Page 1

ANO 16 – Nº 2450 – SÃO PAULO, 05 A 11 DE DEZEMBRO DE 2013 – R$ 3,00 www.nippak.com.br

“Não mudaria de partido sem o respaldo da lei”, diz Luiz Nishimori O ministro Dias Toffo- é o sétimo suplente da li, do Tribunal Superior coligação) não é parte legíEleitoral (TSE), em de- tima ativa para postular o cisão monocrática to- mandato eletivo do titular, mada no último dia 27 uma vez que não seria ele o negou o pedido de Pau- sucessor imediato em caso lo Rosenmann, suplente de eventual declaração de da coligação PRB/PP/ vacância do cargo. Em enPPS/DEM/PSDB, que trevista ao Jornal Nippak, reivindicava a perda de Luiz Nishimori afirmou cargo do deputado federal que está “tranquilo”. “Não Luiz Nishimori, por ter se mudaria de partido sem ter transferido do PSDB para o respaldo da lei”, comenPR. O ministro conside- tou Luiz Nishimori nesta rou que Rosenmann (que terça-feira. –———————————————–——————|  Pág. 03

silvio sano

Universidade Sofia de Tóquio faz 100 anos e Associação de Ex-Estudantes no Brasil comemora acontecimento arquivo pessoal

19º BRASIL KOHAKU Assistência Social), o 19º idealizadores, a intenção é zadora, só podemos mesmo UTAGASSEN – Realizado Kohaku Beneficente da de uma produção digna da ficar muito otimista em reno dia 1º de dezembro, no NAK criou grande expecta- importância do feito. “E lação ao do ano que vem”, Grande Auditório do Bun- tiva e otimismo em relação contando com a dedicação afirmou a presidente da kyo (Sociedade Brasileira ao do próximo, por ser a da dessa abnegada e sempre sucursal brasileira, Júlia Kide Cultura Japonesa e de 20ª edição Segundo seus eficiente comissão organi- tagawa. ——––———————————————————––––—————––————————————————————|  Pág. 05

Toyo Matsuri espera 50 mil pessoas neste fim de semana luci judice yizima

A Universidade Sofia ciação de Ex-Estudantes de Tóquio completa um da Universidade Sofia do século de fundação em Brasil também organizou 2013. Para marcar a data, um almoço num restaurealizou, no dia 1º de no- rante paulistano no último vembro, na capital ja- dia 9 para comemorar o ponesa, cerimônia que acontecimento. O evento contou com a presença reuniu mais de 50 ex-esdo imperador Akihito, da tudantes e intercambistas imperatriz Michiko, e do de São Paulo, Campinas e casal de príncipes Félix, Porto Alegre, entre outras de Luxemburgo. A Asso- localidades. –———————————————–——————|  Pág. 04

Jornal Nippak (11) 3340-6060

Dando início às festividades de final de ano, acontece nos dias 7 e 8 de dezembro, no bairro da Liberdade em São Paulo, o tradicional “Toyo Matsuri – Festival Oriental”, onde as principais ruas do bairro serão decoradas com “nobori” - bandeiras típicas com mensagens de Boas Festas pelos comerciantes do bairro. Os organizadores estimam que mais de 50 mil pessoas compareçam ao evento. ——––———————––——————––––————––––—————————————————————————| Pág. 04

Seleção Brasileira mantém hegemonia no 3º Campeonato Latino-Americano de Kendô em Medellin, na Colômbia arquivo pessoal

A Seleção Brasileira de Kendô retornou recentemente de Medellín, na Colômbia, palco do 3º Campeonato Latino-Americano de Kendô. Realizada de 14 a 17 de novembro, a competição contou com a participação de atletas de 16 países: Argentina, Aruba, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, El Salvador, Guatemala, México, Panamá, Peru, República Dominicana, Trinidad e Tobago, Uruguai e Venezuela. Um dos destaques da equipe brasileira foi Luiz Fernando Hanashiro, da categoria juvenil. ——––———————––——————––––————––––————————————————–—————————|  Pág. 11


JORNAL NIPPAK

2

São Paulo, 05 a 11 de dezembro de 2013

AGENDA CULTURAL CONCERTO

há disponibilidade de ingressos.

Outros Eventos ORQUESTRA SINFÔNICA DA USP Onde: Sala São Paulo (Praça Júlio Prestes 16, Estação Luz) Dia 14/12/2013 Horário: 21h Ingressos: R$13,00 a R$63,00 Informações: 11/3091-3000 ou www.sinfonica.usp.br Vendas Ingresso Rápido: 11/4003-1212 ou www.ingressorapido.com.br

EXPOSIÇÃO

Temporada Osesp: Série Coral CORO DA OSESP Naomi Munakata regente Onde: Igreja Nossa Senhora da Paz (Rua do Glicério 225, Sé) Dia 15/12/2013 Horário: 17h Ingressos: R$58,00 a R$67,00 Vendas Ingresso Rápido: 11/4003-1212 ou www.ingressorapido.com.br Série Matinais ORQUESTRA SINFÔNICA MUNICIPAL DE SANTOS Onde: Sala São Paulo (Praça Júlio Prestes 16, Estação Luz) Dia 15/12/2013 Horário: 11h Ingressos: Gratuito - Ingressos disponíveis na bilheteria da Sala São Paulo a partir da segunda-feira anterior ao concerto, limitados a quatro por pessoa. A partir de cinco ingressos, será cobrado o valor de R$2,00 (por ingresso). Informações: 11/3223-3966. Devido à grande procura recomendamos que verifique se

PESSOAS DA LITUÂNIA – ANTANAS SUTKUS Apresenta cerca de 35 imagens inéditas em preto e branco do fotógrafo lituano, considerado um dos maiores fotógrafos do século XX. Onde: Instituto Tomie Ohtake (Rua Coropés 88, Pinheiros) De 13/11 a 05/01/2014 Horário: de 3ª a domingo das 11h às 20h Ingresso: Entrada Gratuita Informações: 11/2245-1900 ou www.institutotomieohtake.org.br TOMIE OHTAKE GESTO E RAZÃO GEOMÉTRICA Curadoria de Paulo Herkenhoff e a exposição reúne 80 trabalhos da artista. Onde: Instituto Tomie Ohtake (Rua Coropés 88, Pinheiros) De 23/11 a 02/02/2014 Horário: de 3ª a domingo das 11h às 20h Ingresso: Entrada Gratuita Informações: 11/2245-1900 ou www.institutotomieohtake.org.br NELSON FELIX – VERSO A exposição apresenta cerca de cem desenhos que o artista realizou durante o desenvolvimento do trabalho Verso, além de uma instalação com mármore de carrara, ouro e projeção. Onde: Instituto Tomie Ohtake (Rua Coropés 88, Pinheiros) De 13/11 a 09/02/2014 Horário: de 3ª a domingo das 11h às 20h Ingresso: Entrada Gratuita Informações: 11/2245-1900 ou www.institutotomieohtake.org.br CINEMA CINEMA BUNKYO Todas as quartas-feiras, a Comissão de Biblioteca e Filmes do Bunkyo apresenta uma sessão de filmes japoneses. Os filmes são exibidos em idioma japonês, sem legenda. Além disso, uma vez ao mês, realizam o “Free Market” (Frima), uma feira de produtos diversos, com

artesanato, obentô (alimentos), brinquedos, livros e outros. Onde: Pequeno Auditório do Bunkyo (Rua São Joaquim 381, Liberdade) Dia 11/12/2013 Horário: 13h Ingresso: Sócios entrada franca e não-sócios pagam R$5,00 Informações: 11/3208-1755 EVENTO 45º TOYO MATSURI – FESTIVAL ORIENTAL 2013 NA LIBERDADE Onde: Praça da Liberdade, Metro Liberdade/SP Dias 07 e 08/12/2013 13ª FESTA DAS HORTENCIAS DE CAMPOS DO JORDÃO/SP Danças Folclóricas, Malharias, Artesanato e Comídas Típicas. Onde: Parque das Cerejeiras, Vila Albertina, Campos do Jordão/SP Dias 07 e 08/12/2013 Ingresso: R$5,00 – Idosos e Estudantes com carteirinha pagam R$2,00 Informações: 12/3662-2911 Feirinha ADESC 2013 – AOBA MATSURI Feira de verduras frescas e comidas caseiras. Onde: Miyagui Kenjin Kai (Rua Fagundes 152, Liberdade) Dia 07/12/2013 Horário: 9h às 18h Informações: 11/3209-3265 BAZAR – ATELIÊ JACY TAKAI Onde: Rua Aliança Liberal 140, Alto da Lapa Dias 07 e 08/12/2013 Horário: 9h às 17h Informações: 11/3473-3247 BAILE ALLEGRO – “NOITE DO BRANCO” Presença de Personal Dancer, Jantar opcional com Buffet Shoori e haverá sorteio de Brindes. Animação: BANDA ISSAMU MUSIC SHOW Onde: Salão Social do Mie Ken (Av. Lins de Vasconcelos 3352, Vila Mariana) Dia 07/122013 Horário: 19h às 24h

CURSOS AULAS DE TANGO O casal do Tango Loco, com André e Andressa (Uma das brasileiras a ganhar o dança esportiva no Japão) Onde: Carla Salvagni – Dança de Salão e Dança Esportiva (Av Lavandisca 662, Moema) Às 4ª feiras Horário: 21h Informações: 11/5052-9443 após 16h AULAS DE DANÇA Professores Sergio e Rosa Taira. Onde: Assoc. Shizuoka Kenjin (R. Vergueiro, 193 - Liberdade) As 2ª e 3ªfeiras Horário: 13h às 17h Informações: 11/5588-3085 e 11/7174-8676 AULAS DE DANÇA Prof. Marcos Kina Onde: Soc. Bras. de Cult. Japonesa – Bunkyo (Rua São Joaquim 381, Liberdade) As 5ª feiras Horário: 11h às 12h30 NIKKEY CULTURAL Karaokê: aulas com o prof. e maestro Hideo Hirose (2ª, 3ª, 4ª, 6ª e sábado) e a profa. Tsuguiko Hongo (5ª). Dança Social: Prof. Murae domingo (de manhã), Prof. Hayashi (2ª das 15h às 20h), Prof. Tahira (6ª das 13h às 16h30), Profa. Luciana Mayumi - Aulas de Tango (2ª e 4ª das 20h30 às 23h), Profa. Massako Nishida (4ª das 9h às 16h), Prof. Willian (sábado à tarde), Profa. Sato Tazuko (sá-

bado de manhã) e Profa. Yukie Miike (3ª, 5ª e domingo, diversos horários). Aulas de Violão, Guitarra e Baixo: Prof. Eder (sábado das 9h às 18h) Aulas de Japonês: (básico, intermediário e avançado) Profas. Keiko, 2ª e Isabel Kayoko, diversos horários. Obs: aulas de Português para estrangeiro com Profa. Isabel Kayoko. Aulas de Inglês: (básico, intermediário e avançado) Prof. Anderson (sábado), Profa. Priscila (diversos horários). Aulas de Informática: Prof. Vic­ tor Kawata (diversos horários) Aulas de teclado: Profa. Neide (diversos horários) Tênis de Mesa: Prof. Mario Nakao - Técnico da Butterflay (diversos horários). Onde: Nikkey Cultural (Praça Almeida Jr. 86 A, Liberdade) Informações: 11/3774-7456, 11/3774-7457 e 11/3774-4430 com Meily (das 9h às 17h e sábado das 9h às 14h) TELECENTRO IPK-BUNKYO Atendimento: de 2ª a 6ª, das 8h30 às 18h e sábado, das 9h às 16h Onde: Rua São Joaquim 381, Liberdade ao lado da sede do Bunkyo Informações: 11/3277-4272 CURSOS Curso de Introdução à Informática - Carga Horária: 16 horas

