Page 1

Revista-subsídio

nordestejovem Ano 06 Número 02

Família Salesiana

Conhecendo frutos do carisma de Dom Bosco

Pastoral vocaional:

Testemunho de uma mãe Especial:

O valor do esporte na educação salesiana


siano: ..................03 Nordeste Sale e Romarias. ns ve jo es Encontrõ ano: Mundo Salesi issionário do luntariado M ....04 Vo do Encontro ..................... Haiti............. e l Su Cone 5 s.................0 Vocacional: e depoimento ãe m a um Carta de

EDITORIAL

Nesta edição:

ESPECIAL: ucação porte na Ed ...07 O valor do Es ..................... ..................... ... ... a. an si Sale dial nferencia Mun 0 Giro: e, DNJ e Co nt ..1 ... da ... tu ... Es ... a ... Seman ......... ..................... de juventude. ana Família Salesi ais a Família 1 um pouco m do en ec ...............1 nh Co .................. .. .. .. .. .. .. .. Salesian a. nil: ................15 Pastoral Juve ..................... s. ro nt co En Próximos

Revista-subsídio

nordestejovem Esta é uma Publicação da Inspetoria Salesiana do Nordeste do Brasil Ano 06 - Nº 02 - junho de 2010 Contatos:

Rua Estado de Israel, 386 - Ilha do Leite 50070-420 RECIFE – PE Fone: (81) 2102-0800 Fax: (81) 2102-0850 e-mail: comunicacao@salesianosrec.org.br www.inspetoriasalesiana.org.br www.nordestejovem.blogspot.com

Inspetor Pe. Diego Vanzetta Vice-inspetor Pe. Raimundo Benevides Gurgel

EXPEDIENTE

Ano 06 Número 01

Colaboraram nesta edição: Pe. Gilberto Antônio, Geraldino José, Pe. Antenor Andrade, Ir. Elisabeth Pastl, Írio Coutinho, Jakeline Lira Magno Xavier. Ana Inês, Pe. Benevides Gurgel Edição, Projeto Gráfico e Diagramação: Jakeline Lira Impressão: Gráfica Dom Bosco ( 81 - 2129.4521) Tiragem: 5.000 exemplares

SALESIANOS DE DOM BOSCO 2

Caminhando nordeste jovem

com os jovens

Amigo/a jovem e leitor/a, Aqui está a nova edição da revista subsídio-Nordeste Jovem. Na primeira edição deste ano, propomos, entre outros riquíssimos artigos, apresentar a mensagem do Reitor-Mor aos jovens. O material foi muito bem aproveitado nos vários momentos de formação entre os adolescentes e jovens de varias partes do nordeste e do Brasil. Outros artigos e notícias contribuíram com a reflexão e aprofundamento do Carisma Salesiano, da Igreja e da Sociedade em questões de juventude. Neste sentido, muito nos alegra poder contribuir com o crescimento e a cultura juvenil. Nesta segunda edição, serão dois os destaques principais: primeiro, iremos apresentar como proposta vocacional, alguns grupos da Família Salesiana; o segundo será uma rica reflexão sobre o Esporte na Pedagogia Salesiana. Este último tema terá ligação com a Copa do Mundo e com o 26º Nordestão, grande evento esportivo promovido pelos colégios salesianos, que este ano acontecerá em Salvador-BA. Outros preciosos assuntos, temas, reflexões como: - XVI Festival da Juventude; - Encontrões Jovens e Vocacionais; - Romarias Jovens pelo Nordeste; - Experiências e temas vocacionais; - Acontecimentos da Igreja, da Sociedade e da Congregação no Brasil e no Mundo, serão trabalhados. Espero que apreciem e reflitam com seus amigos as tantas riquezas e experiências contidas em mais esta edição do Nordeste Jovem. Nossa Senhora Auxiliadora e São João Bosco nos protejam e nos motivem na caminhada. Pe. Gilberto Antônio da Silva

(Delegado para Pastoral Juvenil, Animação Missionária e Comunicação Social)

VERSA ~O DIGIT AL

o Nordeste JovemVocnaê também pode “folhear” matérias, além de ter internet e ler todas as aces Acesse:www.norde so a outros conteúdos. stejo

vem.blogspot.com


Encontrões jovens

Uma das iniciativas da AJS que já dura anos, são os momentos fortes de celebração da caminhada juvenil. Entre estes momentos acontece os encontrões jovens. Todas as obras salesianas do nordeste, através de suas equipes locais de pastoral, AJS,... e sempre em sintonia e apoio com a equipe inspetorial realizam seu encontrão. Paralelo, ou melhor, unido aos encontrões jovens, acontecem os encontros vocacionais regionais. Deste momento, participam rapazes e moças interessados em aprofundar os conhecimentos e quem sabe abraçar uma das vocações apresentadas entre os grupos da Família Salesiana (SDB, FMA, COOPERADORES, ADMA, VDB, CDB, Ex-alunos...). O tema trabalhado foi: “o Sim de Dom Bosco e Madre Mazzarello. Em cada Encontrão jovem foram trabalhados os temas: Jesus Cristo Missionário do Pai e Mensagem do Reitor-Mor aos Jovens entre outros. O público alvo dos encontros foram: Crismandos, Catequistas jovens, Acólitos, Bandas de música, Grupos de dança, Teatro, Times de futebol, Grupos de capoeira, Lideranças das escolas, alunos a partir do 8º ano, Animadores de oratório, Adolescentes e jovens em geral. Vale lembrar que momentos como estes, sempre foram promovidos por Dom Bosco, Madre Mazzarello, pelos(as) Salesianos(as), grupos da Família Salesiana do mundo inteiro. São dias festivos que servem também como termômetros, pois definem o grau de envolvimento e protagonismo juvenil em cada presença salesiana. Em cada encontro, experiênciamos o quanto os jovens são criativos nas várias expressões. Sentimos também o quanto o carisma salesiano continua atual e atraente a toda juventude. Neste primeiro semestre, os encontrões aconteceram nas cidades de: 10/04 - CARPINA – mais de 100 jovens. 10/04 - JUAZEIRO DO NORTE – 200 jovens. 17/04 - ESCOLA DOM BOSCO DE ARTES E OFICIOS – BONGI - Cerca de 90 jovens da Escola Dom Bosco, Paróquia, e até mesmo de outras comunidades vizinhas, vieram para a festa. 17/04 - SAGRADO CORAÇÃO – RECIFE - Cerca de 45 participantes 25/04 - LAJEDO – mais de 50 jovens. 02/05 - ABREU E LIMA – CAETÉS – mais de 100 jovens. AREIA BRANCA – mais de 50 jovens participaram. ARACAJU – mais de 100 jovens da Paróquia, Oratório e Escola. PARNAMIRIM - DOM BOSCO – mais de 100 participantes. NATAL SÃO JOSÉ (VIGILIA) mais o menos 100 particpantes. JOÃO PESSOA – PARÓQUIA DAS DORES – 100 participantes. MACEIÓ – mais de 50 participantes

