Page 1

PEC DAS DOAÇÕES PRIVADAS NÃO TEM VALOR LEGAL BRASIL | PÁG 7

Nº 320

’ ANO S

www.noticiasparana.com

OPERADORAS PROIBIDAS DE BLOQUEAR ACESSO À INTERNET

GERAL | PÁG 8

Curitiba, 04 de junho a 10 de junho de 2015

POLÍTICA | PÁG3

ASS

FÓRUM GRANDE CURITIBA METRÓPOLE INTEGRADA ORGANIZADO PELO DEPUTADO TONINHO SERÁ NO PRÓXIMO DIA 19 O evento será na FIEP, em Curitiba, e será um ciclo de fóruns para debater os pontos essenciais do Estatuto da Metrópole. Lei define que todas as cidades metropolitanas devem pensar suas políticas públicas e desenvolvimento urbano de forma integrada.

Pela proposta do governador, 3,45% seria pago no mês de outubro em parcela única. O saldo do acumulado entre maio e dezembro de 2015, com base no IPCA, seria liquidado em 1º de janeiro de 2016 - PÁGINA 3

FÓRUM DOS SERVIDORES DEVEM DISCUTIR NOVA PROPOSTA DE RICHA EM ASSEMBLEIA ESPORTE | PÁG9

CIDADES | PÁG4

VEÍCULOS | PÁG 10 CIDADES | PÁG 5 ECONOMIA | PÁG12

OTÁVIO GANHA CONFIRA A FEIRA GM MOSTRA SAÚDE DA MULHER CONSUMIDORES MORAL E DEVE PARA ADOÇÃO NOVA GERAÇÃO REALIZA SEMANA MUDAM HÁBITO FICAR COM DE FILHOTES DO ASTRA DO ALEITAMENTO DELAVARCALÇADA VAGA DE DAVID EM PIRAQUARA NA EUROPA MATERNO E CARROS


OPINIÃO

2 Curitiba, 04 de junho a 10 de junho de 2015

P

F N

TEMPO

EDITORIAL

GOLPE CONTRA A DEMOCRACIA

O jornal que mais cresce em toda Região Metropolitana de Curitiba

ANOS

www.noticiasparana.com

Presidentes, governadores e prefeitos devem ou não ter o direito de disputar reeleições no Brasil? Empresas podem ou não financiar candidatos? O voto deve ser facultativo ou obrigatório? Nenhuma dessas questões é trivial. Todas elas merecem amplo debate com a sociedade. No entanto, na Câmara dos Deputados do presidente Eduardo Cunha (PMDB-RJ) a voz do povo é o que menos importa. Numa reforma política que vem sendo feita de atropelo, passando por cima até por uma comissão interna da casa, que foi dissolvida pelo imperador Cunha, temas cruciais para o funcionamento da democracia brasileira vêm sendo decididos sem que a sociedade tenha qualquer chance de se manifestar. Nem um pio sequer. Num belo dia, Cunha tenta consagrar na Consti-

E X P E D I E N T E

tuição Federal o financiamento privado e é derrotado. No dia seguinte, numa manobra regimental cuja legalidade será questionada no Supremo Tribunal Federal, tudo muda e ele impõe sua vontade. Não se discute aqui o mérito das doações privadas, muito embora a história recente do País, repleta de escândalos, esteja a demonstrar o efeito nocivo que o interesse privado exerce sobre a política, seja no escândalo dos cartéis da Petrobras, seja no caso dos cartéis do metrô de São Paulo. A questão é a forma. Cunha age como se fosse ungido por um poder absoluto e como se a sociedade fosse um mero detalhe. O mesmo se aplica à reeleição. Sem qualquer debate mais aprofundado, uma experiência recente no Brasil está sendo descartada. Dos três presidentes brasileiros que puderam se reeleger, todos foram vito-

riosos. Fernando Henrique Cardoso teve um segundo mandato mais difícil do que o primeiro. Com Luiz Inácio Lula da Silva, deu-se o inverso. No caso de Dilma Rousseff, só o tempo dirá. De todo modo, o fato de a população depositar votos de confiança nos “incumbentes” sinaliza que a sociedade, de certa forma, aprova a reeleição – que, por sinal, existe nas mais avançadas democracias. A reforma política de Cunha, chamada de “contrareforma” por seus adversários, ainda terá que passar por novos testes na Câmara e no Senado. O ideal, no entanto, seria recomeçar tudo do zero, permitindo um amplo diálogo com a sociedade. Até porque um dos principais problemas do Brasil de hoje é a crise da democracia representativa, com crescente distanciamento entre eleitos e eleitores.

O que você precisa ler e saber

Santos & Ferrer Comunicação Ltda Fundado em 23 de fevereiro de 2006 - CNPJ 07.870.252/0001-10 Contato da Redação: (41) 3016-8710 E-mail’s: pauta@noticiasparana.com/ comercial@noticiasparana.com Jornalista responsável: Erickson F. da Rosa Filho - 6426 DRT-PR Distribuição semanal Curitiba, Colombo, Almirante Tamandaré, Fazenda Rio Grande, Piraquara, Araucária, São José dos Pinhais, Pinhais, Quatro Barras, litoral e interior do Paraná R: Cyro Correia Pereira, 3616, N° 07 - CIC/Curitiba/PR - CEP: 81460-050

Os artigos assinados não representam necessariamente a opinião do jornal.

