Issuu on Google+

MONGÓLIA

Ney Amaral

MONGÓLIA

Ney Amaral


MONGÓLIA

Ney Amaral


Para Maria Eneida Amaral


© Ney Amaral, 2013 Supervisão editorial: Ney Amaral Foto capa: José Antonio Souza Tavares

Ficha catalográfica

Reservados todos os direitos de publicação à NEY MÁRIO BRASIL DO AMARAL ney@neyamaral.com.br Av. Cristóvão Colombo, 1691 - Bairro Floresta 90560-004 - Porto Alegre, RS, Brasil Fone 51 2125.0505 www.neyamaral.com.br Impresso no Brasil / Printed in Brazil


Alguem escreveu: “a Mongólia parecia o esboço preliminar de Deus para o mundo, não tanto um país, mas os ingredientes de que é feito um país: relva, rocha, água e vento. Os únicos sinais de habitação eram os acampamentos de tendas redondas brancas”. Entre 1155 e 1167, em algum local remoto da enorme planície banhada pelo rio Onon, no nordeste da Mongólia, nasceu um menino cuja história iria mudar o destino da humanidade. Genghis Khan e seus descendentes conquistariam pela força da espada uma extensão de terras que só encontraria par no Império Britânico do século dezenove. Curiosamente, esses guerreiros quase imbatíveis que dominaram tudo que havia entre o Pacífico e o Mar Cáspio, o Golfo Pérsico e às portas da Europa, com o tempo mergulharam na obscuridade, deixando atrás de si um punhado de lendas como registro de sua verdadeira história. E é um pouco dessa história que ficou oculta na imensidão vazia das planícies e desertos da Mongólia, ou do que dela restou, ou do que um dia voltará a ser, que tentamos capturar nas páginas nesse livro.

Someone once wrote that “Mongolia looks like a preliminary draft of God for the world, not so much a country, but the ingredients of which a country is made of: grass, rock, water and wind. The only signs of its inhabitants are the camps of white, round tents.” Between 1155 and 1167, in some remote corner of the vast plains surrounding the Onon River, in the northeast of Mongolia, a boy whose story would change the fate of humanity was born. By the force of the sword, Genghis Khan and his descendants would conquer a huge expanse of land that would only find competition in the British Empire of the 19th century. Curiously, these nearly undefeatable warriors, who dominated almost everything there was between the Pacific and the Caspian Sea, the Persian Gulf and the doors of Europe, over time submerged into obscurity, leaving behind a handful of legends as the record of their true history. It is a part of this history, or of what is left of it, hidden in the empty vastness of the plains and deserts of Mongolia, that we have tried to capture in this book. Ney Amaral


O DESERTO

A ESTEPE

ULAANBAATAR


O DESERTO


10


11


12


13


14


16


17


18


19


20


21


22


23


24


25


28


29


30


31


32


33


34


35


36


37


38


39


40


42


43


44


45


50


51


52


53


54


56


57


59


A ESTEPE


65


69


70


72


73


74


75


76


77


79


80


81


82


83


84


85


86


87


88


89


91


92


93


94


95


96


97


99


ULAANBAATAR


102


103


104


105


106


107


108


109


111


112


113


114


115


116


117


118


119


120


123


124


125


126


127


128


130


131


132


134


135


136


Ney Amaral é médico e escritor, autor dos livros Cartas a uma Mulher Carente e Desesperadamente Vivo. São também de sua autoria dos livros de fotografia Desassossego da Luz, Desassossego da Cor, Black, White and Color, Window Namastê Índia, Bricks e The Catalogue.


Desassossego da Luz Desassossego da Cor Black, White and Color Window NamastĂŞ Ă?ndia Bricks The Catalogue

Outras obras do autor

Other works by the author

www.neyamaral.com.br


MONGÓLIA

Ney Amaral

MONGÓLIA

Ney Amaral


Mongólia