Page 1

BOLETIM INFORMATIVO - NÚMERO 49 - NOVEMBRO DE 2016

MOVIMENTO NACIONALODS NÓS PODEMOS

S A N TA C ATAR I N A

OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

Seja ODS! ÇÃO ERRAADICPOABREZA D

FOME AZGERROICULTURA L E USTENTÁVE S

AÇ MUDÃO CO DO ANÇ NTRA CLIM A G A A LOBA L

DE EDUCAUÇAÃLOIDADE Q

SAÚDEEME-ESTAR B

IGUALEDGAÊDNEERO D

Faça parte do Movimento ODS Nós Podemos SC: seja signatário e incorpore a Agenda 2030 nas suas ações e práticas da sua VEL organização. Á G U A P O T Á MENTO E SANEA

I Páginas 6 e 7 I

VID ÁGU A NA A

PA I N S Z, JUS EFICTITUIÇTIÇA E AZE ÕES S

VID TER A RE

PAR DE I CERIA MPL S E M EME EIO NTA S ÇÃO

TE

STR

E

LIMPA ENERGÍVIAEL E ACESS

O DAS REDUÇAÃLDADES DESIGU

N HO DECE TRABCAIML ENTO E CRES ICO ECONÔM

E CIDAUDNEIDSADES COM TÁVEIS SUSTEN

AÇÃO IA, INOVRA R T S Ú D IN ESTRUTU E INFRA

MO E CONSUÇÃO PRODNUSÁVEIS RESPO

Conheça a RIS ODS. I Páginas 5 I

Mudanças climáticas. I Páginas 8 e 9 I


Por uma Santa Catarina mais sustentável

editorial

Nesta edição de novembro do nosso boletim informativo, convidamos todos os catarinenses a fazerem parte do Movimento Nacional ODS Nós Podemos Santa Catarina. Quer saber por que e como fazer parte? Nas página 6 e 7 explicamos o caminho. Além disso, temos mais uma novidade para quem deseja se engajar na causa dos ODS: em parceria com o ICOM - Instituto Comunitário Grande Florianópolis, nossa instituição âncora, lançamos no Dia de Doar (29/11), a RIS - ODS, Rede de Investidores Sociais ODS. Na página 5, você vai encontrar um passo a passo de como aderir a esse círculo de doação que será muito importante para continuarmos atuantes na disseminação dos ODS a todos os catarinenses e garantir que ninguém fique de fora dessa agenda. Trazemos também informações mais detalhadas sobre o ODS 13, que trata das mudanças climáticas. Você pode acompanhar nas páginas 8 e 9. Novembro foi um mês de muita conversa e inspiração em torno dos ODS e isso mostra o quanto o mundo está atento para este tema. E não poderia ser diferente em SC. A Agenda Sustentável Santa Catarina e o Festival Social Good Brasil, entre outros importantes eventos, tiveram foco nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Nas páginas 10 e 11, você confere nossos destaques sobre os eventos na seção “Aconteceu”. Boa leitura!

Expediente

Acompanhe

www.nospodemos-sc.org.br

/NosPodemosSC

NosPodemosSC

@NosPodemosSC

Nós Podemos SC

Este boletim é uma publicação do Movimento ODS Nós Podemos Santa Catarina Instituição Âncora: ICOM - Instituto

Edição e redação: Carine Bergmann

Comunitário Grande Florianópolis

Capa e diagramação: Ana Sofia Carreço de Oliveira

Rua Victor Meirelles, 170 Sl 203 - Centro - Florianópolis/SC CEP: 88010-440 - Fone: (48) 3222-5127 icomfloripa@icomfloripa.org.br

Revisão: Fernanda Justus e Vanessa Pereira do Nascimento Conselho editorial: Ana Maria do Vale Pereira (IVA),

Cheila Zortéa (FMSS), João Batista Thomé, Márcia Battistella (SDS), Mario Correa de Sá e Benevides (Engie), Odilon Faccio (IPP) e Regina May de Farias.

Encaminhe suas sugestões:

secom.mnpsc@gmail.com

NÓS PODEMOS SANTA CATARINA BOLETIM INFORMATIVO - N.49 NOVEMBRO DE 2016 


arquivo pessoal

Porque me envolvo!

agenda 29/11

Azor El Achkar Auditor Fiscal de Controle Externo no Tribunal de Contas de Santa Catarina.

