1111 cep 06455­‑000 – Alphaville Industrial, Barueri – sp – Brasil Tel.: (11) 3699­‑7107 | Fax: (11) 3699­‑7323 www.gruponovoseculo.com.br | atendimento@novoseculo.com.br

Longevidade_MIOLO rev.indd 4

27/07/2017 13:52:57


Aos meus queridos pais, felizmente longevos, com admirável saúde e absoluta lucidez no limiar dos 89 anos de existência, pelo carinho e incentivo tão importantes em cada passo e em cada etapa da minha jornada até aqui. À minha esposa e aos meus dois filhos abençoados, por estarem sempre presentes, pelo apoio, compreensão, energia e companheirismo de todas as horas.

Longevidade_MIOLO rev.indd 5

27/07/2017 13:52:57


Longevidade_MIOLO rev.indd 6

27/07/2017 13:52:57


SUMÁRIO prefácio 9 introdução 13 parte 1. envelhecimento e aposentadoria: conceitos, abordagens, cenários Visão positiva do envelhecimento e da aposentadoria 23 Aumento progressivo da longevidade 31 e crescimento da população +60 Significado da aposentadoria 36 Tipos de aposentadoria e tipos de aposentandos 40 Ambiente institucional e legal a respeito de preparação 43 para aposentadoria no Brasil Riscos de não se preparar para a aposentadoria 45 O cenário da preparação para a aposentadoria no Brasil 51 E o que se passa na cabeça de alguém que se sente inseguro, 54 ou despreparado, para aposentar­‑se? Minha preparação e percepções pessoais sobre 57 essa nova etapa da vida Praticar o desapego e a aceitação como fatores de sabedoria 65 Reflexões preparatórias para a estruturação do seu 67 projeto de vida (estimulando a consciência) Ser idoso e ser velho – qual é mesmo a relevância disso? 69 Qualidade de vida como uma filosofia permanente 75

Longevidade_MIOLO rev.indd 7

27/07/2017 13:52:57


parte 2. estruturação geral de um bom projeto de vida para ser ativo e feliz no segundo tempo da sua existência 1) Autoconhecimento e espiritualidade 85 2) Relacionamentos 106 3) Saúde e qualidade de vida 118 4) Finanças pessoais e familiares 126 5) Empreendedorismo 141 6) Segunda carreira profissional 145 7) Autodesenvolvimento 151 8) Voluntariado 157 9) Visão positiva da vida: pensamentos e atitudes 164 Elabore o seu projeto de vida com 171 método e com boa antecedência Programa de preparação para a aposentadoria (PPA) 176 Uma reflexão final 178

notas 183 apêndices apêndice 1. Como praticar a meditação 191 (orientações gerais para principiantes) apêndice 2. Prepare­‑se para uma vida longa e bem­‑sucedida 195 – Ferramenta (modelo sugerido) apêndice 3. Detalhamento de um Programa 201 de Preparação para a Aposentadoria (PPA)

agradecimentos 219

Longevidade_MIOLO rev.indd 8

27/07/2017 13:52:57


Prefácio

Durante nossa vida, a pressão social, a dura rotina no tra‑ balho e/ou a rotina na família levam, em algum momento, a um aumento da ansiedade e do estresse. Vamos buscando o equilíbrio, alternando abundância e escassez, seja de recursos (dinheiro, bens ou vontades), de saúde ou de tempo. Com a aposentadoria, o equilíbrio entre essas variáveis muda a partir da redefinição do tempo, permanente restrição de todos que têm uma vida ativa e produtiva. Ao que parece inicialmente ser uma boa notícia, a ausência de restrições de tempo joga luz so‑ bre como nos planejamos para essa fase da vida, em que deve‑ mos usufruir dos recursos e aproveitar as amizades, escolhendo novas motivações para continuarmos sendo úteis à sociedade. Em Longevidade: Como se preparar para uma vida longa e bem­‑sucedida, temos a oportunidade de refletir sobre como nos preparar para o grande desafio de viver vidas mais longas e felizes. Em 2050, 30% dos brasileiros terão 60 anos ou mais e uma parte expressiva deles estará aposentada. Para essa fu‑ tura parcela da população, há uma mudança na razão de con‑ tribuição para a sociedade. Eles deixarão de ter como objetivo gerar renda, passando a usufruir do que acumularam ao longo

