Page 1

Jornal Nosso Bairro - Ano VIII - Nº 78 - Agosto de 2012

Área abandonada dará lugar a Posto de Saúde A N U N C I E

DIVULGAÇÃO

Distribuição Gratuita

ELIANA F. MAINIERI

Ano VIII - Nº 78 - Agosto de 2012

A comunidade do bairro Teresópolis aguarda com ansiedade, desde 2007, pela construção de um Posto de Saúde da Família (PSF) na área localizada ao lado do Ginásio de Esportes Lupi Martins, que nos últimos anos vem sendo utilizada como depósito de lixo e esconderijo de marginais. A Associação Comunitária do Bairro Teresópolis (ACBT) encabeçou o pleito, recentemente aprovado pelo Conselho Distrital de Saúde, que anuncia para breve a construção do prédio. Pág. 03

Almoço italiano na Savisc A Sociedade Amigos da Vila São Caetano (Savisc) promove Almoço Italiano dia 26 de agosto, às 12h, em sua sede na Praça Simões Lopes Neto, 89 (ao lado do Hospital Espírita). No cardápio galeto, massa, polenta, saladas e sobremesa, com música ao vivo de Luiz Lima. Os convites custam R$ 16,00 e as reservas devem ser feitas com Daniel (8413.4680) e Nilton (3336.7625).


02

Jornal Nosso Bairro - Ano VIII - Nº 78 - Agosto de 2012

Educação

Editorial

Nosso Vídeo Produções Digitais

ELIANA F. MAINIERI

DIVULGAÇÃO

2º Encontro Significados do Família e Escola cerimonial de 15 anos no Assunção

Hoje vamos abordar itens que aos poucos vão sendo deixados de lado pela praticidade da vida; porém numa festa de 15 anos com um cerimonial bem montado fica extremamente bonito sair um pouco daqueles moldes rotineiros. Para uma festa de 15 anos alguns pontos que compõem o cerimonial têm um significado e um sentido todo especial nesta ocasião, e quando as jovens tomam conhecimento do sentido e dos significados destes momentos especiais do cerimonial de debutantes, sentirão o desejo de realizar sua festa com muita alegria e com tudo o que elas têm direito.

Troca do Vestido A menina, agora uma jovem mulher, se despe de seus antigos trajes infantis para vestir-se como mulher. Esta sua nova fase é muito especial, esta transformação marcará sua vida de forma harmoniosa e singela. É quando a aniversariante recebe convidados para depois fazer sua entrada triunfal.

Mobilização certeira!

U

nida em torno de um propósito, a comunidade acaba por colher os frutos almejados, mesmo que para isso tenha que esperar muito! Assim está sendo com o Posto de Saúde da Família e, queremos crer, seja possível também com a segurança no bairro. Incansável, a Associação Comunitária do Bairro Teresópolis (ACBT) segue em busca dos encaminhamentos, demanda por demanda, até atingir seus objetivos. No entanto, resta lembrar que como diz o ditado, “uma andorinha não faz verão”. É preciso lutar pelas causas que nos parecem importantes, mas de forma unida, coesa, seguindo todos na mesma direção e levantando a cada tropeço. Parabéns comunidade, que este seja o início de um futuro mais promissor no nosso bairro! A editora

Jornal Nosso Bairro é um informativo do bairro Teresópolis e adjascências, com periodicidade mensal e distribuição gratuita, editado pela Oficina de Comunicação.

Contatos editoriais e publicitários: Fones - 51 3336.1862 / 9143.1546 E-mail - nossobairropoa@gmail.com Rede Social: www.facebook.com/jornalnossobairro Jornalista Responsável: Eliana Freitas Mainieri - MTB 4665/RS Estagiário de Jornalismo: Alysson Freitas Mainieri Projeto Gráfico e Design: José Francisco Alves - Fone - 51 9941.5777 Comercialização Publicitária: Oficina de Comunicação Impressão: Zero Hora Tiragem: 10.000 exemplares Distribuição: gratuita Os artigos e colunas assinados são de inteira responsabilidade de seus respectivos autores.

Entrega das Jóias Sempre é dada pelo patriarca da família, pai ou avô. Somente no caso de ausência total do pai e a aniversariante ter sido criada e educada somente pela mãe é que pode ser dada pela figura feminina. Com uma homenagem com um rápido discurso e lhe entrega uma jóia, que poderá ser um anel, uma pulseira ou um colar. A jóia representa esta passagem do tempo e completa a sua transformação.

Troca do Sapato Para aproximar e integrar pais com o ambiente escolar, o Colégio Marista Assunção realizou no dia 11 de agosto, sábado, o 2º Encontro Família e Escola. Para esta edição, o colégio convidou a pedagoga, orientadora educacional e psicoterapeuta com mais de 35 anos de atuação em educação e saúde, Maria Leda Reis de Ávila, que abordou a arte de pensar o relacionamento entre pais e filhos. A temática escolhida tem por objetivo reforçar o papel dos pais na formação dos valores, princípios e metas de seus filhos, e ainda, estimular a reflexão e o diálogo entre família e escola. O evento ocorreu no auditório do colégio, gratuito e aberto ao público.

A N U N C I E N O J O R N A L

A troca do sapato da debutante representa o novo passo de sua vida, ela agora está pronta para dar seus próprios passos sozinha, e assumir responsabilidades diante da sociedade. Nos sapatos estão as intenções de que ela tenha discernimento, para que mantenha seus passos firmes e constantes na estrada da vida e sabendo que ele e sua família estarão sempre por perto, dando apoio e rodeando-a de amor. Estes novos caminhos exigirão dela muita responsabilidade e amadurecimento.

