Page 1

ANO 15 – Nº 2374 – SÃO PAULO, 15 A 21 DE JUNHO DE 2012 – R$ 2,50 www.nippak.com.br

Homenagens marcam os 104 Anos da Imigração Japonesa no Brasil No quarto ano do novo Centenário da Imigração Japonesa no Brasil – expressão usada por Kokei Uehara, professor e eterno presidente do Colegiado Administrativo da ACCIJB (Associação para Comemoração do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil) e do Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social) – para designar as comemorações após 2008, a data volta a chamar a atenção da comunidade nipo-brasileira. Não nas mesmas proporções

Acervo ACCIJB

de 2008, mas com uma agenda bastante concorrida (veja a programação na página 5). Além dos tradicionais eventos organizados pelo Bunkyo em conjunto com as entidades parceiras, como a Missão em Ação em Memória dos Imigrantes Japoneses Precursores, que será celebrada às 9 horas, na Igreja São Gonçalo, na Praça João Mendes, e do Culto Budista em Memória dos Imigrantes Japoneses, às 14 horas, no Grande Auditório do Bunkyo, as novidades deste ano ficam por conta das homenagens.

—————————–———————————| Pág. 4 e 5

Ucens comemora neste sábado seu 50º aniversário A Ucens (União Cultural e Esportiva Nipo-Brasileira de Sorocaba) comemora este ano seu 50º aniversário de fundação. Para marcar a data. A entidade realizará neste sábado (16) eventos alusivos a data em locais

distintos. A programação tem início às 10 horas com a inauguração do Monumento do Cinquentenário na praça Naosuke Hebita, que fica junto ao Parque Kasato Maru na Avenida Washington Luiz, no Campolim.

——————————––———————————|  Pág. 03

Serra garante apoio ao projeto ‘Caminhos do Imperador’ divulgação/ipk

Cônsul Kazuaki Obe recebe hoje título de Cidadão Paulistano Numa iniciativa do vereador Aurélio Nomura (PSDB), a Câmara Municipal de São Paulo homenageará o cônsul geral do Japão em São Paulo Kazuaki Obe com o título de Cidadão Paulistano. A cerimônia acontece hoje, às 10 horas, no Salão Nobre do Palácio Anchieta, sede da Câmara Municipal de São Paulo. Desde que assumiu suas funções de cônsul geral do Japão em São Paulo, em janeiro de 2009, Kazuaki Obe visitou mais de 100 cidades brasileiras.

O pré-candidato do PSDB conferir ao bairro da Liberà Prefeitura de São Paulo, dade como um centro culJosé Serra, garantiu que, tural e comercial oriental” caso seja eleito, apoiará o A afirmação foi feita nesta projeto Caminhos do Im- quarta durante encontro na perador, cuja proposta é Associação Comercial. ——————————––———————————|  Pág. 03 ————————| Pág. 05


JORNAL NIPPAK

2

AGENDA CULTURAL CONCERTO Concertos Matinais CORO INFANTIL DA OSESP Teruo Yoshida regente CORO JUVENIL DA OSESP Naomi Munakata regente Paulo Celso Moura regente Onde: Sala São Paulo (Praça Júlio Prestes 16, Estação Luz) Dia 24/06/2011 Horário: 11h Ingressos: Entrada Gratuita (ingressos disponíveis na bilheteria da Sala São Paulo a partir da segunda-feira anterior ao concerto). A partir de cinco ingressos será cobrado o valor de R$2,00 (cada ingresso). Informações: 11/3223-3966 (Devido a grande procura recomendamos que verifique se há disponibilidade de ingressos) CINEMA CINEMA BUNKYO Todas as quartas-feiras, a Comissão de Biblioteca e Filmes do Bunkyo apresenta uma sessão de filmes japoneses. Os filmes são exibidos em idioma japonês, sem legenda. Além disso, uma vez ao mês, realizam o “Free Market” (Frima), uma feira de produtos diversos, com artesanato, obentô (alimentos), brinquedos, livros e outros. Onde: Grande Auditório do Bunkyo (Rua São Joaquim 381, Liberdade) Dia 20/06/2012 Horário: Frima das 10h às 15h no Hall do Grande Auditório e a Sessão de Cinema às 13h Ingresso: Sócios entrada franca e não-sócios pagam R$5,00 Informações: 11/3208-1755 EVENTO JAPÃO EM SÃO BERNARDO – 31ª Festa da Imigração Japonesa em São Bernardo do Campo/SP Oficinas e Apresentações Culturais, Praça de Alimentação e Shows com Mariko Nakahira, Joe Hirata, Melissa Kuniyoshi, Taikô dos grupos Kien Daiko, Mizuho Wadaiko, ShinkyoDaiko e Okinawa. Onde: CENFORPE (Rua Dom Jaime de Barros Câmara 201, Planalto, S B do Campo/SP) Dias 16 e 17/06/2012 Horário: A Partir das 12h Ingresso: Entrada Gratuita

“IREISAI” – Missa Budista em Homenagem à Memória dos Pioneiros, na comemoração de 104 anos da Imigração Japonesa no Brasil. Onde: Assoc. Cult. Benef. Nipo-Brasileira de Curitiba - Salão Social – Sede Uberaba (R Pe. Julio Saavedra, 598, CURITIBA/PR. Data 16/06/2012 (sábado) Horário: 13h30 KARAOKÊ DANCE TOKUSHIMA Onde: Tokushima Kaikan (R Antonio Maria Laerte 275, Metro Tucuruvi) Dia 16/06/2012 Horário: 9h às 17h Informações: 11/4748-5896 Sra Inaba BAILE ÉRIKA KAWAHASHI Música ao vivo Animação: Profa, tecladista, cantora e jurada Érika Kawahashi. Baile com personal dancers da Academia Dançando na Lua e sorteio de brindes e de jóia. Onde: Associação Aichi (Rua Santa Luzia 74, Metrô Liberdade) Dia 16/06/2012 Horário: 18h30 às 23h (refeição à parte) Informações: 11/2578-3829, 11/5589-7789 erika.kawahashi@yahoo.com.br KARAOKÊ-DANCE NIKKEY CULTURAL Pioneiro nessa atividade cujo objetivo é de proporcionar um ambiente familiar onde os freqüentadores cantam suas músicas preferidas e dançam ritmos como o chá chá chá , rumba, forro , samba e country, Todos os Domingos e no 2º e último Domingo do mês realizamos bailes com música ao vivo com a participação do vocalista e tecladista Issamu Music Show, das 18h às 22h. Onde: Nikkey Cultural (Praça Almeida Jr. 86 A, Liberdade) Dia 17/06/2012 Horário: 8h às 18h (incluso: café da manhã, missoshiru, almoço às 12h30, refrigerantes, àgua, chá e café.). Ingresso: R$22,00 Informações: 11/3774-7456 / 3774-7457 / 3774-7443 www.nikkeycultural.com.br

EM CARTAZ ENCONTRO DE FLORISTAS Brasileiros com produtores de Rosas Equatoriais Onde: Parque da Água Branca – Auditório Paulinho Nogueira – Prédio da Arquibancada – 1ºandar (Av Francisco Matarazzo 455) Dia 18/06/2012 Horário: 15h15 Inscrições: Gratuita (vagas limitadas) Informações: 11/3865-7475 ou secretaria@sindiflores.com.br FESTA JUNINA DA ADEPOM Música ao vivo, dança da quadrilha, barracas típicas e de brincadeiras, correio elegante, fogueira, queima de fogos e muita animação. Onde: Adepom - Rua Dr. Rodrigo de Barros, 112 - Luz - São Paulo/SP (próximo aos Metrôs Tiradentes e Armênia) Dia 22/06/2012 Horário: 19h às 23h Ingresso: Entrada Gratuita Informações: 11/3322-0333 ou www.adepom.com.br WORKSHOP WORKSHOP: Trabalhar com o tema CRIATIVIDADE propondo jogos teatrais, cenas de improviso que estimulam a imaginação e a criatividade, além de exercícios coletivos buscando a inter-relação, ficando a pessoa mais apta e segura para lidar com diferentes situações do cotidiano, melhorando o desempenho, rendimento e de quebra possível melhora nos resultados, tanto pessoal, acadêmico e profissional. Promoção: Inscrições realizadas até 22/06 o valor sai por apenas R$ 50,00. As inscrições se encerram dia 29/06/2012. Turma 1: 30/06 - das 10h às 12h30 Turma 2: 07/07 - das 13h30 às 16h Onde: Associação Iwate (Rua Tomas Gonzaga 95, 1º Andar, Liberdade) Informações e inscrições: rogerionagai@ig.com.br (11) 8240-8375 com Rogério Investimento: R$ 75,00 Promoção: Inscr. até 22/06 o valor R$ 50,00. Site do Grupo: http://www. transformatores.com.br/

CURSOS CURSO AULAS DE DANÇA Professores Sergio e Rosa Taira. Onde: Assoc. Shizuoka Kenjin (R. Vergueiro, 193 - Liberdade) As 2ª e 3ªfeiras Horário: 13h às 17h Informações: 11/5588-3085 e 11/7174-8676 AULAS DE DANÇA Onde: Soc. Bras. de Cult. Japonesa – Bunkyo (Rua São Joaquim, 381 - Liberdade) As 5ª feiras Horário: 17h às 19h Informações: 11/5588-3085 e 11/7174-8676 NIKKEY CULTURAL Karaokê: aulas com o prof. e

maestro Hideo Hirose (2ª, 3ª, 4ª, 6ª e sábado) e a profa. Tsuguiko Hongo (5ª). Dança Social: Prof. Murae domingo (de manhã), Prof. Hayashi (2ª das 15h às 20h), Prof. Tahira (6ª das 13h às 16h30), Profa. Luciana Mayumi - Aulas de Tango (2ª e 4ª das 20h30 às 23h), Profa. Massako Nishida (4ª das 9h às 16h), Prof. Willian (sábado à tarde), Profa. Sato Tazuko (sábado de manhã) e Profa. Yukie Miike (3ª, 5ª e domingo, diversos horários). Aulas de Violão, Guitarra e Baixo: Prof. Eder (sábado das 9h às 18h) Aulas de Japonês: (básico, intermediário e avançado) Profas. Keiko, 2ª e Isabel Kayoko, diversos horários.

Obs: aulas de Português para estrangeiro com Profa. Isabel Kayoko. Aulas de Inglês: (básico, intermediário e avançado) Prof. Anderson (sábado), Profa. Priscila (diversos horários). Aulas de Informática: Prof. Vic­ tor Kawata (diversos horários) Aulas de teclado: Profa. Neide (diversos horários) Tênis de Mesa: Prof. Mario Nakao - Técnico da Butterflay (diversos horários). Onde: Nikkey Cultural (Praça Almeida Jr. 86 A, Liberdade) Informações: 11/3774-7456, 11/3774-7457 e 11/3774-4430 com Meily (das 9h às 17h e sábado das 9h às 14h)

Informações e divulgação de eventos com Cristiane Kisihara cris_kisihara@hotmail.com – Tel. 11/3208-3977 ou sidneyduplohiro@hotmail.com

EDITORA JORNALÍSTICA UNIÃO NIKKEI LTDA. CNPJ 02.403.960/0001-28

Rua da Glória, 332 - Liberdade CEP 01510-000 - São Paulo - SP Tel. (11) 3208-3977 Fax (11) 3208-5521 Publicidade: Tel. (11) 3208-3977 Fax (11) 3341-6476 comercial@nippak.com.br cristiane@nippak.com.br

São Paulo, 15 a 21 de junho de 2012

JORNAL NIPPAK

Diretor-Presidente: Raul Takaki Diretor Responsável: Daniel Takaki Jornalista Responsável: Takao Miyagui (MTb. 15.167) Redator Chefe: Aldo Shiguti Redação: Luci J. Yizima Colaboradores: Erika Tamura, Jorge Nagao, Kuniei Kaneko, Shigueyuki Yoshikuni, Célia Kataoka, Paulo Maeda, Cristiane Kisihara e Osmar Maeda (Zona Norte) Periodicidade: semanal Assinatura semestral: R$ 60,00 jornaldonikkey@yahoo.com.br

CONCERTO Concertos Matinais ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO DE SÃO PAULO Giancarlo Guerrero Regente Onde: Sala São Paulo (Praça Júlio Prestes 16, Estação Luz) Dia 17/06/2011 Horário: 11h Ingressos: Entrada Gratuita (ingressos disponíveis na bilheteria da Sala São Paulo a partir da segunda-feira anterior ao concerto). A partir de cinco ingressos será cobrado o valor de R$2,00 (cada ingresso). Informações: 11/3223-3966 (Devido a grande procura reco­ mendamos que verifique se há disponibilidade de ingressos) CORAL CONCERTO DE OUTONO – CORAL FEMININO BUNKYO O Coral Feminino é composto por 38 participantes que se reúnem semanalmente para os ensaios, sob a orientação do maestro Teruo Yoshida, e apresenta-se em eventos solenes e comemorativos da entidade. Onde: Pequeno Auditório da Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social (Rua São Joaquim 381, Liberdade). Dia 17/06/2012 Horário: domingo, às 16h Ingressos: Entrada Gratuita. Informações: 11/3208-1755 ESPETÁCULO DISNEY ON ICE 100 ANOS DE MAGIA Mais de 60 personagens e 18 histórias clássicas. Classificação: Livre (acompa­ nhados dos pais ou responsáveis legais) ou a partir de 12 anos (desacompanhados) Onde: Ginásio do Ibirapuera (Rua Manoel da Nóbrega 1361, São Paulo). De 14 a 24/06/2012 Ingressos: R$50,00 a R$1400,00 Informações e vendas de ingressos: www.ticketsforfun.com.br

QUYREY, UMA AVENTURA NA SELVA Novo espetáculo do Circo dos Sonhos redefine as fronteiras da criatividade de imaginação em um show de circo para toda a família. Classificação: Livre Duração: 90 minutos (com 02 atos) Onde: Circo dos Sonhos (Av. Nicolas Bôer 120, ao lado do Viaduto Pompéia) Dias 02, 03, 09, 10, 16, 17, 23, 24 e 30/06/2012 Horário: sábados, domingos e feriados 15h, 17h e 19h30. Ingresso: R$40,00 a R$300,00 Informações: 11/2076-0087 ou 2076-0001 www.circodossonhos.com A FAMILIA ADDAMS Musical com alguns efeitos especiais o espetáculo conta a his­ toria de Wandinha a filha casal que arruma um namorado de família tradicional. Elenco: Marisa Orth, Daniel Boa­ventura, Sara Sarres (alternante de Marisa Orth) Classificação: livre Duração: 150 minutos Onde: Teatro Abril (Avenida Bri­gadeiro Luís Antônio 411) Em Cartaz por tempo indeterminado Dias e horários: (Sex, Qui, Sáb e Dom) Quinta e sexta, 21h; sáb., 17h e 21h; dom., 16h e 20h. Ingressos: de R$ 70,00 a R$ 250,00 www.ticketsforfun.com.br Informações: 11/4003-5588 http://www.afamiliaaddams. com.br EXPOSIÇÃO E TAMBÉM O ELEVADOR, O VULCÃO E O JANTAR Mostra que reúne um conjunto de 20 trabalhos recentes de ANA PRATA, Curadoria de Paulo Miyada e Diego Matos. Onde: Instituto Tomie Ohtake (Rua Coropés 88, Pinheiros) De 09/05 a 24/06/2012 Horário: de 3ª a domingo das 11h às 20h Ingresso: Entrada Gratuita

