Issuu on Google+

Administração Aplicada

Aula 02 Abordagem Clássica

Prof. Nelson Bezerra

IST-RIO

@profnbezerra


Administração Científica ●

Iniciada no começo do século XX, pelo engenheiro americano Frederick W. Taylor Preocupação: –

Eliminar o desperdício e perdas sofridas pelas indústrias

Elevar a produtividade pela aplicação de métodos e técnicas da engenharia industrial

Prof. Nelson Bezerra

IST-RIO

@profnbezerra


A Obra de Taylor ●

Problemas de sua época: –

Pagamento por peça ou por tarefa

Patrões pagavam mal por tarefa

Empregados trabalhavam lentamente

Prof. Nelson Bezerra

IST-RIO

@profnbezerra


Taylor – 1º Período ●

Livro Shop Management (Administração de Oficinas) em 1903. –

Técnicas de racionalização do trabalho dos operários

Análise das tarefas de cada operário, decompondo seus movimentos e processos de trabalho para aperfeiçoá-los

Observação: Empregados capazes quando percebem que ganham a mesma coisa que os menos capazes, se acomodam

Necessidade de pagamentos diferenciados

Prof. Nelson Bezerra

IST-RIO

@profnbezerra


Taylor – 1º Período ●

O que essencialmente Taylor diz no livro Shop Management –

O objetivo da Administração é pagar salários melhores e reduzir custos de produção

A Administração deve aplicar métodos científicos de pesquisa para formular princípios e estabelecer processos padronizados que permitam o controle das operações fabris

Prof. Nelson Bezerra

IST-RIO

@profnbezerra


Taylor – 1º Período ●

O que essencialmente Taylor diz no livro Shop Management (cont.) –

Os empregados devem ser cientificamente selecionados e colocados em seus cargos com condições de trabalho adequadas

Os empregados devem ser cientificamente treinados para aperfeiçoar suas aptidões e executar uma tarefa para que a produção normal seja cumprida

A Administração precisa criar uma atmosfera de cooperação com os trabalhadores

Prof. Nelson Bezerra

IST-RIO

@profnbezerra


Taylor – 2º Período ●

Publicação do seu livro Princípios de Administração Científica (1911) –

A racionalização do trabalho operário deveria ser acompanhada de uma estruturação geral para tornar coerente a aplicação dos seus princípios na empresa como um todo

Usa-se, a partir daí, a denominação Administração Científica

Prof. Nelson Bezerra

IST-RIO

@profnbezerra


Taylor – 2º Período ●

Para Taylor, as indústrias de sua época padeciam de três males: –

Vadiagem sistêmica dos operários, que reduziam a produção para evitar a redução de salários pela gerência.

Desconhecimento pela gerência das rotinas de trabalho e do tempo necessário para sua realização

Falta de uniformidade das técnicas e dos métodos de trabalho

Prof. Nelson Bezerra

IST-RIO

@profnbezerra


Taylor – 2º Período ●

Três causas da “Vadiagem”: –

O engano disseminado entre os trabalhadores de que o maior rendimento do homem e da máquina provoca desemprego

O sistema de Administração que força os operários à ociosidade no trabalho a fim de proteger seus interesses pessoais

Os métodos empíricos ineficientes utilizados nas empresas com os quais o operário desperdiça grande parte de seu esforço e tempo.

Prof. Nelson Bezerra

IST-RIO

@profnbezerra


Sugestão do Taylor ●

Administração Científica –

É uma evolução e não uma teoria, composto de 75% de análise e 25% de bom senso

A implantação da Administração Científica deve ser gradual e obedecer a um período de quatro a cinco anos para evitar alterações bruscas

É uma combinação de: Ciência em lugar de empirismo, harmonia em vez de discórdia, cooperação e não individualismo, rendimento máximo em lugar de produção reduzido.

Prof. Nelson Bezerra

IST-RIO

@profnbezerra


Resultado na Prática ●

Taylor –

Preocupação filosófica, revolução mental tanto da direção como dos operários

Seus seguidores –

Prof. Nelson Bezerra

Preocupação maior com as técnicas do que com a filosofia da Administração Científica

IST-RIO

@profnbezerra


Organização Racional do Trabalho ●

Taylor observou que os operários aprendiam a executar as tarefas observando os companheiros vizinhos –

Diferentes métodos para realização da mesma tarefa

ORT → Métodos científicos para padronização de execução de tarefas de forma mais rápida e com instrumentos adequados