Entrega da Boneca A debutante que agora já é uma moça que usa jóia e sapatos de salto alto vai finalizar esta passagem e entregar para outra criança o maior símbolo de sua infância, a boneca. Já não precisará mais dela, pois agora seus sonhos alcançarão outros patamares. Andará por outros caminhos e passará a ver a vida com outros olhos.

Recebimento do Buquê A mãe, por sua vez, quer ofertar à sua filha toda a delicadeza de sua alma, toda a grandeza do seu amor e manifestar a ela tudo o que lhe deseja de bom nesta nova fase de sua vida, para isso lhe oferece um buquê onde as flores e suas cores têm um significado todo especial.

Valsa O primeiro baile, a primeira valsa... Antigamente as moças esperavam ansiosas por esta data, pois seria a primeira vez que iriam a um baile e dançariam com o belo rapaz que representa a concretização dos seus sonhos de menina. Dizem que de toda menina ainda hoje, “elas não dançam valsas”, mas nesta noite ela sonha em encontrar o seu príncipe encantado.

Velas As 15 velas acesas nas mãos das damas simbolizam os 15 anos de vida da debutante, e ao apagar cada vela, ela está finalizando uma etapa de vida. Os itens acima colocados não são necessariamente nesta ordem; tudo depende do estilo, local e nível da festa, assim como o tema do evento em questão. Portanto, seu evento merece um bom projeto, curta tudo que tem direito e com certeza sua festa vai ‘bombar’.rtida como as atuais festas de aniversario de 15 anos”. (Soyla Cidade - Cerimonialista soylacidade@hotmail.com / www.facilitareeventos.com.br)


03

Jornal Nosso Bairro - Ano VIII - Nº 78 - Agosto de 2012

Comunidade Coluna ACBT

ELIANA F. MAINIERI

E-mail: poa.acbt@gmail.com www.portalteresopolis-acbt.blogspot.com www.facebook.com/poa.acbt

F

inalmente vai sair do papel a construção de um Posto de Saúde da Família (PSF) na área abandonada que sediou a biblioteca e a Associação dos Ex Alunos do Colégio Cruzeiro do Sul, na Rua Arnaldo Bohrer, ao lado do Ginásio de Esportes Lupi Martins. Abandonada à própria sorte, a casa ali existente foi completamente destruída e teve o material de construção roubado diante do olhar perplexo da comunidade, que desde 2007 pleiteia o Posto. Nos últimos anos, a área vem sendo utilizada como depósito de lixo e esconderijo de marginais,

trazendo muitos transtornos e preocupação para os moradores, sobretudo os do entorno, e transeuntes. O pleito da Associação Comunitária do Bairro Teresópolis (ACBT) parece que finalmente teve eco junto às autoridades da área e recentemente foi aprovado no Conselho Distrital de Saúde, a instância descentralizada do Conselho Municipal de Saúde de Porto Alegre, com função de planejamento, avaliação, fiscalização e deliberação das ações de saúde em consonância com as normas do Sistema Único de Saúde (SUS), na sua área de abrangência.

Olhar atento

Direitos conquistados Após insistente pedido feito em 2007 por parte da ACBT, o bairro Teresópolis conquista melhorias na saúde com a criação de um Posto de Saúde. Importante trabalho da Associação que trará benefícios a todos os moradores do local e dos bairros próximos. Quando construído, a saúde da Zona Sul deverá estar em alta, já que ao redor de Teresópolis também existem Postos de Saúde nos bairros Glória, Partenon e Cruzeiro. A luta da Instituição e dos moradores não pode parar antes de atingidos os objetivos almejados. Isso vale para todas as outras esferas, principalmente por Segurança, que continua muito prejudicada na região. Estaremos sempre olhando atentamente. Alysson Freitas Mainieri – Estudante de Jornalismo PUCRS

A ACBT NO BAIRRO E PELO BAIRRO 01) POSTO DE SAÚDE: A ACBT conquista Posto de Saúde para o bairro Teresópolis. Após 5 anos de lutas e reivindicações, finalmente foi aprovado no Conselho Distrital de Saúde, no dia 31 de julho, o projeto do Posto de Saúde da Família do Bairro Teresópolis. A ACBT entrou com o pedido em 2007, quando presidida pelo empresário Pedro Pandolfo, e nestes anos o nosso Delegado no Orçamento Participativo, Sr. Dionísio Bohn, lutou incessantemente por esta demanda, tão ansiada por nosso bairro. Inicialmente o Posto foi projetado para áreas carentes (invasões), mediante a intercessão e argumentação do atual Presidente da ACBT, professor Nei Colombo. A área de atendimento do Posto vai abranger o bairro Teresópolis, visto que a saúde é um direito constitucional fundamental garantido a todos os cidadãos. O Presidente da ACBT comenta que esta é mais uma etapa da ação comunitária no bairro e manifestar sua felicidade por estar presidindo a ACBT neste momento tão importante. No primeiro andar do prédio vai funcionar a Secretaria de Esportes, com academia e atividades físicas e no segundo andar será o Posto de Saúde com atendimento familiar, clínico, odontológico, ambulatorial e inclusive com coleta de material para exames. O Posto será construído na Rua Arnaldo Borher, próximo ao Ginásio de Esportes. O projeto agora passa para a etapa de licitações e breve começará a construção do prédio. Assim finalmente o bairro Teresópolis terá seu Posto de Saúde. Nossos agradecimentos a todos que juntaram esforços nesse empreendimento comunitário em busca do bem estar e qualidade de vida em nosso bairro. 02) PEIXE NA TAQUARA - Houve casa cheia no peixe na taquara organizado pela Paróquia Nossa Senhora da Saúde de nosso bairro. O almoço dominical foi ocasião para encontro de amizade e alegria no marco do salão paroquial. Parabéns aos organizadores. 03) DESCARTE CONSCIENTE DE PIHAS E BATERIAS - Conforme anunciado em edição anterior, a Técnica em Meio Ambiente Fernanda Giordani nos traz informações e conselhos sobre esse tema, e hoje é a vez das pilhas e baterias, de celulares, lanternas, rádios, mouses, e o que acontece quando não nos servem mais. Atenção: elas SÃO RESÍDUOS TÓXICOS (Classe I), perigosos para a saúde humana e o meio ambiente, e NÃO PODEM SER MIS-