Informações: 11/2245-1900 www.institutotomieohtake.org.br EVENTO AOBA-MATSURI Feira de verduras frescas e comidas típicas. Onde: Miyagui Kenjin Kai (Rua Fagundes 152, Liberdade) Dia 17/06/2012 Horário: 7h às 16h (almoço das 11h às 15h) Informações: 11/3209-3265 UNDO-KAI DE CIPÓ – EMBU-GUAÇU Onde: Assoc. Cult. e Esp. de Cipó (Estr.de Cipó Km 46, Embu-Guaçu) Dia 17/06/2012 Horário: 9h Informações: 11/4661-8001 Roberto Yamada 6º PRÊMIO INTERNACIONAL DE MANGÁ Período de inscrição: Até 15/06/2012 Realização: Ministério das Relações Exteriores do Japão e Comitê Executivo do 6º Prêmio Internacional de Mangá Mais informações e Inscrições: Embaixada ou Consulados Gerais do Japão http://fjsp.org. br/agenda/6premio_manga/ INSCRIÇÕES SELEÇÃO – Inscrição e entrega das obras para 6ª GRANDE EXPOSIÇÃO DE ARTE BUNKYO 2012 De 16 a 19/07/2012 (2ª a 5ª), das 10h às 17h Taxa de inscrição: R$170,00 por artista Onde: Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social (Rua São Joaquim 381, Liberdade) Arte Craft: 1º andar, sala 14 / Artes Plásticas: 1º and., sala 15 Informações: 11/3208-1755, com Aurora ou bunkamatsuri@bunkyo.org.br Resultados da seleção: dia 30/07/2012 site: www.bunkyo.org.br


JORNAL NIPPAK

São Paulo, 15 a 21 de junho de 2012

COMUNIDADE/SOROCABA

ELEIÇÕES 2012

Ucens faz festa neste sábado para comemorar seu 50º aniversário

A

Ucens (União Cultural e Esportiva Nipo-Brasileira de Sorocaba) comemora este ano seu 50º aniversário de fundação. Para marcar a data, a entidade realizará neste sábado (16) eventos comemorativos em locais distintos. A programação tem início às 10 horas com a inauguração do Monumento do Cinquentenário na praça Naosuke Hebita, localizado junto ao Parque Kasato Maru, na Avenida Washington Luiz, no Campolim. A cerimônia deve contar com a presença de diversas autoridades de Sorocaba e região. Segundo o presidente da Ucens, Ken Iti Nishihara, a obra tem 1,5m de altura por 84 cm de largura e foi confeccionada em granito. “Escolhemos o Parque Kasato Maru porque o local já abriga a Festa Japonesa, que este ano atingirá sua quarta edição nos dias 14 e 15 de julho e costuma atrair uma multidão estimada em 35 mil pessoas nos dois dias de programação”, conta Nishihara, antecipando que o cantor Joe Hirata já confirmou presença para a Festa Japonesa. Livro e revista – A programação dos 50 anos da Uces prossegue a partir das 15 horas, com a realização da cerimônia comemorativa do Cinquentenário no Lar São Vicente

divulgação

Enguenkai-Keirokai realizado em 2011 pela Ucens

O monumento que será inagurado neste sábado como parte das comemorações

de Paulo com diversas atividades. Destaques para a homenagem aos ex-presidentes, sócios e ex-sócios que contribuíram para o desenvolvimento da Ucens e o lançamento da revista dos 50 anos. A entidade prepara tam-

bém o lançamento de um livro que deve ficar pronto entre agosto e setembro. Com o título de ‘Arigatô’, a obra, a cargo do escritor Sérgio Coelho, conta a trajetória da imigração japonesa em Sorocaba e região. “É um livro que deve ser útil não só à comunidade nikkei de Sorocaba como também da região”, explica Nishihara, acrescentando que, das 17 às 18 horas será dedicada à parte artística, com apresentação de taikô e karaokê. A festa será encerrada com um jantar de confraternização. Fundada em 1962, a Ucens conta atualmente cerca de 600 associados, sendo 320 ativos. “Os demais tem mais de 75 anos de idade e não pagam mensalidade”, explica Nishihara, afirmando que o

Futuro – “Estamos vislumbrando um futuro bastante promissor para a comunidade nikkei de Sorocaba, que ao longo dos anos vem contribuindo ativamente para o desenvolvimento e o progresso da cidade nas mais diversas áreas, tanto na agricultura como na indústria. Tanto que nossa participação tem sido alvo de elogios por parte da sociedade em geral”, orgulha-se Nishihara, afirmando que a Ucens tem cumprido, com sucesso, a sua proposta de preservar e divulgar a cultura japonesa não só em Sorocaba como também na região Sudoeste. “Para isso, contamos com o apoio da Prefeitura Municipal e de políticos como o deputado federal Junji Abe (PSD-SP), que empenhou uma emenda no valor de R$ 100 mil para a Festa Japonesa deste ano. Estamos bastante satisfeitos”, garante Nishihara. (Aldo Shiguti)

Diretor do Ilume pede mobilização da comunidade para evitar tráfego de veículos de grande porte na Liberdade Aldo Shiguti

O diretor da Divisão de Materiais do Ilume, Araldo Castilho, fala durante encontro com comerciantes na Acal

Seiti Sacay, Akio Ogawa, José Alarico Rebouças, Victor Kobayashi, Araldo Castilho, Hirofumi Ikesaki e Nagato Hara (a partir da esq)

pak, nesta primeira etapa serão trocados 100 postes e 300 lâmpadas, além dos globos danificados. Castilho informou que a manutenção já teve início e estão sendo trocados “de um a dois postes por madrugada”. Ele destacou que outros 100 postes – num total de 420 – já foram encomendados. Castilho, porém, preferiu não informar quando as obras terminarão. Ele explicou que esta é a primeira grande manutenção das luminárias realizada no Bairro oriental, considerado um dos principais cartões postais da cidade. “Em 2008, por ocasião das comemorações do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil,

foram feitos reparos nos principais corredores da Liberdade”, disse Castilho, os postes têm vida útil de 30 anos. Os que estão sendo substituídos, conta, devem ir para leilão, como peças de sucata, ou reaproveitados para iluminar praças e jardins. Identidade visual – Castilho afirmou que uma das preocupações do Ilume é manter as características orientais do bairro. As unidades ornamentais da Liberdade, dotadas de lâmpadas com tecnologia de vapor de sódio, serão substituídas por vapor metálico, ou seja, as lâmpadas amarelas serão substituídas pelas brancas, o que repre-

Serra garante apoio ao projeto Caminhos do Imperador Aldo Shiguti

número de associados está aumentando a cada ano. “O aumento se deve, em parte, à grande procura pelo nosso Departamento de Tênis de Campo”, diz o presidente, acrescentando que, além do tênis de campo, a Ucens mantém outros 11 departamentos como o de tênis de mesa, beisebol e gatebol.

BAIRRO ORIENTAL

Considerado uma das principais causas das constantes quebras de luminárias nas ruas do Bairro da Liberdade, o tráfego de caminhões baús e de ônibus de dois andares (turismo) pode ser contornado caso representantes da comunidade nikkei se mobilize. A informação foi dada ontem à noite (segunda-feira) pelo diretor de Divisão de Materiais do Ilume (Departamento de Iluminação Pública), Araldo Castilho durante reunião com representantes da comunidade na sede da Acal (Associação Cultural e Assistencial da Liberdade). Estiveram presentes o superintendente da Associação Comercial de São Paulo, José Alarico Rebouças; o presidente da Acal, Hirofumi Ikesaki; o presidente de honra do Instituto Paulo Kobayashi, Victor Kobayashi; o diretor administrativo do Hospital Santa Cruz e membro do Conselho Deliberativo do Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social), Nagato Hara; e o assessor parlamentar Marcelo Hideshima, entre outros. Respondendo a uma questão levantada pelo Jornal Nippak, único veículo de comunicação presente ao evento, Castilho disse que não cabe ao Ilume fiscalizar nem proibir o tráfego de veículos de grande porte que circulam pelas vias danificando as luminárias. Ressaltou, no entanto, que “se a comunidade se mobilizar”, a questão pode ser debatida. “Nossa função é cuidar da iluminação pública”, ponderou. O encontro desta segunda-feira serviu também para que Castilho “oficializasse” a remodelação da iluminação pública. Conforme já havia antecipado o Jornal Nip-

3

senta eficiência quanto ao consumo de energia e à possibilidade de reprodução de cores, enfatizando, assim as características do bairro oriental. “A Liberdade foi um dos primeiros bairros de São Paulo a ter uma identidade visual na iluminação. São luminárias da década de 70, difíceis de fazer, não tinha em lojas nem como comprar no mercado ou fazer licitação”, disse, lembrando que “engana quem pensa que é só troca de lâmpadas”. “A cidade de São Paulo tem cerca de 550 mil pontos de luz e por mês são efetuadas 10 mil trocas de lâmpadas. O ideal seria fazer algo próximo à Avenida Paulista, que possui um projeto único. A Liberdade também terá um projeto único visando não só a valorização do espaço público como também destacar a identidade visual e proporcionar a sensação de segurança”, disse Castilho, explicando que o objetivo é “melhorar um pouco a vida noturna dos paulistanos”. Conquista – Autor da emenda no valor de R$ 250 mil aprovada durante sua passagem na Câmara Municipal – quando assumiu mandato de um mês, em julho de 2011 – e que beneficiou o Programa de Eficientização da Iluminação Pública do Ilume visando a melhoria na qualidade da iluminação pública no Bairro da Liberdade, da Avenida Brigadeiro Luiz Antonio, da Avenida Cursino (zona Sul) e da Vila Madalena (zona Oeste), Victor Kobayashi, disse que atendeu uma reivindicação da Associação Comercial de São Paulo – Distrital Centro e da Acal. “Foi uma conquista para todos nós”, enfatizou Kobayashi. (Aldo Shiguti)

Bate papo reuniu políticos, comerciantes e lideranças nesta quartafeira na Associação Comercial de São Paulo

O pré-candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo, José Serra, garantiu que, caso seja eleito, apoiará o projeto Caminhos do Imperador, cuja proposta é “configurar e reafirmar o bairro da Liberdade como um centro cultural e comercial do Japão, China e Coréia no Brasil”. A afirmação foi feita na noite desta quarta-feira, na Associação Comercial de São Paulo – Distrital Centro, durante bate papo com comerciantes, representantes de associações, políticos e lideranças de bairros e da comunidade nikkei. Respondendo a uma indagação feita pela reportagem do Jornal Nippak se daria continuidade ao projeto, Serra disse não conhecê-lo e ficou admirado quando soube se tratar de um projeto que devolveria a identidade visual ao bairro. “Mas porque não deu certo?”, questionou. Ao ser informado que o projeto não teve continuidade por falta de recursos, o tucano disse que a parceria público-privada seria uma alternativa e garantiu: “Projetos que devolvem a identidade visual aos bairros trazem vida à cidade. Podem contar com o meu apoio”. O projeto Caminhos do Imperador foi objeto do 1º Termo de Cooperação entre a Prefeitura de São Paulo e uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip), o Instituto Paulo Kobayashi. Em parceria com o Bradesco, dono de uma agência no local, o IPK entregou, em 2008, a primeira de um total de dez etapas, que inclui a revitalização da Praça da Liberdade e reformas na fachada do banco, em estilo oriental. Antes de iniciar sua pa-

lestra, Serra disse que “vir à Liberdade é algo agradável”. “Estudei no Colégio Roosevelt e ia a pé até a Rua Galvão Bueno pegar ônibus para o Ipiranga, onde morava”, disse. “Estudei no Anglo Latino e circulava muito pela região quando fazia política estudantil”, comentou Serra, que arrancou risos ao lembrar do bonde camarão [que ganhou esse apelido por ser vermelho]. Experiência – Em seu balanço, Serra apontou “algumas coisas que a administração Serra-Kassab fez na região e algumas coisas que estão a caminho”, como a criação da Praça das Artes, no Largo do Paissandu, intervenções na Praça Roosevelt e Parque D, Pedro e reformas na Biblioteca Mário de Andrade. Exaltando sempre sua experiência, o tucano abordou ainda o projeto Nova Luz, a questão da cracolândia e o problema do lixo. Estiveram presentes, entre outros, o superintendente da Associação Comercial de São Paulo, José Alarico Rebouças; o presidente da Associação Cultural e Assistencial da Liberdade (Acal), Hirofumi Ikesaki; o presidente do Conseg Liberdade (Conselho Comunitário de Segurança), Akio Ogawa; o ex-comandante-geral da Polícia Militar de São Paulo, coronel Alvaro Batista Camilo; o deputado estadual Orlando Morando (PSDB); e os vereadores, Floriano Pesaro (PSDB), Adolfo Quintas (PSDB) e Gilberto Natalini (PV), além do suplente Victor Kobayashi. O deputado federal suplente Walter Ihoshi (PSD-SP) foi o mestre de cerimônia. (Aldo Shiguti)

SÃO PAULO

Homenagem destaca papel social de Ruy Ohtake divulgação

Homenagem foi realizada no último dia 11 na Câmara Municipal

O arquiteto e urbanista Ruy Ohtake foi homenageado na última segunda, dia 11 de junho, na Câmara Municipal de São Paulo, onde recebeu a Medalha Anchieta e o Diploma de Gratidão das mãos do vereador Chico Macena e da esposa do deputado Paulo Teixeira, Alice Yamaguchi, proponentes da Sessão Solene. Macena enfatizou a importância do arquiteto para os paulistanos. “Ruy Ohtake, durante muito tempo, deixa as suas marcas através das cores

e das formas, e sempre coloca a sua arte para transformar algo, como aconteceu com a comunidade de Heliópolis, ele mostrou a todos que aquele bairro era um bairro muito bonito e vivo.” E declarou sua admiração. “Eu já admirava o arquiteto, o artista e a pessoa humana. Passei a admirar uma pessoa nova, o Ruy educador, que teve um importante papel no processo de educação, e mostrou que através do poder da educação é possível desenvolver uma nova história.”


JORNAL NIPPAK

4

São Paulo, 15 a 21 de junho de 2012

COMUNIDADE/são paulo

ESPECIAL IMIGRAÇÃO

Bunkyo homenageia e recebe homenagem nos 104 anos

N

o quarto ano do novo Centenário da Imigração Japonesa no Brasil – expressão usada por Kokei Uehara, professor e eterno presidente do Colegiado Administrativo da ACCIJB (Associação para Comemoração do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil) e do Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social) – para designar as comemorações após 2008, a data volta a chamar a atenção da comunidade nipo-brasileira. Não nas mesmas proporções de 2008, mas com uma agenda bastante concorrida (veja a programação na página 5). Além dos tradicionais eventos organizados pelo Bunkyo em conjunto com as entidades parceiras, como a Missão em Ação em Memória dos Imigrantes Japoneses Precursores, que será celebrada às 9 horas, na Igreja São Gonçalo, na Praça João Mendes, e do Culto Budista em Memória dos Imigrantes Japoneses , às 14 horas, no Grande Auditório do Bunkyo, as novidades deste ano ficam por conta das homenagens. A começar pela sessão solene de entrega de Título de Cidadão Paulistano ao cônsul geral do Japão em São Paulo, Kazuaki Obe, que está se despedindo do país. A cerimônia, uma iniciativa do vereador Aurélio Nomura (PSDB), acontece nesta sexta-feira (15), a partir das 10 horas, no Salão Nobre da Câmara Municipal de São Paulo. Na segunda (18), a mesma Câmara Municipal será palco de outra homenagem. Às 19h30, no Plenário 1º de Maio, o Bunkyo será homenageada com a Salva de Prata, decreto legislativo 66/2011 de autoria do então vereador Victor Kobayashi. Praticamente no mesmo horário, mas na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, o deputado estadual Jooji Hato (PMDB) estará homenageando diver-

divulgação/bunkyo

Em mais de cinco décadas de existêcia, Bunkyo será homenageado pela Câmara Municipal de SP

marcados dois eventos para o mesmo dia e horário.

