Page 21

21 Algumas vezes também faz trabalhos vetoriais utilzando softwares como o Freehand, e quando pode busca novas soluções, mudando um pouco o estilo habitual.

2.4 Bili com Limão Verde na Mão Daniel Bueno ilustrou o livro de classificação infanto-juvenil "Bili com Limão Verde na Mão" escrito por Décio Pignatari, um dos principais integrantes do grupo concretista paulistano.

Lançado pela editora Cosac Naify, o projeto gráfico é de Luciana Facchini com edição de Augusto Massi e Isabel Coelho.

A narrativa ficcional de Pignatari conta a história de Belisa (Bili) uma garota de treze anos que está entrando na adolescência. Bili passa por uma confusão de idéias, pensamentos e sentimentos, próprios de quem está deixando a infância e vivenciando o que não conhece. Algumas vezes, o livro faz alusões à Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carroll.

No início do livro, o texto aparece escrito sem vírgulas ou pontos para mostrar o fluxo de consciência da garota, que grita como uma “Tarzoa”, trazendo para a história um limão verde. Bili atira o limão em alvos esporádicos atraindo para ela personagens que atrapalham seu caminho e que, segundo Santaella (2009), colocam-a diante das provas iniciatórias rumo ao amadurecimento emocional.

Esse é um dos poucos projetos em que Bueno usa somente vetores. Segundo ele (2010), a única parte que foi feita manualmente foram os esboços dos desenhos. As ilustrações possuem formas geométricas e simples, cores bem vibrantes em contraste com elementos em preto.

Bueno justifica em email (2010), o uso de poucos recursos gráficos:

A OBRA DO ILUSTRADOR CONTEMPORÂNEO DANIEL BUENO RELACIONADA COM OBRAS DE ILUSTRADORES DO SÉCULO XX  

Este projeto investiga a obra de Daniel Bueno, arquiteto, quadrinista, designer gráfico e ilustrador contemporâneo brasileiro, membro e con...