Comunidade lamenta a perda de Enio Mascarello A comunidade de Teresópolis lamenta o falecimento do engenheiro e professor universitário Enio Vinício Mascarello, tradicional morador do bairro. Apreciador de poesia, ele lançou em 2008, na Feira do Livro de Porto Alegre, a obra “A Navalha de Occam” (Diálogo de uma boca só), reunindo uma série de poesias e textos com reflexões e indagações sobre a vida, o universo e outros tópicos. O Jornal Nosso Bairro se associa à dor da família e dos amigos diante dessa lacuna deixada por ele em nossos corações.

04) CHÁ BENEFICENTE NA PARÓQUIA EPISCOPAL - O salão paroquial da Igreja Episcopal foi também marco de um prazeroso encontro (também com casa cheia), de vizinhos e amigos que puderam degustar um gostoso chá, com salgados, tortas frias, bolos e bebidas refrescantes no sábado, 4 de agosto, à tarde, e houve também um sorteio de brindes surpresa entre os assistentes. Parabéns à equipe de organização e aos colaboradores e apoiadores. 05) LAMENTADO FALECIMENTO - Cumpre-nos comunicar ao bairro a triste notícia do falecimento da Sra. Helena Aubin, no dia 31/07 e de seu sepultamento no dia 1° de agosto. Ela foi uma vizinha de muitos anos no bairro e de longa atuação em nossa vida comunitária, desenvolvendo-se dentro de nossa Associação, na qual trabalhou ocupando diferentes cargos, sempre com dedicação e empenho: delegada no OP, tesoureira, representante da Comissão de Obras da Comunidade no Saneamento da rua Clemenciano Barnasque, na década do 90, delegada do bairro e representante pela ACBT perante a STF. Enfim, uma vida plena, tanto a nível pessoal quanto comunitário. Recebam seus familares o reconhecimento e a homenagem da ACBT à pessoa e trabalho da Sra. Helena e também nossas condolências pelo seu retorno à casa do Pai. 06) SAVISC - Nossos parabéns à Sociedade irmã de São Caetano pela sua promoção do dia 29 de julho, e nos praze anunciar seu próximo almoço no domingo, 26 de agosto, na sua sede da Praça Simões Lopes Neto, com um cardápio de galeto, saladas, maionese, massas e sobremesas, tudo ao inacreditável preço de R$ 16,00, e com a música de Luiz Lima. 07) CORAL DOCEMAR - O Coral Docemar, que tem como regente o Maestro Irani Mariani , reuniu-se de forma especial no domingo, 5 de agosto, em almoço festivo para fazer um momento especial pela passagem dos 70 anos de seu regente, o Maestro Iraní, e também para abençoar e dar graças a Deus pela casa nova, onde começará em breve a funcionar, a poucos metros da atual. Parabéns ao Coral, ao regente e sua esposa, e sucesso no trabalho árduo e dedicado da Instituição que ele preside. Enrique Illarze MT/SPES/RS-Jorn.15.335

Spaan recebe doação da Gerdau DIVULGAÇÃO

PSF finalmente vai sair do papel

TURADAS AO LIXO URBANO. Os fabricantes, comerciantes e distribuidores têm a responsabilidade de receber as gastas, vencidas ou não usadas .(Resol. 401/2008 do CONAMA e Lei Municipal 9851/2005). Na zona sul existem pontos de coleta, dentro do Programa Papa-Pilhas: Av. Otto Niemeyer 2369; Rua Mário Totta, 963; Trav. Pedra Redonda 400, e também na Av. Azenha 855, e na Av. Carlos Gomes 2120, assim como em alguns Supermercados e agências bancárias.

A Sociedade Porto-Alegrense de Auxílio aos Necessitados (Spaan) apresentou o Projeto de Proteção Integral de Longa Permanência à Pessoa Idosa. A Spaan também divulgou o apoio recebido da empresa Gerdau. A doação de 112 mil e 500 reais ao projeto, ocorreu por meio do Fundo Municipal do Idoso. Os recursos serão destinados à reconstrução e recuperação do Pavilhão Residencial B, o chamado Prédio 2, com área total construída de 884 metros quadrados e melhorias em geral na vida dos idosos da sociedade.


04

Jornal Nosso Bairro - Ano VIII - Nº 78 - Agosto de 2012

DIVULGAÇÃO

Jovem esgrimista da Asasepode participa dos Jogos Paralímpicos

DIVULGAÇÃO

Comunidade

panheiros de treinamento e técnicos, por conta do enorme trabalho e dedicação de toda a equipe da Asasepode. A Asasepode é uma organização nãogovernamental, sem fins lucrativos, fundada em 2000. Nosso propósito é desenvolver e executar ações de inclusão social na defesa dos direitos de portadores de deficiência física. Dessa maneira, busca romper preconceitos melhorando a qualidade de vida dessas pessoas, independente do grau de comprometimento físico e da situação socioeconômica que possua. A Asasepode contribui para a auto-estima e para a ampliação dos níveis de autonomia da pessoa portadora de deficiência.

