Page 1

ISSN 2176-1345 | Distribuição Gratuita

Ano IX - Edição nº 99 - Março 2016

IMPRESSÃO CORES Notícias do Meio Gráfico, Moda & Têxtil // Comunicação Visual

Fespa Brasil a dinâmica social na nova filosofia industrial

AGRESTE TEX

_painel do sucesso

Cidadania, Tecnologia, Produção. Profª Carlota M. Moreyra

REVISTA I&C Novo fone fixo 55 11 2690.2021


CARROSSÉIS AUTOMÁTICOS

PRODUTOS 100% NACIONAIS

CARROSSEL MCA

MINI MCA 2 CORES

MINI MCA 1 COR

MANUAIS SR-4 Prensa térmica Para etiquetas Em bobina

PTP-660: 96 x 66 cm

P/ JEANS PTI-5 Dupla Jeans

PTP - 15

PTP-400 Dupla 40 x 50

PTM-40 40 x 50

PTM-42 Dupla 31 x 42

PTM-80 80 x 65

MTCF 500

MTCF 250

vanguarda.art.br

AUTOMÁTICA PTA-4000: 40 x 50 cm 52 x 72 cm

CALANDRAS

AUTOMÁTICAS E SEMI-AUTOMÁTICAS

PRENSAS E CALANDRAS P/ SUBLIMAÇÃO E TRANSFER

PTP - 900: 85 x 110 cm PTP-1450: 100 x 145 cm

MTC 1.800

EQUIPAMENTOS P/ SERIGRAFIA POLIMERIZADEIRA /SECADORA

MESA ELÉTRICA DUPLA

MISTURADORES DE TINTA

Elétrica e a Gás Modelos sob consulta

MULT-MIX

Fone: 47

MTVR-20

MT-70

3323-5844

www.mogk.com.br mogk@mogk.com.br Rua 2 de Setembro, 2.877 - 89052-505 - Blumenau - SC


EDITORIAL

FESPA

O Interesse da Sociedade Acima de Tudo

Notícias do Meio Gráfico, Moda & Têxtil // Comunicação Visual

ed.

Fespa Brasil a dinâmica social na nova filosofia industrial

AGRESTE TEX

_painel do sucesso

99

Imagem & Tecnologia

Cidadania, Tecnologia, Produção. Profª Carlota M. Moreyra

REVISTA I&C Novo fone fixo 55 11 2690.2021

EXPEDIENTE Título// Marca de TerraNova Comunic 02.206.278/0001-45 NAE 58822100 Certificado Digital // NF@ Correspondência / Cx. Postal nº16 06717-970 Cotia/SP Edição / Cristiane Ramos [Mtb 39615] João Barcellos Dep. Comercial / Junior Projeto Gráfico / Alô Publicidade Web / Georg Hans Impressão / QuatroCor Gráfica e Editora CONTATO / www.impressaocores.com.br jb@impressaocores.com.br / junior@impressaocores.com.br Redação 11 2690.2021 JB 9 9966.5246 // Junior 11 9 6898.3230

Dinamizar o mercado da Comunicação Visual – uma área artística e industrial que mexe com segmentos gráficos, sinalização, têxteis e moda – é exercer uma visão holística entre os meios tecnológicos que vestem e dão cores à humanidade. Neste meio de produção de objetos pelos quais visualizamos a sociedade que somos e, também, a personalidade de cada pessoa, destaca-se uma organização internacional: a Federation of European Screen Printers Associations / FESPA. Esta organização não-governamental [ong] vem sendo responsável pela dinamização social e tecnológica da Comunicação Visual entre os segmentos vários que a compõem. Começou com serigrafistas e abriu espaço para os novos processos gráficos e têxteis, do cartaz e da estampa digital, para distribuir conhecimento tecnológico e fomentar uma sociedade humana crítica, parceira, e não apenas consumista. É tão raro falar de humanidade nos meios tecnológicos que a FESPA se destaca só por isso – só porque faz as pessoas pensarem no bem estar e na qualidade a que cada pessoa tem direito. Já no Brasil há alguns anos pela ação da AFEIGRAF e da AP&S, a FESPA – agora, feira FESPA-Brasil reunindo a indústria do setor em São Paulo, anualmente – mostra que não existem processos velhos e novos, mas processos que se encaixam numa filosofia industrial renovadora: compartilhar conhecimento. João Barcellos

Os artigos assinados são de responsabilidade dos seus autores.

ASSINATURA

12 edições por R$ 50,00 Deposite R$ 50 para TerraNova Comunic, e envie cópia do comprovante e seus dados para revista.ic@uol.com.br ou ligue (11) 2690-2021 BANCO DO BRASIL AG 0916-4 / CC 29845-X

SAIBA MAIS! impressaocores.com.br

Acesse nosso site e fique por dentro de todas as novidades do meio gráfico, moda e têxtil, além das inovações do universo da comunicação visual.

E-Jet VO Grande novidade J-Teck Carrossel automático Excelência MOGK Phenix Máquinas O Mundo da serigrafia ao seu alcance

04/05 MERCADO

Sumário

• Brinde & Flocagem • I&C / Novo Fone Fixo

08 // ESTAMPARIA, MODA & TÊXTIL DIGITAL

09 // REGISTRO

10 // REPORTAGEM

12 // NOSSA CAPA

• UNIRICH _ tecidos para serigrafia

• Painel da AGRESTE TEX

13 // PAINEL • All Pigments

• Alta tecnologia J-Teck na FESPA • Jinjiang Fair

• Cidadania, Tecnologia, Produção.

14 // TECNOLOGIA

• Agreste Tex / palestras • Laminação / a arte de proteger as artes

06 // VITRINE EMPRESARIAL E PERSONALIDADE • Experiência de João Bosco • A literatura tecnológica no universo editorial de João Barcellos / Marta Novaes

RevistaImpressão&Cores-ed99.pdf

ISSN 2176-1345 | Distribuição Gratuita

Ano IX - Edição nº 99 - Março 2016

IMPRESSÃO CORES

3


MERCAdo MERCADO

LASER

Brinde Gravação & Flocagem

4 4

dEsdE QuE Einstein se interessou pelas particulaFLOCAR, verbo artístico da e Luz, industrial. Com o óticas ridades físicas e sensoriais as tecnologias efeito eletrostático pode se produzir realce bonito passaram do arco-íris a complexos equipamentos em em objetos promocionais, seja com equipamentos produtos para laboratórios de medicina e de aplicações manuais ouedemilitares. aplicação Um industrial. industriais dos desdobramentos dos A matéria-prima do processo é o floco, por que outros estudos einsteinianos foi a descoberta, pode ser de polyester, rayon, algodão ou nylon. A cientistas, de um raio de luz amplificada – o Laser, do aplicação de cada material depende do trabalho a inglês Light Amplification by Stimulated Emission of ser projetado – se é uma bolsa, um sapato; porta Radiation [Amplificação de Luz por Emissão Estimulada retrato ou joias, o interior de um veículo, vestuário, de Radiação]. etc. –, logo, a resistência à abrasão, as dimensões Aplicado também nas indústrias Têxtil, Madeireira, da fibra, cores e maciez, exigem estudos prévios. Calçadista, metalúrgica, etc., assim como na Comunicação Por isso, aveludar um objeto, ou uma superfície, Visual, o Laser passou a ser uma ferramenta indispensável. é criar efeitos que o destacam visualmente.

notas de mercado

prodv

RevistaImpressão&Cores-ed99.pdf RevistaImpressão&Cores-ed98.pdf

& Corte

vem aí

Carnaval, tintas IMPRESSÃO & flocos CORES

A “agreste tEX” tem como objetivo Feira de Máquinas, levar o que há de mais Serviços e Tecnologia para a Indústria Têxtil Notícias do Meio moderno no segmento Gráfico, Moda & Têxtil 08 a 11 de março | Polo Caruaru - PE | das 16 às 22h // Comunicação têxtil em Visual tecnologia, serviços informaçãobonés, ao polo de confecção do Agreste itas,e camisetas, convites personalizados, 4ºFÓRUM/Digital Faça sua inscrição Belo de Pernambuco, formado por 13 cidades: Agrestina, Sede Própria máscaras, chapéus, e muita decoraçãoantecipada comonline glitter e Jardim, Bom Jardim, Brejo da Fixo Madre Deus, Caruaru, Informações: purpurina, massas e tintas para [NET] a de pele..., ah!,tecido, Novo Fone www.agrestetex .com.br Cupira,tecido Riacho das sublimática, Almas, Santa Cruz doque Capibaribe, muito e tinta flocos, e eis acontece 55 11 2690.2021 Santa Maria do Cambucá, Surubim, Taquaritinga do Norte, o carnaval. Toritama e Vertentes. O Polo de Confecções do agreste Nas ruas e praças, nos salões de baile, em cada corpo Rua Katia 1 vida. é o segundo maior país e,passa de91 acordo o sIndVEst Imperatriz/MA · CARU · (99)3528.2681 que ousa expressar ado alegria, oCasa tremcom da 345.6717 Luis/MA · CARU · Indústrias (99)3524.0472 do Vestuário do Estado PENos -São sindicato das Pq ·San / 3224.5188 Granja bastidores doGeorge carnaval do Séc. XXIVianna existe muita · (21) Cascavel/PR TUPYSCREEN – (45) de Pernambuco, representa 9% da produção nacional de Santo Ângelo/RS SILKMAX – (55) 3312.5452 06708-130 Cotia-SP tecnologia: dos nano-elementos na formulação de tintas 436.1636 Asunción/Paraguay SERIMAX – (595-21) cerca 297.575 confecção, fabricando anualmente 480 milhões sublimáticas aos desenhos eBrasil estampas quede se iluminam (54) 3522.9999 de peças. O Polo dispõe de 12 mil empresas, que geram · (54)3226.3555 Representantes: nos tecidos, passando por serigrafi as e flocagens em · PBdiretos Papéis · (83) 3264.1366 55.1076 120 João mil Pessoa/PB empregos e 80 mil indiretos. Dados da aplicações de pura liberdade artística. 77 Goiânia/GO · Silk Shop Serv. (62) 3223.6360Se a marchinha está João Barcellos // 2731.5731 99966.5246 sIndVEst-PE apontam que o desempenho de vendas do 089.2450 São Paulo/SP · Vera L. Guimarães (11) na memória, a alegria é agora puxada por uma indústria Polo será 6%jb@impressaocores.com.br maior que o índice nacional do setor neste comercialmente atenta à demanda popular por acessórios ano. Todos estes dados geram expectativas otimistas tecnológicos e, quanto mais extravagantes melhor...! para os realizadores da feira. Junior // 96898.3230 O evento conta ainda com o “3º Fórum Digital by junior@impressaocores.com.br Usefashion” e o “III Ciclo Pernambucano de Moda, Arte & Sustentabilidade”. Persona

F

Eventos Paralelos:

Excelência na fabricação e comercialização de equipamentos serigráficos

Polimerizadora

Realização:

compareça ao evento e concorra a uma viagem para a Febratex 2016

Apoio:

Empresa Associada:

Contato:

Realização:

09 a 12

agosto de 2016 Blumenau - SC

Esticadora Mecânica

Promoção:

fcem@fcem.com.br saopaulo@fcem.com.br

Estufa de Secagem Impressora Hiperpress Linha UV Semi-Automática

LANÇAMENTO! Impressora Carrossel UV para CD e DVD CONFIRA!

www.phenixmaquinas.com.br | Tel.: (41) 3633 1008 Rua José Rocha Magalhães, 395 · Areia Branca · Mandirituba · PR


Fontes: All Pigment´s, Kamurtex, Flock Color.

RevistaImpressão&Cores-ed99.pdf

No caso do brinde, ou objeto promocional, a flocagem oferece diferenciação visual com destaque na delicadeza. Na maioria dos casos, o brinde flocado é um trabalho artesanal. Do papel ao plástico, metal e madeira, gesso, vidro e couro e etc., tudo pode ser flocado, e a flocagem nada mais é que um tipo de estampa quando idealizada como painel, ou um aplique de moda no vestuário... Enquanto brinde, é uma das peças mais delicadas da comunicação visual.

5


PERSONALIDADE

VITRINE EMPRESARIAL

Carona na Experiência de

RevistaImpressão&Cores-ed99.pdf

JOÃO BOSCO

6

Literatura Tecnológica

no Universo Editorial de João Barcellos

A CONVERSA com um cara do mercado tron nem sempre é uma conversa balizada na solda. Encontrei-o em 2015 por duas vezes, e em ambas vi nele o mercado no seu todo industrial e o empreendedor abrindo a caixa de soluções diante de “uma crise política que mexe com a economia de todos nós”, como ele mesmo definiu. “A gente não pode esquecer que um mercado se faz com produtos de qualidade, e que até a reciclagem de equipamentos velhos exige o mesmo tratamento”, disse, no segundo encontro. A sua maneira de encarar o mercado tron, ou da solda eletrônica, é a do empresário que resiste e nesse ato empreende soluções tecnológicas para oferecer a novidade para outros nichos do mesmo segmento. Numa palestra, em fevereiro de 2016, questionaram-me acerca desse mercado cujos equipamentos estão em quase todas as áreas de produção industrial, incluindo a comunicação visual, e lembrei: “É verdade que a solda eletrônica está por todo o chão-de-fábrica e nos bastidores de grandes eventos, mas é também um equipamento que proporciona custo-benefício na produção de sacolas diversas, abertas ou fechadas, para o setor seletivo de embalagens especiais; e, na verdade, a comunicação visual já não é o carro-chefe deste mercado, mas mais um nicho”, respondi. Exatamente com as mesmas palavras que escutei dele, o empresário João Bosco, fundador da Jobplas. Puxar bate-papo com ele é adentrar o mercado tron nas suas particularidades sociais, técnicas e econômicas, e ele envolve, diz de si e do todo que o rodeia, mas não cai na ratoeira que é vender ilusões, porque “o que se deve fazer é construir para o bem de todos”.

Entrevistar o intelectual João Barcellos é fácil e, ao mesmo tempo, uma tarefa complicada. Explico: Além de editor, ele é romancista e poeta, ensaísta e pesquisador de história, conferencista, a par de escritas tecnológicas sobre os ramos da comunicação visual. Então, conversar com este mestre é sempre um desafio e exige um estudo profundo sobre ele. Agora, depois de ler as conferências “Têxtil Digital / Sublimação Nanotecnológica De Estampas Em Tecido & Outros Objetos”, que preparou para a Fespa Brasil e para a Febratex, e “Moda Agreste”, para a Agreste Tex, decidi entrevistá-lo sobre a sua literatura tecnológica. Marta Novaes – O que é Literatura Tecnológica? João Barcellos – Um meio de divulgar processos e parâmetros de utilização no meio industrial e artesanal, com o que se expandem conhecimentos específicos – que é o que se faz, por exemplo, na Imprensa Especializada de nichos técnicos. MN – Você focou estudos e publicações (5 livros publicados) no que chama de ramos da Comunicação Visual... JB – Sim, a saber: Fui editor do jornal O Serigráfico por 11 anos, mas decidi deixar o ramo para me dedicar só à literatura e à área institucional. Entretanto, um empresário e um amigo da área comercial convenceram-me a criar a revista Impressão & Cores, agora com 8 anos de atividade, e decidi aproveitar os conhecimentos para publicar temas de importância ligados à serigrafia, impressão digital, tampografia, têxtil e gráfica digital, etc., e os livros tiveram (e têm, ainda) uma boa aceitação. MN – A nossa amiga e professora Mariana d´Almeida y Piñon disse, em 2011, que você é um “Construtor de conteúdos poéticos, filosóficos, lítero-historiográficos e tecnológicos [...], um mestre na comunicação social que em cada livro nos dás oferece uma lição”. Na verdade, isto é a sua vida... JB – É tudo. MN – Os seus “livros de conteúdo tecnológico são gotas de saber no deserto estabelecido por parte do empresariado brasileiro”, como afirmou o fotojornalista e serigrafista Mário de Castro, na homenagem pública feita a você em 2015, em Embu das Artes. O que me diz sobre este assunto? JB – É verdade. São raros os empresários e as empresárias que apoiam a Literatura Tecnológica, assim como não apoiam a Publicidade institucional na Imprensa especializada, e isto João Barcellos é muito grave para um Brasil que precisa crescer com uma Educação a valorizar a nova filosofia industrial da produção socioambiental e a troca de conhecimentos. Para parte do empresariado brasileiro a formulação de uma tinta, por exemplo, ainda é um ´segredo´ industrial... Ora, estamos no Século 21 e “a indústria virou um aldeia global, não é mais o chão-de-fábrica entre EU APOIO quatro paredes”, como já escutei o empresário A MODA Sérgio Schmitz (da J-Teck Brasil) dizer várias veBRASILEIRA zes, e a professora Fernanda Marques (do gd Noética) utilizar a mesma receita! MN – Mais algum Saiba + marketing.brazil@lectra.com livro a ser publicado? JB – Sim, tenho dois livros prontos e acredito que serão publicados em 2016. MARTA NOVAES – Editora da revista Jeroglifo (Buenos Aires) / Especial para a Revista I&C.


ESTAMPARIA, MODA E TÊXTIL Estamparia Moda

estamparia moda & têxtil digital

Têxtil Digital

Tecidos Técnicos Para Serigrafia

IMAGINE

UNIRICH a sua criatividade com a qualidade das

RevistaImpressão&Cores-ed99.pdf

CORES J-TECK

8

UNIRICH (SUZHOU) BOLTING CLOTH CO LTD (UNIRICH) foi criada em 1995 e suas fábricas se encontram em Suzhou. UNIRICH é controlada integralmente pela Unirich Trading Pte Ltd de Singapura. A UNIRICH manufatura seus tecidos com equipamentos da mais alta tecnologia disponível no mercado, com supervisão técnica formada em Singapura, utilizando fios monofilamentos de alta qualidade, produzidos na Europa e na Ásia. A empresa iniciou a produção de tecido com 3 especificações, mas produz hoje tecidos de 7 até 165 fios por cm. A empresa ganhou status e reconhecimento como uma das fabricantes de ponta no mercado de tecidos técnicos, pela qualidade e confiabilidade dos seus produtos. Os tecidos UNIRICH monofilamento são usados para aplicações 180 m2 / hora de velocidade em Impressão tanto no segmento de filtração como, especialmente, de serigrafia e com aplicações em vários mercados, como o de vidro, cerâmica, Papyrusgráfico, G5 / d.gen é a mais recente das impressoras eletrônico, embalagem, têxtil eedição alimentar. Estes tecidos são direct-to-paper para produção em alta velocidade em utilizados pelas maiores empresas no mundo inteiro. sublimação. É um sistema de produção integrado (inclui Os supervisores e equipes da UNIRICH estão totalmente alimentação de papel de transferência combinado) que conta e um empenhados em fornecer tecidos da mais alta equalidade serviço aos seus clientes. Ricoh Gen5 que garantem com aimpecável última geração de cabeças

Papyrus G5

180 m2 / h de velocidade de impressão com operacionalidade

Saiba + solicitando dados em TEBEScreen Brasil estabilizada. infos@tebescreen.com.br

Confira o lançamento da Papyrus G5 no stand da J-Teck Global durante a FTECNOTEXTIL, em São Paulo [7 a 10 de Abril / Expo Center Norte]. J-Teck [www.j-teck3.com.br] Fone 47-3267.8400

[8]

Lectra

Fashion PLM V4

agiliza desenvolvimento de produto do planejamento à terceirização

Especializada em soluções integradas de tecnologia para indústrias que utilizam materiais macios, tecidos, couros, têxteis técnicos e materiais compósitos, a Lectra anunciou o Fashion PLM V4. A crescente complexidade da indústria da moda força as empresas a se transformarem do tradicional aos mais recentes modelos de negócios. "Lectra Fashion PLM foi desenvolvido para melhorar o trabalho em equipe, desde a concepção à produção e para ajudar as empresas de moda construir melhores produtos mais rapidamente ao impulsionar o desempenho geral do negócio", disse Anastasia Charbin, diretora de marketing da Lectra para moda e vestuário. Para construir esta nova versão Lectra Fashion PLM, que incide fortemente sobre o planejamento recolha e gestão de calendário, as equipes Lectra de P&D trabalharam em parceria com a empresa sul-coreana Samsung-Cheil Industries e a francesa DBApparel. Construir uma coleção rentável e endereçar as tendências sazonais, as expectativas do consumidor e restrições de tempo é um desafio complexo. Com a nova gestão de coleta do Lectra Fashion PLM, as empresas têm uma visão dinâmica financeira para gerir eficazmente a sua oferta de produtos. PLM / Gerenciamento do Ciclo de Vida de um Produto [PLM, ou Product Lifecycle Management], i.e., da criação ao planejamento, confecção e venda [com ou sem terceirização]. P&D / Pesquisa & Desenvolvimento [do inglês R&D, q.s., Research & Development].

Revista Impressão & Cores · Abril · 88


J-TECK na FESPA BRASIL

A ALTA TECNOLOGIA em tintas para impressão estará na FESPA Brasil 2016 com a J-TECK. A empresa destaca a importância mundial que possui a feira, que acontece de 6 a 9 de abril no Expo Center Norte, em São Paulo, e apresentará novidades. Fabricio Christoff, gerente da J-Teck, a feira tem importância no cenário nacional e internacional: “Esta feira tem tomado proporções significativas de importância e alcance, pois traz muitas novidades para o segmento, bem como reúne excelentes empresas no intuito de ter o melhor em tecnologia. Cientes disso, a J-TECK tem participado de todas as edições da FESPA no Brasil e no mundo. Podemos dizer que a FESPA Brasil já é referência no segmento digital e estamos honrados em participar da mesma”. Durante a FESPA Brasil 2016, “...vamos apresentar muitas novidades envolvendo as tecnologias mundiais. As tintas J-TECK sempre são o maior ênfase, pois são elas que trazem a qualidade final do produto dos clientes, com cores fortes e vibrantes e alta tecnologia envolvida”, explica Manoela Schmitz Christoff, gerente de vendas. Em exposição, estará a linha J-Cube Extra, nova série para cabeças Ricoh e Kyocera. A nova série foi elaborada para trazer aos equipamentos de alta produção com a nova geração de cabeças de impressão uma intensidade de cor, muito além do que o mercado está acostumado a ver, conforme destaca Manoela: “As tintas J-Cube permitem que se atinja alta intensidade de cores, com uma menor quantidade de tinta e trabalhando com papéis de baixa gramatura e não tratados”. Entre os equipamentos de impressão apresentados, estarão presentes impressoras de 1,60m de largura a preços de máquinas de pequeno porte. A J-TECK também disponibilizará ao mercado impressoras de até 8 cores para sublimação, aumentando assim o gamut de cores e as impressoras de alta performance. “A J-TECK está sempre interessada em mostrar o melhor custo-benefício e o que melhor se enquadra para a realidade do cliente. O interesse maior da empresa é promover a sublimação digital no Brasil, orientando e informando aos clientes e interessados quais as melhores alternativas no segmento”.

Jinjiang Fair 17 a 19 de Abril

Mercado de Sublimação “Esta forma de impressão digital traz muitos benefícios por ser mais econômica, mais fácil, necessitar de menor demanda de processos e funcionários, além de ser mais ecológica. Para tanto, este segmento traz nítidos benefícios para a utilização. Abrangendo vários ramos de atividade, a sublimação digital é um processo de fácil adaptação e que agrega muitos benefícios às empresas que a utilizam”, detalha Fabricio. “A sublimação”, diz Manoela, “segue em um patamar elevado dentro do mercado, principalmente por sua versatilidade de utilidades, podendo ser usado em diversos setores como da moda, comunicação visual, brindes, esportivo, fotografia, decoração, entre outros. Além disso, outro fator que chama muito a atenção e que de certa forma temos percebido através de nossos clientes é que com a desvalorização do real perante o dólar, algumas empresas já começaram a reduzir suas importações principalmente da China para começar a produzir aqui no Brasil suas coleções, e isso pode fazer com que novas demandas de mercado no segmento da moda aumentem para que a sublimação continue em crescimento”. Além dos lançamentos citados, há também a linha de tintas para cabeças Konica Minolta e Panasonic, que estão ganhando espaço no mercado de sublimação, explica a equipe da J-Teck. Os clientes se beneficiam também das tintas fluo para cores diferenciadas em setores como esportivo, moda e outros; Pink, Yellow, Turquesa e Orange são opções disponibilizadas pela empresa. Com relação às impressoras, a J-TECK traz novidades também no setor de alta produção com equipamentos com velocidades acima de 200 m²/h.

UMA DAS mais importantes feiras tecnológicas a ligar as culturas industriais do ocidente e do oriente, a JINJIANG FAIR – INTERNATIONAL TEXTILE PRINTING INDUSTRIAL TECHNOLOGY FAIR será realizada de 17 a 19 de Abril, no Shanghai New International Expo Center E1 // UBM China. Valiosas e importantes negociações estão ocorrendo nos eventos da China que abrangem têxteis, coureiros, gráficos, além de tintas especiais e impressoras para sublimação. O empresariado brasileiro é um dos clientes preferenciais... www.rhfchinaexpo.com

RevistaImpressão&Cores-ed99.pdf

REGISTRO

9


REPORTAGEM

AGRESTE TEX __Painel 2016 O AGRESTE DE CARUARU, importante região agro-têxtil e confeccionista, recebeu a 3ª edição da Agreste Tex, feira promovida e organizada pela FCEM|Febratex Group em parceria com a ACIC – Associação Comercial e Empresarial de Caruaru. Os profissionais da indústria têxtil que visitaram o evento no Polo Caruaru conferiram os principais lançamentos e inovações das 280 marcas expositoras, nacionais e internacionais, além de concretizarem negócios e contatos.  

ABIMAQ - Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos, ABIT- Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção, ABRAMACO - Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos Para Confecção, ABTT - Associação Brasileira de Técnicos Têxteis, ACIC- Associação Comercial e Empresarial de Caruaru, ACIT- Associação Comercial e Industrial de Toritama, Agabê, American Laser, Andrade Máquinas, Apice Word Aviamentos, ASCAPAssociação Empresarial de Santa Cruz do Capibaribe, Audaces, Automatisa Sistemas, Barudan do Brasil, Textil Canatiba, Cavagnoli, Ciclo Pernambucano / Arte Plenna, Elastan, Enfesmak Indústria e Comércio, Entretex - Cone Sul Artigos de Armarinhos e Tecidos, Etical Etiquetas Caruaru, HI- TECH - L2G Indústria, Hikari do Brasil Equipamentos e Maquinas Eirelli, IBG - Indústria de Botões Guaíra, Icla S/A Com. Ind. Imp e Exportação, Imatec Indústria e Comércio, J-Teck Global Tintas Digitais, Jet Signs Distribuidora Eireli, Lanmax Centro Serviços Máquinas Costura, Mab Fortuna e Cia, Mimaki Brasil, New Ink, New Star, Nexel Distribuidora, Novo Aviamento, Paraguaçu Têxtil, Passamanaria do Nordeste, Perfeito Fabrica de Acessórios de Moda, Pontual Etiquetas, Qualygraf, Senai - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – PE, Sign Supply - Socram, Silmaq S/A, Socio Tec, Star Print - Sayonara Porto da Silva, Sun Especial, Systêxtil Informática, Tajima do Brasi Máquinas de Bordar, Virtual Age, Use Fashion, foram as instituições e empresas que formaram o polo de exibição industrial e comercial da Agreste Tex 2016.

Dando as boas-vindas à imprensa, a Família Pompeu teceu considerações sobre a importância das feiras tecnológicas e congressos pelo Grupo FCEM – uma colaboração profissional de longos anos cujo resultado está na divulgação qualitativa desses eventos. Também a ACIC reuniu os jornalistas para um almoço de trabalho e apresentar os resultados altamente positivos da última Rodada de Negócios da Moda Pernambucana e colocar a imprensa a par das novidades, incluindo o moderníssimo Porto Digital / Armazém da Criatividade instalado no Polo da Moda.


11

RevistaImpress達o&Cores-ed99.pdf


CAPA

RevistaImpressão&Cores-ed99.pdf

Cidadania, Tecnologia, Produção.

12

ANTES DO PRIMEIRO SEMESTRE de aulas em Paris, escutei a professora Fernanda Marques dizendo “Fizeram do lucro a divindade da sociedade industrial... devastando a terra, nosso berço e nossa casa”. Ela, na cidade de Cotia, na Grande São Paulo, aproveitou a discussão de um texto do filósofo luso Manuel Reis para situar a verdade histórica do ciclo atual da humanidade. Ao lado dela, o mestre João Barcellos mostrava uma foto com uma mola de roupa pingando uma gota de orvalho: “Imagem para a capa das 100 edições da revista Impressão & Cores (ah, tirei no meu quintal)”. Entre a palestra da professora e a foto do poetaeditor lembrei que fazemos parte da triangulação Cidadania-Tecnologia-Produção. Como esquecer? A cada produção gráfica acadêmica que dirijo entre a juventude universitária enfoco tecnologias que geram custos-benefícios no âmbito de uma cidadania que me é (ou, nos é) cada vez mais cara, mais complexa. Por isso, “os mecanismos de produção precisam ter uma linguagem mais universal, transparente, de modo a permitir que cada pessoa (operadora/usuária) sinta-se pessoa e não parte da máquina” [Barcellos, 2011]. Ou seja, “a cidadania na sociedade industrial apresentase no modo colaborativo que as tecnologias permitem,

mas é preciso mais – é preciso que as tecnologias não fomentem, mas interajam com a cidadania, afinal, acima de tudo está a humanidade” [idem]. Lendo visualmente aquela gota de orvalho, registrada pelo poeta-editor, percebi que precisamos apurar a nossa noção de identidade e de identificação na sociedade que construímos, porque a cidadania passa pela tecnologia e pelo que ela nos permite produzir para vivermos melhor o nosso cotidiano. Isto é uma verdade histórica que todos os dias os gráficos e os têxteis compartilham em linhas de produção de todos os tamanhos. E a linha filosófica que João Barcellos talha nos seus conteúdos tecnológicos e palestras nos dá a possibilidade, também, de uma reflexão mais próxima dessa realidade histórica que busca, a cada instante, a cidadania plena.

MOREYRA, Carlota M. Profª de Artes Gráficas. Paris/Fr., janeiro de 2016. P.S.: Aproveito esta nota para elaborar uma série de 6 aulas sobre o assunto. A minha referência a Barcellos 2011 é a palestra dele “Nova Filosofia Industrial Busca Harmonia”.

Revista I&C na Web

IMPRESSÃO CORES

Custo-benefício nas parcerias

A revista Impressão & Cores, fundada em 2008, em Cotia (na Grande São Paulo e hoje com sede própria na Granja Vianna, no mesmo município), continua favorecendo as parcerias comerciais com a página eletrônica impressaocores.com.br. A última medição local/internacional feita pela URLMétrica (urlm.com.br) mostra que a Revista I&C tem visitas mensais acima de 300 pessoas/ empresas, com ligeiras variações desde 2012.

Na contagem geral, a revista é lida (e com peças reproduzidas) por 1.455 pessoas / ano, na maioria empresas. Agora, em 2016, a Revista I&C consagra-se como mídia impressa/eletrônica que oferece custo-benefício pela difusão via web e pelas palestras técnicas do editor João Barcellos, além de que chega ao Brasil via Correios mensalmente www.impressaocores.com.br


TECNOLOGIA

FESPA Brasil

All Pigment´s ESPECIALIZADA no beneficiamento e venda de aditivos, distribuição de especialidades químicas e pigmentos, a All Pigment´s tem matriz e show-room no Estado de São Paulo. A empresa presta todo o apoio técnico necessário ao desenvolvimento de novos produtos de clientes com uma equipe técnica treinada nas aplicações em todas as áreas de utilização dos pigmentos de efeito. Pigmentos perolados Propondo outras possibilidades, os perolados proporcionam a redefinição de produtos com novas cores e revestimentos de efeito. Oferecemos em nosso portfólio uma gama de cores com partículas de tamanhos e núcleos diferenciados desde a mica até aos mais sofisticados como boro-silicatos. Glitter Com uma ampla variedade de cores e sempre presente no mundo da moda e em suas novas tendências para cada estação, a All Pigment´s disponibiliza uma ampla linha de Glitters – partículas de poliéster metalizado ou não, indicadas para enfeites, estamparia, confecção, maquiagens, esmaltes de unhas, customização e trabalhos artesanais. A empresa também trabalha com vários tamanhos de partículas atendendo a necessidade especifica de cada segmento de mercado. Novas cores Com uma ampla variedade de cores e sempre presente no mundo da moda e em suas novas tendências para cada estação a All Pigment´s é uma empresa que investe em novos conceitos industriais.

fespabrasil.com.br

6 a 9 de Abril de 2016 Expo Center Norte Pavilhão Branco | São Paulo

COMUNICAÇÃO VISUAL SINALIZAÇÃO ESTAMPARIA DIGITAL

Envolva-se com as cores do principal evento de impressão digital do ano.

Registre-se online e concorra a um iPad

DECORAÇÃO DE INTERIORES

SERIGRAFIA

GRANDES FORMATOS

www.allpigments.com.br Escritório / (11) 2359-2351 // Fábrica / (11) 4246-0800

ORGANIZAÇÃO E REALIZAÇÃO:

ASSOCIAÇÕES APOIADORAS: PATROCÍNIO:

PARCEIRO DE SOLUÇÕES: APOIO INTERNACIONAL:


PAINEL

AGRESTE TEX

RevistaImpressão&Cores-ed99.pdf

___Eventos

14

Como inovar no mercado da moda, de Andrea Julião (SENAI Santa Cruz do Capibaribe), a Gestão LEAN dentro da indústria do vestuário, de Anselmo Lima (SENAI Caruaru), Processo de decisão de compras, de Daniela Oliveira (SENAI Caruaru), Tendências de marketing na internet 2016, de Paulo Delegá (World Fashion), A tecnologia da Moda (Audaces), Os anseios do consumidor, de Maria José de Carvalho (Textília), Tendências da moda jeans, de Iolanda Wutzl, Cartão BNDES, com Neide Ferreira (Abramaco), TransModos / mesa redonda c/ Leopoldo Nóbrega (Ciclo Pernambucano), Cenários do comportamento de consumo, de Patrícia Sousa (UseFashion), Moda Agreste – entre a Lã e o Couro. A comunicação Visual na Moda de um Povo que o é por Cultura própria, de João Barcellos (Revista I&C), Tecidos – conceitos de utilização, de Valdemi de Abreu, Novidades e inovações na ITMA Milão, com Reinaldo Rozzatti e César Corradi (ABTT), eis a riqueza de temas que especialistas e editores levaram o palco das palestras na Agreste Tex 2016. O sempre inquietante e desafiador Ciclo PE Moda, Arte & Sustentabilidade, coordenado pelo artista plástico, cenógrafo e consultor de moda e mercado, Leopoldo Nóbrega, contou, na 3ª Edição, com a participação do Coletivo Ativistas da Moda para debater o tema Moda Mundo Muda Modos sobre os desafios dos novos tempos, mudanças estratégicas e desenvolvimento sustentável.

TECNOLOGIA

LAMINAÇÃO Laminação é um processo de cobertura que permite maior vida útil às impressões e um acabamento sofisticado. O equipamento aplica um filme plástico sobre uma superfície para a proteção do impresso, digital ou não, de um lado (laminação) ou ambos os lados (encapsulamento). A impressão com a laminação ganha maior proteção contra poeira e água, maior rigidez, maior durabilidade, além de acabamentos como fosco e brilhante. Uma das vantagens da laminação é permitir que gráficos, signmakers e serigrafistas, utilizem mídias de baixo custo protegendoas com os filmes que encorpam e dão realce. E ainda: proporciona a opção de novos trabalhos que exigem resistência externa ou interna utilizando a impressão digital, pois, aumentam a garantia do produto final e a limpeza do material pode ser feita com um pano úmido. Conforme o tipo de material a laminar escolhem-se as laminadoras a frio ou laminadoras a quente (térmicas). Os filmes quentes são mais baratos que os filmes frios. A laminadora térmica, devido ao seu sistema de aquecimento e ao controle de temperatura, é mais cara que a laminadora a frio, porém, o seu produto final é mais barato, sendo ideal para as empresas que têm previsão de laminar grande volume. Existindo uma previsão de laminar pouco volume, o mais conveniente é uma laminadora a frio, já que apesar de utilizar um filme mais caro, permite maior flexibilidade devido à variedade de filmes e aplicações. A manutenção de uma laminadora é muito simples: basta limpar os rolos com álcool isopropílico em pano embebido (que não seja algodão, que solta fibras). É muito importante que a manutenção seja feita regularmente, de 15 em 15 dias. A perfeita manutenção dos rolos será a grande responsável pela qualidade das laminações. Qualquer marca, corte ou acumulação de adesivo nos rolos, pode criar marcas, manchas ou bolhas no trabalho final.

Fonte: Danfex


CONHEÇA O UNIVERSO TECNOLÓGICO DA CHIGUETO E IMPULSIONE SEU NEGÓCIO! PRENSA BOTTON

Com matrizes para fabricação de bottons, chaveitos, botton imã, espelho e abridores. Tamanho das matrizes: 2,5 / 3,5 / 4,5 / 5,5 / 6,5 / 8,8 cm e quadrado de 5,1 cm. Todas fabricação própria.

EFEITO AMASSADO EM JEANS com Prensa Térmica Pneumática Prensa Térmica Pneumática projetada para produzir efeito amassado em jeans. É a PJ 150, desenvolvida para ser operada com facilidade e rapidez, agora com acionamento por pedal.

Informações Técnicas: Forma Côncava: 13,8x15 Potência: 1,8 Kw Consumo de Energia: 0,9 Kw/H Voltagem: 220 v Dimensões: 32x78 cm

PRENSA TÉRMICA PARA ETIQUETAS Especialmente projetada para etiquetas em bobinas de até 60 mm de largura, este tipo de prensa (com 12 modelos) adequa-se a diversos tamanhos de etiquetas. Com leitor de tarja, esta prensa dá qualidade e maior produtividade. Informações Técnicas: As etiquetas são gravadas com impressora térmica monocromática; a temperatura da placa é de 200ºC e o tempo de 2 segundos; os rolos de papel são comercializados na largura de 3,5 cm ou 5,5 cm, e comprimento de 150 m. Este tipo de etiquetas pode ser aplicado em tecido de fibras naturais, sintéticas e mistas.

PRENSA TÉRMICA PNEUMÁTICA PF 1460

(11)

2402-4740

Fábrica, Loja e Show Room Rua Padre Geraldo Malzerol, 90 Jd. Santa Emília - Guarulhos / SP

Outros modelos de prensas e linha de bottons em www.chigueto.com.br

PRENSA TÉRMICA PNEUMÁTICA c/ Placa Móvel, Braços Fixos nos Formatos PL 500 (40x50 cm), PL 150 (8x15 cm), PL 430 (37x43 cm)

PRENSA TÉRMICA MANUAL

MD 500, nos Formatos 22x33, 35x35, 37x43, 40x50, 45x55 e 51x71 cm


Revista Impressão & Cores | Edição 99  

Edição 99 - Ano IX - Março de 2016

Revista Impressão & Cores | Edição 99  

Edição 99 - Ano IX - Março de 2016

Advertisement