Issuu on Google+

www.marcosmartinspt.com.br

Muito MaisSãoPaulo

INFORMATIVO DO MANDATO DO DEPUTADO ESTADUAL MARCOS MARTINS

NÚMERO 6 2013/2014

Juventude e Meio Ambiente Sustentabilidade: é preciso semear a vida!


2

MUITO MAIS

SP


Editorial

Foco na qualidade de vida do povo paulista É com grande satisfação que presto contas de mais um ano de meu mandato como deputado estadual por São Paulo. Resumirei nessa publicação algumas ações importantes de minha atuação política na defesa dos interesses do povo paulista, para o qual tenho dedicado grande parte de minha vida pública. Durante dois anos (2011-2013) presidi a Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de São Paulo, quando procurei fazer desse órgão do Legislativo um espaço de debate democrático, em que movimentos sociais, trabalhadores, lideranças políticas e gestores municipais tiveram voz perante os parlamentares, discutindo os desafios e soluções para melhorar o sistema de saúde do Estado. Foram realizados seminários e audiências públicas sobre o SUS e os investimentos estaduais na saúde, em defesa do Iamspe e do Hospital do Servidor e da redução de jornada dos profissionais da saúde para 30 horas semanais, entre outros importantes temas que fizeram da Comissão um espaço permanente de fiscalização ao governo do estado. Já como membro da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável continuei na mesma linha de trabalho, estimulando o debate acerca da privatização dos parques estaduais paulistas para defender nossa fauna, flora e recursos hídricos.

Como parlamentar, reafirmo minha luta e meu compromisso pela qualidade de vida da população e pela segurança do trabalhador. Está na hora de colocar São Paulo no caminho do desenvolvimento sustentável, criando políticas públicas humanitárias com responsabilidade e respeito ao cidadão.

Marcos Martins – PT Deputado Estadual e 4º Secretário da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de São Paulo

MUITO MAIS SP

Outra questão ambiental e de saúde pública de suma importância que tem pautado meu mandato é o problema dos resíduos sólidos. Visitei aterros sanitários responsáveis pela destinação de lixo tóxico que oferece risco à saúde pública e ao meio ambiente, em busca de informações que possam fortalecer o debate sobre armazenamento e tratamento dos rejeitos.

3


Ao lado dos Trabalhadores

50 anos do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco O deputado estadual Marcos Martins (PT) presidiu, em novembro, sessão solene no Plenário Juscelino Kubistchek da Alesp, que homenageou o 50º aniversário do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco. A história de lutas e o compromisso social desses 50 anos do Sindicato foram lembrados e reconhecidos por todos os que discursaram no evento. Diante do plenário repleto de metalúrgicos, o parlamentar e autor da homenagem, entregou láurea ao presidente do sindicato, Jorge Nazareno, e justificou a convocação da sessão solene como um

reconhecimento a trajetória de luta da entidade, especialmente pela democracia.

Ao final da sessão, os participantes também conferiram a exposição fotográfica de 50 anos do Sindicato.

Apoio ao direito de greve

Ao lado da presidenta do Sindicato dos Bancários, Juvândia Moreira, Marcos Martins defende categoria

Marcos Martins esteve ao lado dos trabalhadores em três momentos importantes da luta por melhores salários e condições de trabalho. Apoiou o Sindicato dos Trabalhadores da Saúde durante a greve por melhores condições de trabalho, aumento salarial e regulamentação da jornada de trabalho.

MUITO MAIS

SP

Em defesa da mobilização sindical

4

Outra ação que reforçou o histórico de lutas do parlamentar, que iniciou sua vida pública no sindicalismo, foi sua participação ativa nas comemorações do 1º de Maio e no Dia Nacional de Luta, em julho. O deputado saiu às ruas para defender os direitos do trabalhador e a união entre as centrais sindicais e partidos políticos. Juntas, CUT,

CTB, Força Sindical, UGT, CSP/ Conlutas, CGTB, CSB, NCST e o Movimento Sem Terra mobilizaram milhares de pessoas em torno de uma agenda em defesa dos trabalhadores brasileiros. “Nós queremos aprofundar a democracia em todas as áreas, temos muito por fazer. Parabéns trabalhadores por essa grande mobilização”, disse.

Esteve ainda ao lado dos professores durante a greve que reivindicou do governo estadual reposição salarial e mais investimentos na educação. Defendeu também a greve dos bancários, pela recuperação do poder aquisitivo, pela segurança no trabalho, contra as doenças ocupacionais e o assédio moral.


Saúde Ocupacional

Mercúrio Zero, Veto Não Na luta para derrubar o veto, o mandato do deputado Marcos Martins realizou no dia 12/9, a Audiência Pública “Mercúrio Zero, Veto Não”, que teve como objetivo debater com a sociedade os males do mercúrio à saúde pública e ao meio ambiente. Marcos Martins lembrou que há um conglomerado de interesses financeiros que resistem a qualquer tentativa de restringir o uso de mercúrio na indústria. “É uma luta contra o poder econômico, contra a ganância à custa de vidas de trabalhadores. Esse é o nosso desafio como cidadãos. Precisamos avançar com ações coletivas para indenizar essas vítimas”, disse o parlamentar.

O mercúrio é um metal sem cheiro, que evapora de modo imperceptível, e não se degrada na natureza. Ao evaporar, o mercúrio fica na atmosfera e, quando chove, contamina solo e rios, peixes e seres humanos, através da alimentação de frutos do mar. O mercúrio é utilizado na fabricação de aparelhos como termômetros domésticos, medidores de pressão, pilhas, lâmpadas fluorescentes, amálgamas utilizadas por dentistas e até alguns cosméticos. Ao contaminar humanos, pode acarretar problemas nos rins, no sistema digestivo e reprodutivo, perda de memória, além de afetar o sistema nervoso (central e periférico).

SP

Em seu segundo mandato na Assembleia Legislativa de São Paulo, enquanto presidiu a Comissão de Saúde, o deputado estadual Marcos Martins propôs o Projeto de Lei (PL 769/11), que prevê a eliminação progressiva do mercúrio em equipamentos usados em hospitais, como termômetros e medidores de pressão. O texto foi aprovado em 2012, inclusive com amplo apoio da base governista, porém recebeu recentemente veto do governador do Estado. Trata-se de um veto que vai na contramão de ações internacionais pela limitação do uso dessa substância química tão prejudicial à saúde pública. Contrário às recomendações da ONU e da OMS, que obtiveram assinatura de 140 países, incluindo o Brasil, e à Con-

venção de Minamata sobre mercúrio - um tratado global de redução progressiva do uso da substância no mundo até 2020.

