Page 1

Revista brasileira de fotografia

www.fotoinfoco.com.br

AYANA CRISTINA Galeria Inspire-se com as imagens capturadas pela Fotógrafa Raquel Amapos

Fotógrafa de

SUCESSO Conheça a história da Fotógrafa Raquel Amapos

N' 01 • Ano I • Edição Bimestral • R$ 7,99

Conheça a Ayana, que tinha a fotografia apenas como hobby e hoje seu sonho é fotografar noivas e casamentos


É com enorme prazer que apresento ao mercado brasileiro uma nova publicação sobre fotografia. Uma revista feita por quem e para quem adora essa atividade, e que, por profissão ou apenas hobby, dedica parte do tempo e recursos essa maravilhosa arte. Entrando no lado prático, a revista Fotoinfoco, trará, em cada uma de suas edições, o trabalho realizado por fotógrafos de todo o Brasil. Meu objetivo é divulgar e incentivar a produção fotográfica, que considero uma importante atividade econômica e cultural. Nesta revista sempre terá matérias com assuntos práticos, dicas de oportunidades fotográficas, testes de equipamentos, galeria dos leitores, além de notícias sobre os principais lançamentos de produtos e serviços do mundo fotográfico. Na primeira edição, procurei abordar as histórias de alguns fotógrafos, para que outros possam ver que nada é fácil, que as vezes acontece por acaso e outras vezes a pessoa nasce com o dom de fotografar. A cada edição, falarei sobre um assunto diferente, como dicas, truques, acessórios, lentes e outros. Enfim, espero que todos gostem do que preparei com muito carinho e empenho, estou aberta a críticas e sugestões. A partir de agora, estão todos convidados a participar. Esta revista faz parte de um trabalho acadêmico realizado na faculdade 7 de setembro.

Até o próximo encontro e boas fotografias! Nikely Fedechen Diretora editorial

Capa e diagramação Nikely Fedechen Projeto gráfico Nikely Fedechen Fotos Ayana Cristina Raquel Amapos Publicidade Nikely Fedechen Diretora editorial Nikely Fedechen

Ayana Cristina..................03 Raquel Amapos................04 Galeria..............................06


Ayana Cristina

Gosto de fotografar desde quando era pequena, comecei com câmera digital a tirar fotos dos cosplay (pessoas que se vestem de personagens de animes, filmes, jogos, etc.) em eventos de anime. No meio do ano de 2012 ganhei de presente uma câmera profissional, que eu namorava a mais de meses em uma loja, mas mesmo assim queria manter isso como hobby, ainda tirando fotos de cosplay. Antes de ganhar a câmera já tinha testado outra de uma amiga, mas não sabia mexer em nada, então tive uma aula básica com minha amiga fotógrafa Sara que me ensinou um pouco como funciona. Depois fui lendo o manual da câmera e revista sobre fotografia. Depois de uns meses decidi fotografar umas amigas, fiz um book com três amigas, mas a que mais serviu de cobaia foi Andrezza Aguiar. Com isso aprendi mais como funciona todo “esquema”. Pensei que chegaria somente a fazer fotos de meninas de quinze anos ou pequenos aniversários, mas acabei indo pro lado da moda, puxada pelo dono da agencia Fera Fashion, Deyson Marques, que confiou muito em mim, mesmo não sendo uma profissional do ramo. Ainda não me considero uma profissional, não estudei o suficiente, não sei todos os truques, mas também não uso mais como hobby.É sempre uma diversão fotografar e hoje só quero crescer mais e mais. Um dia gostei muito de tirar fotos de cosplays, hoje amo tirar fotos de modelos, mas meu sonho será o dia que eu tirar fotos de noivas e casamentos, acho o momento mágico e poder registrar isso é divino. Ayana Cristina • 24 anos

facebook.com/pages/Ayana-Cristina-Fotografia

Hoje acabei indo pra um rumo que nunca imaginei, MODA.

