Page 1

ESPECIAL

Encarte especial da edição 55 da Revista SindiRural nº 55 - Janeiro de 2016 www.facebook.com.br/sindirural

TOYOTA HILUX

Tecnologia e conforto Indispensável no dia a dia de qualquer produtor rural, as caminhonetes, como a nova Toyota Hilux 2016, viraram carros de passeio, têm conforto, dirigibilidade, tecnologia de sedãs médios e muito espaço interno. ENTREVISTA

ITAIPU BINACIONAL

CASCAVEL

Uma cidade Rogério Rizzardi fala sobre a edição com qualidade de vida 2016 do evento Fevereiro/2016

1

Agroecologia tem espaço ampliado

FAEP/Senar-PR

Estande irá receber caravanas de todo o Paraná


Edificio Jacarandá Boulevard ENTOS APARTAMIR DE T R A AP

0,00 R$ 230.00

Apartamentos a partir de 98m2 Total - suite e 02 quartos ou 02 quartos, sala estar/jantar, sacada com churrasqueira, cozinha, área de serviço, 01 ou 02 vagas de garagem, depósitos individuais no estacionamento.

PRONTO

P

MORAARRA!

Residencial Oliva Garden

- Hall - Sala de estar/jantar - Sacada com churrasqueira - 02, 03 ou 4 dormitórios - 01 suíte - Lavabo - Cozinha A - Opções de plantas EGA PAR R T N E - Área de serviços - Banheiro social - 02 ou 03 vagas de garagem - Depósitos indiviudais no estacionamento - Infraestrutura para ar condicionado Opções de apartamentos: - Foro de gesso - 2 quartos, 1 Suíte e 2 Vagas de Garagem - Gás individual - 3 quartos , 1 suíte e 2 Vagas de Garagem - Água individual - 2 quartos, 1 Suíte e 2 Vagas 2 de Garagem

APARTAMENTOS A PARTIR DE

R$ 387.000,00

SET/2018

- 3 quartos , 1 suíte e 2 Vagas de Garagem - 2 quartos, 1 Suíte e 2 Vagas de Garagem - 3 quartos , 1 suíte e 2 Vagas de Garagem - Duplex 04 Garagens Fevereiro/2016


ESTA REVISTA VALE

R$ 10.000,00 (Dez mil reais)

DE DESCONTO NA COMPRA DE UM IMÓVEL DA INCENTIVE HOUSE* Apresente essa revista Caderno Show Rural Sindirural nº 55 e ganhe no ato o valor de R$ 10.000,00 (Dez mil reais) na compra de um apartamento no Edificio Jacarandá ou Oliva Garden. Atenção: o valor não é acumulativo, ou seja, é apenas um desconto por compra. *Promoção válida somente no período de 1 a 5 de fevereiro de 2016

VENDAS:

Visite nosso site e conheça mais detalhes sobre nossos empreendimentos: www.construtoraincentivehouse.com.br Fevereiro/2016

3

(45) 9962-3869 (45) 9972-2140


ENTREVISTA “Foco na inovação e novas tecnologias" ROGÉRIO RIZZARDI

O engenheiro agrônomo Rogério Rizzardi, 62 anos, é o entrevistado deste caderno especial Show Rural. Ele é o grande responsável, desde a primeira edição do evento, pela coordenação do Show Rural da Coopavel, ao lado de uma grande equipe de trabalhadores. Para a edição de 2015, Rogério nos conta que a feira tem novos expositores e uma excelente expectativa de visitantes e de realização de negócios. REVISTA SINDIRURAL - Qual é o principal objetivo da Coopavel em promover a Show Rural? ROGÉRIO RIZZARDI - A Coopavel quer que todos os produtores rurais alavanquem sua produtividade, ganhem mais, sejam mais fortes. O Brasil e toda a sociedade ganham com isso. Por conta disso, promovemos um evento voltado à tecnologia, que sempre foi nosso foco principal, nosso norte. Queremos que os produtores se sintam bem aqui, visitem, aprendam e encontrem soluções para o negócio dele. O que recomendamos é que eles dediquem 60% do tempo em se aprimorar na sua área e deixar o restante para conhecer outras coisas. Somente assim ele pode encontrar alguma coisa que se enquadre na sua área. REVISTA SINDIRURAL - A crise que o Brasil vive atualmente pode atrapalhar as expectativas da feira? ROGÉRIO RIZZARDI - Todos nós estamos vendo a crise que estamos passando. Porém, por mais que ela exista, o agronegócio a tem superado e tem tido os melhores resultados. Novamente, ele tem segurado o Brasil. Por toda essa gama de novidades que oferecemos, com enormidade de novas ações e tecnologias, os produtores vão aprender todas técnicas e vão aumentar sua produtividade de curto a médio prazo. Quando falamos do lado comercial, é possível que eles acabem dando uma segurada. Mesmo assim, o produtor virá conhecer as novidades para comprar, quem

Todos nós estamos vendo a crise, por mais que ela exista o agronegócio tem segurado o Brasil.

sabe, já no ano que vem. O certo é que ele continuará produzindo, plantando. No entanto, não temos uma expectativa em volume de vendas. REVISTA SINDIRURAL - E quanto a expectativa de publico? ROGÉRIO RIZZARDI - Fizemos um acordo com os governos estaduais do Mato Grosso do Sul e de Santa Catarina para trazerem visitantes para a feira. Deverão vir ônibus de todos os municípios para visitar o Show Rural. Assim, esses Estados vêm somar e também levar inovações para suas propriedades, sempre buscando produzir mais. Não sabemos se vamos aumentar o número de visitantes, mas certamente teremos um público acima de 200 mil pessoas durante os cinco dias do evento. REVISTA SINDIRURAL - E quais são as principais novidades? ROGÉRIO RIZZARDI - A principal no-

4

vidade é a ampliação do conteúdo técnico da área de gado de corte e gado de leite. Antes nosso espaço era mais destinado aos laboratórios. Agora, o visitante terá gado de argola, trazido por associações nacionais de criadores e, com esses profissionais, poderá buscar informações para ampliar a qualidade genética do seu rebanho. Junto a isso, ele encontrará um espaço, com um pavilhão adequado, voltado às palestras técnicas ligadas à agropecuária. Neste local, ele vai passar por vários pesquisadores e profissionais de alto gabarito explicando todas as etapas do processo, por exemplo, na área de corte, desde o bezerro ao corte final da carne. Isso vai possibilitar a melhoria de resultados nestes setores. REVISTA SINDIRURAL - O novo enfoque do Show Rural não irá contrastar com o Show Pecuário, evento realizado em julho pelo Sindicato Rural de Cascavel e pela Sociedade Rural do Oeste do Paraná? ROGÉRIO RIZZARDI - Não irá. Os eventos se somam. Eles têm uma proposta diferente, com leilões, julgamentos e em âmbito regional. Aqui vamos focar só na tecnologia e em amplitude nacional. REVISTA SINDIRURAL - O que avançou na infraestrutura do Parque Tecnológico neste último ano? RIGÉRIO RIZZARDI - Cobrimos mais

Este ano teremos ônibus trazendo agricultores dos Estados do Mato Grosso do Sul e Santa Catarina.