Pe. Gilberto Antonio, sdb

Nordeste Salesiano

Seguindo a tradição dos últimos 20 anos, realizamos em Recife e demais localidades, neste mês de maio as Romarias Jovens. Como os encontrões jovens, as Romarias são grandes momentos festivos onde os jovens celebram a caminhada e o reencontro com velhos e novos amigos(as). Todo o dia é de festa. Desde a preparação, varias outras pessoas são envolvidas na grande atmosfera deste dia. Pais, catequistas, animadores, amigos,... toda a comunidade sente a vibração e empolgação dos jovens e os ajudam a bem viver esta experiência. Os cantos, as danças, a celebração, as brincadeiras, as novas amizades,... são intensamente vivenciados por todos. É um dia realmente espetacular. Os jovens se sentem integrados com todos os outros jovens. É como se não houvesse ninguém estranho. O tema escolhido para este ano foi: “Maria caminha Conosco”; Lema: “Suando e Sonhando em Marcha Contra a Violência”. Queríamos assim sentir e louvar a presença fiel e constante de Maria na vida dos jovens (Tema). Como também nos solidarizar, com as pastorais de juventude do Brasil, que assumiram a campanha nacional contra o extermínio dos jovens (Lema). Na romaria do Recife deste ano, a 20ª. tivemos a grande alegria de receber o Pe. Vaclav Klement, (Conselheiro Geral para a Animação Missionária). O mesmo demonstrou muita alegria e satisfação em celebrar conosco os 20 anos de Romaria. Servimos também da ocasião para apresentar-lhe e a toda juventude salesiana, o primeiro grupo de casais jovens que se preparam para assumirem o voluntariado missionário. As cidades que realizaram Romarias foram: Recife (20ª); Juazeiro do Norte-CE; Natal-RN; Areia BrancaRN; Gramoré (Natal-RN); Maceió-AL. Os jovens se sentem amados e valorizados neste dia dedicado a Maria, mas tendo cada um deles como destinatário primeiro. Veja fotos e notícias em

Nordeste Salesiano

Romarias jovens movimentaram mês mariano

www.inspetoriasalesiana.org.br nordeste jovem

3


Missão Salesiana

I Congresso do Voluntariado Missionário do Cone Sul

Mundo Salesiano Missão Salesiana 4

Na noite do dia 29 iniciou-se o I Congresso do Voluntariado Missionário do Cone-sul. O evento aconteceu no Instituto Pio XI, em São Paulo – Brasil e contou com 71 participantes vindos dos países que compõem a região (Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai, Chile), além do Equador e Angola. O evento se estendeu até o domingo, dia 02 de maio, e foi uma iniciativa conjunta dos Dicastérios das Missões e da Pastoral Juvenil e com grande apoio da Comissão Nacional de Pastoral Juvenil (Brasil). Da nossa Inspetoria, participaram o delegado par Pastoral Juvenil e Missões, Pe. Gilberto Antônio, juntamente com os jovens Thiago Emmanuel e Flávia Lúcia (EEAA), além de Jakeline Lira, assessora de comunicação. Para acessar a versão inicial do Projeto do Voluntariado Missionário Salesiano para o Cone-sul, construído durante o encontro, vá na página desta revista: http:// nordestejovem.blogspot.com/ Na nossa próxima edição, nós nos apronfudaremos mais na temática missionária.

Primeira coisa: ve jo que aqui, na re gião do Cone Sul, há muita riqueza no setor do Volu nt ar iado Missionário Salesiano. Há mui tos jovens que já o fizeram ou estão nascendo experiê ncias, tanto aqui como em outro países (como An s gola) e esta riq ueza pode frutifi também no futu ca r ro para promov er a realidade Voluntariado Miss do ionário em outro s países da regiã onde todavia nã o o há ainda expe riências organiza como no Paragu da s, ai e algumas insp etorias do Brasil. segunda coisa, m E uito bonita: é co m partilhar tudo iss que estamos faze o ndo, porque esta mos fazendo mui mas não sabemos to, , nós não conhec emos tantas coisa que estamos faze s ndo, a realidade salesiana é muito rica. Eu estou te ndo ocasião de conhecer diferent realidades na Áf es rica, na América La tina, na Europa, cada vez em meu e coração digo “gra ças Senhor, porq me chamou a faze ue r parte desta Cong regação Salesiana” Terceira coisa: pe . nso que há um gr ande futuro para o Voluntariado Missionário no Cone-Sul, e para inspetorias onde as todavia não há, as experiências po exemplo do Equa r dor ou de São Pa ulo podem ser de grande ajuda.

Pe. Stanislao Ra fa

lko, sdb da Equipe do Dica stério das Missõe s, acompanhou todo encontro

Haiti e salesianos: depois do drama, reconstruir

O terrível terremoto do Haiti atingiu fortemente os salesianso e seus alunos. Os filhos de dom Bosco na ilha mais pobre do continente americano conta com 10 presenças, todas elas estão gravemente danificadas e algumas foram arrasadas ao chão, como a Escola Nacional de Arte e Ofícios (ENAM), na qual ficaram soterrados nos escombros 250 alunos e alguns professores. Cerca de 500 alunos foram dos salesianos ceifados pelo cisma. [..]. Os salesianos geriam (infelizmente neste tempo verbal) escolas profissionais, escolas de alfabetização, oratórios e centros juvenis, laboratórios linguísticos, Centros de Acolhimento, Escolas técnicas, Foyer para crianças de rua, internatos, um escritório de projetos, um centro agrícola, um centro de impressão com um Boletim Salesiano, e ainda Igrejas públicas e capelanias. Uma rede respeitável de suporte social e religioso, ligada à Igreja Local, que vê nos salesianos uma fronteira avançada para evangelização e a promoção humana. É preciso reconstruir tudo, inclusive materialmente. E com isso se preocupa também noss revista através da Fondazione Don Bosco nel Mondo. Para mais informações: www.fdbnm.org (traduzido do Boletim Salesiano da Itália, abril/2010) nordeste jovem

Depois de alguns meses da tragédia que abalou o Haiti em Janeiro deste ano, as necessidades de mobilização de recursos e forças ainda são necessárias, mesmo o tema já estando longe dos holofotes da mídia. Dentre as nossas presenças, o Colégio Salesiano Sagrado Coração, de Recife, deu grande exemplo e fez uma bonita campanha com seus alunos e colaboradores, assim como a Paróquia São José de Carpina. Outras Presenças também já fizeram momentos de sensibilização e a inspetoria aguarda receber estes recursos para enviar ao Haiti, A mobilização não pode parar!!!


