Issuu on Google+

Província Brasil Centro-Leste

Edição 426

Dezembro de 2013

Companhia de Jesus se prepara para 2014 Bicentenário de restauração e unificação são alguns dos eventos programados para o ano.

Pág. 10

Educação

Juventude

Espiritualidade


02


carta do provincial

03

O olhar que salva o mundo Basta um olhar, o olhar que salva, para nos fazer despertar. O ano já vai adiantado e, como nos diz o Apóstolo, a salvação está agora mais perto de nós, convidando-nos a caminhar na direção da Luz. Tanto bem realizado em tantos lugares, uma fecundidade de dons e talentos distribuídos com largueza. Tudo para evidenciar que uma maneira nova de ver tem sempre condições de resgatar, redimir e devolver dignidade a tudo. Tudo disposto para ensinar-nos uma forma de entrar no íntimo dos seres e salvá-los desde dentro, fazendo acordar as fibras que despertam a Vida. Um jeito diferente de enxergar move, então, os olhos para todos os lados, para a imensa face da Terra, contemplando a diversidade do gênero humano: uns brancos, outros negros; uns em paz, outros em guerra; uns chorando, outros rinPe. Mieczyslaw Smyda do; uns com saúde, outros enfermos; uns nascendo, outros morrendo... Um modo que nos questiona: O que eu vejo? Como vejo? Como me vejo, percebo os outros e o que acontece? Como me relaciono com o mundo, com as coisas, com a natureza e com Deus? Uma presença discreta que, finalmente, vem e ajuda-nos a acolher, não sem espanto, a Vida: frágil, pequenina, desconcertante. Vem e não nos deixa acostumar o olhar à rotina das mesmas formas. Vem e encoraja-nos a ver o que a realidade pede de nós. Vem e ensina-nos a agradecer todos os bens e dons que descem do Alto. Ele está no meio de nós! Habitando nas criaturas, dando-nos o ser, o viver, o sentir e o entender, conduz-nos a fazer memória agradecida de um percurso enriquecido, de mais um ano de trabalhos e de uma história que se quer transformada e autenticamente livre. Afinal, por livre decisão de Sua vontade, Ele caminha conosco e nos quer também livres. Considerar, nesta época do ano, sobretudo, como o Criador vive em nós e no que é criado só pode mesmo nos fazer ter uma atitude reverente de acolhida e de gratidão. Não houve ausência, nem omissão, nem esquecimento. Essa presença discreta faz sentir seus efeitos, porque não invade, mas pede para entrar e estar conosco, gerando vida e trazendo alegria, ânimo e disposição para o que ainda virá. E os nossos olhos já podem ver a Salvação! Aquilo que nunca antes havíamos visto nos causa um pasmo essencial, a cada momento, diante da eterna novidade do mundo. Desafia-nos, portanto, a encontrar, também, um jeito próprio de ser e de responder com a vida, enquanto reconhecemos o Senhor e O seguimos. Enquanto vamos aprendendo com Ele, no comum dos dias, o melhor modo ser Humano. Faz-nos recordar tantos benefícios recebidos e ponderar, com tamanho afeto, quanto Ele tem feito por nós e quanto nos tem dado daquilo que tem. O corpo rejubila, a alma exulta, a alegria instala-se, o olhar transforma-se, o espírito revigora-se e a ação de graças acontece... Minimamente, reconheçamos a Bondade e peçamos a graça de acolhê-la, na simplicidade de nossos corações, a fim de que possamos propagar a Luz que se projeta em nosso olhar, fazendo com que ela se amplifique e seja um sinal que atravesse a noite e a escuridão. E que muitos contemplem a Salvação do nosso Deus!   Um feliz e santo Natal! E que o Ano Novo venha repleto de bênçãos!

Notícias da Província é uma publicação mensal da Província Brasil Centro-Leste, produzida pelo Núcleo de Comunicação Integrada (NCI) Diretor do NCI: Pe. Geraldo Lacerdine, sj Editor e jornalista responsável: Silvia Lenzi (MTb: 16.021) Redação: Juliana Dias Diagramação e editoração: Victor Pisani Fotos: Arquivo Contato NCI: noticias@jesuitasbrasil.com / www.jesuitasbrasil.com


04

Livro sobre Euclides da Cunha é lançado no Colégio Anchieta

Companhia de Jesus e ETE são homenageadas

O Colégio Anchieta de Nova Friburgo realizou o lançamento do livro Euclides da Cunha: da face de uma tapuia, dos autores Anabelle Loivos Sangenis e Luiz Fernando Sangenis. O evento aconteceu durante a 3ª Edição do projeto Ciranda Cultural, no dia 8 de novembro. Anabelle é fundadora do Projeto 100 anos sem Euclides, criado em 2009, e que realizou diversas iniciativas a fim de celebrar a vida e a obra do escritor. Segundo Jane Ayrão, coordenadora de Artes do Colégio Anchieta, o lançamento do livro na instituição foi muito significativo para a comunidade educativa. “Existe uma forte ligação entre o Colégio Anchieta e Euclides da Cunha. Todos os três filhos do autor estudaram na instituição, eles foram encaminhados ao reitor da época por pedido do próprio Euclides da Cunha”, afirmou.

A Companhia de Jesus foi homenageada pelo Sindvel (Sindicato das Indústrias de Aparelhos Elétricos, Eletrônicos e Similares), no dia 18 de novembro. Todos os anos, a entidade homenageia, por meio da Comenda Sinhá Moreira, as empresas, instituições e personalidade que contribuem para o desenvolvimento do Vale da Eletrônica, em Santa Rita do Sapucaí (MG). Em 2013, os jesuítas foram homenageados pelo trabalho desenvolvido na ETE FMC (Escola Técnica de Eletrônica Francisco Moreira da Costa). O Provincial da BRC (Província Brasil Centro-Leste), Pe. Mieczyslaw Smyda, presidente da Fundação Dona Mindoca Rennó Moreira, mantenedora da ETE, foi a personalidade homenageada. Na ocasião, Pe. Smyda foi representado pelo sócio, Pe. Carlos James dos Santos.

O projeto Ciranda Cultural realiza rodas de conversa, que abordam assuntos ligados à cultura. Os encontros acontecem dentro do Memorial Anchieta e os temas são escolhidos pela comunidade educativa do Colégio. Na ocasião, também foi aberta a exposição do artista plástico Cacau Rezende e a apresentação do Teatro dos professores do Anchieta, com o recital Suave Relicário, em homenagem ao Dr. Edmo Rodrigues Lutterbach, que foi presidente da Academia Fluminense de Letras e grande defensor da obra de Euclides. No encerramento do evento, foi apresentado o espetáculo As últimas horas de Canudos – Uma performance de Butoh, grupo de teatro formado por universitários.