F


o e o a

a s , , s

e r

o -

-

-

POLÍTICA

3 Curitiba, 04 de junho a 10 de junho de 2015

FÓRUM DOS SERVIDORES DEVEM DISCUTIR NOVA PROPOSTA DE RICHA EM ASSEMBLEIA Proposta mantém a antecipação da data-base para 1º de janeiro nos anos de 2016 e 2017 Ao que tudo indica pode chegar ao fim o impasse sobre o reajuste dos servidores público. Com o aval do governador Beto Richa, segundo garantiu o líder do governo, deputado Luiz Cláudio Romanelli, a nova proposta, apresentada hoje, depois de inúmeras reuniões, inclusive com representantes dos servidores estaduais, prevê um reajuste de 3,45% no mês de outubro e 8,5% em janeiro. A proposta fechada hoje abrangeria um período de três anos: além dos 3,45% este ano e de 8,5% em janeiro de 2016, em janeiro de 2017 seria paga a inflação, medida pelo IPCA, de janeiro a de-

zembro de 2016. As perdas salariais seriam recuperadas pelos servidores públicos estaduais a partir do ano seguinte. Em janeiro de 2017, os salários seriam corrigidos novamente pela inflação e haveria aumento real, além do IPCA. A data base voltaria ao mês de maio em 2018. Para líder do governo, a proposta garante plena correção de salário dos servidores e nenhuma perda. Segundo ele, a proposta, construída com ampla discussão na Assembleia, com apoio da situação e da oposição, fará com que o Es- – “há uma garantia de que Com esta nova propos- os próximos dias, podendo tado “volte à normalidade”. teremos receita para cumprir ta a APP-Sindicato deve con- ser decretada o fim da greve. Mais que isso – disse todos os acordos”. Redação NP/ BRA vocar uma assembleia para

FÓRUM GRANDE CURITIBA METRÓPOLE INTEGRADA SERÁ NO PRÓXIMO DIA 19 Deputado federal Toninho Wandscheer: “Queremos debater e construir um novo olhar para as metrópoles. Acredito que cada município que participar vai poder trazer as suas experiências para o debate e ajudar no movimento” O evento acontece no dia 19 de junho, na Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP), em Curitiba, e será um ciclo de fóruns para debater os pontos essenciais do Estatuto da Metrópole, uma importante lei sancionada no início deste ano que define que todas as cidades metropolitanas – como Curitiba – devem pensar suas políticas públicas e desenvolvimento urbano de forma integrada, beneficiando a todos os cidadãos metropolitanos. O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet confirmou presença. Também foram convidados vereadores de toda Região Metropolitana de Curitiba. “Queremos debater e construir um novo olhar para as metrópoles. Acredito que cada município que participar vai poder trazer as suas experiências para o debate e ajudar no movimento”, disse o deputado federal Toninho Wandscheer, idealizador do evento. Palestras Neste primeiro fórum, haverá a participação de dois renomados palestrantes para

construir o debate político a partir do Parlamento Metropolitano. Victor Carvalho Pinto, vai ministrar palestra com o tema “O Estatuto da Metrópole e a Gestão das Cidades Conurbadas”. Ele é jurista, especializado em Infraesturuta e Desenvolvimento Urbano,

com doutorado em Direito Econômico e Financeiro pela Universidade de São Paulo (USP). O tema “O papel do vereador no Parlamento Metropolitano à Luz do Estatuto da Metrópole”, será abordado por Carlos Roberto Comassetto, vereador de Porto Ale-

gre e agrônomo especializado em Desenvolvimento Sustentável e Agricultura Ecológica. Serviço Primeiro Fórum Grande Curitiba Metrópole Integrada Data: 19 de junho de 2015 Horário: a partir das 9h Local: FIEP – Sala de Eventos

da Federação das Indústrias do Estado do Paraná Jardim Botânico – Curitiba – Paraná Informações: 3532-7344 Saiba mais: www.metropoleintegrada.com.br Redação NP/ ASS


