Issuu on Google+

www.diariodaautomec.com.br

Quarta-feira, 13 de abril de 2011

Casa cheia na abertura da AUTOMEC 2011

O sucesso do maior evento de autopeças, equipamentos e serviços automotivos da América Latina foi comemorado já na cerimônia de abertura, realizada na manhã desta terça, 12 de abril. “O crescimento está de volta”, disse Juan Pablo de Vera, presidente da Reed Exhibitions Alcantara Machado. A AUTOMEC completa 18 anos de história em 10 edições. p.04

Expositores investem em ações de relacionamento com os clientes. p.07 Confira mais novidades da AUTOMEC. p.10


EDITORIAL

3 AGENDE-SE

dia 13/04

Palestras

Bosch Como se preparar para o futuro tecnológico dos veículos Horário: das 11h às 12h Freios: segurança e tecnologia na sua oficina Horário: das 13h às 14h

Momento positivo Corredores

estandes

de autopeças, sistemas,

cheios, expositores otimis-

equipamentos e serviços

Horário: das 15h às 16h

tas e muita interação. A

automotivos da América La-

Como a inspeção veicular pode favorecer o

AUTOMEC 2011 abriu as

tina. Até o próximo sábado,

portas nesta terça-feira re-

estaremos chegando às suas

tratando o momento po-

mãos todos os dias, trazen-

sitivo que toma conta do

do uma cobertura comple-

mercado brasileiro de au-

ta do evento e seus bastido-

topeças e manutenção de

res. As edições completas

veículos. Espaços criativos

você acessa no www.dia-

proporcionaram o contato

riodaautomec.com.br. Vi-

pessoal entre todos os elos

site também nosso estande,

Manutenção da Direção Hidráulica para

do aftermarket automoti-

na Rua D-75, e interaja com

cliente final

vo. E o Diário da Automec

a redação sugerindo pautas

acompanhou os princi-

e trazendo seu testemunho

Horários: 15h, 16h30 e 18h

pais momentos do pri-

sobre a Automec 2011. Boa

Local: Estande

meiro dia da maior feira

feira e bons negócios.

Emissão de poluentes: dicas para uma manutenção assertiva

seu negócio Horário: das 17h às 18h Local: Estande

13 a 15/04

Palestras

DHB Palestras diárias

Como fazer limpeza no sistema de direção O Futuro da Direção no Brasil

e

O Diário da AUTOMEC é uma publicação

editoração artes@novomeio.com.br

marketing marketing@novomeio.com.br

da Editora Novo Meio com apoio da

diretor de arte Sérgio Parise Jr.

gerente Kelly Gomes

Reed Exhibitions Alcantara Machado.

designer gráfico Ivan Ordonha

assistente Claudia Paulino

Circulação diária na AUTOMEC 2011, de

assistentes de arte

estagiária Alessandra Siqueira

12 a 16 de abril.

Fernando Mekitarian e Priscila Wu

internet miriam@novomeio.com.br

diretor responsável Ricardo Carvalho Cruz

publicidade comercial@novomeio.com.br

Miriam Oliveira diretor Paulo Roberto de Oliveira redação jornalismo@novomeio.com.br

executivo de negócios

editor Claudio Milan

Evandro Jorge - Joca

repórteres Larissa Andrade, Patrícia

representação comercial

Malta de Alencar e Robson Breviglieri

Rafael Cury Bergamini ME

fotografia Eduardo Portella Amorim


CAPA

4

FÔLEGO RENOVADO Décima edição da AUTOMEC abre comemorando a retomada do crescimento, mas organizadores e entidades do mercado cobram apoio do poder público para que a expansão continue

“A

do, Juan Pablo de Vera,

Itália, México e Reino Uni-

de Reparação de Veículos e

que deu início aos traba-

do, entre outros.

