Issuu on Google+

REVISTA DE IMPRENSA 28 NOVEMBRO A 5 DEZEMBRO 2013


ONLINE                         


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

Bombeiros do Cartaxo fazem 77 anos e recebem viaturas rederegional.com /index.php/entertainment/6917-bombeiros-do-cartaxo-fazem-77-anos-e-recebem-novasviaturas.html | Escrito por Redação on Segunda, 02 Dezembro 2013 18:46

Os Bombeiros Municipais do Cartaxo comemoraram no sábado, 30 de novembro, o seu 77.º aniversário. A data foi assinalada com uma cerimónia que contou com autarcas e responsáveis pelo setor, entre os quais o presidente da câmara Local, Pedro Ribeiro, que se mostrou "bastante orgulhoso" pelo facto da corporação ocupar o 5.º lugar em serviços de emergência pré-hospitalar no distrito de Santarém, onde existem 28 corpos de bombeiros. Referindo a "grande asfixia financeira da autarquia, o autarca denunciou "a falta de apoios do Governo à Proteção Civil” e a falta de reconhecimento que é devido ao trabalho dos corpos de bombeiros municipais. "É urgente que o Governo perceba que acabar com a discriminação dos corpos de bombeiros municipais depende do bom senso e do sentido de justiça de quem nos governa", afirmou, acrescentando que "todas as corporações tem a mesma missão, mas não têm a mesma compensação, tendo o orçamento municipal de suportar financeiramente grande parte do serviço prestado pelos bombeiros municipais". Também o comandante da corporação vê com "muita apreensão" o tratamento desigual entre corpos de bombeiros. David Lobato, que lidera os bombeiros do Cartaxo deste junho deste ano, diz que os números comprovam a operacionalidade da corporação e revelou que desde janeiro até novembro a corporação respondeu a quase 4 mil alertas, tendo percorrido mais de 144.800 quilómetros e transportado 2.865 vítimas. Em representação da Autoridade Nacional de Proteção Civil, o Comandante Distrital Operacional Mário Silvestre, que comandou os bombeiros do Cartaxo até junho, afirmou que os bombeiros do distrito foram "heróis no combate aos incêndios" e classificou a corporação do Cartaxo como sendo "uma força de socorro muito motivada e preparada". Novas viaturas ao serviço dos Bombeiros Municipais do Cartaxo No dia em que completaram 77 anos de serviço à comunidade, os Bombeiros do Cartaxo receberam duas novas viaturas um veículo de socorro e assistência especial e um veículo de comando e transmissões. Em fase de construção está um novo veículo de combate a incêndios florestais, que tem como prazo de entrega março do próximo ano. O comandante da corporação avançou ainda que a Câmara Municipal irá também equipar todos os seus bombeiros com equipamentos de proteção individual para combate a incêndios, dos mais modernos que existem no mercado. Bombeiros recebem condecorações

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fwww.rederegional.com%2Findex.php%2Fentertainment%2F6917-bombeiros-do-cartaxo-fazem-77-anos-…

1/2


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

Como sinal de reconhecimento pelo altruísmo e dedicação continuada à causa dos Bombeiros, a Liga dos Bombeiros Portugueses atribuiu o Crachá de Ouro - o seu mais alto galardão - ao Adjunto de Comando do Quadro de Honra Manuel Fernando Calixto, por 35 anos de serviços efetivos. A Liga de Bombeiros Portugueses atribuiu ainda Medalhas de Assiduidade Grau Cobre, por cinco anos de efetivos serviços, a três profissionais de 3.ª classe da corporação: Ernesto Caniço, Vítor Marques e Edite Cardoso. O Prémio de Bombeiro do Ano, que pretende distinguir o elemento que, pelo seu trabalho, dedicação e espírito de camaradagem mereceu o voto dos seus colegas, foi entregue ao bombeiro de 3.ª classe Carlos Melo.

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fwww.rederegional.com%2Findex.php%2Fentertainment%2F6917-bombeiros-do-cartaxo-fazem-77-anos-…

2/2


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

Bombeiros abrem formação para novos voluntários rederegional.com /index.php/style/6894-bombeiros-abrem-formacao-para-novos-voluntarios.html | Escrito por Redação on Sábado, 30 Novembro 2013 09:47 Os bombeiros municipais do Cartaxo vão abrir um curso de formação para novos voluntários a partir de 2 de janeiro do próximo ano, destinado a homens ou mulheres com mais de 18 anos, em horário pós-laboral e aos fins-de-semana. As inscrições estão abertas até ao dia 15 de dezembro, e podem ser efetuadas no quartel dos bombeiros do Cartaxo, pelo telefone 243 700 800, ou pelo email bombeiros@cm-cartaxo.pt, devendo os candidatos ter pelo menos o 9º ano de escolaridade. Durante o Curso, serão abordadas matérias tão diversas como o socorrismo, as operações de extinção de incêndios urbanos, industriais e florestais, as técnicas de salvamento e de desencarceramento ou as manobras com equipamentos e veículos, entre outras. Tags: bombeiros cartaxo

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fwww.rederegional.com%2Findex.php%2Fstyle%2F6894-bombeiros-abrem-formacao-para-novos-voluntar…

1/1


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

Aniversário dos Bombeiros com críticas ao poder central radiocartaxo.com /index.php

Os Bombeiros Municipais do Cartaxo celebraram no Sábado o seu 77º aniversário. A corporação recebeu um veículo de socorro e assistência e um outro de comando e transmissões, a que se deve juntar em Março mais um, este de combate a incêndios florestais. Também a curto prazo deverá receber equipamentos de protecção individual para todos os seus elementos. O seu comandante, David Lobato, fez um resumo da actividade desenvolvida e garantiu que a eficácia da corporação continuou a ser de cem por cento. David Lobato e o presidente da Câmara do Cartaxo, Pedro Ribeiro, criticaram o poder central por tratar de forma diferente as corporações de bombeiros voluntários e as municipais, com prejuízo para estas últimas. No que à Câmara diz respeito, Pedro Ribeiro garante que, apesar da situação financeira muito grave que enfrenta, tudo vai ser feito para que a actividade e a vida dos bombeiros do Cartaxo não sejam afectadas negativamente. No decorrer da cerimónia foram distinguidos alguns bombeiros. Manuel Fernando Calixto viu os seus 35 anos de serviços efectivos serem reconhecidos pela Liga dos Bombeiros Portugueses, que lhe atribuiu o Crachá de Ouro. A Liga de Bombeiros Portugueses atribuiu ainda Medalhas de Assiduidade Grau Cobre, por cinco anos de efectivos serviços, a três profissionais de 3.ª classe da corporação: Ernesto Caniço, Vítor Marques e Edite Cardoso. O Prémio de Bombeiro do Ano, que pretende distinguir o elemento que, pelo seu trabalho, dedicação e espírito de camaradagem mereceu o voto dos seus colegas, foi entregue ao bombeiro de 3.ª classe Carlos Melo. Rádio Cartaxo - 2010 - Todos os direitos reservados

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fwww.radiocartaxo.com%2Findex.php%3Fnoticia%3D4095%23.UqBkYuKSoZU.printfriendly&title=Anivers…

1/1


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

CARTAXO: ANIVERSÁRIO DOS BOMBEIROS MUNICIPAIS DO CARTAXO - NOTICIAS DO RIBATEJO noticiasdoribatejo.blogs.sapo.pt /2664243.html

Cerimónia comemorativa do 77.º aniversário realizou-se no dia 30 de novembro, no quartel da corporação Presidente da Câmara Municipal apela ao Governo para acabar com a discriminação dos corpos de bombeiros municipais

Os Bombeiros Municipais do Cartaxo comemoraram no passado dia 30 de novembro o seu 77.º aniversário.

A cerimónia foi presidida por Pedro Magalhães Ribeiro, presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, e nela marcaram presença o Comandante Operacional Distrital Mário Silvestre, o vice-presidente da Liga de Bombeiros Portugueses, Adelino Gomes, o diretor da Escola Nacional de Bombeiros, comandantes e elementos de comando de várias corporações, autarcas locais e representantes de entidades civis e militares.

Pedro Magalhães Ribeiro começou por prestar uma homenagem a todos os que, ao longo dos 77 anos, abraçaram a causa dos bombeiros, o que para o autarca significa que “queremos preservar e honrar, em primeiro lugar, o passado e a memória de todos aqueles que, indo ao nosso auxílio, perderam a sua vida”, afirmou.

O presidente da autarquia referiu que o início do mandato é momento para “dar testemunho público do reconhecimento que a Câmara Municipal tem do seu corpo de bombeiros, pela sua competência profissional e pelas provas de bravura em todas as ocorrências a que são chamados, de norte a sul do país”.

Um dos dados que demonstra o trabalho e entrega dos bombeiros do Cartaxo, e que deixa “bastante orgulhoso” Pedro Magalhães Ribeiro, é o facto de a corporação ocupar o 5.º lugar em serviços de emergência pré-hospitalar no distrito, onde existem 28 corpos de bombeiros.

O presidente da Câmara Municipal fez igualmente referência à realidade de “grande asfixia financeira da autarquia” e www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fnoticiasdoribatejo.blogs.sapo.pt%2F2664243.html%23.UqBUzCpUnNI.printfriendly&title=CARTAXO%3…

1/3


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

denunciou “a falta de apoios do Governo à Proteção Civil e o reconhecimento que é devido ao trabalho dos corpos de bombeiros municipais”.

“É urgente que o Governo perceba que acabar com a discriminação dos corpos de bombeiros municipais depende do bom senso e do sentido de justiça de quem nos governa”, afirmou, acrescentando que “todas as corporações tem a mesma missão, mas não têm a mesma compensação, tendo o orçamento municipal de suportar financeiramente grande parte do serviço prestado pelos bombeiros municipais”.

Apesar das dificuldades financeiras, Pedro Magalhães Ribeiro assegurou que a autarquia “tudo fará para continuar a dotar a corporação com novos equipamentos que aumentem a segurança dos bombeiros e que reforcem a sua capacidade de resposta”.

David Lobato vê com “muita apreensão” o tratamento desigual entre corpos de bombeiros As primeiras palavras de David Lobato, que comanda a corporação desde junho deste ano, foram para o corpo de bombeiros, “que cumpriu com elevada competência tudo o que lhe foi pedido”, tendo estado em praticamente todos os grandes teatros de operações nacionais.

Para o comandante, os números comprovam a operacionalidade dos bombeiros do Cartaxo. Desde janeiro até novembro, a corporação respondeu a quase 4 mil alertas, tendo percorrido mais de 144.800 quilómetros e contabilizando cerca de 11.400 horas. Neste período, foram transportadas pelos bombeiros do Cartaxo 2.865 vítimas.

Quanto ao tipo de ocorrências, destacam-se as emergências pré-hospitalares, com 2.950 serviços, o que faz com que a corporação ocupe o 5.º lugar a nível do distrito e o 65.º a nível nacional, entre as mais de 400 corporações.

“A população do concelho do Cartaxo pode viver descansada”, afirmou David Lobato, que não compreende a distinção entre corpos de bombeiros e vê com “muita apreensão” esse tratamento desigual. “É incompreensível este tratamento. Nós efetuamos tudo aquilo que os colegas voluntários efetuam, e no nosso caso, penso que ainda mais, porque todos os dias continuamos a auxiliar os concelhos vizinhos, várias vezes por dia”, acrescentou.

Comandante Distrital enaltece trabalho dos bombeiros no combate aos incêndios Em representação da Autoridade Nacional de Proteção Civil, o Comandante Distrital Operacional Mário Silvestre evidenciou a prontidão como fator de sucesso para os resultados no distrito, num ano particularmente difícil para os bombeiros portugueses.

Mário Silvestre afirmou que os bombeiros do distrito foram “heróis no combate aos incêndios” e classificou a corporação do Cartaxo como sendo “uma força de socorro muito motivada e preparada”.

O Comandante Distrital lembrou ainda os bombeiros que este ano perderam a vida e defendeu que estas perdas são reveladoras do risco que os soldados da paz correm e o nível de profissionalismo que as ocorrências exigem.

Adelino Gomes reconhece esforço feito pela Câmara Municipal em prol da segurança do corpo de bombeiros e da população O vice-presidente da Liga de Bombeiros Portugueses marcou também presença na cerimónia comemorativa do 77.º aniversário dos Bombeiros do Cartaxo. Ao presidente da Câmara Municipal, Adelino Gomes deixou “um agradecimento www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fnoticiasdoribatejo.blogs.sapo.pt%2F2664243.html%23.UqBUzCpUnNI.printfriendly&title=CARTAXO%3…

2/3


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

especial” pelo esforço que a autarquia tem feito “para garantir a segurança das populações e dos homens e mulheres que a defendem”.

Adelino Gomes afirmou que “a Liga tem zelado pelos bombeiros portugueses” e exemplo disso são os concursos do QREN, com a conquista de cerca de 9 milhões de euros para investimentos nas federações de Santarém, Portalegre e Évora, e que no Cartaxo permitiu colocar ao serviço dos Bombeiros uma nova viatura.

O vice-presidente da Liga constatou também que o distrito de Santarém é aquele que possui mais corpos de bombeiros municipais e assegurou que a Liga “tudo tem feito” para acabar com a discriminação negativa de que estas corporações são alvo.

“É altura de dizer basta, porque os bombeiros municipais trabalham como todas os outros. As Câmaras Municipais, que investem parte dos seus orçamentos nos bombeiros, têm de ser ressarcidas”, defendeu.