CIDADES

4 Curitiba, 04 de junho a 10 de junho de 2015

Reforma Política: como foi a primeira semana de votação em Brasília Para mudar o país, a reforma política precisa ir muito além da mudança do sistema eleitoral. Durante a votação da última semana, na Câmara dos Deputados, pouca coisa mudou. Decidimos sobre cinco temas da Reforma Política. Foram horas de muita discussão e bastante polêmica, porque nem todos tem a mesma opinião na hora da votação. A Câmara rejeitou um dos principais pontos da reforma política, o Distritão – pelo qual seriam eleitos os parlamentares mais votados. Com isso, permanece o modelo atual, com sistema proporcional, que leva em conta os votos recebidos individualmente pelos candidatos de um partido e os recebidos pela legenda, que são usados para um cálculo de quantas vagas cada partido consegue preencher. O Distritão foi uma vitória da nossa Bancada do PT. Porém, vamos continuar trabalhando por uma reforma que torne o país mais democrático e mais livre de interesses ilícitos. Todas as outras propostas de mudança na forma de eleger deputados e vereadores também foram rejeitadas. Ficou valendo o modelo atual, o sistema proporcional, em que as vagas são ocupadas de acordo com a votação dos partidos e coligações. Nesta primeira semana de votação da reforma política, o Plenário da Câmara também decidiu acabar com a reeleição para prefeitos, governadores e presidente da República. Pela proposta, os eleitos em 2014 e 2016 que estiverem aptos a se reeleger pela regra atual terão esse direito preservado. Os deputados ainda resolveram limitar o acesso ao Fundo Partidário e a utilização do horário eleitoral gratuito de rádio e TV apenas aos partidos que tenham concorrido com candidatos próprios à Câmara e tenham eleito ao menos um congressista (deputado ou senador). Hoje, 5% do fundo são distribuídos entre todas as legendas existentes, que também podem ir ao rádio e à TV. Com a proposta, esses direitos só caberão aos que tiverem representação no Congresso. Financiamento A Câmara resolveu ainda, manter as doações de empresas a partidos, e de pessoas físicas a partidos e candidatos. Votei contra o financiamento empresarial. Com uma manobra regimental de parlamentares que defendem o uso de dinheiro das empresas nas campanhas eleitorais, o plenário aprovou, com o voto contrário da Bancada do PT, a possibilidade de uso de capital privado. O tema já havia sido rejeitado pelos deputados no dia anterior, mas uma emenda apresentada permitiu voltar a um assunto derrotado. A Reforma Política é necessária no combate à corrupção, tornar o sistema político partidário mais democrático e garantir a presença de mais mulheres na política. No entanto, não é isso que vem ocorrendo na Câmara dos Deputados. A Casa havia manifestado posição contrária um dia antes. E agora veio essa manobra do presidente Cunha. Foi consumado o golpe na votação da Reforma Política. Perde a democracia. Perde o Brasil. Como a nossa Bancada do PT não reconhece a legitimidade desta votação, entramos com um mandado de segurança junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo a anulação da votação do financiamento empresarial. Vale lembrar que a reforma política, ainda tem um longo caminho a percorrer. Ficou para depois do dia 10 de junho a decisão sobre duração dos mandatos; eleições municipais e gerais no mesmo dia; cotas para mulheres; voto facultativo; data da posse presidencial; federações partidárias; entre outros assuntos. E o resultado final ainda precisa ser votado em segundo turno antes de ir ao Senado. Para valer nas eleições de 2016, as mudanças têm de entrar em vigor até outubro.

Continue a leitura no www.noticiasparana.com

C

FEIRA DE ANIMAIS U PROMOVEU A ADOÇÃO DE M FILHOTES EM PIRAQUARA D Foram doados 13 cães devidamente vacinados, microchipados e com a garantia de castração

Bruno Oliveira

No último final de semana a Prefeitura de Piraquara realizou mais uma Feira de Adoção de Animais. A ação promovida pela Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo tem como objetivo achar um lar para os animais abrigados no Centro de

Triagem do município, além de orientar e conscientizar a população em relação ao bem estar animal e a guarda responsável. Durante a ação realizada sábado (30) no calçadão da Avenida Getúlio Vargas e domingo (31) na 14ª Festa

Trentina, foram doados 13 cães devidamente vacinados, microchipados e com a garantia de castração quando alcançarem a idade necessária. Outras edições da feira estão programadas durante o ano. Redação NP/ PMP

INSCRIÇÕES PARA O PSS DA SAÚDE EM PIRAQUARA ENCERRAM NESTA SEXTA As inscrições para o Processo Seletivo Simplificado da Prefeitura de Piraquara na área de Saúde encerram nesta sexta feira, dia 05 de junho. As vagas são para profissionais Enfermeiros, Técnicos de Enfermagem, Auxiliares de Enfermagem e Auxiliares de Saúde Bucal para atuar nas Unidades de Saúde do município, atendendo à necessidade temporária de excepcional interesse público existente em Piraquara. A seleção será realizada através de prova escrita objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. O contrato destes profissionais terá prazo máximo de

um ano, permitida a prorrogação por mais um ano, por uma única vez. Para se inscrever o candidato deve ser brasileiro nato, naturalizado ou portador de direitos de cidadania; ter de 18 a 70 anos não completos até a data da contratação; ter cumprido as obrigações militares; estar em dia com as obrigações eleitorais; ter o grau de escolaridade exigido para a função; ser apto física e mentalmente para exercer as atribuições da função. As inscrições estão sendo realizadas por meio do site da Prefeitura (link abaixo). A homologação fi-

nal das inscrições, o local de prova e o ensalamento serão publicados no Diário Oficial dos Municípios do Paraná, em edital no saguão da Prefeitura e no site no dia 12 de junho. A prova será realizada no dia 21 de junho. Redação NP/ PMP

D p

d d o m m o s i t U d d

d m d m d e a r ç m d d t p d

c 6 l m a L t


3 , o a e

P

o

, -

P

CIDADES

5 Curitiba, 04 de junho a 10 de junho de 2015

UNIDADE DE SAÚDE DA MULHER REALIZA SEMANA DO ALEITAMENTO MATERNO Durante a ação, a Unidade trabalhou diversos temas, sendo o público-alvo as doadoras de leite materno em Pinhais