05

Trabalhos de alunos do Colégio dos Jesuítas destacam-se em projeto de Universidade Federal Em novembro, um grupo de alunos do Ensino Médio do Colégio dos Jesuítas participou do projeto Eficiência Energética na Escola, durante a 36ª Semana da Engenharia da UFJF (Universidade Federal de Juiz de Fora). O projeto foi realizado pela Pet Elétrica (Programa de Educação Tutorial da Engenharia Elétrica). Os alunos Júlia Cotta Brandão, Fernanda Barroso e Silva, Luana Samôr dos Reis Cedro, Marina Oliveira Miranda e André dos Santos Mendonça, da 1ª Série do Ensino Médio, desenvolveram o projeto Movimento que gera energia. O objetivo era transformar a energia mecânica em elétrica e inserir essa ideia em academias de ginástica. Já os alunos Henrique Lovisi Ennes, Victor Ricci de Macedo, Nathan Ramos Lima e Silva,

João Victor Soares Motta, Bruno Teixeira Fortuna e Lucas Braga Sant’Ana, também da 1ª Série, apresentaram o projeto Termosolares. A proposta era produzir energia elétrica através da energia solar utilizando espelhos esféricos. Por este trabalho, os alunos foram premiados e obtiveram o primeiro lugar entre os projetos apresentados. Os alunos João Pedro Peters Barbosa, Paula Domith de Oliveira Vieira, Lara Dutra Fonseca, Pedro Henrique Peters Barbosa, Mateus Nogueira Bela Barbosa e Rodrigo Oliveira Cruz, da 2ª e 3ª Séries do Ensino Médio, desenvolveram o tema Energia: consumo e sustentabilidade. A ideia era desenvolver o consumo de energia elétrica com aumento na eficiência e diminuição de consumo.

Alunos do Colégio Loyola ganham prata e bronze em Olimpíada de Matemática Os alunos do Ensino Fundamental do Colégio Loyola conquistaram medalhas de bronze e prata na Olimpíada Mineira de Matemática. A competição, realizada em junho e outubro,

aconteceu em duas etapas, por meio de provas de alto grau de complexidade, que envolveram raciocínio e criatividade. A cerimônia da premiação foi realizada no dia 3 de dezembro.

Confira o nome dos premiados no site www.loyola.g12.br


06

Alunos do Colégio Santo Inácio vão participar da Marcha da Vida em Israel

Passeio pedagógico em SP reúne alunos do Colégio São Francisco Xavier

Pelo segundo ano consecutivo, dois alunos do Colégio Santo Inácio, no Rio de Janeiro (RJ), vão participar da Marcha da Vida, uma viagem realizada à Polônia e a Israel, cujo objetivo é incentivar a reflexão sobre os crimes cometidos contra o povo judeu durante a Segunda Guerra Mundial. A aluna Beatriz Mello foi a vencedora do concurso de redação, promovido pela Escola judaica Liessin, e integrará o grupo que sairá do Rio em abril de 2014. A segunda colocada no concurso, Izabela Vicente, terá parte das despesas da viagem custeadas pelo Colégio Santo Inácio. As vencedoras concorreram com outros 20 alunos da 1ª Série do Ensino Médio e foram selecionadas pela coordenação da série em função do bom desempenho acadêmico. Todos os participantes ganharam o livro A Marcha, de Michel Stilveman. Para o reitor do Colégio Santo Inácio, Pe. Luiz Antonio Monnerat, a participação dos alunos na Marcha da Vida incentiva o respeito às diferenças, inclusive de credo. “Todos nós somos filhos de Deus. É muito importante para a nossa fé essa abertura para outras religiões”, comentou.

Os alunos do 6º ano do Ensino Fundamental do Colégio São Francisco Xavier participaram de um passeio pedagógico, no Centro de São Paulo, no dia 29 de outubro. A atividade, guiada pelos professores, teve como objetivo a sensibilização e o conhecimento histórico, social e cultural do munícipio. A observação da arquitetura inglesa, o conhecimento histórico das ferrovias e do ciclo cafeeiro da Estação da Luz, foram alguns dos pontos da atividade. Além disso, os alunos visitaram o Museu da Língua Portuguesa e conheceram um pouco mais sobre a importância da linguagem no desenvolvimento do ser humano. Ainda no Museu da Língua Portuguesa, os alunos visitaram também a mostra sobre o cantor e compositor Cazuza, que foi comparado aos trovadores da Idade Média por seu caráter romântico, político e contestador.

Alunos do Colégio São Luís assistem palestra de Kátia Canton Em novembro, os alunos da 1ª série do Ensino Médio Noturno do Colégio São Luís participaram de uma palestra com a professora Drª Kátia Canton, autora do livro Do Moderno ao Contemporâneo, Editora Martins Fontes, adotado em sala de aula para os estudos sobre História da Arte. Kátia, formada em Jornalismo e em Arquitetura, exerceu, por muitos anos, a car-

reira de jornalista, passando pelos jornais Folha de S. Paulo e Jornal da Tarde, onde permaneceu oito anos, enquanto morava em Nova Iorque. Além disso, foi correspondente internacional da revista Isto É. Atualmente, é curadora de arte, professora da Universidade de São Paulo (USP) e escritora. Retrato da Arte Moderna é seu primeiro livro publicado.


07

Projeto Socioambiental ECOS é concluído com festa na Dom Helder Câmara Em 30 de novembro, o Movimento Socioambiental e Jurídico – ECOS realizou a festa de celebração do encerramento do Projeto Socioambiental. O evento aconteceu na Escola Superior Dom Helder Câmara e foi comandado pelos coordenadores do Movimento, professor Francisco Haas e o advogado Luiz Chaves, e pelo professor Elmo Júlio. O Projeto Socioambiental contemplou uma disputa entre as instituições de ensino integrantes do ECOS, iniciada em 25 de abril, quando foi disponibilizada a primeira tarefa no espaço virtual. O objetivo da competição era a criação de projetos de cunho ambiental envolvendo questões diretamente relacionadas à escola ou a seu entorno e do bairro onde está localizada. Ao longo dos meses, as equipes competidoras concretizaram outras seis etapas, sempre comprovando seus esforços por meio de registros virtuais.

