Page 1

ANO 15 – Nº 2398 – SÃO PAULO, 29 DE NOVEMBRO A 05 DE DEZEMBRO DE 2012 – R$ 2,50 www.nippak.com.br

“Não tenho perfil para ser presidente do Bunkyo”, diz Jorge Yamashita Cogitado para ser o sucessor de Kihatiro Kita na presidência do Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social), o atual primeiro vice-presidente da entidade, Jorge Yamashita, negou ser candidato ao cargo. Em entrevista concedida com exclusividade ao Jornal Nippak no último dia 22, Yamashita disse que não

tem o perfil ideal exigido para a função. Segundo ele, os interessados à vaga devem ter “uma visão empresarial” e “ser dono do seu tempo”, já que o cargo, explica, exige dedicação em tempo integral. Ocupando cargo diretivo no Bunkyo desde 1991, Yamashita conta que, com a proximidade de mais uma eleição, é normal que surjam especulações.

divulgação

————————––——–—–—————————| Pág. 03

Acenbra celebra 60 anos de fundação em grande estilo A Associação Cultural e elas, o cônsul geral do JaEsportiva Nipo-Brasileira pão em São Paulo, Noriteru de Atibaia (Acenbra) está Fukushima; o deputado fecompletando 60 anos de deral Junji Abe (PSD-SP); fundação. Para marcar a os deputados estaduais, data, a entidade realizará Hélio Nishimoto (PSDB) neste domingo (2), no kai- e Jooji Hato (PMDB) e o kan, no Jardim Imperial, prefeito de Atibaia, José uma grande festa come- Bernardo Denig; e o veremorativa. Com início às ador de Atibaia, Emil Ono 10 horas, a cerimônia deve (PTB). O ponto alto da contar com a presença de programação serão as hodiversas autoridades, entre menagens. ————————––——–—–—————————| Pág. 04

ESPETÁCULO – O grupo Waon, formado pelos músicos Shen Ribeiro (flauta e shakuhachi), Gabriel Levy (acordeon e shamisen), Tamie Kitahara (koto),

divulgação

em abril de 2013, na cidade de Akashi, na província de Hyogo. Os detalhes para a abertura da primeira franquia do clube gaúcho no mercado asiático foram acertados recentemente du-

rante visita àquele país do diretor de marketing Jorge Avancini; o diretor das categorias de base do clube, Ademir Calovi; e o diretor do Genoma Colorado Paulo Seelig.

————————––——–—–———————————––——–—–———————| Pág. 11 Contatos: Jacqueline CRECI 104609

(11)3207-3021 (11)3208-5170 (11)97237-6314 (11)8085-4747

(1) imperdível Sala Comercial no Ibirapuera Salas mobiliadas, Valor Mensal de Condomínio R$ 903,00 Excelente localização e facilidades, (Anexo ao Blue Tree Convention Center, Shopping Ibirapuera, etc). Av. Ibirapuera - Moema - São Paulo Área Privativa: 61.780 m² (2) Ótima oportunidade 3 Dormitórios na Liberdade Sala / Área de serviço, 2 banheiros, 1 garagem / Cozinha Praça Almeida Júnior - 5º andar Liberdade - Área total: 120 m²

3) excelente oportunidade 2 Dormitórios no Paraíso Sala, cozinha, área de serviço, 2 banheiros, sacada. Rua Correia Dias. (4) Boa oportunidade 3 Dormitórios na Praça da Liberdade Sala, cozinha com armário embutido, lavanderia com armário, 2 banheiros, garagem. Ótima localização em frente ao metrô Liberdade. Total de área útil 108 m²

intitulado “Nikkura - A música erudita japonesa”. O grupo, que recebeu o prêmio de música erudita de 2012 pelo Sesi São Paulo, apresentou o espetáculo

em Araraquara, Mogi das Cruzes, Santos, São Bernardo do Campo, São José dos Campos e Bastos. Kinoshita disse que o projeto deve voltar em 2013.

———————————————————––————––———————————––——–—–—————————|  Pág. 04

Escolinha do Internacional de Porto Alegre no Japão será inaugurada em abril de 2013

A primeira escolinha de futebol do Internacional de Porto Alegre no Japão já tem data para entrar em funcionamento. A “The Red Acdemy – S.C. Internacional” será inaugurada

Setsuo Kinoshita (taiko) e Mitsue Iwamoto (taikô e canto), apresenta neste domingo (2), no Centro Cultural Fiesp, em São Paulo, o seu último show de 2012

(5) 2 dormitÓrios na aclimação 2 Banheiros, sala, cozinha, área de serviço IPTU isento Condomínio R$ 300,00 Portaria 24 h, 8º andar Área total 66 m² (6) apartamento na liBerdade Aluga-se quitinete mobiliada com Ar condicionado, TV para executivos, empresários, estudantes e pessoas que venham fazer tratamento de saúde. Ótima localização na Av. Liberdade com Praça Carlos Gomes, há uma quadra do metrô liberdade, portaria 24 hs e câmera.

Visite nosso site: www.imoveisliberdade.net.br

Assine o Jornal Nippak Ligue para (11) 3208-3977 Acesse: www.nippak.com.br


JORNAL NIPPAK

2

AGENDA CULTURAL CONCERTO CORAL DO GRUPO ESCOTEIRO CARAMURU Apresenta: Yesterday once more, com Monica Magnani como regente e Gabriel Natacci como pianista. Onde: Bunkyo (Rua São Joaquim 381, Pequeno Auditório, Liberdade) Dias 01/12/2012 Horário: 19h Informações: www.bazarogente.com.br Concertos Matinais ORQUESTRA SINFÔNICA DO CONSERVATÓRIO DE TATUÍ João Maurício Galindo Regente Quarteto Saxofonando Quarteto Nó Na Madeira Arthur Marden Piano Otoniel Dos Santos Eufônio José Milton Vieira Trombone Programa Jay Bocook Movie Spectacular: Temas dos Filmes Batman, Dança Com Lobos e Robin Hood: O Príncipe dos Ladrões Pierre Max Dubois Quarteto Para Saxofones: Excertos Astor Piazzolla História do Tango: Excertos Sergei Rachmaninov Concerto nº 3 Para Piano em Ré Menor, Op.30: Excerto Fernando Deddos Fantasia Fandango Para Eufônio e Orquestra Launy Grondahl Concerto Para Trombone e Orquestra: Excerto M. Camargo Guarnieri Três Danças para Orquestra: nº 3 Dança Brasileira Programação sujeita a alterações. Onde: Sala São Paulo (Praça Júlio Prestes 16, Estação Luz) Dia 09/12/2012 Horário: 11h Ingressos: Gratuito - Ingressos disponíveis na bilheteria da Sala São Paulo a partir da segunda-feira anterior ao concerto, limitados a quatro por pessoa. A partir de cinco ingressos, será cobrado o valor de R$2,00 (por ingresso). Informações: 11/3223-3966. Devido à grande procura recomendamos que verifique se há disponibilidade de ingressos. Temporada Osesp: Série Coral CORO DE CÂMARA DA OSESP CORO JUVENIL DA OSESP Naomi Munakata Regente Programa Samuel Barber Agnus Dei Três Reencarnações Charles Ives Salmo 150 Salmo 67 Randall Thompson Alleluia Anônimo Swing Low, Sweet Chariot (negro spiritual) Let Us Break Bread Together On Our Knees (negro spiritual) Soon Ah Will Be Done (negro spiritual) Eric Whitacre A Boy and a Girl Lux Aurumque Leonard Bernstein Chichester Psalms: Excertos Programação sujeita a alterações. Onde: Sala São Paulo (Praça Júlio Prestes 16, Estação Luz) Dia 09/12/2012 Horário: 17h Vendas Ingresso Rápido: 11/4003-1212 ou pelo site:

www.ingressorapido.com.br R$54,00 a R$62,00 Outros Eventos: Concertos de Encerramento do Semestre ACADEMIA OSESP Programação sujeita a alterações. Onde: Sala São Paulo (Praça Júlio Prestes 16, Estação Luz) Academia da Osesp Dia 09/12/2012 Horário: 20h Dia 11/12/2012 Horário: 20h30 Academia da Osesp Ingressos: Gratuito - limitados a 04 por pessoa e disponíveis a partir do dia 03/12/2012. Informações: 11/3223-3966. EXPOSIÇÃO UM OLHAR SOBRE O BRASIL – A FOTOGRAFIA NA CONSTRUÇÃO DA IMAGEM DA NAÇÃO Mostra que resgata 170 anos de história do País, de 1833 a 2003. Curadoria: Boris Kossoy Curadoria Adjunta da Antropóloga: Lilia Moritz Schwarcz Onde: Instituto Tomie Ohtake (Rua Coropés 88, Pinheiros) Até 27/01/2013 Horário: de 3ª a domingo das 11h às 20h Ingresso: Entrada Gratuita Informações: 11/2245-1900 ou www.institutotomieohtake.org. br CINEMA CINEMA BUNKYO Todas as quartas-feiras, a Comissão de Biblioteca e Filmes do Bunkyo apresenta uma sessão de filmes japoneses. Os filmes são exibidos em idioma japonês, sem legenda. Além disso, uma vez ao mês, realizam o “Free Market” (Frima), uma feira de produtos diversos, com artesanato, obentô (alimentos), brinquedos, livros e outros. Onde: Grande Auditório do Bunkyo (Rua São Joaquim 381, Liberdade) Dia 05/12/2012 Horário: Frima das 10h às 15h no Hall do Grande Auditório e a Sessão de Cinema às 13h Ingresso: Sócios entrada franca e não-sócios pagam R$5,00 Informações: 11/3208-1755 EVENTO 18º BRASIL KOHAKU UTAGASSEN Venha participar do 18º Brasil Kohaku Utagassen com música ao vivo com Nak Band. A entrada é franca. Onde: Bunkyo (Rua São Joaquim 381, Liberdade) Dia 30/11/2012 Horário: 9h ARTES TRADICIONAIS DO JAPÃO: CERIMÔNIA DO CHÁ E IKEBANA Ikebana (Arranjo floral, estilo Sogetsu) Exposição: 30/11/12, das 14h às 18h e 01/12/12, das 10h às 16h (demonstração às 15h) Cerimônia do chá Demonstração: 01/12/12, das 11h às 15h Onde: Casa da Cultura Japonesa – USP (Av. Prof. Lineu Prestes 159, Cidade Universitária, São Paulo/SP) 13ª EXPOVERÃO EXPOSIÇÃO DE ORQUÍDEAS A Associação Orquidófila de São Paulo realiza este evento que também oferece aulas

São Paulo, 29 de novembro a 05 de dezembro de 2012

EM CARTAZ gratuitas de cultivo e reúne diferentes produtores que trazem para a feira vasos, mudas, livros e materiais para cultivo. Onde: Estacionamento (Rua Galvão Bueno 540, Liberdade) De 30/11 a 02/12/2012 Horário: 6ª a domingo das 9h às 19h Informações: 11/3207-5703 E-mail: aosp@aosp.com.br BAZAR ÓGENTE Faça sua lista de natal e venha prestigiar o melhor do craft. Onde: Bunkyo (Rua São Joaquim 381, Salão Nobre, 2ªandar, Liberdade) Dias 01 e 02/12/2012 Horário: sábado das 11h às 19h e domingo das 11h às 18h Ingresso: Entrada Gratuita Informações: www.bazarogente.com.br FORNADA DE FINAL DE ANO – CUNHA/SP Suenaga & Jardineiro convidam todos para a Fornada de final de ano. Onde: Atelier de Cerâmica Suenaga & Jardineiro (Rua Paulo Jarbas da Silva 150, Estância Climática de Cunha/SP) De 01/12/2012 Abertura das câmaras: 10, 12, 14 e 16 horas. Ingresso: Entrada Gratuita Informações: 12/3111-1530 site: www.ateliesj.com.br e-mail: ateliesj@uol.com.br KARAOKÊ DANCE TOKUSHIMA Onde: Tokushima Kaikan (R Antonio Maria Laerte 275, Metro Tucuruvi) Dia 01/12/2012 Horário: 9h às 17h Informações: 11/4748-5896 Sra Inaba KARAOKÊ-DANCE NIKKEY CULTURAL Pioneiro nessa atividade cujo objetivo é de proporcionar um ambiente familiar onde os freqüentadores cantam suas músicas preferidas e dançam ritmos como o chá chá chá, rumba, forro, samba e country. Todos os Domingos e no 2º e último Domingo do mês realizamos bailes com música ao vivo com a participação do vocalista e tecladista Issamu Music Show, das 18h às 22h. Onde: Nikkey Cultural (Praça Almeida Jr. 86 A, Liberdade) Dia 02/12/2012 Horário: 8h às 18h (incluso: café da manhã, missoshiru, almoço às 12h30, refrigerantes, àgua, chá e café.). Informações: 11/3774-7456 / 3774-7457 / 3774-7443 www.nikkeycultural.com.br 12ª FESTA DAS HORTÊNSIAS – CAMPOS DO JORDÃO/SP Onde: Recanto de Repouso Sakura Home (Avenida Tassaburo Yamaguchi 2173, Vila Albertina, Campos do Jordão/ SP) Dia 02/12/2012 Excursão: Saída: 6h30 - Enkyo: Rua Fagundes 121, Liberdade, São Paulo/SP Retorno: 16h - Enkyo: Rua Fagundes 121, Liberdade, São Paulo/SP Inscrições: Não associado: R$75,00 e Associado: R$70,00 Inscrição e informação: 11/32746490 e 11/3274-6590 (Dayana ou Masami) Informações e divulgação de eventos com Cristiane Kisihara e-mail cris_kisihara@hotmail. com ou Tel.11/3208-3977.

