Page 1

RESULTADOS DE PESQUISAS SÃO CÍCLICOS, DIZ TEMER SOBRE AVALIAÇÃO BRASIL | PÁG 7

Nº 321

’ ANO S

www.noticiasparana.com

VEM AÍ O 7º FESTIVAL DA CANÇÃO DE PINHAIS CIDADES | PÁG 6

Curitiba, 02 de julho a 08 de julho de 2015

Inquérito da Polícia Federal aponta o ex-secretário da Copa de Curitiba, Luiz Carlos de Carvalho, como suspeito de ser o operador de um esquema milionário de lavagem de dinheiro - PÁGINA 3

EX-SECRETÁRIO MUNICIPAL SERIA O “LUIZ ABI” DO EX-PREFEITO DE CURITIBA, LUCIANO DUCCI CIDADES | PÁG5

Cesar Brustolin/SMCS

Quinze dias após o início do cadastramento escolar para o ingresso de crianças na rede municipal de Curitiba em 2016, pouco mais de 7,2 mil crianças foram cadastradas

FAMÍLIAS DEVEM FICAR ATENTAS AO PERÍODO DE CADASTRAMENTO ESCOLAR NA REDE MUNICIPAL DE CURITIBA ESPORTE | PÁG9

CIDADES | PÁG4

VEÍCULOS | PÁG 10 CIDADES | PÁG 5 ECONOMIA | PÁG12

EDERSON TREINA COM O GRUPO DO ATLÉTICO-PR

PIRAQUARA: RENOVADO, SIEMACO MÓVEL NOVA UNIDADE HONDA CR-V OFERECESERVIÇOS DE SAÚDE 2015 CHEGA NOS LOCAIS DE GANHA FORMA POR R$ 134.900 TRABALHO

LÂMPADA DE 60 WATTS DEIXA DE SER VENDIDA


OPINIÃO

2 Curitiba, 02 de julho a 08 de julho de 2015

EDITORIAL

C E

VERSÃO DE AÉCIO PARA DOAÇÕES DA UTC É UMA AFRONTA À LÓGICA No último sábado (27), foi divulgado que o líder da oposição ao governo Dilma Rousseff, Aécio Neves, recebeu da empreiteira UTC, de Ricardo Pessoa, R$ 1,2 milhão a mais do que a adversária, a quem o tucano e a imprensa que o apoia atribuem chantagem contra esse empreiteiro para que fizesse doações eleitorais ao PT e à campanha à reeleição. Enquanto Dilma recebeu R$ 7,5 mi da UTC, Aécio recebeu R$ 8,7 mi. Aécio esteve em Parintins, no Amazonas, onde participou de festividade local chamada “festa do boi”. Ao embarcar de volta, o tucano deu uma declaração no mínimo espantosa ao ser inquirido pela imprensa sobre a notícia de que recebeu mais doações da UTC do que a adversária, apesar de esta estar sendo acusada de sua campanha ter coagido o dono dessa empresa a lhe fazer doações. Segundo Aécio, pouco importam os milhões que recebeu da empreiteira porque “Tudo que tinha pra dar à UTC era alforria”, ou seja, libertação do jugo do “malvado” PT. Antes de prosseguir pelo labirinto retórico tucano, analisemos alguns dados sobre a campanha eleitoral de 2014. Para quem não sabe, os grupos empresariais citados na Operação Lava-Jato, juntos, fizeram doações eleitorais a partidos no valor de espantosos R$ 484,4 milhões. Isso mesmo, meio bilhão de reais. Os partidos mais contemplados por essas doações foram PT, PSDB, PMDB e DEM (este último, de forma espantosa porque tem pouquíssima representatividade, atualmente). Entre as empresas doadoras, a UTC, que doou a esses partidos, segundo o TSE, R$ 52,7 milhões. A tese de Aécio, é a seguinte: se a UTC não tivesse sido pressionada pelo PT, não teria feito doações ao partido. Teria doado a todos os partidos, menos ao PT. Assim, a empresa de Ricardo Pessoa diferiria de todas as outras grandes empresas que doaram ao PT e aos outros partidos citados e que não acusaram a campanha de Dilma de tê-los pressionado. A UTC, segundo Aécio Neves, apesar de prestar serviços para vários governos tucanos, não tem interesse algum em doar a tucanos. Doa por amor – à democracia e à “social democracia” tucana. A declaração de Aécio de que “nada tinha a dar” à UTC é espantosa. Uma afronta aos fatos, à lógica e à própria sociedade brasileira. Isso se torna mais evidente quando se analisa o fato de que empresas investigadas por cartel no Metrô de São Paulo, que vicejou durante duas décadas sob o olhar “desatento” da tucanada local, bancaram 56% da campanha de Geraldo Alckmin à reeleição. Adivinhe, agora, leitor, quem é uma das empresas que bancaram metade dos custos da reeleição do “desinteressado” governador tucano? Se você marcou UTC, do mesmo Ricardo Pessoa, acertou na mosca. Claro que, pela lógica safada, sem-vergonha, cara-de-pau, o PSDB nada tinha a oferecer à UTC – além, é claro, de polpudos contratos pelo país todo, nas diversas administrações estaduais e municipais que utilizam os serviços das empreiteiras. Isso sem falar que a mesma UTC tinha expectativa de que o PSDB vencesse as eleições nas Minas Gerais de Aécio. Mas o que a “lógica” aecista contempla ainda menos, é o seguinte: se o PT tinha todo esse poder de pressão sobre a UTC, por que aceitou que a empreiteira doasse mais a Aécio do que a Dilma. E por que não exigiu, inclusive, que não doasse nada aos adversários? E mais: por que todas as outras empresas não acusam o PT de tê-las pressionado a doar? Essa acusação de que Dilma, seu partido e sua campanha teriam extorquido o dono da UTC foi, inclusive,desmentida por ele, segundo a coluna Painel, da Folha de São Paulo. Trata-se de uma versão da imprensa sobre supostos desdobramentos da já dita Operação Vaza-Jato, da qual só se tem notícia quando surge alguma acusação ao PT. O que está acontecendo neste país é um escândalo. Há um golpe de Estado “branco” ocorrendo em capítulos. Uma investigação sigilosa sofre vazamentos de informações seletivas o tempo todo e as autoridades que investigam não tomam providência. Mentiras são “vazadas’ e não são desmentidas.

