Page 1

PUB

CARTÃO VERMELHO UMA CRÓNICA DE RESPEITO

Sexta-feira,

16 de Setembro de 2011

// N.º

3

ODIVELAS SAD Suplemento do jornal Nova Odivelas Nº 406

ENTRA BEM

II série Ano XII

w w w . n o va o d i ve l a s . p t Director: Henrique Ribeiro Coordenação: David Braga

A ÉPOCA

TORNEIO DE FUTSAL ORLANDO DUARTE

ODIVE L A S B A S K E T C L U BE

U MA ÉPOCA DE INCERTEZAS D O N I NHAS DO ASFALTO E M C ONCENTRAÇÃO EM MAFRA PUB

● ● ● ● ● ● ●

AJUDE-NOS A INFORMAR ● MAIS ● ENVIE ● ● ● NOTICIAS DO ● SEU CLUBE ● ● ●

● ● ● ● ●

●desportivmente

●@novaodivelas.pt ● ● ● ● ● ● ●


2

CARTÃO VERMELHO Nova Odivelas

16 Setembro 2011

“Não gozem com o trabalho das pessoas!” Esta frase dá título a um desabafo que Ricardo Gaspar, presidente do Odivelas Basket Clube, escreveu num artigo que publicou no site do clube a 06 de Setembro. Na referida publicação, Ricardo Gaspar queixase da falta de consideração que alguns pais e atletas estão a ter pelo facto de irem treinar a outros clubes sem que atempadamente avisem o Odivelas Basket o que provoca incertezas quanto à planificação para a época desportiva que já se iniciou. Realmente o trabalho ingrato que alguns Ricardos deste país têm para conseguir reunir as condições necessárias para que atletas e técnicos tenham horários disponíveis para realizar um trabalho sério e honesto,

esbarra por vezes na incompreensão de alguns que pensam que tudo isto é fácil. Para eles basta pagar as mensalidades e depois se houver clubes melhores é um adeus e até à próxima, sem sequer dar “cavaco” àqueles que formaram durante épocas o atleta. Nas modalidades colectivas as inscrições nas respectivas associações são maioritariamente feitas antes do início dos treinos. O que acontece é que muitos clubes quando regressam de férias deixam de ter nos plantéis atletas com os quais pensavam poder contar. Não há nenhum sentido de responsabilidade de pelo menos avisar com tempo os dirigentes dos clubes. Ricardo Gaspar refere

PLINGRAFIA

mesmo «As pessoas não tem consideração nenhuma pelo trabalho que aqui se faz e para mim os adultos (pais) não estão a educar os seus filhos da forma mais correcta ao permitirem tal situação» mais à frente afirma, «Se depender de mim, todos os atletas que foram treinar para outros lados sem avisar o clube não jogam mais aqui». É sem dúvida uma posição corajosa de alguém que disponibiliza horas e horas do seu tempo livre prejudicando a família em prol de um trabalho comunitário muito pouco reconhecido. Se todos fossem assim, provavelmente a situação não se repetiria tantas vezes. Mas infelizmente os pequenos clubes têm, por vezes,

de engolir alguns sapos e receber de volta atletas que incentivados por terceiros e muitas vezes pelos próprios progenitores que os convencem que são pequenos “Cristianos Ronaldos” vão a treinos de captação onde são rejeitados porque só ficam realmente os melhores. É tempo por isso, de pais, atletas e mesmo directores dos chamados clubes grandes perceberem que quem anda nas pequenas colectividades de bairro, que sobrevivem ainda à custa de muita carolice, precisam e mais do isso, merecem ser respeitados e acima de tudo reconhecidos porque caso contrário o número de atletas a praticarem as várias modalidades desportivas caía a pique!

davidbraga@diariodenoticias.com

Benficas e Sportings contam-se pelos dedos de uma mão, clubes amadores que prestam um serviço inestimável à formação de jovens atletas são alguns milhares. Concluo esta coluna com o desabafo do Ricardo Gaspar que também é o meu e de tantos outros dirigentes que vivem regularmente situações similares. Não Gozem com o trabalho das Pessoas!