Novas viaturas ao serviço dos Bombeiros Municipais do Cartaxo No dia em que completaram 77 anos de serviço à comunidade, os Bombeiros do Cartaxo receberam duas novas viaturas – um veículo de socorro e assistência especial e um veículo de comando e transmissões.

O comandante David Lobato adiantou ainda que está já em fase de construção um novo veículo de combate a incêndios florestais, que tem como prazo de entrega março do próximo ano, e que a Câmara Municipal irá também equipar todos os seus bombeiros com equipamentos de proteção individual para combate a incêndios, dos mais modernos que existem no mercado.

A propósito das novas viaturas, o presidente da Câmara Municipal afirmou que “estes investimentos traduzem a preocupação que existe em assegurar que os nossos bombeiros possam cumprir a sua missão nas melhores condições possíveis”, acrescentando que “temos de saber valorizar a qualidade que já temos instalada para que sirva de estímulo e seja motivo de orgulho a todos os que trabalham diariamente nos serviços de bombeiros e proteção civil”.

Bombeiros recebem condecorações Como sinal de reconhecimento pelo altruísmo e dedicação continuada à causa dos Bombeiros, a Liga dos Bombeiros Portugueses atribuiu o Crachá de Ouro – o seu mais alto galardão – ao Adjunto de Comando do Quadro de Honra Manuel Fernando Calixto, por 35 anos de serviços efetivos.

A Liga de Bombeiros Portugueses atribuiu ainda Medalhas de Assiduidade Grau Cobre, por cinco anos de efetivos serviços, a três profissionais de 3.ª classe da corporação: Ernesto Caniço, Vítor Marques e Edite Cardoso.

O Prémio de Bombeiro do Ano, que pretende distinguir o elemento que, pelo seu trabalho, dedicação e espírito de camaradagem mereceu o voto dos seus colegas, foi entregue ao bombeiro de 3.ª classe Carlos Melo.

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fnoticiasdoribatejo.blogs.sapo.pt%2F2664243.html%23.UqBUzCpUnNI.printfriendly&title=CARTAXO%3…

3/3


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

CARTAXO: FORMAÇÃO PARA NOVOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS - NOTICIAS DO RIBATEJO noticiasdoribatejo.blogs.sapo.pt /2655595.html

As inscrições deverão ser efetuadas até dia 15 de dezembro, no Quartel dos Bombeiros Municipais do Cartaxo

A corporação dos Bombeiros Municipais do Cartaxo está a promover um novo Curso de Formação para Bombeiros Voluntários, em horário pós-laboral e fim de semana, dirigido a homens e mulheres, a partir dos 18 anos. A recruta começa a 2 de janeiro do próximo ano.

Os interessados em integrar esta equipa ao serviço da comunidade deverão inscrever-se no Quartel dos Bombeiros Municipais até ao dia 15 de dezembro de 2013, comprovando que possuem no mínimo o 9º ano de escolaridade e robustez física e psíquica.

Entre as vantagens de frequentar este curso de formação, destaca-se o facto de os Bombeiros Voluntários terem preferência nos concursos para bombeiros profissionais, assim como, de usufruírem de isenção de taxas moderadoras em centros de saúde, em cuidados primários.

A corporação dos Bombeiros Municipais do Cartaxo assume um papel fundamental junto da comunidade, atuando em diversas áreas de intervenção. Além do combate a incêndios, são também missões dos bombeiros o resgate aquático, através de mergulhadores, condutores de embarcações de socorro ou nadadores salvadores; resgate em grande ângulo, recorrendo a técnicas similares à da escalada; e Emergência Pré-Hospitalar, através de bombeiros habilitados para esta função.

Durante o Curso, serão abordadas matérias tão diversas como o socorrismo, as operações de extinção de incêndios urbanos, industriais e florestais, as técnicas de salvamento e de desencarceramento ou as manobras com equipamentos e veículos.

As inscrições já abriram e os interessados podem contactar a corporação do Cartaxo pelo telefone 243 700 800 e pelo email bombeiros@cm-cartaxo.pt.

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fnoticiasdoribatejo.blogs.sapo.pt%2F2655595.html%23.UqBURAxWQ9s.printfriendly&title=CARTAXO%…

1/1


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

O Mirante - diário online - Sociedade - Inscrições abertas para novos bombeiros no Cartaxo omirante.pt /noticia.asp Sociedade

2 Dez 2013, 00:17h

Inscrições abertas para novos bombeiros no Cartaxo

A corporação de Bombeiros Municipais do Cartaxo abriu inscrições para um curso de formação de novos bombeiros com início no dia 2 de Janeiro do próximo ano. Os interessados devem ter 18 anos ou mais, ter pelo menos o 9º ano de escolaridade e robustez física e psíquica. Os interessados devem formalizar as inscrições até dia 15 de Dezembro e podem ser efectuadas pelo telefone 243 700 800 ou pelo e-mail bombeiros@cm-cartaxo.pt. Durante esta formação, que será ministrada no quartel dos Bombeiros Municipais do Cartaxo, em horário pós-laboral e ao fim-de-semana, os recrutas irão abordar matérias como socorrismo, operações de extinção de incêndios urbanos, industriais e florestais, bem como técnicas de salvamento e de desencarceramento, bem como as manobras com equipamentos e veículos.

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fwww.omirante.pt%2Fnoticia.asp%3FidEdicao%3D54%26id%3D67225%26idSeccao%3D479%26Action…

1/1


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

Aniversário do Bombeiros municipais do Cartaxo local.pt /aniversario-do-bombeiros-municipais-do-cartaxo/ Gerson Ingrês CARTAXO – A cerimónia foi presidida por Pedro Magalhães Ribeiro, presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, e nela marcaram presença o Comandante Operacional Distrital Mário Silvestre, o vice-presidente da Liga de Bombeiros Portugueses, Adelino Gomes, o diretor da Escola Nacional de Bombeiros, comandantes e elementos de comando de várias corporações, autarcas locais e representantes de entidades civis e militares. Pedro Magalhães Ribeiro começou por prestar uma homenagem a todos os que, ao longo dos 77 anos, abraçaram a causa dos bombeiros, o que para o autarca significa que “queremos preservar e honrar, em primeiro lugar, o passado e a memória de todos aqueles que, indo ao nosso auxílio, perderam a sua vida”, afirmou. O presidente da autarquia referiu que o início do mandato é momento para “dar testemunho público do reconhecimento que a Câmara Municipal tem do seu corpo de bombeiros, pela sua competência profissional e pelas provas de bravura em todas as ocorrências a que são chamados, de norte a sul do país”. Um dos dados que demonstra o trabalho e entrega dos bombeiros do Cartaxo, e que deixa “bastante orgulhoso” Pedro Magalhães Ribeiro, é o facto de a corporação ocupar o 5.º lugar em serviços de emergência pré-hospitalar no distrito, onde existem 28 corpos de bombeiros. O presidente da Câmara Municipal fez igualmente referência à realidade de “grande asfixia financeira da autarquia” e denunciou “a falta de apoios do Governo à Proteção Civil e o reconhecimento que é devido ao trabalho dos corpos de bombeiros municipais”. “É urgente que o Governo perceba que acabar com a discriminação dos corpos de bombeiros municipais depende do bom senso e do sentido de justiça de quem nos governa”, afirmou, acrescentando que “todas as corporações tem a mesma missão, mas não têm a mesma compensação, tendo o orçamento municipal de suportar financeiramente grande parte do serviço prestado pelos bombeiros municipais”. Apesar das dificuldades financeiras, Pedro Magalhães Ribeiro assegurou que a autarquia “tudo fará para continuar a dotar a corporação com novos equipamentos que aumentem a segurança dos bombeiros e que reforcem a sua capacidade de resposta”. David Lobato vê com “muita apreensão” o tratamento desigual entre corpos de bombeiros As primeiras palavras de David Lobato, que comanda a corporação desde junho deste ano, foram para o corpo de bombeiros, “que cumpriu com elevada competência tudo o que lhe foi pedido”, tendo estado em praticamente todos os grandes teatros de operações nacionais. Para o comandante, os números comprovam a operacionalidade dos bombeiros do Cartaxo. Desde janeiro até novembro, a corporação respondeu a quase 4 mil alertas, tendo percorrido mais de 144.800 quilómetros e contabilizando cerca de 11.400 horas. Neste período, foram transportadas pelos bombeiros do Cartaxo 2.865 vítimas. Quanto ao tipo de ocorrências, destacam-se as emergências pré-hospitalares, com 2.950 serviços, o que faz com que a corporação ocupe o 5.º lugar a nível do distrito e o 65.º a nível nacional, entre as mais de 400 corporações. “A população do concelho do Cartaxo pode viver descansada”, afirmou David Lobato, que não compreende a distinção entre corpos de bombeiros e vê com “muita apreensão” esse tratamento desigual. “É incompreensível este tratamento. Nós efetuamos tudo aquilo que os colegas voluntários efetuam, e no nosso caso, penso que ainda mais, porque todos os dias continuamos a auxiliar os concelhos vizinhos, várias vezes por dia”, acrescentou. Comandante Distrital enaltece trabalho dos bombeiros no combate aos incêndios Em representação da Autoridade Nacional de Proteção Civil, o Comandante Distrital Operacional Mário Silvestre evidenciou a prontidão como fator de sucesso para os resultados no distrito, num ano particularmente difícil para os bombeiros portugueses. Mário Silvestre afirmou que os bombeiros do distrito foram “heróis no combate aos incêndios” e classificou a corporação do Cartaxo como sendo “uma força de socorro muito motivada e preparada”. O Comandante Distrital lembrou ainda os bombeiros que este ano perderam a vida e defendeu que estas perdas são www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Flocal.pt%2Faniversario-do-bombeiros-municipais-do-cartaxo%2F%23.UqBZNWP5iFI.printfriendly&title=…

1/2


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

reveladoras do risco que os soldados da paz correm e o nível de profissionalismo que as ocorrências exigem. Adelino Gomes reconhece esforço feito pela Câmara Municipal em prol da segurança do corpo de bombeiros e da população O vice-presidente da Liga de Bombeiros Portugueses marcou também presença na cerimónia comemorativa do 77.º aniversário dos Bombeiros do Cartaxo. Ao presidente da Câmara Municipal, Adelino Gomes deixou “um agradecimento especial” pelo esforço que a autarquia tem feito “para garantir a segurança das populações e dos homens e mulheres que a defendem”. Adelino Gomes afirmou que “a Liga tem zelado pelos bombeiros portugueses” e exemplo disso são os concursos do QREN, com a conquista de cerca de 9 milhões de euros para investimentos nas federações de Santarém, Portalegre e Évora, e que no Cartaxo permitiu colocar ao serviço dos Bombeiros uma nova viatura. O vice-presidente da Liga constatou também que o distrito de Santarém é aquele que possui mais corpos de bombeiros municipais e assegurou que a Liga “tudo tem feito” para acabar com a discriminação negativa de que estas corporações são alvo. “É altura de dizer basta, porque os bombeiros municipais trabalham como todas os outros. As Câmaras Municipais, que investem parte dos seus orçamentos nos bombeiros, têm de ser ressarcidas”, defendeu. Novas viaturas ao serviço dos Bombeiros Municipais do Cartaxo No dia em que completaram 77 anos de serviço à comunidade, os Bombeiros do Cartaxo receberam duas novas viaturas – um veículo de socorro e assistência especial e um veículo de comando e transmissões. O comandante David Lobato adiantou ainda que está já em fase de construção um novo veículo de combate a incêndios florestais, que tem como prazo de entrega março do próximo ano, e que a Câmara Municipal irá também equipar todos os seus bombeiros com equipamentos de proteção individual para combate a incêndios, dos mais modernos que existem no mercado. A propósito das novas viaturas, o presidente da Câmara Municipal afirmou que “estes investimentos traduzem a preocupação que existe em assegurar que os nossos bombeiros possam cumprir a sua missão nas melhores condições possíveis”, acrescentando que “temos de saber valorizar a qualidade que já temos instalada para que sirva de estímulo e seja motivo de orgulho a todos os que trabalham diariamente nos serviços de bombeiros e proteção civil”. Bombeiros recebem condecorações Como sinal de reconhecimento pelo altruísmo e dedicação continuada à causa dos Bombeiros, a Liga dos Bombeiros Portugueses atribuiu o Crachá de Ouro – o seu mais alto galardão – ao Adjunto de Comando do Quadro de Honra Manuel Fernando Calixto, por 35 anos de serviços efetivos. A Liga de Bombeiros Portugueses atribuiu ainda Medalhas de Assiduidade Grau Cobre, por cinco anos de efetivos serviços, a três profissionais de 3.ª classe da corporação: Ernesto Caniço, Vítor Marques e Edite Cardoso. O Prémio de Bombeiro do Ano, que pretende distinguir o elemento que, pelo seu trabalho, dedicação e espírito de camaradagem mereceu o voto dos seus colegas, foi entregue ao bombeiro de 3.ª classe Carlos Melo.