“Meu filho: tua ndo assistia a ua q , hã an m Hoje de chorar. não parava de , al ot rd ce sa nde dia... ordenação edade este gra si an a nt ta m co consagração Havia esperado , filho, que a ti de s vé ra at tua boca É por ti, ue tuas mãos, rq po , im m a m ção ega també a boca, o cora s, ão m sacerdotal ch as o, od m da são, de certo à grande obra ãe m a e teu coração tu a ou ci je. ti Jesus asso te mãe como ho en m de tua mãe. Em na le p o tã eu tinha mais me senti confusão – que Redenção e ja ha in m a ar p o cord Tu sabes – e re sobre ti. isas deste outros planos ue só vê as co q ãe m r ue lq qua m, quando Os planos de brilhante. Poré to en m sa ca rreira, um rdote. Eu mundo: uma ca rias ser sace ue q ue q e -m , disseste istã. Disse que tinhas 14 anos zer uma mãe cr fa ve de a nc o que nu o estávamos contestei, fiz teu pai e eu nã ue q , ce bi bo a ça tant renunciar a um tirasse da cabe ucos ocorria lo a só ue q perder, ifícios... dispostos a te o cheia de sacr tã ra ei rr ca a e e co por um ates que diss ar sp di futuro magnífi os nt ta perdão por Hoje te peço caso. haveres feitos e m o nã r po m suas te agradeço ãos e irmãs tê m ir us Te . os an o brevemente. Passaram-se 15 outros casarã s, do sa ca o uns estã carreiras. Alg s. só. mos ficando só o não me sinto ud et Teu pai e eu va br so E . sinto triste Porém, não me verdade: sco. uma estranha di en Tu estás cono re p m co dos anos plicar Com o correr na. Não sei ex do an ab e m a filho que nunc para seus tu és o único rdote guarda ce sa o ue rq seja po e para os isto bem: talvez para a mulher am lt vo os tr ue os ou pais o amor q útil. não me sinto in , do filhos. en ec lh ve teja en ntas E, embora eu es me tens dito ta o m co o, ig nt colaborar co ndo levar Deus Posso e devo ifício, procura cr sa eu m e vida ha oração ser fonte de de a ri eg vezes, com min al a terá m minha velhice mas. às almas. Assi rei mãe das al se o ig nt Co . zembro - 1962 as para as alm De “SOCIETAS”, de

VOC AÇÃ O

Carta de uma mãe

nordeste jovem

5


Eu me chamo Ju liana Severina da Conceição, sou postulante Salesian a. Minha história vocacional, começ em 2003 quando ou conheci uma ex-re ligiosa, Severina Bezerra que me convidou a conhecer o grup de Salesianos Co o operadores de Gr avatá - PE. No primeiro cont ato, gostei do gr upo e comecei a participar dos en contros. No grupo tinha um jovem que foi alu no da ODIP (obr de defesa da infâ a ncia pobre) o Ro berto. A convite conhecer a ODIP dele, fui e Lá, conheci a Ir. Edilene Maria da mesma me fez alg Silva. A umas perguntas e contou um pouc história vocaciona o de sua l. Por ultimo pego u meu endereço, me um livro de Do dandom Bosco. A rede estava lançada. Ch em casa, contei pa eguei ra a minha mãe, ela não gostou e pediu para esquec me er esta irmã. Passei dois anos me comunicando por telefone sem mãe saber. Em 20 minha 06 a Ir. Edilene m e fez um convite participar dos en para contros vocaciona is em Carpina-PE com muito medo . Fiquei de falar para a m inha mãe, após um refletindo, resolvi mês participar sem ne nhum compromiss encontro acontece o. Um u em Abril e o ou tro em junho. Am foram muito bons bos . Algo especial co meçava a aconte minha vida. Min cer na ha mãe é quem não gostava nenh desta história de um pouco vocação, não foi fácil convence-la Já bastante famili . arizada com as irm ãs, as visitava sem e participava dos pre encontros locais. Nesta altura, já tin todo livro de Do ha lido m Bosco e me ap aixonei do modo amava os jovens como ele . Em 2007 conhec i a Ir. Adriana Go mes, conversei co ela sobre a minha m família e ela quis conhecê-la. Este o melhor da min dia foi ha vida. Minha m ãe começava a ac minha escolha. Li eitar um livro Sobre M azzarelo, sua histó simplicidade mex ria e eu comigo, fiz o retiro vocacional meu sonho começ e ada a se tornar re alidade. No dia 25 de jan eiro de 2008 deixe i tudo para fazer a expe riência do aspira ntado em Fortaleza-CE, meu coração batia forte , minha mãe chorava, eu chorava muito m as não desisti, hoje estou no po stulado e sou mui to feliz.

Juliana , Postulan te Salesiana

Entre os dias 03 e 07 de setembro de 2010, em Itaici acontecerá o III CONGRESSO VOCACIONAL DO BRASIL Tema: “Discípulos missionários a serviço das vocações” Lema: “Ide, pois, fazer discípulos entre as nações” (cf. Mt 28,19). Mais informações em www.cnbb.org.br 6

nordeste jovem

) – essa palavra de “Segue-me!” (Mt 9, 9b s ão cristã, a qual podemo Cristo nos indica a vocaç da gra Sa a pois, como diz viver de várias formas, m é dado manifestar o do Escritura, “a cada um , bem comum” (1 Cor 12 do Espírito em prol do e chamado pelo Senhor 7). No meu caso, senti-m na osa salesiana. Educado a viver a vocação religi r po or sempre cultivei am fé por minha família, nar ade cristã. Ao me tor Jesus e pela comunid ité sino médio, em Batur aluno salesiano, no en to nta co em tal, e ao entrar (CE), minha cidade na se, ren sentes na capital cea com os salesianos pre ai perto o carisma do “P pude conhecer mais de orei. a pelo qual me enam da juventude”, carism em o, an esi -noviciado sal Encontro-me, hoje, no Pré a, an esi es (PE). Na casa sal Jaboatão dos Guararap s do-apostolado: estou ao vivo o ideal do discipula ndo , aprendendo e cresce pés do Mestre divino e; ad nid mu m junto da co com Ele e, claro, també s ao nte tros, particularme depois, dirijo-me aos ou e qu e testemunhar aquilo jovens, para transmitir e celeste, vivo. Que Maria, a Mã em meu rar me ajude a perseve propósito!

