Page 1

ISSN 2176-1345 | Distribuição Gratuita

Ano V - Edição nº 59 - Novembro 2012

NOTÍCIAS DO MEIO GRÁFICO, ESTAMPARIA & COMUNICAÇÃO VISUAL

Comunicação Visual

& Carreira Profissional

Nos últimos 10 anos, a Comunicação Visual mostrou-se um amplo campo industrial e comercial com as próprias empresas apostando na profissionalização de dirigentes e funcionários. A exigência de adequação tecnológica para a manutenção e o acionamento dos modernos equipamentos eletrônicos de impressão e corte, a par de designers e formuladores de tintas com capacitação universitária, faz deste ramo o ouro digital do Século 21.

Estamparia Digital

1


Destacamos para você algumas dicas de qualidade e alta produção, confira! MÁQUINAS P/ TRANSFER CONTÍNUO DE FITAS

CARROSSEL AUTOMÁTICO MCA

PRODUTOS 100% NACIONAIS

EQUIPAMENTOS P/ SERIGRAFIA POLIMERIZADEIRA /SECADORA

MTCF 500

MTCF 250

MTC 1.800

Elétrica e a Gás Modelos sob consulta

PRENSAS TÉRMICAS P/ TRANSFER MANUAIS

P/ JEANS PTI-5 Jeans

PTM-40: 40 x 50 cm

PTM-42 Dupla 31 x 42 cm

FLASH CURE

AUTOMÁTICAS E SEMI-AUTOMÁTICAS MINI FLASH CURE Pré-secagem de tintas a base d'água ou plastisol

MISTURADORES DE TINTA AUTOMÁTICA PTA-4000: 40 x 50 cm 52 x 72 cm

PTP-660: 96 x 66 cm

PTP - 15

SR-4 Prensa térmica Para etiquetas Em bobina

PTP-400 Dupla

PTP - 900: 85 x 110 cm PTP-1450: 100 x 145 cm

MULT-MIX

Fone: 47

MTVR-20

MT-70

3323-5844 / Fax: 47 3323-3172

Rua 2 de Setembro, 2.877 - 89052-002 - Blumenau - SC

www.mogk.com.br :: mogk@mogk.com.br

2

vanguarda.art.br

MESA ELÉTRICA DUPLA


editorial

E o Brasil,

existe?

04 PUBLICIDADE & BRINDES Latinha de Tinta / a estratĂŠgia CatĂĄlogo Digital APLIKE

Em eventos públicos de diversos ramos comerciais e industriais, mas com principal particularidade no têxtil, escutamos: Os nossos empresårios preferem comprar o produto pronto da China a produzi-lo no Brasil...! O que isto significa? Ora, daqui a pouco, nem vale mais a pena cultivar algodão no Brasil... É o que escutamos, tambÊm. Da mesma maneira que dita Música americana e o dito Cinema americano são indústrias sob mando financeiro de empresas europeias e asiåticas, tambÊm no Brasil o conceito global[izante] Ê demandar o produto pronto. Mas existem diferenças gritantes entre o EUA e o Brasil: 1- a globalização não altera a produtividade estadunidense, ao passo que a produtividade brasileira entregue às importaçþes fecha as portas de centenas de fåbricas e desemprega milhares e milhares de pessoas, com incidência maior nos ramos da estamparia e da confecção; 2- o empresårio dos EUA reinventa-se aplicando os seus conhecimentos e dinheiro em outros setores e ainda conta com apoios governamentais, enquanto o empresårio do Brasil (que vendeu a sua empresa) deixa o país e compra nos EUA; e 3- o empresårio do Brasil que foi obrigado a fechar as portas da empresa e desempregar funcionårios não tem nem apoio governamental para investir em outro ramo de atividade. A culpa Ê só da China e do Vietnam? Não. O próprio Governo brasileiro escolheu ser importador em vez de incentivar o Produto Made in Brazil...! João Barcellos

