Issuu on Google+

INFOMAIL 01 Jornal de Campanha Julho 2013

ENTREVISTA. AXIMILLA BOREM. NAM FACCULL ECTATIS RE, VOLOR ASPERUM VOLENIHIL IN REMPOREM IN CON.

"Aperchil minctotat maio et eiuntiur, estem adiscit iuscienihita." "Endus sint as expel ipicit pro bea est aut a aut harit etur acid ea atemque perchilit el imus is earum fugit etum."

REPORTAGEM PÁG.4-5

“DESPERTAR

JUNTE-SE A NÓS!

BARCELOS REPORTAGEM PÁG.2

PSD, CDS E PPP JUNTOS PARA VENCER

E RENOVAR O CAPITAL DE ESPERANÇA”

APRESENTAÇÃO PÁG.6

CANDIDATO ESCOLHEU A ANTIGA E SIMBÓLICA CASA “SÁ CARNEIRO”


2

DESPERTAR BARCELOS

DOMINGOS ARAÚJO

EDITORIAL

ANTÓNIO BARROSO Director de Campanha

BARCELOS NÃO JOGA À DEFESA Jorge Jesus, treinador de futebol do Benfica conhecido pelas suas táticas de ataque, escolheu perto do fim do Jogo com o F.C Porto mudar de estratégia, passou a jogar à Defesa. E a equipa ressentiu-se e perdeu o Jogo e o campeonato. Cristiano Ronaldo no Mundial de 2010, mandava perguntar a Carlos Queiroz a razão de termos sido eliminados nos quartos finais com a Espanha. Portugal jogou recuado num toque e foge contra um tiquitaca Espanhol. E Queiroz foi despedido. Jürgen Klopp, treinado do Borussia Dortmund, referia que não ia jogar com o Real Madrid à Defesa. E o Real Madrid foi eliminado da taça dos Campeões Europeus. Será que se Cristiano Pereira treinador principal e José Querido treinador adjunto do Óquei de Barcelos tivessem jogado à defesa teríamos ganho o Campeonato Europeu e do Mundo em 90/91 e em 91/92, respetivamente? Certamente que não. Na política pela primeira vez, alguém disse que Portugal necessitava de jogar à Defesa, na altura José Sócrates propunha-se Defender Portugal e construir um novo Futuro. Utilizava a crise como tática para Jogar à Defesa, nas obras megalógonas que tinham sido compradas a peso de ouro no mercado de transferências mas que nunca saíram do banco, nos TGV’s que não marcavam golos, num ministro das Finanças que era um desastre à baliza e num FMI que prometia ser o ponta de lança sozinho na área a quem a equipa com jogo aéreo criava a esperança que sozinho resolvesse o jogo. Tudo era desculpa, tudo era em vão mas a culpa nunca era do Treinador.

Também em Barcelos em 2009 pela primeira vez foi proposto um novo modelo de jogo, Jogar à defesa era a palavra de ordem para dentro de campo. Tal adjunto tinha aprendido com o seu Mestre. E desde cedo implementou o seu modelo. Adormecer o adversário era a estratégia. Deixar correr o jogo defendendo sem criar, sem desenvolver, sem construir e sem crescer era a opção. No entanto a cada ano, a cada temporada prometiam-se títulos, conquistas e glórias, mas nunca assim veio a acontecer. Começámos a cada ano a descer de divisão. Por incrível que pareça hoje jogamos na liga dos últimos. Barcelos não é conhecido por Jogar à Defesa, nunca foi e nunca será, é feita de pessoas de garra e determinação que lutam ao ataque pelos seus objetivos, que lutam diariamente ao ataque por querer mais e melhor. Mudar de estratégia é fundamental. Despertar Barcelos é voltar a sentir o sabor da vitória. Voltar a sentir o orgulho em vestir esta camisola que é Barcelos. Despertar Barcelos é olharmos para a nossa terra como um todo, uma equipa una, motivada e sem medos ou receios do adversário.