Kita e Kobayashi: “Cerimônia agendada com antecedência”

sas entidades e personalidades (leia mais nesta página). Na quinta-feira (21), às 18h30, será a vez do deputado Hélio Nishimoto (PSDB) convocar a comunidade para o ato solene em comemoração aos 104 anos da imigração. Coincidências – Autor do projeto que concede a Salva de Prata – a mais importante honraria outorgada pela municipalidade à uma entidade – ao Bunkyo, Victor Kobayashi disse que ficou surpreso ao constatar que a principal entidade representativa da comunidade nipo-brasileira ainda

não havia sido homenageada em mais de cinco décadas de existência. “[A homenagem] é algo que transcende o Bunkyo. No dia 18 estaremos homenageando a principal entidade representativa da comunidade através de um decreto legislativo. Trata-se de uma homenagem da cidade de São Paulo para a entidade que representa a comunidade nikkei”, destaca Kobayashi, afirmando que recolheu 37 assinaturas de vereadores para aprovar o projeto. “Todos eventos têm seu brilho”, explica Kobayashi, referindo-se ao fato de terem sido

Reconhecimento – “Toda homenagem é bem-vinda e estamos bastante motivados e felizes”, ressaltou o presidente do Bunkyo, Kihatiro Kita. Segundo ele, “sempre que uma entidade é lembrada para receber uma homenagem, é sinal que o trabalho está sendo reconhecido”. Por isto, Kita conta que mudar de lugar, isto, ser a homenageada ao invés de organizar a homenagem, é uma honra. “Este reconhecimento não é só desta diretoria. Deve ser estendido aos fundadores, a todos que me antecederam e a todos os funcionários e voluntários que trabalharam e trabalham em prol do Bunkyo. Se hoje nós temos condições de dar prestar serviços para a comunidade e preservar a cultura japonesa, é porque outras pessoas iniciaram esse trabalho. Cabe a nós dar continuidade. A cultura japonesa é muito rica e isso tem que ser divulgada. Estamos somando para a criação de uma verdadeira cultura brasileira”, disse Kita. (Aldo Shiguti)

Jooji Hato quer cerimônia ‘ousada’ na Assembleia aldo shiguti

A Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo será palco de dois eventos alusivos aos 104 Anos da Imigração Japonesa no Brasil em menos de uma semana. O primeiro, solicitado pelo deputado estadual Jooji Hato (PMDB), será nesta segunda-feira (18), quando se comemora o Dia da Imigração Japonesa, e está marcado para ter início às 20 horas no Plenário O deputado estadual Jooji Hato da Casa. O segundo, por solicitação do deputado rência” de um outro evento Hélio Nishimoto, acontece comemorativo na Câmara no dia 21 (quintafeira), às Municipal de São Paulo (leia 18h30, no Auditório Franco matéria nesta página). Montoro da mesma Casa. “Tentamos conversar, mas “Pela primeira vez a ho- não teve jeito. O meu evento menagem será realizada no estava agendado desde o iníPlenário da Alesp”, ressalta cio do ano.”, lamentou, afirHato, afirmando que pre- mando que “pelo menos o detende realizar uma cerimônia putado Hélio Nishimoto se “ousada”. “Não quero decep- comprometeu a realizar um cionar nossa comunidade. Por único evento em 2013”. isso, a ideia é homenagear os A programação na Assempioneiros que sofreram muito bleia Legisltiva consistirá em quando aqui chegaram. Sem homenagens a todos os kensaber os costumes e tendo que jinkais , a personalidades – se adaptar a uma alimentação entre elas Yoshiko Okamura, diferente da sua, nossos ante- de 102 –, ao cônsul geral do passados superaram todas as Japão em São Paulo, Kazuaki adversidades com muita luta Obe, às entidades assistene trabalho. Então, nada mais ciais e as entidades represenjusto do que prestar uma ho- tativas da comunidade nipomenagem à altura, na maior -brasileira, incluindo Bunkyo casa legislativa do país”, – alvo da homenagem a pouexalta o deputado peemede- cos quilômetros dali –, além bista, acrescentando que o da imprensa nipônica e proPlenário comporta 1200 pes- fessores de karaokê. soas. “Para mim será um grande Pedacinho do Japão – “Esdesafio lotar aquele espaço. tão programados vários evenAfinal, a cerimônia será reali- tos para o mesmo dia, mas zada em plena segunda-feira, o que marca a imigração jaà noite, e é bom lembrar que ponesa ao longo desses 104 as pessoas terão que enfrentar anos é o conjunto dos keno trânsito caótico de São Pau- jinkais porque cada um relo”, conta Hato, para logo em presenta um pedacinho do Jaseguida emendar, empolgado: pão. O objetivo é fazer com “Vamos encher a Casa”. que essa homenagem sirva de O deputado conta que a exemplo para as futuras gesolenidade não ficará restrita rações, pois bons exemplos a quem estiver no local. O devem ser preservados”, diz evento, antecipa, será transmi- Jooji Hato. tido pela TV Alesp para 640 Para facilitar o acesso dos municípios. “Desta forma, a visitantes, no dia 18 o estatrajetória dos imigrantes ja- cionamento da Alesp será poneses, não só o sofrimento liberado. Após a solenidade como também sua cultura, po- será oferecido uma degustaderão chegar a um número ção de comida japonesa no maior de lares”, enfatiza Hato, hall da Assembleia. que nesse dia terá a “concor(Aldo Shiguti)

Confira a programação dos 104 Anos da Imigração Japonesa ♦ São Paulo Evento: Sessão Solene de entrega do Título de Cidadão Paulistano ao cônsul-geral do Japão em São Paulo, Kazuaki Obe, por iniciativa do vereador Aurélio Nomura. Organização: Câmara Municipal de São Paulo Data: 15 de junho, às 10h Local: Palácio Anchieta Viaduto Jacareí, 100 - 8ª andar Bela Vista- São Paulo- SP ♦ Sorocaba Evento: Cerimônia de Comemoração dos 50 anos de fundação da Ucens Organização: UCENS - União Cultural e Esportiva Nipo- Brasileira de Sorocaba Data: 16 de junho, às 15h Local: Salão do Lar São Vicente de Paulo Av. Betânia, 1255 - Jd. Betânia - Sorocaba - SP ♦ São Bernardo do Campo •  Evento: 31ª Festa da Imigração Japonesa de São Bernardo do Campo em comemoração aos 104 anos da imigração japonesa no Brasil Organização: União das Associações Nipo-Brasileiras de São Bernardo do Campo Data: 16 e 17 de junho, das 12h às 22h Local: CENFORPE – Centro de Formação de Profissionais da Educação Rua Don Jaime de Barros Câmara, 201 - São Bernardo do Campo - SP (acesso pelo Km 20,5 da Anchieta) •  Evento: Sessão Solene em homenagem aos imigrantes japoneses e seus descendentes. Na ocasião será concedida a Medalha João Ramalho à Sra. Kuniko Kumai, por indicação do vereador Hiroyuki Minami, da Câmara Municipal de São Bernardo do Campo. Data: 16 de junho, às 18h Local: no mesmo local da 31ª Festa da Imigração Japonesa ♦ Feijoada Evento: Momotaro Feijoada Organização: Associação Cultural

e Recreativa Okayama Kenjin do Brasil Data: 16 de junho, das 11h às 15h Local: Rua da Glória, 734 - Liberdade - São Paulo - SP ♦ Vargem Grande Paulista Evento: Undokai – Gincana Poliesportiva Organização: Assoc. Cultural e Esportiva de Vargem Grande Paulista Data: 17 de junho, a partir das 9h Local: Rod. Raposo Tavares, Km 45,2 - Vargem Grande Paulista - SP ♦ Radio Taissô Evento: 30ª Festival de Radio Taissô, comemorativo ao aniversário da Federação, ao 104º aniversário da imigração japonesa no Brasil e ao dia do Radio Taissô. Organização: Federação de Radio Taissô do Brasil Data: 17 de junho, das 8h às 11h30 Local: Parque Ecológico do Tietê Rua Guirá Acangatara, 70 - Bairro Engenho Goulart - Penha - São Paulo - SP (ao lado da Rodovia Ayrton Senna) ♦ Mogi das Cruzes Evento: Cerimônia comemorativa ao 104º aniversário da imigração japonesa Organização: Bunkyo – Associação Cultural de Mogi das Cruzes e Associação Centro Cultural e Esportiva de Mogi das Cruzes Data: 17 de junho, às 10h Local: Praça dos Imigrantes - Mogi das Cruzes - SP ♦ Minyô Evento: 23º Concurso de Esashi Oiwake e 12º Concurso de Doonan Kudoki Bushi Organização: Esashi Oiwake do Brasil Data: 17 de junho, às 9h Local: Associação Miyagi Kenjinkai Rua Fagundes,152 - Liberdade - São Paulo - SP ♦ Bazar Ikenobo Evento: Bazar anual da Associação Kado Ikenobo Nambei-Shibu

Ikebono (pratos típicos japoneses, sorteio de prêmios, vendas de produtos importados, vasos de cerâmica, brinquedos, roupas, etc). Organização: Associação Kado Ikenobo Nambei-Shibu Ikebono Data: 17 de junho, das 9h às 17h Local: Assoc. Hokkaido Kyokai Rua Joaquim Távora, 605 - São Paulo - SP ♦ Coral Evento: Concerto de Outono Organização: Coral Feminino Bunkyo Data: 17 de junho, às 16h30 Local: Pequeno Auditório do Bunkyo Rua São Joaquim, 381 - Liberdade São Paulo - SP ♦ Ireisai no Ibirapuera Evento: Culto religioso em memória aos pioneiros da imigração japonesa falecidos – IREISAI Organização: Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil – Kenren Data: 18 de junho, às 10h30 Local: Parque do Ibirapuera – Monumento em homenagem aos pioneiros da imigração japonesa ♦ Cerimônia Católica Evento: Missa em Ação de Graças à Memória dos Imigrantes Japoneses Precursores Organização: Bunkyo e entidades parceiras Data: 18 de junho, às 9h Local: Igreja São Gonçalo Praça Dr. João Mendes, 108 - Centro - São Paulo - SP

no Brasil, com a outorga da Salva de Prata à Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social – Bunkyo, por indicação do vereador Victor Kobayashi. Organização: Câmara Municipal de São Paulo Data: 18 de junho, às19h30 Local: Palácio Anchieta Viaduto Jacareí, 100 - 1º andar Bela Vista - São Paulo - SP ♦ Ato Solene e Homenagem Evento: Cerimônia comemorativa aos 104 anos da imigração japonesa no Brasil, com homenagem a diversas entidades beneficentes, entre elas, a Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social, por indicação do deputado estadual Jooji Hato. Organização: Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo Data: 18 de junho, às 20h Local: Palácio 9 de Julho Av. Pedro Álvares Cabral, 201 - Ibirapuera - São Paulo - SP ♦ Palestra Evento: Palestra com Dr. Alysson Paolinelli (ex-ministro da Agricultura) - atual presidente da Ambramilho – Associação Brasileira dos Produtores de Milho Organização: Centro Cultural de Hiroshima do Brasil - CCHB Data: 19 de junho, às 19h Local: Auditório do CCHB Rua Tamandaré, 800 - Liberdade São Paulo - SP

♦ Cerimônia Budista Evento: Culto Budista em Memória dos Imigrantes Japoneses Organização: Bunkyo e entidades parceiras Data: 18 de junho, às 14h Local: Grande Auditório do Bunkyo Rua São Joaquim, 381 - Liberdade São Paulo - SP

♦ Cuidadores de Idosos I Evento: Cerimônia de encerramento da 8ª turma do Programa Básico de Orientação a Cuidadores de Idosos Organização: Assistência Social Dom José Gaspar “Ikoi-no-Sono” Data: 20 de junho, às 15h Local: Pequeno Auditório do Bunkyo Rua São Joaquim, 381 - Liberdade São Paulo - SP

♦ Ato Solene e Homenagem Evento: Cerimônia comemorativa aos 104 anos da imigração japonesa

♦ Ato Solene e Homenagem Evento: Ato Solene em comemoração aos 104 anos da imigração japo-

nesa no Brasil e homenagens por indicação do deputado estadual Hélio Nishimoto. Organização: Assembleia Legislativa de São Paulo Data: 21 de junho, às 18h30 Local: Auditório Franco Montoro – Palácio 9 de Julho Av. Pedro Álvares Cabral, 201 - Ibirapuera - SP ♦ Gueinosai Evento: 47º Festival de Música e Dança Folclórica Japonesa Organização: Bunkyo Data: 23 e 24 de junho - no sábado, às 9h e, no domingo, às10h Local: Grande Auditório do Bunkyo Rua São Joaquim, 381 - Liberdade São Paulo – SP ♦ Homenagem Hakujyusha Evento: Homenagem aos Idosos de 99 anos Organização: Bunkyo Data: 24 de junho, às 9h Local: Grande Auditório do Bunkyo Rua São Joaquim, 381 - Liberdade São Paulo - SP ♦ Taboão Evento: Solenidade comemorativa aos 80 anos de fundação do Centro Esportivo e Cultural do Taboão Organização: Centro Esportivo e Cultural do Taboão Data: 24 de junho, às 10h Local: Rua Nestor dos Santos Lima, 18 - Jd. Jamaica - São Paulo - SP ♦ Cuidadores de Idosos II Evento: 3º Encontro de Ex-alunos do Curso de Cuidadores de Idosos Organização: Assistência Social Dom Josée Gaspar “Ikoi-no-Sono” Data: 27 de junho, às 14h Local: Pequeno Auditório do Bunkyo Rua São Joaquim, 381 - Liberdade São Paulo - SP ♦ Gatebol Evento: Torneio Internacional de Gateball – comemorativo aos 30 anos de atividades da entidade. Presença de cerca de 70 atletas do exterior – Japão, China, Paraguai e

