Page 1

a

o

7 SÉRIE 8 ANO EN SIN O FUN DAM EN TAL – AN OS FIN AIS Caderno do Aluno Volume 1

LÍNGUA PORTUGUESA Linguagens


GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA EDUCAÇÃO

MATERIAL DE APOIO AO CURRÍCULO DO ESTADO DE SÃO PAULO CADERNO DO ALUNO

LÍNGUA PORTUGUESA ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS 7a SÉRIE/8o ANO VOLUME 1

Nova edição 2014 -2017

São Paulo


Governo do Estado de São Paulo Governador Geraldo Alckmin Vice-Governador Guilherme Afif Domingos Secretário da Educação Herman Voorwald Secretário-Adjunto João Cardoso Palma Filho Chefe de Gabinete Fernando Padula Novaes Subsecretária de Articulação Regional Rosania Morales Morroni Coordenadora da Escola de Formação e Aperfeiçoamento dos Professores – EFAP Silvia Andrade da Cunha Galletta Coordenadora de Gestão da Educação Básica Maria Elizabete da Costa Coordenadora de Gestão de Recursos Humanos Cleide Bauab Eid Bochixio Coordenadora de Informação, Monitoramento e Avaliação Educacional Ione Cristina Ribeiro de Assunção Coordenadora de Infraestrutura e Serviços Escolares Ana Leonor Sala Alonso Coordenadora de Orçamento e Finanças Claudia Chiaroni Afuso Presidente da Fundação para o Desenvolvimento da Educação – FDE Barjas Negri


Caro(a) aluno(a),

O Caderno do Aluno de Língua Portuguesa – volume 1 traz algumas experiências de aprendizagem especialmente elaboradas, para que você tenha oportunidade de familiarizar-se com o emprego adequado da Língua Portuguesa, para utilizá-la com competência nas diferentes situações de comunicação e nas relações com outras pessoas, ao falar, ler ou escrever. Neste volume, com a orientação do professor, você poderá enriquecer seus conhecimentos de leitura e de escrita, principalmente ao estudar “textos de instrução”, “avisos em rótulos” e “anúncios publicitários”. Além disso, será de grande valia o estudo de frase e oração, dos modos e vozes verbais, emprego da metáfora, discursos direto, indireto e indireto livre. Acompanhe as explicações do professor, troque ideias, faça perguntas e anotações. Não guarde dúvidas; ajude e peça ajuda aos colegas e ao professor. Organize-se para fazer as tarefas e manter-se sempre em dia com os estudos. Vamos juntos aprender mais e mais a cada dia! Bom estudo!

Equipe Curricular de Língua Portuguesa Área de Linguagens Coordenadoria de Gestão da Educação Básica – CGEB Secretaria da Educação do Estado de São Paulo


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM 1 PRODUZINDO UM DIÁLOGO

Leitura e análise de texto 1. Leia o texto a seguir e responda às questões: Brigadeirão

Modo de fazer Bata os ovos, primeiro, na batedeira; depois, acrescente lentamente o restante dos ingredientes (intercalando líquido com sólido), até obter uma massa homogênea. Leve ao micro-ondas, em potência máxima, de 6 a 8 minutos. Cubra com o chocolate granulado.

(feito no micro-ondas) 1 lata de leite condensado 1 lata de creme de leite 1 xícara (chá) de chocolate 1 xícara (chá) de açúcar 1 colher (sopa) de margarina 3 ovos inteiros 1 pacote de chocolate granulado

a) Que nome se dá a esse gênero textual e em que situação de comunicação ele costuma ser usado?

b) Em quantas partes esse gênero é dividido? Qual é a função ou finalidade de cada uma dessas partes?

2. Leia este outro texto: Para Débora de Angelo Uso interno Vertizol ________________________________ 1 cx Tome um comprimido ao deitar. 5


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

Pasalixe ________________________________ 1 cx Tome um comprimido após o almoço e outro ao deitar.

a) Qual é o nome desse gênero textual e em que situação de comunicação costuma ser usado, isto é, em que lugar, com quais pessoas e para que serve?

b) O que há em comum entre esses dois textos, apesar de eles serem organizados em diferentes gêneros?

3. Que tipos de palavra, nos dois textos, parecem indicar ações semelhantes?

4. Leia este outro texto, levando em conta o seguinte contexto: trata-se de uma conversa entre um casal de namorados:

– Olha aqui, Marcelo, eu quero uma boa explicação para isso!!! – Mas, meu amor, essas coisas acontecem! Você chega ao escritório, cumprimenta as pessoas e aí, às vezes, alguém esbarra o batom na sua camisa... – Marcelo, olha bem pra mim... Eu não vou repetir, então ouve o que eu digo e dá uma resposta muito rápida e muito boa para eu não te dar um safanão aqui e agora! – Fala, minha amada... – Para de me chamar de “minha amada” e me explica, pelo amor de Deus, como é que uma mancha de batom veio aparecer DO LADO DE DENTRO DO SEU COLARINHO, Marcelo Oliveira!!!!!! Elaborado especialmente para o São Paulo faz escola.

6


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

a) Esse texto contém um diálogo, isto é, uma conversa entre duas pessoas. Apesar de ser diferente dos outros que você leu na seção “Leitura e análise de texto”, é possível airmar que nele são usados modos verbais semelhantes? Explique.

b) Seu professor sistematizou em sala o Modo Imperativo. Há usos desse modo verbal no diálogo? Se houver, circule as palavras que conirmam esse uso. c) O diálogo pareceu mostrar a maneira como as pessoas realmente falam no dia a dia, quando são íntimas? Como?

d) Circule as palavras que demonstram o uso do Imperativo nessa situação informal. Se o diálogo fosse mais formal, como no caso de um chefe que dá uma ordem a um funcionário, esse modo de usar o verbo no Imperativo seria correto? Justiique sua resposta.

e) Em um contexto mais informal de comunicação, você considera coerente usar o Imperativo dessa forma? Explique sua opinião.

f ) Você considera uma receita médica um texto mais formal? Por quê?

5. Resuma no caderno o que compreendeu das explicações de seu professor sobre as características dos textos que procuram orientar comportamento (os chamados textos injuntivos e prescritivos). 6. Tendo como base o resumo do que compreendeu, dê cinco exemplos de gêneros que você encaixaria no grupo de textos injuntivos ou prescritivos.

7


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

Produção escrita 1. Agora, é a sua vez de produzir um diálogo, organizado de forma prescritiva ou injuntiva, com base no texto a seguir. Para começar, leia-o.

Uma cliente liga para uma pizzaria para fazer um pedido. Ela vai fazer um pedido grande, para oito pessoas. São três pizzas de sabores variados, refrigerantes e sobremesas. Ela explica tudo em detalhes para que não haja confusão. Ela pede ainda uma nota iscal de compra (pois eles estão trabalhando até mais tarde e a empresa pagará a refeição) e troco, pois só tem quatro notas de R$ 50,00. Elaborado especialmente para o São Paulo faz escola.

2. Com o objetivo de organizar seu diálogo, leve em conta as seguintes questões: a) Qual será a saudação inicial de cada uma das personagens?

b) Qual é o pedido e de que sabores serão as pizzas?

c) Quantos serão os refrigerantes para oito pessoas? De quais sabores?

d) Qual será o pedido de sobremesas variadas para oito pessoas?

