Page 1

MATERIAL DO INSTRUTOR MÁQUINAS ELÉTRICAS ROTATIVAS

TM

3

B872-XB-P


PRIMEIRA EDIÇÃO, REV. B Amatrol, AMNET, CIMSOFT, MCL, MINI-CIM, IST, ITC, VEST, e Technovate são marcas registradas da Amatrol, Inc. Todos os outros logotipos ou nomes de produtos são marcas registradas das suas respectivas empresas. Copyright © 2008 pela AMATROL, INC. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida, traduzida, ou transmitida em qualquer forma ou por qualquer meio, eletrônico, óptico, mecânico, ou magnético, incluindo, mas não limitado a fotografia, fotocópia, gravação ou qualquer sistema de armazenamento ou recuperação, sem uma permissão escrita dos proprietários dos direitos autorais. AMATROL, INC. POST OFFICE BOX 2697 JEFFERSONVILLE, INDIANA 47131 USA FONE 812-288-8285 FAX 812-283-1584 www.amatrol.com


Tópicos

INTRODUÇÃO SEÇÃO I PORTFÓLIO DE MATERIAIS DO ALUNO 1. 2.

Folhas de Dados do PAA Folhas de Registros das Atividades Práticas

SEÇÃO II RESPOSTAS E SOLUÇÕES DOS PROBLEMAS DOS PAAs 3. 4.

Soluções das Folhas de Dados Respostas das Questões de Revisão

SEÇÃO III AVALIAÇÃO COGNITIVA 5. 6.

Exercícios Respostas dos Exercícios

SEÇÃO IV AVALIAÇÃO AUTÊNTICA 7. 8.

Guia do Professor para a Realização da Atividade Prática Teste de Conclusão da Atividade Prática

SEÇÃO V SEGURANÇA 9. Termo de Segurança do Aluno 10. Reconhecimento das Instruções e do Termo de Segurança


INTRODUÇÃO

SOBRE ESTE MANUAL Este Portfólio/Pacote de Orientações foi escrito para o Sistema de Treinamento em Máquinas Elétricas Rotativas 85-MT2-XB. Também faz parte deste pacote, todo o material necessário aos sistemas de treinamentos 85-MT2-B, 85-MT2-C e 85-MT2-D que podem ser adicionados ao sistema básico 85-MT2. Seu propósito é proporcionar os elementos necessários à avaliação das atividades práticas desenvolvidas pelos alunos, à medida que eles avançam pelos Pacotes de Atividades de Aprendizado autodirigidos deste sistema e, também, proporcionar os materiais necessários à montagem de um portfólio para que os alunos possam documentar o seu progresso. Esta introdução apresenta uma descrição do sistema de treinamento, das seções que compõem este manual e do uso do sistema de treinamento em seus cursos.

DESCRIÇÃO DO SISTEMA DE TREINAMENTO EM MÁQUINAS ELÉTRICAS ROTATIVAS O Sistema de Treinamento em Máquinas Elétricas Rotativas é composto por um conjunto completo de hardware de laboratório de qualidade industrial, software de computador, vídeos, textos e atividades práticas de laboratório, que proporcionarão aos alunos a aprendizagem dos fundamentos dos motores elétricos. Estes fundamentos incluem os conhecimentos sobre: indutância; velocidade de motor; relações de torque e potência; aspectos construtivos dos motores de CA e de CC, suas operações e aplicações. Eles ainda cobrem a geração de energia elétrica de CA e de CC. Este sistema de treinamento foi elaborado com base na metodologia de ensino auto-instrucional, que permite ao aluno avançar através das unidades em seu próprio ritmo. Os conteúdos são apresentados numa série de 13 Pacotes de Atividades de Aprendizado que inclui as informações teóricas e as orientações necessárias à realização das atividades práticas de laboratório.