Uruguai. Organização: União dos Clubes de Gateball do Brasil Data: 30 de junho e 1ª de julho, a partir das 8h30 Local: Centro Educacional e Esportivo Prof. Riyuzo Ogawa Av. Leonardo da Vinci, 1551 - Jabaquara - São Paulo - SP ♦ Sakura Matsuri Evento: 16º Festival das Cerejeiras Bunkyos Organização: Bunkyo e entidades da região Data: 7 e 8 de julho, das 10h às 17h Local: Centro Esportivo Kokushikan Daigaku Rod. Bunjiro Nakao (SP-250), Km 48 – Estrada para Ibiúna – Bairro do Carmo – São Roque – SP ♦ Ibiúna Evento: Tradicional Gincana Poliesportiva (undokai) Organização: Centro Cultural de Ibiúna – CCI Data: 8 de julho, a partir das 8h Local: Campo de Atletismo do CCI Rua Júlio Gabriel Vieira, 122 - Ibiúna - SP ♦ Álvares Machado Evento: 92ª Shokon-sai (Convite às Almas para a Missa) Organização: Associação Cultural, Esportiva e Agrícola Nipo-Brasileira de Álvares Machado Data: 8 de julho, das 9h às 17h Local: Rua Fernando Costa, 292 Àlvares Machado - SP ♦ Colônia Pinhal Evento: Solenidade comemorativa aos 50 anos do início da colonização de Colônia Pinhal, Culto religioso em memória aos imigrantes falecidos e Cerimônia de inauguração do Ginásio Esportivo Organização: Associação Cultural e Esportiva de Colônia Pinhal Data: 5 de agosto, 9h Local: Colônia Pinhal - São Miguel Arcanjo - SP *Fonte: Site do Bunkyo (www.bunkyo.org.br)


JORNAL NIPPAK

5

São Paulo, 15 a 21 de junho de 2012

COMUNIDADE/SÃO BERNARDO DO CAMPO

ESPECIAL IMIGRAÇÃO

São Bernardo do Campo promove 31ª edição do Festival do Japão neste fim de semana

A

União das Associações Nipo-Brasileiras de São Bernardo do Campo promove a 31ª edição da Festa da Imigração Japonesa de São Bernardo denominada o “Japão em São Bernardo do Campo”, nos dias 16 e 17 de junho, no espaço do CENFORPE – Centro de Formação de Profissionais da Educação. O festival da cultura japonesa integra as comemorações dos 104 anos da Imigração Japonesa no Brasil, terá uma programação intensa e variada, que iniciará as 12 horas e se desenvolverá durante todo o dia. No sábado (16), às 08h será realizado o Torneio Comemorativo de Gate Ball na sede da Associação Cultural de Mizuho – Praça Tokuyama,02 Bairro Cooperativa. Ainda no dia 16 de junho, às 18 horas, haverá a Sessão Solene em Homenagem aos Imigrantes Japoneses e seus Descendentes com a entrega da medalha João Ramalho à professora Kuniko Kumai, concedida pelo vereador Hiroyuki Minami.

arquivo/aldo shiguti

Joe Hirata é uma das atrações em São Bernardo do Campo

A pequena Melissa Kuyniyoshi promete encantar o público com seu talento

Atrações – Como em todos os grandes festivais não poderiam faltar os pratos típicos da culinária japonesa como: udon, okonomiyaki, care rice, temaki, tempura, teoshoko,

yakissoba, manju, moti que serão preparados pelas entidades nipo-brasileiras. Entre as atrações estão programados os shows dos cantores Joe Hirata, Mariko Nakahira, Melis-

sa Kuniyoshi, as apresentações dos grupos de taikô Kien Daiko, Mizuho Wadaiko, ShinkyoDaiko e Okinawa, de dança clássica japonesa, sara odori, artes marciais. O fes-

tival também contará com workshop de ikebana, origami, shodo e exposições das artes japonesas. De acordo com a comissão organizadora será montado um grande bazar com mais de 30 barracas, com artesanatos e diversos produtos nacionais e importados. A entrada é franca e a expectativa de público é de duas mil pessoas. O local dispõe de uma área coberta com capacidade para 1500 pessoas, e estaciona-

mento. (Luci Judice Yizima) 31ª

Festa da ImigraJaponesa de São Bernardo - Japão em São Bernardo do Campo Onde: CENFORPE - Av Dom Jaime de Barros Câmara 201 Planalto - SBC ( Acesso pelo km 20,5 da Via Anchieta sentido Santos) Data: 16 e 17 de junho Horário: Das 12h às 22h (abertura oficial as 15h) Entrada Gratuita Estacionamento edição da

ção

comunidade/EMBU

comunidade/LIMEIRA

Semana da Cultura Japonesa prossegue em Embu

Exposição abre a 14ª Festa da Imigração Japonesa

Para comemorar os 104 Anos da Imigração Japonesa no Brasil, a Prefeitura de Embu das Artes (SP), por meio da Secretaria de Cultura, realiza de 15 a 24 de junho, a Semana da Cultura Japonesa. A abertura acontece hoje (15), às 20h, com a Exposição Nikkei de Arte e Craft em homenagem a Iwao Nakajima (19342011), artista plástico que viveu na cidade e contribuiu para o desenvolvimento da arte naif, uma tradição em Embu das Artes. As comemorações da Semana continuam com várias atrações que enfatizam a cultura, a arte, os costumes e a gastronomia do Japão. Faz parte da Semana o Festival de Cultura Japonesa Animaembu, com concurso de ilustração mangá Ano do Dragão, shows de música e dança, desfile cosplay, exposição e oficinas de ikebana, origami, animekê, mangá, exposição de raça Akita, taikô e diversas outras atividades. De acordo com os organizadores, muitos imigrantes se instalaram na região de Embu das Artes e entorno, como Cotia, criaram coope-

divulgação

Animaembu faz parte da Semana do Festival de Cultura Japonesa

rativas agrícolas importantes, com produtos vendidos no mercado municipal de Pinheiros, em São Paulo, e influenciaram no costume e na arte. Um pouco desta história será contada na Semana da

Cultura Japonesa em Embu das Artes. PROGRAMAÇÃO 15/6 – 20h: Abertura: 4ª Exposição Nikkei Arte Craft e homenagem a Iwao Naka-

Costumes japoneses estarão presente no festival

jima. Visitação; 16/6 a 9/7 – das 9 às 17h: Centro Cultural Mestre Assis do Embu (Largo 21 de Abril, 29) 16/6 – 13h: Culto “Aoba Matsuri”, de celebração ao nascimento de Buda. Templo Dion-In (Rua Professor Mário Osassa, 1149, fim da rua, Jd. Magali) 17/6 – 10h: 54º Culto Ecumênico em Homenagem aos Antepassados. Cemitério do Rosário ( Avenida Elias Yazbek, 1713) 23 e 24/6 – 10 às 23h: Animaembu Nippon Matsuri – 5º Festival da Cultura Japonesa. Parque do Lago Francisco Rizzo (Rua Alberto Giosa, 320, Centro). Mais informações pelo tel.: 11/4785-3563 ou pelo e-mail: cultura@embudasartes.sp.gov.br

Público também poderá participar de oficinas

HOMENAGEM

Câmara Municipal homenageia hoje o cônsul geral do Japão em São Paulo com o título de Cidadão Paulistano Numa iniciativa do vereador Aurélio Nomura (PSDB), a Câmara Municipal de São Paulo homenageará o cônsul geral do Japão em São Paulo Kazuaki Obe com o título de Cidadão Paulistano. A cerimônia acontece hoje (15), às 10 horas, no Salão Nobre do Palácio Anchieta, sede da Câmara Municipal de São Paulo. Kazuaki Obe nasceu em 15 de outubro de 1952, na província de Kanagawa, no Japão. Graduado em Economia pela Faculdade de Economia da Universidade Soka, ingressou no Ministério dos Negócios Estrangeiros do Japão em abril de 1975. Atuou como Diretor Adjunto da Segunda Divisão da América Latina e do Caribe (1987); diretor Adjunto da Divisão de Cooperação Multilateral (1989); primeiro secre-

aldo shiguti

O cônsul geral do Japão em São Paulo, Kazuaki Obe e a consulesa Eiko Obe: homenagem e despedida

tário da Embaixada do Japão na Argentina (1991) e primeiro secretário da Embaixada do Japão na Austrália (1993). Em agosto de 2000, foi

designado conselheiro da Embaixada do Japão na Arábia Saudita e em julho de 2002, ministro da Embaixada do Japão na Argentina. Foi diretor

de Planejamento e Coordenação da Japan International Cooperation Agency até ser designado cônsul geral do Japão em São Paulo. Despedida – Desde que assumiu suas funções no Consulado Geral do Japão em São Paulo, em janeiro de 2009, sempre acompanhado pela consulesa Eiko Obe, ele fez questão de prestigiar os eventos e solenidades da cidade e da comunidade nikkei. Entre outras atividades, o cônsul também fez questão de visitar mais de 100 cidades de presença destacada de nipo-brasileiros. No próximo dia 26, as principais entidades da comunidade nikkei estarão organizando uma cerimônia de despedida ao cônsul e a consulesa.

divulgação

A Prefeitura Municipal de Li­ meira, por meio da Secretaria Municipal de Turis­ mo e Eventos, e a Associação Nipo-Brasileira de Limeira (Nibrali) realiza neste fim de semana (dia 16, das 18 às 22 horas, e 17, das 11 às 16 horas), no Centro Municipal de Eventos, a 14ª edição da tradicional Festa da Imigração Japonesa. Tradicional em Limeira, a festa destaca a culinária Cartaz da 14ª Festa da Imigração Japonesa típica do Japão: em Limeira sushi, sashimi, yakissoba, yakitori, tempurá, faz parte das festividades de harumaki, pastel, doces e ou- comemoração pelo aniversário da imigração japonetras delícias. Dentre as atrações, ha- sa em Limeira. A exposição, verá apresentações de danças que permanece em cartaz sotípicas (taikô e bon odori). O mente até hoje (15), traz dipúblico também poderá parti- ferentes objetos pertencentes cipar das oficinas de origami ao acervo do Consulado do e ikebana, além das exposi- Japão, que incluem roupas ções de orquídeas, carros, ar- típicas, amuletos, maquetes tesanato e produtos orientais. de lugares do país, sombrinha Destaque também para o Es- e lanterna japonesa, pôsteres, carpas e os DVDs “Hello Japaço "Pocket Anime Fest". Para este ano, a Nibra- pan”, sobre o Japão atual, e li prepara uma novidade. A “Gochiso”, que aborda a culientidade estará ensinando as nária do país. Segundo o secretário de pessoas a dançarem o bon Turismo e Eventos, Dominodori na hora. A entrada é gratuita e o es- gos Furgione Filho, os artitacionamento será acessado gos expostos são diferentes mediante a doação de 1 kg de a cada edição da comemoraalimento não-perecível, ex- ção. “O Consulado do Japão ceto sal e fubá, que será revertido ao Banco Municipal tem o cuidado de nos enviar artigos diferentes a cada ano, de Alimentos. Os visitantes que passarem sendo sempre artigos que pela festa japonesa ganharão retratam de forma autêntica a uma dobradura de Tsuru, uma cultura oriental”, explica. O Museu da Joia abriga das aves mais conhecidas do Japão, que tem significado a exposição até o dia 15 de especial: desejo de felicidade, junho, das 8 às 21h, com entrada gratuita. sorte e vida longa. Para mais informações, entre em contato com a Se- 14ª Festa da Imigração cretaria Municipal de Tu- Japonesa rismo e Eventos pelo telefone Data: 16 e 17 de junho Horário: sábado, das 18h às (19) 3495-1350. Exposição – No dia 11, aconteceu a abertura da Exposição da Imigração Japonesa, no Museu da Joia (no Parque Cidade de Limeira). Ela

22h, e domingo, das 11h às 16h Local: Centro Municipal de Eventos (Av. Maria Thereza S. de Barros Camargo, 1525, Jd. Aquarius) Entrada franca


JORNAL NIPPAK

6

São Paulo, 15 a 21 de junho de 2012

­­

bolsas de estudo

Aberta as inscrições para o Projeto ‘Realização do Sonho’

A

Associação Kaigai Nikkeijin Kyokai, com sede em Yokohama, está com as inscrições abertas para bolsa de estudos do projeto “Nikkei Scholarship” (Projeto Realização do Sonho) da The Nippon Foundation (Nippon Zaidan), cujo objetivo é conceder bolsas de estudos para os nikkeis residentes nos países da América Central e da América do Sul (Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, República Dominicana, México, Paraguai, Peru, entre outros) com a finalidade em ampliar o entendimento entre esses países e o Japão, e que sejam jovens com sonhos e planos concretos para contribuir para o desenvolvimento dos seus países e da comunidade local. A Associação Kaigai Nikkeijin Kyokai é subsidiada pela The Nippon Foundation para operacionalizar as inscrições, seleção, recepção e pagamento das bolsas de estudo. Os requisitos necessários para a inscrição são: 1) Ser descendente de japoneses (nacionalidade, escolaridade e experiência no Japão não são requeridos); 2) Ter idade entre 18 e 35 anos; 3) Seja indicado por uma instituição nikkei; 4) Que, após adquirir os conhecimentos em sua área, aplique o que aprendeu em seu país de origem; 5) Que atue como um elo entre o Japão e seu país; 6) Que participem ativamente das iniciativas promovidas pelos

Rio+20, agora vai?! “Sejamos a mudança que queremos ver no mundo” (Mahatma Gandhi) divulgação

Objetivo da bolsa é ampliar o entendimento entre jovens de diferentes países e o Japão

estagiários e das iniciativas que contribuem para a sociedade. São cinco vagas. As inscrições encerram-se no dia 31 de julho de 2012. Os interessados devem enviar todos os documentos necessários para a associação. Não será aceito o envio via fax ou e-mail. Benefícios – As fases seletivas são as seguintes: 1ª Fase – Seleção através dos documentos: início de setembro de 2012; 2ª Fase – Seleção através de entrevista: início de outubro de 2012. O resultado final será definido ao final do mês de outubro de 2012. Os resulta-

dos da 1ª e 2ª fases serão comunicados através de correspondência. Ao bolsista será concedido passagem aérea de ida e volta; seguro médico (previdência mútua); despesas escolares como taxas de exames, aulas, matrículas e materiais didáticos determinados pela escola; despesas para participação em estágios coletivos, congressos, etc. Subsídio para despesas gerais: 130 mil ienes por mês, subsídio para habitação: aluguel até 50 mil ienes por mês/luva até 200 mil ienes, passe escolar, seguro médico (previdência mútua), etc. As bolsas têm duração de cinco anos.