9

Longevidade_MIOLO rev.indd 9

27/07/2017 13:52:57


clovis dattoli • longevidade da vida, utilizando seus ativos de saúde pessoal, financeira, e o patrimônio social que constituíram. Conheci José Clovis Dattoli no auge de sua vida produti‑ va. No Banco Central, eu era um jovem analista, e o Dattoli, um experiente gestor. Tivemos imediata empatia e amizade. Trabalhamos muito, movidos pelo ideal de um país melhor, construindo, cada um em sua função, um Banco Central mais eficiente e correto. Aí a vida prega suas peças, fomos cada um para um lado; Dattoli seguindo seu plano de carreira e apli‑ cando na prática os conhecimentos divididos neste livro, até a aposentadoria no Banco Central. Eu, um pouco mais jovem do que ele, saí do Bacen e construí minha carreira no mercado fi‑ nanceiro, primeiro na área de finanças e riscos, e recentemente como responsável pelo RH de um banco de investimento. Nes‑ sa função, recebi com muita alegria a possibilidade de contri‑ buir neste livro. No RH, tenho visto pessoas chegando nesse momento da vida em situações muito diferentes. Vi, por exemplo, e com triste frequência, pessoas que conseguiram algum conforto financeiro, mas com pouca saúde ou sem os grandes compa‑ nheiros de jornada com os quais dividiram histórias e alegrias. Vi, também, gente como Dattoli, que reúne os talentos acu‑ mulados pela experiência e a generosidade em compartilhar essa sabedoria. Convenci­‑me a fazer este prefácio principalmente para re‑ afirmar o bom exemplo que testemunhei com o autor do livro. E há inúmeras histórias felizes de pessoas que compreende‑ ram, acertadamente, a chegada da velhice como mais uma fase da vida em que há muito de bom por fazer. Se, por um lado, as

10

Longevidade_MIOLO rev.indd 10

27/07/2017 13:52:57


prefácio restrições existem e decorrem da vida que se levou, por outro, o tempo, esse bem tão escasso, está sempre disponível. Caso você consiga se preparar com atenção e antecedência, há uma rotina intensa e interessante para ser muito bem vivida. Dattoli sugere que seu livro é principalmente dirigido para as pessoas que se aproximam da aposentadoria. Li e ainda es‑ tou longe da aposentadoria, e posso afirmar: há conceitos que, quanto antes conhecermos e praticarmos, mais cedo nos be‑ neficiaremos e poderemos antecipar as condições para uma vida mais feliz. A preparação para o futuro é um dos motes importantes do livro que, com sabedoria simples e aplicada, demonstrada nas páginas a seguir, conduz­‑nos com facilida‑ de para um caminho melhor, de autoconhecimento, sentido e significado de vida. Para quem quiser praticar os preceitos de Dattoli, fica o bom conselho de preparar­‑se para acumular meios, motivação e competências para ser continuamente útil a si e aos demais. Fazendo dessa forma, você responderá aos dois grandes desa‑ fios propostos por ele: como viver mais e qual o objetivo para aproveitar melhor a vida que nos resta. Se o livro fizer com que seus leitores descubram (ou redescubram) coisas novas sobre si ou sobre suas amizades, seu objetivo estará atingido. Tomar as rédeas da vida não é missão fácil, mas a aposentadoria é a derradeira época para isso e, conscientes dessa realidade, de‑ vemos aproveitar essa chance. Neste momento, em que está sendo discutida a extensão do período produtivo com novas regras para aposentadoria, o livro se torna ainda mais atual. O desafio de procurar ativida‑ des que sejam úteis e prazerosas nessa nova fase da vida – na

11

Longevidade_MIOLO rev.indd 11

27/07/2017 13:52:57


clovis dattoli • longevidade qual não há mais a dependência do trabalho, nem ocupação como antes, mas, sim, oportunidade de potencializar mo‑ mentos de prazer e alegria – está (ou deveria estar) na pauta de todas as pessoas, aí incluída a necessidade de refletir sobre o melhor momento de parar de acumular e passar a viver do que juntou. O livro é um guia perfeito para o começo de uma fase pri‑ morosa da vida. Leitura obrigatória para todos que esperam a oportunidade de curtir a aposentadoria. Desejo que os leitores aproveitem a excelente experiência que tive ao passear por es‑ tas páginas. E podem acreditar que terminarão a leitura mais rápido do que imaginam, certamente mais informados, cons‑ cientes e a tempo de preparar melhor o seu futuro. guilherme parente Superintendente executivo de RH no Banco Safra