A Escola Estadual Dr. Victor de Britto, teve sua quadra de esportes recuperada, a partir de um trabalho desenvolvido em parceria entre o Deputado Estadual Cassiá Carpes e a empresa Paradigma, possibilitando assim, o retorno da prática esportiva pelos alunos. A Direção da escola manifestou seu agradecimento por esta ação, apontando a recuperação do local como mais uma forma de desenvolvimento escolar.

Feijoada na Savisc com casa cheia ELIANA F. MAINIERI

N

o dia 12 de agosto o atleta de esgrima paraolímpica da Associação de Servidores da Área de Segurança Portadores de Deficiências (Asasepode), Jovane Guissone, embarcou, junto com Eduardo Nunes (um de seus técnicos) para as Paraolimpíadas de Londres. O atleta, inicialmente, fará a aclimatação na cidade de Manchester e depois irá para Londres participar dos Jogos Paralímpicos. O esgrimista Jovane está classificado para competir nas modalidades de florete e espada, que serão realizadas nos dias 4 e 5 de setembro. Essa participação nos Jogos Paralímpicos constitui-se num prêmio não só para o esgrimista Jovane, mas também para todos os seus com-

Escola teve quadra esportiva recuperada

Palestra gratuita sobre a Patagônia No dia 15 de setembro (sábado), às 10h, no Espaço Cultural da Agenda 21Conservacionismo e Expedições, na Av. Engº Ludolfo Boehl, 333, bairro Teresópolis ( defronte ao Teresópolis Tênis Clube) acontece a palestra informativa e ilustrativa com o tema: Patagônia - Terra do Fogo,19ª Expedição. O evento tem entrada gratuita e vagas limitadas, com apresentação de Vitor Soli. Serão apresentadas 50 ilustrações digitalizadas com informações sobre vários lugares a serem visitados nesta expedição, como Península Valdéz, Punta Tombo, Bosques fossilizados,Costa Sul do Atlântico, Terra do Fogo, Ushuaia, Travessia do Estreito de Magalhães, Punta Arenas, Puerto Natales,Parque Torres del Paine, as geleiras de Perito Moreno e Ruta 40, com material e informações adquiridas por mais de 20 anos de viagens e pesquisas para este local. As reservas devem ser feitas pelo e-mail: agenda21ecotur@yahoo.com.br ou pelo fone: 51.3372.3761 com Vitor ou Lúcia.

A Sociedade Amigos da Vila São Caetano (Savisc) teve casa cheia no dia 29 de julho, por ocasião de seu tradicional Almoço Brasileiro, com feijoada completa acompanhada de couve, batata doce, farofa, laranja, arroz, saladas e sobremesa. A música foi de Luiz Lima.

1.000 cartões de visita coloridos brilho - a partir de R$ 75,00

F.: 51 3336.1862 / 9143.1546


05

Jornal Nosso Bairro - Ano VIII - Nº 78 - Agosto de 2012

Cultura

DIVULGAÇÃO

40 anos de esculturas em exposição na Capital

TIAGO TRINDADE

Toca S/A realiza lançamento de seu primeiro álbum

Mauro Guerra, Beto Porcher, Daniel Moraes (em cima), Ciça Laval e Lucas Sobreiro formam a banda

S

uas obras estão em praças, prédios, galerias e museus do Brasil e do mundo. Com intensa produção, já assinou cerca de 30 mil peças, entre múltiplos e únicas. Para marcar as quatro décadas de trajetória artística do premiado escultor gaúcho Gutê, a Galeria de Arte Paulo Capelari inaugura no próximo sábado, dia 11 de agosto, às 11h, a exposição intitulada “Gutê – 40 Anos de Esculturas. A individual ficará aberta à visitação pública até o dia 31 de agosto. O artista apresenta 30 esculturas em ferro, alumínio e fibra de vidro, finalizadas nos últimos dois anos. São figuras aladas, que sintetizam o tema da liberdade, traço recorrente em toda a sua obra. “Pretendo mostrar a evolução de uma técnica, de um trabalho que começou a ser esboçado há muitos anos, mas que só recentemente conseguiu ganhar forma e expressão”,comenta. “A arte tem uma função simbólica. Persigo uma ideia de simplificação da forma, de unicidade. Tento dizer o máximo, com o mínimo”, afirma. Em seu processo de criação, Gutê parte de desenhos para expressar suas ideias. Depois passa para a fase de reprodução, em que estes conceitos são transferidos para os mais diversos materiais: madeira, pedra, fibra de vidro, ferro, alumínio ou bronze, tudo serve de matriz para a sua criação. Nascido Carlos Augusto da Silva, Gutê

ingressou aos 13 anos no Atelier Livre da Prefeitura Municipal de Porto Alegre, onde estudou e recebeu orientações técnicas no período compreendido entre 1974 e 1977. “Eram os anos de chumbo”, relembra. “Quando todos procuravam retratar a ditadura em suas obras eu decidi falar sobre liberdade”, conta. O tema viria a se tornar sua marca registrada, simbolizado pelas famosas figuras aladas. Tornou-se profissional ainda na adolescência. A partir de 1975 passou a frequentar coletivas e salões, onde obteve prêmios, entre eles, o do 1º Salão Nacional Casa Velha, em Novo Hamburgo (1982). Ao longo destes 40 anos de dedicação à escultura, Gutê conquistou reconhecimento nacional. Já expôs na Bienal de São Paulo e suas obras integram o acervo de importantes espaços culturais, como o Museu de Arte de São Paulo e o Museu de Arte do Rio Grande do Sul. Sua obra também está presente em prédios de centros profissionais, como na sede do SENAC, em Porto Alegre. Entre suas mais recentes contribuições, está a escultura denominada “O Tambor”, erguida na Praça Brigadeiro Sampaio, no Centro Histórico de Porto Alegre, a qual integra o projeto Museu de Percurso do Negro. Atualmente, é responsável pela restauração dos monumentos e por todo o conjunto escultórico da Praça da Alfândega e da Matriz.