8


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

e) Como será o pedido de nota iscal para que a cliente seja reembolsada por sua empresa?

f ) Qual é o valor total informado pelo atendente?

g) Como será o pedido de troco, já que as notas são todas de valor alto?

h) Quais serão as saudações inais?

i) Que modo verbal você usará mais vezes em seu diálogo?

Você pode pensar em outras perguntas. Essas são apenas sugestões para ajudar a organizar o seu diálogo.

PESQUISA INDIVIDUAL 1. Você sabe quanto custa uma pizza nos sabores que escolheu? E os refrigerantes? E as sobremesas? Ligue para uma pizzaria e informe-se sobre os preços desses produtos para que, no diálogo que vai desenvolver, você proponha valores coerentes com a realidade. Anote os dados no caderno. Se achar necessário, peça outras informações. 2. A partir do esquema construído na Atividade 2 da seção “Produção escrita”, redija, no caderno, o diálogo entre a cliente e o atendente. Seu texto deverá ter, no mínimo, doze linhas, incluindo as saudações iniciais e inais.

9


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

Oralidade 1. Há muitos momentos em que recebemos ordens ou pedidos de outras pessoas. Após discussão em classe, organize um quadro coletivo com traços comuns de textos desse tipo. 2. O professor exibirá um anúncio (de rádio ou televisão) ou proporá a audição de uma música. Após ver/escutar o texto, reflita: a) Qual parece ser o objetivo principal do texto? Comprove sua airmação.

b) No que as imagens ou os sons contribuíram para que o texto atingisse seus objetivos? Explique.

c) A maneira como as palavras e as frases foram pronunciadas também contribuiu para esse processo? Explique.

3. Você acha que a maneira como fazemos um pedido ou damos uma ordem (se falamos alto, baixo, se parecemos irritados etc.) interfere no modo como a outra pessoa receberá o que estamos dizendo? Explique.

4. A maneira como falamos qualquer texto, mesmo que não expresse uma ordem ou um pedido, interfere na forma como ele será compreendido? Qual a sua opinião?

10


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

Leitura e análise de texto 1. O texto a seguir será lido de diferentes maneiras com o objetivo de demonstrar se a forma como apresentamos um texto interfere em sua compreensão. Verão Este fevereiro azul

O vento que empurra a tarde

como a chama da paixão

arrasta a fera ferida,

nascido com a morte certa

rasga-lhe o corpo de nuvens,

com prevista duração

dessangra-a sobre a Avenida

deflagra suas manhãs

Vieira Souto e o Arpoador

sobre as montanhas e o mar

numa ampla hemorragia.

com o desatino de tudo

Suja de sangue as montanhas

que está para se acabar.

tinge as águas da baía.

A carne de fevereiro

E nesse esquartejamento

tem o sabor suicida

a que outros chamam verão,

de coisa que está vivendo

fevereiro ainda em agonia

vivendo mas já perdida.

resiste mordendo o chão.

Mas como tudo que vive

Sim, fevereiro resiste

não desiste de viver,

como uma fera ferida.

fevereiro não desiste:

É essa esperança doida

vai morrer, não quer morrer.

que é o próprio nome da vida.

E a luta de resistência

Vai morrer, não quer morrer.

se trava em todo lugar:

Se apega a tudo que existe:

por cima dos edifícios

na areia, no mar, na relva,

por sobre as águas do mar.

no meu coração – resiste. GULLAR, Ferreira. In: ______. Toda poesia. Rio de Janeiro: José Olympio, 1999.

11


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

2. Você e seus colegas devem realizar inúmeras leituras públicas coletivas e individuais (de forma emocionada, combativa, exaltada, intimista) até que a turma concorde sobre qual delas é a mais adequada, representativa ou expressiva. 3. Depois dessas discussões, realizem novas leituras públicas coletivas e individuais. Atividade adaptada de: GONÇALVES, Jeosafá Fernandez. Textos para leitura. In: Livro do professor. São Paulo: Plêiade, 1997. Venda proibida.

Estudo da língua

© Conexão Editorial

1. Observe a tira a seguir e responda às questões:

a) Complete as palavras que estão faltando no texto. b) Qual é a importância das palavras que faltam para a compreensão do texto?

12


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

c) O que cada uma delas indica? O estado em que alguém está? Sua ação? Ou um fenômeno da natureza? Complete o quadro.

(1)

(6)

(2)

(7)

(3)

(8)

(4)

(9)

(5)

(10)

d) Nessas palavras, há marcas de tempo (por meio delas, sabemos se o que estão conversando ocorreu no passado, presente ou futuro)? Exempliique.

e) Por meio delas, sabemos quem praticou a ação ou viveu o estado? Exempliique.

f ) Que tipo de palavras são essas?

2. A partir dessas atividades iniciais, discuta com seus colegas o que sabe sobre verbos (o que são, como funcionam etc.). Anote suas conclusões no caderno. 3. De posse de suas anotações e das explicações do professor sobre verbos, responda às questões a seguir: a) O que signiica dizer que o verbo é o centro da informação de uma sentença?

13


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

b) O que um verbo pode indicar? Essas indicações relacionam-se com o quê?

4. O professor recapitulou os três grandes modos verbais de nossa língua. Escreva o que entendeu sobre o uso de cada um deles: t

Quando usamos o Modo Indicativo?

t

Quando usamos o Modo Subjuntivo?

t

Quando usamos o Modo Imperativo?

5. Observe novamente a receita culinária e a receita médica lidas no início desta Situação de Aprendizagem. Nos dois textos, os verbos apresentam-se de forma semelhante. Que modo verbal é esse? Exempliique com passagens dos textos.

6. Por que, segundo sua opinião, esses textos tão diferentes usam o mesmo modo verbal?

7. Registre, no caderno, as conclusões que você pode tirar de suas respostas anteriores no que diz respeito ao modo como os verbos se apresentam quando pedimos algo ou damos ordens. 8. Seu professor vai explicar as regras de funcionamento do Modo Imperativo Airmativo e Negativo. Anote, no caderno, o que compreendeu, explicando com suas palavras. 14


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

9. Como funciona o Modo Imperativo Airmativo, na língua portuguesa, de acordo com a norma-padrão?

10. Como funciona o Modo Imperativo Negativo, na língua portuguesa, de acordo com a norma-padrão?

11. Compare os dois usos de Imperativo do verbo sair nas situações a seguir: Situação 1

Situação 2

Dois jovens conversando em uma lancho- Dois jovens conversando em uma lanchonete: nete: – Sai daí, cara, que eu quero sentar! – Saia daí, cara, que eu quero sentar! – Sai você! Ou senta em outro lugar! – Saia você! Ou sente em outro lugar! – Você é um folgado mesmo... – Você é um folgado mesmo... – Eu, né? – Eu, né? a) Quais são as diferenças de uso do Modo Imperativo entre a primeira e a segunda situação?

b) Observando os verbos em destaque, os interlocutores, em situações informais, costumam usar a primeira ou a segunda forma?

c) Se estivermos em uma situação descontraída de comunicação, que uso do Imperativo podemos fazer? Explique sua opinião.