12

Longevidade_MIOLO rev.indd 12

27/07/2017 13:52:57


Introdução A juventude é uma conquista da maturidade. (jean cocteau)

A fase do pós­‑50, do pós­‑emprego e, para muita gente, da aposentadoria, tem tudo para ser uma etapa maravilhosa da vida. E melhor ainda, em face do aumento da longevida‑ de continuamente registrado nos tempos atuais, a pessoa tem uma longa fase da vida para desfrutar ao seu modo, com tem‑ po livre, bem mais resolvida do que quando era jovem e, para a maioria, sem a obrigação com o trabalho formal. Isso não é maravilhoso? Acontece que, para considerável contingente de pessoas nessa faixa etária e, em especial, para quem opta pela apo‑ sentadoria, no Brasil e em várias outras partes do mundo, a chegada dessa nova etapa da vida se constitui sério problema, marcado pela inadequação a um novo estilo de vida, sem a ro‑ tina e toda a ambientação característica do mundo do trabalho vivenciado por várias décadas. Como consequência, muitos integrantes desse crescente grupo populacional acabam se sentindo infelizes, com falta de motivação para a vida, por não saberem como ocupar o tempo

13

Longevidade_MIOLO rev.indd 13

27/07/2017 13:52:57


clovis dattoli • longevidade livre, pela sensação de inutilidade, pelo afastamento de cole‑ gas e amigos de antes. Não se pode perder de vista, ainda, possíveis limitações fi‑ nanceiras decorrentes da natural redução de renda dos apo‑ sentados, em face do modelo vigente nos regimes de previ‑ dência oficial, público e privado, que afetam grande percentual da população idosa no Brasil e, mais acentuadamente, aqueles que não souberam fazer as necessárias reservas, conforme será comentado mais adiante no tópico alusivo às finanças pessoais e familiares. Com isso, passam a adquirir, ou a agravar, adoecimentos físicos e mentais e, em situações mais extremas, podem che‑ gar a um quadro de desestruturação geral que leva à morte precoce. O prêmio do tempo livre, que poderia ser desfrutado exatamente nesse momento da vida, por duas, três ou quatro décadas, cujo período de potencial desfrute vem se expandin‑ do continuamente graças ao impressionante fenômeno do au‑ mento da longevidade em todo o mundo, acaba, para muitos, transformando­‑se em castigo. E a questão de fundo é que grande parte das pessoas não procura se preparar para esse segundo tempo da vida. Entram numa aposentadoria, por exemplo, apenas com ideias, boas intenções, voluntarismo, torcendo para que tudo dê certo, ou seja, o fator sorte. E isso não é por acaso. É fruto de despreparo para viver sem a rotina do trabalho, para ocupar o tempo disponível e para enfrentar as limitações que naturalmente vão surgindo com o avanço da idade. É também gritante a quantidade de pessoas que se sentem perdidas nessa etapa da vida, que troca o papel

14

Longevidade_MIOLO rev.indd 14

27/07/2017 13:52:57


introdução de protagonista da sua existência e passa a ser mero figuran‑ te, por não encontrar um sentido motivador, um propósito de vida, uma missão a cumprir! São poucos os que elaboram seu plano de vida com antece‑ dência e cuidado. Para agravar, deixam de trabalhar suas per‑ cepções e consciência a respeito do que acreditam, dos seus objetivos, das suas potencialidades, talentos, limitações e fra‑ gilidades. Em suma, chegam ao pós­‑emprego e à terceira idade sem estar estruturados, com alto risco de frustrações, infelici‑ dade e adoecimentos! A abordagem deste livro compreende as necessárias cons‑ cientização e preparação para as pessoas aproveitarem melhor a terceira idade, a senioridade, para que desfrutem a maturi‑ dade de forma ativa, com bem­‑estar, saúde plena e felicidade, independentemente da atividade profissional que exerçam, de status social, nível de renda, entre outros fatores. Diante desse contexto, trataremos, com a devida ênfase, do fenômeno da aposentadoria, por todo o impacto e relevân‑ cia que ele representa na vida de qualquer pessoa e, sobretudo, por ser esse um tema que vem despertando crescente interesse da sociedade, seja pelas reformas previdenciárias que se suce‑ dem, com alteração das regras de aposentação, incluindo ele‑ vação da idade mínima para lograr a aposentadoria, seja tam‑ bém pela realidade do aumento da expectativa de vida no geral da população, como já mencionado. Mas o meu propósito maior, ao escrever o livro, é despertar a consciência do leitor, mesmo os mais jovens, para a necessi‑ dade de se preparar com a máxima antecedência, com cuidado e comprometimento, para fazer com que a etapa do pós­‑50 e