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Flocal.pt%2Faniversario-do-bombeiros-municipais-do-cartaxo%2F%23.UqBZNWP5iFI.printfriendly&title=…

2/2


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

Formação para novos bombeiros voluntários no Cartaxo local.pt /formacao-para-novos-bombeiros-voluntarios-no-cartaxo/ Gerson Ingrês CARTAXO – A corporação dos Bombeiros Municipais do Cartaxo está a promover um novo Curso de Formação para Bombeiros Voluntários, em horário pós-laboral e fim de semana, dirigido a homens e mulheres, a partir dos 18 anos. A recruta começa a 2 de janeiro do próximo ano. Os interessados em integrar esta equipa ao serviço da comunidade deverão inscrever-se no Quartel dos Bombeiros Municipais até ao dia 15 de dezembro de 2013, comprovando que possuem no mínimo o 9º ano de escolaridade e robustez física e psíquica. Entre as vantagens de frequentar este curso de formação, destaca-se o facto de os Bombeiros Voluntários terem preferência nos concursos para bombeiros profissionais, assim como, de usufruírem de isenção de taxas moderadoras em centros de saúde, em cuidados primários. A corporação dos Bombeiros Municipais do Cartaxo assume um papel fundamental junto da comunidade, atuando em diversas áreas de intervenção. Além do combate a incêndios, são também missões dos bombeiros o resgate aquático, através de mergulhadores, condutores de embarcações de socorro ou nadadores salvadores; resgate em grande ângulo, recorrendo a técnicas similares à da escalada; e Emergência Pré-Hospitalar, através de bombeiros habilitados para esta função. Durante o Curso, serão abordadas matérias tão diversas como o socorrismo, as operações de extinção de incêndios urbanos, industriais e florestais, as técnicas de salvamento e de desencarceramento ou as manobras com equipamentos e veículos.

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Flocal.pt%2Fformacao-para-novos-bombeiros-voluntarios-no-cartaxo%2F%23.UqBYxF3EbsQ.printfriendl…

1/1


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

BOMBEIROS MUNICIPAIS DO CARTAXO CELEBRARAM 77 ANOS revistadada.com /index.php

Quarta, 04 Dezembro 2013 17:52 Os Bombeiros Municipais do Cartaxo celebraram a passagem do seu 77º aniversário com a entrega de duas novas viaturas – um veículo de socorro e assistência especial e um veículo de comando e transmissões - e a atribuição de distinções a bombeiros que se destacaram ao serviço da corporação. Como sinal de reconhecimento pelo altruísmo e dedicação continuada à causa dos Bombeiros, a Liga dos Bombeiros Portugueses atribuiu o Crachá de Ouro – o seu mais alto galardão – ao Adjunto de Comando do Quadro de Honra, Manuel Fernando Calixto, por 35 anos de serviços efetivos. A Liga de atribuiu ainda Medalhas de Assiduidade Grau Cobre, por cinco anos de efetivos serviços, a três profissionais de 3.ª classe da corporação: Ernesto Caniço, Vítor Marques e Edite Cardoso. O Prémio de Bombeiro do Ano, que pretende distinguir o elemento que, pelo seu trabalho, dedicação e espírito de camaradagem, mereceu o voto dos seus colegas, foi entregue ao bombeiro de 3.ª classe Carlos Melo. Para David Lobato, que comanda a corporação desde junho deste ano, o corpo de bombeiros, “cumpriu com elevada competência tudo o que lhe foi pedido”, tendo estado em praticamente todos os grandes teatros de operações nacionais. Para o comandante, os números comprovam a operacionalidade dos bombeiros do Cartaxo. Desde janeiro até novembro, a corporação respondeu a quase 4 mil alertas, tendo percorrido mais de 144.800 quilómetros e contabilizando cerca de 11.400 horas. Neste período, foram transportadas pelos bombeiros do Cartaxo 2.865 vítimas. Quanto ao tipo de ocorrências, destacam-se as emergências pré-hospitalares, com 2.950 serviços, o que faz com que a corporação ocupe o 5.º lugar a nível do distrito e o 65.º a nível nacional, entre as mais de 400 corporações. “A população do concelho do Cartaxo pode viver descansada”, afirmou David Lobato, que não compreende a distinção entre corpos de bombeiros e vê com “muita apreensão” esse tratamento desigual. “É incompreensível este tratamento. Nós efetuamos tudo aquilo que os colegas voluntários efetuam, e no nosso caso, penso que ainda mais, porque todos os dias continuamos a auxiliar os concelhos vizinhos, várias vezes por dia”, acrescentou. Pedro Magalhães Ribeiro, presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, começou por prestar uma homenagem a todos os que, ao longo dos 77 anos, abraçaram a causa dos bombeiros, o que para o autarca significa que “queremos preservar e honrar, em primeiro lugar, o passado e a memória de todos aqueles que, indo ao nosso auxílio, perderam a sua vida”, afirmou. O presidente da autarquia referiu que o início do mandato é momento para “dar testemunho público do reconhecimento que a Câmara Municipal tem do seu corpo de bombeiros, pela sua competência profissional e pelas provas de bravura em todas as ocorrências a que são chamados, de norte a sul do país”. Um dos dados que demonstra o trabalho e entrega dos bombeiros do Cartaxo, e que deixa “bastante orgulhoso” Pedro Magalhães Ribeiro, é o facto de a corporação ocupar o 5.º lugar em serviços de emergência pré-hospitalar no distrito, onde existem 28 corpos de bombeiros. O presidente da Câmara Municipal fez igualmente referência à realidade de “grande asfixia financeira da autarquia” e denunciou “a falta de apoios do Governo à Proteção Civil e o reconhecimento que é devido ao trabalho dos corpos de bombeiros municipais”. “É urgente que o Governo perceba que acabar com a discriminação dos corpos de bombeiros municipais depende do bom senso e do sentido de justiça de quem nos governa”, afirmou, acrescentando que “todas as corporações tem a mesma missão, mas não têm a mesma compensação, tendo o orçamento municipal de suportar financeiramente grande parte do serviço prestado pelos bombeiros municipais”. Apesar das dificuldades financeiras, Pedro Magalhães Ribeiro assegurou que a autarquia “tudo fará para continuar a dotar a corporação com novos equipamentos que aumentem a segurança dos bombeiros e que reforcem a sua capacidade de resposta”.

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Frevistadada.com%2Findex.php%3Foption%3Dcom_content%26view%3Darticle%26id%3D2135%253Abo…

1/1


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

Bombeiros do Cartaxo comemoraram 77.º aniversário correiodoribatejo.com /bombeiros-do-cartaxo-comemoraram-77-o-aniversario/ 03/12/2013 | Comentários

Os Bombeiros Municipais do Cartaxo comemoraram no passado dia 30 de Novembro o seu 77.º aniversário. A cerimónia foi presidida por Pedro Magalhães Ribeiro, presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, e nela marcaram presença o Comandante Operacional Distrital Mário Silvestre, o vice-presidente da Liga de Bombeiros Portugueses, Adelino Gomes, o director da Escola Nacional de Bombeiros, comandantes e elementos de comando de várias corporações, autarcas locais e representantes de entidades civis e militares. Pedro Magalhães Ribeiro começou por prestar uma homenagem a todos os que, ao longo dos 77 anos, abraçaram a causa dos bombeiros, o que para o autarca significa que “queremos preservar e honrar, em primeiro lugar, o passado e a memória de todos aqueles que, indo ao nosso auxílio, perderam a sua vida”, afirmou. O presidente da autarquia referiu que o início do mandato é momento para “dar testemunho público do reconhecimento que a Câmara Municipal tem do seu corpo de bombeiros, pela sua competência profissional e pelas provas de bravura em todas as ocorrências a que são chamados, de norte a sul do país”. www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fcorreiodoribatejo.com%2Fbombeiros-do-cartaxo-comemoraram-77-o-aniversario%2F%23.UqBVvrfmhd…

1/3


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

Um dos dados que demonstra o trabalho e entrega dos bombeiros do Cartaxo, e que deixa “bastante orgulhoso” Pedro Magalhães Ribeiro, é o facto de a corporação ocupar o 5.º lugar em serviços de emergência pré-hospitalar no distrito, onde existem 28 corpos de bombeiros. O presidente da Câmara Municipal fez igualmente referência à realidade de “grande asfixia financeira da autarquia” e denunciou “a falta de apoios do Governo à Protecção Civil e o reconhecimento que é devido ao trabalho dos corpos de bombeiros municipais”. “É urgente que o Governo perceba que acabar com a discriminação dos corpos de bombeiros municipais depende do bom senso e do sentido de justiça de quem nos governa”, afirmou, acrescentando que “todas as corporações tem a mesma missão, mas não têm a mesma compensação, tendo o orçamento municipal de suportar financeiramente grande parte do serviço prestado pelos bombeiros municipais”. Apesar das dificuldades financeiras, Pedro Magalhães Ribeiro assegurou que a autarquia “tudo fará para continuar a dotar a corporação com novos equipamentos que aumentem a segurança dos bombeiros e que reforcem a sua capacidade de resposta”. David Lobato vê com “muita apreensão” o tratamento desigual entre corpos de bombeiros As primeiras palavras de David Lobato, que comanda a corporação desde Junho deste ano, foram para o corpo de bombeiros, “que cumpriu com elevada competência tudo o que lhe foi pedido”, tendo estado em praticamente todos os grandes teatros de operações nacionais. Para o comandante, os números comprovam a operacionalidade dos bombeiros do Cartaxo. Desde Janeiro até Novembro, a corporação respondeu a quase 4 mil alertas, tendo percorrido mais de 144.800 quilómetros e contabilizando cerca de 11.400 horas. Neste período, foram transportadas pelos bombeiros do Cartaxo 2.865 vítimas. Quanto ao tipo de ocorrências, destacam-se as emergências pré-hospitalares, com 2.950 serviços, o que faz com que a corporação ocupe o 5.º lugar a nível do distrito e o 65.º a nível nacional, entre as mais de 400 corporações. “A população do concelho do Cartaxo pode viver descansada”, afirmou David Lobato, que não compreende a distinção entre corpos de bombeiros e vê com “muita apreensão” esse tratamento desigual. “É incompreensível este tratamento. Nós efectuamos tudo aquilo que os colegas voluntários efectuam, e no nosso caso, penso que ainda mais, porque todos os dias continuamos a auxiliar os concelhos vizinhos, várias vezes por dia”, acrescentou. Comandante Distrital enaltece trabalho dos bombeiros Em representação da Autoridade Nacional de Protecção Civil, o Comandante Distrital Operacional Mário Silvestre evidenciou a prontidão como factor de sucesso para os resultados no distrito, num ano particularmente difícil para os bombeiros portugueses. Mário Silvestre afirmou que os bombeiros do distrito foram “heróis no combate aos incêndios” e classificou a corporação do Cartaxo como sendo “uma força de socorro muito motivada e preparada”. O Comandante Distrital lembrou ainda os bombeiros que este ano perderam a vida e defendeu que estas perdas são reveladoras do risco que os soldados da paz correm e o nível de profissionalismo que as ocorrências exigem. Adelino Gomes reconhece esforço feito pela Câmara Municipal em prol da segurança do corpo de bombeiros e da população O vice-presidente da Liga de Bombeiros Portugueses marcou também presença na cerimónia comemorativa do 77.º aniversário dos Bombeiros do Cartaxo. Ao presidente da Câmara Municipal, Adelino Gomes deixou “um agradecimento especial” pelo esforço que a autarquia tem feito “para garantir a segurança das populações e dos homens e mulheres que a defendem”. Adelino Gomes afirmou que “a Liga tem zelado pelos bombeiros portugueses” e exemplo disso são os concursos do QREN, com a conquista de cerca de 9 milhões de euros para investimentos nas federações de Santarém, Portalegre e Évora, e que no Cartaxo permitiu colocar ao serviço dos Bombeiros uma nova viatura. O vice-presidente da Liga constatou também que o distrito de Santarém é aquele que possui mais corpos de bombeiros municipais e assegurou que a Liga “tudo tem feito” para acabar com a discriminação negativa de que estas corporações são alvo. “É altura de dizer basta, porque os bombeiros municipais trabalham como todas os outros. As Câmaras Municipais, que investem parte dos seus orçamentos nos bombeiros, têm de ser ressarcidas”, defendeu. www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fcorreiodoribatejo.com%2Fbombeiros-do-cartaxo-comemoraram-77-o-aniversario%2F%23.UqBVvrfmhd…

2/3


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

Novas viaturas No dia em que completaram 77 anos de serviço à comunidade, os Bombeiros do Cartaxo receberam duas novas viaturas – um veículo de socorro e assistência especial e um veículo de comando e transmissões. O comandante David Lobato adiantou ainda que está já em fase de construção um novo veículo de combate a incêndios florestais, que tem como prazo de entrega março do próximo ano, e que a Câmara Municipal irá também equipar todos os seus bombeiros com equipamentos de protecção individual para combate a incêndios, dos mais modernos que existem no mercado. A propósito das novas viaturas, o presidente da Câmara Municipal afirmou que “estes investimentos traduzem a preocupação que existe em assegurar que os nossos bombeiros possam cumprir a sua missão nas melhores condições possíveis”, acrescentando que “temos de saber valorizar a qualidade que já temos instalada para que sirva de estímulo e seja motivo de orgulho a todos os que trabalham diariamente nos serviços de bombeiros e protecção civil”. Bombeiros recebem condecorações Como sinal de reconhecimento pelo altruísmo e dedicação continuada à causa dos Bombeiros, a Liga dos Bombeiros Portugueses atribuiu o Crachá de Ouro – o seu mais alto galardão – ao Adjunto de Comando do Quadro de Honra Manuel Fernando Calixto, por 35 anos de serviços efectivos. A Liga de Bombeiros Portugueses atribuiu ainda Medalhas de Assiduidade Grau Cobre, por cinco anos de efectivos serviços, a três profissionais de 3.ª classe da corporação: Ernesto Caniço, Vítor Marques e Edite Cardoso. O Prémio de Bombeiro do Ano, que pretende distinguir o elemento que, pelo seu trabalho, dedicação e espírito de camaradagem mereceu o voto dos seus colegas, foi entregue ao bombeiro de 3.ª classe Carlos Melo.