P

’ ANOS

E X P E D I E N T E

O jornal que mais cresce em toda Região Metropolitana de Curitiba www.noticiasparana.com TEMPO

r i n d d r v c P d q d o B d n c d d p

O que você precisa ler e saber

Santos & Ferrer Comunicação Ltda Fundado em 23 de fevereiro de 2006 - CNPJ 07.870.252/0001-10 Contato da Redação: (41) 3016-8710 E-mail’s: pauta@noticiasparana.com/ comercial@noticiasparana.com Jornalista responsável: Erickson F. da Rosa Filho - 6426 DRT-PR Distribuição semanal Curitiba, Colombo, Almirante Tamandaré, Fazenda Rio Grande, Piraquara, Araucária, São José dos Pinhais, Pinhais, Quatro Barras, litoral e interior do Paraná R: Cyro Correia Pereira, 3616, N° 07 - CIC/Curitiba/PR - CEP: 81460-050

Os artigos assinados não representam necessariamente a opinião do jornal.

n n e d i C r a s p “ f e c g o


POLÍTICA

3 Curitiba, 02 de julho a 08 de julho de 2015

CARVALHO SERIA O “LUIZ ABI” DO EX-PREFEITO DE CURITIBA LUCIANO DUCCI Segundo o documento, trata-se de uma organização criminosa que usou empresas de fachada para lavar dinheiro O inquérito da Polícia Federal aponta o ex-secretário da Copa de Curitiba, Luiz Carlos de Carvalho, como suspeito de ser o operador de um esquema milionário de lavagem de dinheiro. Segundo o documento, trata-se de uma organização criminosa que usou empresas de fachada para lavar dinheiro e fazer remessa ilegal de milhões de dólares para o exterior. O inquérito, que corre sob sigilo, foi obtido com exclusividade pela RPC e divulgado nesta terça-feira (29). Carvalho foi preso em liberdade. Ele é inves- sas e lavagem de dinheiro. em 11 de junho e já está tigado por evasão de divi- O ex-secretário ocupou

cargos do primeiro escalão da Prefeitura de Curitiba, entre 2005 e 2012. Carvalho chegou a prefeitura pelas mãos de Luciano Ducci, do quem foi desde o homem da mala nas campanhas eleitorais à administrador de fazendas, segundo se diz no palácio 29 de Março. Ele seria para Ducci o Luiz Abi para Beto: um companheiro para chamar de seu. Segundo a polícia, a quadrilha exportava produtos superfaturados para a Venezuela, alguns em até

4.700% para justificar a transferência de dinheiro para fora do país. Em muitos casos, a exportação nem existia. Os negócios eram feitos entre o Brasil, Venezuela, e China, usando empresas de fachada. Carvalho é apontado como o operador do esquema. Era ele quem recebia o dinheiro da Venezuela e repassava para contas em Hong Kong. Depois o dinheiro retornava ao Brasil, por exportações ilegais, de acordo com as investigações. Redação NP/ BCC

AÇÃO DO MINISTÉRIO PUBLICO CONTRA RICHA REFORÇA A TESE DO IMPEACHMENT Advogados vão requerer anexação dos documentos do MP ao processo e querem agilizar tramitação da matéria na Assembleia Os advogados que deram entrada ao processo de impeachment de Beto Richa na Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP) no dia 25 de maio de 2015 vão requerer, agora, a anexação dos 22 volumes da ação civil pública do Ministério Público do Paraná - MPPR aos autos do processo. Eles entendem que esta ação de improbidade administrativa anunciada ontem pelo MPPR contra Beto Richa, o ex-secretário da Segurança Pública, Fernando Francischini, e o alto comando da PM à frente das decisões do Massacre de 29 de abril, reforça a tese do impeachment. “A improbidade administrativa apontada pelo Ministério Público se configura em crime de responsabilidade, cabível de impedimento,” informa o advogado Tarso Cabral Violin, um dos autores do processo que reuniu aproximadamente 10 mil assinaturas em petição pública pelo impechment de Richa. “As investigações e análises feitas pelos promotores estão em sintonia com o nosso processo, quando apontam que o governador foi, no mínimo, omisso em não mandar parar

o massacre”, completa Violin. O advogado André Passos, que também subscreve a proposição de impeachment no Legislativo, lembra que quando ela foi protocolada houve uma reação da parte do governador no sentido de tentar desqualificar tecnicamente a peça jurídica. “Tentaram desqualificar a ação de impeachment, atribuindo a uma iniciativa de

motivação político-partidária, quando, na verdade, se trata de interesse público”, argumenta. Para Passos, “hoje, a ação impetrada pelo Ministério Público do Paraná corrobora a tese do impedimento do governador quando diz que ele cometeu crime de improbidade administrativa no episódio de 29 de abril”, conclui. O processo de impe-

achment de Beto Richa está parado na mesa do presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Ademar Traiano (PSDB), desde o dia 25 de maio. Ele ganhou no protocolo da Casa de Leis o registro de solicitação sob o número 7607/2015-2. Segundo informações do departamento responsável pela tramitação do processo, a ação se encontra na Presidência

da Casa, desde então, e não foi despachada para apreciação de nenhuma comissão interna com responsabilidade de apreciar a matéria. Os advogados cobram da ALEP agilidade na tramitação do processo, o que envolve apreciação pelas comissões pertinentes e votação em plenário pelo conjunto dos deputados. Redação NP/TT