Ingressos antecipados para Adolescer à venda no Theatro São Pedro A comemoração que marca os 10 anos de “Adolescer” chega ao seu ápice, em agosto, com a realização da temporada no Theatro São Pedro. As apresentações ocorrem no dia 25 de agosto, sábado, às 21h, e no dia 26, domingo, às 18h. As vendas antecipadas dos ingressos já começaram, e eles poderão ser retirados na bilheteria do TSP, nos seguintes dias e horários: dias úteis, das 13h às 18h30min (em que não há espetáculos noturnos) e das 13h às 21h (com espetáculos à noite). Aos sábados, das 15h ás 21h, e aos domingos das 15h às 18h. Numa linguagem atual e bem humorada, jovens atores da nova geração encarnam diferentes papéis e personagens, representando situações da vida real, em uma sucessão de cenas curtas que lembram a linguagem da internet e do videoclipe. O texto de Vanja Ca Michel reflete sobre o comportamento típicos da adolescência, reunindo fragmentos de Moacyr Scliar, Carlos Drummond de Andrade, sob a supervisão do psiquiatra José Outeiral.

A banda Toca S/A realiza no próximo dia 28 de agosto, terça-feira, às 20h, no Teatro Bruno Kiefer da Casa de Cultura Mario Quintana, em Porto Alegre, o show de lançamento de seu primeiro CD. O álbum foi produzido ao longo de 2011 e 2012, de forma independente, dentro de um conceito de produção colaborativa. Trata-se de uma prática de gestão que cada vez mais ganha espaço entre os artistas e produtores culturais, que normalmente estão fora dos canais tradicionais de produção e difusão e que buscam novas alternativas para viabilizar seus trabalhos. A Toca S/A é formada porCissa Laval (voz), Lucas Sobreiro (guitarra, violão e voz), Beto Porcher (violão e teclados),Mauro Guerra (contrabaixo) e Daniel Moraes (bateria, percussão e vocais. Sobre a banda, o músico e compositor Beto Porcher arrisca uma definição. “Afirmar que somos uma banda de amigos seria incompleto. Mais do que uma coletividade musical, somos um grupo de obstinados por arte, para quem a música tem uma só finalidade: sensibilizar pessoas.” Despreocupados com rótulos, o grupo constrói suas músicas dentro de uma estética própria, apresentando um trabalho que tem fusões rítmicas, singularidade harmônica e melodia essencialmente popular. Este primeiro álbum reúne um apanhado poético de temas do cotidiano, buscando instigar diferentes visões sobre lugares, sentimentos e relações. Reflete, também, essa trajetória de amadurecimento do produto musical, recentemente comprovada pela conquista do 1º Lugar no 6º Festival de Arte e Cultura Seiva da Terra 2012.

Cultura

Histórico A Toca S/A é, hoje, uma feliz resultante de diversas experiências artísticas protagonizadas pelos seus integrantes. A semente do grupo veio de Beto Porcher, que já compunha compulsivamente quando integrava a banda Viramundel, ao lado do baterista Daniel Moraes. Naquela época houve um marco determinante para o futuro: a conquista do 1º Lugar no VI Festival de Música de Porto Alegre (2003), que representou um misto de reconhecimento e instigação. A expressividade da canção Minha Parte, um rock-baião com hibridismo musical, demonstrava a nascente de um estilo com alma própria. Em meados de 2007, atuando de forma mais autônoma e experimental, Beto

resolve enveredar pelos pubs e cafés da Capital dando vazão à livre expressão artística. Uma das parcerias formadas nessa época foi com seu ex-colega de ensino médio Lucas Sobreiro, vocalista e violonista de influências regionalistas, amante das tradições gaúchas e dos “bons causos”. Juntos, passaram a idealizar um trabalho voltado à ampliação estética das leituras sobre o cotidiano sul-brasileiro. Pouco tempo depois, com as baquetas novamente ritmadas por Daniel Moraes e sua vertente “pop-digital-drummer”, surgia um embrião chamado Toca dos Gatos, verdadeira panela de pressão que fez borbulhar instintos musicais e aguçou o paladar da inovação , cuja coroação foi um show memorável no Teatro Bruno Kiefer (2008). O ano de 2009 trouxe mais mudanças. Cissa Laval foi encontrada despretensiosamente em um site na internet e assumiu a incumbência de dividir com Lucas o vocal do grupo. Empolgada, a banda investe pesado na produção independente e promove a captação de áudio e vídeo em um show no Teatro do SESC, com direito à primeira sessão de fotografias, que seria essencial à formação de sua identidade artística. Só faltava uma coisa: a confirmação do trabalho com uma temporada de shows. Em 2010 os gatos resolvem sair da toca, encorajados pela aparição do contrabaixista Mauro Guerra – que mais tarde seria conhecido como o Mr. “M”. A conseqüência natural dos acontecimentos foi a realização de diversos shows em casas noturnas da capital, como aqueles em que foi subvertido de brasilidade o renomado templo do Rock'n Roll - Sargent Peppers Pub, culminando em uma intimista temporada de shows no Instituto Cultural. A conquista do 3º Lugar no IV Festival Seiva da Terra (2010) foi decisiva: estava formado o time. Autoproclamada Toca S/A em 2011, a banda se emancipa também artisticamente, passando à preparação do seu primeiro álbum. O disco reflete essa trajetória de amadurecimento do produto musical, essa tentativa de recontar o cotidiano. Uma exaltação à mudança de olhar, para a redescoberta do dia-a-dia e a reinvenção das relações do indivíduo. Uma tentativa de ver poesia onde haveria só palavras, ver obra de arte onde haveria só espaço, ver o novo nascendo do trivial. Para saber mais sobre a banda, acesse: www.toca-sa.com.