MUITO MAIS

Para Marcos Martins, o metal tóxico expõe os trabalhadores da saúde e também os pacientes a um grave risco de contaminação

Divulgação

Parlamentar luta para manter a Saúde livre do mercúrio

5


Amianto

Marcos Martins incentiva criação Através de ações propositivas, o deputado avançou na luta contra o mineral cancerígeno ao Em uma maratona de visitas às cidades do interior paulista realizada durante o ano de 2013, o deputado Marcos Martins deu continuidade à sua luta pelo banimento do amianto, levando o debate sobre a proibição dessa substância cancerígena para todo o estado. O objetivo é incentivar a criação de leis municipais que restrinjam o uso do produto. Para isso, o parlamentar realizou dezenas de reuniões com

Destinação correta do lixo perigoso

Atento a nova Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), instituída através da Lei Federal 12.305/2010, Marcos Martins visitou aterros sanitários que trabalham com lixo perigoso (Classe I) no Estado de São Paulo, objetivando a obtenção de um quadro sobre o descarte do amianto e sua instrumentalização para ampliar a luta contra a substância. Para o parlamentar, que reuniu-se com técnicos das empresas Resicontrol, em Tremembé e as duas filiais da regional paulista da Essencis Soluções Ambientais, em São José dos Campos e em Caieiras, o presidente da Associação dos Expostos ao Amianto (ABREA), Eliezer de Souza, e a engenheira civil e coordenadora da Rede Virtual Cidadã pelo Banimento do Amianto para a América Latina, Fernanda Giannasi, existe urgência para a proposição de políticas públicas que orientem o enfrentamento para o descarte e destinação ambientalmente corretos dos rejeitos – materiais que não podem ser reciclados ou reutilizados.

MUITO MAIS

SP

Outra cidade que recebeu o apoio do deputado estadual sobre a questão do amianto foi Avaré. Lá, a administração municipal, a pedido do vereador Barreto do Mercado, solicitou ajuda para dar a destinação correta a mais de 250 toneladas de amianto para aterros adequados ao descarte de lixo perigoso. Na busca de uma solução, Marcos Martins intermediou encontro entre líderes de movimentos sociais e o prefeito de Avaré, Poio Novaes, com o secretário estadual do Meio Ambiente e assessores da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb), na sede da pasta, na Capital.

Resíduos sólidos

6

Em reunião na Secretaria do Meio Ambiente, Marcos Martins e comitiva de Avaré pedem retirada de amianto da cidade

Marcos Martins visita aterro da Urbam (Urbanizadora Municipal), empresa encarregada pela limpeza de São José dos Campos


de leis municipais contra o amianto buscar soluções para o descarte de resíduos sólidos e apoio de ministérios do Governo Federal. vereadores, prefeitos e secretários de governo, onde levou informações sobre os perigos à saúde pública que esse mineral tóxico representa. Como resultado, os municípios de Penápolis, Holambra e Boituva já aprovaram leis municipais que restringem o amianto. Outras cidades, como Limeira e Arthur Nogueira, também apresentaram projetos de lei semelhantes no Legislativo local.

Ministérios apoiam luta contra amianto

Em junho o deputado estadual Marcos Martins participou, em Campinas, do II Ciclo de Palestras 2013 do MPT, “O amianto no banco dos réus: o processo do século – Caso Eternit”. O encontro, que contou com a participação de sindicalistas e dos procuradores italianos Sara Panelli e Gianfranco Colace, ambos envolvidos em toda tramitação do processo contra a Eternit de Casale Moferrato (Itália), que reconstruíram e forneceram aos presentes mais detalhes sobre o caso da Eternit italiana, considerado “processo do século”, sobretudo pelos envolvidos com o tema.

Por meio de gestões do deputado Marcos Martins, os ministérios da Saúde, Meio Ambiente, Cultura e Educação já aderiram à luta contra o amianto. O parlamentar sugeriu a representantes das pastas que fosse incluída observação à Lei 12.684/2007, de sua autoria, nos futuros editais de licitação dos ministérios. Ele argumentou sobre o forte lobby da Indústria do Amianto e apontou ações semelhantes que têm acontecido no mundo todo. Recentemente, em Portugal, o Ministério da Educação e Cultura (MEC) anunciou programa de remoção do fibrocimento de cerca de 50 escolas.

MUITO MAIS

SP

Caso Eternit é discutido no MPT de Campinas

MPT Campinas recebe procuradores e sindicalistas italianos que trabalharam no caso Eternit. A cidade brasileira contabiliza quase 800 casos de contaminação por amianto

7


Projetos

Em discussão • Em defesa da Saúde e dos animais

• Dignidade para moradia Divulgação

A Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), deu parecer favorável ao Projeto de Lei 770/12. O texto propõe eliminar fatores de risco de zoonose e agravos causados por cães e gatos e estabelece critérios relativos ao manejo de populações dessas espécies, visando a proteção da saúde humana e da saúde e bem-estar dos animais. A lei compreende ainda o controle da reprodução, registro e identificação, educação para guarda responsável, recolhimento seletivo, controle de endo e ectoparasitas, vacinação, entre outros.

MUITO MAIS

SP

• Planejamento alimentar

8

• Lugar de lixo é no lixo

Para Marcos Martins, saúde também é prevenção. E a primeira etapa para a conquista de uma vida mais saudável é a alimentação. Neste sentido, o parlamentar propôs o PL 580/10, que pretende, através da inserção de nutricionistas nas escolas públicas, criar acesso aos estudantes a um planejamento nutricional, com cardápios saborosos e ricos em nutrientes necessários ao desenvolvimento do organismo.

Projetos do governo federal, como o ‘Minha Casa, Minha Vida,’ colocaram o tema moradia na agenda nacional. Mas para Marcos Martins, o pleno direito à moradia não se encerra nas chaves do imóvel. É necessário que se garanta qualidade de vida e dignidade aos moradores. Ao lado do Sindicato dos Arquitetos e Urbanista de São Paulo e dos movimentos populares, o parlamentar desenvolveu o PL 354/2009, que dispõe sobre assistência técnica pública e gratuita na área de arquitetura, urbanismo e engenharia destinada a habitação para população de baixa renda. “Nosso projeto tem o objetivo de fazer com que o Estado garanta aos paulistas, gratuitamente e da Defensoria Pública, assistência para construir ou reformar as moradias, tendo assim um lugar digno e saudável para habitar”.

