Page 1

Sistema Integrado de Ensino

4ยบano Ensino Fundamental 1

Caderno 1


Sistema Integrado de Ensino

Ensino Fundamental

1

Língua Portuguesa Oeni Custódio

Matemática Amanda Ferreira Verardo

Ciências Vindia Duboc

História Nilva Aparecida Pereira Gonçalves Marlene Oliveira de Brito

Geografia Marlene Oliveira de Brito Nilva Aparecida Pereira Gonçalves

4ºano

Caderno 1


SISTEMA INTEGRADO DE ENSINO Ensino Fundamental - Anos Iniciais 4º ANO - CADERNO 1 Copyright © 2017 - Proens Tecnologia Educacional Ltda. Todos os Direitos Reservados

Direção Editorial:

Camila Lima Hercos Coolidge Hercos Neto Jony Cesar Zanini

Direção pedagógica: Coordenação pedagógica: Supervisão pedagógica: Copidesque e preparação:

Patricia Carolina Alvim Inelise Pereira Lima Martins Jony Cesar Zanini Inelise Pereira Lima Martins

Pesquisa iconográfica:

Carina de Andrade

Projeto gráfico e diagramação:

Carina de Andrade

Projeto de imagens: Capa: Revisão:

SXC, IstockPhoto, Freepik e Vecteezy Carina de Andrade Inelise Pereira Lima Martins

ISBN : Sistema Proens Educacional de Ensino, 4º ano: Ensino Fundamental, Caconde, SP : Proens Tecnologia Educacional, 2017, (Sistema Integrado de Ensino) Vários autores 1. Ensino Fundamental 2. Livros-texto ( Ensino Fundamental) 4º ano ( séries iniciais) 1ª Edição - 2017 Impresso no Brasil

Rua: Rui Barbosa, 120 - Centro - Caconde - SP CEP: 13.770.000 Tel: (019) 3662-2613 - 3662-1888 contato@proens.com.br www.proens.com.br

Todos os direitos reservados a Editora Proens. Obra protegida: Lei Federal n. 9.610, de 19 de fevereiro de 1998 – Lei de Direitos Autorais. Reprodução proibida, no todo ou em partes, sem autorização. Infrações sujeitas à indenização, inclusive por danos morais, de acordo com artigo 5º, inciso X, da Constituição da República Federativa do Brasil e Lei Federal n. 10.406, de 10 de janeiro de 2002 – Código Civil Brasileiro (artigos 187 e 927).


SUMÁRIO - 4º ano ensino fundamental 1

Língua Portuguesa Capítulo 1 – Bom Dia Todas as Cores

Poema ...............................................................................................................................................................9 Classificação de Sílabas .............................................................................................................................11 SS e RR ...........................................................................................................................................................11

Capítulo 2 – Caixa Mágica de Surpresa

Alfabeto Maiúsculo e Minúsculo ............................................................................................................15 Encontros Vocálicos ...................................................................................................................................16 Ditongo. Tritongo, Hiato ...........................................................................................................................17 VR, TR, FR, CR, BR,GR,DR,PR ................................................................................................................18

Capítulo 3 – No Fundo de Uma Caixinha

Sinônimo .......................................................................................................................................................21 Dígrafos .........................................................................................................................................................22

Matemática Capítulo 1 – Tempo - horas, minutos e segundos

Horas no Relógio ........................................................................................................................................26 Quanto tempo tem o tempo? (Estimativas) ........................................................................................33 Calendário ...................................................................................................................................................36

Capítulo 2 – Medidas de comprimento e perímetro

Perímetro ......................................................................................................................................................47 Medindo com o centímetro .....................................................................................................................49 Medindo com o milímetro ........................................................................................................................51 Medindo com o metro ..............................................................................................................................53 Medindo com o quilômetro .....................................................................................................................55

Capítulo 3 - Medindo Capacidade: o litro e o mililitro

Litro e Mililitro .............................................................................................................................................66

Capítulo 4 - Medindo com o miligrama, o grama e o quilograma Miligrama, Grama e Quilograma .............................................................................................................75


SUMÁRIO - 4º ano ensino fundamental 1

Capítulo 5 – Regiões planas e seus contornos

Figuras Planas e Não Planas ....................................................................................................................84 Mosaicos .......................................................................................................................................................87 Polígonos ......................................................................................................................................................94 Classificação de Polígonos .......................................................................................................................96

Ciências Capítulo 1 - Alimentação Humana Nutrientes ...................................................................................................................................................103 Lipídios e Proteínas ..................................................................................................................................104 Vitaminas e Sais Minerais ......................................................................................................................105 Conservação de Alimentos ....................................................................................................................108

Geografia Capítulo 1 – Imagens na construção de mapas

Mapa, o que é? ..........................................................................................................................................114 As Representações ...................................................................................................................................114

Capítulo 2 – Como são feitos os mapas?

Bola de Gude Azul ...................................................................................................................................117 Então, como são feitos os mapas? .......................................................................................................118 O mapeamento das grandes áreas ......................................................................................................121

Capítulo 3 – Alfabeto Cartográfico

Alfabeto Cartográfico e Legenda ........................................................................................................126 Pontos Cardeais e os Mapas .................................................................................................................131


SUMÁRIO - 4º ano ensino fundamental 1

História Capítulo 1 – A Contagem do Tempo

Calendário em Diferentes Culturas .....................................................................................................135 Localização dos Acontecimentos .........................................................................................................138

Capítulo 2 – Navegando no Tempo

Elaboração de Autobiografia .................................................................................................................145

Capítulo 3 – O Passado e o Presente

Presente e Passado do Município ......................................................................................................149 O Meu Lugar .............................................................................................................................................157 Os Municípios e Suas Diferentes Paisagens ....................................................................................158


CapĂ­tulo

1

LĂ­ngua Portuguesa

Bom dia todas as cores


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

10

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

Iniciamos o 4º ano e muitas surpresas, pesquisas e conhecimentos estarão esperando por vocês, queridos alunos. No livro do 3º ano, vocês ouviram várias histórias, contaram e até escreveram outras tantas. Neste ano, muitas descobertas estarão por vir. Conto com vocês para que tenhamos um ano repleto de conquistas, trocas de experiências, amizades novas e saudáveis. No espaço abaixo, escreva o nome de seu(a) professor (a) e o nome de um colega que você goste muito e uma frase de boas-vindas para o ano que se inicia. Ilustre!


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

http://www.e-biografias.net/ruth_rocha/

Vamos ler uma história muito famosa da escritora Ruth Rocha

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS COREs • CADERNO 1

Ruth Rocha (1931) nasceu em São Paulo, no dia 2 de março de 1931. Tem formação em sociologia e atuou na área de educação. Escreveu para a Revista Cláudia, voltada para o público feminino. Escreveu também para a revista Educação. Influenciada pelo escritor Monteiro Lobato, iniciou a carreira de escritora em 1976 com o livro, “Palavras Muitas Palavras”. Porém, sua obra mais famosa é “Marcelo, Marmelo, Martelo”, com tradução para diversas línguas. Mas sua escrita é rica também em conteúdos sociais, como por exemplo, o livro “Uma História de Rabos Presos”, lançado no Congresso Nacional Brasileiro, em 1989. Em 1990, lançou na sede das Organizações das Nações Unidas o livro “Declaração Universal dos Direitos Humanos Para Crianças.”

11


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

12

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

Bom Dia, Todas as Cores! Meu amigo Camaleão acordou de bom humor. — Bom dia, sol, bom dia, flores, bom dia, todas as cores! Lavou o rosto numa folha Cheia de orvalho, mudou sua cor Para a cor-de-rosa, que ele achava A mais bonita de todas, e saiu para O sol, contente da vida. Meu amigo Camaleão estava feliz Porque tinha chegado a primavera. E o sol, finalmente, depois de Um inverno longo e frio, brilhava, Alegre, no céu. — Eu hoje estou de bem com a vida — Ele disse. — quero ser bonzinho Pra todo mundo... Logo que saiu de casa, O Camaleão encontrou O professor pernilongo. O professor pernilongo toca Violino na orquestra Do Teatro Florestal. — Bom dia, professor! Como vai o senhor? — Bom dia, Camaleão! Mas o que é isso, meu irmão? Por que é que mudou de cor? Essa cor não lhe cai bem... Olhe para o azul do céu.

Por que não fica azul também? O Camaleão, Amável como ele era, Resolveu ficar azul Como o céu da primavera... Até que numa clareira O Camaleão encontrou O sabiá-laranjeira: — Meu amigo Camaleão, Muito bom dia e você! Mas que cor é essa agora? O amigo está azul por quê? E o sabiá explicou Que a cor mais linda do mundo Era a cor alaranjada, Cor de laranja, dourada. Nosso amigo, bem depressa, Resolveu mudar de cor. Ficou logo alaranjado, Louro, laranja, dourado. E cantando, alegremente, Lá se foi, ainda contente... Na pracinha da floresta, Saindo da capelinha, Vinha o senhor louva-a-deus, Mais a família inteirinha. Ele é um senhor muito sério, Que não gosta de gracinha.


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

Mudou de rosa para azul. De azul para alaranjado.

Você devia arranjar Uma cor mais natural... Veja o verde da folhagem... Veja o verde da campina... Você devia fazer O que a natureza ensina.

De verde para encarnado.

É claro que o nosso amigo Resolveu mudar de cor. Ficou logo bem verdinho. E foi pelo seu caminho... Vocês agora já sabem como era o Camaleão. Bastava que alguém falasse, mudava de opinião. Ficava roxo, amarelo, ficava cor-de-pavão. Ficava de toda cor. Não sabia dizer não. Por isso, naquele dia, cada vez que Se encontrava com algum de seus amigos, E que o amigo estranhava a cor com que ele estava... Adivinha o que fazia o nosso Camaleão. Pois ele logo mudava, mudava para outro tom...

De laranja para verde.

Mudou de preto para branco. De branco virou roxinho. De roxo para amarelo. E até para cor de vinho... Quando o sol começou a se pôr no horizonte, Camaleão resolveu voltar para casa. Estava cansado do longo passeio E mais cansado ainda de tanto mudar de cor. Entrou na sua casinha. Deitou para descansar. E lá ficou a pensar: — Por mais que a gente se esforce, Não pode agradar a todos. Alguns gostam de farofa. Outros preferem farelo... Uns querem comer maçã. Outros preferem marmelo... Tem quem goste de sapato. Tem quem goste de chinelo... E se não fossem os gostos, Que seria do amarelo?

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS COREs • CADERNO 1

— Bom dia, Camaleão! Que cor mais escandalosa! Parece até fantasia Pra baile de carnaval...

13


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

14

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

Por isso, no outro dia, Camaleão levantou-se Bem cedinho. — Bom dia, sol, bom dia, flores, Bom dia, todas as cores! Lavou o rosto numa folha Cheia de orvalho, Mudou sua cor para A cor-de-rosa, que ele Achava a mais bonita De todas, e saiu para O sol, contente Da vida.

Por que é que você não usa Uma cor mais avançada? O Camaleão sorriu e disse para o seu amigo: — Eu uso as cores que eu gosto, E com isso faço bem. Eu gosto dos bons conselhos, Mas faço o que me convém. Quem não agrada a si mesmo, Não pode agradar ninguém... E assim aconteceu O que acabei de contar. Se gostaram, muito bem! Se não gostaram, AZAR!

Logo que saiu, Camaleão encontrou o sapo cururu, Que é cantor de sucesso na Rádio Jovem Floresta. — Bom dia, meu caro sapo! Que dia mais lindo, não? — Muito bom dia, amigo Camaleão! Mais que cor mais engraçada, Antiga, tão desbotada...

HORA DO PAPO 1. Você já ouviu e leu vários textos como esse? 2. Acha que ele conta alguma história? Por quê? 3. O que sente ouvindo textos assim?


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

15

Interpretação escrita 1. Escreva o nome de alguns personagens do texto.

2. Quem é o personagem principal do texto? Quais são as suas características?

3. Qual era a cor preferida do Camaleão?

4. O  Camaleão mudou várias vezes de cor. Escreva uma dessas mudanças e o porquê ele a fez.

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS COREs • CADERNO 1

ATIVIDADE


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

16

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

5. O  Camaleão acordava de bom humor e cumprimentava as coisas ao seu redor. Como era esse cumprimento?

a) E você? Costuma cumprimetar as pessoas? Como?

1. Depois de fazer os gostos de todos, o Camaleão mudou de ideia. Mudou para a cor que mais gostava e disse ao sapo: — Eu uso as cores que eu gosto, E com isso faço bem. Eu gosto dos bons conselhos, Mas faço o que me convém. Quem não agrada a si mesmo, Não pode agradar ninguém... O que você achou das palavras do Camaleão? Concordou com ele?


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

17

2. Qual mensagem o texto passou a você?

:: APRENDENDO E RECORDANDO: • POEMA é um texto cujas palavras não chegam até o fim da linha; é um TEXTO EM VERSOS. • VERSO é o nome dado a cada linha do POEMA. • O grupo de versos, normalmente separados por um espaço é chamado de ESTROFE. • RIMA é a repetição de uma sequência de sons a partir da vogal da última sílaba tónica do verso.

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS COREs • CADERNO 1

1. A  gora, vamos falar de você. Você costuma mudar de ideia, faz alguma coisa só porque os outros querem ou tem suas próprias ideias? Escreva.


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

18

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

ATIVIDADE 1. Quantas estrofes têm o poema “Bom dia todas as cores’”?

2. Quantos versos têm cada estrofe?

3. Encontre no poema dois pares de rimas e escreva nas linhas abaixo.


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

Numa folha qualquer Eu desenho um sol amarelo E com cinco ou seis retas É fácil fazer um castelo... Corro o lápis em torno Da mão e me dou uma luva E se faço chover Com dois riscos Tenho um guarda-chuva... Se um pinguinho de tinta Cai num pedacinho Azul do papel Num instante imagino Uma linda gaivota A voar no céu... Vai voando Contornando a imensa Curva Norte e Sul

Vou com ela Viajando Havaí Pequim ou Istambul Pinto um barco a vela Brando navegando É tanto céu e mar Num beijo azul... Entre as nuvens Vem surgindo um lindo Avião rosa e grená Tudo em volta colorindo Com suas luzes a piscar... Basta imaginar e ele está Partindo, sereno e lindo Se a gente quiser Ele vai pousar... Numa folha qualquer Eu desenho um navio

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS COREs • CADERNO 1

Aquarela

19


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

20

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

De partida Com alguns bons amigos Bebendo de bem com a vida... De uma América a outra Eu consigo passar num segundo Giro um simples compasso E num círculo eu faço o mundo... Um menino caminha E caminhando chega no muro E ali logo em frente A esperar pela gente O futuro está... E o futuro é uma astronave Que tentamos pilotar Não tem tempo, nem piedade Nem tem hora de chegar Sem pedir licença Muda a nossa vida E depois convida A rir ou chorar...

ATIVIDADE 1. Qual é o título da música?

2. Quem a escreveu?

Nessa estrada não nos cabe Conhecer ou ver o que virá O fim dela ninguém sabe Bem ao certo onde vai dar Vamos todos Numa linda passarela De uma aquarela Que um dia enfim Descolorirá... Numa folha qualquer Eu desenho um sol amarelo (Que descolorirá!) E com cinco ou seis retas É fácil fazer um castelo (Que descolorirá!) Giro um simples compasso Num círculo eu faço O mundo (Que descolorirá!) Toquinho


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

21

4. Vamos retirar as rimas do texto? a) Amarelo

b) Luva

c) Papel

d) Sul

e) Lindo

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS COREs • CADERNO 1

3. Que elementos o cantor imagina desenhar numa folha de papel em branco?


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

22

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

f) Segundo

g) Frente

h) Pilotar

i) Chegar

5. Agora, escreva o seu nome e invente uma rima para ele:


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

23

7. U  tilize a próxima folha de seu caderno em branco para desenhar o que a sua imaginação deixar.

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS COREs • CADERNO 1

6. A  palavra “amarelo” possui 4 sílabas: é uma palavra polissílaba. Procure no texto outras palavras polissílabas para completar os quadros abaixo:


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

24

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

25

a) folha

b) castelo

c) se

d) amigos

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS COREs • CADERNO 1

8. Q  uanto ao número de sílabas as palavras podem ser classificadas em monossílabas (1 sílaba), dissílabas (2 sílabas), trissílabas (3 sílabas) e polissílabas (4 ou mais sílabas). Classifique as palavras abaixo quanto ao número de sílabas:


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

26

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

9. A  palavra “compasso” é uma palavra de dois SS, e quando precisamos separar assim, realizamos a atividade da seguinte forma:

Com - pas - so Separe outras palavras que possuam SS e RR usando a mesma regra: a) passar

b) compasso

c) passarela

d) corrida

e) marreco


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

27

Você produzirá um poema. Inspire-se no poema ou na música que lemos nessa unidade. Lembre-se de que sua produção deverá conter:

Estrofes • Versos • Rimas • Imaginação • ILustração

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS COREs • CADERNO 1

PRODUÇÃO DE TEXTO


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

28

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

TAREFA

http://tiainez.blogspot.com.br/2009/10/texto-aquarela.html

1. Cicule as rimas do poema. 2. Agora, escolha duas rimas e escreva outras palavras que rimem com elas.


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS COREs • CADERNO 1

ANOTAÇÕES

29


Capítulo

2

Língua Portuguesa

Caixa mágica de surpresa


LÍNGUA PORTUGUESA • CAIXA MÁGICA DE SURPRESA • CADERNO 1

32

LÍNGUA PORTUGUESA • CAIXA MÁGICA DE SURPRESA • CADERNO 1

No capítulo 1 falamos sobre poemas. Leia mais um poema. Agora, do poeta Elias José.

Caixa mágica de surpesa Um livro é uma beleza, é caixa mágica só de surpresa. Um livro parece mudo, Mas nele a gente descobre tudo. Um livro tem asas longas e leves que, de repente, levam a gente longe, longe

Um livro é parque de diversões cheio de sonhos coloridos, cheio de doces sortidos, cheio de luzes e balões. Um livro é uma floresta com folhas e flores e bichos e cores. É mesmo uma festa, um baú de feiticeiro, um navio pirata do mar, um foguete perdido no ar, É amigo e companheiro.


LÍNGUA PORTUGUESA • CAIXA MÁGICA DE SURPRESA • CADERNO 1

HORA DO PAPO 1. Junte-se a um colega de sala e releiam o poema. 2. Combinem quem lerá a primeira estrofe, a segunda e assim por diante. 3. Encaminhem-se para frente da sala e leiam o poema em voz alta. Aguarde a orientação de seu (a) professor (a). Atenção: caprichem na leitura obedecendo à entonação, sonoridade e pausas.

ATIVIDADE Interpretação escrita 1. Releia o poema e responda: a) Qual é a estrofe que revela que o livro é fonte de conhecimentos?

b) Qual estrofe indica que o livro é fonte de lazer?

2. Explique a razão do livro se chamar “Caixa Mágica de Surpresa”.

LÍNGUA PORTUGUESA • CAIXA MÁGICA DE SURPRESA • CADERNO 1

Elias José nasceu em Santa Cruz da Prata, distrito do município de Guaranésia, Minas Gerais, em 25 de agosto de 1936. Viveu em Guaxupé/MG com sua esposa Silvinha e seus três filhos: Iara, Lívia e Érico. Além de escritor, Elias José foi professor de Literatura Brasileira e de Teoria da Literatura na Faculdade de Filosofia de Guaxupé (FAFIG), tendo atuado também como vice-diretor, diretor e coordenador do Departamento de Letras e como professor de Língua Portuguesa e Literatura Brasileira na Escola Estadual Dr. Benedito Leite Ribeiro. Começou a publicar em 1970, quando a Imprensa Oficial de Minas Gerais lançou “A Mal-Amada”, uma surpreendente coleção de minicontos, com apoio de Murilo Rubião, que reunia conto publicados.

33


LÍNGUA PORTUGUESA • CAIXA MÁGICA DE SURPRESA • CADERNO 1

34

LÍNGUA PORTUGUESA • CAIXA MÁGICA DE SURPRESA • CADERNO 1

3. Em sua opinião, o livro é um amigo e companheiro? Explique com versos do poema.

4. V  ocê aprendeu que um poema costuma ser escrito em versos, organizados em estrofes e algumas vezes são formados por rimas. A partir dessas informações, responda: a) Quantos versos há no poema “Caixa Mágica de Surpresas”?

b) Em quantas estrofes os versos estão organizados?

c) Encontre no poema as palavras que rimam e anote-as nas linha abaixo.

5. Releia a estrofe: “Um livro Tem asas Longas e leves Que, de repente, Levam a gente Longe, longe”.


LÍNGUA PORTUGUESA • CAIXA MÁGICA DE SURPRESA • CADERNO 1

35

b) Forme uma frase e utilize o advérbio “longe”, repetindo-o como o poeta fez em seu poema.

c) Ilustre o poema!

LÍNGUA PORTUGUESA • CAIXA MÁGICA DE SURPRESA • CADERNO 1

a) Explique: por que o poeta repetiu o advérbio longe, longe?


