Page 24

Anterior GAMEDEV

resolveu lançar o XNA em 2006 como iniciativa para facilitar e popularizar o desenvolvimento de jogos digitais, quer eles sejam para PC, quer sejam para XBOX 360 ou Zune. Algumas das principais características do XNA são oferecer um ambiente de desenvolvimento rico, de fácil aprendizagem e que funciona todo em ambiente de tempo de execução gerenciado. Quando falamos de um ambiente de desenvolvimento rico estamos falando que o XNA nos oferece, por meio do XNA Game Studio integrado ao Visual Studio, um ambiente integrado de desenvolvimento, não havendo a necessidade de utilizar várias ferramentas para executar tarefas que poderiam ser feitas em um lugar só – no caso, o Visual Studio. É de fácil aprendizagem por utilizar a linguagem de programação C#, a qual tem como principal característica a sua similaridade com as linguagens de programação C/C++ e Java, o que diminui bastante a curva de aprendizado para desenvolvedores dessas linguagens. Até para quem nunca programou, C# é extremamente amigável e conta com uma vasta biblioteca que contém todos os pormenores da linguagem, além de uma forte comunidade presente no MSDN – o portal de desenvolvedores da Microsoft. Assim como C#, o XNA conta com uma forte comunidade de estudantes e profissionais, o XNA Creators Club – o que facilita mais ainda a troca de experiências e o aprendizado dessa tecnologia. O fato de todo código escrito para os jogos em XNA ser executado em um ambiente de tempo de execução gerenciado é um dos pontos altos da facilidade de se desenvolver em XNA. Por utilizar o .NET Framework através do XNA Framework, o desenvolvedor está livre de ter que se preocupar com tarefas “bizonhas” que não fazem parte da ideia, da concepção do seu jogo. Por exemplo, quando se desenvolve jogos sem o apoio de um framework com linguagens de programação como C/C++, muitas vezes o desenvolvedor tem que se preocupar e implementar técnicas de otimização de desempenho, de gerenciamento de memória, renderização de gráficos e coisas do tipo, que simplesmente não fazem parte do projeto em si. A utilização de um framework faz com que o desenvolvedor foque na sua solução, no seu jogo. Essa parte “chata” de escrever linhas de código que serão executadas à nível de hardware fica por conta do framework que, em linhas gerais e de forma bastante simples, pode ser visto como uma biblioteca de instruções pré-estabelecidas e testadas que visam simplificar o desenvolvimento de um software. Mesmo assim isso não quer dizer que as vezes você não tenha que escrever códigos para otimizar alguma coisa, mas isso é extremamente raro, principalmente em pequenos projetos.

24

Próxima

Nintendo Blast Nº5  

Revista Nintendo Blast

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you