B872-XB-P MATERIAL DO INSTRUTOR Direitos Autorais © 2008 Amatrol, Inc.

v


INTRODUÇÃO Os títulos dos pacotes de atividades de aprendizado incluídos neste sistema de treinamento são: B862-XB-P PAA 1 Motores de CC Série B862-XB-P PAA 2 Motores de CC Shunt e Compound B862-XB-P PAA 3 Velocidade e Torque de Motor B862-XB-P PAA 4 Desempenho de Motores B862-XB-P PAA 5 Motores de CA de Fase Auxiliar B862-XB-P PAA 6 Motores de CA Com Capacitor de Partida B862-XB-P PAA 7 Motores de CA de Capacitor Permanente e de Dois Capacitores B862-XB-P PAA 8 Motores de Indução Trifásicos B876-XB-P PAA 9 Geradores de CC B877-XB-P PAA 10 Motores de Rotor Bobinado B878-XB-P PAA 11 Alternadores B878-XB-P PAA 12 Métodos de Sincronização de Alternadores B878-XB-P PAA 13 Motores Síncronos Este sistema de treinamento pode ser utilizado como um sistema de ensino autônomo, com quaisquer grupos de alunos, para lhes proporcionar experiência prática com máquinas elétricas rotativas.

DESCRIÇÃO DO PROJETO DO PAA Cada pacote de atividades de aprendizado contém aproximadamente de 40 a 80 páginas e seu estudo consome aproximadamente de 2 a 4 horas. Cada pacote é dividido em capítulos ao final dos quais os alunos deverão parar e efetuar uma revisão do conteúdo estudado. Ao término de cada capítulo é apresentada uma série de questões de Revisão, dispostas de forma a permitir aos alunos conferirem os seus progressos. Uma pesquisa mostrou que a fixação de conteúdos por parte dos alunos é superior a 50% se eles pararem e revisarem o conteúdo estudado a cada 1/2 hora. Cada capítulo contém toda informação que o aluno precisará para completar o curso. A informação teórica é segmentada em seções intituladas "Objetivo". As atividades de laboratório, projetadas para o desenvolvimento das habilidades práticas dos alunos, como se poderia esperar, são intituladas "Prática". Como a metodologia escolhida para a elaboração deste material foi a auto-instrucional, foi necessária uma profunda pesquisa antes do projeto, para torná-lo motivador aos alunos. Este programa utiliza cinco importantes conceitos. • Apresentação na medida exata • Aprender fazendo • Práticas integradas • Mudanças freqüentes de modo • Consecução de objetivos imediatamente documentada

B872-XB-P MATERIAL DO INSTRUTOR Direitos Autorais © 2008 Amatrol, Inc.

vi


INTRODUÇÃO Apresentação na medida exata significa que somente o conteúdo absolutamente necessário é apresentado aos alunos na seção Objetivo. Os alunos entram em contato somente com o conhecimento teórico que eles vão utilizar imediatamente. Isto lhes permite estudar o que é realmente importante, reduz a quantidade de leitura, facilitando com isso, a fixação dos conteúdos estudados. O conceito de medida exata é tido como um passo adiante neste material, pois ele propõe a aplicação imediata do conhecimento teórico adquirido, em atividades que proporcionam o desenvolvimento das habilidades práticas do aluno. Isto se chama aprender fazendo. Nossa pesquisa mostrou que os alunos se sentem muito mais motivados a aprender se eles estiverem participando do processo de forma ativa. Ainda, esta é a última abordagem, em termos metodológicos, utilizada para a aplicação imediata de material didático. As atividades de cada PAA também foram planejadas para os alunos continuarem a usar as práticas aprendidas nos PAAs anteriores. A reutilização das práticas aprendidas proporciona aos alunos uma melhor visão de conjunto. A constante re-execução destas práticas, onde descartou-se a enfadonha tarefa de fazer sempre do mesmo modo, aumenta a retenção dos conhecimentos adquiridos e dos procedimentos executados pelos alunos. Esta técnica nos permite desenvolver as habilidades dos alunos num período de tempo muito menor do que normalmente se levaria. Outra técnica utilizada neste material é a de fazer os alunos mudarem constantemente o seu modo de trabalho para evitar a desmotivação. Para isso, procurou-se manter a seqüência dos conteúdos teóricos para leitura bastante enxuta e entremear os estudos teóricos e as atividades práticas com vídeos e software de computador, de forma a manter os alunos executando freqüentemente uma atividade diferente. A única exceção é a parte prática. Nossa pesquisa evidenciou que os alunos ficarão mais tempo concentrados na tarefa se eles estiverem envolvidos em um processo ativo, como o possibilitado por este sistema de treinamento. Uma outra característica chave do projeto deste programa é que ele proporciona aos alunos um sentimento de realização rápida. Parte disto é conseguido pela divisão do curso em PAAs e posteriormente em capítulos, de forma que alunos "saltam um grande número de pequenas barreiras" ao invés de saltar um pequeno número de grandes barreiras. Uma outra parte importante é a colocação dos títulos dos objetivos e das práticas na apresentação do conteúdo, dessa forma os alunos sempre saberão o que eles estão realizando e poderão acompanhar seu progresso quase que página-a-página. O fato dos alunos poderem mensurar o seu progresso e verificar o que eles estão realizando diariamente é algo altamente motivacional.