Acessórios do Estado de São

lhos agradecendo o apoio

A satisfação com os resulta-

Paulo); Francisco De La Tor-

dos sindicatos e associações

dos foi geral durante a ceri-

re, presidente do Sincopeças

do setor presentes.

mônia de abertura da feira,

(Sindicato do Comércio Va-

da qual participaram Juan

rejista de Peças e Acessórios

Pablo de Vera, presidente da

para Veículos no Estado de

tos e serviços automotivos

Reed Exhibitions Alcantara

São Paulo); Paulo Roberto

foi anunciado já na ce-

No momento em que com-

Machado, promotora e or-

Butori, presidente do Sindi-

pleta 18 anos e 10 edições,

ganizadora do evento; José

peças (Sindicato Nacional da

a AUTOMEC cresce 18%

Aníbal, secretário de Energia

Indústria de Componentes

em relação ao último even-

do Estado de São Paulo, re-

para Veículos Automotores)

to, realizado em 2009, e

presentando o governador

e da Abipeças (Associação

chega ao Pavilhão de Ex-

Geraldo Alckmin; Antônio

Brasileira da Indústria de

posições do Anhembi com

Fiola, presidente do Sindire-

Autopeças); Renato Gian-

Até ontem, já havia mais

1.142 marcas expositoras,

pa-SP (Sindicato da Indústria

nini, presidente da Andap/

de 50 mil visitantes inscri-

sendo 633 em-

tos. Com isso, esperamos

presas nacionais

que todas as empresas

e as demais de

tenham muitas oportuni-

outros 31 países,

dades de fazer negócios

como

aqui”, disse em seu dis-

nha, Argentina,

curso de inauguração o

Canadá,

presidente da Reed Exhi-

Coreia, Espanha,

bitions Alcantara Macha-

França, Hungria,

AUTOMEC está novamente

de

casa cheia”. O

sucesso

antecipado da maior feira de autopeças, equipamen-

rimônia de abertura do evento, realizada na manhã desta terça-feira, 12 de abril. “Tivemos alguns anos difíceis, mas o crescimento está de volta.

MATURIDADE

AlemaChina,

A AUTOMEC está novamente de casa cheia Juan Pablo de Vera, da Reed Exhibitions Alcantara Machado


5 CAPA

Sicap (Associação Nacional dos Distribuidores de Autopeças/Sindicato do Comércio Atacadista de Peças e Acessórios para Veículos de São Paulo); Sérgio Reze, da Fenabrave; Luciano de Almeida, presidente da Invest-SP; Hércules Ricco, diretor do evento; Klaus Bräunig, diretor da German Association of the Automotive Industry (VDA), a Associação Alemã da Indústria Automotiva; e Teresita Gonzalez Diaz, cônsul geral da Argentina.

Cerimônia reuniu personalidades do setor e autoridades

lavra que melhor ilustra

paração cresceu 24% em

mostra que a nossa frota

o resultado do trabalho

2010”. Fiola acredita que

não está em boas condi-

realizado neste ano pela

esse

tam-

ções. Agora o nosso ape-

Mais uma vez, a AUTO-

Reed Exhibitions Alcan-

bém é impulsionado por

lo aos poderes públicos

MEC abre suas portas

tara Machado, a organi-

uma maior preocupação

é que junto com a preo-

como

representação

zadora da feira. “Nossa

do consumidor final com

cupação com o meio am-

física do espírito de su-

indústria não se rende

a reparação do veículo,

biente venha a preocupa-

peração

mercado

a nenhuma dificuldade.

que surgiu por meio de

ção com segurança, com

brasileiro de autopeças

Foi assim que chegamos

campanhas como o Carro

a exigência da Inspeção

e manutenção veicular.

a 40 milhões de veículos

100% / Caminhão 100% e

Técnica Veicular”. Para

Para Antônio Fiola, do

e motocicletas na frota

a instituição da Inspeção

concluir, Fiola trouxe nú-

Sindirepa-SP,

exata-

atual. Para acompanhar o

Ambiental Veicular em

meros que merecem uma

mente superação a pa-

segmento, o setor de re-

São Paulo.