Durante o evento de encerramento do Projeto, os competidores foram recebidos com a apresentação do músico mineiro Carter, ao lado do sanfoneiro Leleu. Além disso, as quatro equipes classificadas tiveram 10 minutos cada uma para explicar seu projeto. Foram apresentados números musicais e de danças, peças teatrais e exposições de cartazes e vídeos. A equipe julgadora da disputa foi composta pelos advogados Edmilson Ferreira, Gesun Prestes e José Aparecido Gonçalves, além dos estudantes de Direito da Dom Helder, Amanda Cristina Alves dos Prazeres e Henrique Lennon Ferreira Silva Morais. As equipes vencedoras foram: 1º lugar: Escola Estadual General Carneiro. 2º lugar: Escola Estadual Flávio dos Santos. 3º lugar: Colégio Tiradentes da Polícia Militar. 4º lugar: Escola Estadual Francisco Menezes Filho.

O movimento constituiu-se por uma rede de professores e estudantes, com apoio da Escola Superior Dom Helder Câmara. A iniciativa foi motivada, principalmente, pela Campanha Ecumênica da Fraternidade de 2011, com o tema Fraternidade e a Vida no Planeta. O foco do Movimento ECOS é a educação como instrumento para desenvolver conhecimento, formar atitudes e gerar ações. Acesse o site e saiba mais sobre

Reitor da PUC-Rio recebe título de Personalidade Educacional 2013 O Reitor da PUC-Rio, Pe. Josafá Carlos de Siqueira, recebeu o título de Personalidade Educacional 2013 pela Folha Dirigida, ABE (Associação Brasileira de Educação) e ABI (Associação Brasileira de Imprensa), em solenidade na Sede da Academia Brasileira de Filosofia, no último dia 25 de novembro.


08

provincialado Pe. Mário Sündermann é o novo delegado de Educação da Província do Brasil O Pe. Mário Sündermann, atual diretor do Colégio Catarinense, foi nomeado pelo Pe. Carlos Palácio, Provincial do Brasil, como o Novo Delegado de Educação Básica. Nessa nova missão, Pe. Sündermann representará os colégios jesuítas em todas as instâncias relacionadas à educação escolar no Brasil e no exterior.

Além de integração e mais eficácia na missão educativa da Companhia de Jesus, espera-se uma constante interação à missão apostólica. No próximo ano, quando assumirá suas novas funções, o novo delegado visitará os colégios para conhecer e acompanhar os projetos em andamento.

Processo de beatificação de Padre Reus ganha novo impulso O CECREI (Centro de Espiritualidade Cristo Rei), em São Leopoldo (RS), sediou a reunião do Conselho Episcopal de Pastoral da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) entre os dias 2 e 5 de dezembro. O episcopado do Rio Grande do Sul participou do encontro, que serviu como momento de confraternização e reflexão sobre a Igreja Católica local. No dia 3, os bispos celebraram uma missa no Santuário do Sagrado Coração de Jesus, presidida por Dom Zeno Hastenteufel. Segundo o reitor, Pe. Guido Lawisch, a presença dos bispos no santuário foi um acontecimento sem precedentes. Os religiosos tiraram fotos diante do altar e junto ao túmulo do Padre Reus. Essas imagens serão levadas a Roma, em janeiro, por Dom Zeno e servirão para impulsionar o processo de beatificação do servo Pe. João Batista Reus. “Todos os bispos receberam uma biografia do Pe. Reus e revelaram-se extremamente alegres pela oportunidade de conhecer o santuário, que, segundo Dom Zeno, é o maior centro religioso da diocese”, disse Pe. Miron Stoffels. Além da missa, os bispos participaram de momentos de retiro e meditação, em pleno tempo do Advento para os católicos. Eles aproveitaram a rara

oportunidade de estarem todos reunidos para cuidar de uma prioridade em específico: o esforço particular e coletivo em prol da evangelização e das obras pastorais da Igreja Católica no Rio Grande do Sul. Participaram do encontro, a direção do CONSER (Conselho Episcopal de Pastoral do Regional Sul 3), composta pelo bispo de Novo Hamburgo e presidente do Regional Sul 3, Dom Zeno Hastenteufel, pelo bispo de Santa Cruz do Sul e vice-presidente, Dom Canísio Klaus, pelo bispo de Cachoeira do Sul e secretário, Dom Remídio José Bohn, e pelo secretário executivo, Pe. Ademar Agostinho Sauthier, e os bispos das quatro províncias eclesiásticas do Estado do Rio Grande do Sul e suas 14 dioceses sufragâneas. O CONSER do Regional Sul 3 contou com a participação ativa e as reflexões de vários bispos eméritos, que, em muito, já contribuíram na liderança de cada diocese. Dom Paulo Moretto, bispo emérito de Caxias do Sul; Dom Girônimo Zanandréa, bispo emérito de Erechim; Dom Pedro Ercílio Simon, bispo emérito de Passo Fundo; Dom Ângelo Domingos Salvador, bispo emérito de Uruguaiana; e Dom Dadeus Grings, arcebispo emérito de Porto Alegre, acompanharam o encontro para colaborar e auxiliar os atuais bispos diocesanos e arcebispos metropolitanos do Rio Grande do Sul.


provincialado Superiores da América Latina e do Caribe participam da 27ª Assembleia da CPAL

Os Superiores Maiores da América Latina e do Caribe reuniram-se para a 27ª Assembleia da CPAL (Conferência dos Provinciais Jesuítas da América Latina), realizada no Centro João XXIII, no Rio de Janeiro, entre os dias 5 e 9 de novembro. O encontro, que contou com a hospitalidade dos jesuítas da Província Brasil Centro-Leste (BRC), foi coordenado pela Equipe central da CPAL e teve a presença dos Assistentes e de todos os Superiores Regionais e Provinciais. O Provincial do Chile participou pela primeira vez da Assembleia, enquanto os do México, da Bolívia e da América Central, pela última vez. Também compareceram os Superiores da Jamaica, de Cuba e da Guiana. Três importantes assuntos estiveram na pauta do trabalho da Assembleia: 1. O seguimento do Projeto Apostólico Comum (PAC). 2. A reestruturação das Províncias. 3. A comemoração do Bicentenário da Restauração da Companhia de Jesus (1814-2014).