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fcorreiodoribatejo.com%2Fbombeiros-do-cartaxo-comemoraram-77-o-aniversario%2F%23.UqBVvrfmhd…

3/3


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

77 Anos de Bombeiros Municipais do Cartaxo bombeirosparasempre.blogspot.pt /2013/12/77-anos-de-bombeiros-municipais-do.html A cerimónia foi presidida por Pedro Magalhães Ribeiro, presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, e nela marcaram presença o Comandante Operacional Distrital Mário Silvestre, o vicepresidente da Liga de Bombeiros Portugueses, Adelino Gomes, o diretor da Escola Nacional de Bombeiros, comandantes e elementos de comando de várias corporações, autarcas locais e representantes de entidades civis e militares. Pedro Magalhães Ribeiro começou por prestar uma homenagem a todos os que, ao longo dos 77 anos, abraçaram a causa dos bombeiros, o que para o autarca significa que “queremos preservar e honrar, em primeiro lugar, o passado e a memória de todos aqueles que, indo ao nosso auxílio, perderam a sua vida”, afirmou. O presidente da autarquia referiu que o início do mandato é momento para “dar testemunho público do reconhecimento que a Câmara Municipal tem do seu corpo de bombeiros, pela sua competência profissional e pelas provas de bravura em todas as ocorrências a que são chamados, de norte a sul do país”. Um dos dados que demonstra o trabalho e entrega dos bombeiros do Cartaxo, e que deixa “bastante orgulhoso” Pedro Magalhães Ribeiro, é o facto de a corporação ocupar o 5.º lugar em serviços de emergência pré-hospitalar no distrito, onde existem 28 corpos de bombeiros. O presidente da Câmara Municipal fez igualmente referência à realidade de “grande asfixia financeira da autarquia” e denunciou “a falta de apoios do Governo à Proteção Civil e o reconhecimento que é devido ao trabalho dos corpos de bombeiros municipais”. “É urgente que o Governo perceba que acabar com a discriminação dos corpos de bombeiros municipais depende do bom senso e do sentido de justiça de quem nos governa”, afirmou, acrescentando que “todas as corporações tem a mesma missão, mas não têm a mesma compensação, tendo o orçamento municipal de suportar financeiramente grande parte do serviço prestado pelos bombeiros municipais”. Apesar das dificuldades financeiras, Pedro Magalhães Ribeiro assegurou que a autarquia “tudo fará para continuar a dotar a corporação com novos equipamentos que aumentem a segurança dos bombeiros e que reforcem a sua capacidade de resposta”. David Lobato vê com “muita apreensão” o tratamento desigual entre corpos de bombeiros As primeiras palavras de David Lobato, que comanda a corporação desde junho deste ano, foram para o corpo de bombeiros, “que cumpriu com elevada competência tudo o que lhe foi pedido”, tendo estado em praticamente todos os grandes teatros de operações nacionais. Para o comandante, os números comprovam a operacionalidade dos bombeiros do Cartaxo. Desde janeiro até novembro, a corporação respondeu a quase 4 mil alertas, tendo percorrido mais de 144.800 quilómetros e contabilizando cerca de 11.400 horas. Neste período, foram transportadas pelos bombeiros do Cartaxo 2.865 vítimas. Quanto ao tipo de ocorrências, destacam-se as emergências pré-hospitalares, com 2.950 serviços, o que faz com que a corporação ocupe o 5.º lugar a nível do distrito e o 65.º a nível nacional, entre as mais de 400 corporações. “A população do concelho do Cartaxo pode viver descansada”, afirmou David Lobato, que não compreende a distinção entre corpos de bombeiros e vê com “muita apreensão” esse tratamento desigual. “É incompreensível este tratamento. Nós efetuamos tudo aquilo que os colegas voluntários efetuam, e no nosso caso, penso que ainda mais, porque todos os dias continuamos a auxiliar os concelhos vizinhos, várias vezes por dia”, acrescentou. Comandante Distrital enaltece trabalho dos bombeiros no combate aos incêndios Em representação da Autoridade Nacional de Proteção Civil, o Comandante Distrital Operacional Mário Silvestre evidenciou a prontidão como fator de sucesso para os resultados no distrito, num ano particularmente difícil para os bombeiros portugueses. www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fbombeirosparasempre.blogspot.pt%2F2013%2F12%2F77-anos-de-bombeiros-municipais-do.html%23.U…

1/3


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

Mário Silvestre afirmou que os bombeiros do distrito foram “heróis no combate aos incêndios” e classificou a corporação do Cartaxo como sendo “uma força de socorro muito motivada e preparada”. O Comandante Distrital lembrou ainda os bombeiros que este ano perderam a vida e defendeu que estas perdas são reveladoras do risco que os soldados da paz correm e o nível de profissionalismo que as ocorrências exigem. Adelino Gomes reconhece esforço feito pela Câmara Municipal em prol da segurança do corpo de bombeiros e da população O vice-presidente da Liga de Bombeiros Portugueses marcou também presença na cerimónia comemorativa do 77.º aniversário dos Bombeiros do Cartaxo. Ao presidente da Câmara Municipal, Adelino Gomes deixou “um agradecimento especial” pelo esforço que a autarquia tem feito “para garantir a segurança das populações e dos homens e mulheres que a defendem”. Adelino Gomes afirmou que “a Liga tem zelado pelos bombeiros portugueses” e exemplo disso são os concursos do QREN, com a conquista de cerca de 9 milhões de euros para investimentos nas federações de Santarém, Portalegre e Évora, e que no Cartaxo permitiu colocar ao serviço dos Bombeiros uma nova viatura. O vice-presidente da Liga constatou também que o distrito de Santarém é aquele que possui mais corpos de bombeiros municipais e assegurou que a Liga “tudo tem feito” para acabar com a discriminação negativa de que estas corporações são alvo. “É altura de dizer basta, porque os bombeiros municipais trabalham como todas os outros. As Câmaras Municipais, que investem parte dos seus orçamentos nos bombeiros, têm de ser ressarcidas”, defendeu. Novas viaturas ao serviço dos Bombeiros Municipais do Cartaxo No dia em que completaram 77 anos de serviço à comunidade, os Bombeiros do Cartaxo receberam duas novas viaturas – um veículo de socorro e assistência especial e um veículo de comando e transmissões. O comandante David Lobato adiantou ainda que está já em fase de construção um novo veículo de combate a incêndios florestais, que tem como prazo de entrega março do próximo ano, e que a Câmara Municipal irá também equipar todos os seus bombeiros com equipamentos de proteção individual para combate a incêndios, dos mais modernos que existem no mercado. A propósito das novas viaturas, o presidente da Câmara Fotograf ia: Sérgio Santos | BPS Municipal afirmou que “estes investimentos traduzem a preocupação que existe em assegurar que os nossos bombeiros possam cumprir a sua missão nas melhores condições possíveis”, acrescentando que “temos de saber valorizar a qualidade que já temos instalada para que sirva de estímulo e seja motivo de orgulho a todos os que trabalham diariamente nos serviços de bombeiros e proteção civil”. Bombeiros recebem condecorações Como sinal de reconhecimento pelo altruísmo e dedicação continuada à causa dos Bombeiros, a Liga dos Bombeiros Portugueses atribuiu o Crachá de Ouro – o seu mais alto galardão – ao Adjunto de Comando do Quadro de Honra Manuel Fernando Calixto, por 35 anos de serviços efetivos. A Liga de Bombeiros Portugueses atribuiu ainda Medalhas de Assiduidade Grau Cobre, por cinco anos de efetivos serviços, a três profissionais de 3.ª classe da corporação: Ernesto Caniço, Vítor Marques e Edite Cardoso. O Prémio de Bombeiro do Ano, que pretende distinguir o elemento que, pelo seu trabalho, dedicação e espírito de camaradagem mereceu o voto dos seus colegas, foi entregue ao bombeiro de 3.ª classe Carlos Melo. Fonte: http://local.pt/

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fbombeirosparasempre.blogspot.pt%2F2013%2F12%2F77-anos-de-bombeiros-municipais-do.html%23.U…

2/3


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

Rui Unas no palco do Centro Cultural do Cartaxo rederegional.com /index.php/cultura/6933-rui-unas-no-palco-do-centro-cultural-do-cartaxo.html | Escrito por Redação on Quarta, 04 Dezembro 2013 09:51

A comédia "Guru", encenada por José Pedro Gomes e com Rui Unas a assumir um dos papéis principais, é um dos destaques da programação de dezembro do Centro Cultural do Cartaxo (CCC). A peça, que conta ainda no elenco com Custódia Galego, Heitor Lourenço e Susana Mendes, sobe ao palco no dia 14 de dezembro, prometendo uma noite recheada de gargalhadas e boa disposição. Ainda no que se refere ao teatro, o CCC recebe no dia 21 de dezembro a peça “Um Dia de Raiva”, de Nuno Pino Custódio, que vai ser levada à cena por 18 atores em palco. Da programação de dezembro, destaque ainda para a Gala Allegro, que promete animar a noite de 20 de dezembro com um espetáculo que junta música, canto, dança e representação, e vai ao fundo do baú e ao saco do Pai Natal recuperar baladas e melodias que todos conhecem. No dia 13 de dezembro, a banda escocesa "The Cosmic Dead", estreia-se em Portugal, num concerto a que se vão juntar duas das melhores bandas portuguesas de “stoner rock”, o duo lisboeta "Asimov" e o trio portuense "Gesso". A tertúlia “José Raposo Convida”, que se realiza habitualmente no último domingo de cada mês, recebe Mariema Mendes de Campos, considerada “uma das últimas grandes vedetas da Revista à Portuguesa”. Tags: cartaxo centro cultural

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fwww.rederegional.com%2Findex.php%2Fcultura%2F6933-rui-unas-no-palco-do-centro-cultural-do-carta…

1/1


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

CARTAXO: PROGRAMAÇÃO DE DEZEMBRO DO CCC - NOTICIAS DO RIBATEJO noticiasdoribatejo.blogs.sapo.pt /2665837.html

Concertos Cartaxo Sessions, duas peças de teatro, a Gala Allegro e a tertúlia “José Raposo Convida” encerram a programação de 2013

Os concertos das Cartaxo Sessions, a comédia “Guru”, que conta no elenco com Rui Unas e Custódia Galego, a gala do projeto Allegro, a peça “Um Dia de Raiva”, com 18 atores em palco, e a tertúlia José Raposo Convida encerram a programação do Centro Cultural do Cartaxo (CCC) neste último mês do ano de 2013.

No dia 13 de dezembro, a banda escocesa The Cosmic Dead estreia-se em Portugal, com um concerto no CCC. A ela juntarse-ão duas das melhores bandas portuguesas de “stoner rock” – o duo lisboeta Asimov e o trio portuense Gesso. A noite proporcionada pelas Cartaxo Sessions termina com o rock psicadélico do Dj Special Guest Al Lover.

A comédia “Guru” chega ao Cartaxo a 14 de dezembro. A peça é encenada por José Pedro Gomes, conta no elenco com Rui Unas, Custódia Galego, Heitor Lourenço e Susana Mendes, e revela-se “uma comédia cheia de medidas de pouca austeridade no que respeita à gargalhada”.

A Gala Allegro promete animar a noite de 20 de dezembro. O espetáculo reúne música, canto, dança e representação em palco e vai ao fundo do baú recuperar baladas que todos conhecem, vai recriar encantadoras melodias e vai também ao saco do Pai Natal buscar o som do espírito natalício.

No dia 21, o CCC recebe “Um Dia de Raiva”, de Nuno Pino Custódio. Dezoito atores em palco apresentam uma peça que fala de um grupo de pessoas conhecidas como precários e de uma realidade atual que nos é tão próxima.

Como habitualmente acontece no último domingo de cada mês, a tertúlia “José Raposo Convida” propõe uma conversa com uma personalidade do meio artístico. Desta vez, no dia 2, a convidada será a Mariema Mendes de Campos, considerada “uma das últimas grandes vedetas da Revista à Portuguesa”.

No que respeita a cinema, termina neste mês de dezembro o Ciclo de Cinema Britânico, que desde setembro tem vindo a proporcionar a exibição de filmes, das mais variadas temáticas, à sexta-feira à noite, com entrada livre. Neste mês de dezembro é possível assistir às seguintes produções: “Project Nim” (dia 6); “Requiem for Detroit” (dia 13); “Bird on a Wire” (dia 20); “Endgame” (dia 22); e “Soundtrack for a Revolution” (dia 27).