CONCERTO ORQUESTRA DE CÂMARA DA OSESP Onde: Sala São Paulo (Praça Júlio Prestes 16, Estação Luz) Dia 02/12/2012 Horário: 17h Vendas Ingresso Rápido: 11/4003-1212 ou pelo site: www.ingressorapido.com.br R$54,00 a R$62,00 CONCURSO CONCURSO INTERNACIONAL DE HAIKU “FUJISAN” A Prefeitura de Yamanashi realiza o concurso internacional de haiku com o tema “Fujisan”. O Bunkyo é um dos apoiadores do evento e encaminhará os poemas ao Japão. As inscrições são gratuitas e os formulários devem chegar à entidade até o dia 14/12/2012. Cada participante pode encaminhar apenas um haiku, devendo preencher o formulário específico. O poema deve ser inédito, escrito em japonês ou inglês, tendo como tema principal o Monte Fuji, independentemente da estação do ano. Mais informações: 11/3208-1755, ramal 128, com Tomoko ou Misako As inscrições podem ser en­ tregues na entidade ou encami­ nhadas por: Correio (devem chegar à entidade até dia 14/12) A/C: Biblioteca – Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social - Bunkyo – Rua São Joaquim, 381 – Liberdade - 01508-900 – São Paulo – SP E-mail (até às 15h do dia 14/12) biblioteca@bunkyo.org.br Fax (até às 15h do dia 14/12) 11/3208-5519 O formulário está disponível no site do Bunkyo http://www.bunkyo.bunkyonet.org.br

90,00 (com comprovante de pagamento). Após esta data, valor integral de R$ 110,00 Contato: E-mail: koshukai2013@asebex. org.br Facebook: facebook.com/ASEBEX twitter: @Koshukai2013 Período: de 03/01/2013 a 01/02/2013 (de 2ª à 6ª), 21 dias de seminário, mais um final de semana de Integração (19 e 20 de janeiro) fora de São Paulo. Horário: das 19h às 22h Onde: Bunkyo - Sala de Exposições (Rua São Joaquim 381, Liberdade, próximo ao metrô São Joaquim) EXPOSIÇÃO ON KAWARA, ARTE E VIDA CONTEMPORÂNEA Onde: MAM/SP – Museu da Arte Moderna (Parque do Ibirapuera – portão 3) Visitação: até junho de 2013 Horário: terça a domingo e feriados, das 10h às 18h Ingresso: R$ 5,50 (domingo gratuito) Associados do MAM, crianças até 10 anos e adultos acima de 65 anos não pagam. Informações: 11/5085-1300 EVENTO UNIVERSO DA AQUARELA Convida à exposição, workshops, demonstrações, consultorias, palestras e laboratório experimental. Onde: Rua Galvão Bueno 83, Liberdade, Próximo ao metrô Liberdade. De 22/11 a 02/12/2012 Horário: 10h às 17h Ingresso: Entrada Gratuita Informações: 11/5585-3689 e 11/98557-1400 ou http://www. universodaaquarela.com.br/ Programação no site: http:// www.universodaaquarela.com. br/?area=programacao

RESULTADO – A divulgação dos premiados acontecerá em 2013, no dia 23/02/2013 (quando o Japão celebra o Dia do Monte Fuji), através do site oficial do Concurso (em japonês) http:// www.pref.yamanashi.jp/sekaiisan-sn/201210/h24fujisanhaikuboshuu.html

AOBA-MATSURI Feira de verduras frescas e comidas típicas. Onde: Miyagui Kenjin Kai (Rua Fagundes 152, Liberdade) Dia 01/12/2012 Horário: 7h às 16h (almoço das 11h às 15h) Informações: 11/3209-3265

CURSO

5º KOHII BAZAR – BAZAR DE NATAL Patchwork, bordado, cerâmica, papelaria, origami, vestuário, crochê, jóias e acessórios. Criações de jovens designers nikkeis e trabalhos manuais exclusivos para presentear neste Natal. Onde: Kohii Café (Rua da Glória 326 – Subsolo, Liberdade) Dia 08/12/2012 Horário: 11h às 18h Informações: 11/3203-0624 e faleconosco@kohii.com.br

INSCRIÇÕES: KOSHUKAI 2013 O Koshukai, realizado pela ASEBEX, é um curso preparatório para futuros bolsistas e estagiá­ rios no Japão. Os interessados poderão se inscrever on-line pelo site. Inscrições: http://koshukai.asebex.org.br De 22/11/2012 até 27/12/2012 o valor com desconto é de R$

CURSO AULAS DE DANÇA Professores Sergio e Rosa Taira. Onde: Assoc. Shizuoka Kenjin (R. Vergueiro, 193 - Liberdade) As 2ª e 3ªfeiras Horário: 13h às 17h Informações: 11/5588-3085 e 11/7174-8676 AULAS DE DANÇA Prof. Marcos Kina Onde: Soc. Bras. de Cult. Japonesa – Bunkyo (Rua São Joaquim 381, Liberdade) As 5ª feiras Horário: 11h às 12h30

6ª e sábado) e a profa. Tsuguiko Hongo (5ª). Dança Social: Prof. Murae domingo (de manhã), Prof. Hayashi (2ª das 15h às 20h), Prof. Tahira (6ª das 13h às 16h30), Profa. Luciana Mayumi - Aulas de Tango (2ª e 4ª das 20h30 às 23h), Profa. Massako Nishida (4ª das 9h às 16h), Prof. Willian (sábado à tarde), Profa. Sato Tazuko (sábado de manhã) e Profa. Yukie Miike (3ª, 5ª e domingo, diversos horários). Aulas de Violão, Guitarra e Baixo: Prof. Eder (sábado das 9h às 18h) Aulas de Japonês: (básico, intermediário e avançado) Profas. Keiko, 2ª e Isabel Kayoko, diversos horários. Obs: aulas de Português para

Informações e divulgação de eventos com Cristiane Kisihara cris_kisihara@hotmail.com – Tel. 11/3208-3977

CNPJ 02.403.960/0001-28

Rua da Glória, 332 - Liberdade CEP 01510-000 - São Paulo - SP Tel. (11) 3208-3977 Fax (11) 3341-6476 Publicidade: Tel. (11) 3208-3977 Fax (11) 3341-6476 comercial@nippak.com.br cristiane@nippak.com.br

JORNAL NIPPAK

Diretor-Presidente: Raul Takaki Diretor Responsável: Daniel Takaki Jornalista Responsável: Takao Miyagui (MTb. 15.167) Redator Chefe: Aldo Shiguti Redação: Luci J. Yizima Colaboradores: Erika Tamura, Jorge Nagao, Kuniei Kaneko, Shigueyuki Yoshikuni, Célia Kataoka, Paulo Maeda, Cristiane Kisihara e Osmar Maeda (Zona Norte) Periodicidade: semanal Assinatura semestral: R$ 60,00 jornaldonikkey@yahoo.com.br

RITO DE AÇÃO DE GRAÇAS Comemoração do Ho On Ko, um dos eventos mais estimados dos adeptos do Budismo, em memória do Mestre Shinran. Onde: Templo Nambei Honganji Brasil Betsuin (Av do Cursino 753, Jd da Saúde) Dia 30/11/2012 Cerimônia a partir das 14h Dia 01/12/2012 Cerimônia às 10, 14 e 19h Dia 02/12/2012 Cerimônia de Iniciação às 10h Ingresso: Entrada Gratuita Informações: 11/5061-4902 Programação Completa: www.amida.org.br EXCURSÃO Nikkey Cultural promove a 10º REVEILLON 2013 para Thermas de Fernandopolis Excursão com partida no dia 28/12/2012 (sexta feira) às 22h. Informações e reservas com Emi­ lia Iritsu 11 / 3751-9910 e 11 / 99510-8499, Meily 11/37747456, 11 / 3774-7457, 11 / 37747443, Deise 11 / 3749-0374, Jose Iritsu 11/9957-3845 ou Prof. Ikuhiro Hayashi e Ayako Hayashi. ILHA GRANDE - Pousada Maria Bonita – Partida dia 17/01/2013 às 23h (quinta feira) em ônibus super-luxo LD – Passeios de escunas nos dias 18, 19 e 20/01/2013 e pesca noturna. Bailes nas noites dos dias 18 e 19/01/2013 com Issamu Music Show. Retorno no dia 20/01/2013 apos o almoço. Informações e reservas com Emilia Iritsu 11/3751-9910 e 11/99510-8499, Meily 11/37747456, 11/3774-7457, 11/37747443 e Jose Iritsu 11/9957-3845

CURSOS

NIKKEY CULTURAL Karaokê: aulas com o prof. e maestro Hideo Hirose (2ª, 3ª, 4ª,

EDITORA JORNALÍSTICA UNIÃO NIKKEI LTDA.

30ª BIENAL DE SÃO PAULO A Iminência das Poéticas Onde: Parque do Ibirapuera, Pavilhão da Bienal São Paulo De 07/09 a 09/12/2012  Horário: 3ª, 5ª, sábado, domingo e feriado das 9h às 19h – Entrada até 18h – 4ª e 6ª das 9h às 22h – Entrada até 21h – Fechado às segundas. Ingresso: Entrada Gratuita Informações: www.bienal.org.br/30bienal/pt/

estrangeiro com Profa. Isabel Kayoko. Aulas de Inglês: (básico, intermediário e avançado) Prof. Anderson (sábado), Profa. Priscila (diversos horários). Aulas de Informática: Prof. Vic­ tor Kawata (diversos horários) Aulas de teclado: Profa. Neide (diversos horários) Tênis de Mesa: Prof. Mario Nakao - Técnico da Butterflay (diversos horários). Onde: Nikkey Cultural (Praça Almeida Jr. 86 A, Liberdade) Informações: 11/3774-7456, 11/3774-7457 e 11/3774-4430 com Meily (das 9h às 17h e sábado das 9h às 14h)


São Paulo, 29 de novembro a 05 de dezembro de 2012

JORNAL NIPPAK

3

comunidade/bunkyo

COLUNA DA ERIKA TAMURA

Para atual vice, sucessor de Kita deve ter ‘visão empresarial’

C

Convenção – Na agenda, além das atividades da Convenção, Yamashita encontrou-se com Osamu Fujimura, chefe de gabinete do primeiro-ministro Yoshihiko Noda, e com o governador de Kagoshima, entre outros compromissos. Yamashita, que esteve presente na Convenção realizada em 2007, em São Paulo, uma das duas localidades, fora do Japão – a outra foi o Havaí – a sediar o evento, discursou pela primeira vez como representante oficial do Bunkyo. Segundo ele, o tema central deste ano foi algo como “Vamos caminhar juntos para a reconstrução do Japão” e reuniu representantes da América Latina, Estados Unidos, Canadá, França, Holanda e de países asiáticos. “Foi uma forma de os japoneses agradecerem pela ajuda recebida por ocasião

aldo shiguti

Yamashita: “Seria um desafio no sentido de preservar a cultura japonesa, o que já venho fazendo”

divulgação

ogitado para ser o sucessor de Kihatiro Kita na presidência do Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social), o atual primeiro vice-presidente da entidade, Jorge Yamashita, negou ser candidato ao cargo. Em entrevista concedida com exclusividade ao Jornal Nippak no último dia 22, Yamashita disse que não tem o perfil ideal exigido para a função. Segundo ele, os interessados à vaga devem ter “uma visão empresarial” e “ser dono do seu tempo”, já que o cargo, explica, exige dedicação em tempo integral. Ocupando cargo diretivo no Bunkyo desde 1991, Yamashita conta que, com a proximidade de mais uma eleição, é normal que surjam especulações envolvendo seu nome. “Como primeiro vice-presidente, é natural que as pessoas imaginem esse tipo de situação. Mas não me sinto preparado para o cargo, que requer tempo disponível, o que não é o meu caso já que sou empregado de uma empresa”, disse Yamashita, afirmando que “nunca tive ambição para o cargo”. “Seria mais um desafio no sentido de preservar a cultura japonesa, mas sempre procurei contribuir, do meu jeito, para que isso ocorresse”, conta Yamashita, afirmando que o Bunkyo precisa ser austossustentável financeiramente, ou seja, não pode ficar dependendo de kifus (contribuições). Ele, no entanto, considera que ainda é prematuro falar sobre sucessão. Para Yamashita, os rumores se intensificaram nos últimos dias em função de sua ida à 53ª Convenção dos Nikkeis Residentes no Exterior (Kaigai Nikkeijin Taikai), realizada em Tóquio de 30 de outubro até o dia 1º de novembro, como representante do Bunkyo. “A viagem não teve vínculo nenhum com o tema sucessão. Era obrigação do Bunkyo, como entidade máxima da comunidade nipo-brasileira, enviar um representante”, justifica Yamashita, que esteve acompanhado de Masato Ninomiya, vice-presidente do Conselho Deliberativo do Bunkyo; Lidia Yamashita, vice-presidente da Comissão de Administração do Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil, e Mikihisa Motohashi, vice-presidente do Kenren (Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil).