O leite materno é considerado por especialistas o alimento mais completo para o bebê. Nele, estão contidas todas as proteínas, vitaminas e gorduras necessárias para o completo e correto desenvolvimento da criança

O Ministério da Saúde e a Organização Mundial da Saúde preconizam que o aleitamento materno seja mantido até dois anos ou mais de idade, e que ele seja o alimento exclusivo até os seis meses de vida. E com o intuito de reforçar a importância da amamentação, a Unidade de Saúde da Mulher de Pinhais realizou a Semana do Aleitamento Materno. Durante a ação, a Unidade trabalhou diversos temas, sendo o público-alvo as doadoras de leite materno do município. “Semanalmente deslocamos um técnico em enfermagem, que se dirige até as residências das doadoras, onde acontece a orientação no cuidado com as mamas, com a amamentação dos bebês e a forma adequada de coleta e armazenamento do leite para doação”, explica a coordenadora da US da Mulher, Silmara Galvão. Segundo Silmara, a cada semana são coletados 6 litros de leite materno. O leite doado é recolhido e armazenado adequadamente até ser entregue ao Banco de Leite do Hospital Universitário Evangélico de Curiti-

ba. O material doado atende recém-nascidos internados nas UTI’s de pelo menos três hospitais. Além disso, trata-se de uma tentativa de manter equilibrados os estoques da instituição, já que para lá são encaminhados os pequenos pacientes nascidos no município de Pinhais, quando há necessidade. Homenagem Também como atividade da Semana, a US da Mulher realizou o "Encontro das Doadoras de Leite Materno de Pinhais", momento em que elas foram homenageadas. “As doadoras receberam um lindo certificado de reconhecimento e agradecimento pelas preciosas doações de leite materno e seus bebês receberam presentinhos”, conta Silmara. Mãe de duas meninas, uma de 12 e outra de 1 ano e 4 meses, Patrícia, moradora do bairro Maria Antonieta, é doadora desde que amamentava sua primeira filha. “É algo tão bom, ajuda tanta gente e não custa nada”, comenta Patrícia. Sobre o aleitamento materno O leite materno é con-

siderado por especialistas o alimento mais completo para o bebê. Nele, estão contidas todas as proteínas, vitaminas e gorduras necessárias para o completo e correto desenvolvimento da criança. Contém ainda anticorpos e glóbulos brancos, essenciais na proteção contra doenças. A amamentação também contribui para o desenvolvimento emocional do bebê, pois promove uma forte ligação com a mãe. De acordo com Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde não há vantagens em se iniciar os alimentos complementares antes dos seis meses, podendo, inclusive, haver prejuízos à saúde da criança. Cabe destacar que em Pinhais, além das campanhas pontuais, durante todo o ano reforça-se o incentivo ao aleitamento materno. Serviço A Unidade de Saúde da Mulher fica na Rua Sete de Setembro, 205, no Centro. Telefone: 3912-5384 ou 3912-5344. Horário de atendimento: de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Redação NP/ PMP

Governador, menos desculpas, mais trabalho! Foi com muita perplexidade que assisti ao vídeo divulgado pelo governador Beto Richa na quinta-feira, no qual tenta colocar no Partido dos Trabalhadores a culpa pela greve dos professores paranaenses e tenta se isentar de qualquer responsabilidade pelos problemas que assolam as finanças do estado, colocando sua má gestão na conta do governo federal. Neste domingo retomou o assunto em um artigo publicado em jornal curitibano dizendo que o Brasil é o freio do Paraná. É lamentável que uma pessoa na posição de governador subestime de forma tão explícita o senso crítico dos paranaenses sobre a responsabilização da gestão estadual e também subestime a inteligência dos professores, dos trabalhadores em educação, insinuando que eles não tenham vontade própria para protestar por seus direitos e por sua previdência. Em seu vídeo, Beto Richa tenta passar uma informação inverídica, de que a sua proposta de reajuste salarial para os educadores chegaria a três parcelas de 3,45%, quando, na realidade, são três parcelas de 1,15%, totalizando os 3,45%. Além disso, soma um outro índice, de 8,5%, que dará em janeiro como reposição da inflação. Ele só omite que esta reposição, pelo IPCA, está prevista em lei desde 2007. Não é mérito seu. Essa tentativa de ludibriar a opinião pública apenas demonstra a insuficiência da proposta do governo e demonstra, mais uma vez, a fragilidade de um governante que nunca assume sua responsabilidade. Dizer que a “crise” nacional e as projeções do governo federal são responsáveis pelo desgoverno no Paraná, que passa pela falência das contas públicas, repressão aos servidores estaduais, ameaças, não é sério. Beto Richa, você ganhou uma eleição mentindo, mas governar exige responsabilidade, respeito e trabalho, muito trabalho. Assuma sua responsabilidade. Gleisi Hoffmann é senadora da República pelo Paraná. Foi ministra-chefe da Casa Civil e diretora financeira da Itaipu Binacional.

