Page 1

VIL A

NOVA

CONC E I Ç Ã O

VILA NOVA CONCEIÇÃO JUST FOR

for

ANO 1 - EDIÇÃO 4 - 2011

4

O SABOR

EM TODOS OS SENTIDOS

001_CAPAS.indd 1

3/3/11 11:53 AM


www.dedon.de Collectania M贸veis e Objetos de Arte Ltda. Al. Gabriel Monteiro da Silva, 1480 路 S茫o Paulo - SP | 01442-001 Tel. 55 11 3085-2229 路 www.collectania.com.br

002_007_DUPLAS_ANUNCIOS.indd 2

3/4/11 5:11 PM


“coMinG HoMe”

H a n d w o v e n o u t d o o r f u r n i t u r e c r e at e d w i t H w e at H e r - r e s i s ta n t d e d o n f i b e r

002_007_DUPLAS_ANUNCIOS.indd 3

3/4/11 5:11 PM


Inovando no design e na tecnologia, a Favo lança a sua coleção 2011. O destaque está na Cozinha da linha Colore Voga em Poliéster, que traz novos padrões de cores. Surpreenda-se ainda com prateleiras com Led, com o design do corian e com a TV de LCD embutida na porta do armário. Favo, especializada em fazer com que o seu bem-estar em casa fique ainda melhor.

São Paulo: Al. Gabriel Monteiro da Silva, 1.889 - (11) 3791.5333 • Rio Design Barra: (21) 3328.8985 • Rio Design Leblon: (21) 2294.3144

002_007_DUPLAS_ANUNCIOS.indd 4

3/4/11 5:11 PM


CASA DA CRIAÇÃO

PRAZER DE ESTAR EM CASA. CasaShopping: (21) 3325.5554 • Belém: R. Benjamim Constant, 1.670 - (91) 3241.7998

002_007_DUPLAS_ANUNCIOS.indd 5

w w w. fa vo m ove i s . co m . b r

3/4/11 5:11 PM


Freestanding Ranges O S QUEIMADORES

FORNOS POSSUEM

U TILIZAÇÃO DE

POSSUEM POTÊNCIA E

SISTEMA DE

PROCESSOS DE

CONTROLE PRECISO ,

CONVECÇÃO QUE

ÚLTIMA GERAÇÃO PARA

PERMITINDO DESDE UM

DISTRIBUI O CALOR POR

PRODUZIR TODAS AS

FOGO MUITO BAIXO ATÉ

IGUAL RESULTANDO EM

VARIAÇÕES DE CORES

A CHAMA PODEROSA

UM ASSADO MAIS

DE TODOS OS

DE 15.000 BTU’S.

RÁPIDO E UNIFORME.

ACABAMENTOS.

Al. Gabriel Monteiro da Silva, 1.847 - São Paulo - (11) 3064 0011 Loja D&D - Av. Nações Unidas,12.555 - São Paulo - (11) 3043 9480 www.vikingrange.com.br

002_007_DUPLAS_ANUNCIOS.indd 6

3/9/11 6:05 PM


A receita do sucesso da Viking é simples. Mesmo assim ninguém consegue fazer igual.

002_007_DUPLAS_ANUNCIOS.indd 7

3/9/11 6:06 PM


EDITORIAL

Josimar Melo ao lado de Ferran Adrià: pág. 70

DÁ GOSTO DE LER Mari Hirata: pág. 89

PARA ANUNCIAR Tel. (11) 3521-7329 Diretor Executivo – Denilson Milan denilson@fortunacom.com.br Diretor Comercial – Doron Sadka doron@fortunacom.com.br

Esta edição está deliciosa. Das espumas delicadas de Ferran Adrià ao look brigadeiro do estilista Walerio Araujo, fizemos um bom cozido de todo o universo que se relaciona com comida e luxo. Luxo este que nem sempre é caro para o bolso, mas muitas vezes impagável como recompensa gustativa e emocional. Então, vamos lá: Josimar Melo, um homem que já degustou de tudo um pouco na dura vida de crítico gastronômico da revista Prazeres da MESA e Folha de S.Paulo, lembra com saudade de um sanduíche de miúdos de carneiro que comeu nas ruas de Istambul. A ele coube a tarefa de escolher as sete refeições mais incríveis que já fez. Se a ideia é comer com os olhos, a stylist Drica Araujo e o fotógrafo Serapião deram seu recado no ensaio de moda que assinam juntos. A modelo Thais Custódio, de apenas 14 anos, considerada uma das promessas do mundo fashion, veste com classe e savoir-faire balas amarelas, roxos pirulitos e marrons chocolates. Os autores dos doces feitos para os takes são a chef pâtissière Mara Mello e o ateliê de doces artesanais Papabubble. Ainda na irresistível associação comida-moda, as especialistas em gastronomia Luciana Bianchi e Aurora Zeiss fizeram um roteiro chique e gostoso de Milão, mostrando que nas maisons Moschino, Dolce & Gabbana, Trussardi e Armani moda e gastronomia estão literalmente lado a lado. Entre os ícones da gastronomia internacional, não deixaríamos de fora o lendário restaurante de Alain Ducasse, no Plaza Athénée. Para a árdua tarefa de provar o novo cardápio do uberchef, enviamos o gourmand e jornalista Marco Antonio de Rezende, que viveu em Paris e em Roma por 15 anos. Outro grande nome da área, a brasileira radicada em Tóquio Mari Hirata, manda as notícias mais quentes (e gostosas, claro) direto do Japão. A partir de agora, ela é a responsável pelo país em nosso Calendário. Chef das mais respeitadas, Mari exercita sua porção mestre das panelas dando aulas para tradicionais senhores japoneses. E outra Mari, a Lazaretti, também uma gourmet de garfo, faca e boas ideias, passeia pelas mesas de San Sebastian, a cidade espanhola que concentra o maior número de estrelas Michelin por habitante no planeta. Bom apetite!

Produção Gráfica - Doron Central de Compras Gráficas , Tel.: (11) 3813-9799 doroncentral@uol.com.br

Para você – e só para você – um grande momento de leitura e diversão.

Esta revista é uma publi­ca­ção da 4 Capas Editora e Fortuna – Gestora em Comunicação de Luxo, dis­tri­buí­da via correio exclu­si­va­men­te aos moradores da Vila Nova Conceição e Jardins VENDA PROIBIDA

CONSELHO EDITORIAL Denilson Milan, Doron Menache Sadka, Georges Schnyder e Mariella Lazaretti

Diretor Executivo – Georges Schnyder georges@4capas.com.br Diretora Editorial – Mariella Lazaretti mariella@4capas.com.br Gerente de Publicidade – Ruth Nór ruth.nor@4capas.com.br Direção de Arte – Nina Franco ninafranco@4capas.com.br COLABORARAM NESTA EDI­ÇÃO: Alexandra Forbes, Ana Paula Kuntz, Leticia Rocha, Luciana Bianchi, Rosane Aubin e Vivian Carrer Elias (texto); Ricardo D’Angelo e Sérgio Coimbra (fotos); Paula Portella (arte); Drica Cruz (stylist), Silvio Rogério da Silva (tratamento de imagem) e Ruth Figueiredo (revisão)

Marco Antonio de Rezende: pág. 26 Mara Mello: pág. 52

Rua Andrade Fernandes, 283 CEP 05449-050, São Paulo, SP Telefax (11) 3023-5509 E-mail: 4capas@4capas.com.br

IMPRESSÃO IBEP Gráfica Av. Alexandre Mackenzie , 619 Jaquaré - SP - Cep.: 05322-000 Tel.: (11) 2799-7799/2169-7799 A revis­ta não se res­pon­sa­bi­li­za pelos con­cei­tos emi­ti­dos nos arti­gos assi­na­dos. As pes­soas não lis­ta­das no expe­dien­te não estão auto­ri­za­das a falar em nome da revis­ta ou a reti­rar qual­quer tipo de mate­rial sem pré­via auto­ri­za­ção emi­ti­da por carta timbrada da reda­ção.

008_011_SUMARIO_EDITORIALrevED4.indd 6

Serapião: pág. 40

JUST IN CASE Caso você queira alterar seu nome, seu endereço, dar sugestões e se manifestar ou deixar de receber esta publicação, entre em contato com justfor@4capas.com.br.

3/4/11 4:50 PM


M-116710LN0001_GMT-MASTER_Monte Cristo Revista Just For 230x295_Março/2011

the

pilot

04/03/2011

s

watch

O Oyster Perpetual GMT-Master II é a referência máxima dos profissionais que sobrevoam o mundo. Em 1965, o primeiro GMT-Master foi desenvolvido com os pilotos da Pan Am para que eles consultassem diferentes fusos horários facilmente. Hoje, seu sucessor permite aos pilotos a leitura em três fusos ao mesmo tempo. O GMT-Master II é reconhecido como imprescindível para profissionais e viajantes mundo afora. Acesse ROLEX.COM e descubra mais.

gmt-master ii

Shopping Iguatemi (11) 3032.8905 • Shopping Market Place (11) 5181.5450

008_011_SUMARIO_EDITORIALrevED4.indd 7

3/4/11 4:50 PM


SUMÁRIO 12.TRENDS

CIÊNCIA DA SUPERAÇÃO O possante e musical Porsche 911 Black Edition; a bicicleta criada por um engenheiro da Nasa; e o chuveiro que é um banho de tecnologia

18.DESIGN

SONHO DOS MARES O projetista de iates Fernando Almeida conta como materializa o desejo de clientes apaixonados por barcos

70.DIÁRIO

26.ÍCONE 1

ESTRELANDO NOVAS RECEITAS As novidades no cardápio do Plaza Athénée, em Paris, desenvolvidas por Alain Ducasse

30.ÍCONE 2

LUXO PARA INGLÊS VER A casa de veraneio do sultão de Brunei, em Ascot, na região campestre da Inglaterra, está aberta a hóspedes

36. JUST WHO

FERRAN ADRIÀ O inquieto e revolucionário chef espanhol conta seus planos para o restaurante elBulli e seus novos projetos

40. MODA

LOOKS COM COR E SABOR Um ensaio vibrante, para deixar a vida mais doce e divertida

54. ESPECIAL

ALTA GASTRONOMIA NA ALTA COSTURA As investidas gourmets de grifes como Moschino, Dolce&Gabbana, Trussardi e Armani

64. BRANDS

CAVIAR E MUITO MAIS A Petrossian, conhecida pelas latinhas azuis com ovas de esturjão, chega a São Paulo com chocolates, queijos, patês e outras guloseimas

DEGUSTAÇÕES FORA DO COMUM O crítico gastronômico Josimar Melo conta sobre ingredientes e refeições inesquecíveis, nada convencionais

74.BITE

COMER, BEBER E VIVER EM SAN SEBASTIÁN A pequena cidade basca, que acumula 10 estrelas Michelin, é um reduto de belezas naturais e boa comida

80. TECNO

MUNDO 3D A SEU ALCANCE Jogos, câmeras fotográficas, filmadoras com tecnologia tridimensional, o novo Kindle e as caixas de som com potência e design inovadores

82. CALENDÁRIO

APROVEITE SE PUDER Uma programação cultural com o melhor de São Paulo, Rio de Janeiro, Londres e Tóquio

90.CADERNO VNC

NOVA AGÊNCIA EM MOEMA A segunda unidade da VNC Pronto Private vai atuar com a mesma expertise, já tradicional na Vila Nova Conceição

106.CLICK

SIMPLES E SOFISTICADA Sérgio Coimbra, mestre na arte da fotografia gastronômica, registra pratos de renomados chefs, como a marmita de Alex Atala

Look Walerio Araujo

008_011_SUMARIO_EDITORIALrevED4.indd 10

3/9/11 3:38 PM


008_011_SUMARIO_EDITORIALrevED4.indd 7

3/4/11 4:50 PM


TRENDS TENTAÇÕES

12 012_017_TRENDS_ED4.rev.indd 12

3/4/11 10:57 AM


CARRO PARA OS OUVIDOS

E

m abril de 2011, as ruas do mundo ganharão um novo Porsche. O 911 Black Edition, uma série feita em 1.911 unidades, é uma versão especial do 911 Carrera e poderá ser encontrado como cupê ou conversível. Fazendo jus ao nome, o veículo é fabricado somente em preto, com apenas alguns detalhes em outras cores, como nas rodas bicolores 911 Turbo II, de 19 polegadas. O design interior é inspirado nos valores puristas dos carros esportivos e, na tampa do porta-luvas, uma plaqueta testemunha o número limitado do modelo. O motor dessa máquina fica sob o capô, é de 6 cilindros, 3,6 litros e potência de 345 cavalos, fazendo com que a velocidade do carro chegue a 289 quilômetros por hora. Para acompanhar essa verdadeira sinfônica do motor, seu sistema de som inclui 13 alto-falantes e amplificador digital de sete canais com potência de 385 W. Além do gerenciamento de comunicação da Porsche e o GPS da série do 911 Black Edition, a edição também vem com assistência de estacionamento, piloto automático, espelhos que eliminam o brilho das luzes vindas de outros carros e sensor de chuva. A Stuttgart Sportcar é a importadora oficial da marca no Brasil e trará o veículo mediante encomenda.

MAIS INFORMAÇÕES: WWW.PORSCHE.COM.BR

012_017_TRENDS_ED4.rev.indd 13

3/4/11 10:57 AM


TRENDS TENTAÇÕES

BICICLETA DE SUPERHERÓI

D

an Hanebrink, campeão nacional de ciclismo e engenheiro da Nasa, uniu suas duas atividades e criou bicicletas mais que inovadoras. Seu último processo criativo resultou em uma bicicleta motorizada híbrida que une arte, tecnologia, mínimo impacto ambiental e zero de emissão de carbono. A Fortune Hanebrink tem um motor elétrico de 600 watts. Sua bateria pode ser recarregada completamente em três horas e chega a percorrer 160 quilômetros. Essa superbicicleta atinge 32 quilômetros por hora com seus robustos pneus de 20 centímetros de largura – ideias para circular na neve ou na areia. O veículo é construído à mão a partir do momento em que o pedido é feito. Quem quiser esse brinquedinho também pode optar por outras cores e opções personalizadas, como baterias adicionais ou iluminação.

14 012_017_TRENDS_ED4.rev.indd 14

PREÇO: A PARTIR DE US$ 5.500. MAIS INFORMAÇÕES: WWW.FORTUNEHANEBRINK.COM

3/4/11 10:57 AM


012_017_TRENDS_ED4.rev.indd 15

3/4/11 10:57 AM


TRENDS TENTAÇÕES

LAVANDO A ALMA COM LUXO

O

16 012_017_TRENDS_ED4.rev.indd 16

banho pode ser um momento prazeroso e relaxante para qualquer um. Mas, se for tomado em uma ducha em cascata que tenha painel multifunções com misturador termoestático, iluminação LED, três tipos de jato d’água e uma ducha manual, essa hora do dia pode ser mais especial ainda. A Ducha Acquapura foi criada com um conceito de relação entre espaço, luz e arquitetura, em que a tecnologia está a serviço do prazer. O painel da ducha mede 70 cm x 215 cm e pode ser instalado em qualquer lugar. Esse pedacinho de céu estará disponível na loja Vallvé, a partir de abril, e custará R$ 43.330,77. Porque um banho de verdade não é para qualquer um. MAIS INFORMAÇÕES: WWW.VALLVE.COM.BR

3/4/11 10:57 AM


012_017_TRENDS_ED4.rev.indd 17

3/4/11 10:57 AM


DESIGN

IATES

O construtor de sonhos FERNANDO ALMEIDA É UMA ESPÉCIE DE FADA MADRINHA DOS AMANTES DE IATES – DE SUA PRANCHETA SAEM OS MAIS EXTRAVAGANTES PROJETOS A CAMINHO DO MAR POR Ana Paula Kuntz FOTOS Caio Guatelli, Lalo de Almeida e Tuca Reinés

018_025_DESIGN_IATES.rev.indd 18

3/4/11 11:23 AM


Fernando de Almeida não tem um iate. Tem vários. Um deles é o Wally Essence , de 143 pés, que reside em Mônaco. Outro é o veleiro My Song , que habita o Mar Mediterrâneo. Desde que montou seu estúdio em São Paulo, em 2003, o engenheiro, um dos maiores experts em desenho de iate, fez mais de 20 projetos, todos para para clientes de nomes resguardados (não, nenhum dos barcos ficou para ele) . Vencedor do mais importante prêmio de design italiano, o Compasso D’Oro, Fernando teve o início de carreira nos anos 1980, na Itália, com passagem por dois escritórios em Milão: o Yankee Delta Yacht Design e o Nauta Yachts, onde se especializou em veleiros de alta performance. Hoje, o projetista desenvolve barcos de luxo, personalizados nos mínimos detalhes. “Os clientes chegam sabendo o que querem. Meu desafio é interpretar seus desejos e materializar seus sonhos”, afirma. Algumas das embarcações emblemáticas de seu portfólio estão no livro Yacht Design (editora C4), lançado em 2010. Fernando nos recebeu para comentar algumas delas e contar como é o trabalho no mercado de iates feitos sob medida.

