Page 1

Ano VIII - Edição nº 89 - Maio 2015

ISSN 2176-1345 ¦ Distribuição Gratuita

NOTÍCIAS DO MEIO GRÁFICO, MODA & TÊXTIL // COMUNICAÇÃO VISUAL

Tecido & Papel Especialidades Tecnológicas para Gráficos & Têxteis no âmbito da

TECNOTÊXTIL

Comunicação Visual

Revista Impressão & Cores · Maio · 89

VINÍS

laminados ambientam

2015

OUTRO BRASIL [1]


VOce ALIADO A TECNOLOGIA

CARROSSEL AUTOMÁTICO MINI MCA

Novidade

MÁQUINAS P/ TRANSFER

EQUIPAMENTOS P/ SERIGRAFIA

CALANDRAS

CARROSSEL AUTOMÁTICO MCA

MTCF 500

MTC 1.800

MTCF 250

PRODUTOS 100% NACIONAIS

PRENSAS MANUAIS

P/ JEANS PTI-5 Jeans

Elétrica e a Gás Modelos sob consulta

PTM-80 80 x 65 cm

AUTOMÁTICAS E SEMI-AUTOMÁTICAS

vanguarda.art.br

POLIMERIZADEIRA /SECADORA

MESA ELÉTRICA DUPLA

MISTURADORES DE TINTA AUTOMÁTICA PTA-4000: 40 x 50 cm 52 x 72 cm

SR-4 Prensa térmica Para etiquetas Em bobina

PTP-660: 96 x 66 cm

PTP-400 Dupla 40 x 50

PTP - 15

PTP - 900: 85 x 110 cm PTP-1450: 100 x 145 cm

MULT-MIX

MTVR-20

Fone: 47

MT-70

3323-5844

www.mogk.com.br mogk@mogk.com.br Rua 2 de Setembro, 2.877 - 89052-505 - Blumenau - SC

[2]

Revista Impressão & Cores · Maio · 89


editorial

Empresariado & Alta Tecnologia & Caos Funcional Desempenho Profissional

*

jb@impressaocores.com.br / junior@impressaocores.com.br

Redação 11 4703.3077 JB 9 9966.5246 Junior 11 9 6898.3230 Os artigos assinados são de responsabilidade dos seus autores.

Saiba +

www.impressaocores.com.br

E-Jet VO

Grande Novidade J-Teck

Carrossel automático Excelência MOGK

Abril · 88 Revista Impressão & Cores · Maio 89

VISUAL

Tecido & Papel

COR

MERCADO 04/05 4/5 - Couro, ÁlbumMERCADO & Encadernação - Tinta p/ Cartões VFP - Seminário VITRINE de Tendências / Tendere EMPRESARIAL 06 - Metalnox lançou a prensa 900 CITEVE / de Portugal para o EL Mundo VITRINEPERSONALIDADE EMPRESARIAL066 Uma Ponte Chamada CotaPrint Paulo Pereira (AUDACES)

PERSONALIDADE ESTAMPARIA & MODA 086 Anderson Clayton / Roland DG - Audaces na América Latina - Italo Mariani na J-Teck Brasil ESTAMPARIA, MODA & TÊXTIL DIGITAL 8 - Papyrus / uma têxtil digital REGISTRO 09 com 180 m²/h de produção! - Comunicação Visual: detalhes - Lectra lança PLM V4 - Kodak Preps / treinamento

NOSSAPAINEL CAPA 13 12 Vinís / laminados que ambientam - Cor / espaço-tempo gráfico

Espaço-Tempo Gráfico & Estampa

Comunicação Visual É o que vemos naturalmente e é o que temos pela arte humana de decorar/estampar coisas [tecidos, madeiras, metais, etc.] e os próprios corpos [batom, rimel, tatuagem, etc.]

FESPA Brasil

SUMÁRIO SUMÁRIO

NOSSA CAPA 12 REPORTAGEM 11 Tecido// &Painel Papel - FESPA Brasil

Especialidades Tecnológicas para Gráficos & Têxteis no âmbito da

2015

CASTRO, Mário Gonçalves de – Fotojornalista e Serigrafista; diretor da revista Lumière et Idée [Paris e Quebec] com apoio editorial de João Barcellos. Mário G. de Castro é membro do Grupo de Debates Noética, filiado ao Centro de Estudos do Humanismo Crítico [Guimarães-Portugal]. Rio de Janeiro, 2015.

REGISTRO 9 REPORTAGEM 11 - Mogk lança Mini Carrossel Automático Painel 2015 / TECNOTEXTIL - FESPA palestras

NOTÍCIAS NOTÍCIASDO DOMEIO MODA MEIOGRÁFICO, GRÁFICO, MODA && TÊXTIL TÊXTIL//// COMUNICAÇÃO COMUNICAÇÃO VISUAL

MOGK lança Mini Carrossel Automático

VINÍS

Painel 2015

laminados ambientam

TECNOLOGIA 14 TECNOLOGIA 14 - TecnoTêxtil /Palestrasespeciais Técnicas - Serigrafi a // matrizes - BN Papelde / sublimação - Congresso Internacional Educação

OUTRO BRASIL

I&C

REVISTA

www.impressaocores.com.br

Ano VIII - Edição nº 89 - Maio 2015

Título/Marca de TerraNova Comunic 02.206.278/0001-45 NAE 58822100 Certificado Digital // NF@ Certificado Corresp.: Cx. Postal nº16 06717-970 Cotia/SP Edição / Cristiane Ramos [Mtb 39615] & João Barcellos Dep Comercial / JUNIOR Dep Jurídico / Dr Luiz Silva Gráfico / Pedro Caetano Web / Georg Hans Projeto Gráfico Gráfica e Editora Impressão / QuatroCor Gráfica

ISSN 2176-1345 ¦ Distribuição Gratuita Ano VIII - Edição nº 88 - Abril 2015 ISSN 2176-1345 | Distribuição Gratuita

A palestra, feita em plena 3ªf de Carnaval para um grupo de artistas, tem uma edimensão losófi ca que interessa fotos serigrafias,fina seleção e preparação ao empresariado em geral, em tecnologia particular de materiais, enfim, “a alta que diznovo “nãoque sei nos comodesperta o Brasila éaquele um mundo sobrevive a si da mesmo”: a resposta está alma sequiosa novidade”, como diz o nesta formidável cheirinho Barcellos em suas palestra preciosascom palestras. e pitada socrática. o título diz Confesso que eraAliás, um fotojornalista quase tudo. até Especialista em história “quadrado” o momento em quelusoesse brasileira, JoãomeBarcellos oferece-nos amigo e mestre deu a resposta para os nacos medos: da suacriar sabedoria em momentos meus uma revista e divulgar cruciais de reflexão prisma do nela os trabalhos que sob faço omundo afora. humanismo crítico. da alta tecnologia Do susto à descoberta para plataformas o empresariado ligado queEoferece gráficas, que seà Comunicação Visual, o conteúdo tem compatibilizam até com equipamentos a mesma importância, a política artesanais, vivo agora porque um desempenho econômica que no caos funcional éa profissional quegira nunca havia sonhado mesma que o impede de crescer, embora fosse possível. lheViver peça que pague os impostos...! a alta tecnologia, seja em que nicho comercial ou industrial for, é viver ABDULLAH, Celine – microempresária e bioquímica.. Moçambique, Fevereiro de 2015. o futuro hoje. E só se aprende vivendo a Obs. Editorial: a íntegra da palestra está no site experiência doimpressaocores.com.br, novo! em Palavra do Editor

TECNOTÊXTIL

EXPEDIENTE

Li hoje o resumo da palestra BRASIL: Um Caos Funcional Na Carnavalização Uma Sempre que escutoPolítica. “alta tecnologia” análise a envolver o poeta-empresário já não fico apavorado. Isto é válido para Fernando Pessoa e o editores, filósofo Manuel fotógrafos, jornalistas, gráficos, Reis porque com contraponto em Sócrates, do etc., a cada passo da jornada notável amigo Barcellos, profissional ose mestre novos João equipamentos aluna emobrigam-nos Coimbra, nosa ede quem recursosfui digitais idos 1975-76. O social texto,e financeiro. que circula adaptações de custo É entre grupos verdade: já não de me estudos assusto. lusófonos e latino-americanos, mexeu com Em muitas conversas com o muita editor gente,Barcellos, principalmente acadêmica, João amigo e mestre, aprendi pensavafundo ser onaassunto um tabu.e aque mergulhar alta tecnologia, E não é.agora Paracom se conhecer o Brasil convivo o artesanal, o corte/é preciso conhecer como impressão laser e a muito estampabem digital. E foi o aprendi processo da economia liberal mais: a defender a valorização no tecnologia assentamento luso-americano, da que beneficia o beme o mesmo é válido Angola, estar da humanidade pelopara desempenho Moçambique, Verde, profissional que Cabo oferece, porqueGuinéagora Bissau, São Tomé e Príncipe, embora trabalhamos com mais eficiência, mais o caso sejae... historiografi camente mais segurança mais oportunidades na ‘sonante’ geoeconomia do Brasil. criação dana comunicação visual, seja com

Sempre presente nos pontos de opinião

Phenix Máquinas o mundo da Serigrafia ao seu alcance

ASSINATURA

12 Edições por R$50,00 Deposite R$50,00 p/ TerraNova Comunic Banco do Brasil Agª 0916-4 cc 29845X e envie cópia do doc c/ os seus dados p/ revista.ic@uol.com.br ou ligue 11-4703.3077

[3]


Couro, Álbum & LAMINAÇÃO ANIMAL OU SINTÉTICO, o couro está presente na confecção de muitos objetos do nosso cotidiano – um deles, a capa encadernada da agenda de trabalho ou do álbum de fotos, e, em casos sofisticados, no álbum de amostras de produtos. É, na verdade, um artigo que acompanha a humanidade desde os primórdios civilizacionais. E é sempre uma tendência cíclica, pois, embora não saia de moda, o couro cede espaço por algum tempo a outros materiais para logo retornar com a sua força naturalíssima. Agora, em tempos de foto-livros e capas de álbuns em papel-cartão acabadas com aplicação de verniz ultravioleta [laminação fria], eis que o couro ressurge. É interessante verificar, no meio fotográfico, que o couro nem compete com a alta tecnologia da laminação térmica (filmes

Impressora Em Rolo & Flash Cure Dois equipamentos, duas necessidades no mercado da estamparia: a Impressora Em Rolo e a Secagem Localizada (Flash Cure).

Excelência na fabricação e comercialização de equipamentos serigráficos

plastisóis e base d´água.

Carrossel Têxtil

Tanque de lavar telas

A conceituada fabricante brasileira Phenix Máquinas produz os dois equipamentos dentro das normas internacionais de segurança e aplicabilidade.

Impressora Em Rolo é cada vez mais utilizada na produção de estampas em fitas e crachás.

Esticador Mecânico

Linha UV

Flash Cure é essencial em toda a estamparia localizada na pré-cura de tintas

PHENIX [www.phenixmaquinas.com.br / 41-3633.1008]

[4]

Tel.: (41) 3633 1008

www.phenixmaquinas.com.br Revista Impressão & Cores · Maio · 89


mercado

de polyester ou bopp) que protege as fotos impressas digitalmente (plotters): o couro identifica um objeto artística e sofisticadamente acabado para ser manuseado por várias gerações. Enquanto isso, a laminação depende do papel fotográfico, sendo que existe papel que dispensa qualquer tipo de proteção. Da mesma maneira que os laboratórios fotográficos se adaptam às tecnologias de ponta, todo esse meio profissional atua em função da indústria digital e, por isso, interage em suas plataformas operacionais: assim, temos uma máquina Lectra que identifica e corta couro com laser em produção de larga escala, produtos Ical dimensionados para pós-fotografia, laminadoras da Prolam, plotters HP e Roland DG, plotters de saída têxtil na J-Teck, câmeras e papel FujiFilm, Kodak e etc., e tudo isto cientificamente conectado para melhorar o desempenho profissional e a alegria na imagem que produzimos. Ilustrações: Imagens da TerraNova Comunic e da Web para livre copiagem.

Revista Impressão & Cores · Maio · 89

[5]


vitrine empresarial

CITEVE

Despertar o Brasil para a Certificação e o Desenvolvimento Sustentável De grande importância para o desenvolvimento tecnológico sustentável e uma instituição que elimina o analfabetismo funcional, o CITEVE é um centro tecnológico, sem fins lucrativos, sediado em Vila Nova de Famalicão, norte de Portugal, e com delegações comerciais no Brasil, Tunísia, Argentina, Paquistão, Chile e México, que disponibiliza as empresas do Sector Têxtil e do Vestuário, Cortiça, Cerâmica, Vidro, etc., um portfólio de serviços que inclui ensaios laboratoriais, certificação de produtos, consultoria técnica e tecnológica, I&D+inovação, formação, e moda e design. Como organização de referência no panorama nacional e europeu, em matéria de promoção da inovação e desenvolvimento da Indústria Têxtil e do Vestuário, o CITEVE apoia o desenvolvimento das capacidades técnicas e tecnológicas, através do fomento e da difusão da inovação, da promoção da melhoria da qualidade e do suporte instrumental à definição de políticas industriais para o sector. Estabelecido em 1989, o CITEVE tem a participação de empresas (630 unidades), na sua maioria PME com base na região norte de Portugal. Com uma relação muito estreita com as empresas e um conhecimento profundo da realidade e do desempenho do setor, o CITEVE também desempenha um papel importante na definição e implemento de políticas públicas. Além de ser um prestador de serviços para as empresas e uma organização de apoio com um papel ativo na promoção do conhecimento e informação, o CITEVE posiciona-se estrategicamente entre a academia (universidades) e as empresas. Presente na edição 2015 da Tecnotêxtil Brasil, organizada pela FCEM, o CITEVE, segundo Regina G. de Assis, sua country manager, desenvolve esforços par auxiliar as empresas locais a perspectivar a respectiva produção sob certificação de qualidade.

EU APOIO A MODA BRASILEIRA Saiba + marketing.brazil@lectra.com

[6]

personalidade

PAULO PEREIRA O olhar multicultural da moda na Audaces

Ele é catarinense de Floripa, estudou na Universidade Federal de Santa Catarina e, após mestrado na Espanha, em 1992, recebeu convite de dois colegas de curso na UFSC, Cláudio Grando e Ricardo Cunha, logo, passou a trabalhar com eles, também especialistas em Computer Aided Design [cad] entrando, em 1994, na empresa Audaces, para desenvolver programas de computação. “Estou na Audaces praticamente desde o começo das atividades. Éramos poucas pessoas e tínhamos que fazer tudo – desenvolver o software, vender, treinar, dar suporte aos clientes. Foi um grande aprendizado, que me permitiu ter uma visão completa da cadeia de valor da Audaces e, principalmente, entender as necessidades e requerimentos dos clientes”, diz ele. E ele é Paulo Pereira, hoje diretor operacional da Audaces. “A transição da área de desenvolvimento para a área comercial foi gradual e natural. Em 2005, deixei definitivamente o desenvolvimento para atuar na área comercial. Meu foco foi sempre o setor internacional: levar a tecnologia Audaces para outros países. Atualmente, a Audaces está presente em mais de 70 países, em todos os continentes. Acredito que minha maior contribuição neste sentido foi ter trazido para a Audaces um olhar diferente de outros mercados, outras culturas. As demandas dos clientes da Europa são muito diferentes do Brasil, por exemplo. A Itália é considerada o berço da moda e a exigência de qualidade nas confecções é enorme. Ao atender as necessidades dos clientes italianos, aumentamos a qualidade e produtividade das nossas soluções. Consequentemente, clientes em todo o mundo são beneficiados”, adianta em entrevista registrada pela agência Dialetto e exclusiva para a Revista I&C. Paulo Pereira é o olhar multicultural da moda na Audaces aliando tecnologia de última geração e gestão mercadológica adequada a cada região. Revista Impressão & Cores · Maio · 89


Revista Impress茫o & Cores 路 Maio 路 89

[7]


estamparia, estamparia moda & têxtil digital

J-Teck J-Teck Estamparia Moda Têxtil Digital

Consolida Consolida Presença Presença

J-TECK IMAGINE

Lectra

NoBrasil Brasil No

Sérgio Schmitz, Italo Mariani, Sérgio a sua criatividade com a qualidade dasSchmitz, Italo Mariani,

Consolida CORES J-TECK presença no Brasil

AUDACES Fashion PLM V4

Manoela e Fabrício Christoff. Manoela e Fabrício Christoff.

Italo Mariani, executivo J-Teck Itália, esteve Balneário Italo Mariani, executivo dada J-Teck Itália, esteve emem Balneário Camboriú para visitar a sede J-Teck Brasil administrada pela Camboriú para visitar a sede dada J-Teck Brasil administrada pela Família Schmitz, seja, Sérgio, Manoela, Fabrício e uma Família Schmitz, ouou seja, Sérgio, Manoela, Fabrício e uma respeitável equipe técnica e comercial. respeitável equipe técnica e comercial.

Em pauta, no encontro internacional, as nuances do mercado

pauta, no encontro internacional, as nuances do mercado ItaloEm Mariani, executivo da J-Teck Itália,tintas esteve em mundial e brasileiro de estampa por sublimação, e mundial e brasileiro de estampa por sublimação, tintas e Balneário Camboriú para visitar a sede da J-Teck Brasil impressoras. impressoras. administrada pela Família Schmitz, ou seja, Sérgio, Com interesse em ter sempre o melhor e mais moderno para os Com interesse eme ter sempre o melhor e mais moderno para os Manoela, Fabrício uma respeitável equipe técnica e clientes, foram dois dias de intensas reuniões para tratar de tudo clientes, foram dois dias de intensas reuniões para tratar de tudo o o comercial. que há melhor para o segmento da sublimação digital num que hápauta, dede melhor para o segmento digital num Em no encontroda sublimação internacional, as momento em que o setor têxtil digital latino-americano busca cada momento o setor têxtil digital latino-americano busca cada nuances doem que mercado mundial e brasileiro de vez mais qualidade na estampa por sublimação e as tintas J-Teck vez maispor qualidade na estampa por sublimação as tintas J-Teck estampa sublimação, tintas e e impressoras. são um dos focos desse interesse. são um dos focos desse interesse. Com interesse em ter sempre o melhor e mais moderno para os clientes, foram dois dias de intensas reuniões para PapyrusG5 G5 tratarPapyrus de tudo o que há de melhor para o segmento da 180 m2 / hora velocidade emImpressão Impressão 180 m2digital / horanum dedevelocidade sublimação momento emem que o setor têxtil 180 m2 / hora de velocidade em Impressão digital latino-americano busca cada vez mais qualidade Papyrus G5 / d.gen é a mais recente edição das impressoras direct-to-paper para Papyrus G5 / d.gen é a mais recente edição das impressoras direct-to-paper na estampa por sublimação e as tintas J-Teck são um dospara produção em/ alta velocidade em sublimação. É edição um sistema de produção integrado Papyrus G5 d.gen é a mais recente das impressoras produção em alta velocidade em sublimação. É um sistema de produção integrado focos desse interesse.

Conquistando AméricadeLatina agilizaa desenvolvimento produto do planejamento à terceirização

Depois de passar pela Colombia, a Audaces chega ao Equador, com o desafio de ampliar o market share e impulsionar as vendas no país. A empresa, que já é líder no Brasil e na América Latina no segmento de tecnologia para moda, participou, entre os dias 18 e 20 de março, da Xpotex / V Muestra Textiles,emMaquinarias e Insumos, Especializada soluções integradas de a tecnologia para indústrias que utilizam principal feira do setor no país.

materiais macios, tecidos, couros, têxteis técnicos e materiais compósitos, a Lectra anunciou o Fashion PLM V4. A crescente complexidade da indústria da moda força as empresas a se transformarem do tradicional aos mais recentes modelos de negócios. "Lectra Fashion PLM foi desenvolvido para melhorar o trabalho em equipe, desde a concepção à produção e para ajudar as empresas de moda construir melhores produtos mais rapidamente ao impulsionar o desempenho geral do negócio", disse Anastasia Charbin, diretora de marketing da Lectra para moda e vestuário. Para construir esta nova versão Lectra Fashion PLM, que incide fortemente sobre o planejamento recolha e gestão de calendário, (inclui alimentação de papel de transferência combinado) e queem conta com a direct-to-paper produção em alta velocidade (inclui alimentação de papel de transferência combinado) e que conta com a as equipes Lectra de P&D trabalharam em Foto: Sérgio Schmitz,para Italo Mariani, Manoela e Fabrício Christoff. última geraçãoum de cabeças Ricoh produção Gen5 que garantem 180 m2 / h de velocidade com a empresa sublimação. sistema integrado última geraçãoÉde cabeças Ricohde Gen5 que garantem 180 m2 / (inclui h de velocidade Na ocasião, foram parceria apresentados o clube sul-coreana de benefícios Samsung-Cheil Industries e a francesa de impressão com operacionalidade estabilizada. de impressão com estabilizada. combinado) e que conta da organização e o Audaces IDEA, o sistema mais alimentação de operacionalidade papel de transferência DBApparel. desenvolvimento desenhos técnicos com a última geração de cabeças Ricoh Gen5 que garantem completo paraConstruir uma coleçãode rentável e endereçar J-Teck [www.j-teck3.com.br ] as criativos, tendênciasvoltado sazonais,ao as design expectativas do J-Teck de moda. 180 m2 / [hwww.j-teck3.com.br de velocidade de] impressão com operacionalidade e de raciocínios consumidor e restrições de tempo Fone 47-3267.8400 Fone 47-3267.8400 “Para chegarmos à nossa meta de crescer em 50% no estabilizada. é um desafio complexo. Com a nova gestão faturamentodedas internacionais, coletavendas do Lectra Fashion PLM, aspretendemos empresas têm uma visão dinâmica que financeira para gerir Papyrus G5 / d.gen é a mais recente edição das destacar o ganho de produtividade nossas inovações Confira o lançamento da Papyrus G5 no stand da J-Teck eficazmente a sua oferta de produtos. impressoras direct-to-paper para produção em alta geram para todos os pontos da cadeia de produção Global durante a FTECNOTEXTIL, em São Paulo [7 a 10 de

Papyrus G5

PAPYRUS G5

180 m²/hora de velocidade em impressão

velocidade em sublimação. É um sistema de produção Abril / Expo Center Norte]. integrado (inclui alimentação de papel de transferência combinado) e que conta com a última geração de cabeças J-Teck [www.j-teck3.com.br Ricoh Gen5 que garantem ]180 m²/h de velocidade de Fone 47-3267.8400 impressão com operacionalidade estabilizada. J-Teck [www.j-teck3.com.br] / Fone 47-3267.8400

[8]

na indústria”, disse Paulo Pereira, diretor de vendas Gerenciamento do Ciclo de Vida internacionaisPLM da/ empresa. de um Produto [PLM, ou Product Lifecycle Management], i.e., da criação ao planejamento, confecção e venda semferramenta terceirização]. Audaces [com IDEAou é uma exclusiva para estilistas e designers, que alia P&D / PesquisaEntre & Desenvolvimento [do inglês q.s., e produtividade e criatividade. as vantagens da solução, estãoR&D, a velocidade & Development]. a precisãoResearch dos desenhos, a simulação do custo das peças e a elaboração de ficha

técnica automatizada. www.audaces.com.br

[Colaboração Editorial: Dialetto]

Revista Impressão & Cores · Maio 89 Abril · 88


registro

COMUNICAÇÃO VISUAL

DETALHES ARTÍSTICO-INDUSTRIAIS Comunicar visualmente é utilizar estruturas de linguagem gráfico-pictórica e têxtil, e já agora eletroeletrônica [web e impressão/ estamparia digital], que possibilitam intercâmbios mercantis e socioculturais entre pessoas e comunidades. Um rótulo fornece dados gerais referentes a um produto enquanto a etiqueta informa da sua aplicação e manuseio, já o tag identifica os objetos prontos para consumo e os conceitos que os geraram. Tais indicadores – rótulo, etiqueta e tag – podem personalizar uma coleção e agregar valor mercantil e cultural à empresa. São detalhes artístico-industriais que definem uma boa comunicação visual a partir de um objeto que, além dos mencionados, pode ser um botão que tem como ´casa´ o espectro visual da empresa que o concebeu. Pode se dizer que o conteúdo é tão importante quanto a arte industrial que gera o objeto, logo, permite a quem vai consumir decidir se ´veste´ plenamente ou vai fazer ´mix´ com outro objeto.

CURSO PREPS Bytes & Types + Kodak Bytes & Types, com apoio da Kodak, realizará curso prático sobre Imposição de páginas com o Preps. O curso tem como objetivo mostrar os recursos e apresentar dicas práticas do Kodak Preps para fazer imposições de páginas e/ou repetições de layouts de forma manual ou automatizada,

Revista Impressão & Cores · Maio · 89

Ou seja: a moda não dita conduta, incentiva a pessoa a buscar no prazer de estar bem um modo de ser consumidora consciente. Então, a informação é tudo. É nos detalhes que uma ideia/ objeto estrutura a sua linguagem visual. Comunicação visual é tudo o que nos leva a observar ou a deixar ver: o conteúdo é a mensagem, escrita ou pictórica. Barcellos, João – da palestra comunicação visual: detalhes artístico-industriais. São Paulo – br., Abril de 2015.

Ilustrações: objetos produzidos pela TECNOBLU [Blumenau/SC, 47-3144.8000] e sua coleção 2015 de CósJeans.

  CUSTO: O investimento é de R$ 460,00 (parcelados em até 12 vezes no cartão de crédito) e as inscrições podem ser realizadas pelo link: http://loja.bytestypes.com.br/cpreps2015.html // Dia 27 de Junho, no Espaço Acctiva, na Av.Paulista nº1159.   e direciona-se para profissionais de pré-impressão, diagramadores e arte-finalistas de gráficas. A instrutora deste treinamento é a Ana Cristina Pedrozo Oliveira, publicitária, designer e que, atualmente, trabalha no departamento de pré-impressão no Senai “Theobaldo De Nigris”. Atua desde 1989 em agências, birôs de pré-impressão e gráficas, desenvolvendo projetos da criação até o acabamento e acompanhando todas as fases de produção.

[9]


reportagem

prodv

NOVOS NEGÓCIOS NOVAS OPORTUNIDADES FEIRA DE MÁQUINAS, EQUIPAMENTOS, SERVIÇOS E QUÍMICA PARA A INDÚSTRIA TÊXTIL

Maquintex

Má EVENTOS SIMULTÂNEOS: Má quina FEIRA DE MÁQUINAS FEIRA DE EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS PARA A Av quina s de PARA A INDÚSTRIA INDÚSTRIA DE IMPRESSÃO DIGITAL, GRÁFICA, i c COUREIRO-CALÇADISTA SINALIZAÇÃO E SERIGRAFIA Eti amen s de ostu cor ra qu t o Em eta s te s Be Eq balag n uip e n Fio efici Aca am s am s en ba Es en me tos tam tos nto A uto par s i m Inf aç as o Qu Tea rmá ão in t í du Qu mica Ma res ica str ím ial tér Fia ica aplica ias çã d d -pr s ecu o pr efinid a im i as m n a Su b dár ária e Pre pri segm ia nci Tin para pa enta En ç l go g ção ma Es ime ão tam nto gem Má pa equ quina ria i tin pam s e t Set urari entos a or pa de ra lav an de ria

Femicc Signs Nordeste

18 a 21 DE AGOSTO

2015 CENTRO DE EVENTOS DO CEARÁ

RM

w

[ 10 ]

Feira de negócios consolidada como referência na região nordeste. Participe!

br . m

o

.c x e t

in u q

ma

. w w

O

INF

:

ES

Õ AÇ

CONGRESSO NACIONAL DE TÉCNICOS TÊXTEIS

Apoio:

Empresa Associada:

Promoção:

SindConfecções Sindicato das Indústrias de Confecção de Roupas e Chapéus de Senhoras no Estado do Cear á

Sindicato das Indústrias de Confecções de Roupas de Homem e Vestuário no Estado do Ceará

Revista Impressão & Cores · Maio 89 Abril · 88


especial

Painel 2015 A edição 2015 da Tecnotêxtil Brasil reuniu a ENT Brasil - Exposição de Equipamentos e Insumos para a Indústria de Nãotecidos e Tecidos Técnicos e a Seritex – Feira de Serigrafia e Tecidos para a Indústria Têxtil no mesmo evento, promovido pela FCEM, de 07 a 10 de Abril de 2015, no Expo Center Norte, em São Paulo, com apoios da ABRAMACO, SINDITEC, ABIMAQ, ABTT, ABIT e ABQCT também nos painéis de palestras técnicas. Welttec, GGTech, Totale, Yguaçú, Be Hype, MegaMaq Costura, F1 Suprimentos, MetalSete, Agabê e seus conceitos de indústria sustentável, Balkan, Tabatex, Cinco Estrelas, ICLA, Grupo 3DC, Mayer, Schinck Bin, Ocasitex, Siliconi, Bardahl, Gobbi, Sav-Mak, Nisew, Takara, Associação Empresarial Portuguesa (AEP), Reyda, FS Máquinas, B2B Moda, JBacus também a representar a HC Taiwan e sua máquina de fazer corda trançada, Sensient, Ampla Digital, Sily, Automatiza, a Audaces com suas sofisticadas máquinas de corte, Epson, J-Teck Brasil e as tintas digitais e impressoras d-gen e E-Jet, S.Roque, MicroData, Royalle, Rutland Group, Maclen, Mathis, Potencial Laser, Blutérmica, Andrade Máquinas, Hikari Brasil, DGI, Lanmax, Barudan, DMP, Tajima, MAB Fortuna, Enfesmak, Silmaq, Imatec, TRM, Grupo NS, Sun Special, Roland DG e suas impressoras para têxtil digital, Cavemac, Arena Bureaux de Estilo, Mem Tekstil, Tekno Melt, Sun Sir, Woldmack, Avanço, Carmelo, Camfine USA Corp, J. Chicatto, SocioTec, Panmatic, Virtual Age, Moda Inclusiva, WBI, MoldMack, EcoBrisa, Erdem Tekstil, Mui Ne, Zagonel, Rivitex, Procópios, Semir, TR, GNA, Elteks Mak, Meta Kim, Sesli, Embalatrento, Side Iplike, Kipas, Ron Kimya, Armen, World Fashion, Venosan, Inarmeg, ParaMalhas, LGL Eletronics, ALW American Laser, Mennan, Makina, TS2, Estamac, CSDB Golden Wheel, Jupiter, Correias Schneider, UseFashion, Comace, Dotec Needle, uma quadra com empresas da China e outra da Turquia, eis o painel empresário no qual o público têxtil, serigrafista e têxtil digital, teve uma amostragem das novas máquinas, tecnologias e suas aplicações, além de especialidades em serviços para estes ramos. Das tintas às impressoras digitais do laser aplicado à estampa, a par da costura e do corte sob comando digital, passando pela estampa serigrafada, os teares e os tecidos (os tradicionais e os nãotecidos), o público teve uma exibição de alta tecnologia aliada a sistemas convencionais. O público, profissional, buscou informações, fez aquisições e anotou preferências para aquisições pós-feira, o que vem sendo uma tendência neste tipo de eventos.

Revista Impressão & Cores · Maio · 89

[ 11 ]


nossa capa

Tecido & Papel Especialidades Tecnológicas para Têxteis & Gráficos no Âmbito da Comunicação Visual Do Tecido Construído com fios de fibra natural e/ou sintética, o tecido têxtil [vestuário e lar] é produto de uma engenharia milenar que, hoje, opera sofisticadamente. O natural é obtido nos animais [seda e lã], nos minerais [amianto] e nos vegetais [algodão, sisal, cânhamo, juta], enquanto o sintético é produzido com matéria-prima petroquímica [polyester – PES, polipropileno – PP, poliamida – PA, elastano – PUR, acrílico – PAC, entre outros]; já o artificial é obtido das fibras celulósicas [viscose, acetato] e das proteínicas [óleo, milho, etc.]. Conhecemos o tecido na construção pela trama [horizontal] e pelo urdume [vertical] que se entrelaçam para originar dois produtos: o tecido simples [1 conjunto de fios de urdume e 1 conjunto de fios de trama] e o tecido composto [1 conjunto de fios de urdume e 1 ou mais conjuntos de trama]. Passando por processos de lavagem e tinturaria, o tecido têxtil gira uma economia que, gerenciada corretamente, abastece uma nação. Entre outros, existe ainda o tecido especial oriundo de uma construção com estrutura mista de tecido plano, nãotecido, malha, ou aquele resultante de soluções poliméricas [laminados, impermeabilizados ou não], enquanto que o tecido de sobreposição [ou malimo] nãotem entrelaçamento, i.e., é uma camada de urdimento sobre a camada de trama amarrada por uma cadeia de pontos de malha.

[ 12 ]

Do fio ao tecido a humanidade vivencia o mundo maravilhoso das ciências geradoras de tecnologia aplicada. DO PAPEL No campus químico pode se dizer que o papel é uma formulação com ligações de hidrogénio. É um material com substâncias fibrosas vegetais [celulose], que viram pasta para logo ser seca e transformada em rolos de papel e folhas. Hoje, os mundos do universo que é a comunicação visual operam com papel especial, seja ele térmico ou resinado para transfer de imagens, tanto com gráficos em off-set e flexo quanto por têxteis e impressores digitais configurando produtos por sublimação. Também, na fine art [foto e reprodução de obras artísticas] o papel com fibra d´algodão [canvas] dá melhor suporte à tinta pigmentada base d´água, o que já verifica igualmente na impressão digital. TECIDO & PAPEL Súbito, indústrias e artistas percebem que o papel e o tecido são suportes enraizados no cotidiano por uma razão simples: são naturalmente recicláveis e convivem com a humanidade até na higiene pessoal e na moda, além de decorar e comunicar... E agora, vivemos a produção de objetos com mais tecido e mais papel para respirarmos melhor e gozarmos a comunicação visual na sua plenitude estética e socioeconômica. Revista Impressão & Cores · Maio · 89


painel

VINÍS laminados que

ambientam outro Brasil

É moda...?! Pois, que o seja. O fato é que o vinil laminado tornou-se um mercado próprio e próspero para as empresas brasileiras do ramo, apesar da fortíssima concorrência estrangeira. Fábricas como Alko, Imprimax, Aplike e Sansuy, entre outras, produzem laminados vinílicos adesivos de alta qualidade que servem para decoração, pisos diferenciados, personalização de objetos, sinalização sociocultural e funcional, etiquetas, rótulos, etc., abrangendo tudo o que se possa imaginar. O mercado do vinil laminado é, agora, um ´puxador´ de bons resultados econômicos na indústria da Comunicação Visual, junto com o têxtil digital. Entre fundo-de-quintal, pequenas e médias empresas, o mercado do vinil laminado emprega milhares de pessoas e lhes dá educação tecnológica e socialização. Quando vemos um[a] adesivador[a] personalizar um carro, um capacete, ou decorar um espaço, ele/ela não está a apenas a construir um ambiente novo..., constrói um Brasil que só o empresariado brasileiro sabe construir diante da imensidão de dificuldades políticas e burocráticas! Hoje, felizmente, o Brasil brasileiro pode consumir produtos próprios e desenvolver trabalhos de alta qualidade artística no meio industrial. Sim, o Brasil pode e quer!

PAPEL TRATADO PARA SUBLIMAÇÃO DIGITAL PRINCIPAIS VANTAGENS Melhor custo-benefício para chegar a um produto final com qualidade Melhor definição de ponto evitando migração entre as cores

Maior durabilidade para impressora Fidelidade de cores com definição de imagem

Menor consumo de tinta por m² Tel. 2976-5233 Revista11 Impressão & Cores · Maio ·|89comercial@havir.com.br | www.havir.com.br

[ 13 ]


tecnologia

BN PAPEL

Produção Nacional de Papel Para Sublimação

TECNOTEXIL TECNOTEXTIL Palestras Técnicas Palestras Técnicas

BN Papel Catarinense Ltda, sediada em Benedito Novo, na região do Médio Vale do Itajaí, interior de Santa Catarina, produzia papéis planos de baixa gramatura, fabricados somente com aparas de papel. As atividades produtivas tiveram início em 2001; ecologicamente concebida, a empresa empregava cerca de 25 pessoas e a produção diária não ultrapassava 10 toneladas. Atualmente fazem parte da família BN Papéis mais de 100 pessoas e, quanto à produção, dependendo da gramatura do papel, pode chegar a 60 toneladas por dia. Os constantes investimentos em pessoas e processos, aliados a alta tecnologia aplicada ao processo produtivo, garantem a produtividade e a qualidade do papel, produzido hoje em diversas gramaturas, com aparas de papel e celulose. Empresa certificada, premiada e considerada uma das melhores para trabalhar, a BN Papel foi fundada por Carlos Stein cuja aposta foi e está no incentivo tecnológico e na aproximação profissional com o pessoal e os clientes: a harmonia profissional que gera bons produtos. Papel Para Sublimação // Um dos projetos já em desenvolvimento na empresa é a produção de papel para sublimação – o HD, com alta resistência à tração, baixa gramatura garantindo assim a transferência de pigmentos em tempo de excelência produtiva e menor consumo de energia; é um papel especial que respeita naturalmente [é 99% orgânico] o ciclo de produção na engrenagem da impressora digital, ou seja, suporte ideal para estampas de alta qualidade fotográfica. Estrada BNV 447, s/n | Benedito Novo, SC - 89124000 Fone/Fax: 47 3385.2000 / 3385.2002

[ 14 ]

a informação que forma

Giselle Araújo

[Lectra]

Maria José / Textília

João Barcellos / Revista I&C

Em meio a vários lançamentos tecnológicos, a edição

Em meio a vários Brasil, lançamentos tecnológicos, a edição 2015 da TecnoTêxtil promovida pela FCEM em 2015 da TecnoTêxtil Brasil, promovida pela FCEM em São Paulo, proporcionou o 2º Fórum Internacional de São Paulo, proporcionou o 2º Fórum Internacional de Inovação Têxtil, o Seminário ABTT, o Fórum Digital Inovação Têxtil, o Seminário ABTT, o Fórum Digital UseFashion, a Rodada Negócios by by UseFashion, a Rodada dedeNegócios e ea aamostragem do amostragem do projeto Moda Inclusiva. projeto Moda Inclusiva. Jorge Marcos Toledo,Wan WanChiChi Ming e Jorge Marcos Rosa, Rosa, Natália Natália Toledo, Ming Reginaldo da Silva, Alexandre de Caprio, Acácio Hypólito e e Reginaldo da Silva, Alexandre de Caprio, Acácio Dilara Rubia Pereira (todos do sistema SENAI), Norberto Hypólito e Dilara Rubia Pereira (todos do sistema Arena (Arena Bureaux), Rodrigo Becke Cabral (Audaces), SENAI), Norberto Arena (Arena Bureaux), Rodrigo Marta Sales (Costura Perfeita), Daniela Auler (Proj Moda Becke Cabral (Audaces), Sales (Costura Inclusiva), Patrícia SouzaMarta (UseFashion), Giselle Araújo (Lectra),Roberto Kriek, José [Revista Perfeita), Daniela AulerMaria (Proj Moda Inclusiva),Textila) Patrícia e João Barcellos Noética eGiselle RevistaAraújo Impressão & Cores), foram Souza (gd (UseFashion), (Lectra),Roberto conferencistas que levaram novas informações ao evento no Kriek, Maria José [Revista Textila) e João Barcellos âmbito da história e aplicabilidade têxtil-serigráfica, entre (gd Noética e Revista Impressão & Cores), foram a segurança individual e a sustentabilidade do próprio conferencistas que levaram novas informações ao mercado, moda e inovação tecnológica para a mesma, além evento operacionais no âmbito da história aplicabilidade têxtilde dados de alta erelevância profissional e ética. serigráfica, entre a segurança individual e a Revista Impressão & Cores · Maio · 89 sustentabilidade do próprio mercado, moda e inovação


Fabricação e Manutenção de Máquinas de Solda Eletrônica

Reconhecidas pelo próprio mercado como produtos excelentes, es, as máquinas de solda Gutierrez são ecnológicas para vários segmentos segmen soluções tecnológicas industriais

NOVO MODELO “G”: Blindagem na ferramenta de acordo com a Lei NR12 Proteção no Cilindro Pneumático Proteção no Pedal Pneumático Design do Modelo

REPRESENTANTE

EXCLUSIVO

A E ASSISTÊNCIA

PRONTA ENTREG

TÉCNICA

Fones 11 2116.2333 · 2717.2532

www.gutierrezmaquinas.com.br m.b br gutierrezmaquinas@gutierrezmaquinas.com.br utierrezmaquinas@gutierrezmaquinas.com.br utierrezmaquinas@gutierrezmaquinas com br | maqgutierrez@terra maqgutierrez@terra.com.br com br Revista16 Impressão & Cores · Maio 89 Abril · 88

[ 15 ]


[ 16 ]

Revista Impress茫o & Cores 路 Maio 89 Abril 路 88

Revista Impressão & Cores | Edição 89  

Edição 89 - Ano VIII - Maio de 2015

Revista Impressão & Cores | Edição 89  

Edição 89 - Ano VIII - Maio de 2015

Advertisement