*Gleisi Hoffmann é senadora pelo Paraná


CIDADES Vereador não tem que pagar para trabalhar

6 Curitiba, 04 de junho a 10 de junho de 2015

CURITIBA: TARIFA TERÁ VALOR UNIFICADO DE R$ 3,30 A PARTIR DE SÁBADO as passagens compradas no cartão até esta sexta-feira (5), no valor de R$ 3,15, terão validade de cinco anos A partir da zero hora deste sábado (6), a tarifa do transporte coletivo terá um único valor, tanto para o pagamento em dinheiro quanto no cartão transporte, atendendo compromisso assumido com o Ministério Público do Estado do Paraná. O valor único de R$ 3,30, já praticado para pagamento em dinheiro, foi definido com base nos aumentos dos itens que compõem a remuneração das concessionárias, bem como na necessidade de equilíbrio financeiro do sistema. O desconto de 15 centavos na tarifa no cartão transporte entrou em vigor no dia 6 de fevereiro. Posteriormente, em março,

por iniciativa do Ministério Público, a Urbs firmou um termo de ajuste no qual foi concedido um prazo de três meses para manutenção da diferenciação na tarifa. Prazo Também em razão desse termo de ajuste, as passagens compradas no cartão até esta sexta-feira (5), no valor de R$ 3,15, terão validade de cinco anos. As passagens carregadas no cartão a partir da zero hora de sábado (6) já custarão R$ 3,30. Em função do feriado, não haverá atendimento ao público na Urbs nesta quinta (4) e sexta-feira (5). Além da sede da Urbs, o cartão transporte pode ser

P N

M 6 c

carregado nos espaços comerciais, nos terminais e bancas de revistas credenciadas (veja relação abaixo) e pela internet, com acesso na página inicial do site www.urbs.curitiba.pr.gov. br. O desconto de 15 centavos na compra antecipada de passagem foi adotado pela Urbs como parte do projeto de incentivo ao uso do cartão, iniciado em agosto do ano passado com o lançamento do cartão avulso, ampliação de um para 25 pontos de recarga e exclusividade do sistema de pagamento em 66 linhas de ônibus que não tinham cobrador. Redação NP/ SMCS

m a d ç p h t r l

q d r A m t p m t d a g P v a d u

c m q r t c e


6

BRASIL & MUNDO

7 Curitiba, 04 de junho a 10 de junho de 2015

PEC DAS DOAÇÕES PRIVADAS NÃO TEM VALOR LEGAL

GIRO PELO MUNDO

Ministro do STF Marco Aurélio Mello afirma que, considerando o artigo 60 da Constituição, a segunda votação sobre as doações de empresas às campanhas sequer deveria ter acontecido e seu resultado não é legal

-

) e Pescadores indianos tentam pescar em uma lagoa que secou, na aldeia de Phaphamaue; pelo menos 800 pessoas morreram por conta do calor na Índia, com temperaturas chegando aos 50 graus célsius

5 -

m m

m e

No final da entrevista do ministro Marco Aurélio Mello ao Espaço Público, programa da TV Brasil exibido nesta terça-feira, tive a certeza de haver presenciado um depoimento histórico, em companhia dos também entrevistadores Florestan Fernandes Junior e Felipe Recondo. Com a experiência de quem irá completar 25 anos de Supremo Tribunal Federal, a entrevista de Marco Aurélio foi uma aula de 58 minutos, construída a partir de argumentos lógicos e principios claros, na qual o ministro não perdeu a oportunidade de confirmar uma de suas afirmações favoritas, aquela que diz que “a coragem é a maior das virtudes.” Pela importância do entrevistado, pela relevância dos assuntos que abordou, seu depoimento tem a força de um fato político. Sem perder-se em raciocínios rebuscados e terminologia incompreensível, que costumam atazanar aparições públicas de tantas autoridades do judiciário, Marco Aurélio falou com firmeza e segurança a respeito de te-

mas atuais, de alta importância política. Perguntando sobre um possível impeachment da presidente Dilma Rousseff, o ministro disse que não via fatos capazes de autorizar uma investigação da presidente. Sem deixar de manifestar a vontade de que possíveis irregularidades sejam investigadas e esclarecidas, Marco Aurélio deixou claro que duvidava das vantagens, para o país, enfrentar um segundo impeachment desde o retorno das eleições diretas, em 1989. Uma semana depois que a Câmara aprovou a PEC que autoriza as contribuições de empresas privadas para partidos políticos, em segunda votação em 48 horas, o ministro não teve o menor receio de encarar o assunto, talvez o mais relevante daquela expressão (“reforma política”) que enganosamente dominou as conversas de Brasília nas últimas semanas. Considerando que o artigo 60 da Constituição impede a reapresentação de uma emenda constitucional na mesma seção legislativa, o ministro lembrou um fato ululante, que sequer deveria

ser discutido por pessoas sérias: a regra escrita na Constituição deve prevalecer acima de outras deliberações. Em outras palavras, a segunda votação sequer deveria ter acontecido e seu resultado não tem o menor valor legal. É uma visão que dá uma perspectiva real de sucesso a uma solicitação de 64 deputados já apresentada ao STF, questionando a PEC do financiamento de campanhas, derrotada por uma diferença de 76 votos na primeira votação. Pela interpretação de Marco Aurélio, baseada em artigos redigidos de forma cartesiana pelos constituintes de 1988, os festejos do rolo compressor de Eduardo Cunha nessa matéria terão vida curta. (Ele também criticou a atitude de Gilmar Mendes em engavetar o voto sobre o tema por um longo período. Lembrou que os pedidos de vistas devem servir para a reflexão do magistrado e incluir um período razoável de tempo — em vez de servir para tentativas de modificar uma situação politica desfavorável). Redação NP/ Brasil247