reflexão: embora o setor

“Se tivemos um aumen-

de reparação empregue

to desse porte no último

um milhão de brasileiros,

ano [de 24%] só em re-

e apesar do aumento do

lação à inspeção, isso já

número de carros e de

SUPERAÇÃO

a

do

é

Relação comercial

produtiva

Após a cerimônia de abertura da feira, o Diário da AUTOMEC conversou com a cônsul argentina, Teresita Gonzalez Diaz, que participa da feira acompanhando

crescimento

profissionais, o contingente de oficinas sofreu

representantes de 30 empresas do seu país. Ela falou

redução de 140 mil, há 15

sobre as expectativas de negócios entre Argentina e

anos, para 80 mil. “Isso

Brasil. “Nós temos um acordo automotivo bilateral. Mas

mostra que o setor está

ainda precisamos de ações positivas de ambas as nações

se especializando, então

para aumentar as vendas de um país para o outro. Nós nos integramos justamente para isso. Por isso estamos aqui, para discutir a melhor maneira de trabalharmos juntos. Nós participamos de todas as feiras que o Brasil realiza e o Brasil também tem participado das feiras que estamos fazendo na Argentina”. A cônsul ainda ressalta que essa integração é importante para a evolução do acordo entre os países, não só para as vendas de fato.

é preciso uma linha de crédito para as empresas poderem investir mais em

Nossa indústria não se rende a nenhuma dificuldade Antônio Fiola, presidente do Sindirepa-SP


CAPA

6

serviços e em capacitação

ordem; e o já conhecido

profissional. O reparador

custo Brasil, que atrapa-

tem que estar bem trei-

lha sobremaneira, repre-

nado e a par das novida-

sentando cerca de 15% do

des do mercado”.

nosso custo. Hoje é um dia

Paulo Butori se disse or-

de festa, mas como temos

gulhoso de participar da

aqui muitos formadores

abertura da feira, mas fez

de opinião, eu não podia

duras críticas ao governo,

deixar de mencionar esses

principalmente

carga

fatos”, encerrou Butori,

tributária do país. “A AU-

desejando uma boa feira

TOMEC mostra a pujança

a todos os presentes.

à

DESAFIO

Coletiva de abertura da 10ª edição da Automec

O secretário de Energia

pelo colega Paulo Bu-

o secretário e também o

do Estado de São Paulo,

tori exigem de nós uma

presidente da Invest-SP,

José Aníbal, ficou sur-

reflexão. Está claro que

Luciano de Almeida, para

preso com os números

temos que ser mais com-

receberem uma pulseira

apresentados pelos pre-

petitivos, temos que ino-

que simboliza a campa-

sidentes do Sindipeças/

var. Formamos 40 mil en-

nha Carro 100% / Cami-

genheiros por ano. Isso

nhão 100%, no intuito de

é

então

prestigiar a indústria na-

temos um desafio pela

cional, mas também aler-

frente. As universidades

tar para o grande número

precisam criar mais vagas

de autopeças comerciali-

e é preciso que o gover-

zadas com defeito e baixa

no federal invista mais

qualidade no mercado. A

em pesquisa”. O secretá-

pulseira está sendo dis-

rio colocou-se, ainda, ao

tribuída por toda a fei-

A AUTOMEC mostra a pujança do setor e nossa capacidade de reação frente às adversidades Paulo Butori, presidente do Sindipeças/Abipeças

pouquíssimo,

do setor e nossa capaci-

Abipeças e do Sindirepa

lado do setor para corri-

ra aos visitantes e traz a

dade de reação frente às

e lembrou que um mi-

gir o gap entre o cresci-

inscrição “Compre peça

adversidades”, em clara

lhão de pessoas – o que

mento das montadoras e

de qualidade”. Mais do

alusão aos efeitos da crise

significa um a cada 190

a oferta de autopeças.

que um slogan, um man-

econômica mundial que

brasileiros

trabalha

Ao final das apresenta-

tra para garantir o cresci-

estourou no final de 2008,

na aplicação de autope-

ções, Juan Pablo, presi-

mento de nossa indústria

mas que ainda tem refle-

ças. “Os desequilíbrios

dente da Reed Exhibi-

e a segurança e satisfação

xos em diversos setores e

econômicos

tions, chamou novamente

dos consumidores.

apontados

países. “Estamos atravessando uma fase dentro do setor, que é a mais difícil que toda a indústria de manufatura já passou; temos um câmbio favorável à importação e desfavorável à exportação; dificuldades logísticas de toda

Está claro que temos que ser mais competitivos, temos que inovar José Aníbal, secretário de Energia do Estado de São Paulo


EXPECTATIVA

7

FRENTE A FRENTE com o cliente

A AUTOMEC 2011 recebe mais de mil empresas expositoras, do Brasil e de 31 países, que elogiam o valioso canal de relacionamento proporcionado pela feira