Inscrições – Os candidatos deverão consultar o site: www.jadesas.or.jp para acessar os formulários necessários para as inscrições. Endereço para entrega de documentos 2-3-1, Shinko, Naka-ku, Yokohama-shi, Kanagawa, 231-0001, Japão JICA Yokohama 2F “Kaigai Nikkeijin Kyokai / Nikkei Scholarship” Tel :045-663-3258 Fax: 045-211-1781 Para mais informações contatar: www.jadesas.or.jp E-mail: saitran@jadesas.or.jp Tel: (081-45-663-3258

CINEMA

Mostra de Cinema Japonês e palestra em Campo Grande celebram a Semana da Cultura Nipônica divulgação

Termina hoje (15), no Museu da Imagem e do Som (MIS) de Campo Grande (MS), a Mostra de Cinbema Japonês do CineMIS. O evento, que teve início no dia 11 – até o final da mostra serão exibidos cinco filmes – é uma realização da Fundação de Cultura do Governo de Mato Grosso do Sul, por meio do MIS, em parceria com a Associação Esportiva e Cultural Nipo-Brasileira de Campo Grande Amor e honra, de Yoji Yamada (AECNB). O curador da mostra, diretores selecionados para a Jean Albernaz, explica que a mostra, apesar de terem seus escolha destes filmes buscou talentos reconhecidos pela apresentar diretores importan- crítica especializada e vários tes da cinematografia japone- de seus filmes estarem disposa, porém fugindo de escolhas nibilizados em DVDs no meróbvias. “Ocorre que vários di- cado internacional, como Koretores, como Akira Kurosa- reeda, Yamada e Miike, muiwa, podem ser encontrados tas vezes são desconhecidos facilmente em videolocado- por grande parte dos fãs do ras e grande parte do público cinema japonês”, explica. E o já os conhece. Os filmes e os filme que encerra a mostra é

Amor e Honra (Bushi no Ichibun - 2006), do diretor Yoji Yamada. Para esclarecer dúvidas e prestar maiores informações sobre o cinema japonês, Jean Albernaz, que também foi curador da primeira Mostra de Cinema Japonês, realizada no MIS em 2008 celebrando Centenário da Imigração Japonesa no Brasil, proferirá palestra no dia 20 de junho, às 14 horas, no próprio MIS, dentro do projeto Cultura em Situação, objetivando contextualizar aspectos artísticos e históricos desta importante e cultuada cinematografia. Semana – A Mostra de Cinema Japonês antecede, inicia e divulga a comemoração da Semana da Cultura Japonesa em Mato Grosso do Sul, que contará com diversas atividades culturais e é organizada pela AECNB, com o apoio da Fundação de Cultura e de diversas outras instituições. “Como todos sabem, a cultura japonesa é notoriamente marcante e presente no Estado, permeando hoje

COLUNA DO JORGE NAGAO

nossos costumes, culinárias e identidades, indo além das fronteiras entre descendentes e não descendentes. Assim, a Mostra de Cinema Japonês é de extrema importância para Mato Grosso do Sul, uma vez que democratiza o acesso às produções audiovisuais japonesas e promove o debate e a reflexão do País e do mundo, contribuindo com a formação e a difusão de conhecimento e cultura no Estado de forma antenada à contemporaneidade”, explica o presidente da Fundação de Cultura, Américo Calheiros. 15 de junho (sexta) Amor e Honra (Bushi no Ichibun - 2006) Direção: Yoji Yamada Duração: 121 min. Sinopse: O sacrifício de uma esposa pela honra do seu marido, um samurai cego, se torna uma crítica sutil sobre a posição da mulher no Japão feudal no último filme da “Trilogia Samurai” de Yoji Yamada. Prêmios: Academia Japonesa 2007 - Melhor Fotografia - Melhor Luz - Melhor Ator Coadjuvante; Asian Film Awards 2007 - Melhor Filme. Serviço: A Mostra de Cinema Japonês às 19 horas, no Museu da Imagem e do Som, que fica no Memorial da Cultura, na avenida Fernando Correa da Costa, 559, 3º andar, Centro. A Palestra sobre Cinema Japonês com Jean Albernaz acontece dia 20 (quartafeira), às 14 horas, na Sala Idara Duncan do MIS. Outras Informações pelo email: mis@fcms.ms.gov.br e pelo telefone 3316-9178.

Cético, na década da Eco-92, quando falar do meio-ambiente não estava na moda, produzi o texto abaixo: “Seremos Todos Sem-Terra? Cientistas alertam que as condições do planeta deterioram-se gradativamente e que, se não houver um esforço coletivo, a Terra pode estar com os anos contados. Se o homo-sapiens (sapiens?) não respeita nem a si mesmo ingerindo bebidas e alimentos nocivos ao seu organismo, por que cuidaria melhor de sua casa, seu planeta? Se o bicho-homem aban­ dona suas crias à própria sorte (ou azar), expondo-as à humilhação da esmola, das drogas e da prostituição, por que ele se preocuparia com a camada de ozônio do planeta? Se o ser humano preocupa-se menos com o ser (ser feliz, ser criativo, ser fraterno) e busca ter sempre mais em detrimento de seus irmãos menos favorecidos, os sem-teto, sem-saúde, sem-oportunidade, por que ele perderia o sono com o esgotamento dos recursos naturais? Se a criatura humana empilha em jaulas os seus semelhantes indesejáveis e, além de não recuperá-los transforma-os em feras, por que ela se importaria com o crescente desmatamento e ampliação das áreas desérticas? Se o homem põe na telinha filmes que incitam a violência, induz à população ao consumo desenfreado, gerando uma legião de frustrados e de inadimplentes, por que ele se preocuparia com a poluição do céu que nos priva do prazer de contemplar a beleza da lua e das estrelas? Se o bicho-homem se enriquece às custas da desgraça de milhares de dependentes químicos, por que ele iria se importar com a qualidade da água dos rios e dos mares? Se esse ser desumano quanto mais luxo tem, mais lixo produz, deixando para o seu semelhante (semelhante?) retirar do seu lixo a sua sobrevivência, por que ele se preocuparia com a reciclagem dos materiais descartáveis?

Qual seria a solução, então? Convocar um neo-Noé para construir uma arca com um casal de cada espécie animal para começar tudo de novo? Os cientistas fariam uma clonagem deste nosso mundinho e lá iríamos, de mala e cuia, para a Terra II, nova chance? Brincadeiras à parte, nem tudo está perdido, felizmente. Existem entidades e pessoas sérias que trabalham arduamente para reverter este cenário negativo. Que as autoridades, empresários e cidadãos de bem discutam os problemas na semana do meio ambiente para que surjam novas iniciativas e ações efetivas em prol de um mundo melhor”. ............................................ O mundo está de olho na Rio+20, quarta conferência da ONU sobre desenvolvimento sustentável. Delegações do mundo inteiro desembarcam na cidade maravilhosa para discutir o desenvolvimento sustentável, a economia verde, o futuro do planeta. Você e eu, cada um de nós, podemos fazer anossa parte, adotando um consumo consciente, evitando desperdícios e educando os analfabetos ambientais. A cada dia nascem 200 mil pessoas, como o Lucca da Julia, que merecem viver num mundo melhor. O jornalista André Tri­ gueiro, uma das maiores autoridades neste assunto, alerta que vivemos uma crise ambiental sem precedentes. Para ele, vivemos num mundo ecologicamente predatório, socialmente perverso e politicamente injus­ to. Um verdadeiro ecocídio. Mas ainda há tempo para consertar o malfeito e cres­ cer com sustentabilidade. Que os deuses da natureza iluminem os presidentes da repúblicas e demais autoridades para que cheguem num acordo que resulte num futuro melhor para todos. E, claro, que cada país faça a sua lição de casa. Assim, em nossa casa, a Terra, haverá a tão sonhada paz. Que la nostra nave azul vá tranquila numa viagem sem fim. Amém. *Jorge Nagao é colunista do site Primeiro Programa (www.primeiroprograma. com.br). E-mail: jlcnagao@uol. com.br


São Paulo, 15 a 21 de junho de 2012

JORNAL NIPPAK

cinema

COLUNA DA ERIKA TAMURA

Cinemateca de Curitiba homenageia Keisuke Kinoshita

N

o ano do centenário do nascimento do diretor Keisuke Kinoshita, o Consulado Geral do Japão em Curitiba juntamente com a Fundação Japão e com a Cinemateca de Curitiba promoverá a mostra de filmes: “100 anos de Keisuke Kinoshita”, como forma de divulgação da cultura japonesa. Os filmes serão todos apresentados em japonês com legendas em português. Considerado “o mestre que igualou Akira Kurosawa”, Keisuke Kinoshita estreou como diretor de cinema em 1943 com a obra Hana Saku Minato (Porto de Flores, em tradução livre – sem título em português), lançando vários filmes que fizeram sucesso e marcaram a história do cinema japonês, tais como: Nijushi no Hitomi (24 Olhos), Karumen Kokyou ni Kaeru (Carmem retorna para casa, em tradução livre – sem título em português) e Narayama-Bushi Ko (A Balada de Narayama). Foi contemporâneo de Kurosawa, seu grande amigo, com quem dividiu a popularidade, além de ter produzido filmes em parceria. No dia 5 de dezembro deste ano comemora-se 100 anos do nascimento de Kinoshita, hoje reconhecido mundialmente como o “Gênio das Comédia”. Na mostra são apresentadas 12 das suas obras, entre elas suas grandes representantes: “24 olhos”, “A Balada de Narayama” e Kôge (O Perfume do Incenso, em tradução livre – sem título em português). PROGRAMAÇÃO – 100 ANOS DE KEISUKE KINOSHITA DIA 19 (TERÇA) 16h – Mulher (Onna, Japão, 1948 – 67 min. – Romance, Suspense, Drama) Elenco: Mitsuko Mito, Eitaro Ozawa. Sinopse: Toshiko, uma dan­ çarina, tenta viver com garra e correção lutando contra a pressão masculina. Toshiko é levada, por ordem do gangster Machida para Hakone, de lá eles seguem viagem até Hamamatsu. Ela é arrastada para a vida bandida de Machida e luta contra seus sentimentos fracos que acreditam nas palavras dele, tentando seguir um caminho correto. 19h – Amor Imortal (Eien No Hito, Japão, 1961 – 107 min. – Romance, Drama) Elenco: Hideko Takamine, Yoshi Kato, Keiji Sada, Kiyoshi Nonomura, Tatsuya Nakadai. Sinopse: História dividido em 5 episódios. Primeiro episódio – Ano de 1932 (ano 7 da era Showa), durante o incidente de Shangai. Sadako, filha do camponês Sôjiro, namora Takashi Kawaminami. Takashi e Heibee, filho do senhor das terras Heizaemon Koshimizu, foram à guerra, mas Heibee, ferido na perna, fora dispensado da tropa e voltou para casa. Indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro (1962) DIA 20- (QUARTA) 16h – O Exército (Riku Gun, Japão, 1944 – 87 min. – Drama) Elenco: Kazumasa Hoshino, Ken Uehara, Shin Saburi, Shuji Sano. Sinopse: Aos 19 anos Yunojo sentiu na pela um dos marcos da história japonesa. 30 anos depois, logo após a Guerra

7

divulgaçã

A Balada de Narayama conquistou a Palma de Ouro em Cannes em 1983

keisuke kinoshita.tif

contra a China, já casado Yunojo, segue com o comércio que herdou do pai. 19h – Tragédia no Japão (Nihon No Higeki, Japão, 1953 – 116 min. – Drama) Elenco: Yuko Mochizuki, Yoko Katsuragi, Masami Taura, Ken Uehara, Teiji Takahashi. Sinopse: Haruko, viúva de guerra, era empregada da pousada Izuhana, em Atami. Em uma época turbulenta do final da guerra, com um casal de filhos (Utako e Seiichi) para criar, ela chega a trabalhar em uma casa de prostituição, além de ter um terreno, a sua única posse, subtraído pelo seu cunhado. DIA 21 (QUINTA) 16h – A Rajada de Neve (Kaza-Hana, Japão, 1959 – 78 min. – Romance – Drama) Elenco: Yasushi Nagata, Chieko Nagashiyama, Toshio Hosokawa, Kuniko Igawa, Yoshiko Kuga. Sinopse: Haruko, filha de um camponês, apaixona-se por Hideo, o segundo filho de um rico proprietário de terras (Nagura). A família dele, no entanto, não aprova o romance, e os dois tentam o suicídio atirando-se nas águas do Rio Shinano. 19h – Porto de Flores (Hana Saku Minato, Japão, 1943 – 82 min. – Drama) Elenco: Eitaro Ozawa, Ken Uehara, Mitsuko Mito, Chishu Ryu, Eijiro Tono. Sinopse: Uma pequena ilha situada no mar de Seto viveu a sua fase de prosperidade com o estaleiro ali instalado. Porém, com o fechamento do estaleiro a ilha entra em decadência, quando certo dia chega às mãos do chefe da vila um telegrama em que Shuzo, filho de Nonagase que é tido como um herói na ilha por ter no passado levantado o estaleiro, comunica querer realizar uma visita. Na esperança de que algo de bom aconteça, os ilhéus aguardam ansiosamente pela ilustre visita. Porém o Shuzo que chega à pacata ilha é um farsante e provoca confusões entre os ilhéus. DIA 22 (SEXTA) 16h – Assim, Outro Dia (Kyo Mo Mata Kakute Arinan, Japão, 1959 – 74 min. –

Drama) Elenco: Teiji Takahashi, Yoshiko Kuga, Kankuro Nakamura, Kanzaburo Nakamura, Murasaki Fujima. Sinopse: A pequena casa na praia de Shônan é a residência dos Sato. Shoichi, o provedor, é um assalariado de uma empresa em Tóquio. A esposa Yasuko ocupa-se com os afazeres domésticos e na criação do filho Kazuo, levando uma vida monótona. Para saldar as dívidas, Shoichi resolve emprestar sua casa ao seu chefe para veraneio. 19h – A Balada de Narayama (Narayama-Bushi Ko, Japão, 1958 – 98 min – Drama) Elenco: Kuniyo Tanaka, Teiji Takahashi, Yuko Mochizuki, Danko Ichikawa, Seiji Miyaguchi. Sinopse: Aos 69 anos Orin, moradora de um vilarejo, fica viúva e cuidando do seu filho Tatsuhei, que no ano anterior havia perdido a sua mulher, e do seu neto Kesakichi ocupava-se em encontrar uma pretendente para Tatsuhei. De acordo com a tradição local, ao completar 70 anos, o septuagenário deve realizar uma procissão ao monte Nareyama. A procissão, na realidade, significava o retiro na montanha para aguardar pela morte. Porém para a trabalhadeira Orin, não sobrava tempo para se preparar para a procissão. No dia do Nareyama Matsuri (Festival de Nareyama) chega, do vilarejo vizinho, a noiva do Tatsuhei. Orin então pensa que estava apta para partir para o exílio, porém ainda havia uma coisa a fazer DIA 23 (SÁBADO) 16h – Adeus à Primavera (Seishun-Cho, Japão, 1959 – 101 min. – Drama) Elenco: Masahiko Tsugawa, Kazuya Kosaka, Akira Ishihama, Toyozo Yamamoto, Yusuke Kawaji. Sinopse: Cidade de Aizu. À frente do túmulo dos Byakkotai (Tropa dos Tigres Brancos) quatro amigos de infância (Umasugi, Minemura, Teshirogi e Makita) reúnem-se para reencontrar o amigo que foi estudar em Tóquio (Iwagaki). 19h – Vinte e Quatro Olhos (Nijushi no Hitomi, Japão, 1954 – 155 min. – Drama) Elenco: Hideko Takamine, Shizue Netsukawa, Chishu Ryu, Hideyo Amamoto, Yumeji Tsukioka. Sinopse: Hisako Oishi, uma professora recém-formada é alocada na escola de uma ilha remota. Lá ela fica responsável pelo 1º ano com apenas 12 alunos. Esses 12 alunos com seus 24 olhos recebem sua

nova professora amavelmente. Porém o destino reserva para a professora e seus pequenos alunos um futuro trágico entre guerras e doenças. DIA 24 (DOMINGO) 16h – O Rio Fuefuki (Fuefuki Gawa, Japão, 1961 – 117 min. – Épico, Drama) Elenco: Yoshi Kato, Masao Oda, Ryuusuke Daigenji, Hisano Yamaoka, Michiko Aoki. Sinopse: Período de Sengoku (países em guerra). No império de Kai vivia, em uma humilde casa de camponês ao pé da ponte Fuefuki, Ojii, seu genro Hanpei e os netos (Take, Hisa, Hanzô). Hanzô foi à guerra acompanhando o senhor das terras e conseguiu uma importante vitória na batalha às margens do rio Iida, motivo de orgulho do Ojii. 19h – O Perfume do Incenso (Ko-Ge, Japão, 1964 – 201 min. – Drama) Elenco: Nobuko Otowa, Mariko Okada, Kinuyo Tanaka, Kazuo Kitamura, Eiji Okada. Sinopse: História da vida de Tomoko e sua mãe Ikuyo. Após a morte do primeiro marido, Ikuyo casa-se novamente deixando a filha Tomoko com a avó. Anos depois, após a morte da avó Tomoko é vendida como aprendiz de gueixa pela mãe. Data: de 19 (terça-feira) a 24 (domingo) de junho Horário: Sessões às 14 e às 19 horas. Local: Cinemateca de Curitiba Rua Carlos Cavalcanti, 1174 – São Francisco – Curitiba (PR) Informações pelos telefones: 41/3321-3252 / 3321-3270