Dia de Doar Lançamento RIS ODS

01/12 Dia Mundial de luta contra a AIDS - aids.gov.br

A construção de uma sociedade justa, plural e tolerante exige que cada um de nós, em nossa individualidade, participe e contribua ativamente nesta caminhada. As boas ideias e propostas, como são os ODS, precisam ser disseminadas e aplicadas pois são ferramentas importantes que despertam a consciência e a reflexão das pessoas. Por isso, me sinto responsável em contribuir neste processo As boas ideias e e me permito utilizar os propostas, como meios que estão ao meu são os ODS, precisam alcance para conhecer, fomentar e divulgar os ser disseminadas ODS. Institucionalmente, e aplicadas pois o Tribunal de Contas de são ferramentas Santa Catarina deve ser um importantes veículo de disseminação que despertam dos Objetivos e, junto a consciência e com o Movimento Nós Podemos, inserir a temática a reflexão das nos órgãos públicos pessoas. catarinenses. É preciso preparar os governos para implantação dos ODS. Assim, seja como orientação, seja como uma metodologia de avaliação, o controle externo deve ser um ativo protagonista e, até 2030, vincular suas ações aos Objetivos e monitorar a sua aplicação pelos entes públicos. Essa é a razão do meu estímulo e do meu envolvimento!”.

10/12 Dia Internacional dos Direitos Humanos

25/12 Natal

29/12 Dia internacional da Biodiversidade

NOVEMBRO/DEZMBRO

3


Fala aí

Vanessa Nascimento

Carine Bergmann

Qual tema merece mobilização na sua comunidade?

Floripa é uma cidade incrível. E um dos aspectos que contribui para isso é o surgimento de, cada vez mais, opções de estabelecimentos voltados ao lazer. Alguns já se preocupam em transmitir ao público a cultura de economia circular como um diferencial. No entanto, esse tema deveria ser uma premissa comum à maioria deles a fim de reduzir progressivamente os impactos ambientais gerados por esse segmento.” - Andrezza Nascimento Designer Gráfico, moradora do bairro Coqueiros, em Florianópolis. Na comunidade onde moro, a especulação imobiliária tomou conta e a questão do saneamento já é uma séria preocupação. Nosso bairro também carece de espaços públicos de lazer como praças, feitas de forma planejada, priorizando o bem-estar das pessoas e o transporte ativo. No entanto, algumas iniciativas animam, a exemplo de um terreno ocioso que deu lugar a uma creche. Hortas urbanas também começam a surgir e isso é positivo”. - Caroline Bellaguarda Estudante de Ciências Sociais, moradora do bairro Rio Tavares, em Florianópolis.

Marina Bitten

A representatividade das mulheres em cargos de produção, serviços e poder executivo. As mulheres representam hoje mais de 64% do mercado de trabalho no Brasil. Entretanto, apenas 30% das mulheres atuam em cargos de diretoria e somente 10% em Conselhos de Administração. As organizações que assinaram o Pacto Global têm o dever de desenvolver e acompanhar as carreiras das mulheres (e outras minorias) para fortalecer a diversidade e, consequentemente, a criatividade”. - Corinne Giely Eloi Diretora e Consultora licenciada do Programa de Liderança Feminina Springboard Brasil, moradora de Florianópolis.

NÓS PODEMOS SANTA CATARINA BOLETIM INFORMATIVO - N.49 NOVEMBRO DE 2016 


MOVIM

Invista no Movimento

NÓS POD

OBJETIVOS D

Faça parte do círculo RIS ODS e ajude a disseminar os ODS em SC O propósito do Movimento ODS Nós Podemos Santa Catarina é tornar os ODS uma prática na nas organizações e na vida dos catarinenses, buscando melhorar a nossa sociedade como um todo. E você pode ter uma participação fundamental nesse processo, apoiando o Movimento e ajudando a continuar disseminando os ODS em Santa Catarina! A Rede de Investidores Sociais (RIS) é uma iniciativa do ICOM - Instituto Comunitário Grande Florianópolis, para promover a cultura de doação. A RIS ODS - Rede de Investidores Sociais ODS, existe para que os catarinenses possam investir, de forma recorrente, em ações que

irão ajudar a disseminar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável no estado. Você pode começar doando qualquer quantia, o importante é que essa doação seja feita de forma recorrente (todo mês). Para facilitar, usamos o Paypal que permite que você programe sua doação.

Vamos começar? Acesse http://nospodemos-sc.org.br/risods/

Se ainda não sabe como doar, confira o passo a passo e veja como é simples: Insira o valor da doação e marque ao lado “tornar recorrente (mensal)”.