Com relação ao PAC, o Comitê de Monitoramento (COSEPAC) apresentou o detalhamento das metas, assim como os responsáveis pelos diferentes objetivos. Todos os Superiores Maiores apresentaram um relatório da implementação de reestruturação das províncias, desejo do Pe. Geral Adolfo Nicolás para meados de 2014. A esse respeito, a Comissão apresentou proposta para trabalhar a questão nas províncias com um itinerário em três etapas, que será lançado em breve. Um dia inteiro foi dedicado ao estudo do Bicentenário da Restauração da Companhia, sob a orientação dos padres Antonio Menacho (BOL), Arturo Reynoso (MEX), Carlos Alberto Contieri (BRC) e Dr. Alfonso Alfaro. Além disso, em 5 de novembro, Dom Orani João Tempesta, arcebispo do Rio de Janeiro, presidiu a Eucaristia e falou também sobre a organização da Jornada Mundial da Juventude. No dia seguinte, o Dr. Luiz Roberto Azevedo (PUC-Rio) fez uma apresentação sobre a economia brasileira no contexto da América Latina.

Pe. Rolando Alvarado é o novo Superior da Província CAM

O Pe. Adolfo Nicolás, Superior Geral da Companhia de Jesus, nomeou o Pe. Rolando Enrique Alvarado Lopez como o Superior da Província Centroamericana. Atualmente, o jesuíta é o Reitor da Universidade Rafael Landívar, na Guatemala, e assumirá o novo cargo em 12 de março de 2014.

09


10

especial

Companhia de J

se prepara para o O novo papa e o MAGIS 2013

Em março de 2013, quando o cardeal francês Jean-Louis Tauran anunciou o cardeal argentino Jorge Mario Bergoglio como o novo papa, o mundo surpreendeu-se. Além de ser o primeiro pontífice latino-americano, Bergoglio pertencia também à Companhia de Jesus. “Todos nós olhamos e acolhemos este fato da eleição do papa Francisco com surpresa. A Companhia nunca teve um papa. Nunca imaginamos que teríamos um jesuíta como Pontífice”, confessa Pe. Mieczyslaw Smyda, provincial da BRC (Província Brasil Centro-Leste). E, logo após a sua nomeação, o novo pontífice já começaria a surpreender o mundo todo com suas atitudes. Em sua primeira aparição na varanda, além do pedido de oração pelo papa Emérito Bento XVI, o papa solicitou à multidão: “Antes de abençoá-los, porém, quero que vocês orem e peçam que Deus me abençoe”. Para o provincial da BRC, as atitudes do papa e a sua simplicidade são o reflexo do modo inaciano. “O papa Francisco nos surpreende com sua postura simples, uma postura que vem ao encontro do mundo. Quando se escuta o papa, ele não explicita que é inaciano ou que fala dos jesuítas. Mas ele fala do modo inaciano que ele confirmou. Isso não o impede de servir à Igreja. Pelo contrário, ele

ano de 2


especial

Jesus

2014

O ano de 2014 será especial para a Companhia de Jesus. Além do processo de unificação das províncias, que atualmente dividem o Brasil, a Ordem irá comemorar o bicentenário de sua restauração, um período importante para a Companhia, pois marca a volta da instituição a sua missão no mundo. A importância do próximo ano vem reforçar as surpresas e alegrias vividas pela Companhia de Jesus em 2013. Os mais de 2 mil jovens presentes no MAGIS 2013 tornaram as ruas do Brasil mais coloridas e animadas, fazendo com que as pessoas pudessem presenciar de perto o magis inaciano. Mais de 80 experiências de peregrinação, ecologia, espiritualidade, ação social e de inserção sociocultural foram oferecidas a esses jovens. Um momento especial na vida de cada um deles, que se preparavam ainda para um encontro único no Rio de Janeiro: o encontro com o papa Francisco.

se sente impulsionado para servir à Igreja e isso é, para nós, o testemunho. O testemunho que nos arrasta, que nos surpreende. Assim como foi surpresa para nós todos reunir 3,5 milhões de jovens em Copacabana”, comenta Pe. Smyda. A quantidade de pessoas presentes durante a JMJ Rio 2013 surpreendeu a própria organização do encontro e emocionou a todos os cristãos. Na Missa de Envio, o papa Francisco pediu aos jovens que transmitissem os ensinamentos de Jesus. “Queridos irmãos e irmãs! Queridos jovens! Ide e fazei discípulos entre todas as nações”, afirmou o pontífice em sua homilia. Os jovens que participaram do MAGIS 2013 também vivenciaram momentos de aprendizado da palavra, compaixão e solidariedade. “O MAGIS, junto com a JMJ, é uma celebração. É um culto celebrativo de vivência daquilo que os jovens já desejam e praticam em várias de nossas obras, em várias partes do mundo. Eles, com línguas diferenciadas, conseguiram se comunicar. Isso é esperança no outro”, conclui Pe. Smyda.

“Queridos irmãos e irmãs! Queridos jovens! Ide e fazei discípulos entre todas as nações”

11


12

especial Uma só província, uma só missão “Hoje, o papa Francisco nos pede para olhar para o futuro e não simplesmente olhar com saudosismo o que passou, o que perdemos, pois nada perdemos. Pelo contrário, estamos ganhando, ganhando em quase um continente como é o Brasil. E, dessa forma, podemos atuar agora como uma Companhia só, assim como fizeram Pe. Nóbrega e Anchieta, entre outros, que pensaram um Brasil só, um Brasil único”, explica Pe. Smyda. Qualidade da missão, união e colaboração, esses são alguns dos atributos a que o provincial da BRC, Pe. Mieczyslaw Smyda, faz referência quando se fala da unificação das províncias. Atualmente, a Companhia de Jesus no Brasil é dividida em três províncias e uma região: BRM (Brasil Meridional), BRC (Brasil Centro-Leste), BNE (Brasil Nordeste) e a BAM (Região dependente Brasil Amazônia). Essas províncias já estão passando por um processo de reestruturação que será completado com a criação de uma única província. Mas essas mudanças não acontecem somente no Brasil. Países como EUA, Espanha e Holanda também já iniciaram o processo de unificação de suas províncias. A ideia é criar uma unidade que facilite os processos administrativos e a missão dos jesuítas no mundo inteiro. Segundo Pe. Smyda, a proposta dessa nova província é otimizar a vida religiosa. “Este processo de unificação é para pensarmos na missão como um todo e não por partes, ou, por províncias. Então, visando à missão como um todo, nós todos somos enviados para ajudar o mundo a conhecer Jesus Cristo e a fazer um mundo mais humano. A missão da Companhia de Jesus, com certeza, vai ganhar em qualidade”, afirma o provincial. Em agosto, está prevista a realização da assembleia de unificação da nova província, a província BRA. Mas, antes disso, as províncias vão realizar suas últimas assembleias no início de 2014. “A Assembleia das províncias e da BRC deve ser, antes de tudo, um momento de ação de graças, da missão cumprida como uma unidade estrutural e organizativa, que fez grandes coisas durante este tempo”, ressalta o provincial da BRC.