CIDADES

4 Curitiba, 02 de julho a 08 de julho de 2015

Lula conversa com deputados e senadores para PT avançar Participei na última segunda-feira, dia 29 de junho, de um encontro do ex-presidente Lula, que reuniu deputados e senadores do nosso Partido dos Trabalhadores, em Brasília. Foi uma oportunidade dele ouvir nossas críticas, nossas sugestões e de contar às bancadas de uma maneira mais detalhada, a real situação política do país, do nosso partido e do total apoio que tem dado à nossa presidenta Dilma. Lula pediu a união de todos para promover uma agenda para o partido na defesa do governo e de um projeto de desenvolvimento, inclusão social e aprofundamento da economia. Também defendeu que cada senador e deputado assuma sua liderança e seja um porta-voz dos avanços e das boas notícias, fazendo o debate político, sem esperar neutralidade do noticiário da grande imprensa. Não podemos esquecer de um governo de 12 anos que transformou a realidade dos brasileiros e que melhorou a vida de todo cidadão. Hoje muito brasileiro tem carro, casa e acesso à universidade, o que antes não tinha. Coisas que mudaram o Brasil de forma positiva. Assim como nosso ex-presidente Lula, também estou 150% à disposição para ajudar Dilma e ajudar o meu PT! No que depender de mim, continuarei trabalhando para resgatar o sonho e a imagem do nosso partido.

C

PIRAQUARA: UNIDADE DE F SAÚDE MADRE TERESA DE A CALCUTÁ GANHA FORMA C A nova unidade vai ampliar a abrangência da Atenção Básica à Saúde na região mais populosa do município

As obras da Unidade de Saúde Madre Teresa de Calcutá, no bairro Guarituba, continuam em pleno andamento. Após a construção dos muros e execução da fundação, a edificação começa a ganhar forma. No momento (29) a empresa responsável pela execução da obra traba-

lha na conclusão da laje. A unidade foi viabilizada por meio de um convênio entre a Prefeitura de Piraquara, através da secretaria Municipal de Saúde, e o Governo Federal, em um investimento total de R$ 999.939,10. A Unidade, que fica ao

lado do Conjunto Habitacional Madre Teresa, terá 645 m². A nova UBS vai ampliar a abrangência da Atenção Básica à Saúde na região e beneficiar milhares de pessoas no bairro mais populoso do município. Redação NP/ PMP

POPULAÇÃO COMEMORA O AVANÇO DAS OBRAS NO JARDIM ESMERALDA As obras de revitalização das ruas do Jardim Esmeralda entram na fase final. Nesta segunda feira (29) a Secretaria de Infraestrutura concluiu o pavimento da Rua Severino Alberti. A população da região acompanha de perto a execução das melhorias e aprova o serviço que está sendo realizado. O morador da Rua Dom José Domenicis, Armando José Mendes Pereira, aprovou a qualidade do serviço e a mudança que está proporcionando na região. “O serviço está ficando muito bom. Desde a base até agora está sendo bem feito e deixando as ruas em boas

condições”, comemorou. Revitalização do Jardim Esmeralda As obras tiveram início no final do ano passado. Equipes da Secretaria de Infraestrutura removeram todo o pavimento antigo,

prepararam a base, instalaram as guias de meio fio e a ainda construíram galerias de águas pluviais em ruas que possuíam histórico de alagamentos. Todas as ruas agora recebem a aplicação do pavimento em antipó. Redação NP/ PMP

E e

c p r 2 c S c q d a d n d 2 j r c e p n

d m e

S S

d d C o r p q o d l

M d c p d O C

p b o p g


á

o -

a s s e s o

P

CIDADES

5 Curitiba, 02 de julho a 08 de julho de 2015

FAMÍLIAS DEVEM FICAR ATENTAS AO PERÍODO DE CADASTRAMENTO ESCOLAR

Richa tenta esconder o que o governo federal faz pelo Paraná

Está é a primeira etapa de cadastramento para o atendimento escolar em 2016. As demais serão divulgadas nos próximos meses. Quinze dias após o início do cadastramento escolar para o ingresso de crianças na rede municipal de Curitiba em 2016, pouco mais de 7,2 mil crianças foram cadastradas. A Secretaria Municipal da Educação alerta as famílias para que fiquem atentas ao período de cadastramento, que segue até 31 de julho. Devem ser cadastradas as crianças nascidas nos anos de 2010, 2011 e de 1 de janeiro até 31 de março de 2012, cujos responsáveis desejam o ingresso da criança na rede municipal de ensino. O cadastramento é rápido, fácil e deve ser feito pela internet, pelo site www.cidadedoconhecimento.org.br. O maior número de cadastros realizados até o momento é de crianças nascidas em 2010, para o ingresso no