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fnoticiasdoribatejo.blogs.sapo.pt%2F2665837.html%23.UqBVHrTySDA.printfriendly&title=CARTAXO%3…

1/1


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

Concertos Cartaxo Sessions, duas peças de teatro, a Gala Allegro e a tertúlia “José Raposo Convida” encerram a programação de 2013 local.pt /concertos-cartaxo-sessions-duas-pecas-de-teatro-a-gala-allegro-e-a-tertulia-jose-raposo-convidaencerram-a-programacao-de-2013/ Daniel Rijo CARTAXO – Os concertos das Cartaxo Sessions, a comédia “Guru”, que conta no elenco com Rui Unas e Custódia Galego, a gala do projeto Allegro, a peça “Um Dia de Raiva”, com 18 atores em palco, e a tertúlia José Raposo Convida encerram a programação do Centro Cultural do Cartaxo (CCC) neste último mês do ano de 2013. No dia 13 de dezembro, a banda escocesa The Cosmic Dead estreia-se em Portugal, com um concerto no CCC. A ela juntarse-ão duas das melhores bandas portuguesas de “stoner rock” – o duo lisboeta Asimov e o trio portuense Gesso. A noite proporcionada pelas Cartaxo Sessions termina com o rock psicadélico do Dj Special Guest Al Lover. A comédia “Guru” chega ao Cartaxo a 14 de dezembro. A peça é encenada por José Pedro Gomes, conta no elenco com Rui Unas, Custódia Galego, Heitor Lourenço e Susana Mendes, e revela-se “uma comédia cheia de medidas de pouca austeridade no que respeita à gargalhada”. A Gala Allegro promete animar a noite de 20 de dezembro. O espetáculo reúne música, canto, dança e representação em palco e vai ao fundo do baú recuperar baladas que todos conhecem, vai recriar encantadoras melodias e vai também ao saco do Pai Natal buscar o som do espírito natalício. No dia 21, o CCC recebe “Um Dia de Raiva”, de Nuno Pino Custódio. Dezoito atores em palco apresentam uma peça que fala de um grupo de pessoas conhecidas como precários e de uma realidade atual que nos é tão próxima. Como habitualmente acontece no último domingo de cada mês, a tertúlia “José Raposo Convida” propõe uma conversa com uma personalidade do meio artístico. Desta vez, no dia 2, a convidada será a Mariema Mendes de Campos, considerada “uma das últimas grandes vedetas da Revista à Portuguesa”. No que respeita a cinema, termina neste mês de dezembro o Ciclo de Cinema Britânico, que desde setembro tem vindo a proporcionar a exibição de filmes, das mais variadas temáticas, à sexta-feira à noite, com entrada livre. Neste mês de dezembro é possível assistir às seguintes produções: “Project Nim” (dia 6); “Requiem for Detroit” (dia 13); “Bird on a Wire” (dia 20); “Endgame” (dia 22); e “Soundtrack for a Revolution” (dia 27).

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Flocal.pt%2Fconcertos-cartaxo-sessions-duas-pecas-de-teatro-a-gala-allegro-e-a-tertulia-jose-raposo-c…

1/1


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

“Eu acho que sou actriz porque não gostava de ser funcionária pública” correiodoribatejo.com /eu-acho-que-sou-actriz-porque-nao-gostava-de-ser-funcionaria-publica/ 29/11/2013 | Comentários

A actriz Margarida Carpinteiro esteve no Centro Cultural do Cartaxo (CCC) na noite de domingo (dia 24), a convite de José Raposo, na habitual tertúlia “José Raposo Convida”. Margarida Carpinteiro revelou-se uma pessoa muito alegre, dinâmica, optimista e humilde, e começou por falar de teatro como sendo “uma loucura e uma paixão que não se explicam”. “Nunca tinha pensado em ser actriz, eu acho que sou actriz porque não gostava de ser funcionária pública. Fiz a loucura de abandonar o meu emprego, mas se voltasse atrás fazia a mesma asneira. O teatro é o espaço do desemprego, porque nunca se sabe o que se vai fazer a seguir”, desabafou Margarida Carpinteiro. Há 45 anos que Margarida Carpinteiro se apaixonou pela representação. Foi na Rua do Salitre, no Instituto Italiano, que se deparou na altura com um anúncio para um curso de teatro. Acabou por fazer aquela formação, ao lado de Raquel Maria e www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fcorreiodoribatejo.com%2Feu-acho-que-sou-actriz-porque-nao-gostava-de-ser-funcionaria-publica%2F…

1/2


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

Vieira de Almeida. “Havia um certo grupo de pessoas que respeitavam o meu trabalho. Foi isso que me fez ficar tão apaixonada. E a paixão é uma estupidez, mas uma estupidez muito boa. Não se pensava na reforma, em subsídios de doença…”, acrescentou. Margarida Carpinteiro classificou também a profissão de actor como sendo uma profissão de solidão. “O público e as palmas são um grande motivo de alegria, mas quando o pano cai, o actor fica só. Ou o actor tem força para continuar, ou então fica por ali. Ser actor é também solidão”. A actriz revelou também que é uma pessoa exigente no trabalho que faz, porque considera que é sua função “dar às pessoas o melhor que temos e podemos”, e que, apesar de ser conhecida e facilmente identificada na rua, não é uma vedeta. “As pessoas importantes são aquelas que transformam as coisas, o mundo. Eu sou apenas uma pessoa honesta a trabalhar, cumpro com a minha função”, justificou, acrescentando que o panorama do teatro hoje é muito diferente. “No começo da minha carreira, primeiro tínhamos de ser muito atores, só depois nos consideravam vedetas. Agora, primeiro é-se famoso, depois vedeta e ao fim de contas não há tempo para se chegar a actor”. A escrita é outra das paixões de Margarida Carpinteiro, que lamenta não ter mais tempo para escrever. Em 1985 lançou o seu primeiro livro, “Silêncio na Casa do Barulho”, seguindo-se “Ninguém Morre de Véspera” (1986) e “Um Animal Desconhecido” (1993). Em 2005, lança “Um Navio na Gaveta”, baseado numa recolha de palavras e expressões já em desuso, descrevendo a dureza da vida nos anos 20 numa aldeia da Beira Baixa. Para escrever este livro, a autora fez trabalho de pesquisa em Vales, freguesia de Cardigos, concelho de Mação, terra das suas raízes. “Eu não levo a vida muito a sério, mas vivo a vida com muito amor. Quando não conseguir fazer nada de interesse, posso irme embora”, revelou. 45 anos nos palcos e na televisão Margarida Carpinteiro frequentou o curso de Filologia Românica da Faculdade de Letras de Lisboa antes de se dedicar à representação. Foi professora e funcionária pública. Fez teatro, cinema e é um dos nomes mais respeitados na televisão. Esteve na companhia teatral Cornucópia, contactando com personalidades como Luís Miguel Cintra, Jorge Silva Melo, Filipe La Féria e Orlando Costa, e fez teatro na companhia A Barraca, entrando em peças como “Zé do Telhado” (1978) ou “D. João VI” (1979). Fez parte do elenco do filme “A Rapariga dos Fósforos”, de Luís Galvão Teles, ou “A Confederação”, de Luís Galvão Teles. Na televisão, estreou-se com “O Passeio dos Alegres”, de Júlio Isidro. Ao lado de Herman José, fez “O Tal Canal”, “Hermanias”, “Humor de Perdição” e “Casino Royal”. Foi Mariette em “Vila Faia” – primeira novela portuguesa – e já integrou elencos de novelas da RTP, SIC e TVI. Recentemente, participou na novela “Laços de Sangue” e “Dancin’Days”.

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fcorreiodoribatejo.com%2Feu-acho-que-sou-actriz-porque-nao-gostava-de-ser-funcionaria-publica%2F…

2/2


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

Cartaxo Sessions, Gala Allegro e tertúlia “José Raposo Convida” encerram programação de 2013 correiodoribatejo.com /cartaxo-sessions-gala-allegro-e-tertulia-jose-raposo-convida-encerram-programacaode-2013/ 03/12/2013 | Comentários

Os concertos das Cartaxo Sessions, a comédia “Guru”, que conta no elenco com Rui Unas e Custódia Galego, a gala do projecto Allegro, a peça “Um Dia de Raiva”, com 18 atores em palco, e a tertúlia José Raposo Convida encerram a programação do Centro Cultural do Cartaxo (CCC) neste último mês do ano de 2013. No dia 13 de Dezembro, a banda escocesa The Cosmic Dead estreia-se em Portugal, com um concerto no CCC. A ela juntar-se-ão duas das melhores bandas portuguesas de “stoner rock” – o duo lisboeta Asimov e o trio portuense Gesso. A noite proporcionada pelas Cartaxo Sessions termina com o rock psicadélico do Dj Special Guest Al Lover. A comédia “Guru” chega ao Cartaxo a 14 de Dezembro. A peça é encenada por José Pedro Gomes, conta no elenco com Rui Unas, Custódia Galego, Heitor Lourenço e Susana Mendes, e revela-se “uma comédia cheia de medidas de pouca austeridade no que respeita à gargalhada”. A Gala Allegro promete animar a noite de 20 de Dezembro. O espectáculo reúne música, canto, dança e representação em palco e vai ao fundo do baú recuperar baladas que todos conhecem, vai recriar encantadoras melodias e vai também ao saco do Pai Natal buscar o som do espírito natalício. No dia 21, o CCC recebe “Um Dia de Raiva”, de Nuno Pino Custódio. Dezoito atores em palco apresentam uma peça que fala de um grupo de pessoas conhecidas como precários e de uma realidade actual que nos é tão próxima. Como habitualmente acontece no último domingo de cada mês, a tertúlia “José Raposo Convida” propõe uma conversa com uma personalidade do meio artístico. Desta vez, no dia 2, a convidada será a Mariema Mendes de Campos, considerada “uma das últimas grandes vedetas da Revista à Portuguesa”. www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fcorreiodoribatejo.com%2Fcartaxo-sessions-gala-allegro-e-tertulia-jose-raposo-convida-encerram-prog…

1/2


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

No que respeita a cinema, termina neste mês de Dezembro o Ciclo de Cinema Britânico, que desde Setembro tem vindo a proporcionar a exibição de filmes, das mais variadas temáticas, à sexta-feira à noite, com entrada livre. Neste mês de Dezembro é possível assistir às seguintes produções: “Project Nim” (dia 6); “Requiem for Detroit” (dia 13); “Bird on a Wire” (dia 20); “Endgame” (dia 22); e “Soundtrack for a Revolution” (dia 27).

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fcorreiodoribatejo.com%2Fcartaxo-sessions-gala-allegro-e-tertulia-jose-raposo-convida-encerram-prog…

2/2


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

Centro cultural dado ao fisco como garantia de dívida rederegional.com /index.php/politica/6896-centro-cultural-dado-ao-fisco-como-garantia-de-divida.html | Escrito por Redação on Sábado, 30 Novembro 2013 14:06

O Centro Cultural do Cartaxo vai servir como garantia de pagamento da dívida que a Câmara Municipal tem neste momento à Caixa Geral de Aposentações (CGA) relativa à não entrega de descontos obrigatórios de funcionários desde 2011, num valor total que deverá rondar os 1,3 milhões de euros. Esta foi a solução encontrada pelo atual executivo de Pedro Magalhães Ribeiro para que as Finanças emitam uma declaração de não dívida, um documento obrigatório para que a autarquia solicite o reembolso de cerca de 2,4 milhões de euros das comparticipações de fundos comunitários relativas a obras já realizadas, e que estão ainda por receber. O caso é bastante complexo, e revela a asfixia financeira em que se encontra a Câmara e um conjunto de ilegalidades graves que a própria cometeu ao longo dos últimos dois anos. Câmara quis dar Centro de Saúde do Cartaxo ao fisco Segundo a Rede Regional conseguiu apurar, ainda no mês de Setembro e antes das últimas eleições autárquicas, chegaram à Câmara duas execuções fiscais relativas à dívida à CGA, que se encontra dividida em duas partes: uma de cerca de 600 mil euros, relativa a valores de 2011, e outra que ronda os 700 mil euros, dos descontos de 2012. No que se refere à primeira parte da dívida, o executivo ainda liderado pelo ex-presidente Paulo Varanda indicou então como garantias um conjunto de 14 imóveis do município, onde se incluem várias escolas desativadas no concelho e lotes para construção no Parque de Negócios, entre outros. Caricatamente, a primeira listagem de bens incluía até o Centro de Saúde do Cartaxo, imóvel que as próprias Finanças recusaram aceitar como garantia, uma vez que seria incobrável em caso de incumprimento. Para resolver o problema relativo à segunda parte da dívida, o novo executivo liderado por Pedro Magalhães Ribeiro - que garante que não fazia ideia da dimensão do problema antes da tomada de posse - já fez um acordo de pagamento no valor de 60 prestações mensais de 11.800 euros. Uma vez que as Finanças exigem como garantia um imóvel de valor superior ao do valor a cobrar, a solução encontrada foi entregar o Centro Cultural do Cartaxo, que tem uma avaliação patrimonial que ronda os 1,5 milhões de euros. Os eleitos dos partidos da oposição, quer na última reunião de Câmara quer na sessão da Assembleia Municipal, levantaram várias dúvidas em relação a esta decisão, que parece ser o único caminho para que as Finanças emitam a declaração de não dívida até 31 de dezembro, data limite para a autarquia pedir o reembolso dos fundos comunitários. Autarquia está a pagar a funcionários já reformados www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fwww.rederegional.com%2Findex.php%2Fpolitica%2F6896-centro-cultural-dado-ao-fisco-como-garantia-…

1/2


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

Autarquia está a pagar a funcionários já reformados

Todo este imbróglio tem origem no facto de a Câmara, em 2011, ter deixado de entregar à CGA os valores referentes aos descontos obrigatórios dos funcionários. A autarquia não só reteve o dinheiro de forma ilegal, como se terá servido dessas verbas para outras operações de gestão corrente. Por se encontrar em incumprimento com a CGA, a Câmara está ainda a pagar o vencimento a 22 trabalhadores que já não se encontram ao serviço por terem atingido a idade legal da reforma. O atual presidente da Câmara, Pedro Magalhães Ribeiro, disse que iria averiguar a fundo de que forma estes pagamentos aos ex-trabalhadores têm vindo a ser feitos e prometeu mais explicações sobre o assunto na próxima sessão da Assembleia Municipal. Tags: cartaxo divida