David Braga

Correr para uma vida saudável

Fotografia: Eduardo Sousa


16 Setembro 2011 PUB

PUB

PUB

Nova Odivelas 3


4

Nova Odivelas

16 Setembro 2011

ACTUALIDADE BASQUETEBOL

David Braga

O Odivelas Basket Clube iniciou a época desportiva envolta em algumas incertezas quanto às equipas a inscrever para os campeonatos distritais, bem como à carga horária disponibilizada pela câmara para a utilização dos pavilhões de gestão municipal.

Odivelas Basket começa a sua 3ª época com algumas dúvidas quanto ao número de equipas a inscrever nos campeonatos oficiais. Ricardo Gaspar, presidente da direcção falou-nos na entrevista que nos concedeu das dificuldades que o Odivelas Basket passa sobretudo devido à saída de alguns atletas bem como aos poucos horários disponibilizados pela câmara municipal de Odivelas na utilização dos pavilhões de gestão municipal. Devido a vários factores o OBC vai apresentar menos equipas em competição. A saída de alguns atletas sem que tenham informado o clube deixou a instituição com pouca margem de manobra quanto aos escalões de sub-18 masculinos e sub-16 femininos. De qualquer maneira

O

a inscrição no campeonato dos sub-18 ainda pode ser ainda uma realidade. Na abordagem que faz à saída de alguns atletas do clube Ricardo Gaspar é taxativo. «É um orgulho ver atletas jogarem em clubes de maior nomeada, mas a vida é feita de educação, respeito e consideração. No caso do OBC não houve educação nem consideração, por parte, na minha maneira de ver, dos pais dos atletas que foram treinar a outros clubes e que não informaram o clube». Outras das dificuldades relatadas pelo também treinador do OBC, é a carga horária «É manifestamente insuficiente, todas as horas são poucas mas este ano ainda são menos. Vamos tentar gerir da melhor maneira». Tal como em épocas passadas a colectividade vai alugar o pavilhão da Escola Vasco Santana na Ramada tendo para isso de pagar as horas em que treina. Apesar de tudo Ricardo Gaspar promete um Odivelas Basket forte e a continuar com os seus objectivos que são a promoção, divulgação e desenvolvimento da modalidade no concelho de

Fotografias: David Braga

Odivelas Basket inicia época desportiva com incertezas

Odivelas, apostando muito do minibasquete «Que é onde tudo tem de começar e vamos apostar neste escalão que é o futuro». Os

convívios desportivos irão manter-se e os treinos serão no pavilhão do complexo escolar de Porto Pinheiro.

O número de praticantes no Odivelas Basket continuará a rondar a centena.

Minibasquete vai começar Os escalões do Minibasquete do OBC vão iniciar a época desportiva no próximo dia 17 de Setembro pelas 10h30 no Pavilhão da Escola Básica Vasco Santana na Ramada. Podem comparecer aos treinos jovens de ambos os sexos com idades compreendidas entre 8 e os 12 anos. Os atletas terão depois a oportunidade de participar em vários convívios desportivos nos escalões de mini-8, mini-10 e mini-12.


16 Setembro 2011

Nova Odivelas 5

BASQUETEBOL

O basquetebol é muito emocionante Diogo Ferreira tem 15 anos e é atleta do Odivelas Basket Clube. Conversámos com ele para saber o que o levou ao clube, porque se interessa pela modalidade e que projectos tem para o seu futuro na área desportiva.

esportivamente: Diogo, como é que chegaste ao Odivelas Basket? Diogo Ferreira: Descobri o Odivelas Basket quando andava à procura de um desporto para praticar porque sou uma pessoa que não gosta de estar em casa sem fazer nada e gosto bastante de praticar desporto. Encontrei um panfleto colado numa porta lá da minha escola. Falei com o meu pai e ele decidiu ligar para saber mais informações. Depois de saber onde treinavam e os horários fiz três treinos para ver se gostava. Gostei, fiquei e até agora continuo no Odivelas Basket. D: Há quantas épocas estás no OBC? DF: Vou agora começar a minha 3º época fiz uma como Sub-14 e