06

Fique Alerta!

Planos de saúde: índice de reclamações da ANS apresenta piora em 2012 A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) divulgou no dia 3 de agosto o Índice de Reclamações dos consumidores com relação às operadoras de planos de saúde. O índice é calculado com base em reclamações dos consumidores de planos privados de saúde contra uma operadora com registro ativo na agência nos últimos seis meses, além da média do número de consumidores desta operadora no mesmo período. É com base nestes dados que são construídas as médias divulgadas no ranking, que apresentou evolução notável nos últimos anos. Ao se comparar o índice de junho de 2012 com os anos anteriores percebemos a evolução do número de reclamações. O valor do índice de junho de 2012 (0.65) foi o maior desde julho de 2010 (0.39). “Esta situação é preocupante na medida em que, mesmo com os esforços da ANS em apurar e punir condutas das operadoras que desrespeitam os direitos dos consumidores, não percebemos a coibição destas condutas, mas sim seu aumento", afirma a advogada do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), Joana Cruz. Os dados foram obtidos com base no disque ANS (0800 701 9656), no formulário eletrônico disponível no site da agência, por cartas ou atendimento presencial, em um dos 12 Núcleos da ANS espalhados pelo País. Para permitir a comparação, o Índice de Reclamações é mostrado de acordo com o porte das operadoras, divididas em grande porte (superior a 100 mil beneficiários), médio porte (de 20 mil a 100 mil beneficiários) e pequeno porte (inferior a 20 mil beneficiários). E embora seja uma média calculada a partir dos dados fornecidos, o índice é atualizado mensalmente com as reclamações dos 24 meses anteriores, além da possibilidade de revisão dos índices já divulgados. Entre as de grande porte, por exemplo, as que obtiveram maior índice de reclamações por consumidor, segundo a ANS, foram Gren Line, Sul América e Itálica Saúde. Já entre as de médio porte, Ideal Saúde, Unimed do Centro-Oeste e Tocantins e Saúde Medicol tiveram os piores índices.

Metodologia questionável As únicas reclamações computadas são aquelas consideradas procedentes pela agência. O Idec critica a metodologia aplicada para a apuração do índice, uma vez que somente as demandas consideradas procedentes pela ANS são contabilizadas. O caso das demandas referentes a negativas de coberturas merece destaque, pois a ANS somente irá considerar procedente uma reclamação de negativa de procedimento que conste no seu ‘Rol de Eventos e Procedimentos em Saúde”’. “Ou seja, a negativa de um procedimento que conste na classificação da Organização Mundial de Saúde (OMS) e que, segundo a lei de planos de saúde e o entendimento do Idec, deve ser coberto, mas que não está no Rol da ANS, não integrará as reclamações apuradas para a elaboração do índice. É o caso dos transplantes de rins, coração, pulmão e fígado, dentre outros", acrescenta a advogada. O Idec reivindica repetidamente a necessidade de sanções punitivas a operadoras de planos de saúde que desrespeitam os direitos dos usuários. Recentemente, o Instituto obteve, por meio da Lei de Acesso à Informação, os dados das empresas que mais negam cobertura a procedimentos. A negativa de cobertura está entre as principais reclamações dos consumidores de planos de saúde.

Direitos do consumidor

Comprou veículo zero e não recebeu no prazo estipulado? Saiba como proceder

É

importante que o consumidor, antes de escolher a concessionária em que fará a compra de seu carro zero quilômetro, faça uma pesquisa no site do Procon e na internet em geral sobre possíveis reclamações quanto ao atraso na entregas de veículos, para que não seja surpreendido posteriormente. “No ato da compra, o consumidor tem o direito de saber se o produto está disponível em estoque”, afirma o advogado do Instituto Nacional de Defesa do Consumidor ( Idec), Christian Printes. Mesmo no caso de o veículo não estar disponível de imediato, a concessionária deve informar em quanto tempo o produto poderá ser entregue. Um cuidado que o consumidor deve ter, no caso de o veículo não estar disponível em estoque, é fazer com que as informações relativas ao prazo de entrega constem no contrato ou na nota fiscal para a entrega do veículo. A falta de informação sobre o prazo de entrega é caracterizada como prática abusiva (art.39, XII, CDC). Também, a fim de impedir ou, ao menos tentar impedir, que haja a entrega do veículo fora do prazo, o consumidor pode negociar com a concessionária que seja estipulada uma multa no contrato caso o veículo não seja entregue no prazo acordado, desde que haja a aceitação, por parte do fornecedor nesse sentido. Se mesmo assim houver atraso na entrega, o consumidor está protegido pelo CDC (Código de Defesa do Consumidor), que prevê que essa prática se caracteriza como descumprimento de oferta (art.35).