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fwww.rederegional.com%2Findex.php%2Fpolitica%2F6896-centro-cultural-dado-ao-fisco-como-garantia-…

2/2


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

Centro Cultural serve de garantia de pagamento de dívida às Finanças radiocartaxo.com /index.php

O Centro Cultural do Cartaxo vai ser indicado às Finanças como garantia de pagamento de uma dívida da Câmara. A decisão foi tomada ontem, pelo executivo municipal, em sessão extraordinária. Esta situação resulta de uma dívida que se foi acumulando à Caixa Geral de Aposentações, relativa a descontos dos funcionários da autarquia, até que aquele organismo acabou por entregar a cobrança às Finanças. O executivo liderado por Pedro Ribeiro já fez um acordo de pagamento de 60 prestações com um custo mensal de 11.800 euros, mas as Finanças exigem um imóvel como garantia do pagamento integral da dívida. Sem isso, recusam-se a emitir a declaração de não dívida às Finanças, o que bloquearia a acção da autarquia, esclareceu Pedro Ribeiro. Caso não a tenha na sua posse até 31 de Dezembro, não receberá cerca de dois milhões de euros de fundos comunitários, o que colocará em risco toda a gestão da Câmara. Verá igualmente serem penhoradas as transferências do poder central. O problema, disse Vasco Cunha, vereador do PSD, é que a lei não permite que as Câmaras prestem garantias reais. Em face disso, aventou várias outras possibilidades de resolução do problema, como a Câmara utilizar verbas que tem a receber para entregar como garantia ou solicitar a sua isenção ao director-geral das Finanças. Pedro Ribeiro disse conhecer a lei e estar consciente das consequências que esta solução pode acarretar, mas que foi aconselhado a seguir por este caminho pelo próprio responsável regional das Finanças. Trata-se da forma mais fácil, rápida e barata de ter na sua posse a declaração de não dívida às Finanças para evitar males maiores. Isto apesar de ainda ter um plano B em cima da mesa, que passa pela prestação de uma “espécie de garantia” por parte de um banco. Nuno Nogueira, do Movimento pelo Cartaxo, manifestou oposição a esta proposta e também ao facto de ter sido escolhido o edifício do Centro Cultural para dar como garantia. Na resposta, Pedro Ribeiro disse não existirem grandes alternativas. Em primeiro lugar, porque o valor do edifício em causa terá de cobrir a totalidade da dívida e, em segundo, porque, referiu, no passado muito recente e ainda sob a presidência de Paulo Varanda foram dados 14 edifícios da autarquia como garantia, www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fwww.radiocartaxo.com%2Findex.php%3Fnoticia%3D4089%23.UqBkf0KbRHk.printfriendly&title=Centro+…

1/2


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

numa situação do género. Paulo Varanda que não marcou presença nesta reunião, tendo sido substituído pela nº3 da sua lista Élia Figueiredo. A proposta do executivo acabou por ser aprovada com os votos favoráveis dos três eleitos do PS. Os dois do PSD abstiveram-se enquanto que os do Movimento pelo Cartaxo votaram contra. Rádio Cartaxo - 2010 - Todos os direitos reservados

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fwww.radiocartaxo.com%2Findex.php%3Fnoticia%3D4089%23.UqBkf0KbRHk.printfriendly&title=Centro+…

2/2


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

Assembleia aprova dar Centro Cultural como garantia radiocartaxo.com /index.php

Teve lugar ontem à noite mais uma sessão da Assembleia Municipal do Cartaxo. Um dos temas-fortes foi a discussão e votação da entrega do edifício do Centro Cultural como garantia de pagamento ao fisco de uma dívida da autarquia. O presidente da Câmara, Pedro Ribeiro, justificou a medida com os argumentos que já havia utilizado na sessão de Câmara do dia anterior. Ou seja, que se trata de uma dívida antiga dos anteriores responsáveis da autarquia à Caixa Geral de Aposentações que agora as Finanças querem executar. Voltou também a referir ser fundamental resolver este assunto até ao final do ano para conseguir uma declaração de situação regularizada com as Finanças, de forma a conseguir receber mais de dois milhões de euros de fundos comunitários. Apesar da lei dizer que as autarquias não podem prestar garantias reais, como é este o caso, a proposta acabou por ser aprovada com os votos a favor da bancada do PS e do Movimento pelo Cartaxo, cujos representantes na Câmara haviam votado contra. Registaram-se ainda 4 abstenções de eleitos do PSD e da CDU e um voto contra de uma representante social-democrata. Outro dos assuntos analisados teve a ver com os terrenos da Valleypark. Segundo foi explicado, a participação da Câmara passava pela compra desses terrenos. Contudo, segundo foi afirmado, o processo terá sido mal conduzido pelos presidentes de então – primeiro, Paulo Caldas e, depois, Paulo Varanda – e agora teve de ir às sessões de Câmara e da Assembleia para que o problema fosse resolvido. Também neste caso, a resolução do problema significa a entrada de fundos comunitários, referiu Pedro Ribeiro. Nesta sessão, foram ainda aprovadas as taxas de IMI, Derrama e participação no IRS, taxas que são as máximas fixadas na lei, o que decorre da adesão da autarquia ao Plano de Apoio à Economia Local que, no essencial, consiste numa linha de crédito do Governo para que possa pagar parte da sua dívida aos fornecedores. Rádio Cartaxo - 2010 - Todos os direitos reservados

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fwww.radiocartaxo.com%2Findex.php%3Fnoticia%3D4090%23.UqBjb4b7L18.printfriendly&title=Assemble…

1/1


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

CARTAXO: ASSEMBLEIA MUNICIPAL ELEGE REPRESENTANTES - NOTICIAS DO RIBATEJO noticiasdoribatejo.blogs.sapo.pt /2660129.html N a reunião extraordinária da Assembleia Municipal do Cartaxo, que decorreu no passado dia 28 de novembro, foram eleitos os seguintes membros, como representantes do município:

Ø Eleição de membros (4 efetivos + suplentes) da Assembleia Municipal para a Assembleia da Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo

Efetivos: Pedro Filipe Miranda da Cruz Nobre (PS), José Roque Gameiro dos Santos (PV-MPC), Jorge Luciano Gonçalves Nogueira (PSD) e Délio Modesto Pereira (CDU)

Suplentes: Augusto Gonçalves Parreira (PS), Hélder Manuel Inácio Cunha Anacleto (PV-MPC), Maria Teresa Santos Ramalho Nogueira Antunes (PSD) e Maria Emília da Graça Soares (CDU).

Ø Eleição de um Presidente de Junta de Freguesia (efetivo e suplente) para a Assembleia Distrital de Santarém

Efetivo: Délio da Silva Pereira – União de Freguesias de Cartaxo e Vale da Pinta

Suplente: Jorge Manuel Pisca de Amorim Lúcio – Freguesia de Pontével

Ø Designação do representante do Município do Cartaxo no agrupamento de Centros de Saúde do Serviço Nacional de Saúde (ACES)

Dr. Pedro Alves

Ø Designação de quatro elementos para integrarem a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens em risco

António Garcia Nunes Morão; Mário Júlio Roque dos Reis; Maria Nazaré Ribeiro Russo Antunes; Maria do Céu Rodrigues Clemente

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fnoticiasdoribatejo.blogs.sapo.pt%2F2660129.html%23.UqBUgg1dY_E.printfriendly&title=CARTAXO%3…

1/2


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

Ø Eleição de um Presidente da Junta de Freguesia para integrar o Conselho Cinegético Municipal do Cartaxo

José Alberto Alves Belo – Freguesia de Vale da Pedra

Ø Eleição de um Presidente da Junta de Freguesia para integrar o Conselho Municipal de Educação

Délio da Silva Pereira – União de Freguesias de Cartaxo e Vale da Pinta

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fnoticiasdoribatejo.blogs.sapo.pt%2F2660129.html%23.UqBUgg1dY_E.printfriendly&title=CARTAXO%3…

2/2


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

Assembleia Municipal do Cartaxo elegeu representantes local.pt /assembleia-municipal-do-cartaxo-elegeu-representa%E2%80%8Bntes/ Gerson Ingrês CARTAXO – Na reunião extraordinária da Assembleia Municipal do Cartaxo, que decorreu no passado dia 28 de novembro, foram eleitos os seguintes membros, como representantes do município: Eleição de membros (4 efetivos + suplentes) da Assembleia Municipal para a Assembleia da Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo Efetivos: Pedro Filipe Miranda da Cruz Nobre (PS), José Roque Gameiro dos Santos (PV-MPC), Jorge Luciano Gonçalves Nogueira (PSD) e Délio Modesto Pereira (CDU) Suplentes: Augusto Gonçalves Parreira (PS), Hélder Manuel Inácio Cunha Anacleto (PV-MPC), Maria Teresa Santos Ramalho Nogueira Antunes (PSD) e Maria Emília da Graça Soares (CDU). Eleição de um Presidente de Junta de Freguesia (efetivo e suplente) para a Assembleia Distrital de Santarém Efetivo: Délio da Silva Pereira – União de Freguesias de Cartaxo e Vale da Pinta Suplente: Jorge Manuel Pisca de Amorim Lúcio – Freguesia de Pontével Designação do representante do Município do Cartaxo no agrupamento de Centros de Saúde do Serviço Nacional de Saúde (ACES) Dr. Pedro Alves Designação de quatro elementos para integrarem a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens em risco António Garcia Nunes Morão; Mário Júlio Roque dos Reis; Maria Nazaré Ribeiro Russo Antunes; Maria do Céu Rodrigues Clemente Eleição de um Presidente da Junta de Freguesia para integrar o Conselho Cinegético Municipal do Cartaxo José Alberto Alves Belo – Freguesia de Vale da Pedra Eleição de um Presidente da Junta de Freguesia para integrar o Conselho Municipal de Educação Délio da Silva Pereira – União de Freguesias de Cartaxo e Vale da Pinta

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Flocal.pt%2Fassembleia-municipal-do-cartaxo-elegeu-representa%25E2%2580%258Bntes%2F%23.UqB…

1/1


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

O Mirante - diário online - Sociedade - Câmara do Cartaxo impedida de receber fundos europeus enquanto não pagar à Caixa Geral de Aposentações omirante.pt /noticia.asp Sociedade

30 Nov 2013, 01:32h

Câmara do Cartaxo impedida de receber fundos europeus enquanto não pagar à Caixa Geral de Aposentações

Duas dívidas antigas da Câmara do Cartaxo à Caixa Geral de Aposentações (CGA), no valor global que ronda um milhão e 400 mil euros, estão a impedir a autarquia de receber cerca de dois milhões de euros de fundos europeus referentes a obras já concluídas e que são financiadas pelo actual quadro comunitário de apoio. O município necessita da certidão de não dívida ao fisco e à Segurança Social para receber esses fundos comunitários, que podem perder-se caso a sua situação contributiva não esteja regularizada até final do corrente ano. Neste momento a autarquia terá que arranjar bens que perfaçam o valor de 800 mil euros para dar como garantia voluntária para suspender estes dois processos e conseguir a certidão de não dívida, situação que o departamento jurídico da câmara está a tratar. O presidente da câmara, Pedro Magalhães Ribeiro, e o vice-presidente, Fernando Amorim, estiveram recentemente numa reunião com a Direcção Distrital de Finanças de Santarém com o intuito de abordar a questão das duas execuções fiscais que pendem sobre a câmara municipal em virtude dessas dívidas à Caixa Geral de Aposentações. Mas daí não saiu fumo branco. "Vamos ter que, do ponto de vista financeiro, fazer uma boa ginástica porque isto é clarinho como a água. Até 31 de Dezembro temos que ter a divida, fruto das execuções fiscais, paga", afirmou o presidente na última reunião do executivo camarário, acrescentando que "da declaração da ausência de dívidas tributárias está dependente uma entrada de perto de 2 milhões de euros de fundos comunitários no município", completou. * Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fwww.omirante.pt%2Fnoticia.asp%3FidEdicao%3D54%26id%3D67182%26idSeccao%3D479%26Action…

1/1


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

Parque de Negócios do Cartaxo concluído antes do final do ano rederegional.com /index.php/economia/6885-parque-de-negocios-do-cartaxo-concluido-antes-do-final-doano.html | Escrito por Redação on Sexta, 29 Novembro 2013 12:46

As obras de infra-estruturação da primeira fase do Parque de Negócios do Cartaxo, iniciadas em junho de 2011, estão já na fase final, devendo ficar concluídas antes do final do corrente ano, faltando apenas a conclusão do paisagismo, da rotunda de acesso ao parque e a aplicação da camada de desgaste nas ruas. O Parque de Negócios do Cartaxo, implantado numa área de 60 mil metros quadrados, tem disponíveis 27 lotes para a instalação imediata de empresas de comércio/serviços, indústria e logística. As empresas que escolham este parque beneficiam de isenção de IMT na aquisição e isenção de IMI durante 10 anos, a par do licenciamento industrial que é coordenado pela sociedade gestora, uma vez que se trata de uma ZER- Zona Empresarial Responsável, com licença de instalação emitida pelo Ministério da Economia (DRELVT). O Parque de Negócios do Cartaxo dispõe ainda de uma estação de tratamento das águas residuais (ETAR) provenientes das empresas que se instalarem no espaço, gás natural, fibra óptica, espaços verdes e de lazer.