1º ano do ensino fundamental em uma das 184 escolas municipais. Porém, é preciso que as famílias fiquem atentas ao fato da obrigatoriedade da matrícula e frequência da criança de 4 a 5 anos a partir de 2016. Até este ano, o ingresso da criança de 4 a 5 anos na escola poderia ser uma opção da família, mas de acordo com a Emenda Constitucional n.º 59/09, a educação básica obrigatória e gratuita será dos 4 aos 16 anos a partir do próximo ano. “O cadastramento é o procedimento necessário para que a Secretaria Municipal de Educação possa planejar e organizar o atendimento na rede no próximo ano, nas turmas de educação infantil e primeiro ano do ensino fundamental, além de buscar novas alternativas e parcerias para o atendi-

mento das crianças”, explica a diretora do departamento de Planejamento e Informações da Secretaria Municipal da Educação, Elizabeth Ramos. Crianças que estudarão na rede particular não precisam ter cadastro. Já as que frequentam neste ano unidades da rede municipal ou conveniadas terão o cadastro efeitivado automaticamente. As crianças nascidas em 2010, 2011 e de 1 de janeiro até 31 de março de 2012, cujas famílias preencheram o cadastro de solicitação de vaga nos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) e nos Centros de Educação Infantil Conveniados (CEIs) e que ainda aguardam a vaga, também precisaram ser agora cadastradas pela internet. Redação NP/ SMCS

SIEMACO MÓVEL CURITIBA OFERECE SERVIÇOS NOS LOCAIS DE TRABALHO O Siemaco - Sindicato dos Empregados em Empresas de Asseio e Conservação de Curitiba inovou para ampliar o atendimento aos funcionários terceirizados. Desde o ano passado criou o Siemaco Móvel que é um posto de volante que oferece os serviços do Sindicato diretamente nos locais de trabalho. “Montamos o Siemaco Móvel para facilitar o acesso dos funcionários que têm dificuldades de deslocamento seja pela distância, ou pelo horário de trabalho”, explicou Manassés Oliveira, presidente do Siemaco Curitiba. O veículo é adaptado para servir de escritório e também de consultório. Junto com o veículo uma equipe formada por médico, enfermeira, advogado, diretor sindical e assessor

de base fazem o atendimento. Todas as semanas o veículo faz plantões em locais previamente agendados conforme solicitação da base. O Siemaco Móvel complementa à estrutura de atendimento do Sindicato que conta

com sede de saúde, sede administrativa e mais 5 subsedes na capital, região metropolitana e litoral paranaense. “A procura tem sido tanta que em breve pretendemos aumentar a nossa frota”, contou Manassés. Redação NP/ AG

As mentiras e as manobras do governador Beto Richa já não me causam surpresa. Quem não se lembra do governador afirmando durante a campanha que as contas do Paraná estavam em dia e que “o melhor estava por vir.” Passadas as eleições, acompanhamos um verdadeiro caos administrativo se instalando em nosso estado. Na semana passada, Beto Richa tentou enganar a população omitindo a parceria e a colaboração do governo federal na entrega de 20 novos ônibus escolares aos municípios do interior. Em seu discurso, ele afirmou que “essa entrega faz parte das ações do nosso governo pela valorização da educação.” Richa ainda mencionou o aumento salarial dos professores e servidores da educação como uma das ações mais “evidentes da postura do governo do Paraná de priorizar a educação”. O que dizer de um governador que mente? Pois, todos nós acompanhamos o que o seu governo fez com os professores. Lamento que o governador, mais uma vez, use a imprensa e as redes sociais para tentar manipular a opinião pública e fazer propagandas mentirosas do seu governo. Aliás, não é a primeira vez que ele divulga programas federais como sendo iniciativas do seu governo. Quem já não ouviu Beto Richa afirmando que construiu casas em todos os municípios paranaenses? Só esquece de informar que se trata do programa “Minha Casa Minha Vida”, que já contratou mais de 200 mil moradias no Estado com investimento superior a R$ 15 bilhões. Há muito tempo, o governador tenta esconder tudo o que o governo federal fez e está fazendo pelo Paraná. Nossa tarefa é mostrar a realidade. Bilhões foram comprovadamente investidos pelo governo federal para promover o bem-estar do povo paranaense nos últimos anos. São obras realizadas por meio do PAC 1 e o PAC 2 nas áreas de mobilidade urbana, drenagem, serviços de água e esgoto, além do Bolsa Família e outros programas. Além disso, a segunda fase do PIL (Programa de Investimento em Logística) prevê R$ 11 bilhões para nossas estradas, portos e ferrovias. Em relação aos ônibus, é importante informar que eles foram destinados ao Paraná por meio do Programa Caminho da Escola, criado pelo Ministério da Educação com o objetivo de renovar a frota de veículos escolares, garantir segurança e qualidade ao transporte dos estudantes e contribuir para a redução da evasão escolar. O governador poderia ter dito pelo menos uma palavra sobre a parceria com o governo federal. Só temos a lamentar a sua postura e a forma como vem conduzindo o nosso Estado. Espero, sinceramente, que o governador Beto Richa pare de mentir e volte a governar o Paraná. *Gleisi Hoffmann é senadora pelo Paraná