Porque em Barcelos não jogamos à Defesa! Porque aqui Todos Somos Barcelos!

Coligação SOMOS BARCELOS

PSD, CDS E PPP JUNTOS PARA VENCER ■ O PSD, o CDS e o PPM uniram-se e formaram a coligação SOMOS BARCELOS com o objectivo claro de ganhar as eleições autárquicas de 29 de Setembro.

“A razão pela qual PSD e CDS se uniram não se deve a oportunismos políticos nem a somas aritméticas e calculistas de votos” ...afirmou o candidato da coligação Domingos Araújo, mas antes ao facto de ser imperioso que Barcelos volte aos caminhos do desenvolvimento “Barcelos parou, Barcelos passou a ser conhecido por um Concelho que passa o tempo a discutir assuntos em Tribunais. Barcelos já não é conhecido pela força das suas gentes, mas pelas ações irresponsáveis da gestão desastrosa de Costa Gomes e do Partido Socialista socialistas”, frisouDomingo Araújo. Além dos partidos a coligação SOMOS BARCELOS agrega muita gente da sociedade civil: barcel-

enses que querem voltar a ter esperança, e desejam uma nova Câmara com soluções credíveis. A Coligação SOMOS BARCELOS reúne a experiência, a força e o vigor para enfrentar os novos desafios dos próximos 4 anos. “O CDS decidiu apoiar a candidatura do Dr. Domingos Araújo que considera uma pessoa séria, uma pessoa que une, motiva e tem capacidades para levar Barcelos e os

Barcelenses a um futuro melhor.” Estas são as palavras de António Ribeiro, Presidente da Concelhia do CDS. Também o PPM se juntou à coligação, porque entende que a Câmara socialista fez uma governação desastrosa, Por via disso, o PP assinou este compromisso que visa unicamente elevar Barcelos com o orgulho manifestado nas suas gentes na sua história e na sua identidade.


DESPERTAR BARCELOS

DOMINGOS ARAÚJO

3

DEPOIMENTO DE ANTÓNIO RIBEIRO

O APOIO DO CDS/PP A DOMINGOS ARAÚJO Quando há quatro anos, o PS ganhou as eleições em Barcelos esperava-se que os compromissos eleitorais fossem cumpridos. Nada disso aconteceu. Muito pelo contrário. Ficou demonstrado que o Partido Socialista não estava preparado para assumir os destinos do concelho! As dificuldades aumentaram, os problemas não foram resolvidos e foram criados novos problemas. Não podemos

continuar a ser governados por fantasias ou palpites, por promessas cuja concretização depende de outros. Existiu e existe oportunismo eleitoralista, novo-riquismo, falta de visão, qualidade e competência de quem está a governar Barcelos. É preciso substituir este executivo incompetente por um executivo capaz! É tempo de olhar para o futuro com esperança! É urgente fazer a mudança que, na minha humilde opinião, passa por colocarmos Domingos Araújo como Presidente da Câmara de Barcelos. O CDS decidiu integrar a coligação SOMOS BARCELOS. Apoiamos a candidatura de Domingos Araújo, porque é uma pessoa séria, que une e motiva, com uma actuação política serena e respeitosa. Domingos Araújo tem posições

“É preciso substituir este executivo camarário incompetente por um executivo capaz!” determinadas e fundamentadas, ao contraio do Partido Socialista que demonstrou arrogância e superficialidade. É ridículo que o PS diga que Barcelos é dos cidadãos ou que quer defender Barcelos, quando tudo o que faz desmente esses slogan e as promessas feitas. O PS criou uma sociedade espectá-

culo: muito ruído, mas pouco conteúdo. Muito teatro, mas pouca Cultura. Muitas promessas de postos de trabalho, mas pouco investimento. Não basta conquistar o voto com propostas aliciantes, mas depois nada fazer e continuar a prometer! É por tudo isto que o CDS confia que Domingos Araújo é o homem certo para liderar uma equipa de pessoas e um conjunto de propostas capazes de voltar a desenvolver Barcelos. É por tudo isto que enquanto presidente da Concelhia de Barcelos do CDS/PP que exorto os barcelenses a apoiarem a coligação SOMOS BARCELOS e a apoiarem o nosso candidato Domingos Araújo.