A francesa Manon Arcangioli lê anotações em um bloco com uma toalha sobre a cabeça durante partida contra a americana Irina Falconi, na primeira rodada da etapa feminina de Roland Garros, em Paris

A chanceler alemã, Angela Merkel, come um arenque em conserva após cerimônia de batismo da traineira ROS 777 da peixaria Warnemuender, em Sassnitz, na Alemanha

Homem passa por uma cabana que foi arrastada pela cheia do rio Blanco, em Wimberley, no Texas (EUA)


GERAL

8 Curitiba, 04 de junho a 10 de junho de 2015

Beto Richa e o cadáver insepulto do Centro Cívico Há um mês, o massacre da Praça Nossa Senhora de Salete, em Curitiba, colocou o Paraná nas páginas da imprensa nacional e internacional mundial. Foram centenas de Trabalhadoras/es e Estudantes feridos moral e fisicamente, deputado e jornalista atacado por cães e uma população receosa com o futuro da democracia em nosso estado e em nosso país. Depois de ter anunciado pelo menos três versões da tragédia, o desgovernador Beto Richa (PSDB), lançou um novo balanço até então inédito para a opinião pública em geral. Em entrevista ao blog do Jornalista Fernando Rodrigues no dia 20 de maio em Brasília, afirmou: “Não há dúvidas Fernando, que eles queriam um cadáver”. É importante que se restabeleça a verdade: desde o sábado dia 25 de abril, quando soubemos de uma medida judicial que impedia integrantes da APP-Sindicato de participarem das sessões públicas da Assembleia Legislativa do Paraná, na semana seguinte, não medimos esforços para tentar superar o impasse e evitar a votação do projeto de lei da reforma previdenciária. Fruto desse esforço, desde segunda-feira (27 abril) o governo federal se colocou na mediação para prevenir qualquer embate. O Ministério Público do Paraná, atendendo pedido nosso e da OAB, fez recomendações por escrito ao governo, e o Senado Federal no dia 28 de abril a partir de mais um apelo, elegeu uma comissão de senadores para virem imediatamente ao Paraná, tentar mediar a situação e impedir qualquer violência. Os senadores Requião(PMDB) e Gleisi (PT), atendendo esse apelo deslocaram-se às pressas de Brasília para Curitiba, e sem serem recebidos pelo governo reuniram-se com o deputado estadual Ademar Traino(PSDB), Presidente da ALEP, e insistiram para que a votação fosse adiada por dez dias para mais debates. Ouviram do parlamentar que a votação aconteceria no dia 29 de abril, custasse o que fosse. Por isso, repudiamos essa fala leviana do desgovernador do Paraná em nível nacional, e afirmamos que quem quase produziu cadáveres foi o próprio governo com o planejamento de uma batalha campal contra manifestantes desarmados e a ampla maioria inclusive servidores do mesmo estado que deveria nos respeitar. A entrevista é um verdadeiro espetáculo de mentiras e mais uma vez envergonha os milhões de paranaenses que votaram nesse “ditador das araucárias”. Selecionamos algumas pérolas que merecem ser destacadas: “Tinha convocação de grupos radicais. Tinha convocação pela internet de black blocs”. Ora, a própria imprensa paranaense e mundial desmentiu essa afirmação desde o primeiro momento. Não havia um único integrante daquela manifestação que fosse estranho ao movimento. E é de se perguntar, se houvesse black blocs na atividade teriam merecido levar tiros de armas de baixa letalidade da cintura para cima, nos olhos? O próprio ministério público já afirmou que todos os protocolos de segurança em manifestações foram quebrados naquela tragédia. Sobre a esposa com denúncias de fraudes que envolvem auditores fiscais do Paraná: “A mulher de valor que ela é… garanto a você que ela nem sabe o que é um auditor fiscal ou onde fica a receita… vem de um bom berço, uma boa família…”. Nas frases acima o infeliz do desgovernador desqualifica a Secretária e primeira dama, Senhora Fernanda Richa. De forma machista insinua que a esposa é uma incapaz, pois não sabe sequer o que é um auditor fiscal. No entanto, apesar de declará-la como incapaz, a nomeia para ocupar e coordenar três secretarias de estado: Infância e Juventude, Desenvolvimento Social e do Trabalho! Confira o texto na integra no: www.noticiasparana.com *Hermes Silva Leão é professor de Educação Física e Pedagogo, especialista em Psicopedagogia e atua na rede pública estadual de ensino. É presidente da APP-Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná.

OPERADORAS DE TELEFONIA MÓVEL ESTÃO PROIBIDAS DE BLOQUEAR ACESSO À INTERNET A ação foi proposta em razão da abusividade do bloqueio, já que nos contratos firmados com os consumidores havia a promessa de diminuição da velocidade de acesso, mas não do corte nos serviços, quando o limite do pacote de dados fosse atingido Pedro Ribas/ANPr

As operadoras de telefonia móvel estão proibidas de cortar ou bloquear a internet após o usuário atingir o limite dos pacotes de dados contratados. A liminar foi deferida em ação proposta pelo Procon-PR contra as empresas Oi, Vivo, Claro e Tim. A decisão vale para todo o Paraná. A ação foi proposta em razão da abusividade do bloqueio, já que nos contratos firmados com os consumidores havia a promessa de diminuição da velocidade de acesso, mas não do corte nos serviços, quando o limite do pacote de dados fosse atingido.