CIDADES

6 Curitiba, 02 de julho a 08 de julho de 2015

“Diversidade” e “Gênero” uma discussão para dentro de casa Depois de dois dias de longas discussões sobre os diversos pontos polêmicos do Plano Municipal de Educação, o qual será vigente para os próximos 10 anos (20152025), o plenário da Câmara Municipal de Curitiba decidiu que devem ser retiradas do documento as expressões “diversidade” e “gênero”. As discussões aconteceram de forma bastante conturbada em meio a protestos de grupos favoráveis e grupos contrários, cada qual com seus argumentos, porém, prevaleceu a vontade da maioria. Mas o que é o tão falado Plano de educação? Trata-se de um planejamento da educação que os municípios devem realizar com a participação do governo e da sociedade civil. É um documento que contém objetivos, metas e ações propostas a curto, médio e longo prazo, para a educação das cidades num período de dez anos. Dada à importância que representa, cabe destacar que, não só para Curitiba, mas para todos os municípios, o plano foi encaminhado para a discussão com um prazo bastante curto e tendo como data final para sua sanção pelos Prefeitos e Governadores, o dia 24/06/2015, data improrrogável e que, caso não fosse cumprida colocava em risco o recebimento de verbas federais para a educação. Os temas suprimidos, tratados como diversidade e Ideologia de gênero, tinham abrangências muito maiores às divulgadas, prevendo que crianças discutissem questões como o homossexualismo, transexualismo, lesbofobismo, etc. Assuntos que nem adultos conseguem abordar com discernimento, quem dirá crianças. É nítido que vivemos em uma sociedade tradicionalista que não é capaz de chegar ao consenso sobre sobres estes temas. A meu ver, seria insanidade levar essa discussão para dentro da sala de rede municipal de ensino e deixar que as crianças de 0 a 12 anos fossem introduzidas a um assunto de tamanha complexidade. Acredito nos direitos e deveres de todos os grupos da sociedade, mas precisamos ser coerentes em preservar crianças, que devem se preocupar com brincadeiras, seu desenvolvimento motor e a alfabetização inicial. Os responsáveis e mais indicados para abordar esses temas com as crianças, são os pais. Só eles terão a capacidade de ter um diálogo direto, íntimo, tomando por base as lições e valores que trazem de família, levando em consideração suas crenças emostrando seus exemplos de vida. Andressa-Katriny_CMC

O jornalista Cristiano Santos (PV), apresentador e repórter do Programa 190 da rede CNT, foi eleito o Vereador mais votado do Sul do país, com a marca de 14.819 votos na eleição de 2012

VEM AÍ A SÉTIMA EDIÇÃO DO FESTIVAL DA CANÇÃO DE PINHAIS Apresentações serão realizadas no Centro da Juventude, nos dias 3 e 4 de julho Confira as bandas selecionadas e canções a serem apresentadas em cada categoria: Categoria - Cover -Débora Carvalho e Márcio Defloncom a canção “De Janeiro a Janeiro” -João Lima e Valdenir com a canção “Um violeiro toca” -Nietzsche Des com a canção “Wiched Game” -Plano 2 com a canção “Mercador das Almas” -The Mithie's com a canção “Enter Sadman”

Categoria – Estudantil -Banda Koltrane com a canção “Cherry Bomb” -Júnior Martins com a canção “Bom Dia” -Laleska da Silva Marinho com a canção “Como é Bom Poder Acordar” -Yasmin Del Luna com a canção “Thinking Out Loud”

Categoria – Gospel -Banda Evalluz com a canção “Eis-me Aqui” -Ministério Leão Branco com a canção “De Pai pra Filho” -Missão 61 com a canção “Ruínas”

Nos dias 3 e 4 de julho será realizado o VII Festival da Canção de Pinhais (FECAPI), promovido pela prefeitura, por meio do Departamento de Cultura da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer. As apresentações acontecem no Centro da Juventude, localizado no bairro Maria Antonieta. De acordo com a organização, além de impulsionar a criatividade musical, o festival busca promover o intercâmbio cultural, estimular a valorização da produção local e os movimentos musicais da região. Nesta edição, o festival será dividido nas categorias Gospel; Mista (MPB, RAP, Sertanejo); rock’n roll; para ambas as músicas devem ser inéditas, também covers – interpretação e versão; estudantil – músicas covers, interpretação e versão.

Os participantes nas categorias gospel, mista e rock’n roll serão julgados segundo os quesitos harmonia/melodia e ritmo, potencial, performance de palco, arranjo, letra e interpretação. Já nas categorias cover e estudantil serão julgados harmonia/melodia; performance de palco e interpretação. Os melhores trabalhos, de acordo com regulamento, serão premiados com a entrega de troféus no encerramento do evento, dia 4 de julho a partir das 20h. O Centro da Juventude está localizado na Rua Ataulfo Alves, esquina com João Mendes Batista, no bairro Maria Antonieta. A entrada para as apresentações é gratuita. Na sexta-feira (3) as apresentações terão início às 19h; no sábado (4) o evento começa às 14h. Mais informações pelos telefones: (41) 3912-5241 e (41) 39125253. Redação NP/ PMP

Categoria – Mista -Banda R.E.A.L com a canção “Bons Tempos” -Damião Antônio Perin com a canção “Meu Destino é o Paraná” -Everson e Gustavo com a canção “Compondo a Canção” -Léo Alves com a canção “Sos Nordeste” -Marah Souza com a canção “Sabe Que é Amor” -Peterson e Rômulo com a canção “Meu Amor” -Tereza Cardoso e Juliano Bastos com a canção “Nunca Mais”

Categoria - Rock'n Roll -Banda A.Z com a canção “Silêncio da Solidão” -Banda Pé Na Porta com a canção “Foras da Lei” -Banda Orca com a canção “Contramão” -Cactos com a canção “Outra Vez” -Médicos de Cuba com a canção “Açúcar” -The Wokescom a canção “What Else Should I Do” -Três Tersos com a canção “Hey Menina”

R S S

C s

d N q p s n t M q é a d

g e ç c s c g R

D R

P p

c p L t d " m v p t o s p r L

p o r m ç p o i


6

-

-

o

o

a -

o

a

BRASIL & MUNDO

7 Curitiba, 02 de julho a 08 de julho de 2015

RESULTADOS DE PESQUISAS SÃO CÍCLICOS, DIZ TEMER SOBRE AVALIAÇÃO Cunha: “Sou obrigado a votar a PEC original para concluir a votação ou o que os partidos apresentarem. No curso da votação, poderão ser apresentadas várias emendas aglutinativas”