Jorge Yamashita, Motohashi, Osamu Fujimura, Lídia Yamashita e Masato Ninomiya

da tragédia ocorrida em 11 de março de 2011 e de mostrar como está a recuperação das áreas atingidas”, conta Yamashita, lembrando que o primeiro dia da Convenção foi dedicado aos representantes das três províncias atingidas, Miyagui, Fukushima e Iwate. Já no segundo dia, explica Yamashita, foram discutidas questões relativas às comunidades nikkeis no mundo, com temas relacionados à cultura, dekasseguis e os jovens nikkeis. O vice-presidente do Kenren apresentou aos japoneses a última edição do Festival do Japão, realizado em julho no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo. “Eles ficaram bastante impressionados com a grandiosidade do evento”, disse Jorge Yamashita, que em sua fala solicitou para que os japoneses dêem um tratamento diferente ao que vem sendo dado em relação ao intercâmbio cultural entre os dois países. “Japão e Brasil estão intensificando muito as relações comerciais e econômicas com a vinda de empresas japonesas para o Brasil, que está sendo muito visado por causa da realização da Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas de 2016. Em função disso, solicitei que, tanto as empresas japonesas como o governo japonês, valorizem também uma postura de intercâmbio cultural além do aspecto comercial, como ocorre com a França, Alemanha e a Itália, entre outros países” explica Yamashita, que destaca, como conseqüência, um certo distanciamento na “essência” de algumas artes tradicionais, como o kabuki, por exemplo. Dupla nacionalidade – Para

Yamashita, depois de 104 anos de imigração, é preciso rever alguns conceitos sobre o que é importante em termos de preservação da cultura japonesa. “A verdadeira consolidação se faz através de aspectos clássicos, que se perpetuam e transcendem os regionalismos”, diz Yamashita, que se considera um “tradicionalista” e “a favor de uma evolução mais gradual”. Outro assunto em destaque, conta o vice-presidente do Bunkyo, foi a questão da dupla nacionalidade, algo que preocupa, principalmente, os isseis, já que muitos tiveram que optar por uma nacionalidade e hoje se sentem discriminados em seu país de origem. “Se estamos querendo uma globalização, as fronteiras acabam se tornando cada vez menos significativas. Compreendo quando falam sobre a necessidade de se buscar uma identificação, mas não vejo isso como convicção. Pode até parecer incoerência da minha parte”, justifica Yamashita, lembrando que o terceiro e último dia foi reservado à conclusão dos trabalhos e apresentações, incluindo de alunos de filhos de dekasseguis brasileiros. Durante um dos intervalos da Convenção dos Nikkeis Residentes no Exterior, a comitiva brasileira foi recebida, em audiência, pelo ministro Osamu Fujimura, chefe de gabinete do primeiro-ministro Yoshihiko Noda. No encontro, Motohashi convidou um jovem de cada província japonesa atingida pela tragédia de 11 de março para participar da próxima edição do Festival do Japão. Na ocasião, também foi solicitada a ajuda do ministro para agilizar os procedimentos de isenção do visto de turista entre o Brasil e o Ja-

pão, uma medida considerada importante para incrementar o relacionamento entre esses países.

De volta à terra do sol nascente! Cheguei no Japão!! Engraçado esse meu sentimento, mas assim que o avião pousou no Japão senti uma paz, uma tranquilidade, meu coração acalmou e veio a sensação de que estou de volta ao meu lar! Mas espera um pouco...eu sou brasileira! Deveria ter sentido isso quando cheguei no Brasil, não é? Sim, mas não foi o que aconteceu! Por que será que me sinto tão bem nesse país? E por que me sinto estrangeira no Brasil? Posso enumerar várias respostas por aqui, mas a verdade é que gosto muito do Brasil, mas é no Japão que eu me sinto mais Erika. E isso basta para justificar tal sensação. Ainda no Brasil, fui assistir ao show do Luiz França no bar Comedians, na cidade de São Paulo, o bar pertence ao apresentador Danilo Gentili, e vale lembrar que fui muito bem recebida! Luiz França foi um ótimo anfitrião, reservou uma mesa bem a frente do palco para mim, me deixou muito a vontade ali, e o bar estava com ingressos esgotados até para a sessão da meia noite, isso porque fui as nove da noite! Semana que vem Luiz França volta ao Japão e agora é minha vez de retribuir a ótima recepção que tive. Já voltei a trabalhar, a todo vapor. Porque quem para é engolido pela esfinge, pois não conseguiu decifra-la. A surpresa que tive é sobre a notícia de que um brasileiro assassinou um peruano aqui no Japão. Quando eu disse que o número de criminalidade entre os brasileiros é alta, fui criticada por muitas pessoas, que falaram que não é bem assim e que eu posso estar me equivocando falando isso. Tenho certeza de que esse assassinato não foi equívoco, e se eu falei sobre esse assunto é por conhecimento de causa, afinal trabalho com traduções diretamente com a polícia e tenho acesso a números estatísticos. Números que muitas vezes não são divulgados para não alardear a comunidade brasileira no Japão. O problema é que assassinatos, violências, roubos, furtos, isso acontece entre os japoneses também, mas

Expo 2020 – Durante o encontro, os representantes do Brasil também conseguiram chamar a atenção do ministro Fujimura para a candidatura de São Paulo como sede da Expo 2020, exposição mundial organizada pelo Bureau International des Exposition de Paris. O vice-presidente Yamashita relatou sobre a recente audiência das entidades nipo-brasileiras com o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, quando ele discorreu sobre os esforços para trazer esse evento mundial para a cidade. “Trata-se de um evento extremamente importante para a comuni- INTERNACIONAL dade nikkei pois o Japão estará participando não só através da exposição de produtos como também durante seis meses mostrará autêntica cultura japonesa”, disse YaApós 20 meses dos acimashita, lembrando de algu- dentes radioativos no Normas coincidências entre os deste do Japão, o país busca dois países. alternativas renováveis para “Em 2020 marca o cinqüentenário da Expo 70, substituir o uso da energia quando o Japão deu um nuclear, segundo a diretora exemplo para o mundo. Anos executiva da Agência Interantes o país havia sediado os nacional de Energia Atômica Jogos Olímpicos de 1964, (Aiea), Maria Van der Hoe nós estamos caminhando even. A diretora cobrou das nesta direção, com a reali- autoridades japonesas esforzação da Copa do Mundo e ços para buscar essas alternadas Olimpíadas”, disse Ya- tivas. mashita, lembrando que o JaNo relatório sobre perspão tem direito a um voto na pectivas globais, apresentado escolha do país sede. pela Aiea, as ações desenvol“Foi uma viagem bastante proveitosa”, disse ele, que vidas pelas autoridades japovisitou o Japão depois de 14 nesas indicam os esforços em anos e Kagoshima, terra de busca da redução da depenseus pais, depois de 41 anos dência da energia nuclear e – em 2013, a Associação Ka- de um aumento da produção ghoshima celebrará seu cen- de energia por meio de gás e tenário de fundação. fontes renováveis. Em março (Aldo Shiguti) de 2011, o Japão sofreu com

quando se trata de brasileiros há uma divulgação maior por parte da imprensa japonesa, com enfoque mais centrado no assunto. O que é péssimo para a imagem do brasileiro no Japão. Sempre faço questão de ressaltar isso, pois trabalho para melhorar a imagem dos brasileiros perante a sociedade japonesa, mas fica cada vez mais difícil quando a própria comunidade não busca isso. Esse caso de vilipêndio é só mais um que ocorreu e não vou entrar em detalhes pois não estou escrevendo para relatar o caso em si, mas apenas para demonstrar que quando eu falei que o número de criminalidade entre brasileiros no Japão é alto, eu não estou brincando e nem denegrindo a imagem, pois não estou criando fatos, apenas olhando por uma órbita estatisticamente falando. Os motivos para que tenham chegado a esse alto índice são vários, mas a essa altura do campeonato pouco importa. O que acho válido e importante é um trabalho de conscientização da comunidade brasileira junto à integração a sociedade japonesa. Quando os brasileiros passarem a entender mais sobre a cultura japonesa e vivenciar tudo isso no próprio dia a dia, na minha opinião isso já serve como um melhoramento de conduta dos brasileiros. Sem generalizar, mas o problema é que um caso específico como esse assassinato faz com que a sociedade japonesa generalize o tratamento aos estrangeiros e com isso pode dificultar e muito a vida de todos os brasileiros no Japão, e aquele que possui conduta exemplar paga por aqueles que desviam o foco para a criminalidade. E aí vamos reclamar do que não é mesmo? Desde já fica a dica, Japão é Japão e Brasil é Brasil, a mania do brasileiro de querer levar vantagem em tudo aqui no Japão não se encaixa.

*Erika Tamura nasceu em Araçatuba e há 14 anos mora no Japão, onde trabalha com desenvolvimento de criação. E-mail: erikasumida@hotmail.com

Japão busca alternativas à energia nuclear vazamentos e explosões na Usina Nuclear de Fukushima Daiichi, no Nordeste, após um terremoto seguido por tsunami. O governo do Japão mantém atualmente paralisados 48 dos 50 reatores nucleares devido ao incidente de Fukushima e, paralelamente, há um plano para aumentar a utilização de energias alternativas à nuclear. A diretora da Aiea cobrou das autoridades japonesas clareza nesses esforços. Segundo a diretora, o abastecimento de energia no Japão depende em parte do exterior e deverá ser uma prioridade nas próximas duas décadas nos mercados de petróleo e gás. (Fonte: Agência Brasil)


JORNAL NIPPAK

4

São Paulo, 29 de novembro a 05 de dezembro de 2012

ESPETÁCULO

comunidade/atibaia

Waon recebe prêmio e se apresenta domingo em SP

Acenbra celebra 60 anos de fundação neste domingo

A

Associação Cultural e Esportiva Nipo-Brasileira de Atibaia (Acenbra) está completando 60 anos de fundação. Para marcar a data, a entidade realizará neste domingo (2), no kaikan, no Jardim Imperial, uma grande festa comemorativa. Com início às 10 horas, a cerimônia deve contar com as presenças do cônsul geral do Japão em São Paulo, Noriteru Fukushima; do representante Chefe do escritório da Jica (Japan International Cooperation Agency) no Brasil, Satoshi Murosawa; dos deputados federais Junji Abe (PSD-SP) e Roberto Santiago (PSD-SP); dos deputados estaduais, Hélio Nishimoto (PSDB); Jooji Hato (PMDB) e José Roberto Tricoli (PV); do prefeito de Atibaia, José Bernardo Denig; do vereador de Atibaia, Emil Ono (PTB); e do presidente da Câmara Municipal de Atibaia, Saulo Pedroso (PSD), entre outros. O ponto alto da programação serão as homenagens às personalidades e entidades que contribuíram – e continuam contribuindo – com a Acenbra ao longo destas seis décadas e aos idosos acima de 85 anos. “Para nós trata-se de uma data muito importante pois não só a atual diretoria como também as que nos antecederam lutamos por um mesmo objetivo, ou seja, a preservação da cultura japonesa”, explica o presidente da Acenbra, Toshifumi Yamada. No pronunciamento que fará durante a solenidade – e que o Jornal Nippak teve acesso – Yamada deve contar a trajetória da Acenbra, entidade fundada em 1952 por 53 associados voluntários, entre eles Hisaichi Takebayashi, Tadamitsu Nakasu, Katsuyoshi Matsuoka e Harukiti Yamanaka. Entre os associados fundadores, o único ainda vivo é Yoshiyuki Muragaki, que também será homenage-

divulgação

divulgação

Gabriel Levy, Shen Ribeiro e Setsuo Kinoshita

Kaikan, no Jardim Imperial, é utilizado para diversas atividades como festas e undokais

ado durante a solenidade. A entidade tinha como objetivo inicial o fortalecimento do grupo de jovens aficcionados do beisebol, que funcionou como uma espécie de “alavanca” para levantar a auto-estima da comunidade. De acordo com o site da entidade, pensou-se em construir um depósito para guardar o equipamento de jogo, mas a idéia foi expandida para a construção de um prédio maior, que pudesse abrigar reuniões da comunidade. Surgia, então a ACA, fundada oficialmente em 30 de agosto de 1952, e quie mais tarde receberia a denominação atual. “Permanecemos fieis à filosofia dos fundadores até os dias de hoje”, afirma o atual presidente, Toshifumi Yamada, lembrando que, atualmente o local é utilizado para a realização de diversas atividades como a festa de confraternização de Ano Novo e undokais, além de celebrações de missas e casamentos. “Temos um carinho muito grande pelo kaikan, pois ele acompa-

nhou a história da Acenbra por 60 anos”, conta Yamada, lembrando que a sede da entidade, no bairro de Alvinópolis, foi construída em 1999 e abriga também os escritórios da Associação Hortolândia e Associação Pró-Flor. É no local que funciona também a Escola de Língua Japonesa. O prédio, batizado de Centro Cultural Nipo-Brasileiro, foi inaugurado em 2000. “Sua construção só foi possível graças as contribuições dos associados e dos lucros obtidos com a realização de eventos como Festival de Prêmios, Bon Odori, restaurante da Festa das Flores e Morangos de Atibaia, “e também de um grande valor doado pela Fundação Syuyodan Housekai”. Fortalecimento – Desde a sua fundação, a Acenbra vem contando com a ajuda de associados, como o associado Masayuki Mizuno, que contribuiu para a publicação do livro comemorativos do “50º Aniversário da Acenbra”, em 2002, e a Prefeitura Municipal de Atibaia, que em 2008

possibilitou a celebração do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil. Segundo Yamada, “os desenvolvimentos da comunidade nipo-brasileira se devem aos feitos e dedicação de nossos ancestrais, os imigrantes pioneiros, e, claro, também à generosidade do povo brasileiro que nos recebeu de braços abertos”. “Esperamos continuar contando com a mesma colaboração e dedicação”, destaca o presidente, acrescentando que a Acenbra reúne atualmente cerca de 340 famílias associadas que movimentam os diversos departamentos da entidade como o de beisebol, gatebol, dança e taikô. “Nosso objetivo é fortalecer cada vez mais essas atividades”, conta Toshifumi Yamada. (Aldo Shiguti) 60 Anos da Acenbra Quando: Dia 2 (domingo), a partir das 10 horas Onde: Kaikan da Acenbra: Rua Fortaleza, 90 – Jardim Imperial Informações pelo tel.: 11/4413-6371