André Sampaio Pré-noviço Salesiano

ORAÇÃO L VOCACIONA nos enviaste

te mundo, o, por amor a es Deus, Pai amoros lvador. como pastor e sa Jesus, teu Filho, m Bosco e Do cador suscitou ifi nt sa o rit pí Es Teu Religiosa como toda a sua Família e llo re za az M Madre juventude. us na salvação da colaboradores te vens adolescentes e jo nto, colocamos os sa i Pa seus o Ti, m de co s te Dian e pastore m de educadores isa ec o. pr e çã qu lva sa je de ho idade e da caminho da felic no ias gu e os ig am os, Por isso Te pedim çoa Filho, Jesus: aben u te do ãe M ia, ar M r po ções Pai bondoso, e numerosas voca a e suscita santas ns e ve jo s do r a Família Salesian vo Igreja em fa a tu em s iço rv se para os vários do teu povo. Senhor. Por Cristo, Nosso ! ém Am


O VALOR DO ESPORTE NA EDUCAÇÃO SALESIANA Pe. Benevides Gurgel, SDB

Como Salesianos, educadores e evangelizadores de jovens, somos filhos e herdeiros de um educador que soube valorizar bastante o esporte como um instrumento de educação. Dom Bosco deixou escrito no seu Sistema Preventivo: “Dê-se ampla liberdade de correr, pular e gritar, à vontade. Os exercícios ginásticos e desportivos, a música, a declamação, o teatro, os passeios, são meios eficacíssimos para se alcançar a disciplina, favorecer a moralidade e conservar a saúde”. E, citando São Filipe Néri, acrescentava: “fazei quanto quiserdes, a mim me basta não cometais pecados”. A partir dessas idéias de Dom Bosco, vemos com clareza algumas vantagens educativas que derivam das atividades esportivas. Daí se deduz a importância que Dom Bosco dava, na sua ação educativa. Ao pátio como espaço privilegiado de educação; como espaço de convivência amiga e descontraída dos educadores e educandos; como espaço oportuno para uma “palavrinha no ouvido”. Dom Bosco, educador sensível às necessidades dos jovens, estava persuadido do valor do tempo livre na educação. Os passeios animados, o teatro, as festas, a banda de música, os brinquedos

alegres e variados faziam parte do se calendário de trabalho na vida do Oratório. Compreendeu e soube valorizar o jogo e o divertimento na vida do jovem. Dotado de qualidades físicas surpreendentes, não só promovia, mas tomava parte ativa nos jogos, nas brincadeiras e nas movimentadas partidas dos meninos. Nos animados recreios, “Dom Bosco era o rei da festa” (Durand Wirth). Para Dom Bosco, é importante a participação do educador nos jogos dos educandos. Diferentemente da mentalidade comum da época, a visão educativa de Dom Bosco, o educador que se mistura, jogando com os educandos, não perde o seu prestígio nem a sua dignidade. Antes, pelo contrário, nasce entre os dois (educador e educando) uma espécie de corrente elétrica pela qual nasce e cresce, além do respeito, a estima e o afeto. Cria-se uma relação educativa. Daí a valorização que Dom Bosco dava às recreações animadas e bem participadas. Ele mesmo costumava ser a alma dinamizadora dos recreios. Participava dos jogos dos meninos e até desafiava nas corridas. Todo adolescente gosta de esporte. Inclusive, é uma necessidade biológica para o crescimento harmônico da sua personalidade. nordeste jovem

ESPECIAL

Fotocópia autorizada

7


Temos pela frente, como Inspetoria, a realização da 26ª edição do Nordestão. O Nordestão é uma grande festa de confraternização com os alunos das nossas escolas. É um momento de alto valor educativo com atividades esportivas, culturais e religiosas. Este ano, o Nordestão será realizado em Salvador-BA, de 29 de junho a três de julho. Destaco e ofereço alguns valores vividos na prática das atividades esportivas que podem ser trabalhadas educativamente pelos educadores com seus educandos.

cute no atleta um

ESPECIAL

a e in 1. O esporte ensin oal, ao empenho, ulo ao esforço pess

forte estím tância, à dedicação, à cons à força de vontade, à responsabilidade, ao compromisso, à us r para superar os se capacidade de luta limites. ta e robustece o 2. O esporte alimen a de ação conjunta, espírito de equipe, rando onsabilidades, supe distribuição de resp todo egoísmo. , m, espalha alegria 3. O esporte entreté a na construção do cria confiança e ajud equilíbrio.

ORAÇÃO A N. Sra. DOS ESPORTES

8

Ó Mãe puríssima, Nossa Senhora dos esportes, Nas tuas mãos ergues e sustentas A bola do Universo. Sob o influxo do Espírito, Entraste na jogada do Pai: Colocar no campo da história O teu Filho Jesus. Nossa Senhora dos Esportes, Na concentração silenciosa de Nazaré, Preparaste o teu Divino Filho, Jesus Doando a própria vida Em resgate de todos. Nossa Senhora dos Esportes, No final desta partida, de dor e muito amor, permaneceste de pé, aos pés da cruz, abraçando, com fé o troféu da vitória. Estende, ó Senhora dos Esportes, por sobre os atletas, o teu manto protetor, dá a todos energia e garra suficientes, para correr destemidos nas pistas do mundo com muita fé e muito amor, seguindo os ensinamentos do teu Divino Filho Jesus, em quem depositamos nossa confiança. Amém.

Uma boa dica para trabalhar o esporte na Pedagogia Salesiana é o vídeo BENDITA BOLA, lançado em 2005 pelo SSV (Sistema Salesiano de Videocomunicação)

4. O esporte au xilia na formaç ão do auto domínio físico e psíquico, no au to -c ontrole emocional do atleta e na disci plina pessoal e grupal. 5. O esporte se meia entre os atletas um intenso espírito de união, de ca m ar adagem, de ajuda recíproca , de solidaried ade. 6. O esporte in funde nos atle tas a capacidad de respeitar os e colegas, incent iva a valorizaçã outro e estimul o d o a o cultivo da amizade. 7. O esporte co ntém em si um fascínio especial capaz de atrair e envo lv er um grande número de pes soas. Basta pen sar no futebol, “esporte das m o ultidões”.

8. O esporte, na visão de Dom Bosco, é um meio fabuloso de distensão e d e formação físi moral na vida ca e dos jovens. 9. Recordo o Ve lho Padre Jorge, professor de fr nosso ancês no Colég io Sa le Coração, Recif siano Sagrado e. Da sua janela , na enfermaria se deleitava em , apreciar os men inos jogando alegremente no pátio e dizia: “Q uem inventou futebol deveria o ser canonizado” . O leitor poderá tirar e ampliar suas conclusões . 10. Dom Bosco nos aponta o gr ande valor do esporte: ser um método fácil p ara se alcançar a santidade. U m dia, no Orató ri o de São Luís, Turim, Dom Bos co, falando par a os oratoriano disse: “gosto q s, ue se divirtam, b rinquem, esteja alegres; este é m um método par a se santificare como São Luís m, ”.