DIVULGAÇÃO

DIVULGAÇÃO

Jornal Nosso Bairro - Ano VIII - Nº 78 - Agosto de 2012

“Nesse caso, o consumidor poderá exigir tanto da concessionária quanto do fabricante do veículo, alternativamente: o cumprimento forçado da entrega do veículo ou outro veículo equivalente ou ainda o cancelamento da compra com a devolução da quantia paga com a devida correção monetária”, explica Printes. “Caso o consumidor seja lesado com esse atraso, ele pode ainda pedir, judicialmente, uma indenização pelos prejuízos sofridos”. No caso de o consumidor optar por um veículo equivalente, tem direito a um veículo de mesmo valor daquele que foi pago e não entregue, o qual deve estar disponível de imediato para o consumidor. Se o veículo for de menor preço, ele tem direito de receber a diferença do valor anteriormente pago e o que ele de fato adquiriu. O procedimento que o consumidor deve seguir é entregar uma reclamação, por escrito, à concessionária e/ou ao fabricante, requisitando a entrega do veículo ou de um equivalente, ou, caso não haja mais interesse na aquisição do veículo, o cancelamento da compra. Nessa última alternativa o consumidor tem direito à devolução integral do dinheiro já pago. “Esse tipo

de situação pode gerar dano moral, dependendo do caso. Por exemplo, havendo a demora excessiva na entrega do veículo cumulada com falta de informações precisas ao consumidor, por parte do fornecedor, sobre quando o veículo será entregue, ele pode tentar, judicialmente, uma indenização. Deste modo, se ficar comprovado algum prejuízo efetivo decorrente da falta da entrega do veículo, o consumidor pode, sim, tentar reaver judicialmente os danos materiais e morais eventualmente sofridos”, acrescenta o advogado. Se o problema não for resolvido após o contato inicial com a concessionária e/ou fabricante, o consumidor deve se dirigir a um órgão de defesa do consumidor, como o Procon, e fazer uma reclamação quanto à falta de entrega do veículo no prazo estipulado. Se nem mesmo com a intervenção dos órgão de defesa do consumidor o problema for resolvido, o consumidor tem o direito de entrar com uma ação judicial, através de um JEC (Juizado Especial Cível), se o valor da pretensão do consumidor for de até 40 salários mínimos, lembrando que, se esse valor não for superior a 20 salários mínimos, sequer será necessária a presença de um advogado.

O mercado prometeu mais do que poderia entregar aos consumidores O bom desempenho da economia alavancou os planos de saúde, que são cada vez mais ofertados pelos empregadores, viraram prioridade na pauta dos sindicatos e objeto de desejo das famílias que perderam a confiança no SUS. Mas o mercado prometeu mais do que poderia entregar: há mais clientes do que a disponibilidade de médicos, hospitais e laboratórios. Os resultados da pesquisa apontam que as redes pública e privada nunca estiveram tão próximas em matéria de atendimento precário: mais de três horas de es-

pera em prontos-socorros lotados, dificuldade de marcar consultas, falta de vaga de internação até em UTI e demora para exames, dentre outros. A situação é agravada pela proliferação de planos baratos e populares, com rede diminuta, que não prestam um atendimento razoável. Sem contar o fenômeno dos planos ditos "falsos coletivos" -que aceitam duas pessoas ou mais mediante a simples apresentação de um CNPJ e que escapam da regulamentação mais rigorosa. Como consequência, usuários de planos

buscam socorro no SUS, que fica no prejuízo, já que as operadoras não ressarcem os valores do atendimento aos cofres públicos. É preciso que o governo regule a expansão desordenada dos planos de saúde e melhore o financiamento do sistema público, cada vez mais distante de uma cobertura universal de qualidade. Só assim os cidadãos deixarão de ter o pior dos dois mundos. (Fonte: Mário Scheffer - Professor da Faculdade de Medicina da USP e membro do Conselho Diretor do Idec)


07

Jornal Nosso Bairro - Ano VIII - Nº 78 - Agosto de 2012

Saúde

Ronco em crianças Crianças bilíngues têm cérebro mais ágil e criativo pode ser indicador de

DIVULGAÇÃO

DIVULGAÇÃO

infecções e alergias

C

rianças que sabem pelo menos duas línguas conseguem resolver cálculos matemáticos e ser mais criativas que as demais, revela um estudo da Universidade de Strathclyde, em Glasgow, na Escócia. A pesquisa foi feita com 121 alunos escoceses e italianos do ensino fundamental que dominavam inglês ou italiano – 62 deles também conheciam o idioma gaélico (falado no Reino Unido) ou sardo (língua românica da ilha italiana de Sardenha). Os voluntários bilíngues, em média com 9 anos de idade, completaram as tarefas com mais sucesso, e os que conheciam gaélico foram ainda melhores que os falantes de sardo. As habilidades para al-

ternar os idiomas também poderiam servir para a agilidade em outros tipos de raciocínio, segundo os autores. As crianças que sabiam gaélico tinham uma formação melhor porque aprendiam a língua e a literatura da região no ensino formal do colégio. Já os falantes de sardo vinham de uma antiga tradição oral, sem padronizações. De acordo com o professor Lauchlan Fraser, que liderou o estudo, o bilinguismo é visto como benéfico na infância, tanto para o vocabulário quanto para a compreensão das ideias. Além disso, a atenção seletiva – foco em uma informação importante – também é beneficiada. (Fonte: G1)

Cerca de 30% dos cânceres estão relacionados à obesidade Uma pesquisa da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) apontou que cerca de 30% dos cânceres estão relacionados à obesidade. Com foco no câncer colorretal, o estudo desvendou os mecanismos do desenvolvimento desta patologia e identificou que este tipo da doença afeta 30 mil brasileiros por ano, causando oito mil mortes. De acordo com a análise, quando diagnosticado no estágio inicial, o tumor pode ser curado por meio de cirurgia em 90% dos casos. O estudo teve como base a utilização da inflamação provocada pelo tecido gorduroso do desenvolvimento do câncer colorretal. Os cientistas injetaram substâncias que induzem o câncer colorretal em quatro grupos de camundongos: os nomeados de controle (magros); os que receberam dietas hipercalóricas; os geneticamente obesos; e os com defesas baixas e câncer.