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fwww.rederegional.com%2Findex.php%2Feconomia%2F6885-parque-de-negocios-do-cartaxo-concluido-…

1/1


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

Ex-presidente de Junta exige auditoria... à sua gestão radiocartaxo.com /index.php

Em Vila Chã de Ourique continua o impasse para a formação do novo executivo da Junta de Freguesia. Dois dos três elementos já estão eleitos, mas o partido vencedor, o PS, e duas das formações da oposição - PSD e Movimento pelo Cartaxo - não se entendem para a eleição de mais um elemento. Ontem realizou-se mais uma sessão da assembleia de freguesia e o cenário repetiu-se. A nova presidente da Junta, a socialista Conceição Nogueira, colocou a votação o nome do também socialista Vasco Casimiro, que, mais uma vez, foi chumbado pela maioria dos elementos da assembleia. Quando pediu autorização a ex-presidente da Junta, Luís Nepumoceno, para colocar o seu nome a votação, este negou tal possibilidade, dizendo que não queria ser apontado como o entrave à formação do executivo. Informou também ir pedir uma auditoria às contas da Junta, por si presidida ao longo dos últimos 12 anos, para mostrar que não há qualquer buraco financeiro e para limpar o seu nome que diz andar a ser denegrido nos cafés e nas redes sociais. Fernando Vicente, um dos eleitos do PSD, mostrou-se indignado com a intervenção de Luís Nepumoceno, disse tratar-se de intimidação inadmissível perante aquele órgão. Também negou que da sua parte e dos seus colegas de bancada tenha havido qualquer tipo de difamação de Luís Nepumoceno. O chefe de bancada do PSD, Domingos Alves, disse aceitar que o seu nome fosse colocado a votação, o que não foi aceite pela presidente da Junta, Conceição Nogueira, pelo que a sessão terminou sem se resolver a questão, ficando marcada uma nova reunião para a próxima segunda-feira. Rádio Cartaxo - 2010 - Todos os direitos reservados

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fwww.radiocartaxo.com%2Findex.php%3Fnoticia%3D4097%23.UqBjvOddMLE.printfriendly&title=Ex-presi…

1/1


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

Cartaxeiros bebem água de boa qualidade radiocartaxo.com /index.php

A Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR), atribuiu à Cartagua, a empresa responsável pela distribuição de água no Cartaxo, o selo de qualidade exemplar da água para consumo humano. Isso significa que a água consumida no concelho cumpre todos os critérios previstos nas avaliações da entidade reguladora do sector da água e dos resíduos. A administração da Cartagua diz congratular-se com esta distinção, que “é a demonstração clara do excelente serviço prestado pela empresa, que tem como objectivo principal abastecer os cartaxeiros com uma água de elevada qualidade”. Rádio Cartaxo - 2010 - Todos os direitos reservados

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fwww.radiocartaxo.com%2Findex.php%3Fnoticia%3D4098%23.UqBj2ThEo3o.printfriendly&title=Cartaxeir…

1/1


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

O Mirante - diário online - Economia - Água do Cartaxo com qualidade exemplar para consumo humano omirante.pt /noticia.asp Economia

4 Dez 2013, 16:00h

Água do Cartaxo com qualidade exemplar para consumo humano

A Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR), atribuiu à Cartagua o selo de qualidade exemplar da água para consumo humano, premiando assim a excelente água que chega às torneiras de todos os consumidores daquele concelho. O selo de qualidade comprova que, de acordo com as avaliações da ERSAR, a Cartagua assegura uma qualidade de água exemplar, garantindo todos os critérios previstos nas avaliações da entidade reguladora do sector da água e dos resíduos. A administração da Cartagua congratula-se com esta distinção. É a demonstração clara do excelente serviço prestado pela empresa, que tem como objectivo principal abastecer os cartaxeiros com uma água de elevada qualidade. Uma qualidade que a própria entidade reguladora do sector reconhece, através da atribuição deste selo de qualidade exemplar da água para consumo humano".

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fwww.omirante.pt%2Fnoticia.asp%3FidEdicao%3D54%26id%3D67343%26idSeccao%3D481%26Action…

1/1


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

FERNANDO AMORIM revistadada.com /index.php Quinta, 28 Novembro 2013 13:21 O vice presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, responsável pela pasta das finanças, pede tempo aos munícipes. Garante transparência e verdade e explica que não se pode fazer tudo num dia O que é que o levou a candidatar-se? Queria fazer de maneira diferente. Depois apareceu o Pedro Ribeiro e pensei: “se há pessoas diferentes, se há uma equipa diferente é por aí que quero ir”. Sou militante do partido socialista há 14 anos e sempre achei que a linha que estava a ser seguida não era a mais correta. Mas, como diz o povo, não é preciso ser “maluco” para se candidatar a uma Câmara nesta situação? E eu faço a pergunta ao contrário: então quem é que o iria fazer? Prefiro que seja esta equipa, a virem outros que deixem as coisas piores. Eu trabalho há 18 anos numa multinacional e estou aqui com espírito de missão. É isso, é fazer as coisas de forma diferente. Não concordava com o que estava a ser feito. Mas era feito pelo PS. Isso causa-lhe constrangimentos? A mim não. O partido tem de assumir as suas responsabilidades. Mas os partidos são feitos por pessoas e para as pessoas. É o mesmo partido, assumimos as nossas responsabilidades, mas vamos fazer de maneira diferente e vamos fazer com que as pessoas aproveitem a nossa maneira de trabalhar. A sua formação é em finanças mas como se lida com uma dívida de…? ... 63 192 992 euros! Nesta primeira fase temos de aceitar a dívida. O primeiro passo é falar com as pessoas. Explicar que não temos nada para dar. Temos o nosso trabalho, o nosso empenho. Em campanha, o presidente definiu cinco eixos de trabalho, mas se tivéssemos de fazer o programa hoje, se calhar, seria só um eixo: pagar os vencimentos às pessoas. Mas os vencimentos estão em causa? Poderão estar em causa, sim. Se não cumprirmos com dívidas programadas pelo anterior executivo, até ao final do ano, os vencimentos poderão estar em causa. A Câmara deu garantias às Finanças e à Caixa Geral de Aposentações de que as verbas que entrassem no final do ano seriam para pagar determinados impostos, esquecendo-se que em janeiro tem de pagar ordenados. Se não conseguirmos pagar essa verba, que é de 690 mil euros, as receitas de janeiro serão automaticamente confiscadas. Portanto, até ao final do ano tenho de arranjar 690 mil euros. Temos uma despesa de 63 milhões com uma receita de 15 milhões por ano, agora veja quantos anos vamos precisar para resolver isto. Como está o orçamento de 2014? Infelizmente vai ser o maior orçamento de sempre. Porque temos de carregar estes 63 milhões, mais a despesa do ciclo normal, que são cerca de 14 milhões por ano… dá 77 milhões. Mas há um conjunto de encargos que não estavam carregados ainda e a que nós não podemos fazer frente, por causa da Lei dos Compromissos. O executivo está dependente do voto de terceiros. Há o risco do orçamento não passar? Nós temos feito um trabalho transparente. Do outro lado também estão pessoas de bom senso que não têm motivos para pôr em causa a nossa capacidade de gestão. Estamos a reunir com todas as forças políticas, mesmo que não tenham assento na Assembleia, para que nos digam perante esta situação o que é que fariam. A prioridade neste setor é resolver o problema das Finanças. Se não tivermos a certidão das Finanças não podemos ir buscar fundos comunitários que terminam a 31 de Dezembro. Depois há o PAEL (Plano de Apoio à Economia Local) que tem taxas de juro elevadíssimas. Quem fez este PAEL fez uma loucura. Vindo o PAEL, a Câmara caía em incumprimento na primeira prestação. Não conseguia ter fundos para pagar ordenados e pagar a prestação. Temos um problema estrutural. A Câmara é deficitária, todos os meses, em cerca de 40 mil euros. A receita não dá para pagar a despesa. Há que otimizar os serviços, terminar com algumas avenças e consultadorias. Vai haver redução de pessoal? Vai, pelo processo normal, as pessoas vão saindo por aposentação. A Câmara tem cerca de 80 a 90 pessoas a mais. Os municípios com a dimensão do nosso que têm rácios de pessoal mais elevados têm um tecido empresarial forte, têm receitas próprias. Este município quando perde a Cartágua perde uma vantagem de tesouraria, deixou de entrar dinheiro. Há dois meses, a receita desta casa foi de três mil euros, tirando os impostos.

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fwww.revistadada.com%2Findex.php%3Foption%3Dcom_content%26view%3Darticle%26id%3D2131%25…

1/2


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

O que se pode fazer perante isto? Temos de captar empresas. Nós temos o Casal Branco e eu nem me importava de fazer um protocolo com uma empresa a quem se entregasse o espaço para eles arranjarem empresas para lá. O Parque de Negócios tem lá a Tagusgaz e peço por tudo para eles começarem a funcionar, à espera que algumas empresas satélite se instalem. Mas temos também mais uma quantidade de processos com dívidas relacionadas com as infraestruturas. O Cartaxo está uma cidade triste… Também tenho essa imagem… Mas tem havido melhoramentos? Tem. Para nós também é uma prioridade. Fizemos uma revisão orgânica. Vamos colocar as pessoas certas nos lugares certos. A recuperação vai começar por aí. Quando chegámos à Câmara tínhamos uma técnica de informática a gerir os espaços verdes. Essa pessoa não se podia sentir à vontade no seu trabalho, por muito boa vontade e empenhamento que tivesse. As pessoas existem, mas é preciso dar-lhes motivação e liderança. É urgente mudar o trânsito na cidade? Esse tema é importante. Fizemos uma reunião com os comerciantes e o trânsito foi apontado como um dos pontos fracos. Não concordo com a possibilidade de partir o que está feito. Não temos dinheiro para isso. Temos de pegar no que temos e pensar outra forma de circular. Já há sugestões interessantes. Como não temos dinheiro pedimos à Universidade Técnica de Lisboa se estaria interessada em fazer um trabalho sério de investigação sobre o Cartaxo, de forma a dar-nos pistas. Não era possível encontrar “coisas” para vendermos, como a “Capital do Vinho”? Esse projeto está em estudo. Não queremos deixá-lo cair porque já há um caminho feito. Mas numa primeira fase queremos que o orgulho do “Cartaxo Capital do Vinho” seja primeiro nosso. E só depois o vamos vender para fora. Mas neste momento a grande prioridade são as Finanças e limpar a imagem do Cartaxo. Veja, dois dias depois de tomarmos posse, tínhamos aqui a EDP para nos cortar a luz. Tivemos dois dias para arranjar 40 mil euros para não ficarmos às escuras em todo o concelho. Obras inacabadas, dinheiro mal gasto, não têm possibilidade de ser punidas? Têm sim. Vamos enviar para o Ministério Público alguns casos. Tenho ali, por exemplo, cinco faturas para pagar, de ajustes diretos. O trabalho não está feito, alguém rubricou as faturas e esse alguém tem de responder. Já notifiquei duas empresas para, até 13 de dezembro, fazerem o ponto da situação. Se não for feito, dou por encerrado o procedimento e não pago a ninguém. O cidadão acha que fica sempre tudo na mesma. Connosco não fica. Se não se esclarecer será remetido para o Ministério Público. Não andamos à procura de culpados. Mas eles existem. E há situações que, até para preservar o nosso bom nome, têm de ser esclarecidas. Já se arrependeu de se ter candidatado? Já me passou pela cabeça (risos). Mas o outro prato da balança é: sinto que podemos fazer diferente e melhorar muito o que está feito. Que palavra de esperança deixa aos cartaxeiros? As coisas vão melhorar. Vão encontrar uma Câmara mais organizada, colaboradores mais motivados para fazermos do Cartaxo uma cidade mais bonita, limpa e mais alegre. Mas tem de haver um pouco de paciência porque nada se faz da noite para o dia.