Digitação - Carga Horária: 20 horas Editor de Textos (Writer) Carga Horária: 20 horas Editor de Planilhas (Calc) Carga Horária: 20 horas Impress - Apresentação e Marketing Pessoal - Carga Horária: 20 horas GIMP - Carga Horária: 20 horas GIF’s - Carga Horária: 10 horas Conheça os demais cursos oferecidos nos diversos Telecentros da cidade e veja outras informações sobre oficinas em: www. prefeitura.sp.gov.br/telecentros SÃO PAULO 10º PROGRAMA BÁSICO DE ORIENTAÇÃO A CUIDADORES DE IDOSOS Onde: Rua São Joaquim, 381, sala 14 (próx. à Estação São Joaquim do Metrô) Data/hora: às quintas-feiras, das 12h30 às 16h30 Informações (de terça a quinta-feira, entre as 9h e 17h) pelo tel.: 11/3209-0215, com Sirley GUARULHOS 26º CURSO PARA FAMILIARES E VOLUNTÁRIOS QUE CUIDAM DE IDOSOS Onde: Rua Jardim de Repouso São Francisco, 881 Data/hora: às quartas-feiras, das 13h às 17h Informações (de terça a sexta, entre as 7h e 15h) pelo telefone: 11/2480-1122, com Milena

Informações e divulgação de eventos com Cristiane Kisihara cris_kisihara@hotmail.com – Tel. 11/3340-6060

EDITORA JORNALÍSTICA UNIÃO NIKKEI LTDA. CNPJ 02.403.960/0001-28

Rua da Glória, 332 - Liberdade CEP 01510-000 - São Paulo - SP Tel. (11) 3340-6060 Fax (11) 3341-6476 Publicidade: Tel. (11) 3340-6060 Fax (11) 3341-6476 jnippak@gmail.com cris_kisihara@hotmail.com

JORNAL NIPPAK Diretor-Presidente: Raul Takaki Diretor Responsável: Daniel Takaki Jornalista Responsável: Takao Miyagui (MTb. 15.167) Redator Chefe: Aldo Shiguti Repórter Fotográfica: Luci J. Yizima Colaboradores: Erika Tamura, Jorge Nagao, Kuniei Kaneko, Shigueyuki Yoshikuni, Célia Kataoka, Paulo Maeda, Cristiane Kisihara e Marcos Yamada Periodicidade: semanal Assinatura semestral: R$ 80,00 jornaldonikkey@yahoo.com.br

Reservas com Beth: 11/32092609, Cel.11/99904-2237 e e-mail: bethpromomoter@gmail. com KARAOKÊ DANCE TOKUSHIMA Onde: Tokushima Kaikan (R Antonio Maria Laerte 275, Metro Tucuruvi) Dia 07/12/2013 Horário: 9h às 17h Informações: 11/4748-5896 Sra Inaba KARAOKÊ-DANCE NIKKEY CULTURAL Pioneiro nessa atividade cujo objetivo é de proporcionar um ambiente familiar onde os freqüentadores cantam suas músicas preferidas e dançam ritmos como o chá chá chá, rumba, forro, samba e country. Todos os domingos e neste domingo baile com música ao vivo, participação ISSAMU MUSIC SHOW, das 18h às 22h. Onde: Nikkey Cultural (Praça Almeida Jr. 86 A, Liberdade) Dia 08/12/2013 Horário: 8h às 22h (incluso: café da manhã, missoshiru, almoço às 12h30, refrigerantes, àgua, chá e café.). Informações: 11 / 3774-7456 / 3774-7457 / 3774-7443 www.nikkeycultural.com.br Estacionamento: Parceria com estacionamento JPS Park - Rua Conselheiro Furtado, 549, Liberdade. Pagamento de R$10,00 (dez Reais) por período, na semana e nos domingos com seguro. MÍMICA COM O SAN, O JAPA SEM NOÇÃO – NEWTON YAMASSAKI O espetáculo conta com esquetes cômicas de mímica: Halterofilista, Lenhador, Sanduíche, Escova de dentes, Cabelo, Goleiro, Motoqueiro, Natação. Malabarismo de rebote (bolas saltitantes) e bola de malabares de contato. Duração: 55 minutos. Onde: SESC Belenzinho (Rua Padre Adelino 1000, Belenzi-

nho) De 08 a 29/12/2013 Horário: Domingos às 16h Ingresso: Entrada Gratuita Informações: www.sescsp.org.br HUMAN CONNECTION PROJECT Um projeto inovador e interdisciplinar, que compartilha uma nova metodologia de apresentação do conhecimento em desenvolvimento na Universidade de Harvard. Os participantes criaram, ao longo de um ano, vídeos com até cinco minutos de duração, contendo imagens e sons previamente fornecidos. Os roteiros, criados livremente, têm um objetivo em comum: destacar as diferentes formas de olhar e sentir os temas da cultura japonesa. Dia 13/12/2013 Horário: 9 h Onde: ECA/USP – Escola de Comunicações e Artes - CTR – Departamento de Cinema, Rádio e Televisão (Av. Prof°. Lúcio Martins Rodrigues 443, Prédio 4, Cidade Universitária, São Paulo/SP) Informações: 11/3091-4332 e 11/3091-4020 Dia 13/12/2013 Horário: 18 h Onde: MIS – Museu da Imagem e do Som (Av. Europa 158, Jardim Europa, São Paulo/SP) Informações: 11/2117-4777 Ingresso: Entrada gratuita (Retirar senha meia hora antes do evento, no local) BAZAR BENEFICENTE DE NATAL DO HOSPITAL SANTA CRUZ Onde: Hospital Santa Cruz – Hall da Recepção Central (Rua Santa Cruz 398, Vila Mariana) Até dia 20/12/2013 Horário: 8h às 17h Ingresso: Entrada Gratuita Informações: 11/5080-2045 Sra Yuli COMUNICADO COMUNICADO – BIBLIOTECA DA FUNDAÇÃO

JAPÃO A Biblioteca estará fechada no período de 3/12/2013 (segunda-feira) a 20/01/2014 (segunda-feira). Voltará a funcionar normalmente dia 21/01/2014 (terça-feira). Horário de funcionamento: 3ª à 6ª das 10h30 às 19h30, Sábados das 10h30 às 18h30, Domingos e Feriados Fechado. Onde: Av. Paulista 37, 2º andar, Paraíso, São Paulo/SP Informações: 11/3141-0110 ou biblioteca@fjsp.org.br PALESTRA PALESTRAS PREPARATÓRIAS DO CIATE 10/12 – terça-feira – 14h às 16h – “Tempo de Mudar: Projetos, Sonhos e Realizações.” 12/12 – quinta-feira – 14h às 16h – “Descobrindo Talentos – Como se encaminhar profissionalmente.” Onde: Ciate - Centro de Informação e Apoio ao Trabalhador no Exterior (Rua São Joaquim 381, 1º andar, sala 12, Liberdade) Informações: 11/3207-9014 e r e www.facewww.ciate.org.b​ book.co​m/ciate EXCURSÃO EXCURSÃO PARA ILHA GRANDE - POUSADA MARIA BONITA. Partida dia 16/01/2014 às 23h em ônibus luxo. Passeios de escunas nas melhores praias e locais da Ilha Grande. Bailes nas noites dos dias 17 e 18/01/2013 com o tecladista e vocalista Issamu Music Show. Pescaria noturnas Reservas com Mely 11/37747456, 11/3774-7457, 11/37747443, Emilia Iritsu 11/37519910, 11/99510-8499, Professores Hayashi ou Jose Iritsu 11/99857-3845. Informações e divulgação de eventos com Cristiane Kisihara cris_kisihara@hotmail.com – Tel. 11/3340-6060


JORNAL NIPPAK

São Paulo, 05 a 11 de dezembro de 2013

3

política

COLUNA DA ERIKA TAMURA

Nishimori: “Não mudei de qualquer jeito, consultei advogados antes” divulgação

O

ministro Dias Toffoli, do Tribunal Superior Eleitoral(TSE), em decisão monocrática tomada no último dia 27 negou o pedido de Paulo Rosenmann, suplente da coligação PRB/ PP/PPS/DEM/PSDB, que reivindicava a perda de cargo do deputado federal Luiz Nishimori, por ter se transferido do PSDB para o PR. O ministro considerou que Rosenmann (que é o sétimo suplente da coligação) não é parte legítima ativa para postular o mandato eletivo do titular, uma vez que não seria ele o sucessor imediato em caso de eventual declaração de vacância do cargo. Em entrevista ao Jornal Nippak, Luiz Nishimori afirmou que está “tranquilo” quanto as notícias veiculadas O deputado federal Luiz Nishimori, que trocou o PSDB pelo PR: “Um partido médio” pela grande imprensa relacionadas ao pedido que existem três casos que 40ª Missão – Sobre a 40ª de cassação de seu possibilitam a troca de par- Missão Econômica e de Amimandato. zade ao Japão e a China em tidos. Na semana pas“O primeiro, no caso de parceria com a Câmara do sada, tão logo o um parlamentar ser expulso Comércio e Indústria BrasilMinistério Público de uma legenda; em segundo, -Japão do Paraná, Nishimori Eleitoral ingressou quando as duas partes, isto é, disse que “foi um sucesso”. com ações no TSE o deputado e o partido entram Realizada em outubro, a para cassar o manem acordo – é o chamado viagem registrou recorde dato de 13 depusalvo conduto – e no terceiro de participantes – 76, entre tados federais por e último caso quando a trans- empresários e políticos – e terem trocado de ferência ocorre para partidos celebrou, além dos 40 anos partido sem justa de missões, o 40ª aniversário recém-criados”. causa, Luiz Ni“O meu caso se encaixa do tratado de irmandade enshimori divulgou na segunda hipótese. tre Maringá e Kakogawa. um comunicado à “Estivemos em audiênManifestei interesse em muimprensa no qual dar de partido e o PSDB me cia com o príncipe herdeiro reproduz uma carta liberou. Tanto o Beto Richa, ao trono do Japão, Naruhiassinada pelo preque é o governador do Pa- to, que mandou lembranças sidente nacional raná, quanto o Aécio Neves para o povo brasileiro, e com do PSDB, o senaconcordaram”, disse Nishi- o primeiro vice-ministro e midor Aécio Neves, mori, afirmando que a mu- nistro das Finanças do Japão, autorizando a sua Carta assinada por Aécio Neves dança ocorreu em função de Taro Aso, além de dirigentes desfiliação em 1º “desgaste com o diretório es- da Associação Japonesa de de outubro o que, em tese, vogados e estou respaldado tadual do PSDB”. Futebol. Estivemos também oficializa a legalidade do pro- pela lei”, disse Nishimo“Já vinha conversando em Kobe, Toyohashi, Kakocedimento de transferência. ri, lembrando que já havia com o Beto Richa há algum gawa, e em Kochi, a pedido protocolado sua defesa há tempo. Apesar de ter deixado do presidente da Associação Há um mês – Segundo ele, a cerca de um mês, “antes de o PSDB continuo apoiando Cultural dos Provincianos de carta assinada por Neves ga- o Rosenmann entrar com o tanto o Beto Richa”, afirmou Kochi no Brasil, Arnaldo Karantiu a chamada “justa causa pedido”. Nishimori, acrescentando tayama, que solicitou para que para desfiliação”, nos termos “A ação do MP já era que o PR “é um partido intercedêssemos em prol da da jurisprudência firmada esperada pois eles sempre médio, com 31 deputados fe- realização do Kochi Matsujunto ao TSE. se manifestam quando há derais, o que o torna o sexto ri. E fomos muito bem recebi“Não mudei de qualquer troca de partidos”, destacou maior partido do Brasil”. dos”, explicou Nishimori. jeito, consultei vários ad- o parlamentar, afirmando (Aldo Shiguti)