RELAÇÃO DE IDOSOS ACIMA DE 85 ANOS Fumiko Monma (90) Mieko Matuoka (86) Fujiko Yakushiji (87) Fusako Takeshita (89) Hakuryo Bam Hanami Sasaki (90) Haruko Morinishi Haruo Takai (90) Hatsue Shinkawa (85) Hinako Motomatsu (85) Hiroshi Shinkawa Isamu Takahashi Kane Shinkawa (90)

Kasumi Matsunaga (88) Kazue Horita (87) Kazuo Shinkawa Kimie Tanio (90) Kinkuchi Fujiki (85) Kinue Matsuda Kinuko Kato (91) Kiyo Ishihata (87) Kiyonori Ichinose Makino Yoneyama (93) Megumi Ito (86) Misako Mogami (85) Mitsue Mitsuda (86)

Miyoko Kajiyama (86) Setsuko Sekito Setsuko Asai (87) Shigueo Yakushiji (92) Shizuka Harada (89) Sumiko Akiyoshi (88) Tatsui Kato (93) Tatsuo Hirama (95) Tatsuo Hamaguchi (87) Terukatsu Katayose (87) Tisuke Hayashida Toshiko Mitsuiki(90) Toshio Furuya (90)

Tuyako Akimura (94) Wataru Issomoto (90) Yasuko Okino (85) Yoemi Muragaki (94) Yoshi Yoshino (90) Yoshiko Yoshino (90) Yoshiko Hayakawa (87) Yoshio Arima (86) Yoshiyuki Muragaki (95) Kamimura Massaharu (89) Kamimura Ai (87) Ideyama Sumiko (86) Murakami Massae (86)

COLUNA DO SILVIO SANO

música japonesa. Aqui, nem tanto. E por que não? Pois é, para mim, tinha a ver com o fato de serem inúmeros somados a uma “certa” rivalidade existente no meio do karaokê, que acabava dispersando os melhores “achi kochi” e tendo de se completar, cada um, com cantores não de mesma qualidade. Além de contarem com a dificuldade para se obter recursos a fim de se ousar um pouco mais na produção (cenário, figurinos, coreografia e ensaios). Ainda acho isso, mas assisti a um, neste final de semana, que pode estar dando certo, mesmo não contando com a maioria desses melhores e muito menos com recurso externo. Aliás, segundo me informaram, nas-

ceu para dar oportunidade aos que dificilmente seriam chamados àqueles “mais badalados”, mas acrescido de um enorme espirito da confraternização. Trata-se do Gran Koohaku Utagassen da Regional Sul I, que neste ano realizou sua quinta edição. Grande parte do segredo deve estar mesmo nesse espírito, até porque já começa pelo sistema do mochiyori (tipo americano) para o almoço, momento em que se juntam cantores, músicos, platéia e comissão. Outra parte, no enorme entusiasmo e dedicação de todos. Por isso as atrações, à parte da disputa, também estão cada vez melhores e com o auditório lotado do começo ao fim, outro fato raro, hoje em dia. Participei do terceiro

História – A idéia de criar um grupo neste estilo começou quando Setsuo Kinoshita trouxe o grupo Nihon Ongaku Shudan (Pro Musica Nipponia) ao Brasil para um show em conjunto com o grupo de taiko Wadaiko Sho no Sesc Vila Mariana nas comemorações do Centenário da imigração japonesa no Brasil em 2008. Este projeto ficou no papel até que Kinoshita foi convidado pelo maestro Daisuke Shibata de Tóquio para participar de um show beneficente às vítimas do tsunami de 2011 em conjunto com as orquestras formadas pelos estudantes de música da USP e Unicamp, despertando o seu interesse em pesquisar a música erudita japonesa, formando o grupo Waon em 2011 na cidade de São Paulo. “NIKKURA – A Música Erudita Japonesa” Espetáculo de instrumentos

ja-

poneses apresentando os vários

gêneros da música clássica japonesa.

2

2012 (do12:00h Ingressos: Gratuito (retirada de ingressos 1 hora antes do espetáculo) Duração: 70 minutos Classificação: Livre Local: Centro Cultural FIESP – Ruth Cardoso (metrô Trianon Masp – linha Verde) Av. Paulista, 1.313 – Térreo, São Paulo Informações: 11 3146-7405/7406 Capacidade: 456 lugares Ar condicionado e acesso para de dezembro de

mingo), às

deficientes

Estacionamento: sem convênio Sites w w w . s e s i s p . o r g . b r / c u lt u r a / musica/waon.html www.taiko.com.br

Tamie Kitahara também se apresentará neste domingo

Koohaku Utagassen Anos atrás, escrevi que achava exagerada a quantidade de Koohaku Utagassen nos finais de ano, em São Paulo, preferindo que houvesse um só... caprichado. Essa era a minha opinião devido aos formatos, alegados, de escolha dos melhores cantores do ano, mas que não encontravam correspondência na qualidade de suas produções. Inspirados no original japonês da Rede Televisiva NHK, tinham também o caráter apenas de entretenimento, apesar de se tratar de uma disputa de homens contra mulheres. Mas, lá o programa ficou tão popular que se transformou em objeto de desejo de todos os cantores japoneses, inclusive dos “monstros sagrados” da

O grupo Waon apresentará, neste domingo (2), no Centro Cultural Fiesp, o seu último show de 2012 intitulado “Nikkura - A música erudita japonesa”. O grupo, que recebeu o prêmio de música erudita de 2012 pelo Sesi São Paulo, apresentou o espetáculo em Araraquara, Mogi das Cruzes, Santos, São Bernardo do Campo, São José dos Campos, Bastos e São Paulo. Nikkura é uma abreviação de Nihon Kurashikku, que significa “clássico japonês”. O show apresenta os vários gêneros da música clássica japonesa, iniciando pela música dos monges, avançando para o gênero Soukyoku, Jiuta, Kouta e Nagauta da era Edo, para o Douyou, que na era Meiji foi criada para introduzir a música ocidental às crianças japonesas, apresentando também as novas influências da músicas de Taki Rentaro e Mitio Miyagi e apresentando também o Minyou. O grupo Waon é composto por músicos formados pelo erudito japonês ou por músicos de formação erudita ocidental que tem trabalhos na música japonesa. No show de 2012, o grupo é formado por Shen Ribeiro na flauta transversal e shakuhachi, discípulo de Goro Yamaguchi da Universidade de Belas Artes de Tóquio, Gabriel Levy no acordeon e shamisen, Tamie Kitahara no koto, shamisen e canto, mestra pela escola Seiha de koto, Setsuo Kinoshita no taiko, shinobue, nohkan e canto, formado em musicoterapia na Faculdade Paulista de Artes e discípulo de Shota Mochizuki e Tayaichiro Mochizuki do gênero Nagauta, e Mitsue Iwamoto no taiko e canto, discípula de Tayaichiro Mochizuki de Osaka.

tradição (http://www.youtube.com/ watch?v=F1dnyliYEzI) e por isso tudo, lamentei não ter participado deste. Pensando bem, dentro desse espírito e ainda mais nesta época do ano, mais Koohakus como esse podem, sim, serem realizados. Né, não?! ET: O V Gran Koohaku Utagassen da Regional Sul I foi vencido pelas mulheres que desempataram a contenda: Agora ficou 3 a 2 para elas. *Silvio Sano é arquiteto e escritor. E-mail: silviossam@ gmail.com

Bon Odori: palavra mal empregada por todos nós Na opinião de pessoas abalizadas, sacerdotes, professores e jornalistas, principalmente no Estado de São Paulo, as associações nikkeis – kaikans – têm usado e abusado indevidamente do termo Bon Odori. Essa expressão significa “ritual de Dia dos Finados, dedicada à memória dos antepassados”. E deveria ser empregada somente pelos Templos, nesse ritual, em respeito pelas vidas que se foram. E não em qualquer festa ou evento profanos, como aniversário da cidade, data significativa para a comunidade japonesa. Nesses casos, deveria ser

empregada a palavra MATSURI – que denota festival, festa, celebração. No Japão e no Estado do Paraná essa expressão é bem empregada como se constata pelos jornais, como recentemente Seto Matsuri, Haná Matsuri. Que tal os dirigentes dos kaikans corrigirem essa anormalidade? Use, por exemplo, Matsuri da Federação das Associações Nipo-Brasileiras da Noroeste, Lins Matsuri. Aqui fica a sugestão. Entrevistei várias personalidades do mundo cultural da nossa comunidade para escrever este texto. (Shigueyuki Yoshikuni)


São Paulo, 29 de novembro a 05 de dezembro de 2012

JORNAL NIPPAK

5

solidariedade

Tsurus da Naguisa enfeitam o Hospital Santa Cruz

R

epetindo o que foi feito no ano passado, o grupo de Artesanato da Associação Naguisa confeccionou origamis de tsuru (grou) e levou, no dia 14 de novembro, para enfeitar o hall principal do Hospital Santa Cruz. Este ano foram dobrados cerca de 4.000 tsurus que foram montados em 2 pontos da entrada do hospital, para a alegria da Lumi, responsável da parte administrativa. “A nossa intenção é que esses tsurus, além de trazerem alegria, tragam também bons fluidos ao hospital e a todos aqueles que o frequentam” disse Luzia Denda que coordenou o projeto. O tsuru (grou) é considerado um símbolo de longevidade e de felicidade no Japão e há várias histórias e lendas envolvendo essa ave mítica, mas nada comparável à uma história real envolvendo uma

divulgação

(esq/dir) Akiko e Ciro Kobayashi (atrás), Norio e Maiumi Miyahara (na frente), Luzia Denda, Lumi (Hosp.Sta.Cruz), Sandra e Lourenço Nakagawa e Morie (Hosp.Sta.Cruz)

Da esquerda para a direita: Ciro, Akiko, pessoa do Hospital, Lumi, Norio, Sandra, Luzia, Maiumi, Lourenço e Morie.

menina chamada Sadako Sasaki vítima e sobrevivente da bomba atômica de Hiroshima

Montando os tsurus: Sandra e Luzia com a ajuda do funcionário do hospital

e que morreu 10 anos depois do bombardeio, de leucemia. Durante a sua doença,

animada pela história que uma amiga contou de que quem fizesse mil tsurus teria um pe-

Norio e Maiumi fazendo o acabamento da fieira de tsurus

dido atendido, passou a fazer origamis de tsurus, falecendo entretanto, sem completar os mil, mas sem nunca se mostrar desanimada ou revoltada. De acordo com os relatos, mais do que a sua cura, ela desejou através do seu ato que nunca mais houvesse guerra que vitimasse outras

crianças como ela. Há, inclusive, um monumento dedicado a Sadako naquela cidade. Os tsurus vão ficar enfeitando o Hospital Santa Cruz até a primeira semana de janeiro e depois serão desmontados e distribuídos para os frequentadores.

Akiko e Ciro Kobayashi passaram por baixo dos tsurus para receber energia positiva

CIDADES/SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

CIDADES/FERRAZ DE VASCONCELOS

Hélio Nishimoto participa da apresentação para a implantação do projeto do VLT em São José dos Campos

Junji Abe recebe título de “Cidadão Ferrazense”

O IPPLAN (Instituto de Pesquisa, Administração e Planejamento) e a Prefeitura de São José dos Campos, no Vale do Paraíba, apresentaram, no último dia 26, o projeto para implantação do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos), em São José. O deputado estadual Hélio Nishimoto (PSDB) acompanhou a apresentação do projeto. Foi feita uma série de pesquisas que chegou ao Cálculo da Capacidade de Suporte do Sistema de Circulação do município e ao projeto do TRM (Transporte Rápido de Massa). São José dispõe de um sistema viário bem estruturado com espaços generosos em suas margens, o que dá suporte à demanda atual, mas que já apresenta pontos de lentidão que tendem a piorar no futuro. “A implantação deste projeto certamente será muito importante para o futuro de nossa cidade e trará benefícios quanto à mobilidade”, disse Nishimoto. “Se no presente não pensarmos e planejarmos ações estratégicas de mobilidade urbana, teremos problemas que poderiam ser evitados”. O Cálculo da Capacidade de Suporte do Sistema de Circulação foi desenvol-

divulgação

Nishimoto fala na apresentação do projeto do VLT em São José

vido em parceria com o arquiteto e urbanista Candido Malta Campos Filho, ex-secretário de planejamento da prefeitura de São Paulo, e referência em arquitetura e urbanismo no Brasil. A diretora do Ipplan, Cynthia Gonçalo, fez a apresentação do projeto. Ela explicou que este tipo de planejamento é cada vez mais reconhecido como fundamental para a sustentabilidade das cidades brasileiras, principalmente considerando

os desafios de articulação do transporte ao uso de solo. “Além disso, é importante definir um ano meta para este planejamento, mas com submetas e caminhos maleáveis para alcançá-lo, podendo acompanhar as mudanças econômicas e naturais na malha urbana”, afirmou Cynthia. “Este tipo de projeto é essencial para evitar o caos urbano e para o desenvolvimento sustentável, meta das cidades do mundo neste século”.