Vivendo no Japão Vivo no Japão há 14 anos, e conheço muitas histórias de dekasseguis, bem sucedidas ou não. Hoje vou falar dos brasileiros que dizem não gostar do Japão. A verdade é que muitas pessoas chegam aqui no Japão e parecem fechadas para uma adaptação, por isso há uma certa resistência para que se sintam bem num país novo e totalmente diferente do Brasil. Venho recebendo muitas mensagens de leitores, que curiosos me perguntam como me adaptei aqui, e como consigo viver no Japão, em meio a terremotos e outras catástrofes naturais. Então decidi escrever um artigo para responder a essas perguntas e reforçar o amor que sinto por esse país. Confesso que quando cheguei foi difícil me adaptar, mas encarei tudo da melhor forma possível, como um grande aprendizado, claro que no início sem saber o idioma local, sofri com empregos ruins. Mas com força de vontade aprendi o japonês e consegui um emprego melhor. E mesmo trabalhando em fábrica, onde o ambiente de trabalho não é um exemplo de convivência pacífica, tentava superar o desânimo pensando positivamente, pois se o ambiente já é ruim, não posso piorá-lo com mau humor e má vontade. Isso fez com que meu serviço sempre se destacasse, e assim fui evoluindo a cada dia no Japão. Hoje, posso dizer que tenho um emprego bom, num ambiente de trabalho ótimo e dentro de todas as expectativas, consigo superar todas e passar por barreiras que antes pensava ser intransponíveis. Sem desmerecer o trabalho puxado das fábricas, mas desde o início vi que definitivamente ali não era o meu lugar. Conheço muitos brasileiros que amam o Japão, e na maioria deles esse sentimento desponta ao extremo nas pessoas que não são descendentes de japoneses. O motivo não sei, mas é

muito comum ver esse tipo de ocorrência. A dica que dou para todos é que, independente do local que você trabalhe ou do tipo de função que desempenhe, encare o seu trabalho como uma dádiva! Um ambiente de trabalho ruim, um chefe injusto, um salario baixo, pode ganhar proporções maiores dependendo da forma que você vê tudo isso. Então mude seu ponto de vista! Foi o que sempre fiz, se não estou satisfeita com uma situação, tento mudar a forma de olhar para esse problema e encará-lo com outro aspecto. Vi um boato rondando por aí, dizendo que o governo japonês começará a exigir o domínio do idioma para a renovação de vistos. Não vou criticar nem defender essa medida, mas verdade ou mentira, teremos que nos adaptar a essa nova exigência estamos vivendo aqui e temos regras a seguir, e é essa a dificuldade da maioria de brasileiros que vivem aqui, é difícil entender que estamos num país alheio e que há regras para serem respeitadas, em contrapartida o país nos dá uma infra estrutura de condições humanas com muito respeito, e que muitas vezes só se encontra por aqui mesmo. Tem uma palavra japonesa que demonstra bem esse lado de sacrifício do povo japonês, é GAMAN, é uma expressão usada para se ter paciência e aguentar mais um pouco. Um exemplo, está com dor, mas faz um gaman e aguenta um pouco mais! O povo brasileiro ainda tem que conhecer e praticar muito o GAMAN para poder entender a cultura nipônica. E é isso que faz com que eu admire esse povo japonês! *Erika Tamura é natural de Araçatuba (SP) e há 14 anos reside no Japão, onde trabalha com desenvolvimento de criação. E-mail: erikasumida@hotmail.com


JORNAL NIPPAK

8

São Paulo, 15 a 21 de junho de 2012

COMUNIDADE BRASILEIRA NO JAPÃO

APOIO:

Escritor decasségui realiza sonho de lançar livro no Brasil

C

Gosto pela leitura – Evandro tem um gosto especial pela leitura desde a infância. Os autores preferidos do brasileiro são, entre outros, Monteiro Lobato, José Lins do Rego e o francês Júlio Verne. O gosto pela leitura despertou desde muito jovem a vontade de escrever um livro. Projeto que ele foi postergando em virtude das obrigações, como trabalhar e sustentar a família. Mas segundo o escritor, de fato ele não pensava que conseguiria publicar um livro, achava que iria apenas escrever uma história e guardar em casa. Evandro traçou um di-

Daniel Gimenes/Divulgação

MOSTRA

Exposição de arte reúne artistas da comunidade

E

stá em cartaz até o próximo dia 17 em Ota, na província de Gunma, a 4ª edição da ExpoArt. Realizada anualmente, o objetivo da mostra é levar arte aos brasileiros que vivem no Japão. O evento é realizado pela Associação Internacional dos Artistas Plásticos no Japão (IAPAJ) e este ano reuniu 64 trabalhos. Além dos artistas da comunidade e dos japoneses, pela primeira vez, a exposição conta também com trabalhos vindos do exterior. Há obras de artistas do Brasil, da Hungria e de Portugal nos mais variados estilos e técnicas, de pinturas, esculturas, fotografias e até colagens. A organizadora da exposição, a artista plástica Saíra Kleinhans, presidente da IAPAJ, disse que a ideia é am-

pliar o contato com artistas do mundo inteiro. “Assim traremos novas técnicas e conhecimentos”, explicou. Em dezembro do ano passado, a brasileira participou do salão anual de Belas Artes no Carrousel du Louvre (Salon SNBA – Société National des Beaux-Arts), na França. “O prazer do artista, além de pintar, é poder exibir seus trabalhos ao público. Queremos dar essa chance a todos”, acrescenta ela. Na abertura do evento, houve apresentação musical com a violoncelista japonesa Suzuko Inai e do cantor japonês de blues, Takashi Oshiyama. “Nosso objetivo é integrar os brasileiros e japoneses e mostrar a nossa imagem positiva, de que também fazemos arte”, comentou Saíra.

Evandro Raiz Ribeiro batalhou muito até conseguir publicar seu livro

fícil caminho até conseguir publicar a obra. Escrever em si, para a maioria dos autores é a parte mais fácil do trabalho, pois até aí tudo flui naturalmente da cabeça do escritor. Os trabalhos de conferência do texto, diagramação, editoração, revisão gramatical, confecção da capa e divulgação, consomem tempo e dinheiro dos aspirantes a escritor. Sem mencionar o fato de que, muitas vezes, é preciso investir uma quantia considerável de dinheiro para publicar a obra. “Basicamente, eu percebi que seria praticamente impossível publicar um livro através de alguma editora tradicional, principalmente em se tratando de um novato, então busquei e encontrei apoio na internet”, explica. Segundo Evandro, no início ficou um pouco perdido, não tinha a mínima ideia de como publicar um livro de

forma independente. Foi aí que procurou ajuda em blogs literários onde, a partir de então o projeto começou a ganhar forma. “Depois de colher informações, consegui entrar em contato com a jornalista Sílvia Arruda. Ela leu toda a história de forma crítica e foi me dizendo onde eu poderia melhorar a trama, cortar algumas partes, isso sem me cobrar um centavo sequer”, conta Evandro. Ainda segundo o escritor, esta ajuda foi providencial, pois apenas o custo com um profissional para revisar a obra poderia até inviabilizar o projeto. O escritor Alexandre Lobão também colaborou muito para que a obra de Evandro ganhasse vida, ensinando ao decasségui algumas técnicas para que a história se desenrolasse de uma forma melhor. A publicação da obra ocorreu através do site Clube dos Autores, que publica obras sob

demanda, ou seja, após cada pedido, um livro é impresso. Em pouco tempo, contando com a divulgação feita por diversos blogs literários, muitos livros foram vendidos. Logo uma editora comercializou a obra em diversas livrarias, tornando realidade o sonho do escritor. Evandro também disponibilizou o livro para ser vendido em formato digital pela internet. O escritor destacou que o público do qual a obra faz mais sucesso é o feminino. “O livro faz muito sucesso com garotas, da faixa dos 12 aos 20 anos, que coincidente também é o público que mais acessa os blogs literários. É bom ver as novas gerações se interessando pela leitura”, avalia. Para conhecer mais sobre o livro e o escritor Evandro Raiz Ribeiro, basta acessar o blog: (http://evaneoslivros. Os artistas plásticos Toshiyuki Nagao e Saíra Kleinhans, que organizaram a 4ª edição da exposição blogspot.com).

Divulgação

om grande talento para escrever boas histórias, o decasségui Evandro Raiz Ribeiro, 49 anos, mesmo vivendo no Japão, foi atrás do seu sonho. Ele escreveu e publicou um livro no Brasil. Mas para isto, teve de ter muita paciência e toda ginga tipicamente brasileira para conseguir emplacar o projeto no Brasil. Evandro mora na cidade interiorana de Motosu (Gifu), e soube como poucos se beneficiar dos recursos da internet para publicar, em 2011, o livro “Não Deixe o Sol Brilhar em Mim”. A obra, que pode ser encontrada nas grandes livrarias do Brasil, narra a história de uma garota que é na verdade um vampiro. “No meu livro busquei fugir do estereótipo comum dos vampiros. Na história, a protagonista é uma adolescente, da qual traz, além de todo o mistério da trama, os conflitos comuns da idade”, relata o escritor. Durante o desenrolar da história, a garota-vampiro acaba se envolvendo emocionalmente com um rapaz, da mesma faixa etária, só que tímido e oprimido. “Primeiro eles ficam amigos, mas o envolvimento entre eles vai aumentado conforme a história vai avançado”, explica Evandro. O escritor também contou que muito da inspiração que teve para escrever a obra veio, em parte, de experiências pessoais. Segundo explicou, muitas vezes as pessoas são perseguidas na sociedade em determinados momentos da vida, e isso também aconteceu com ele. “Somos perseguidos na escola, no trabalho, ou até mesmo na família”, destaca Evandro, que ainda afirmou que tudo que passou, com um pouco de criatividade, pode render boas histórias. Outra fonte de inspiração para o decasségui escrever foi o filme “Deixa Ela Entrar”, do diretor sueco Tomas Alfredson. A obra cinematográfica retrata história sobre vampiros.


JORNAL NIPPAK

São Paulo, 15 a 21 de junho de 2012

9

Procedimentos para quem pratica o pesque e solte A pesca esportiva caiu definitivamente no gosto dos pescadores tupiniquins, basta ver o número de praticantes - numa curva ascendente - em represas, mares, rios e pesque-pagues. CURTAS

E

Mauro Novalo

mbora muitos já tenham aderido ao ato de soltar o peixe, ainda se observa muitos casos onde esta ação compromete a sobrevivência do espécime, então seguem algumas sugestões para melhorar o máximo possível estas condições.

Compressor de ar Maruechii(Piscicultura Chang)

Para aquaristas ou para quem precisa de areação emergencial na falta de energia elétrica, ou transportar espécimes durante longas viagens.Eficiente com baixo consumo de energia. Características: funciona à pilha, compressor silencioso, 1 saída, portátil, saída de 2 L/Min com pressão 0,010Mpa. Procures nas melhores casas do ramo. Informações no site www.pisciculturachang.com.br ou (11)2914 9491

JOLIE – Moro Deconto

A isca artificial Jolie é uma mini poppere, é um sucesso na pescaria de tilápias e também dos robalos. Características:comprimento 4cm; peso 4g; ação depopper com barbela e chocalho. Em breve, disponíveis nas lojas de pesca! Informações no site www.iscasartificiais.com.br ou fone (41)3244 5353 email: deconto@iscasartificiais.com.br

Rubinho de Almeida Prado na TV! A cada domingo, no Programa Pescaventura, uma nova aventuracom Rubinho de Almeida Prado!!!

Tralha utilizada Observar que o equipamento utilizado seja condizente com o peixe pretendido. Uma linha muito fina pode fazer com que a briga demore demais, cansando o peixe além de capacidade de resistência e, isso pode ocasionar sua morte. Anzol sem farpa A utilização deste tipo de anzol machuca menos o peixe, principalmente na hora da retirada. A sensação de que o peixe escapa com facilidade por não farpa não corresponde à realidade. Mesmo no caso de peixes saltadores, cabe ao pescador manter a linha esticada. No caso de acidente com o pescador, fica bem mais fácil e menos dolorido retirar o anzol do corpo. Pescarias específicas, como a oceânica, o procedimento é cortar a linha com uma pequena sobra na liberação do peixe. Mas não se deve cortar a linha próxima ao anzol. Um pequeno pedaço de linha é pouco flexível e poderá perfurar o intestino do peixe se ele vier a engolir o anzol,50 cm são suficientes para manter a flexibilidade da linha). Outro detalhe é a utilizaranzol feito com material de rápida corrosão, que em poucos dias, se solta da boca do peixe. O anzol tem farpa? Amasse-a com um alicate. Manuseio O ideal é não usar nenhum equipamento para retirar o peixe da água. Se fosse possível só manusear os peixes com as mãos - de preferência molhadas - esse seria o meio mais recomendável. Como existem situações (ex: peixes com dentição)onde é necessário usar o recurso de um equipamento específico, é melhor conhecer os métodos tradicionais, suas vantagens e desvantagens. Passaguá

Domingo às 8:00h - para todo o Brasil - assista pela SKY canal 102 - TV Climatempo ou sintonize pela parabólica a Rede Agromix de Televisão site www.agromix.tv Para os moradores da cidade de São Paulo basta sintonizar no domingo às 9:30h na NET, canal 09 -TV Aberta SP ou então TVA digital no canal 186. Cidade

UF

Empresa

Nome Fantasia

Foz de Iguaçu

PR

NET - TV Comunitária de Foz de Iguaçu

TV COM FOZ

Canal 98

Foz de Iguaçu

PR

TVA - TV Comunitária de Foz de Iguaçu

TV COM FOZ

99

Joaçaba

SC

Transcabo TV

TV Cidade

21

Luzerna

SC

Transcabo TV

TV Cidade

21

Botucatu

SP

NET - Assoc dos Usuários Canal Com Botucatu TV Alpha

2

Jaú

SP

NET

TV Local Jaú

4

Leme

SP

TV SP

TV SP

68

Marília

SP

NET - TV Comunitária de Marília

idem

15

Confira na grade das emissoras da tabela, o dia e horário de exibição. Se preferir pode assistir no site www.oboto.com.br os programas já exibidos na TV. No youtube, procure o canal pescaventuratv Informações e comentáriosno email: pescaventuratv@pescaventura.com.br