1

2

Clique no botão doar.

Como funciona

3

Faça o login no Paypal e confirme.

5


CAÇÃO A ERRADIPOB DA REZ

Seja ODS

ZERO TURA FOME AGR L E ICULTENT SUS ÁVE

DE EDUCAÇÃOLIDADE QUA

AÇ MU ÃO CO DO DANÇ NTRA CLIM A G A A LOBA L

SAÚDE E-ESTAR BEM

POTÁVEL ÁGUA SAN E EAMENTO

IGUALDAGÊNDEERO DE

VID ÁGU A NA A

PA INSZ, JUS EFICTITUIÇTIÇA E AZE ÕES S

VID TER A RES T

PAR DE I CERIA MPLE S E M MEN EIOS TAÇ ÃO

ENTE

RE

LHO DEC TRABAME NTO E CRESCI O ECONÔMIC

PA

LIM ENERGIA L E ACESSÍVE

O DAS REDUÇÃLDADES DESIGUA

E CIDADESADES COMUNIDÁVEIS SUSTENT

OE CONSUMÃO PRODUÇSÁVEIS RESPON

Faça par te Naciona do Movimento lO Santa Ca DS Nós Podem os ta e incorp rina: seja signa t or ár suas açõ e a Agenda 203 io 0 nas es e prá ticas da organiza sua ção.

Como f

Venha c aço? on jornada osco nesta pelos O bje Desenvo tivos de lv Sustent imento áv (ODS) e el sig passos a a os seguir:

Ainda não sou signatário mas quero aderir à Agenda 2030 em Santa Catarina.

Conheça o Movimento Nacional ODS Nós Podemos SC e a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.

O Movimento Nacional ODS Nós Podemos Santa Catarina (MNODS-SC) é um movimento social constituído por voluntários, com mais de 200 signatários, que visa facilitar a incorporação dos ODS na prática das pessoas e organizações em SC.

NÓS PODEMOS SANTA CATARINA BOLETIM INFORMATIVO - N.49 NOVEMBRO DE 2016 

ÇÃO , INOVA INDÚSTESTRIARUTURA E INFRA

A Agenda 2030 é um plano de ação para as pessoas, o planeta, a paz e a prosperidade. São 17 ODS e 169 metas. Saiba mais: https://goo.gl/FtckeA


BENEFÍCIOS DOS SIGNATÁRIOS

Fazer parte de uma rede nacional com mais de 2 mil membros e reconhecida pelo PNUD.

Apoio institu cional em eventos relacionado s aos ODS em SC .

Certificação do Movimento ODS Nós Podemos SC.

Nome do signatário no site do Movimento Estadual.

Assessoria d o ICOM para OSCs - Porta l Transparênc ia.

Uso da logo marca do Movime nto nos materia is instituciona is da organiza ção.

Prioridade nos eventos do Movimento Estadual.

Converse com os colegas da sua organização. Sou Pessoa Jurídica Acesse aqui o termo de adesão e assuma os compromissos: https://goo.gl/aHE09i SEJA UM SIGNATÁRIO

Sou Pessoa Física

Acesse aqui o termo de adesão: https://goo.gl/S6tRPG

7


Mudanças Climáticas

N

ós catarinenses já temos historicamente um clima extremo. Já vivenciamos furacão, enchentes, fortes ondas de frio e calor. Em outubro deste ano, o município de Tubarão vivenciou um desses desastres naturais, decretando situação de emergência depois de um temporal com ventos fortes que, segundo a Defesa Civil, chegou a ultrapassar 100 Km/h, causando estragos na cidade, além da morte de uma criança. Conforme o meteorologista Leandro Puchalski, o aquecimento global evidencia os fenômenos climáticos, mas é preciso ter cuidado ao afirmar se isso é resultado de mudanças climáticas ou se o fenômeno faz parte de um ciclo do clima. "Para entender o comportamento do clima é preciso analisar um período maior, de pelo menos 5 décadas. Existem fenômenos que voltam a ocorrer depois de muito tempo, que não configuram uma mudança", explica.