No processo, o Procon-PR pediu que fosse mantida a continuidade da prestação do serviço de acesso à internet, mesmo que com velocidade reduzida, para todos os contratos firmados antes das mudanças realizadas pelas operadoras. Além disso, nas ofertas apresentadas pelas empresas, os serviços eram vendidos como ilimitados, o que gerou nos consumidores a expectativa de que, mesmo após o término de seus pacotes, poderiam continuar navegando com velocidade reduzida. De acordo com a de-

cisão, a partir do momento em que forem notificadas, as operadoras terão o prazo de cinco dias para providenciar o restabelecimento do acesso à internet, com a velocidade reduzida para aqueles contratos que foram ofertados com internet ilimitada e enquanto não decorridos 12 meses da contratação. As operadoras deverão também garantir que os consumidores sejam informados de maneira clara como o consumo dos pacotes de internet, por meio de canais de fácil acesso, pelo seu site ou por telefone. Redação NP/ AEN

E


o

o

-

m

o a

-

-

e o

Esporte

9 Curitiba, 04 de junho a 10 de junho de 2015

OTÁVIO GANHA MORAL NO ATLÉTICO-PR E DEVE FICAR COM VAGA DE DAVID Quinta opção para o setor no Campeonato Paranaense, jovem aproveita chances e vira titular no Brasileirão O técnico Milton Mendes costuma dizer que os jogadores do Atlético-PR precisam aproveitar as oportunidades para seguir no time. O volante Otávio seguiu a lição à risca. O jovem herdou a vaga no meio-campo na partida contra o Atlético-MG, já que Deivid e Jadson, os titulares até então, não podiam jogar (o primeiro estava machucado; o segundo, suspenso). Otávio ajudou a anular o ofensivo time do Galo e conquistou pontos com o técnico Milton Mendes - que, mesmo com Jadson à disposição, preferiu mantê-lo contra o Joinville. Ele, mais uma vez, chamou a atenção. Roubou sete bolas e integrou a seleção da rodada, com nota 7,5. O técnico Milton Mendes usou uma figura de linguagem e falou que Otávio pegou o "cavalo branco", ou seja, aproveitou a opor-

tunidade que apareceu para conquistar a titularidade: - Todos nós, jogadores e comissão, temos que estar preparados para o cavalo branco. O cavalo, eu costumo dizer para eles, é a oportunidade. A cada momento de treino, fazer o melhor para que, quando chegar o cavalo branco, montar nele e seguir em frente. É o que eu costumo dizer para eles. Esses jogadores, no caso específico do Otávio e também coloco o Hernani, entraram bem e vão continuar. São jogadores importantes, e vamos precisar de todos os jogadores. Os nossos jogadores todos são importantes. A maioria já jogou neste campeonato e vai jogar ainda mais. Os que estão jogando melhor, os que estão chegando... todos serão importantes porque teremos duas competições - falou o treinador, referindo-se a Brasileirão Com Deivid ainda ma- coxa e sem precisão de voltar) e Copa Sul-Americana. chucado (com uma lesão na e Jadson no banco de reservas,

Otávio seguirá como titula. Redação NP/ GE

AGUARDANDO O BID, M. AURÉLIO E ESQUERDINHA JÁ TREINAM NO COXA Os meias Esquerdinha e Marcos Aurélio já treinam no CT da Graciosa e aguardam a regularização do seus contratos e o resultado dos exames para serem apresentados oficialmente como reforços do Coritiba para o restante da temporada. Apesar da foto da dupla realizando atividades físicas com o uniforme alviverde, a dupla não foi vista na manhã desta quarta-

-feira, na janela aberta para imprensa. Existe a possibilidade que a foto tenha sido tirada antes do treino ou até mesmo, na última terça-feira. Por outro lado, o meia Lucio Flavio ainda é tratado com sigilo pelo clube, mas também está em negociações adiantas com o Coxa e, inclusive, já realizou os exames médicos habituais. Redação NP/ GE


VEÍCULOS

10 Curitiba, 04 de junho a 10 de junho de 2015

GM MOSTRA NOVA GERAÇÃO DO ASTRA Novo versão do hatch compacto estreia no Salão de Frankfurt. Modelo ficou mais leve e tecnológico, diz a fabricante A General Motors (GM) mostrou nesta segunda-feira (1) as imagens da nova geração do Opel Astra na Europa. O modelo fará sua estreia global durante o Salão do Automóvel de Frankfurt, em setembro deste ano.

Segundo a fabricante, será a 11ª geração do compacto, que remete a uma história que começou em 1936, com o primeiro Kadett. No Brasil, o Astra foi destaque da linha Chevrolet entre 1999 e 2011. A nova geração é de

120 kg a 200 kg mais leve que a atual e possui as últimas tecnologias disponíveis. Além de perder peso, o próximo Astra será menor, com 4,3 metros de comprimento - quase 5 cm a menos que o antecessor.