05 INDĂšSTRIA & PRODUTOS J-Teck / tintas ambientalmente corretas

06 VITRINE EMPRESARIAL PVR MultiPrints

06 PERSONALIDADE Serigrafista / singular e plural

07 NOTAS DE MERCADO Mimaki & Senai no Rio de Janeiro Novo livro de JoĂŁo Barcellos 08 NOSSA CAPA Laser / uma aposta tecnolĂłgica Agreste Tex / FCem aposta em Caruaru 10 ESTAMPARIA & MODA Norberto Arena / uma vida em prol da Moda Brasil

expediente

11 ESPECIAL Trends of Print / o velho-novo gråfico em ação

TĂ­tulo/Marca de TerraNova Comunic 02.206.278/0001-45 NAE 58822100 Certificado Digital // NF@

12 EMBALAGEM & RĂ“TULO Alta tecnologia Kurz Imagine color / pigmentos

Corresp.: Cx. Postal nº16 06717-970 Cotia/SP Edição / Cristiane Ramos [Mtb 39615] & João Barcellos Dep Comercial / JUNIOR Dep Jurídico / Dr Luiz Silva Projeto Gråfico / Pedro Caetano Web / Georg Hans

14 TECNOLOGIA Do giz e da tesoura à computação

www.impressaocores.com.br

jb@impressaocores.com.br / comercial-junior@impressaocores.com.br

Redação 11 4703.3077 JB 9966.5246 Junior 9797.2753 Os artigos assinados são de responsabilidade dos seus autores.

 



 

        

   

 



       

  

    





      

 

ASSINATURA

12 Ediçþes por R$50,00 Deposite R$50,00 p/ TerraNova Comunic Banco do Brasil Agª 0916-4 cc 29845X e envie cópia do doc c/ os seus dados p/ revista.ic@uol.com.br ou ligue 11-4703.3077

3


publicidade e brinde

As Bolachinhas

Comunicação Visual & Cultura

N

a mesa de um bar ou numa festa, a bolachinha (de papelão ou de e.v.a.), que faz suporte para copo de cerveja ou vinho, transformou-se em ´ícone´ de comunicação visual e mensagem cultural. Se o ´botton´ tem a mesma função em relação à roupa, a bolachinha tem a particularidade de semear informações em todos os setores da sociedade, sejam elas publicitárias ou socioculturais. A bolachinha pode ser decorada até a pincelada, mas é habitualmente serigrafada e plotada (impressão digital) e quem cria as imagens e as mensagens sabe que vai atingir públicos distintos. Mas é na personalização da mensagem (festas familiares, aniversários, encontros corporativos, políticos, religiosos, culturais, etc.) que a bolachinha vira uma preciosidade, tanto que existe quem faça dela uma coleção de peças de consumo. O que é difícil é não encontrar a bolachinha no boteco ou no restaurante, e vemos, agora, muitos hotéis a decorarem a bolachinha com a sua identificação corporativa, o que massifica a mensagem. Mariana d´Almeida y Piñon

Brinde & Alta Tecnologia na

SIGNS Nordeste

O

evento Signs Nordeste, da FCEM, foi vitrine, em outubro de 2012, de sofisticada tecnologia para a Comunicação Visual, mas, um segmento chamou a atenção: a tecnologia que também é voltada para a confecção do Brinde e de material Técnico e Pedagógico.É o caso das fresadoras [engraver], equipamentos que incentivam a criatividade, artesanal e industrial. [engraveres.com.br]

4


indústria e produto

Provas de Impressão

A

expressão “dar à estampa” é tão velha quanto a atividade gráfica especializada na reprodução de imagens. Entretanto “com mais de dois mil anos de estamparia (têxtil, serigráfica e gráfica) encontramos pessoas que teimam em não produzir uma prova de impressão”, como diz e constata, amiúde, o editor João Barcellos. É grave. Muito grave. Para estudantes que freqüentam as minhas aulas de Arte Gráfica costumo dizer: “Provem antes, para vocês, que a estampa final será uma arte bem acabada”. A calibração dos equipamentos é uma afinação que deve ser executada conforme o tipo de trabalho idealizado: ela não é a mesma para toda e qualquer impressão. E isto é válido para têxteis, serigrafistas, gráficos, fotógrafos, estilistas, etc., porque sem uma Prova de Impressão não existem dados conclusivos e a possibilidade de erros no produto final é uma quase certeza.