de Aracaju os no Salesiano Trabalhei 21 an mo professor de por 20 anos co ei cip rti do pa s, ste e de tições esportivas s maiores compe da a u um ce de ue te riq ue basq qual me en tão Salesiano, o es rd No os O an , te m es ra Nord mano. Fo e como ser hu e profissionalmente las amizades qu ei nca esquecer pe nu e qu as , os ns os ge ilh marav , as aprendiza riência adquirida de construi, a expe ferente, por tudo te culturalmen di do ta es da ca . a or ad ns viage ação de educ uiu na minha form que bom que contrib confraternização de a gran sas io O Nordestão é um lig re e is, sociais esportivas, cultura s de o da r ivi cia at en lve envo res para viv essores e direto of pr de s, o no ian alu les entre a o estilo Sa a que caracteriz tiva espírito de famíli a prática despor do e enaltecen do en ov ão om aç pr rm ; fo ar educ ensáveis na strumentos indisp in o m m co Do l de ra s ltu to e cu ensinamen de acordo com os s no as alu s m co do al do gr inte e é realiza da juventude”. El tre es m ia e or ai et “p sp In o, Bosc parte da légios que fazem co s do a s or õe iad aç xil cip Au parti cia Maria este e da Provín rd No ias or do et a sp ian in Sales ios de outras as e alguns colég das Irmãs Salesian de. se os pelo colégio para que são convidad a em atividades ric e é vasta e de ad A programação id len como: So sores participarem es of pr ento e s om no M s; alu os s os colégio presença de todo a m o de co , íci ra in tu do er Ab ento antes dos os locais do ev to ões em , aç ão nt aç se re Or de ral, com ap tição; Noite Cultu pe m co issa M de ; a di do ta cada cada Es o a cultura de nd lve vo a e en let At as tic do artís ur ”; Festa livre com “city to ite ios No lég a; co let At os do emiando Encerramento, pr de e ad id len So a . atletas vencedores ora participantes e os Senhora Auxiliad ssa No Bosco e se re so Que Deus, Dom es of pr os alunos, passos de todos os ie em gu er e id e ns in co m ilu e todos se Nordestão, e qu ste organizadores do participarem de r po cipadamente te , an sta fe s , so rte io or po vit ado de es , que é signific to en ev o os di an gr e cidadania. José Costa educação, cultura

Aracaju légio Salesiano de Ex-professor do Co t.com po gs blo ssorjosecosta. blog: www.profe

blicado no tegra foi pu O texto na ín estão: site do Nord stao.com.br de or www.salesianosn

Afinal, se uma Copa do Mundo produz tamanhos efeitos sociais em termos geopolíticos, trabalhistas, midiáticos e comerciais, por que é que todos - eu inclusive - ficam tão encantados com jogos, gois, pênaltis e goleadas? Não seria o caso de simplesmente denunciar que é tudo um grande negócio, que interesses de toda ordem atravessam a realização de cada Copa? Acredito que não. Todas essas dimensões que destaquei são muito mais consequências do que causas. Todos se interessam por uma Copa do Mundo por causa de seu poder simbólico: O que faz de uma Copa do Mundo aquilo que ela é chama-se paixão. A paixão de ver-nos representados em campo, de sermos um só coração, de nos sentirmos uma nação. Esse sentimento é puro, intenso e verdadeiro. Tão verdadeiro e intenso que o comércio, a mídia e a especulação financeira dos empresários e da Fifa veem nele a possibilidade - e a realização - de grandes lucros. Mas a pureza do sentimento que comove bilhões de pessoas em todo o mundo nãoprecisa se misturar com sua comercialização. Podemos ser conscientes de tudo isso sem, necessariamente, destruir a fantasia, o delírio e a vertigem que o futebol pode proporcionar, este frágil refúgio de loucura em um mundo cada vez mais normatizado e previsível. A dor e a delícia que sentimos em uma partida de futebol não está à venda. Mesmo que os cambistas de sempre tentem arrancar mais um dinheirinho... Sugestões de Livros: HELAL, Ronaldo; SOARES, Antonio Jorge; LOVISOLO, Hugo (Org.). A invenção do país do K futebol, Rio de Janeiro: Mauad, 2002. GASTALDO, Édison; GUEDES, Simoni (Org.). Nações em campo: Copa do Mundo e identidade nacional, Niterói: Intertexto, 2006.

ESPECIAL

lesiano: a S o ã t s e d r No dadania i C e e t r o p s E

OS MUITOS LADOS DE UMA COPA DO MUNDO

Extraído do Jornal Mundo Jovem Nº 407/ Junho-2010 – Prof. Édison Gastado.

nordeste jovem

9


GIRO GIRO GIRO

Pastoral Juvenil Pastoral Juvenil Pastoral Juvenil

Semana do Estudante A Semana do Estudante, realizada no mês de agosto, traz um tema também muito próximo da realidade juvenil. Aprofundar o tema da cultura vai possibilitar aos grupos juvenis refletir o espaço comunitário, a beleza e o respeito à diversidade, o valor das culturas locais e do diferente. Enfim, a resistência e a memória, nossa terra, nossa história, nossos sonhos. A SdE continua dialogando com a CF e com a Campanha contra o Extermínio de jovens, por uma cultura da vida. Tema: Cultura: nossa terra, nossa história e nossos sonhos Lema: Juventude, muitas caras, muitas cores em marcha contra a violência Data: 09 a 15 de agosto de 2010.

25 anos de DNJ O Dia Nacional da Juventude 2010 será tempo de dar graças pelos 25 anos, fazendo memória do tempo passado e projetando passos e sonhos para o futuro! Jubileu é tempo de revisar as dívidas, de dar a liberdade! O DNJ nos convida a refletir quais dívidas sociais o Brasil tem com a juventude? Vamos sanálas para um tempo de liberdade e vida? Jubileu também é tempo de organizar a “casa”. O que está acontecendo com a nossa “casa” (sociedade)? Que “casa” nós queremos para os próximos 25 anos? Muitas proposições que vamos poder aprofundar no DNJ. Tema: DNJ 25 anos: Celebrando a memória e transformando a história Lema: Juventude: muita reza, muita luta, muita festa, em marcha contra a violência Data: 24 de outubro de 2010.

Ficha Limpa Após a luta pela aprovação do projeto Ficha Limpa no Congresso Nacional, a sociedade brasileira está agora a um passo de ter em sua legislação a lei da Ficha Limpa, faltando apenas a sanção presidencial. O Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) ressalta que a mobilização nacional conquistada com essa campanha deve permanecer, cobrando tanto a sanção da lei quanto sua aplicação ainda nas eleições de 2010. mais informações: www.mcce.org.br

10 nordeste jovem

Conferência Mundial de Juventude Diálogo e entendimento mútuo. Esse é o tema estabelecido pelas Nações Unidas para o Ano Internacional da Juventude, estabelecido pela ONU (Oraganização das Nações Unidas), que começa oficialmente em 12 de agosto de 2010, traz como tema o diálogos o entendimento mútuo. O objetivo é encorajar o diálogo e compreensão entre gerações e promover os ideais de paz, respeito pelos direitos humanos, liberdade e solidariedade. Além disso, deve servir para estimular jovens na promoção de progresso, com ênfase nas Metas de Desenvolvimento do Milênio que incluem a redução de uma série de males sociais até 2015, como a extrema pobreza, a fome, a mortalidade materna e infantil, a falta de acesso à educação e cuidados de saúde. Vários eventos internacionais devem acontecer no mês de agosto, incluindo a Conferência Mundial de Juventude, que acontecerá entre os dias 23 a 27. A Préconferencia das Américas aconteceu no Brasil, em Salvador. Realizada entre os dias 24 e 26 de maio, reuniu 260 pessoas, entre participantes, palestrantes, convidados e observadores. Do encontro, saiu um documento nominado “Carta da Bahia”, que elenca uma série de propostas focadas seguintes pontos: gestão das políticas nacionais de desenvolvimento; enfrentamento da miséria, da pobreza e da exclusão; Trabalho e Emprego; Educação; Acesso dos Jovens à Tecnologia e Inovação; Saúde como fator de inclusão; equidade de gênero; segurança e promoção dos Direitos Humanos; desenvolvimento sustentável; integração internacional; participação cidadã e associativismo, além da cooperação internacional da juventude. Para acessar este documento e mais informações, visite www.juventude.gov.br ou o site oficial da Conferencia Mundial: http://www.youth2010.org