Ao comentar pesquisa divulgada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) que mostra a queda, de 12% para 9%, do percentual de pessoas que consideram o governo ótimo ou bom, o presidente da República em exercício, Michel Temer, disse hoje (1º) que o resultado de pesquisas é cíclico e que o governo está atualmente em uma “posição de baixa”. “Isso é cíclico. Em todo governo é assim, você tem altos e baixos. Agora está numa posição de baixa. Tenho a absoluta convicção de que, em pouquíssimo tempo, vamos ter um crescimento na popularidade do governo e da presidenta [Dilma Rousseff]”, afirmou. O presidente nacional

do PT, Rui Falcão, avaliou que os índices negativos da pesquisa são “passageiros”. “Temos certeza de que esses índices são pontuais e serão recuperados rapidamente. Para reverter [a avaliação negativa], é preciso continuar com a agenda positiva que ela [Dilma Rousseff] tem apresentado para o país. Não acredito em conspirações, mas que há uma nítida má vontade em relação ao PT, ao [ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva] Lula e à nossa presidenta é evidente”, disse o petista. Temer e Falcão participaram da cerimônia de posse da deputada Luciana Santos na presidência do PCdoB, na Câmara dos Deputados. Redação NP/ EBC

DE VOLTA, DESAFIO DE DILMA SERÁ REAGIR À CRISE NO BRASIL Presidente "encontrará a crise política em outro patamar e terá de estar preparada para o avanço da ofensiva adversária

o

-

o

o

s

o

o

Uma viagem exitosa cujo brilho só foi tisnado pelo tanto que ela falou sobre Lava Jato e delações. Poderia ter recorrido ao velho chavão de presidentes em viagem: "não falo sobre assuntos domésticos fora do Brasil". De volta, ela encontrará a crise política em outro patamar e terá de estar preparada para o avanço da ofensiva adversária, que só pode ser detido por uma reação muito vigorosa. É disso que se ocupa Lula neste momento. O desfecho da crise política não é iminente mas os próximos três meses serão cruciais. Estão sobre a mesa três hipóteses de solução radical, chamemos assim para evitar a palavra golpe: o impeachment de Dilma, a impugnação da chapa Dil-

ma-Temer ou a adoção do parlamentarismo, tese que Eduardo Cunha lançou como sendo para 2018 mas que, se for preciso, alguém proporá como remédio da hora. Como em 1961, na crise da renúncia de Jânio. Vão prosseguir por algum tempo as trepidações, vazamentos seletivos e golpes do Congresso, como o do Senado ontem, ao aprovar um reajuste salarial para o Judiciário que atenta contra o ajuste das contas. O desfecho é esperado (ou programado?) para mais adiante por várias razões. Uma é relacionada com a própria dinâmica da crise, que ainda não atingiu seu ponto máximo. Outra, com a falta de unidade da oposição, e do próprio

PSDB, sobre o caminho a ser adotado. Relativamente ao "timing", a crise econômica ainda terá de piorar muito para que a crise política chegue ao ponto em que todos queiram a ruptura: povo sacrificado, empresários no sufoco e a oposição no ataque. Este momento, até aliados mais realistas do governo avaliam, pode chegar entre setembro e outubro. A não ser, é claro, que Dilma e o PT entendam o sentido de urgência da movimentação do ex-presidente Lula. Como diz um cacique da oposição, "Collor não sofreu impeachment por causa do Fiat Elba. Foi afastado porque perdeu completamente as condições de governar o país". Redação NP/ EBC


GERAL Pelo menos ainda não taxaram o sol

8 Curitiba, 02 de julho a 08 de julho de 2015

Se continuar nesse ritmo, a conta de luz dos brasileiros vai aumentar 100% em um prazo de pouco mais de um ano. É claro que houve necessidade de compra de energia em fontes alternativas em razão da seca nas hidrelétricas, o que justifica em parte esse aumento, mas o fato é que a elevação das tarifas também fez aumentar o custo de vida no país e é necessário encontrar uma saída. Há alguns anos, a conversa sobre energias renováveis era revolucionária, distante, coisa para o futuro. Hoje, é questão de economia. Já existem consumidores domésticos e empresas que optaram por adquirir placas para captação de energia solar. Houve, inclusive, campanhas para estimular esse tipo de atitude. Mas, no atual cenário, é necessário tornar a prática economicamente atrativa. A bancada do PSC protocolou um projeto de lei que vem ao encontro dessa nova realidade, que tem pesado o bolso. A ideia é que os produtores de energia solar, seja em casa ou em empresa, possam vender à Copel o excedente, o que sobra dessa energia – e sempre sobra. Em troca, recebem desconto na conta de luz. Ou seja, o consumidor de energia solar passa a ser também gerador, com um retorno econômico. É possível diminuir a tarifa? Não sem levar o setor elétrico a colapso. É possível impedir o governo federal de determinar esses aumentos na conta de luz? Não também. O que fazer então? Primeiro, “luz que se apaga é luz que não se paga”, como diz o velho ditado. Depois, por que não aproveitar para popularizar a energia solar? Afinal, pelo menos por enquanto, ninguém vai taxar o uso do sol.