Capítulo

3

Língua Portuguesa

A última tourada Fonte : Autora - Melissa de Sá


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

38

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

ALFABETO : Todas as questões abaixo referem -SE a um trecho do livro “A última tourada”. leia com atenção e responda: Fonte : Autora - Melissa de Sá

A mãe de Luís já tinha contado várias histórias sobre a cidade de Tornado Bravo, e os olhos de Luís brilharam ao chegar na praça principal. Mas o brilho durou pouco. Isso porque a cidade estava vazia. Deserta. Sem uma alma para contar uma história. Cadê as fitas coloridadas? E o turbilhão de gente andando no mercado? E a barulheira sem fim? Não tinha nada. Luís ficou bastante confuso e o boizinho também, apesar de querer disfarçar comendo seu capim. - Ué, Pepe, como é que a gente vai fazer? Onde é que eu vou achar o Dom Ramirez? Se pudesse, o boizinho tinha dados de ombros, mas bois não podem esse tipo de movimento.

Na frase: “ - Ué Pepe, como é que a gente vai fazer?”, a linguagem usada é? a )

informal

b )

formal.

c )

culta

d )

padrão

Retire do texto outro exemplo de linguagem informal.


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

39

De acordo com o que a mãe de Luís lhe contava, descreva como ele deveria ter encontrado a cidade. Porque Luís ficou confuso ao chegar a Tornado Bravo?

Coloque os grupos de palavras abaixo em ordem alfabética. confuso - capim - comendo - chegar - contato - cidade - coloridas - cadê

bravo - brilho - brilharam - barulheira - bastante - boizinho - bois

mãe pouco Luís durou histórias principal olhos praça vazia deserta alma fitas turbilhão gente mercado nada também apesar disfaçar gente Ramirez onde tipo movimento pudesse dado ombros

ALFABETO: conheceremos, agora, A origem das letras do nosso alfabeto.

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS COREs • CADERNO 1

Para que cidade Luís foi com seu boizinho?


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

40

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

Alfabeto A escrita faz parte da nossa vida. Você acorda de manhã, escova os dentes e lê na embalagem: creme dental super branqueador. Pega o ônibus escolar e lá está escrito: Transporte Escolar. Pela janela você vê várias placas com o nome das ruas, outdoors, cartazes e faixas. Na escola tem o nome da escola, a placa da cantina, o quadro de aviso, a prova, o livro, o caderno... De volta para casa, na TV, você lê o nome do filme que vai passar. Na tela do jogo do videogame aparece escrito: “Você está na fase 15.”, e logo depois, “game over”.Todas essas informações que chegam ao nosso cérebro só são possiveis porque existem as letras. Estes fantásticos sinais gráficos facilitam a nossa comunicação. Na nossa Língua Portuguesa temos 26 letras.

A-B-C-D-E-F-G-H-I-J-K-L-M N-O-P-Q-R-S-T-U-V-W-X-Y-Z Em outras culturas, este número pode variar. Estas 26 letras são chamadas de ALFABETO. Mas não foi sempre assim. A escrita foi inventada na Súmeria, uma país que já não existe mais. Atualmente é onde se localiza o Irã e o Iraque. E isso aconteceu há cerca de 5.000 anos atrás. No princípio a escrita era representada com o desenho das coisas. Por exemplo: para escrever “ soldado” desenhava-se um sol e um dado, mas havia muitas dificuldades, como escrever o nome das pessoas. Para resolver este tipo de problema, desenvolveu-se uma nova maneira de escrever em que observava-se não mais as ideias, mas os sons da fala. Assim surgiu uma escrita em que os símbolos não eram mais os desenhos, mas as vogais e as consoantes, que formavam sílabas, e que juntas, formavam palavras. Os primeiros caracteres foram feitos de barro, depois foram usados madeira, pedra e metal. Até chegar no que temos atualmente, passaram-se séculos.

O alfabeto atual tem: a )

23 letras.

b )

25 letras.

c )

26 letras.

d )

21 letras.


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

a )

no Irã.

b )

na Inglaterra.

c )

na Suméria.

d )

no Iraque.

Os primeiros caracteres foram de: a )

metal.

b )

madeira.

c )

barro.

d )

pedra.

De acordo com este texto, é correto afirma que: a )

a escrita sempre foi representada pelos sons da fala.

b )

no começo a escrita era representada por desenhos

c )

a escrita não sofreu mudanças.

d )

na representação feita com desenhos e não havia dificuldades.

Na escrita representada por desenhos, era difícil escrever: a )

casa.

b )

o nome de uma pessoa.

c )

soldado.

d )

mão.

De acordo com este texto, é correto afirmar que: a )

todos os alfabetos são iguais.

b )

em outras culturas, o número de letras podem variar.

c )

todos os alfabetos têm 26 letras.

d )

o alfabeto nunca mudou em todas as culturas.

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS COREs • CADERNO 1

A escrita foi inventada:

41


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

42

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

No último quadrinho, a filha acha que o pai está doido porque: a )

ele fala coisas sem sentido.

b )

ele fala todas as letras do alfabeto.

c )

ele fala demais.

d )

ele pensa que é rico.

No primeiro quadrinho, é correto afirmar que na fala do pai: a )

cada frase começa com uma letra do alfabeto.

b )

cada palavra começa com uma letra do alfabeto.

c )

cada palavra começa com a mesma letra.

d )

cada frase começa com uma sílaba simples.

No último quadrinho, a fala da mãe indica que: a )

o pai sabe o que diz.

b )

o pai está perturbado porque engoliu um dicionário.

c )

o pai está bêbado.

d )

o pai fica deste jeito toda vez que engole um dicionário.


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

43

árvore - luxo - sofá - vaga - telhado - garagem - cozinha - quarto banheiro - humildade - dever - inexplicável - emocionante - marmóre união - web - xerife - Ygor - Kenedy - filtro - joaninha - omelete navio - pipoca - ruído - zelo 1. __________________________________________

14. ___________________________________________

2. ___________________________________________

15. ___________________________________________

3. ___________________________________________

16. ___________________________________________

4. ___________________________________________

17. ___________________________________________

5. ___________________________________________

18. ___________________________________________

6. ___________________________________________

19. ___________________________________________

7. ___________________________________________

20. ___________________________________________

8. ___________________________________________

21. ___________________________________________

9. ___________________________________________

22. ___________________________________________

10. ___________________________________________

23. ___________________________________________

11. ___________________________________________

24. ___________________________________________

12. ___________________________________________

25. ___________________________________________

13. ___________________________________________

26. ___________________________________________

Todas as palavras abaixo estão em ordem alfabética de acordo com a 2ª letra, exceto: a )

abelha, amarelo, árvore.

b )

parabéns, peixe, pipa.

c )

sabão, sério, soma.

d )

dado, dilema, demora.

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS COREs • CADERNO 1

Coloque as palavras do quadro em ordem alfabética, obeservando a primeira letra de cada palavra:


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

44

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

Todas as palavras abaixo estão em ordem alfabética de acordo com a 3ª letra, exceto: a )

canção, carvão, caso.

b )

quadrinho, questão, quiabo.

c )

trabalho, trigo, tronco.

d )

grande, grilo, greve.

Todas as palavras abaixo estão em ordem alfabética de acordo com a 4ª letra, exceto: a )

envelope, enviar, envolver,

b )

falcão, falso, falência.

c )

impecável, impossível, impuro.

d )

limão, limitação, limpar

Marque a opção em que as palavras não estão na ordem alfabética. a )

manteiga - marmita - margarina.

b )

chamado - charme - chaveiro.

c )

camisa - caso - catástrofe.

d )

sal - sapato - sapo.

Se você procurar no catálago “Rua da Paz”, onde ela estaria? a )

antes da Rua Harmonia.

b )

antes da Rua Sorriso.

c )

antes da Rua Alegria

d )

antes da Rua Guerra


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

45

farinha de trigo - ovos - leite - manteiga - açúcar - fermento 1. _______________________________________________ 2. _______________________________________________ 3. _______________________________________________ 4. _______________________________________________ 5. _______________________________________________ 6. _______________________________________________

Pedro fez uma lista de convidados para o seu aniversário. Depois que a lista estava pronta, ele se lembrou de que faltava Sandra. Onde ele deve colocá-lá? a )

Entre Diogo e Nádia.

b )

Antes de Pedro.

c )

Entre Rogéria e Telma.

d )

Entre Tiago e Vera.

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS COREs • CADERNO 1

Mariana quer colocar os ingredientes da receita de bolo em ordem alfabética. Como ficaria?


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

46

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

No último quadrinho, é correto afirmar sobre a palavra car-ros-sel, exceto: a )

Está separada em sílabas.

b )

Tem dois dígrafos.

c )

Os dígrafos não se separam na sílábica.

d )

Os dígrafos são: RR e SS.

Na frase: “ Que tédio! Nós não somos crianças assim!” A palavra destacada é : a )

oxítona.

b )

paroxítona.

c )

proparoxítona.

d )

trissílaba.


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

Divisão Silábica chave descer recreio escola dicionário guitarra exceção cooperação mãe relógio delícia atleta passarinho carrinho absurdo aptidão abrupto adolescente cambalhotas mundial

Classificação

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS COREs • CADERNO 1

Complete o quadro separando as palavras em sílabas e classificando-as.

47


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

48

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

Ordene as sílabas e forme palavras. Depois, circule os dígrafos.

A

TO

LHA

RU

BA

LHO

MI

FOR

GA

SI

MO

PÉS

SAR

A

MAS

NHAR

CA

MI

NA

PIS

CI

SE

DE

NHO

CHE

BO

CHA

CO

MAR

RE

LI

GA

NHA

PRES

SA

DE

RI

DO

QUE

SO

EX

CES

TA

TA

BA

MI

SA

CA

BO

CE

LA

CO

MA

CA

GI

FA

RA

CA

NA

BA


49

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

CAR

JO

TU

VE

MI

HOR

TE

XI

PO

LA

GA

NO

OI

LHA

TÊN

DI

MAR

CA

GI

RAS

SOL

RU

VE

SIA

JO

GA

TE

RE

LU

UM

DO

TLE

VU

ME

RI

RO

QUI

FI

RO

BE

NIA

FA

DA

CA

CA

AS

BI

SE

SO

TO

GU

QUE

GI

TI

SO

ZA

CRI

SÂN

TE

MO

PO

VU

AO

DI

TRI

NHA

NO

XA

GUI

LI

NOS

Sobre as palavras do caça-palavras acima, é correto afirmar que: a )

são todas trissílabas.

b )

begônia e hortência são polissílabas.

c )

tem três polissílabas.

d )

não tem nenhuma dissílaba.

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS COREs • CADERNO 1

Encontre no caça-palavras o nome de cinco flores.


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

50

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

LEIA A PROPAGANDA ABAIXO. Antônio Geraldo é dono de um lavo jato e resolveu fazer uma propaganda do seu negócio pintando o próprio muro

LA

VA

PRO CAR

JA

GRES

RO

TO

SO 15

00

Ô

NI

BUS

25

00

DES

CON

TO

PA

RA

PRO

FES PSI

RU

A AB

SO

RES

SO

LU

E

LO

GOS.

JO

SÉ TO

123

De acordo com o texto, as afirmativas abaixo sobre o Lava Jato Progresso estão corretas, exceto: a )

lava motos.

b )

lava carros.

c )

lava ônibus.

d )

têm desconto.


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

51

a )

motoristas de carro.

b )

motoristas de ônibus.

c )

professores e motoristas.

d )

professores e psicólogos.

De acordo com o texto, todas as afirmativas estão corretas sobre a escrita das palavras no muro, exceto que: a )

estão escritas com letra legível.

b )

estão escritas nos tijolos do muro.

c )

estão escritas separadas em sílabas.

d )

estão todas escritas com a separação de sílabas incorretas.

É correto afirmar sobre as palavras: carro , progresso, professores, exceto: a )

que é uma dissílaba e as outras duas trissílabas.

b )

que todas possuem dígrafos.

c )

que duas possuem também encontro consonantal.

d )

que estão separadas em sílabas de forma correta.

É correto afirmar sobre as palavras psicólogos e absoluto, exceto: a )

Possuem encontro consonantal.

b )

Nos dois casos os encontros consonantais são inseparáveis.

c )

São polissílabas.

d )

As duas têm quatro sílabas.

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS COREs • CADERNO 1

O Lava Jato Progresso dá desconto para:


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

52

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

Marque a opção em que todas as palavras com hiato estão separadas corretamente: a )

di-a-man-te, ma-es-tro, pa-tri-o-ta.

b )

joe-lho, pi-a-nis-ta, mi-o-lo.

c )

ra-i-nha, sa-ú-de, ba-ú.

d )

mo-i-nho, rui-m, coo-pe-ra-ção.

Marque a opção em que todas as palavras com ditongo estão separadas corretamente: a )

sé-ri-e, de-lí-ci-a, o-b-ser-vou.

b )

pri-mei-ro, ca-ná-rio, oi-ten-ta.

c )

ma-mãe, his-tó-ri-a, fei-ra.

d )

mui-to, chei-ro, ca-i-xote

Marque a opção em que uma das palavras não é trissílaba. a )

azeite, fósforo

b )

polvilho, biscoito

c )

álcool, linguiça

d )

macarrão, maionese


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

a )

a ligação estava horrível.

b )

ele esqueceu um item.

c )

ele não anotou.

d )

ela falou muito devagar.

Marque a opção em que todas as palavras possuem dígrafos. a )

polvilho, beterraba, maionese

b )

macarrão, álcool, iorgute

c )

beterraba, vassoura, arroz

d )

linguiça, polvilho, melância

Marque a opção em que todas as palavras possuem encontro consonantal. a )

iorgute, refrigerante

b )

maionese, vassoura

c )

arroz, papel

d )

macarrão, polvilho

As palavras fósforo, álcool e higiênico são: a )

paroxítonas.

b )

oxítonas.

c )

proparoxítonas.

d )

todas trissílabas.

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS COREs • CADERNO 1

No último quadrinho, ele pede que a esposa repita a lista porque:

53


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

54

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

Encontro Consonantal e Dígrafo Leia o texto abaixo.

O mundo de Fabrício

Era uma vez um menino chamado Fabrício que morava numa velha fazenda. Ele vivia cercado de animais, plantas, flores, enfim, de todas as coisas lindas que Deus criou. Hilário era o nome de uma galo, rei do galinheiro, grande e esperto, que acordava todas as manhãs. Fabrício cresceu ouvindo o canto dos pássaros, o cavalgar dos cavalos, a correnteza do rio e sua mãe lhe chamando: - Fabrício! Desça dessa árvore! Ele se divertia com a natureza ao seu redor, mas o que ele mais gostava de fazer era descer o rio em sua canoa. O mundo com suas guerras e violência paraciam tão distantes de tudo aquilo que ele vivenciava... Mas um dia, tudo mudou...

Este texto acontece em uma: a )

casa velha.

b )

na natureza.

c )

velha fazenda.

d )

perto de um rio

O que o Fabrício mais gostava de fazer era: a )

cavalgar.

b )

ouvir o canto dos pássaros.

c )

subir em árvores.

d )

descer o rio em sua canoa.


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

55

a )

preso.

b )

rodeado.

c )

livre.

d )

solto.

A expressão: “ Mas um dia tudo mudou...” dá ideia de: a )

tempo.

b )

lugar.

c )

modo.

d )

dúvida.

Hilário era: a )

um amigo.

b )

um irmão.

c )

um galo.

d )

um cahorro.

No trecho: “Ele vivia cercado de animais, plantas, flores, enfim, de todas as coisas lindas que Deus criou.” As palavras grifadas possuem: a )

dígrafo.

b )

encontro consonantal.

c )

encontro consonantal e dígrafo.

d )

não possui encontro consonantal.

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS COREs • CADERNO 1

No trecho: “Ele vivia cercado de animais, plantas, flores...” a expressão sublinhada significa:


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

56

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

Marque a opção em que todas as palavras possuem dígrafo. a )

flores, chamando, galinheiro

b )

velha, guerras, cresceu,

c )

descer, Fabrício, correnteza.

d )

manhãs, grande, desça.

No trecho: “ Fabrício cresceu ouvindo o canto dos pássaros, o cavalgar dos cavalos, a correnteza do rio e sua mãe chamando: - Fabrício! Desça dessa árvore!” É correto afirmar que: a )

as frases possuem palavras com encontro consonantal e dígrafo.

b )

as frases possuem palavras apenas com dígrafo.

c )

as frases possuem palavras apenas com encontro consonantal.

d )

as frases possuem palavras sem encontro consonantal e dígrafo.

Marque a opção em que todas as palavras possuem encontro consonantal. a )

desça, flores, cercado

b )

cavalgar, esperto, plantas

c )

mundo, lindas, cresceu

d )

divertia, distante, chamado

No trecho: “ Ele vivia cercado de animais, plantas, flores, enfim, de todas as coisas lindas que Deus criou.” As palavras grifadas possuem: a )

dígrafo.

b )

encontro consonantal.

c )

encontro consonantal e dígrafo.

d )

não possui encontro consonantal.


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

57

Coloque nos quadros os encontros consonantais correspondentes a cada palavra:

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS COREs • CADERNO 1

Encontre no caça-palavras oito palavras com dígrafos e classifque-as no quadro abaixo.


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

58

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

Marque a opção em que todas as palavras possuem dígrafo. preguiça

coqueiro

esquadra

igual

quente

régua

quase

ninguém

linguiça

quintal

foguete

que

Marque a opção em que todas as palavras possuem dígrafo. a )

depressa, atleta, barulho

b )

quiabo, desenho, piscina

c )

aranha, treino, preço

d )

nascido, lágrima, príncipe


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS COREs • CADERNO 1

Complete o quadro, observando o modelo.

Marque de acordo com sílaba destacada.

A sílaba tônica é diferenciada por ser a sílaba mais forte em uma palavra, ou seja, que pronunciamos com maior intensidade.

Faça um circulo ao redor da sílaba tônica das palavras.

duração jardim lápis

régua chácara

papai

noite pássaro

59

nariz

fácil gato cajá sapato cadeira


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

60

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

Escreva nos parênteses a SÍLABA TÔNICA de cada palavra

(

) triângulo

(

) lençol

(

) nariz

(

) espetáculo

(

) público

(

) fósforo

(

) árvore

(

) noite

(

) funil

(

) animal

(

) astro

(

) gato

(

) boneca

(

) fábula

(

) papai

Classifique as palavras quanto à acentuação tônica:

OXÍTONA - PARAXÍTONA - PROPAROXÍTONA Fácil

-

Fábula Boneca Café

-

Paletó Médico Chaminé Sofá

-

lâmpada Pardal Bandeira Ângulo Lágrima -


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

61

Era inverno. Havia chovido muito e as formigas estavam tendo o maior trabalho para secar os grãos de trigo. Cada uma estava secando um grão de trigo quando apareceu uma cigarra: - Por favor, formigas, me ajudem. Eu acho que vou morrer, pois estou com muita fome. Deem-me um pouco de trigo! As formigas pararam um pouco de trabalhar e uma delas perguntou para a cigarra: - Mas por que acha que devemos dar nosso trigo para você? O que você estava fazendo no verão? Por que não guardou comida para o inverno? - Eu não tive tempo. Passei o verão cantando. - É melhor passar o inverno dançando! - disseram as formigas voltando ao trabalho e deixando a cigarra pensando no erro que havia cometido. Moral: Quem planta, colhe. Fonte: Fábula de Esopo.

O que faziam as formigas quando a cigarra apareceu? a )

Trabalhavam no formigueiro.

b )

Secavam grão de trigo.

c )

Carregavam os grãos de trigo.

d )

Trabalhavam nas plantações.

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS COREs • CADERNO 1

A CIGARRA E AS FORMIGAS


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

62

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

A cigarra achou que ia morrer de: a )

frio.

b )

sede.

c )

fome.

d )

sede e fome.

A cigarra passou o verão: a )

dançando.

b )

pulando.

c )

brincando.

d )

cantando.

A cigarra cometeu um grande erro por: a )

aproveitar o verão.

b )

não pensar no verão.

c )

ser esperta.

d )

pedir ajuda.

De acordo com o texto, a cigarra foi: a )

ignorada pelas formigas.

b )

bem recebidas pelas formigas.

c )

maltratadas pelas formigas.

d )

devorada pelas formigas.

A moral da história nos ensina que: a )

só quem trabalha colhe os frutos do trabalho.

b )

devemos colher os frutos do trabalho dos outros.

c )

independentemente do trabalho, devemos colher sempre.

d )

a colheita é para todos.


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

63

1

É melhor passar o inverno dançan

2

O que você fez durante o verão?

3

Era inverno.

4

Para falar a verdade, eu não tive tempo.

Escreva frases relacionada ao texto. a ) Frase imperativa:

b ) Frase declarativa negativa:

c ) Frase exclamativa:

d ) Frase declarativa afirmativa:

e ) Frase interrogativa:

Frase interrogativa.

Frase negativa. Frase exclamativa. Frase afirmativa.

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS COREs • CADERNO 1

Relacione a 2ª coluna de acordo com a 1ª.


