Issuu on Google+

Moda

[que é]

Mensagem Estamparia é moda, sim, mas também é meio para mensagem sociocultural e política. A criatividade de jovens tem mostrado que as técnicas de aplicação para reprodução de imagens são ótimos suportes para divulgar bons conteúdos. Estamparia não é só passar o rodo e empurrar a tinta da tela para o objeto, ou fotografar uma imagem, ripar e plotar, é também... muita arte!

Carnaval, tintas & flocos!

Caruaru / PE de 5 a 8 de Março

ISSN 2176-1345 | Distribuição Gratuita

Ano VI - Edição nº 62 - Fevereiro 2013

NOTÍCIAS DO MEIO GRÁFICO, ESTAMPARIA & COMUNICAÇÃO VISUAL

1


CARROSSEL AUTOMÁTICO MCA

^ĂƟƐĨĂnjĂƚĠŽĐůŝĞŶƚĞ

ŵĂŝƐĞdžŝŐĞŶƚĞ,

sK͘ MÁQUINAS P/ TRANSFER CONTÍNUO DE FITAS

PRODUTOS 100% NACIONAIS

EQUIPAMENTOS P/ SERIGRAFIA POLIMERIZADEIRA /SECADORA

MTCF 500

MTCF 250

MTC 1.800

Elétrica e a Gás Modelos sob consulta

PRENSAS TÉRMICAS P/ TRANSFER MANUAIS

P/ JEANS PTI-5 Jeans

PTM-40: 40 x 50 cm

PTM-42 Dupla 31 x 42 cm

FLASH CURE

AUTOMÁTICAS E SEMI-AUTOMÁTICAS MINI FLASH CURE Pré-secagem de tintas a base d'água ou plastisol

MISTURADORES DE TINTA AUTOMÁTICA PTA-4000: 40 x 50 cm 52 x 72 cm

PTP-660: 96 x 66 cm

PTP - 15

SR-4 Prensa térmica Para etiquetas Em bobina

PTP-400 Dupla

PTP - 900: 85 x 110 cm PTP-1450: 100 x 145 cm

MULT-MIX

Fone: 47

MTVR-20

MT-70

3323-5844 / Fax: 47 3323-3172

Rua 2 de Setembro, 2.877 - 89052-002 - Blumenau - SC

www.mogk.com.br :: mogk@mogk.com.br

2

vanguarda.art.br

MESA ELÉTRICA DUPLA


editorial

O agreste na

renovação industrial

do ramo tĂŞxtil

Em meados de 2003 eram pouco mais de 10.000 empresas, segundo ouvimos na apresentação do evento Agreste Tex, promovido pela Fcem, durante a Febratex de 2012, e agora, quando a feira Agreste Tex abrir as portas (em Março de 2013), são mais de 20.000 empresas... É o Polo de Confecçþes do Agreste. O polo, situado no semiårido de Pernambuco, tem as cidades de Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe Toritama como eixo de uma importante renovação industrial para o ramo têxtil brasileiro. Segundo as estimativas, o pólo, que jå vai alÊm das cidades citadas, assegura 100.000 empregos e, pasme-se!, ainda carece de mão de obra especializada...! Isto demonstra, se Ê que Ê preciso demonstrar, a falta de ensino público tÊcnico e a gritante falha do poder político no apoio direto ao desenvolvimento regional atravÊs, a exemplo do que aconteceu na região paulista, da formação de incubadoras para projetos industriais locais e crÊdito bancårio adequado. O ramo têxtil pernambucano chamou a atenção do olhar industrial e econômico dos sulistas, Ê verdade, mas foi com empresårios locais que nasceu, em 2012, o Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecçþes de Pernambuco [NTCPE], de cunho social e que tem por objetivo principal ´alavancar´ a imagem de qualidade industrial, pois, não raro, os têxteis locais ainda são vistos como fabricantes de produtos ´pobres´. Só o fato de ter sido criado o Núcleo Gestor jå mostra que o Agreste Têxtil apresenta uma renovação industrial e uma qualidade inegåveis. Ou promotores de atividades industriais, como HÊlvio Pompeo Madeira (da Fcem), não apostariam na realização de eventos setoriais que publicitam o têxtil do semiårido em todo o Brasil. O certo Ê que, e o sabemos muito bem, existem brasileiros socialmente responsåveis que apostam na Nação a partir da sua regionalidade, e dentro de tal proposta Ê que o Polo Têxtil do Agreste pernambucano Ê uma realidade industrial e econômica exemplar... apesar dos políticos que apostam em sucatear o Brasil atravÊs de importaçþes maciças que beiram a insanidade mental!