FOTOINFOCO • 03


Raquel Amapos www.raquelamaposfotografia.com


Quando pequena, eu amava ser fotografada, fazia poses e mais poses para quem aparecesse com uma câmera voltada para mim. Com o tempo, comecei a ter curiosidade e quis fotografar as pessoas. Não tinha nem cinco anos e, quando tinha a oportunidade, já acabava com os filmes que minha mãe comprava para a câmera. Por volta de 12 anos, economizei dinheiro e comprei a minha primeira câmera. Eu não aguentava ter que pedir autorização para fotografar, usar a câmera de meu pai. Então comprei uma compacta digital: Olympus Stylus 850 SW. Eu vivia com a câmera, fotografava, filmava. Através dela gerei fotos e vídeos que guardo como recordações maravilhosas. Mas o tempo foi passando e, com14 anos eu comecei a me sentir um pouco limitada pela câmera compacta, já que eu tinha pouco controle de luz, velocidade de obturador. Foi quando voltei a juntar dinheiro: eu poupava saídas, economizava troco de lanche, pedia dinheiro como presente. Fui pra São Paulo com um dinheiro guardado para ver se conseguia comprar ao menos uma Semi- Profissional. Foi quando o Caco Parise, meu tio, fotógrafo, e meu padrinho fotográfico me presenteou com a câmera que ele usou quando começou a fotografar. Então com o dinheiro que eu tinha, eu pude comprar uma lente. O Caco me passou as noções básicas da fotografia, como enquadramento, profundidade de campo, e está sempre me ensinando, dando dicas e ajudando no meu aperfeiçoamento. Depois de ter uma câmera profissional, percebi que eu tinha realmente um hobby. Comecei, então a prestar mais atenção nos detalhes, nas sutilezas.

Percebi que a fotografia vai além de clicar: a fotografia envolve percepção, sensibilidade quanto ao meio em que vivemos. E quanto mais eu desenvolvo essa sensibilidade, mais apaixonada pelo mundo e pela fotografia eu fico. Meu pai já disse que pareço uma criança de 5 anos que encosta a cabeça na janela do carro como se fosse a primeira vez que estivesse vendo e entendendo o mundo. E é assim que eu me sinto quando saio por aí, tento assistir todo pôr do sol como se fosse o primeiro, me encanto, me permito perder o fôlego ao ver uma borboleta pousar sobre uma flor. Busco entender 80 anos de história olhando nos olhos de uma senhora. E é tudo isso que eu tento expressar nas minhas fotografias. Eu vejo o mundo como algo encantador, então é ele que eu quero mostrar para as pessoas: quero que elas vejam o mundo da minha perspectiva, que elas entendam que a beleza está, sim, em todo lugar, nós que muitas vezes não nos permitimos enxergá-las. Atualmente, como profissional, eu trabalho como freela fazendo ensaios fotográficos de bebês, e-sessions, fotos promocionais... Estou cursando publicidade exatamente por causa da fotografia. Fotografar é o que eu quero pra minha vida. Quanto a ter as fotos publicadas na Lomogracinha, eu fiquei super feliz. Todo e qualquer tipo de reconhecimento do meu trabalho me faz muito feliz, desde esse convite de entrevista, da publicação de fotos minhas em sites até aos elogios satisfeitos dos meu clientes. São esses detalhes que me fazer querer continuar em busca do aperfeiçoamento e progresso profissional.

Raquel Amapos - 18 anos - Fotógrafa Freelancer - Estudante de Publicidade e Propaganda (UFC)


Galeria por: Raquel Amapos

Inspire-se

FOTOINFOCO • 06


Canon EOS 6D a câmera profissional com sensor enorme e vídeo Full-HD mais barata que há

R$

2.900,00

A Canon EOS 6D é a câmera full-frame mais barata que você pode comprar nova. Ela herda funções de outras ótimas câmeras da Canon, mas como ela se compara à nova Nikon D600, que chega a preço semelhante? A Canon EOS 6D, nova DSLR fullframe de entrada, parece bastante uma versão levemente melhorada da lendária 5D Mark II. Isto não é surpresa: praticamente sozinha, aquela câmera transformou a SLR profissional em uma ferramenta padrão para cineastas.


Epson Inkjet Photo L800

Primeiro modelo do mundo com tanque externo produzido especialmente para a impress達o de fotografias e imagens de alta qualidade.

Fotoinfoco (Fotografia)  

Revista sobre fotografia 1ª Edição (Trabalho acadêmico)

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you