A

INTERATIVIDADE

interação com o

para nós é o contato com

Nos últimos anos, tive-

público é um dos

o reparador, que é o nos-

mos cerca de dois mil vi-

grandes

so público-alvo na feira.

sitantes por dia no even-

A proposta de estar per-

cios que a AUTO-

to. É um privilégio atingir

to do cliente se manifesta

MEC proporciona aos ex-

esse contingente”, afirma

também

positores. A cada dia que

Elaine Durães, chefe de

dos estandes. O espaço da

passa a convivência entre

Comunicação da divisão

Corteco, por exemplo, tem

as pessoas se torna mais

Automotive Aftermarket

como atrativo e inspiração

virtual e a possibilidade

da Robert Bosch no Bra-

os 1.200 produtos que a

de estar frente a frente

sil. A empresa, que parti-

empresa vai lançar a partir

com um contingente que

cipou de todas as edições

de abril até o mês de de-

deve chegar a 70 mil vi-

anteriores, tem auditório

zembro. “Serão quatro no-

sitantes torna-se um dos

no estande, onde são re-

vos produtos por dia. Para

pontos fortes do evento.

alizadas quatro palestras

a AUTOMEC, fizemos uma

“A AUTOMEC é o grande

por dia, com temas como

brincadeira. O que tem

evento de reposição da

a Inspeção Ambiental Vei-

quatro fornadas por dia?

América Latina, então as

cular, o futuro tecnológi-

Uma padaria! Então, nosso

expectativas são sempre

co dos veículos e seguran-

estande é uma grande pa-

altas. O mais importante

ça e tecnologia de freios.

daria, com direito a cardápio

benefí-

na

criatividade


8

sidente da Delphi Soluções

S.Y.L.,

passe pela feira, reconheça

em Produtos e Serviços

entende que a feira está

a marca e leve a experiência

para a América do Sul, esta

com força total em 2011,

de ter nos visitado na cabe-

será uma das melhores edi-

ça”. Uma das novidades é

ções da AUTOMEC. “Esta-

que a empresa não vai ex-

mos vivendo um momento

por autopeças no estande,

especial no mercado, com

mas sim priorizar a expe-

crescimento da produção

riência com a marca. “Nós

e da frota, além da diver-

escolhemos o tema cinema.

sidade de veículos”. Para

Temos vídeos em que os as-

o executivo, a feira prepa-

tros serão os produtos. Um

ra o setor para o que vem

e vitrine”, diz Luiz Freitas,

dos espaços parece a entra-

pela frente. “O mercado

diretor de Marketing da

da de uma sala de cinema,

precisa investir mais para

Corteco. No estande, o pú-

com uma ambientação típi-

atender à demanda da re-

atraindo o interesse de

blico participa de diversas

ca, das cadeiras às cortinas”,

paração por profissionais

um público ainda maior.

ações de interação. “Todas

afirma a gerente.

e equipamentos”. Para a

“Estamos

Delphi, a demanda não é

em várias frentes na fei-

diferente e, também de

ra: trouxemos lançamen-

olho no relacionamento

tos e também investimos

EXPECTATIVA

Queremos que nosso cliente

as ações são voltadas para expandir o relacionamen-

RECEPTIVIDADE

to com o público que está

Rodinei

Gomes,

trabalhando

aqui”, diz Freitas.

A coordenadora de Marke-

com o cliente, a empresa

no relacionamento com

Uma das principais moti-

ting da Dayco, Talita Peres,

promove durante a AUTO-

os clientes, principalmen-

vações da Affinia para a

explica que o estande da

MEC palestras com temas

te os da ponta, mas tam-

AUTOMEC 2011 também

empresa é totalmente aber-

que vão desde a gestão

bém os de exportação”.