04 NOTAS DE MERCADO ¡ Carnaval, Tintas & Flocos!

05 INDÚSTRIA & PRODUTOS ¡ A Termoimpressão

06 VITRINE EMPRESARIAL ¡ Tradição e Inovação APLIKE

06 PERSONALIDADE ¡ Walter Orthmann / O saber de experiência feito 08 NOSSA CAPA ¡ Moda / meio [que Ê] mensagem ¡ Dicas Sublimação / J-Teck Brasil 10 ESTAMPARIA & MODA ¡ Imagem Digital Gråfica & Padrão Têxtil ¡ Roland DG lança Plotter Sublimåtica

expediente

BARCELLOS, João – Editor.

12 PUBLICIDADE & BRINDES ¡ Brinde & Promoção / Profª Fê Marques

Título/Marca de TerraNova Comunic 02.206.278/0001-45 NAE 58822100 Certificado Digital // NF@ Corresp.: Cx. Postal nº16 06717-970 Cotia/SP Edição / Cristiane Ramos [Mtb 39615] & João Barcellos Dep Comercial / JUNIOR Dep Jurídico / Dr Luiz Silva Projeto Gråfico / Pedro Caetano Web / Georg Hans Impressão / QuatroCor Gråfica e Editora

14 TECNOLOGIA ¡ Notas sobre tampografia

www.impressaocores.com.br

jb@impressaocores.com.br / junior@impressaocores.com.br

Redação 11 4703.3077 JB 9 9966.5246 Junior 9 9797.2753 Os artigos assinados são de responsabilidade dos seus autores.

 



 

  



      

   

 



      

 

      

        

ASSINATURA

12 Ediçþes por R$50,00 Deposite R$50,00 p/ TerraNova Comunic Banco do Brasil Agª 0916-4 cc 29845X e envie cópia do doc c/ os seus dados p/ revista.ic@uol.com.br ou ligue 11-4703.3077

3


notas de mercado

Carnaval, tintas & flocos

F

itas, camisetas, bonés, convites personalizados, máscaras, chapéus, e muita decoração com glitter e purpurina, massas e tintas para a pele..., ah!,tecido, muito tecido e tinta sublimática, flocos, e eis que acontece o carnaval. Nas ruas e praças, nos salões de baile, em cada corpo Imperatriz/MA · CARU · (99)3528.2681 que ousa expressar a alegria, passa o trem da vida. 345.6717 São Luis/MA · CARU · (99)3524.0472 Nos bastidores do carnaval do3224.5188 Séc. XXI existe muita · (21) Cascavel/PR · TUPYSCREEN – (45) Santo Ângelo/RS SILKMAX – (55) 3312.5452 tecnologia: dos nano-elementos na formulação de tintas Asunción/Paraguay SERIMAX – (595-21) 297.575 36.1636 sublimáticas aos desenhos e estampas que se iluminam 54) 3522.9999 · (54)3226.3555 Representantes: nos tecidos, passando por serigrafias e flocagens em João Pessoa/PB · PB Papéis · (83) 3264.1366 5.1076 aplicações de pura liberdade artística. 77 Goiânia/GO · Silk Shop Serv. (62) 3223.6360Se a marchinha está São Paulo/SP · Vera L. Guimarães (11) 2731.5731 089.2450 na memória, a alegria é agora puxada por uma indústria comercialmente atenta à demanda popular por acessórios tecnológicos e, quanto mais extravagantes melhor...!