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

64

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

Para que servem os sinais de pontuação? No ge ral, para representar pausas na fala, como nos casos do ponto final, vírgula e ponto e vírgula; ou entonações, nos casos do ponto de exclamação e de interrogação, por exemplo. ... Vírgula ( , ) Ponto Final ( . ) Ponto de Interrogação ( ? ) Ponto de Exclamação ( ! ) Ponto e vírgula ( ; )


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

65 LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS COREs • CADERNO 1

1. Pontue as frases abaixo adequadamente. a ) Maria e Joana foram ao teatro b ) Camila comprou uma calça uma blusa e uma sandália c ) Que dia é hoje d ) Olha que carro lindo e ) Mamãe disse Você já jantou f ) Que filme maravilhoso g ) Não vou ao cinema h ) Carlos venha almoçar

2. Complete o texto abaixo com a pontuação correta: Meu amigo lança fora chega na inglaterra nais dizem

alegremente

o jornal que está lendo e diz

houve um desastre de trem na frança um surto de peste na índia será o mundo assim

um acidente de mina

você acredita nisso que os jor-

uma bola confusa

onde acontecem

unicamente desastres e desgraças não

os jornais é que mostram mais esse lado do mundo


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

66 do.

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

Observe as cenas e forme as frases usando cada sinal de pontuação indica-


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

67

Pergunta:

Pergunta:

Resposta:

Resposta:

Pontue as frases, usando os pontos de exclamação e interrogação. • Onde você pensa que vai • Que menino terrível • Que bom ver você • Muito obrigado

Tipos de Frases Muitas vezes, as frases assumem sentidos que só podem ser integralmente captados se atentarmos para o contexto em que são empregadas. É o caso, por exemplo, das situações em que se explora a ironia. Pense, por exemplo, na frase “Que educação!”, usada quando se vê alguém invadindo, com seu carro, a faixa de pedestres. Nesse caso, ela expressa exatamente o contrário do que aparentemente diz.

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS COREs • CADERNO 1

Escreva perguntas e respostas de acordo com os acontecementos da cenas. Não esqueça da pontuação.


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

68

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

A entoação é um elemento muito importante da frase falada, pois nos dá uma ampla possibilidade de expressão. Dependendo de como é dita, uma frase simples como “É ela.” pode indicar constatação, dúvida, surpresa, indignação, decepção, etc. Na língua escrita, os sinais de pontuação podem agir como definidores do sentido das frases. Veja: Existem alguns tipos de frases cuja entoação é mais ou menos previsível, de acordo com o sentido que transmitem. São elas: a ) Frases Interrogativas: ocorrem quando uma pergunta é feita pelo emissor da mensagem. São empregadas quando se deseja obter alguma informação. A interrogação pode ser direta ou indireta. Você aceita um copo de suco? (interrogação direta) Desejo saber se você aceita um copo de suco. (interrogação indireta) b ) Frases Imperativas: ocorrem quando o emissor da mensagem dá uma ordem, um conselho ou faz um pedido, utilizando o verbo no modo imperativo. Podem ser afirmativas ou negativas. Faça-o entrar no carro! (afirmativa) Não faça isso. (negativa) Dê-me uma ajudinha com isso! (afirmativa) c ) Frases Exclamativas: nesse tipo de frase, o emissor exterioriza um estado afetivo. Apresentam entoação ligeiramente prolongada. Que prova difícil! É uma delícia esse bolo! d ) Frases Declarativas: ocorrem quando o emissor constata um fato. Esse tipo de frase informa ou declara alguma coisa. Podem ser afirmativas ou negativas. Obrigaram o rapaz a sair. (afirmativa) Ela não está em casa. (negativa)


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

Deus te acompanhe! Bons ventos o levem! De acordo com a construção, as frases classificam-se em: Frase Nominal: é a frase construída sem verbos. Exemplos: Fogo! Cuidado! Belo serviço o seu! Trabalho digno desse feirante. Frase Verbal: é a frase construída com verbo. O sol ilumina a cidade e aquece os dias. Os casais saíram para jantar. A bola rolou escada abaixo.

Mais alguns exemplos para você.

Frases afirmativas e negativas Leia esta frases. “Taki era uma tartaruguinha gentil e paciente.” As frases afirmativas afirmam, declaram alguma coisa. “Não estou com muita pressa, posso ir com você.” As frases negativas negam, declaram alguma coisa de maneira negativa.

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS COREs • CADERNO 1

e ) Frases Optativas: são usadas para exprimir um desejo.

69


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

70

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

Frases interrogativas e exclamativas Leia estas frases. “Você gostaria de dar um passeio conosco?” As frases interrogativas indicam uma pergunta. “O meu casco é tão duro!” As frases exclamativas indicam admiração, espanto, alegria, etc.

Agora é com vocês. Vamos treinar por meio de exercícios. Vocês são todos capazes! Vamos lá?

ATIVIDADES 1. Escreva A para as frases afirmativas e N para as frases negativas.

(

) Eu não posso comer chocolate.

(

) Ouço o canto dos pássaros.

(

) O carro avançou o sinal.

(

) Você não estudou a lição.

2. Transforme as frases afirmativas em negativas. a ) A polícia segue o ladrão.

b ) Mauro está estudando no quarto.


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

d ) Eu gosto de ouvir os carros passando.

3. Com as palavras abaixo, forme frases interrogativas e exclamativas. Siga o modelo. bola: De quem é esta bola? Que bola suja! a ) caneta

b ) casa

c ) presente

d ) sorvete

e ) caderno

f ) carro

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS COREs • CADERNO 1

c ) Eu sinto, eu vejo, eu ouço!

71


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

72

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

Descubra no caça palavras os antonimos das palavras abaixo.

GRANDE

LARGO

PERTO

FRIO

RASO

BONITO

FINO

POBRE

CERTO

P

E

Q

U

E

N

O

O

Ç

R

R

U

A

U

I

P

Ç

G

I

R

E

G

R

O

S

S

O

C

A

N

R

F

E

I

O

S

O

D

T

T

D

R

T

J

K

J

O

E

O

F

U

N

D

O

I

O

P

Ç

T

J

L

O

S

E

S

T

R

E

I

T

O

O

Dê os sinônimos das seguintes palavras.

distante

grande

depois

fim

aroma

cheiro

esperto


LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS CORES • CADERNO 1

73

Carla está alegre. Carla está feliz. José está infeliz. Palavras sinônimas: Sáo palavras que possuem o mesmo significado ou significado parecido. Alegre e feliz são palavras sinônimas, pois têm o mesmo significado. Palavras antônimas: São palavras que possuem significados contrários. Alegre e triste são palavras antônimas, pois têm significados contrários.

EXERCÍCIOS 1. Procure no quadro os antônimos das palavras abaixo: salgado

bem

transparente

fraco

raso

muito

comprido

mole

pequeno

claro

fino

cheio

vitória

largo

lento

liso

achar

belo

a) grosso

g) mal

m) áspero

b) feio

h) estreito

n) derrota

c) pouco

i) vazio

o) duro

d) grande

j) fundo

p) doce

e) rápido

k) curto

q) opaco

f) perder

l) forte

r) escuro

LÍNGUA PORTUGUESA • BOM DIA TODAS AS COREs • CADERNO 1

SINÔNIMO E ANTÔNIMO


Capítulo

1

Matemática

Númerais Sequência Númericas


MATEMÁTICA •SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

76

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA• CADERNO 1

SEQUÊNCIA NUMÉRICA ATÉ AGORA TEMOS VISTO SEQUÊNCIA NUMÉRICA NA SEGUINTE ORDEM:

1,2,3,4,5...

OU

47, 48,49, 50....

ESSE É O JEITO QUE NORMALMENTE CONTAMOS, DE UM EM UM.

0

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

41

42

43

44

45

46

47

48

49

50

ENTRETANTO, AS SEQUÊNCIAS NUMÉRICAS PODEM SER FEITAS DE DIVERSAS FORMAS: DE 2 EM 2, DE 5 EM 5, DE 10 EM 10, SÓ NÚMEROS ÍMPARES, SOMENTE PARES.... ESSES SÃO SÓ ALGUNS EXEMPLOS. VAMOS DESCOBRIR ALGUMAS FORMAS DE FAZERMOS SEQUÊNCIA NUMÉRICA?


77

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

QUANDO CONTAMOS DE 2 EM 2, NÓS SEMPRE PULAMOS UM NÚMERO E CONTAMOS O PRÓXIMO. ISSO PODE SER FEITO DE DUAS MANEIRAS: PODEMOS CONTAR SÓ OS NÚMEROS PARES:

0

2

1

3

2

4

5

4

6

+

7

6

8

+

8

9

10

10

+

+

CONTE DE 2 EM 2 ASSINALANDO SOMENTE OS NÚMEROS PARES, INICIANDO PELO ZERO.

0

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

41

42

43

44

45

46

47

48

49

50

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA•CADERNO 1

CONTANDO DE 2 EM 2


MATEMÁTICA •SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

78

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA• CADERNO 1

OU PODEMOS CONTAR SÓ OS NÚMEROS ÍMPARES.

0

1

2

1

3

3

4

6

5

5

+

7

8

7

+

9

10

9

+

+

CONTE DE 2 EM 2 ASSINALANDO SOMENTE OS NÚMEROS ÍMPARES, INICIANDO PELO UM.

0

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

41

42

43

44

45

46

47

48

49

50


MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

6

8 +

7

10 +

12 +

9 +

14 +

13 +

0

+

+

4 +

+

11

8 +

+

+

+

15 +

+

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA•CADERNO 1

COMPLETE AS SEQUÊNCIAS CONTANDO DE 2 EM 2. SIGA O MODELO.

79


MATEMÁTICA •SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

80

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA• CADERNO 1

COMPLETE AS SEQUÊNCIAS CONTANDO DE 2 EM 2.

22 +

26 +

29

+

+

+

+

33 +

+

32

38 +

+

+

21

+

27 +

+

+

29 +


81

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

QUANDO CONTAMOS DE 3 EM 3, NÓS SEMPRE PULAMOS DOIS NÚMEROS E CONTAMOS O PRÓXIMO.

0

3

1

2

3

6

4

5

9

+

7

6

12

+

8

9

15

+

+

INICIANDO PELO ZERO, MARQUE OS NÚMEROS DE 3 EM 3. 0

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

41

42

43

44

45

46

47

48

49

50

10

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA•CADERNO 1

CONTANDO DE 3 EM 3


MATEMÁTICA •SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

82

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA• CADERNO 1

COMPLETE AS SEQUÊNCIAS CONTANDO DE 3 EM 3.

25

31

12

18

3

21

12

10

13


MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

1

7

24

30

12

10

36

21

2

8

20

26

11

42

27

14

35

17

23

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA•CADERNO 1

COMPLETE AS SEQUÊNCIAS CONTANDO DE 3 EM 3.

83


MATEMÁTICA •SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

84

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA• CADERNO 1

COMPLETE AS SEQUÊNCIAS CONTANDO DE 3 EM 3.

33

3

27

27

9

24

31

18

12


MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

85

QUANDO CONTAMOS DE 4 EM 4, NÓS SEMPRE PULAMOS TRÊS NÚMEROS E CONTAMOS O PRÓXIMO. ENTRETANTO, HÁ UMA FORMA MAIS FÁCIL DE FAZERMOS ISSO. VEJA QUE INTERESSANTE: SE O COELHO DER 2 PULOS DE 2, CHEGARÁ NO MESMO NÚMERO , COMO SE TIVESSE DADO UM PULO DE 4. ASSIM, DAR UM PULO DE 4 EQUIVALE A DAR 2 PULOS DE 2.

1

0

4

2

3

8

5

4

12

+

6

7

16

+

9

8

10

20

+

+

INICIANDO PELO ZERO, MARQUE OS NÚMEROS DE 4 EM 4. 0

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

41

42

43

44

45

46

47

48

49

50

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA•CADERNO 1

CONTANDO DE 4 EM 4


MATEMÁTICA •SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

86

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA• CADERNO 1

COMPLETE AS SEQUÊNCIAS CONTANDO DE 4 EM 4, PULANDO O DOIS DUAS VEZES. VEJA O MODELO.

5

4

9

6

8

13

10

12

14

16

18

20

8

16


MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

3

7 +

11 +

15 +

19 +

12 +

24 +

+

13 +

+

+

17 +

+

18 +

+

+

+

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA•CADERNO 1

COMPLETE AS SEQUÊNCIAS CONTANDO DE 4 EM 4. SIGA O MODELO.

87


MATEMÁTICA •SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

88

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA• CADERNO 1

COMPLETE AS SEQUÊNCIAS CONTANDO DE 4 EM 4. SIGA O MODELO.

1

5 +

9 +

13 +

17 +

19 +

+

+

+

+

+

+

+

+

6 +

10 +

+


MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

17

29

11

41

19

10

27

18

1

17

20

23

40

31

35

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA•CADERNO 1

COMPLETE AS SEQUÊNCIAS CONTANDO DE 4 EM 4.

89


MATEMÁTICA •SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

90

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA• CADERNO 1

CONTANDO DE 5 EM 5 QUANDO CONTAMOS DE 5 EM 5, NÓS NÚMEROS E CONTAMOS O PRÓXIMO.

0

5

1

2

3

10 +

4

SEMPRE PULAMOS QUATRO

5

15

6

7

20

+

8

9

25

+

+

INICIANDO PELO UM, MARQUE OS NÚMEROS DE 5 EM 5.

0

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

41

42

43

44

45

46

47

48

49

50

10


MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

5

10 +

15

20

25

+

+

+

+

+

+

+

+

7 +

11 +

+

18 +

+

+

+

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA•CADERNO 1

COMPLETE AS SEQUÊNCIAS CONTANDO DE 5 EM 5. SIGA O MODELO.

91


MATEMÁTICA •SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

92

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA• CADERNO 1

COMPLETE AS SEQUÊNCIAS CONTANDO DE 5 EM 5.

1

11

21

15

25

30

7

10

45

17

27

19

27

25

30

55


93

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

5

10

30

8

28

50

19 15

25 9

3

44 36 19

39

13 6

33 16

23 18 41

38 28

43

54

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA•CADERNO 1

COMPLETE COM OS NÚMEROS QUE FALTAM, CONTANDO DE 5 EM 5.


MATEMÁTICA •SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

94

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA• CADERNO 1

COMPLETE AS SEQUÊNCIAS CONTANDO DE 5 EM 5.

5

6

12

15

16

22

30

32

36


MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

7

11

28

17

21

43

31

48

37

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA•CADERNO 1

COMPLETE AS SEQUÊNCIAS CONTANDO DE 5 EM 5.

95


MATEMÁTICA •SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

96

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA• CADERNO 1

CONTANDO DE 6 EM 6 VOCÊ SE LEMBRA QUE PARA CONTAR DE 4 EM 4 PODÍAMOS CONTAR DE 2 EM 2 DUAS VEZES? PARA CONTARMOS DE 6 EM 6, PODEMOS USAR O MESMO ARTIFÍCIO, MAS COM O 3 AO INVÉS DO 2.

1

0

2

6

3

4

5

12 +

6

18

7

8

9

24

+

10

11

30

+

+

INICIANDO PELO UM, MARQUE OS NÚMEROS DE 6 EM 6.

0

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

41

42

43

44

45

46

47

48

49

50

12


MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

97

0

18

36

54

3

6

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA•CADERNO 1

CONTE DE 6 EM 6, PREENCHENDO OS QUADRADINHOS EM BRANCO. PARA ISSO, DÊ DOIS PULOS DE DOIS.


MATEMÁTICA •SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

98

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA• CADERNO 1

COMPLETE AS SEQUÊNCIAS CONTANDO DE 6 EM 6, PULANDO O TRÊS DUAS VEZES. VEJA O MODELO.

5

6

8

9

12

14

15

18

21

24

27

30

9

17


99

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

0

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10 11 12 13 14 15 16 17 18 19

20 21 22 23 24 25 26 27 28 29

30 31 32 33 34 35 36 37 38 39

40 41 42 43 44 45 46 47 48 49

50 51 52 53 54 55 56 57 58 59

60 61 62 63 64 65 66 67 68 69

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA•CADERNO 1

CONTINUE CONTANDO DE 6 EM 6, CIRCULANDO OS NÚMEROS.


MATEMÁTICA •SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

100

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA• CADERNO 1

COMPLETE AS SEQUÊNCIAS CONTANDO DE 6 EM 6.

3 +

+

+

+

+

+

+

+

+

+

+

10 +

12 +

+

14 +

+


MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

22 +

+

+

+

+

+

+

+

+

23 +

34 +

+

45 +

+

+

+

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA•CADERNO 1

COMPLETE AS SEQUÊNCIAS CONTANDO DE 6 EM 6.

101


MATEMÁTICA •SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

102

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA• CADERNO 1

COMPLETE AS SEQUÊNCIAS CONTANDO DE 6 EM 6.

23

29

6

47

24

8

20

15

21

30

13

30

42

25


103

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

6

18

3

15

42 33

16 12

32 24

11 2

35

19

47

22 25

50 37

33

43

45 34

62 66

32

21

13

56

48

14

4

45 44

30 23

7

54

63 46 49

61

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA•CADERNO 1

COMPLETE COM OS NÚMEROS QUE FALTAM, CONTANDO DE 6 EM 6.


MATEMÁTICA •SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

104

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA• CADERNO 1

CONTANDO DE 7 EM 7 QUANDO CONTAMOS DE 7 EM 7, NÓS SEMPRE PULAMOS SEIS NÚMEROS E CONTAMOS O PRÓXIMO.

0

1

2

3

7

4

5

14

6

7

8

21

+

9

10

11

28

+

12

13

35

+

+

INICIANDO PELO UM, MARQUE OS NÚMEROS DE 7 EM 7.

0

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

41

42

43

44

45

46

47

48

49

50

14


MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

7

14 +

8

21

28

35

+

+

+

+

+

+

15 +

18 +

+

25 +

+

33 +

+

+

40 +

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA•CADERNO 1

COMPLETE AS SEQUÊNCIAS CONTANDO DE 7 EM 7. SIGA O MODELO.

105


MATEMÁTICA •SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

106

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA• CADERNO 1

COMPLETE AS SEQUÊNCIAS CONTANDO DE 7 EM 7.

11

18

39

22

36

46

53

67

29

43

57

9

23

37

14

28

42


107

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

7

14

28 12

8

26

35

40

54

42 68

31

89 52

73

69

34

62

83 69

47 32

61

50

55

19

70 40

22

21

24

42

67

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA•CADERNO 1

COMPLETE COM OS NÚMEROS QUE FALTAM, CONTANDO DE 7 EM 7.


MATEMÁTICA •SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

108

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA• CADERNO 1

CONTANDO DE 8 EM 8 QUANDO CONTAMOS DE 8 EM 8, NÓS SEMPRE PULAMOS SETE NÚMEROS E CONTAMOS O PRÓXIMO.

0

1

2

3

8

4

5

6

16 +

7

8

24

10 11 12 13 14 15 16

9

32

+

40

+

+

INICIANDO PELO UM, MARQUE OS NÚMEROS DE 8 EM 8.

0

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

41

42

43

44

45

46

47

48

49

50


MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

7

15 +

23 +

31 +

39 +

36 +

+

52 +

16 +

32 +

+

12 +

+

+

28 +

+

+

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA•CADERNO 1

COMPLETE AS SEQUÊNCIAS CONTANDO DE 8 EM 8. SIGA O MODELO.

109


MATEMÁTICA •SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

110

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA• CADERNO 1

COMPLETE AS SEQUÊNCIAS CONTANDO DE 8 EM 8.

80

56

51

35

19

26

0

40

50

66

24

48

15

31

55

14

30

46


111

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

2

26 13

42

74

29 16

77 32

56

17

73 11

35 22

15

51 46

31

13

55

37

85

23

47 57

97

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA•CADERNO 1

COMPLETE COM OS NÚMEROS QUE FALTAM, CONTANDO DE 8 EM 8.


MATEMÁTICA •SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

112

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA• CADERNO 1

COMPLETE AS SEQUÊNCIAS CONTANDO DE 8 EM 8.

8

88

71

24

72

47

48

48

31


MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

113

QUANDO CONTAMOS DE 9 EM 9 NÓS SEMPRE PULAMOS OITO NÚMEROS E CONTAMOS O PRÓXIMO.

0

1

2

3

4

5

6

7

9

8

9

10 11 12 13 14 15 16 17 18

18 +

27 +

36

45

+

+

INICIANDO PELO UM, MARQUE OS NÚMEROS DE 9 EM 9.

0

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

41

42

43

44

45

46

47

48

49

50

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA•CADERNO 1

CONTANDO DE 9 EM 9


MATEMÁTICA •SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

114

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA• CADERNO 1

COMPLETE AS SEQUÊNCIAS CONTANDO DE 9 EM 9. SIGA O MODELO.

0

9 +

18 +

27 +

36 +

32 +

+

50 +

+

11

47 +

+

+

10 +

+

28 +

+

+


MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

12

39

51

78

49

26

85

53

29

0

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA•CADERNO 1

COMPLETE AS SEQUÊNCIAS CONTANDO DE 9 EM 9.

48

56

27

46

115


MATEMÁTICA •SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

116

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA• CADERNO 1

COMPLETE COM OS NÚMEROS QUE FALTAM, CONTANDO DE 9 EM 9.

4

22

58

11

47 23

16

41

86

34 25

70

23 3

77

50 30 45

31

81

58 9

36


MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA•CADERNO 1

COMPLETE AS SEQUÊNCIAS CONTANDO DE 9 EM 9.