Rio + 20 – A realização deste cálculo em São José dos Campos foi objeto de palestras na “Rio + 20”, na Câmara Municipal de São Paulo, na Escola do Parlamento e, recentemente, em Brasília no Congresso Internacional Pluris, organizado pela UNB (Universidade de Brasília). Foi, também, publicado no Boletim da Associação Nacional de Transportes Públicos. Seguindo o modelo mundial, que reconheceu a eficiência do transporte público sobre trilhos, principalmente no que se refere ao incentivo à transferência modal do transporte individual para o coletivo, o projeto foi desenvolvido atendendo as mais modernas tecnologias optando pelo VLT como ideal para o Transporte de Massa do futuro. No projeto foi criada uma rede integrada entre modais, na qual o VLT é o principal modo de transporte, que se articula com linhas de ônibus alimentadoras, rede cicloviária com bicicletários, bolsões de estacionamento para veículos automotores e um tratamento em todo o entorno, revitalizando e humanizando os espaços, com atenção especial aos aspectos da mobilidade e acessibilidade universal ao longo do seu trajeto.

divulgação

Vagner Ninck, Junji Abe, Silas de Souza e Tonho

O deputado federal Junji Abe (PSD-SP) será homenageado com o título de “Cidadão Ferrazense”, em data a ser agendada. A concessão da principal honraria do Município de Ferraz de Vasconcelos, na Grande São Paulo, ao parlamentar é uma iniciativa dos vereadores Silas Faria de Souza, Antonio Carlos Alves Correia, o Tonho, e Vagner Vallet Ninck, o pastor Vagner, todos do PSD. Eles são os autores do projeto de decreto legislativo (067/2012), aprovado em primeira discussão e, por unanimidade, na Câmara Municipal. “É uma honra que muito

me emociona e me deixa sem palavras para expressar o tamanho da minha gratidão. O que posso assegurar é que continuarei me esforçando, dia após dia, para defender os interesses dos cidadãos ferrazenses junto ao governo federal”, disse Junji, nesta sexta-feira (23/11/2012), ao ser oficialmente comunicado da homenagem pelos vereadores, em reunião no seu escritório em Mogi das Cruzes. Representante do Alto Tietê no Congresso Nacional, Junji reafirmou o compromisso de atuar em “plena sintonia” com as lideranças políticas e comunitárias de Ferraz na busca de soluções para os problemas enfrentados pela população. Ao frisar que o parlamentar “representa muito bem a Região e tem uma brilhante trajetória política”, o vereador Silas Faria de Souza destacou o trabalho do deputado em favor das entidades sociais ferrazenses. “O Junji Abe é um político comprometido com os interesses do povo em geral”, reforçou.


JORNAL NIPPAK

6

São Paulo, 29 de novembro a 05 de dezembro de 2012

­­

artes

Bunkyo abre inscrições para Curso de Pintura Infanto-Juvenil

A

Comissão de Artes Plásticas do Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social) está com inscrições abertas para o seu tradicional Curso de Pintura Infanto-Juvenil para as criança de 5 a 15 anos de idade. Esta 50ª edição será realizada de 7 a 11 de janeiro de 2013, das 9h às 12h, e terá como orientadores Kenichi Kaneko, Aiaco Gokita e Matiko Sakai, membros da Comissão de Artes Plásticas do Bunkyo. Já no primeiro dia, a turma é separada de acordo com as faixas de idade. Assim, as atividades são organizadas e os mais velhos recebem tarefas mais complexas, apesar de executarem os mesmos tipos de exercícios dos mais novos, respeitando-se as capacidades de cada grupo. O curso, além de proporcionar momentos de brincadeira e divertimento, também é uma oportunidade de aprendizado pelo contato com os artistas orientadores e de desenvolvimento dos alunos, melhorando não somente a coordenação motora, mas o raciocínio e a percepção/ compreensão do mundo.

divulgação

Além de brincar e se divertirem, crianças de 5 a 15 anos tem contato com artistas orientadores

Ao final do curso, o grupo expõe seus trabalhos ao público em uma mostra que acontecerá nos dias 12 e 13 de janeiro de 2013. 50º Curso de Pintura Infanto-Juvenil (Bunkyo) Quando: de 07 a 11 de janeiro

2013, das 9h às 12h. Exposição: 12 e 13 de janeiro de 2013, das 10 às 17h Onde: Rua São Joaquim, 381 – 1º andar – sala 15 - Liberdade –SP Inscrições: a partir de 19 de novembro até 21 de dezembro, das 11h às 17h, na secretária do Bunkyo (rua São Joaquim, 381 de

– Liberdade – SP). Mais inforAurora – tel.: (11) 3208-1755 ou e-mail: bunkamatsuri@bunkyo.org.br. Taxa de inscrição - R$ 150,00 para o público em geral e R$ 120,00 aos associados (inclui o material que será usado durante as aulas). Números de vagas limitadas. mações com

LÍNGUA JAPONESA

Fundação Japão em São Paulo divulga os vencedores do 18º Concurso de Oratória divulgação

gano (Belém-PA) Prêmio Incentivo Ana Cláudia Meira de Amorim (Salvador-BA) Prêmio Consulado Geral do Japão em Manaus Tiago Manabu Kiryu (Porto Alegre-RS)

COLUNA DO JORGE NAGAO

Saber Beber É preciso saber viver, saber vender e também saber beber. O alcoolismo, infelizmente, tem crescido entre os jovens e até entre as mulheres. Que “reive” que me dá em saber que o álcool chega cada vez mais cedo aos ado(l)escentes. A nova geração que inventou o ficar, já quer ficar de fogo? Pula direto do toddynho pra vodkaice? Isto não é ficar auto-suficiente, mas “alto” o suficiente para fazer alguma bobagem. Garot@, desacelere. Deixe o “barato” pras baratas. Beber é um negócio muito sério. Se para dirigir um carro você precisa de uma carteira de habilitação, para beber você deveria ter uma carteira de biritação. Dirigir um copo à boca requer muito controle da situação. Seu corpo será um veículo movido a álcool ou flex. Tem gente que não dirige um carro, mas se dirige pelas ruas e calçadas esburacadas, ziguezagueando, podendo bater num poste ou capotar a qualquer momento. Aí cai no sono, na sarjeta, no conceito das pessoas. Imagina uma aula de copo-escola. Num bar, o instrutor começa a “em cynar” o aluno caipirinha ou a aluna Maria-mole, de maior, a se dirigir. A aula-aperitivo é, literalmente, um porre: -Cerveja bem, a champagne meu raciocínio, inicia ele. Em primeiro lugar, você deve estar bem regulado, bem alimentado. Tome um engov. Ao engatar a primeira dose, se solte devagar e preste atenção em quem vai e quem vem. Acelere e curta o primeiro frisson da viagem. Engate a segunda dose, sem pressa, sentindo a “brisa” que logo começa a bater. Qualquer coisa, acio­ ne o pára-“brisa”. Na terceira dose, fim da fase do esquenta, você já está

calibrado, bem solto, mas precisa ficar ligado. Na quarta, se a paisagem ficar embaçada, sinal vermelho. O pessoal vai buzinar no seu ouvido pra você parar. Então, freie. E go home! Boa ressaca! Ao longo da existência, tive ótimos amigos movidos a álcool. Ou não. Êta nóis! Tenho um amigo que bebia, parou e hoje ingere só sumo, o Yamaguchi. Sigueru teve uma cachaçaria, mas como não entendia do produto tomou uma bela dose de prejuízo; a cachaça fez mal pra ele, um abstêmio convicto. Hiroyuki era um sake-man, fotógrafo, hoje é um sushi-man e vive enrolando em Floripa. Tem o jornalista e humorista Mouzar Benedito que ostenta com orgulho em seu curriculum “jurado em um concurso de cachaças”. Um especialista, como o Lula. Fernando da Rosa Chagas, meu guru, ex-halterocopista, hoje, sossegado, cuida do pé-de-cana no quintal de sua casa. Outro tomou tanto que o álcool lhe tomou a dignidade, a coordenação motora e a vontade de viver. Acabou uísquezofrênico. Aprecie com moderação é uma frase batida (de limão?), mas resume bem a questão. Qualquer excesso pode por tudo a perder. Perguntado sobre a famosa renúncia, o ex- Presidente Jânio Quadros, confessou: Mé, a culpa! Mé, a culpa! Como a saída para o alcoolismo é a saideira, vamos à ela: o irônico é que a sua próxima dose pode ser a gota d’água...

*Jorge Nagao é colunista do site Primeiro Programa (www.primeiroprograma. com.br). E-mail: jlcnagao@uol. com.br

BAIRROS

Liberdade fará parte do roteiro do Projeto Natal Iluminado

Concurso foi realizado na Associação Nipo-Brasileira de Amazônia IOcidental

A Fundação Japão em São Paulo promoveu o 18º Concurso Nacional de Oratória em Língua Japonesa, no dia 11 de novembro, na Associação Nipo-Brasileira da Amazônia Ocidental, em Manaus (AM). Finalistas de oito regionais (São Paulo, Rio de Janeiro, Londrina, Porto Alegre, Brasília, Manaus, Belém e Bahia) participaram para disputar a grande final.

Os vencedores

(Porto Alegre – RS)

1º Lugar Sandro Jadirson Mendes de Oliveira (São Paulo – SP)

Prêmios Especiais do Juri

2º Lugar Lincoln Sato (Maringá – PR) 3º Lugar Julia Silva Weber

Prêmio Expressividade em Língua Japonesa Cristina Harumi Uemura (Suzano – SP) Prêmio Técnica de Expressão Karina Sayuri Hanawa Kona-

NATAL

Bazar da Igreja Messiânica é opção de compras para o Natal Entre os dias 28 de novembro e 1º de dezembro, a Igreja Messiânica Mundial do Brasil estará promovendo seu tradicional Bazar de Natal. Realizado anualmente, o Bazar oferece produtos de qualidade com ótimos preços. São enfeites de natal, bolsas, brinquedos, toalhas de banho, vestuário, bijuterias e muito

mais. O Bazar de Natal é promovido por um grupo de senhoras, que existe desde 1996, com objetivo de integrar e uni-las na confecção de produtos artesanais e na reciclagem de materiais. Esta é mais uma das atividades da Igreja Messiânica Mundial, que, pre-

sente no Brasil desde 1955, desenvolve a filosofia de Mokiti Okada, rumo à concretização de uma sociedade mais justa. O Bazar funcionará das 9 às 17 horas, à Rua Morgado de Matheus, 77, Vila Mariana, São Paulo. Mais informações pelos telefones 11 50875000 ou 5087-5074.

A Praça da Liberdade ganha neste final de semana um toque na decoração, luzes coloridas de led nas árvores, serão os enfeites natalinos que fazem parte do Projeto Natal Iluminado da prefeitura de São Paulo, por iniciativa do vereador suplente Victor Kobayashi (PSD) e o ex-deputado federal Willian Woo. O local é importante centro comercial e turístico, com a decoração do Natal Iluminado vai favorecer ainda mais a visitação no bairro. A Liberdade vai compor o roteiro do Natal como já acontece no Ibirapuera, Paulista e Centro. Willian Woo destaca a importância da iluminação natalina para a Praça da Liberdade. “É muito importante o projeto, principalmente a comemoração do Natal que é uma festa cristã. Hoje o Natal se transformou em uma festa multicultural e multirracial. O natal representa a união dos povos, e nada mais justo a Liberdade que agrega tantos imigrantes, e é um bairro multirracial receba e faça parte do roteiro Natal Iluminado”, comenta. “A iluminação nas árvores traz mais segurança para a praça e também fomenta o comércio local”, acredita Woo. Para Victor Kobayashi

luci judice yizima

Praça da Liberdade ganhará decoração natalina

um dos autores desta iniciativa, acredita que o Natal Iluminado fomente ainda mais a visita ao bairro. “A Liberdade é um dos pontos turísticos da cidade de São Paulo, e merecia compor o cenário natalino”, diz. “A importância dessa ação é estimular ainda mais o comércio local, que as pessoas possam sentir o espírito natalino”, finaliza Kobayashi, que também foi responsável e autor da emenda pela restauração da iluminação dos suzurantos (laternas) decorativas do bairro da Liberdade. Está previsto para este final de semana, a iluminação

das árvores na Praça da Liberdade, assim como já acontece nas árvores que compõem a Praça João Mendes. No Ibirapuera, a já tradicional Árvore de Natal do parque tem 58 metros de altura e ilumina a região mais verde da cidade. Na Avenida Paulista, a Praça de Natal encanta os visitantes por sua beleza: em uma passarela de 800 metros quadrados, estão espalhados mais de 50 elementos natalinos, dentre bonecos de neve, carrossel, roda-gigante, palhaços, renas e ursos, além de um Papai Noel de oito metros deitado sobre o palco. (Luci Júdice Yizima)