Prof. Nelson Bezerra

IST-RIO

@profnbezerra


Organização Racional do Trabalho ●

Análise do trabalho e estudo dos tempos e movimentos –

Eliminação do desperdício do esforço e dos movimentos inúteis

Racionalização da seleção e adaptação dos operários à tarefa

Facilidade no treinamento e melhoria da eficiência e rendimento da produção pela especialização das atividades

Distribuição uniforme do trabalho para eliminar falta ou excesso de trabalho

Prof. Nelson Bezerra

IST-RIO

@profnbezerra


Organização Racional do Trabalho ●

Análise do trabalho e estudo dos tempos e movimentos (cont.) –

Definição de métodos e normas para a execução do trabalho

Base uniforme para salários e prêmios de produção


Organização Racional do Trabalho ●

Estudo da fadiga humana: –

Chega a conclusão que a fadiga diminui a produtividade e qualidade do trabalho

Finalidades do estudo: ●

Evitar movimentos inúteis na execução de uma tarefa Execução econômica dos movimentos úteis do ponto de vista fisiológico Proporcionar uma seriação e economia dos movimentos


Organização Racional do Trabalho ●

Divisão do trabalho e especialização do operário –

O operário passa a ser especializado na execução de uma única tarefa para ajustar-se aos padrões e às normas de desempenho definidas pelo método


Organização Racional do Trabalho ●

Desenho de cargos e de tarefas Admissão de empregado com qualificação mínima e menores salários – Minimização dos custos em treinamento – Redução de erros na execução – Facilidade de supervisão – Aumento da eficiência do trabalhador –


Organização Racional do Trabalho ●

Incentivos salariais e prêmios de produção

Conceito de homo economicus

Condições ambientais de trabalho, como iluminação e conforto

Padronização de métodos e de máquinas

Supervisão funcional


Princípios da Administração Científica ●

Princípio de Planejamento –

Substituir a improvisação pela ciência

Princípio de Preparo –

Seleção e treinamento de acordo com o método planejado. Preparar máquinas e equipamentos em um arranjo físico e disposição racional


Princípios da Administração Científica ●

Princípio de Controle –

Verificar se o trabalho está sendo executado de acordo com o método estabelecido

Princípio da Execução –

Distribuir responsabilidade. O gerente planeja e o operário executa.


Ford ●

Henry Ford (1863-1947) –

Divulgou os princípios da AC

Produção em massa

Linha de montagem


Princípios de Ford ●

Princípio da Intensificação –

Diminuição do tempo, com a utilização imediata dos equipamentos e matéria-prima e colocação rápida do produto no mercado

Princípio da Economicidade –

Mínimo estoque de matéria-prima. O automóvel será vendido antes de vencimento dos salários e matérias-primas


Princípios de Ford ●

Princípio de Produtividade –

Aumentar a capacidade de produção por meio de especialização e linha de montagem. Maior produtividade e maior salário.


Administração Científica Críticas ●

Mecanicismo da Administração Científica –

A AC tratou apenas as tarefas relacionadas ao cargo e função do operário

Passa a ideia do homem como máquina que precisa apenas ser realocado, vendo-o como um ser passivo (AC → Teoria da Máquina)

Achavam o método uma intensificação do trabalho, buscando sempre o rendimento máximo e não o rendimento ótimo.


Administração Científica Críticas ●

Superespecialização do operário –

Insatisfação

Estudos posteriores indicaram que a eficiência administrativa não aumentou com a especialização do trabalho

Visão Microscópica do homem –

AC ignora o trabalhador como um ser humano e social.

A principal virtude da estrutura administrativa é a obediência a ordens


Administração Científica Críticas ●

Ausência de comprovação científica –

Baseia-se em dados observáveis pelo analista de tempos e movimentos relacionados ao como e não ao porquê

As experimentações foram poucas

Abordagem incompleta da organização –

A AC ignora a vida social interna dos participantes da organização

Omite variáveis como: compromisso pessoal; conflito entre objetivos individuais e organizacionais


Administração Científica Críticas ●

Limitação do campo de aplicação –

Apenas abordou a produção fabril

E outros aspectos? ● ● ● ●

Financeiros Comerciais Logísticos etc.


Administração Científica Críticas ●

Abordagem prescritiva e normativa –

Trata a solução de todos os problemas como uma regra pré-estabelecida.

Abordagem de sistema fechado –

A AC focaliza as organizações como se fossem entidades autônomas, não pertencentes a um sistema.


Marco da Administraçao ●

Primeiro esforço científico para análise e padronização de processos produtivos, objetivando aumentar a produtividade e eficiência Grande êxito na racionalização das empresas da época Desenvolveu técnicas e métodos alcançando forte aumento da produtividade


Administracao Cientifica