MEDICAMENTOS

Ihoshi se reúne com Calabi para reduzir impostos em SP divulgação

O deputado federal Walter Ihoshi (PSD/ SP) participou, na semana passada, juntamente com a deputada estadual Maria Lúcia Amary (PSDB), de Ihoshi e Amary durante reunião com o secretário uma audiência Calabi com o secretário da Fazenda de São Pau- o secretário particular do golo, Andrea Sandro Calabi, e vernador Geraldo Alckmin,

Ricardo Salles, para discutir a redução tributária sobre os medicamentos no Estado. Estudos que justificam a diminuição dos impostos já foram apresentados na Secretaria da Fazenda, que agora analisa as possibilidades. Além de Ihoshi e Amary, participaram da reunião representantes das entidades farmacêuticas. Dentre eles, estavam o diretor executivo da Abafarma, Jorge Froes, o presidente da ABCFar-

ma, Pedro Zidoi, o diretor da Interfarma, Pedro Bernardo, o diretor executivo da Abradilan, Geraldo Monteiro e o presidente do conselho da Drogaria São Paulo, Ronaldo Carvalho. Ihoshi é presidente da Frente Parlamentar Mista para a Desoneração dos Medicamentos, criada em Brasília, em maio deste ano, que reúne mais de 200 deputados e senadores simpatizantes dessa causa.

O futuro dos jovens brasileiros no Japão Amo morar no Japão, admiro esse país que tão bem me acolheu, adoro viver aqui, mas tenho que fazer uma observação não muito positiva do que tenho visto por aqui, a educação dos jovens brasileiros que aqui vivem. O que tenho notado é a falta de qualificação dos jovens, e um grande despreparo para a entrada no mercado de trabalho. Alguns pais optam pela escola japonesa, e esquecem-se das raízes brasileiras, resultado: a criança não sabe falar português, e muitas vezes por falta de orientação dos pais, acabam por trabalhar em fábricas. Outros pais optam pela escola brasileira no Japão, e a criança não aprende o idioma local, tem acesso a um estudo básico, mas sem estrutura para a criança voltar ao Brasil e prestar vestibular de uma grande universidade. Resultado: jovens trabalhando em fábricas, novamente. Não que eu seja contra o trabalho em fábrica, eu mesma já trabalhei, mas acho importante a qualificação da mão de obra, acho essencial a chance de ingresso em uma universidade, tanto no Brasil quanto no Japão. Porque jovens sonham, têm vontades, mas os sonhos começam dentro da estrutura familiar, se os pais não incentivarem para a busca de uma formação, os jovens por si só buscarão outros caminhos condizentes com a sua realidade atual, ou seja, os pais trabalham em fábricas, então o caminho natural é de que os filhos também irão trabalhar em fábrica. Mas não, isso não pode acontecer, pois a chance de se buscar uma nova realidade está aí. E por que não usar a oportunidade de estar morando fora do Brasil para agregar um diferencial em seu currículo? E conversando com o Cônsul brasileiro da jurisdição de Tóquio, Ministro Marco Farani, vi que essa também é uma preocupação do consulado. Farani citou a importância dos estudos dos jovens da comunidade brasileira no Japão, pois ressaltou que os pais vieram ao Japão em busca de um futuro melhor, saíram do Brasil conscientes de que teriam que trabalhar em fábrica, assinaram contratos para que esse trabalho seja cumprido, o que não é certo é esse tipo de contrato se estender aos filhos, e achar normal que o legado seja hierarquicamente assim porque não é, tem que ter a

oportunidade de uma nova janela. Vivo no Japão há 16 anos, e nunca vi um cônsul tão engajado e focado no desenvolvimento da comunidade brasileira, como vejo agora. E já disse num artigo anterior e volto a ressaltar que nunca vi um consulado tão participativo como o consulado atual. Tudo obra e responsabilidade do atual Ministro, Marco Farani. E essa minha preocupação, com os jovens brasileiros, não é uma preocupação que diz respeito somente a mim, pois vejo ONGs engajadas em projetos abordando esse tema, e a nível mundial, esse assunto me parece bem discutido, mas pouco resolvido. Tanto é que li um artigo do ex-Presidente Fernando Henrique Cardoso, que cita um projeto de educação pública à distância, se isso realmente for viável e acessível à todos, será um grande passo para ajudar a solucionar uma parte dos problemas a que me refiro. Engajamento político muito podem ter, mas abraçar uma causa social, de cunho irrelevante é digno! Eu levantei essa bandeira, não por querer ser socialmente digna, mas por me preocupar com o futuro dos imigrantes no Japão, pois os brasileiros já deixaram de ser decasséguis, pois a maioria optou por viver aqui, e aqueles que pretendem retornar ao Brasil, acabam passando mais tempo que o planejado em sua jornada nipônica. Não adianta eu, o Ministro Farani, o Fernando Henrique, o papa, estarmos preocupados com o futuro dos jovens, se a própria comunidade não tiver interesse em mudar esse quadro, é uma luta que diz respeito à todos, e consequentemente trará benefícios mútuos. Como disse o Farani, já está mais do que na hora do Japão conhecer as qualidades do povo brasileiro, e temos condições de ter um representante de expressão no cenário do Japão, tanto político, artístico, empresarial... Pois potencial para isso os brasileiros têm, falta apenas um direcionamento para isso.

mãe. O pai explicou-lhe que no Japão, salvo por motivo grave, toda criança, até 15 anos, naquele horário, obrigatoriamente, deveria estar na escola e que, por isso ela estranhara. Pois é, aqui também deveria ser assim, pensei, não sem antes dar uma olhada em volta enquanto o menino corria para o carro de trás. Logo, vi, sentado preguiçosamente sob a sombra de uma árvore o pai... ou o explorador do menor, confirmando que para atender ao meu anseio, muito ainda há que se fazer. Né, não?!

Até porque, falando em Copa, está por vir e, junto, trazendo o olhar do mundo também ao nosso íntimo e... — Bip! Bip!... — Caramba! O sinal abriu!

*Erika Tamura nasceu em Araçatuba (SP) e há 15 anos reside no Japão, onde trabalha com desenvolvimento de criação. E-mail: erikasumida@hotmail.com

NIPÔNICA

Lugar de Criança.. No dia que ocorreu o acidente no estádio do Corinthians, onde deverá ocorrer a abertura da Copa, estava em trânsito quando ouvi a notícia pelo rá­ dio. Quase que ao mesmo tempo, parei num semá­ foro e, distraído, quase que me passa desapercebido a aproxima­ção de um menino.

— Ei! Ei! Não! — gritei, sinalizando com a ponta do dedo ao menino prestes a limpar o para-brisa de meu

carro com uma garrafa pet e um mini-rodo, para depois pedir uns trocados. O menino devia ter uns doze anos. Logo, veio-me a lembrança um fato contado por um colega tão logo aportou no Japão, com a família e que fora para trabalhar em uma multinacional japonesa. Chegando com certa antecedência pode realizar toda a burocracia de registro de residência para a família no bairro onde moraria. Tinha duas crianças em idade escolar de primeiro grau, mas como chegara em época fora do normal para a matrícula delas, aca-

baram ficando dois dias de folga... para a alegria delas, pois deslumbradas que estavam com o que viram no caminho do aeroporto até suas nova morada puxavam a mãe para que as levassem ao algum shopping da redondeza. No segundo dia, à noite, o filho de doze anos contara ao pai que, pela manhã, no supermercado, em um momento que se desgrudou da mãe, fora abordado por uma senhora que insistia em saber por que não estava na escola naquele momento e que só se livrou do embaraço com a chegada da

Cai o guindaste, Memorial pega fogo... E essa criança?

*Silvio Sano é arquiteto, jornalista e escritor. E-mail: silviossam@ gmail.com


JORNAL NIPPAK

4

São Paulo, 05 a 11 de dezembro de 2013

BAIRRO ORIENTAL

Toyo Matsuri deve atrair uma multidão neste final de semana ao bairro da Liberdade FOTOS: LUCI JUDICE YIZIMA

D

ando início às festividades de final de ano, acontece nos dias 7 e 8 de dezembro, no bairro da Liberdade em São Paulo, o tradicional “Toyo Matsuri – Festival Oriental”, onde as principais ruas do bairro serão decoradas com “nobori” - bandeiras típicas com mensagens de Boas Festas pelos comerciantes do bairro. A cerimônia de abertura oficial está prevista para sábado (7), às 14h40 no torii (portal vermelho). O evento terá como atrações as apresentações de danças folclóricas orientais como, Rizumu Kenko Taiso com participação de dançarinas de várias associações, Represa Ren Awaodori, apresentação de grupo de taikô (tambores) Tangue Setsuko Taiko Tai, Show Musical, karaokê e muito mais. Os organizadores estimam que mais de 50 mil pessoas compareçam ao evento. Além das atrações será mantida a tradicional Feira de Artesanato na Praça da Liberdade onde os visitantes terão mais opções de barracas com comidas típicas orientais e trabalhos artesanais. Outra alternativa será um corredor com barracas de alimentação e artesanato na Rua Galvão Bueno que ficará fechada para o trânsito de veículos entre as ruas Américo de Campos e Rua dos Estudantes, só será permitido a circulação de pedestre. O “Toyo Matsuri - Festival Oriental” é promovido pela

Associação Cultural e Assistencial da Liberdade, com o apoio da Prefeitura Municipal de São Paulo. O evento é aberto ao público e gratuito, venha e traga toda a família para apreciar atividades da cultura oriental e saborear a rica gastronomia oriental. (Luci Júdice Yizima)

Toyo Matsuri – Festival Oriental Onde: Praça da Liberdade – Liberdade – São Paulo – SP (Metrô Liberdade) Quando: Dias 7 e 8 de dezembro (Sábado e Domingo) Hora: 14h às 19h no Sábado e das 12h às 17h30 no Domingo (As atrações) Informações: (11) 3208-5090

PROGRAMAÇÃO(*)

Depois da Cerimônia Xintoísta, convidados e autoridades caminham até a Praça da Liberdade

Público poderá conferir uma série de atrações programadas para o Toyo Matsuri

SÁBADO 14H20: Ginástica Rádio Taiso 14H41: Ginástica Rizumu kenko Taiso 14H40: Cerimônia Xintoísta - Templo Xintoísta Nmbei Jingu 15H: Abertura – Show de Taikô (Tangue Setsuko Taiko Tai) 15H21: Dança Folclórica (Hanayagui Kinryukai) 15H32: Dança Folclórica (Awaodori Represa Ren Awaodori) 15H52: Saudação das Autoridades 16H15: Dança - Liberdade Ondo (ACAL/Grupo Shinsei ACAL) 16H26: Dança Folclórica – Kasa Odori (Tottori Kenjin Kai) 16H35: Dança Folclórica (Mimbu Ribeirão Pires) 16H40: Dança Folclórica (Mimbu Ribeirão Pires) 16H46: Dança - Furusato Daiko (Dança Folclórica) 16H51: Dança - Manzai Kurushi (Dança Folclórica) 16H56: Dança – Matsuri