São Paulo, 29 de novembro a 05 de dezembro de 2012

JORNAL NIPPAK

7

literatura 1

‘Obra mais ambiciosa’ de Haruki Murakami, 1Q84 é lançada no país

C

onsiderada a obra mais ambiciosa de Haruki Murakami, 1Q84 (Editora Objetiva, 432 páginas, R$ 49, 90), já está à venda nas principais livrarias do país. O livro esteve no topo das listas de mais vendidos no mundo inteiro e, só no Japão, ultrapassou a marca de 4 milhões de exemplares vendidos. Dividido em três partes, o romance foi muito elogiado pela crítica e considerado um dos melhores livros de 2011 tanto pelo New York Times quanto pelo Washington Post. Assumidamente inspirado na obra-prima de George Orwell, o título se situa no ano de 1984. No primeiro volume, Murakami apresenta Aomame, uma mulher que esconde a profissão de assassina. Em uma tarde no início de abril, ela está parada num táxi, em meio ao trânsito de uma via expressa de Tóquio. Temendo não chegar a tempo de resolver uma pendência no bairro de Shibuya, ela se vê diante de uma opção inusitada proposta pelo motorista: descer do veículo e seguir por uma escada de emergência em plena avenida. Apesar de um estranho aviso do taxista, que diz que as coisas à volta dela se tornarão estranhas ao fazer algo tão incomum, Aomame segue a sugestão inicial. Após descer a escada de emergência e seguir seu caminho, ela repara aos poucos que certos aspectos da realidade se tornaram diferentes: por exemplo, as armas utilizadas pelos policiais não

divulgação

Só no Japão, foram vendidos mais de quatro milhões de exemplares

são mais pistolas e as manchetes nos jornais são completamente distintas em relação às que ela havia lido nos últimos dias. Em paralelo à trama de Aomame, o professor de matemática e aspirante a escritor Tengo se envolve em um misterioso projeto de refazer um romance escrito por uma

menina de 17 anos. Apesar do receio em assumir o papel de escritor fantasma de Crisálida no ar, um livro fantasioso e enigmático mas cheio de pequenos defeitos, ele se convence a realizar a tarefa. Mas, para isso, deve conhecer antes a autora, uma estranha jovem chamada Fukaeri. À medida em que as his-

tórias vão se alternando, Aomame continua a perceber diferenças sutis na realidade. Ela se dá conta que, ao descer a escada de emergência da via expressa, passou de alguma forma a habitar um mundo discretamente distinto – que acaba batizando de 1Q84. Já Tengo, aos poucos, passa a reparar em estranhas semelhanças entre a ficção fantasiosa de Fukaeri e a realidade, além de perceber que parece correr algum tipo de perigo quando se vê envolvido com uma misteriosa seita. De forma alternada, Murakami narra duas histórias que aos poucos convergem. O autor afirma que a inspiração para escrever este e outros sucessos de público e crítica vem da observação da realidade. 1Q84 faz jus ao gênio de Murakami, entrelaçando as histórias e os dramas de Aomame e Tengo, além das estranhas distorções que vão se infiltrando em suas vidas. Ele mescla suspense e distopia numa saga pós-moderna, com mundos paralelos, assassinatos e estranhas seitas. Ao final, o autor constrói uma trilogia que fala de amor, abandono e mistérios que desafiam os limites do real. 1Q84, de Haruki Murakami Tradução: Lica Hashimoto Ficção ISBN: 9788579621802 Formato: 15 x 23 432 páginas Preço: R$ 49,90 Informações: www.objetiva.com.br

Quando a esperança morre morre também a última chama que ainda havia num pavio que resistia incansavelmente. Mas não é o fim. Nem é o começo. Sem lume no horizonte nossos olhos passam a enxergar também onde isento de luz onde isento de escuridão. Se a luz cega numa explosão de raios Se a escuridão cega numa escuridão de corvos os olhos mais profundos que navegam na lentidão das ondas abissais das águas quase paradas o tempo também parou e podemos ver claramente o dia se fazendo após noite as folhas caindo durante o inverno a cair também no outono e forrando o chão da história em questão de segundos. A ilusão é de uma vida inteira de que o amanhã acontecerá na esperança de que o sol mostrará sua cara além dos montes. Mas que certeza temos? Nenhuma com certeza senão a de que neste momento diante de mim uma mosca em colóquio amoroso vive imensa felicidade ao compartilhar corpos e sensações até que a morte venha.

O cão da velha

LITERATURA 2

Junji prestigia lançamento de livro sobre ferrovias A expansão e fortalecimento do sistema ferroviário é prioridade para melhorar a infraestrutura de transportes no Brasil, na opinião do deputado federal Junji Abe (PSD-SP) que prestigiou, no último dia 21, o lançamento do livro “Ferrovias e Desenvolvimento – Esse é o caminho”, em Brasília. “Não há como pensar em desenvolvimento da Nação sem resgatar, ampliar e modernizar a malha ferroviária em todo País, tanto para o deslocamento de cargas quanto para a locomoção de passageiros”, evidenciou. Junji fez questão de participar do evento “que reforça a luta da Frente Parlamentar Mista das Ferrovias, de que tenho a honra de fazer parte”. Ele elogiou a iniciativa do presidente do colegiado, o autor do livro, deputado Pedro Uczai (PT-SC). A 10ª obra do parlamentar é uma sistematização de ideias originadas a partir de aprofundamentos e debates realizados pela frente. Inclui uma série de artigos que apresentam uma perspectiva sobre os benefícios e resultados que um projeto estratégico de malha ferroviária, aliado aos demais modais de transporte, pode representar para o desenvolvimento do Brasil. “Para nosso País, a ferrovia é questão ética, moral, política e econômica. Só assim, os setores produtivos terão competitividade no mercado internacional e também preços menores para o consumidor brasileiro”, defendeu Junji. Daí, segundo ele, a necessidade premente da frente de atuar para apresentar o modelo, diagnóstico,

Sem certeza alguma

divulgação

Sempre na mesma hora eis que surgia de lugar algum uma velha conduzindo um cão. Não se importa se chovia lá estava a velha mantilha nos ombros e uma correia conduzia o animal de dentes arreganhados e amarelados pelo tempo. Uma dia deixou de passar nem se sabe onde foi nem se existiu um dia uma velha que andava conduzindo um cão. Nunca se saberá a respeito dela de que ninguém quis saber o paradeiro. Teria morrido ela teria existido ela não deixou rastro algum apenas leve lembrança que com o tempo será levado pelo vento.

Junji Abe cumprimenta o autor: “Ferrovia é questão ética, moral, política e econômica”

projetos, financiamentos e formas de execução. Uczai disse que a obra apresenta uma amplitude de opiniões enriquecendo o debate sobre a importância das ferrovias. “A proposta da produção de novos conhecimentos sobre o setor contempla uma das linhas centrais da organização deste livro que traz um pouco da história das ferrovias”, afirmou ele, acrescentando que também projeta perspectivas de futuro e reflexões sobre o modelo nos aspectos da construção, da operação, da política tarifária, na relação entre o público e o privado, transportes de carga e de passageiros, média e alta velocidade e outros temas que abrangem os mais diversos posicionamentos.

Na opinião de Junji, o sistema ferroviário precisa ser ampliado e adaptado para responder pela maior parte do transporte de cargas e de passageiros. Atualmente, mais de 60% dos deslocamentos estão concentrados nas rodovias – “sobrecarregadas, muito mais inseguras e geram custos quatro vezes maiores que as locomoções pelas ferrovias, além de acarretarem desperdício de tempo e elevarem os danos ao meio ambiente”. Contribuição – Outros 23 autores participam do livro. Entre eles, o presidente da Abifer – Associação Brasileira da Indústria Ferroviária, Vicente Abate; o coordenador da Comissão Pró-Ferrovias do Vale do Itajaí (SC), Eldon Egon Jung; e o presidente-

-executivo da ANTF – Associação Nacional dos Transportadores Ferroviários, Rodrigo Vilaça. “A obra dá uma inequívoca contribuição ao desenvolvimento de políticas voltadas ao resgate e modernização do transporte ferroviário”, avaliou Junji.

Se alguém perguntar pergunta que não precisa de uma resposta precisa nem causa sem justificativa. Uma mulher andava conduzindo um cão? Um cão andava conduzindo uma velha?

Um ano novo velho Ano Novo à vista até onde a vista alcança seja de Boa Vista de uma vista não tão boa. Ano Novo deu-se início repetindo outros novos acontecimentos que de novo sem novidades...


JORNAL NIPPAK

8

literatura

KARAOKÊ 1

Takayasu Taniguchi lança “A Luz Me Aguardava Logo Adiante”

C

hega ao Brasil no dia 1º de dezembro, o neto do fundador da Seicho-No-Ie, Takayasu Taniguchi para o lançamento do livro “A Luz Me Aguardava Logo Adiante” traduzido em português pelo preletor Oswaldo Murahara. O lançamento do livro foi dividido em quatro etapas, onde Taniguchi ministrará palestras nas cidades de São Paulo (nos dias 2 e 6 de dezembro), Atibaia (3), Salvador (4) e Brasília (5). Para o psicólogo e preletor da Seicho No Ie no Brasil, Oswaldo Murahara responsável pela editoração e tradução em português do livro, destaca a importância da Obra. “O livro é um testemunho da Família Taniguchi, e ao mesmo tempo, uma esperança principalmente para os jovens que são marcados por tragédias, como envolvimentos com drogas, violência gratuita”, comenta. “Contem palavras do Takayasu Taniguchi, neto do fundador da Seicho-No-Ie . O livro tem palavras que assimiladas, praticadas vai entrar em sintonia com o mundo verdadeiro. O objetivo do livro vai fazer a pessoa despertar para a vida, é um estimulo. Para mim a obra é uma luz, e acredito que será para muita gente”, acrescenta o preletor da entidade no Brasil. Murahara recém-chegado do Japão fala sobre o Seminário Espiritual que participou. “No Japão foi lindo, maravilhoso o encontro que reuniu muitas pessoas, foi muito bonito. Acredito que os doze brasileiros que participaram do seminário tiveram bons resultados. Foi um alimento espiritual muito bom, cumprimos a nossa missão”, conclui. Sobre o autor – Takayasu Taniguchi nasceu em Tóquio em

luci judice yizima

São Paulo Quando: 02 de Dezembro – Das 13 às 20h Onde: Hotel Maksoud Plaza – Al. Campinas, 150 Informações: (11) 5011-5055 ou (11) 7809-1015 / 99146-0972 Atibaia Quando: 03 de dezembro – Às 18h30 Onde : Clube Recreativo Atibaiano – Praça Claudino Alves, 125 Centro Informações: (11) 5011-5055 / 24276183 / (11) 99689-1995

Oswaldo Murahara: “O livro é um testemunho da família Taniguchi”

1955, tendo como avô o fundador da Seicho-No-Ie, o professor Masaharu Taniguchi, e como pai o ex-presidente Mundial da Seicho-No-Ie, o professor Seicho Taniguchi. Na década de 70 quando fazia o curso de Educação na Faculdade de Letras da Universidade Tamagawa provocou dois grandes acidentes de trânsito, ficou entre a vida e a morte e experimentou a frustração e o desespero, até que conheceu “A Verdade da Vida”. Em 1977 tornou-se choki renseiin (estagiário de longa duração) na Matriz Kyushu Bekkaku Honzan em Naga-

saki, onde se dedicou aos treinamentos espirituais. Posteriormente, tornou-se funcionário da Sociedade Religiosa Seicho-No-Ie, ocupando sucessivamente os cargos de diretor do Departamento de Treinamento Espiritual, diretor do Departamento Internacional, diretor do Departamento de Preletores, presidente da Associação dos Jovens e diretor Departamento de Administração Geral da Matriz Geral. Participou também da administração da Organização Religiosa como diretor vice-presidente. Deixou a organização em

União Paulista de Karaokê recebe emenda para a realização do 20º Paulistão divulgação

Shiguero Orita, assessor do deputado Nishimoto, João Manuel, assessor da secretaria de Cultura, Toshio Yamao, presidente da UPK, e o deputado Jooji Hato

alização 20º Concurso de Karaokê do Estado de São Paulo, o Paulistão, como é mais conhecido. As assinaturas dos convênios aconteceram no Palácio dos Bandeirantes, com a presença do governador. No total, foram assinados 900 convênios em diversas áreas com 384 municípios de São Paulo. Toshio Yamao, presidente da União Paulista de Karaokê, participou da cerimônia e agradeceu ao deputado Hélio Nishimoto por mais uma vez incentivar a realização desse tradicional evento cultural.

Além do Paulistão, a UPK também realiza seminários e palestras para a atualização e aprimoramento de cantores e jurados.