VOCÊ CONHECE A FAMÍLIA SALESIANA Ao iniciar e apresentar a Família Salesiana à Igreja e à Sociedade, Dom Bosco a definiu como: “Vasto movimento de pessoas para a salvação da juventude” (C 5). O padre Pascual Chavez a definirá como: 1 movimento espiritual, “Obra do Espírito Santo, provocada pela intervenção maternal de Maria”. Neste sentido, “estamos lidando com algo carismático, isto é, um dom de Deus a serviço da Igreja e do mundo”; 2 - movimento Apostólico: totalmente direcionado à missão que se propõe a realizar”. Neste sentido, estamos lidando com uma vocação. (fonte: Revista Salesianos 2010). Desta forma, compreendemos que, somos chamados a continuar a obra de Cristo. Nesta perspectiva, afirma ainda o Reitor Mor: “é inadmissível que os grupos da Família Salesiana que vivem na mesma área geográfica, que enfrentam os mesmos desafios daquele ambiente, escolham

trabalhar separadamente, cada um fazendo seu próprio trabalho”. Sendo movimento, ela, a família, não para de crescer em membros e grupos. É é algo dinâmico e de uma fertilidade impressionante. Já são 27 grupos oficiais e mais de 30 a espera de reconhecimento. O bonito desta fertilidade é que estes grupos surgem, como respostas as novas necessidades dos jovens. Todos os membros e grupos da Família Salesiana, “inspirando-se no carisma e no sistema educativo de Dom Bosco, contribuem para o crescimento e para o desenvolvimento do reino de Deus, dedicando-se sobretudo à educação dos jovens mais pobres e necessitados.” (idem) Conheça um pouco mais agora sobre 4 dos mais antigos grupos oficiais da Família Salesiana, fundados pelo próprio Dom Bosco:

FAMILIA SALESIANA

Dom Bosco inspirou o início de um vasto movimento de pessoas que trabalham de diversos modos em favor da juventude e continua a inspirar pessoas de boa vontade.

1. Sociedade de São Francisco de Sales (SALESIANOS) QUEM SOMOS Somos reconhecidos na Igreja Católica como instituto religioso clerical, de direito pontifício, dedicado às obras de apostolado, a partir de 1o. de março de 1869. Somos ainda, uma organização internacional de pessoas dedicadas em tempo integral ao serviço dos jovens, especialmente dos mais pobres e abandonados. Acreditamos que a nossa total dedicação aos jovens é o nosso melhor presente à humanidade. A Congregação Salesiana conta, hoje, com 11.069 sacerdotes, 17 diáconos e 2.317 coadjutores que trabalham lado a lado em comunidades a serviço dos jovens de todo o mundo. (Fonte. CG26, 21) . Os Salesianos podem ser Clérigos - aqueles que se dedicam ao serviço dos jovens através de seu ministério sacerdotal ou como Diáconos Permanentes, ou como Padres (a palavra clérigo indica quem está se preparando para a ordenação como diácono ou padre) – ou Leigos, que é aquele que se dedica, com a mesma vocação, a servir os jovens continuando no estado laical como irmão entre os irmãos.

nordeste jovem

11


IDENTIDADE

• Dom Bosco, inspirando-se na bondade e no zelo de São Francisco de Sales, nos deu o nome de Salesianos. • Somos membros da Igreja e trabalhamos de acordo com os seus ensinamentos. • Oração e obediência ao Espírito de Deus são o fundamento do nosso serviço. • Esforçamo-nos por tornar o sonho de Dom Bosco uma realidade e por difundir o seu estilo e o seu carisma. A nossa “vocação” é vivida através da nossa consagração apostólica, isto é, o ato de oferta total a Deus - a nossa vontade (o voto de obediência), os nossos bens (o voto de pobreza) e o nosso ser inteiro (o voto de castidade). Através de nossa consagração nos dispomos livremente a seguir Jesus Cristo mais de perto e a trabalhar com Ele na construção do Reino. Os Salesianos podem ser Clérigos ou leigos, chamados de “irmãos”.

VOCAÇÃO E MISSÃO

Educação e evangelização estão no centro de nossa missão. O serviço ou projeto educativo pastoral que realizamos objetiva a promoção integral da pessoa. A opção pelos jovens se traduz em tornar profunda a nossa credibilidade como `sinais e portadores do amor de Deus` para cada um deles. A nossa opção preferencial é trabalhar no meio dos jovens pobres e abandonados pela sociedade. Em vista destes destinatários privilegiados trabalhamos também nos ambientes populares, com atenção aos leigos evangelizadores, à família, à comunicação social, e entre Contatos: Inspetoria Salesiana do Nordeste os povos ainda não evangelizados. Ser sinais e portadores do amor de Deus aos jovens` é o caminho da nossa santidade o caminho que cada um de nós escolheu fazer ao lado dos Rua Estado de Israel, 386 jovens. Ilha do Leite - RECIFE-PE As atividades e obras através das quais nós salesianos preferimos desenvolver a missão 50070-420 dependem das necessidades e das situações das pessoas que servimos. Realizamos atividades e (81)2102.0800 pe.gilberto@salesianosrec.org.br obras nas quais é possível promover a educação humana e cristã dos jovens como: O Oratório e o Centro Juvenil; A Escola e a Formação Profissional; O internato e o pensionato; A presença Site: www.inspetoriasalesiana.org.br no mundo da Universidade; A Paróquia; Obras e serviços sociais para os jovens em situação de risco; A comunicação social (Rádios, TVs, revistas,...); www.sdb.org INSPIRAÇÃO: JESUS CRISTO, MARIA E SÃO JOSÉ

DADOS ESTATISTICOS

Os Salesianos de Dom Bosco em todo o mundo são atualmente 15,952 com bispos e noviços. Estão presentes nos cinco continentes, especificamente em 130 países. Trabalham concentrados em Regiões, Inspetorias e Presenças (Casas). As Regiões são 8, as Inspetorias 91. No Brasil somos 6 inspetorias e somos em torno de 750 salesianos. No Nordeste somos um total de 105 salesianos. Fonte: www.sdb.org