Fevereiro/2016


A cada ano conseguimos centralizar os expositores por área de atuação, devagarzinho vamos conseguindo fazer isso para dinamizar as visitas.

uma rua, há uma nova área de lanches, fizemos investimentos na limpeza, nos banheiros, ampliamos os espaços e estamos buscando a setorização. A cada ano conseguimos centralizar os expositores por área de atuação. Por exemplo, a parte de revenda de caminhonetes está somente em um local, assim como a de empresas de silos, da avicultura, da agriculFevereiro/2016

tura de precisão entre outras. Devagarzinho vamos conseguindo fazer isso para dinamizar as visitas. Além disso, sempre tentamos deixar o parque mais bonito. Queremos que as pessoas se sintam melhores, mais felizes e se estimulem a aproveitar da melhor maneira possível tudo que o Show Rural oferece. REVISTA SINDIRURAL - Quantas pes-

5

soas estão envolvidas na feira? ROGÉRIO RIZZARDI - Durante a montagem, de 2 a 3 mil pessoas participam. Durante o evento, a estimativa é que 4 mil pessoas estejam trabalhando aqui, junto com os servidores da Coopavel. Só a Coopavel tem mil pessoas, com 400 fixos e 600 temporários. Só para o restaurante contratamos 280.


O EVENTO

Show Rural e as novidades de 2016 Como um evento que nunca perdeu o foco de proporcionar ao agricultor o acesso ao conhecimento com gratuidade, o Show Rural chega a 2016 como o grande palco para as apresentações das novas tecnologias Todo mundo já sabe: o principal negócio do Brasil e o carro-chefe da economia nacional, é o agronegócio. Cada vez mais importante e mais eficiente, a pujança do setor reflete-se na organização de um dos maiores eventos do Brasil da área, o Show Rural Coopavel. Em sua 28ª edição, 480 expositores do Brasil e do mundo estarão apresentando as principais novidades e o que há de mais moderno para cada segmento da agropecuária

A organização espera um excelente público neste ano de 2016

brasileira. Conhecido como uma escola a céu aberto, o Show Rural abre o calendário anual das feiras do agronegócio no Brasil.

Com objetivo de difundir as novas tecnologias e inovações, sem descuidar do meio ambiente, o Show Rural Coopavel não perdeu

Show Rural Coopavel é a primeira grande feira que abre o circuito de eventos do agronegócio nacional

6

Fevereiro/2016


A estrutura do Centro Tecnológico Coopavel é referência em organização, beleza e limpeza

suas origens e apresenta nos cinco dias de feira o que há de mais avançando para os pequenos, médios e grandes produtores. “O Show Rural Coopavel, desde sua criação, nunca perdeu o foco que é proporcionar

ao produtor rural o acesso ao conhecimento, a tecnologia e com gratuidade. O Show Rural Coopavel é um palco de apresentações de todas as tecnologias mundiais” descreve o Diretor Presidente da Coopavel, Dilvo Grolli.

TALARA

APART HOTEL CONFORTO | SEGURANÇA | TRANQUILIDADE

A passeio ou a negócios em Cascavel, usufrua de um ambiente completo para você e sua família! APARTAMENTOS COM 75m2 COM QUARTO, SALA, COZINHA, BWC E LAVANDERIA

Fone (45) 3224-6191 / 3224-5659 R. Rio de Janeiro, 1282 - Próx. à Praça Wilson Joffre - Cascavel/PR Fevereiro/2016

7

Distribuídos em uma área de 720 mil m2, as 480 empresas têm a missão de apresentar aos visitantes grandes oportunidades tecnológicas para que eles possam aumentar sua produtividade e ampliar seus conhecimentos.


CRÉDITO

BB tem expectativas ótimas para a feira Segundo o superintendente regional do Banco do Brasil, a instituição ofertará diversas linhas de crédito durante o evento, que terá a presença do vice-presidente de Agronegócios, Osmar Dias Para o superintendente regional do Banco do Brasil, Dirceu Luiz Tessaro, as expectativas para o evento são as melhores possíveis. Ele acredita que a crise que vive o Brasil e a não presença de algumas grandes empresas de máquinas agrícolas diminua o volume de negócios fechados, no entanto, continua otimista. É na crise que precisamos investir. As vendas devem diminuir, mas com certeza teremos um bom volume. Estaremos ofertando diversas linhas de crédito durante a feira e convidamos todos os nossos clientes e produtores rurais para visitar o nosso estande", declara o superintendente. O Banco do Brasil participa do Show Rural desde a primeira edição da feira agropecuária. Desde sempre, o banco é parceiro do evento e dos produtores rurais que querem

Dirceu Tessaro: "Banco do Brasil é parceiro do evento desde sempre"

investir em implementos para a melhoria da sua produtividade. O superintendente Tessaro garante que não faltarão recursos durantea a feira e afirma que o Show é muito importante para a

8

instituição financeira em âmbito nacional. Prova disso é a presença confirmada no dia 4 de fevereiro do vice-presidente de Agronegócios e Micro e Pequena Empresas do Banco do Brasil, Osmar Dias.

Fevereiro/2016


APROVEITE AS CONDIÇÕES ESPECIAIS DA FORD RANGER NO SHOW RURAL.

FACILIDADES ASSIM NÃO BROTAM TODOS OS DIAS.

RANGER XLS 3.2L CABINE DUPLA 4X4 DIESEL AUT. 2016 (cat. JL36) DE

R$ 147.990

TAXA 0%

67.794 18X R$ 2.709 ENTRADA DE

R$

POR

R$

112.990

PLANO SAZONAL

61.015 TAXA 6,04% a.a. 6x semestrais de R$ 10.037 ENTRADA DE

R$

OU

E SALDO EM

DE

À VISTA

COM

E SALDO EM

· Motor 3.2L Duratorq com 200 cv / 470Nm · 2 air bags · Ar-condicionado · Diferencial traseiro blocante · Direção hidráulica · Faróis de neblina dianteiros · Freios ABS com EBD · Piloto automático · Retrovisores externos com ajuste elétrico · Rodas de liga leve 16” · SYNC MEDIA SYSTEM