D

vou para a segunda como Sub16. Na minha primeira época vencemos a maior parte dos jogos do campeonato distrital na segunda e terceira fase porque eramos os mais velhos e tinhamos mais maturidade. Nesta última época que passou as vitórias foram escassas porque desta vez os adversários eram mais velhos e nós eramos mais novos e menos experientes mas mesmo assim mantivemo-nos juntos. Nesta terceira época espero conseguir mais vitórias do que consegui na época passada e continuar a evoluir. D: Já tinhas estado noutro clube ou praticado outra modalidade? DF: Sim, já tinha praticado futsal pelo Odivelas. Quando andava no Externato Flor do Campo decidiram criar uma escola, por assim dizer, de futsal e inscrevime mas não jogámos jogos oficiais só fizemos um jogo. Pratiquei depois badminton na escola. D: O que representa para ti

pertenceres a uma equipa? DF: É uma coisa muito boa porque somos todos amigos conhecemos-nos e damos-nos bem. Vestir uma camisola de um clube seja ele qual for é sempre gratificante. D: Como vês o papel do treinador? É apenas alguém que gere os treinos, ou é mais do que isso? DF: Mais do que gerir treinos, é uma pessoa que se preocupa com a escola dos seus atletas, fica a par de tudo o que se passa e dos problemas que tenha e é sempre alguém em quem podemos confiar e passamos bons e maus momentos mas recordamos sempre o melhor. D: Ambicionas ser jogador profissional? DF: Sim. Quando entro para algo é para levar a sério, mas ainda tenho uma longa vida pela frente e até agora tenho evoluído bem. Sinto que estou muito melhor desde que entrei. Mas se tivesse começado mais cedo se calhar tinha mais

hipóteses porque os grandes jogadores formam-se desde pequeninos. Mas não sei, o destino dirá. D: Consegues conciliar a tua vida escolar com a de atleta? As notas são boas? DF: Sim consigo até agora tenho tido um horário muito acessível e que dá para conciliar ambas as profissõe”. Tenho aulas de manhã e à tarde, estudo e faço as minhas coisas. Tenho tempo para tudo. As notas são boas até porque se estiver concentrado nas aulas em casa só tenho de fazer uma revisão à matéria, fazer os trabalhos de casa e anotar as dúvidas para no dia a seguir perguntar ao professor e assim fico com tempo para dedicar ao basquetebol. D: Por fim, que mensagens darias a alguém que quissesse vir para o basquetebol? DF: Bem, sendo o futebol o desporto ambicionado por todos os rapazes e algumas raparigas, o basquetebol tem

A CMO deve estar atenta Achámos também ser importante conhecer o ponto de vista dos familiares dos atletas e por isso conversámos com o pai do Diogo, Alberto Santos sobre o acompanhamento que faz da actividade desportiva do seu filho.

esportivamente – A vinda do Diogo para o Odivelas Basket tem influência sua ou foi uma opção dele? Aberto Santos – O Diogo queria praticar desporto e gostava de ténis, mas como aqui perto não havia nada e dado a estatura dele pensámos no basquetebol, até porque é uma modalidade praticada em pavilhão. Como um colega dele já praticava a modalidade trouxeo e ele fez alguns treinos gostou e por cá anda. D – O percurso escolar dele é