VOX POP

ANA BONIFÁCIO

Professora Conheço o Dr. Domingos Araújo há praticamente vinte anos. Fui sua professora no ensino secundário. Normalmente, os professores recordam os alunos que se distinguem de duas formas: pela negativa (os mal educados, os insolentes para com os colegas e professores, os que não respeitam o trabalho nem o desejo de aprender dos outros,…) e pela positiva (onde se enquadram tanto os alunos de excelência como todos os que se esforçam por superar as

“Destacou pela positiva: sempre bem‑disposto e sorridente, sempre bem-educado e amável; sempre atencioso com os colegas, professores e funcionários, sempre honesto”

dificuldades, os que todos os dias surgem com um sorriso nos lábios e com uma palavra amiga, apesar de, muitas vezes trazerem aos ombros cargas bem pesadas). O Mingos (desculpem-me, mas sempre foi assim que o tratei e, assim, continuarei a tratá-lo) foi um destes casos. Destacou pela positiva: sempre bem-disposto e sorridente, sempre bemeducado e amável; sempre atencioso com os colegas, professores e funcionários, sempre honesto. O Mingos é daqueles alunos que deixam saudades, não só a mim mas a todos os professores. Se todos fossem assim, a profissão de professor seria muito mais fácil. A calma e paciência que o caracterizam são outras das suas qualidades, bem como o facto de expor as suas ideias com clareza e (o que é importante para mim como professora de português) correção linguística. Tenho acompanhado o seu per-

curso político e, ao longo destes anos, tenho-o visto revelar as qualidades que já lhe conhecia: a sua honestidade (que o distingue de tantos outros “políticos”), a paciência e a calma que demonstra nas mais difíceis situações, a clareza com que expõe as suas ideias e as explica de uma forma simples e acessível a todos. No entanto, revelou ainda outras qualidades: um discurso onde está ausente a demagogia e um grande pragmatismo. Todas estas qualidades tornam-no, na minha opinião, uma pessoa capaz de liderar, com êxito, uma equipa governativa e de ter sucesso como presidente da autarquia de Barcelos. O seu conhecimento profundo, não só da cidade como de todas as suas freguesias, e a sua anterior experiência como membro da autarquia tornam-no o candidato ideal a Presidente da Câmara de Barcelos.

BREVES DESPERTAR BARCELOS

Barcelos parou. Barcelos passou a ser conhecido por um concelho que passa o tempo a discutir assuntos em Tribunais quando elegeu Políticos para os tratar 3 e resolver. Barcelos passou a ser conhecido pelos disparates, omissões e acções irresponsáveis da gestão camarária de Costa Gomes.

PROMETERAM CIDADANIA E GOVERNARAM COM TIRANIA

■ Todos os partidos da oposição,

desde o PSD ao CDS, e desde o PND, à CDU e ao Bloco de Esquerda, todos sem excepção acusam Costa Gomes e o PS de falharem as promessas eleitorais e de enganarem os barcelenses.

“Conheço bem cada uma das 89 freguesias do nosso concelho. Não precisarei de motorista para lá me levar, não me precisarei de motorista para me dizer onde são. Sei quais são as suas necessidades, quais são as suas diferenças e tratarei todas com igual respeito independentemente da cor politica de quem a preside. não usarei da chantagem para me impor!”