TRANSMISSÃO AUTOMÁTICA DE 6 VELOCIDADES

VENHA CONHECER O NOSSO ESTANDE E FAZER UM TEST-DRIVE

CASCAVEL: Av. Brasil, 5606 – (45) 3220-8200 ASSIS CHATEAUBRIAND: Av. Tupassi, 1500 – (44) 3528-8950 TOLEDO: Av. Parigot de Souza, 1215 – (45) 3379-7600 PALOTINA: Av. Pres. Kennedy, 1761 – (44) 3649-0000 Preço e condições de financiamento válidos até 6/2/2016.Ranger XLS 3.2l Cabine Dupla 4x4 Diesel Aut. 2016 (cat. JL36) a partir de R$ 112.990,00 à vista ou financiado com taxa de 0,00% a.m. e 0,00% a.a., 60% de entrada (R$ 67.794,00) e saldo em 18 parcelas de R$ 2.709,00, na modalidade CDC, com 30 dias de carência para pagamento da 1ª parcela, incluindo tarifas, custos e impostos (IOF). Valor total a prazo de R$ 116.556,00. Custo Efetivo Total (CET), calculado na data de 20/1/2016 a partir de 0,25% a.m. e 3,04% a.a., por meio do Programa Ford Credit; ou financiado com taxa de 0,49% a.m. e 6,04% a.a., 54% de entrada (R$ 61.015,00) e saldo em 6 parcelas de R$ 10.037,00, na modalidade CDC, com 30 dias de carência para pagamento da 1ª parcela, incluindo tarifas, custos e impostos (IOF). Valor total a prazo de R$ 121.237,00. Custo Efetivo Total (CET), calculado na data de 20/1/2016 a partir de 4,16% a.m. e 63,10% a.a., por meio do Programa Ford Credit. Não abrange seguro, acessórios, documentação e serviços de despachante, manutenção ou qualquer outro serviço prestado pelo Distribuidor. Sujeito à aprovação de crédito. O valor de composição do CET poderá sofrer alteração, quando da data efetiva da contratação, considerando o valor do bem adquirido, as despesas contratadas pelo cliente e os custos de Registros de Cartórios variáveis de acordo com a UF (não inclusos no valor das parcelas e no cálculo da CET). Contratos de Financiamento e Arrendamento Ford Credit são operacionalizados Fevereiro/2016 pelo Banco Bradesco Financiamentos S.A. Valor válido para cores sólidas. Frete incluso. 9

Na cidade, somos todos pedestres.


TERRA FÉRTIL

As terras mais caras do Brasil estão aqui

O estudo levou em conta terras voltadas ao uso comercial agrícola convencional e considerou somente o valor da terra nua, ou seja, sem benfeitorias De acordo com um levantamento feito a pedido da Revista SindiRural ao Instituto Informa Economics FNP, de São Paulo, as áreas agrícolas de Cascavel e Toledo são as mais caras do Brasil. O estudo levou em conta terras voltadas ao uso comercial agrícola convencional e considerou somente o valor comercial sem benfeitorias (galpões, casas, culturas implantadas entre outros). Segundo os dados, o valor por hectare na região beira aos R$ 50 mil. O instituto Informa realiza bimestralmente a atualização da tabela de preços de terras em todo o Brasil, com o objetivo de acompanhar a evolução dos preços e ter indicadores

A relação de troca no ramo melhorou significativamente nos últimos anos e engloba os preços dos produtos e de revenda do que o produtor recebe por sua produção e os recursos destinados aos insumos necessários para cada cultura.

JOSÉ GARCIA GASQUEZ Coordenador de Planejamento do MAPA

eficientes para servir quem atua neste nicho de mercado. Os levantamentos são segmenta-

dos, feitos de acordo com o perfil da propriedade. Por exemplo: propriedades voltadas à pecuária, agricultura, reflorestamento, áreas irrigadas entre outros. Mais de 800 colaboradores espalhados pelo Brasil, divididos entre técnicos de campo e avaliadores, dão suporte à pesquisa. A região de Cascavel e Toledo lidera o ranking das áreas voltadas à agricultura. O preço atual médio da terra sem benfeitorias é de R$ 48.500 por hectare. O responsável pela pesquisa foi o analista de Mercado da Informa Economics FNP, Márcio Perin. “Existem algumas terras mais caras do que Cascavel, mas com pouca tradição agrícola e que estão próximas de grandes centros urbanos, onde o preço é mais função da especulação urbana do que da rentabilidade da atividade. Por isso desconsideramos este perfil de terra para este estudo”, comentou Márcio. Logo em seguida, está Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul (confira tabela anexa). O ranking continua com Maringá, Francisco Beltrão, Piracicaba (SP), Campo Mourão, Ribeirão Preto e Sertãozinho (SP), Chapecó (SC),

CODEREG

REGFNP

TIPO DA TERRA

2010

2011

2012

2013

2014

2015

PR

Cascavel e Toledo

Terra agrícola de alta produtividade de grãos

23.500

26.525

31.500

38.500

44.667

48.400

RS

Bento Gonçalves

Terra agrícola de alta produtividade com viticultura

31.833

36.833

38.000

38.167

41.167

45.000

PR

Maringá

Terra agrícola de grãos em solo argiloso

20.000

21.633

25.667

33.333

42.000

43.500

PR

Francisco Beltrão

Terra agrícola de alta produtividade de grãos

17.850

20.750

27.333

35.333

40.917

43.400

SP

Piracicaba

Terra agrícola de alta produtividade com cana-de-açúcar

22.167

32.133

40.500

42.000

41.333

41.500

PR

Campo Mourão

Terra agrícola de alta produtividade de grãos

20.083

22.917

29.500

35.917

41.417

41.500

SP

Ribeirão Preto e Sertãozinho

Terra agrícola com cana de açúcar

22.583

25.800

30.333

35.000

38.750

40.000

SC

Chapecó

Terra agrícola de alta produtividade de grãos

22.750

29.250

31.833

35.250

37.417

39.100

MS

Chapadão do Sul e Costa Rica

Terra agrícola de alta produtividade

9.917

12.833

20.250

27.250

33.750

36.500

RS

Passo Fundo e Erechim

Terra agrícola de alta produtividade de grãos

18.083

20.900

25.833

28.750

32.500

36.200

Valor comercial da terra (Sem benfeitorias). Preço à vista e em reais, por hectare.

10

Fevereiro/2016


Chapadão do Sul e Costa Rica (MS) e por fim, Passo Fundo e Erechim (RS). Márcio explica que os critérios de avaliação consistem na produtividade, logística integrada, infraestrutura, proximidade de polo consumidor e industrialização. “O preço também é formado pela expectativa de valorização”, comenta. Mesmo com os números altos, Perin informa que as terras no Brasil são baratas se comparadas às outras grandes potências agrícolas, como Argentina e Estados Unidos. OUTRA ANÁLISE

O analista de mercado da FNP, Màrio Perin: “O preço atual médio da terra nua em Cascavel e Toledo é de R$ 48.500 por hectares”

O terceiro ponto influenciador, de acordo com Gasques, é o crédito rural. Conforme dados do Banco Central, em 2000 foram liberados, em todas as esferas que envolvem o empréstimo aos produtores rurais, R$ 39 bilhões. Em 2013 (última atualização dos números), o Banco Central informou que foram

liberados R$ 179,6 bilhões. “É um salto de 360,5% de aumento real, pois já está descontada a inflação. A maioria desse dinheiro foi direcionada à expansão agrícola, que melhoram a produção e produtividade de uma forma geral. Isso também colabora para a valorização das terras”, explica.