19

018_025_DESIGN_IATES.rev.indd 19

3/4/11 11:23 AM


20 018_025_DESIGN_IATES.rev.indd 20

3/4/11 11:23 AM


QUAL É A PRINCIPAL PREOCUPAÇÃO QUE VOCÊ TEM COM ESSES PROJETOS? Por definição, iate é aquele barco usado para o lazer (independentemente do tamanho, é bom esclarecer). É uma embarcação em que se mora, uma casa que se move. Quando alguém procura um projetista é porque não se contenta com as opções oferecidas nas vitrines das lojas de barco, é porque quer algo exclusivo. Assim, seja uma pequena lancha, seja um iate de vários andares, minha preocupação é sempre entender o que o cliente está idealizando e trabalhar para materializar seu sonho. O bom projeto não começa traçando linhas no papel, mas conversando e entendendo as expectativas. JÁ LHE FIZERAM ALGUM PEDIDO POUCO CONVENCIONAL, COMPLICADO DE ATENDER? Nunca me pediram nada absurdo. É interessante notar que os clientes dispostos a investir num projeto exclusivo chegam sabendo o que querem, têm referências, conhecem o mundo náutico. Para citar uma solicitação excêntrica: já me pediram para instalar um sistema de cromoterapia na banheira da suíte. Costumo dizer que barco é como um carrinho de supermercado, dentro dele podemos colocar o que quisermos. E como o mais importante para a navegação é a hidrodinâmica, o desenho da parte que fica submersa, temos mais liberdade para criar de brincar com a aerodinâmica, podendo também adaptá-la ao gosto do cliente.

POWER CAT 70’ SF: NÃO IMPORTA O TAMANHO, UM IATE É TODA A EMBARCAÇÃO VOLTADA PARA O LAZER, COMO ESTE CATAMARÃ DE PESCA

E QUAL SERIA UM PROJETO BEM DIFERENCIADO, ÚNICO? Um bom exemplo é o Pro Boat Power Cat 70’ SF, um catamarã de pesca tipo open, um modelo que pede a popa baixa para facilitar o embarque de peixes e a proa alta para uma navegação segura em mar aberto. O posto de comando fica permanentemente protegido de sol, chuva e vento. No interior, fiz o projeto exclusivo de uma sala para varas e material de pesca. E como os peixes estão cada vez mais distantes da costa, o projeto tem duas cabines em vez de uma, para comportar quatro tripulantes em viagens longas. No Pro Boat Power Cat 80’ SF, barco de pesca esportiva, o cliente não quis posto de comando interno no convés principal, permitindo a colocação de um para-brisa cego, que interferiu totalmente no design. VOCÊ TEM PERCEBIDO UM AUMENTO DA DEMANDA POR BARCOS GRANDES? Na década de 1980, um iate de 70 pés (aproximadamente 21 metros de comprimento) era considerado muito grande. Hoje em dia, há iates de 400 pés (121 metros), que, além de dezenas de passageiros, abriga uma tripulação de 30 a 40 pessoas. São imensos! Como o referencial de tamanho mudou, fica difícil responder. Mas posso afirmar que projetos com mais de 100 pés são cada vez mais comuns. Um dos mais interessantes é

018_025_DESIGN_IATES.rev.indd 21

3/4/11 11:23 AM


POWER CAT 80’ SF: COMO O CLIENTE NÃO QUIS POSTO DE COMANDO INTERNO, FERNANDO PROJETOU UM PARA-BRISA CEGO NA FRENTE

o RioStar Procion 120’, tri-deck (com três andares de conveses fechados) mais o sundeck (convés aberto), combinação mais comum em barcos de 140 pés. Foi bem desafiador equalizar essa proporção. Afinal, em qualquer projeto náutico, as dimensões são mensuradas com precisão milimétrica, literalmente: há paredes, por exemplo, com 10 milímetros de espessura. QUAIS SÃO AS OUTRAS TENDÊNCIAS? Estão sendo estudadas soluções relacionadas à sustentabilidade. Novos materiais e fontes de energia têm sido testados, mas em fase experimental. Os barcos movidos a combustível híbrido (eletricidade e óleo diesel) ainda são lentos.

22

PELO VOLUME DE TRABALHO DE SEU ESCRITÓRIO, VOCÊ ACHA QUE O MERCADO BRASILEIRO TEM CRESCIDO? Acho que sim. Temos feito, em média, de cinco a dez projetos por ano, que é um volume grande, suficiente para nos deixar bem ocupados. O Brasil tem um enorme potencial, por possuir uma costa marítima com mais de 8.500 quilômetros e a maior bacia fluvial do mundo. Contudo, o número de barcos por habitante ainda é muito pequeno. Para comparar, enquanto aqui temos um para cada 292 pessoas, na Europa a média é um para cada 63 pessoas. Por isso, acredito que, quando o brasileiro apurar o gosto pela navegação, e também descobrir o charter (sistema de aluguel de embarcações particulares), a demanda por novos barcos será ainda maior.

018_025_DESIGN_IATES.rev.indd 22

3/4/11 11:24 AM


018_025_DESIGN_IATES.rev.indd 23

3/4/11 11:24 AM


BRIGA DE GIGANTES

Além de uma fortuna de bilhões de dólares, o russo Roman Abramovich e o árabe Mohammed bin Rashid al-Maktoum têm mais uma coisa em comum: a megalomania. Por anos, o xeque de Dubai teve o maior iate do mundo, um barco de 162 metros de comprimento, até Abramovich (que é dono do time de futebol inglês Chelsea) mandar contruir o Eclipse, com 163. Mas al-Maktoum promete não deixar barato: disputado palmo a palmo, o recorde deve ser quebrado quando ele reformar seu iate Dubai, que deverá ter até uma praia artifical na popa. A seguir, veja a comparação das duas embarcações. • ECLIPSE Proprietário: o bilionário russo Roman Abramovich Comprimento: 163 metros O que tem: 11 suítes, 8 decks, discoteca, minissubmarino, 2 piscinas, sistema antimíssil e escudo a laser antipaparazzi, que detecta câmeras digitais e as impede de fotografar, 2 helipontos. Quanto custou: US$ 500 milhões • DUBAI Proprietário: o xeque árabe Mohammed bin Rashid al-Maktoum Comprimento: 162 metros O que tem: 2 suítes pirncipais mais 5 quartos, 3 elevadores, piscina com cachoeira, spa, quadra de squash, cinema, 1 heliponto. Quanto custou: US$ 300 milhões

RIOSTAR PROCION 120’: O DESAFIO FOI EQUALIZAR AS PROPORÇÕES DO COMPRIMENTO E DOS TRÊS DECKS

24 018_025_DESIGN_IATES.rev.indd 24

3/4/11 11:27 AM


018_025_DESIGN_IATES.rev.indd 25

3/4/11 11:27 AM


ÍCONE

LE RELAIS PLAZA – PARIS

Cordeiro com alcachofras e, ao lado, mesa posta à moda do mestre

estrelas Comendo

O ENVIADO DE JUST FOR VAI AO PLAZA ATHÉNÉE DE PA R I S CO N H EC E R O N OVO C A R D Á P I O D O R E STAU R A N T E D E A L A I N D U C A S S E POR MARCO ANTONIO DE REZENDE , DE PARIS O alter ego de Ducasse, Christophe Saintagne, e o chef: mão de ferro e olhar inquisidor

026_029_ICONE_DUCASSE.rev.indd 26

3/4/11 5:48 PM


O Plaza Athénée,

o mais emblemático dos grands palais de Paris – e certamente o mais bem localizado no mítico número 25 da Avenue Montaigne – tem há décadas um sólido ponto de encontro de tout Paris: o restaurante Le Relais Plaza. O espaço é ao mesmo tempo acolhedor e elegante, informal e exclusivo, com uma clientela de políticos, empresários, jornalistas, modelos, artistas e viajantes em busca de grandes momentos, ainda que sejam de meia hora. Há alguns anos o hotel passou a integrar o grupo The Dorchester Collection e o eixo badalado do Plaza mudou para o salão imponente do restaurante que se chama, com falsa simplicidade, Alain Ducasse au Plaza Athénée. Desde então parece impossível às concorrentes disputar o topo com investidores que quando precisam de um cozinheiro chamam logo um Ducasse. Estamos falando aqui não só de um personagem amado e odiado, perfeccionista e um tanto neurótico, mas do nome que se tornou uma corporação com duas dúzias de restaurantes e bistrôs ao redor do planeta (com um total de 19 estrelas Michelin), faturamento anual perto de 100 milhões de euros, 2.000 funcionários, escolas

026_029_ICONE_DUCASSE.rev.indd 27

de gastronomia espalhadas pelo mundo (no Brasil, ele tem acordo com o curso de gastronomia da Universidade Estácio de Sá), livros, circuito de palestras e um séquito de funcionários que o tornam impermeável a qualquer tipo de assédio. Quando palmilhamos o tapete vermelho do restaurante Ducasse no Plaza Athénée, no entanto, pouco importa quanto ele fatura e contra quem ele pragueja: queremos flutuar nas promessas de sonho, luxo, prazer e novidade que nos rodeiam. E ele nos entrega um pouco de tudo isso. Ou muito. Ducasse em pessoa propriamente não, mas seu alter ego, o chef executivo Christophe Saintagne (de 33 anos). Ducasse quase nunca está, mas mantém mão de ferro sobre cada um de seus negócios. Ele, em pessoa, se considera um dos bastiões da clássica cozinha francesa militar, na qual qualquer modernismo passa por seu crivo e olho (Ducasse sofreu um acidente de avião e perdeu a visão de um olho) inquisidores. Saintagne segue fielmente seus passos, com atenção ferrenha aos detalhes e ênfase religiosa aos sacramentos ducassianos: respeito aos produtos de terroir, busca pelos melhores ingredientes e serviço irrepreensível. “Temos de voltar ao básico, aos

27 3/4/11 5:48 PM


O turbot de coquillages e acelga e, acima, o ambiente clássico do restaurante

28 026_029_ICONE_DUCASSE.rev.indd 28

sabores reais e genuínos, deixar que eles exprimam plenamente sua vitalidade e sutileza”, escreveu Ducasse na apresentação de seu novo cardápio. “A técnica tem um único propósito: revelar os sabores da natureza.” Declarado detrator de qualquer tentativa que reinvente sabores e texturas – leia-se, a nova cozinha espanhola – o mestre coloca em seu novo cardápio um show de frescor e aroma. Um exemplo: o tartar de lagostins, feito no momento de ir para a mesa. Temperado com prosaicos suco de limão galego, sal e pimenta, os crustáceos se destacam na harmonia de delicados sabores de mar em uma epifania de sensações. E se a ideia é servi-los com algum acompanhamento, como oferece em outra versão, que seja com caviar beluga, como mandam os mestres da mais clássica cozinha francesa. Explica-se por que em vez de pratos com nomes longos e poéticos, descrevendo emulsões, perfumes e fumaças – inexistentes em sua cozinha –, Ducasse optou por mencionar apenas os ingredientes presentes em cada criação. Portanto, vamos escolher: Sole meunière, endives, truffe ou Chevreuil sauce poivrade? Foie gras en pot-au-feu ou Turbot, coquillages, épinards? Entre os pratos principais, defrontamo-nos com o que os franceses chamam de “embarras du choix”, ou seja, aquele estado peculiar de felicidade levemente ameaçado pela dura necessidade de ter de escolher entre coisas igualmente sedutoras. Em plena época de caça, o chevreuil (cervo) torna-se uma esplêndida escolha, acompanhado de uma garrafa de Château Laroque 2000, um Saint-Emilion grand cru classé. Para terminar, a sobremesa que é a assinatura de Ducasse, uma etérea versão do babá ao rum napolitano, lançada para a glória no Le Louis XV, em Monte Carlo. A refinada simplicidade das criações de Ducasse na cozinha encontra um magnífico contraponto na decoração e demais detalhes do restaurante do Plaza Athénée. Do enorme lustre pós-moderno que domina o salão, pendem 10.000 cristais. O uniforme da equipe é criação do estilista Georges Feghali. Na mesa, centro estratégico do espetáculo, o show continua com pratos especialmente desenhados por Pierre Tachon e pequenas surpresas: os camarões passados na manteiga salgada e servidos como amuse-bouche que devem ser comidos com um par de hashi de titânio criado pelo designer português Paulo Vale. Assim, o jantar ao custo de 175 euros o prato, parece alinhar-se perfeitamente com os astros: comida, bebida e entorno imprimem-se na alma do comensal como um momento único de contemplação e prazer inesquecíveis.

3/4/11 5:48 PM


alexatalla_230x295.pdf 1 18/2/2011 09:28:46

026_029_ICONE_DUCASSE.rev.indd 29

3/4/11 5:48 PM


ÍCONE

COWORTH PARK – ASCOT

sultão Lá na casa do

É UM HOTEL CAMPESTRE EXCLUSIVÍSSIMO, ENCRAVADO NAS TERRAS PREFERIDAS DA ARISTOCRACIA INGLESA – E DE JOHN LENNON

POR MARIELLA LAZARETTI, DE A SCOT

Fachada do hotel

F

oi divertido almoçar na residência de campo do sultão de Brunei. O dono da casa não estava – mas em compensação não fez a menor falta. Entre todas as coisas das quais ele é dono está Dorchester Collection, uma rede de hotéis de luxo espalhada pelo mundo. Acostumado a unir o agradável ao útil e lucrativo, o sultão Hassanal Bolkiah resolveu transformar a casa em que passava temporadas de férias na Inglaterra em mais uma pérola de sua coleção – o Coworth Park. Ali, JUST For foi recebida como se poços de petróleo fossem seu negócio. A 45 minutos de Londres, as suaves colinas verdes, o riacho com patinhos, flores e salgueiros antigos são um passeio pelos romances de Jane Austen. Na casa principal estão salas de leitura, uma enorme e clara sala de almoço e jantar com uma notável mesa oval suficientemente grande para reunir membros da ONU, e três restaurantes. Todos comandados pelo estrelado chef John Campbell.

030_031_ICONE_COWORTH.irevndd.indd 30

A propriedade ocupa 270 hectares das terras de Royal Berkshire, um campo levemente ondulado para o qual o compositor John Lennon olhava enquanto escrevia os versos de “Imagine”, encarapitado na janela mais alta da casa vizinha ao hotel. Da ponte se vê o sobrado branco onde ele se alojou com Yoko por um período na vida. Um local tranquilo e inspirador para ele. Uma das áreas mais disputadas pela aristocracia britânica, a 20 minutos de Ascot, onde partidas de golfe e cavalgadas ocupam o tempo de seus habitantes antes do chá das cinco e do conhaque no fim da noite nos fins de semana. Adaptado ao estilo de vida local, Coworth se preocupou em oferecer atrações compatíveis com seu exigente e esportista público. Tratou, por exemplo, de providenciar dois campos de polo cuja gerência colocou nas mãos do nativo ilustre Iain Forbes-Cockell, figurinha conhecida no esporte, cuja missão atual é construir a reputação do clube. Espera-se que um calendário de

3/4/11 11:55 AM


Weston suíte

Dower House

O local tem 30 estábulos e acomodações para oito cavalariços

campeonatos de classe mundial garanta a ocupação dos 30 estábulos e acomodações para oito cavalariços, além dos 70 apartamentos. Aos hóspedes que preferem as tacadas de golfe, acertada está uma entrada especial para o campo vizinho Wentworth Club Golf. Aos que gostam de alta gastronomia, there it is, of course! Além de almoços e jantares deliciosos para os que lá se hospedam, há a possibilidade de um Private Gourmet. Essa experiência acontece na Dower House, um cenário que é a menina dos olhos da propriedade. A casa de 1775, reavivada em suas linhas georgianas por restauradores e designers, tem três quartos, jardim privado, riacho, salas e cozinha gourmet, que, pelo valor de 15.000 libras, pode pertencer a seis pessoas em um fim de semana totalmente adicionado das mais aprazíveis e justificadas calorias. Durante esse Private Gourmet, o chef Campbell cuida dessa meia dúzia de afortunados com

030_031_ICONE_COWORTH.irevndd.indd 31

mais carinho, dando-lhes aulas de cozinha particulares e cuidando de lhes servir um pecaminoso regime de alta gastronomia no café, no almoço e no jantar. Se nada disso é o bastante para descer no aeroporto de Heathrow e chegar em 20 minutos ao discretamente elegante Coworth Park, vai aqui a oportunidade que faltava: a proximidade das comemorações pelos 300 anos das corridas de cavalos de Ascot, entre 15 e 19 de junho. Por lá, não se fala em outra coisa, todos ensandecidos em busca de um lugar nas arquibancadas e camarotes vips. Da parte do hotel, até o chapeleiro Stephen Jones foi contratado para a ocasião. Ele está incumbido de desenhar modelos exclusivos de chapéus couture, para as hóspedes estarem em pé de igualdade em extravagância no Ascot Ladies Day, o dia em que a loucura sobe à cabeça das mais contidas damas inglesas. Quem perderia uma chance dessas? www.coworthpark.com

31 3/4/11 11:56 AM


PUBLIEDITORIAL

ACONCHEGO E LUXO NO CORAÇÃO DA PATAGÔNIA LLAO LLAO HOTEL & RESORT GOLF-SPA OFERECE UM PARAÍSO DE CONFORTO EM MEIO À NATUREZA FASCINANTE DA REGIÃO

P

or dentro, os mais altos padrões de tecnologia e conforto. Por fora, ao alcance da vista, as deslumbrantes paisagens da Patagônia Argentina, com lagos de águas cristalinas e muito ar puro. O Llao Llao Hotel & Resort Golf-Spa proporciona a seus hóspedes uma verdadeira experiência de aconchego e contato com a natureza. Construído numa colina nas imediações do Parque Nacional Nahuel Huapi, suas instalações têm como cenários as montanhas Cerro López, Capilla e Tronador e os lagos Nahuel Huapi e Moreno. O estabelecimento faz parte do The

32 032_035_publi_llao.revindd.indd 32

Leading Hotels of the World, que reúne os melhores hotéis do mundo, e recebeu prêmios dos prestigiados Condé Nast, Travel + Leisure, Trip Advisor e World Travel Award. E os visitantes não precisam preocupar-se com transporte: fica a apenas 28 quilômetros do aeroporto San Carlos de Bariloche, a 500 metros do Porto Panuelo, ponto de partida e chegada da travessia de lagos do Chile, e a 28 quilômetros do Centro de Ski Cerro Catedral. Mas o melhor mesmo são as inúmeras atrações do complexo, que incluem desde restaurantes refinados até espaços para convenções e atividades recreativas para crianças.