D

afectado pela prática desportiva? AS – Não. Poderia ser afectado caso ele optasse por ir, por exemplo, para o Benfica dado o tempo que desperdiçaria nos transportes. Como ele quer seguir a carreira de engenheiro informático tem de ter tempo para os estudos e por isso provavelmente praticará basquetebol até aos 18 anos e depois logo se verá. D – Acompanha os jogos do Diogo? AS – Sim, sempre que posso faço questão de ver os jogos dele. D – Discute depois com ele as incidências do jogo? AS – Sim, muito. Inicialmente inclusive ele chorava porque eu criticava-o por falta de atitude e aconselhava-o a ser mais interventivo e agressivo na aborda-

gem ao jogo. Ele agora aceita melhor as críticas e percebe que o jogo é para ser levado a sério. No final da entrevista Alberto Santos apelou ainda para que a câmara municipal estivesse mais atenta às necessidades do Odivelas Basket, e desafiou o Nova Odivelas a divulgar mais as actividades do clube. Da nossa parte aceitamos o desafio desde que haja a colaboração dos elementos do OBC no envio de informações. Não podíamos deixar de agradecer mais uma vez a simpatia e as facilidades concedidas à nossa reportagem pelas funcionárias da câmara municipal de Odivelas de serviço no Pavilhão da Escola Secundária da Ramada, D.ª Deolinda e D.ª Tina.

Fotografia: David Braga

ás necessidades do OBC

uma coisa muito emocionante, por exemplo nos jogos de futebol há empates, no basquetebol não, tem de haver um vencedor e nesses jogos que vamos a prolongamento ou falta um minuto e estamos empatados é uma adrenalina e emoção que só são vividos pelos que estão lá dentro. Eu experimentei e gostei por isso convido todos os amantes do desporto e aqueles que também não são a experimentar porque com certeza vão gostar.


6

Nova Odivelas

16 Setembro 2011

MODALIDADES FUTSAL

Sporting e Benfica vencem Torneio Orlando Duarte Realizou-se no passado fim-desemana a primeira parte VI Torneio de Futsal Orlando Duarte promovido pelo Grupo Recreativo e Cultural Presa/Casal do Rato. Os jogos decorreram no Pavilhão Susana Barroso, no Casal do Rato, Freguesia da Pontinha..

este primeiro fim-desemana do torneio disputaram-se os jogos nos escalões de Juniores e Juvenis. No domingo à tarde decorreu a cerimónia de entrega dos prémios que contou com a presença de Luís Costa, adjunto do vereador do Desporto, Hugo Martins; de Rui Francisco, vereador da CMO; Vítor Pereira, vogal do Desporto da Junta de Freguesia da Pontinha e Jorge Rodrigues, presidente da

N

FUTEBOL

do Rato 3 - Beira-Mar 2

Cultural Presa/Casal do Rato e em juniores para o Beira-Mar. O Troféu de Melhor Jogador em juvenis foi para Pedro Roque, da Académica de Coimbra e em juniores para Rubem Santos do Sporting Clube de Portugal. Deixamos aqui os resultados dos jogos desta primeira parte do torneio:

Juniores GRCP Casal do Rato 4 - Académica de Coimbra 0 Sporting CP 1 - LP Salvo 0

Domingo, 11 de Setembro Juvenis Académica de Coimbra 4 - AC Ciências 6 SL Benfica 6 – AC Odivelas 3

Finais Juvenis: SL Benfica - AC Ciências (3-2) Juniores: GRCP Casal do Rato Sporting CP (1-6)

Sexta-feira 09 de Setembro Juvenis - Grupo A - GRCP Casal do Rato 2 - AC Odivelas 1 Juvenis - Grupo B - Académico de Ciências 1 - SL Benfica 2 Juniores - Grupo A - GRCP Casal do Rato 2 - LP Salvo 1 Juniores - Grupo B - GD Quinta do Pinheiro 0 - Sporting CP 10 Sábado, 10 de Setembro Juvenis - Grupo B - Seixal Futsal 1 - AC Ciências 2 Juvenis - Grupo A - AC Odivelas 3 - Académica de Coimbra 2 Juniores - Grupo B - Académica de Coimbra 2 - GD Quinta Pinheiro 2 Juniores - Grupo A - LP Salvo 3 Beira-Mar 1 Juvenis - Grupo B - Seixal Futsal 3 - SL Benfica 3 Juvenis - Grupo A - GRCP Casal do Rato 0 - Academica Coimbra 4 Juniores - Grupo B - Sporting CP 9 - Académica Coimbra 1 Juniores - Grupo A - GRCP Casal