15


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

d) E se estivermos em uma situação de comunicação mais séria e formal? Explique sua opinião.

LIÇÃO DE CASA 1. O professor vai indicar um texto prescritivo ou injuntivo do livro didático para a realização desta tarefa: a) Anote a página do livro didático em que ele está.

b) Considerando a inalidade para a qual o texto foi escrito, responda: A que tipologia ele pertence?

c) Explique sua resposta anterior, destacando elementos do texto que levam a essa conclusão.

d) O objetivo do autor do texto é sua compreensão pelo leitor. A parte visual do texto contribui para isso? Como?

e) Você observa algo em comum entre esse texto e as receitas médicas e culinárias? Explique.

16


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

2. O professor indicou um anúncio publicitário do livro didático ou de outra fonte como base para esta atividade. Observe-o e responda às questões: a) Qual parece ser o objetivo do anúncio?

b) Como as imagens contribuem para que o texto atinja esse objetivo?

c) Como as palavras contribuem para que o texto atinja esse objetivo?

d) Há usos do Modo Imperativo no texto? Quais?

e) O Imperativo foi usado na variedade-padrão ou coloquial? Justiique sua resposta.

f ) Esse uso está adequado dentro do anúncio? Explique por que, segundo sua análise, o Modo Imperativo foi usado dessa forma no texto.

3. Faça os exercícios sobre Modo Imperativo, do livro didático, indicados pelo professor. Não se esqueça de registrar o número da página.

17


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM 2 CRIANDO UMA “RECEITA LÚDICA”

Leitura e análise de texto Composição: Lenine/Ivan Santos

Do it

Tá cansada, senta Se acredita, tenta Se tá frio, esquenta Se tá fora, entra Se pediu, aguenta Se pediu, aguenta...

Use sua chance

Se sujou, cai fora

Hê Hô, Hum!...

Use sua chance... Hê Hô, Hum! Nanananã! Hê Hô, Hum! Nanananã! Hê Hô, Hum! Nanananã!

Se dá pé, namora

Se tá [...], quebre

Tá doendo, chora

Tá feliz, requebre

Tá caindo, escora

Se venceu, celebre

Não tá bom, melhora

Se tá velho, alquebre

Não tá bom, melhora...

Corra atrás da lebre Corra atrás da lebre...

Se aperta, grite Se tá chato, agite

Se perdeu, procure

Se não tem, credite

Se é seu, segure

Se foi falta, apite

Se tá mal, se cure

Se não é, imite...

Se é verdade, jure Quer saber, apure

Se é do mato, amanse

Quer saber, apure...

Trabalhou, descanse Se tem festa, dance

Se sobrou, congele

Se tá longe, alcance

Se não vai, cancele 18


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

Se é inocente, apele

Não se submeta

Escravo, se rebele

Não se submeta...

Nunca se atropele... Hê Hô, Hum! Nanananã! Se escreveu, remeta

Hê Hô, Hum! Nanananã!

Engrossou, se meta

Hê Hô, Hum! Nanananã!

E quer dever, prometa

Hê Hô, Hum!... (2x)

Prá moldar, derreta

© Dueto Edições Musicais

1. Você considera que na letra dessa canção há traços de gêneros que pertencem ao grupo de textos injuntivos ou prescritivos? Analise-a, preenchendo o quadro a seguir.

Traços do grupo de textos injuntivos ou prescritivos na letra da canção analisada

Trechos da letra da música Do it que comprovam as respostas encontradas

Na letra da canção, há momentos em que se tenta regular o comportamento de alguém? Como isso ocorre no texto? A letra pode ser compreendida como uma ordem, um pedido gentil, uma súplica ou nenhuma das três situações? Em caso de resposta negativa, explique qual parece ser o sentido principal do texto. Como se trata de uma canção, a presença de elementos não verbais (entonação, trilha sonora) reforça o sentido do texto verbal? Explique.

2. Se você comparar a letra da música Do it com as receitas apresentadas na Situação de Aprendizagem 1, qual dos textos é o menos impositivo? Por quê?

19


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

3. Leia o texto a seguir.

Leitura e análise de texto Fragmento do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) [...] Art. 2o. Considera-se criança, para os efeitos desta Lei, a pessoa até doze anos de idade incompletos, e adolescente aquela entre doze e dezoito anos de idade. [...] Art. 60. É proibido qualquer trabalho a menores de quatorze anos de idade, salvo na condição de aprendiz. [...] Art. 67. Ao adolescente empregado, aprendiz, em regime familiar de trabalho, aluno de escola técnica, assistido em entidade governamental ou não governamental, é vedado trabalho: I – noturno, realizado entre as vinte e duas horas de um dia e as cinco horas do dia seguinte; II – perigoso, insalubre ou penoso; III – realizado em locais prejudiciais à sua formação e ao seu desenvolvimento físico, psíquico, moral e social; IV – realizado em horários e locais que não permitam a frequência à escola. [...] Lei no 8.069, de 13 de julho de 1990. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8069.htm>. Acesso em: 24 maio 2013.

4. Responda às questões a seguir: a) Qual parece ser o objetivo central do trecho da lei?

b) Você considera que as determinações que o texto contém podem ser desrespeitadas ou devem ser acatadas? Explique.

20


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

c) Observando a linguagem do texto, há nela traços do grupo de textos injuntivos ou prescritivos? Quais?

d) Apesar de não ter sido usado o Modo Imperativo, a forma verbal empregada indica ordem. Explique como isso pode ser veriicado no texto.

e) Comparando o texto do ECA com a letra da música Do it, podemos dizer que os dois fazem parte da tipologia “descrever ações”. A orientação, porém, é construída de maneira diferente nos dois textos. Qual é essa diferença?

5. Pela análise feita nas atividades anteriores, é possível perceber que textos que regulam (ou procuram regular) o comportamento das pessoas a quem se dirigem podem fazer isso de diferentes formas. Veja mais um exemplo dessas diferenças no texto a seguir: [...] Se te amasse como mil vezes tenho dito, há quanto não teria morrido? Tenho-te enganado! És tu que te deves queixar de mim! Ai! Por que não te queixas tu?! Pois eu vi-te partir; não posso ter esperança de que voltes: e respiro ainda. Traí-te! Peço-te perdão! Mas não! Não mo concedas! Trata-me severamente! Não aches os meus sentimentos bem violentos! Sê mais difícil de contentar! Ordena-me que eu morra de amor por ti!... Sim! Conjuro-te a que me socorras, para que, excedendo a fraqueza do meu sexo, acabe tanta hesitação com um ato de verdadeiro desespero. ALCOFORADO, Mariana. Cartas de amor. In: MOISÉS, Massaud. A literatura portuguesa através dos textos. São Paulo: Cultrix, 2002. p. 201.

a) Esse é o trecho de uma carta escrita no século XVII e atribuída a uma mulher. De acordo com pesquisas históricas, ela manteve correspondência com um oicial francês, com quem, possivelmente, teve um relacionamento amoroso e depois foi abandonada. Qual parece ser o objetivo central do texto?

b) Há usos no Modo Imperativo? Se houver, circule-os. 21


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

c) Esse texto pode ser classiicado como injuntivo e prescritivo ao mesmo tempo? Explique.

d) Se compararmos o trecho da carta com a letra da música Do it e com o texto do ECA, podemos airmar que os textos são injuntivos? Explique.