“Este processo de unificação é para pensarmos na missão como um todo e não por partes, ou, por províncias.” Durante sua presença no Brasil, a Companhia de Jesus teve diversas estruturas administrativas. Segundo Pe. Smyda, a atuação dos jesuítas na região que hoje contempla a BRC começou em 1867, em Itu, com a criação do Colégio São Luís, que depois foi transferido para São Paulo.


especial Dois períodos de uma mesma história, num mesmo espírito O lema Dois períodos de uma mesma história, num mesmo espírito marca o início das comemorações do bicentenário da restauração da Companhia de Jesus no Brasil. A Ordem foi supressa em 1773 e restaurada em 1814. Durante esse período, apesar das várias perseguições sofridas pelos jesuítas, o espírito da Companhia não foi sufocado e sua importância para a Igreja Católica acabou sendo reconhecida pelo papa Pio VII. “O bicentenário nos traz a possibilidade de primeiro comemorar, mas também esclarecer, trazer à luz do dia, toda a realidade da supressão e dos motivos que levaram à restauração da

Companhia como Ordem na igreja para servir ao evangelho e servir a Jesus Cristo no mundo.Então, para nós, isso é muito, muito importante”, ressalta Pe. Smyda. Além do Simpósio Nacional do bicentenário, que reunirá renomados pesquisadores em São Paulo, entre os dias 8 e 10 de maio, a Companhia está organizando diversos materiais para divulgar este momento histórico dos jesuítas. Uma dessas ações já foi lançada em 2013. O site do bicentenário traz informações e documentos sobre esse período, além das últimas notícias sobre ações que estão sendo organizadas.

“Comemorar o bicentenário da restauração nos dá a oportunidade de ver aquilo que a Companhia fez ao longo da sua história. Aqueles companheiros do passado fizeram grandes coisas. Eles atuaram, se dispuseram e deram toda a vida pela educação, pela pregação da palavra. Portanto, devemos comemorar e trazer à memória tudo isso com gratidão”, afirma Pe. Smyda. Em 2014, após 200 anos de restauração, um jesuíta é escolhido como papa. Um momento especial que faz a Companhia de Jesus relembrar seu passado e preparar-se para o futuro. Um futuro que promete mudanças, mas também união e força no desenvolvimento da missão. “O ano de 2014

vai ser importante para o estudo de nossa história como Companhia. Em diferentes partes do mundo, estão programados estudos acadêmicos, publicações, conferências e reuniões de estudo para promover uma compreensão mais profunda e ajudar a entender melhor a realidade da supressão e da restauração da Companhia: suas causas, principais protagonistas e suas consequências. Sou grato pelo trabalho que tem sido feito até agora e espero que um esforço tão importante de pesquisa e estudo da história também continue após 2014”, afirmou o Superior Geral da Companhia de Jesus, Pe. Adolfo Nicolás, em carta aos jesuítas.

Conheça o site www.bicentenariosj.com.br

13


14

Colégio São Luís comemora crescimento do Portal do Bem

Com a chegada das festas de final de ano, as ações sociais tendem a aumentar e os interessados em fazer o bem podem se informar sobre ONGs que atuam nas mais diversas áreas no Portal do Bem (www.portaldobem.org.br). A website visa divulgar o trabalho de instituições sem fins lucrativos e de pessoas que desenvolvem projetos sociais em todo o Brasil, e dá acesso para que voluntários possam se cadastrar. Lançado em maio de 2013, em comemoração aos 146 anos de história do Colégio São Luís, o Portal do Bem tem uma página no Facebook que já conquistou mais de 15 mil fãs. “Nossa resposta no Facebook foi muito boa. A intenção é aumentar ainda mais a visibilidade na rede social e, em 2014, expandir nossa área de atuação, indo além do virtual. Pensamos em promover uma feira de ONGs no Colégio”, diz Jairo Cardoso, diretor administrativo do Colégio. O portal funciona como um painel virtual de atividades sociais gratuitas e possibilita visualizar projetos, áreas de voluntariado e doações. Nele, os interessados podem encontrar diferentes formas de contribuir com as mais variadas instituições e entidades. Entre as dezenas de ONGs do portal, estão a Liga Solidária, o GRAACC (Grupo de Apoio ao Adolescente e a Criança com Câncer), Flauta Mágica e Fundação Pró-Sangue (vinculada ao Hospital das Clínicas).

Por meio do site, as pessoas têm livre acesso a ONGs e instituições participantes, podendo conferir fotos, vídeos institucionais, eventos e as melhores formas de ajudar. Basta escolher uma categoria de exibição (Assistência Social, Cidadania, Arte e Cultura) e conhecer os grupos. O interessado ainda tem as opções de filtrar por cidade ou região e buscar os caminhos para ser voluntário ou apoiador. Também é possível indicar as instituições para amigos e compartilhar informações, fotos e vídeos nas redes sociais. De acordo com o diretor geral do Colégio São Luís, Pe. Eduardo Henriques, o Portal do Bem tem relevante importância social, além de estreitar a participação dos alunos em programas de apoio ambiental e cultural, entre outros. “Prezamos por um ensino forte em busca de excelência também na formação humana, em valores e na profundidade espiritual. É muito importante conhecer o bem que se faz! Vemos muitos adultos que passaram pelo São Luís e hoje trabalham por um mundo melhor, tecendo redes e unindo pessoas”, afirmou. Os seguidores do portal podem ainda cadastrar seus próprios projetos sociais na página. As instituições têm espaço para publicar seus projetos, necessidades e usar a visibilidade do portal para ampliar seus resultados, tudo gratuitamente.


15

Comunidade educativa do Colégio Loyola participa da campanha Doe seu Cabelo Nos dias 18 e 25 de novembro, o Colégio Loyola promoveu a campanha Doe seu Cabelo, ação realizada em parceria com o Instituto Mario Penna. A campanha foi um grande sucesso e reuniu toda a comunidade educativa da instituição. Alunos, pais, antigos alunos, professores e colaboradores doaram, em média, 12 centímetros de cabelo para a confecção de perucas para os pacientes que estão em tratamento contra o câncer. O salão de beleza Jacques Janine e o salão Clip Imagem realizaram os cortes gratuitamente. Além das doações feitas no momento do corte do cabelo, diversos alunos e colaboradores do Loyola trouxeram cabelos e, até mesmo, perucas de casa. Diversas alunas chegaram dispostas a, além de mudar o visual, ajudar o próximo. Uma delas, a estudante Lorena Prates, da 2ª Série do Ensino Médio, destacou a importância de aderir à campanha. “O cabelo vai crescer novamente e a sensação de ajudar alguém fazendo esse gesto tão simples é maravilhosa”, explicou.