é o contato com o público.

to, como foi desde a última

do negócio do reparador

E o público mais uma vez

Sabrina Carbone, gerente

edição da feira, para pro-

até sua responsabilidade

se reunirá diante do es-

de Marketing da empresa,

mover a receptividade do

na preservação do meio

tande para acompanhar

explica: “Estamos saudosos

público. “Nosso foco é o

ambiente e capacitação.

a programação esportiva

dessa proximidade e da tro-

relacionamento, então es-

“Não basta disponibilizar

da Rádio Transamérica,

ca que acontece no estande.

tamos presentes com toda

os produtos. Por isso, ofe-

que será transmitida di-

a equipe comercial do Brasil

receremos ao mercado um

retamente de um estúdio

e da América Latina”. Uma

programa de capacitação

montado pela S.Y.L. “Tra-

das ações para interagir com

para o varejo, distribuido-

balhamos por resultados

os reparadores e varejistas é

res e reparadores. Vamos

qualitativos”, diz Gomes.

o programa Fidelidade Me-

fortalecer isso na feira”.

TRADIÇÃO

cânico. “Queremos aumentar o número de cadastros e

PÚBLICO As empresas de autopeças

melhorar nossa relação com os mecânicos que já fazem

Com o retorno dos siste-

do grupo Randon – Fras-le,

parte do programa”.

mistas à AUTOMEC 2011,

Castertech, Jost, Master e

Para Edson Brasil, vice-pre-

o diretor comercial da

Suspensys – também estão


9 EXPECTATIVA

animadas com a AUTOMEC 2011. Para Rogério Luiz Ragazzon, diretor comercial da Fras-le, a expectativa é de que essa será a maior edição da feira. “A AUTOMEC é uma grande sala de negócios e uma ótima oportunidade para estreitar relacionamento com nossos clientes. Vamos mostrar nossos produtos, mas o principal ingrediente da feira é a interação com o público”, afirma. Para Marcos Vinícius, diretor co-

amigos e parceiros comerciais.

mercial de Aftermarket da Sabó, a

E, como vimos, a maioria deles

feira terá participação recorde. “O

sabe muito bem como aprovei-

mercado de reposição nunca pa-

tar esse valioso encontro. “A

rou. Mesmo durante a crise, sem-

gente não tem acesso ao público no dia a dia, então a AUTOMEC é o melhor momento para trabalhar essa proximidade. É um ambiente em que você pode apresentar a marca, mas também receber comentários e sugestões. Conseguimos falar com muita gente de maneira personalizada”, comemora Patrícia Mcolaiciunas, coordenadora de Marketing da Sachs, que reforça que a expectativa com a feira é sempre aproximar a empresa

pre foi forte. O ano de 2010 foi es-

dos mais diversos públicos da ca-

petacular e em 2011 acreditamos

deia do aftermarket, mostrando

que a Sabó terá 11% de crescimen-

os produtos e serviços ofereci-

to em relação ao ano anterior”, diz

dos. “Estamos apresentando na

o executivo, que também avalia

feira a Parceria Premium, um

como principal objetivo da empre-

programa de fidelidade que foi

sa durante a feira aprimorar o re-

lançado em janeiro para os pro-

lacionamento com o público. Para

prietários de oficina”.

isso, optou por um estande aberto,

E o melhor ambiente para en-

sem áreas fechadas e exclusivas.

contrar e fidelizar clientes é a maior feira do mercado latino-

OPORTUNIDADE

americano de reposição. Os executivos de mais de 1.000 ex-

A grande feira do setor é, afinal,

positores sabem que o relacio-

a principal oportunidade para

namento mais durável é aque-

que os expositores fiquem fren-

le que começa a ser construído

te a frente com seus clientes,

olho no olho.


LANÇAMENTOS

10

SHOW DE

NOVIDADES Maiores fabricantes e importadores de autopeças e equipamentos do mundo apresentam suas novidades em produtos e serviços na AUTOMEC 2011

IR BRASIL Reconhecida por sua atuação na reposição de ban-

GRUPO SCHAEFFLER Destaca dois produtos: Dupla Embreagem e VCP –

dejas e braços de suspensão automotiva, a empresa apresenta produtos fabricados para veículos recém-lançados no país, como Audi A3, Kia Sorento e Honda City.