Ainda há tempo de lidar com as mudanças climáticas? Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), podemos lidar com as mudanças climáticas, porém, precisamos aumentar nossos esforços. Para isso, o mundo deve transformar seus sistemas de energia, indústria, transporte, alimentos, agricultura e silvicultura para garantir que possamos limitar o aumento da temperatura global para abaixo de 2 ou até mesmo 1,5 graus. A ONU recomenda também antecipar, adaptar e tornar-se resiliente aos impactos atuais e futuros das mudanças climáticas. O planeta e a nossa saúde sofrem com NÓS PODEMOS SANTA CATARINA BOLETIM INFORMATIVO - N.49 NOVEMBRO DE 2016 

O Objetivo de Desenv ONU número 13 diz: “To combater a mudança cli é um dos 17 objetivos glo de 2015 – e acordado p ONU. Mas o q

No que as climáticas p vida dos c


AÇÃO CONTRA A MUDANÇA GLOBAL DO CLIMA

volvimento Sustentável da omar medidas urgentes para imática e seus impactos”. Ele obais adotados em setembro por todos os 193 países na que isso significa?

s mudanças podem afetar a catarinenses?

os perigos associados ao uso intensivo de combustíveis fósseis, à destruição do meio ambiente e ao crescimento desordenado. Segundo relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 92% da população mundial vive em áreas com qualidade do ar inferior aos padrões recomendados. Entre as principais razões para o agravamento dessa poluição estão as atividades industriais: a queima de carvão e madeira; os sistemas de transporte antiquados e ineficientes; e a incineração de lixo. Das soluções apresentadas pela Organização Mundial da Saúde para começar a reverter esse quadro, muitas mantêm uma relação direta com o combate às mudanças climáticas e ao aquecimento global. Entre elas, investimento em energias renováveis; incentivo ao transporte público eficiente e menos poluente; redução das atividades industriais; e a gestão eficiente dos resíduos sólidos.

O Brasil na COP 22 De 7 a 18 de novembro, o Brasil participou em Marraquexe, no Marrocos, de mais uma rodada de negociações internacionais sobre as mudanças climáticas. Foi a 22ª Conferência das Partes (COP 22) da Convenção do Clima, a 1ª desde a celebração do Acordo de Paris aprovado em dezembro de 2015 e entrou em vigor no dia 4 de novembro deste ano. Os países agora buscam detalhar e acordar as regras para sua implementação, trabalho que deve ser concluído até o fim de 2018. A meta brasileira é reduzir em 37% as emissões até 2025, com indicativo de chegar a 43% em 2030, na comparação com os níveis registrados em 2005. Além disso, o país se compromete a zerar o desmatamento ilegal na Amazônia e reflorestar 12 milhões de hectares da floresta até 2030. 9


aconteceu

No Festival SGB, troca de ideias: os ODS 2030 no Brasil Guilherme Carbonari

A missão do Movimento pelos ODS em Santa Catarina é conscientizar e tornar os ODS uma prática na vida de pessoas e organizações. Hoje são mais de 225 pessoas e organizações signatárias do Movimento.

- Andreia Amorim

NÓS PODEMOS SANTA CATARINA BOLETIM INFORMATIVO - N.49 NOVEMBRO DE 2016 

Os ODS estiveram em destaque no Festival Social Good Brasil, que ocorreu em Florianópolis nos dias 04 e 05 de novembro, no Centro de Inovação Acate Primavera. No dia 04 de novembro (sexta), às 16h, teve uma troca ideias sobre os ODS no formato de roda de conversa, na Arena Conexão. Participaram da roda Andreia Amorim, Coordenadora de Mobilização do Movimento ODS Nós Podemos Santa Catarina; Luciana Aguiar, do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento – PNUD; e Julia Froeder, da Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho – FMSS.


Empoderamento de mulheres nos negócios, investimento social privado, negócios sociais, gestão pública sustentável, alternativas energéticas inovadoras e Pacto Global pela sustentabilidade nas empresas. Esta foi a programação da Agenda Sustentável realizada pela Facisc, com apoio da Acib, que ocorreu em Blumenau, no dia 22/11 e também em Florianópolis, nos dias 29 e 30/11. Blumenau abriu a programação da Agenda Sustentável em Santa Catarina no dia 22 com palestras sobre os ODS, com a participação da coordenadora de comunicação Fernanda Justus. Em Florianópolis, a coordenadora de mobilização, Andreia Amorim, promoveu uma conversa sobre como as empresas podem alinhar suas ações aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

De Nova York para o Brasil – Partnership Summit O evento JCI Global Partnership Summit foi realizado em Florianópolis no dia 26 de novembro. Nos painéis, foram escolhidos cinco ODS para a discussão: Parcerias em Prol das Metas, Educação de Qualidade, Igualdade de Gênero, Inovação e Crescimento Econômico e Paz, Justiça e Instituições Fortes. Neste último tema, o painel foi moderado pela coordenadora de comunicação do Movimento, Fernanda Justus, e contou com a participação de Fernanda Bornhausen Sá, do Social Good Brasil; Maria Elisa, da Secretaria de Assistência Social; e Fernando Bildhauer, da JCI Brasil.