Domingos Araújo


4

DESPERTAR BARCELOS

DOMINGOS ARAÚJO

TEMA DE CAPA. ENTREVISTA COM DOMINGOS ARAÚJO

“DESPERTAR BARCELOS E RENOVAR O CAPITAL DE ESPERANÇA”

Legenda

■ Domingos Araújo, jovem político, com 40 anos, é o rosto da coligação “histórica” em Barcelos entre o PSD, CDS-PP e o PPM. Apresenta-se ao eleitorado sem receio de comparações com um passado dominado por sucessivas maiorias do seu partido mas, acima de tudo, comprometido com o presente e o futuro do concelho. Com uma visão esclarecida e um conhecimento profundo de Barcelos, e do que as suas gentes precisam, Domingos Araújo quer fazer esquecer rapidamente a desilusão que o executivo socialista provocou e renovar o capital de esperança dos Barcelenses na sua própria terra. O Dr. Domingos Araújo assumiu o PSD de Barcelos num tempo historicamente difícil, já que se encontra pela primeira vez na oposição. O que o fez avançar para a disputa da liderança num período que já sabia que ia ser complicado? O PSD foi afastado da governação municipal por causa de uma mentira, de um embuste e pelas falsas promessas socialistas, que ainda estamos à espera que se cumpram. Apesar disto, era necessário não deixar cair o partido num vazio directivo, e que alguém se assumisse como uma referência para a natural “travessia do deserto”. Curiosamente, quando a nossa

oposição estava à espera de ver o PSD órfão, assistiu-se a uma saudável disputa eleitoral interna, o que demonstrou que e o PSD continua a ser um grande partido e que o partido dos Barcelenses estava bem vivo. Após a minha primeira eleição, consegui reerguer as estruturas, consegui animar as bases e congregar vontades, até dos meus adversários internos, o que culminou na minha reeleição para o presente mandato com uma votação de cerca de 80% dos votos dos militantes. A partir daí começamos a construir um projecto que nos levasse novamente ao caminho da vitória, como certamente acontecerá nas eleições de Setembro deste ano.

"O PSD foi afastado da governação municipal por causa de uma mentira, de um embuste e pelas falsas promessas socialistas, que ainda estamos à espera que se cumpram."

Depois de ganhar e liderar o partido nos últimos anos, a sua nomeação como candidato do PSD às próximas eleições autárquicas surge naturalmente e sem qualquer contestação. Como se decidiu a abraçar o projecto de reconduzir o PSD à liderança do concelho? Sabe, eu não me conformo. Não posso aceitar que o meu concelho continue a ser mal gerido, não posso permitir que só sejamos notícia pelas más razões. Dito isto, não podia também virar as costas a inúmeras pessoas que pensam como eu, e que me apoiam para abraçar este desafio. Fui assim educado, se acho que não está bem

e que é possível fazer melhor, proponho-me a faze-lo. Não sou treinador de bancada. Para além disso, sei também que tenho experiencia e conhecimentos que me permitem fazer mais e melhor do que tem sido feito. Conheço bem as estruturas municipais e o seu modo de atuação. Conheço bem os funcionários do Município e sei quais são as suas competências e atribuições mas, sobretudo, conheço muito bem cada uma das 89 freguesias do nosso concelho, sei quais são os seus anseios e necessidades, e desta forma sei bem o que está feito e o que falta fazer. Logo, sei com convicção que estou preparado para aceitar o desafio de liderar a Câmara Municipal de Barcelos. Doutra forma não aceitaria.


DESPERTAR BARCELOS

DOMINGOS ARAÚJO

às dificuldade e inoperância na sua resolução do candidato do PS. Está mais do demonstrado que o PS não estava preparado para governar a Câmara Municipal, nem para assumir os destinos do concelho, porque não basta ganhar a autarquia, é preciso governá-la e, acima de tudo, coloca-la ao serviço das pessoas, o que o PS nunca conseguiu fazer. As dificuldades aumentaram, os problemas não foram resolvidos e foram criados muitos novos. Tudo isto colocou Barcelos numa fase muito crítica e decisiva, já que caminhamos a passos largos para a insolvência, como já fez referência o nosso companheiro de coligação. Ora, era necessário agregar, em vez de dividir. Era necessário criar condições para o surgimento de um projecto vencedor, que colocasse de lado rivalidades antigas e, acima de tudo, que fossem esquecidas questões partidárias a favor do concelho. Foi assim que surgiu a conjugação de vontades entre o PSD e o CDS a que se juntou depois o PPM…