3/4/11 11:57 AM


ALTA GASTRONOMIA O Llao Llao é um dos principais pontos para a gastronomia da Patagônia Argentina. O elaborado cardápio de seus restaurantes é uma tentação para os paladares mais exigentes. O chef Federico Dominguez Fontan lidera a equipe. No Los Césares, o foco é a cozinha francesa moderna, com pratos coloridos e aromáticos e ambiente altamente refinado. O Patagônia, decorado em madeira e com uma bela vista, serve fondues, defumados, terrines e gazpachos. Tem ainda o Lobby Bar, ideal para a happy

hour; Winter Garden, bom para almoçar apreciando a paisagem; o Chá Llao Llao, com os melhores blends e delícias da confeitaria; o Club House, para depois de uma jornada de golfe; o Bar Lago Moreno, para tomar um vinho e jantar; e o Asador Llao Llao, de comida argentina.

GOLFE E RELAX O campo de golfe é o primeiro na Argentina a receber o ISO 14001 de gestão ambiental, e tem um total de 18 buracos. Remodelado em 1994, tem driving range e um amplo putting green. Aulas individuais ou em grupo podem ser organizadas, além de torneios e eventos privados no Club House. No SPA, os hóspedes têm um ambiente único para relaxar e desfrutar. Parte do leading Spas, oferece os mais variados tipos de tratamento específicos para homens e mulheres. Entre as técnicas de vanguarda estão o Programa de Ouro, apenas com produtos naturais; e o Experience, com massagens, hidroterapia e hidratação facial com chocolate. Sua filosofia inclui usar produtos patagônicos, como Terras do Vulcão, e azeite de rosa-mosqueta.

33 032_035_publi_llao.revindd.indd 33

3/9/11 3:27 PM


PUBLIEDITORIAL

ATIVIDADES PARA TODOS Pais, adolescentes e crianças podem desfrutar os vários programas elaborados diariamente. O Health Club tem salas de musculação, ginástica, piscinas coberta e descoberta, ambas climatizadas, hidromassagem e sauna. O play room tem mesas de pingue-pongue, sinuca, pebolim, jogos de baralho, de mesa e videogame. Há também mountain bike para adultos e crianças e pilates para as mães. Entre as atividade organizadas estão o Health Walk, com caminhadas pelos parques; Eco Walk, com observação da fauna e da flora; e Foto Tour, com orientação de fotógrafos profissionais. As opções são inúmeras, incluindo até aulas de tango, valsa, pintura, pesca, arco e flecha e experiências radicais como o rapel, além de atividades náuticas na marina privada.

HISTÓRIA A chegada da estrada de ferro e a criação do Parque Nacional Nahuel Huapi, em 1934, são o ponto inicial da saga do Llao Llao. As maravilhas naturais da região deixaram as pessoas de um grupo liderado por Exequiel Bustillo, presidente da Associação dos Parques Nacionais, extasiadas, e quando conheceram a colina onde hoje está o hotel perceberam o potencial turístico da bela paisagem. Projetado pelo arquiteto Alejandro Bustillo, o estabelecimento abriu pela primeira vez em 1938,

foi destruído por um incêndio em 1939, reestruturado e reaberto em 1940. Adquiriu renome internacional, atraiu membros da aristocracia, diplomatas e presidentes, mas, por falta de investimento, fechou em 1978. Em 1993, reabriu com o conceito de Hotel e Resort e, em 2007, foi erguido um novo edifício, o Ala Moreno. No total, são 205 quartos, incluindo uma suíte presidencial com 162 metros quadrados de área interna e 108 de terraço. E o melhor: quem quiser ficar mesmo perto da natureza pode hospedar-se nas cabanas.

34 032_035_publi_llao.revindd.indd 34

3/4/11 11:58 AM


032_035_publi_llao.revindd.indd 35

3/4/11 11:58 AM


JUST who

“ PA R A T E R I D E I A S , A PA L A V R A D E O R D E M É L I B E R D A D E . P O R I S S O, N A D A D E H O R Á R I O S E R E G R A S . VA I F U N C I O N A R D I A E NOITE , A PESSOA VAI CRIAR A HORA QUE QUISER, ONDE E COMO QUISER . NÃO TERÁ ROTINA , NEM SERÁ PREVISÍVEL”

036_039_ferran.revindd.indd 36

3/4/11 12:01 PM


“MINHA

GUERRA AGORA É OUTRA”

O CHEF ÍCONE DA GASTRONOMIA MODERNA EXPLICA POR QUE O ELBULLI DEIXARÁ DE FUNCIONAR COMO RESTAURANTE E CONTA DETALHES DO NOVO PROJETO EM BARCELONA POR ALEXANDRA FORBES E LETICIA ROCHA , DA ESPANHA FOTOS RICARDO D’ANGELO

E

ntender Ferran Adrià não é tarefa das mais fáceis. Chef mais influente e criativo de sua geração, colecionador de incontáveis prêmios e estrelas, ele foi destruindo, ano após ano, os conceitos clássicos do que é um restaurante de alta cozinha. Seu mítico elBulli, no qual conseguir uma reserva equivale a ganhar na loteria, de tão difícil e improvável, quebrou praticamente todas as regras não ditas do business. No decorrer do tempo, deixou de servir pão, aboliu o carrinho de sobremesas, trocou o menu à la carte pelo menu-degustação único e longuíssimo, de pequenos bocados, e eliminou a barreira entre o doce e o salgado, o prato e a sobremesa. Mas até o mais iconoclasta dos restaurantes arrisca acomodar-se, coisa que apavora Adrià. “Se você observar minha trajetória e a do elBulli, verá que sempre fazemos algo para preservar a ilusão e mudar o jogo”, diz. Para ele, a decisão (muito controvertida) de deixar de funcionar como restaurante ao final de julho de 2011 e transformar aquele espaço em laboratório de ideias é muito natural. “Faz tempo que o elBulli não é um restaurante.” Depois de um jantar no restaurante de cerca de 40 serviços seguidos, o chef falou longa e francamente sobre os rumos de criador e criatura, na entrevista que publicamos a seguir.

37 036_039_ferran.revindd.indd 37

3/4/11 12:01 PM


QUANDO O ELBULLI FECHAR, DIA 30 DE JULHO DE 2011, COMO FICARÁ SUA PRODUÇÃO CRIATIVA? Ferran Adrià – Não, não, não, o elBulli não vai fechar, vai mudar de formato. No 31 de julho, começamos o novo projeto, a elBulli Foundation (leia mais no quadro). Hoje, oferecemos experiência. No futuro, vamos oferecer conhecimento. COMO VOCÊ LIDA COM A PRESSÃO? Os prêmios já não me interessam. Uma, duas, quatro, cinco estrelas. Já ganhamos todas. Hoje, para mim, é muito mais importante que me convidem para ensinar em Harvard. Minha guerra agora é outra. MAS VOCÊ SABE QUE A PRESSÃO NÃO VAI DIMINUIR, NÃO É? O MUNDO ESTARÁ TE OBSERVANDO? Isso eu não posso controlar. A imprensa precisa de novidades. Podem ser boas ou más. Quando anunciei que fecharíamos por dois anos para reabrir em novo formato, começaram as especulações. Escreveram que eu tinha brigado com meu sócio, e que o elBulli perdia dinheiro. E PERDE? Cinco escolas de negócios já estudaram o case elBulli. Está claro que esse é um lugar que custa dinheiro, mas que faz parte de uma estrutura de negócios e, nesse contexto, faz sentido financeiramente. Mas nem tento entender o que se passa ao redor do elBulli, o que dizem, capa de jornal aqui e ali etc. O que se passa no elBulli é fácil de entender, muito mais do que o que as pessoas pensam. Nós criamos. E, como todos os criadores, buscamos cenários que nos permitam atuar sem cair no previsível. Se é previsível, não me interessa. Eu poderia facilmente ter anunciado ao mundo que fecharia o restaurante, ter vindo morar aqui perto – que não estaria nada mal – e começado uma vida de viagens pelo mundo fazendo conferências. E POR QUE NÃO FEZ ISSO? Porque minha vida é a criatividade. Não a restauração. Eu tinha um restaurante e uma oficina. Agora terei um centro de criatividade. Na verdade, o que estou fazendo é comprar minha liberdade. Posso fazer o que quero, como quero e quando quiser.

Ferran em ação: anarquia inquieta

036_039_ferran.revindd.indd 38

Ferran orienta chefs no Jantar do Século, evento promovido pela revista Prazeres da Mesa em 2009

ENTÃO PARA QUE SE PRENDER A UM PROJETO DE UM BAR DE TAPAS, QUE FOI INAUGURADO EM JANEIRO, EM BARCELONA? NÃO ACHA QUE TENTARÃO JULGAR O QUE SE SERVE ALI LEVANDO EM CONTA SEU PASSADO MULTIESTRELADO? Não, não, mesmo porque ali se poderá comer por 30 euros. A pressão de um bar de tapas? Isso me faz rir. Imagine. Esse é um lugar descontraído, informal. Criamos, mas não é operado por nós. O componente emocional é importante. Uma das coisas que influenciaram a cozinha do elBulli foram as tapas. Anos mais tarde, Albert, meu irmão (que ficava na linha de frente do el Bulli), abriu o Inopia (um bar de tapas também em Barcelona, cuja parte depois Albert vendeu ao sócio). Mesmo sendo um bar de bairro, mudou a concepção que toda uma geração de cozinheiros jovens tinha. Antes, os jovens não achavam importante esse tipo de lugar, só queriam fazer vanguarda. Então, o efeito foi maravilhoso. E ESSE NOVO PROJETO? Albert tinha esse projeto na cabeça. De início era para ser um Inopia um pouco maior, e mais cômodo, mas a coisa foi crescendo. O que vamos fazer não é tão fácil. Aliás, é bem difícil. Tivemos de perguntar: o que são tapas? De onde vêm? A palavra tapas só surgiu nos anos 1930. E como fazer tapas contemporâneas? Como seriam essas tapas? Esse questionamento estamos fazendo agora, mas sem nenhuma pretensão de mudar o mundo. Fomos aos romanos, aos gregos, ao descobrimento da América. Por exemplo: as pessoas acham que gengibre é asiático, mas na Idade Média usava-se gengibre na Europa como se fosse sal, graças aos árabes. Trata-se de um trabalho de reflexão, muito curioso. Um projeto cultural.

3/4/11 12:01 PM


“TENHO A SORTE DE T E R A M I G O S LO U CO S , Q U E A C E I TA M FA Z E R M I N H A S M A LU Q U I C E S . E, MELHOR, NÃO CO B R A M P O R I S S O, P O R Q U E PA G A R P O R E S S A S CO I S A S S E R I A IMPOSSÍVEL” ELBULLI FOUNDATION

Tal como o criador, sua nova empreitada é vanguardista. Nas palavras de Adrià, a fundação segue a filosofia “elbulliana”, do conceito à arquitetura. “Quero estimular o talento, a criatividade”, diz o chef. “Para ter ideias, a palavra de ordem é liberdade. Por isso, nada de horários e regras. Vai funcionar dia e noite, a pessoa vai criar a hora que quiser, onde e como quiser. Não terá rotina, nem será previsível”, afirma ele. No projeto, bancado por uma empresa privada e executado pelo arquiteto amigo Enric Ruiz Geli, preveem-se espaços incomuns como um “ideário”, sala de ideias e uma sala para brainstorming – técnica muito usada em grupos para estimular a criatividade. Um arquivo, para registrar a história do elBulli e, claro, uma cozinha completam a maquete. “É uma arquitetura científica: vamos mapear imersão de CO2, energia do solo, salinidade, umidade e até

036_039_ferran.revindd.indd 39

fotossíntese. É para ser energia zero e totalmente sustentável”, diz Geli. Adrià agradece. “Tenho a sorte de ter amigos loucos, que aceitam fazer minhas maluquices. E, melhor, não cobram por isso, porque pagar por elas, seria impossível”, afirma ele. A fundação vai receber 30 pessoas, mas não é só para profissionais de cozinha. Vai agregar gente de outras áreas, de filósofos a jornalistas. Estes, aliás, serão os responsáveis em postar na internet tudo o que for “inventado” naquele dia. O calendário do projeto, mais que ousado, está todo planejado: 30 de julho de 2011 fecha o elBulli e, segundo ele, será o tempo para descansar e curtir prêmios não comemorados. Mas já na manhã seguinte, o local se transforma em elBulli Foundation. O último trimestre do ano está reservado às obras e em 30 de janeiro de 2012, a inauguração. “Para seguir feliz, por mim e por todos que fazem o restaurante ser o que é, a equipe e os clientes, ele voltará em 2014”, diz o gênio, emocionado.

39 3/4/11 12:01 PM


MODA

DOCES CORES, ENTREGUE-SE À FANTASIA QUE ADOÇA A ALMA, ALEGRA O CORPO E FAZ A MENTE VIBRAR

040_053_MODA.rev.indd 40

3/4/11 2:23 PM


,

Look Neon bengala Papabubble

FOTOS SERAPIÃO STYLING DRICA CRUZ / ABÁ MGT BELEZA RAFAEL GUAPIANO / ABÁ MGT MODELO THAIS CUSTÓDIO/ ELITE MODEL MGT

CORES DOCES 41 040_053_MODA.rev.indd 41

3/4/11 2:23 PM


Vestido e botas Jefferson de Assis AnĂŠis feitos em balas Papabubble

42 040_053_MODA.rev.indd 42

3/4/11 2:24 PM


43 040_053_MODA.rev.indd 43

3/4/11 2:24 PM


Look Rodrigo Rosner Bracelete H.Stern Decoração: Luminária Cone

44 040_053_MODA.rev.indd 44

3/4/11 2:24 PM


45 040_053_MODA.rev.indd 45

3/4/11 2:24 PM


46 040_053_MODA.rev.indd 46

Brincos Monte Cristo Look Walério Araújo Scarpins Louboutin Macaron Mara Mello

3/4/11 2:25 PM


47 040_053_MODA.rev.indd 47

3/4/11 2:25 PM


48 040_053_MODA.rev.indd 48

3/4/11 2:25 PM


Boina Emp贸rio Armani Vestido Kate Spade Anel H.Stern Meias Fogal Sapatos Luiza Barcelos Pirulito Papabubble

49 040_053_MODA.rev.indd 49

3/4/11 2:26 PM


Top paetizado Espaço FH, por Fause Haten Vestido Bianca Ranucci Bolo Pistache Mara Mello Sapatos Walério Araújo

50 040_053_MODA.rev.indd 50

3/4/11 2:26 PM


51 040_053_MODA.rev.indd 51

3/4/11 2:26 PM


DOCES COM ASSINATURA MARA MELLO CRIA RECEITAS AUTORAIS Quem conhece já sabe: as tentações que a chef pâtissière Mara Mello produz em sua premiada confeitaria são exclusivas e diferentes. A própria chef ajudou a introduzir o conceito de doce de autor no Brasil. Proprietária da pâtisserie que leva seu nome, ela ainda estudava administração de empresas na Pontifícia Universidade Católica (PUC) de São Paulo quando decidiu fazer um estágio no restaurante francês Roanne. Um ano depois, era a responsável pelas sobremesas de uma grande confeitaria paulistana. Em seguida, foi para os Estados Unidos, onde cursou a New York Restaurant School e a Peter Kump’s Cooking School, além de ter estagiado em restaurantes sofisticados como o Raphael, Chanterelle, Nobu e Le Cirque 2000. De volta a sua terra, colocou tudo o que havia aprendido em prática ao abrir o Café Pâtisserie, seu primeiro negócio no bairro de Vila Nova Conceição. Então, descobriu seu outro lado: o de empresária. Em 2007, abriu sua nova butique de doces, que produz de bolos, tortas, bavaroises, macarons e cheesecakes a biscoitos e brigadeiros, para os clientes e eventos mais badalados da cidade. MARA MELLO: AL. GABRIEL MONTEIRO DA SILVA, 1308. TEL. (11) 3081-5229. WWW.MARAMELLO.COM.BR

52 040_053_MODA.rev.indd 52

Casaqueto Empório Armani Saia Espaço FH, por Fause Haten Botas Luiza Barcelos Bolo Mara Mello

3/4/11 2:27 PM


040_053_MODA.rev.indd 53

3/4/11 2:27 PM


ESPECIAL

FOOD AND FA SHION

Objetos de desejo: o Moschino serve o peixe amberjack, também conhecido como yellowtail ou seriola, com amor-perfeito, amaranto, essência de manjericão e alho-poró; ao lado, look Giorgio Armani

054_063_ESPECIAL_FASHION&FOOD.revindd.indd 54

3/4/11 4:59 PM


VESTIDO COM GOSTO

EM MILÃO, COMPRAR NAS GRIFES MOSCHINO, DOLCE & GABBANA, TRUSSARDI E ARMANI PODE ACABAR NUMA SOBREMESA MAGISTRAL. É A GASTRONOMIA UNINDO MODA E CHEFS ESTRELADOS – E ACERTANDO NO TEMPERO POR LUCIANA BIANCHI E AURORA ZEISS, DE MILÃO

054_063_ESPECIAL_FASHION&FOOD.revindd.indd 55

55 3/4/11 5:00 PM


A

A primeira palavra que vem à mente de quem chega a Milão é CHIQUE! Seja nas exclusivas vias Montenapoleone, Spiga ou Manzoni, seja no centro turístico ao redor da Galleria Vittorio Emanuele II, ou até mesmo nos supermercados, onde as elegantes senhoras desfilam jeans de grife e bolsa Prada na hora de comprar um litro de leite. A moda em Milão paira acima da ética. Enquanto a maioria dos países europeus se envergonha e condena o uso de peles de animais, em Milão os casacos de pele fazem parte do guarda-roupa diário das milanesas, que se recusam a abandonar “la pelliccia” fazendo vista grossa às campanhas dos grupos ativistas de proteção aos animais. Essa obsessão por marcas famosas agora atingiu a cozinha. Em Milão, comida tem grife. Alguns dos gran-

des chefs italianos se associaram nos últimos anos com designers famosos criando o conceito da fusão Food & Fashion. A ideia começou com um cantinho dentro das lojas, como na Gucci, da Galleria Vittorio Emanuelle II, que servia café, águas minerais exclusivas e uma coleçãozinha prêt-à-porter de inocentes petiscos. Bem, agora os espaços gourmets chegaram às análises do imperioso Guia Michelin. Segundo Jeffrey Steingarten, o editor de gastronomia da revista Vogue americana, a moda não pegou bem em Nova York nem tampouco em outras cidades famosas: “Parece ser mesmo um fenômeno milanês!”. JUST For passou um tempo em Milão conhecendo de perto os restaurantes dos estilistas e apresenta agora a rota Food & Fashion da cidade mais chique do País da Bota.