Para Marcos Martins, que acredita que o lixo tenha que ser tratado como um problema social, este é o momento certo para se discutir o descarte correto do lixo e a logística reversa, responsabilizando o fabricante pela destinação dos rejeitos. Por isso, o deputado apresentou o PL 400/2011, que altera a redação do artigo 7º da Lei nº 12.684, que proíbe o uso de produtos com amianto e obriga as empresas a providenciarem o descarte ambientalmente adequado, em aterro industrial para disposição final de lixo perigoso.

• Pelo bem-estar e saúde das crianças

• Drogas: um problema de saúde

No momento em que o Brasil tem aprofundado olhar sobre o debate das drogas, Marcos Martins apresentou a PEC 09/2011,que pretende alterar texto da Constituição Estadual para que o Executivo disponibilize instrumentos públicos que garantam tratamento à dependentes químicos, mas resguardando o direito de livre adesão. Para o parlamentar, que também é membro da Frente Parlamentar de Combate ao Crack e Outras Drogas, é necessário entender a dependência como um problema de saúde pública.

Preocupado com o desenvolvimento das crianças no Estado, deputado estadual Marcos Martins protocolou o PL 441/2007 que conta com o apoio de profissionais para o desenvolvimento das crianças nas escolas públicas. O PL assegura a inserção de psicólogos e assistentes sociais nas escolas públicas de educação básica. Além de melhorar o desempenho dos alunos, a proposta visa diminuir atos de violência dentro e fora das salas de aula devido ao desajuste social sentido pelas crianças.


É lei • Visão monocular é reconhecida como deficiência visual A lei 14.481/11, que versa sobre a classificação da visão monocular (pessoas que só podem enxergar com um dos olhos) como deficiência visual no estado, garante que seus portadores tenham acesso aos benefícios legais garantidos aos demais deficientes. É comprovado que a visão monocular dificulta a definição de profundidade e distância, podendo ser impeditiva, principalmente na esfera do trabalho, na qual a disputa por uma

• Benefícios do Tai Chi Chuan para a saúde

• Incentivo à segurança do trabalhador

vaga no mercado se torna cada dia mais acirrada. Para Marcos Martins, a Lei faz parte de uma política de inclusão social. “Esta lei é muito importante para o universo dos trabalhadores que anseiam pela ampliação e consolidação de seus direitos. A medida vai ao encontro das políticas sociais implantadas pelo governo do ex-presidente Lula e que estão sendo ampliadas pela presidenta Dilma”, ressaltou.

• Valorização da cultura e eventos tradicionais > Festa de Santo Antônio em Osasco

• Em defesa do social

Com objetivo de valorizar o esforço de associações cujo trabalho esteja voltado à melhoria da qualidade de vida de famílias em condições de vulnerabilidade social, o deputado estadual Marcos Martins apresentou projeto que declara de utilidade pública a Associação Acolhimento Bom Pastor, com sede em Jundiaí. A iniciativa, que se transformou na Lei 13.729/2009, proporcionou à entidade ampliar o alcance de suas atividades e a prestação de melhores serviços, além das cerca de 250 pessoas já atendidas pela associação.

> Clube de Pesca

Outra atividade cultural que entrou para o Calendário Turístico do Estado de São Paulo, graças à atuação do parlamentar, através da Lei 13. 822/2009, foi a festa de premiação do Clube de Pesca Mentirosos do Itaim Paulista. O Clube de Pesca foi criado em 04/07/1976 por iniciativa de moradores da região do Itaim Paulista e tem por objetivo congraçar pessoas em torno de campeonatos de pesca. Após a tradicional competição, é realizada a festa de premiação e confraternização, o que ocorre no segundo ou no terceiro domingo do mês de fevereiro.

• Osasco se torna “Capital da Viola”

A Lei 13.547/2009, de autoria de Marcos Martins, oficializou Osasco como a Capital da Viola. Com mais essa conquista, Osasco ganha maior noto-riedade no cenário cultural do estado, agora oficialmente reconhecida como um dos berços da música sertaneja de São Paulo.

MUITOMAIS MAIS SP SP MUITO

Saúde significa muito mais que atendimento médico-hospitalar ou tratamentos a base de remédios. Significa assumir a responsabilidade pela garantia do bem-estar e da qualidade de vida de cada um de nós, com ações preventivas contra o surgimento das doenças. Foi com essa visão que o deputado estadual Marcos Martins (PT) apresentou em 2009 texto que viria a se tornar a Lei 13.448/2009, que institui o Dia do Tai Chi Chuan no estado de São Paulo. A lei foi aprovada e todos os anos uma série de eventos voltados à prática do Tai Chi Chuan são realizados para difundir os benefícios dessa arte milenar da tradicional medicina chinesa, além de colocar São Paulo no calendário internacional na busca pelo equilíbrio, já que o dia 28 de abril é o Dia Mundial do Tai Chi.

A Lei 14012/2010, também de autoria de Marcos Martins, instituiu o “Dia do Cipeiro”, a ser celebrado anualmente na segunda quarta-feira do mês de maio, no âmbito do Estado de São Paulo. De acordo com o parlamentar, instituir o “Dia do Cipeiro” no estado é uma forma de valorizar o relevante trabalho dos membros das CIPAs e de promover reflexão e debate a respeito da importância da segurança do trabalhador no território paulista.

A Lei nº 13414/2009, de autoria do deputado Marcos Martins, inseriu no Calendário Turístico do Estado de São Paulo a Festa do Dia de Santo Antonio, padroeiro da cidade, festejado em 13 de junho, valorizando o município no contexto cultural, religioso e turístico.

9 9


Entrevista

MUITO MAIS

SP

Muito Mais SP - O senhor tem defendido a discussão sobre os pedágios nas rodovias paulistas, participando de manifestações e propondo debates que incluem o tema nas discussões sobre mobilidade urbana. Como está a luta contra os pedágios no Estado? Marcos Martins - Recentemente participei de uma mobilização na cidade de Cosmópolis contra a instalação do pedágio ponto a ponto na Rodovia Zeferino Vaz (SP-332), que liga a cidade a Paulínia. Caminhamos cerca de 6 km até a praça de pedágio, onde fizemos um ato em forma de oração, e os motoristas apoiaram a manifestação, pois é um problema que afeta a todos. É o direito de ir e vir do cidadão que está sendo cerceado, e não há opção para quem não tem o dinheiro. Continuamos nessa luta defendendo o que é justo, como a cobrança por quilômetro rodado, por exemplo, e a isenção da tarifa para os moradores dos municípios onde as praças de pedágio são instaladas.