B872-XB-P MATERIAL DO INSTRUTOR Direitos Autorais © 2008 Amatrol, Inc.

vii


INTRODUÇÃO

INSTALAÇÃO DO SISTEMA DE TREINAMENTO O Sistema de Treinamento em Máquinas Elétricas Rotativas pode ser montado e inventariado por meio do Guia de Instalação incluído no sistema. Este manual apresenta uma listagem completa e fotografias dos componentes inclusos. Ele também provê o leiaute e as instruções para a conferência de software e hardware.

SEÇÃO I. PORTFÓLIO DE MATERIAIS DO ALUNO A seção I deste pacote contém as folhas que os alunos utilizarão para montar seu portfólio. Ela consiste em 2 conjuntos de folhas: Folhas de Dados do PAA e Folhas de Registros das Atividades Práticas. As Folhas de Dados do PAA contêm as tabelas e os quadriculados para a plotagem dos gráficos do PAA, de forma que os alunos não precisarão escrever no PAAs. Todos os outros dados serão registrados nos cadernos dos alunos. Isto lhe permitirá reutilizar os PAAs com outros grupos de alunos. As Folhas de Registros das Atividades Práticas também são para utilização dos alunos. Estas folhas apresentam as práticas executadas em cada PAA e provêem espaço para o professor assinar atestando que os alunos dominaram aquela prática. O método utilizado para avaliar o domínio das práticas será abordado mais adiante. O professor deverá preparar uma cópia destes dois conjuntos de folhas e entregar ao aluno antes do início da aula. Esta cópia é autorizada pela Amatrol. Como alternativa, a Amatrol publica um kit de aluno com estas páginas pré-impressas. Cada aluno deverá montar o seu portfólio a partir de um fichário ou encadernador no qual eles colocarão estas folhas. À medida que eles avançam nos PAAs, eles irão adicionando os novos materiais (na seqüência dos PAAs) aos seus portfólios. O material inclui desenhos, diagramas e cópias impressas de computador.

SEÇÃO II. RESPOSTAS E SOLUÇÕES DOS PROBLEMAS DO PAA Esta seção do pacote também inclui 2 conjuntos de folhas: Soluções das Folhas de Dados e Respostas das Questões da Revisão. As Soluções das Folhas de Dados contêm as respostas ou os dados de amostragem obtidos nas atividades práticas que o aluno está desenvolvendo no seu PAA. Estes dados deverão ser disponibilizados aos alunos à medida que eles realizam as atividades do PAA, assim eles poderão acompanhar o seu desempenho à medida que executam a atividade. Você poderá fazer uma cópia desta folha e entregá-la como um folheto de orientação ao aluno. Como o material é auto-instrucional, o aluno poderá checar imediatamente a sua performance durante a atividade. B872-XB-P MATERIAL DO INSTRUTOR Direitos Autorais © 2008 Amatrol, Inc.

viii


INTRODUÇÃO As folhas de Respostas das Questões da Revisão podem ser utilizadas de dois modos. Um deles consiste na entrega antecipada das folhas aos alunos, uma vez que elas não fazem parte do processo avaliativo. O outro consiste em manter as folhas com o instrutor, que as utilizará para avaliar as Questões de Revisão a fim de certificar-se de os alunos estão realizando a tarefa na velocidade adequada e não estejam se apressando para acabar a tarefa rapidamente. Você pode, por exemplo, exigir que eles obtenham pelo menos 80% de acerto na Revisão antes de prosseguir para o próximo capítulo.