90

11

9

72

29

27

45

56

54

117


MATEMÁTICA •SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

118

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA• CADERNO 1

CONTANDO DE 10 EM 10 QUANDO CONTAMOS DE 10 EM 10, NÓS SEMPRE PULAMOS NOVE NÚMEROS E CONTAMOS O PRÓXIMO. OBSERVE QUE PODEMOS USAR AQUELE ARTIFÍCIO DE CONTAGEM, CONTANDO O 5 DUAS VEZES.

0

1

2

3

4

5

6

7

8

6

9

10

11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

12 +

18

24

+

30

+

+

INICIANDO PELO UM, MARQUE OS NÚMEROS DE 10 EM 10.

0

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

41

42

43

44

45

46

47

48

49

50


MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

119

0

25

50

75

5

15

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA•CADERNO 1

CONTE DE 10 EM 10 PREENCHENDO OS QUADRADINHOS EM BRANCO. PARA ISSO, DÊ DOIS PULOS DE CINCO.


MATEMÁTICA •SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

120

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA• CADERNO 1

COMPLETE AS SEQUÊNCIAS CONTANDO DE 10 EM 10, PULANDO O CINCO DUAS VEZES. VEJA O MODELO.

10

5

1

6

20

25

16

30

35

40

45

50

9

5


MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

16

56

50

100

29

59

22

37

5

52

67

65

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA•CADERNO 1

COMPLETE AS SEQUÊNCIAS CONTANDO DE 10 EM 10.

121


MATEMÁTICA •SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

122

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA• CADERNO 1

COMPLETE AS SEQUÊNCIAS CONTANDO DE 10 EM 10.

2

22 +

+

+

+

70 +

100

+

+

15

+

45 +

+

+

37 +

+

57 +

+

+


123

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

7

37 18

78 51

10

91

40 66 15

35 23

43 42 34

19

96

82 54 69

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA•CADERNO 1

COMPLETE COM OS NÚMEROS QUE FALTAM, CONTANDO DE 10 EM 10.


MATEMÁTICA •SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

124

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA• CADERNO 1

COMPLETE AS SEQUÊNCIAS CONTANDO DE 10 EM 10.

19

12

49

43

42

79

23


MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA • CADERNO 1

11

99

15

31

79

49

71

65

MATEMÁTICA • SEQUÊNCIA NÚMERICA•CADERNO 1

COMPLETE AS SEQUÊNCIAS CONTANDO DE 10 EM 10.

125


Capítulo

2

Matemática

OPERAÇÕES ADIÇÃO SUBTRAÇÃO


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

128 128

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

ADIÇÃO Você já estudou em anos anteriores que adicionar nada mais é do que juntar, acrescentar algo. Veja o exemplo a seguir:

+

=

Você já estudou em anos anteriores que adicionar nada mais é do que juntar, acrescentar algo. Veja o exemplo a seguir:

4 + 2 = 6 Q U AT R O M A I S D O I S É I G U A L A S E I S Observe que agrupamos , juntamos as bolinhas azuis e amarelas. Nós efetuamos uma adição. A adição é uma das chamadas operações básicas da Matemática. O que equivale dizer que é será base para as outras operações que serão aprendidas.

TERMOS DA ADIÇÃO

4 + 2 = 6 PA R C E L A PA R C E L A

T O TA L SOMA

Conforme você vê, as partes que eu adiciono chamam-se PARCELAS e ao resultado damos o nome de SOMA ou TOTAL.


129 129

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

Vamos aprender a calcular mais rápido?

ADICIONANDO 1 Pensando na sequência numérica, preencha o quadrinho com o próximo número. Veja o modelo:

2

1

2

0

3

4

1

5

6

8

7

8

7

9

10

4

Escrever o próximo número é o mesmo que adicionar. Veja: O próximo do 1 é o 2. Logo, 1 + 1 = 2. +1

0

1

2

3

4

5

+1

6

7

8

9

OBSERVAÇÃO: Não importa a ordem. Toda vez que você vir o 1 para adicionar, pense no próximo número. Assim: 2+1=3

1+2=3

6+1=7

1+6=7

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

Começaremos de maneira bem simples, mas logo verá como fazer todas as operações se tornará algo fácil e – acredite! - prazeroso.


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

130 130

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

Adicione 1 pensando no próximo número: 1+2=

7+1=

1+4=

8+1=

1+9=

1+5=

1+1=

1+6=

1+3=

7+1=

4+1=

1+4=

5 +1=

1 +1=

9 +1=

8+1=

1+6=

2+1=

1+1=

1+4=

8+1=

1+6=

1+7=

1+9=

2+1=

3+1=

1+5=

1+1=

1+6=

1+4=

5+1=

8+1=

2+1=

1+7=

3+1=

9+1=

5+1=

1+7=

1+9=

1+4=

8+1=

1+8=

1+5=

1+1=

1+6=

1+3=

7+1=

4+1=


131 131

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

Adicionar 2 é o mesmo que escrever o próximo do próximo. Veja:

3

2

1

+2

+2

0

1

2

3

4

5

6

1+2=3

8

9

7

5

3

1

7

5+2=7

Agora é sua vez. Escreva o próximo do próximo número apresentado.

3

7

9

2

4

6

0

5

8

10

1

2

OBSERVAÇÃO: Não importa a ordem. Toda vez que você vir o 2 para adicionar, pense no próximo do próximo número. Assim: 2+3=5

3+2=5

5+2=7

2+5=7

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

ADICIONANDO 2


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

132 132

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

Adicione 2 pensando no próximo do próximo:

6+2=

5+2=

9+2=

2+2=

4+2=

2+8=

2+3=

2+7=

1+2=

2+5=

4+2=

9+2=

1 +2=

3 +2=

2 +2=

2+6=

7+2=

8+2=

2+2=

3+2=

2+1=

2+5=

2+7=

4+2=

6+2=

9+2=

2+8=

5+2=

2+8=

1+2=

2+6=

2+2=

2+9=

3+2=

2+4=

7+2=

9+2=

2+1=

8+2=

2+2=

4+2=

2+6=

2+5=

2+7=

3+2=

2+7=

2+2=

2+4=


133 133

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

Adicionar 3 é o mesmo que escrever 3 números para frente. Veja: +3

0

1

2

+3

3

4

5

6

1+3=4

8

9

8

5

4

1

7

5+3=8

Agora é sua vez. Escreva o próximo do próximo número apresentado.

3

7

9

2

4

6

0

5

8

10

1

2

4

6

1

Se você tiver alguma dificuldade, aqui vai uma dica: pense dois números para frente e o próximo desse número. Exemplo: 4 + 2 + 1 = 7

4

+2

6

+1

7

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

ADICIONANDO 3


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

134 134

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

Adicione 3 pensando na sequência numérica, 3 para frente:

5+3=

3+6=

1+3=

3+9=

3+7=

3+3=

1+3=

3+2=

3+4=

3+7=

3+6=

3+5=

3 +2=

6 +3=

3 +1=

4+3=

3+2=

7+3=

3+3=

5+3=

1+3=

3+2=

9+3=

3+3=

3+5=

3+7=

8+3=

9+3=

4+3=

3+4=

2+3=

1+3=

3+8=

8+3=

3+5=

3+4=

4+3=

3+3=

3+5=

7+3=

3+5=

3+6=

3+4=

3+8=

3+9=

3+6=

3+1=

3+2=


135 135

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

Adicionar 4 é o mesmo que escrever 4 números para frente. Veja: +4

0

1

+4

2

3

4

5

6

0+4=4

8

9

9

5

4

0

7

5+4=9

Agora é sua vez. Escreva o próximo do próximo número apresentado.

3

7

9

2

4

6

0

5

8

10

1

2

4

6

1

Se você tiver alguma dificuldade, aqui vai uma dica: pense dois números para frente e depois mais dois números. Exemplo: 4 + 2 + 2 = 8

4

+2

6

+2

8

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

ADICIONANDO 4


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

136 136

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

Adicione 4 pensando na sequência numérica, 4 para frente. Ou, se preferir, dois para frente e depois mais dois. Dá no mesmo, pois 2 + 2 =4. 1+4=

4+2=

9+4=

3+4=

4+5=

6+4=

4+2=

4+2=

4+4=

5+4=

4+3=

4+8=

4 +7=

1 +4=

5+4=

4+3=

7+4=

9+4=

4+1=

4+6=

2+4=

6+4=

3+4=

1+4=

4+5=

8+4=

4+4=

2+4=

4+6=

3+4=

4+3=

5+4=

1+4=

4+2=

9+4=

4+4=

4+5=

4+7=

8+4=

9+4=

4+4=

3+4=

2+4=

1+4=

4+8=

8+4=

4+5=

3+4=


137 137

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

Adicionar 5 é o mesmo que escrever 5 números para frente. Veja: +5

0

1

2

+5

3

4

5

6

0+5=5

8

9

9

4

5

0

7

4+5=9

Agora é sua vez. Escreva o próximo do próximo número apresentado.

3

7

9

2

4

6

0

5

8

10

1

2

4

6

1

Se você tiver alguma dificuldade, aqui vai uma dica: pense dois números para frente, depois mais dois números e o próximo desse número.

Exemplo: 4 + 2 + 2 + 1 = 9

4

+2

6

+2

8

+1

9

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

ADICIONANDO 5


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

138 138

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

Adicione 5 pensando na sequência numérica, 5 para frente. Ou, se preferir, dois para frente, mais dois e o próximo. 2+ 2 +1 = 5. 8+5=

2+5=

5+5=

5+1=

7+ 5 =

9+5=

5+6=

5+1=

4+5=

6+5=

8+5=

2+5=

9 +5=

5+5=

7+5=

5+1=

8+5=

4+5=

7+5=

5+8=

5+5=

3+5=

5+4=

5+1=

5+7=

3+5=

5+5=

5+3=

5+1=

4+5=

1+5=

9+5=

5+5=

5+8=

5+9=

1+5=

4+5=

5+5=

7+5=

5+3=

5+2=

1+5=

5+5=

5+3=

8+5=

2+5=

4+5=

3+5=


139 139

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

De quantas maneiras diferentes você consegue formar o 5? Faça o mais rápido que puder.

4

5

5

+

+

5

5

5

+

+

5

5

5

+

+

5

5

5

+

+

+

3

+

1

2

5

4

5

3

1

0

2

+

4

+

3

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

DESAFIO DO 5


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

140 140

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

ADICIONANDO 6

Adicionar 6 é o mesmo que escrever 6 números para frente. Veja: 1 +6 = 7

0

1

2

3

4

5

6

7

8

Lembre-se de que 1 + 6 é a mesma coisa que 6 +1.

Resolva as adições a seguir, pensando na sequência numérica, iniciando pelo maior número. 6+1=

2+6=

7+6=

6+5=

4+ 6 =

9+6=

6+8=

6+7=

8+6=

3+6=

6+6=

5+6=

4 +6=

6+1=

6+6=

6+2=

6+9=

3+6=

6+8=

6+7=

1 + 6=

6+7=

6+4=

6+3=

2+6=

3+6=

6+6=

9


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

Efetue as operações:

3+6=

6+6=

6+7=

8+6=

6+ 4 =

6+9=

6+5=

1+6=

6+8=

6+9=

2+6=

7+6=

6 +6=

4+6=

3+6=

6+8=

6+6=

4+5=

6+2=

9+6=

6+4=

2+6=

3+6=

6+3=

6+3=

6+2=

6+6=

5+6=

9+6=

4+6=

8+6=

6+8=

9+6=

6+3=

1+6=

6+5=

6+6=

6+7=

1+6=

7+6=

6+5=

6+1=

6+2=

3+6=

4+6=

6+5=

8+6=

2+6=

2+6=

6+5=

3+6=

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

141 141


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

142 142

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

DESAFIO DO 6 De quantas maneiras diferentes você consegue formar o 6? Faça o mais rápido que puder. 6

6

6

+

5

6

+

+

3

4

4

6

+

2

+

+

5

6

0

6

2

+

6

6

+

+

+

6

6

1

6

+

6

0

+

1


143 143

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

Determine o número que preenche corretamente o espaço em branco. Veja o modelo: 6 4

12 2

9

6

11

6

10

5

13

8 6

9 6

13 1

6 2

10

11

4

7 7

9

2

12

6

15 7

9

6

13

8

15

14 6

14 6

7

12 4

7

13

6

15

8 6

5

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

ADICIONANDO 6


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

144 144

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

ADICIONANDO 7

Adicionar 7 é o mesmo que escrever 7 números para frente. Veja: 1 +7 = 8

0

1

2

3

4

5

6

7

8

Lembre-se de que 1 + 7 é a mesma coisa que 7 + 1.

Resolva as adições a seguir, pensando na sequência numérica, iniciando pelo maior número. 7+7=

5+7=

8+7=

2+7=

6+ 7 =

9+7=

7+1=

7+9=

7+4=

7+2=

7+7=

7+1=

6+7=

7+8=

7+3=

7+7=

9+7=

7+2=

8+7=

6+7=

4 + 7=

7+6=

7+7=

7+1=

9+7=

7+8=

7+2=

9


145 145

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

De quantas maneiras diferentes você consegue formar o 7? Faça o mais rápido que puder.

6

7

7

+

+

7

7

+

5

1

0

+

7

7

+

+

7

7

+

+

7

2

3

+

7

5

+

7

7

6

+

4

7

3

+

2

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

DESAFIO DO 7


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

146

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

ADICIONANDO 7 Determine o número que preenche corretamente o espaço em branco. Veja o modelo: 13 6

11 7

4

16

8

11

7

10 7

5

7

7 1

12

9

6

8

7

7

13 7

9

14 7

12

15

15

7

13

7

3

14

1

14

10 2

8 7

2

9

16

0

9

7

0

8 0

7


147

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

Adicionar 8 é o mesmo que escrever 8 números para frente. Veja: 2 +8 = 10

0

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

Lembre-se de que 2 + 8 é a mesma coisa que 8 + 2.

Resolva as adições a seguir, pensando na sequência numérica, iniciando pelo maior número. 2+8=

5+8=

3+8=

8+1=

9+8=

8+6=

8+7=

7+8=

2+8=

8+9=

8+4=

8+8=

8+3=

8+5=

3+8=

8+6=

4+8=

8+8=

2+8=

5+8=

8 + 7=

4+8=

8+8=

8+6=

2+8=

9+8=

8+5=

12

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

ADICIONANDO 8


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

148

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

DESAFIO DO 8 De quantas maneiras diferentes você consegue formar o 8? Faça o mais rápido que puder.

4

8

2

6

8

8

+

+

8

8

+

+

8

8

+

+

8

8

+

+

8

3

0

+

8

6

5

+

8

7

+

8

8

1

+

4


149

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

Adicionar 8 é o mesmo que escrever 9 números para frente. Veja: 2 +9 = 11

0

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

Lembre-se de que 2 + 9 é a mesma coisa que 9 + 2.

Resolva as adições a seguir, pensando na sequência numérica, iniciando pelo maior número. 9+1=

9+9=

4+9=

9+8=

3+9=

9 +7 =

9+6=

2+9=

5+9=

9+4=

9+3=

9+7=

9+9=

6+9=

2+9=

9+5=

9+1=

6+9=

4+9=

3+9=

9 + 8=

9+5=

7+9=

2+9=

8+9=

9+9=

4+9=

12

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

ADICIONANDO 9


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

150

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

DESAFIO DO 9 De quantas maneiras diferentes você consegue formar o 9? Faça o mais rápido que puder.

4

7

2

6

9

9

+

+

9

9

+

+

9

9

9

+

+

9

9

9

+

+

+

9

9

3

0

+

9

5

1

1

+

+

4

8


151

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

Determine o número que preenche corretamente o espaço em branco. Veja o modelo: 9 4

11 5

2

16

1

9

0

15 7

9

12 5

9

3

17 9

14

9

16

14

11

18

1

18

9

9

10

1

9

13

6

9

9

5

15

5

13 9

9

10

13 9

12

4

9

9 0

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

ADICIONANDO 9


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

152

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

ENCONTRANDO O 10

Olhe que interessante!

ARCO-ÍRIS DO 10

0 1 2 3 4 5

5 6 7 8 9 10

0 + 10 = 10

10 + 0 = 10

1 + 9 = 10 2 + 8 = 10 3 + 9 = 10 4 + 6 = 10 5 + 5 = 10

COMO FAZER O 10?

9 + 1 = 10 8 + 2 = 10 7 + 3 = 10 6 + 4 = 10 5 + 5 = 10


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

Use as cores do arco-íris para formar os pares cuja adição resultará em 10.

0 1 2 3 4 5 +

+

+

+

5 6 7 8 9 10

= +

=

+

=

+

=

+

=

+

=

=

=

=

+

=

+

=

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

153


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

154

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

DESAFIO DO 10 De quantas maneiras diferentes você consegue formar o 10? Faça o mais rápido que puder. 10

2

10

+

10

10

+

+

9

7

0

10

+

4

+

+

5

10

3

10

6

+

10

10

+

+

+

10

10

8

10

+

10

3

+

5


155

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

10

0

2

4

4 6

5

10

8

9 0

3

10 4

5 7

8 8

2 3

3

5

3

4 9

8

7

1

2 1

2

9

1 9

0

6

6 2

8

5

7 5

6

3

2 6

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

Você deve fazer essa folha o mais rápido que puder! Forme pares que resultem em 10.


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

156

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

DECOMPONDO OS NÚMEROS

Decomponha os números pela adição.

10 + ______ 3 + ______

4 + ______

9 + ______

11

5 + ______

8 + ______

7 + ______ 6 + ______

10 + ______ 3 + ______

4 + ______

9 + ______

12

5 + ______

8 + ______

7 + ______ 6 + ______


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

Decomponha os números pela adição.

10 + ______ 3 + ______

4 + ______

9 + ______

13

5 + ______

8 + ______

7 + ______ 6 + ______

10 + ______ 3 + ______

4 + ______

9 + ______

14

5 + ______

8 + ______

7 + ______ 6 + ______

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

DECOMPONDO OS NÚMEROS

157


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

158

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

DECOMPONDO OS NÚMEROS

Decomponha os números pela adição.

10 + ______ 3 + ______

4 + ______

9 + ______

15

5 + ______

8 + ______

7 + ______ 6 + ______

10 + ______ 3 + ______

4 + ______

9 + ______

16

5 + ______

8 + ______

7 + ______ 6 + ______


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

Decomponha os números pela adição.

10 + ______ 3 + ______

4 + ______

9 + ______

17

5 + ______

8 + ______

7 + ______ 6 + ______

10 + ______ 3 + ______

4 + ______

9 + ______

18

5 + ______

8 + ______

7 + ______ 6 + ______

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

DECOMPONDO OS NÚMEROS

159


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

160

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

DECOMPONDO OS NÚMEROS

Decomponha os números pela adição.

10 + ______ 3 + ______

4 + ______

9 + ______

19

5 + ______

8 + ______

7 + ______ 6 + ______

10 + ______ 3 + ______

4 + ______

9 + ______

20

5 + ______

8 + ______

7 + ______ 6 + ______

1


161

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

PROPRIEDADE COMUTATIVA Palavra chave: Ordem

+

=

3+4

+ 4+3

7

=

=

Mudar a ordem das parcelas não altera o resultado. PROPRIEDADE ASSOCIATIVA Palavra chave: Agrupar

( A+B) +C=A+( B+C) ( 3 + 4 ) + 2 = 3 + ( 4 + 2) 7+2

3+6

9

9

Tendo mais de 2 parcelas, você pode agrupá-las de maneiras diferentes sem alterar o resultado. PROPRIEDADE ELEMENTO NEUTRO Palavra chave: Zero

+

=

Zero somado a um número é igual a esse mesmo número.

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

PROPRIEDADES DA ADIÇÃO

161


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

162

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

Numere a coluna A de acordo com a definição das Propriedades da Adição da Coluna B.

(

)

Elemento Neutro

(

)

Propriedade Associativa

(

)

Propriedade Comutativa

1 — Você muda a ordem das parcelas e o resultado não se altera. 2—Você adiciona o zero a um número e ele não se altera. É o próprio resultado da soma. 3—Você pode agrupar as parcelas de formas diferentes e o resultado não se altera.

Assinale as adições que mostram a propriedade comutativa.

(2+3)+2=2+(3+2)

8+4=4+8

2+6=4+2+2

8+0=8

6+0=6

( 8 + 4 ) + 2 = 8 + ( 4 + 2)

6+2=2+6

14 = 8 + 4 + 2

9+3=3+9

1 + 5 = 1 + 4 +1

(9+6)+3=3+(6+9)

1+5=5+1

6+9=6+6+3

5+0=5

9+0=9

(5+3)+1=5+(3+1)


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

Assinale as adições que mostram a propriedade associativa.

0+9=9

7+5=5+7

9+(4+3)=(9+4)+3

12 = 6 + 4 + 2

9+4+3=3+4+9

7+(1+5)=(7+1)+5

16 = 9 + 4 + 3

7+0=7

22 + 15 = 15 + 22

53 + 7 = 60

22 + 15 + 12 = 49

( 31 + 7 ) + 53 = ( 53 + 7 ) + 31

12 + 0 = 12

31 + 53 = 53 + 31

22 + ( 15 + 12 ) = ( 22 + 12) + 15)

0 + 53 = 53

Assinale as adições que mostram a propriedade do elemento neutro.

