Page 1

Divulgação

O espetáculo “A Paixão de Cristo” que tem emocionado milhares de pessoas a cada edição, está comemorando 10 anos de apresentações. Produzido, em São José do Rio Preto, desde 2004, já é considerado um dos maiores eventos da cidade, contando com uma grande estrutura de som, luz, palcos e cenários, além das mais de 100 pessoas diretamente envolvidas na produção e representação.

EXPEDIENTE Ano 01 Nº ABRIL 2013

Este ano em especial, com uma narrativa inovadora da vida de Cristo, a intenção é aproximar ainda mais as pessoas da encenação. O espetáculo, que conta com aproximadamente 1h30 de duração, chama atenção pelo dinamismo das cenas. Cada lugar percorrido por Jesus Cristo é reproduzido em um espaço cênico muito extenso, o que exige muito mais atenção dos atores.

SUMÁRIO

EDITORA Mani Jardim JORNALISTA RESPONSÁVEL Mani Jardim MTB 0066616/SP COLABORADORES Alexandre Luiz Fernando Stefanini João Paulo Rillo Felipe Moreno Ailton Bertoni DESIGN & PROJETO VISUAL Noroeste Mídia Publicidade contato@noroestemidia.com

IMPRESSÃO LWC Editora Gráfica LTDA TIRAGEM 20.000 exemplares EDITORA RESPONSÁVEL Apta Editora & Serviços Gráficos LTDA

A “Revista Paixão de Cristo” não se responsabiliza por opiniões emitidas por colaboradores e entrevistados, conteúdo contido em anúncios e informes publicitários. Não publicamos matérias pagas. Proibida a reprodução das matérias sem autorização. Todos os direitos são reservados.

PaixãodeCristo2013 > 10anos >


Paix達odeCristo2013 > 10anos >


N

os últimos dez anos, o Brasil passou por profundas transformações: o país cresceu, gerou emprego e renda, reduziu desigualdades, tornando-se menos injusto, resgatou o papel do Estado. Ainda que o caminho a percorrer seja longo, foi também uma década em que demos alguns passos no que diz respeito à valorização da juventude. Acredito que não seja possível falar em crescimento ou em desenvolvimento sem uma política clara para os jovens. Não oferecer oportunidades a eles significa deixá-los à mercê do desempre

PaixãodeCristo2013 > 10anos >


N

os últimos dez anos, o Brasil passou por profundas transformações: o país cresceu, gerou emprego e renda, reduziu desigualdades, tornando-se menos injusto, resgatou o papel do Estado. Ainda que o caminho a percorrer seja longo, foi também uma década em que demos alguns passos no que diz respeito à valorização da juventude. Acredito que não seja possível falar em crescimento ou em desenvolvimento sem uma política clara para os jovens. Não oferecer oportunidades a eles significa deixá-los à mercê do desempre

PaixãodeCristo2013 > 10anos >


N

os últimos dez anos, o Brasil passou por profundas transformações: o país cresceu, gerou emprego e renda, reduziu desigualdades, tornando-se menos injusto, resgatou o papel do Estado. Ainda que o caminho a percorrer seja longo, foi também uma década em que demos alguns passos no que diz respeito à valorização da juventude. Acredito que não seja possível falar em crescimento ou em desenvolvimento sem uma política clara para os jovens. Não oferecer oportunidades a eles significa deixá-los à mercê do desempre

PaixãodeCristo2013 > 10anos >


N

os últimos dez anos, o Brasil passou por profundas transformações: o país cresceu, gerou emprego e renda, reduziu desigualdades, tornando-se menos injusto, resgatou o papel do Estado. Ainda que o caminho a percorrer seja longo, foi também uma década em que demos alguns passos no que diz respeito à valorização da juventude. Acredito que não seja possível falar em crescimento ou em desen-

PaixãodeCristo2013 > 10anos >

volvimento sem uma política clara para os jovens. Não oferecer oportunidades a eles significa deixá-los à mercê do desemprego, da criminalidade, das drogas, longe dos bancos escolares, da formação profissional. Significa tratar com indiferença o que o senso comum chama de ‘o nosso amanhã’. Indiscutivelmente, nos últimos sete anos, avançamos muito mais do que se fez em décadas no Brasil. A criação da Secretaria Nacional da

Juventude e do Conselho Nacional da Juventude, em 2005, é exemplo disso. E que impacto a criação de uma secretaria ou de um conselho tem na vida do jovem? Muito além da esfera institucional, ações como essas nos permitem falar não só em melhorias concretas na vida da nossa juventude, como também no reconhecimento de que esses jovens têm um papel fundamental na construção de um projeto de soberania e desenvolvimento do país.