Variador de Fase do Eixo Comando de Válvulas. Fabricado com exclusividade pela empresa no Brasil, o VCP aumenta a eficiência dos motores de combustão interna, melhora o rendimento do veículo e reduz o consumo de combustível e a emissão

INJECTION PARTS

de gases poluentes. Já a Dupla Embreagem – Dual Clutch Transmission (DCT) é composta por sistema

A distribuidora Injection

velas de ignição, bombas

de automatização e embreagem da marca LuK e

Parts lança sua linha de

de combustível, bobinas

por rolamentos INA, cujos componentes têm como

velas Verix Lights e tam-

de

objetivo aliar a redução do consumo de combustí-

bém as lâmpadas Injec-

fluxos de ar, sondas lam-

vel alcançada nas transmissões manuais da atuali-

tion. Além dos novos pro-

bdas, módulos de ignição

dade e o conforto das transmissões automáticas.

dutos, a empresa expõe

e eletrobombas.

KOSTAL Lança chaves de seta e interruptores para a reposição. Um dos destaques é o Kapt, produto com funções inéditas e grande gama de aplicações em veículos que já venham de fábrica com sistema de travamento e/ou fechamento dos vidros por controle remoto ou chave. Na feira chega o Kapt 500, cujo diferencial é a função que monitora a aproximação do usuário. Ao destravar a porta com a chave original, o sistema passa a monitorar a presença do motorista e em caso de afastamento ativa a função antiassalto automaticamente.

ignição,

lâmpadas,


MAGNETI MARELLI COFAP

Fusíveis, cordoalhas, cabos, terminais,

A empresa apresenta novas li-

atualização do software de

chaves, conectores, interruptores de vi-

nhas de kit de motor e trans-

diagnose dos scanners Magneti

dro, interruptores de farol e juntas de

missão de moto, molas pneu-

Marelli by Texa, novo software

injeção eletrônica estão entre os pro-

máticas para linha pesada,

IDC 4 de visualização e utiliza-

dutos expostos pela fabricante de au-

amortecedores de várias apli-

ção dos scanners para automó-

topeças e componentes eletroeletrôni-

cações e linha térmica, junta-

veis, caminhões, ônibus, além

cos na AUTOMEC.

mente com a nova versão de

de motos.

HENKEL KEKO Traz aos visitantes da AUTOMEC os lançamentos em estribos, racks e protetores frontais. E um novo conceito de santantônio. Conhecida como K3, a linha é elaborada com a tecnologia do plástico. Além desse lançamento, a empresa mostra seu mix de produtos, com destaque para as peças elaboradas com a tecnologia do plástico, como os protetores frontais K3.

MANN+HUMMEL Lança ao mercado a tecnologia Helix de fabricação do filtro de ar “verde”. O sistema otimiza o aproveitamento de matéria-prima e reduz a geração de resíduos. A empresa também apresenta o sistema Glue Stream, que aperfeiçoa o desempenho do filtro de ar para a linha de pesados.

Apresenta a nova gera-

tos em suas respectivas

ção de anaeróbicos Loc-

aplicações. Como parte

tite, focada no segmen-

do programa, um es-

to industrial. E também

tudo é feito dentro do

mostra o programa Pró-

cliente para a análise

ativa, criado no Brasil

de todas as aplicações

com o objetivo de redu-

e as suas necessidades.

zir significativamente o

Depois, a Henkel indica

custo e o tempo de ma-

o cenário ideal de con-

nutenção com a utiliza-

sumo e utilização dos

ção correta dos produ-

produtos.

LANÇAMENTOS

KTR

11


LANÇAMENTOS

12

MASTRA

METALPÓ

Em seu estande, a Mastra destaca seus catalisadores certi-

A empresa mostra as vantagens e os diferenciais da

ficados pelo Inmetro, escapamentos, equipamentos para

metalurgia do pó, cujo processo chama a atenção

inspeção de ruídos e análise de gases. Uma equipe de en-

pela questão ambiental. Na produção das peças sin-

genheiros da fábrica esclarecerá as dúvidas dos visitantes

terizadas para automóveis, fabricadas a partir de

sobre as análises dos sistemas de escapamento na inspeção

pós metálicos, gasta-se pouca energia e o desper-

veicular ambiental, especialmente quanto à emissão de

dício de material é mínimo. Também oferece aos

ruídos, fator de reprovação da inspeção ambiental pau-

visitantes palestras gratuitas, com entrega de cer-

listana em 2011. Para isso, leva à feira um decibelímetro,

tificado de participação e duração aproximada de

medidor de nível de pressão sonora que expres-

30 minutos.

sa os valores em decibéis (dB) para medir ruídos.