7+0=7

1004 + 40 = 1044

105 + 40 = 145

0 + 14 = 14

11 + 20 = 31

140 + 60 = 200

230 + 10 = 240

104 + 140 = 244

50 + 50 = 100

10 +10 = 20

150 + 0 = 150

1000 + 1000 = 2000

500 + 150 = 650

0 + 100 = 100

105 + 50 = 155

101 + 10 = 111

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

163


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

164

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

DECOMPOSIÇÃO DO 10

Regra

Regra

= 10 +

= 20 +

Entrada

Saída

Entrada

15

5

29

Saída

4 11

3 26

8 16

Entrada

7 22

Regra

Regra

= 30 +

= 40 +

Saída

Entrada

33

8 9

42 3

37 4 31

Saída

49 5


165

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

+ 5 10 20 30 40 50 60 70 80 90 100

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

ADICIONANDO 10, 20, 30, ..., 100


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

166

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

Simples, não é? Vamos ver agora como fazer com números de dois algarismos.

D U

Primeiro some as unidades

2

6

+

2

2

8

C

D

U

1

É importante sempre começar pelas unidades. Se não mantiver essa ordem o resultado ficará errado quando você aprender adição com reserva.

Depois, some as dezenas

D

U

6

7

+

3

D

U

1

6

+

1

1

C

D

U

5

1

3

0

C

+

C

D

U

0

9

2

+

5

+

7

D

U

D

U

7

1

5

2

+

2

0

+

3

7

C

D

U

C

D

U

2

1

3

5

3

3

6

3

C

+

C

C

+


167

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

Efetue as adições: C

D

U

9

0

+

7

D

U

8

2

+

1

3

C

D

U

3

0

+

5

1

C

D

U

3

6

6

2

C

+

C

D

U

1

3

+

6

2

C

D

U

4

4

+

4

3

C

D

U

5

3

+

2

2

C

D

U

1

6

7

0

+

C

D

U

2

9

+

6

0

C

D

U

2

7

+

1

2

C

D

U

3

4

+

2

5

C

D

U

6

0

2

3

+

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

168

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

Simples, não é? Vamos ver agora como fazer com números de três algarismos.

C

M

D U 2º

1

4

6

+

4

3

1

8 9

C

D

U

3

5

4

+

1

3

4

M

C

D

U

2

5

7

+

3

4

1

M

C

D

U

4

4

6

3

1

3

+

Primeiro some as unidades e depois as dezenas e, por último, as centenas. Se não mantiver essa ordem de resolução, o resultado ficará errado.

M

C

D

U

4

6

8

+

4

3

1

M

C

D

U

8

7

6

+

1

2

3

M

C

D

U

8

7

3

1

2

1

+

M

C

D

U

5

2

2

+

2

1

5

M

C

D

U

3

6

4

+

4

3

2

M

C

D

U

3

8

7

2

1

2

+


169

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

Efetue as adições: M

C

D

U

2

0

1

+

4

3

2

M

C

D

U

4

4

3

+

5

5

6

M

C

D

U

3

8

1

+

4

1

4

M

C

D

U

6

6

3

3

1

3

+

M

C

D

U

8

5

3

+

1

1

6

M

C

D

U

7

8

1

+

2

1

1

M

C

D

U

2

2

4

+

4

6

3

M

C

D

U

8

4

8

1

0

1

+

M

C

D

U

4

0

8

+

5

9

1

M

C

D

U

4

9

8

+

2

0

1

M

C

D

U

1

7

5

+

4

2

3

M

C

D

U

5

3

4

3

2

5

+

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

170

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

ADIÇÃO ARMADA COM RESERVA 1 ALGARISMO Com certeza você se lembra do material dourado. Em todo caso, vamos relembrar.

Complete: 10 unidades = _______ dezena 10 dezenas = _______ centena 10 centenas = _______ milhar centena

dezena

unidade

Logo, imagine a seguinte operação de adição:

D U 1 8 +

5 13

13 = 10+3 São 13 unidades. Vimos que 10 unidades equivalem a 1 dezena. Então 13 = 10+3, ou seja, 1 dezena e 3 unidades. Desse modo, não posso colocar 13 na casa das unidades.

Devo acrescentar 1 dezena na casa das dezenas e manter as 4 unidades na casa das unidades. E depois, proceder com a adição normalmente. Veja:

1

1

1 8 = 13 + 5 1 3

1 8 +

5

1 3


171

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

C

Efetue as adições como no exemplo.

D

U

C

D

U

3

5

+

3

8

C

D

U

1

2

C

D

U

1

3

+

5

9

C

D

U

2

3

1 4

5

3

7

8

2

D

U

2

6

+

3

7

+

5

6

+

2

8

C

D

U

C

D

U

C

D

U

1

3

1

4

3

6

6

9

6

8

4

9

+

C

+

1

2

+

+

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

172

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

C

Efetue as adições.

D

U

2

3

+

2

8

C

D

U

3

9

+

1

9

C

D

U

3

3

4

9

+

C

D

U

6

6

+

1

9

C

D

U

2

4

+

5

9

C

D

U

5

9

1

7

+

C

D

U

1

6

+

4

5

C

D

U

7

9

+

1

5

C

D

U

7

5

1

9

+


173

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

+

+

+

+

Efetue as adições.

3

7

8

7

3

7

6

5

7

6

3

9

1

9

8

1

+

+

+

+

6

5

7

3

8

8

8

6

6

7

5

6

5

5

4

5

+

+

+

+

1

3

6

9

8

5

7

8

7

9

8

9

9

3

3

7

+

+

+

+

3

6

6

4

8

2

1

9

3

7

6

4

6

5

4

7

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

174

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

Efetue as adições a seguir:

6

1

3

7

3

2

8

7

6

+ 6

4

+ 7

9

+ 5

9

8

2

0

8

7

3

4

0

6

+ 2

5

+ 6

7

+ 7

9

7

3

6

8

3

9

7

5

4

+ 5

9

+ 7

8

+ 5

6

6

3

2

5

6

8

4

6

4

+ 2

7

+ 7

7

+ 8

5


175

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

ADIÇÃO ARMADA COM RESERVA 3 E 4 ALGARISMOS Para efetuarmos as adição com três algarismos, procedemos da mesma forma. Veja: 1

Passo 1 - Some as unidades. 5 + 8 = 13 .

1

Passo 2 - Some as dezenas sem esquecer aquela que foi colocada acima das outras. 1 + 4 + 7 = 12 .

3 4 5 +

6 7 8

1 0 2 3

Seguindo os passos acima, efetue as adições a seguir:

1 +

2 +

Passo 3 - Some as dezenas sem esquecer aquela

0

5

6

1

1

2

1

7

2 +

8 +

7

0

9

3

0

6

1

6

2 +

7 +

8

1

7

0

0

1

5

9

6 +

8 +

7

3

4

8

1

4

6

7


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

176

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

Efetue as adições a seguir:

9

9

6

6

9

7

5

3

9

+ 8

8

9

+ 8

4

9

+ 1

1

8

3

7

8

2

9

4

6

3

9

+ 4

8

3

+ 7

6

4

+ 9

6

8

2

2

0

7

3

5

4

6

8

+ 4

1

0

+ 1

4

1

+ 2

6

4

8

4

9

7

1

0

1

8

7

+ 5

5

0

+ 2

0

6

+ 6

3

4


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

538 + 401 =

255 + 122 =

154 + 458 =

569 + 695 =

157 + 33 =

652 + 184 =

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

Nesse exercício você terá de armar as operações para resolver. Lembre-se de que é necessário colocar unidade embaixo de unidade, centena embaixo de centena, ... e assim por diante. Vamos praticar?

177


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

178

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

Arme e efetue as adições: 152 + 102 =

785 + 749 =

33 + 54 =

1327 + 45 =

935 + 466 =

737 + 654 =

199 + 352 =

300 + 465 =


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

Até o momento temos visto adição com 2 parcelas. No entanto, podemos adicionar muito mais.

Imagine que você tenha de fazer a seguinte operação: 6 + 7 + 13

Para resolver, posso usar a propriedade associativa, você se lembra?

Faço ( 6 + 7 ) + 13

De um modo ou de outro, faremos as contas em duas etapas.

ou

7 ( 13 + 7 ) + 6 ou ainda ( 6 + 13 ) + 7.

6 + 7 = 13 13 + 7 = 20 6 + 13 = 19

e e e

13 + 13 = 26 20 + 6 = 26 19 + 7 = 26

26 Repare que de um jeito ou de outro, 6 + 7 + 13 = 26.

Quando fazermos a conta armada, será mais fácil se colocarmos sempre as parcelas maiores acima das menores. Lembre-se de outra propriedade, a comutativa, na qual posso alterar a ordem das parcelas sem modificar o resultado.

1

1 3 7 +

6

2

6

3 + 7 = 10

10

+

16 6=

1 3 + 7 2 0

2 0 + 6 2 6 OU

6 + 7 1 3

1 3 + 1 3 2 6

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

ADIÇÃO COM 3 PARCELAS

179


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

180

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • ADIÇÃO - CADERNO 1

Efetue as adições de 3 parcelas utilizando-se de duas etapas. Você pode escolher a ordem dos números que achar melhor. Arme e resolva. 95 + 25 + 60 =

13 + 50 + 71 =

89 + 87 + 18 =

51 + 43 + 88 =


Capítulo

3

Matemática

OPERAÇÕES ADIÇÃO SUBTRAÇÃO *


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

182

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

SUBTRAÇÃO

Observe a figura a seguir:

Tenho uma barrinha com 7 quadradinhos se eu tirar 2, ficarei com quantos quadradinhos?

1

2

3

4

5

6

7

ficaremos apenas com 5 quadradinhos, porque tiramos, subtraimos 2 a esse processo de retirada, damos o nome de SUBTRAÇÃO. AO CONTRÁRIO DA ADIÇÃO, SEMPRE QUE PENSARMOS EM SUBTRAÇÃO, TEREMOS A IDEIA DE DIMINUIÇÃO.

ENTÃO, PODEMOS DIZER QUE 7 - 2 = 5.

7 - 2 = 5 SETE

MENOS DOIS

GU UA ALL C I N C O IIG

Conforme você vê, as partes que eu adiciono chamam-se PARCELAS e ao resultado damos o nome de SOMA ou TOTAL.


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

183

AO LONGO DO ESTUDO TRABALHAREMOS COM ALGUMAS ESTRATÉGIAS PARA RESOLUÇÃO DAS OPERAÇÕES. AQUI VÃO AS DICAS:

1 - VOCÊ PODE ESCOLHER A ESTRATÉGIA QUE JULGAR MAIS FÁCIL. ISSO DEPENDERÁ DA OPERAÇÃO A SER FEITA. 2 - ESQUEÇA DOS DEDOS PARA CONTAR. ISSO DIFICULTA SEU RACIOCÍNIO. ACREDITE: SEU CÉREBRO DARÁ CONTA DO RECADO. HÁBITOS PODE SER MUDADOS. 3 - QUANDO ESTIVER FAZENDO UMA CONTA, NÃO SE DISTRAIA. TENTE MANTER A ATENÇÃO AO MÁXIMO ÀQUILO QUE VOCÊ ESTÁ FAZENDO. 4 - FAÇA AS OPERAÇÕES NA SEQUÊNCIA EM QUE ELAS APARECEM. NÃO CAIA NA TENTAÇÃO DE FAZER AQUELAS QUE ACHA QUE SÃO MAIS FÁCEIS. NA VERDADE, ISSO DIFICULTARÁ SEU APRENDIZADO. 5 - COPIAR RESPOSTAS DE CONTAS IGUAIS TAMBÉM RETARDARÁ SEU APRENDIZADO. 6 - TUDO É UMA QUESTÃO DE PRÁTICA. COM O TEMPO, VOCÊ FICARÁ CADA VEZ MELHOR. 7 - VOCÊ É CAPAZ!

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

NESSE CADERNO DE ATIVIDADES VOCÊ APRENDERÁ SUBTRAÇÃO.


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

184

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

DESENHANDO FIGURAS

RETA NUMÉRICA

12 - 2 = 10

16 - 8 = 16

INVERTENDO ADIÇÃO

PARTES DE UM TODO

DOBROS

DUAS PARTES

CRIANDO 10

USANDO 0


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

185

VAMOS REVER ALGUMAS ESTRATÉGIAS PARA FAZER A SUBTRAÇÃO. DEPOIS APRENDEREMOS OUTRAS COM NÚMEROS MAIORES.

USO DAS FIGURAS CONTAMOS AS FIGURAS, ELIMINAMOS UMA DETERMINADA QUANTIDADE E CONTAMOS NOVAMENTE O QUE RESTOU. 12 - 2 = 10

ESCREVA AS SENTENÇAS MATEMÁTICAS REFERENTES ÀS FIGURAS A SEGUIR:

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

USO DAS FIGURAS


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

186

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

SUBTRAÇÃO E A RETA NUMÉRICA PODEMOS USAR A RETA NUMÉRICA VOLTANDO NA SEQUÊNCIA DO NÚMEROS:

VEJA: 17 - 14 = 3

- 14

ESTOU NO NÚMERO DEZESSETE. SE QUISER SUBTRAIR QUATORZE BASTA VOLTAR QUATORZE NÚMEROS. LOGO, 17 - 14 = 3. USANDO A RETA NUMÉRICA, RESOLVA AS SEGUINTES OPERAÇÕES ABAIXO. DESENHE A FLECHA TAMBÉM. 10 - 3 0

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

2

3

4

5

6

7

8

9

10

2

3

4

5

6

7

8

9

10

10 - 5 0

1

10 - 7 0

1


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

187

15 - 6 0

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10 11 12

13 14 15

2

3

4

5

6

7

8

9

10 11 12

13 14 15

2

3

4

5

6

7

8

9

10 11 12

13 14 15

14 - 7 0

1

15 - 4 0

1

13- 6 0

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10 11 12

13 14 15

2

3

4

5

6

7

8

9

10 11 12

13 14 15

15 - 9 0

1

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

USANDO A RETA NUMÉRICA, RESOLVA AS SEGUINTES OPERAÇÕES ABAIXO. DESENHE A FLECHA TAMBÉM.


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

188

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

A SUBTRAÇÃO E O NÚMERO ZERO

QUANDO SUBTRAÍMOS 0 DE UM NÚMERO QUALQUER, ESSE PERMANECE INALTERADO, OU SEJA, NÃO MUDA. MAS POR QUE ISSO ACONTECE? SIMPLESMENTE PORQUE NÃO TIRAMOS NADA DELE. ASSIM: 8-0=8 9-0=9

ENTRETANTO, QUANDO SUBTRAÍMOS QUANTIDADE IGUAL A UM NÚMERO EXISTENTE, O RESULTADO SÓ PODERÁ SER 0, UMA VEZ QUE TIRAMOS TUDO. ASSIM: 8-8=0 9-9=0


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

1

-

0

=

0

-

0

=

1

-

1

=

7

-

0

=

10

-

10

=

4

-

4

=

2

-

0

=

8

-

0

=

7

-

7

=

7

-

7

=

3

-

0

=

0

-

9

=

2

-

2

=

9

-

0

=

4

-

0

=

5

-

5

=

5

-

5

=

10

-

0

=

8

-

8

=

2

-

2

=

0

-

0

=

3

-

3

=

3

-

3

=

5

-

0

=

5

-

0

=

6

-

6

=

9

-

9

=

6

-

0

=

6

-

0

=

10

-

10

=

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

RESOLVA AS SUBTRAÇÕES A SEGUIR:

189


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

190

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

RESOLVA AS SUBTRAÇÕES A SEGUIR:

= = 20 35

+0

= =6

15

=

12

= =7

13

-0

= =58

16

=


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

= = 42 19

-0

= = 37

95

=

= 11 18

=

-0

= 81 = 64

76

=

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

RESOLVA AS SUBTRAÇÕES A SEGUIR:

191


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

192

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

SUBTRAINDO 1

ANTES DE INICIAR, AQUI VAI UMA DICA: QUANDO FALAMOS - 1 (MENOS UM), É SÓ PENSAR NA SEQUÊNCIA NUMÉRICA E COLOCAR O ANTECESSOR DO NÚMERO QUE VOCÊ ESTÁ VENDO. ASSIM: 5 - 1 = _________ QUAL É O ANTECESSOR DE 5? UAU! VOCÊ ACERTOU. É O 4. E 7 - 1 = __________ ISSO MESMO, O NÚMERO QUE VEM ANTES DO 7 É O 6. LOGO, 7- 1 = 6.

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

PARA SUBTRAIR 1 DE UM NÚMERO, É SÓ PENSAR NO SEU ANTECESSOR, OU SEJA, NO NÚMERO QUE VEM ANTES DELE.

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

Veja como fica na reta numérica:

8-1=7 0

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

1

-

1

=

3

-

1

=

10

-

1

=

7

-

1

=

4

-

1

=

9

-

1

=

3

-

1

=

5

-

1

=

6

-

1

=

10

-

1

=

3

-

1

=

1

-

1

=

2

-

1

=

8

-

1

=

6

-

1

=

1

-

1

=

3

-

1

=

5

-

1

=

2

-

1

=

8

-

1

=

6

-

1

=

1

-

1

=

5

-

1

=

7

-

1

=

11

-

1

=

2

-

1

=

9

-

1

=

4

-

1

=

8

-

1

=

12

-

1

=

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

SUBTRAÇÃO 1

193


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

194

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

SUBTRAÇÃO 1

1

-

1

=

30

-

1

=

7

-

1

=

75

-

1

=

18

-

1

=

95

-

1

=

11

-

1

=

51

-

1

=

60

-

1

=

100

-

1

=

14

-

1

=

12

-

1

=

51

-

1

=

82

-

1

=

44

-

1

=

16

-

1

=

2

-

1

=

58

-

1

=

2

-

1

=

84

-

1

=

96

-

1

=

18

-

1

=

16

-

1

=

72

-

1

=

11

-

1

=

29

-

1

=

99

-

1

=

45

-

1

=

81

-

1

=

122

-

1

=


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

195

QUANDO FALAMOS - 2 (MENOS DOIS), É SÓ PENSAR NA SEQUÊNCIA NUMÉRICA E VOLTAR DOIS NÚMEROS DO NÚMERO QUE VOCÊ ESTÁ VENDO. ASSIM: 5 - 2 = _________ QUAL É O NÚMERO QUE VEM ANTES DO ANTECESSOR DE 5? UAU! VOCÊ ACERTOU. É O 3.

0

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

E 7 - 2 = __________ ISSO MESMO, PENSE DOIS NÚMEROS ANTES DO 7. EXCELENTE! O NÚMERO É 5!

0

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

PARA SUBTRAIR 2 DE UM NÚMERO, É SÓ PENSAR 2 NÚMEROS PARA TRÁS DELE.

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

SUBTRAINDO 2


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

196

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

SUBTRAÇÃO 2

3

-

2

=

8

-

2

=

6

-

2

=

5

-

2

=

7

-

2

=

4

-

2

=

9

-

2

=

7

-

2

=

8

-

2

=

10

-

2

=

9

-

2

=

12

-

2

=

3

-

2

=

2

-

2

=

10

-

2

=

6

-

2

=

5

-

2

=

8

-

2

=

18

-

2

=

7

-

2

=

96

-

2

=

5

-

2

=

4

-

2

=

8

-

2

=

10

-

2

=

9

-

2

=

9

-

2

=

3

-

2

=

4

-

2

=

7

-

2

=


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

90

-

2

=

38

-

2

=

60

-

2

=

45

-

2

=

72

-

2

=

74

-

2

=

95

-

2

=

67

-

2

=

82

-

2

=

100

-

2

=

96

-

2

=

120

-

2

=

38

-

2

=

28

-

2

=

100

-

2

=

65

-

2

=

54

-

2

=

82

-

2

=

180

-

2

=

79

-

2

=

96

-

2

=

58

-

2

=

4

-

2

=

85

-

2

=

10

-

2

=

98

-

2

=

79

-

2

=

39

-

2

=

44

-

2

=

71

-

2

=

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

SUBTRAÇÃO 2

197


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

198

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

SUBTRAINDO 3 VAMOS AUMENTAR MAIS UM POUQUINHO O DESAFIO? ANTES DE INICIAR, AQUI VAI UMA DICA: QUANDO FALAMOS - 3 (MENOS TRÊS), É SÓ PENSAR NA SEQUÊNCIA NUMÉRICA E VOLTAR TRÊS NÚMEROS DO NÚMERO QUE VOCÊ ESTÁ VENDO. ASSIM: 5 - 3 = _________ TRÊS NÚMEROS ANTES DO 5 É O ....... É O 2.

0

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

8

9

10

E 7 - 3 = __________ ISSO MESMO, PENSE TRÊS NÚMEROS ANTES DO 7. EXCELENTE! O NÚMERO É 4!

0

1

2

3

4

5

6

7

PARA SUBTRAIR 3 DE UM NÚMERO, É SÓ PENSAR 3 NÚMEROS PARA TRÁS DELE. PRONTO PARA A PRÓXIMA PÁGINA?


USANDO A RETA NUMÉRICA, RESOLVA AS SEGUINTES OPERAÇÕES ABAIXO. DESENHE A FLECHA TAMBÉM.