Alexandre Guimarães é Deputado Estadual

QUASE 1 BILHÃO EM INVESTIMENTOS PARA CAMPO LARGO Durante reunião na Acicla foram apresentadas perspectivas positivas de crescimento econômico para o município

Apesar da crise que acomete o País, as expectativas para Campo Largo são de avanço crescente na economia com a chegada de novas indústrias e empreendimentos que já somam aproximadamente R$845 milhões em investimentos. O assunto foi destacado durante reunião na Acicla – Associação Comercial e Industrial de Campo Largo, realizada na quinta-feira, 25, com a presença do prefeito Affonso Guimarães, do presidente da Acicla Marcelo Weber, deputado estadual Alexandre Guimarães, secretário de Desenvolvimento Econômico Lucir Marchiori, secretário de Segurança Juscelino Bayer e empresários do município. O secretário Lucir Marchiori citou algumas das empresas que estão sendo implantadas no município entre elas a CCM do Brasil, AMBEV, Gricei, entre

outras que ainda estão em andamento, incluindo um shopping. A perspectiva é de geração de mais de 4 mil empregos. A Prefeitura, destacou o secretário, não apenas vem fornecendo total apoio aos empresários que pretendem se instalar no município como preocupa-se com as empresas já existentes, destacando o trabalho voltado à regularização de empresas que até então atuavam sem alvará. Destacou ainda a implantação da sala do empreendedor em parceria com o Sebrae para orientação e atendimento ao microempreendedor individual. Distrito Industrial Outro anúncio importante durante a reunião, foi feito pelo deputado estadual Alexandre Guimarães. Ele entregou o ofício da Sanepar anunciando a desafetação

da área da Bacia do Rio Itaqui que agora fica livre para a criação do Distrito Industrial de Campo Largo. Novo sistema de Abastecimento Com a desativação da Bacia do Rio Itaqui, a nova Estação de Tratamento de Água (Eta) do Rio Verde passa a ser responsável pelo abastecimento da maior parte dos moradores de Campo Largo. O novo sistema abastecerá cerca de 90% dos moradores e o restante da cidade será atendido pelos sistemas Cercadinho/São Luiz e Guabiroba. A expectativa é garantir o abastecimento para até 153 mil pessoas. Campo Largo deve atingir este total de habitantes em 2027, se mantida a atual taxa de crescimento populacional de 3% ao ano.(dados da Sanepar). Redação NP/ PMCL

E

A


a -

a

e

o a

-

a -

r m a l -

L

Esporte

9 Curitiba, 02 de julho a 08 de julho de 2015

PARANÁ CLUBE AINDA QUER MAIS DOIS NOMES PARA FECHAR ELENCO DA SÉRIE B

Após 17 reforços, diretoria do Tricolor volta a falar em novas contratações, revela busca no mercado por um meia e um atacante Mesmo depois de acertar a contratação de 17 jogadores, a diretoria do Paraná segue atenta no mercado em busca de mais dois nomes para fechar o elenco que está disputando a Série B do Campeonato Brasileiro. Um meia e um atacante estão na pauta dos dirigentes do Tricolor. De acordo com o superintendente de futebol do clube, Durval Lara Ribeiro, o Vavá, mesmo com a procura a diretoria espera que o atual grupo corresponda e cresça na competição. Atualmente, o Tricolor está na 11ª colocação, com 11 pontos, sendo três vitórias, dois empates e quatro derrotas.

- Talvez no nosso entendimento ainda falta mais um meia e um centroavante, mas a gente espera que os jogadores que estão atuando deem a resposta para o clube evitar de contratar. Mas se precisar vamos ter que buscar contratações pontuais nesses setores disse em entrevista à rádio Transamérica antes da partida contra o Atlético-GO, no Serra Dourada. Segundo Vavá, o Paraná está tendo dificuldades em garimpar novos jogadores, e admitiu que o clube pode recorrer à atletas que estão atuando na primeira divisão. - Seria um centroavante de área mesmo. O

mercado não está fácil, a maioria dos jogadores está empregada. Se for buscar vai ter que ser na Série A. Mesmo com a procura, o dirigente destacou que confia no grupo montado para a disputa da Série B, mas pede mais dedicação dos jogadores comandados pelo técnico Nedo Xavier. - Agora também está na hora de o Paraná começar a mostrar o futebol não só dentro da Vila, começar a jogar fora. O grupo já se conhece bem, o treinador sabe as peças que tem na mão. O Paraná tem um grupo qualificado. Tem times que estão na nossa frente, que não têm a qualificação, e estão lá na frente. Mas

acreditamos no grupo, temos confiança total de que eles possam dar resultado. Por outro lado, Nedo acredita que o time pode melhorar e voltou a dizer que o clube tem que ficar de olho no mercado para possíveis contratações para o restante da temporada. - Do meio para trás

estamos bem localizados, os jogadores já sabem o que têm que fazer e se entendem, mas a minha maior preocupação está sendo do meio para frente. Tem uma procura, talvez para trazer algum jogador, mas tem que trazer peças que realmente tenham qualidade disse o comandante. Redação NP/ GE

ATACANTE EDERSON TREINA COM O GRUPO DO ATLÉTICO-PR; DEIVID INICIA A TRANSIÇÃO Atacante aguarda liberação do Al Wasl-EAU, com quem tem contrato até 31 de julho O atacante Ederson está de volta ao Atlético-PR. Ainda com o futuro incerto, ele realizou, na tarde desta terça-feira, no CT do Caju, seu primeiro treino com o grupo principal após a passagem por empréstimo pelo Al Wasl-EAU. Apesar de ter participado normalmente da atividade, Ederson não tem a permanência garantida. Caso apareça uma proposta durante a janela de transferências internacionais, a diretoria rubro-

tem contrato com o Al Wasl até 31 de julho. O objetivo é que ele seja liberado para atuar antes. Se ficar, o artilheiro do Campeonato Brasileiro de 2013, com 21 gols, disputará posição com nomes como Douglas Coutinho, Marcos Guilherme, Nikão e Ytalo. Ele, inclusive, já falou da possibilidade de jogar ao lado de Walter e comentou que a dupla tem tudo para dar certo. -negra e seus empresários atuar enquanto o AtléticoOutra novidade no vão analisa-la. Além dessa -PR não conseguir a libe- treino desta semana era o indefinição, ele não pode ração. Isso porque ele ainda volante Deivid, em recupe-

ração de lesão na coxa. Fora desde maio, ele iniciou a fase de transição – que mescla atividades leves em campo e fisioterapia. Ainda não há uma previsão para que ele retorne. O volante Matteus, que teve uma lesão no joelho, também está trabalhando para voltar. Quando estiverem recuperados, Deivid e Matteus vão ampliar a concorrência em um setor que já conta com Otávio e Hernani, os atuais titulares, além de Jadson e Paulinho Dias. Redação NP/ GE