VOCÊ APRENDEU? Da análise comparativa entre diferentes textos que podem ser agrupados como injuntivos ou prescritivos, é possível airmar: t

todos esses textos, de alguma forma, procuram regular o comportamento de alguém, indicando como esse interlocutor deve agir, comportar-se etc.;

t

um texto injuntivo ou prescritivo regula o comportamento de alguém de forma muito distinta, pois os prescritivos são mais explícitos e rígidos nesse processo; já os injuntivos são mais sutis, sem tanto controle de comportamento.

PESQUISA INDIVIDUAL 1. O professor dará informações sobre como fazer pesquisa em uma gramática. Usando os mesmos critérios, pesquise agora o tema intertextualidade nas fontes indicadas por ele.

Definição do termo intertextualidade

Fonte(s) de onde foi (foram) retirada(s) a(s) informação(ões)

22


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

2. Depois da pesquisa individual, a classe vai discutir o signiicado de intertextualidade. O professor vai participar da discussão, explicando o que não estiver claro. Após a discussão, anote o que compreendeu sobre o tema.

3. Tendo por base uma notícia de jornal indicada pelo professor (do livro didático ou outra fonte), grife, no texto, todos os trechos que demonstram a ocorrência de intertextualidade. 4. Partindo da deinição pesquisada, discutida pela classe e conirmada pelas explicações do professor sobre o tema intertextualidade, leia o trecho a seguir e indique o texto com o qual ele dialoga.

[...] Se te amasse como já disse mil vezes, há quanto não teria morrido? Tenho enganado você! Você é que deveria se queixar de mim! Ai! Por que você não se queixa?! Olha só: eu vi você ir embora; não posso ter esperança de que você vá voltar. Mas estou respirando ainda. Eu te traí! Me perdoa, por favor! Mas não! Não me perdoe, não! Seja duro comigo! Não ique com pena de mim! Não se deixe levar pelas minhas palavras! Me mande morrer de amor por você!... Sim! Te peço que me ajude, para que, superando o fato de eu ser do sexo frágil, possa dar im a toda essa hesitação.

Produção escrita Partindo do fragmento da carta de Mariana Alcoforado, produza, no caderno, um texto prescritivo ou injuntivo que retome um trecho da carta. O importante é que você escreva seu texto no gênero “receita culinária” (se optar pela injunção) ou “médica” (se optar pela prescrição) e estabeleça um intertexto com a carta.

Estudo da língua 1. O professor disponibilizará alguns exemplares de gramáticas normativas da língua portuguesa para uma atividade em grupo. Com o livro em mãos, responda: 23


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

a) Quais são os assuntos tratados em cada parte ou capítulo, de acordo com o sumário? Observe e anote os principais tópicos que serão discutidos com o professor.

b) Localize, no sumário, a parte que trata do tema verbos. Depois, leia a deinição que é dada ao termo na página indicada. c) Compare essa deinição com outra, do livro didático ou de uma fonte diferente, indicada pelo professor. Quais são as semelhanças?

d) Há diferenças? Quais?

e) O professor indicará mais alguns assuntos para localização na gramática normativa. f ) Após a realização das atividades e explicações do professor, anote, com suas palavras, o que é uma gramática e para que ela serve.

g) Refletindo sobre como você fez para encontrar o conceito de verbo, indique o que é preciso fazer, que passos se deve seguir, para realizar uma pesquisa em gramática, dicionário, enciclopédia etc.

24


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

2. Você já pesquisou o conceito de intertextualidade e analisou-o em uma notícia de jornal. Faça a mesma análise com outro texto jornalístico do livro didático indicado pelo professor (sublinhe todos os trechos do texto em que a intertextualidade ocorre). 3. Conforme as explicações dadas, a intertextualidade é uma espécie de diálogo entre textos, em que, de alguma forma, trechos de outros textos ou falas de outras pessoas são citados. Leia os trechos de notícias a seguir, observando se, em meio ao texto do jornalista, são citadas falas de outras pessoas:

Trecho A As recentes chuvas em Santa Catarina deixaram milhares de desabrigados. De acordo com uma autoridade do município, todos os que perderam suas casas serão acomodados em prédios públicos ou na igreja local até que a situação se normalize. Jornal da Cidade, 25 nov. 2008.

Trecho B O número de animais abandonados está aumentando. Muitos compram ilhotes e, quando os animais crescem, desistem de cuidar deles. A veterinária Maria da Conceição Verges airma que agir dessa maneira é uma irresponsabilidade: “Além do sofrimento do animal, é preciso considerar que bichos abandonados tendem a contrair doenças mais facilmente, podendo transmiti-las para outros.” Jornal O Grito, 12 jan. 2008. Elaborado especialmente para o São Paulo faz escola.

a ) O Trecho A apresenta fala de outras pessoas? Explique.

b) O Trecho B apresenta fala de outras pessoas? Explique.

c) Se você constatou a existência de intertextualidade, indique como ela é marcada no Trecho A e no Trecho B.

25


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

PESQUISA EM GRUPO

1. Depois das explicações e orientações dadas pelo professor, leia os conceitos de discurso direto, indireto e indireto livre no livro didático ou em outra fonte de consulta: a) discuta com seus colegas o que cada um entendeu sobre os três conceitos; b) depois da discussão, você e seu grupo devem criar uma deinição para cada um dos conceitos. Em seguida, anote a deinição do seu grupo para cada item e dê um exemplo. Conceito

Definição

Exemplo

Discurso direto

Discurso indireto

Discurso indireto livre

LIÇÃO DE CASA Com base na nova versão da carta de Mariana Alcoforado, apresentada na página 23, responda: 1. Os usos do Modo Imperativo estão de acordo com a norma-padrão da língua portuguesa? Explique.

26


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

2. Grife as intertextualidades presentes no texto indicado pelo professor para a realização deste exercício e circule todas as marcas linguísticas que indicam a citação de alguém dentro do texto. 3. Observe uma conversa entre pessoas de sua família por dez minutos: a) Qual(is) foi(foram) o(s) assunto(s) principal(is)?

b) Nessa conversa, você observou a presença de intertextualidade? Quando ela ocorreu?

c) Quais foram as fontes citadas?

d) Foram usadas marcas para introduzir as referências intertextuais? Quais?