Fé e Alegria troca experiências durante a ONG Brasil A Fundação Fé e Alegria do Brasil participou com êxito nos três dias de atividades da 5ª edição da ONG Brasil, maior evento intersetorial de responsabilidade social da América Latina, realizado entre os dias 28 e 30 de novembro. O encontro de entidades aconteceu no Expo Center Norte, em São Paulo, e reuniu mais de 500 institutos e organizações, além de palestras, seminários, workshops e exposições. Foram 15 mil visitantes nos três dias de evento. Fé e Alegria marcou presença com um estande no setor de educação da ONG Brasil, onde foi possível mostrar o trabalho realizado pela fundação nas unidades estaduais de todo o país. O visitante da feira teve a oportunidade de conhecer as linhas de atuação da entidade, como a Educação Formal, Educação Não Formal, Forma��ão de Educadores Populares, Desenvolvimento Comunitário e Ação Pública.

Eloá Corsatto, da Mobilização Nacional de Recursos de Fé e Alegria, avaliou de forma positiva a presença na ONG Brasil. “Nossa participação neste ano foi excelente, principalmente para a troca de experiências com outras organizações sociais, além do network com potenciais investidores sociais”, afirmou. Foram mais de 100 palestras e seminários durante os três dias da ONG Brasil, com o objetivo de impulsionar e capacitar o terceiro setor, 98% delas gratuitas. Governo e iniciativa privada participaram juntos desse processo e abriram várias discussões, como o Futuro da Sociedade Civil Organizada no Brasil, articulado pela Secretaria Geral da Presidência da República, juntamente com a ABONG (Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais e Instituto Reo Partners).


16

Centro Santa Fé promove visita aos estúdios da TV Cultura O Centro Santa Fé promoveu uma visita aos estúdios da TV Cultura, em São Paulo, no dia 11 de novembro. Os adolescentes que frequentam, no período da tarde, as oficinas de Teatro, Produção de Áudio, Luz e Som no Centro Santa Fé, localizado na Rodovia Anhanguera, km 25, participaram da gravação do programa Manos e Minas. A ideia de levar os 29 adolescentes para uma atividade distinta do cotidiano do projeto partiu da educadora Dulci Alves, responsável pela oficina de teatro. Por conta da Semana da Consciência Negra, organizada pelos educadores do Santa Fé, Dulci decidiu programar uma atividade que chamasse a atenção dos adolescentes para esses assuntos. “Como estávamos próximos do dia da Consciência Negra, pensei em levar os jovens ao Manos e Minas, já que é um programa que - além de trabalhar com temáticas da cultura negra e toda musicalidade do rap - envolve os jovens. Os educandos do projeto se reconhecem nos assuntos e estilos musicais apresentados no programa”, explica a educadora. Além de acompanhar a gravação, os adolescentes puderam visualizar a dinâmica de trabalho de um set de filmagem e conhecer a rotina dos profissionais que trabalham atrás das câ-

meras e na produção dos programas. Thalia dos Santos, de 16 anos, gostou de saber como tudo funciona por trás das câmeras. “A oportunidade de saber como são as coisas nos bastidores de um programa de TV foi bem interessante. Os apresentadores precisam decorar o texto, se acontece qualquer erro precisa gravar tudo novamente. Foi legal saber de tudo isso”, conta a educanda. As letras do Mc Bitrinho e o trabalho dos DJs presentes no programa foi o que mais despertou o interesse e a curiosidade dos jovens. “Eu nunca imaginava ficar tão perto de um DJ assim. Foi bem legal assistir ele tocar e olhar todos os materiais usados durante a apresentação. Eu gosto bastante desse trabalho, mas não conheço tanto assim. Agora que vi de perto, sei que tenho que pesquisar e aprender muito”, compartilha Charles Cordeiro, de 15 anos. A experiência foi tão positiva que agora a intenção é retornar ao programa durante a programação de férias realizada pelo Centro Santa Fé. “Foi ótimo ver que os adolescentes vibraram com a música. Durante a gravação, eles ficaram próximos dos artistas e foram bem participativos. Até fomos elogiados pela produção do programa, que nos convidou para voltar. Então, nas férias, estaremos lá novamente”, finaliza Dulci.


17

Centros de Juventude: inscrições abertas para o Voluntariado Jovem 2014 O Anchietanum, o Centro Inaciano de Juventude, e a CAJU (Casa da Juventude Padre Burnier) estão com inscrições abertas para o Voluntariado Jovem de 2014. A experiência é destinada a jovens entre 18 e 32 anos e propõe o aprofundamento da vivência da solidariedade cristã. No Anchietanum, em São Paulo, a experiência será realizada de 5 a 18 de janeiro e os jovens vão atuar em albergues, casas de convivência para pessoas em situação de rua, centros de atendimento juvenis, centros de saúde e cooperativas populares de reciclagem. Estudos, reflexões e debates sobre a realidade da exclusão e da desigualdade são algumas das atividades desenvolvidas durante a experiência, que exige dedicação aos trabalhos institucionais, como o convívio com funcionários e com beneficiários dos projetos atendidos. No Centro Inaciano de Juventude, em Campinas (SP), é necessário disponibilidade de participação em tempo integral para voluntariado intensivo, ou de, no mínimo, 10 dias para voluntariado extensivo. No primeiro, o jovem vivencia durante 15 dias, nos meses de janeiro e julho, experiências de inserção social, rural, urbana, de arte e cultura, e de formação. Já no segundo, que acontece de março a novembro, a experiência é no âmbito da inserção social. Em 2014, o Voluntariado Jovem será realizado pela primeira vez em Campo Alegre (TO), entre os dias 11 e 20 de janeiro. A experiência é fruto de uma parceria entre Anchietanum e a CAJU, em Goiânia (GO). No distrito de Campo Alegre, vivem cerca de 100 famílias, e a Missão Operação Mato Grosso, composta por Padres Salesianos e missionários brasileiros e italianos, desenvolve trabalhos nessa região há mais de 20 anos. O experimento de inserção sociocultural vai proporcionar aos jovens participantes a troca de experiências com a comunidade local a partir de seu modo de vida e costumes.