VEÍCULOS

10 Curitiba, 02 de julho a 08 de julho de 2015

RENOVADO, HONDA CR-V 2015 CHEGA AO BRASIL POR R$ 134.900 Modelo recebeu leves alterações no visual, na dianteira e na traseira. Motor segue o mesmo 2.0 flex de 155 cavalos de potência A Honda anunciou nesta semana a chegada do modelo 2015 do CR-V ao Brasil. Como já havia confirmado, durante o Salão de Buenos Aires, a empresa renova o SUV, que passa a ter somente a opção EXL 4x4 top de linha disponível no país. Com preço sugerido de R$ 134.900, o valor tem acréscimo de R$ 1.200 para pintura metálica ou perolizada. Até então, a montadora oferecia ainda uma versão mais barata, a LX. Com a renovação, o CR-V ficou mais caro, já que a opção antiga era vendida a partir de R$ 115.900. Mudanças discretas Esta é a primeira reestilização da segunda geração do CR-V, que continuará posicionado em faixa acima do recém-lançado HR-V. A mudanças no SUV são discretas. Na dianteira, além da disposição das luzes, a grade cromada ficou maior, chegando a base dos faróis. Na traseira, a barra cromada também cresceu, alcançando as lanternas. Suas rodas também ganharam novo visual. O novo visual estreou no Salão de Paris, em setembro passado, e, no mês seguinte, foi exibido no Salão de São Paulo. O motor segue sendo 2.0 flex, combinado com câmbio automático de cinco marchas. Esse propulsor desenvolve 155 cv de potência a 6.300 rpm e torque de 19,5 kgf.m a 4.800 rpm, com etanol – quando abastecido com gasolina, são 150 cv a 6.300 rpm e 19,3 kgf.m a 4.700 rpm. Nova tela multimídia O CR-V está equipado com uma nova central multimídia com tela sensível ao toque de 7 polegadas. Este sistema inclui GPS com as informações de trânsito por meio de radiofrequência, sem necessidade de conexão

3G em São Paulo, Rio de JaSeu hardware possibi- à internet (quando o veículo para realização de chamadas neiro, Brasília e Belo Hori- lita a conexão Wi-Fi com o não estiver em movimento), e reprodução de áudio. Redação NP/ AE zonte, inicialmente. uso de browser para acesso além da conexão Bluetooth


0

s

E

WWW.NOTICIASPARANA.COM

Um novo site com tudo que vocĂŞ precisa ler e saber


ECONOMIA

12 Curitiba, 02 de julho a 08 de julho de 2015

LÂMPADA INCANDESCENTE DE 60 WATTS DEIXA DE SER VENDIDA; INMETRO FISCALIZA Opções são mais caras, mas gastam menos energia e duram mais. Inmetro inicia fiscalização para verificar irregularidades no comércio. O consumidor não encontra desde esta quarta-feira (1) as lâmpadas com filamento incandescente de 60 watts para comprar em estabelecimentos comerciais. As incandescentes de 60W são as mais utilizadas pelos brasileiros. Fiscais dos Institutos de Pesos e Medidas (Ipem), órgãos delegados do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) nos estados, iniciarão a fiscalização no varejo. Fabricantes, importadores e comerciantes que não atenderem à legislação estarão sujeitos a penalidades previstas em lei, com multas que variam de R$ 100 a R$

1,5 milhão. Já as lâmpadas de 25 e 40 watts deixaram de ser produzidas nesta terça-feira (30), mas poderão ser comercializadas até 30 de junho de 2016. As lâmpadas incandescentes acima de 75W e 100W deixaram de ser comercializadas em 30 de junho de 2014. A mudança atende a cronograma estabelecido pela Portaria Interministerial 1007 dos Ministérios de Minas e Energia, da Ciência, Tecnologia e Inovação e do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior, de dezembro de 2010, que fixou índices mínimos de eficiência luminosa para fabricação,

importação e comercialização das lâmpadas incandescentes de uso geral em território brasileiro. O consumidor tem três opções de lâmpadas domésticas: lâmpadas fluorescentes compactas, lâmpadas incandescentes halógenas e lâmpadas LED. Apesar de mais caras que a incandescente, gastam menos energia e duram mais. Segundo o Inmetro, uma família que mora em uma casa de dois quartos gasta, em média, R$ 20 a 30 por mês para iluminar a residência com lâmpadas incandescentes de 60W, ao passo que se optar pela troca por lâmpadas fluorescentes com-

pactas terá seus gastos mensais reduzidos para até R$ 4. A mudança leva em conta a eficiência energética, principalmente no momento em que o Brasil atravessa uma escassez de chuvas que deixa os reservatórios das usinas hidrelétricas em ní-

veis críticos. “O consumidor brasileiro se adaptou na crise energética de 2001 quando passou a consumir mais fluorescentes compactas do que incandescentes”, diz Isac Roizenblatt, diretor técnico da Abilux. Redação NP/ EBC

Noticias paraná 321 todas  
Noticias paraná 321 todas  
Advertisement