PARA SABER MAIS Filmes Shrek (trilogia). Direção: Andrew Adamson, Chris Miller, Kelly Asbury, Raman Hui e Vicky Jenson. EUA, 2010. 278 min. livre. Nos ilmes dos ogros Shrek e Fiona, há várias referências aos contos de fadas e a assuntos atuais. Deu a louca na Chapeuzinho (Hoodwinked). Direção: Cory Edwards. EUA, 2005. 80 min. 12 anos. Animação. Trata-se de uma releitura do clássico Chapeuzinho Vermelho. O auto da compadecida. Direção: Guel Arraes. Brasil, 2000. 104 min. Livre. Comédia brasileira que é uma adaptação da peça de teatro homônima do escritor brasileiro Ariano Suassuna. 27


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM 3 TUDO DEPENDE DA MANEIRA COMO PEDIMOS

Leitura e análise de texto (Um chefe precisa pedir à sua secretária para acelerar a inalização de um relatório. Ela está em sua mesa e ele vai cobrar o andamento dos trabalhos. Ele pensa que ela deve cumprir as ordens, pois essa é sua função. Ela considera-se ótima funcionária e gostaria de ver seu trabalho mais valorizado, dada sua dedicação.) Chefe – Carla, como estão os relatórios? Já estão praticamente prontos, né? Secretária – Estou fazendo o melhor que posso... Veja, aqui estão as planilhas e a primeira versão... Chefe – Como assim, primeira versão? Faça a versão deinitiva, não há tempo para isso. Depois envie para eu apenas analisar, não posso esperar por segundas versões... Secretária – Disse primeira versão porque, justamente, o senhor dá a última palavra. Eu apenas faço o meu trabalho e procuro cumprir os prazos... Chefe – “Procurar cumprir” é pouco, Carla. Você tem de cumprir, mesmo que precise icar até mais tarde. Esse é um contrato importante, todo mundo vai dar o sangue por isso. A diretoria está me cobrando, cobrando todo mundo. Faça o impossível e o mais rápido possível. Secretária – Vou fazer. Pode esperar que lhe envio, no máximo, até o começo da tarde. Não vou almoçar e consigo terminar lá pelas duas horas. Chefe – Faça até a uma. Depois preciso visitar outro cliente. Secretária – Sim. Elaborado especialmente para o São Paulo faz escola.

1. Quem são as pessoas que participam da situação?

2. Explique o que está acontecendo na situação.

28


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

3. O que o chefe quer?

4. Há problema no modo como o chefe fala com a secretária, de acordo com a situação inicial. Circule os trechos em que isso acontece. 5. O texto pode ser compreendido como injuntivo ou prescritivo? Explique sua resposta a partir da situação proposta no texto e da situação em que está inserido.

Oralidade 1. Você e um grupo de colegas vão dramatizar o texto da seção “Leitura e análise de texto”. Não é preciso decorar as falas, apenas entender a sequência de ideias que o texto propõe: a) A partir da dramatização, vamos retomar o caráter injuntivo do texto. A maneira como falamos interfere na recepção da pessoa com quem falamos? b) Qual das dramatizações apresentou mais êxito do ponto de vista da adesão da secretária? c) Em qual delas a maneira de falar do chefe diicultou a adesão da secretária? 2. Dramatize novamente o texto, reformulando o diálogo. Torne-o mais eiciente, tendo em vista que o chefe quer a adesão da secretária e, portanto, a partir das expectativas dela, precisa valorizar seu trabalho.

Produção escrita

Um médico está diante de seu paciente no consultório. Foram feitos vários exames e será preciso um tratamento longo, cheio de limitações e medicamentos. O paciente 29


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

é um homem de meia-idade, que ainda não digeriu muito bem sua situação. A fala do médico procurará prescrever o que deve ser feito e convencer o enfermo a seguir as orientações. Elaborado especialmente para o São Paulo faz escola.

Produza um diálogo, no caderno, para essa situação. Não se esqueça de que a fala do médico deve ser organizada pelo gênero injuntivo ou prescritivo, uma vez que seu objetivo é indicar ao paciente como ele deve se comportar durante o tratamento do ponto de vista da medicação, dos hábitos alimentares e outros (exercícios físicos, vícios etc.). Leve em conta também que, na situação, o médico precisa ter irmeza e paciência ao mesmo tempo, pois o tratamento é longo e difícil, e o paciente não digeriu bem a nova situação.

Estudo da língua 1. Vamos recapitular os tempos do Modo Indicativo apresentados em outras séries/anos. Com alguns colegas e, sem consultar nenhum material, relacionem quais tempos formam o Modo Indicativo, e também o uso de cada um. Conjuguem ainda um verbo em cada tempo, como exemplo. 2. O professor apresentará alguns verbos conjugados em diferentes tempos do Modo Indicativo. Mas não dirá qual é, pois caberá a você encaixar cada um nos tempos que você propôs no exercício anterior. Anote cada verbo no caderno e o tempo em que ele está conjugado.

PESQUISA INDIVIDUAL

Faça a pesquisa de acordo com as orientações a seguir e registre os resultados no caderno. 1. Pesquise, no livro didático ou em outra fonte indicada pelo professor, os pronomes tu e vós. Relacione todas as informações que considerar relevantes: a) De acordo com as informações que pesquisou, em que contextos são usados os pronomes tu e vós? 2. Pesquise também os conceitos de frase e oração em duas fontes diferentes, indicadas pelo professor: 30


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

a) Quais são as fontes pesquisadas? b) Quais as semelhanças entre as duas, para cada termo? c) Quais as diferenças? d) De acordo com as explicações dadas, é possível escrever ou falar um texto só com frases nominais? Exempliique. e) Em nossa fala e escrita, é mais comum usarmos frases ou orações? Por que você acha que isso ocorre? 3. O professor indicará alguns textos do livro didático para localização de frases e orações. Transcreva-as para o caderno e responda a que tipo pertencem.

LIÇÃO DE CASA 1. Leia o Texto A e faça as atividades: Texto A (Uma garota ao dar entrevista a um programa de TV voltado para o público jovem.) Apresentadora – Andreia, como é o seu dia a dia? Garota – Bom, acho que igual ao das meninas da minha idade, né? (risos) Pelo menos, as que têm mais ou menos a mesma grana que eu, que a minha família... Eu levanto, vou pra escola – escovo os dentes e tomo café, claro... (risos). Aí eu volto pra casa, almoço, estudo e depois me divirto um pouco com a TV, a internet, bato papo pelo computador... É gostoso... Dá pra falar com todo mundo, curtir. O pessoal que eu conheço é assim. Elaborado especialmente para o São Paulo faz escola.

a) Circule os verbos do texto. b) Em que modo estão, predominantemente, os verbos do texto? Indicativo, Subjuntivo ou Imperativo? Explique sua opinião.

31


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

c) Os verbos que você circulou estão predominantemente no presente, no passado ou no futuro?

d) Por que foi usado esse tempo no texto?

e) Você considera que esse texto apresenta tom injuntivo? Por quê?

2. Leia o Texto B e faça as atividades:

Texto B (Uma garota ao dar entrevista a um programa de TV voltado para o público jovem.) Apresentadora – Andreia, o que você acha que as meninas de sua idade precisam? Garota – Difícil responder... (risos). Acho que as meninas precisam de atenção dos pais, mas sem exagero, né? É dever dos pais serem companheiros, preocupados, mas sem neuras... (risos). Precisam também de estudo, porque sem estudo não dá, e têm também direito à diversão, de tempo pra sair, ir pras baladas, enim, direitos e deveres, entendeu? Elaborado especialmente para o São Paulo faz escola.

a) Circule os verbos do texto. b) Em que modo estão, predominantemente, os verbos do texto? Indicativo, Subjuntivo ou Imperativo? Explique sua opinião.