SEÇÃO III. AVALIAÇÃO COGNITIVA Além da avaliação das habilidades práticas dos alunos, também são disponibilizados exercícios destinados à fixação e à avaliação dos conhecimentos necessários à execução das tarefas práticas. Os exercícios são apresentados nesta seção de cada PAA e contêm pelo menos uma questão relacionada a cada objetivo contido no PAA. Estes exercícios podem ser utilizados em conjunto com a avaliação das habilidades práticas para determinação do nível dos alunos. Se você não desejar usá-los para avaliar o nível dos alunos, você poderá usá-los como um indicador das dificuldades (por exemplo, verificar se a dificuldade do aluno está na solução dos problemas de ordem prática ou se a dificuldade está relacionada à alguma informação teórica).

SEÇÃO IV. AVALIAÇÃO AUTÊNTICA A avaliação autêntica é utilizada para determinar se um aluno realmente dominou uma prática. Nesse caso o aluno deverá efetuar uma demonstração daquela prática, ao instrutor, de forma realística. A avaliação autêntica é o único modo utilizado para indicar se o que os alunos registraram em suas folhas é realmente o que eles são capazes de executar. Esta seção contém os materiais necessários para a realização da avaliação autêntica das práticas contidas neste sistema de treinamento. Os dois conjuntos de materiais contidos nesta seção são: o Guia do Professor para a Realização da Atividade Prática e o Teste de Conclusão da Atividade Prática. O Guia do Professor para a Realização da Atividade Prática contém orientações detalhadas para permitir ao professor avaliar as habilidades dos alunos mediante as suas demonstrações. As práticas avaliadas são as mesmas listadas na Seção I deste pacote, relativas às Folhas de Registros das Atividades Práticas. Você observará que algumas destas práticas são cobertas ao mesmo tempo e nem sempre em ordem numérica. A razão disto é tornar a avaliação o mais eficiente possível. A outra parte desta seção contém testes que são usados para avaliar algumas práticas. Uma prática do tipo "calcule a área de um círculo" normalmente teria um teste disponível. Este teste seria dado ao aluno assim que ele tivesse completado o PAA e, por meio dele, o instrutor constataria se o aluno dominou ou não á prática em questão. B872-XB-P MATERIAL DO INSTRUTOR Direitos Autorais © 2008 Amatrol, Inc.

ix


INTRODUÇÃO A maioria das outras práticas é de demonstração ao vivo. Isto significa que você deverá levar o aluno ao treinador e solicitar que ele, de fato, demonstre a prática efetuada em sua presença. Um exemplo poderia ser o ajuste de pressão de uma válvula de alívio hidráulica. A avaliação das práticas de cada PAA pode ser feita a qualquer momento após o aluno ter concluído a tarefa e sentir-se seguro de que a prática daquele PAA foi dominada. As Folhas de Registros das Atividades Práticas informarão ao aluno o método que será utilizado para efetuar a sua avaliação prática, se por teste escrito, demonstração ao vivo ou outros meios. Elas permitem aos alunos estarem melhor preparados para a avaliação autêntica. Devido ao fato de os materiais serem auto-instrucionais, você deverá planejar o seu tempo e estar disponível para executar a avaliação com cada aluno.