Luís Rosa-Mendes

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fwww.revistadada.com%2Findex.php%3Foption%3Dcom_content%26view%3Darticle%26id%3D2131%25…

2/2


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

Móveis da esquadra da PSP foram passear a Lisboa rederegional.com /index.php/entertainment/6902-moveis-da-esquadra-da-psp-foram-passear-a-lisboa.html | Escrito por Redação on Domingo, 01 Dezembro 2013 11:18

Em pouco menos de uma semana, o mobiliário e equipamento adquirido para equipar a nova esquadra da PSP do Cartaxo foi transportado para Lisboa e regressou ao local de origem, sem que exista uma explicação oficial para o sucedido. O caso iniciou-se na sexta-feira, 22 de novembro, quando uma empresa de transportes foi ao novo edifício no Cartaxo e carregou as dezenas de secretárias e cadeiras, quartos completos e restante mobiliário de apoio que ainda estava guardado e empacotado, à espera da mudança dos agentes para este espaço. A decisão causou estranheza e indignação entre a PSP local, que, através da Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP), conseguiu apurar que o destino dos móveis seria a nova esquadra da Baixa Pombalina, em Lisboa, cuja inauguração está prevista para a primeira semana de dezembro. "Oficialmente, não fomos informados de nada", disse à Rede Regional o representante da ASPP no distrito de Santarém, Pedro Ramalho, recordando que, apesar da nova esquadra do Cartaxo estar pronta, "a polícia continua a prestar serviço há mais de 20 anos numa cave do edifício da Câmara, sem quaisquer condições ou dignidade tanto para os agentes como para os cidadãos que lá se deslocam". Recorde-se que a nova esquadra do Cartaxo foi inaugurada no dia 15 de outubro, numa cerimónia onde apenas marcou presença o ex-presidente da Câmara, Paulo Varanda, um dia antes de abandonar a autarquia, e uma comitiva de eleitos políticos do município. Na altura, a PSP justificou a sua ausência com o facto de ainda não ter recebido a obra, uma vez que faltavam concluir alguns projetos de especialidade. O atual presidente da Câmara do Cartaxo, Pedro Magalhães Ribeiro, confirmou à Rede Regional que o auto de entrega da obra à PSP ainda está por fazer, assunto que está "preso por alguns detalhes", e adiantou ainda que, oficialmente, não tem conhecimento de qualquer transporte de material. A Rede Regional pediu explicações ao Comando Nacional da PSP, que, na passada quinta-feira, dia 28, respondeu não ter conhecimento do assunto porque "quer as instalações da futura Esquadra do Cartaxo como as referentes à futura Esquadra da Baixa Pombalina em Lisboa, ainda não foram entregues à PSP". Ora, precisamente na tarde de quinta-feira, e para espanto dos agentes que prestam serviço na esquadra da PSP do Cartaxo, uma empresa de transportes veio novamente trazer os móveis de volta ao ponto de partida. A entrega ficou completa na sexta-feira de manhã, quando chegaram os restantes ao edifício da nova esquadra, que parece ter tudo novamente, exceto os agentes da polícia já a trabalhar. www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fwww.rederegional.com%2Findex.php%2Fentertainment%2F6902-moveis-da-esquadra-da-psp-foram-pas…

1/2


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

O Mirante - diário online - Sociedade - Móveis da nova esquadra do Cartaxo foram "passear" a Lisboa mas já voltaram omirante.pt /noticia.asp Sociedade

2 Dez 2013, 15:33h

Móveis da nova esquadra do Cartaxo foram "passear" a Lisboa mas já voltaram

Os móveis para equipar a nova esquadra do Cartaxo, que estão há dois anos guardados nas garagens do edifício, foram retirados e levados para Lisboa mas passados poucos dias voltaram à origem. Por momentos a Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP) temeu que este fosse mais um revés num processo que tem tido vários contratempos. O comando distrital da PSP confirma que o material foi necessário mas que na quinta-feira já estava a ser devolvido. Segundo o comando distrital foi a Direcção Geral de Infra-Estruturas e Equipamentos do Estado que sabendo da existência do mobiliário decidiu ir buscá-lo para resolver uma situação imprevista. Que teve a ver com a necessidade de encontrar uma solução alternativa para uma esquadra de Lisboa que tinha sofrido uma inundação.

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fwww.omirante.pt%2Fnoticia.asp%3FidEdicao%3D54%26id%3D67242%26idSeccao%3D479%26Action…

1/1


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

Sport Lisboa e Cartaxo pode perder Campo das Pratas radiocartaxo.com /index.php O dono do terreno onde está instalado o Campo das Pratas colocou em tribunal uma acção que visa o despejo do Sport Lisboa e Cartaxo. A informação foi prestada pelo presidente da Câmara, Pedro Ribeiro, no decorrer da sessão do executivo de ontem. Na acção judicial em causa também é pedida uma indemnização à Câmara do Cartaxo, no valor de mais de meio milhão de euros. Pedro Ribeiro diz que o caso remonta a 2007, ano em que a Câmara celebrou um contrato de arrendamento do espaço com o seu proprietário por cinco anos, o qual terminou em 31 de Março de 2012. Como não havia cláusula de renovação automática da renda, a partir daí, em termos legais, deixou de haver contrato entre as duas partes. Ainda assim, a Câmara “pagou prestações até Janeiro de 2013”. Quanto ao pedido de uma verba superior a meio milhão de euros tem a ver com uma cláusula contratual “sobre a qual tenho algumas dúvidas da sua legalidade”, a qual determinava a indemnização de 500 mil euros ao proprietário do espaço – também dono de outros terrenos adjacentes - caso a Câmara não colocasse aquela zona em perímetro urbano. Como isso não aconteceu, o valor pedido ascende agora a 513 mil euros, o que inclui a indemnização e juros de mora. Pedro Ribeiro diz que já foi realizada uma reunião com o Sport Lisboa e Cartaxo e o advogado do proprietário do terreno para tentar encontrar uma solução que permita ao clube continuar a utilizar o Campo das Pratas. Rádio Cartaxo - 2010 - Todos os direitos reservados

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fwww.radiocartaxo.com%2Findex.php%3Fnoticia%3D4096%23.UqBjoc-pY8o.printfriendly&title=Sport+Lis…

1/1


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

Simone de Oliveira no Cartaxo radiocartaxo.com /index.php

Simone de Oliveira vai estar, esta tarde, no Cartaxo, a promover o seu mais recente trabalho discográfico ‘Pedaços de mim’ e o livro ‘Força de Viver’ que conta o seu percurso de vida. Às 15 horas, vai dar uma sessão de autógrafos na perfumaria Espalha Aromas e depois das 16 horas será entrevistada em directo na Rádio Cartaxo. Simone de Oliveira é uma mulher com o percurso de vida incrível, uma espécie de montanha russa, com altos e baixo, que deixou marcas e cicatrizes, muitas histórias por contar. Com mais de cinquenta e cinco anos de carreira, opções pouco convencionais e ideias precisas sobre o mundo e o seu modo de estar. Simone conta pela primeira vez, na primeira pessoa, como se sobrevive às dores, à perda, à doença, às regras dos outros. Mulher de paixões e revoltas, de combate e de liberdade, Simone de Oliveira não é apenas a cantora d’ A Desfolhada ou a actriz que nos acompanha no horário nobre. Rádio Cartaxo - 2010 - Todos os direitos reservados

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fwww.radiocartaxo.com%2Findex.php%3Fnoticia%3D4094%23.UqBjTAl_LSc.printfriendly&title=Simone+…

1/1


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

O Mirante - diário online - Empresa da Semana - Hidrocampo garante materiais de qualidade e um serviço de excelência omirante.pt /noticia.asp Empresa da Semana

4 Dez 2013, 18:02h

Horários de entregas e montagens adaptados às necessidades de cada cliente Hidrocampo garante materiais de qualidade e um serviço de excelência

Colocar uma vasta gama de materiais de qualidade à disposição dos clientes é um dos princípios que desde 1995, ano da criação da Hidrocampo, Fernando Lourenço, 52 anos, preserva como fundamental. Primeiro em Vale da Pinta e posteriormente no Cartaxo, a Hidrocampo já conta com mais de uma década de experiência no ramo de sistemas de rega e montagem de tubagens industriais. Gradualmente a empresa alargou o seu leque de serviços e materiais tendo sempre em atenção as novidades do mercado e as necessidades dos clientes. Com uma localização central na cidade do Cartaxo, desde 1996, a Hidrocampo tem soluções tanto para amadores como para profissionais. Na loja podem encontrar-se desde tubagens e acessórios em PVC, PEAD, PPR, acessórios de latão, bombas, aspersores e pulverizadores, programadores, relva sintética, produtos para piscina, entre muitos outros. Actualmente, para além do atendimento em loja, na Rua da Boavista, a empresa presta também serviços em obra, feitos pelos funcionários e dirigidos por Fernando Lourenço. A assistência técnica ao cliente é sempre prestada por pessoal qualificado. Com um serviço de entregas e montagens que trabalha de acordo com as disponibilidades dos clientes, a Hidrocampo está apta a fazer qualquer instalação ao nível de sistemas de rega para campos de futebol, campos agrícolas, jardins e mais recentemente dedica-se também aos serviços de redes de águas camarárias. Cada vez que arranjamos um cliente tentamos segurá-lo o mais possível através da qualidade dos nossos serviços , afirma Fernando Lourenço, que garante ter muitos clientes fidelizados que já recorrem à Hidrocampo desde a sua fundação. Tentamos sempre trabalhar com boas marcas, marcas que nos forneçam o máximo de garantia, completa. A Hidrocampo está aberta das 9h00 às 13h00 e das 14h30 às 19h00. O contacto é 243779619.

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fwww.omirante.pt%2Fnoticia.asp%3FidEdicao%3D54%26id%3D67353%26idSeccao%3D500%26Action…

1/1


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

SIMONE DE OLIVEIRA NO CARTAXO revistadada.com /index.php

Terça, 03 Dezembro 2013 18:10 A perfumaria “Espalha Aromas”, no Cartaxo, recebeu a visita de Simone de Oliveira, para uma tarde de convívio, a propósito do lançamento “Força de Viver”, o último livro da cantora e atriz, escrito por Patrícia Reis. Paralelamente, Simone está a apresentar o seu novo CD, “Pedaços de Mim” que celebra 55 anos de carreira. Simpática e afável, Simone não se escusou a nenhum cumprimento nem aos muitos beijinhos e palavras de incentivo que recebeu das inúmeras admiradoras presentes. À conversa com a DADA, a cantora garantiu não se lembrar se já tinha visitado o Cartaxo mas retificou dizendo que sim. “De certeza que já cá estive, numa peça ou num espetáculo ao longo destes anos todos. Não consigo dizer qual, mas já estive de certeza”. (ver fotos) LRM

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Frevistadada.com%2Findex.php%3Foption%3Dcom_content%26view%3Darticle%26id%3D2134%253Asi…

1/1


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

24 HORAS DE FRONTEIRA revistadada.com /index.php

Sexta, 29 Novembro 2013 20:38 Todo o Terreno do Cartaxo em competição em Fronteira Uma equipa de pilotos do Cartaxo vai estar presente na 16ª edição das 24 Horas TT, vila de Fronteira, que decorre naquela localidade alentejana até ao dia 1 de dezembro. Humberto Costa, Luís Gonçalves e Paulo Canais (que substitui este ano Paulo Rebelo, ausente devido a lesão) vestem as cores da ProRaid Team Opel, que já participou nas edições de 2011 e 2012 desta prova que assinala, desde 1998, o final da época de Todo o Terreno nacional. A deslocação da ProRaid só é possível graças à adesão de mais de duas dezenas de empresas e entidades públicas do concelho do Cartaxo que patrocinam a equipa. Para além dos pilotos vão estar em Fronteira Jorge Albuquerque, Luís Canais, Hélder Rebelo e Luís Fuzeiro que integram a equipa técnica e de apoio. No Terródromo de Fronteira vão estar em competição 94 equipas, nacionais e estrangeiras, num total de 362 pilotos, número que representa um recorde de participação na prova. A equipa do Cartaxo classificou-se num excelente 3º lugar nas últimas duas edições, em 2011 e 2012, na categoria de veículos classe B. LRM

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Frevistadada.com%2Findex.php%3Foption%3Dcom_content%26view%3Darticle%26id%3D2133%253A24…

1/1


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

CVR Tejo poderá estar de malas aviadas correiodoribatejo.com /cvr-tejo-podera-estar-de-malas-aviadas/ 03/12/2013 | Comentários

A sede da Comissão Vitivinícola Regional do Tejo (CVR Tejo), actualmente instalada num edifício próximo da Escola Agrária de Santarém, poderá estar de malas aviadas para um concelho vizinho. A questão foi levantada ontem na reunião de Câmara pelo vereador socialista Ricardo Segurado, que considerou que, a verificar-se esta intenção, se trata de uma “péssima notícia” para o concelho. Ricardo Segurado pediu que a autarquia se envolvesse no sentido de manter em santarém a sede desta “importante entidade promotora do vinho, que representa uma marca do concelho”. O presidente da autarquia, Ricardo Gonçalves não confirmou, nem desmentiu esta intensão da CVR Tejo, referindo que estava na calha a instalação dos serviços da Comissão na Casa do Campino. Contudo, actualmente é a Associação de Turismo de Lisboa que possui o direito de superfície daquele espaço e só o entregará ao município mediante o pagamento de uma dívida de 150 mil euros, que se arrasta desde 2013.

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fcorreiodoribatejo.com%2Fcvr-tejo-podera-estar-de-malas-aviadas%2F%23.UqBVPpFTrnI.printfriendly&…

1/1


05/12/13

PrintFriendly.com: Print web pages, create PDFs

CARTAXO: Juventude Socialista do Cartaxo - Resultados Eleitorais - NOTICIAS DO RIBATEJO noticiasdoribatejo.blogs.sapo.pt /2660667.html CARTAXO: Juventude Socialista do Cartaxo - Resultados Eleitorais O processo eleitoral da Juventude Socialista do Cartaxo, realizado no último Sábado, dia 30 de Novembro, decorreu com normalidade.

Os militantes confirmaram a eleição de Telmo Nunes para Coordenador do Secretariado Concelhio e de Vasco Miguel Casimiro para Presidente da Mesa da Assembleia.

Vasco Miguel Casimiro, anterior coordenador, felicitou a recém-eleita equipa do secretariado e desejou felicidades para o novo mandato. Por outro lado, Telmo Nunes, o novo coordenador, assumiu que o principal desafio da JS Cartaxo passa por participar ativamente na resposta às urgentes necessidades do Concelho. link do postPor Noticias do Ribatejo, às 10:13&nbsp comentar

www.printfriendly.com/print?url=http%3A%2F%2Fnoticiasdoribatejo.blogs.sapo.pt%2F2660667.html%23.UqBUrVkPLm4.printfriendly&title=CARTAXO%3…

1/1


IMPRENSA                       


DADA


CORREIO DO RIBATEJO


O MIRANTE                       


O RIBATEJO                         


AMPV



Revista de Imprensa de 28 de novembro a 5 de dezembro