10

MMSP - Quais as principais dificuldades para instalar uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar a formação de cartel e possível desvio de recursos do Metrô e da CPTM nos governos tucanos em São Paulo? MM - Não tem sido uma tarefa fácil. Sabemos que o governador tem a maioria na Casa e é difícil conseguir o número suficiente de assinaturas para instaurar a Comissão. Chegamos a realizar um ato dos deputados da bancada do PT, indo às ruas e exigindo a instauração de uma CPI na Assembleia Legislativa que analise o caso. O esquema denunciado pela Siemens opera há quase 20 anos e a verba desviada pode ter alcançado a casa de R$12 bilhões. Ao todo, são 618

contratos com empresas envolvidas no esquema. A apuração dos dados remonta desvios desde 1990. Se não há nada de errado, vamos abrir a CPI, vamos investigar, vamos trazer as pessoas para falarem, vamos abrir as contas. A partir do momento que o governo impede a sua base de assinar a abertura da comissão, nos indica que, de fato, há algo errado. A solicitação de abertura da comissão precisa de 32 assinaturas para ser protocolada e até agora conseguimos 28. MMSP - As manifestações populares de junho desse ano impactaram o Brasil inteiro e trouxeram à tona uma série de insatisfações. Como o senhor vê essa participação política crescente no país? MM - A história humana é feita de transformações, e se olharmos para trás veremos que nada muda sem mobilização social. Foi assim na conquista dos direitos trabalhistas, do voto feminino e das eleições diretas. As manifestações que eclodiram em junho mostram a cara de um povo, que teve seus direitos reconhecidos e ampliados nos últimos dez anos e é natural que se exija mais dos seus governantes. Minha origem foi nos movimentos sindicais, por isso é impossível ser contrário à mobilização popular, principalmente quando vivenciamos uma democracia relativamente jovem e que se fortalece nas ruas. Não há porque temer a participação direta da população na política. Ela é legítima e enriquecedora. O que devemos ter cautela é com a apropriação dos discursos legítimos vindos do povo, e evitar manipulações que tendem ao retrocesso, como negar a política por exemplo. Vejo perigo nisso, pois, historicamente, quando negamos a política o que veio foi muito pior.


Roberto Stuckert Filho

MMSP - O Mapa da Violência 2013, no levantamento ‘Homicídios e Juventude no Brasil’, apresenta dados alarmantes. Nas três últimas décadas, houve aumento de 326, 1% dos homicídios de jovens. Qual a saída para revertermos esse cenário? MM - Não há uma fórmula mágica, a solução passa por um conjunto de políticas públicas que vão desde a geração de oportunidades para os jovens, ações afirmativas como as cotas nas universidades, por exemplo – jovens pobres e negros são os que mais morrem -, educação, combate à violência institucional, até o fim do auto de

Roberto Stuckert Filho

Erasmo Salomão

Douglas Mansur

Em manifestação ao lado dos trabalhadores da saúde

Em defesa do Iamspe, na Alesp

resistência ou resistência seguida de morte, que são assassinatos cometidos por policiais que, por este registro, são pouco investigados. A juventude de São Paulo passa por um processo de exclusão e criminalização, principalmente nas periferias dos grandes centros urbanos. Nossa juventude tem sido negligenciada pelo governo estadual, sem espaço em nossa sociedade, à deriva. Não podemos esquecer que eles serão nosso futuro. Portanto, precisamos definir qual sociedade queremos ter. Faço um convite a todos vocês para esta reflexão, para que caminhemos alinhados com os avanços já conquistados por este país. MMSP - Na área da Saúde, vemos o início de uma mudança no cenário com o Programa Mais Médicos, do Governo federal. Como parlamentar e ex-presidente da Comissão de Saúde na Alesp, como tem visto o debate sobre esse programa de saúde pública? MM - Quero registrar aqui o meu total apoio ao ‘Mais Médicos’, porque o programa teve excelente receptividade entre os gestores de saúde dos municípios que enfrentam dificuldade na captação e fixação de médicos para a atenção básica e, mais ainda, entre a população que sofre com a falta desses profissionais – segundo o Conselho Regional de Medicina de São Paulo, 53% dos municípios possuem índice menor que a média nacional, que é de 1,8 médicos para cada mil habitantes. O ‘Mais Médicos’ é uma importante ação governamental, que terá profundo impacto na melhoria dos indicadores de saúde e na prevenção e controle das doenças que mais frequentemente acometem os brasileiros.

MUITO MUITOMAIS MAIS SP SP

MMSP - Com as manifestações, que se estendem ainda hoje em momentos específicos, o debate sobre a qualidade dos transportes, tarifas e mobilidade urbana veio à tona. O que o senhor pensa sobre essa questão? MM – Esta questão vai muito além do preço das tarifas ou da qualidade do transporte. Penso que nossas cidades foram reconfiguradas pelo interesse do capital. A lógica das cidades de hoje não está centrada no bem-estar. A definição de mobilidade urbana não se encerra no transporte, vai além. Trata da maneira como se organizam o uso e ocupação das cidades de forma que todos tenham acesso aos serviços. Mas, como reivindicar esta cidade se a prioridade são os automóveis? Como reivindicá-la se o direito de ir e vir está subjugado aos interesses financeiros de cartéis que, como empresas, só pensam em lucro? Esta mentalidade é que precisa mudar para que palavras como acessibilidade deixem de representar apenas rampas de concreto nas estações de trem e metrô.

11 11


Comissão de Saúde Saldo positivo na Comissão de Saúde Comunicação Alesp

No início desse ano, o deputado estadual Marcos Martins despediu-se da Comissão de Saúde da Alesp, que presidiu durante o biênio 20112012. Nesse período, coordenou mais de 40 reuniões para apreciação de Projetos de Lei e realizou 12 audiências públicas. A principal delas foi a Audiência Pública “Gestão e Desenvolvimento de Ações, Programas e Metas do Ministério da Saúde”, com a presença do ministro da Saúde, Alexandre Padilha, vereadores e secretários de saúde de

várias cidades do estado que ouviram a apresentação de Padilha e puderam colocar as demandas enfrentadas em seus municípios. Além dessa, houve mais três audiências com o então secretário estadual da pasta, Giovanni Guido Cerri. Além disso, foram apreciadas 136 proposituras. Destaque para atuação na defesa da universalidade do SUS, contra a privatização do Iamspe, pelo plano de cargos e salários aplicável aos servidores da saúde e pela redução da jornada de trabalho dos enfermeiros para 30 horas semanais.