2 - Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora (SALESIANAS) HISTÓRICO E FUNDAÇÃO:

Em Turim a escolha de Dom Bosco de fundar uma instituição em favor das jovens resultou da solicitação de várias pessoas; da constatação do estado de abandono e pobreza em que muitas jovens se encontravam; do contato com vários Institutos femininos; da profundidade da sua devoção mariana; da confirmação do Papa Pio IX que o encorajou nessa direção; por repetidos “sonhos” e fatos extraordinários que ele mesmo contou. Contemporaneamente, em Mornese, nas colinas do Monferrato, a jovem Maria Domingas Mazzarello animava um grupo de jovens que se dedicavam às garotas da cidadezinha, com o objetivo de ensinar-lhes uma profissão, mas sobretudo com a determinação de orientá-las à vida cristã. A certa distância um do outro, dois sinais no mesmo cumprimento mandavam uma idêntica mensagem: devia surgir também para as meninas e as jovens o ambiente educativo que já existia em Turim-Valdocco, para os meninos, criado por Dom Bosco. Maria Domingas Mazzarello foi cofundadora no dar vida, forma e desenvolvimento à nova instituição.

12 nordeste jovem


No dia 5 de agosto de 1872, em Mornese, na Itália. O primeiro grupo de 14 jovens pronunciaram o seu “sim” como a Virgem Maria, para ser “auxílio”, sobretudo às jovens. O Instituto das FMA tem o mesmo objetivo dos salesianos: a salvação da juventude.

VOCAÇÃO E MISSÃO:

Família religiosa nascida do coração de São João Bosco e da fidelidade criativa de Santa Maria Domingas Mazzarello. Dom Bosco escolheu esse nome porque as quis como um monumento vivo de gratidão a Maria. As FMA, vivem em comunidade a serviço da EDUCAÇÃO da JUVENTUDE, com jeito de ser SALESIANAS! Como D. Bosco e Madre Mazzarello, nós sonhamos construir com a juventude um mundo fraterno e solidário. Lemos nas Constituições que “Por um dom do Espírito Santo e com a intervenção direta de Maria, São João Bosco fundou o nosso Instituto como resposta de salvação às profundas aspirações das jovens. Transmitiu-lhe um patrimônio espiritual inspirado na caridade de Cristo Bom Pastor e imprimiu-lhe um forte impulso missionário.” As FMA consagram-se a Deus Contatos: para serem, como Maria, “auxiliadoras entre as jovens”, sobretudo, as mais necessitadas. A Inspetoria Maria Auxiliadora Rua José de Alencar, 404 caridade de Cristo Bom Pastor as impele a cuidar da juventude mais pobre. Boa Vista - RECIFE-PE PRESENÇA: 50070-030 Atualmente há no Instituto: 82 Províncias Religiosas em 92 nações, nos cinco continentes, (81)3421-5611 com um total de 1464 comunidades locais. Na AMÉRICA são 4371 FMA que trabalham em insprec@veloxmail.com.br 545 comunidades presentes em 23 países. No Brasil estamos presentes em nove inspetorias, Sites: no Nordeste temos 23 casas com 164 irmãs espalhadas nos estados de Pernambuco, Ceará, www.cgfmanet.org Rio Grande do Norte, Bahia e Alagoas. www.inspetoriafmarecife.com.br

Associação dos Salesianos Cooperadores (SSCC) Fundada por São João Bosco em 1876, é Uma associação, na sua maioria formada de leigos, mas também com a presença de diáconos, padres, bispos, religiosos e religiosas, jovens, adultos que buscam viver o espírito salesiano nas situações cotidianas da vida. Cada membro busca a própria santificação e a cristianização do mundo através do carisma salesiano. A associação é regida pelo Projeto de Vida Apostólica (PVA), texto que regula o funcionamento da associação e mostra que caminho deve seguir o Salesiano Cooperador dentro da Igreja e na sociedade.

VOCAÇÃO E MISSÃO:

O Salesiano Cooperador pode prestar seu serviço em diversos âmbitos da Igreja, da família salesiana e da sociedade. Os que têm uma vocação específica, ordenados ou consagrados, levam o jeito de ser salesiano em sua bagagem pastoral. Cada associado, pode ainda apoiar as obras de outros ramos da família salesiana, ou abrir obras próprias. Sua ação, está voltada a contribuir Coordenador: para o crescimento humano e cristão dos Írio Vieira Coutinho Abreu Gomes seus membros e, difunde os valores do (81)8800-7366 carisma salesiano no próprio ambiente. iriocoutinho@uol.com.br Desenvolve sua atividade com simplicidade, Site: otimismo, criatividade, vivência comunitária, www.salesianoscooperadores.org espiritualidade eucarística e mariana. Está aberto a todas as formas de apostolado, mas cultiva como preferenciais: a catequese, a formação cristã, a animação de grupos, a assessoria aos movimentos juvenis e familiares, a colaboração em centros educativos e escolares, o serviço social entre os pobres, a comunicação social, o engajamento na pastoral vocacional, o trabalho missionário e dará uma especial atenção à participação nos conselhos tutelares, fóruns regionais e onde quer que se trate dos direitos da criança e do adolescente (PEPS - Projeto Educativo Pastoral dos SSCC). Ser SSCC é um dom, mas é também uma escolha livre.

QUEM PODE PARTICIPAR? Qualquer cristão, independente de condição social, cultural, raça ou língua. Cada membro, poderá ter um modo especial de viver o Evangelho, de traduzir a Boa Nova do Senhor, onde quer que viva e atue, seguindo o exemplo e a caminhada traçados por D. Bosco e aprovada pela Igreja de Jesus Cristo.

PRESENÇA:

No mundo todo os Salesianos Cooperadores são mais de 35.000. Engajados em várias obras para a educação juvenil e assistência às camadas populares. No nordeste brasileiro são 19 centros de Salesianos Cooperadores. nordeste jovem

13


4-Associação dos devotos de Maria Auxiliadora (ADMA) També mfundada por Dom Bosco, a associação foi instituída em 18 de abril de 1869. Um ano após a construção, do Santuário de Nossa Senhora Auxiliadora de Turim, centro e fonte da devoção salesiana a Maria Auxiliadora.