15

Longevidade_MIOLO rev.indd 15

27/07/2017 13:52:57


clovis dattoli • longevidade da idade madura seja de colheitas, de plenas realizações, e que seja vivida com bem­‑estar, maturidade e felicidade, de manei‑ ra que se torne a melhor etapa da sua vida. Como a linha mestra deste livro é a orientação para um projeto de vida após os 50 anos, pessoas de qualquer idade que tenham por foco melhorar a qualidade de sua aposentadoria, nas mais diversas circunstâncias, encontrarão aqui informa‑ ções de extrema utilidade. Portanto, você poderá fazer bom uso deste material em qualquer destas circunstâncias em que se encontre: 1) Pessoas que estão próximas de adquirir o direito à apo‑ sentadoria (menos de cinco anos), para as quais é reco‑ mendável iniciar a sua preparação o mais antecipada‑ mente possível, de maneira que possam tomar a decisão do melhor momento de optar pela aposentadoria, façam o adequado planejamento e ingressem nessa nova etapa da vida esclarecidos, tranquilos e prontos para desfrutar esse novo e belo tempo; 2) Pessoas que já adquiriram o direito à aposentadoria, mas continuam trabalhando, ou seja, mantendo o seu vín‑ culo empregatício; 3) Pessoas que são legalmente aposentadas, mas se encon‑ tram trabalhando regularmente (situação bastante co‑ mum no serviço público) e têm pela frente, portanto, que vivenciar em definitivo a fase do pós­‑emprego; 4) Pessoas que estão aposentadas, de fato e de direito, mas não estão satisfeitas (não encontram sentido) nessa fase da vida, vivendo com sérios riscos à sua saúde e à sua

16

Longevidade_MIOLO rev.indd 16

27/07/2017 13:52:57


introdução qualidade de vida. Para essas pessoas, em especial, a ca‑ pacitação (ou planejamento) tratada neste livro funcio‑ nará com aplicação um pouco diferente, pois em virtude da aposentadoria já estar configurada, algumas etapas já estarão vencidas – como o planejamento financeiro antecipado, preparação de familiares para o retorno ao lar e definição do melhor momento para se solicitar o benefício da aposentadoria. O “status de aposentado” requer atenção especial, pois afastar­‑se do trabalho sem a necessária preparação significa uma ruptura muito impactante e perigosa. Como agravante, estudos têm mostrado que pessoas que se aposentam mais cedo tendem a piorar de saúde e morrem antes daqueles que continuam trabalhando. Os sentimentos de desvalorização pessoal, profissional e de inutilidade, se instalados e não revertidos rapidamente, farão estragos que podem chegar a consequências dramáticas. Com efeito, ao mencionar a percepção individual de uti‑ lidade social, o conhecido médico e escritor Deepak Chopra comenta, em seu livro Corpo sem idade, mente sem fronteiras:1 Nos primeiros anos após a aposentadoria as estatísti‑ cas de enfartes e câncer aumentam drasticamente, e a morte prematura abate homens que eram saudáveis até o dia em que se aposentaram. A morte por aposen‑ tadoria precoce, como a síndrome é chamada, depen‑ de da percepção de que os dias úteis da pessoa termi‑ naram; trata­‑se apenas de uma percepção, mas para quem a sustenta com firmeza é suficiente para criar doença e morte.