Comissão do Meio Ambiente

MUITO MAIS SPSP MUITO MAIS

Contra privatização dos parques municipais

12 12

Uma das atuações marcantes do deputado como membro da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Assembleia Legislativa foi a luta para barrar o PL 249/13, de autoria do governador Geraldo Alckmin (PSDB), que prevê privatização de parques estaduais de SP (Estadual de Campos do Jordão, Parque Estadual da Cantareira e Parque Estadual do Jaraguá, além da Estação Experimental de Itirapina e da Floresta de Cajuru). Marcos Martins posiciona-se contra o que classifi-

cou como “venda do verde” e cobra mais transparência do governo na condução do projeto.

Em defesa do Jaraguá

Em um dos atos em prol dos Parques, Marcos Martins uniu-se a milhares de pessoas em frente ao Pico do Jaraguá, contra a privatização daquele parque estadual, que sempre teve entrada gratuita, servindo como principal lazer da população. O ato reforçou a luta da população, ecologistas e outras autoridades políticas que compartilham do desejo da não-privatização dos parques, patrimônio público e de responsabilidade estadual.

Mais investimentos no Hospital do Servidor

Em resposta à proposta firmada ao final da audiência pública sobre as parcerias público-privadas (PPPs) e o Iamspe, que aconteceu em abril deste ano, o deputado estadual Marcos Martins se reuniu com o secretário de Planejamento e Desenvolvimento Regional Júlio Semeghini, no Palácio dos Bandeirantes em julho, acompanhado do presidente da CCM do Iamspe, Sylvio Micelli, do superintendente do instituto, Latif Abrão, e de sindicalistas. O grupo discutiu também, além das questões referentes à possível contratação de empresas para administração de serviços do Hospital do Servidor - por meio de PPPs -, a possibilidade de contribuição paritária do governo estadual ao hospital e a reforma do prédio. Na ocasião, o secretário de


Visita a hospitais do estado

À frente da Comissão de Saúde, o deputado estadual Marcos Martins recebeu diversas denúncias de irregularidades e demandas de hospitais de todo o Estado, como é o caso de Bauru, cujo hospital de base – conhecido como Centrinho - que atende à população menos favorecida, teve a precariedade de seu atendimento apontado por profissionais locais. Os relatos eram sobre a ocorrência de pacientes em corredores e a fragilidade dos serviços. O mesmo aconteceu com o hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes. Para ambos, o parlamentar reuniu comissão de deputados para averiguar os relatos, visitar as unidades e garantir atendimento aos pacientes.

Nesse ano foi lançada a Frente Parlamentar em Defesa do Iamspe (Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual), responsável por prestar assistência médica e hospitalar a cerca de 1,3 milhão funcionários e servidores públicos do Estado. Um dos resultados da criação da Frente, coordenada por Marcos Martins, foi apresentação de proposta para a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) da exigência de contribuição paritária do governo estadual. A ideia é que o valor da contribuição seja equivalente à

Audiência pública

Em outra frente, Marcos Martins assinou, ao lado da bancada petista, um requerimento exigindo a realização de uma audiência pública para que a população possa debater o projeto. Para o parlamentar, ações neste sentido não podem ser tomadas à revelia da sociedade.

Conferência debate descarte

Ao lado prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, e dos secretários municipais, Simão Pedro (Serviços) e Ri-

dos servidores, para subsidiar investimentos no instituto e ampliar serviços.

Audiência pública pelas 30 horas

Os trabalhadores de enfermagem realizaram audiência pública na Assembleia Legislativa de São Paulo em março, para reivindicar a redução da jornada de trabalho para 30 horas semanais. No fim do ano, o parlamentar, que encampou essa luta desde o início, recebeu o Prêmio Anna Nery, concedido a todos que se destacaram no exercício da profissão e na defesa dos interesses da categoria.

cardo Teixeira (Verde e Meio Ambiente), o deputado estadual Marcos Martins participou da IV Conferência Municipal do Meio Ambiente, no Centro de Convenções do Anhembi, realizada em agosto. Uma das principais temáticas abordadas foi a implantação da Política Nacional de Resíduos Sólidos e o descarte ambientalmente correto, um debate que tem pautado a atuação do parlamentar - que acompanha a discussão desde as reuniões regionais -, em função do término do prazo (08/2014) para o enquadramento das cidades no Plano Nacional de Resíduos Sólidos.

SP

Lançamento da Frente Parlamentar em Defesa do Iamspe

MUITO MAIS

Planejamento garantiu que não haveria nenhuma PPP para o Iamspe e que buscaria mais recursos junto ao governador do estado.

13


Osasco

Na luta por Osasco

Morador da cidade há 45 anos, Marcos Martins conhece bem as demandas por políticas públicas do município, e foca parte de suas ações parlamentares na busca de recursos para melhorar a qualidade de vida da população, representando os osasquenses nas esferas regionais, estaduais e federais.

Graças ao trabalho de Marcos Martins, Centro de Oncologia será inaugurado em Osasco Luta já dura cinco anos e começou com movimentos sociais e coleta de assinaturas para abaixo assinado.

Marcos Martins conta com apoio do prefeito Jorge Lapas

R$124 milhões para canalização do córrego João Alves Roberto Stuckert Filho

Ao lado do prefeito Jorge Lapas, o deputado Marcos Martins acompanhou anúncio da presidenta Dilma, de verbas para a canalização do córrego João Alves e para investimentos em mobilidade urbana. Ao todo, serão R$ 124 milhões em recursos que custearão, além da canalização, a ampliação da Avenida Visconde de Nova Granada, projeto iniciado no governo do ex-prefeito Emidio de Souza. Esta é uma luta antiga do deputado, ao lado dos moradores da Vila Yolanda. Juntos, em 2005, entregaram a Emidio de Souza abaixo-assinado com mais de três mil assinaturas solicitando a canalização do córrego.

MUITO MAIS

SP

Retomada das obras do Fórum de Osasco

14

Há cinco anos, o deputado Marcos Martins luta pela implantação do centro de oncologia na cidade. Ele fez diversas gestões junto às pastas da Saúde estadual e federal para conseguir o benefício para a cidade. Em 2009 o parlamentar foi às ruas ao lado do grupo Oncovidas e ajudou a colher mais de 50 mil assinaturas para abaixo-assinado que foi entregue à Casa Civil em 2010. O prédio que abrigará o equipamento de Saúde fica na Vila

Yara, e já foi declarado de utilidade pública pelo governo do Estado. “Esta foi uma caminhada que frutificou. Depois, outros parlamentares também abraçaram esta luta, somando forças. O que foi muito bom, porque o câncer não tem partido e não escolhe raça, tampouco gênero”, disse o parlamentar, que em novembro de 2013 cobrou também o atual Secretário de Saúde do Estado, Davi Uip, pedindo urgência na instalação do Centro de Oncologia na cidade.