Excelência na fabricação e comercialização de equipamentos serigráficos

Polimerizadora Esticadora Mecânica

Estufa de Secagem Impressora Hiperpress Linha UV Semi-Automática

LANÇAMENTO! Impressora Carrossel UV para CD e DVD CONFIRA!

www.phenixmaquinas.com.br | Tel.: (41) 3633 1008 Rua José Rocha Magalhães, 395 · Areia Branca · Mandirituba · PR

4


indústria e produto

TERMOIMPRESSÃO

S

abemos que aestamparia é uma das atividades que melhor interage com as diversas tecnologias, antigas e modernas. O parque de serigrafistas e termoimpressores instalado no Brasil produz milhares e milhares de objetos estampados para a Decoração e para a Moda. Esta alta tecnologia de aplicação por termoimpressãodemanda esforço e permanente atualização profissional.Saber produzir termoimpressão é construir sonhos visuais... [Foto: gentileza Termopress]

5


vitrine empresarial

personalidade

APLIKE

Walter Orthmann 75 Anos na mesma empresa

A

empresa não é apenas tradicional... Ela é referência de tecnologia de alta qualidade no mercado de adesivos e laminação. Eis a Aplike. Uma empresa brasileira que opera com Confiança, Ética e Competência, visão de futuro na percepção das demandas e preferências criadas nos vários mercados, agilidade na produção e entrega de produtos em até 4 dias. E o ótimo atendimento ao Cliente é o cartão de visitas da Família Colello. A empresa é especializadana produção de Vinis para Impressão Digital, Filmes de Laminação e Vinis Auto-Adesivos para recorte em Plotter, Serigrafia e Envelopamento de Veículos. APLIKE Fones (11) 4056-3977 / Fax (11) 4048-1395 DDG 0800-7040400 / DDG 0800-194666

Aos 90 anos, ele completou 75 anos de atuação na mesma empresa em Brusque, no Vale do Itajaí, em Santa Catarina. A história começou em 1938, com 15 anos: entrou para a RenauxView como enrolador de tecido. Logo passou por outros cargos até ser supervisor de vendas... até hoje, e ainda coordena a comercialização por todo o Nordeste brasileiro. O ´status´ de funcionário padrão não existe mais, na prática; e quem se iniciou profisionalmente numa fábrica e nela galgou os degraus sociais sabe que o saber adquirido pela experiência teve um peso decisivo. Walter Orthmann é o exemplo vivo de uma sociedade industrial que se ergueu dando trabalho para famílias inteiras e fazendo de cada funcionário um parceiro para toda a vida. Agora, raramente alguém inicia uma profissão no chão de fábrica ou atrás de um balcão. Tudo é especialidade para cargo específico. Essas mesmas especialidades que 50 anos atrás eram tomadas pelo querer de uma pessoa em ser profissional. Ser alguém na vida através do trabalho. “Tenho prazer de trabalhar aqui [...], pois se eu não gostar do que faço, de nada adianta meu trabalho. Como vou convencer alguém a comprar alguma coisa se não estou contente e certo do que estou falando?”, explica o catarinense. Ora, exemplos são exemplos...

Fonte: textileindustry.com. Foto: RankBrasil

ASSINE REVISTA I&C

Deposite R$50,00 p/ TerraNova Comunic BANCO DO BRASIL agª 0916-4 cc 29845X e envie cópia do comprovante por email c/ seus dados revista.ic@uol.com.br