Trussardi alla Scala: ambiente minimalista e elegante como a cozinha do chef

Andrea Berton: elegância e criatividade estão implícitos em sua cozinha autoral

054_063_ESPECIAL_FASHION&FOOD.revindd.indd 56

IL RISTORANTE TRUSSARDI ALLA SCALA Chef Andrea Berton Com duas estrelas no Guia Michelin, Berton faz parte da elite da cozinha italiana e não precisou se adaptar ao nome Trussardi. “A filosofia da casa e a minha seguem o mesmo princípio – qualidade, excelência, evolução e respeito às tradições”, diz o chef. Arte, design, moda e comida formam um conceito único sob o nome Trussardi. O restaurante biestrelado no Michelin fica dentro do Palazzo Trussardi, nas proximidades do Teatro Scala. O bar e o café estão ao lado da loja e o restaurante fica no segundo andar, com acesso somente para os que tiverem feito reserva. O design “clean” e minimalista é o cenário perfeito para a cozinha evolutiva de Berton. Expupilo de Alain Ducasse no Louis XV, em Monte Carlo, e do grande mestre Gualtiero Marchesi, seus pratos têm raiz forte na cozinha mediterrânea, com um toque vanguardista. Neste ano a grife completou 100 anos de vida e apresentou na passarela a nova coleção masculina, finalizando com um jantar vip em Florença, onde JUST For esteve presente. No jantar, Berton provou, com seu menu, que este conceito único funciona. Sua pequena esfera de berinjela alla parmigiana foi um exemplo em que vanguarda e tradição reúnem no prato a arte e o design. www.trussardiallascala.com

3/9/11 6:09 PM


FOTO: &BEYOND

O room service vem dentro de uma chapeleira de acrílico, uma invenção de Cedroni, e os vinhos são servidos em bolsas estilo Moschino

RESTAURANTE CLANDESTINO, HOTEL MOSCHINO – chef Moreno Cedroni O universo Moschino está presente neste restaurante e em muitos outros detalhes do hotel homônimo: nas luminárias inspiradas em manequins e bolsas e no café da manhã no quarto, servido em uma caixa de sapatos estilizada. O chef da casa, Moreno Cedroni, é famoso na Itália por ser um dos mais criativos e divertidos chefs vanguardistas, com duas estrelas no Guia Michelin com seu restaurante Madonnina del Pescatore. O Clandestino, de Milão, segue algumas ideias de seu restaurante Clandestino, em Ancona, onde os pescados têm destaque. No Clandestino, de Milão, Cedroni produziu um menu seguindo a filosofia “raw food”, e utilizando ingredientes crus: muito uso de flores, ervas e produtos sazonais com cores, texturas e sabores vibrantes. No lugar dos clássicos sushis, o chef faz Susci, sua versão da especialidade japonesa, com sabores mediterrâneos. A apresentação e os detalhes, porém, foram inspirados na filosofia Moschino. Cedroni adora criar: seus pratos são servidos em caixas de chapéu gigantes, feitas de acrílico branco para aqueles que pedem comida no quarto. O restaurante parece um ateliê de costureiro, com vestidos em estado de acabamento nas cadeiras e nas paredes. Os baldes de gelo são bolsas, e os quadros são feitos de botões. “Unir comida e moda é uma ideia maravilhosa. Chefs e designers são artesãos, artistas e sonhadores. O importante é que ambos mantenham a integridade de seus trabalhos”, diz o chef. www.maisonmoschino.com

O restaurante Clandestino parece um ateliê de costureiro

Moreno Cedroni: cozinha e moda fazem uma parceria divertida, saborosa e criativa

57 054_063_ESPECIAL_FASHION&FOOD.revindd.indd 57

3/4/11 5:00 PM


Bento Box com o menu mediterrâneo light da Bvlgari

BVLGARI Chef elio Sironi Sofisticação, elegância e exclusividade estão implícitos no nome Bvlgari e o restaurante não poderia ser diferente! Dentro do luxuoso The Bvlgari Hotel in Milão, no bairro chique de Brera, próximo à rua da moda, Via Montenapoleone, o hotel fica em meio a um jardim de quase 4.000 metros quadrados em pleno centro da cidade. A cozinha italiana inovativa em bases clássicas, criada pelo chef Sironi não chega a ser um diamante Bvlgari, mas se adapta bem aos princípios luxuosos da marca, sem exagerar. Os guardanapos Bvlgari de linho, os garçons vestidos como quem vai adentrar a passarela deixam claro que nada ali é por acaso! Quem frequenta? Dinheiro antigo: senhoras ricas milanesas, diretores de empresas de moda, milionários que não querem ser reconhecidos. Ah, e os addicted por joias Bvlgari. www.bvlgarihotels.com

054_063_ESPECIAL_FASHION&FOOD.revindd.indd 58

O chef Elio Sironi: cozinha elegante, mas sem exageros

3/4/11 5:01 PM


A loja de Marc Jacobs: primeira do mundo com um café

CAFE MARC JACOBS Chef SeBAStiAn BernArdeZ A única loja de Marc Jacobs com um bistrô no mundo. Situado no elegante bairro de Brera, o pequeno e integrado bistrô fica no interior da loja. O café da manhã e o almoço rápido são o carro-chefe da casa. Club sanduíches, tempuras, saladas e tartelettes são as especialidades do “cantinho de Mar c Jacobs”. Bastante popular entre os fashionistas pela manhã e na happy hour. Vogue e outras revistas de moda já realizaram pequenos eventos ali no verão, com DJ e mesas no calçadão. www.marcjacobs.com/

JUST CAVALLI HOLLYWOOD Chef fABio frAnCone Talvez o mais agitado restaurante de designer de Milão, Just Cavalli Hollywood, conhecido por todos como Just Cavalli Café, é o que se espera de um restaurante e nightclub de designer. Ele foi construído para ser uma espécie de instalação de arte. Em estrutura semicircular de aço e vidro que reflete luzes multicoloridas, está no meio do Parco Sempione, o Parque do Ibirapuera milanês. As cadeiras, almofadas e serviço de mesa têm o estilo característico de Cavalli, com estampas de peles de animais. Seguranças na entrada e recepcionistas belíssimas impedem o acesso sem convite ou reserva. O menu muda a cada três meses e a casa está sempre lotada, a maioria das vezes para eventos fechados. No momento, o menu parece ter sido inspirado nos filmes da máfia, com pratos como Homenagem à Sicília , batatas ao cartoccio com caviar e grelhada real de lagostas, camarões e lagostins. Roberto Cavalli é, além de designer, um conhecido gourmet florentino, e confessa ter aberto o restaurante inicialmente para poder receber os amigos e fazer festas! Os coquetéis da casa estão entre os melhores de Milão! www.justcavallihollywood.it/

O mais badalado restaurante de designer de Milão: pratos temáticos e coquetéis de grife

054_063_ESPECIAL_FASHION&FOOD.revindd.indd 59

59 3/4/11 5:01 PM


Nobu Armani: Gisele Bündchen e o próprio Armani são frequentadores assíduos da casa

NOBU/ARMANI Chef noBu MAtSuShiSA Na parceria entre Nobu Matsushisa e Giorgio Armani parece haver uma contradição, mas ela se completou de forma admirável. Ambos são conhecidos por não dividirem o palco na hora do show e, à primeira vista, sushi e moda italiana não formariam uma dupla harmônica. A loja fica na rua mais famosa do centro da moda de Milão, a Via Manzoni. O restaurante está no primeiro andar e o acesso é pela loja e também pela Via Pisoni. A cozinha, batizada por Nobu como “New Style”, é uma fusão de clássicos da culinária japonesa com ingredientes de outras partes do mundo, principalmente do Peru. O próprio Armani é um frequentador assíduo de seu restaurante, juntamente com os jovens e bronzeados empresários, atores, músicos e novos-ricos. O sushi de grife convenceu até as modelos magrelas a comê-lo de vez em quando, e a casa está sempre lotada, seja para o almoço, seja para o jantar. Gisele Bündchen e Monica Bellucci são algumas das clientes frequentes. www.armaninobu.it/ armani_nobu_index.html

054_063_ESPECIAL_FASHION&FOOD.revindd.indd 60

3/4/11 5:01 PM


ADC_projeto_230x295.pdf

6/4/10

5:42:48 PM

Um projeto tem várias etapas, a primeira delas é a paixão pelo vinho.

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

AMBIENTES CLIMATIZADOS ART DES CAVES A Art des Caves, líder nacional na produção de adegas e climatizações, garante soluções que enriquecem o projeto e lhe asseguram total confiabilidade e qualidade. A segurança na escolha da empresa com maior tradição do mercado brasileiro é garantia de cumprimento de prazo e excelência na execução de seu projeto personalizado.

CONHEÇA TAMBÉM NOSSA LINHA DE ADEGAS COM MAIS DE 27 MODELOS. Entre em contato conosco: 11 5525-2400

www.artdescaves.com.br

054_063_ESPECIAL_FASHION&FOOD.revindd.indd 61

www.maisondescaves.com.br

3/9/11 5:15 PM


O nome já diz tudo: GOLD! Dolce & Gabbana não economizou no brilho, seja na decoração ou nos pratos

GOLD, DA DOLCE & GABBANA Claudio Arciglione

chef

O nome revela o visual da casa. Domenico Dolce e Stefano Gabbana não economizaram no brilho e no dourado. Ponto de encontro de top models, designers e gente que se veste bem e come pouco, o restaurante oferece uma cozinha italiana light com um toque de riqueza. O som do dinheiro não está só na decoração. Alguns pratos e coquetéis são servidos com folhas de ouro comestíveis. O banheiro é um espetáculo. Com paredes de bambu dourado, espelhos, e muito, MUITO brilho! Apesar de Dolce ser siciliano e Gabbana ser da região do Vêneto, ambos se tornaram milaneses por excelência – o luxo e o glamour correm em suas veias. A ideia de abrir o restaurante foi a de servir os clientes da marca e criar um ambiente propício aos encontros antes e depois das semanas de desfile das coleções. O restaurante não fica nas proximidades da loja, mas em uma região com poucos concorrentes e pouca badalação, diferindo nesse aspecto dos outros pontos de encontro de designers. O restaurante e o bar são abertos ao público, mas muita gente na cidade nem sabe que o local existe, pois a marca não faz questão de promovê-lo fora da turma. A boa notícia é que você pode fazer parte dela: na compra de um produto D & G, o cliente é presenteado com um cartão GOLD VIP (dourado, claro) e um número de acesso. O cartão vale ouro na semana da moda, quando o endereço é o ponto de gente linda e famosa. www.dolcegabbana.com/gold

62 054_063_ESPECIAL_FASHION&FOOD.revindd.indd 62

3/4/11 5:02 PM


prazeres da mesa a primeira revista brasileira de gastronomia no ipad

A MAIS

GOSTOSA

SENSAÇÃO DA APP STORE

WWW.PRAZERESDAMESA.COM.BR faça uma degustação grátis 054_063_ESPECIAL_FASHION&FOOD.revindd.indd 63

3/4/11 5:02 PM


BRANDS

HISTÓRIA DA S GRANDES MARCA S

64 064_067_BRANDS_CAVIAR.revindd.indd 64

3/4/11 1:39 PM


Onde tudo começou: até hoje funciona em Paris a casa original em que a Petrossian abriu as portas pela primeira vez

Petrossian

À V I STA

A CENTENÁRIA MARCA DE CAVIAR ATRAVESSA GERAÇÕES REMOÇADA E ESCOLHE SÃO PAULO PARA ABRIR SUA PRIMEIRA LOJA NA AMÉRICA LATINA POR A N A PAU L A KU N T Z

064_067_BRANDS_CAVIAR.revindd.indd 65

3/4/11 1:39 PM


Questão de etiqueta: apesar de não produzir caviar, a empresa, que compra e embala o produto, se tornou a grife mais respeitada desse mercado

Há registros do consumo de caviar desde a era Antes de Cristo.

Até o filósofo grego Aristóteles anotou seus comentários sobre as saborosas bolinhas negras. Mas foi a revolução bolchevique, em 1917, que deu um empurrão em sua popularidade. Para escapar da revolução que tombara o Império Russo, os irmãos armênios Melkoum e Mouchegh Petrossian refugiaram-se na França, onde pretendiam dar continuidade a seus estudos em medicina e Direito. Não foram eles os únicos a ter essa ideia: grande parte da aristocracia russa mudou-se para lá, levando para a sociedade francesa suas influências em música, balé, pintura, literatura e, claro, gastronomia. Os irmãos viram, então, uma oportunidade que aliviaria o banzo dos conterrâneos e ainda ensinaria novas fontes de prazer aos franceses. Apesar de não ter tido aceitação unânime e imediata, pouco a pouco as “pérolas” foram ganhando status de comida elegante, para paladares requintados, especialmente quando o hotel Ritz o incorporou a suas receitas. Logo os irmãos passaram a oferecer ao mercado de gourmands iguarias como salmão, truta e enguia defumados, além de sakouskis (variedade de aperitivos servidos em ocasiões festivas

66 064_067_BRANDS_CAVIAR.revindd.indd 66

na Rússia), crab do Kamchartka e queijos húngaros. Desde que foi inaugurada pelo irmãos Petrossian em 1920, na 18 Bd. de Latour-Maubourg, onde se mantém até hoje, a loja de esquina ganhou posto de ícone: tornouse fornecedora do melhor caviar do mundo, mesmo sem produzir sequer uma ova. “O segredo deles está nos fornecedores, a Petrossian tem contatos com os produtores das melhores ovas frescas do Mar Cáspio”, diz Affonso Ribeiro, produtor de esturjão na Rússia, exportador e dono da marca Rei do Caviar, pioneira no Brasil. “Eles atuaram sozinhos no mercado até os anos 90”, afirma. As caixinhas azuis – com a estampa de um galeão de velas vermelhas avançando em mar revolto, que envolvem as melhores partidas de ovas de esturjão – atravessaram gerações como sinônimo de caviar imbatível. Não foi fácil manter o padrão por tanto tempo. Armen Petrossian, presidente do grupo desde 1972, enfrentou o sumiço de produtos e a quebradeira geral ocasionados pela Perestroika, o momento de reestruturação da economia soviética ocorrida entre 1985 e 1990. Com energia de cossaco russo, ele teve de refazer sua preciosa rede de fornecedores, recomeçando do zero e aproveitando para redirecionar a empresa para novos produtos e outros continentes. Hoje, além de seguir impávida com o fornecimento do melhor caviar de esturjão selvagem e de criadouro, a Petrossian tem lojas em Nova York e Los Angeles.