Marcos Martins tem trabalhado pela ampliação do Fórum de Osasco desde quando ainda era vereador. Esse ano ele acompanhou a retomada das obras ao lado do prefeito Jorge Lapas. “Em diversas ocasiões estive em audiência na Secretaria da Justiça pedindo a reforma, já que o local não é adequado para receber a população nem os servidores que atuam nele”, avaliou. As obras, que incluem a construção de um novo prédio e a reforma do atual têm prazo de aproximadamente dois anos para a conclusão.


Reforma do Regional

Emendas destinadas ao município Parque dos Metalúrgicos

A vinda do Poupatempo para a cidade de Osasco também teve a participação de Marcos Martins. Por isso, o parlamentar foi convidado especial nas comemorações ao 5º aniversário de funcionamento da unidade no município. “Antes, tínhamos que ir até a Praça da Sé para tirar um documento. Na época da implantação, fizemos um abaixo-assinado, junto com movimentos sociais, colhendo mais de 15 mil assinaturas para acelerar o processo, pois houve um atraso devido a interesses políticos e empresariais”, lembrou o parlamentar.

Pelo acesso ao transporte

Outra conquista de Marcos Martins foi a implantação do novo terminal Rodoviário do Munhoz Junior, na zona Norte da cidade. O terminal tem capacidade para atender 200 passageiros por hora, em horário de pico, disponibilizando cerca de 60 ônibus em direção à Capital e municípios vizinhos.

vestiários, pista de caminhada, academias ao ar livre, quiosques, portaria, fechamento da área e arborização. “Fico feliz em ter feito parte desta importante conquista para a cidade. É mais um espaço de lazer aberto para a população”, comentou.

Agricultura Urbana

nência para Idoso (ULPI). O valor do recurso foi de 190 mil. O Lar Cora Coralina é uma unidade de longa permanência para acolher até 26 idosos em situação de abandono e maus-tratos. A unidade conta com 13 residências mobiliadas, sala administrativa, centro de convivência, enfermaria e capela para atividades ecumênicas.

Marcos Martins destinou emenda no valor de R$ 200 mil, sendo R$ 30 mil para aquisição de estufas e R$ 170 mil para a aquisição de equipamentos para o município de Osasco. O parlamentar é autor de um Projeto de Lei que busca alternativas que gerem renda, e que contribuam no combate à fome. A proposta, apresentada quando era vereador em Osasco, visa o cultivo de hortaliças, legumes, plantas medicinais ou frutíferas e flores. Além disto, a iniciativa também foca a produção artesanal e o processamento de alimentos.

Terceira Idade

O deputado também encaminhou recursos para a compra de equipamentos mobiliários para a Instituição Cora Coralina, que é uma Unidade de Longa Perma-

Infraestrutura

Pensando também em melhorar a mobilidade nos bairros, o deputado Marcos Martins viabilizou o recapeamento de vias em Osasco. As obras foram realizadas com recursos de uma emenda parlamentar no valor de R$1 milhão que ele destinou à cidade. “O novo asfalto está melhorando muito a mobilidade urbana nos bairros da cidade, já que com o passar dos anos essas vias passaram a receber tráfego intenso de veículos”, explicou o parlamentar.

SP

Cinco anos do Poupatempo em Osasco

O deputado Marcos Martins conseguiu viabilizar para Osasco R$ 700 mil em recursos para que a prefeitura terminasse as obras do Parque dos Metalúrgicos, benefício esperado há muitos anos pelos moradores do bairro. O equipamento conta com

MUITO MAIS

Com o objetivo de fiscalizar a prestação do serviço público no Hospital Regional, Marcos Martins visitou as obras do complexo, que se arrastavam há mais de três anos, e constatou um verdadeiro caos no atendimento. Acompanhado da presidente do Sind-Saúde, Maria de Lourdes da Silva Gonçalves, o deputado presenciou irregularidades como falta de pessoal, mal acondicionamento de material de lavanderia, entre outros. “Estamos acompanhando de perto essa situação e exigindo providências da Secretaria Estadual de Saúde. Não só os osasquenses sofrem com essa negligência, mas pacientes de toda a região que são atendidos lá”, disse.

15


Região 0este e Grande SP Luta pela saúde de Cajamar

Cobrança por atraso no Metrô Divulgação

Acessibilidade nas estações da CPTM

Capital

As obras para acessibilidade nas estações da CPTM – Companhia de Trens Metropolitanos – são fruto de cobrança do deputado estadual Marcos Martins à empresa para adequações necessárias e conclusão das reformas. Foram pedidas reformas para as estações Itapevi, Engenheiro Cardoso, Sagrado Coração, Jandira, Jardim Silveira, Jardim Belval, Barueri, General Miguel Costa, Quitaúna, Comandante Sampaio e Presidente Altino. Todas as estações terão elevadores e banheiros adequados para a acessibilidade. Pelo Decreto Federal 5.296/2004, a CPTM tem até 2014 para que as estações garantam acessibilidade e espaços adequados e livres para população com deficiência.

Moradores de Carapicuíba conhecem os perigos do mercúrio e amianto

MUITO MAIS

SP

O deputado Marcos Martins visitou fiéis da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, em Carapicuíba, ao lado do padre Zé Maria e do membro da Associação dos Expostos e Intoxicados por Mercúrio (AEIM), Valdivino dos Santos Rocha. Na ocasião, realizaram exposição sobre os perigos causados pela exposição ao mercúrio e ao amianto.

16

O deputado estadual Marcos Martins conseguiu aprovar uma emenda no valor de R$100 mil para a compra de um veículo destinado à diretoria de saúde do município. O parlamentar luta ainda, ao lado do vereador Raimundo Nonato, pelo retorno do funcionamento da UTI (Unidade Tratamento Intenso) do Hospital Regional de Cajamar.

Visita a Franco da Rocha

O prefeito de Franco da Rocha, Kiko Celeguim, recebeu o deputado Marcos Martins, quando agradeceu ao parlamentar a destinação de emenda para a cidade no valor de R$ 150 mil para investimento em infraestrutura urbana.

Jandira

Emenda para saúde em Itapevi

A cidade de Itapevi também foi uma das que recebeu especial atenção do deputado Marcos Martins. Para a prefeitura de lá, o parlamentar destinou emenda no valor de R$ 150 mil para a aquisição de novos equipamentos de saúde. Os recursos foram liberados em outubro.