Fotografias: GRCP/CR

Associação de Moradores Presa/Casal do Rato. Os clubes participantes neste fim-de-semana foram: Em juvenis: Grupo A – Casal do Rato, Académica de Coimbra e ACO. Grupo B – SL Benfica, Académico de Ciências e Seixal Futsal. Em juniores: Grupo A – Casal do Rato, Beira Mar e Leões de Porto Salvo. Grupo B – Académica de Coimbra, Sporting e Quinta do Pinheiro. O vencedor do torneio, em juvenis foi o Sport Lisboa e Benfica e em juniores o Sport Clube de Portugal. Os segundos classificados foram, em juvenis o Académico de Ciências e em juniores o Grupo Recreativo e Cultural Presa/Casal do Rato. A Taça de Disciplina em juvenis foi entregue ao Grupo Recreativo e

David Braga

MOTOCICLISMO

CAC da Pontinha 3 X Eléctrico Ponte Sor 2 Doninhas do Asfalto na 12ª Concentração de Mafra

N

Fotografias: António Mota

O

Moto Clube de Odivelas, Doninhas do Asfalto, esteve presente na 12ª Concentração de Mafra promovida pelo Moto Clube de Mafra no âmbito das comemorações do seu 17º aniversário. Segundo Ricardo Camilo, presidente do Moto Clube de Odivelas, «Foi um grande fim-de-semana que começou pela noite de sexta e acabou no Domingo a cantar os parabéns aos Padrinhos, o Moto Clube de Mafra». O Moto Clube de Odivelas, Doninhas do Asfalto, recebeu o 2º Prémio de representações de Moto Clubes na Concentração. O 1º prémio foi conquistado pelo Moto Clube Cavalos de Pau (Santo António de Cavaleiros). «Foi uma grande festa para estes dois Moto Clubes… com muita alegria e amizade» considerou

Ricardo Camilo. O presidente do Moto Clube de Odivelas lembro que no dia 09 de Outubro vai ter lugar o 1º Encontro de Motos Clássicas de Odivelas, que se realiza no Parque urbano do Silvado e informou que irão estar representados vários Moto Clubes entre os quais o padrinho dos Doninhas do Asfalto, o Moto Clube de Mafra. Mais informações no site do clube: www.MCOdoninhasdoasfalto.com

Fotografia: MCO

a primeira jornada do Campeonato Nacional de Juniores da 1ª Divisão, o Clube Atlético e Cultural da Pontinha recebeu o Eléctrico de Ponte de Sor para um jogo, onde perante cerca de duas dezenas de espectadores as duas equipas entregaram de forma muito positiva. Os visitantes inauguram o marcador na transformação de um livre mas o CAC não se entregou e ainda na primeira parte deu a volta ao resultado com dois belos golos de Flávio, um jogador a não perder de vista. No regresso ao relvado o Eléctrico de Ponte de Sor procurou a igualdade mas o CAC desejava a vitória e tudo fez para a conseguir. Um golo de Artur resolveu a partida que foi bem disciplinada e arbitrada. AM


16 Setembro 2011

Nova Odivelas 7

MODALIDADES FUTEBOL

Odivelas FC SAD 2 X Tojal 0 o Campo do Clube Futebol Os Unidos, no Bairro Padre Cruz, o Odivelas FC SAD recebeu este Domingo o Tojal para a 1ª jornada do Campeonato da Divisão de Honra da Associação de Futebol de Lisboa, tendo vencido por 2-1. Uma razoável assistência, a que a equipa não estava habituada, compareceu no estádio para apoiar os odivelenses nesta partida onde ambas as equipas se

equipa e continuou à procura da igualdade mas o guardaredes do Odivelas, muito seguro, manteve a baliza inviolável e a cerca de 10 minutes do fim Cláudio marcou o golo da tranquilidade. Jogo bastante disciplinado, com Boa Arbitragem. De realçar a disponibilidade da SAD em ter posto o autocarro do clube ao serviço dos sócios do Odivelas Futebol Clube. AM