3- 3=

0

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

2

3

4

5

6

7

8

9

10

2

3

4

5

6

7

8

9

10

6- 3=

0

9- 3=

0

1

5- 3=

0

1

199 MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

INGLÊS • CADERNO 1

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

200

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

SUBTRAÇÃO 3

9

-

3

=

8

-

3

=

6

-

3

=

5

-

3

=

7

-

3

=

7

-

3

=

8

-

3

=

7

-

3

=

8

-

3

=

10

-

3

=

7

-

3

=

12

-

3

=

3

-

3

=

28

-

3

=

10

-

3

=

61

-

3

=

5

-

3

=

50

-

3

=

18

-

3

=

80

-

3

=

15

-

3

=

58

-

3

=

4

-

3

=

68

-

3

=

11

-

3

=

90

-

3

=

17

-

3

=

39

-

3

=

41

-

3

=

78

-

3

=


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

92

-

3

=

84

-

3

=

64

-

3

=

52

-

3

=

77

-

3

=

76

-

3

=

18

-

3

=

74

-

3

=

82

-

3

=

15

-

3

=

77

-

3

=

15

-

3

=

31

-

3

=

25

-

3

=

108

-

3

=

64

-

3

=

55

-

3

=

52

-

3

=

180

-

3

=

88

-

3

=

150

-

3

=

54

-

3

=

42

-

3

=

61

-

3

=

113

-

3

=

99

-

3

=

176

-

3

=

30

-

3

=

40

-

3

=

73

-

3

=

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

SUBTRAÇÃO 3

201


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

202

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

SUBTRAINDO 4 ESSE DESAFIO, NA VERDADE, É MUITO FÁCIL.

ANTES DE INICIAR, AQUI VAI UMA DICA: QUANDO FALAMOS - 4 (MENOS QUATRO), É SÓ PENSAR NA SEQUÊNCIA NUMÉRICA E VOLTAR QUATRO NÚMEROS DO NÚMERO QUE VOCÊ ESTÁ VENDO. ASSIM: 9 - 4 = _________ QUATRO NÚMEROS ANTES DO 9 É O ....... PUXA! VOCÊ ESTÁ DE PARABÉNS! É O 5.

0

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

MESMO ACERTANDO, VAMOS LHE MOSTRAR MAIS UMA DICA. TENHA EM MENTE DE QUE 4 É O DOBRO DE 2, CERTO? ENTÃO, VOCÊ PODE VOLTAR O - 2 POR DUAS VEZES. VEJA. -2

0

1

2

3

4

5

6

-2

7

8

9

10

PARA SUBTRAIR 4 DE UM NÚMERO, É SÓ PENSAR 4 NÚMEROS PARA TRÁS DELE. PRONTO PARA A PRÓXIMA PÁGINA?


SUBTRAÇÃO 4

13

-

4

=

84

-

4

=

18

-

4

=

13

-

4

=

56

-

4

=

71

-

4

=

18

-

4

=

70

-

4

=

21

-

4

=

14

-

4

=

17

-

4

=

15

-

4

=

34

-

4

=

25

-

4

=

19

-

4

=

64

-

4

=

50

-

4

=

24

-

4

=

15

-

4

=

19

-

4

=

15

-

4

=

12

-

4

=

40

-

4

=

84

-

4

=

11

-

4

=

9

-

4

=

16

-

4

=

13

-

4

=

40

-

4

=

7

-

4

=

203 MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

INGLÊS • CADERNO 1

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

204

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

SUBTRAÇÃO 4

94

-

4

=

81

-

4

=

60

-

4

=

52

-

4

=

71

-

4

=

70

-

4

=

17

-

4

=

73

-

4

=

80

-

4

=

15

-

4

=

71

-

4

=

12

-

4

=

30

-

4

=

22

-

4

=

100

-

4

=

61

-

4

=

51

-

4

=

50

-

4

=

154

-

4

=

81

-

4

=

150

-

4

=

53

-

4

=

46

-

4

=

61

-

4

=

109

-

4

=

93

-

4

=

116

-

4

=

31

-

4

=

40

-

4

=

77

-

4

=


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

205

ANTES DE INICIAR, AQUI VAI UMA DICA: QUANDO FALAMOS - 5 (MENOS CINCO), É SÓ PENSAR NA SEQUÊNCIA NUMÉRICA E VOLTAR CINCO NÚMEROS DO NÚMERO QUE VOCÊ ESTÁ VENDO. ASSIM:

8 - 5 = _________ CINCO NÚMEROS ANTES DO 8 É O ....... QUE BOM! VOCÊ ACERTOU DE NOVO! É O 3.

0

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

8

9

10

E 9 - 5 = __________ ISSO MESMO, PENSE CINCO NÚMEROS ANTES DO 9. EXCELENTE! O NÚMERO É 4!

0

1

2

3

4

5

6

7

PARA SUBTRAIR 5 DE UM NÚMERO, É SÓ PENSAR 5 NÚMEROS PARA TRÁS DELE. SE PREFERIR, USE TAMBÉM AS OUTRAS ESTRATÉGIAS APRENDIDAS. PRONTO PARA A PRÓXIMA PÁGINA?

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

SUBTRAINDO 5


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

206

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

SUBTRAÇÃO 5

11

-

5

=

81

-

5

=

13

-

5

=

43

-

5

=

16

-

5

=

11

-

5

=

18

-

5

=

20

-

5

=

20

-

5

=

14

-

5

=

17

-

5

=

15

-

5

=

34

-

4

=

21

-

5

=

29

-

5

=

34

-

5

=

51

-

5

=

27

-

5

=

13

-

5

=

19

-

5

=

15

-

5

=

12

-

5

=

41

-

5

=

54

-

5

=

11

-

5

=

9

-

5

=

16

-

5

=

16

-

5

=

42

-

5

=

7

-

5

=


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

110

-

5

=

86

-

5

=

130

-

5

=

41

-

5

=

162

-

5

=

10

-

5

=

181

-

5

=

23

-

5

=

201

-

5

=

11

-

5

=

173

-

5

=

14

-

5

=

340

-

4

=

22

-

5

=

291

-

5

=

31

-

5

=

51

-

5

=

27

-

5

=

132

-

5

=

12

-

5

=

15

-

5

=

121

-

5

=

43

-

5

=

51

-

5

=

110

-

5

=

99

-

5

=

162

-

5

=

13

-

5

=

41

-

5

=

67

-

5

=

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

SUBTRAÇÃO 5

207


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

208

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

SUBTRAINDO 6

-6

-6

-6

-6

-6

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

12

14

16

18

10

11

16

17

18

19

20

21


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

SUBTRAINDO 6 EFETUE AS SUBTRAÇÕES. SIGA O MODELO:

-6 7

1

9 11 13

-6

209

-6

15

10

17

12

19

14

6

18


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

210

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

SUBTRAINDO 7 EFETUE AS SUBTRAÇÕES. SIGA O MODELO:

8

=1

12

=

10

=

15

=

9

=

13

=

11

=

14

=

16

=

20

=


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

EFETUE AS SUBTRAÇÕES. SIGA O MODELO:

-7

-7

-7

-7

-7

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

12

14

16

18

10

11

16

17

18

19

20

21

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

SUBTRAINDO 7

211


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

212

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

SUBTRAINDO 7 EFETUE AS SUBTRAÇÕES. SIGA O MODELO:

-7 7

0

9 11 13

-7

-7

15

10

17

12

19

14

6

18


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

110

-

6

=

86

-

7

=

130

-

6

=

41

-

7

=

162

-

6

=

10

-

7

=

181

-

6

=

23

-

7

=

201

-

6

=

11

-

7

=

173

-

6

=

14

-

7

=

340

-

6

=

22

-

7

=

291

-

6

=

31

-

7

=

51

-

6

=

27

-

7

=

132

-

6

=

12

-

7

=

15

-

6

=

121

-

7

=

43

-

6

=

51

-

7

=

110

-

6

=

99

-

7

=

162

-

6

=

13

-

7

=

41

-

6

=

67

-

7

=

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

SUBTRAINDO 6 E 7

213


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

214

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

SUBTRAINDO 8 EFETUE AS SUBTRAÇÕES. SIGA O MODELO:

13

=5

11

=

14

=

16

=

20

=

18

=

19

=

12

=

17

=

21

=


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

EFETUE AS SUBTRAÇÕES. SIGA O MODELO:

-8

-8

-8

-8

-8

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

12

14

16

18

10

11

16

17

18

19

20

21

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

SUBTRAINDO 8

215


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

216

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

SUBTRAINDO 7 EFETUE AS SUBTRAÇÕES. SIGA O MODELO:

-8 16 14 10 19

-8

-8

12

17

7

15

13

11

18

19


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

EFETUE AS SUBTRAÇÕES. SIGA O MODELO:

18

=9

14

=

11

=

15

=

19

=

17

=

13

=

16

=

20

=

9

=

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

SUBTRAINDO 9

217


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

218

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

SUBTRAINDO 9 EFETUE AS SUBTRAÇÕES. SIGA O MODELO:

-9

-9

-9

-9

-9

18

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

12

14

16

18

10

11

16

17

18

19

20

21

9


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

SUBTRAINDO 9 EFETUE AS SUBTRAÇÕES. SIGA O MODELO:

-9 11 17 16 18

-9

219

-9

13

14

15

10

12

11

20

19


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

220

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

SUBTRAINDO 9

110

-

9

=

86

-

9

=

130

-

9

=

41

-

9

=

162

-

9

=

10

-

9

=

181

-

9

=

23

-

79

=

201

-

9

=

11

-

9

=

173

-

9

=

14

-

9

=

340

-

9

=

22

-

9

=

291

-

9

=

31

-

9

=

51

-

9

=

27

-

9

=

132

-

9

=

12

-

9

=

15

-

9

=

121

-

9

=

43

-

9

=

51

-

9

=

110

-

9

=

99

-

9

=

162

-

9

=

13

-

9

=

41

-

9

=

67

-

9

=


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

EFETUE AS SUBTRAÇÕES. SIGA O MODELO:

- 10

- 10

- 10

- 10

- 10

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

18

19

20

21

22

23

12

14

16

18

10

11

16

17

18

19

20

21

0

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

SUBTRAINDO 10

221


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

222

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

SUBTRAINDO 10 EFETUE AS SUBTRAÇÕES. SIGA O MODELO:

-10 17 14 11 19

-10

-10

16

15

13

12

10

18

20

17


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

EFETUE AS SUBTRAÇÕES. SIGA O MODELO:

17

=7

14

=

18

=

11

=

12

=

17

=

13

=

16

=

20

=

9

=

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

SUBTRAINDO 10

223


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

224

MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

A SUBTRAÇÃO E O NÚMERO ZERO

QUANDO SUBTRAÍMOS 0 DE UM NÚMERO QUALQUER, ESSE PERMANECE INALTERADO, OU SEJA, NÃO MUDA. MAS POR QUE ISSO ACONTECE? SIMPLESMENTE PORQUE NÃO TIRAMOS NADA DELE. ASSIM: 8-0=8 9-0=9

ENTRETANTO, QUANDO SUBTRAÍMOS QUANTIDADE IGUAL A UM NÚMERO EXISTENTE, O RESULTADO SÓ PODERÁ SER 0, UMA VEZ QUE TIRAMOS TUDO. ASSIM: 8-8=0 9-9=0


MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1

225 MATEMÁTICA • OPERAÇÕES • SUBTRAÇÃO - CADERNO 1


226

MATEMÁTICA • TEMPO• CADERNO 1

MATEMÁTICA • TEMPO• CADERNO 1

Capítulo

4

Matemática

Tempo -

horas, minutos e segundos


MATEMÁTICA • TEMPO • CADERNO 1

227

Depois do meio-dia, as

Até o meio-dia,

horas vão de

as horas vão de à

.

à .

Siga o exemplo e complete a tabela: Antes do meio-dia

Depois do meio-dia

cinco horas da manhã 5h

cinco horas da tarde 17h

MATEMÁTICA • TEMPO• CADERNO 1

3. Quando usamos relógios de ponteiro, podemos interpretar de duas maneiras diferentes a hora que está marcada. Depende se já passou ou não do meio-dia. Antes de responder os próximos exercícios, vale lembrar que:


MATEMÁTICA • TEMPO• CADERNO 1

228

MATEMÁTICA • TEMPO• CADERNO 1

5. Complete o trecho a seguir com as informações que estão faltando. a) O ponteiro grande, nos relógios de ponteiros, marca os

b) Os minutos são contados de

.

a

(uma) hora são necessários

pois, para completar 1

.

Se você ainda não sabe como determinar as horas em um

relógio de ponteiros, observe as informações e pratique.

indicação dos minutos indicação das horas

:: Chamando a família Na sua casa, com seus pais, ajuste o relógio nos seguintes horários e peça para verificarem se você está fazendo corretamente. a) 2 horas e 15 minutos

b) 7 horas 45 minutos

c) 4 horas e 50 minutos

Lembrando-se da tabela que completamos no exercício 4, podemos dizer que: • antes do meio-dia: 6 horas e 30 minutos ou seis e trinta ou 6h30min. • depois do meio-dia: 18 horas e 30 minutos ou dezoito e trinta ou 18h30min.


MATEMÁTICA • TEMPO • CADERNO 1

229

a)

oito e vinte e cinco 8:25 8h25min

b)

c)

7. Em cada relógio, desenhe a posição correta dos ponteiros para as horas dadas:

a) 3h 38m

b) 22h 7m

Você já percebeu que algumas vezes, quando vamos informar a hora, dizemos: “20 para as 4”, “10 para as duas”, “5 para as 11” e assim por diante. Isso é comum quando a hora já passou dos 30 minutos. Pratique essa maneira no próximo exercício.

MATEMÁTICA • TEMPO• CADERNO 1

6. Expresse o horário representado em cada relógio abaixo:


MATEMÁTICA • TEMPO• CADERNO 1

230

MATEMÁTICA • TEMPO• CADERNO 1

1. Nos itens a seguir, responda da seguinte maneira:

Faltam 15 minutos para as 4 horas ou quinze para as quatro.

a)

b)

c)

Faltam 5 minutos para as 8 horas ou cinco para as oito.


MATEMÁTICA • TEMPO • CADERNO 1

231

a) onze horas da noite

e) dez para as quatro da tarde

b) cinco e meia da manhã

f) meio-dia e meia

c) três e quinze da manhã

g) quinze para as dez da manhã

d) cinco para as dez da noite

Para se divertir em casa, acesse:

http://escolovar.org/mat_relogio_cesto.apanha.bolas.swf

3. Pense rápido e responda: Qual dos itens acima equivale ao horário mostrado no relógio da figura?

SEGUNDOS Vimos que 1 hora tem 60 minutos. Agora estudaremos os segundos. São necessários 60 segundos para completarmos 1 minuto inteiro.

MATEMÁTICA • TEMPO• CADERNO 1

2. Escreva quais números apareceriam no relógio digital se a hora fosse:


MATEMÁTICA • TEMPO• CADERNO 1

232

MATEMÁTICA • TEMPO• CADERNO 1

ATIVIDADE 1. Pensando na informação acima, responda: a) 3 minutos tem quantos segundos? b) Em meio minuto, existem quantos segundos? c) 600 segundos são quantos minutos? d) 1 hora tem quantos minutos?

2. Plut, na aula de matemática, recebeu as seguintes fichas para completar. Ajude-o. a)

HORAS

MINUTOS

1

60

c)

DIAS

HORAS

1

24

2

2

3

240

12

MEIA

b)

HORAS E MINUTOS

MINUTOS

1h 45min

105

2:15

MINUTOS

SEGUNDOS

1

60

2 276

meia

d)

420 30


MATEMÁTICA • TEMPO • CADERNO 1

233

a) Meia hora corresponde a

minutos.

b) A terça parte de um dia corresponde a

horas.

c) Quatro minutos e meio podem ser escritos como

minutos.

QUANTO TEMPO TEM O TEMPO? (ESTIMATIVAS) Leia rápido esse trecho. Veja o que acontece! “O tempo perguntou pro tempo quanto tempo o tempo tem. O tempo respondeu pro tempo que o tempo tem tanto tempo quanto tempo o tempo tem.” (http://www.alzirazulmira.com/trava.htm)

:: Travou a língua? Se quiser visite http://www.alzirazulmira.com/trava.htm e tente mais vezes.

MATEMÁTICA • TEMPO• CADERNO 1

3. Depois de completar as fichas que o (a) professor (a) distribuiu, Plut decidiu fazer um resumo para não se esquecer de como relacionar as horas, minutos e segundos. Porém, a janela do seu quarto estava aberta. Começou a chover. Caiu água no seu resumo e borrou algumas partes. Complete os espaços e veja se você também consegue!


MATEMÁTICA • TEMPO• CADERNO 1

234

MATEMÁTICA • TEMPO• CADERNO 1

ATIVIDADE 1. Veja com seus colegas o que pode ser feito em um segundo. E em um minuto? Dez minutos?

2. Lia, irmã de Plut, na última semana, cronometrou o tempo que demorava o percurso de sua casa à escola. Seu cronômetro marcou doze minutos e trinta e sete segundos. E você, já fez isso antes? a) Como você vai para escola? De ônibus, a pé, de bicicleta, moto ou carro? Quanto tempo você gasta aproximadamente no trajeto?

b) A que horas você tem de sair da sua casa para não chegar atrasado na aula?

:: O que é um cronômetro? Objeto usado para medir o tempo. Visite, http://www.online-stopwatch.com/portuguese/ e conheça vários cronômetros diferentes.


235

MATEMÁTICA • TEMPO • CADERNO 1

Marque um X na alternativa que melhor corresponde ao tempo gasto para: a) Almoçar.

b) Pular 3 vezes seguidas.

(

) 3 segundos

(

) 3 segundos

(

) 30 minutos

(

) 3 minutos

(

) 3 horas

(

) 3 horas

c) Viajar do Brasil até a Itália.

d) Cantar o Hino Nacional .

(

) 10 segundos

(

) 40 segundos

(

) 10 minutos

(

) 4 minutos

(

) 10 horas

(

) 4 horas

Vimos até agora que podemos medir o tempo em horas, minutos e segundos. Além dessas, podemos utilizar outras medidas de tempo: o dia, a semana, o mês, o semestre, o ano, a década, o século, o milênio, etc.

ATIVIDADE 1. Complete o texto: A semana começa no

e termina no

a quantidade de dias da semana, o resultado será de

. Se contarmos dias. Se dia 2 de

agosto cair em uma quarta-feira, então 9 de agosto também será na . Neste mesmo mês, as outras quarta-feiras serão os dias ,

. Isso se explica pois,

, .

MATEMÁTICA • TEMPO• CADERNO 1

3. Plut gasta cerca de 4 minutos para escovar os dentes. E você, gasta quanto tempo aproximadamente para escovar os dentes?


MATEMÁTICA • TEMPO• CADERNO 1

236

MATEMÁTICA • TEMPO• CADERNO 1

2. Observando o calendário. O que podemos dizer sobre os dias 2, 9, 16, 23 e 30 do mês de agosto.?


MATEMÁTICA • TEMPO • CADERNO 1

237

novembro (30 dias)

dezembro (31 dias)

outubro (31 dias) setembro (30 dias)

agosto (31 dias)

julho (31 dias) junho (30 dias)

abril (30 dias)

fevereiro (28 ou 29 dias)

janeiro (31 dias)

março (31 dias)

maio (31 dias)

Observe a contagem de meses nas mãos.

3. Se precisar, consulte o dicionário anterior, mas procure usar o que você acabou de aprender e responda quais meses têm: a) 28 ou 29 dias b) 30 dias c) 31 dias

MATEMÁTICA • TEMPO• CADERNO 1

Curiosidade:


MATEMÁTICA • TEMPO• CADERNO 1

238

MATEMÁTICA • TEMPO• CADERNO 1

4. Veja se consegue completar a tabela e depois confira com seus colegas. Número de dias na semana Número de meses no ano Número de meses em um semestre Período de 3 meses Número de meses em um bimestre O primeiro mês do segundo semestre O segundo mês do terceiro bimestre 5º mês 9º mês 12º mês março 5. Escreva por extenso e, com símbolos, a data em que é comemorado: Comemoração a) Dia do Professor

Por extenso

Símbolo

quinze de outubro

15/10

b) Descobrimento do Brasil c) Dia da Criança d) Dia Mundial da Paz

O Dia Mundial da Paz surgiu através do Papa Paulo VI, em meados da década de 60. Naquela época, o mundo passava por guerra (Vietnã), assassinatos (Martin Luther King), governos autoritários (ditadura brasileira). Por isso, havia uma grande necessidade de paz. Vamos praticar os gestos de paz com nossos amigos todos os dias, e não apenas no dia primeiro de janeiro?


MATEMÁTICA • TEMPO • CADERNO 1

239

• mês (comercial) = 30 dias • ano (comercial) = (30 x 12) = 360 dias a) 1 mês e 10 dias = b) 3 meses e 15 dias = c) 142 dias =

dias. dias. meses e

d) 1 ano e 2 meses =

meses

e) 4 meses e meio =

dias.

f) 3 anos e meio =

meses

dias. dias.

dias.

7.  Com o calendário, Lia fez anotações em sua agenda. Ajude-a com o que ainda não está completo. a) Prova de Matemática, 9 dias depois do dia 15 de abril. b) Viajar para Pernambuco, 3 semanas depois do dia 21 de novembro. c) Tarefa de Português para 6 dias depois de 7 de setembro. d) Começar o curso de Canto 2 semanas antes do dia 3 março. 8. Complete a tabela com as informações dadas por Lia.

