Page 25

25 3. Conclusão Pode-se concluir que, as hipóteses levantadas a respeito das principais influências de Daniel Bueno foram confirmadas, uma vez que Saul Steinberg (1914 -1999), Jim Flora (1914-1998) e George Grosz (1893-1959) são realmente suas principais influências. Bueno confirma essas hipóteses em entrevista.

Verifica-se na comparação de obras de Daniel Bueno que existem aspectos como, a ilusão e ambiguidade semelhantes às obras de Saul Steinberg, formas inusitadas e cores contrastantes parecidos com as obras de Jim Flora e "cortes" e formas geométricas próximas aos trabalhos de George Grosz.

Conclui-se ainda que as alguns trabalhos de Bueno possuem relações com o Surrealismo Pop. Porém, o livro "Bili com Limão Verde na Mão", apesar de trazer personagens soltos, inseridos num clima fantasioso (o que não poderia ser diferente, sendo que o livro possui referências de “Alice no País das Maravilhas”), não se enquadra a esse movimento, pois faz uma exploração mais contundente da linguagem, sem gratuidade ou aleatoridade de elementos como no Surrealismo Pop. Seu design e ilustração procuram acompanhar o texto de Pignatari, baseados em referências do Concretismo. E, segundo Bueno (2010), a poesia concreta de Pignatari vai na direção contrária ao lirismo, ao subjetivismo, ao expressionismo, a simbolismos, ao acaso e ao inconsciente.

Os aspectos racionais, estruturais, planejamento e projeto são valorizados no Concretismo, que está inserido na “High Brow”. Já o Surrealismo Pop não possui programa claro e é chamado de “Low Brow”.

A OBRA DO ILUSTRADOR CONTEMPORÂNEO DANIEL BUENO RELACIONADA COM OBRAS DE ILUSTRADORES DO SÉCULO XX  

Este projeto investiga a obra de Daniel Bueno, arquiteto, quadrinista, designer gráfico e ilustrador contemporâneo brasileiro, membro e con...