EKAMBA

Para José Garcia Gasques, coordenadorgeral de Planejamento Estratégico do Mapa, a alta dos preços das terras agricultáveis do Brasil é grande devido a três grandes pontos influenciadores. O primeiro é a produtividade no campo, que aumenta ano a ano tanto pela profissionalização e informação como pelos avanços tecnológicos e genéticos. O segundo ponto foram os preços agrícolas. “O que chamamos de relação de troca no ramo melhorou significativamente nos últimos anos. Essa relação engloba os preços dos produtos, o preço de revenda do que o produtor rural recebe por sua produção e os recursos destinados aos insumos necessários para cada cultura. A lucratividade dessa cadeia benéfica cresceu”, declara Gasques.

· IMÓVEIS RURAIS · IMÓVEIS URBANOS · ALUGUEL.

CRECI 4573-J

INVISTA NO CAMPO E COLHA BONS FRUTOS

Fevereiro/2016 / www.portoseguroimobiliaria.com 45 3225.3111 11 / Rua Afonso Pena, 1854, Sala 02 - Cascavel/Pr


CAPA

A nova Hilux 2016 pode ser encontrada durante o Show Rural no estande da Toyota

Hilux: modernidade e conforto no dia a dia Um veículo fundamental para o dia a dia do homem do campo, a Toyota Hilux é uma pick-up moderna, que oferece conforto, muita tecnologia embarcada e alta resistência Ficou para trás a época em que as picapes eram veículos brutos, destinados a ficar sujos de lama e a carregar o peso de um hipopótamo. Hoje, as caminhonetes representam status e sonho de consumo para muitos agricultores e boa parcela dos motoristas urbanos. A Hilux é hoje tambem um carro de passeio, têm conforto, dirigibilidade, tecnologia de sedãs médios e muito espaço. Ela ainda não cabe direito nas vagas de estacionamento, mas é o preço que se paga pelas vantagens que uma pick up deste nível oferece.

O modelo 2016 da Hilux passou por reformulação em seu design

HILUX É NA ZENI MOTORS

Germano Zeni, diretor da Zeni Motors, que possui concessionarias Toyota em Cascavel, Toledo e Foz do Iguaçu destaca os novos

12

materiais de alta resistência do modelo 2016, que possui inicialmente seis configurações – todas a diesel e com tração 4x4. "Em algumas partes específicas da nova Hilux, tivemos o Fevereiro/2016


Todos os modelos Toyota estão disponíveis para test-drive nas concessionárias Zeni Motors de Cascavel, Toledo e Foz do Iguaçu

incremento de 3 mm em espessura da carroceria e 44% de pontos de solda a mais. Com isso, consegue-se um aumento de 20% da rigidez torcional do modelo", afirma. Comparada à geração anterior, a nova Hilux é 7 cm maior (5,33 metros), 2 cm mais larga (1,85 m) e 4,5 cm mais baixa (1,81m). O entre-eixos, contudo, permanece em 3,08 m. O trem de força é completado pela inédita transmissão automática de seis marchas para

Fevereiro/2016

algumas versões – o câmbio manual também é de seis. A caixa foi desenvolvida para potencializar o desempenho e a nova relação de marchas privilegia arrancadas mais vigorosas em primeira, e elevar a economia de combustível em sexta. PRESENTE NO SHOW RURAL

A concessionária Zeni Motors estará presente no Show Rural Coopavel, pois a Toyota possui estande na feira. "Estaremos

13

com condições especiais neste período de feira", afirma Germano. "E estamos esperando também a visita dos associados do Sindicato Rural e de todos os produtores rurais e empresários nas nossas lojas de Cascavel, Toledo e Foz do Iguaçu para fazer um test-drive e conhecer de perto o modelo 2016 da Hilux", afirma. "Temos certeza que os atributos da nova Hilux irão conquistar a todos", conclui o diretor.


ENTIDADES

FAEP e Sindicatos terão estandes

O espaço para receber os agricultores conta com sistema de climatização, água, café e locais para descanso

O sistema FAEP/Senar PR e os sindicatos rurais do Paraná terão novamente estande para receber os agricultores que devem visitar o Show Rural 2016 Em 2016, o Sistema Faep, Senar-PR e sindicatos rurais organizaram cerca de 184 caravanas de produtores de municípios paranaenses para visitar o Show Rural Coopavel, o que deverá totalizar mais de 8.000 agricultores que passarão pelo Show Rural Coopavel. No estande do Sistema Faep, Senar-PR e sindicatos rurais, os produtores receberão pastas com informações gerais sobre o

Paulo Orso, presidente do Sindicato Rural de Cascavel: "Divulgação dos mais de 100 cursos em parceria com o Senar/PR"

14

Show Rural, bem como dos serviços e das estruturas disponibilizadas pela Faep, pelo Senar-PR e pelos sindicatos rurais ao longo do ano. Os grupos serão recepcionados nos 256m2 do estande do Sistema FAEP/SENAR-PR. Nesse ambiente climatizado, com água, café e locais para descanso, os participantes recebem um kit de boas vindas e encontram uma equipe pronta para prestar o atendimento necessário para tornar a visita mais agradável. Além dessa iniciativa, todos os anos o Sistema FAEP, através do SENAR-PR, atua em parceria com a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Paraná (Fetaep) contribuindo para a participação dos trabalhadores rurais no evento. Fevereiro/2016


Cerca de 184 caravanas de agricultores vindo de todo o Paraná deverão visitar o estand da FAEP/Senar e sindicatos rurais

“No caso específico de Cascavel, o destaque da nossa divulgação no estande do Show Rural serão os mais de 100 cursos que o nosso sindicato, em parceria com o Senar-PR e

a Faep, disponibilizará aos produtores rurais, seus familiares e colaboradores ao longo deste ano, nas mais diversas áreas”, destaca Paulo Orso, presidente do Sindicato Rural de Cas-

BOLSAS

cavel. Ele reforça o convite pára que “os associados do Sindicato de Cascavel que forem ao estande, serão convidados para almoçar no Show Rural”.