32


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

c) Os verbos que você circulou estão predominantemente no presente, no passado ou no futuro?

d) Você considera que esse texto apresenta tom prescritivo? Por quê?

e) Pela análise feita nas atividades anteriores, podemos airmar que o presente do Modo Indicativo: ( ) é um tempo verbal que não indica o que fazemos, pensamos ou sentimos de modo habitual. ( ) é um tempo verbal que, inserido em um texto organizado pela tipologia “descrever ações”, pode ser usado para expressar o que deve ou não ser feito. 3. No caderno, faça os exercícios sobre modos e tempos verbais do livro didático ou de outra fonte indicados pelo professor. Não se esqueça de anotar a página.

33


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM 4 PRODUÇÃO DE ANÚNCIOS PUBLICITÁRIOS Produção escrita 1. Em grupo, você deve produzir um anúncio publicitário para a divulgação de um novo modelo de tênis, lançado para a faixa etária de 12/13 anos. No anúncio, devem aparecer palavras, cores e desenhos que despertem no jovem dessa faixa etária o desejo de adquirir o modelo novo. O professor vai orientá-los quanto ao tamanho e tipo de papel a ser utilizado. 2. Depois que o grupo tiver terminado de criar o anúncio, vai analisar sua produção, preenchendo o quadro a seguir.

Elementos para análise

Uso de imagens

Escolha das cores e dos tipos de letra

Público-alvo

Quantidade de informação

As imagens são atraentes ao público escolhido? Por quê?

Há imagens mais informativas? Quais? Com que objetivo estão ali?

Algumas imagens foram escolhidas para sugerir algo? Quais? O que sugerem?

A escolha de cores e do tipo de letra relaciona-se com o público-alvo? Em que sentido?

Algumas cores, tamanhos e tipos de letra foram escolhidos para facilitar o processo de compreensão da informação? Quais?

Algumas cores, tamanhos e tipos de letra foram escolhidos para sugerir sensações, ideias, sentimentos? Quais? Com que objetivo estão ali?

34

Capacidade de sugestão


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

Elementos para análise

Escolha de palavras

Quantidade de informação

Público-alvo

As palavras escolhidas são adequadas ao público-alvo? Por quê?

Há palavras mais informativas? Quais?

Capacidade de sugestão

Algumas palavras foram escolhidas para sugerir algo? Quais? O que sugerem?

3. Feita a análise da atividade anterior, reformule, com seu grupo, o anúncio publicitário criado, alterando alguns aspectos apontados no quadro.

Leitura e análise de texto 1. O professor dividirá a sala em grupos e escolherá anúncios publicitários para análise. Observe o texto selecionado e analise-o, com seus colegas, a partir dos três elementos indicados no quadro a seguir.

35


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

Elementos para análise

Público-alvo

Quantidade de informação

Capacidade de sugestão

As imagens são atraentes ao público escolhido? Por quê?

Há imagens mais informativas? Quais? Com que objetivo estão ali?

Algumas imagens foram escolhidas para sugerir algo? Quais? O que sugerem?

A escolha de cores e do tipo de letra relaciona-se com o público-alvo? Em que sentido?

Algumas cores, tamanhos e tipos de letra foram escolhidos para facilitar o processo de compreensão da informação? Quais?

Algumas cores, tamanhos e tipos de letra foram escolhidos para sugerir sensações, ideias, sentimentos? Quais? Com que objetivo estão ali?

As palavras escolhidas são adequadas ao público-alvo? Por quê?

Algumas palavras foram escolhidas Há palavras mais para sugerir algo? informativas? Quais? Quais? O que sugerem?

Uso de imagens

Escolha das cores e dos tipos de letra

Escolha de palavras

36


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

2. Com base nas explicações dadas pelo professor sobre os traços característicos de anúncios publicitários, escreva o que entendeu.

3. Selecione, em casa, dois anúncios publicitários (I, com poucas palavras, e II, com muitas palavras) e leve-os para a classe. Responda às questões a seguir: a) Qual parece ser o objetivo central do anúncio? I-

II -

b) Esse anúncio é voltado para qual público? Justiique com elementos do texto. I-

II -

c) A seleção de elementos que visam persuadir o leitor (cores, palavras, diagramação, imagens etc.) é adequada a esse público? Explique. I-

II -

d) Há equilíbrio entre os elementos de persuasão e os de informação (preços, características do produto)? Explique. I-

II 37


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

e) Tomando por base os textos dos anúncios e levando em conta suas respostas anteriores, o caráter injuntivo é marcante? Explique. I-

II -

f ) Segundo sua análise, qual é a principal diferença entre os dois tipos de anúncio? Justiique sua opinião.

Oralidade 1. Levando em conta as características de anúncios publicitários sistematizadas na Atividade 1 da seção “Leitura e análise de texto” desta Situação de Aprendizagem, analise os anúncios publicitários do livro didático que o professor indicar, comentando como essas características aparecem em cada um. 2. Leia o texto e responda às questões: Uma agência publicitária tem como objetivo fazer uma campanha para um público feminino, na faixa dos 15 anos, com poder aquisitivo médio. O produto é um novo cosmético indicado para o tratamento da acne. A primeira proposta de texto verbal para o produto foi a seguinte: “Arrase as concorrentes!”. O texto viria ao lado da imagem de uma garota de aproximadamente 15 anos, vestida com roupas de marcas caras, fotografada na entrada de um colégio aparentemente bastante caro e tradicional, com outras meninas em volta olhando, admiradas com a beleza da pele dela. O cliente, em um primeiro momento, havia pedido uma campanha que mostrasse a menina de acordo com a atualidade, mas, ao mesmo tempo, usando o produto, que a ajudaria a passar por essa fase difícil da adolescência, especialmente no que diz respeito à aparência. Elaborado especialmente para o São Paulo faz escola.

38


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

a) A proposta apresentada pela agência está adequada ou não ao que foi pedido pelo cliente? b) Que elementos do texto permitem dizer que a proposta foi coerente? c) Que elementos do texto permitem dizer que a proposta foi incoerente? 3. O professor vai apresentar anúncios publicitários feitos em mídias diferentes. Você, com seus colegas, deverá compará-los com base nos seguintes tópicos: t

a diferença de efeito que provocam a imagem parada (impresso), o movimento (na televisão) e a ausência de imagem (no rádio);

t

o trabalho sonoro do rádio em contraste com o da televisão (escolha de trilhas sonoras, maneiras de falar do locutor ou da personagem). Faça um paralelo com o trabalho tipográico (tamanho e tipo de letra) do impresso, observando quais são as diferenças de efeito que provocam;

t

o que há em comum ou de diferente no uso da linguagem verbal nas três situações (rádio, televisão, impresso).