Dance 17H13: Atrações de Palco (Rádio e TV Nikkey) 18H13: Término DOMINGO 12H: Ginástica Rádio Taiso 12H26: Ginástica Rizumu Kenko Taiso 12H52: Atrações de Palco (Rádio e TV Nikkey) 13H52: Dança Folclórica (Shinsei/Acal) 13H58: Dança Folclórica (Acal) 14H04: Artes Maciais Bujinkan Hattori Hanzo 14H25: Dança Folclórica (Shinsei/Acal) 14H31: Dança Folclórica (Acal) 14H37: Dança Folclórica (Shinsei/Acal) 14H43: Artes Maciais Aikido Maruyama 15H08: Show Musical - Elisio anime 16H08: Show Musical Megaphonic’s 17H08: Encerramento (*) Programação sujeita a alteração

INTERCÂMBIO

COMUNIDADE

Associação de Ex-Estudantes celebra os 100 anos da Universidade Sofia de Tóquio

Bunkyo realiza hoje cerimônia comemorativa ao aniversário do Imperador do Japão

arquivo pessoal

Evento reuniu mais de 50 ex-estudantes e intercambistas de SP, Campinas, Porto Alegre

A Universidade Sofia de Tóquio completa um século de fundação em 2013. Para marcar a data, realizou, no dia 1º de novembro, na capital japonesa, cerimônia que contou com a presença do imperador Akihito, da impretriz Michiko, e do casal de príncipes Félix, de Luxemburgo. A Associação de Ex-Estudantes da Universidade Sofia do Brasil também organizou um almoço num restaurante paulistano no último dia 9 para comemorar o acontecimento. O evento reuniu mais de 50 ex-estudantes e intercambistas de São Paulo, Campinas e Porto Alegre, entre outras localidades. O presidente da associação, Makuta Masao, explicou que a ideia é comemorar juntos a história de 100 da faculdade. Além disso, contou, “vamos continuar promovendo nossa atividade da reunião de ex-estudantes.”

O presidente da Mitsubishi Corporation do Brasil, Takashi Kuroko, também participou do encontro. Formado no curso de espanhol de Sofia, Kuroko destacou que curte bastante reuniões assim pois trata-se de uma oportunidade para conhecer pessoas novas, “fora da nossa relação de trabalho”. História – A Universidade

O Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social) realiza no próximo dia 5 (quinta-feira), a partir das 9 horas, a Cerimônia Comemorativa ao Aniversário do Imperador, no Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil, na Rua São Joaquim, 381 – 9º andar – Liberdade – SP. Nascido em 23 de dezembro de 1933, o Imperador Akihito completa 80 anos de idade e ascendeu ao trono em 1989, abrindo a era Heisei. Cumprindo a tradição comemorativa na comunidade nipo-brasileira, a cerimônia será organizada conjuntamente pela Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social (Bunkyo), Beneficência

divulgação

Cerimônia no Bunkyo cumpre tradição comemorativa

Nipo-Brasileira de São Paulo (Enkyo), Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil (Kenren), Aliança Cultural Brasil-Ja-

Sofia (Jochi daigaku) é uma universidade privada e católica localizada no distrito de Chiyoda, em Tóquio, fundada em 1913 por jesuítas. A Associação de Ex-estudantes do Brasil atua há cerca de 50 anos. Atualmente, tem mais de cinco intercambistas que estudam português no Brasil. (Yukako Nagamura, especial para o Jornal Nippak) ADMITE-SE Ajudante de Sushiman Idade 16 - 40 vaga 2 ou 3

Garçonete RESTAURANTE

Idade 18 - 50 Vaga 2 ou 3

SHIN ZUSHI Tel.: (11) 3889-8700 Tel / fax: (11) 3889-8725 Rua Afonso de Freitas, 169 - Paraíso São Paulo - SP | shinzushi@gmail.com

pão e Federação dos Clubes Nipo-Brasileiros de Anciões do Brasil (Jukuren). Informações pelo telefone: 11/3208-1755


JORNAL NIPPAK

São Paulo, 05 a 11 de dezembro de 2013

5

karaokê 1

Equipe feminina amplia vantagem na 19ª edição do Kohaku Utagassen do Instituto NAK do Brasil fotos: silvio sano

R

ealizado no dia 1º de dezembro, o 19º Kouhaku Beneficente da NAK criou grande expectativa e otimismo em relação ao do próximo, por ser a da 20ª edição Segundo seus idealizadores, o casal Akihisa e Júlia Kitagawa, a intenção é de uma produção digna da importância do feito. “E contando com a dedicação dessa abnegada e sempre eficiente comissão organizadora, só podemos mesmo ficar muito otimista em relação ao do ano que vem”, afirmou a presidente da sucursal brasileira, Instituto NAK do Brasil, Júlia Kitagawa. Foram 32 pares que se apresentaram diante de um auditório lotado e, por se tratar de uma disputa com conotação de também entreter o público, a um corpo de jurados composto por representantes das principais entidades e empresas vinculadas à comunidade, mas de nenhum político nikkei, apesar do comparecimento de alguns e assessores, na abertura oficial que ocorreu a partir das 9h. Foi quando a presidente Júlia anunciou a predisposição de toda a comissão em relação a uma grande realização ao evento de 2014. Ao deste, inclusive, já vieram participar cantores de regiões longínquas, tais como de Belém do Pará ou Taquaritinga (SP). “Foi minha segunda par-

Apresentação de Sandra Higaki, de Campinas

Elzo Sigueta entrega o estandarte para representantes da Equiipe Feminina

ticipação, mas de novo como muita emoção devido à qualidade de todos e de um auditório como este”, afirmou com satisfação, Yoshimasa Watanabe, empresário e presidente da Associação Japonesa de Taquaritinga. “Cantar acompanhada de banda (NAK Band) é sempre muito gratificante”, afirmou Edna Nishiya, feliz com a vitória de sua equipe. O resultado final indicou vitória arrasadora da equipe feminina, sem deixar claro a diferença porque na hora da contagem que, tradicionalmente, é feita em conjunto,

Yoshiaki Kagawa, presidente da NAK de Belém

Elzo Sigueta, Akihisa Kitagawa, o deputado federal Junji Abe, o casal Pedro e Eunice Mizutani e Silvio Sano (da esq para a direita)

Mario Chibana

Pedro Mizutani, de Piracicaba

com as bolas brancas (do masculino) terminando muito antes, tudo se transformou numa única festa, feminina. Com isso, nesses dezenove anos, a equipe feminina ampliou o placar para 11 a 7 e um empate. “Mas foi, como sempre, uma vitória de todos. E

aproveito para convidar a todos para o do ano que vem que, garanto, será uma festa ainda mais bonita”, concluiu Júlia, orgulhosa por mais essa realização. Veja mais fotos à pag 9 (Silvio Sano, especial para o Jornal Nippak)

Mari Nishimura

KARAOKÊ 2

UPK realiza bonenkai, seminário para jurados e sorteio de regionais para o Paulistão fotos: silvio sano

Com presença maciça de associados e simpatizantes, a UPK – União Paulista de Karaokê – realizou no dia 30 de novembro, três eventos de uma só vez: seminário aos jurados (desde as 8h), almoço-bonenkai e sorteio da ordem dos cantores por regionais ao Paulistão 2014 que ocorrerá em Jacareí nos dias 07, 08 e 09 de fevereiro. Pela manhã, no seminário, com participação de jurados e aspirantes (cerca de 70), muitos temas foram discutidos desde regulamentos, concursos até em relação às posturas de jurados (veteranos ou novos) e a critérios de notas. “Quando se fala assim, dá a impressão de ser o de sempre, mas não é. Sempre há muitas novidades a se debater e hoje foi muito produtivo”, afirmou Satiko Ono, veterana jurada e professora à reportagem. “Como no caso da obediência às partituras, levantada aqui, que procuramos deixar claro que é sim uma referência, mas que se o cantor estiver no ritmo, mesmo dando uma nuance diferente, isso, pode ser considerado, quem sabe, até como uma virtude”, foi enfática. Dessa forma, o seminário até se estendeu além do programado. Em seguida, deu-se início ao bonenkai, propriamente

Convidados, políticos e autoridades no bonenkai da UPK

dito, com presença de cerca de 200 pessoas que se deliciaram com as comidas produzidas por elas próprias, já que no esquema japonês do mochiyori e, bem como com os shows-brincadeiras produzidos por esses que estão acostumados com palco, inclusive um teatrinho com protagonismo de jurados veteranos e cujo destaque foi

Participantes de Mogi

Katsuyuki Sano clonando Erika Kawahashi

Bonenkai teve encenação de teatro

a afirmação da veterana Tereza Kato que, em meio à encenação se dirigiu à plateia repleta de cantores: “Olha aí, pessoal, é na mão desses jurados aqui que vocês estão nos taikais”. E outras atrações mais se seguiram, sempre procurando a interação com o público presente, como as meninas de Mogi ou o simpático grupo Rizumu

Kenko Taisô (ACAL). Aproveitando o ensejo, com a presença e testemunho de todos os representantes regionais da UPK foi realizado, rapidamente, o sorteio de ordem dos cantores por regionais e categorias ao Paulistão 2014. (Silvio Sano, especial para o Jornal Nippak)

Grupo de Mogi

Público presente no bonenkai

Seminário para jurados


JORNAL NIPPAK

6

São Paulo, 05 a 11 de dezembro de 2013

tv ­­

“Casa de Colono Japonês” será reapresentado sábado e domingo divulgação

O

SescTV reapresenta neste sábado (7), às 05h; e no domingo, às 10h, Casa de Colono Japonês, o quarto episódio da série Habitar Habitat. Comandada pelo jornalista Paulo Markun e pelo cineasta Sergio Roizenblit, a equipe do programa viajou ao Vale do Ribeira para registrar as casas de encaixe, sem parafusos, que podem ser mudadas de lugar. O episódio, de 52 minutos, mostra ainda a tradição mantida pelos descendentes dos imigrantes japoneses presente em altares que homenageiam os mortos, na música do taiko, o tambor japonês que os jovens ainda tocam, e na comemoração do Tooro Nagashi que acontece anualmente, em 2 de novembro, quando lanternas são lançadas em um rio com o nome dos antepassados. Habitar Habitat – O programa apresenta ainda cenas da missa em comemoração aos 84 anos da Igreja Anglicana de Registro, uma casa tipicamente oriental, onde os fiéis são cristãos, como explica a escritora Carmem Kawano. O arquiteto Vitor Hugo Mori explica o projeto de reforma da igreja. A sede da KKKK era em Registro e ofereceu aos colonos locais a infraestrutura que precisavam para se instalar. Como proprietários das terras, os imigrantes construíram residências para durar muitas décadas utilizando as técnicas de elaborada carpintaria. A estrutura da casa japonesa é toda modular, em madeira, construída a partir da medida do ken, ou tatame. As peças são de encaixe, sem utilização de pregos, e seguem um projeto numerado. Podem ser desmontadas, transferidas do terreno, e remontadas novamente. O preenchimento