MAHLE METAL LEVE A empresa apresenta novidades em pistões, camisas, kits bronzinas, anéis, sintetizados, tuchos, filtros, válvulas e tubos. Desde 1950 no Brasil, a companhia é certificada pelas normas ISO/TS 16949, ISO 9001, ISO 14001 e OHSAS 18001 e fornece para as principais montadoras do mundo – 50% de sua produção é exportada para montadoras nos Estados Unidos e na Europa.

URBA-BROSOL Apresenta sua nova estrutura para atender aos profissionais da reposição e apresentará uma ampla linha de bombas de água, óleo e combustível, além de carburadores e kits de reparo. Os profissionais da reposição poderão adquirir a nova série de catálogos, conferir as mudanças nas embalagens e se informar sobre todas as iniciativas técnicas e promocionais que a empresa passa a oferecer ao mercado.

MANITEC A presenta na AUTOMEC seu portfólio de produtos para o setor automotivo: maçanetas, manivelas, máquinas de vidro, suporte para maçanetas, espelho de acabamento, dobradiças e batentes.

Na próxima edição, conheça mais lançamentos da Automec 2011


14 MERCADO

Importância global O Grupo Magneti Marelli

Virgílio Cerutti, presidente

faturou 5,4 bilhões de euros

do Grupo Magneti Marelli

em 2010. O Brasil tem uma

Mercosul durante entrevista

participação

significativa

coletiva nesta terça-feira, na

neste bolo, importância que

AUTOMEC 2011. “O after-

tem crescido especialmente

market é muito importante

por conta dos impactos da

para a Magneti Marelli em

crise mundial na Europa e

todo o mundo e o mercado

nos EUA. “Nesse cenário, os

brasileiro de reposição é um

países emergentes cresce-

dos mais expressivos para o

ram em participação”, disse

Grupo”, acrescentou Eliana

Compreensão do mercado

Giannoccaro, diretora presidente da divisão Aftermarket do Grupo Magneti Marelli. Tanto é verdade

Com o crescimento do mer-

capacidade de fabricação

cado brasileiro, a Delphi

de chicotes e compressores

aposta na variedade de

de ar-condicionado rotati-

produtos e serviços para

vo. Brasil diz ainda que há

atender as novas deman-

uma necessidade de investi-

das. “O que nós precisamos

mento constante por conta

é de empresas que compre-

da complexidade crescente

endam o mercado para ofe-

dos veículos. “Os carros es-

recer o que é preciso, seja

tão deixando de ser simples.

O crescimento do mercado de acessórios vem atraindo

para os veículos produzidos

Hoje, a aplicação do ar-con-

investimentos no Brasil. De olho neste segmento cada

aqui ou de fora”, explica o

dicionado é de 70%, e vai

vez mais promissor, e com foco nos acessórios automo-

vice-presidente da Delphi

chegar a 90%. A manuten-

tivos voltados ao entretenimento, a DSW Automotive

Soluções em Produtos e

ção também será cada vez

traz ao país produtos chineses com a expectativa de ala-

Serviços para a América do

mais complexa, o que irá

vancar o faturamento em 50% neste ano. A principal

Sul, Edson Brasil. Ele justifi-

também aumentar a com-

novidade, segundo anunciou o diretor Pedro Pastorelli

ca dizendo que o país vem

plexidade da manutenção”,

nesta terça-feira na AUTOMEC 2011, é o Car PC, que

perdendo competitividade

diz o executivo, que vê nos

adapta qualquer moni-

por conta de fatores como

desafios um fator a mais

tor já instalado no veí-

política tributária, evolução

de motivação. “O mercado

culo,

de custos e a valorização

passa pelo momento mais

em aparelho multimídia

do real. Em sintonia com as

brilhante que já vivi e vai

(TV, DVD, rádio, jogos,

necessidades do mercado,

haver um período de fortes

computador). O objetivo

a Delphi anunciou na AU-

investimentos”,

é transformar o veículo

TOMEC 2011 o aumento na

Edson Brasil.

finalizou

que o Brasil é o único país fora da Itália que comercializa o portfólio completo de produtos da marca.

Acessórios em expansão

transformando-o

em um “auto-office”.



2ª Edição - Diário da Automec