Prático e eficiente dá bastante segurança ao pescador. Por outro lado, o contato do peixe com a rede é prejudicial, retirando boa parte de seu muco protetor e até algumas escamas, o que diminui a resistência e facilita infecções. Existem no mercado, redes sem nós que ajuda bastante neste caso. Alicate de bico Para retirar o anzol da boca do peixe com segurança. Alicate de contenção Desenvolvido especifica-

mente para este fim, é fácil de usar e proporciona um bom domínio sobre o peixe. Como só prende pela boca não causa nenhum prejuízo às demais partes do animal. Vários modelos e marcas sendo o mais comum hoje, o tipo boga grip (alguns equipados com balança).Tomar cuidado com o seu manuseio pois pode lesionar espécies com bocas frágeis. Bicheiro: Preferencialmente para a contenção de peixes de grande porte e comumente utilizado nas pescarias em mar aberto. Tempo fora da água Quanto menor o tempo de permanência fora da água, maior será a garantia de sua sobrevivência. Não há regra básica, pois depende de vários fatores, como tempo de briga e estado de cada peixe. Pode-se se dizer que espécies de escama possuem bem menos resistência que as espécies de couro. E os que vivem em águas mais rápidas e oxigenadas, normalmente possuem menor resistência fora da água que os de outros ambientes. No entanto, o tempo que se pode manter um peixe fora da água é aquele suficiente para tirar o anzol, admirá-lo e fotografá-lo, antes da soltura. Queda do peixe Esse é um dos fatores mais prejudiciais à saúde do peixe. Cair das mãos, batendo no barco ou em pedras é bastante comprometedor, não sendo raro o peixe morrer com o baque. A queda pode provocar lesões nos órgãos internos e, também, o rompimento da córnea. Guelras Sob nenhuma condição deve-se colocar a mão nas guelras dos peixes. Por ser uma zona de grande irrigação sanguínea, é uma porta aberta para infecções. Soltura É importante não jogar o

peixe na água, pois cansado e desorientado se torna uma presa fácil para outras espécies predadoras. Colocar o peixe na água, apoiando-o com as mãos por baixo do corpo (pelo ventre) para que se recupere lentamente e só saia quando estiver em condições e por conta própria é o recomendado. Procurar soltar o peixe na mesma região de sua captura e, em águas rápidas, se possível, procurar um remanso para não obrigá-lo a nadar na correnteza quando ainda estiver cansado. Posição Fora da água, procure manter o peixe sempre na posição horizontal, pois há espécies que podem ter seus órgãos internos comprimidos quando segurados pela boca ou pela cauda. Oxigenação Os peixes consomem muita energia e oxigênios durante a briga e,depois ainda são retirados da água para fotos e filmagens. Assim, quando recolocados na água, geralmente estão fracos e com pouco oxigênio. Procure não soltar antes que ele esteja totalmente recuperado. Libere-o em um remanso, segurando-o firmemente pela cauda com uma das mãos e colocando a outra mão no ventre, posicionando-o contra a corrente. Dessa forma, as chances de sobrevivência aumentam muito. Lembretes 1.  Utilizar tralha de pesca compatível com a espécie e o tamanho de peixe que se pretende capturar 2. Deixar toda a tralha necessária para o pesque-e-solte ao alcance, pois isso é fundamental para devolver o peixe rapidamente para a água e,reduzir o estresse de captura 3.  Pescar com anzol sem farpa, para facilitar a soltura do peixe 4. Utilizar o alicate de contenção facilita a retirada do anzol da boca do peixe, o que reduz o tempo de sua devolução para a água, diminuindo o estresse e evitando acidentes 5.  De preferência, retire o anzol da boca do peixe mantendo-o na água

6.  Molhe as mãos quando for segurar o peixe. Mãos secas, panos, toalhas e papel retiram o muco, que é a primeira barreira contra doenças 7. Não toques nas brân­ quias (guelras) dos peixes, pois esse órgão faz parte do sistema respiratório e, devido a sua fragilidade, pode ter filamentos das lamelas que compõem os arcos branquiais rompidos, favorecendo a manifestação de agentes patogênicos 8. No caso do peixe en­ golir o anzol, não tente retirá-lo puxando pela linha ou enfiando o dedo na sua garganta, corte a linha perto da boca do peixe e solte-o 9. Se retirar o peixe da água, devolva-o o mais rápi­ do possível, não passando de um minuto entre a retirada da água e a sua devolução 10.  Não jogue o peixe de volta à água. Segure-o suavemente na posição hori­ zontal pela nadadeira dorsal ou apoiando pelo ventre, sempre no sentido da boca voltada contra a correnteza, até que saia nadando normalmente 11.  Evite segurar o peixe somente pela cauda, procure apoiar o ventre com a mão e levante-osemre na horizontal 12. O peixe somente de­ ve ser solto quando completamente recuperado. Caso esteja sem reflexo ou com o equilíbrio abalado, poderá tornar-se alvo fácil de predadores ou se deixar levar por correntezas, chocando-se contra pedras, galhos ou outros obstáculos. Em caso de torneios de pesca, quando os peixes são acondicionados por um curto período de tempo para pesagem e posterior soltura, não utilize produtos químicos como profilaxia, a não ser que seja prescrito por um profissional competente. E observe bem o local de guarda, mantendo-o sempre aerado. Cuidado ao manusear peixes com dentição e de grande porte, pois podem causar acidentes sérios. E sempre que possível conserve o peixe na água para retirar o anzol e liberar. Ótimas pescarias!!! Apoio: MTK Fishing Adventure Outdoor www.mtkbrasil.com.br Bem Bolado www.bemboladome.com.br Produtos Petersen www.pescabrasil.net/petersen.html TenkaraBR www.rodsbyjorge.com.br Moro e Deconto www.iscasartificiais.com.br Piscicultura Chang www.pisciculturachang.com.br NIPPAK PESCA

Roberto Shirata Texto: Mauro Yoshiaki Novalo Revisão: Aldo Shiguti Publicidade shirata@nippak.com.br Tel. (11) 3208-3977


JORNAL NIPPAK

10

São Paulo, 15 a 21 de junho de 2012

RELAÇÕES BILATERais

COLUNA DO SILVIO SANO

39ª Missão Econômica liderada por Nishimori rende parcerias

O

deputado federal Luiz Nishimori (PSDB-PR), presidente do Grupo Parlamentar Brasil-Japão da Câmara Federal, voltou da 39ª Missão Econômica e de Amizade com diversas parcerias e oportunidades que prometem beneficiar o País. Segundo o parlamentar paranaense, “a relação entre Brasil e Japão é a melhor parceria possível, pois podemos oferecer recursos naturais que nenhum outro país possui e, ao mesmo tempo, o Japão nos fornece tecnologia de ponta que necessitamos para nosso crescimento e desenvolvimento”. Em Tóquio, capital japonesa, a comitiva liderada por Nishimori foi recebida pelo príncipe-herdeiro Naruhito, na Casa Imperial. O grupo também teve a honra de se reunir com o ministro da Casa Civil, Osamu Fujimura, e os deputados e ex-ministros Taro Aso e Takeo Kawamura. A delegação teve reunião na Jica, agência de cooperação internacional do Japão, onde foi relatado pelo parlamentar o projeto Pró-Savana, que une Japão, Brasil e Moçambique pela produção de alimentos ao mundo todo. Mais de 100 empresas participaram e discutiram sobre a aliança triangular. Na Jetro, instituição que

divulgação

Taro Aso (na foto, ao lado de Luiz Nishimori) e o Embaixador do Brasil no Japão, Marcos Galvão

trata do investimento de empresas japonesas em outros países, a comitiva falou da relação do Japão com o Brasil e as oportunidades que nosso País oferece. Ainda na capital, o grupo foi recebido em diversas multinacionais, com destaque para Mitsui, Marubeni e Ito-Cho. O deputado Nishimori foi convidado para ministrar palestras nas 2ª e 3ª maiores cidades do Japão: Osaka e Nagóia, respectivamente. O parlamentar acatou o convite dos governos dos municípios e falou a mais de 200 participantes sobre a situação

da economia brasileira e as oportunidades de investimentos que as empresas têm no Brasil. Dando a oportunidade de trazer suas tecnologias, a fim de auxiliar no nosso desenvolvimento. Em Toyohashi, o deputado teve audiência com o prefeito Koichi Saahara. Na ocasião foi reafirmada a vinda do prefeito ao Brasil no final de junho. A visita é relativa à intermediação que Nishimori está promovendo na área da educação entre o Japão e o Estado do Paraná. Em Hyogo a comitiva foi recebida pelo governador To-

shizo Ido e pelo prefeito de Kakogawa, Shoiti Tarumoto. Na oportunidade, foram estreitados os laços existentes principalmente pela co-irmandade entre os estados do Paraná e de Hyogo, assim como entre as cidades de Kakogawa e Maringá. Para o deputado federal Luiz Nishimori, “esta 39ª Missão Econômica e de Amizade teve o melhor resultado possível, dando visibilidade ao nosso país e oportunidade de transmitir o que nós temos de melhor e como podemos contribuir e sermos auxiliados pelo Japão”.

Já abordei, aqui, temas afins devido às mortes trágicas de dois amigos causados pela violência urbana que vige, também, em nosso país. Eu mesmo já fui uma vítima. Não a esse ponto, senão não estaria escrevendo... rs, mas o suficiente para uma reviravolta em minha vida, cujas consequências colho até hoje. Mas também não posso negar que, no meu caso, o provérbio “há males que vem para bem” acabou vingando, em parte, já que fui contemplado com informações que me ajudaram a produzir o livro Sonhos Que De Cá Segui. Agora... nem precisam me perguntar o que preferiria. Né, não? E não tencionava abordar mais esse porque já o foi, até à exaustão, por centenas de articulistas no país. Mesmo tendo um nikkei como protagonista, no caso a vítima, não pretendia. Mas com as investigações se aprofundando e as tradicionais opiniões prós e contras (autor ou vítima) aparecendo, de forma a, cada vez mais, remeter-me às observações que colhi ao longo de minha vida de... nikkei, resolvi, pois, embarcar nessa... sem pretender invadir praia alheia, bem entendido. É fato que nikkei é tímido por natureza (?)... Ops! Não, não vou entrar no mérito dos especialistas, mas é

que a afirmação de um colega, na época da faculdade, ficou gravada em mim. Oriental como eu, mas não nikkei (descendente de japoneses), e razoavel frequentador de uma zona do meretrício contou-me que uma pesquisa informava que os maiores frequentadores desses lugares eram orientais. Lembro-me de ter respondido achar que entendia a razão, explicando-lhe meu ponto de vista, do tímido se extravasando nesses lugares. Da mesma forma como já escrevi, aqui, sobre o ator flagrado por um fã em seu camarim. E assim vai... O caso Yoki remeteu-me a essas observações... de nikkei, de forma a colocar Marcos na condição de elemento provocador... o que não justifica o ato de Elise, já que estava armada contra ele, desarmado. Pior ainda pela forma como se deu a posteriori. Mesmo que no ato possa ter havido provocações orais ou de atitude por parte da vítima. O correto seria chamar a polícia imediatamente... e, daí, recorrer à justificativa da auto-defesa. *Silvio Sano é arquiteto e escritor. E-mail: silviossam@ gmail.com

CURITIBA

Consulado faz doação para bibliotecas municipais

cultura

Iwao Nakajima é homenageado com exposições em Mauá A cidade de Mauá (SP) faz uma dupla homenagem ao artista japonês Iwao Nakajima (1934/2011), que viveu por muitos anos em Embu das Artes e colaborou para que a cidade se tornasse conhecida como centro de cultura e arte. As pinturas em tela de Iwao Nakajima estão em exposição Modos de Ver, no Museu Barão de Mauá (Rua Dr. Getúlio Vargas, 276, Vila Guarani) e sua Arte Naif no Teatro Municipal (Rua Gabriel Marques, 353,Vila Noêmia). A primeira mostra, no Museu, é uma retrospectiva de Iwao Nakajima e vai até 30 de junho, com visitação de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h, e no sábado, das 9h às 15h. Já a segunda exposição, também até 30 deste mês, pode ser visitada das 9 às 18h, de segunda a domingo.

O caso Yoki

divulgação

Abertura das exposições em Maua: mostras prosseghuem até 30/6

A entrada é gratuita. Iwao Nakajima nasceu em Guma, Japão, em 1934, Nakajima estudou pintura e desenho no Instituto de Pesquisa de Cerâmica e Porcelana de Nagoya, Japão. Em1956, chegou ao Brasil como téc-

nico de pintura sobre esmalte, iniciando seu trabalho na fábrica de porcelana Monte Alegre, em São Caetano do Sul, onde permaneceu até 1958, fechamento da fábrica. Em 1961, visitou Mauá, onde comprou um terreno no

bairro Feital para construir seu ateliê de pintura. Casou-se com Sumiko, entrou com suas pinturas sobre tela nos salões de arte de São Paulo, ganhou prêmios. Só em 1975, Nakajima conheceu Embu das Artes, onde passou a mora em 1977. Neste período, viajou pelo País. A pintura naif é uma tradição em Embu das Artes e Iwao Nakajima, uma de suas principais expressões. Participou das últimas exposições Nikkei de Arte e Craft, do Festival da Cultura Japonesa, e neste ano será o artista homenageado dessa mostra. Prêmios – Nakajima representou Embu das Artes na 10° Bienal Naifs do Brasil, em Piracicaba, em 2010. Recebeu em junho, da Câmara Municipal embuense, a Comenda de Mérito Legislativo Padre Belchior de Pontes, “pelos relevantes serviços prestados à comunidade embuence”. Em 2004, ele recebeu diversos prêmios, no 55º Salão da Paisagem, em São Paulo, no 63º Salão Livre da Associação Paulista de Belas Artes (APBA).Também foi premiado no Salão Comemorativo dos 450 anos de São Paulo e 44º Salão de Belas Artes, além de exposições em Nova York, nos Estados Unidos.

divulgação

O Consulado Geral do Japão doou 181 exemplares da “Mini enciclopédia do Japão” para bibliotecas municipais de Curitiba. Os exemplares foram entregues nesta quarta (13), na Secretaria Municipal de Educação (SME), pelo cônsul geral Noboru Yamaguchi, à secretária de Educação Liliane Casagrande Sabbag. As mini en- Objetivo é oferecer às crianças mais ciclopédias se- conhecimento sobre o Japão rão distribuídas Fartamente ilustrada, sua para cada os Faróis do Saber e para as bibliotecas escolares linguagem foi adequada para que compõem a rede de bi- os alunos do ensino fundabliotecas escolares da capital mental para servir de fonte de pesquisa sobre a história, paranaense. Mini enciclopédia do Ja- geografia, cultura, costumes e pão: o “Projeto de Promo- tradições do Japão. ção do Intercâmbio Cultural Brasil – Japão, Publicação da Mini enciclopédia do Japão” – nasceu em 2008, ano do centenário da imigração japonesa no Brasil. Ela foi elaborada com o objetivo de proporcionar às crianças mais conhecimentos sobre o Japão. O projeto teve apoio do Ministério dos Negócios Estrangeiros, da Fundação Japão em colaboração à Federação de Negócios do Japão (Keidanren).