Episódio, de 52 minutos, mostra tradição mantida pelos japoneses

Casa tipicamente oriental

Casas de colonos encontradas no Brasil são raras no Japão

das paredes é de barro, semelhante ao pau a pique brasileiro, e com um acabamento de argamassa. O arquiteto Rogério Bessa explica o apogeu da colônia e a decadência que se seguiu com a Segunda Guerra e o fracasso das atividades agrícolas. No início, sair do Japão rumo ao Brasil era uma boa opção para os filhos não-primogênitos, mas a iniciativa da KKKK não deu certo

pois o café não se adequou à região do Vale do Ribeira. Com a falência da KKKK e a repressão aos japoneses durante a Segunda Guerra, os colonos foram incorporados ao meio urbano e as técnicas construtivas foram deixadas de lado. Construída no auge da produção de chá, a Casa Shimizu era moradia e fábrica no mesmo imóvel, mas hoje se encontra abandonada. A Casa

Amaya também é de uma família produtora de chá, que fechou a fábrica, mas mantém o local. Os descendentes vivem em uma nova residência, mas esta segue a arquitetura ocidental. Outro exemplo registrado em Habitar Habitat é a Casa das Pedras, construída em cima de duas pedras que margeiam um rio. A construção típica da carpintaria oriental está em ruínas, mas o atual proprietário Antonio dos Anjos espera a ajuda da equipe do IPHAN. O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional visita a região desde 2007, tombando as construções que resistiram ao tempo e vão ser restauradas. Quem também espera ansiosamente pelo apoio do IPHAN é a sra. Okiyama. Às vésperas de completar 90 anos, ela brinca que vai fazer força para viver 100 anos e ver sua casa reformada. A sra. Okiyama mora no local há quase 70 anos, mas sua casa que foi comprada em outro terreno, desmontada e remontada no atual. Entrar em sua residência é uma viagem no tempo já que ela ainda cozinha no fogão de lenha, produz o próprio sabão e tem móveis com mais de 100 anos. As casas de colonos japoneses encontradas no Brasil quase desapareceram no Japão. Uma delas foi inclusive comprada por um museu que desmontou o imóvel no interior de São Paulo para montar no Japão. Casa de Colono Japonês Reapresentações: Dias 07/12, às 05h; e 0-8/12, às 10h. Para sintonizar o SescTV: Canal 3, da Sky; Canal 137, da NET; Canal 29, da Oi TV. Ou consulte sua operadora. A série Habitar Habitat também disponível no portal www.habitarhabitat.com.br

CERÂMICA

CONCERTO DE NATAL

Exposição reúne mais de 100 peças na Vila Mariana

Corais Bunkyo, Paineiras e Piccolo se apresentam hoje

divulgação

divulgação

Exposição prossegue até esta sábado na Fundação Mokiti Okada

Apresentação reúne cerca de 50 vozes hoje no Bunkyo

Ceramistas, professores e alunos do Instituto de Arte Cerâmica da Fundação Mokiti Okada apresentam até este sábado (7), na Vila Mariana, em São Paulo, suas obras na exposição “Transformação da Argila em Cerâmica”. O evento reúne objetos culturais e utilitários como pratos, vasos, luminárias, bijouterias, figuras humanas e outras peças. A exposição tem como objetivo promover

Depois da movimentada comemoração aos 20 anos de atividades, o Coral Bunkyo intensifica os preparativos para a próxima apresentação. Trata-se do esperado “Concerto de Natal”, que neste ano reúne três corais – Piccolo, Paineiras e Bunkyo, sob a coordenação do maestro Teruo Yoshida. O evento acontece hoje (5), às 20h30, no Grande Auditório do Bunkyo, na Rua São Joaquim, 381 – Liberdade. Serão 50 vozes entoando

a arte e apresentar o resultado do processo criativo dos artistas ao longo do ano de 2013. O evento é gratuito e aberto ao público em geral. Local: Rua Morgado de Mateus, 77 - Vila Mariana, São Paulo (SP). Aberto ao público: 21/11 a 7/12, de segunda a sexta-feira das 10 às 19 horas Contato: (11) 5573-8099 ou pelo e-mail iace@fmo.org.br.

musicas natalinas e que, neste ano, estarão interpretando uma composição de Tchaikowsky: A Suíte Quebra Nozes, mais conhecida por ser uma peça para balé relacionada ao tema de Natal. Marie Miki, presidente da Comissão do Coral Bunkyo, informa que o ingresso ao “Concerto de Natal” custa R$ 15,00 e terá a renda destinada às obras de reforma do Bunkyo. Informações pelo tel.: 11/3208-1755

COLUNA DO JORGE NAGAO

Compadre Paulo, Inadmissível esse interminááável silêncio nosso, depois da partida da comadre Roseli, e você, Paulo, tem razão pensando assim. Parece estranho mas, em casa, temos dois departamentos: o do humor, da gaitice, fica comigo; e o da seriedade, do pé no chão, quem cuida é a comadre, ou cumadi, como escrevia a Rô. Tem funcionado assim há décadas. O Nando puxou mais pra mãe, ainda bem. Não sei lidar com esse imenso desconforto diante de uma perda monumental como essa. Por mais que fosse esperado e por mais espiritualizada que seja a sua família, compadre, imaginamos o grande vazio em que vocês mergulharam. Ficamos devastados depois que abri o email, no final de janeiro, e li a trágica notícia com o título “Só mudei de ares”. Sabíamos que a saúde dela era frágil. A última vez que a vimos foi num leito de hospital, aqui em São Paulo, há dois anos. Nossos contatos eram virtuais, trocávamos mensagens de tempos em tempos. Ela me enviava piadas, matérias sobre saúde, terceira idade, essas coisas pré-Facebook que veio para praticamente extinguir com o e-mail. Eu retribuía com textos próprios ou algo que talvez lhe fizesse bem. Apesar de tudo, ela não perdia o bom humor. Lembro que comentávamos sobre um show de Paul McCartney, em que ela que não fora, e ela se consolou assim: - Não fui mas logo me encontrarei com o John e George. Mesmo morando longe, nos anos 80 e 90, nos víamos com certa frequência. Especialmente na fase paulista em que vocês moravam em Campinas e São Francisco Xavier. Lembro de uma brincadeira de mímica para adivinhar o nome de um filme, em que paguei um mico inesquecível. Depois vocês mudaram para Niterói e finamente se instalaram em Cabo Frio. Os 582 km que nos separam, mais a perda de pique com o DNA, data de nascimento antiga, nos distanciaram ainda mais. Ainda bem que temos fotos e filmagens devidamente dvdeadas para lembrarmos dos bons tempos. Davar- um caminho de almas, seu livro, não sei quando você começou a escrever mas foi importantíssimo para o crepúsculo da vida da querida comadre que se sentiu orgulhosa e homenageada com a sua belíssima obra. Pesquisei no Google e vi que Davar pode ser encontrado nos principais sites como Americanas, Submarino, Buscapé e até nas casasbahia! Roseli me enviou um vídeo que explicava que “Davar são as novas mulheres presentes na Terra, construtoras de seres permanentes, eternos. Elas estão certas do caminho que nos leva ao retorno do homem e a mulher celestial, de mãos dadas”. Bonito isso. Li, gostei muito, e

recomendo, especialmente para quem valoriza a espiritualidade. Falando em escrever, lembrei-me que você me convidou para escrever no seu jornal, nos anos 80. E eu fiquei devendo. Naquele tempo, eu era especialista em frases. Como “Aquela morena detestava cabo frio, preferia um soldado quente”. Texto mais longo, como este, eu não me atrevia a escrever. Que pena, deveria ao menos ter tentado, porém eu queria ser cartunista, corri o risco e acabei desistindo dos traços e voltando às mal traçadas linhas. Quando soubemos do derradeiro suspiro da Rô, pensamos em ligar naquela semana. Apenas pensamos, deixamos pra outra, e depois pra outra, e assim se passaram três meses. No aniversário da afilhada, sem alternativa, ligamos para “Paulabenizá-la”, porém, foi inevitável, comentamos sobre a mãe ausente. Sua comadre Claudia não resistiu e chorou. A aniversariante, coitada, ficou constrangida e nem falamos com você, como havíamos planejado. Só agora, lendo a orelha do seu livro escrita pela Roseli, fiquei sabendo que, dois dias depois, você também aniversariava. Adiamos a nossa conversa, não ligamos de maio a julho, de agosto a novembro, nada. O silêncio ficou gritando esse tempo todo. Confesso que, agora, a gente já não sabe o que fazer. Quando ligarmos provavelmente ouviremos uma reprimenda, merecida, por não ter ligado antes. Se não ligarmos pairará a dúvida sobre o grande afeto que tanto nos liga. Numa madrugada dessas, insone, meditava eu sobre essa culpa de não ligar para você. Até que, finalmente, adormeci. No sonho, coincidência ou artimanhas da mente ou coração, me reencontrei com você, compadre, em seu escritório. Sem dizer nada, nos abraçamos demoradamente. Tomamos café e conversamos animadamente como antes. Abracei também a querida Paulinha. Não sei o que combinamos, apenas lembro que deixei o escritório e caminhei pela praça. Despertei. E sorri. Fui perdoado por você, cumpadi , pelo menos no sonho. Agora, terei coragem de te ligar nesta semana. Ou ficará pra próxima. Ou no Natal. Ano Novo? Não importa, você é um homem educado e saberá perdoar este compadre que tem mais coragem para pedir perdão publicamente e tem dificuldade em dar um alô! Paz profunda, frater e compadre, beijos em todos aí, até breve.

Jorge Nagao, além do Nippak e www.portalnikkei.com.br, também está na constelação do www.algoadizer. com.br. E-mail: jlcnagao@uol.com.br

ASSINE / ANUNCIE

JORNAL NIPPAK (11) 3340-6060


JORNAL NIPPAK

São Paulo, 05 a 11 de dezembro de 2013

7

COMUNIDADE/OKINAWA

Baile da Amizade da AOKB reúne amigos e casais na Liberdade fotos: osmar maeda

O

1º Baile da Amizade realizado no último dia 23, no salão da AOKB - Associação Okinawa Kenjin do Brasil, na rua Dr. Thomaz de Lima, 72, no bairro da Liberdade, reuniu amigos e casais de vários pontos da Capital. O 1º Baile da Amizade animado pela Banda OK, contou com a participação de várias associações Okinawa de Vila Carrão, Ipiranga Patriarca e Santa Maria, da zona Norte, que contam com cursos de dança de salão destinado aos seus associados e frequentadores. Para animar o público, os organizadores promoveram uma apresentação dos grupos de danças, que estavam acompanhados dos seus professores. Os grupos se esmeraram na apresentação, mas o grupo da Associação Okinawa Ipiranga, caracterizados de hippies e o Okinawa Santa Maria, com uma coreografia country ganharam merecidos aplausos do público. O serviço de buffet foi feito pela competente equipe da Associação Okinawa Santa Maria, comandada pelo chef Toshi Tamae, colaborador dos principais eventos da comunidade. “Agradeço o Eduardo Ueta que se prontificou a realizar esse 1º Baile da Amizade da AOKB, que foi um sucesso. O baile é sem dúvida, uma boa oportunidade para reunir as pessoas, que além da pratica da dança, atividade física saudável, movimenta a nossa sede social”, comemora Jorge Taba, presidente da Associação Okinawa Kenjin do Brasil. A expectativa dos organizadores é que o Baile da Amizade seja realizado todos os anos, nessa época do ano. Caso haja demanda, os organizadores pensam em realizar outros bailes durante o ano. (Colaborou: Osmar Maeda)