Carlota M. Moreyra – Associada ao Noética, grupo de debates [noetica.com.br]. Professora de Artes Gráficas; Paris/Fr., 2011.

5


vitrine empresarial

personalidade

BR Koi

Meg Whitman & HP

Suprimentos & Officina Arpotex

L

oja especializada em produtos, serviços, treinamentos e consultoria para Serigrafia e Comunicação Visual, um mercado em constante crescimento que oferece grandes oportunidades para profissionais especializados e novos empreendedores. Eis a BR Koi Suprimentos. O estabelecimento abriu as portas em junho de 2012. Moacir Ferreira, então, representante comercial da Gênesis Tintas, sentiu a necessidade de oferecer aos clientes de Ribeirão Preto e região uma loja especializada com soluções completas em impressão serigráfica e digital. Produtos de qualidade, atendimento personalizado, showroom de fornecedores, serviços e centro de treinamentos, e tudo isto, aliado à experiência e credibilidade dos cursos técnicos da Officina Arpotex e as parcerias da Gênesis Tintas e Gênesis Global. Rua São Paulo, 358 (Campos Elíseos) Ribeirão Preto / SP Fones: (16) 3625.1669 / (16) 3235.7576

Aos 56 anos, a executiva (que se tornou bilionária como presidente do eBay e gastou uma fortuna tentando se eleger governadora da Califórnia) é a Chief Executive Officer [CEO], da HP (Hewlett-Packard). Ela quer fazer “a transformação de antigos negócios”. Apesar de investir US$ 4 bilhões anuais em marketing, a HP vem sofrendo a mais rápida erosão entre as grandes companhias mundiais, de acordo com o grupo publicitário WPP. Para a executiva Meg Whitman a solução é “Fazendo importar”. Ela acredita na HP e que a companhia é importante para o Vale do Silício, a Califórnia e o Planeta. E quer uma nova empresa, com mais foco no consumidor e na informação onipresente. Sua ideia é reformular os computadores com telas que possam ser removidas para funcionar como Tablets, parecidos com o iPad, da Apple. E mais: a HP também irá ingressar no mercado de aparelhos móveis. As impressoras da companhia, que sofrem ataque de concorrentes com produtos mais baratos, também estão em reformulação. Segundo a Associated Press, no encontro de executivos de 3 de outubro de 2012 a empresária Meg Whtiman mostrou que para a economia doente do Silicon Valley a solução é uma estratégia de investimentos. É aguardar para ver... [da WPP e outras agências]

ASSINE REVISTA I&C

Deposite R$50,00 p/ TerraNova Comunic BANCO DO BRASIL agª 0916-4 cc 29845X e envie cópia do comprovante por email c/ seus dados revista.ic@uol.com.br

