Issuu on Google+

team edition 2


Grandeza não é um presente que cai do céu. Não existe talento nato, sorte ou nenhuma força exterior capaz de mudar isso. Alcançar grandeza depende de esforço próprio. De encontrar a motivação para nunca desistir de uma manobra. De encontrar a coragem para pular um gap sinistro. De encontrar disposição para andar em uma noite fria. Grandeza precisa ser cultivada. Pelas ruas e picos espalhados pela cidade. Todo santo dia. Não existe lugar melhor do que São Paulo para isso. A eterna capital do skate no Brasil é um playground a céu aberto.

Das bordas de pedra aos degraus do Vale do Anhangabaú. Da escadaria da Praça da Sé aos bancos e corrimãos da Praça Roosevelt. Em tantos picos clássicos espalhados pela Avenida Paulista. E nos picos que só você e seus amigos conhecem, escondidos na sua quebrada. Ninguém conhece e explora tanto a cidade como nós. Ninguém contempla sua arquitetura de forma tão apaixonada. Ninguém interage com ela de forma tão intensa. Em São Paulo, a grandeza está à sua espera em cada sessão. Encontre a sua.

Eu (Skate) SP


fábio cristiano

Pico: Avenida Paulista

36 anos, São Paulo. 20 anos fazendo o que ama com a disposição de quem começou ontem. Curte se exercitar, viajar e conhecer gente nova.

A Avenida Paulista é igual a SP: gigante, movimentada e cheia de gente do mundo todo. Sem falar que é um pico extraordinário para o skate, com inúmeros obstáculos, que se tornaram um clássico das sessões noturnas na cidade. A Paulista é como Fabio Cristiano também, paulistano da gema, que anda de skate por lá desde que se conhece por gente. Fabio Cristiano busca grandeza na Avenida Paulista. Fabio (Skate) SP.


bs 50-50


cézar gordo

Pico: Praça Franklin Roosevelt 30 anos, Porto Alegre. Influência para qualquer skatista, vive para fazer cada momento valer a pena.

Desde moleque, Cezar Gordo se acostumou a enfrentar 18 horas de busão entre Porto Alegre e SP só para andar de skate no centro da capital paulista. Uma de suas primeiras fotos publicadas foi tirada na Praça Roosevelt, um dos picos mais clássicos do Brasil, quando ele ainda era amador. Gordo busca grandeza na Praça Roosevelt. Gordo (Skate) SP.


ss crooked


luan oliveira

Pico: Praça da Sé

22 anos, Porto Alegre. Ídolo da nova geração de skatistas. Gosta de jogar bola, videogames e ficar na internet.

Um dos primeiros rolês do Luan Oliveira em São Paulo foi na Praça da Sé, com sua histórica escadaria e suas transições. Ele curtiu tanto que várias manobras daquele dia acabaram em páginas de revistas e em vídeos de skate. O nome dele está escrito em cada borda desse pico lendário. Luan busca grandeza na Praça da Sé. Luan (Skate) SP


Fs Nosebluntslide


rodrigo petersen

Pico: Vale do Anhagabaú

32 anos, Curitiba. Um dos responsáveis pela boa reputação do skate brasileiro no mundo. Mais importante que isso, para ele, só passar tempo com a família.

Um dos picos preferidos do Rodrigo Petersen é o clássico Vale do Anhangabaú. Foi nessa artéria do coração de SP que ele desenvolveu seu pop impressionante. Logo, as bordas altas do Vale já não eram nada para ele. Suas primeiras fotos como Pro foram feitas lá. Rodrigo Petersen busca grandeza no Vale do Anhangabaú. Petersen (Skate) SP


bs ollie fakie pivot grind


“Contato” é sentir o skate colado ao seu pé em qualquer situação. O Team Edition II foi desenvolvido especialmente para criar essa sintonia perfeita entre você e seu carrinho. O solado vulcanizado e flexível garante que as manobras colem no pé, enquanto o cabedal em suede vermelho simboliza o sangue que cada um dá em busca de grandeza. Encontre sua grandeza com o Team Edition II.


facebook.com/NikeSkateboardingBrasil


EU (SKATE) SP