Casal hippie do Ipiranga

Aqueles olhos de vidro

A animação ficou a cargo da competentíssima Banda OK

Animação tomou conta do salão da Associação Okinawa Kenjin do Brasil

Buffet a cargo da ACEO Santa Maria (na foto, Toshi Tamae)

Casal dançarinos do Okinawa Ipiranga

Pais e filhos se divertiram juntos

Grupo de dança country da Associação Cultural e Esportiva Okinawa Santa Maria

Grupo de dança da Vila Carrão

Grupo de dança da Associação Okinawa Ipiranga

Dirigentes da Associação Okinawa Kenjin do Brasil

Amigos e associados da Associação Okinawa - Patriaca

Por um momento o tempo parou. Suas pernas não se moviam. A alguns metros de distância, ao tomar o terceiro vagão do metrô, na Estação Santa Cecília, lá estava: o homem dos olhos de vidro. Cores de fundo de garrafa, quase transparentes, capazes de revelar o que escondia do outro lado. O que havia por trás destes olhos? Quase espremidos nos vagões, cada um tomou seu rumo, se perderam. Não se sabe até quando. Em outras viagens, talvez. Pode ser na rua, numa livraria. Nunca se consegue livrar dos fantasmas do passado. A primeira vez aconteceu quando era criança, no sítio dos pais, nas adjacências da Via Dutra, numa das curvas que foram desapropriadas mais tarde para tornar a estrada regular. Foi numa tarde, ainda as rãs cantavam no brejão. Justamente naquele ponto da estrada, o carro da polícia sofreu avaria, quando o motor fundiu. Vapores saiam como fosse explodir. Rápido, o delegado, homem de fartos bigodes, e seu ajudante saltaram. Tinha outro passageiro, conduzido na parte de trás. As mãos imobilizadas por algemas. Soube depois, disse o delegado, tratar-se de um assassino que tirara a vida da esposa em um caso rumoroso de traição. Este nunca demonstrou qualquer arrependimento. Naquela viagem, estava sendo transferido para a penitenciária rural. - Alô, estamos com problemas – disse o delegado ao usar o telefone emprestado. Não havia mais o que fazer. Teriam que pousar aquela noite, pois o socorro viria apenas no dia seguinte. Como estavam em férias escolares, havia camas suficientes para acomodá-los. - Doutor delegado, a nossa casa é humilde e a comida simples, por favor a façam bom uso desta hospedagem – falou Noboru Yamashita. Nem a televisão tinha chegado ainda, as notícias eram ouvidas no pé do rádio, que chiava ao ouvir a Hora do Brasil. Depois, descansava-se por meia hora na varanda, instalados em bancos de madeira em que podia-se ver o céu estrelado. No canto da janela os olhos que espiavam eram os de Harumi, de nove anos, que examinava o rosto do delegado. Tinha traços enérgicos e falava com autoridade, sem parecer arrogante. Contou que tinha filhos crescidos e trabalhava na polícia há muito tempo. Gostava da profissão e deveria se aposentar nos próximos três anos. Sem muito interesse, Harumi ouvia. Quanto ao prisioneiro, tinha sido colocado num galpão ao lado, em que guardava-se ferramentas de uso diário, sacos de adubo e equipamentos de pulverização. Tinha um pouco de cheiro, que poderia incomodar. No entanto, não poderia se exigir algo melhor. Quando o ajudante do delegado, o sr. Medeiros levou um prato de comida, alguns metros atrás, Harumi acompanhou-o. Não perderia a

oportunidade. - Não posso comer algemado – alegou o prisioneiro. - Está bem, não tente fugir, pois estou de olho em você – retornou. Havia uma claridade ofuscante, de uma lamparina que queimava o resto do querosene. A noite penetrava pela pequena janela lateral, cujas estrelas faiscavam incessantemente. Havia estrelas também naquele ambiente, um tanto insólito. O prisioneiro quase indefeso levando à boca a colher de alumínio o arroz molhado no caldo de feijão e farinha. Sentado numa banquetinha o ajudante vigiava, às vezes alisava as mãos, também olhava para o céu. De fato, o céu parecia imenso visto através daquela janela. Havia uma magia. Como era imenso o universo e os homens tão pequenos e insignificantes. Foi quando os olhos do ajudante demoraram demais ao vasculhar o céu. Uma estrela faiscava e depois perdendo as forças apagou-se. Não mais voltou a acender. As estrelas também morrem... Quase limpo o prato do prisioneiro e a colher raspava como quisesse retirar mais do fundo. A tudo Harumi testemunhava. Talvez tivesse sido um erro estar ali. Que motivos ela tinha para se intrometer a na vida alheia, fato este que iria marcar-lhe profundamente. As sombras confundiam as coisas; próximo ao prisioneiro, um martelo caído. Poderia ser usado como arma. Em poucos segundos poderia golpear a cabeça do outro. O ajudante não percebeu. Não acontecia o mesmo com o prisioneiro, nem com Harumi. Este poderia ser o desfecho infeliz. Nenhuma tentativa, mas os olhares traíam. Harumi distante, quase não poderia ser percebida. Sua presença, no entanto, perturbava o prisioneiro. Melhor que ela não estisse no local. Os olhos do prisioneiro faíscam com as luzes da noite, iridescentes, até cair nos olhos de Harumi. Olhos que sugavam para o mais fundo da alma, revelando todas as torpezas e os demônios em luta feroz contra outros demônios. Se acontecesse, a única testemunha seria Harumi. Se não fosse a próxima vítima, viveria eternamente com a morte espreitando-lhe os passos. Não foi o que aconteceu. Talvez, o prisioneiro não fosse um assassino, como dizia o delegado. Talvez fosse um assassino que deixou para tarde ajustar as contas com Harumi. Justamente ela que aparecera no momento mais inoportuno. Os olhos dele eram os de uma serpente, como olhos de vidro. Hesitou a tomar o martelo nas mãos quando, um estralo, percebeu na entrada, junto à porta, parada, Harumi. Seus olhos se encontraram. Demoraram, quando alguns segundos tornaram-se uma eternidade. Mil idéias se passaram na mente de Harumi. Próxima parada: Estação da Sé. Aqueles olhos sempre a perseguiam. Olhos de vidro, transparentes.

chicohanda@yahoo.com.br


JORNAL NIPPAK

8

São Paulo, 05 a 11 de dezembro de 2013

Sacrificar tubarões para evitar ataques Medida preventiva correta ou insensatez histérica? Por Marcelo Szpilman*

Curtas

Calça Bermuda Amazon - MTK Uma grade de 9 tamanhos distintos com o propósito de contemplar o máximo possível dos biotipos existentes, faz da Calça Bermuda Amazon um produto com ótima aceitação. Além de possuir as vantagens da poliamida de última geração (conforto + secagem rápida), a sua alta gramatura (exclusivo da MTK) a torna bastante resistente. Proteção de 50+ FPS contra raios UVA e UVB. Visual moderno e esportivo, 8 bolsos com multiplas funções, estratégicamente distribuídos (laterais, frontais, posteriores) de maneira a acomodar objetos com segurança, sem causar incômodos ao usuário. Ajustes de abertura da barra da calça. Tamanhos: 38 ao 54 (tamanhos maiores sob encomenda). Cores: azul marinho, caqui, musgo, cinza, preto e camuflados (verde, cinza, caqui e tucuna). Procure nas melhores lojas do ramo. Informações www.mtkbrasil.com.br

Kicker do Brasil

Aproveite o final de ano para mudar os uniformes para 2014. Conheça a variedade de produtos para personalizar sua empresa. Uniformes profissionais, bonés, camisetas, bolsas, necessaires, mochilas e sacolas ecológicas. 24 anos costurando tradição e tecnologia! Confira no site www. kickerdobrasil.com – Contato e informações no telefone: (43) 3420 1800 e email: vendas@kickerdobrasil.com

Arranjos florais Para decorar sua casa ou escritório, na região de São Carlos/SP, experimente utilizar arranjos florais artificiais. Práticos e excelentes para ambientes internos. Consulte sobre aluguel, compra e preços. Fone (16)98190 4445 email: edilenekz@hotmail.com

Camarão Laguninha - Moro Deconto

Como não podia ser diferente, o camarão LAGUNINHA apresenta sua qualidade testada na água - onde o peixe é o fiel da balança dos resultados. Além do equilíbrio ideal na flexibilidade para a fixação no anzol (Jig head) e, para ferradas e momentos críticos de briga com o peixe (saltos e mudanças de direção), esta isca apresenta cores não simplesmente belas ao olhar dos pescadores, mais eficientes para suas pescarias. Experimente! Procure nas melhores lojas de pesca. Informações no site www.morodeconto. com.br - fone (41)3244 5353 ou email: contato@morodeconto.com.br

Calça Aparados - By Ótima opção para pescarias ou para quem gosta de atividades outdoor é a calça bermuda Aparados. Masculina, em 100% poliamida, dois bolsos (bolso faca e com zíper), bolso traseiro, cinto regulador, zíper na lateral da barra, com proteção UV 64 FPS que não sai na lavagem. Tamanhos: P, M, G e GG nas cores: verde militar e marinho. A venda nas melhores lojas do ramo. Informações www.byaventura.net.br

M

ais uma vez, a notícia “Surfista morre e Austrália cogita sacrificar tubarões com mais de 3 metros”, publicada essa semana no Portal G1, reaviva a discussão em torno dessa questão. Semelhante ao recente clamor emanado em Recife, a ideia de sacrificar tubarões para evitar ataques é um verdadeiro contrassenso nas ações de conservação dos tubarões. Ainda que haja real envolvimento do tubarão-branco no recente ataque (leia a notícia abaixo), devemos levar em conta que suas populações declinaram quase 90% nos últimos 30 anos e que propor matar tubarões de forma preventiva é uma insensatez histérica com que algumas pessoas persistentemente decidem pautar suas ações e opiniões. A morte de um surfista após o ataque de um tubarão-branco em uma praia do sudoeste da Austrália reavivou o pedido para que todos os animais com mais de três metros sejam sacrificados, informou a imprensa local. O pedido foi feito depois da morte do surfista Chris Boyd, de 35 anos, em uma das praias perto da cidade de Gracetown, após o recente ataque de um tubarão, que é procurado intensamente pelas autoridades do estado da Austrália Ocidental. A morte de Boyd é a primeira deste ano no estado da Austrália Ocidental, conhecido por ataques fatais de tubarões, e a terceira em uma década no litoral de Gracetown. O presidente do clube de surfistas da região de Margaret River, Tom Innes, disse que o litoral da Austrália está infestado de tubarões-brancos devido ao status de proteção que têm no país. É preciso esclarecer que os ataques de tubarão-branco ao ser humano são considerados eventos acidentais. O tubarão-branco dificilmente ataca o homem, mas, quando isso ocorre, o motivo mais frequente é o erro de identificação visual com sua presa natural. Nas águas frias da Austrália, África do Sul e Estados Unidos, os tubarões-brancos podem confundir os humanos com os pinípedes (leões-marinhos e elefantes-marinhos) que lhes servem de alimento. A maioria dos tubarões-brancos que ataca o homem tem entre 2,45 e 3,65 metros de comprimento, sendo jovens inexperientes que estão fazendo a transição de sua alimentação. Alimentavam-se basicamente de