Estudo da língua 1. O professor dividirá a classe em grupos. Cada um fará uma revisão, para apresentar para a sala, de um tempo do Modo Indicativo. Você deverá, com seus colegas, ler no material indicado a explicação sobre o tempo solicitado. Deverá ainda selecionar exemplos para explicar à classe. 2. Seu grupo selecionará um pequeno fragmento de texto do livro didático em que apareçam verbos no tempo e modo pedidos. A última parte da apresentação será analisar o tempo em funcionamento dentro do texto. Por exemplo: No trecho “Ele pegou o jarro e saiu correndo”, temos o uso do Pretérito Perfeito do Indicativo, pois a personagem fez duas ações pontuais no passado. 3. Faça, no caderno, com o professor, a conjugação de três verbos, um terminado em ar (primeira conjugação), outro em er (segunda conjugação) e outro em ir (terceira conjugação), em todos os tempos do Modo Indicativo. 4. No caderno, conjugue os verbos estar, ser, pôr e vir nos tempos do Modo Indicativo. 5. Após os comentários do professor sobre as conjugações que você fez, aponte em que momentos você teve problemas para fazer a conjugação de acordo com o que prevê a norma-padrão da língua portuguesa. 39


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

6. O professor vai estudar em classe as conjugações de alguns verbos no Modo Indicativo (e solicitar que você estude também em casa, no livro didático ou outro material de consulta). Os verbos em destaque são: recear, fugir, fazer, poder, haver, ver, querer, dizer, trazer e ir. 7. Também para esses verbos, circule os momentos em que você teve problemas para conjugar de acordo com o que prevê a norma-padrão da língua portuguesa. 8. Após o estudo em casa, o professor vai propor um jogo. Um aluno de cada grupo, mediante sorteio, deverá apresentar a conjugação de um dos verbos estudados no tempo do Indicativo solicitado. Ganhará aquele que, ao inal do jogo, tiver acertado maior quantidade de conjugações.

LIÇÃO DE CASA A partir das análises e produções de anúncios publicitários, escreva quais são as características do gênero.

PESQUISA INDIVIDUAL 1. O professor solicitará uma pesquisa no livro didático ou em outro material de consulta a partir do tema verbos defectivos. Tendo como base as páginas indicadas para leitura, responda: a) O que é um verbo defectivo?

40


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

b) Qual a justiicativa da gramática normativa (ou do livro didático) ao classiicar alguns verbos dessa forma?

c) Eles são verbos comuns, que você usa no dia a dia?

d) Segundo sua opinião, qual seria o melhor caminho para saber conjugar esses verbos? Decorá-los? Saber onde consultá-los se tiver dúvida de uso? Usar sinônimos?

2. O professor também solicitará uma pesquisa no livro didático ou em outro material de consulta sobre o tema verbos abundantes. Tomando por base as informações das páginas indicadas para leitura, responda: a) O que é um verbo abundante?

b) Qual a justiicativa da gramática normativa (ou do livro didático) ao classiicar alguns verbos dessa forma?

41


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

c) Eles são verbos comuns, que você usa no dia a dia?

d) Segundo sua opinião, qual seria o melhor caminho para saber conjugar esses verbos? Decorá-los? Saber onde consultá-los se tiver dúvida de uso? Usar sinônimos?

42


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM 5 SISTEMATIZAÇÃO

Leitura e análise de texto

Toquinho

O internetês

Em uma quadra com uma linha no meio, dividem-se dois times com a mesma quantidade de participantes. Cada time escolhe um coveiro que ica atrás da linha da quadra do time adversário. Cada jogador deve posicionar um “toquinho” (um cilindro de aproximadamente 20 cm) de madeira na sua frente e posicionar-se em um lugar de seu campo. Tiram a sorte para ver quem ica com a bola. O time que começa a partida arremessa a bola e tenta derrubar um toquinho do time oposto. Os jogadores atacantes podem se movimentar em sua quadra; os defensores, por sua vez, podem defender seu toquinho com qualquer parte do corpo. Quando o primeiro toquinho de cada time for derrubado, seu dono troca de lugar com o coveiro. Para os demais toquinhos derrubados, não haverá mais troca de coveiro. Ganha o jogo o time que derrubar todos os toquinhos do time adversário.

O internetês vem ocorrendo desde a difusão dos meios digitais de comunicação. Esse termo corresponde ao uso de expressões abreviadas, com graias diferentes da oicial, gerando palavras novas, ou os ditos emoticons, que geralmente aparecem associados a formas verbais, entre outras inovações. Muitas pessoas na sociedade são contra essa forma de manipulação do idioma: segundo várias opiniões, o uso indiscriminado de palavras abreviadas e de outras inovações presentes no meio digital deforma a língua portuguesa, criando um estilo próprio de comunicação, muito usado pelos jovens, mas inadequado para muitos dos contextos de uso. Já outras pessoas acreditam que o internetês mostra um uso criativo do idioma, em uma associação entre formas usuais e formas novas derivadas, criando efeitos de comunicação mais rápidos, econômicos e eicientes.

Elaborado especialmente para o São Paulo faz escola.

Elaborado especialmente para o São Paulo faz escola.

1. Qual dos dois textos pode ser classiicado como um exemplo de texto injuntivo ou prescritivo?

43


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

2. Volte às características dos textos injuntivos e prescritivos, organizadas na Atividade 5 da seção “Leitura e análise de texto” da Situação de Aprendizagem 1. Quais delas estão presentes no texto que você escolheu? Dê exemplos do texto para comprovar sua resposta.

3. Onde há marcas de injunção ou prescrição no texto escolhido? Circule-as. 4. Qual parece ser o objetivo central do texto que você classiicou como injuntivo ou prescritivo?

5. Qual parece ser o objetivo do outro texto?

Produção escrita 1. O professor indicará um texto do livro didático para leitura. Após lê-lo, você deve: t

tirar suas dúvidas de vocabulário;

t

discutir outras questões que possam ter diicultado seu entendimento;

t

escrever, no caderno, um pequeno texto prescritivo ou injuntivo de acordo com as orientações do professor. Lembre-se: se tiver a intenção de orientar o comportamento de forma explícita, seu texto será prescritivo. Se preferir escrever um texto em que a orientação é mais sutil, será injuntivo;

t

em seu texto, é fundamental que você retome, de forma explícita, o texto original, realizando um trabalho de intertextualidade com ele.

2. Escreva, no caderno, um texto com aproximadamente cinco linhas, com base no tema: O que você acha da escolha do Brasil para sediar a Copa de 2014? 3. Escreva, no caderno, um texto com aproximadamente cinco linhas, a partir do tema: O que pode ser feito para aumentar o número de crianças nas escolas?

44


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

Estudo da língua 1. Tendo como base o texto que você produziu na Atividade 2 da seção “Produção escrita”, responda: a) Você classiica sua produção como um exemplo de injunção ou prescrição? Por quê?

b) Qual é o objetivo principal desse texto?

c) Quanto à sua escolha verbal, você usou verbos no Modo Indicativo? Circule-os. d) Quais deles expressam ações no presente, no passado ou no futuro? Sublinhe-os. e) No contexto dessa produção, você deve ou não usar a norma-padrão da língua portuguesa? Explique sua opinião.

2. Tendo como base o texto que você produziu na Atividade 3 da seção “Produção escrita”, responda: a) Você classiica sua produção como um exemplo de injunção ou prescrição? Por quê?

b) Há usos de Modo Imperativo em seu texto? Circule-os. c) Há outros usos verbais que também exercem a função de orientar o comportamento de alguém? Circule-os. d) Há usos de outras expressões, não verbais, que exercem a mesma função? Sublinhe-as. e) Se você usou o Modo Imperativo, ele está de acordo com as regras da gramática normativa? Explique.

45


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

f ) No contexto dessa produção, você deve ou não usar a norma-padrão da língua portuguesa? Explique sua opinião.