INB realiza 18º Kohaku Utagassen neste domingo aldo shiguti

2005. Atualmente vive na província de Nagasaki tirando da terra seu próprio sustento, enquanto faz pesquisas sobre agricultura natural. É diretor da Clinica Ken-yukan Seikai Seitaiin e diretor da Fundação Shinkyoikusha Renmei. (Luci Judice Yizima) Lançamento do Livro “A Luz me aguardava logo adiante”

KARAOKÊ 2

Nesta segunda-feira (26), mais de R$ 1mihão de reais foram liberados pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) a entidades e prefeituras de 8 municípios paulistas, indicadas pelo deputado estadual Hélio Nishimoto (PSDB) a receberem emendas parlamentares. A União Paulista de Karaokê – UPK - foi uma das entidades beneficiadas com a emenda conjunta dos deputados estaduais Nishimoto e Jooji Hato (PMDB) e o deputado federal Walter Ihoshi (PSD-SP). Os recursos públicos serão aplicados pela UPK na re-

São Paulo, 29 de novembro a 05 de dezembro de 2012

Salvador – Bahia Quando: 04 de dezembro – Às 19h Onde: Hotel Vila Galé – Rua Morro do Escravo Miguel, 320 – Ondina Informações: (11) 5011-5055 ou (71) 3337-0760 / 9989-4055 / 8776-7883 Brasília – DF Quando: 05 de dezembro – Às 19h Onde: Auditório da LBV – Templo da LBV, na SGAS, 915 Lotes 75 e 76 Oração pela Paz na Praça dos Três Poderes São Paulo Quando: 06 de dezembro – Às 13h Onde: Associação de Okinawa – Rua Thomaz de Lima, 72 Informações: (11) 5011-5055 ou (11) 7809-1015 / 99146-0972

Julia Kitagawa (C), presidente do INB, com Shida Wakayo e Yukiko Goya

O Instituto NAK do Brasil (INB) realiza neste domingo (2), a partir das 9 horas, no Grande Auditório do Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social), o seu 18º Kohaku Utagassen. A competição anual entre homens e mulheres reunirá 60 cantores, divididos em duas equipes: branca (masculina) e vermelha (feminina). No ano passado, a vitória ficou com a equipe branca. Com entrada franca, o

evento deste ano terá caráter beneficente em prol da Ação Solidária Contra o câncer Infantil. Palestra e concerto – Nesta sexta-feira (30), a partir das 19 horas, o INB estará promovendo palestra com o compositor Mozu Shohei e concerto com a cantora Takahashi Manako. O evento será realizado no Blue Tree Premium Paulista (Rua Peixoto Gomide, 707). Informações pelo tel.: 11/4796-3953 (Aldo Shiguti)


JORNAL NIPPAK

São Paulo, 29 de novembro a 05 de dezembro de 2012

9

Recanto da Truta, apesar do nome, tem outros peixes. E como tem!!! Curtas

Promoção MTK Feliz Venha ser feliz conosco!!!

Localizado próximo da capital paulista, este pode ser um bom local para visitar nestes dias de primavera - onde parece que todas as estações do ano se misturam pois é comum termos dias chuvosos, sol com temperaturas altas e noites frias. E às vezes um único dia apresenta todas essas variações! Coisas de Sampa!

que não pode ser devolvida a água depois de capturada. Mas quem pensa que é só lançar e pegar… não é bem assim que funciona. Trutas criadas em cativeiro se acostumam a ser alimentadas com rações pequeninas então a isca tem de acompanhar essa proporção ou então apelar para o instinto natural, utilizando imitações de pequenos insetos e etc. O estabelecimento é bem cuidado, grama aparada, com muitos bancos novinhos espalhados para maior conforto aos pescadores. Sem falar nos quiosques de sapê espalhados para todo lado. Na hora do almoço, boa variedade de pratos, além de sanduíches e salgados (experimente o kibe de tilápia) para atender quem for lá só para passar algumas horas agradáveis. Depois de saciada a fome, ainda tem a chance de pegar uns peixes. Ótima opção para levar a família toda, ou então convidar os amigos reservar uma churrasqueira e confraternizar embalado pela natureza que parece querer engolir a todos nós. Informe-se sempre sobre as regras, aproveite para ter as dicas do que usar e, quais os peixes que estão ativos no dia.

Mauro Novalo

C

Quer concorrer para um “baita” presente de fim de ano? Para participar, você deverá criar um vídeo, mostrando pelo menos um produto da MTK e, responder objetivamente a pergunta: “Por que eu uso MTK?” . Use sua criatividade, e mostre por que gosta da marca. Depois é, carregar o vídeo para o YouTube e nos mandar o link, ou enviar o vídeo para o e-mail: conf.mtk@gmail.com

O melhor vídeo ganhará um mega kit no valor de R$ 800,00(a escolher entre o kit feminino ou masculino). Mas apresse-se, por que a data limite de entrega do vídeo é 09/12/2012. Regulamento e mais informações no site www.mtkbrasil.com.br

New Fish Pesca e Bazar

Fácil acesso pelo metrô Estação Liberdade. Atendimento personalizado e feito por quem entende de pesca!!! Produtos de primeira qualidade para atender o mais exigente pescador. Rua Galvão Bueno, 377 boxes 2 e 3 (Galeria Kanazawa) Bairro da Liberdade - São Paulo - fone: (011)2737-0036 email: newfishpescaebazar@gmail.com

Piscicultura Chang

Porta-vara Luxo ABS Kengaru: design diferenciado e fabricado em material de alta padrão. Maleta VD229: porta tralha em material semi-rígido, disponível nas versões 20 ou 25 litros para transportar e guardar com segurança seu material de pesca. Práticos e com exce-

lente durabilidade. À venda nas lojas de pesca. Informações no site www.pisciculturachang.com.br

onhecer um ambiente no meio da serra da Cantareira, com cachoeiras e água de nascente para estes próximos dias que prometem calor, é um bom motivo para sair de casa. Junte na lista, um bom restaurante com comida caseira e passar o dia pescando, quer mais? Situado na cidade de Mairiporã, com rápido e fácil acesso pela zona norte da capital paulista, a Estrada da Roseira é rota de trilheiros e amantes de bike cross. Para quem curte natureza você vai passar pelo Núcleo Águas Claras – Parque Estadual – cercado de mata nativa. O caminho é numa estrada envolta pela mata atlântica, atravessando a serra, mas se prepara que é uma subida brava. De cara vai perceber a mudança de temperatura em relação a capital. Depois de passar a barreira policial (divisa com Mairiporã), é seguir pela estrada da direita e após passar a entrada de um grande condomínio, verá placas sinalizando para o estabelecimento. Aliás condomínios é o que não faltam na região. O trajeto é rápido e depois de entrar na estradinha cascalhada os casarões dão lugar para as cenas típicas de zona rural. Cuidado com os animais no caminho! E se for um fim de semana, vá devagar, pois vira e mexe podem aparecer os trilheiros de bike ou moto, na sua frente. O Recanto da Truta tem a modalidade pesque e solte e conta com 3 lagos, o maior com toda variedade de peixes (tilápias, pacus, carpas, tambacus, catfishes, piaus, traíras, matrinxãs, pintados, dourados e outros) e um reservado para tilápias (mas tem umas traíras graúdas também). O terceiro é um pequeno lago que recebe diretamente água gelada das nascentes. A inten-

Agradecimento Nil - Pesqueiro Recanto da Truta – Estrada da Roseira, altura no número 8600 – Mairiporã Informações: tel. (11)4485 5787 site www.pesqueirorecantodatruta.com.br Apoio: MTK Fishing Adventure Outdoor www.mtkbrasil.com.br Produtos Petersen http://pescabrasil.net/ produtos.html Moro e Deconto www.morodeconto.com.br Piscicultura Chang www.pisciculturachang.com.br Mustad www.mustad.com.br NEW FISH Pesca e Bazar fone: (011) 2737-0036 email newfishpescaebazar@gmail.com ção do Nil (responsável pelo nativa, conseguindo manter local) é ter trutas o ano todo. a temperatura fria neste lago, Como é cercado de mata é uma ótima opção de peixe. E quem não gosta de pescar truta? Valente e briguento, é ter paciência para ter um esticando a linha. Atenção, pela sua fragilidade é um peixe

NIPPAK PESCA

Mauro Yoshiaki Novalo Texto: Mauro Yoshiaki Novalo Revisão: Aldo Shiguti Publicidade nippak@nippak.com.br Tel. (11) 3208-4863


JORNAL NIPPAK

10

São Paulo, 29 de novembro a 05 de dezembro de 2012

cinema

Filmes japoneses integram mostra no Sesc Carmo

N

divulgação

o mês de dezembro, o Sesc Carmo, em parceria com a Fundação Japão, promove a “Mostra de Filmes Japoneses Infanto-Juvenis”. Nove filmes, com foco no Japão-pós-guerra e com o olhar voltado para a criança e o adolescente, serão exibidos gratuitamente em diferentes datas. As películas terão áudio original, legendas em português e possuem classificação livre. Confira a grade: Dias 03, 10, 12 e 20 de dezembro. Segunda e quarta, às 10h, e segunda (semana 2) e quinta, às 16h. “5 Centímetros por Segundo” Direção: Makoto Shinkai. 2007, 63 min. Sinopse: Colegas de turma e amigos muito próximos, Takaki e Akari moram em Tóquio. Por conta do trabalho de seu pai, Akari acaba se transferindo de cidade com sua família, e os amigos passam a manter contato apenas através de cartas. Na medida em que as estações do ano avançam, esse contato vai diminuindo. Quando Akari volta para Tóquio, é Takaki quem deve se mudar. Outras pessoas entram em sua vida, mas ele não esquece Akari e, apesar de todas as separações, pergunta-se a todo o momento se um dia terá a chance de encontrá-la novamente. Dias 03, 05 e 14 de dezembro. Segunda, às 10h, quarta e terça, às 16h. “Éclair - Uma Jornada Errante” Direção: Akio Kondo. 2011, 107 min. Sinopse: Em 1942, Akio foge do orfanato, mas é detido ao furtar confeitos. O Delegado Toyama ao vê-lo faminto, lhe oferece então um pão doce. Naquele momento, Akio teve a primeira experiência em saborear um doce, uma sensação inigualável. Então Akio é encaminhando ao reformatório onde passa por uma rígida educação militar comandada pelo Ijuin, onde um dos poucos momentos de conforto era quando a educadora Yoko cantava a canção “A menina e o doce”. Dias 04, 13 e 21 de dezembro. Terça e sexta às 10h, e quinta às 16h. “Kappa – o Duende do Rio e o Sampei” Direção: Toshio Hirata. 1992, 90 min. Sinopse: Sampei vive com seu avô. Seu colega de escola chama Sampei de “Duende do Rio”. Um dia, enquanto ele está praticando secretamente para a competição de natação no rio, ele é capturado. Quando ele retoma sua consciência, ele percebe que está agora na terra dos duendes. Sampei faz amizade com o duende Gartalow que

A Ilha do Cãozinho Rock de Isamu Nakae, é um dos destaques

e sua neta Haru. Desde que perdera sua mãe, Haru tem trabalhado como copeira de uma escola da região para sustentar seu avô, porem certo dia é surpreendida com o fechamento da escola. Mesmo desempregada, para não ter que abandonar seu avô que tem problemas na perna, Haru desiste do plano de trabalhar em Tokyo. E inicia-se uma jornada em procura de seus irmãos que moram em Miyagi, onde possam acolhe-los.

Éclair - Uma Jorbnada Errante, de Akio Kondo

Dias 05, 10 e 19 de dezembro. Quarta (5), às 10h; segunda e quarta (19), às 16h. “Quarteto!” Direção: Junichi Mimura. 2011, 118 min.

Quarteto, de Junichi Mimura, também faz parte da mostra

Viajando com Haru, de Masahiro Kobayashi

parece ser idêntico ao Sampei, e eles decidem fugir da terra de duendes juntos e retornar para a aldeia de Sampei. Dias 04, 14 e 20 de dezembro. Sexta e quinta, às 10h, e terça, às 16h.

“Viajando Com Haru” Direção: Masahiro Kobayashi. 2009, 134 min. Sinopse: Na cidade de Ma­ shike, em Hokkaido, onde a principal atividade da região é a pesca de arenque, vivem numa humilde casa, Tadao, um velho pescador divulgação

TAIKÔ

Oitava edição do Festival Kawasuji será em São Caetano A edição internacional de 2013 será realizada em São Caetano do Sul, nos dias 19 e 20 de janeiro. Grupos de todo o Brasil e de diversos países, como Japão, Estados Unidos e Argentina deverão estar presentes. Em 2012, a sede foi em Lins (SP).

Grupo de Lins, que participará do evento em São Caetano do Sul

Sinopse: Kai, um estudante e promissor violinista, vive na cidade de Urayasu em Chiba. Sua professora de música, Chihiro, a orientava a encontrar logo sua sonoridade, mas Kai não compreendia o verdadeiro significado disso, embora sua cabeça estivesse concentrada na música. Dias 06, 10 e 18 de dezembro. Quarta e terça, às 10h, e quinta, às 16h. “A Ilha do Cãozinho Rock” Direção: Isamu Nakae. 2011, 123 min. Sinopse: Distante seis horas e meia de navio de Tokyo, está Miyakejima, uma pequena ilha no Pacifico conhecida também como a Ilha do vulcão, pelo fato de passar por sucedidas erupções que se repete a cada 20 anos. Nessa ilha, Shin e seu cão Rokku, viviam juntamente com sua família que administram uma pensão. Dias 06, 13 e 18 de dezembro. Terça, às 16h, Quintas, 6, às 16h e 13, às 10h. “O Lugar Prometido em Nossa Juventude” Direção: Makoto Shinkai. 2004, 91min. Sinopse: Em um mundo pós-guerra, o Japão foi dividido em dois territórios: norte e sul. Hiroki e Takuya moram em Aomori e são estudantes do ensino fundamental. Sentem-se atraídos pela colega Sayuri e intrigados pela misteriosa torre erguida do outro lado da fronteira do Estreito de Tsugaru, em Hokkaido. Dias 07, 11 e 19 de dezembro. Sexta e quarta, às 10h e

terça, às 16h. “Bravo! Grande Batalha de Samurais” Direção: Keiichi Hara. 2002, 95 min. Sinopse: Crayon Shin-chan ou apenas Shin-chan é uma série de animê (desenho animado) e mangá (história em quadrinhos) escrita por Yoshito Usui. Conta o cotidiano do garoto de 5 anos, Shinnosuke Nohara e sua família, vizinhos e amigos. A história se passa em Kasukabe, província de Saitama. Dias 07, 11 e 21 de dezembro. Terça, às 10h, e sextas, às 16h. “Voo Feliz” Direção: Shinobu Yaguchi. 2008, 103 min. Sinopse: Shinobu Yaguchi trouxe um sentimento de risos, lágrimas e alegria para o público no Japão, com seus filmes sobre nado sincronizado e jovens da escola secundária. O foco de seu último filme são “aviões” de todos os tipos. A intenção de Yaguchi era criar um filme mais realista, completamente novo, que supervisiona todos os cantos da indústria da aviação. Mostra de Filmes Japoneses InfantoJuvenis Onde: Sesc Carmo Rua do Carmo, 147 (próximo à estação Sé do metrô) Quando: Entre 03 e 21 de dezembro, em diferentes horários Entrada franca Capacidade: 50 lugares Mais informações pelo tel.: 11/3111-7000 ou pelo portal www.sescsp.org.br.