SACOLAS

BOLSAS TÉRMICAS PASTAS

AVENTAIS

MOCHILAS

NECESSAIRES PORTA PRATOS

PRODUTOS PERSONALIZADOS COM SUA MARCA

(45)

3231-2110

Fevereiro/2016

BR 277, KM 607 Santa Tereza do Oeste / PR 15


LANÇAMENTO SHOW RURAL

Planticenter mostra multiplantadeira A indústria traz para o Show Rural 2016 sua nova Mutiplantadeira de Grãos da Linha Premier Extra 25, desenvolvida para o plantio direto com espaçamento reduzido de 25cm entre linhas Há 28 anos no mercado de implementos agrícolas, a indústria de implementos agrícolas Planti Center, com sede em Marialva, no Paraná, é uma das grandes empresas que marcam presença em todas as edições do Show Rural. Neste ano, ela apresenta aos agricultores de todo o Brasil mais um lançamento durante a feira, que é considerada pelos diretores da empresa o "termômetro" do agronegócio brasileiro. "Sempre reservamos para o Show Rural um grande lançamento e nesse ano de 2016 não poderia ser diferente", ressalta Vinicius Dalla Rosa, diretor de Marketing da Planticenter. A novidade para 2016 é a Multiplantadeira de Grãos da Linha Premier

Agregar tecnologias aos nossos produtos e manter a simplicidade é nossa marca registrada.

VINICIUS DALLA ROSA Diretor de Marketing da Planticenter

Extra 25. "Ela é uma plantadeira pantográfica desenvolvida para o plantio direto com espaçamento reduzido de 25cm entre linhas", salienta Vinicius. De acordo com diversas pesquisas, o plantio de soja feito com espaçamento reduzido gera menor incidência de plantas daninhas e ganhos em produtividade de até 15%. "Atenta à essa tecnologia, a Planti Center inovou mais uma vez. A Premier Extra 25 é versátil e ágil para mudar o espaçamento entre linhas, possibilitando a utilização de espaçamentos múltiplos, como de 25, 50, 75, 100 centímetros. Além disso, a plantadeira permite várias opções de montagem na linha de adubo, como a utilização de sulcadores, disco duplo ou até mesmo o 2º disco de corte. Ela é a ideal para plantio direto em áreas com palhada densa”, explica o diretor de marketing da indústria. O sistema pantográfico da linha de semente possui uma transmissão suave com acionamento via cardan Autolub (sem graxeiras), além de ser altamente reforçado. Elas são preparadas para evitar economia de tempo com lubrificação. A máquina está disponível nos modelos de 17 e 25 linhas. “Sempre buscamos agregar tecnologia aos nossos produtos, mas procurando manter a simplicidade A Multiplantadeira de Grãos da linha Premier Extra 25 é a novidade para 2016

16

Fevereiro/2016


que é marca registrada da nossa empresa”, ressalta Vinicius. HISTÓRIA

A Planti Center é a única empresa de implementos agrícolas do Estado do Paraná e está há 28 anos no mercado, utilizando tecnologia 100% nacional e presente em mais de 25 países. Em 2014, a Planti Center ampliou a sua área fabril para 30.000 metros quadrados com grandes investimentos em máquinas e equipamentos de última tecnologia. Com uma rede de cerca de 250 revendas no Brasil e no exterior, a Planti Center projeta ganhar ainda mais espaço no mercado. “O mercado está cada vez mais competitivo e os clientes cada vez mais exigentes. Temos que nos preparar para atendê-los da melhor maneira possível e enfrentar os novos desafios”, afirma Vinicius. Entre os principais diferenciais dos produtos da empresa estão a qualidade, robustez, segurança e praticidade. As melhorias e inovações dos implementos da Planti Center acontecem tendo como

A Planti Center possui um stand em espaço privilegiado para receber os agricultores

base o feedback dos agricultores. A empresa procura sempre manter um canal de comunicação com seus consumidores para poder reagir e responder as demandas às suas su-

gestões. Esse diálogo constante é a chave para atender as necessidades do homem do campo. Venha visitar o estande da empresa no Show Rural 2016!

QUE TAL SUA EMPRESA INICIAR O ANO COM UM SITE NOVO? Possuir um site dinâmico, comunicativo e de resultados para os negócios é fundamental para qualquer empresa no mercado competitivo. A Lápis Digital possui profissionais e tecnologia para fazer seus produtos e serviços darem um show no mundo virtual. Fale hoje mesmo com a gente e confira as soluções e ferramentas que oferecemos! /lapisdigitalcascavel

NOSSOS SERVIÇOS

• HOME-PAGES • EMAILS • E-COMMERCE • MARKETING DIGITAL • GESTÃO DE MÍDIAS SOCIAIS

contato@lapisdigital.net.br

Solicite uma visita: (45) 3037-7820 Atendimento no Show Rural: (45) 9972-6113 R. Cuiabá, 217 - CEP 85.819-730 - Jd. Maria Luiza - Cascavel/PR

www.lapisdigital.net.br

Fevereiro/2016

17


CASCAVEL

Máquima prioriza o bom atendimento Há 29 anos no mercado, a empresa cascavelense oferece implementos agrícolas de diversas marcas e se orgulha por se destacar na satisfação de seus clientes "Cliente se conquista com bom atendimento. E a satisfação traz confiança, que é fundamental para se fazer bons negócios para ambos". Essa frase, que poderia sair de um livro sobre marketing e relacionamento, é do diretor da Máquima, Valderi da Costa. A empresa cascavelense se destaca há 29 anos como uma das principais revendas de implementos agrícolas da região. Com esse foco no atendimento de primeiro mundo, a empresa se orgulha de não possuir nenhuma reclamação de clientes. "Muito ao contrário, só possuimos elogios", diz o empresário cascavelense. Apesar de se destacar no segmento pecuário, fornecendo equipamentos para produtores de corte e leite, a empresa possui uma ampla gama de produtos, que vão desde geradores de energia a roçadeiras manuais. Entre as empresas

que a Máquima representa estão a AG Metal, Toyama, JF Máquinas Agrícolas; Ipacol; San Rafael; Vence Tudo e Metalfor. Com todas essas marcas, a Máquima está preparada para atender praticamente todas as necessidades do homem do campo. AG METAL

A mais recente marca que a Máquima está representando é a catarinense AG Metal. A empresa é uma das parceiras do Iapar (Instituto Agronômico do Paraná) no projeto de recuperação de pastagens degradadas em áreas declivosas. Fabricante de um distribuidor de calcário que arremessa insumos a até 30 metros, a empresa é uma das maiores esperanças dos criadores de gado em melhorar as pastagens em morros. A técnica tem tido resultados excelentes e agora, quem quiser adquirir o maquinário, é só procurar a Máquima. TOYAMA