JORNAL NIPPAK

São Paulo, 15 a 21 de junho de 2012

11

FUTEBOL

TÊNIS DE MESA 1

5ª etapa da Liga reúne cerca de 500 atletas no Bunkyo

Riyoma Nishimura revela sua paixão pelo futebol brasileiro

arquiivo pessoal

C

om a proximidade da copa do mundo no Brasil em 2014, cresce o interesse de atletas estrangeiros pelo futebol nacional. É o caso do japonês Riyoma Nishimura, de 18 anos, nascido em Nagano e ex-aluno na escola de Kaishi Gakuen. Após o ginásio, já em Niigata, teve a oportunidade de se inscrever para um teste de futebol para jogar como zagueiro no Grêmio Esportivo Mauaense, um time da quarta divisão em Mauá, no interior paulista. O atleta se sente feliz e realizado por estar no Brasil. “Estou muito contente em jogar no Brasil, no Grêmio Esportivo Mauaense. O técnico Souza é muito gentil, está sempre me orientando, apesar de não saber falar japonês, ele arrisca algumas palavras em japonês ou através da mímica, eu entendo”, diz. “Os meus colegas são muito simpáticos me ensinam português, fazem brincadeiras que não entendo, mas estou me adaptando aos poucos ao jeito brasileiro, pois no Japão essas brincadeiras não existem, tudo é muito sério”, afirma o japonês. O jogador japonês revela ao Jornal Nippak a sua admiração pelos jogadores e sua paixão pelo futebol brasileiro. “Assisti muito jogos do Santos, Corinthians, Palmeiras, e admiro e gosto muito dos jogadores Tiago

Luci Judice Yizima

5ª etapa da Liga foi realizada nos dias 2 e 3 de junho

O jogador Riyoma Nishimura (na foto, com o técnico Souza): “Estou me adaptando aos poucos”

Silva e Ganso. Muito além do marketing, eu quero é jogar muita bola, futebol é a minha paixão”, confessa. Quando perguntado sobre as mulheres brasileiras, ele respondeu que, “as mulheres brasileiras são atraentes, mas o meu foco agora é o futebol”, conclui. De acordo com o técnico, José Aparecido de Souza, mais conhecido como Souza, garante que o atleta japonês tem um futuro promissor. “O garoto tem senso de colocação em campo e força de vontade. Ele tem futuro, é responsável, e muito deter-

minado, apesar das dificuldades no idioma português, ele está indo bem”, elogia. “Ele é bem dedicado às aulas de português, come muito, teve uma evolução muscular, não reclama de nada. É um jogador que tem muitas qualidades”, declara o treinador. Intercâmbio – “O intercâmbio de jogadores estrangeiros é muito comum hoje em dia, no Mauaense em 2009, já tivemos dois jogadores chineses. O Grêmio tem uma parceria com o São Bernardo Futebol Clube desde 2010, o

jogador veio por esse intermédio”, revela Luis Carlos Campioto, Supervisor de Futebol do Time Mauaense. Para o torcedor corinthiano, Luiz Gustavo Fôlego, vem ao Estádio Municipal Pedro Benedetti desde pequeno para ver o Grêmio Esportivo Mauaense jogar. “Riyoma é muito importante para o time, ele trouxe notoriedade e a imprensa para o estádio”, afirma. “Acredito pela garra do Ryoma e a união do grupo, vamos ter bons resultados”, finaliza o torcedor. (Luci Júdice Yizima)

KARATÊ

Mestres recebem homenagem na Câmara Municipal Por iniciativa dos vereadores Ushitaro Kamia (PSD) e Toninho Paiva (PR), a Câmara Municipal de São Paulo celebrou o dia do Karatê, na noite do dia 6 de junho. Em sessão solene, mestres da modalidade foram homenageados como forma de reconhecimento por suas conquistas e por todo o trabalho realizado até hoje, que contribui com a formação de atletas de todas as idades. “O karatê é um esporte que tem a capacidade de preparar a pessoa de maneira completa, trabalhando o corpo, a mente e o espírito. É uma arte trazida ao Brasil com os imigrantes japoneses e que mudou a vida de tantas pessoas aqui por essa tríade que compõe essa arte marcial. Por isso, com essa homenagem, agradecemos aos professores e desejamos incentivar sempre a prática desta atividade aos atletas”, afirmou Kamia. Na ocasião, importan-

ricardo moreno/cmsp

Mestres de karatê foram homenageados como forma de reconhecimento por suas conquistas

tes nomes de cada estilo do karatê foram destaques naquela noite: Yasunori Yonamine (Goju-Ryu/Ryubukai – 10º dan); Masahiro Shinzato (Shorin-Ryu Shinshukan – 9º dan); Kazunori Yonamine (Shorin-Ryu Shidokan – 9º dan); Paulo Moritoshi Nakaema (Sankakuiti-ryu – 8º dan); Sergio Yanaguisawa (Shorin-

-Ryu Shinshukan – 7º dan); José Luiz Ribeiro Machado (Shorin-Ryu Shinshukan – 7º dan); Mário Nakati (Shorin-Ryu Shinshukan –7º dan); Edson Nakama (Shotokan – 6º dan); João Batista Santos da Silva (Shotokan – 6º dan); Jamil Padui (Goju-Ryu – 6º dan); Flavio Vicente de Souza (Shorin-Ryu Jyureikan – 6º

dan); Rosangela Aparecida Antunes (Shorin-Ryu Jyureikan – 5º dan) O Dia do Karatê foi celebrado em cumprimento da Lei 13.203, de 9 de novembro de 2001, de autoria do vereador Toninho Paiva. – que não pôde comparecer a cerimônia, mas enviou sua mensagem de congratulação.

COLUNA AKIRA SAITO

Lidere pelo Exemplo “Um verdadeiro Líder não é aquele que manda fazer e sim aquele que faz e motiva os outros a segui-lo”. As grandes lições que aprendi com meu Mestre no Japão, não foram aquelas passadas com discursos ou teorias, mas sim aquelas que não necessitavam de nenhuma palavra, eram feitas de atitudes, de exemplos. Acredito que toda teoria tem seu valor quando comprovada na prática, por isso acredito em exemplos e não em discursos. Ser Líder se trata de ter respeito de quem o segue, se trata de saber o que exigir, se trata de ser “o exemplo”. Precisamos de mais pes-

soas que deem bons exemplos, por exemplo, se queremos uma educação melhor, precisamos primeiro tratar as pessoas com educação, se queremos pessoas mais pacientes e menos estressadas, precisamos primeiro ter mais paciência e tratar de não se estressar, enfim, só exigir das outras pessoas o que conseguimos fazer primeiro, esta deveria ser a regra. Em uma empresa ou dentro de sua casa, as pessoas observam o que você faz e no mundo em que vivemos hoje, a frase “faça o que eu falo e não faça o que eu faço” não serve mais e não lhe dará crédito algum. Hoje é preciso ser um grande líder, demonstrar que detém tal co-

nhecimento e que tem capacidade de realização, despertar nas pessoas a vontade de segui-lo e conquistar o respeito por isso. Hoje os maus exemplos estão liderando e precisamos mudar este quadro. Precisamos nos tornar melhores e servir de exemplo para outras pessoas se tornarem melhores também. Precisamos despertar nas pessoas este desejo de se tornar um ser humano melhor, de ser um bom exemplo e de querer as coisas de forma correta.

Ajudarmos a construir um mundo melhor, com mais educação, bom senso, respeito, bondade, humildade, um mundo onde as pessoas procurem se entender e queiram o bem e não uma competição desenfreada onde o “jeitinho brasileiro” acabe prevalecendo. Liderar pelo exemplo, para nos tornarmos seres humanos melhores e para um mundo melhor para nossos filhos!!!!! GANBARIMASHOU!!!!!

*Akira Saito, professor e praticante de Budo há 32 anos, morou no Japão de maio de 1990 a setembro de 1996, onde treinou karate sob a tutela do Hanshi Konomoto Takashi – 9º dan, graduando-se até o 3º Dan e tornando-se instrutor da matriz na cidade de Sagara-cho e das filiais das cidades de Hamamatsu-shi e Hamakita-cho até o retorno ao Brasil. Atualmente tem a graduação de 5 Dan e recebeu o título de Renshi-Shihan da matriz no Japão.

Na 5ª etapa da Liga Nipo-Brasileira de Tênis de Mesa realizada nos dias 2 e 3 de junho, no Ginásio de Esportes do Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social), mais de 500 atletas compareceram nos dois dias de competições, mostrando mais uma vez que a massificação do esporte é possível contanto que bons dirigentes administrem esta tarefa. Dirigentes como Cid Furuyama, do Departamento de Tênis de Mesa que, junto com a sua equipe de colaboradores possibilitaram o grande sucesso de mais um evento da Liga Nipo- Brasileira de Tênis de Mesa. Confira os resultados: Pré-Pré-Mirim Feminino: 1) Fabiana Yuka Shintate (Aceas Suzano), 2) Bruna Kimi Oyafuso (Casa Verde); Pré-Mirim Feminino: Leticia Silva (Itaquera), 2) Ellen Dias Urasaki (Itaquera); Mirim Feminino: 1) Thatiane Iory Ide (Casa Verde), 2) Jacqueline Nagano (Itaquera); Infantil Feminino: 1) Nathália Rodrigues (Uceg), 2) Rafaella Hirayama (Itaquera); Geral Feminino: 1) Ana Flavia Garcia (Medicina USP), 2) Natalia Torino (Itaquera); Pré-Ladies: Olga Uehara (Casa Verde), 2) Joana dos Santos (Itaquera); Ladies: 1) Leiko Moribe (Nippon), 2) Mercedes Matsubayashi (Itaquera); Pré-Pré-Mirim Masculino: 1) Henrique Kenji Noguti (Vale Ribeira / Arteme), 2) Gui­ lherme Iraha (Casa Verde); Pré-Mirim Masculino: 1) Rodrigo Araujo S. Carvalho (ACEI-T3), 2) Caio Ono (Itaquera); Mirim Masculino “A”: 1) Gustavo Yuuta Kodama (ACEI-T3), 2) Erick Yamamoto (Itaquera); Mi-

rim Masculino “B”: 1) Samuel Taniwaki (Itaim Keiko), 2) Denis Matsubara (Itaim Keiko); Infantil Masculino “A”: 1) Enrico Barbosa Picin (Bunka SBC/Saúde), 2) Thiago Prado Ogura (Acenbo); Infantil Masculino “B”: 1) André Galinari Ninomiya (ACEI-T3), 2) Marcos Paulo (Kenzen Vila Ré); Juvenil Masculino “A”: 1) Vitor Aoki (ACEI-T3), 2) Daniel Hoshi (Itaim Keiko); Juvenil Masculino “B”: 1) Kaique Nunes (Colegas), 2) Adailton Silveira (Colegas); Juventude: 1) Alfredo Neto (Ateme), 2) Fernando Pereira (Itaquera); Adulto Masculino “A”: 1) João Carlos Albuquerque (Ateme), 2) Ederson de Assis (Ipê); Adulto Masculino “B”: 1) Leonardo A Mesquita Kalfas (Piracaia), 2) Rodrigo Henrique da Silva (Bunka SBC/Saúde); Pré-Sênior “A”: 1) Carlos Gomes (Palmeiras), 2) Timoteo Trindade (Jandira); Pré-Sênior “B”: 1) Newton Nagata (Bunkyo), 2) Ivan Correia (Brooklin); Senhores “A”: 1) Dener Soares (Kenzen Vila Ré), 2) Rubens Nakatu (Nissei-Itupeva); Senhores “B”: 1) Edson Pinto Mesquita (Piracaia), 2) Alecio Zatti (Kenzen Vila Ré); Veteranos “A”: 1) Valmir Kazuhiro Kachiwazaki (Casa Verde), 2) Fujio Tamioka (Piracaia); Veteranos “B”: 1) Oscar Yuji Ota (Sejel), 2) Silvio Luiz da Silva (Ypiranga); Super Veteranos “A”: 1) Kenichi Hamada (Acebon), 2) Oswaldo Negrinni (Uceg); Super Veteranos “B”: 1) Yoshiro Katayama (Piracaia), 2) Claro Seirio Fussuma (Acebon); Elite: Mauro Massaharu Thaira (Casa Verde), 2) Ricardo Naruzawa (Nippon); Troféu Eficiência: 1) Itaquera (2115,0 pontos), 2) Casa Verde (1929,6), 3) Nippon (930,6)

TÊNIS DE MESA 2

Aberto do Brasil reúne 28 classificados para Londres O Aberto do Brasil, que acontece até este domingo (17), na arena de Santos (SP), é a última etapa do Circuito Mundial promovida pela Federação Internacional de Tênis de Mesa antes das Olimpíadas. Por causa disso – mais a polêmica envolvendo a convocação da chinesa natu­ ralizada brasileira, Gui Lin – o evento ganhou uma importância a mais, pois para alguns estará em jogo também a possibilidade de ser cabeça de chave em Londres. Parte da delegação japonesa cancelou a participação no evento, mas a lista de inscritos ainda tem a presença de 28 atletas que disputarão os Jogos Olímpicos. Entre as 20 mulheres, os destaques são as representantes de Singapura Wang Yuegu e Tianwei Feng, sétima e oitava do Ranking Mundial, a japonesa Ai Fukuhara, a nona, e a coreana Kim Kyungah, que ocupa a décima posição.

As demais são as ame­ ricanas Hsing Ariel e Zhang Lily, as brasileiras Caroline Kumahara, Lígia Silva e Gui Lin, as chilenas Berta Rodrigues e Paulina Vega, a colombiana Paula Medina, as francesas Xian Yifang e Li Xue, a indiana Das Mouma, a coreana Seok Hajung, a polonesa Li Qian, a mexicana Yadira Silva, Li Jiawei, de Singapura e Huang Yi-Hua, da China Taipei. No masculino os principais nomes são os coreanos Joo Saehyuk e Oh Sangeun, o décimo e décimo segundo do Ranking Mundial. Outro destaque é o belga Jean Michel Saive, ex-campeão europeu que disputará sua sétima Olimpíada em Londres. Além deles, também participam do evento os brasileiros Hugo Hoyama, Gustavo Tsiboi e Thiago Monteiro, além do dinamarquês Allan Bentsen e o indiano Soumyajit Ghosh.


JORNAL NIPPAK

12

Solidariedade – Na noite de 02 de junho, foi realizado pela ceramista Hideko Honma, a 6ª edição do Sukiyaki do Bem, no Tivoli Mofarrej, no bairro dos Jardins, com a participação de dez grandes chefs. O evento contou com a presença do cônsul adjunto do Japão Masahiko Kobayashi, delegado da Polícia Federal Mário Ikeda, Kihatiro Kita (Presidente do Bunkyo) acompanhado de sua esposa

Anália Kita, André Korosue e sua esposa Sueli Korosue, Jorge Yamashita (Vice-presidente do Bunkyo), Kenji Kiyohara, entre outros.A renda desta edição foi para as entidades Assistência Social Dom José Gaspar e o Hospital Santa Cruz. Também teve as apresentações das cantoras Mariko Nagahira, Karen Ito e do cantor Weslei Jon. No leilão o valor total dos pratos foi de 35 mil reais. Luci Judice Yizima

São Paulo, 15 a 21 de junho de 2012

Festa – No dia 10 de junho o Ikoi-no-Sono (Assistência Social Dom José Gaspar) realizou a 3ª edição da tradicional Festa Junina na sede da entidade, localizada na Rua Jardim de Repouso São Francisco, 881 na cidade de Guarulhos. Marcou presença no evento o vereador Victor Kobayashi, deputada federal Keiko Ota, Yoshio Imaizumi (representando o deputado estadual Helio Nishimoto), entre outros. Luci Judice Yizima.


Jornal Nippak - 15 a 21?/06/2012  

Jornal Nippak - 15 a 21?/06/2012

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you