6

12 Edições p/ R$50,00


7


capa

ESTAMPA

Meio [que ĂŠ] Mensagem

E

stamparia Ê moda, sim, mas tambÊm Ê meio para mensagem sociocultural e política. A criatividade de jovens tem mostrado que as tÊcnicas de aplicação para reprodução de imagens são ótimos suportes para divulgar bons conteúdos. Estamparia não Ê só passar o rodo e empurrar a tinta da tela para o objeto, ou fotografar uma imagem, ripar e plotar, Ê tambÊm... muita arte! Os europeus e os norte-americanos, entre os Anos 50 e 60 do SÊculo 20, descobriram que o Estado de Arte não estava só no espaço da tradicional e acadêmica Bela Arte, mas que existia jå um tempo novo que lhes permitia mostrar o amplo leque de atributos artísticos reconhecidos no meio dos projetistas [designers] que operavam formas e conteúdos na publicidade e nas indústrias. E logo o cartaz e a camiseta passaram a ser meios de mensagens que levaram, primeiro, artistas plåsticos e serigrafistas a se expandirem em diversos mercados – e, segundo, com o advento das plataformas eletrônicas, como a impressão digital [direta e sublimåtica], têxteis e gråficos engrossaram aquele primeiro grupo para, em pleno SÊculo 21, a humanidade desfrutar uma estampa diversa e tecnologicamente eficiente e com mais suportes alÊm do cartaz e da camiseta. Neste momento da evolução da estampa[ria] devemos fazer jus à indústria que produziu e produz essas måquinas e essas tintas maravilhosas, mas tambÊm devemos lembrar que na base de tal revolução tÊcnico-artística esteve uma juventude louca por dizer de si mesma expressando plasticamente uma geração inconformista. Cabe à nova geração que då sangue ao SÊculo 21 redescobrir aquele ideal artístico e humanista, o que, felizmente, jå sentimos emergir em alguns chãos-de-fåbrica e escritórios de projetistas. Bem-vindos, o SÊculo 21 Ê vosso...! Imagens: GênesisTintas e Mercado Popular de Fortaleza  

 

                    

     

     ! 

   !   !"! 

"#    $

 

    

 

 % &

 

 '    

            ( ) '  

                 

  

         

     

8

*  +,)--.,--/0+,)11+/,


36

FABRICANDO MÁQUINAS DE QUALIDADE

A Termopress atua, há mais de 35 anos, no setor de confecção e estamparia fabricando máquinas, prensas térmicas, mesas com berços térmicos em alumínio, flash cure, estufa de ar quente e seladora / solda banner.

CP-4P CP-5P CP-6P

CP 4M

CP 3M

ESTUFA DE AR QUENTE

ET 6M CF 1M

MODELO BONÉ

MT 3000 ET 6P

FLASH CURE

SELADORA / SOLDA BANNER

www.termopress.com.br correio@termopress.com.br ALGUNS DOS NOSSOS CLIENTES:

CFC 1M

R. José Miguel Ackel, 310 Penha / São Paulo

CFC 1P-D

Tel: 11 2957.1425 Tel/Fax: 11 2958.1135 Aqui tem:

9


Indústria & Produtos

estamparia e moda

REGISTRO Carlota M. Moreyra

O

registro é uma das variantes cuja influência no resultado final de uma estampa não pode ser ignorada. Depois de criada a Arte/Imagem no computador [Illustrator ou CorelDraw], no mesmo equipamento é feita a separação de cores [quadricromia, ou 4 cores]quando a impressão da Arte/Imagem vai ser executada por serigrafista, porque cada cor é gravada em matriz própria. Para cada cor é produzido um fotolito/ chapa se o equipamento é convencional [existe a gravação feita diretamente do computador para a tela]. Muito bem, mas neste caso, também devemos apreciar a estampa de uma só cor, porque estamos a falar do registro. Dependendo da oficina, existe uma mesa de impressão ou uma mesa corrida, em outros casos, um carrossel com várias mesas. Em todos os casos, o registro em estamparia é tão fundamental como a operacionalidade das outras variantes, como a tela, o quadro, a emulsão, o tipo de gravação e a tinta, além do material a ser impresso. Um registro mal feito é uma estampa mal executada. Por isso é que se diz que serigrafia não é só puxar o rodo. É conhecer todas as etapas de pré-impressão e impressão para a oficina seja modelo de qualidade em produção serigráfica.

Carlota Maria Moreyra Professora de Artes Gráficas. Paris/Fr., 2012.