Outra marca de destaque da Máquima é a Toyama Power Products. Com o lema "produtos de força a energia que trabalham para você", a empresa fornece equipamentos para diversos segmentos, entre

eles o agrícola, através de geradores de energia, cortadoras de grama, roçadeiras, motosserras, motobombas, hidrolavadoras e outros. "Essa grande quantidade de produtos nos dá confiançca para atender todas as necessidades do agricultor", afirma Valderi, que frisa que a empresa está à disposição dos produtores a qualquer hora com seu atendimento de primeiro mundo. “Nossos clientes são como se fossem da nossa família. Sempre mantemos um relacionamento próximo, pois queremos o melhor para eles. O atendimento de qualidade é a nossa prioridade e nós vamos tentar resolver o problema do cliente da melhor maneira possível”, conclui Valderi. A Máquima está localizada na marginal da BR-277, próximo ao viaduto no bairro XIV de Novembro, em Cascavel. A marca Toyama abrange uma grande variedade de produtos

A AG Metal está revolucionando a recuperação de pastagens degradadas com seu exclusivo distribuidor de calcário para áreas declivosas

18

Fevereiro/2016


EQUIPAMENTOS AGRÍCOLAS NOVOS E SEMINOVOS

Venha conhecer os Implementos da AG Metal, que trazem inovação, tecnologia e eficiência para aumentar sua produtividade!

Produtos de Força e Energia que Trabalham para você! BOMBAS AGRÍCOLAS

DISTRIBUIDOR DE CALCÁRIO

GERADORES

HIDROLAVADORAS

ROÇADEIRAS

CORTADORES DE GRAMA

PULVERIZADOR FOLEAR BAIXO

CAÇAMBAS

PLAINA TRASEIRA HIDRÁULICA

PLAINA TRASEIRA DE ARRASTO HIDRÁULICA

PULVERIZADOR FOLEAR ALONGADO

TRATORES PARA CORTE DE GRAMA

MOTOBOMBAS

MOTOSERRAS

• MÁQUINAS • PEÇAS • IMPLEMENTOS www.maquima.com.br

Fone (45) 3226-0166

R. Aracy Tanaka Biazetto, 11784 (Marginal BR 277) Pioneiros Catarinense - Próx. Viaduto Petrocon - Cascavel/PR www.maquima.com.br - Email: maquima2012@hotmail.com Fevereiro/2016 19


ITAIPU BINACIONAL

Agroecologia tem espaço ampliado O espaço foi totamente reconstruído do zero em 2016

A Vitrine Tecnológica de Agroecologia, mantida por Itaipu e diversos parceiros, foi ampliada e tem nova localização, com mais destaque, na área de exposição do Show Rural Coopavel 0216 O espaço para agroecologia mantida por Itaipu Binacional e diversos parceiros no Show Rural Coopavel 2016, foi ampliado e tem nova localização, com muito mais destaque nesta edição da feira. O espaço passou de pouco mais de 2 mil m2 para 2.600 m2 e agora está localizado próximo ao mirante, um dos pontos mais visitados do parque. Organizada na forma de uma propriedade rural, a Vitrine é uma oportunidade para produtores rurais, principalmente agricultores familiares, tomarem contato com diversas técnicas sustentáveis para produzir mais e melhor, sem agredir o meio ambiente. “Recebemos produtores de todo o país e procuramos dar o máximo de informações pos-

sível, para que essas técnicas sejam replicadas. Quando o agricultor é daqui da região, também passamos os contatos dos técnicos da Rede de Ater, para que esses produtores possam ter um acompanhamento”, explica o técnico da Itaipu, Ronaldo Juliano Pavlak, um dos responsáveis pela manutenção e pelo atendimento na Vitrine. A Rede de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) conta com 30 técnicos e é mantida pelo programa Cultivando Água Boa e parceiros dos 29 municípios da Bacia do Paraná 3. Para esta edição do Show Rural, a Vitrine Tecnológica de Agroecologia foi reconstruída do zero. Ali, é possível ver como pode ser feita a transição do sistema convencional de produção agropecuária para o sistema de base agroecológica. As técnicas expostas que mais chamam a atenção dos visitantes são a horta em formato de mandala (que facilita a irrigação e garante maior produtividade); a estufa em bambu; sementes crioulas e plantas alimentares não-convencionais (como cará, inhame, cúrcuma e mangarito); o plantio de culturas consorciadas (em que uma espécie traz benefícios para outra) e sistemas de irrigação alternativos

20

por aspersão, microaspersão e gotejamento. “Para auxiliar na difusão das técnicas e orientações, também distribuímos uma cartilha de agroecologia”, acrescenta Pavlak. A realização e a organização da Vitrine de Agroecologia é fruto da parceria de 11 organizações governamentais e não governamentais com atuação regional, estadual e nacional: Adeop (Agência de Desenvolvimento Regional do Extremo Oeste do Paraná); Cooperativa Biolabore; Centro de Apoio e Promoção da Agroecologia (Capa); Coopavel; Centro Paranaense de Referência em Agroecologia; Emater; Embrapa; Iapar; Itaipu Binacional; UFPR; e Unioeste. Outras técnicas expostas na Vitrine incluem: relógio biológico de plantas medicinais; caldas e defensivos alternativos; fruticultura temperada e tropical; captação, armazenamento e utilização de água da chuva; bioconstruções; aquecedor solar de água com materiais reciclados; criação de abelhas nativas sem ferrão; adubação verde, consórcios e plantas companheiras; forrageiras, banco de proteína e alimentação animal alternativa; homeopatia animal e vegetal; entre outras. Fevereiro/2016


O hotel nº 1 de Cascavel no

Certficiate of Excellence

CAIUÁ UMUARAMA Av. Pres. Castelo Branco, 3745 Umuarama/PR Fone/fax (44) 3621-4900 CAIUÁ EXPRESS UMUARAMA Rua Aricanduva, 4061 Umuarama/PR Fone/fax (44) 3621-3900 CAIUÁ EXPRESS MARINGÁ Av. Tuiuti, 434 Maringá/PR Fone/fax (44) 3053-4900

RESERVAS 0800 605-4900 Recepção 24 horas

Academia de Ginástica

Estacionamento coberto

Serviço de Lavanderia

3 salas para eventos

Office Center

Internet wireless

Apartamentos completos

em todo o hotel Bar Restaurante

(Ar split, frigobar, TV LCD a cabo, telefone, cama box, banheiro com ducha e cofre).

