TRANSFORMANDO VIDAS NO JARDIM CANADÁ

Page 1




Transformando vidas no Jardim Canadá Meu nome é Ingrid, tenho 16 anos e estou no 2º ano do ensino médio. Entrei no Espaço Social Transformar em 2017, quando cursava o 7º ano e estava na lista de espera para o reforço. Então, comecei como voluntária ajudando na área administrativa, monitorando as crianças na biblioteca durante 2 meses. Depois iniciei o reforço com a professora Claúdia, cada dia que passava as aulas me ajudavam bastante a compreender as matérias. Fiz judô durante 2 meses, parei, pois 2 anos antes trinquei o pulso e estava sentindo dor. Quando parei o judô, comecei nas aulas de bordado com a Heloísa. Foi um curto tempo, mas com uma nova experiência na vida. Os encontros na aula de convivência eram incríveis, abordamos vários assuntos e aprendemos a respeitar opiniões e pensamentos diferentes, e não posso esquecer da melhor pessoa e professora que é a Wânia Herdy. Na minha primeira aula de matemática foi com a Rosa Huguet, já gostava bastante de matemática e ela foi uma excelente professora. No ano seguinte, 2018, mudou o professor, o nome dele era Tiago, um ótimo professor e super engraçado. Depois de um tempo a Rosa voltou a dar aula. E a cada ano que passava, aprendia muito mais. Ainda em 2018, participei do Projeto Escritor para o Futuro. Escrevi o meu primeiro livro que relatava a história de uma adolescente de 13 anos que descobriu que tinha câncer. No ano seguinte, 2019, escrevi o meu segundo livro que ainda contava sobre essa adolescente, demorou um pouco para a minha mente expandir nesse e a primeira ideia que tive, foi que não teria um fim. Me surpreendi bastante comigo mesma, com minha imaginação e leveza de contar e fazer o livro. Tive ajudas sensacionais de

02


Transformando vidas no Jardim Canadá amigas, da Jacquelline Pinto e da professora de português a Luciana Coelho. Que nesse mesmo ano, começou a dar aula, me ajudou bastante na matéria de português. E não posso esquecer das aulas de inglês, que são incríveis. A maneira que a Flávia ensina é perfeita, ainda mais para quem busca viajar ou trabalhar em um cargo que exige outras línguas. Você saber falar a língua inglesa pode te levar a lugares fantásticos. Isso foi tudo que vivi aqui, experiências e aprendizados que levo comigo, na minha vida. Infelizmente no meu último ano não pude fazer aula e encontrar meus colegas direito, pois 8 dias depois que começou foi decretado pandemia no Brasil. Até hoje, depois de um ano com pandemia, sinto muita falta das aulas, dos professores e de encontrar com os amigos, para aprender e conversar. Hoje, trabalho com uma empresa parceira do Espaço Social Transformar, que é a RGTECH. Estou muito feliz com tudo que vivi e vivo, com as oportunidades que o projeto me deu, com todos os aprendizados. Só tenho a agradecer por tudo, nunca imaginava que depois de 4 anos estaria vivendo isso. E o conselho que dou para os alunos que vão começar e os que continuam, é: Aproveitem bastante as oportunidades que a vida dá, não pense "ah, eu não vou gostar”, porque quando você começar a vivenciar não vai querer mais ir embora. Só aproveitem! Muito obrigada, Espaço Social Transformar, Jacquelline, Angélica, professores e todos que compõem esta equipe incrível. Todo esse aprendizado vai estar comigo para sempre! Ingrid Querino Chaves - 16 anos

03


Transformando vidas no Jardim Canadá

Eu me chamo Amanda, estou no 5º ano e estou escrevendo sobre o balé com a minha colega Ayla. O Balé me acalma e sinto que estou em harmonia e chego a me divertir. Aprendemos muito nas aulas. Um passo que gosto muito é o PLIÉ, ele é o mais importante para iniciantes, é uma dobra dos joelhos lenta, suave e contínua, une as pernas e mantêm as coxas em rotação para fora e as pontas dos pés em direções opostas. Amanda Alves de Faria - 10 anos

Eu me chamo Ayla, estou no 1º ano. No balé eu gosto da professora, ela se chama Isabela. Aprendi muitos passos. Na minha apresentação fui uma boneca escocesa. Fiquei linda. Ayla Souza Andrade - 6 anos