Os camundongos de controle apresentaram os menores tumores e lesões. Já os grupos de animais que receberam dietas hipercalóricas e os obesos por causa da genética, tiveram tumores em maior quantidade e tamanho. Os resultados comprovaram a tese dos pesquisadores, de que a inflamação da gordura corporal é a grande causadora do câncer colorretal. Para controlar a inflamação, os cientistas utilizaram uma droga usada em doenças autoimunes. Segundo eles, a substância tem o poder de deter o crescimento do tumor. "Pode ser que o bloqueio dessa via de sinalização abra possibilidades para novas formas de prevenção, mas outros estudos têm de ser feitos para avaliar a segurança disso em humanos", afirmou à Folha de S. Paulo, José Barreto Carvalheira, professor de oncologia da Unicamp e coordenador do trabalho. (Fonte: Eco Desenvolvimento)

O ronco infantil pode sugerir que a criança sofra de doenças respiratórias comuns da infância. O ronco é comum, principalmente na faixa etária entre dois e nove anos. O alerta foi feito pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC/FMUSP). As infecções do aparelho respiratório são mais frequentes nos primeiros anos de vida, quando se desenvolve a imunidade a partir do contato com o ambiente, ressalta a pediatra Filumena Gomes. "Com o início da escolarização, ela [criança] tem mais contato com vírus e bactérias, e acaba tendo mais infecções que os adultos".

Adenoide Segundo a pediatra, o ruído provocado pela obstrução da via respiratória pode ocorrer por causa do aumento do tecido adenoideano, de infecções respiratórias, ou da existência de alergias não tratadas. Existem também os casos de crianças que roncam por estarem em um processo de doença respiratória aguda, como amidalite ou rinite alérgica não tratada. De acordo com a médica, na maioria desses casos, o tratamento dos problemas respiratórios leva o paciente a deixar de roncar. Mais importante, porém, do que interromper o incômodo do ronco é impedir que o problema gere comprometimentos anatômicos mais graves no futuro. A pediatra explica que o sistema respiratório da criança está em desenvolvimento nesse período da vida e o ronco prolongado, assim como suas causas, podem ocasionar sequelas permanentes. "Algumas delas são o comprometimento dos aparelhos fonoaudiológico e respiratório, além de alteração óssea da face e da arcada dentária".

Palato Outros problemas associados ao ronco infantil são o desenvolvimento de um palato mais fundo, a alteração da formação da fala, da postura da língua e da boca. Nesses casos, o uso excessivo de chupetas, mamadeiras e dedo levado à boca por crianças com mais de um ano, pode gerar problemas sérios. "As causas do ronco na criança podem ser menos graves que em adulto em um primeiro momento, mas, nas crianças, podem levar a consequências de longo prazo". Filumena orienta que os pais verifiquem se a respiração durante o sono de seus filhos ocorre pelo nariz e com a boca fechada. "Se essa respiração passa por outras vias que não o nariz, ela pode levar a deformidades anatômicas e funcionais". Se for constatada alguma anormalidade, deve-se fazer uma avaliação com o pediatra e, se necessário, encaminhar a criança para um tratamento com profissionais especializados em distúrbios do sono. (Fonte: Diário da Saúde)


08 FOTOS: ELIANA F. MAINIERI

Jornal Nosso Bairro - Ano VIII - Nº 78 - Agosto de 2012

Chá na Igreja Episcopal reuniu bom público

Piquete Trio da Canha está pronto para o Acampamento Farroupilha O Piquete Trio da Canha, formado por 10 parceiros da área de atacados e minimercados, congrega em seu grupo dois empresários do bairro Teresópolis como seus ativos integrantes: Nilton Bertoletti e Renato Lang. Eles ultimaram os preparativos para participação em mais um Acampamento Farroupilha, no piquete nº 42, durante animado jantar gaudério na residência de Bertoletti, dia 9 de agosto. O Padre Enrique Illarze deverá dar a bênção ao piquete, a exemplo do que ocorreu ano passado.

Um chá beneficente promovido pelas senhoras da Paróquia da Ascensão da Igreja Episcopal foi a tônica da tarde de 4 de agosto, no salão de festas da igreja. Um delicioso chá com salgados e doces, com realização de sorteio de brindes animou os presentes.

Encontro Delas promete sucesso Sou fera, sou bicho, sou anjo, sou Mulher! Com este tema o Teresópolis Tênis Clube está convidando para o tradicional Encontro Delas: Belas e Feras, que será realizado dia 30 de agosto, às 20h, com jantar do Buffet Spiaggia e sonorização do Fama Festa Show. Haverá sorteio de um pacote de viagens de 7 dias em Porto Seguro, para duas pessoas, com hotel e traslado. Mais informações pelo fone 3318.6232.

Edição nº 78 - Agosto/2012  

Edição de Agosto/2012 do Jornal Nosso Bairro. A publicação circula nos bairros Alto Teresópolis, Cavalhada, Glória, Medianeira, Nonoai e Ter...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you