A linha de propulsores varia de 96 a 202 cavalos de potência, com opções a diesel ou a gasolina. A versão de entrada a gasolina será o Ecotec 1.0 turbo, com 106 cv. O modelo terá um novo sistema multimídia

compatível com Apple CarPlay ou Android Auto. Os faróis serão adaptativos em LED, e os interessados poderão escolher entre diversas tecnologias de assistência e segurança no trânsito. Redação NP/ AE


0

s m s e

E

WWW.NOTICIASPARANA.COM

Um novo site com tudo que vocĂŞ precisa ler e saber


ECONOMIA

12 Curitiba, 04 de junho a 10 de junho de 2015

JURO BÁSICO AVANÇA AO MAIOR NÍVEL EM QUASE 9 ANOS NESTA SEMANA Previsão é que, na 6ª alta seguida, Selic vá a 13,75% ao ano. Se confirmado, será o maior nível desde agosto de 2006 (14,25% ao ano) O "encolhimento" de 0,2% no Produto Interno Bruto (PIB) no primeiro trimestre deste ano não deve impedir o Comitê de Política Monetária (Copom) de promover a sexta elevação consecutiva nos juros básicos da economia nesta quarta-feira (3), de 13,25% para 13,75% ao ano. A previsão é da maior parte dos economistas do mercado financeiro. Se confirmado este novo patamar para a taxa Selic, será o maior nível desde agosto de 2006 - quando estava em 14,25% ao ano - ou seja, em quase nove anos. Com uma taxa mais alta de juros, o Banco Central tenta controlar o crédito e o consumo, atuando assim para segurar a inflação. Por outro lado, ao tornar o crédito e o investimento mais caros, os juros elevados prejudicam o investimento, o emprego e, subsequentemente, o crescimento da economia brasileira. O novo aumento dos juros básicos da economia

deve vir em um momento em que a economia ainda se ressente de um baixo nível de atividade, com desemprego em alta, mas com a inflação pressionada pelo aumento de tarifas públicas, como energia elétrica e gasolina, e também pelo aumento dólar - que avançou cerca de 20%

nos cinco primeiros meses deste ano. Dólar mais alto encarece insumos e produtos importados. Sistema de metas e atividade econômica Pelo sistema de metas de inflação vigente na economia brasileira, o BC tem de calibrar os juros para atingir

objetivos pré-determinados. Para 2015 e 2016, a meta central de inflação é de 4,5%, mas o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que serve de referência, pode oscilar entre 2,5% e 6,5% sem que a meta seja formalmente descumprida. Em abril, a inflação ofi-

cial ficou em 0,71%, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Nos quatro primeiros meses deste ano, a inflação somou 4,56% e, em doze meses até abril, totalizou 8,13% - a maior desde dezembro de 2003. Redação NP/ EBC

CONSUMIDORES MUDAM HÁBITO DE LAVAR CALÇADA E CARROS, DIZ PESQUISA Pesquisa nacional sobre Consumo Consciente, realizada pela Fecomércio RJ/Ipsos, mostra que 1 em cada 10 brasileiros (11%) lava a calçada com jato de água. No ano passado, 1 em cada 4 (25%) mantinha esse hábito. Movimento semelhante foi observado para os que lavam o carro com mangueira: em 2014, somavam 20%, e agora, são 10%. Essas duas atividades registraram os menores percentuais desde o início do levantamento, em 2007. A pesquisa nacional sobre Consumo Consciente é realizada pela Fecomércio RJ/Ipsos anualmente com 1,2 mil entrevistados de 72 cidades brasileiras. Outros destaques

historicamente baixos de reservatórios no país, que resultaram num consumo mais consciente desses recursos.”, diz Christian Travassos, economista da Fecomércio RJ.

positivos apurados pelo levantamento são apagar as luzes ao sair de um recinto, atividade com maior adesão entre os entrevistados, com 96%, e fechar a torneira ao escovar os dentes, com 93% de adesão. Ambos apresentaram,

em 2015, os índices mais altos de toda a série. “O movimento apurado neste ano reflete os efeitos no comportamento do brasileiro do aumento nas tarifas de energia elétrica e das seguidas informações sobre níveis

Reciclagem Menos da metade da população brasileira (45%) separa o lixo para reciclagem em 2015, o que representa uma leve piora na comparação com o ano passado, quando 48% dos entrevistados afirmaram que faziam a separação. A pesquisa mostra que há falta de confiança quanto à reciclagem efetiva. Na opinião de 64% dos entrevistados, o lixo reciclado acaba misturado na coleta pública, sem a devida sepa-

ração. Alimentos orgânicos O consumo de produtos orgânicos manteve-se relativamente estável, com alta de apenas 1 ponto percentual em relação ao ano passado, chegando a 21% da população. “Essa estabilidade tem relação com duas forças contrárias. De um lado, há o incentivo cada vez maior à saúde, ao consumo de alimentos considerados mais saudáveis ao corpo e ao meio ambiente. Ao mesmo tempo, no último ano, o consumo como um todo foi influenciado pelo cenário econômico, o que prejudicou o avanço do mercado de orgânicos, marcado por preços acima da média” explica Travassos. Redação NP/ EBC

Profile for Erickson Ferrer

Np #320  

Np #320  

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded