Page 1

O que eu quero ser

1


Poet(a)ndo  O que quero ser… Eu quero ser Marinheiro e professor Segurança ao amanhecer, Isto tem de ser a valer. Cozinheiro profissional, Engenheiro florestal Para proteger a Natureza Agricultor, será que vou ser?

Cientista vou ser, Do sistema solar Vou ao espaço estudar E astronauta me vou tornar. Quero ser político Procurador judicial Escritor de poesia, Não ficava nada mal. Leandro Magalhães (4ºAO

Mecânico de carros, Sapador florestal Os fogos vou apagar E salvar Portugal.

2


Poet(a)ndo

 O que eu quero ser… Hoje aprendo a estudar A ler e a escrever. Para amanhã, Uma profissão ter. Após muito estudar, E depois de me esforçar. Aparece uma profissão, Para eu trabalhar.

No futuro não sei o que serei, Mil e uma profissões posso ter. Mas atriz profissional, Era o que pretendia ser. Se atriz não for, Outros caminhos se abrirão. Com muito trabalho, Surgirá outra profissão. Sofia Moreira – 4ºAO

3


Poet(a)ndo

 O que eu quero ser» Quando crescer Quero ser futebolista Porque adoro jogar à bola, Nunca vou ser alpinista. Quando estou a treinar Esforço-me ao máximo Saio todo estafado No dia seguinte, já esto recuperado.

Aprendi técnicas de jogo. O treinador ensina táticas A preparação física torna-me ágil E os jogos ensinam-me o espírito de equipa. O futebol dá-me genica! Vou treinar muito, Para realizar o meu sonho Que é jogar no Benfica. Filipe Ferreira (4ºAO)

4


Poet(a)ndo

 O que eu quero ser Eu quero ser Futebolista, cozinheiro E também pode ser Cientista e enfermeiro Eu quero ser futebolista Para ser um grande jogador. Mas não posso ser egoísta Para ser o melhor marcador.

Não quero ser dentista Mas, lá no fundo, Quero ser cientista Para estudar os planetas do mundo A profissão de maqueiro É levar na maca as pessoas Mas quero ser enfermeiro Para as pôr de novo boas. Diogo Correia (4ºAO)

Eu pensei em ser padeiro Para fazer bolinhos Mas quero ser cozinheiro Para cozinhar uns bons franguinhos 5


Poet(a)ndo

 O que eu quero ser… Eu cá quero ser tudo Massagista e estilista Ajudar os outros E também posso ser dentista! No fundo, o quero É ser pintora, Também gosto de crianças, Posso ser educadora

Também quero ser Uma bailarina, Mas se não conseguir Posso seguir medicina… De flores eu gosto Jardineira posso ser, Talvez um dia Possa acontecer… Beatriz Isabel 4AO

6


Poet(a)ndo

 “O que eu quero ser…” Eu quero ser um pouco de tudo Estilista e atriz Mas, no fundo, o que eu quero É ser feliz! Quero ser modelo E ser alta Para brilhar no palco Como um flautista a tocar flauta! Quero ser estilista Para vestidos criar Com estilo e fantasia As modelos desfilar!

Eu cá quero ser hospedeira Para viajar sem parar Pelo mundo inteiro Sem nunca me fartar! No fundo, quando eu for grande Seja qual for a minha profissão Eu quero é sentir-me feliz E exercê-la com dedicação! Bruna Barbosa (4ºAO)

Também quero ser professora Para crianças ensinar A ler e a escrever E também a contar! 7


Poet(a)ndo

 O que eu gostaria de ser Médico É o que eu quero ser, Para curar as pessoas E ajudá-las a viver. Nesta bela profissão Fazemos os outros compreender Que para sermos saudáveis Temos que cuidar Do nosso fantástico ser.

Ser médico É espetacular, Ficamos muito felizes Por um doente ajudar. Esta profissão É muito especial, Porque com ela O mundo é fenomenal! Miguel (4ºAO)

8


Poet(a)ndo

 Quero ser de tudo um pouco Desde pequenina que estou a construir os alicerces do meu futuro ser criança é divertido, mas das responsabilidades eu não descuro. Eu gostava de ser enfermeira e de ser sempre a primeira, também gostava de ser cozinheira para fazer comida à maneira.

Gostava de ser veterinária e cuidar do meu animal, tenho jeito e sou imaginativa e também sou sentimental. Gostava de ser artista plástica, fazer desenhos no papel, puxando pelo elástico dando ideias ao pincel.

(4ºAO) -18/01/2013

Carolina Sousa

9


Poet(a)ndo

 O que eu quero ser… O que eu quero ser É cientista de medicina. Quando tinha cinco anos Queria ser bailarina. Cientista policial Eu gostaria de ser A astrologia é um sonho, Tudo pode acontecer!

Também estou a apostar Na música e no karaté Já consegui gostar De dançar ballet! Um extra à profissão É ser catequista Mas eu quero mesmo É ser cientista. Mariana Semblano (4ºAO)

Linguagem gestual Para quem não tem audição É pena eu não apostar Nesta bela profissão. 10


Poet(a)ndo

 O que eu quero ser Quando eu for senhora Quero ser professora. Pois quero ensinar A escrever e a contar. Se não for professora, Talvez seja cientista Ou até mesmo Uma artista.

Aviadora não quero ser, Outras coisas quero aprender Domadora também não, Não me agrada a profissão. As profissões são imensas Há muitas surpresas, Também há alegria Até parece magia!

Joana Ferreira (4ºAO)

11


Poet(a)ndo

 O que eu quero ser … Quando for adulto Quero ser cientista, Vou apontar tudo Na minha própria lista. Vou curar muitas pessoas Que estejam a sofrer. Quero que fiquem boas, Que a doença lhes deixe de doer.

Sei que tenho de estudar Para ter esta profissão. Vou-me esforçar Para não desiludir o coração. Vou ficar muito contente Se conseguir assim ser. É o melhor presente Que os meus pais podiam ter. Gustavo Silva (4º AO)

Tenho que usar muita ciência E fazer muitas poções, Exige muita paciência E nada de confusões! 12

o que eu quero ser..  
o que eu quero ser..  

coletânea de poemas

Advertisement