Page 49

Testemunhos dos alunos Acho que foi uma forma engraçada de estudar mais a Rosa dos Ventos, porque para a fazer tinha de saber como ela era. Os pontos que a constituem como sejam os cardeias, colaterais e intermédios, os respetivos rumos e nomes. Depois, foi um desafio a procura em casa de materiais que dessem para a fazer. Quis usar diversos materiais e, tive de usar a imaginação para pensar em materiais que fossem diferentes e que juntos ficassem bem. Foi engraçado, porque deu para ver que com coisas que eram para ir para o lixo deu para fazer um trabalho que eu penso que estava bonito. Fiquei com a noção que com um pouco de imaginação pode-se dar um novo uso a materiais que não tinham mais utilidade. O átrio da escola ficou mais bonito com as diferentes Rosa dos ventos penduradas. Ficou com mais vida mais movimento. É uma forma de incentivar os alunos a fazerem trabalhos giros para poderem ser expostos. Decoramos a escola e todos gostamos de andar numa escola bonita. Gonçalo Pais, nº8, 7ºG

No âmbito da disciplina de Geografia, houve na minha escola, um concurso da Rosa dos Ventos. Este concurso foi muito interessante e muito proveitoso. Os trabalhos apresentados foram muito criativos e recorremos aos mais diversos materiais. Reutilizamos deste modo, plásticos, rolhas, placas de esferovite, entre outros. A escola ficou linda graças à exposição de todos os trabalhos feitos pelos alunos. Havia Rosa dos Ventos por todo o lado: coloridas, outras mais simples e outras com pequenos pormenores que se distinguiam pela grande criatividade e originalidade. Este concurso fez-nos refletir sobre a importância da preservação do meio ambiente e das diversas formas de podermos reutilizar os materiais que, muito provavelmente, iriam parar ao lixo. Adorei participar neste concurso! janeiro 2018 | Nova Onda |49

Jornal Nova Onda 2º Período 2017-18  
Jornal Nova Onda 2º Período 2017-18  
Advertisement