3/4/11 1:39 PM


Nos conformes: assim como na matriz (foto), a loja de São Paulo terá restaurantes e, nas prateleiras, chocolates, queijos e outras iguarias

Lançou novos produtos mais “apropriados à vida moderna”, como gosta de dizer, como o Eggxiting, caviar condicionado em bolhas individuais, e o caviar prensado em cubos. Agora, seus planos estão na América Latina. Já faz quase um ano que se anuncia a abertura de uma Petrossian no Brasil, privilégio que nem os russos têm. O timoneiro dos galões com velas vermelhas nos trópicos é Toninho Abdalla (multiempresário que acumula uma administradora de imóveis, uma importadora de automóveis de luxo e a sociedade na Citrosuco), em parceria com o especialista em comércio exterior Joseph Tutundjian. Ancorada no piso térreo do Shopping Cidade Jardim, em São Paulo, a loja brasileira acomodará também um pequeno restaurante onde serão servidos pratos feitos com iguarias da Petrossian que vão muito além do Mar Cáspio. No entanto, a importadora de Abdalla anuncia que terá ovas das espécies Beluga, Sevruga, Alverta e Trasmontanu e já acena aos aficionados uma reserva especial de caviar Osserta por 1.523 dólares a latinha de 125 gramas, que serve até quatro pessoas. É pegar ou largar...

MAR CÁSPIO

LINHA DO TEMPO

1917

A Revolução Bolchevique faz com que parte da aristocracia russa, intelectuais e artistas fujam para a França. Entre os migrantes estavam os irmãos Petrossian.

1920

É inaugurada em Paris a primeira loja da marca, que logo ficou conhecida por importar os melhores caviares do Mar Cáspio.

1972

Armen Petrossian assume a presidência da Petrossian

1984

A Petrossian abre sua loja e restaurante em Nova York.

1985

A Perestroika desestabiliza todo o mercado de fornecimento de caviar.

2001

Chega a Hollywood, em Los Angeles, a segunda loja da marca nos Estado Unidos.

2011

Prometida para abril, a inauguração da loja em São Paulo, no Shopping Cidade Jardim.

Cazaquistão Rússia

Usbequistão

Georgia

Armênia

Azerbaijão

Turcomenistão

Turquia Irã Iraque

Fora o tubarão-baleia, o esturjão é o maior peixe de água salgada do mundo. O Mar Cáspio é considerado a região dos melhores caviares. Os principais países produtores são o Irã, a Rússia, o Azerbaijão e o Cazaquistão.

064_067_BRANDS_CAVIAR.revindd.indd 67

3/4/11 1:39 PM

“NÃO GOSTO QUE FALEM DE MODA CHANEL


PUBLIEDITORIAL

CAFÉ DE QUALIDADE

SOB MEDIDA ATELIÊ DO CAFÉ OFERECE BLENDS EXCLUSIVOS E SUPERPREMIADOS, PRODUZIDOS EM TERROIRS SUSTENTÁVEIS E QUE PODEM SER ENCOMENDADOS, POR TELEFONE OU INTERNET, E SERÃO ENTREGUES DIRETAMENTE EM SUA RESIDÊNCIA OU ESCRITÓRIO

O

café é uma das maiores paixões do brasileiro. E quem realmente conhece a bebida e gosta de um bom cafezinho, preparado com perfeição, exige um produto exclusivo e personalizado. O mercado evoluiu muito e marcas famosas estrangeiras tornaram-se conhecidas no Brasil pela consistência e praticidade. Para atender esse público em particular, o Ateliê do Café pensou em algo especial: um atendimento pioneiro, com uma torrefação única, entrega e comercialiSabor e aroma de primeira: excelência desde a plantação até a venda

68 068_069_publi_cafe daterra.rev.indd 68

zação de cafés finos “single state” (cafés de origem) que não são encontrados em nenhum outro lugar. O processo do Ateliê do Café foi concebido para oferecer os melhores cafés do mundo, com sabores exóticos e aromas únicos. Para atingir essa perfeição, foi desenvolvido um centro de estudos e pesquisas que seleciona os melhores grãos de café do Brasil. Esse centro somente usa cafés armazenados em atmosfera controlada, e estuda os melhores do mundo, promovendo um processo de torra feito por profissional especializado, o “roastmaster”. Além de todo esse cuidado, a empresa usa o sistema de torrefação ROASTEX, que é único no mundo. É essa tecnologia exclusiva que controla e garante a qualidade da torra, grão a grão, por método de seleção usando luz bicromática. Nesse sistema especial, os grãos são escaneados eletronicamente para manter um padrão perfeito de torra em todos os blends. Ele é capaz de encontrar e descartar imperfeições invisíveis a nossos olhos em mais de 100 grãos por segundo. Além disso, permite somente a passagem dos grãos com torra e coloração totalmente homogêneas. Esse processo é controlado pelo software de qualidade AMBEX. O Ateliê oferece também diferentes moagens para café (em pó, em grãos ou em sachê), todos com selo de sustentabilidade. Os clientes podem agendar visitas a esse centro de pesquisa para conhecer o local e torrar o próprio café. O cliente é atendido por telefone ou internet, e recebe cafés não encontrados em nenhum outro lugar em qualquer parte do Brasil, sem a obrigatoriedade de pedido mínimo. “Temos uma preocupação singular com cada grão, torra, moagem, embalagem e entrega. Investimos em tecnologia para oferecer sempre um momento único em cada xícara”, diz Cristina Assumpção, gerente de marketing do Ateliê do Café. Os cafés são produzidos nas Fazendas Daterra, localizadas nas melhores regiões do Brasil e com certificação sustentável Rainforest Alliance. Com vários prêmios internacionais e plantações nas regiões do Cerrado (MG) e da Mogiana (SP), esses cafés especiais são encontrados nas melhores lojas e cafeterias do Japão, Estados Unidos, Canadá, Austrália, Ingla-

3/4/11 1:50 PM


terra e Dinamarca. Lojas de gastronomia de luxo do mundo, como a Harrod’s e Fortnum & Mason, entre outras, preparam os mesmos cafés do Ateliê sob a orientação da Daterra. Os cuidados vão da semente à xícara. Além disso, os melhores baristas do mundo usam os produtos da Daterra para competir no concurso mais importante da categoria, o Campeonato Mundial de Baristas.   O  Bourbon Collection Daterra, por exemplo, foi escolha da barista holandesa Liesbeth Sleijster (terceira colocada no mundial em 2008, na Dinamarca). O Sweet Collection Daterra  encantou os baristas Troels Poulsen (Seattle, 2005) e Klaus Thomsen (Berna, 2006), e o Reserva Daterra é a obra-prima do melhor “connaisseur” americano, George Howell. Em 2010, no Japão, o café Reserva Daterra também foi escolhido pelo campeão mundial de preparo de café pelo método SIPHON para receber a mais alta nota no Campeonato Mundial em Tóquio.  O Ateliê tem a exclusividade desses blends  Daterra  que conquistaram os títulos mais almejados pelos baristas e  campeões mundiais de drinques com café, expresso ou cappuccino.   Para degustar os cafés em receitas exclusivas desenvolvidas por baristas, alguns endereços na capital paulista trabalham com os grãos do Ateliê do Café, tais como Oscar Café, Boa Bistrô, Les Delices de Maya e Café Aprendiz, entre outros. Há também o espaço superelegante do Ateliê do Café no Hotel The Palms, em Campinas. E a lista continua com a Toco Chocolates, em Campos do Jordão; na Delices de Gisele, em

068_069_publi_cafe daterra.rev.indd 69

Os blends Daterra são elaborados com seleção computadorizada de grãos e servidos depois de minucioso treinamento dos baristas

Leme; no Espaço Café, em Sorocaba; no FreePort Café, em Ilhabela (SP) e no Ciranda Café, em Salvador (BA). A cada semana, baristas ou restauranters, nacionais e internacionais, participam dos programas do centro de estudos do café do Ateliê e levam essa mensagem de ultraqualidade para vários lugares do mundo. Nas redes da internet é possível encontrar muitos depoimentos desses especialistas. Na loja virtual Ateliê do Café (www.ateliedocafe. com.br), além dos cafés, são encontrados com exclusividade xícaras assinadas pela designer Rachel Hoshino, cafeteiras para expresso e livros. Ateliê do Café R. Dr. Alfredo Zacharias, 47, Valinhos, SP. Tel. (19) 3869-1252; www.ateliedocafe.com.br, www.daterracoffee.com.br; Horário de atendimento: de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 h. Formas de pagamento: cartão Visa ou transferência bancária via bancos Itaú e Bradesco.

69 3/4/11 1:50 PM


DIÁRIO

DE JOSIMAR MELO

070_073_JOSIMAR.revindd.indd 70

3/4/11 1:54 PM


O HOMEM QUE BEBEU

SEIVA DE BÉTULA UM DOS MAIS RESPEITADOS CRÍTICOS GASTRONÔMICOS DO PAÍS FAZ UM BREVE LEVANTAMENTO DAS SETE REFEIÇÕES E INGREDIENTES INESQUECÍVEIS QUE DEGUSTOU POR ESTE PLANETA AFORA... Por Josimar Melo ILUSTRAÇÃO MAURÍCIO PLANEL A vida de crítico gastronômico, acredite, tem percalços. Somos obrigados a ir a cada lugar, a provar cada prato que ninguém em sã consciência enfrentaria – só nós o fazemos, e porque somos pagos (e mal) para isso. Por outro lado, como não sou apenas crítico, mas jornalista gastronômico (portanto, não me restrinjo a avaliar novos restaurantes, mas também a viajar, pesquisar ingredientes, entrevistar gente, apresentar programas de TV sobre o tema), aumentam minhas chances de viver situações interessantes. Como a de comer ou beber coisas a que pouca gente teria acesso. Viver experiências às vezes até emocionantes para o paladar. E constatar, sempre, que a sofisticação de uma comida está em sua qualidade gastronômica – não necessariamente no preço, nas instalações em que é servida ou nas pratarias que a cercam. Comer na rua pode ser tão delicioso quanto num castelo na França (como relato a seguir, começando com estes dois opostos).

SUSHI NO CASTELO Uma das mais impressionantes experiências que tive com a cozinha japonesa não foi, curiosamente, no Japão (onde por certo comi muitíssimo bem). Foi na França. Um jantar memorável organizado pela casa de champanhes Moët & Chandon, que certa vez decidiu investigar as possibilidades de harmonização de sua marca de topo – Dom Pérignon – com comida japonesa. Foi então organizado um jantar no castelo da empresa na região, o Château de Saran, lugar belíssimo de onde se descortina a paisagem de vinhedos da região. Foi chamado um chef de Kyoto, especializado em kaiseki (a refeição japonesa em que se sucedem pratos usando as várias técnicas, como fritura, vapor, grelha, além do cru). À mesa sentaram-se os poucos convidados, que incluíam um jornalista brasileiro. E foi uma sucessão de delícias, onde não faltou nenhum dos ícones da cozinha japo-

070_073_JOSIMAR.revindd.indd 71

nesa: o atum gordo (toro), o fugu (peixe venenoso), o mitsutake (raro cogumelo sazonal), o Kobe beef... Tudo acompanhado de diferentes safras e estilos de Dom Pérignon.

BOLINHO E SANDUBA NA RUA Mas em Tóquio e em Kyoto sempre comi muito bem, também. E não só nos super-restaurantes. No Japão, como em toda a Ásia, a comida de rua é coisa séria. E não posso esquecer os bolinhos de polvo (takoyaki), de massa cremosa e fumegante, que comi em carrinhos nestas duas cidades. Carrinhos na rua, sem endereço. O que me faz lembrar também de Istambul, outro local de sabores inesquecíveis na rua. Não falo somente dos doner kebabs (o “churrasquinho grego”) tão famosos; mas também de peixes, feitos na chapa no porto à beira do Bósforo; ou de um delicioso sanduíche de miúdos de carneiro que provei na rua da tradicional galeria Passagem das Flores. Tudo sem o menor luxo. Mas, um luxo!

PORQUINHO-DA-ÍNDIA É uma emoção muito grande, para quem gosta de comer, deparar com ingredientes novos. Em minha primeira viagem ao Peru, mergulhei nas diferentes batatas e milhos que nunca tinha visto. Mas o que mais me chamou a atenção foi o cuy – o porquinho-da-índia que era preparado na montanha desde a época dos incas. Hoje, vários restaurantes de alto nível recuperaram esse ingrediente popular. Ele é delicioso: suculento, macio, com um gosto delicado que lembra a carne suína. O mais famoso chef do país, Gastón Acurio, serve-o em seu restaurante Astrid y Gastón, mas, certa vez, preparou uma receita especial para mim, quando gravei com ele uma entrevista para a TV: ele fez algo como um pato de Pequim (que é servido em panquecas), mas as panquecas eram roxas, feitas do milho dessa cor; e a carne, no lugar do pato, era de cuy. Memorável!

71 3/4/11 1:54 PM


MINHAS TRUFAS BRANCAS As trufas brancas italianas são inigualáveis, raras, caras. Mas as de boa qualidade têm sempre o mesmo maravilhoso gosto (que vem especialmente do aroma). No entanto, certa vez comi trufas brancas com um gosto diferente. Foi quando elas foram “caçadas” (é o termo que eles usam) por mim mesmo. Para minha surpresa, eu as encontrei na Toscana (o lugar tradicional é o Piemonte), onde há também grande produção. Ao lado do meu anfitrião caçador e do verdadeiro artista – seu cachorro farejador –, percorremos o campo até encontrar duas unidades. Nós as levamos para que sua mulher preparasse o almoço. Só coisa simples: nhoque, ovo frito, bruschetta. E as deliciosas trufas que, sendo de minha lavra, juro que pareceram melhores que qualquer outra.

UM COPO DE ÁGUA NO NOMA Quando estive no Noma, em Copenhague, logo antes de ele ser eleito o melhor restaurante do mundo, deliciei-me com dezenas de pequenos pratos maravilhosos, feitos sempre com base em produtos locais – muitos dos quais, totalmente desconhecidos fora do país. Essa é a filosofia do restaurante. Todos muito interessantes, mas nenhum tão impactante quanto a primeira coisa que me serviram depois que sentei: um copo de água. Logo seguido de um copo de cerveja, e de um galhozinho com três brotos de planta. Entendi que aquela água ligeiramente adocicada e com um toque vegetal não era exatamente água. Era seiva de bétula (uma árvore aparentada do carvalho), recolhida num bosque da região, e que só é obtida, e servida, durante 20 dias por ano, no raiar da primavera (que sorte eu tive!). Quanto à cerveja, era feita, somente nessa época do ano, com aquela mesma “água”. E para completar os sabores silvestres, o galhinho com três pequenos brotos de faia, que veio do mesmo bosque. Só o começo do jantar já vale a viagem.

alta estação, em torno do verão, quando cresce o movimento na pequena cidade onde fica, na Costa Brava espanhola. O problema é que com isso, o chef ficava privado de servir ingredientes de inverno. Passou então a funcionar de julho a dezembro, pegando parte do verão, o outono e parte do inverno. Com isso foi possível, entre outros, servir pratos de caça. Sorte minha, que em seu menu do ano passado, entre mais de 30 pratos, pude provar três diferentes preparações de lebre selvagem (inclusive os miolos). Ingrediente é tudo, e nas mãos de um grande chef, mais ainda.

RÃ E VINHO, DOIS CASOS À PARTE Mas mesmo na lembrança de grandes momentos de gastronomia, podem sobrar memórias de dissabores. Um deles não foi exatamente meu. Ainda nos anos 80, fui ao restaurante Troisgros, na França. Foi uma viagem de carro, puxada, e chegamos em cima da hora para comer – nos deram 15 minutos para um banho, e olhe lá. O jantar foi maravilhoso. Lembro que simples rãs fritas na manteiga com temperos pareciam um néctar dos deuses, além de tantas outras coisas do menu-degustação. As rãs ficaram em minha memória – mas saíram rapidamente de dentro da minha mulher. Abatida pelo cansaço da viagem e a correria para comer, no hotel ela colocou para fora aquela cara e dispendiosa refeição. Outra lembrança paradoxal me remete à primeira edição do Boa Mesa, um evento que criei em 1995 (vendi-o anos depois) e que teve, como grande atração daquele ano, uma degustação de todos os vinhos Romanée-Conti da safra 92, comentados pelo dono da vinícola, Aubert de Villaine. Um momento único (ele nunca faz degustações públicas). Cansado e estressado com todos os problemas que acontecem numa primeira edição de evento, e depois de ter aberto várias garrafas pessoalmente para evitar maiores atrasos, sentei-me à mesa com De Villaine para iniciar a degustação. Naquele momento, porém... senti um cheiro de linguiça frita no ar! Em plena degustação de Romanée-Conti! Comecei a enviar mensagens a meus sócios e funcionários, que detectaram que era o jantar de parte do pessoal que estava sendo preparado ali ao lado. Consegui conter a fritura e contornar o problema, enquanto bebia os vinhos. Mas não consigo lembrar o gosto de nenhum... só o pesadelo do cheiro da linguiça!

O QUE ME FAZ LEMBRAR TAMBÉM DE ISTAMBUL , PEIXES F E I TO S N A C H A PA , N O PORTO, À BEIRA DO BÓSFORO. TUDO SEM O MENOR LUXO. MAS, UM LUXO!