SEÇÃO V. SEGURANÇA Esta seção contém os materiais para garantir que o aluno tenha pleno conhecimento de todas as regras de segurança a serem seguidas durante a execução dos conteúdos práticos deste sistema de treinamento. O primeiro documento é o formulário denominado Termo de Segurança do Aluno. Este formulário deverá ser assinado pelo aluno, pelo pai do aluno ou pelo responsável do aluno. Assinando este formulário, o pai/responsável autoriza o aluno a trabalhar com qualquer máquina do sistema de treinamento. Este formulário contém todas as regras a serem observadas antes do aluno receber a permissão do instrutor para trabalhar com uma determinada máquina. Assim que o formulário for preenchido, o instrutor deverá fazer uma cópia para juntar aos seus documentos e, em seguida, entregar uma cópia para o aluno ir compondo o seu portfólio. Cada aluno deverá receber uma cópia integral deste formulário. Assim que o Termo de Segurança do Aluno for completado e instrutor autorizar o início dos trabalhos, o aluno poderá começar suas atividades com os PAAs. O formulário de Reconhecimento das Instruções e do Termo de Segurança será apresentado nesta seção do pacote e servirá como prova dessa autorização. O aluno deverá datar e assinar seu nome no formulário. O instrutor somente assinará o documento quando estiver seguro de que o aluno entendeu completamente todas as regras de segurança estabelecidas para o Sistema de Treinamento em Máquinas Elétricas Rotativas 85-MT2-XB. No final do formulário está o reconhecimento de que o aluno entende que não pode operar nenhuma máquina sem que o seu instrutor tenha assinado a autorização para trabalhar com aquela máquina. Há espaços em branco disponíveis para as assinaturas de outros instrutores. Qualquer instrutor com autoridade para dar permissão ao aluno para operar uma determinada máquina poderá assinar o formulário. Assim que o formulário for preenchido, o instrutor deverá fazer uma cópia para juntar aos seus documentos e, em seguida, entregar uma cópia para o aluno compor o seu portfólio. B872-XB-P MATERIAL DO INSTRUTOR Direitos Autorais © 2008 Amatrol, Inc.

x


GUIA DO PROFESSOR PARA A REALIZAÇÃO DA ATIVIDADE PRÁTICA

B862-XB-P B862-XB-P B862-XB-P B862-XB-P B862-XB-P B862-XB-P B862-XB-P

PAA 1: PAA 2: PAA 3: PAA 4: PAA 5: PAA 6: PAA 7:

B862-XB-P B876-XB-P B877-XB-P B878-XB-P B878-XB-P B878-XB-P

PAA 8: PAA 9: PAA 10: PAA 11: PAA 12: PAA 13:

7

Motores de CC Série Motores de CC Shunt e Compound Velocidade e Torque de Motor Desempenho de Motores Motores de CA de Fase Auxiliar Motores de CA Com Capacitor de Partida Motores de CA de Capacitor Permanente e de Dois Capacitores Motores de Indução Trifásicos Geradores de CC Motores de Rotor Bobinado Alternadores Métodos de Sincronização de Alternadores Motores Síncronos


GUIA DO PROFESSOR PARA A REALIZAÇÃO DA ATIVIDADE PRÁTICA para o sistema de MÁQUINAS ELÉTRICAS ROTATIVAS B862-XB-P

7

PAA 1: MOTORES DE CC SÉRIE

PRÁTICA 1:

Entregue o Circuito de Teste REM-1-1 ao aluno. O aluno deverá efetuar uma checagem de segurança e em seguida deverá conectar o motor na configuração de série, de acordo com o diagrama esquemático do circuito de teste. Assim que o aluno tiver acabado de conectar o motor na configuração de série corretamente, pergunte ao aluno se há alguma precaução especial de segurança a ser considerada para este motor. Certifique-se de que o gabarito do motor/gerador de CC está colocado sobre os bornes de conexão. Resposta: Sim. O freio de Prony deverá ser utilizado como carga para o motor a fim de se evitar a condição de runaway. Neste ponto o aluno deverá instalar o tambor de frenagem no eixo do motor. Em seguida, ele deverá montar o freio de Prony na estação de trabalho e acoplá-lo ao tambor de frenagem. Quando o aluno estiver pronto para operar o motor, libere o pushbutton de parada de emergência. Verifique se o aluno encheu o tambor de frenagem com água antes de começar a operar o motor. Agora o aluno pode operar o motor. Certifique-se de que ele aplicou uma carga suficiente no freio de Prony (pelo menos 4 onças). A aluno deverá operar o motor com chave de controle de tensão ajustada para diferentes valores. Assim que você estiver certo de que o aluno entendeu o procedimento de como conectar e operar um motor de CC série, peça-lhe para desligar o sistema de treinamento. Este procedimento deve incluir: posicionar a chave de controle de tensão de volta a 0%, pressionar o pushbutton de parada de emergência e desligar a chave de alimentação. O aluno deverá deixar o motor conectado nesta configuração e prosseguir com a prática 2.