São Paulo, 29 de novembro a 05 de dezembro de 2012

JORNAL NIPPAK

11

futebol 1

TÊNIS DE MESA

1ª escolinha do Inter no Japão será inaugurada em abril de 2013

A

primeira escolinha de futebol do Internacional de Porto Alegre no Japão já tem data para entrar em funcionamento. A “The Red Acdemy – S.C. Internacional” será inaugurada em abril de 2013, na cidade de Akashi, na província de Hyogo. Os detalhes para a abertura da primeira franquia do clube gaúcho no mercado asiático foram acertados recentemente durante visita do diretor de marketing Jorge Avancini; o diretor das categorias de base, Ademir Calovi; e o diretor do Genoma Clorado Paulo Seelig. “Nossa estadia no Japão foi execelente, superou nossas expectativas. Fiquei impressionado com tudo que vi, especialmente com o carinho e a hospitalidade do povo japonês”, relatou Avancini ao Jornal Nippak logo após seu retorno, no último dia 20. Segundo ele, que também elogiou a organização dos japoneses, a viagem serviu conhecer as instalações onde futuramente serão as dependências da escolinha e definir parcerias. “E também para estabelecermos as regras de funcionamento”, explicou o dirigente, lembrando que a empresa Ponte Feliz ficou como a máster franquia. A carta de intenções deve ser assinada em janeiro, na capital gaúcha. Além da Ponte Feliz e do Colorado, a empreitada envolverá também a Prefeitura de Akashi, que se comprometeu a apoiar o projeto. Pelo acordo, o Inter cederá o know-how, suporte técnico e ficará responsável pelo fornecimento de materiais esportivos. A Ponte Feliz, que já conta com uma estrutura montada na cidade japonesa, cuidará do dia a dia da operação. “Pelo que observamos, o modelo atual deles visa mais o lazer. E nós queremos algo mais profissional”, explica o diretor. “Inicialmente, abriremos uma unidade com cinco sedes em bairros estratégicos de Akashi”, destaca Avanci-

divulgação

divulgação

Festa de encerramenrto premiou os melhores atletas do ano

Avancini (centro, com o buquê de flores na mão) com dirigentes do Colorado e japoneses

Dirigentes do Inter durante vistoria: internacionalização da marca

ni, acrescentando que a primeira unidade nipônica da The Red Academy - S.C. Internacional terá capacidade de atender até 300 garotos, de 8 a 16 anos. “São garotos que já estão inscritos e que pos-

teriormente serão transferidos”, destaca o dirigente, afirmando que a meta é abrir 10 unidades em todo o território japonês até 2016. O Colorado não terá despesas com a escolinha

e ainda ficará com 10% da receita obtida com os alunos. O Inter também terá a prioridade sobre jovens talentos que porventura surgirem no local e poderá realizar clínicas de futebol e intercâmbio de atletas e comissão técnica. “O objetivo é a internacionalização da nossa marca. Queremos atrair patrocinadores para gerar receitas. Também faz parte da filosofia do Internacional criar cidadãos. Para Jorge Avancini, a abertura de uma franquia no Japão pode ser o pontapé para um projeto mais ambicioso. “Se der certo no Japão, vamos estudar a possibilidade de entrar também na Europa e quem sabe nos Estados Unidos”, revela. (Aldo Shiguti)

No último sábado, dia 24 de novembro, a Liga Nipo-Brasileira de Tênis de Mesa realizou a festa de encerramento com a premiação dos melhores atletas do ano, no Nippon Country Club. Comemorando não só o aumento de participantes (média de 565 atletas por etapa), mas também a melhoria na estrutura e na organização dos eventos (chegando a realizar torneios com 60 mesas, algo inédito na América Latina), a Diretoria da Liga Nipo- Brasileira de Tênis de Mesa ofereceu um churrasco para todos os participantes da festa. Teve ainda sorteios de TVs Leds oferecidos pelo deputado federal Walter Ihoshi (PSD-SP), deputado estadual Héio Nishimoto (PSDB) e vereador Ushitaro Kamia (PSD). Confira os campeões de 2012 em cada categoria: Pré-pré-mirim feminino: Fabiana Yuka Shintate (ACEAS Suzano) Pré-pré-mirim masculino: Guilherme Iraha (Casa Verde) Pré-Mirim Feminino: Letícia Silva (Itaquera) Pré-Mirim Masculino: Raphael Augusto S. Lima (Saldanha da Gama) / Naoki

Okamoto (AJAB) Mirim Feminino: Jacqueline Nagano (Itaquera) Mirim Masculino: Erick Yamamoto (Itaquera) Infantil Feminino: Nathália Rodrigues (UCEG) Infantil Masculino: Vinicius Portela (Ateme) Geral Feminino: Ana Flavia Garcia (Medicina USP-Suzano) Juvenil Masculino: Vitor Aoki (ACEI-T3) Juventude Masculino: Alfredo Neto (Ateme) Adulto Masculino: Luiz Lisboa (Bunka Sto André) Pré-Ladies: Olga Uehara (Casa Verde) Ladies: Leiko Moribe (Nippon) Pré-Senior: Rafael Voos (Itaim Keiko) Senhores: Celso Edamatsu (AJAB) Veteranos: Renato Domenech (Acrepa) Super-Veteranos: Kenichi Hamada (Acebon) Elite: Mauro Massaharu Thaira (Casa Verde) Clubes: Itaquera *Marcos Yamada é engenheiro e consultor especialista em tênis de mesa

COLUNA AKIRA SAITO

Academia terá capacidade para atender até 300 garotos entre 8 e 16 anos

FUTEBOL 2

Corinthians recebe a força de 100 taikôs japoneses no Pacaembu Machado, a nação corintiana ganhou um reforço a mais, uma homenagem da comunidade japonesa em São Paulo

luci judice yizima

No último sábado (24), além dos 35 mil corintianos que marcaram presença no Estádio Municipal Paulo

Liga Nipo-Brasileira encerra o ano com chave de ouro

levou para o gramado no Pacaembu no último sábado, o rítimo dos tambores de Okinawa, tocado pelos grupos Requios Gueino Dokokai e Ryukyu Koku Matsuri Daiko, com 100 integrantes no grande clássico Corinthians X Santos. O estádio estremeceu durante a apresentação dos 100 taikôs (tambores japoneses) para alegria geral da nação corintiana, que recebeu as boas vibrações japonesas às vésperas do grande mundial no Japão. A professora de taikô, Hatsue Omine fala sobre a importância desta expressiva apresentação para a torcida corintiana. “Foi à primeira vez que pisei num estádio de futebol

e tocamos 100 taikô (tambores)”, diz emocionada. “Fazer uma apresentação para 35 mil pessoas foi muito emocionante. Meu coração estava batendo muito forte, muita energia boa pairava no estádio. Eu não tinha noção da força da torcida corintiana, foi lindo”, define a sensei Omine. Os torcedores da fiel levaram para as arquibancadas bandeiras do Corinthians com kanjis de força, sabedoria, coragem, amor, disposição, vitória. O “Bando de Loukos” como são chamados os fanáticos torcedores ficaram emocionados com a exibição dos okinawanos e aplaudiram de pé os tocadores. (Luci Júdice Yizima)

Final do mundo Observando as pessoas nestes últimos tempos, o tal do final do mundo talvez não seja a destruição do nosso planeta ou o extermínio da raça humana. Parece que uma carga de energia negativa tomou conta das pessoas, mal humoradas, com respostas atravessadas, comprando briga por qualquer trocado. Ofensa e descortesia parece ser o cartão de visita preferido, descontado talvez toda a ira, afinal de contas todas as pessoas têm culpa de seus problemas. Pessoas se tornando cada vez mais solitárias e egoístas, com menos amigos “verdadeiros” e nenhum pensamento de família. Vendo por esta ótica, talvez seja este o final do mundo, findado a viver solitário, infeliz, com ódio e acreditando que o culpado é sempre o próximo. Mas este final não precisa ser para todos, é possível ver algo positivo, mesmo nos maiores pro-

blemas, sempre em busca de uma melhoria no nosso interior e uma evolução espiritual. Ninguém nasce e necessariamente precisa continuar sendo igual, é totalmente possível mudar, desde que se queira mudar para melhor. 2012 é o ano do Dragão, um ano de muitos testes e de muita contraposição energética. Lados extremos, que tanto constrói como destrói, as dificuldades precisam ser superadas para que a harmonia volte a imperar. Precisamos nos melhorar como seres humanos e ajudar todos aqueles que pudermos para que também tenham êxito em seus caminhos em busca desta evolução. Talvez o final do mundo aconteça para alguns, mas precisamos nos transformar em pessoas melhores, para então transformar o “novo mundo” em um lugar melhor!!!!!! GANBARIMASHOU!!!!!

*Akira Saito, professor e praticante de Budo há 32 anos, morou no Japão de maio de 1990 a setembro de 1996, onde treinou karate sob a tutela do Hanshi Konomoto Takashi – 9º dan, graduando-se até o 3º Dan e tornando-se instrutor da matriz na cidade de Sagara-cho e das filiais das cidades de Hamamatsu-shi e Hamakita-cho até o retorno ao Brasil. Atualmente tem a graduação de 5 Dan e recebeu o título de Renshi-Shihan da matriz no Japão. Torcedores corintianos já estão no clima do Mundial

Tocadores dos grupos Requios e do Ryukyu Koku Matsuri Daiko


12

JORNAL NIPPAK

São Paulo, 29 de novembro a 05 de dezembro de 2012

Comemoração – A Associação Cultural de Tottori-Kenjinkai do Brasil realizou em 18 de novembro a Solenidade Comemorativa dos 60 Anos de Fundação da entidade na zona Sul de São Paulo. Na ocasião foi inaugurado um equipamento hidrante na sede da instituição. Além de associados, convidados marcaram presença no evento o cônsul Geral do Japão Noriteru Fukushima, Akinori Sonoda (Presidente do Kenren), Kihatiro Kita (presidente do Bunkyo), Yasuyuki Hirasaki (representando o presidente da Sansuy), Nelson Maeda (presidente Mie Kenjin do Brasil), Koichi Nakazawa (presidente de Miyagui Kenjinkai do Brasil), a dupla de barman Hiro e Rino (Mr. Charles). Também participaram da cerimônia autoridades, políticos e empresários que vieram da província de Tottori. (Luci Judice Yizima)

Bonenkai – A Associação Furusato Soosei do Brasil promoveu em 17 de novembro, “bonenkai”, um jantar na Churrascaria Novilho de Prata, na zona Oeste da capital paulista. Na ocasião o presidente da entidade, Toyohiro Shimura agradeceu a presença de amigos e convidados que foram prestigiar o evento, entre eles, Kihatiro Kita (presidente do Bunkyo), José Kanashiro, Sergio Oda, Paulo Suga, Kenji Kiyohara, Tuyoshi Ohara, Yoshio Yamao, entre outros. (Luci J. Yizima)

Música – A Associação Cultural e Assistencial Nipo Brasileira do Jabaquara realizou o XVI Karaokê Taikai do Jabaquara, em 25 de novembro, na sede da entidade no Jabaquara, em São Paulo. Mais de duzentos e cinqüenta cantores participaram da competição. Estive presente no evento Nelson Okumura, Walter Taniguti, Ricardo Itabashi, Olimpio Kosonoi, entre outros.

Exposição – A artista plástica Marli Takeda abriu a “Exposição Exaltação” em 24 de novembro, com a curadoria de Oscar D’Ambrosio, na Estação Clínicas do Metrô,

na zona Oeste de São Paulo. A artista faz a intervenção pública na Estação Clínicas do Metrô de São Paulo com reaproveitamento de adesivos. A exposição teve a

participação do público que circulava pela estação e da equipe da artista. Também colaborou na confecção da obra o presidente de honra do Bunkyo, Kokei Uehara que

passa coincidentemente pela estação. A artista teve o apoio do Metrô, A Casa do Artista e Usina 26. (Luci Judice Yizima)


JORNAL NIPPAK 28/11 a 05/12/2012  

news, jornal, nippak

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you