A LEBRE NA CATALUNHA A importância dos ingredientes para um grande restaurante é tanta que o chef Ferran Adrià, do famoso elBulli (que neste ano fechará para dar lugar a uma fundação de pesquisa), há poucos anos mudou a época de funcionamento do restaurante. A casa só abria seis meses por ano (os outros seis meses eram para pesquisa), e sempre na

72 070_073_JOSIMAR.revindd.indd 72

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

3/4/11 1:54 PM


Anuncio-JustFor-ME-02-11_AF1.pdf

1

2/17/11

10:03 AM

bekerman

Mundo do Enxoval

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Moema Av. Lavandisca, 223 - SP Tel.: (11) 5051-3732

Jardins Rua Augusta, 2792 - SP Tel.: (11) 3064-1315

Shopping D&D piso Boulevard Tel.: (11) 5507-5070

Shopping Cidade Jardim 1ยบ piso Tel.: (11) 3758-4945 www.mundodoenxoval.com.br

070_073_JOSIMAR.revindd.indd 73

3/4/11 1:54 PM


BITE

RESTAURANTES E CHEFS

Uma mesa de pintxos; o esporte favorito da cidade

74 074_079_BITE_san_sebastian.rev.indd 74

3/4/11 1:57 PM


JAN, EDAN,

BIZI! É ASSIM QUE SE DIZ COMER, BEBER, VIVER EM IDIOMA BASCO – FILOSOFIA DE VIDA NA PEQUENA SAN SEBASTIÁN, ONDE A HISTÓRIA, A ARQUITETURA E AS BELEZAS NATURAIS VÊM TEMPERADAS COM MUITA COMIDA BOA E DEZ ESTRELAS MICHELIN POR MARIELLA LAZARETTI, DE S AN SEB A STIÁN

O motorista de táxi se inflama: “No soy español, soy basco”. Mal havíamos pisado em San Sebastián, charmosa cidade litorânea do País Basco, na Espanha, e as histórias sobre o gênio inquebrantável do povo se concretizaram, olho no olho pelo retrovisor, como um aguerrido aceno de boas-vindas. Calamonos por alguns segundos e concordamos em tensa efusão: “Por supuesto! Viva el País Basco!” Afinal, quem sou eu para discutir com um crente fervoroso em suas raízes? E que conduzia o carro que nos levava e às nossas bagagens? Já me considerava feliz por ele se manifestar em espanhol e não em basco, um idioma com profusão de letras “x”, “t” e “r” dispostas em variadas versões. Logo perceberíamos que o discurso libertário do motorista escondia a orgulhosa hospitalidade da cidade que se ufana de deter “o maior número de estrelas Michelin por habitante”. Se não for verdade, é quase. São dez estrelas para uma cidade com 687 mil habitantes. Lá estão os restaurantes três estrelas Akelarre, do chef Pedro Subijana (veja o quadro); Martin Berasategui, do chef homônimo; e Arzak, do chef Juan Mari Arzak; além do uma estrela Miramón Arbelaitz e de restaurantes de comida divina espalhados pelos arredores, como o Elkano e o Saltxipi. Em uma semana de estada, aprendemos que há duas maneiras

074_079_BITE_san_sebastian.rev.indd 75

de viver em San Sebastián: 1) Comendo; e 2) Bebendo. E se tiver um paredão por perto, a refeição acabará em pelota basca. De modo que, mesmo diante da absoluta ilegibilidade do idioma único, cuja criação remonta aos primeiros povos pré-históricos da Europa, aprendemos por repetição e conclusão que jatexea quer dizer restaurante e jatea quer dizer comer. E também que Donostia é o nome da cidade em língua basca, situada na região de Gipuskoa, no extremo norte da Espanha. O lugar é lindo, com doses bem casadas de natureza serena e monumentos preservados; cultura cosmopolita e tranquilidade interiorana. O quente de San Sebastián acontece basicamente entre os dois extremos da praia da Bahia de la Concha, no Mar Cantábrico (popularmente conhecido em basco como Kantauri Itsasoa). De um lado está o Monte Urgul e do outro o Monte Igeldo. Entre eles, as areias claras das Playas de La Concha (onde está o Centro, a Parte Velha e a Playa de Ondarreta, área mais residencial) , convidam ao sol, às caminhadas e às pedaladas. De um ponto a outro a pé, leva-se cerca de uma hora, se muito. A vista é tão bonita que mesmo nos meses frios as pessoas se dispõem a caminhar à

75 75 3/4/11 1:57 PM


As esculturas de Eduardo Chillida, hoje símbolo de Donostia

noite pelo belo calçadão – todo ele arrematado por um gradil art nouveau e postes centenários impecáveis. O Rio de Janeiro devia ser assim, no século XVIII. O Centro e a Parte Velha são separados do bairro de Gros pelo Rio Urumea e duas pontes maravilhosas. Na verdade há mais pontes, mas vou falar das que gostei – tanto que as atravessava várias vezes ao dia. A Ponte Santa Catalina, com obeliscos verdes e dourados, é a mais antiga da cidade e termina em frente aos cultuados edifícios neoclássicos do Teatro Victoria Eugenia e o Hotel Maria Cristina, criados pelo arquiteto Goikoa. Nesse hotel já se hospedaram de Mata Hari a John Malkovich. Na verdade, a cidade é conhecida também pelos festivais consagrados, que atraem gente badalada quase o ano todo. Desde 1953, em setembro acontece o Festival Internacional de Cinema – aquele que deu o prêmio ao filme brasileiro Pixote. Em julho o Festival de Jazz, um dos mais prestigiosos da Europa, anima os dias de verão com concertos na praia e música grátis nas ruas. A Ponte Maria Cristina também é um show donostiano: são dois monumentos em arco de cada lado, encimados por estátuas douradas que representam a paz e o progresso. A cidade foi tomada e espoliada muitas vezes ao longo de sua história e por isso era toda rodeada de muralhas. O espírito guerreiro terminou por encontrar uma vocação chique. Desde que foi visitada pela primeira vez, em 1845, pela rainha Isabel II sob austeras recomendações médicas para tomar banhos de mar, a cidade passou a ser cultuada pela corte. Na belle époque, início do século XX, ela já tinha se transformado no destino elegante da aristocracia europeia, com cassinos, hotéis de luxo e teatros. Isso se deu sobretudo porque, em 1893, a rainha Maria Cristina decidiu construir ali sua residência de verão, o Palácio de Miramar, em frente à Playa de la Concha, em estilo Cottage Inglês Rainha Ana. A propósito, dali para a cintilante Praia de Biarritz, na vizinha França, são 20 minutos pela rodovia E-70. A vocação é chique, mas não esnobe. As ruas da

76 074_079_BITE_san_sebastian.rev.indd 76

Parte Vieja e do Centro fervilham de histórias e de bares que oferecem pintxos e tapas. A tradição da cidade explica por que os homens ao sair do trabalho paravam nos bares para tomar, antes do jantar, um trago rápido de Txacoli de Getaria, um vinho jovem da região, cultivado nas colinas próximas ao mar. Aos poucos, os bares sentiram a oportunidade de negócio e passaram a oferecer aperitivos para acompanhar o trago. Hoje a variedade de pintxos e tapas é um cartão-postal da cidade. Há concursos que testam a infindável capacidade humana de transformar funghis gigantescos, frutos do mar jamais provados abaixo do Equador e jamón belota (presunto Pata Negra) em pequenas obras de arte comestíveis. Eles ficam lá, expostos nos balcões, esperando ser escolhidos pelos comensais a qualquer hora do dia. É tudo ótimo, não fosse o fato de se ter de comer em pé com algum cotovelo alheio disputando espaço com seu prato. Essa parte chega a ser uma tortura. Na verdade, a gastronomia espanhola, especialmente a basca, está muito relacionada ao sexo masculino. Há na cidade centenas de confrarias onde os homens se reúnem para cozinhar e comer – algumas delas centenárias, com estatuto, brasão e bandeira fincada à porta. A entrada das mulheres só é admitida em datas especiais – e elas adoram, porque cozinhar também nas horas vagas lhes seria bem penoso. Um passeio pela Parte Vieja deixa ver o espírito combativo dos bascos. A cidade foi defendida a facão o quanto pôde pela população local. Em 1794, Napoleão, enfim, tomou a cidade. Em 1813, Donostia foi totalmente incendiada pelas tropas anglo-portuguesas na batalha que libertou a cidade do domínio francês. A urbe foi então reconstruída exatamente igual ao que era. Apenas a casa de três andares de número 42, na Calle del 31 de Agosto (dia da batalha), não foi destruída e é genuína construção do século XVI. Casa ativa, com gente vivendo nela. A rua mais antiga, porém, é a Santa Corda, com um estilo que remete a Marrakesh e Veneza. Para chegar ali, melhor vir pelo cais, onde barcos pequenos de pescadores colorem a paisagem. Eles são os donos das inúmeras casinhas coloridas debruçadas sobre o cais. Já tentaram tirá-los

3/4/11 1:57 PM


074_079_BITE_san_sebastian.rev.indd 77

3/4/11 1:57 PM


Os peixes divinos do Elkano (ao lado) e uma das ruas da Parte Velha

de lá para construções mais nobres, mas os pescadores se dizem donos do “ponto” há dezenas de anos – com o temperamento basco não se discute. Ponto. No cais, um programa legal é ver o entardecer e a chegada dos barcos. Nos bares do porto o aperitivo favorito são las karrakelas – uma espécie de caramujo de aspecto duvidoso, mas de bom sabor. O portal de entrada da cidade velha fica bem em frente aos barcos e é abençoado pelo frontão barroco da Igreja Santa Maria del Cuore – um nome de mulher muito comum por lá. Reza a história que uma imagem de Nossa Senhora desapareceu de seu nicho e reapareceu no coro da igreja – daí o nome. Botecos existem às dezenas nessas ruas, a mais populosa desses estabelecimentos é a Rua Fermin Kalbeton Kalea. Passeando pelas vielas acaba-se chegando ao La Bretxa, o mercado central que foi reformado e teve a parte antiga, onde na época se comercializava peixes, transformada em shopping center. E mais um pouco, chega-se à Plaza de La Constitución, o coração da Parte Velha, uma quadra enorme rodeada de belos edifícios – um deles residencial, com janelas amarelas e vasos nas sacadas. Em dezembro, alguns desses apartamentos são alugados para quem vai à Feira de São Tomáz, no dia 20, mais precisamente. Parece mentira, mas essa praça, supercentral, torna-se uma feira agrícola, com burros, vacas, comidas e bebidas (claro!). Logo ao lado está a igreja mais antiga da cidade, de San Vicente, século XVI.

S Ã O D E Z E S T R E L A S M I C H E L I N PA R A U M A C I D A D E C O M 6 8 7 MIL HABITANTES. LÁ ESTÃO OS RESTAURANTES TRÊS ESTRELA S AKELARRE , DO CHEF PEDRO SUBIJANA; MARTIN BERA S ATEGUI, DO CHEF HOMÔNIMO; E ARZAK, DO CHEF JUAN MARI ARZAK

78 074_079_BITE_san_sebastian.rev.indd 78

O colorido alegre do porto

3/4/11 1:57 PM


ONDE , COMO, QUANDO, O QUÊ HOSPEDAGEM • Hotel Maria Cristina – Para quem quer viver o luxo e a história da cidade, pagando bem. Entre 150 e 725 euros. WWW.LUXURYCOLLECTION.COM;

Praia de Ondarreta

Entre as atrações modernas da cidade, vale ver o Museu Naval e o Aquário aos pés do Monte Urgull. No Aquário, o passeio é quase assustador: sob um tubo gigantesco transparente, milhões de litros de água rodeiam em 360 graus o visitante, e é possível ver de perto a dentição toda de peixes de 2 metros de comprimento. Ao alto do monte pode-se chegar por caminhos verdes com ruínas medievais. De lá, tem-se uma visão panorâmica de toda a cidade e da estátua de 30 metros do Sagrado Coração que abençoa Donostia. De qualquer parte se vê a Ilha de Santa Clara. Ela, que já foi presídio e depósito dos doentes de peste, hoje é um ponto de passeio feito por barcas no verão. Mas não espere muita emoção. No Monte Igeldo, na outra ponta da praia, estão as esculturas Peine del Viento, feitas pelo artista Eduardo Chillida. As enormes estruturas de ferro no formato do número três, número inspirador para o artista, são hoje o símbolo de Donostia. Um funicular criado em 1912 para os passeios da rainha Maria Cristina ao topo do Monte Igeldo, e um parque de diversões. Para os que querem sentir o sal na pele mesmo no inverno, vale passar o dia no La Perla Talaso Sport, um spa de águas marítimas que funciona dentro de um edifício do início do século 20 e se debruça sobre o Mar Cantábrico. Tudo o que se fizer, sempre exigirá uma taça de vinho ou uma breve refeição em seguida. É inevitável. Isto posto, é fundamental conhecer um dos três restaurantes tocados por alguns dos chefs mais inovadores e importantes do mundo – Juan Mari Arzak, Martin Berasategui e Pedro Subijana. Marque com muita antecedência e, ao chegar, desperte todos os sentidos – nada é o que parece. Depois de uma degustação apaixonada como as que esses chefs propõem, fica mais fácil entender por que aquele nosso motorista de táxi tinha tanto orgulho de suas raízes e de sua cidade.

074_079_BITE_san_sebastian.rev.indd 79

e as cocochas de merluza rebozadas. Fica em Getaria, a 20 minutos de San Sebastián. Reserve! Tel. 943-14-06-14; WWW.RESTAURANTEELKANO.COM. • Saltxipi – No município de Usurbil, a 40 minutos MARIACRISTINA da cidade, comem-se • Hotel NH Aranzazu – Um croquetas de txangurro e quatro estrelas de poucos caranguejos gigantes. andares, confortável, em local mais tranquilo, próximo Tel. 943-37-33-17; à Praia de Ondarreta. WWW.SALTXIPI.NET Entre 116 e 174 euros. • Garbola Bar – Um dos • Hotel Europa – Charmoso mais famosos bares, três estrelas em edifício com muitos pintxos e até antigo. Entre 70 e 120 euros. caipirinha. Po Colón, 11 – Parte Vieja. WWW.HOTEL-EUROPA.COM Tel. 943-28-50-19 • Casa Vergara – Bar e COMIDA restaurante com pintxos e • Akelare – Encarapitado tudo de que o basco gosta. em uma montanha. MenuMayor, 21 – Parte Vieja. degustação com 12 pratos surpreendentes e divertidos. Tel. 943-43-20-73 Preço médio: 130 euros por PASSEIOS pessoa. Tel. 943-31-12-09; • Informações Gerais: WWW.AKELARRE.NET • Arzak – Considerado WWW.SANSEBASTIANTURISMO.COM gênio e pai da gastronomia • Aquarium – espanhola. Preço médio: WWW.AQUARIUMSS.COM 130 euros por pessoa. Tel. 943-44-00-99 Tel. 943-28-55-93; • Centro Talaso – La Perla Sport – WWW.ARZAK.ES • Martin Berasategui WWW.LA-PERLA.NET – – Talento e criatividade Tel. 943-46-44-04 impressionantes. Preço • Festival de Jazz – médio: 140 euros. WWW.JASSALDIA.COM Tel. 943-36-64-71; • Festival Internacional de Cinema – WWW.MARTINBERASATEGUI.COM • Elkano – Restaurante WWW.SANSEBASTIANFESTIVAL.COM tradicional conhecido por seus rodaballos (semelhante ao nosso robalo) na brasa

79 3/4/11 1:57 PM


TECNO

ELETRÔNICOS

CORES E SONS Foi-se o tempo em que era preciso um equipamento grande e pesado para ouvir música em ambientes maiores. A Bang & Olufsen lançou o compacto Dock Station, capaz de adaptar-se a qualquer lugar: pode ser pendurado na parede ou colocado sobre a mesa. Elegante e colorido, tem opções com tampas de tela de diversas cores. Conectam-se no aparelho dispositivos Apple e também outros que tenham entrada USB. A marca encontrou uma solução que faz com que o Beosound 8 obtenha uma maior quantidade de graves em um pequeno espaço. Preço: R$ 2.950. INFORMAÇÕES: WWW.BANG-OLUFSEN.COM

AVENTURAS EM 3D Os amantes de videogame entraram em alvoroço com o anúncio do Nintendo 3DS, o novo brinquedinho da marca. O aparelho, que não precisa de óculos especiais para ser usado, é portátil e inova com a tela touch screen em 3D. Mas, como jogos não são tudo na vida, o portátil também permite tirar fotos em 3D e conectar-se à internet via Wi-Fi. O aparelho chega aos Estados Unidos no fim de março em duas cores, azul e preto, e pode ser comprado pelo site da Nintendo. Preço: US$ 249,99. INFORMAÇÕES: WWW.NINTENDO.COM

PROJEÇÃO MAIS QUE MODERNA

80 080_081_TECNO.revindd.indd 80

Handycam HDR-PJ é o nome do novo lançamento da Sony, que ganhou o prêmio Best of CES, na categoria Digital Image pelo CNET, um dos mais respeitados sites de tecnologia do mundo. A filmadora é a primeira da marca com um projetor embutido, que permite uma nova maneira de assistir e compartilhar seus vídeos: em vez de usar uma televisão, é possível projetar as imagens em superfícies planas de até 60 polegadas. O aparelho chega ao Brasil em abril no modelo HDR-PJ10, que conta com zoom 30x e tela LCD de 3 polegadas. Preço: a definir. INFORMAÇÕES: WWW.SONYSTYLE.COM.BR