B872-XB-P MATERIAL DO INSTRUTOR Direitos Autorais © 2008 Amatrol, Inc.

7-1


GUIA DO PROFESSOR PARA A REALIZAÇÃO DA ATIVIDADE PRÁTICA para o sistema de MÁQUINAS ELÉTRICAS ROTATIVAS B862-XB-P

7

PAA 1: MOTORES DE CC SÉRIE PRÁTICA 2:

Peça para o aluno operar o motor novamente e dizer qual é a direção de rotação do eixo do motor. A direção poderá ser determinada com o aluno posicionado em frente à lateral oposta à do eixo do motor. Resposta: A direção de rotação deverá ser no sentido anti-horário. Peça agora ao aluno para reconectar o motor a fim de inverter a direção de rotação. Ele deverá lhe dizer qual método (inversão das conexões da bobina de campo/inversão das conexões da armadura e do interpolo) ele utilizará para realizar esta prática. Inspecione as conexões efetuadas para se certificar de que elas estão de acordo com o método escolhido. Peça para o aluno operar o motor e dizer qual é a direção da rotação. Resposta: sentido horário. Se o motor não estiver girando no sentido horário, as conexões não foram efetuadas de maneira corretas. Se o aluno escolheu inverter as conexões da armadura, mas esqueceu de inverter as conexões do interpolo, deverá ocorrer um faiscamento perigoso entre as escovas e comutador. Você deverá perceber um som de fritura e um cheiro de ozônio queimando. Peça ao aluno para desligar o treinador, desconectar todos os cabinhos e remover o motor e o freio de Prony.

B872-XB-P MATERIAL DO INSTRUTOR Direitos Autorais © 2008 Amatrol, Inc.

7-2


GUIA DO PROFESSOR PARA A REALIZAÇÃO DA ATIVIDADE PRÁTICA para o sistema de MÁQUINAS ELÉTRICAS ROTATIVAS B862-XB-P

7

PAA 2: MOTORES DE CC SHUNT E COMPOUND

PRÁTICA 1/3: Entregue o Circuito de Teste REM-2-1 ao aluno. O aluno deverá efetuar uma checagem de segurança e em seguida conectar o motor na configuração de auto-excitado, de acordo com o diagrama esquemático do circuito de teste. Assim que o aluno tiver conectado o motor corretamente, pergunte-lhe se nesta configuração o motor precisa ter uma carga acoplada. Certifique-se de que o gabarito do motor/gerador de CC está colocado sobre os bornes de conexão. Resposta: Não. O motor shunt nesta configuração não disparará. Logo, nenhuma carga é necessária. Quando o aluno estiver pronto para operar o motor, libere o pushbutton de parada de emergência. O aluno deverá variar a velocidade por meio do botão de controle de tensão. Assim que você estiver seguro de que o aluno entendeu o procedimento de como conectar e operar um motor auto-excitado, peça-lhe para desligar o sistema. Este procedimento deve incluir: posicionar o botão de controle de tensão de volta a 0%, pressionar o pushbutton de parada de emergência e desligar a chave de alimentação. O aluno deverá deixar o motor conectado nesta configuração e prosseguir com a prática 3. Peça para o aluno operar o motor novamente e dizer qual é a direção de rotação do eixo do motor. A direção poderá ser determinada com o aluno posicionado em frente à lateral oposta à do eixo do motor. Resposta: A direção de rotação deverá ser no sentido anti-horário. Peça agora ao aluno para reconectar o motor a fim de inverter a direção de rotação. Ele deverá lhe dizer qual método (inversão das conexões da bobina de campo/inversão das conexões da armadura e do interpolo) ele utilizará para realizar esta prática. Inspecione as conexões efetuadas para se certificar de que elas estão de acordo com o método escolhido. Peça para o aluno operar o motor e dizer qual é a direção da rotação. Resposta: sentido horário. Se o motor estiver girando no sentido anti-horário, as conexões não foram efetuadas de maneira corretas. Se o aluno escolheu inverter as conexões da armadura, mas esqueceu de inverter as conexões do interpolo, deverá ocorrer um faiscamento perigoso entre as escovas e comutador. Você deverá perceber um som de fritura e um cheiro de ozônio queimando. Peça ao aluno para desligar o treinador, desconectar todos os cabinhos e remover o motor e o freio de Prony. Quando você estiver seguro de que o aluno entendeu o procedimento de como inverter a direção de rotação de um motor de CC shunt, peça-lhe para desligar o sistema de treinamento e desconectar os cabinhos da estação de trabalho.