RE-640s

Impressora Sublimática Roland DG

Já está disponível no Brasil a impressora [plotter] sublimática RE-640s, uma das mais rápidas de sua categoria. “Com a percepção de crescimento do mercado têxtil a Roland desenvolveu a RE-640s especialmente para o Brasil como porta de entrada para os empreendedores no negócio de sublimação”, disse Willians Lotti, supervisor de produto da Roland DG. Este equipamento tem 160 cm de largura e foi idealizado para produzir uniformes, estampas, vestimentas em geral; possui sistema de rebobinador integrado para mídia; opera até 32,10m²/h de velocidade com qualidade de até 720 dpi e tem manutenção automática sistema próprio. “Além de atender desde pequenas a grandes tiragens de produção, a RE-640s já vem com o Software RIP Versa Works que garante a qualidade na impressão, com o rebobinador de material que dispensa o acompanhamento contínuo das impressões e não necessita de limpeza diária otimizando o tempo de utilização”, revelou o supervisor. Para dados mais detalhados acesse rolanddg.com.br. Colaboração Editorial: Versátil Comunicação

13 ANOS Filme de recorte para camisetas e materiais esportivos

LANÇAMENTOS Power Laser · Soft Touch 3D Logotipos · Máscara Transp. DISTRIBUIDOR EXCLUSIVO

10

Tel.: 11 3855.2388 www.powerfilm.com.br IC_38_FEVEREIRO_11.indd 5


11


prodv

publicidade & bride

Brinde & Promoção Fernanda Marques * Brindar uma pessoa com um objeto ĂŠ fazĂŞ-la perceber uma mensagem, entĂŁo, “um brinde ĂŠ sempre um meio para se passar uma mensagem, pessoal ou coletivaâ€?, como disse o escritor JoĂŁo Barcellos na sua palestra “Objetos & Percepçþesâ€?, proferida a meu pedido para uma turma de colegas professores [**]. Ele engajou as teorias do cientista Jean Piaget Ă  sua experiĂŞncia como editor de conteĂşdos para Comunicação Visual e, entĂŁo, soubemos que “o objeto a ser escolhido como brinde ĂŠ tambĂŠm um investimento socioeconĂ´mico dependendo da circunstância construĂ­da para eleâ€?. Uma entre muitas liçþes.

15 a 18 de Abril de 2013 das 14 Ă s 21 horas

([SR&HQWHU1RUWH3DYLOKmR$]XO 6mR3DXOR63%UDVLO SEGMENTOS: ‡$FDEDPHQWRV ‡$XWRPDomR,QGXVWULDO ‡$YLDPHQWRV ‡%HQHILFLDPHQWR ‡(PEDODJHQV ‡(QJRPDJHP ‡(TXLSDPHQWRV ‡(VWDPSDULDV ‡(WLTXHWDV ‡)LDomR ‡)LRV ‡,QIRUPiWLFD ‡0iTXLQDVGH&RVWXUD HERUGDGHLUDV

‡0iTXLQDVGH&RUWH ‡0iTXLQDVH HTXLSDPHQWRVSDUDRVHWRU GHODYDQGHULDLQGXVWULDO ‡3UHSDUDomR ‡4XtPLFDDSOLFDGDH GHILQLGD ‡6HULJUDILD ‡6XEVHJPHQWDomR SULQFLSDO ‡5HYLVWDV7pFQLFDV ‡7HDUHV ‡0DWpULDSULPD ‡7LQJLPHQWR ‡7HFHODJHP

Evento Paralelo: Depois disso eu quis saber como ĂŠ “ir Ă  praça e escolher um brinde, ou solicitar a sua confecção quando personalizadoâ€?. E sĂŁo muitas as opçþes. Muitas. Posso escolher um brinde para dizer quem sou, como professora universitĂĄria ou como antropĂłloga, um brinde para divulgar a universidade e estudos da minha ĂĄrea, um brinde que identifica a minha equipe de apoio e os meus alunos. Ou seja: “o brinde ĂŠ um objeto construĂ­do em função de uma ação determinadaâ€?, como dizia o Mestre JB. Por isso, aprendi que um objeto-brinde ĂŠ como aquele tin-tin de taças com champagne: uma ação planejada. Com as liçþes de JoĂŁo Barcellos eu pude perceber, enfim, alguns relacionamentos ĂŠtnicos que estavam indefinidos em dois estudos e, agora, posso dizer: o brinde ĂŠ uma promoção sociocultural que muitas vezes colabora com troca de conhecimentos.

* MARQUES, Fernanda (Fê) – Antropóloga, Profª Universitåria, membro do Grupo de Estudos NoÊtica (noetica.com.br). São Paulo, 2013. ** Palestra proferida em Janeiro de 2013, em Cotia, grande São Paulo.