peixes e após atingir dois ou três metros de tamanho mudam sua dentição e passam a se alimentar dos pinípedes, maiores e bem mais nutritivos. Como estão em um período de aprendizado de novas técnicas de caça, e são naturalmente mais agressivos e afoitos nessa fase, cometem erros de identificação e confundem surfistas ou mergulhadores com esses mamíferos marinhos. Na medida em que se tornam maiores e mais experientes, nas águas temperadas o tubarão-branco pode atingir até seis ou sete metros, passam a ser perfeitamente capazes de identificar e selecionar suas presas habituais. Mergulho com tubarões ao redor do mundo, incluindo o grande tubarão-branco, com o objetivo de mostrar ser possível interagir de forma amistosa com esses seres fantásticos. E um dos objetivos é desmitificar e apagar a errônea imagem de “comedor de homens”, como a que foi imputada na década de 1970 ao tubarão-branco pelo blockbuster Tubarão. O filme passou a distorcida ideia de que o tubarão-branco é um animal perverso e sanguinário que tem o homem como alvo principal. A irreal imagem da vítima humana mastigada pelos enormes dentes triangulares foi tão forte e negativa que os tubarões-brancos ficaram estigmatizados no imaginário coletivo como os assassinos dos mares. E basta que ocorra um ataque para reavivar tudo isso. Mas pense bem. Atualmente, acontecem no máximo de 70 a 90 ataques de tubarão ao homem por ano no mundo todo. E desses, somente seis, em média, são atribuídos aos grandes brancos. Estatísticas da FAO (órgão das Nações Unidas) estimam que, anualmente, mais de 100 milhões de tubarões sejam capturados e mortos pelo homem em

todos os oceanos. Quem são os verdadeiros assassinos dos mares? Não há mais espaço para se admitir a matança inconsequente de seres vivos na Natureza. E quando se trata dos tubarões, é importante ter em mente que eles exercem um papel crucial na manutenção da saúde e do equilíbrio dos ecossistemas marinhos e sem a presença deles teremos consequências incontroláveis e desastrosas. Proteger os tubarões é proteger a vida, é proteger a nós mesmos! Projeto Tubarões no Brasil (PROTUBA) Instituto Eco­ lógico Aqualung Rua do Russel, 300/401, Glória, Rio de Janeiro, RJ. 22210-010 – Tel: (21) 25583428 / 2558-3429 E-mail: instaqua@uol.com.br site: http://www.institutoaqualung.com.br Recuperação dos oceanos Que os nossos mares estão sob sérias ameaças, acredito que ninguém tem dúvida. Que as principais ameaças são poluição, exploração exagerada, perda de habitat, espécies invasoras e mudanças climáticas, acho que todos concordam. Mas será que você sabe quanto custaria para recuperar os oceanos? Um relatório recém-divulgado pela ONU, estima ser necessário investir 52 bilhões de dólares nos próximos 20 anos. Os recursos seriam aplicados para catalisar ações e fluxos financeiros na recuperação dos mares. A degradação dos oceanos atinge atualmente centenas de milhões de pessoas, especialmente nos países mais pobres. Por isso, será importante a aplicação de recursos para incentivar políticas públicas e ações de mercado para proteção dos mares. Com um bom

gerenciamento dos oceanos, todos os problemas são reversíveis. Seja um associado do Instituto Aqualung e ajude a preservar nossos oceanos! *Marcelo Szpilman, biólogo marinho formado pela UFRJ, com Pós-graduação Executiva em Meio Ambiente (MBE) pela COPPE/UFRJ, é autor dos livros Guia Aqualung de Peixes (1991) e de sua versão ampliada em inglês Aqualung Guide to Fishes (1992), Seres Marinhos Perigosos (1998), Peixes Marinhos do Brasil (2000) e Tubarões no Brasil (2004). Atualmente, é diretor do Instituto Ecológico Aqualung, diretor do Projeto Tubarões no Brasil, membro do Conselho da Cidade do Rio de Janeiro (área de Meio Ambiente e Sustentabilidade), membro e diretor do Sub Comitê do Sistema Lagunar da Lagoa Rodrigo de Freitas e colunista da Rádio SulAmérica Paradiso FM 95,7 com o boletim ECO PARADISO, em duas edições diárias sobre meio ambiente e sustentabilidade. NIPPAK PESCA

Mauro Yoshiaki Novalo Texto: Mauro Yoshiaki Novalo Revisão: Aldo Shiguti Publicidade nippak@nippak.com.br Tel. (11) 3208-4863


São Paulo, 05 a 11 de dezembro de 2013

19º BRASIL KOHAKU UTAGASSEN – O Instituto NAK do Brasil realizou no último domingo (1º de dezembro), no Grande Auditório do Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social), o 19º Brasil Kohaku Utagassen. O evento, que teve caráter beneficente em prol do Lar Santo Antonio de Educação e Assistência Social, contou com a participação de 64 cantores (32 para cada time) e terminou com a vitória da equipe feminina. Leia mais à página 5. Fotos e cobertura: Silvio Sano

TOKYO MOTOR SHOW 2013 – Realizado de 23 de novembro a 1º dezembro, no Centro de Convenções Tokyo Big Sight, a 43ª edição do Tokyo Motor Show apresentou os destaques das principais montadoras. A correspondente do Jornal Nippak no Japão, Erika Tamura, acompanhou o evento e trouxe algumas novidades. Confira:

JORNAL NIPPAK

9


JORNAL NIPPAK

10

São Paulo, 05 a 11 de dezembro de 2013

BONENKAIS 1

karaokê

Hiroshima Kenjin realiza o seu tradicional bonenkai

Hikaru Restaurante e Karaokê realiza 2º Kohaku Utagassen fotos: vera nishitani

O

Hikaru Restaurante e Karaokê realizou no dia 24/11, seu 2º Kohaku Utagassen, reunindo centenas de amigos e clientes, para assistirem a tradicional batalha musical das equipes de vermelho (akagumi) composta por vocais femininos e a equipe de branco (shirogumi), composta por vocais masculinos. Para a surpresa do proprietário do Hikaru Restaurante, Mitsuhiro Arakaki, e da comissão organizadora, o elevado número de inscrições antecipadas, superou suas expectativas, tanto que tiveram que substituir o local para a sede da Associação Okinawa de Vila Carrão por ser mais ampla e acomodar um maior de pessoas, diferentemente do ano passado que aconteceu no seu próprio estabelecimento localizado a Rua São Valentim, 65 – Vila Nova Manchester. As duas equipes capricharam em suas performances musicais, nos trajes, penteados, maquiagem e dança. O júri popular teve uma difícil tarefa na escolha, a competição esteve acirrada e a torcida muito dividida. Ao término, a equipe de vermelho (feminina) conquistou o título de campeã. O evento teve apoio de dezenas de patrocinadores, sendo empresários da região, do deputado estadual Hélio Nishimoto (PSDB), do ex-vereador Ushitaro Kamia e contou com as presenças da deputada federal Keiko Ota (PSB-SP), e do assessor parlamentar Massah Fujimoto. Colaborou (textos e fotos): Vera Nishitani

fotos: osmar maeda

O deputado Hélio Nishimoto com dirigentes do Kenjinkai

Equipe Feminina conquistou o título de campeã do 2º Kohaku Utagassen Hikaru Restaurante O presidente Hiromu Onishi discursa durante o evento

Associados e convidados se confraternizam

No último dia 24, os provincianos de Hiroshima realizaram na sua bela sede social na rua Tamandaré, 800, na Liberdade, o seu bonenkai, tradicional confraternização de final de ano das entidades da comunidade nipo-brasileira. O evento organizado pela diretoria e associados contou com a presença dos deputados estaduais Hlélio Nishimoto e Jooji Hato e do vereador Aurelio Nomura e de muitos associados. O presidente Hiromu Onishi, em seu discurso, agradeceu a presença dos participantes e fez um balanço das atividades da entidade no ano. Destacou a participação de jovens do Grupo Kagura Brasil no famoso festival Kagura na cidade de Shimane, no Japão. O deputado estadual Hélio Nishimoto (PSDB), cujo

Equipe Masculina

Luiza Furuuti na coordenação dos cantores e Atsuhi Abe, no som e iluminação

Participantes capricharam no visual

avós paternos são de Hiroshima, agradeceu o convite e falou da sua alegria em participar mais uma vez dessa tradicional comemoração, da importância da preservação dos valores da cultura japonesa. Nishimoto fez um agradecimento especial aos dirigentes do Hiroshima Kenjin que proporcionaram no início desse semestre, que a sua filha Raquel Nishimoto, fizesse uma viagem à aquela provincia do Japão, como intercambista. Após o kampai, os presentes participaram de um agradável almoço, com iguarias da culinária japonesa e brasileira. A parte final do bonenkai foi animada com a realização de um bingo, que distribuiu muitos premios aos participantes. Colaborou: Osmar Maeda

BONENKAI 2

Karaokê de Lins realiza sua tradicional festa de fim de ano shigueyuki yoshikuni

Deputada federal Keiko Ota também marcou presença

Evento foi realizado na sede da Associação Okinawa de Vila Carrão

Departamento se despediu com um jantar festivo

Disputa foi acirrada...

... com cuidado das equipes...

... no visual e apresentação

Shinko Arakaki, atento às apresentações Darnley marinho

Encerrando as atividades do ano, o Departamento despediu-se com jantar festivo, com a presença de associados da cidade e da região. Compareceu também a profª Mary Hassunuma e seu marido, engenheiro Eiso. Como faz todos os anos, na despedida

do ano velho, ela presenteou a cada um dos seus alunos e ficou de retornar às aulas na segunda quinzena de janeiro. A professora também recebeu um agradecimento especial por parte da Diretora do Departamento, Setsuko Utiyama. (S.Yoshikuni)

Jornal Nippak (11) 3340-6060 Satie Akamine - Capitã da equipe Vermelha recebendo o trofeu pelo título de Campeã 2013


JORNAL NIPPAK

São Paulo, 05 a 11 de dezembro de 2013

11

kendô

TÊNIS DE MESA

Brasil mantém hegemonia no 3º Campeonato Latino-Americano

Confira os Resultados Categoria Individual Infantil: 1) Guilherme Yuiti Hayashi (BRA), 2) Alex Daiki Ito (BRA), 3) Elton Massanori Tsuchida (BRA) Categoria Individual Júnior Feminino: 1) Caroline Naomi Ueda (BRA), 2) Nicole Miho Yamamoto (BRA), 3) Anna Chiba (BRA) Categoria Individual Júnior Masculino: 1) Luiz Fernando Hanashiro (BRA), 2) Victor Kenzo Fujikura (BRA), 3) Guilherme Tadatoshi Yanagita (BRA) Categoria Individual Master: 1) Sergio Velásquez (ARU), 2) Giovane Rodriguez (PER), 3) Wilson Otsuka (BRA)

Evento de encerramento foi realizado na Acrepa

Equipe brasileira confirmou, na Colômbia, que ainda é uma das principais potências na modalidade

Integrantes da Seleção Brasileira de Kendô com dirigentes

Categoria Individual Masculino: 1) Alberto Massumi Takayama (BRA), 2) Eduardo Muzetti da Costa (BRA), 3) Edson Jundi Toida (BRA) Categoria Individual Feminino: 1) Cristiane Lie Toida (BRA), 2) Elzani Miwa Onaka (BRA), 3) Aline Lie Kimura (BRA) Feminino por Equipes: 1) Brasil, 2) México, 3) Equador Masculino por Equipes: 1) Brasil, 2) Chile, 3) Uruguai Classificação Final por Pontos: 1) Brasil (67 pontos), México/Chile (8 pontos), 3) Uruguai/Equador (6 pontos)