Já há muito que se falava nos corredores políticos na possibilidade de uma aliança com o CDS-PP para estas eleições autárquicas. A união acaba por se concretizar, e pela primeira vez na história. O que é que o concelho tem a ganhar com esta aliança? Como sempre disse, Barcelos é mais do que os partidos. Esta é uma candidatura que pretende unir pela primeira vez em Barcelos os partidos que a ela se quiseram juntar, à sociedade civil, aos simpatizantes, porque desta forma respondemos todos com sentido de responsabilidade, às necessidades urgentes de todos os Barcelenses. Ao contrário do que pretendem dizer alguns, não nos move o medo manifestado pela liderança bicéfala do PS sobre esta coligação. O candidato do PS em 2009 é o mesmo em 2013, e apresenta-se hoje utilizando a mesma forma, a mesma mensagem, a mesma incompetência a mesma falta de verdade, num total desespero de causa por nada ter trazido de novo na condução dos destinos do Concelho. É a nossa coligação que trará a esperança a todos os Barcelenses, devolvendo o orgulho e a auto-estima, sabendo responder com soluções credíveis e prontas

Mas ainda só respondeu a parte da minha pergunta…

"Conheço bem as estruturas municipais e o seu modo de atuação. Não posso aceitar que o meu concelho continue a ser mal gerido, não posso permitir que só sejamos notícia pelas más razões."

Já lá ia… Numa lógica de colocar os interesses dos Barcelenses acima dos interesses partidários assumimos o compromisso de construir um projecto ganhador assente em valores sólidos e, acima de tudo, nas capacidades e valor da pessoa humana e no desenvolvimento e progresso do concelho. Este é um projecto que pretende debruçar-se sobre o que é realmente importante, não correndo atrás de obras e inaugurações feitas à pressa. É uma coligação que pretende acabar com a crise de liderança, a crise de valores e a crise de estratégia do actual executivo, que só responde aos interesses instalados e passa a vida a apelar aos tribunais sem resolver coisa alguma. Isto demonstra o desnorte, a inércia, o pouco respeito pela oposição interna e externa e, ao fim e ao cabo, muito pouca cidadania e que tanto apregoaram. A coligação “Somos Barcelos” vai defender o concelho e as suas gentes, porque é composta por pessoas que gostam de Barcelos. É composta por gente que tem capacidade de liderança e que pretende mobilizar os Barcelenses para uma melhoria da sua própria qualidade de vida. Ao contrário do atual presidente de camara não o

fazemos por vaidade, fazemo-lo por convicção.

Curiosamente, e depois do Dr. Domingos Araújo ter afirmado que a coligação não estava fechada, mas aberta a outras forças e pessoas, surge o PPM. O que é que esta força acrescenta à coligação. Acrescenta mais ideias e mais vontade. O PPM apesar de não ter estrutura concelhia formal, tem em Barcelos inúmeros simpatizantes que tal como nós, se movem pelos superiores interesses do concelho, e desta forma afirmaram a sua presença aderindo à nossa coligação de mote próprio e foram bem recebidos.

Esta coligação assume o nome de “Somos Barcelos” porquê? Exactamente pelas razões que expressei acima, Barcelos somos todos nós, não é propriedade de ninguém individualmente, Barcelos é o que nos move, os nossos partidos, ou o partido que cada um representa tem aqui um papel secundário pois os interesses de Barcelos estão, e estarão sempre acima dos interesses partidários.