O trabalho em equipe, a promoção de oficinas de arte, a geração de renda, pequenas reformas e construção de banheiros em algumas casas serão algumas das atividades ao longo da experiência.

As vagas para as experiências de Voluntariado Jovem são limitadas. Para mais informações e/ou inscrições pelo site www.anchietanum.com.br, pelos telefones (11) 3862-0342/ 96465-1414 ou pelo e-mail: secretaria@anchietanum.com.br.


18

Jovens participam da IV Edição da Muchilada A Paróquia Nossa Senhora de Montes Claros e Beato José de Anchieta, localizada em Montes Claros (MG), realizou a IV Edição da Muchilada, no dia 24 de novembro. A atividade reuniu jovens de diversas localidades e proporcionou momentos de reflexão, por meio de uma caminhada de cerca de dois quilômetros. Segundo o Pe. Itamar Carlos Gremon, vigário paroquial, a atividade proporciona o aprofundamento espiritual e a integração entre as pessoas. “O objetivo da Muchilada é ser um momento de lazer e oração, que reúne pessoas da área urbana e da área rural, para que possam se conhecer mais e, ao mesmo tempo, anima e motiva os jovens a participarem de suas comunidades”, afirmou.

JMJ Rio 2013 lança série de DVDs sobre o evento no Brasil Naquele domingo, 28 de julho de 2013, o mundo estava de olho nas areias da Praia de Copacabana. As imagens transmitidas ao vivo mostravam 3,7 milhões de fiéis que acompanhavam atentamente o papa Francisco. Era a missa de encerramento da primeira viagem internacional do primeiro Pontífice jesuíta e latino-americano, que fez um apelo aos jovens: que levassem ao mundo a palavra de Deus. Um evento cheio de ineditismo. E, portanto, simbólico. Esses momentos agora estão registrados no DVD Papa Francisco no Brasil – A Santa Missa, lançado pela JMJ Rio 2013, e com venda nas principais lojas do País. São imagens surpreendentes, com cenas aéreas inéditas, desde a saída do papa Francisco da residência onde estava hospedado, no alto do Sumaré, até a multidão de fiéis que lotaram Copacabana. Além da íntegra da missa, o DVD contém, nos extras, as músicas da Jornada Mundial

da Juventude, o making of com depoimento de pessoas que trabalharam na organização do evento, como Marco Mazzola, responsável pela direção geral, e padres e cantores que entoaram as músicas da missa. Também é possível conferir clipes exclusivos, que agora são lançados pela MZA Music / Sony Music. Em breve, outros dois DVDs da JMJ serão lançados: um documentário, do diretor Cacá Diegues - Rio de fé - que mostra a Jornada por meio de histórias de peregrinos, voluntários, famílias de acolhida; e outro com os principais momentos da visita e discursos do papa Francisco, no Rio, produzido pela Globo. Confira um trecho do documentário Rio de fé: http://www.youtube.com/watch?v=1iV-QJLGVBk


19

Pe. Eduardo Dougherty é eleito vice-presidente da Signis Brasil

Arquidiocese de Brasília encerra o Ano da Fé com homenagem ao jesuíta Dom JoãoTerra

No dia 24 de novembro, encerrou-se, no mundo inteiro, o Ano da Fé, proclamado pelo papa emérito Bento XVI em outubro de 2012. Em Brasília, a data contou com uma homenagem especial ao jesuíta Dom João Evangelista Martins Terra, bispo auxiliar emérito da capital, pelos seus 25 anos de episcopado. Durante a cerimônia, na Catedral Metropolitana de Brasília, Dom Terra foi lembrado pelos seus trabalhos na capital, entre eles a criação do Instituto Bíblico, em 2006, e seu engajamento no movimento Sacerdotal Mariano. Participaram da missa os atuais bispos auxiliares de Brasília: Dom Leonardo Steiner, Dom Valdir Mamede, Dom José Aparecido Gonçalves e o arcebispo emérito, o cardeal Dom O Pe. Eduardo Dougherty foi eleito vice-pre- José Freire Falcão. O arcebispo de Brasília, Dom Sergio da Rocha, sidente da Signis Brasil (Associação Católica de Comunicação). A eleição da nova diretoria leu uma mensagem enviada pelo papa Francisco foi realizada nos dias 23 e 24 de novembro, especialmente para a ocasião. “Damos graça a durante a I Assembleia da Signis Brasil. A Irmã Deus por todos os dons que lhe foram concedidos, enquanto suplicamos intensamente os dons da DiHelena Corazza foi reeleita presidente. O Fundador da Associação do Senhor Je- vina Graça, lhe concedemos a benção apostólica e sus e Idealizador da Rede Século 21 desta- pedimos que reze por nós e nosso ministério petricou a importância da comunicação para o no”, afirmou o papa Francisco na mensagem. Dom Terra nasceu na cidade de Jardinópolis, em trabalho da Igreja. “Todos os meios de comunicação podem servir à Igreja. Eu aceitei São Paulo, em 1925. Ordenou-se sacerdote em e assumi para servir à Igreja como um todo”, 1956, aos 19 anos, pela Companhia de Jesus. Já sua ordenação Episcopal se deu em 1988, em São disse Pe. Eduardo. O jesuíta também avaliou o trabalho da Sig- Paulo. O jesuíta tem em seu currículo o título de nis e falou sobre os desafios que assumiu com doutor em Teologia, Filosofia, Sagrada Escritura, Ara vice-presidência. “A Signis Brasil é uma en- queologia e línguas semíticas. Além disso, também é um Biblista de renome, tidade que serve todos os meios de comunicação da Igreja: TV, Rádio, Impresso, Internet com mais de 220 obras publicadas por vários países e as novas tecnologias. Eu acredito que todos do mundo, por onde viajou e trabalhou; inclusive nós, que todos os meios de comunicação, de- em Roma, onde passou dez anos e chegou a servir vem ser unidos para servir toda Igreja. Um dos os então papa, na época, João Paulo II e Bento XVI. Hoje, com 88 anos, Dom Terra reside em Brasídesafios é trabalhar a união. É necessário ter muitos projetos de união, precisamos sonhar lia e é o responsável pelo Instituto Divino Mestre, e perguntar a Deus o que Ele quer, para que que, fiel ao seu lema episcopal Cum Christo Et In todas as TVs tenham união, comunhão e comu- Ecclesia - Com Cristo E Na Igreja- fundou no bairro da Asa Norte, com o objetivo de formar professores nicação entre elas”, afirmou. para os seminários nacionais e internacionais.