• década = 10 anos • século = 100 anos • milênio = 1.000 anos

MATEMÁTICA • TEMPO• CADERNO 1

6. Usando a informação da tabela, responda:


MATEMÁTICA • TEMPO• CADERNO 1

240

MATEMÁTICA • TEMPO• CADERNO 1

Número de Milênios

Número de Séculos

Número de Décadas

Número de Anos

1

1

10

10 40 5 1 000

3 000

9. Algumas famílias têm o costume de construir uma árvore do tempo, às vezes, também chamada de árvore genealógica. Observe a árvore genealógica de Lia e responda:

a) Quantos anos Lia completará este ano? E seu pai? E sua mãe? b) Quantos anos a mãe de Lia tinha quando ela nasceu? pai?

.

. E seu


MATEMÁTICA • TEMPO • CADERNO 1

241

Recolha as informações necessárias com seus parentes e complete sua árvore genealógica.

https://lh5.googleusercontent.com/-aMO2xIPE4LM/TX6XvN6y0ZI/AAAAAAAABK8/ ZSNO3_hFLMc/s1600/arvore-genealogica-preto-e-branco1.jpg

MATEMÁTICA • TEMPO• CADERNO 1

:: Chamando a família ....


MATEMÁTICA • TEMPO• CADERNO 1

242

MATEMÁTICA • TEMPO• CADERNO 1

PRATICANDO 1. Responda: a) Lia saiu de casa para ir à escola às 6h50m e chegou lá às 7h15m. Quanto tempo demorou de casa até a escola?

b) Plut começou a estudar às 15h15m. Para fazer a pesquisa na internet, foram gastos 33 minutos . Além disso, mais 55 minutos para montar o trabalho e concluir a tarefa da aula. A que horas Plut terminou todas as atividades? .

c) Natus, pergunta a hora para Lia que responde: “Papai, são 19 horas”. Nessa hora, podemos dizer que o ponteiro da hora está no número dos minutos

eo

.

d) Natus saiu de casa para buscar os filhos no clube às 18h25m. De lá, voltaram direto para casa. Sabendo que chegaram às 19h7m em casa, qual foi o tempo gasto por Natus?

.


MATEMÁTICA • TEMPO • CADERNO 1

243

Relógio de Plut

Relógio de Lia

a) Qual é a hora certa? b) O relógio de Lia está atrasado ou adiantado? Quanto?

3. O passeio de bicicleta de Lia e Plut durou 148 minutos. Quando Natus perguntou a eles qual foi a duração do passeio, cada um deu uma resposta:

Duas horas e 8 minutos.

Qual dos dois respondeu corretamente?

Duas horas e 28 minutos.

MATEMÁTICA • TEMPO• CADERNO 1

2. O relógio de Plut está adiantado 15 minutos.


MATEMÁTICA • TEMPO• CADERNO 1

244

MATEMÁTICA • TEMPO• CADERNO 1

4. Em 13 de dezembro de 1912, nasceu em Recife, Luiz Gonzaga do Nascimento. Hoje ele é conhecido como o Rei do Baião por sua fundamental contribuição à música popular e construção da identidade do povo brasileiro. Sua música mais famosa é Asa Branca (1947). O Rei do Baião faleceu em 1989.

a) Quantas décadas se passaram desde o seu nascimento?

5. Faça uma estimativa, anote e depois confira na calculadora. a) O número de segundos existentes em um dia está mais próximo de 90.000, 50.000, 10.000 ou 2.000? b) Quantos minutos existem em uma semana?

:: SUGESTÃO http://www.rctsoft.com.br/horas1.html http://escolovar.org/mat_tempo_relogiossswwff.htm


Capítulo

1

Ciências

Alimentação humana


CIÊNCIAS • ALIMENTAÇÃO HUMANA • CADERNO 1

246

CIÊNCIAS • ALIMENTAÇÃO HUMANA • CADERNO 1

OS ALIMENTOS Comer, Comer Quero acordar bem cedinho, fazer um lanchinho, laranja, café, leite e pão. Quero também chocolate, iogurte, abacate, biscoito, presunto e melão. Quero comer toda hora, uma torta de amora, bolinha de anis ou caju. Eu gosto mais de torrada, uma baita fritada de carne de cobra e tatu. Eu gosto mais de torrada uma baita fritada de carne de cobra e tatu. Até de tatu? De cobra faz mal? Mas que comilão! Não, não, não! Comer, comer, comer, comer, é o melhor para poder crescer! Comer, comer, comer, comer, é o melhor para poder crescer! Quero comer no almoço, um bife bem grosso, polenta, batata e arroz. Prefiro carne assada, banana amassada com leite, sucrilhos depois! Quero ensopado de frango, suspiro, morango, pudim e manjar. Eu vou ficar numa boa, comendo a leitoa com broa depois do jantar! Eu vou ficar numa boa, comendo a leitoa com broa depois do jantar! Depois do jantar? Será que vai dar? Não vai aguentar! Não, não, não! Comer, comer, comer, comer, é o melhor para poder crescer! Comer, comer, comer, comer, é o melhor para poder crescer! Se eu não como, me da nó nas tripas, me ataca a gripe, não posso dormir! Tira meu sono e fico tão fraco que até um mosquito me vai destruir! Se eu não como não posso brincar, não consigo falar e começo a tremer! Eu como de uma só vez a comida de um mês até minha barriga crescer! Eu como de uma só vez a comida de um mês até minha barriga crescer! Comida de um mês? Comendo outra vez? De uma só vez! Comer, comer, comer, comer, é o melhor para poder crescer! Comer, comer, comer, comer, é o melhor para poder crescer!  (Eliana)


CIÊNCIAS • ALIMENTAÇÃO HUMANA • CADERNO 1

247

1. De acordo com a música, quais são seus alimentos preferidos? E qual você jamais iria comer e por quê? 2. O que pode acontecer se você não comer? 3. Pesquise quais são os benefícios que os alimentos trazem para você? 4. Para que nosso corpo se desenvolva e crie defesa contra doenças, é importante fazermos atividades naturais como andar, respirar e pensar, entre outras coisas. Também é necessária uma alimentação balanceada. Os seres humanos são considerados onívoros, ou seja, consomem alimentos de origem vegetal, animal e mineral. Olá, amiguinhos! Esse é o meu carrinho de compras. Será que você é capaz de selecionar os alimentos de origem animal, vegetal e mineral?

Para que os seres vivos se desenvolvam é necessária uma fonte de energia. Essa energia vem dos alimentos que comemos.

(by Homero Ferreira)

CIÊNCIAS • ALIMENTAÇÃO HUMANA • CADERNO 1

ATIVIDADE


CIÊNCIAS • ALIMENTAÇÃO HUMANA • CADERNO 1

248

CIÊNCIAS • ALIMENTAÇÃO HUMANA • CADERNO 1

Os alimentos também servem como matéria-prima que o corpo necessita para cicatrizar feridas e crescer, por isso é importante manter uma dieta equilibrada.

Nutrientes Cada tipo de alimento é formado por diferentes substâncias ou nutrientes que são necessários à vida. Esses nutrientes são: carboidratos, lipídeos, proteínas, vitaminas e sais minerais.

Carboidratos Mel, frutas, arroz, trigo, milho, batatas, mandioca, aveia são alguns exemplos de alimentos ricos em carboidratos. O papel dos carboidratos no nosso organismo é fornecer energia para bater o coração, respirar, caminhar e até mesmo pensar, pois o cérebro só aceita energia desses tipo de alimento.


CIÊNCIAS • ALIMENTAÇÃO HUMANA • CADERNO 1

249

Os lipídios, representados pelos óleos e gordura, são responsáveis pelo isolamento térmico nos animais, reserva de alimento (em períodos de jejum), além de fornecer matéria-prima para a produção de diversas substâncias. São encontrados em alimentos gordurosos como abacate, amendoim, óleos, chocolate, margarina, maionese, entre outros.

Proteínas Além da energia fornecida, alguns alimentos fornecem matéria-prima fundamental para o crescimento e desenvolvimento do nosso organismo. Essa matéria-prima é chamada de proteína e é encontrada em abundância em carnes, queijos, ovos, etc.

CIÊNCIAS • ALIMENTAÇÃO HUMANA • CADERNO 1

Lipídios


CIÊNCIAS • ALIMENTAÇÃO HUMANA • CADERNO 1

250

CIÊNCIAS • ALIMENTAÇÃO HUMANA • CADERNO 1

Vitaminas As vitaminas são nutrientes necessários e importantes para que o nosso corpo evite doenças. Como não são produzidos pelo nosso organsmo, sua ingestão se faz imprescindível através de alimentos como legumes, verduras, carnes e frutas. A falta de vitaminas (avitaminoses) no organismo pode acarretar algumas doenças.

As principais vitaminas são: Vitaminas

Onde encontrar

Funções no organismo

A

fígado de aves, cenoura

formação da pele e osso

B

cereais, verduras, milho, abacate, ovos, leite

formação do sangue, energético, crescimento e proteção celular

C

laranja, kiwi, acerola, melão, manga, brócolis, morango, limão

fortalecimento do sistema de defesa

D

fígado, gema de ovos, óleo de peixe

fortalecimento do sangue e ossos

E

verduras, vegetais e azeite

eliminação de eliminar toxinas

K

abacate, fígado, verduras de folhas verdes

prevenção de osteoporose e ajuda na coagulação sanguínea

H

arroz integral, leite, gema de ovos, castanha, amêndoas, noz

ajuda a digestão de gorduras


CIÊNCIAS • ALIMENTAÇÃO HUMANA • CADERNO 1

251

Os sais minerais são substâncias que não são produzidas por nenhum ser vivo, chamadas de inorgânicas. Para adquiri-los, devemos ingerir alimentos que possuam esses elementos. A principal função dos sais é fornecer matéria prima para a formação do organismo, como por exemplo, o fósforo e o cálcio na formação dos ossos. Os principais sais minerais são: cálcio, fósforo, potássio, enxofre, sódio, magnésio, ferro, cobre, zinco etc.

ATIVIDADE 1. Qual a importância dos alimentos para o nosso organismo?

2. Cite 3 carboidratos, 3 lipídios, 3 proteínas, 3 vitaminas e suas importâncias para o organismo.

CIÊNCIAS • ALIMENTAÇÃO HUMANA • CADERNO 1

Sais minerais


252

CIÊNCIAS • ALIMENTAÇÃO HUMANA • CADERNO 1

CIÊNCIAS • ALIMENTAÇÃO HUMANA • CADERNO 1

3. O que são sais minerais?

:: PESQUISA Pesquise as doenças relacionadas à falta de vitaminas no organismo e monte uma tabela.

Será que a sua alimentação é saudável? Vamos montar uma tabela com a nossa alimentação e analisar o que comemos. segunda-feira terça-feira quarta-feira quinta-feira

Manhã

Tarde

Noite

Analise a tabela e responda: Suas refeições são saudáveis?

sexta-feira

sábado

domingo


CIÊNCIAS • ALIMENTAÇÃO HUMANA • CADERNO 1

253

A grande maioria dos animais caça para a sua sobrevivência. O homem adquiriu a capacidade de estocar esse alimento para que possa ser utilizado em períodos de estiagem ou escassez. Durante muito tempo, os alimentos estragavam quando guardados. Com isso, o homem desenvolveu técnicas para conservá-lo.

Relembrando Decomposição dos alimentos Quando um alimento entra em contato com o ar, acaba sendo exposto a diversos fungos e bactérias. Esses microrganismos estragam o alimento porque fazem a decomposição deles, ou seja, transformam-no em pedaços muito pequenos para serem ingeridos.

Sal e Sol Supõe-se que a primeira forma de salga consistia em enterrar os produtos da caça na areia da praia para que o sal do mar penetrasse nos alimentos. Na Antiguidade, fenícios, egípcios e gregos secavam peixes para transportá-los com segurança. Há cerca de 5 mil anos, os chineses usavam o mesmo método.

No entanto, a história mostra que o hábito do sal para preservar alimentos vem quase sempre combinado com a exposição ao sol. É uma das formas mais antigas utilizadas pelo homem. Na antiga Mesopotâmia, atual região do Iraque, por volta de 2000 a.C, os peixes eram dessecados e conservados em salmoura. Essa salmoura era muitas vezes acrescida de condimentos, que serviam para conservar e temperar, podendo, muitas vezes, ser diretamente degustados.

CIÊNCIAS • ALIMENTAÇÃO HUMANA • CADERNO 1

História da conservação do alimento


CIÊNCIAS • ALIMENTAÇÃO HUMANA • CADERNO 1

254

CIÊNCIAS • ALIMENTAÇÃO HUMANA • CADERNO 1

O Brasil tem, porém, outros produtos preparados a partir da salga – carne-seca, carne-de-sol e charque, que fizeram parte da alimentação de bandeirantes e tropeiros e são consumidos até hoje em todo o país. Feitos de carne bovina, são diferentes na forma como são produzidos. A carne-de-sol, depois de salgada é colocada para secar em locais cobertos e bem ventilados, e depende de clima muito seco, sendo por isso mais comum no semi-árido do Nordeste. A carne-seca, também chamada de carne-do-sertão e jabá, recebe uma porção maior de sal, e após um período em descanso, e é pendurada em varal para que a desidratação seja completada. Da mesma forma, o charque, originário do sul do país, é semelhante à carne-seca e segue o mesmo tipo de processamento, com a diferença de que recebe uma porção maior de sal e de exposição ao sol, o que aumenta sua durabilidade.

Outras formas de conservar o alimento foram sendo desenvolvidas ao longo do tempo para armazenamento e longas viagens. Entres essas formas, está a defumação, na qual o alimento passa um tempo em contato com a fumaça criando uma camada de proteção sobre o alimento dando, ainda, um sabor especial. O resfriamento é a técnica mais moderna de conservação. Utilizando geladeiras e freezers o alimento é congelado, impedindo a multiplicação dos microrganismos e, consequentemente, sua deterioração.


CIÊNCIAS • ALIMENTAÇÃO HUMANA • CADERNO 1

255

ATIVIDADES 1. Qual a importância de conservar os alimentos?

2. Quais as formas de conservação dos alimentos?

3. Qual a diferença entre carne seca, carne de sol e charque?

CIÊNCIAS • ALIMENTAÇÃO HUMANA • CADERNO 1

Extraído do site: http://www.alimentacaoforadolar.com.br/conteudo.asp?pag=132. Acesso em: 19/10/2012


CIÊNCIAS • ALIMENTAÇÃO HUMANA • CADERNO 1

256

CIÊNCIAS • ALIMENTAÇÃO HUMANA • CADERNO 1

ANOTAÇÕES


Capítulo

1

Geografia

Imagens na construção de mapas

O mapa Olho o mapa da cidade Como quem imaginasse A anatomia de um corpo (E nem que fosse meu corpo!) Sinto uma dor infinita Das ruas de Porto Alegre Onde jamais passarei... (Mario Quintana)


GEOGRAFIA • IMAGENS NA CONSTRUÇÃO DE MAPAS • CADERNO 1

260

GEOGRAFIA • IMAGENS NA CONSTRUÇÃO DE MAPAS • CADERNO 1

Mapa. O que é?

Os mapas são representações espaciais nas quais podemos representar os objetos e as paisagens de diferentes formas, de acordo com a visão que temos deles: de frente, oblíqua e vertical.

As representações Pensando nos mapas, como você imagina que devem ser as imagens? Podemos também fazer representações diretas, indiretas e imaginárias.

• Diretas – quando desenhamos o que vemos à nossa frente no espaço real. • Indireta – quando desenhamos a partir de uma foto ou um desenho. • Imaginária – quando desenhamos uma paisagem de um lugar onde nunca estivemos ou de um lugar imaginário.

ATIVIDADE 1. Imagine que você vai convidar um colega para ir da escola à sua casa. Expli-

que a ele qual caminho será percorrido, informando-o sobre os pontos de referências que há no trajeto. Escreva um pequeno roteiro de como chegar à sua casa.


GEOGRAFIA • IMAGENS NA CONSTRUÇÃO DE MAPAS • CADERNO 1

261

que você lembrou como referência do lugar.

3. Qual a importância dos pontos de referência na localização dos lugares?

Você sabia?

O desenho que você elaborou chama-se croquis, que é uma palavra francesa, e que em português modificou-se para croqui. Croqui é o mesmo que esboço e rascunho.

GEOGRAFIA • IMAGENS NA CONSTRUÇÃO DE MAPAS • CADERNO 1

2. No espaço a seguir, desenhe o trajeto de sua casa até a escola e os pontos


Capítulo

2

Geografia

Como são feitos os mapas? “Bola de Gude Azul”

http://www.essaseoutras.xpg.com.br

Foto de maior definição já feita da Terra, chamada de “Blue Marble” (que significa tanto “Bola de Gude Azul” quanto “Mármore Azul”, em inglês). A primeira imagem do tipo foi tirada em 1972 pela Apollo 17. A fotografia de 2012 foi tirada dia 04/01/2012. Tirar fotos da Terra é uma tradição da Nasa.


GEOGRAFIA • COMO SÃO FEITOS OS MAPAS? • CADERNO 1

264

GEOGRAFIA • COMO SÃO FEITOS OS MAPAS? • CADERNO 1

ENTÃO, COMO SÃO FEITOS OS MAPAS? Os mapas atuais são produzidos a partir de fotografias aéreas, imagens de satélites, dados socioeconômicos e medida na superfície terrestre. Todos esses recursos são denominados geotecnologias. Observe a sequência a seguir:

Vistas Aéreas de Florianópolis – SC Imagem 1

http://www.liratenisclube.com

Imagem 2

http://www.liratenisclube.com


GEOGRAFIA • COMO SÃO FEITOS OS MAPAS? • CADERNO 1

http://www.liratenisclube.com/portal

Mapa de Localização:

http://www.liratenisclube.com/portal

GEOGRAFIA • COMO SÃO FEITOS OS MAPAS? • CADERNO 1

Imagem 3

265


GEOGRAFIA • COMO SÃO FEITOS OS MAPAS? • CADERNO 1

266

GEOGRAFIA • COMO SÃO FEITOS OS MAPAS? • CADERNO 1

ATIVIDADE 1. O mapa de localização é parecido com qual imagem?

2. As imagens são da mesma localidade? Por quê?

3. Qual a principal diferença das imagens aéreas?


GEOGRAFIA • COMO SÃO FEITOS OS MAPAS? • CADERNO 1

267

zação? Por quê?

Você sabia?

O mapa de localização que você acabou de ver nesta aula chama-se Planta, que é um tipo especial de mapa, normalmente representa uma área pequena, como um bairro, um terreno, etc.

O mapeamento das grandes áreas

http://www.sindicatoruralcaarapo.com.brl

GEOGRAFIA • COMO SÃO FEITOS OS MAPAS? • CADERNO 1

4. As imagens aéreas foram importantes para a elaboração do mapa de locali-


GEOGRAFIA • COMO SÃO FEITOS OS MAPAS? • CADERNO 1

268

GEOGRAFIA • COMO SÃO FEITOS OS MAPAS? • CADERNO 1

Atualmente, grande parte das imagens utilizadas na produzação de mapas é obtida por meio de imagens de satélites. Os satélites conseguem capturar imagens do planeta em grandes extensões com muita precisão. Vamos observar as imagens a seguir:

1

2

http://www.novidadediaria.com.br

http://www.vmapas.com/Imagem

3

4

http://portalamazonia.globo.com

http://www.tribunahoje.com

5

6

http://portaldoprofessor.mec.gov.br

http://www.macroprograma1.com


GEOGRAFIA • COMO SÃO FEITOS OS MAPAS? • CADERNO 1

269

ATIVIDADE 1. Observe as imagens da página anterior e responda: a) Quais imagens foram fotografadas por um satélite?

b) Quais foram fotografadas por um avião?

c) Em quais imagens é possível ver mais detalhes? Por quê?

GEOGRAFIA • COMO SÃO FEITOS OS MAPAS? • CADERNO 1

As imagens de satélites são importantes para a elaboração de mapas e estudos ambientais, climáticos, urbanos e rurais. Muitas imagens usadas para fazer mapas são obtidas de um avião ou de um satélite artificial.


Capítulo

3

Geografia

Alfabeto cartográfico


GEOGRAFIA • ALFABETO CARTOGRÁFICO • CADERNO 1

272

GEOGRAFIA • ALFABETO CARTOGRÁFICO • CADERNO 1

Alfabeto cartográfico e a legenda Se na Língua Portuguesa o alfabeto é utilizado para que a leitura e escrita de palavras e frases para comunicar uma ideia, um pensamento, em Geografia, o alfabeto cartográfico também tem a sua importância. O alfabeto cartográfico é utilizado para que possamos ler e escrever o desenho de um mapa. Os mapas usam a linguagem gráfica, que é a mesma dos desenhos. Os elementos do alfabeto cartográfico são: linha, ponto e área.

Fonte: http://www.cartografiaescolar.ufsc.br/nocoes_simbologia_quatro.htm


GEOGRAFIA • ALFABETO CARTOGRÁFICO • CADERNO 1

GEOGRAFIA • ALFABETO CARTOGRÁFICO • CADERNO 1

ATIVIDADE

273

Brasil político.