O deputado estadual Marcos Martins visitou a Câmara Municipal de Jandira e fez um balanço das ações do seu mandato. Na ocasião, o parlamentar falou de sua parceria com o vereador Zezinho na luta pela vinda de uma unidade do INSS para o município.

Por meio do Requerimento de Informação 166/2013, o deputado Marcos Martins solicitou informações sobre as obras da Linha 4 Amarela do Metrô. Pelo requerimento, o deputado questiona a previsão de entrega das obras do Metrô, o andamento das obras das Estações Higienópolis-Mackenzie, Oscar Freire, Fradique Coutinho, São Paulo-Morumbi e Vila Sônia; o cancelamento da Estação Três Poderes, que fazia parte do projeto, qual a previsão de chegada à Taboão da Serra e os motivos dos atrasos nas obras. Alegando problemas com a licitação, com o solo e até no desenvolvimento dos projetos, a Secretaria dos Transportes Metropolitanos informou que o trecho só fica pronto em 2018.

Luta pela instalação da Unifesp na zona leste

Em outubro, a luta do deputado estadual Marcos Martins pela implantação de uma universidade federal na zona leste, que já vem desde 2011, teve uma importante vitória. A Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) e a prefeitura da Capital assinaram um protocolo de intenções para a implantação do campus. O mandato do deputado participa da comissão mista para avaliação das condições de implantação do campus, que continuará seus trabalhos até que a universidade seja definitivamente implantada.


Caminhando pelo interior Título de Cidadão em Presidente Alves

ouviu as principais demandas apresentadas pela comunidade, que vão desde a falta de oportunidades de emprego ao acesso à cultura. Para Marcos Martins, a juventude passa por um processo de exclusão e criminalização, principalmente nas periferias dos grandes centros urbanos.

Idoso é tema de visita a Barbosa

Penápolis recebe verba para compra de van

O deputado estadual Marcos Martins destinou recursos no valor de R$100 mil a Taguaí, para a aquisição de equipamentos para o hospital Santa Casa da Misericórdia do município. Outra cidade também contemplada foi Fartura, para onde o parlamentar destinou R$ 80 mil para compra de um carro especial que transportará pacientes vítimas de câncer para os centros de tratamento oncológicos e hospitais.

Compromisso com a juventude de Ourinhos

Marcos Martins visitou em setembro a região de Bauru. Lá ele se reuniu com jovens de Ourinhos, na sede do Sindicato dos Servidores Municipais. Durante o encontro, o parlamentar

Queiroz e Alto Alegre agradecem Marcos Martins por envio de recursos a cidade

Infraestrutura e desenvolvimento para o interior

Em outubro, Bauru e Guarantã receberam recursos no valor de R$ 150 mil, cada, graças às emendas do parlamentar destinadas para a área de infraestrutura. Outra cidade beneficiada pela parceria com suplementos em seu orçamento foi Areiópolis, para qual foram encaminhados R$ 100 mil em recursos para a saúde, encaminhados por Marcos Martins.

Ao lado do prefeito de Queiroz, Rodrigo, o deputado estadual Marcos Martins recebeu o carinho da população, na Câmara Municipal da cidade, em resposta ao encaminhamento de recursos, no valor de R$ 150 mil, para a compra de equipamentos para a educação e infraestrutura. Já Alto Alegre, cujo vereador Eduardo Ribeiro já havia abordado as dificuldades do município em custear a saúde, também foi contemplado pelo parlamentar com envio de R$ 120 mil para a compra de um aparelho de Raio X e um processador de filme radiográfico.

SP

Recursos para Fartura e Taguaí

Na presença dos vereadores de Penápolis, José Santino e Zeca Monteiro, e de lideranças da região como o padre Severino, o deputado Marcos Martins debateu, em agosto, conjuntura política e saúde pública na Câmara Municipal de Penápolis. Na ocasião, o parlamentar agradeceu o empenho dos vereadores na aprovação de lei proibitiva ao uso do amianto. Em outubro, a cidade foi agraciada com a liberação de verba, no valor de R$ 150 mil, destinada pelo parlamentar para a compra de uma van adaptada para pessoas com deficiência.

MUITO MAIS

Em solenidade realizada na Câmara Municipal de Presidente Alves, o deputado estadual Marcos Martins recebeu título de Cidadão Alvense. A homenagem foi proposta pela ex-vereadora Sueli Aparecida Pinho, na legislatura anterior, e encaminhada pelo vereador petista José Neves que, na ocasião, pontuou a contribuição do parlamentar ao município, que desde 2006 já enviou recursos que somam mais de R$ 300 mil, direcionados às obras de infraestrutura, recapeamento asfáltico e compra de ambulância.

Em Barbosa, o deputado se reuniu com autoridades políticas e moradores na Câmara Municipal, quando foram tratadas questões ligadas à juventude, direito do idoso e reforma agrária. Na ocasião, o parlamentar anunciou destinação de R$ 50 mil para a aquisição de equipamentos de ginástica para a terceira idade.

17


Caminhando pelo interior Homenagem aos vicentinos de Jundiaí e investimento no social

Marcos Martins ouve demandas de Itupeva

Em Itupeva, Marcos Martins reuniu-se com o prefeito Ricardo Bocalon, o vereador João Batista e lideranças do governo local. O deputado destinou para a cidade, emenda no valor de R$ 150 mil para realização de obras de infraestrutura no município, solicitada pelo vereador Batista.

Mais informação e recursos para Bragança Paulista Em setembro, Marcos Martins organizou na Assembleia Legislativa, ao lado do prefeito de Jundiaí, Pedro Bigardi, sessão solene em comemoração ao bicentenário de nascimento do Beato Antônio Frederico Ozanam e pelos 115 anos do Conselho Central de Jundiaí da Sociedade de São Vicente de Paulo. Os vicentinos, como são chamados, realizam trabalho beneficente com as famílias carentes do Estado. Além disso, o parlamentar encaminhou recursos para duas entidades da cidade. Foram R$ 110 mil para a ATEAL (Associação Terapêutica de Estimulação Auditiva e Linguagem) e R$ 50 mil para CEDECA (Centro de Defesa da Criança e do Adolescente).

MUITO MAIS

SP

Várzea Paulista recebe verba

18

O deputado estadual Marcos Martins destinou para Várzea Paulista cerca de R$ 100 mil para informatização da rede pública de saúde e R$ 160 mil para a construção de praça no Jardim Bertioga e aquisição de academia ao ar livre. Além disso, a APAE da cidade recebeu verbas de outra emenda, no valor de R$ 100 mil, destinados à aquisição de equipamentos para assistência de pais e amigos de excepcionais.