Rua Paraná, 4097 - Centro - CEP 85.810-010 - Cascavel/PR - Fone (45) 3096-8800 Fevereiro/2016

www.hotelcaiua.com.br 21


CASCAVEL

Uma cidade com qualidade de vida Cascavel, a "Capital do Oeste", como é conhecida, é a 14ª melhor cidade do Brasil, 15ª na geração de empregos a nível nacional e terceira melhor cidade do Paraná para se viver Cascavel é uma cidade jovem e promissora. Com seus 312 mil habitantes, o município consolidou a posição de polo econômico regional e epicentro do Mercosul. Com um grande entroncamento rodoviário, a cidade atrai muitos investimentos, é amplamente comercial e dá inveja por sua força e competência. A capital do Oeste, como é conhecida, destaca-se como polo universitário, com mais de 21 mil estudantes de ensino superior em diversas instituições de ensino. É também referência na medicina e na prestação de serviços. Seu comércio e grande infraestrutura industrial e de serviços demonstram toda a grandiosidade tecnológica da cidade.

As forças que tornaram Cascavel um polo regional também estão ligadas ao agronegócio, desde a presença de culturas agroindustriais, passando pela comercialização, até o desenvolvimento da oferta de serviços cada vez mais especializados. A prova disso é a realização do Show Rural da Coopavel, um dos maiores eventos do agronegócio do mundo. Destaca-se nacional e internacionalmente nos esportes individuais e coletivos, como canoagem, automobilismo, handebol, futsal e atletismo. A cidade tem o DNA do crescimento e do empreendedorismo. Cascavel está muito bem preparada para receber grandes eventos. “A nossa rede de serviços está amplamente pronta para atender os visitantes. Temos muitas opções de qualidade, tanto na gastronomia como em bares e outros locais”, comenta o presidente do Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Cascavel, Luiz Fadanelli.

DESENVOLVIMENTO

Cascavel é a 14ª melhor cidade do Brasil segundo ranking inédito divulgado pelo anuário da “Isto É As Melhores Cidades do Brasil”, com

22

os municípios que mais se destacaram em um conjunto de indicadores. No Paraná, Cascavel ocupa o terceiro lugar na classificação geral. No primeiro trimestre do ano passado, a cidade foi a 15ª do Brasil na geração de emprego, provando que aqui a crise não existe. Para crescer sempre mais, está em curso as obras do PDI (Plano de Desenvolvimento Integrado). O grandioso projeto, em obras, prevê a revitalização de vários pontos chaves da cidade, construção de canaletas de ônibus, construção de parques ecológicos, ciclovias, viadutos e uma série de outras benfeitorias estruturais e de infraestrutura. Para continuar crescendo, é preciso investir e ter uma gestão pública moderna e de qualidade. REDE HOTELEIRA

Segundo Fadanelli, a rede cascavelense de hotéis está muito bem preparada. “Evoluímos muito nos últimos anos. Novos hotéis foram erguidos e os antigos foram reformados, revitalizados. Hoje temos aproximadamente 4,8 mil leitos na cidade e estamos na frente de muitos outros municípios”, comenta.

Fevereiro/2016


O município passa por grandes obras de estrutura urbana, que privilegiarão a mobilidade urbana, os transportes alternativos e a instalação de um moderno sistema de transporte coletivo

Para Marcos Baumgart, gerente do Hotel Maestro, recentemente inaugurado em Cascavel, a cidade tem a estrutura hoteleira necessária para receber grandes eventos como o Show Rural, tanto pela quantidade de quartos como pelas salas de reuniões e infraestrutura necessária para comportá-los. “Nos últimos três

anos Cascavel ganhou 500 novos apartamentos de hotéis. Estamos muito bem equipados e não é necessário procurar outras cidades para se hospedar”. Também recentemente instalada em Cascavel, a rede Caiuá de hotéis tem surpreendido pela qualidade no atendimento. “2015 foi um

ano de apresentação para cidade, onde mostramos o modus operandi da Rede Caiuá, uma forma de trabalho jamais vista aqui, tanto que surpreendemos e hoje somos o hotel número 1 da cidade no Trip Advisor e Booking.com, duas ferramentas muito utilizadas pelos viajantes de hoje em dia”, comenta o gerente da filial de Cascavel, Pedro Adriano. Sobre a capacidade hoteleira da cidade, Pedro acredita que estamos muito bem preparados. “Com certeza, temos hotéis de grandes redes e de redes em crescimento como a nossa, onde nos doamos ao máximo para poder fazer com que a experiência de nossos hóspedes seja a mais satisfatória possível. Um exemplo de como podemos receber bem é o Show Rural, que ano após ano traz ao município um grande número de participantes e que com certeza saem maravilhados com a cidade em um todo”, conclui. O gerente da Hotel Bourbon de Cascavel, Caio Cardoso, também elogia a rede hoteleira da cidade e afirma que ela está muito bem estruturada. "Podemos atender eventos não só de Cascavel, mas também da região", comentou. Ele disse que houve um grande crescimento da oferta de quartos na cidade, mas a demanda não cresceu da mesma forma. No entanto, hoje não há nenhum déficit.

MAESTRO

PREMIUM HOTEL

CASCAVEL TEM UM NOVO HOTEL Negócios Eventos lazer

Fevereiro/2016

Venha se hospedar em um hotel moderno, completo e confortável, com 98 apartamentos superiores antialérgicos - 06 salas de reuniões - Restaurante Cafeteria - Estacionamento coberto - Academia e muito mais...

Reservas: (45) 3306-7495 / 3306-7496 Rua: Marechal Rondon, 2102 - CEP 85.801-170 - Centro - Cascavel/PR 23 www.hoteismaestro.com.br | Email: cascavel@hoteismaestro.com.br


MÓVEIS RÚSTICOS

Nobreza e bom gosto na decoração Os móveis rústicos, feitos de madeira de demolição, conquistam cada vez mais espaço na decoração de ambientes domésticos e corporativos Quando pensamos em móveis rústicos de madeira, logo nos vêm à cabeça móveis antigos, móveis usados em casas de campo, ou em antigas fazendas. Mas atualmente, esses móveis O aparador rústico se contrapõe ao moderno, gerando um são usados para compor vários contraste de estilos que dá personalidade a qualquer ambiente ambientes nas residências e até mesmo em empresas. A tradição desses móveis conquistam cada vez mais admiradores. Com O estilo carrega muitas peças que lembram a era colonial, pois são histórias, revelando construídas à mão, com muitos detalhes, esses móveis trazem junto histórias, carregando detalhes e tendências de características próprias de robustez, elegância outras épocas. aconchego, sofisticação e beleza, possuindo assim o poder de transformar a decoração de VINIELSON CORREA qualquer ambiente, agregando também muito Gerente da Rust Móveis bom gosto. Vinielson Correa, gerente da Rust Móveis, dores, etc. Assim como cozinhas podem posempresa cascavelense que há mais de 35 anos suir armários, bancadas, estantes entre outras trabalha com esse segmento de móveis de alto peças rústicas que podem ser combinadas padrão, lembra que outro ponto favorável aos rústicos é a questão de respeito ao meio ambiente. "Todas as peças são feitas a partir da reutilização de madeira de móveis antigos, que eram feitos de madeiras nobres, ou madeira de demolição", salienta. "Além de ainda carregarem histórias, revelando detalhes e tendências de outras épocas, alinhando o antigo com o moderno sem perder a elegância", frisa.