Univali, Divulgação

Agenda Sustentável Santa Catarina

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e Cidadania nas Escolas O seminário “Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e Cidadania nas Escolas” ocorreu no dia 03 de novembro, no Campus Kobrasol da Univali. Ele foi oferecido gratuitamente aos professores e comunidade em geral da Grande Florianópolis com objetivo de sensibilizar as pessoas quanto ao desenvolvimento de ações para o alcance dos ODS. A programação contou com a presença de Dilmar Franchini, coordenador de finanças do Movimento Nacional ODS Nós Podemos Santa Catarina, que falou sobre a implementação dos ODM e ODS; os resultados nacionais e mundiais; e a transição e municipalização da Agenda. Os profissionais da educação presentes no seminário receberam material para utilizar em suas instituições e, por fim iniciaram-se algumas parcerias para a realização de ações no ano de 2017. 11


Dicas para a sustentabilidade Referências para você se inspirar em prol dos ODS

Monitoramento Aedes

Surdo para Surdo

O Surdo para Surdo, projeto do joinvilense Robson Mafra, é uma plataforma de tutoria online para a comunidade de pessoas surdas. A plataforma conecta o surdo que quer aprender Libras (Língua Brasileira de Sinais) com um tutor, também surdo, que oferece aulas particulares na sua própria língua, sem o intermédio de um intérprete ou legendas. Conheça em: http://www.surdoparasurdo.com.br/

O Communitor Smart Communities é um software para automação do monitoramento do Aedes aegypti com armadilhas de oviposição. A plataforma serve para o gerenciamento dos dados geográficos, contagem dos ovos por visão computacional e geração de mapas da população do Aedes. A precisão e rapidez sobre infestação do vetor e tomada inteligente de decisões resulta em ganhos para a saúde da população, imagem positiva dos órgãos públicos e empresas, e economia de recursos. Saiba mais: http://www.communitor.com.br/

Mulheres na Tecnologia

Para melhorar e aumentar o número de mulheres no setor de tecnologia, as Anitas estão engajadas em trazer mais delas para essa área, além de apoiar as que já fazem parte, através de uma plataforma de ensino de programação e empoderamento feminino para meninas e mulheres aprenderem com mulheres. O projeto está no começo e, por enquanto, funciona apenas em Santa Catarina. Fique por dentro: http://anitas.com.br/ Instituição Âncora

Este boletim é patrocinado por

ERRADICAÇÃO DA POBREZA

FOME ZERO E AGRICULTURA SUSTENTÁVEL

SAÚDE E BEM-ESTAR

REDUÇÃO DAS DESIGUALDADES

ÁGUA POTÁVEL E SANEAMENTO

IGUALDADE DE GÊNERO

ENERGIA LIMPA E ACESSÍVEL

TRABALHO DECENTE E CRESCIMENTO ECONÔMICO

RÉFÉRENCES COULEUR

ENGIE logotype_solid_BLUE_PANTONE 14/04/2015 24, rue Salomon de Rothschild - 92288 Suresnes - FRANCE Tél. : +33 (0)1 57 32 87 00 / Fax : +33 (0)1 57 32 87 87 Web : www.carrenoir.com

INDÚSTRIA, INOVAÇÃO E INFRAESTRUTURA

EDUCAÇÃO DE QUALIDADE

Zone de protection 1 PANTONE PROCESS CYAN C

CIDADES E COMUNIDADES SUSTENTÁVEIS

Zone de protection 2 Zone de protection 3

CONSUMO E PRODUÇÃO RESPONSÁVEIS

AÇÃO CONTRA A MUDANÇA GLOBAL DO CLIMA

VIDA NA ÁGUA

VIDA TERRESTRE

PAZ, JUSTIÇA E INSTITUIÇÕES EFICAZES

PARCERIAS E MEIOS DE IMPLEMENTAÇÃO

Boletim nº 49 - Novembro  

Faça parte do Movimento, Conheça a RIS ODS, mudanças climáticas.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you