6

12 Edições p/ R$50,00


7


capa

Carreira Profissional Na indústria da Comunicação Visual

E

comecemos por definir Comunicação Visual... Falar de Comunicação Visual é conhecer ramos de atividade afins (gráficos, serigrafistas, tampógrafos, impressores digitais e impressores de maneira geral) que se somam na especialidade de produzir e reproduzir foto-graficamente imagens publicitárias, culturais, políticas e outras, em todos os suportes (metal, papel, tecido, plástico, lona, vidro, madeira, etc.). Observando-se a definição percebe-se que, à exceção da impressão digital (plotagem), todos os ramos deste vasto e diverso parque industrial viveram (e, algumas famílias, ainda vivem) do conhecimento que passa de pai para filho, pois, lá pelos Anos 60 do século passado (hoje estamos em 2012) certo tipo de formulação de tinta para estamparia serigráfica, por exemplo, era um “segredo de família”. Hoje, embora as empresas ´familiares´ continuem, não existe espaço para tais ´segredos´, porque toda a atividade industrial exige especialização e carreira profissional. A especialização na atividade de produzir e reproduzir imagens criativas e, comercialmente, de alto valor agregado, levou ao surgimento de instituições acadêmicas afins, mas fora dos modelos convencionais de “arte e comunicação” – ou seja, escolas técnicas que preparam profissionais com suporte do próprio parque industrial. Assim é que a Comunicação Visual começou a ser vista, em cada um dos seus ramos, como uma das carreiras profissionais mais cativantes, pela criatividade que implica. Exige esforço de estudo, às vezes até ação de risco, sim, exige, mas qual profissão é diferente? Ninguém se torna profissional sem assumir o risco de encarar a realidade que, em cada geração, contornar dogmas e revolucionar comportamentos. E hoje temos Serigrafia computadorizada. Quem imaginaria isto há 40 anos? Plotters que além do traço, pintam e bordam... É só entrar numa feira Têxtil e Comunicação Visual para se entender que a indústria da publicidade e da sinalização é uma só, pois, até o gráfico está hoje na pré-impressão de modelitos para coleções sazonais da Moda. A velha arte têxtil de tingir por termotransferência não virou estamparia digital conquistando mercado próprio? E atrás, a especialidade de foto-grafar tudo e criar tendências a partir de um conceito inovador. Ora, estenda-se: nem a Impressão Digital está na praça por acaso nem a Serigrafia deixou de ter importância, melhor, ganhou pontos modernizando-se com tecnologias lançadas nas novas plataformas. E assim é que a juventude, e principalmente o olhar feminino, passou a ver a Comunicação Visual como uma especialidade interessante, muito interessante. Desenvolvem-se agora novas carreiras profissionais e a Comunicação Visual renova-se ainda no seu estágio de amadurecimento para construir novas plataformas operacionais.

8

A Comunicação Visual começou a ser vista, em cada um dos seus ramos, como uma das carreiras profissionais mais cativantes, pela criatividade que implica.

BARCELLOS, João – Escritor, Conferencista, Pesquisador de História, autor dos livros “Comunicação Visual” [2008], “Estamparia” [2010] e “Imagem Especializada / Os Bastidores Da Comunicação Visual” [2012], entre outros.


35

FABRICANDO MÁQUINAS DE QUALIDADE

A Termopress atua, há mais de 35 anos, no setor de confecção e estamparia fabricando máquinas, prensas térmicas, mesas com berços térmicos em alumínio, flash cure, estufa de ar quente e seladora / solda banner.

CP-4P CP-5P CP-6P

CP 4M

CP 3M

ESTUFA DE AR QUENTE

ET 6M CF 1M

MODELO BONÉ

MT 3000 ET 6P

FLASH CURE

SELADORA / SOLDA BANNER

www.termopress.com.br correio@termopress.com.br ALGUNS DOS NOSSOS CLIENTES:

CFC 1M

R. José Miguel Ackel, 310 Penha / São Paulo

CFC 1P-D

Tel: 11 2957.1425 Tel/Fax: 11 2958.1135 Aqui tem:

9


Indústria & Produtos

estamparia e moda

Impressão Digital

Em Tecido

I

mpressão Digital Em Tecido é efetuada através de um processo de transfer, quando uma folha de papel é impressa com tinta e a imagem é gravada por pressão no tecido, com uma calandra ou uma prensa. O processo leva o nome de sublimação quando é feito em tecidos sintéticos, e, quando em tecidos naturais, leva o nome de termo transferência. Outro processo é o da impressão direta – a saber: o tecido recebe um tratamento químico superficial [coating], que será o suporte da tinta injetada pela cabeça da impressora digital [plotter] e a imagem impressa é fixada por meio calorífico ou químico. A sublimação ocorre quando a matéria passa do estado sólido para o gasoso sem a fase liquida de permeio. Uma tinta de sublimação à base d´água e corantes é impressa num papel transfer, logo, a imagem é transferida sob calor e pressão para um tecido de polyester. O calor sublima a tinta transformando-a num gás que migra pelas fibras do tecido e as tinge. O papel impresso com a imagem espelhada é colocado em contato com a superfície a ser estampada e aplica-se calor e pressão por alguns segundos: a tinta sublima e migra; remove-se e descarta-se o papel. Eis a estampa. Tecidos com um mínimo de 60% de fibras sintéticas [polyester ou poliamida] na sua construção são os utilizados neste tipo de estampagem. Os de algodão e seda só ancoram a tinta de sublimação quando tratados quimicamente. Já o couro, a madeira, o alumínio e a cerâmica, e outros suportes, são ´envernizados´ com resina de polyester. Resultados... Cores vivas e fortes, ótima ancoragem da tinta no tecido, o que permite lavar e passar repetidas vezes sem danificar a estampa. O processo oferece resistência à temperatura e estampagem simultânea frente-verso. No plano do custo-benefício, o processo descarta fotolitos e matrizes, e gera, ainda, opções de faturamento com baixo custo.

N. do E.: Resumo de artigos de Maria C. Arruda, Mariana d´Almeida y Piñon e J. C. Macedo.

12 ANOS Filme de recorte para camisetas e materiais esportivos

LANÇAMENTOS Power Laser · Soft Touch 3D Logotipos · Máscara Transp. DISTRIBUIDOR EXCLUSIVO

10

Tel.: 11 3855.2388 www.powerfilm.com.br IC_38_FEVEREIRO_11.indd 5


especial

Mundo Gráfico na Signs

Nordeste

Vinis & Autoadesivos

Vinis branco alto brilho, semi-brilho, fosco, blockout, transparente e jateados.  

Benefícios   Otima printabilidade tornando as cores  vivas e vibrantes; Películas  autoadesivas de boa estabilidade dimensional; Ideais para sinalização em superfícies planas e de curvas leves sem rebites; Utilizados na elaboração de  placas ,banners, painéis tipo front-light [Desenvolvido para impressão digital  LÁTEX e SOLVENTE  em trabalhos de decoração de ambientes e sinalização de veículos]; Aplicação fácil e rápida; Pode ser impresso, recortado e manuseado como qualquer outro vinil; Durabilidade de 4 anos após aplicado na cor BRANCA e 2 anos impresso. Características Frontal: Filme de PVC Calandrado Monomérico, Dimérico e Polimérico. Espessura: Frontal 0,08 e 0,10 mm. Liner: Papel Siliconado 150 g/m2. Adesivo: Acrílico Permanente. Fornecimento: em bobinas de 1m, 1,22m 1,37m e 1,50m e  largura  x 50 m de comprimento.  Prazo de Entrega Em até 4 dias após confirmação do pedido. Fone: (011) 4056-3977 ou aplike@aplike.com.br c/ Érica, Marli, Cleide e Tamires.

Excelência na fabricação e comercialização de equipamentos serigráficos

A

promotora FCEM, com apoio do SINDIGRAFICA e da ABIGRAF, abriu os trabalhos da Signs Nordestecom um seminário sobre o Mundo Gráfico. Palestras sobre a realidade e as perspectivas os gráficos, a era digital, o controle de produção, a inovação instrumentos de apoio, levaram Imperatriz/MA · CARUe· os (99)3528.2681 6717 São Luis/MA · CARU · (99)3524.0472 a Fortaleza empresários e técnicos como Cláudio Baronni 1) Cascavel/PR · TUPYSCREEN – (45) 3224.5188 [da ABTG], Salvador Sindona [da Alphaprint], João Santo Ângelo/RS SILKMAX – (55) 3312.5452 636 SERIMAX – (595-21) 297.575 AlexAsunción/Paraguay Florentino [da Zênite Sistemas], Alci Porto Gurgel 3522.9999 Junior [do SEBRAE] e Fernando Aragão [da FIEC]. )3226.3555 Representantes: 76 João Pessoa/PB Papéis · (83)mostraram 3264.1366 os diversos Números, mapas· PB e projeções, Goiânia/GO · Silk Shop Serv. (62) 3223.6360 meiosSão operacionais (técnicos e econômicos) em que se 2450 Paulo/SP · Vera L. Guimarães (11) 2731.5731 move a Indústria Gráfica, e o balanço é positivo por conta da criatividade e da interação de cada gráfico entre plataformas convencionais e digitais. Ou seja: a mensagem impressa e a digital vão continuar como são nas suas contribuições para a sociedade de consumo e de informação.

Polimerizadora Esticadora Mecânica

Estufa de Secagem Impressora Hiperpress Linha UV Semi-Automática

Impr

LANÇAMENTO! Impressora Carrossel UV para CD e DVD CONFIRA!

www.phenixmaquinas.com.br | Tel.: (41) 3633 1008 Rua José Rocha Magalhães, 395 · Areia Branca · Mandirituba · PR

11


05 a 08

prodv

AS NOVIDADES DO SETOR TĂŠXTIL AGORA EM CARUARU. PARTICIPE!

de março

2013

das 15 Ă s 21 horas

Polo Comercial de CARUARU - PE Informaçþes:

www.agrestetex.com.br

www.fcem.com.br )&(06Ž23$8/2  ‡VDRSDXOR#IFHPFRPEU )&(0)257$/(=$  ‡IRUWDOH]D#IFHPFRPEU )&(00$75,=  ‡IFHP#IFHPFRPEU

12

Apoio:

AgĂŞncia de viagens oficial:

Empresa Associada:

Promoção:

Realização:


mercado

Salvador Sindona Mutações Gráficas

O

mundo gráfico vive alterações e desequilíbrios em seus padrões tecnológicos. Segredos e macetes?,padrões funcionais?...,ora, a globalização do trabalho em suportes digitais – ou, a nuvem da comunicação sem fronteiras [“cloud”] –alterou comportamentos, criou novos nichos de mercado e modernizou velhos sistemas, e, por isso, o saber tecnológico é hoje uma interatividade sócio-profissional, não mais o segredo. Quem o diz, e eu subscrevo, é um dos mais experientes profissionais do ramo gráfico que faz das suas palestras aulas que iluminam, projetam saberes e sinalizam a necessária troca de experiências corporativas entre o gráfico convencional e o digital para que os dois continuem de portas abertas para o bem da qualidade industrial. Salvador Sindona, engenheiro, ligado ao desenvolvimento comercial das linhas HP Indigo e HP InkJet, através da Alphaprint, leva aos profissionais gráficos e aos da Comunicação Visual a experiência vivida no meio. Dos suportes físicos aos eletrônicos, diz Salvador Sindona, vivemos na nuvem que [nos] empurra para o horizonte do futuro dominado pelas tecnologias integradas entre nichos especializados. Quem não estiver a fim do progresso pode fechar as portas... [ JB]

13


REALIZAÇÃO E ORGANIZAÇÃO:

Signs Nordeste Fortaleza / Ceará

versão: jun/2012

tecnologia

EXPO CENTER NORTE

A

promotora FCEM acaba de criar mais um sucesso entre as suas vitrines de máquinas e serviços profissionais para têxteis e gráficos: a Signs Nordeste – Feira de Equipamentos e Serviços para a Indústria de Impressão, Sinalização e Serigrafia. O evento ocorreu no Centro de Convenções do Ceará, em Fortaleza, entre os dias 24 e 27 de outubro de 2012, e reuniu profissionais (técnicos, professores e empresas) das diversas áreas da Comunicação Visual. A região nordeste é um dos mercados que mais cresce no Brasil. A indústria gráfica nordestina é um parque que reúne 1.100 empresas, com cerca de 30 pessoas trabalhando em cada uma delas, o que representa 4% da produção brasileira neste ramo. Entre serigrafistas, desenhistas, gráficos convencionais e digitais, estamparia por sublimação, além de materiais como lonas, adesivos, tecidos, papeis e tintas para impressão digital, prestadores de serviço e publicações técnicas, a Signs Nordeste mostrou a um público muito interessado a força tecnológica e mercantil deste mercado. A excelência pedagógica do seminário técnico, um público na demanda de informações e parcerias no lugar certo, e o volume de negócios alcançado, nesta primeira edição, já projeta um futuro promissor para o evento no qual a FCEM tevea parceria importantíssima do Sindicato da Indústria Gráfica do Estado do Ceará [SINDGRAFICA], do SENAI e da ABIGRAF, além do Hotel Sonata de Iracema. Está aberto o canal para a interatividade empresarial e tecnológica no ramo da Comunicação Visual cearense através da Signs Nordeste. Estiveram na Signs Nordeste 2012 as empresas ALKO, ALTATEC BR, AMPLA, AUPICOR, AUTOMATISA, BELMETAL, BM do Brasil, BR GROUP, CBJ Representações, Dubuit do Brasil, DubuitPaint, Engraver Comercial, F1 Suprimentos, Fremplast/CromaJet, Futurize, Grand Plotters, Grupo Plásticos Amazonas, J-TECK Global Tintas, MARBOR, Papéis Havir, SEFAR, SENSIENT, Serilon, SignSupply, StarPrinter, TMT Brasil, Tronord, TS2, além da imprensa especializada, e entre jornais e revista lá estava a Revista Impressão & Cores.

14

FESPA BRASIL 2013

DE 13 A 16 DE MARÇO DE 2013 EXPO CENTER NORTE | SÃO PAULO Mais que uma feira de negócios, a FESPA Brasil reunirá soluções incríveis que irão agregar valor à sua empresa. Explore as novidades, lançamentos e novas tecnologias com os principais fornecedores do mercado. • Acesso direto aos tomadores de decisão • Programa educacional com conteúdo de alta qualidade • Presença de especialistas internacionais, tratando de assuntos complexos relativos ao mercado • Mais que uma feira, um evento completo com soluções para a comunidade de impressão digital • Experiência e conhecimento de dois líderes do mercado de organização de eventos

SIGA-NOS

TWITTER.COM/FESPABRASIL WWW.FESPABRASIL.COM.BR


Fabricação e Manutenção de Máquinas de Solda Eletrônica

Reconhecidas pelo próprio mercado como produtos excelentes, as máquinas de solda Gutierrez são soluções tecnológicas para vários segmentos industriais

REPRESENTANTE

EXCLUSIVO

A E ASSISTÊNCIA

PRONTA ENTREG

TÉCNICA

Fones 11 2116.2333 · 2717.2532

www.gutierrezmaquinas.com.br gutierrezmaquinas@gutierrezmaquinas.com.br | maqgutierrez@terra.com.br

16

15


  

       

    !" $  3 $ / 4 $ 56 3 3 / 

 

 

 

 

   

  

      #  $$ / $0 / &' $ 12*        

    #  

$$

$% &'#()* +  ,-$." ;

<   $=

     16

2 72 897 :/ $/3

Revista Impressão & Cores | Edição 59  
Revista Impressão & Cores | Edição 59  

Edição 59 - Ano V - Novembro 2012

Advertisement