com peças modernas de decoração e aparelhos diversos da cozinha. Até mesmo banheiros abrigam muito bem este estilo de decoração que quebra a monotonia da decoração. "Com tantas possibilidades de uso e mescla de estilos, os móveis rústicos trazem ares de nobreza e qualidade na decoração. Além disso, esse móveis são bem confortáveis", destaca Vinielson Correia. A Rust Móveis é uma loja especializada no desenvolvimento de móveis rústicos, que podem ser encomendados sob medida os móveis ou encontrados prontos para enfeitar com muito estilo sua casa. O show room da loja, conta com peças para os mais variados ambientes, como racks, mesas, camas, namoradeiras, barzinhos, bistrôs e outros. "Nossos móveis recebem tratamentos especiais que fazem com que tenham uma vida útil longa e com a revelação de contornos e traços clássicos e com um toque de ousadia e personalidade, demonstrando grande valor artístico", salienta o empresário, que convida a todos os visitantes do Show Rural Coopavel a visitarem a Rust Móveis. "Nossa loja fica no inicio da Avenida Brasil, praticamente no Trevo Cataratas, em frente ao Armazém da Maria. Estamos esperando todos^, convida.

QUEBRAM A MONOTONIA

Os móveis rústicos de madeira combinam com diversos tipos de ambientes, sendo que quartos podem ser decorados com camas e armários em acabamento de madeira, as salas podem receber estantes, cristaleiras, mesas, sofás rústicos com almofadas modernas, apara-

O conjunto de namoradeiras traz simplicidade e ao mesmo tempo elegância

24

Fevereiro/2016


MÓVEIS EM MADEIRA DE DEMOLIÇÃO

Confira nossa linha de produtos no nosso site: www.rustmoveis.com ou visite nosso showrom! Dê um toque de bom gosto na decoração da sua casa com o requinte e beleza de móveis rústicos!

facebook.com/rustmoveis

35 Móveis duráveis e ecológicos, de madeiras nobres, 100% tratadas e produzidos artesalmente.

Fevereiro/2016

25


ARTIGO

RODINEY DE ARRUDO MAURO

O novo Código Florestal Brasileiro e suas implicações nas propriedades tos que já fazem parte do dia Já se passaram quase quatro a dia de todos os produtores anos desde a implantação da carbrasileiros. O primeiro, e que ta régia que pretende conservar o considero mais importante, patrimônio ambiental brasileiro, é a descentralização da geso chamado “Novo Código Florestão ambiental no Brasil, em tal”, publicado em 25 de maio de seguida a figura do Cadastro 2012 (Lei nº 12.651/2012). As Ambiental Rural (CAR), o discussões entre ambientalistas Programa de Recuperação e ruralistas ficaram para trás. Ambiental (PRA), o sistema Os ambientalistas afirmavam progressivo sobre compenque o novo código apresenta cersação ambiental apelidado tos problemas, entre os quais a de “regra da escadinha”, e a perda de áreas que deveriam ser criação do primeiro instrurecuperadas como, por exemplo, mento econômico de incenas áreas consolidadas ocupadas Rodiney de Arruda Mauro é de Gestão amtivo a conservação florestal antes de 22 de julho de 2008. Pesquisador biental e recursos naturais da no Brasil que é a Cota de De acordo com o código, estas embrapa gado de corte. Reserva Ambiental (CRA). devem ser mantidas ou passar As gerências dos recursos ambientais por algum processo de recuperação quando em áreas de preservação permanente - APP, e com passaram, em sua maior parte, para os estados brasileiros. A descentralização ainda a orientação do órgão fiscalizador ambiental. está em processo, pois aguarda que todos os Outro pronto muito discutido foi a suspensão de multas recebidas antes dessa data, sendo que estado façam as capacitações necessárias para emitirem autorizações de empreendialgumas foram retiradas quando o produtor se mentos rurais, outorgas de uso da água, etc. inscreveu no programa de recuperação ambiental O Cadastro Ambiental Rural é o documene prometeu reparar os danos. Pelo lado dos ruto que deve ser realizado para todas as proralistas ainda perdura a discussão sobre Unidapriedades brasileiras visando à regularização des de Conservação defendendo mudanças que ambiental. Para isso, os proprietários devem favoreçam a transformação de algumas destas em áreas de produção. O fato é que para che- entrar no Sistema de Cadastro Ambiental Rural (SiCAR) e proceder o registro que é obrigatógarmos ao Código atual foram realizadas muitas rio. O site está disponível no endereço www. reuniões, audiências públicas, colhidas opinicar.gov.br, sendo que as declarações devem ões de alguns cientistas, atualizações do uso ser realizadas até cinco de maio de 2016. da terra no Brasil, entre outras informações. O Programa de Recuperação Ambiental é O novo código trouxe em seu bojo alguns pon-

26

o próximo passo a ser realizado por todos os proprietários rurais. Este é um planejamento para recuperar possíveis áreas degradadas dentro das propriedades. A orientação técnica neste caso é fundamental, pois devem respeitar prazos, obrigações e tecnologias para a melhor realização com o menor custo. Regra da escadinha estabelece que as obrigações de recuperação de áreas devem estar de acordo com o tamanho das propriedades, de forma escalonada, por exemplo, margens de cursos de água de qualquer largura, até 1 módulo rural, devem recuperar 5 metros de matas ciliares; de 1 a 2 módulos, 8 metros; de 2 a 4 módulos, 15 metros. De acordo com essa regra, as propriedades rurais que possuem acima de quatro módulos deverão fazer a recuperação de acordo com o Programa de Recuperação Ambiental (PRA) estabelecido nos estados. A Cota de Reserva Ambiental é um instrumento de benefício financeiro ao produtor que possui área de vegetação nativa superior àquela obrigatória por lei. Todas as propriedades rurais devem ter um percentual de vegetação nativa de acordo com os biomas. Sendo assim, aqueles que não possuem esse percentual podem buscar, no mesmo bioma, áreas para compensação. Portanto, as cotas se tornaram uma fonte de renda extra para quem as cria e vende. Novas leis ainda estão sendo gestadas nos órgãos governamentais e que preveem criação de programa de incentivos financeiros, ou outro instrumento econômico, para recuperação de áreas desmatadas e/ou degradadas visando à conservação dos recursos naturais brasileiros.

Fevereiro/2016


Fevereiro/2016

27


28

Fevereiro/2016

Caderno Show Rural 2016 - Ed 55  

Caderno especial Show Rural 2016 - Integrante da revista SindiRural 55 - Janeiro/2016

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you