Fotografias: António Mota

N

entregaram ao jogo procurando oportunidades de golo. O Odivelas inaugurou o marcador com um remate de Márinho. O Tojal procurou a igualdade mas a equipa do Odivelas controlou o jogo não deixando que os adversários marcassem e assim chegou o final da primeira parte com o Odivelas a vencer por 1-0. Para a segunda parte o Tojal fez algumas alterações na sua

ASSOCIATIVISMO

ALAMC com calendário das actividades Associação Lusa de Artes Marciais Coreanas realizou uma Assembleiageral no passado dia 10 de Setembro na sua Sede Social sem luz eléctrica facto que prejudicou os trabalhos. Segundo o site da instituição a referida Assembleia-geral decorreu com pouca participação dos associados e teve como percalço o facto de ter sido realizada sem luz eléctrica nas instalações. José Castro, presidente da ALAMC refere «Não podia fazer nada em relação a isso visto que a energia vêm através de um cabo que esta colocado nos bal-

A

neários que estão em cima da Sede e que quem tem que resolver esse problema é a Câmara de Odivelas visto que ainda estamos à espera de assinar o documentos que o Sr. Hugo Martins, Vereador do Desporto está desde à muito a trabalhar nele, enquanto isso continuaremos a trabalhar com as condições precárias que temos na ALAMC & DA.» Os pontos aprovados na reunião magna da ALAMC bem como o calendário de actividades podem ser consultados no site da associação em: www.alamc.pt

24 HORAS DE NOTÍCIAS www.novaodivelas.tv www.diariodeodivelas.com

VERDADE RIGOR ISENÇÃO


8

Nova Odivelas

16 Setembro 2011

CLUBE ATLÉTICO E CULTURAL

DIVULGAÇÃO

Desportivamente NO TV O Desportivamente desta semana contou com a presença de João Curvêlo do Bloco de Esquerda que nos v e i o falar das posições do seu partido sobre as politicas despor tivas que defende para concelho. Ficámos a saber que o Bloco vai fazer uma visita a todo o movimento associativo do município de Odivelas para aferir das realidades vividas pelas instituições. José Carlos Pires e Rui Teixeira, membros do painel residente emitiram as suas opiniões com destaque para as preocupações sobre o estado em que se encontram os relvados 1 e 2 do complexo desportivo do insolvente Odivelas Futebol Clube. A não perder o programa já publicado na Nova Odivelas TV.

ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA CONVOCATÓRIA

Na qualidade de Presidente da Mesa da Assembleia Geral e ao abrigo do nº 2 do Artº. 20 dos Estatutos, convoco a reunião da Assembleia Geral Ordinária do nosso Clube, a qual decorrerá na Sede Social do C.A.C., (Av. Fundação Calouste Gulbenkian – 1675-101 PONTINHA) no próximo dia 22 DE SETEMBRO DE 2011, pelas 20h30 (1ª convocatória), com a seguinte: ORDEM DE TRABALHOS Apresentação da Proposta para o preenchimento dos Cargos Vagos, ao abrigo do Artº.16, nº 6: - 1. Mesa da Assembleia Geral - 2. Para a Direcção Apresentação do Relatório de Actividades e do Relatório de Contas referentes ao ano de 2010 e parecer do Conselho Fiscal; N.B.: De acordo com o Artº. 22, dos Estatutos, se à hora marcada, não estiverem presentes, pelo menos metade dos Associados com direito a tomar parte da Assembleia Geral, esta funcionará, em 2ª Convocatória, meia hora depois, com qualquer numero de associados e com a mesma ordem de trabalhos. Pontinha, 07 de Setembro de 2011 O Presidente da Mesa da Assembleia Geral (Carlos Moleiro)

PUB

Desportivamente 03  
Desportivamente 03  

Suplemento do Nova Odivelas 406

Advertisement