3/4/11 6:54 PM


MEMÓRIAS TRIDIMENSIONAIS Embarcando na tendência da tecnologia 3D, a Minox lançou a câmera fotográfica PX3D, que tira fotos com resolução tridimensional e que não precisam de óculos especiais para serem visualizadas. O design da câmera dispõe de quatro lentes na vertical, que tiram quatro fotos ao mesmo tempo, cada uma em plano e perspectiva diferente da outra, dando à imagem gerada impressão de três dimensões. Preço: a partir de H 500. INFORMAÇÕES: WWW.MINOX-PX.COM

PARA LER E MUITO MAIS O Kindle, best-seller da Amazon, ganhou uma nova versão. A marca promete um e-reader maior, mais fino, rápido e leve. As 7 polegadas da tela do modelo anterior se mantêm. Segundo a fabricante, a bateria do aparelho, que tem 4GB de memória, dura até um mês sem o wireless ligado. Preço: US$ 139 (com acesso à internet via Wi-Fi) e US$ 189 (versão 3G). INFORMAÇÕES: WWW.AMAZON.COM

SUPERPOTÊNCIA NA PALMA DA MÃO Não se deixe enganar pelo tamanho dessa caixinha. Além de leve, compacta, portátil e sem fios, a JAMBOX tem a capacidade de reproduzir sons em um volume tão alto que deixa para trás muitos alto-falantes grandes. Além disso, é a única caixa de som do mundo atualizável: é só conectá-la com a plataforma Jawbone MyTALK e renovar os softwares da marca. Além de iPods e dispositivos Bluetooth, conecta-se a celulares e computadores, permitindo compartilhamento de músicas, filmes, jogos etc. Feito para ser carregado na bolsa para qualquer lugar, o produto acompanha a vida prática, móvel e despojada dos dias de hoje. O aparelho é vendido no site da marca, na Apple Store e na Best Buy. Preço: a partir de US$ 199. INFORMAÇÕES: WWW.JAWBONE.COMMYTALK

080_081_TECNO.revindd.indd 81

81 3/9/11 3:45 PM


CALENDÁRIO

POR V I V I A N C A R R E R E L I A S RICARDO D’ANGELO

SÃO PAULO

NO CLIMA ROLLING STONES No Brown Sugar, restaurante recém-inaugurado nos Jardins, o rock-and-roll está presente desde o nome da casa, que é o título de uma música dos Rolling Stones, até a decoração dos ambientes, que é inspirada nos anos 70. O restaurante oferece um cardápio baseado nos clássicos da gastronomia italiana, em um espaço que comporta um salão principal e uma ampla varanda. Além disso, há um lounge bar comandado pelo barman Toninho, que já trabalhou em casas como Fasano e Gero, e que prepara desde drinques clássicos até versões originais de sangria. Uma das mais pedidas é a Sugar Rosé, que leva amora, uva-rubi, morango, maçã, tangerina, cravo, licor e vinho rosé, por R$ 58.

RICARDO D’ANGELO

BROWN SUGAR • Rua Padre João Manuel, 1055, Jardim Paulista. Tel. (11) 3063-4249. De domingo a quarta-feira, das 12 h à 1 h; de quinta-feira a sábado, das 12 h às 3 h.

TAPAS E MAIS TAPAS O bairro de Vila Nova Conceição ganhou um novo restaurante: o Clos de Tapas, que traz para o Brasil um conceito gourmet para um dos mais típicos pratos da gastronomia espanhola. O restaurateur Marcelo Fernandes, sócio do Kinoshita e da Mercearia do Francês, escolheu a dedo os chefs da casa: Ligia Karazawa, que já trabalhou em restaurantes da Espanha, como o Mugaritz, e o espanhol Raúl Jimenez. No menu, tapas para duas pessoas, como as de jamón ibérico Pata Negra, e individuais, que são divididas entre pratos frios e quentes, além das cinco opções de sobremesa. O projeto do restaurante ficou por conta do premiado Naoki Otake, que criou um ambiente que mistura paredes de pedras com quadros do artista Enrique Rodríguez, uma escada de aço corten que leva ao andar superior, onde está o bar e uma fachada inteira de vidro, que lembra uma grande vitrine. CLOS DE TAPAS • Rua Domingos Fernandes, 548, Vila Nova Conceição. Tel. (11) 3045-2291. De terça a quinta-feira, das 12 h às 15 h e das 19 h às 23 h; sexta-feira, das 12 h às 15 h e das 19h30 à 0 h; sábado, das 13 h às 16 h e das 19 h à 0 h; domingo, das 13 às 17 h.

082_089_CALENDARIO rev.indd 82

3/4/11 3:46 PM


RICARDO D’ANGELO

83

MOMENTOS DOCES FEITOS À MÃO A cidade de São Paulo ficou mais doce com a chegada da primeira franquia na América Latina da loja de doces Papabubble. A marca nasceu em 2004, em Barcelona, para pôr em prática o desejo dos proprietários de fazer balas artesanais autênticas, divertidas e que pudessem ser personalizadas. Nas unidades espalhadas pelo mundo, em lugares como Lisboa, Tóquio, Amsterdã, Seul, Nova York, é possível comprar os doces mais criativos e ainda encomendar as balas do jeito que quiser, que podem ser em pequenas quantidades, para presentear alguém, ou para eventos especiais, como casamento, chá de bebê ou outras festas. Grandes empresas, como a Sony e a Gucci, aproveitaram essa ideia e providenciaram suas próprias papabubbles para integrar suas campanhas de marketing. A loja de São Paulo possui mais de 40 sabores de balas feitas à mão, sendo alguns exclusivos da unidade, como os de açaí, guaraná, caipirinha e jabuticaba. Lá, os sabores mais pedidos são os de limão-siciliano e melancia. As balinhas podem vir em vários tipos de embalagem, mas as mais comuns são as bolsas de 140 gramas ou os potes de vidro de 200 gramas. PAPABUBBLE • Rua dos Pinheiros, 282, Pinheiros. Tel. (11) 2768-2282. De segunda a sexta-feira, das 10 h às 18 h; sábado, das 10 às 15 h.

082_089_CALENDARIO rev.indd 83

3/4/11 3:47 PM


CALENDÁRIO

082_089_CALENDARIO rev.indd 84

3/4/11 3:47 PM


082_089_CALENDARIO rev.indd 85

3/4/11 3:47 PM


CALENDÁRIO

DE ROBERT WILSON • PRODUZIDO POR DISSIDENT INDUSTRIER INC.

RIO DE JANEIRO

POR VIVIAN CARRER E L I A S

86

FOTO EM MOVIMENTO

TUCUPI DE VANGUARDA

Depois de passar por Berlim, Milão, Nova York, Praga, São Paulo e outras cidades do mundo, a Cidade Maravilhosa recebe Video Portraits, a exposição com 14 videorretratos produzidos pelo artista americano Robert Wilson. Definido como “uma figura central no mundo do teatro experimental”, o diretor mostra retratos de celebridades e de anônimos em vídeos que exploram temas de cinema, teatro, literatura e música. As fotos, exibidas em telas de até 1,5 metro de altura, incluem o ator Steve Buscemi, de açougueiro (foto); Brad Pitt, de cuecas samba-canção na chuva; e Winona Ryder, como Winnie, personagem da peça Dias Felizes, de Samuel Beckett.

Oro, o recém-inaugurado restaurante do Jardim Botânico, une ingredientes nacionais, como cumuaru, jambu e tucupi, e técnicas de vanguarda, produtos autossustentáveis e gastronomia refinada. O chef Felipe Bronze preparou um cardápio variado e dinâmico, que deve ser mudado constantemente e é dividido em snacks, pratos de degustação, pratos principais e sobremesas. Em um ambiente rústico e confortável, o lounge de espera do restaurante é decorado com um painel de 10 metros de comprimento assinado pelo artista plástico Dudu Garcia, que também elabora o set list do local. ORO: Rua Frei Leandro, 20, Jardim Botânico. Tel. (21) 2266-7591. De terça-feira a sábado, das 19h30 à 0 h; domingo, das 13 h às 17 h.

VIDEO PORTRAITS: Instituto Moreira Salles: Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea. Tel. (21) 3284-7400. De terça a sexta-feira, das 13 h às 20 h; sábados, domingos e feriados, das 11 h às 20 h. Entrada franca. Até 15 de maio de 2011.

NOVOS ARES PARA A ARTE Depois de quase três anos fechada para reforma, a nova Galeria de Arte Brasileira do Século XIX acaba de ser reinaugurada no Museu Nacional de Belas Artes. Trata-se da galeria de arte permanente mais antiga do Rio de Janeiro e o espaço concentra os mais significativos autores e obras produzidas no período no Brasil. O enorme espaço foi renovado e nele serão exibidos 230 trabalhos, 100 a mais do que anteriormente, entre pinturas, esculturas, arte sobre papel e mobiliário. Pela arte e pela inovação, vale a pena a visita. GALERIA DE ARTE BRASILEIRA DO SÉCULO XIX: Avenida Rio Branco, 199, Cinelândia. De terça a sexta-feira, das 10 h às 18 h; domingos e feriados, das 12 h às 17 h.

LEBLON PARISIENSE

Inspirado nos bistrôs de cozinha bourgeoise de Paris, o Chez L’Ami leva ao Leblon uma casa com o cardápio sofisticado e o dinamismo característicos do chef francês Pascal Jolly. Além dos pratos de qualquer hora, surpresas são apresentadas todos os dias à mesa, como se faz na França. O ambiente, assinado pela arquiteta Angela Leite Barbosa, torna-se confortável e intimista por causa das fotos em preto e branco da coleção do próprio Jolly, feitas em suas últimas viagens ao país de origem. No menu, destaque para as carnes e os pescados, que melhor representam a culinária do chef da casa. CHEZ L’AMI: Avenida General San Martin, 1227, Leblon. Tel. (21) 2512-8623. De segunda a sexta-feira, das 12 h às 16 h; sábado e domingo, das 12 h à 0 h.

082_089_CALENDARIO rev.indd 86

3/4/11 3:47 PM


082_089_CALENDARIO rev.indd 87

3/4/11 3:47 PM


CALENDÁRIO

LONDRES

POR LUCIANA BIA N C H I

HESTON BLUMENTHAL EM LONDRES

88

Finalmente, após um ano de espera, Heston Blumenthal abriu as portas de seu novo restaurante no Mandarin Oriental Hyde Park Hotel. Nas proximidades da loja Harrods, com vista para o Hyde Park, o Dinner by Heston já está sendo considerado pela crítica inglesa como o melhor restaurante aberto no Reino Unido nos últimos 20 anos. O menu é inspirado em pratos históricos britânicos e a carta de vinhos é assinada pelo renomado sommelier português João Pires. JUST For esteve na abertura e recomenda. Fabulous! DINNER BY HESTON • www.dinnerbyheston.com

ROYAL BALLET NA ARENA O2, COM ROMEU E JULIETA Yes, o casamento real vai acontecer e, apesar de não termos recebido um convite pessoal, estamos todos convidados! A Inglaterra não fala em outra coisa, e dia 29 de abril será feriado nacional no Reino Unido. Imitações do anel de noivado e especulações sobre o designer do vestido são alguns dos babados do momento. A cerimônia religiosa será na Westminster Abbey. E a plebe poderá acompanhar “de longe” a passagem da realeza e seus convidados. Em Londres, muitas comemorações paralelas acontecerão na cidade, como concertos, eventos “quase reais” e muitas surpresas.

A Arena O2, famosa por concertos de rock superlativos e onde Michael Jackson apresentaria seu mítico concerto final, apresentará em junho o ballet Romeu e Julieta, de Kenneth McMillan, de forma jamais vista até hoje. O Royal Ballet se apresentará pela primeira vez na gigantesca arena. No elenco, o bailarino cubano Carlos Acosta, considerado uma das revelações dos últimos anos, Tamara Rojo, Alina Cojocaru, Johan Kobborg, Edward Watson e Mara Galeazzi. A bilheteria acaba de ser aberta e ainda dá tempo de comprar os ingressos on-line.

THE ROYAL WEDDING • www.theroyalweddingwilliamkate.com

ROYAL BALLET • 17, 18 e 19 de junho • www.roh.org.uk/theO2.aspx

CASAMENTO REAL E FESTA NAS RUAS

ESTADA CINEMATOGRÁFICA EM LONDON EAST O novo hotel Town Hall já foi cenário de muitos filmes e tem tido destaque recentemente com o novo restaurante de Nuno Mendes, Viajante, que acaba de conseguir sua primeira estrela no Guia Michelin, com menos de um ano de funcionamento. Construído no início de 1900, o hotel foi restaurado no ano passado mantendo o exterior barroco clássico eduardiano e o interior art déco, com fusão de elementos contemporâneos. O que poucos sabem é que o “hipado” hotel tem uma coleção de obras de arte invejável e, apesar do luxo, oferece preços relativamente moderados. Com exceção da suíte Montfort, que é uma das mais exclusivas da city e custa 2.500 libras esterlinas por noite. TOWN HALL HOTEL • www.townhallhotel.com

082_089_CALENDARIO rev.indd 88

3/4/11 3:47 PM


TÓQUIO A COMIDA DA LONGEVIDADE Em uma aldeia localizada na região de Sichuan, na China, descobriu-se que a população vive mais tempo que a média mundial. Qual seria o segredo dessa longevidade? O povoado de Bama vive da cultura agrícola, em especial o cânhamo. A planta é usada na fabricação de fibras e produz grãos parecidos com o gergelim, que são consumidos diariamente pelos habitantes do povoado. Talvez aí esteja a resposta desse mistério. Neste ano, os japoneses, em colaboração com os chineses, abriram em pleno bairro gastronômico de Ginza, no Japão, um restaurante chinês com o mesmo preceito da cozinha de Bama: ter cereais e vegetais em equilíbrio com a proteína animal. Quem criou o restaurante foi a revista Sotokoto, a mais respeitada em sustentabilidade no Japão. Das 9 da manhã às 11 horas da noite, o Bama Lohas Cafe serve o melhor da cozinha de Sichuan, polvilhada com cânhamo. O restaurante vive lotado de gente de todas as idades que sonha viver um pouco mais. BAMA LOHAS CAFE • Ginza 6-11-1 Sotokoto bdg, 1040061 Tokyo, Tel. 03 6255 6840. Aberto todos os dias. http://bama-cafe.com

082_089_CALENDARIO rev.indd 89

POR MARI H I R ATA

89

ARTE NA RUA E PORTAS ABERTAS Reduto da arte contemporânea, Roppongi abriga os quatro museus mais moderninhos de Tóquio. Eles recebem os principais artistas internacionais e é possível percorrer a distância entre um e outros a pé. Um deles é o Mori, no 53o andar do prédio Roppongi Hills, o que faz dele o museu mais alto do mundo! Ele é conhecido por ter a melhor seleção de artistas contemporâneos do planeta. Ali, algumas vezes as obras fundem-se com a vista impressionante de Tóquio. O mais novo dos museus públicos, o National Art Center, última obra do falecido arquiteto Kurokawa Kisho, fica em um prédio impressionante feito de vidro, de uma leveza visual bem japonesa. Nesse prédio, ocorrem três exposições simultâneas, em que Ocidente e Oriente misturam-se diariamente. Há ainda o Suntory Museum, que fica no novo complexo Midtown, um dos mais respeitados em arte japonesa, pricipalmente em cerâmicas tradicionais e lacas. Esse museu projetado por Kengo Kuma, o arquiteto da moda, já existia em outro prédio e mudou-se recentemente. No local, há um jardim – o menor em tamanho, mas não em beleza e importância – com o museu construído por Tadao Ando, que tem como curador nada menos que Issey Miyake. O 21_21 Design Sight é dedicado exclusivamente ao design moderno. Esses museus, por si sós, já valem a pena. Mas, uma vez ao ano, acontece o festival que abre suas portas gratuitamente por uma noite. Nas ruas que os ligam existem eventos e performances de artistas do mundo todo, fazendo um carnaval artístico. Neste ano, o Roppongi Art Night, além de carros alegóricos produzidos por artistas, tem como tema as obras de Yayoi Kusama, uma das artistas mais populares. É uma noite em que Roppongi não dorme. ROPPONGI ART NIGHT 2011 • 26 de março /27 de março • Começa às 17h57, a hora do pôr do sol, e termina às 5h36, a hora do nascer do sol.