O Dr. Domingos Araújo, afirmou já que estas eleições não serão uma batalha partidária, nem uma questão entre o PSD e o PS. Que quer dizer com isto? Olhe, quero dizer que entendo que as próximas eleições de 29 de Setembro não vão ser uma batalha estritamente partidária. O que se passa actualmente em Barcelos nem é uma questão entre os partidos, porque Barcelos é mais do que os partidos. Até nem é uma questão entre o PSD e o PS. O que os Barcelenses terão que escolher é entre a estagnação a que o executivo actual nos votou e a ambição que nós propomos. Entre a inércia existente e o dinamismo que queremos. É uma questão entre o cinzentismo de quem nos governa e a cor que queremos implementar. Isto, porque passamos em apenas quatro anos de um concelho atractivo para um concelho sem força, sem energia e sem estratégia, pelo que é necessária uma coligação de vontades para inverter tal situação.

5

PERFIL PROFISSÃO: GESTOR Ibus nos que sernam, am eostis rerrovid earchici quis est, evelit, 5 quis mollorernam quam quam inverspedist dolorro eos accus sunt aut id ullut doluptatet ex est atur alitis quis simusam aut eatur, to blaceperum et endant. Liquodis eaquae etur.

PASSAR TEMPO COM A FAMÍLIA Ibus nos que sernam, am eostis rerrovid earchici quis est, evelit, quis mollorernam quam quam inverspedist dolorro eos accus sunt aut id ullut doluptatet ex est atur alitis quis simusam aut eatur, to blaceperum et endant. Liquodis eaquae etur.

OS GOSTOS DO PRESIDENTE Ibus nos que sernam, am eostis rerrovid earchici quis est, evelit, quis mollorernam quam quam inverspedist dolorro eos accus sunt aut id ullut doluptatet ex est atur alitis quis simusam aut eatur, to blaceperum et endant. Liquodis eaquae etur.

ONDE CRESCEU O PRESIDENTE Ibus nos que sernam, am eostis rerrovid earchici quis est, evelit, quis mollorernam quam quam inverspedist dolorro eos accus sunt aut id ullut doluptatet ex est atur alitis quis simusam aut eatur, to blaceperum et endant. Liquodis eaquae etur.

UMA PAIXÃO POR SANTARÉM Ibus nos que sernam, am eostis rerrovid earchici quis est, evelit, quis mollorernam quam quam inverspedist dolorro eos accus sunt aut id ullut doluptatet ex est atur alitis quis simusam aut eatur, to blaceperum et endant. Liquodis eaquae etur.


6

DESPERTAR BARCELOS

DOMINGOS ARAÚJO

APRESENTAÇÃO. DOMIGOS ARAÚJO APRESENTOU-SE COM CASA CHEIA

CANDIDATO ESCOLHEU A ANTIGA E SIMBÓLICA CASA “SÁ CARNEIRO”

■ Domingos Araújo teve casa cheia na sua apresentação oficial como candidato a presidente da Câmara Municipal, pela coligação SOMOS BARCELOS. O local escolhido, “na casa que foi da família Sá Carneiro”, tem significado especial para a coligação que reúne PSD, CDS e PPM. “Tal como Sá Carneiro, que numa época difícil para o País congregou três partidos para governar Portugal, aqui em Barcelos formamos uma nova AD porque entendemos que juntos somos poucos para a tarefa que nos espera”, declarou Domingos Araújo. Embalado pelo agitar das bandeiras multicolores e pelos constantes aplausos, Domingos Araújo assegurou que as linhas fortes que norteiam a coligação são “o espírito inconformista de Sá Carneiro de querer mais e melhor, de darmos um pouco de nós à causa pública,

fazermos da política um exercício de missão, fazermos política para servir e não para nos servirmos”. Ao declarar que aceitou o desafio de ser candidato a presidente “com muita honra e com muito orgulho”, Domingos Araújo afirmou que não se conforma com a situação que Barcelos vive: “Barcelos merece mais e temos a obrigação de Despertar Barcelos”. Passando em revista o mandato de Costa Gomes e do partido socialista, disse que “fomos governados por alguém que passou o tempo a olhar pelo retrovisor, por alguém que é Presidente e continua a fazer acusações caluniosas e a prometer baixar o preço da água como se