12

XXV CNTT CONGRESSO NACIONAL DE TÉCNICOS TÊXTEIS Informaçþes:

www.WHFQRWH[WLOEUDVLOFRPEU www.fcem.com.br )&(06Ž23$8/2  ‡VDRSDXOR#IFHPFRPEU )&(0)257$/(=$  ‡IRUWDOH]D#IFHPFRPEU )&(032572$/(*5(  ‡IFHP#IFHPFRPEU Local:

AgĂŞncia de viagens oficial:

Apoio:

Empresa associada:

Promoção:


13


tecnologia

TAMPOgrafia

versão: jun/2012

REALIZAÇÃO E ORGANIZAÇÃO:

EXPO CENTER NORTE

Nas páginas do Guia do Waldo aprende-se que Tampografia é um “sistema de impressão no qual a tinta é transferida de um clichê metálico para a superfície a ser impressa por intermédio de uma almofada de silicone”. Obviamente, é uma definição à guisa de informação tiradúvidas e de utilidade geral. Entretanto, a Tampografia, como o nome já indica, é “uma modalidade gráfica cuja amplidão utilitária lhe permite ser instrumento de acabamento em diversos segmentos da Indústria e também na Publicidade”, como refere o professor e artista plástico Figuera de Novaes. “Profissionais tampógrafos são impressores encavográficos por operarem com a técnica do baixorelevo, uma técnica que possibilita a decoração em superfícies irregulares, planas e curvas”, na afirmação do técnico J. C. Macedo que, nos Anos 70 do Séc.20, participou de estudos para automação de máquinas tampográficas, em Portugal, reutilizando os primeiros equipamentos desenvolvidos na Alemanha. Hoje, paralelamente à operação artesanal, a Tampografia utiliza plataformas computadorizadas na produção de decoração em objetos e obtém tiragens industriais de altíssima qualidade. AUTOMAÇÃO DE SISTEMAS GRÁFICOS & TEXTEIS – J. C. Macedo. Opúsculo técnico. Edição do Autor. Guimarães/Pt, 1973. GUIA DO WALDO – Waldo Guimarães. Editora Altana, SP-2006. IMPRESIÓN GRAFICA Y TAMPÓN – Figuera de Novaes. Taller FN; Chile, 1998. [Imagens: Inovação e Brindes; e fotos publicamente expostas na Web]

FESPA BRASIL 2013

DE 13 A 16 DE MARÇO DE 2013 EXPO CENTER NORTE | SÃO PAULO Mais que uma feira de negócios, a FESPA Brasil reunirá soluções incríveis que irão agregar valor à sua empresa. Explore as novidades, lançamentos e novas tecnologias com os principais fornecedores do mercado. • Acesso direto aos tomadores de decisão • Programa educacional com conteúdo de alta qualidade • Presença de especialistas internacionais, tratando de assuntos complexos relativos ao mercado • Mais que uma feira, um evento completo com soluções para a comunidade de impressão digital • Experiência e conhecimento de dois líderes do mercado de organização de eventos

SIGA-NOS

TWITTER.COM/FESPABRASIL

14

WWW.FESPABRASIL.COM.BR


Fabricação e Manutenção de Máquinas de Solda Eletrônica

Reconhecidas pelo próprio mercado como produtos excelentes, as máquinas de solda Gutierrez são soluções tecnológicas para vários segmentos industriais

REPRESENTANTE

EXCLUSIVO

A E ASSISTÊNCIA

PRONTA ENTREG

TÉCNICA

Fones 11 2116.2333 · 2717.2532

www.gutierrezmaquinas.com.br gutierrezmaquinas@gutierrezmaquinas.com.br | maqgutierrez@terra.com.br

16

15


OEK OEK

next

16

ANDART100 100 ANDART

Stylus StylusPRO / 7700 9700 PRO9700 / 7700 Stylus Stylus

Gerente de vendas no Brasil: Sérgio Antonio Schmitz Gerente de vendas no Brasil: Sérgio Antonio Schmitz

T1110 T1110


Revista Impressão & Cores | Edição 62