3/10/11 3:08 PM


PUBLIEDITORIAL

JUST VNC FOTOS POR LUIZ CERSOSIMO

090_105_publi_VNC_ed4.rev.final.indd 90

3/9/11 6:52 PM


EM 2011, UMA NOVA AGÊNCIA PARA VOCÊ

91

A VNC PRONTO PRIVATE COMEÇA 2011 CHEIA DE NOVIDADES E AINDA MAIS PREPARADA PARA ATENDER COM PRECISÃO ÀS EXPECTATIVAS DE SEUS CLIENTES

A

VNC, com sede na Vila Nova Conceição, tem mais de 16 anos de atuação no mercado de luxo. Agora, associada à Pronto Participações, empresa da Lopes, a maior imobiliária do Brasil, se transformou na VNC Pronto Private, uma empresa que se propõe a vender imóveis de alto padrão, usados, com as mesmas ações que a Lopes vende imóveis em lançamento. O método peculiar de trabalhar permanece o mesmo: reunindo informações claras e precisas sobre os imóveis, estudando cada região, rua a rua, e entendendo as necessidades particulares de cada pessoa ou família, a VNC Pronto Private tem como objetivo detectar as opotunidades do mercado que atendem às exigências de seus clientes. “Foco é a palavra de ordem. Oferecemos somente os imóveis que estão dentro das expectativas do comprador, sem perda de tempo”, afirma o diretor Marcos Goggi. “Nosso diferencial é esse seviço de consultoria, minucioso, que consideramos uma etapa fundamental antes da finalização do negócio.” Na nova agência de Moema, assim como na da Vila Nova Conceição, o cliente vai encontrar essa prestação de serviço feita por corretores especializados no bairro e conhecedores das características dos mais de 35 mil aparO

tamentos que existem ali. “Entre Moema Pássaros e Moema Índios, há cerca de 700 prédios. Todas as unidades estão no nosso banco de dados e recebem tratamento de lançamento imobiliário, pois trazemos informações que normalmente são apresentadas pelas construtoras em novos empreendimentos, mas que muitas vezes se perdem no tempo. Aqui, nós recuperamos todas elas: sabemos a metragem exata de cada unidade, o número de vagas na garagem, o valor do IPTU, o histórico de vendas e, principalmente, o real valor de mercado”, diz Goggi.  A VNC Pronto Private tem o prazer de convidá-lo a conhecer o novo escritório, na Av. Juriti, 192, onde a equipe de corretores especializados oferecerá de forma eficiente as melhores opções em negócios de seu interesse. Quando o assunto é exclusividade, a VNC Pronto Private tem ainda outra particularidade na sua maneira de trabalhar: a aliança com imobiliárias parceiras que têm imóveis de luxo em bairros como o Morumbi e os Jardins. Ou seja, para otimizar os negócios e oferecer a seus clientes o que há de melhor na cidade de São Paulo, a VNC Pronto Private privilegia as oportunidades de parcerias para vendas exclusivas em outras regiões nobres da cidade, estendendo sua atuação para além da Vila Nova Conceição e de Moema.

SOBRE A VNC PRONTO PRIVATE • A equipe – É formada por profissionais que, além de corretores, são consultores imobiliários altamente qualificados e com larga experiência no mercado, principalmente no bairro de atuação da agência. • Um exclusivo sistema de mapeamento digital – Oferece uma experiência única, que permite a visualização espacial, quadra por quadra, lote por lote, apartamento por apartamento, com as metragens oficiais. • Folheto ilustrativo – Contendo todas as características oficiais do imóvel que está pesquisando como: foto da fachada, condomínio, IPTU, planta de localização, www.vnc.com.br

DADOS DO IMÓVEL

Área útil 354,60 m² | Área total 742,35 m² Área escritura: 354,60 m² 4 Suítes | 4 Dormitórios | 5 Vagas cobertas Depósito | Ar cond. central | Aq. água central 4 Banheiros | Escritório | Home theater Sala íntima | Lavabo | Living | Varanda Sala de jantar | Sala de almoço | Prataria 2 Quartos de empregada | Lareira | 3 Sacadas Rouparia | 2 Closets | Hidromassagem | Copa Cozinha | Área de serviço

DADOS DO CONDOMÍNIO

Área do terreno: 1.487 m² Construtora: GHG Ano de conclusão: 1989 17 Andares | 1 Unidade por andar 2 Elevadores | Ar cond. central Lava-carros | Sala /p motorista 9 Unidades

LAZER COMUM

Salão de festas | Sala de jogos Sauna seca | Playground Piscina aquecida

DESTAQUES

Itamaraca: Apartamento Duplex 61

Gerador Apartamento maravilhoso!!! Totalmente reformado. Lindo!!!

VALORES

Vila Nova Conceição

Valor de venda: R$ 4.350.000 Valor vnd m²/útil: R$ 12.253 Valor vnd m²/total: R$ 5.862 IPTU: R$ 1.800 Condomínio: R$ 4.000 Última atualização: 11/01/2011

Ref: 436

CRECI 21750PJ

R. Lourenço de Almeida, 802

área útil correta, vagas e outras informações complementares. • Plantas – Conheça previamente a disposição das plantas, com a metragem oficial dos ambientes. • Fotos externas – Características arquitetônicas, os acabamentos internos e externos e o estado de conservacão dos imóveis. • Histórico de vendas – A VNC possui o índice de variação de venda e locação de cada edifício dos bairros em que atua, proporcionando dessa forma a média de preço por metro quadrado praticada na região, informação essencial na decisão de compra.

AGÊNCIA VILA NOVA CONCEIÇÃO atendimento@vnc.com.br Pça. Pereira Coutinho, 182

(11) 3638.9999

102

090_105_publi_VNC_ed4.rev.final.indd 91

WWW.VNC.COM.BR • AG. V.N. CONCEIÇÃO: (11) 3638-9999 • AG. MOEMA: (11) 2770-5070

3/9/11 6:52 PM


PUBLIEDITORIAL

92

MOEMA REF. 62629 APARTAMENTO DÚPLEX (JUNÇÃO) Este magnífico dúplex possui finíssimos acabamentos, começando pelo amplo living de mármore piguês com projeto de automação, som ambiente e ar-condicionado central. Suíte máster com amplo banheiro e hidro, espaçoso closet integrado. Todos os ambientes possuem conforto aliado a estilo e personalidade. Área útil: 545 m² 5 suítes, 10 vagas Valor sob consulta

WWW.VNC.COM.BR

090_105_publi_VNC_ed4.rev.final.indd 92

3/9/11 6:52 PM


MOEMA

REF. 63037 APARTAMENTO Próximo ao Parque do Ibirapuera, tem assinatura de Leonardo Junqueira na decoração. Possui privilegiada área social com ambientes integrados e varanda gourmet, perfeita para reunir amigos e celebrar bons momentos. O bom gosto está em todos os ambientes: home theater, sala de jantar e ampla cozinha com charmosa sala de almoço. Não é diferente nas 3 suítes, inclusive a máster, amplo escritório e banheiros sr. e sra. Com privacidade e segurança, o condomínio é para 8 famílias privilegiadas que poderão desfrutar de sala de ginástica, salão de festas e piscina. Área útil: 306 m² 3 suítes, 6 vagas Valor sob consulta AG. V.N. CONCEIÇÃO: (11) 3638-9999 • AG. MOEMA: (11) 2770-5070

090_105_publi_VNC_ed4.rev.final.indd 93

3/9/11 6:53 PM


PUBLIEDITORIAL

94

MOEMA

REF. 57745 COBERTURA DÚPLEX “Feito para ser único”, o projeto de Israel Rewin e o paisagismo de Marcelo Faisal trazem sofisticação nos detalhes e inteligência na distribuição dos ambientes. O lavabo é de mármore travertino romano bruto, e o piso do living, de tacão. Banheiros das suítes de mármore piguês, infraestrutura para instalação de cabeamento estruturado, aspiração central, ar-condicionado multisplit, tratamento acústico no piso do living, terraço gourmet integrado ao living. Área de lazer com piscina coberta e aquecida, fitness, sauna seca, brinquedoteca, praça dos pássaros, piscina descoberta, quadra esportiva gramada e playground. Área útil: 408 m² 4 suítes, 6 vagas Valor sob consulta WWW.VNC.COM.BR

090_105_publi_VNC_ed4.rev.final.indd 94

3/9/11 6:53 PM


MOEMA REF. 59354 APARTAMENTO Praticidade e elegância reunidos em ambientes amplos, decorados com armários, closet e cozinha Ornare. Totalmente reformado, com ambientes integrados, ampla suíte máster com banheiro sr. e sra. Aconchegante sala de almoço, acabamento moderno de muito bom gosto, revestimento de mármore, granito, tábuas largas, automação e arcondicionado. Área útil: 320 m² 3 suítes, 5 vagas Valor sob consulta

EXCLUSIVIDADE VNC

AG. V.N. CONCEIÇÃO: (11) 3638-9999 • AG. MOEMA: (11) 2770-5070

090_105_publi_VNC_ed4.rev.final.indd 95

3/9/11 6:53 PM


PUBLIEDITORIAL

96

VILA NOVA CONCEIÇÃO REF. 39886 APARTAMENTO Moderno edifício com paisagismo Burle Marx, vista privilegiada, projeto do apartamento com assinatura de Dado Castello Branco, execução Marcelo Della Manna. Alguns detalhes que valem ser destacados: piso de madeira com revestimento ecológico branco, persianas automatizadas, cozinha com estilo e personalidade, além da câmara refrigerada para vinhos. Uma verdadeira exclusividade em um imóvel. Área útil: 293 m² 4 suítes, 4 vagas Valor sob consulta

WWW.VNC.COM.BR

090_105_publi_VNC_ed4.rev.final.indd 96

3/9/11 6:54 PM


VILA NOVA CONCEIÇÃO REF. 61809 APARTAMENTO Este bárbaro apartamento, com decoração de interiores Antonio Bernardes, possui piso de mármore carrara em toda a área social, além de varanda integrada com o living e moderno home theater. Cozinha com armários Kitchens e suítes espaçosas com closet, além de ar-condicionado em todas as dependências e automação nas persianas. Área útil: 388 m² 4 suítes, 5 vagas Valor sob consulta

EXCLUSIVIDADE VNC

AG. V.N. CONCEIÇÃO: (11) 3638-9999 • AG. MOEMA: (11) 2770-5070

090_105_publi_VNC_ed4.rev.final.indd 97

3/9/11 6:54 PM


PUBLIEDITORIAL

98

VILA PRIMAVERA

EXCLUSIVIDADE VNC REF. 44813 COBERTURA TRÍPLEX Entre o Parque do Ibirapuera e Vila Nova Conceição, tudo nesse tríplex é grandioso, cada espaço é impecável. Divididos nos três pavimentos, área social, home theater e as 3 suítes, cada ambiente é decorado em detalhes. A suíte principal conta com excelente closet e espaçoso banheiro. Para quem sabe curtir a vida, a comodidade do home theater é o ponto principal do terceiro pavimento, com automação, ar-condicionado e elegante sala de estar, espaço perfeito para desfrutar encontros com os amigos. Área útil: 281 m² 3 suítes, 4 vagas Valor sob consulta WWW.VNC.COM.BR

090_105_publi_VNC_ed4.rev.final.indd 98

3/9/11 6:54 PM


CIDADE JARDIM

REF. 63130 SOBRADO RESIDENCIAL Esta charmosa mansão possui suíte máster com amplo terraço, banheiros sr. e sra. com hidromassagem, e vista para o Parque Alfredo Volpi. Decoração de Ana Maria Vieira Santos, sala de estar com pédireito duplo, home theater, sala de jantar também com vista para o parque. Espaço gourmet com forno de pizza, cooktop, churrasqueira, 2 piscinas, sendo uma com raia de 25 metros coberta e aquecida, sala de ginástica, sauna, vestiário, quadra de squash, parede de escalada. Garagem para 6 carros, sistema de segurança com monitoramento. Área útil: 596 m² 4 suítes, 6 vagas Valor sob consulta EXCLUSIVIDADE VNC

AG. V.N. CONCEIÇÃO: (11) 3638-9999 • AG. MOEMA: (11) 2770-5070

090_105_publi_VNC_ed4.rev.final.indd 99

3/9/11 6:54 PM


PUBLIEDITORIAL

100

IBIRAPUERA

REF. 63148 APARTAMENTO Assim como uma pintura ou uma escultura, o apartamento deste empreendimento foi projetado e desenvolvido praticamente de forma artesanal. O pé-direito de 3 metros na área social e íntima, as amplas janelas de frente e a exuberante vista permanente do terraço para o Parque do Ibirapuera são detalhes que impressionam pela exclusividade. Tanto perfeccionismo transforma este residencial numa nova referência no segmento de altíssimo padrão. Área construída: 358 m² 4 dormitórios, 3 suítes, 5 vagas Valor sob consulta

WWW.VNC.COM.BR

090_105_publi_VNC_ed4.rev.final.indd 100

3/9/11 6:55 PM


MORUMBI REF. 63262 COBERTURA DUPLEX Cobertura descolada com piscina, churrasqueira e home theater. A vista agradável com total privacidade combina com delicioso espaço gourmet. Dispondo de sala de jantar integrada a cozinha, suíte máster com amplo closet e banho em mármore branco e hidromassagem. Oportunidade única em uma ótima localização com muito verde. Área construída: 245 m2 3 dorm, 1 suite, 3 vagas Valor sob consulta

AG. V.N. CONCEIÇÃO: (11) 3638-9999 • AG. MOEMA: (11) 2770-5070

090_105_publi_VNC_ed4.rev.final.indd 101

3/9/11 6:55 PM


PUBLIEDITORIAL

102

JARDIM AMÉRICA REF. 9592 APARTAMENTO Com grife Lindenberg, este elegante e charmoso dúplex é a escolha perfeita para quem quer morar nos Jardins, em meio aos melhores restaurantes de conceito internacional. Amplo living com pé-direito de 6 metros, sofisticada decoração, mezzanino com aconchegante home theater, sala de jantar integrada, suíte máster com muitos armários. Área útil: 264 m² 4 suítes, 3 vagas Valor sob consulta Venda e Locação

WWW.VNC.COM.BR

090_105_publi_VNC_ed4.rev.final.indd 102

3/9/11 6:56 PM


JARDIM AMÉRICA REF. 63194 COBERTURA DÚPLEX Reforma impecável, atual e clean, projeto da arquiteta Kika Camasmie. A arquiteta fez uso de muitos elementos brutos, tais como vidro, cimento queimado e madeira.  Área social deliciosa com um ambiente todo integrado à sala de estar, jantar, cozinha e varanda. Escritório contíguo a outra varanda fechada, toda envidraçada, com pé-direito duplo, onde funciona outro escritório. Escadaria toda de mármore carrara. Área útil: 311 m² 3 dormitórios, 2 suítes, 3 vagas Valor sob consulta

EXCLUSIVIDADE

AG. V.N. CONCEIÇÃO: (11) 3638-9999 • AG. MOEMA: (11) 2770-5070

090_105_publi_VNC_ed4.rev.final.indd 103

3/9/11 6:56 PM


PUBLIEDITORIAL

104

JARDIM PAULISTA REF. 62911 SOBRADO RESIDENCIAL Este sobrado charmoso e aconchegante, além de estar localizado em uma rua tranquila, tem um jardim para relaxar. É uma ótima solução para quem tem de encarar a movimentada cidade de São Paulo todos os dias. Área de terreno: 380 m² área construída: 300 m² 3 suítes, 4 vagas Valor sob consulta

EXCLUSIVIDADE VNC

REF. 63116 SOBRADO RESIDENCIAL Casa estilo toscano da arquiteta Cristina Bogossian, com ampla área de jardim, sala de motorista, sala de ginástica, hall de entrada com pé-direito duplo, lazer completo com piscina, forno a lenha para pizza e churrasqueira. Espaço exclusivo para cães. Belíssimo jardim do paisagista Gilberto Elkis. área de terreno:

área construída:

884 m² 450 m²

3 suítes, 3 vagas Valor sob consulta

WWW.VNC.COM.BR

090_105_publi_VNC_ed4.rev.final.indd 104

3/9/11 6:56 PM


JARDIM PAULISTANO REF. 62990 CASA DE CONDOMÍNIO Projeto diferenciado, que reúne as características mais desejadas pelo consumidor: segurança, natureza, estilo, classe e sofisticação. Assinado pela arquiteta Patrícia Anastassiadis e pelo paisagista Benedito Abbud, o projeto conta com 13 casas diferentes entre si. Residências totalmente isoladas umas das outras para proporcionar maior privacidade e conforto aos moradores. Além disso, o projeto conta com muito espaço para lazer, e área verde ao redor de todo o condomínio. Todos os ambientes da casa são decorados com excelente bom gosto e requinte. Área útil: 530 m² 3 suítes, 6 vagas Valor sob consulta

ITAIM REF. 63158 APARTAMENTO Localizado no melhor do Itaim, o terraço envidraçado convida os apreciadores de uma belíssima vista verde para passar uma tarde agradável neste imóvel de vista eterna para o Jockey Club. O empreendimento ainda conta com quadra de tênis, piscina, salão de jogos e festas, e sala de ginástica. Área útil: 431 m² 4 dormitórios, 3 suítes, 3 vagas Valor sob consulta

AG. V.N. CONCEIÇÃO: (11) 3638-9999 • AG. MOEMA: (11) 2770-5070

090_105_publi_VNC_ed4.rev.final.indd 105

3/9/11 6:57 PM


CLICK

S E RG I O COIMBRA www.studiosc.com.br Eis aqui um fotógrafo que curtiu a paixão pela fotografia hedonista durante anos até conseguir entregar-se de vez aos caprichos da luz. Hoje, o Studio SC é uma espécie de templo sagrado da fotografia gastronômica para o qual chefs do mundo inteiro acorrem em busca da imortalidade de suas criações. Esta foto faz parte do calendário anual do estúdio, uma espécie de Pirelli da cozinha (e tão tentador e artístico quanto), no qual 12 grandes profissionais dão sua interpretação ao tema “Marmitas”. Aqui, a marmita de Alex Atala.

106 106_108_CLICK.revindd.indd 106

3/4/11 5:07 PM


106_108_CLICK.revindd.indd 107

3/4/11 5:07 PM


106_108_CLICK.revindd.indd 108

3/4/11 5:07 PM

JUST FOR 4  

O Título aborda de maneira sofisticada e exclusiva o mercado de arte, cultura, gastronomia, viagens, objetos de luxo, tendências, perfis de...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you