“Barcelos merece mais e temos a obrigação de Despertar Barcelos” “Sei quais são as necessidades dos Barcelenses e tratarei todas com igual respeito."

ainda estivesse na oposição. Costa Gomes prometeu e não cumpriu. E pior, desculpa-se com os outros da sua incompetência, da sua arrogância e dos seus fracassos. Costa Gomes “esqueceu-se que é presidente de câmara. Que tinha de ser ela presidir à câmara. Esqueceu-se! E em vez de governar esteve a fazer propaganda. Em vez de fazer e agir passou o tempo a dormir e a acusar. Ficou a fazer campanha e a campanha dura até hoje”, declarou Domingos Araújo. Falando do futuro e já na pele de novo presidente, Domingos Araújo disse: “Queremos os agricultores, os comerciantes, os funcionários públicos, os prestadores de serviços, os empresários, os empregados da restauração, os professores, os alunos, os militantes e os independentes, todos unidos por Barcelos. Para o candidato da Coligação, “é preciso despertar Barcelos. Acordar desta letargia cinzenta que só nos puxa para baixo, que só nos tira auto-estima. É preciso revitalizar o nosso centro histórico e dinamizar o comércio. Abrir o Teatro cuja obra ficou concluída e continua encerrada. Dinamizar a frente ribeirinha que está abandonada. Construir um novo parque radical; dar seguimento ao projecto das ciclovias, na cidade, pelo concelho, junto ao Rio. Numa indirecta a Costa Gomes, que acha que é mais importante por ser conduzido por um motorista, Domingos Araújo afirmou: “Conheço bem cada uma das 89 freguesias do nosso concelho. Não precisarei de motorista para lá me levar, não me precisarei de motorista para me dizer onde são. Sei quais são as suas necessidades, quais são as suas diferenças e tratarei todas com igual respeito independentemente da cor política de quem a preside. Não usarei da chantagem para me impor”!

Coligação SOMOS BARCELOS escolheu candidato de grande prestígio para liderar a Assembleia Municipal

Professor Doutor Pedro Gonçalves

■ A coligação Somos Barcelos escolheu Pedro Gonçalves para ser o seu cabeça de lista à Assembleia Municipal, nas eleições autárquicas do próximo mês de Setembro.

Pedro Gonçalves é uma figura de enorme prestígio académico e profissional no nosso país e no estrangeiro. É licenciado em direito, e Professor Doutor na Universidade de Coimbra. Barcelos é feito de gentes, desde as freguesias até à Cidade, e tem muito orgulho na sua História, na sua cultura e nas suas tradições. Por isso mesmo, Barcelos precisa de homens de alto valor que possam devolver a autoestima, o orgulho, e a seriedade à politica barcelense. Por tudo isso, o convite ao Prof. Dr. Pedro Costa Gonçalves, para ser o próximo Presidente da Assembleia Municipal de Barcelos, demonstra que a coligação é mais que os partidos que a compõem, e procura pessoas com capacidade, com provas dadas, com responsabilidade, rigor, seriedade e sobretudo com vontade de servir Barcelos e os Barcelenses. Prof. Dr. Pedro Gonçalves, além de reconhecido professor na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, é Advogado de profissão, Diretor Executivo do Centro de Estudos de Direito Público e Regulação, também da Faculdade de Direito de Coimbra, Diretor da Revista de Contratos Públicos e Autor de várias obras de Direito Administrativo e de Direito da Regulação Pública. Com Pedro Gonçalves - filho da nossa terra, natural de Barcelos a dirigir a Assembleia Municipal, Barcelos sairá prestigiado e respeitado!