B872-XB-P MATERIAL DO INSTRUTOR Direitos Autorais © 2008 Amatrol, Inc.

7-3


GUIA DO PROFESSOR PARA A REALIZAÇÃO DA ATIVIDADE PRÁTICA para o sistema de MÁQUINAS ELÉTRICAS ROTATIVAS B862-XB-P

7

PAA 2: MOTORES DE CC SHUNT E COMPOUND PRÁTICA 2:

Entregue o Circuito de Teste REM-2-2 ao aluno. O aluno deverá conectar o motor na configuração com excitação independente. O campo do shunt deverá ser conectado à fonte de alimentação de CC fixa, que é uma fonte de tensão constante e corrente variável. Quando o aluno estiver pronto libere o pushbutton de parada de emergência e deixe-o operar o motor. O aluno deverá variar a velocidade por meio do botão de controle de tensão e do botão de ajuste de campo. Pergunte ao aluno por que a velocidade do motor diminui quando a corrente de campo é aumentada. Resposta: O campo do shunt se opõe ao campo magnético da armadura fazendo a armadura reduzir a velocidade. Conforme a corrente do campo aumenta, a armadura reduz a velocidade porque o campo do shunt é intensificado. Assim que você estiver seguro de que o aluno entendeu o procedimento de como conectar e operar um motor shunt com excitação independente, peça-lhe para desligar o sistema. Este procedimento inclui: posicionar os botões de controle de tensão e de ajuste de campo de volta a 0%, pressionar o pushbutton de parada de emergência e desligar a chave de alimentação. Peça ao aluno para desconectar os cabinhos.

PRÁTICA 4:

Entregue o Circuito de Teste REM-2-3 ao aluno.Antes de o aluno conectar o motor na configuração de compound adicional, ele deve efetuar um teste para determinar a polaridade dos enrolamentos de campo e certificar-se de que o motor está realmente conectado no modo adicional. O teste deverá ser realizado da seguinte maneira: 1. O aluno deverá conectar o motor na configuração shunt auto-excitado e deverá operá-lo o suficiente para observar a direção de rotação. A direção deverá ser no sentido anti-horário. 2. O aluno deverá, em seguida, conectar o motor na configuração série e operá-lo o suficiente para observar a direção de rotação. A direção de rotação deverá ser igual à da configuração shunt, sentido anti-horário. 3. O aluno deverá agora conectar o motor na configuração compound adicional, certificando-se de que ambos os enrolamentos de campo estão conectados na polaridade em que eles estavam conectados nos passos anteriores. Isto assegurará que os campos estão se adicionando (adicional). Agora o aluno pode operar o motor no modo de compound adicional. A direção de rotação deverá ser no sentido anti-horário. O aluno deverá variar a velocidade por meio do botão de controle de tensão. Assim que você estiver seguro de que o aluno entendeu o procedimento de como conectar e operar um motor compound adicional, peça-lhe para desligar o sistema. Este procedimento inclui: posicionar os botões de controle de tensão e de ajuste de campo de volta a 0%, pressionar o pushbutton de parada de emergência e desligar a chave de alimentação. Oriente o aluno para deixar o motor conectado nesta configuração e prosseguir com prática 5.

B872-XB-P MATERIAL DO INSTRUTOR Direitos Autorais © 2008 Amatrol, Inc.

7-4


Apoio pedagógico  

Amatrol - Apoio pedagógico

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you