1. Observe o mapa, a legenda e responda: a) O que está representado por pontos?


GEOGRAFIA • ALFABETO CARTOGRÁFICO • CADERNO 1

274

GEOGRAFIA • ALFABETO CARTOGRÁFICO • CADERNO 1

b) E por linhas?

c) E por áreas?


GEOGRAFIA • ALFABETO CARTOGRÁFICO • CADERNO 1

275

der as informações da linguagem cartográfica.

Utilize o retângulo abaixo para destacar as informações da legenda do mapa da página anterior.

LEGENDA PONTO

ÁREA

LINHA

3. Como você pode observar na aula anterior, a linguagem cartográfica é a mesma dos desenhos. Mas, o que indicam a linha, o ponto e a área?

Utilize os retângulos abaixo para representar (por meio de desenho)cada elemento do alfabeto cartográfico. Você pode utilizar um mapa como base para seus desenhos:

GEOGRAFIA • ALFABETO CARTOGRÁFICO • CADERNO 1

2. A legenda explica o que há no mapa. Ela é muito importante para compreen-


GEOGRAFIA • ALFABETO CARTOGRÁFICO • CADERNO 1

276

GEOGRAFIA • ALFABETO CARTOGRÁFICO • CADERNO 1

a) A linha é usada para representar estradas, ferrovias, rios, contorno de litoral, limites de cidades.

b) O ponto é usado para representar capitais de estados e cidades, entre outros.

c) A área é usada para representar áreas de cidades, estados, país, tipo de vegetação e outras informações.


GEOGRAFIA • ALFABETO CARTOGRÁFICO • CADERNO 1

277

Nos mapas, os pontos cardeais servem para orientar as direções. Norte, sul, leste e oeste são os pontos cardeais que têm como referência o Sol. Nos mapas, geralmente o norte é desenhado na parte de cima da folha de papel, o sul na parte de baixo, o oeste à esquerda e o leste à direita.

Rosa dos ventos

Norte

Oeste

Leste

Sul Você sabe o que é uma rosa dos ventos? O seu(a) professor(a) mostrará modelos de rosa dos ventos e sua utilidade nos mapas. Vamos desenhar uma rosa dos ventos? Você precisará de régua, tesoura, lápis e papel vegetal. Use a imagem ao lado como modelo e ponto de partida. Utilize a rosa dos ventos que você fez para observar e responder as questões tendo como referência o mapa a seguir:

GEOGRAFIA • ALFABETO CARTOGRÁFICO • CADERNO 1

Os pontos Cardeais e os mapas


GEOGRAFIA • ALFABETO CARTOGRÁFICO • CADERNO 1

278

GEOGRAFIA • ALFABETO CARTOGRÁFICO • CADERNO 1

a) Qual cidade está ao leste de Bauru?

b) Qual cidade está ao norte de Araçatuba?

c) Qual cidade está a oeste de Marília?

d) Qual cidade está ao sul de Campinas?


CapĂ­tulo

1

HistĂłria

A contagem do tempo

http://heraldocosta.blogspot.com.br/2012/01/serie-ano-novo-um-novo-tempo-para-sua.htm


HISTÓRIA • A CONTAGEM DO TEMPO • CADERNO 1

282

HISTÓRIA • A CONTAGEM DO TEMPO • CADERNO 1

OS CALENDÁRIOS: A CONTAGEM DO TEMPO EM DIVERSAS CULTURAS Calendário Maia

Calendário Pedra do Sol asteca - semelhanças com os calendários maias > phontlife.blogspot.com

O calendário maia apresentava impressionante exatidão, defasagem de apenas 1h12min a cada 1507 anos. O calendário melhor elaborado das antigas civilizações pré-colombianas foi o maia, do qual deriva o calendário asteca. Tanto um como o outro tinham um calendário religioso de 260 dias, com 13 meses de vinte dias, e um calendário solar de 365 dias, constituído por 18 meses de vinte dias e mais cinco dias epagômenos, isto é, que não pertencem a nenhum mês e são acrescentados ao calendário para complementar o ano. Esses cinco dias eram considerados de mau agouro, ou nefastos. Um ciclo de 52 anos solares harmonizava os dois calendários: o religioso e o solar. A cada dois ciclos – 104 anos – iniciava-se um ano venusino de 584 dias, um ano solar de 365 dias, um novo ciclo de 52 anos solares e um ano sagrado de 260 dias. Esse acontecimento era comemorado com grandes festas religiosas.


HISTÓRIA • A CONTAGEM DO TEMPO • CADERNO 1

283

Esta foto foi tirada em 14 de julho de 2007 usando uma Sony DSC-S60. http://www.flickr.com/photos/calletje/1140392425/

Este monumento se encontra em Stonehenge, no sul da Inglaterra. Acredita-se que foi construído há mais de 3 mil anos. É formado por pedras erguidas verticalmente e dispostas em círculos concêntricos. Supõe-se que foi um calendário. O alinhamento das pedras permite registrar a posição do Sol e da Lua nas diferentes estações do ano.

QUADRO – DIVERSOS CALENDÁRIOS CALENDÁRIO JUDAICO

CALENDÁRIO CHINÊS

http://virtualiaomanifesto.blogspot.com

http://virtualiaomanifesto.blogspot.com.br

HISTÓRIA • A CONTAGEM DO TEMPO • CADERNO 1

Monumento de Stonehenge


HISTÓRIA • A CONTAGEM DO TEMPO • CADERNO 1

284

HISTÓRIA • A CONTAGEM DO TEMPO • CADERNO 1

CALENDÁRIO ISLÂMICO

CALENDÁRIO EGÍPCIO

http://blogdoathaydes.blogspot.com.br

http://sobreegipto.com

VOCÊ SABIA? O primeiro calendário surgiu na Mesopotâmia por volta de 2700 a.C., provavelmente entre os sumérios, e foi aprimorado pelos caldeus. O calendário possuía 12 meses lunares de 29 ou 30 dias e serviu de base para o adotado pelos judeus. Como cada mês começava na lua nova, o ano tinha 354 dias, ficando defasado em relação ao calendário solar. Para resolver o problema, os caldeus acrescentavam um mês a cada três anos. O primeiro calendário solar foi criado pelos egípcios em meados do terceiro milênio antes de Cristo. Muito mais preciso, já tinha 365 dias. Hoje, utilizamos o calendário gregoriano, que não sofre influência do movimento dos astros. Ele foi instituído em 1582 pelo papa Gregório XIII (1502-1585) que reformou o calendário juliano – uma herança do Império Romano. Fonte: http://revistaescola.abril.com.br/historia/fundamentos/como-onde-feito-primeiro-calendario-babilonia-mesopotamia-sumerios-caldeus-511216.shtml. Acesso em: julho 2012.)


HISTÓRIA • A CONTAGEM DO TEMPO • CADERNO 1

285

http://ursasentada.blogspot.com/2006/03/calendrio-natural-fonte-professores-do.html

Localização dos acontencimentos: a medida do tempo Levantando hipóteses Agora que você já percebeu que os meses são organizados em dias, como você imagina que são agrupados os anos?

HISTÓRIA • A CONTAGEM DO TEMPO • CADERNO 1

Calendário indígena


HISTÓRIA • A CONTAGEM DO TEMPO • CADERNO 1

286

HISTÓRIA • A CONTAGEM DO TEMPO • CADERNO 1

Leia o texto a seguir As Medidas do Tempo Várias são as medidas de tempo que existem e que os historiadores utilizam em seus trabalhos de pesquisa. Essas medidas são importantes para datar os acontecimentos. A datação dos acontecimentos pode se dar em minutos, horas, dias, semanas, meses, anos, séculos, etc. Algumas dessas medidas você já conhece. Você já ouviu falar em década, século e milênio?

• Década corresponde a uma série de 10 anos. • Século corresponde a uma série de 100 anos. • Milênio corresponde a uma série de 1000 anos. Estas medidas de tempo são importantes para o estudo da História. Os historiadores procuram obter a data da ocorrência dos fatos e verificar o que aconteceu antes e depois de cada um deles. Mas a palavra tempo pode ter outros significados. Um deles é sinônimo de clima. É o tempo quando associado à chuva, ventos e outras condições atmosféricas em certo local, em determinado momento. Outro significado pode ser o de tempo cronológico, marcado em segundos, minutos, horas, meses e anos. Por último, há o tempo histórico, que nos ajuda a perceber as permanências e mudanças e as diferenças e semelhanças no modo de viver dos indivíduos e dos grupos sociais.

A partir da leitura do texto, escreva as legendas das imagens nos diferentes significados de “tempo”.


HISTÓRIA • A CONTAGEM DO TEMPO • CADERNO 1

Fonte: omundocomoelee.blogspot.com

Foto de Satélite

Fonte: cptec.inpe.br

HISTÓRIA • A CONTAGEM DO TEMPO • CADERNO 1

Relógio

287


HISTÓRIA • A CONTAGEM DO TEMPO • CADERNO 1

288

HISTÓRIA • A CONTAGEM DO TEMPO • CADERNO 1

Desembarque de Cabral em Porto Alegre sacescola.blogspot.com

PARA PENSAR UM POUCO... Como fazemos para descobrir a que século pertence um ano? Regra 1: Se o ano termina em 00, basta cortar os dois zeros e tem-se o século que você quer saber. Depois, basta escrever o número em algarismo romano. Exemplo: 2000  (corta 00) = século  XX Regra 2: Se o ano não termina em 00, cortam-se os dois últimos algarismos do ano, soma-se 1 ao número que resta e tem-se, assim, o século que você quer saber. Basta, finalmente, escrevê-lo em algarismo romano. Exemplo: 2001 (corta 01) = 20 + 1 = 201 = século XXI Como fazemos para saber quais anos fazem parte de um século? Regra 3 – ano inicial de um século: Para descobrir o ano inicial, subtraímos uma unidade do século e acrescentamos o algarismo 01 na frente do resultado da subtração.


HISTÓRIA • A CONTAGEM DO TEMPO • CADERNO 1

(portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=24017)

ATIVIDADE 1. Relacione as colunas:

100 ANOS •

• 1 MILÊNIO

10 ANOS •

• 1 DÉCADA

1000 ANOS •

• 1 SÉCULO

2. Complete a tabela com os números romanos:

1

I

8

15

2

II

9

16

3

10

4

11

18

12

19

XIX

20

XX

21

XXI

5

V

6

13

7

14

X

XIII

17

HISTÓRIA • A CONTAGEM DO TEMPO • CADERNO 1

Exemplo: século XIX  = 19 - 1 = 18 (acrescenta 01) = 1801. O ano inicial do século XIX é 1801. Regra 4 – ano final de um século: Para descobrir o ano final acrescentamos 00 ao número do século. Exemplo: século XIX  = 19 (acrescenta 00) = 1900. O ano final do século XIX é 1900.

289


HISTÓRIA • A CONTAGEM DO TEMPO • CADERNO 1

290

HISTÓRIA • A CONTAGEM DO TEMPO • CADERNO 1

3. Passe os seguintes anos para os séculos correspondentes: a) 1000

b) 1822

c) 2012

d) 1976

e) 1489

f) 1501

g) 1969

h) 76

i) 860

j) 1111


Capítulo

2

História

Navegando no tempo “Peço-te o prazer legítimo E o movimento preciso Tempo tempo tempo tempo...”


HISTÓRIA • NAVEGANDO NO TEMPO • CADERNO 1

294

HISTÓRIA • NAVEGANDO NO TEMPO • CADERNO 1

Elaboração de Autobiografia Você deve saber o que é uma autobiografia – um gênero textual narrativo do tipo relato de vida. Em outras palavras, você escreve sobre a sua trajetória de vida. É isto que você fará nesta aula. Uma produção textual em que você poderá relatar os acontecimentos marcantes e outros fatos que aconteceram em sua trajetória de vida, agora em forma de texto. Lembre-se de se apresentar no início de seu texto registrando: nome, idade, onde nasceu, quem são seus pais, onde vive, o que faz, etc. Tudo isso em frases organizadas como em uma conversa, como quem quer se fazer conhecer. Não esqueça de dar um nome ao seu texto! Bom trabalho!!!

pedagogiaaopedaletra.com


HISTÓRIA • NAVEGANDO NO TEMPO • CADERNO 1

295 HISTÓRIA • NAVEGANDO NO TEMPO • CADERNO 1


Capítulo

3

História

O passado no presente: os municípios têm história.


HISTÓRIA • O PASSADO NO PRESENTE • CADERNO 1

298

HISTÓRIA • O PASSADO NO PRESENTE • CADERNO 1

O Presente e o Passado do Município Nas próximas aulas, você vai conhecer melhor a sua história, a história do espaço onde você vive. Para isso, você observará fotografias, pinturas, fará entrevistas e terá contato com relatos de experiências para que conheça um pouco mais da história do país onde vive, o Brasil.

Leitura comentada Seu (a) professor (a) lerá e comentará com vocês o poema a seguir. Observe com atenção os trechos que serão destacados.

Anoitecer É a hora em que o sino toca, mas aqui não há sinos; há somente buzinas, sirenes roucas, apitos aflitos, pungentes, trágicos, uivando escuro segredo; desta hora tenho medo

É a hora do descanso, mas o descanso vem tarde, o corpo não pede sono, depois de tanto rodar; pede paz – morte – mergulho no poço mais ermo e quedo; desta hora tenho medo.

É a hora em que o pássaro volta, mas de há muito não há pássaros; só multidões compactas escorrendo exaustas como espesso óleo que impregna o lajedo; desta hora tenho medo.

Hora de delicadeza, agasalho, sombra, silêncio. Haverá disso no mundo? É antes a hora dos corvos, bicando em mim, meu passado, meu futuro, meu degredo; desta hora, sim, tenho medo.

(Carlos Drummond de Andrade – A rosa do povo)


HISTÓRIA • O PASSADO NO PRESENTE • CADERNO 1

299

Disponível em: mmdamoda.blogspot.com

Vista aérea da cidade de São Paulo – S.P. Na imagem, destaque para a Avenida Paulista e o Masp – Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand.

ATIVIDADE EM DUPLAS Após a conversa com seus colegas e professor (a), responda às seguintes questões: 1. Há trechos no poema de Drummond que se referem ao passado. Identifique esses trechos e anote abaixo:

HISTÓRIA • O PASSADO NO PRESENTE • CADERNO 1

Observe a imagem abaixo:


HISTÓRIA • O PASSADO NO PRESENTE • CADERNO 1

300

HISTÓRIA • O PASSADO NO PRESENTE • CADERNO 1

2. Quais trechos podemos destacar como se referindo ao presente?

3. Por que o autor diz ter medo nos versos finais de cada estrofe? Em sua opinião, do que ele tem medo?

4. Observe a foto e procure os trechos do poema que têm semelhança com o que a imagem retrata.


HISTÓRIA • O PASSADO NO PRESENTE • CADERNO 1

301

Quais as diferenças do lugar da imagem e do seu lugar?

Para saber mais • Você sabia que o Brasil possui mais de 5 mil municípios? E que

cada município possui características, costumes, paisagens e histórias próprias? • O que você sabe sobre o seu município? Vamos pesquisar?

PESQUISA EM DUPLA Nesta aula, você e seu (a) colega de dupla farão uma pesquisa em busca de informações sobre o lugar onde vocês moram e estudam. Para realizar a pesquisa, vocês poderão utilizar a sala de informática com acesso à internet, que deverá ser agendada previamente pelo seu (a) professor (a). Se vocês não puderem utilizar a sala de informática, serão disponibilizados livros e textos para a consulta. O roteiro de perguntas orientará a pesquisa de vocês. Bom trabalho e boas descobertas!!!

HISTÓRIA • O PASSADO NO PRESENTE • CADERNO 1

5. O lugar onde você mora tem semelhanças com o lugar retratado na imagem?


HISTÓRIA • O PASSADO NO PRESENTE • CADERNO 1

302

HISTÓRIA • O PASSADO NO PRESENTE • CADERNO 1

ATIVIDADE 1. Você mora na cidade ou na zona rural?

2. Qual a população (quantidade de pessoas) de seu município?

3. Qual a extensão em km (tamanho) do município em que você mora e estuda?


HISTÓRIA • O PASSADO NO PRESENTE • CADERNO 1

303

cultura, turismo...)?

5. Quais os principais pontos turísticos de seu município atualmente?

6. Aponte um acontecimento importante no passado de seu município.

HISTÓRIA • O PASSADO NO PRESENTE • CADERNO 1

4. Quais as principais atividades econômicas de seu município (comércio, agri-


HISTÓRIA • O PASSADO NO PRESENTE • CADERNO 1

304

HISTÓRIA • O PASSADO NO PRESENTE • CADERNO 1

7. Conte um acontecimento importante e atual sobre município onde você mora.

Para casa Procurem em jornais e revistas locais uma imagem ou foto que retrate um aspecto do seu município (um ponto turístico, uma manifestação cultural, um lugar característico, etc.). Leve para a sala para fazer uma colagem. Não se esqueça!!!

http://www.esteio.com.br/


HISTÓRIA • O PASSADO NO PRESENTE • CADERNO 1

305

Nesta aula, você e seus colegas deverão socializar as pesquisas feitas. Durante os comentários seu (a) professor (a) apontará as questões importantes sobre os fatos históricos e acontecimentos que contribuíram com a formação do seu município tal qual ele se apresenta atualmente. Anote abaixo os pontos principais dessa conversa. Registre informações que você não havia anotado na pesquisa em dupla e curiosidades sobre o seu lugar que você julgar importante.

HISTÓRIA • O PASSADO NO PRESENTE • CADERNO 1

SOCIALIZAÇÃO DAS PESQUISAS


HISTÓRIA • O PASSADO NO PRESENTE • CADERNO 1

306

HISTÓRIA • O PASSADO NO PRESENTE • CADERNO 1

O MEU LUGAR


HISTÓRIA • O PASSADO NO PRESENTE • CADERNO 1

307

Geralmente, os municípios são formados por uma área urbana e por uma área rural. Os inúmeros municípios de nosso país apresentam várias diferenças: número da população, tamanho, história, características culturais, modo de vida da população, nos serviços que oferece, atividades econômicas, oferta de emprego, etc. Observe as imagens a seguir e conheça algumas das características das paisagens de alguns municípios brasileiros:

1. Produtores Rurais de Bauru-SP

http://www.auriverde.am.br/site/noticias/ler/

2. Avenida Nações Unidas, Bauru-SP

http://www.mundodigital.unesp.br/

HISTÓRIA • O PASSADO NO PRESENTE • CADERNO 1

Os municípios e suas diferentes paisagens


HISTÓRIA • O PASSADO NO PRESENTE • CADERNO 1

308

HISTÓRIA • O PASSADO NO PRESENTE • CADERNO 1

3. Plantação de Cana-de-Açúcar - Vitória de Santo Antão - cidade da zona rural próxima de Recife (PE)

http://www.viletim.com.br/capa.asp?idpagina=3939

4. Vista aérea da cidade de Recife-PE

http://www.divulgarecife.com/shows/programacao-aniversario-recife/


HISTÓRIA • O PASSADO NO PRESENTE • CADERNO 1

309 HISTÓRIA • O PASSADO NO PRESENTE • CADERNO 1

5. Zona rural de Gravataí - região metropolitana de Porto Alegre-RS

http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=1057643&page=2

6. Vista aérea da cidade de Porto Alegre-RS

http://www.eduardorroch.com/2010/07/orcamento-participativo-de-porto-alegre.html


HISTÓRIA • O PASSADO NO PRESENTE • CADERNO 1

310

HISTÓRIA • O PASSADO NO PRESENTE • CADERNO 1

7. Vista aérea da Praça do Relógio, Goiânia-GO

http://www.mucioimoveis.com.br/

8. Zona rural de Goiânia-GO

http://go.quebarato.com.br


HISTÓRIA • O PASSADO NO PRESENTE • CADERNO 1

http://riobranco-acre.olx.com.br

10. Vista aérea do Palácio Rio Branco - Rio Branco-AC

http://obalancogeral.blogspot.com.br/2010/11/acre-cresce-e-utrapassa-os-732-mil.html

HISTÓRIA • O PASSADO NO PRESENTE • CADERNO 1

9. Fazenda de gado bovino - Rio Branco-AC

311


HISTÓRIA • O PASSADO NO PRESENTE • CADERNO 1

312

HISTÓRIA • O PASSADO NO PRESENTE • CADERNO 1

EM DUPLA, RESPONDAM AS QUESTÕES ABAIXO: 1. Quais as principais diferenças observadas nas imagens: a) 6 e 10?

b) 3 e 8?

2. Quais imagens retratam a área urbana e quais retratam a área rural?


HISTÓRIA • O PASSADO NO PRESENTE • CADERNO 1

313

lugar onde você mora e estuda?

4. Quais as características do seu lugar que você mais aprecia?

5. Na sua opinião, o seu lugar sempre foi assim como você observa atualmente?

Quais as principais transformações que o seu lugar pode ter sofrido ao longo do tempo? Descreva.

HISTÓRIA • O PASSADO NO PRESENTE • CADERNO 1

3. Qual das imagens anteriores mais se assemelha à paisagem do seu lugar, do


Ensino Fundamental 1

Caderno 1

Sistema Integrado de Ensino

ยบ 4ano

4anocaderno1  
4anocaderno1  
Advertisement