PASSATEMPO. TESTE OS SEUS CONHECIMENTOS SOBRE A SUA TERRA

SOLUÇÕES

QUEM SABE DE BARCELOS, SABE

QUIZ

1. Em que ano foi fundado o Município de Barcelos? a) 1142 - 1 b) 1140 - 4 c) 1139 - 2 d) 1145 - 3

5. Em que ano Barcelos se tornou cidade? a) 1934 - 3 b) 1928 - 4 c) 1932 - 2 d) 1921 - 1

6. Que jogador de futebol internacional por Portugal nasceu em Barcelos? a) Petit - 1 b) Fernando Couto - 2 c) Hugo Viana - 4 d) Hélder Postiga - 3

2. Barcelos tem quantas freguesias? a) 82 - 3 b) 68 - 1 c) 74 - 2 d) 61 - 4

3. Quem foi o primeiro Conde de Barcelos?

a) João Afonso Teles de Meneses - 1 b) D. Pedro de Castro - 4 c) Afonso Martins Teles Raposo - 2 d) Lourenço Soares de Valadares - 3

7. Qual o código-postal de Barcelos? a) 4700 - 2 b) 4750 - 4 c) 4815 - 1 d) 4740 - 3

8. A que século remonta a lenda do Galo de Barcelos? a) Séc. VXII - 1 b) Séc. VXI - 3 c) Séc. VXIII - 4 d) Séc. VX - 2

4. Em que dia é o feriado Municipal de Barcelos? a) 3 de Maio - 4 b) 14 de Julho - 3 c) 6 de Abril - 1 d) 24 de Junho - 2

GRAU DE DIFICULDADE FACIL

9. Qual foi a melhor classificação do Gil Vicente na Primeira Liga Portuguesa? a) 5º - 4 b) 3º - 2 c) 4º - 1 d) 6º - 3

10. Quantos monumentos nacionais têm Barcelos?

13. Que antigo primeiro-ministro tem uma estátua em Barcelos? a) Francisco Sá Carneiro - 4 b) Diogo Freitas de Amaral - 2 c) Carlos Mota Pinto - 3 d) Álvaro Barreto - 1

tuação final, avalie o seu nível de Barcelense:

■ MENOS DE 20 Zero. Falhou em tudo. Precisa urgentemente

7

que vir a Barcelos, atravessar a Ponte de Barcelos e conhecer o artesanato da cidade. Compre um Galo de Barcelos!

■ ENTRE 29 E 20 que já conhece o Gil Vicente e que saboreou um Galo Assado no centro de Barcelos.

■ ENTRE 49 E 30 Boa. Parabéns. Mais de metade das respos-

11. Qual destas estradas nacionais passa por Barcelos?

tas foram acertadas. Nota-se que já conhece Barcelos. É quase um Barcelense!

a) EN206 - 2 b) EN201 - 1 c) EN212 - 3 d) EN205 - 4

a) 4 - 1 b) 3 - 4 c) 5 - 3 d) 1 - 2

Faça o somatório, e em função da sua pon-

Está melhor mas pode fazer mais. Nota-se

a) 14 - 3 b) 9 - 2 c) 12 - 1 d) 11 - 4

12. Quantas vezes o Hóquei Clube de Barcelos foi campeão nacional?

7

DESPERTAR BARCELOS

DOMINGOS ARAÚJO

■ ENTRE 60 E 50 Acertou quase todas as perguntas. Um verdadeiro conhecedor. Já merece uma estátua no centro de Barcelos ou tornar-se presidente da

14. Em que dia da semana é a Feira de Barcelos? a) Quarta-feira - 2 b) Terça-feira - 3 c) Sexta-feira - 1 d) Quinta-feira - 4

15. Em que ano começou a ser erguida a Ponte de Barcelos? a) 1423 - 1 b) 1395 - 2 c) 1325 - 4 d) 1401 - 3

GRAU DE DIFICULDADE DIFÍCIL

Câmara Municipal de Barcelos.

SUDOKU



Jornal de Campanha Barcelos Julho