VOCAÇÃO E MISSÃO:

A ADMA tem o grande e desejado privilégio de ser historicamente o segundo grupo da família salesiana fundado por Dom Bosco com o respectivo regulamento escrito por ele mesmo! A confiança de D. Bosco em Maria Auxiliadora encontrou na Associação uma expressão simples e prática para defender a fé entre os povos . Com o objetivo de valorizar e promover o culto à Sagrada Eucaristia e a devoção a Maria Auxiliadora. Busca: Contato: 1- Viver e difundir a devoção a Nossa Senhora Auxiliadora; 2- Viver, com renovado Ana Inês (Secretaria inspetorial) Fone: (81)2102-0800/ 3379-5010/ empenho, a fidelidade dinâmica a Dom Bosco e aos seus ensinamentos; 3- Ser fiéis às práticas de piedade do bom cristão: a comemoração do dia 24 de cada mês, a récita diária do terço, 8841-8191 a novena em preparação à festa de Nossa Senhora Auxiliadora, as romarias, as procissões, a anainesml@gmail.com vida sacramental (confissão e comunhão); 4- Cultivar no seio da própria família um ambiente Site: de fé, de respeito mútuo e de solidariedade; 5- Reconhecer que o Reitor-Mor, sucessor de http://www.donbosco-torino.it Dom Bosco, é Pai e centro de unidade de toda a Família Salesiana; 6- Trabalhar pelas vocações (Leigas, Religiosas e Ministeriais), pelos jovens pobres e pessoas necessitadas; 7- Ser presença na Igreja (Liturgia, Catequese, Pastoral de idosos, Visitas aos enfermos, etc) e na Sociedade, trabalhando pela dignidade integral da pessoa humana.

QUEM PARTICIPA:

O grupo ADMA compõe-se de adolescentes, jovens e adultos, homens e mulheres que queiram viver autenticamente a fé e partilha-la com os irmãos e irmãs.

PRESENÇA:

Hoje está espalhado em diversos países, e a sua sede geral é em Via Ausiliatrice 32 , 10152 Torino-Valdocco / ITALIA junto da Basílica de Maria Auxiliadora. No Nordeste do Brasil o encontramos em todos os Estados, menos no Piauí e na Paraíba, onde já estamos dando os primeiros passos para sua organização. O Padre Antenor de Andrade é o responsável pela ADMA no Nordeste.

umas ê viu alg os c o v s a rup págin Nestas ções sobre 4 g a mais a r inform siana, Pa outros e l a S ia da Famíl sobre estes e s detalhe rupos, acesse: logspot.com g deste.b nor alesiana rg al: www.sdb.o ou o port

ilias www.fam

Você conhece o Boletim Salesiano? A revista Bimensal da Família Salesiana Todas nossas casas do nordeste possuem assinatura, procure saber como receber o seu exemplar

14 nordeste jovem

www.boletimsalesiano.org.br


2. XXVI NORDESTÃO – (Salvador 29/06-03/07): Características: Grande confraternização que envolve: atividades esportivas, culturais, sociais, religiosas,... entre alunos, educadores, famílias das várias presenças escolas, obras e presenças SDB-FMA e convidados. 3. ENCONTRO DE CANDIDATOS AO PRÉ-NOVICIADO (Natal 0911/07): Características: Promovido pela Animação Vocacional inspetorial, deseja ser para os jovens, um momento importante discernimento na caminhada. 4. ESTÁGIO VOCACINAL (JOVENS A PARTIR DO 9º. ANO) (Jaboatão 12-18/07): Características: Experiência de convivência, reflexão e oração que visa oferecer ao candidato, elementos de discernimento da própria vocação. 5. ENCONTRO DE ANIMAÇÃO PASTORAL CONJUNTO (Jaboatão 30/07-01/08): Características: O trabalho integrado entre os grupos da Família salesiana e as equipes de animação pastoral é condição para uma ação pastoral eficaz em favor da juventude. (CG 24, ACG 402).

XV FJS

De 08 a 10 de outubro de 2010

Festival da Juventude Salesiana Nos preparamos para a realização do XV Festival da Juventude Salesiana, que acontecerá nos dias 08 a 10 de outubro deste ano, no Colégio Salesiano do Recife, Sagrado Coração. O Festival reunirá jovens vinculados à AJS, através de grupos ou atividades desenvolvidas pela pastoral juvenil salesiana. Está sendo preparado para 1.000 participantes. Neste ano, o Festival da Juventude Salesiana pretende continuar sendo um grande palco das reflexões e produções artísticas juvenis em torno do tema: “Jovens protagonistas no palco da vida”, tendo como lema: “Conta a tua história, fala da tua vida”. Para o momento das tendas: desejamos que o jovens apresentem a história da presença salesiana de cada lugar de origem das delegações. Os mesmos deverão perceber-se como destinatários primeiros desta história. Quatro encontros são indicados para a preparação das delegações. Os mesmos encontram-se no SITE: www.inspetoriasalesiana.org.br seção: Subsídios Detalhes sobre a organização do Festival também serão oportunamente comunicados. O tema e o lema serão desenvolvidos e expressado nos vários Festivais: música, teatro e coreografia. Outros momentos: celebrações, esportes, convivências, novas amizades,... complementarão nossa festa!

Pastoral Juvenil Pastoral Juvenil Pastoral Ju

1. ENCONTRO INSPETORIAL DE CATEQUESE (Carpina 1213/06): Características: Destinado a catequistas que trabalham ou animam esta dimensão nas obras SDB-FMA (paróquias, oratórios, centros juvenis, escolas, obras sociais...).

Juvenil Pastoral Juvenil

ENCONTROS PASTORAIS


SALESIANOS DE DOM BOSCO Caminhando com os jovens As inspetorias salesianas são unidades administrativas regionais que coordenam as atividades de um conjunto de obras salesianas. Cada uma se caracteriza por ser uma sociedade civil e religiosa, sem fins lucrativos, de assistência social e de caráter educativo e cultural, cujos objetivos principais são a educação e o amparo à juventude.

A Inspetoria Salesiana do Nordeste do Brasil nasceu em 1902 e está presente através de diversas obras nos estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia.

.insp w w w

r E: rg.b T o I . S I a V n lesia a s a i etor

e-mails: ajs@salesianosrec.org.br comunicacao@salesianosrec.org.br Rua Estado de Israel, 386 - Ilha do Leite 50070-420 RECIFE – PE Tel.: (81)2102.0800 Fax: (81)2102.0850

20 obras e projetos sociais atendendo mais de 5.000 crianças, adolescentes e jovens Paróquias e santuários atendendo mais de 200.000 fiéis Mais de 14.000 alunos nas escolas e faculdades

2 rádios educativas Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/sdb_bre

FILHAS DE MARIA AUXILIADORA A Inspetoria Maria Auxiliadora, vive o carisma de seus fundadores, Dom Bosco e Madre Mazzarello, com audácia e criatividade, atualizando-o no hoje da história. Assume a espiritualidade salesiana, vivendo a caridade pastoral expressa no espírito de família, no acolhimento e na solidariedade em favor da dignidade humana, mantendo relacionamento embasado na confiança, compreensão, alegria com pais, educadores e jovens. Nossa missão educativa está presente nos estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco e Bahia, atendendo a população através de escolas, obras sociais e comunidades inseridas.

SITE: www.inspetoriafmarecife.com.br Tel.: (81)3421-5611 Fax: (81)3421-5850 E-mails: inspetoria@inspetoriafmarecife.com.br e imabre@uol.com.br

Nordeste Jovem N. 02  

Revista-subsídio publicada pela Pastoral Juvenil Salesiana da Inspetoria Salesiana do Nordeste do Brasil

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you