Medidas de redução e banimento de substâncias tóxicas, como mercúrio e amianto, bem como encaminhamento de recursos, no valor de R$ 150 mil, para a realização de recapeamento das vias municipais, foi pauta de reunião entre o deputado estadual Marcos Martins, o prefeito de Bragança Paulista, Fernão Dias, e o secretariado do município, em maio.

Pista de Skate em Cosmópolis

Marcos Martins visitou a cidade de Cosmópolis em julho, onde foi recebido pelo prefeito Antonio Fernandes Neto e o secretário de Cultura, Antonio Sergio dos Santos. Na ocasião, Neto falou das dificuldades em equilibrar o orçamento da cidade e buscar investimentos para áreas como a cultura e o esporte. O secretário de Cultura pediu ao deputado que analise possibilidade de encaminhar emenda no valor de R$ 80 mil para investimento na banda municipal, que atenderá crianças carentes do município. Marcos Martins recebeu

os agradecimentos do prefeito por já ter destinado recursos, no valor de R$ 80 mil, para a construção da pista de skate e também para o projeto “Café com Viola”.

Recursos para Corporação Musical de Artur Nogueira

Em julho, o deputado esteve em Artur Nogueira, onde visitou a sede da Corporação Musical 24 de Junho, instituição sem fins lucrativos que atende cerca de 800 crianças, adolescentes e jovens da cidade, com ensino de música. O parlamentar foi recebido pelo maestro Ricardo Miquelino, que agradeceu pelos recursos, no valor de R$ 100 mil, liberados para a ampliação do projeto Retreta, que é desenvolvido pela corporação.

Recursos e banimento ao amianto em Holambra

O deputado estadual Marcos Martins apresentou emenda destinando recursos no valor de R$ 100 mil para a cidade de Holambra. O valor, destinado em outubro, será destinado à implantação de uma pista de skate no município, como forma de incentivo a políticas públicas dirigidas à juventude. Em visita à cidade em setembro, o deputado foi recebido pela primeira-dama, Diva de Souza de Godoy, vereadores e servidores da administração na prefeitura. Durante a visita, Marcos Martins recebeu cópia da Lei 791/2013, que torna proibido na cidade o uso do amianto nas obras e edificações públicas na cidade.


Mais segurança e saúde em Campinas

sião, conversaram com comerciantes, que reclamam da segurança e pedem por mais um distrito, e vistoriaram a unidade de saúde, que tem denúncias de ausência de médicos.

Litoral e Região

Em visita ao vereador Ricardo Correia do PT de Peruíbe, o deputado estadual Marcos Martins reafirmou comprometimento com o município, administrado pela prefeita Ana Preto, através do anúncio de envio de recursos, no valor de R$ 160 mil, para a compra de um mamógrafo, objetivando a ampliação do acesso das mulheres à saúde, principalmente na realização de exames preventivos contra o câncer.

Caraguatatuba recebe verbas para saúde

Em julho, o deputado Marcos Martins acompanhou a assinatura de convênios e repasse de recursos destinados ao município de Caraguatatuba, feitos por meio de emenda parlamentar de sua autoria.

Caraguatatuba recebeu R$ 90 mil, que vai ser investido na Secretaria de Saúde para aquisição de nova ambulância. O prefeito Antônio Carlos, de Caraguatatuba, agradeceu o apoio e comprometimento do deputado para ampliar o atendimento na área.

Saúde e cultura para Laranjal Paulista

Itanhaém debate resgate da juventude

O deputado estadual Marcos Martins realizou, em Itanhaém, debate sobre os principais problemas enfrentados pelos moradores da cidade: saúde e drogas. Durante o encontro, organizado no Sindicato dos Trabalhadores Rurais e que contou com a participação de lideranças locais, moradores presentes reivindicaram apoio do parlamentar para implantação de unidades para tratamento odontológico e de projetos sociais que tenham como foco o resgate dos jovens. Marcos Martins disse que está atento às demandas e que apresentou a PEC 09/2011, que prevê a responsabilização do Estado na disponibilização de unidades de tratamento aos dependentes químicos.

Em sua visita a Laranjal Paulista, em setembro, Marcos Martins se reuniu com o prefeito do município, Heitor Camarin Júnior (PT), conheceu os programas de governo implementados na área da saúde e cultura e confirmou mais duas emendas para o município, sendo a primeira para asfaltamento de seis ruas da cidade, dando continuidade ao “Projeto Laranjal 100% Asfalto”, e outra para aquisição de equipamentos médicos para a Secretaria da Saúde.

SP

Recursos para novo mamógrafo em Peruíbe

Durante visitas ao longo do ano, Marcos Martins participou do lançamento do projeto “Tribuna Popular” - do informativo Comunicação Popular -, no Sindicato dos Trabalhadores do Comércio (Secom) de Salto, com a presença dos vereadores petistas Antonio Cordeiro dos Santos, Divaldo dos Santos, Willhes da Silva, Luzia Vidal e Wanderlei Silva (Lobinho), e de confraternização promovida pela ACVS (Associação Clube dos Violeiros de Salto), que já conhecem a parceria do parlamentar com os violeiros de Osasco. Além disso, o parlamentar destinou para a cidade recursos de emenda no valor de R$ 200 mil para reforma de praças com equipamentos esportivos.

MUITO MAIS

Em Campinas, o deputado estadual Marcos Martins se reuniu com o líder comunitário Cecílio do Campo Grande, e o vereador Ângelo Barreto, em visita ao bairro Campo Grande. Na oca-

Apoio à cultura em Salto

19


www .marcosmartinspt .com.br

Muito Mais São Paulo é uma publicação do mandato do deputado estadual Marcos Martins

Gabinete Av. Pedro Álvares Cabral, 201 sala 1105 - 1º andar São Paulo - SP - cep 04097-900 tel.: (11) 3886-6242/6241 Escritório Rua André Manojo, 207 - Osasco - SP tel.: (11) 3683-6918 Jornalista responsável Vivian Avellar MTB 51696 Redação Soraia Sene e Nova Onda Comunicação Fotos Vivian Avellar e Marina Moura Foto capa all-free-download.com Diagramação Decio Chiba www.marcosmartinspt.com.br e-mail: escritorio@marcosmartinspt.com.br

www.twitter.com/marcosmartinspt www.facebook.com/marcosmartinspt

ACOMPANHE AS AÇÕES E PROJETOS DO DEPUTADO MARCOS MARTINS PELA INTERNET


Revista Muito Mais São Paulo - 2013