17

Longevidade_MIOLO rev.indd 17

27/07/2017 13:52:57


clovis dattoli • longevidade Essa inquietante realidade decorre da fácil constatação de que o percentual de pessoas que se preocupam com a sua pre‑ paração para essa etapa da vida é ainda baixo, mesmo em pa‑ íses mais desenvolvidos. Agrava esse quadro, em nosso país, a falta de interesse – e de efetivo investimento – das empresas e organizações públicas em geral em programas eficazes e contí‑ nuos de preparação dos seus colaboradores para a fase da apo‑ sentadoria, em que pese esse estágio de preparação estar pre‑ visto na Política Nacional do Idoso, de que trata a Lei no 8.842, de 4/1/1994,2 e no Estatuto do Idoso (pessoa com 60 anos ou mais), instituído pela Lei no 10.741, de 1o/10/2003.3 Registre­‑se, com efeito, que todas as pessoas que têm em‑ prego formal, ou mesmo todo empresário, profissional liberal ou trabalhador autônomo que contribua regularmente para a Previdência Oficial, farão jus, em determinado momento da vida, ao benefício da aposentadoria. Todos serão aposentados, terão tempo livre, serão donos das suas agendas e prioridades. Diante desse cenário, cabe indagar: como querem aproveitar esse segundo tempo da vida? Sentem­‑se preparados? Estão construindo um projeto de vida para não desperdiçar este prê‑ mio representado pela combinação de experiência, maturida‑ de e tempo livre? E como pretendem viver as décadas que têm pela frente, cada vez mais turbinadas pelo fenômeno do cres‑ cimento da longevidade em escala mundial? Por tudo isso, a publicação desta obra tem por objetivos: • Ver ampliada a consciência do leitor a respeito do que representa a senioridade e a aposentadoria, as possibi‑ lidades e as oportunidades para viver de maneira ativa e com bem­‑estar na idade madura;

18

Longevidade_MIOLO rev.indd 18

27/07/2017 13:52:57


introdução • fortalecer a visão positiva a respeito do envelhecimento e da vida; • contribuir para que o leitor elabore seu projeto de vida, seu planejamento pessoal, como forma de assegurar maior re‑ alização dos seus desejos, de minimizar os riscos de frus‑ tração e infelicidade no segundo tempo da sua jornada; • oferecer ao leitor, como orientação concreta para fa‑ cilitar a preparação do projeto de vida individual, um programa geral, ou melhor, um método, com estrutura lógica e ampla, composto por nove fatores a serem con‑ siderados no processo de elaboração do planejamento pessoal. Compreendem esses fatores os aspectos obje‑ tivos (finanças, saúde, empreendedorismo, desenvolvi‑ mento de competências etc.) e aspectos mais sutis e de cunho psicológico (autoconhecimento, espiritualidade, relacionamentos e outros); • contribuir para que se revejam paradigmas equivocados e estigmas sociais existentes a respeito do cidadão que se torna idoso e, também, daqueles que adquirem o sta‑ tus de aposentado. Para tanto, apresentarei mais adiante, em detalhes, o mé‑ todo que concebi, convencido da sua eficácia, para orientar a preparação do leitor para o segundo tempo da vida – para a aposentadoria, para aproveitar melhor o maior tempo disponí‑ vel, para o processo de envelhecimento, enfim, para chegar à maturidade com plenitude e bem­‑estar. Denominei esse mé‑ todo de Projeto de Vida para Maiores de 50 Anos, ou simples‑ mente PV+50.

19

Longevidade_MIOLO rev.indd 19

27/07/2017 13:52:57


clovis dattoli • longevidade Assim, convido­‑o a explorar as páginas que se seguem, na expectativa, e desejando sinceramente, que ao final do livro você se sinta mais consciente, confiante e apto para surfar e ser feliz nestes tempos de longevidade em alta, de uma geração que vê a morte ser empurrada para frente a cada ano e que, segundo indicativos e evidências das pesquisas e da própria realidade atual, poderá viver natural e ativamente mais de 90, 100, 110 anos!

20

Longevidade_MIOLO rev.indd 20

27/07/2017 13:52:57


Profile for Novo Século Editora

Longevidade - Como se preparar para uma vida longa e bem-sucedida  

''As orientações e toda a inspiração apresentadas em cada página deste livro deixarão você municiado para, a qualquer momento, elaborar zelo...

Longevidade - Como se preparar para uma vida longa e bem-sucedida  

''As orientações e toda a inspiração apresentadas em cada página deste livro deixarão você municiado para, a qualquer momento, elaborar zelo...

Advertisement