20

Foto: www.goisrael.com/ Fotógrafo: Noam Chen

Centro Cultural de Brasília promove peregrinação à Terra Santa

O CCB (Centro Cultural de Brasília) vai realizar uma peregrinação à Terra Santa, em setembro de 2014. A proposta é refazer o caminho percorrido por Santo Inácio de Loyola, fundador da Companhia de Jesus, que, em 1534, decidiu, junto com os companheiros Pedro Fabro, Francisco Xavier e Diogo Lainez, percorrer os lugares onde Cristo vi-

veu para sentir a influência da Terra Santa. A direção espiritual será realizada pelo Pe. José Ramón Fernández de la Cigoña. A viagem tem duração de 17 dias, com saída de Brasília no dia 6 de setembro de 2014. As inscrições estão abertas e as vagas são limitadas. Confira a programação completa da viagem no site www.ccbnet.org.br.

Livro de Luiz Paulo Horta aborda a eleição do papa Francisco O jornalista, escritor e imortal da Academia Brasileira de Letras, Luiz Paulo Horta faleceu em agosto deste ano, dois dias após o término da visita do papa Francisco ao Brasil, durante a Jornada Mundial da Juventude. Desde a eleição do pontífice, Horta escreveu diversos artigos sobre o assunto, publicados no jornal O Globo e agora reunidos no livro De Bento a Francisco, da editora Zahar. A obra é uma oportunidade de recordar o olhar ímpar do jornalista, um dos colaboradores do Centro Loyola da PUC-Rio. “O que não se sabia é o tipo de pessoa que ele era, e que começou a despontar desde o momento em que apareceu na sacada de São Pedro, pedindo ao povo que rezasse por ele”, ressaltou Horta, no dia 2 de agosto de 2013. Conheça mais sobre o livro no site www.zahar.com.br/livro/de-bento-francisco.


21

Foto: News. VA

Papa Francisco e a Exortação Apostólica A alegria do Evangelho

O papa Francisco tem “um sonho”, o de uma Igreja que se orienta, sem hesitações, pelo caminho da “conversão pastoral e missionária”: uma atitude pessoal e comunitária “capaz de transformar” profundamente costumes, estilos, linguagens, estruturas, orientando-os rumo à evangelização e não à “autopreservação”. É esse “sonho” que está no centro da exortação apostólica Evangelii gaudium, apresentada no dia 26 de novembro, na Sala de Imprensa da Santa Sé. Um documento de 224 páginas, subdividido em cinco capítulos, que recolhe os frutos do Sínodo dos bispos sobre A nova evangelização para a transmissão da fé, realizado no Vaticano, de 7 a 28 de outubro de 2012. Mas é evidente que a intenção do Pontífice vai muito além da simples recepção das indicações dos padres sinodais. O que é oferecido a toda a comunidade cristã é um texto denso e exigente, que “tem um significado programático com consequências fundamentais”. “Desejo dirigir-me aos fiéis cristãos”, escreve o papa Francisco, “para convidá-los a uma nova etapa evangelizadora marcada por esta alegria e indicar percursos para o caminho da Igreja nos próximos anos”. Para o Pontífice, é importante que cada batizado leve ao próximo, com novo dinamismo, o amor de Jesus, vivendo em “estado permanente de missão”. Esse convite a “recuperar o vigor original do Evangelho” diz respeito a cada fiel, porque “o sonho missionário” do bispo de Roma é “chegar a todos”.

A partir dessas premissas, o documento propõe as linhas de um percurso onde se encontram, de novo, muitos dos temas mais queridos pelo magistério pastoral do papa Bergoglio. Entre eles, o convite a redescobrir a misericórdia como “a maior de todas as virtudes”, evitando que, na pregação, “algumas acentuações doutrinais ou morais” obscureçam excessivamente a mensagem de amor do Evangelho. E a necessidade de abrir as portas da Igreja para “sair rumo aos outros” e alcançar “as periferias humanas” do nosso tempo. O Pontífice emite também severo parecer sobre os atuais equilíbrios econômico-financeiros mundiais, que multiplicam as desigualdades e a exclusão social: “esta economia mata”, ele denuncia, apontando novamente o dedo contra “a cultura do descarte” e “a idolatria do dinheiro”. O núcleo do documento é dedicado expressamente aos que na Igreja trabalham a serviço do anúncio do Evangelho. Para evidenciar a sua potencialidade e iniciativa, mas também para alertá-los sobre as “tentações” recorrentes da “preguiça egoísta”, do “pessimismo estéril”, da “mundanidade espiritual”. A esse propósito, o papa atribui grande importância à “força evangelizadora da piedade popular” e à pregação por parte dos sacerdotes. Fonte: L’Osservatore Romano


22

Itaici

Informações e inscrições pelo telefone: (19) 2107-8500, e-mail: secretaria@itaici. org.br ou pelo site www.itaici.org.br. Cursos 02/01 a 10/01 Exercícios Espirituais com colocações – EECC Orientação: Pe. Anísio Ribeiro da Silva, sj 02/01 a 10/01 Exercícios Espirituais sem colocações - EESC Orientação: Ir. Maria Inez de Oliveira, pgaps 02/01 a 10/01 Exercícios Espirituais sem colocações - EESC Orientação: Pe. Paulo Pedreira de Freitas, sj

02/01 a 31/01 Exercícios Espirituais de 30 dias corridos (Atividade do CEI) Orientação: Pe. Fidel García Rodríguez, sj 12/01 a 20/01 Exercícios Espirituais com colocações - EECC Orientação: Pe. Luís G. Quevedo, sj 12/01 a 20/01 Exercícios Espirituais com colocações - EECC Orientação: Pe. Roberto Donizeti da Silva, sj 12/01 a 20/01 Exercícios Espirituais sem colocações - EESC Orientação: Pe. Edison de Lima, sj

02/01 a 10/01 Exercícios Espirituais com colocações – EECC Orientação: Pe. Jonas Carvalho de Moraes, sj

12/01 a 20/01 Exercícios Espirituais de 30 dias em etapas (Atividade do CEI) Orientação: Pe. Adroaldo Palaoro, sj

02/01 a 10/01 Exercícios Espirituais sem colocações - EESC Orientação: Ir. Teresa Cristina Potrick, isj

12/01 a 20/01 Exercícios Espirituais sem colocações - EESC Orientação: Ir. Railda José Nunes, ia


INSPIRANDO EXPERIÊNCIAS

TRANSFORMADORAS


Notícias da Província - edição 426