Paix達odeCristo2013 > 10anos >


Paix達odeCristo2013 > 10anos >


Arte&A N

os últimos dez anos, o Brasil passou por profundas transformações: o país cresceu, gerou emprego e renda, reduziu desigualdades, tornando-se menos injusto, resgatou o papel do Estado. Ainda que o caminho a percorrer seja longo, foi também uma década em que demos alguns passos no que diz respeito à valorização da juventude. Acredito que não seja possível falar em crescimento ou em desenvolvimento sem uma política clara para os jovens. Não oferecer oportunidades a eles significa deixá-los à mercê do desemprego, da criminalidade, das drogas, longe dos bancos escolares, da formação profissional. Significa tratar com

PaixãodeCristo2013 > 10anos >


Amor

Paix達odeCristo2013 > 10anos >


N

os últimos dez anos, o Brasil passou por profundas transformações: o país cresceu, gerou emprego e renda, reduziu desigualdades, tornando-se menos injusto, resgatou o papel do Estado.

Ainda que o caminho a percorrer seja longo, foi também uma década em que demos alguns passos no que diz respeito à valorização da juventude. Acredito que não seja possível falar em crescimento ou em desen-

PaixãodeCristo2013 > 10anos >

volvimento sem uma política clara para os jovens. Não oferecer oportunidades a eles significa deixá-los à mercê do desemprego, da criminalidade, das drogas, longe dos bancos escolares, da formação profissional. Significa tratar com in-


NossoCristo

diferença o que o senso comum chama de ‘o nosso amanhã’. Indiscutivelmente, nos últimos sete anos, avançamos muito mais do que se fez em décadas no Brasil. A criação da Secretaria Nacional da Juventude e do

Conselho Nacional da Juventude, em 2005, é exemplo disso. E que impacto a criação de uma secretaria ou de um conselho tem na vida do jovem? Muito além da esfera institucional, ações como essas nos permitem falar não

só em melhorias concretas na vida da nossa juventude, como também no reconhecimento de que esses jovens têm um papel fundamental na construção de um projeto de soberania e desenvolvimento do país.


Culto&

N

os últimos dez anos, o Brasil passou por profundas transformações: o país cresceu, gerou emprego e renda, reduziu desigualdades, tornando-se menos injusto, resgatou o papel do Estado. Ainda

PaixãodeCristo2013 > 10anos >

que o caminho a percorrer seja longo, foi também uma década em que demos alguns passos no que diz respeito à valorização da juventude. Acredito que não seja possível falar em crescimento ou em

desenvolvimento sem uma política clara para os jovens. Não oferecer oportunidades a eles significa deixá-los à mercê do desemprego, da criminalidade, das drogas, longe dos bancos escolares, da formação profissional. Significa tratar com


&Cultura

indiferença o que o senso comum chama de ‘o nosso amanhã’. Indiscutivelmente, nos últimos sete anos, avançamos muito mais do que se fez em décadas no Brasil. A criação da Secretaria Nacional da Juventude e do

Conselho Nacional da Juventude, em 2005, é exemplo disso. E que impacto a criação de uma secretaria ou de um conselho tem na vida do jovem? Muito além da esfera institucional, ações como essas nos permitem falar não só

em melhorias concretas na vida da nossa juventude, como também no reconhecimento de que esses jovens têm um papel fundamental na construção de um projeto de soberania e desenvolvimento do país.

PaixãodeCristo2013 > 10anos >


Apoiadores

Paix達odeCristo2013 > 10anos >


Revista Paixão teste  

Layout da revista de 10 anos.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you