04



Transformando vidas no Jardim Canadá

Eu sou Humberto, tenho 11 anos e estou no 6º ano. A Informática é uma das melhores aulas do Transformar, porque mexe com computadores. Tipo, ensina como os computadores funcionam e como eles leem. Sua linguagem é por números, o sistema binário, é muito confuso. Eles lêem por 0,1,0,1,0,1; é assim que entendem, é muito legal, mas é difícil ter que compreender esta linguagem. Nas minhas horas vagas, uso para pesquisar mais sobre os computadores. Humberto Ferreira Madalena - 11 anos

Eu sou Jully, tenho 10 anos e estou no 5º ano. A informática é importante, aprendemos a mexer no computador. Quando eu estou no computador me sinto uma dona de empresa chique. Uma das minhas curiosidades é saber quem foi a pessoa que fez o computador e quem ensinou os horários para ela. O bom do Transformar é que não fico só no celular e brinco muito. Além de não ficar sozinha, é onde posso criar, aprender, brincar e sorrir. Jully Ferreira dos Santos - 10 anos

06



Transformando vidas no Jardim Canadá

Meu nome é Pedro, estou no 4º ano. Eu e minhas primas Thayla e Dandara escrevemos juntos este texto sobre a atividade que mais gostamos no Transformar, o Judô. O que eu gosto no judô são as brincadeiras, as cambalhotas e do trampolim. Com as atividades do judô quero me fortalecer e depois aprender parkour. Imagina se quando eu crescer puder inventar uma luta que misture judô e parkour? Pedro Santos de São José - 9 anos

Eu sou a Thayla, estou no 3º ano e o que tenho no judô é alegria, diversão, luta, brincadeiras, jogos e felicidade. Quando eu crescer quero ir para o Japão morar com meu pai e dar mortal. Thayla Emanuelle Freitas - 8 anos

Já eu, Dandara, estou no 3º ano, acho muito legal e divertido o judô, além das brincadeiras e a felicidade . Quando eu crescer quero ir para os Estados Unidos, aprender a falar inglês e ensinar as crianças de lá a lutar judô. Nós amamos o Judô!!! Dandara Lutessa de São José - 8 anos

08



Transformando vidas no Jardim Canadá

Oi! Meu nome é Giulia, tenho 11 anos; estou no 6º ano. Estudo na Escola Estadual Maria Josefina Sales Wardi. Entrei no Espaço Social Transformar, na questão de me ajudar no reforço escolar, o que me ajudou muito. Fui fazendo outras aulas, até que veio a aula de artes que é uma coisa que eu gosto bastante. A professora Luci é muito legal. Ela super nos ajuda e estimula nossa criatividade. Nesta aula utilizamos vários tipos materiais recicláveis, tampinhas, pecinhas, revistas, etc. Estou na aula artes desde 2018 e agora em 2021 estou com saudade de todas as aulas do Espaço Social Transformar. Giulia Oliveira Chaves - 11 anos

10



Transformando vidas no Jardim Canadá

Meu nome é Valentinna, estou no 6º ano e já escrevi 3 livros no Espaço Social Transformar. Eu gosto do judô, das aulas de flauta, dos professores, do espaço de brincar ao ar livre, dos funcionários, das aulas como a de inglês, informática, convivência e o reforço escolar. Fiz muitas amizades e conheci lugares incríveis em excursões e campeonatos. Uma das coisas que mais gosto no Espaço Social Transformar, é a tarde ou a noite de autógrafos dos nossos livros. Eu adoro fazer parte deste projeto. Valentinna Rodrigues do Carmo - 11 anos

12



Dandara Amanda Ayla

Humberto


Valentinna

Pedro Thayla

Jully Giulia

Ingrid

Marcos Vinícius


Acesse o nosso site:

www.escritorparaofuturo.com e entre em contato conosco. Lá você poderá encomendar mais exemplares impressos para presentear amigos e familiares.

@neoedu.co facebook.com/neoedu.co @neoedu.co linkedin.com/company/neoedu +55 31 98798-6011 contato@neoedu.co



um projeto NeoEdu

www.escritorparaofuturo.com