Luiz Fernando Hanashiro estreia em competições internacionais com o pé direito arquivo pessoal

Entre os brasileiros que se destacaram no 3º Campeonato Latino-Americano de Kendô, disputado nos dias 15 e 16, em Medellín, na Colômbia, está o paulista Luiz Fernando Hanashiro, de apenas 15 anos. E logo em sua estreia em competições internacionais, Hanashiro conquistou o lugar mais alto do pódio na categoria juvenil, superando os também brasileiros Victor Kenzo Fujikura e Guilherme Tadatoshi Yanagita, segundo e terceiro colocados, respectivamente. “Sinceramente não esperava ir tão bem porque não sabia o nível dos adversários que enfrentaria”, admite o atleta, que começou a praticar kendô em 2008, então com nove anos da idade, por influência da prima Tami Nishimura, que por coincidência também fez parte da Seleção Brasileira que disputou o Latino-Americano. Atleta da Shofukan, academia eu fica no bairro Bosque da Saúde (zona Sul

Luiz Fernando Hanashiro exibe o troféu de campeão em Medellin

de São Paulo), Luiz Hanashiro treina, em média, duas vezes por semana na Associação Cultural e Esportiva Saúde. Segundo ele, o que mais o atraiu no início foram os equipamentos usados pelos praticantes. “Achei interessante a armadura e a espada”, conta Hanashiro, que treina atualmente com o professor Tomomi Harashima e Harashima sensei. “Depois, fiquei curioso pela história dos samurais”, explica Hanashiro, que sagrou-se campeão Brasileiro

Juvenil em 2011 e coleciona ainda um vice-campeonato, em 2012, e uma terceira colocação no Campeonato Brasileiro realizado este ano. Com mais um ano na categoria, sua meta é atingir o nível dos atletas japoneses e coreanos, considerados os melhores do mundo. “O Brasil está num degrau mais abaixo, mas treinando bastante acho que dá para chegar lá”, destaca Luiz Hanashiro, que gosta também de jogar futsal na escola. (Aldo Shiguti)

Grupo de Jovens do Instituto Niten desenvolve ação social divulgação

Praticantes do Niten com crianças da Pastoral

oferece apoio a crianças e adolescentes portadores de câncer. Para o coordenador Victor Fugita, trata-se de uma oportunidade para colocarmos em prática o quarto voto do Hagakure, o Livro do Samurai, de Yamamoto Tsunetomo e que foi traduzido para o português pelo sensei Jorge

No último dia 30 de novembro, foi realizada a festa de encerramento da Liga Nipo-Brasileira de Tênis de Mesa (10 anos), na Acrepa (Associação Cultural, Recreativa e Esportiva Pauliceia), em São Bernardo de Campo. Este evento serviu para premiar os melhores atletas da média de 572 participantes por etapa, entre 28 categorias (de 6 a 81 anos). E se festas são para comemorar, a Diretoria tinha motivos de sobra: em 2013 não só aumentou o número de participantes, como também melhorou muito a qualidade da organização, com as novas implantações. Outro motivo de alegria foi a de que os participantes não pagaram nada para participar do excelente churrasco oferecido pela Liga, aliado ao show que encerrou a festa, a cargo da cantora Mayumi Toma que, com sua voz inconfundível levantou a plateia até o final da noite. Campeões da Liga Nipo-Brasileira de Tênis de Mesa 2013:

ARTES MARCIAIS

No último dia 26, o Hayabusa-Kai, Grupo de Jovens do Instituto Niten, desenvolveu uma atividade social junto à Pastoral da Criança na Igreja São Miguel Arcanjo, na Mooca (zona Leste de São Paulo). A iniciativa, que contou com a participação de oito praticantes da arte da espada samurai, envolveu cerca de 30 crianças com idades entre 5 e 11 anos. Segundo Beatriz da Mata Kodama, foi a primeira ação do Niten naquela paróquia. “Através das crianças, nosso objetivo é contribuir com as famílias e as comunidades onde vivemos”, explica Beatriz,lembrando que os jovens do Hayabusa-Kai já desenvolveram trabalho idêntico na Casa Hope, que

divulgação

divulgação

A

Seleção Brasileira de Kendô retornou recentemente de Medellín, na Colômbia, palco do 3º Campeonato Latino-Americano de Kendô. Realizada de 14 a 17 de novembro, a competição contou com a participação de atletas de 16 países: Argentina, Aruba, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, El Salvador, Guatemala, México, Panamá, Peru, República Dominicana, Trinidad e Tobago, Uruguai e Venezuela. Dia 14 foi reservado para o Seminário de Iaido e Kendô e o dia 17 para o Exame de Graduação de Iaido e Kendô. As disputas ocorreram nos dias 15 e 16. O Brasil participou com uma delegação formada por 23 atletas na categoria adulto, sendo 14 homens e 9 mulheres, e cerca de 15 atletas na categoria juvenil. “Com exceção da categoria master, que levamos apenas um atleta, nas demais conquistamos as três primeiras colocações comprovando, mais uma vez, a supremacia do kendô brasileiro na América Latina”, destacou o chefe da delegação, Paulo Yoshinibu Hayashi, lembrando que a Seletiva para o Latino-Americano foi realizada em maio, na capital paulista. Segundo o presidente da Confederação Latino-Americana de Kendô, Ciutoco Kogima, os três primeiros classificados, exceto a categoria infantil, poderão pleitear benefícios do Programa Bolsa Atleta. “Os casos serão analisados individualmente”, explica Kogima, antecipando que o próximo Latino-Americano será realizado no México, em 2014. (Aldo Shiguti)

Liga Nipo-Brasileira encerra 2013 com chave de ouro

Ação envolveu crianças entre 5 e 11 anos

Kishikawa, fundador do Instituto Niten. “O quarto voto seria exercer a compaixão por todos os seres”, explica Fugita, lembrando que os três primeiros são: “Nunca ser superado no Caminho do Samurai; Ser sempre útil ao mestre e praticar a devoção aos pais”. O Grupo de Jovens do

Niten conta atualmente com cerca de 40 alunos em suas unidades espalhadas por todo território brasileiro e até na Argentina, Chile, México, Uruguai e agora também em Portugal. Mais informações sobre o Niten podem ser obtidas no site: www.niten.org.br (Aldo Shiguti)

Gustavo Gertsmann (Casa Verde) Mirim Feminino: 1) Vitoria Ucima (Acrepa) Mirim Masculino: 1) Samuel Taniwaki (Itaim Keiko) Infantil Feminino: 1) Jacqueline Nagano (Itaquera) Infantil Masculino: 1) Akira Iwasaki (Itaquera) Geral Feminino: 1) Natalia Torino (Itaquera) Juvenil Masculino: 1) Guilherme Gallotti Carvalho (Itaquera) Juventude Masculino: 1) Vitor Aoki (ACEI-T3) Adulto Masculino: 1) Andre Nascimento (Nippon) Pré-Ladies: 1) Marina Yoshie Tasato Oyafuso (Casa Verde) Ladies: 1) Yolanda Azuma (Nippon) Pré-Senior: 1) Fabian Noda (Nippon) Senhores: 1) Vanderlei Souza (Casa Verde) Veteranos: 1) Julio Shiguematsu (Piratininga) Super-Veteranos: 1) Mauro Uwagoya (Kenzen Vila Ré) Elite: 1) Mauro Massaharu Thaira (Casa Verde) Clubes: 1) Itaquera Nikkey Clube

Pré-pré-mirim feminino: 1) Laura Watanabe (Acrepa) Pré-pré-mirim masculino: 1) Luigi Yamane (Bunka Sto André) Pré-Mirim Feminino: 1) Leticia da Silva (Itaquera) Pré-Mirim Masculino: 1)

*Engenheiro Marcos Yamada Diretor de TM da Fupe e Fedeesp

COLUNA AKIRA SAITO

Em busca do seu objetivo “Quando desejamos algo é preciso ir atrás, correr riscos, cair e levantar.” Muitos imaginam que aqueles que alcançam seus objetivos são pessoas de sorte e que tudo caiu do céu. Pessoas de sorte eu concordo, já que ter sorte é em parte acreditar em si mesmo, mas exige muito trabalho, determinação, perseverança e disciplina. Poucas pessoas estão dispostas a se sacrificar por algo e pensam que para os outros é sempre mais fácil. Quem busca algo, deve estar disposto a não ser como “os outros”, de não mais fazer o que “todo mundo” faz. É preciso conhecer muito mais sobre si mesmo, já que em várias ocasiões, será testado e exigido no seu limite. Por isso, o caminho de quem busca seus objetivos pode ser cercado por muitas pessoas, mas é

em partes muito solitário. É preciso fé para conversar consigo mesmo em um momento de desespero, e que tudo parece não estar do seu lado e querer continuar, mesmo que tudo esteja lhe dizendo que ali é o limite. Cada um sabe o fardo que carrega e acredite, sempre há alguém que carrega um fardo maior. A todos aqueles que sonham com algo e desejam um objetivo, o segredo é simples: Trabalhar duro, correr atrás com determinação, disciplina, perseverança e nunca deixar a porta da desistência aberta. Lembre-se sempre “Nada é mais fácil para ninguém”. Vamos atrás de nossos objetivos!!!!! Vamos juntos transformar o mundo em um lugar melhor!!!!! GANBARIMASHOU!!!!!

*Akira Saito, professor e praticante de Budo há 32 anos, morou no Japão de maio de 1990 a setembro de 1996, onde treinou karate sob a tutela do Hanshi Konomoto Takashi – 9º dan, graduando-se até o 3º Dan e tornando-se instrutor da matriz na cidade de Sagara-cho e das filiais das cidades de Hamamatsu-shi e Hamakita-cho até o retorno ao Brasil. Atualmente tem a graduação de 5 Dan e recebeu o título de Renshi-Shihan da matriz no Japão. E-mail: akira.karate@gmail.com www.karatedogojukai.com.br www.saitobrothers.com www.artesdojapao.com.br www.akirasaito.blogspot.com


JORNAL NIPPAK

12

SANTA MARIA – A Associação Cultural e Esportiva Okinawa Santa Maria comemorou, no último dia 20,

HOMENAGEM: O cônsul geral do Japão em São Paulo, Noriteru Fukushima, realizou a cerimônia Zaigai Kôkanchô Hyôshô (Homenagem pelo Cônsul Geral do Japão). Estiveram presentes o presidente do Enkyo (Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo), Yoshiharu Kikuchi; o presidente da Aliança Cultural Brasil-Japão, Anselmo Nakatani; a vice-presidente do Bunkyo, Harumi Goya, e o vice-presidente do Kenren (Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil), Mikihisa Motohashi, além de familiares dos homenageados. FOTOS: Jiro Mochizuki

seu quadragésimo aniversário de fundação. Para marcar a data, reuniu, em sua sede, autoridades, políticos, diri-

gentes e associados e amigos. Além de homenagens, a festa contou com a apresentação de minyo, odori,

odori infantil, karaokê, taiko (Requeios Gueinou Doukoukai Eisá), dança so crazy (dançarinas do seinenkai da

São Paulo, 05 a 11 de dezembro de 2013

ACEOSM) e Joe Hirata, que cantou músicas japonesas e country, esta com coreografia feita pelos associados e

alunos do professor Lúcio, de dança de salão da ACEOSM. Fotos: Jiro Mochizuki

JORNAL NIPPAK ED 05 DEZEMBRO 2013  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you