Oralidade 1. Reúnam-se em pequenos grupos. Vocês devem discutir, sem consultar o Caderno do Aluno ou outras anotações, e recapitular todas as características que aprenderam sobre os textos usados para orientar comportamentos. Para tanto, tomem como referência a seguinte pergunta: O que há em comum entre todos os textos prescritivos e injuntivos? 2. Ainda em grupos, vocês devem discutir, sem consultar o Caderno do Aluno ou outras anotações, e recapitular todas as características que aprenderam sobre anúncios publicitários. Para tanto, tomem como referência a seguinte pergunta: O que há em comum entre todos os anúncios publicitários? LIÇÃO DE CASA 1. A partir das discussões estabelecidas por seu grupo sobre o gênero “anúncio publicitário”, explique, com suas palavras, as características discutidas. Use o quadro a seguir.

Primeira característica

Segunda característica

Terceira característica

46


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

Há outras características que não tenham sido discutidas e que você gostaria de acrescentar? Quais? Explique-as.

2. A partir de um anúncio publicitário selecionado pelo professor, no livro didático, analise as características do gênero de acordo com o quadro a seguir. Características do gênero “anúncio publicitário” analisadas

Exemplos das características no anúncio analisado

47


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

3. No caderno, faça os exercícios sobre Modo Imperativo e Modo Subjuntivo, do livro didático ou de outra fonte, indicados pelo professor.

VOCÊ APRENDEU?

Oração do internauta Satélite nosso que estais no céu, Acelerado seja o vosso link, Venha a nós o nosso host, Seja feita vossa conexão, Assim em casa como no trabalho. O download nosso de cada dia nos dai hoje, Perdoai nosso tempo perdido no chat, Assim como nós perdoamos os banners de nossos provedores. Não nos deixeis cair a conexão e livrai-nos do spam, Amém! Anônimo.

1. Identiique a sequência de palavras retiradas do texto que apresenta verbos no Imperativo: a) venha – acelerado – feita. b) assim – perdoamos – casa. c) perdoamos – provedores – amém. d) livrai – venha – perdoai. e) provedores – deixeis – estais. 2. Esse texto pode ser considerado injuntivo, pois: a) faz uma série de pedidos ao satélite. b) informa que a conexão pode cair. 48


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

c) relaciona trabalho com internet. d) faz uma brincadeira com um texto bíblico. e) usa termos da língua inglesa. 3. Esse texto pode ser considerado intertextual, pois: a) faz referência ao Hino Nacional Brasileiro. b) menciona, de forma explícita, um texto budista. c) faz uma releitura de um conhecido texto bíblico. d) denuncia problemas ligados aos hackers. e) faz alusão indireta aos jovens que passam o dia jogando videogame. 4. Em seu caderno, dê uma nova versão ao texto, trocando o vós por você e fazendo todas as mudanças verbais (e outras) necessárias. 5. Esse texto realiza uma intertextualidade com qual texto? Justiique sua resposta.

Exercícios complementares

© Salomon Cytrynowicz/Pulsar Imagens

1. Observe a imagem e leia o texto a seguir.

Trabalho infantil. Sisal, Valente – BA. Data: 1987.

49


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

Sisal fere as mãos A menina Verônica de Jesus Brandão, 12, é a mais velha de uma família de cinco ilhos. Mora com os pais a 12 quilômetros de Serrinha, mas vai à escola todos os dias graças a um ônibus da prefeitura da cidade. Ela está na quarta série. Nem sempre sua vida foi assim. Aos nove anos, Verônica trabalhava para ajudar a família. Tecia tranças de sisal ou de palha para fazer chapéus. Às vezes, ela voltava para casa com as mãos cortadas e com apenas R$ 3,00 no bolso a cada semana. Nem por isso deixou de gostar de brincar. É fã de Sandy & Junior, que vê de vez em quando na TV, e gosta de matemática. Seu sonho: ser professora ou gerente de banco. Folha de S.Paulo. Folhinha, 26 out. 2002.

2. Assinale as frases que indicam os pontos comuns entre a foto e a notícia do jornal: ( ) os dois textos são visuais. ( ) os dois textos são icção. ( ) os dois textos abordam a realidade. ( ) os dois textos abordam o trabalho infantil com sisal. ( ) os autores dos dois textos fazem uma denúncia. ( ) os autores mostram a situação, colocando-se do lado dos trabalhadores, de forma indireta. ( ) os autores mostram a situação, colocando-se do lado dos patrões. ( ) os autores desejam, de forma implícita, que o leitor se coloque contra o trabalho infantil. 3. A partir dos dois textos (verbal e a imagem), escreva um texto prescritivo, indicando o que poderia ser feito para melhorar a vida das pessoas que vivem nessa realidade. Seu texto seguirá o modelo das receitas culinárias e deverá chamar-se Receita para um trabalho mais justo. Não se esqueça de dividi-lo em Ingredientes e Modo de fazer.

50


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1 ?

!

SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM 6 PRODUZINDO UM TEXTO PRESCRITIVO

Para começo de conversa Discussão oral 1. Converse com um colega a respeito do que vocês já aprenderam sobre textos prescritivos, sem consultar os materiais: t

&NRVFTJUVBÎÜFTVTBNPTUFYUPTQSFTDSJUJWPT

t

2VBJTTÍPBTDBSBDUFSÓTUJDBTEFTTFTUFYUPT

2. Anotem suas conclusões. 3. Procure em suas anotações as características dos textos prescritivos e compare-as com o que você acabou de escrever. Se necessário, corrija.

Leitura e análise de texto Leia o texto a seguir: Folheto distribuído em ato público na calourada 2002 das turmas de medicina, enfermagem e fonoaudiologia da Unicamp. 1. Em extremidades queimadas, remova relógios, pulseiras, anéis ou alianças. 2. Coloque a área queimada sob a água corrente (torneira, mangueira). Isso irá resfriar o local, limpar e aliviar a dor. 3. Cubra o local atingido com um pano limpo e procure socorro médico. 4. Não coloque gelo, pasta de dente, clara de ovo ou qualquer outra coisa sobre a queimadura. Isso pode prejudicar muito a vítima, além de diicultar o trabalho médico. 5. Não fure as bolhas. ABAURRE, Maria Luíza Marques. A vida em uma sociedade letrada. In: MURRIE, Zuleika de Felice (Coord.). Linguagens, códigos e suas tecnologias: livro do estudante: Ensino Médio. Brasília: MEC/Inep, 2002. p. 116.

1. Analise o texto, encontrando nele características prescritivas, e anote-as a seguir. 51


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

Folheto prescritivo

Texto analisado 1a característica: regulação de comportamento 2a característica: prescrição de atitude a ser tomada 3a característica: presença de marcas linguísticas prescritivas 4a característica: presença de marcas prescritivas não verbais

2. Leia o texto a seguir. Ele apresenta uma situação em que há necessidade de uso de texto prescritivo:

Situação A Em um prédio de atendimento ao público, há muitas salas, distribuídas pelos andares. Algumas delas funcionam para um dado serviço, outras funcionam para outros, enim, não é possível indicar a função de cada uma apenas com uma sinalização na porta ou lateral de entrada. A questão é que muitas pessoas passam por ali todos os dias; muitas são simples, com pouca escolaridade, e sentem diiculdade em orientar-se dentro do espaço. Uma proposta de solução do problema foi a seguinte: criar, ao inal de cada corredor, um grande cartaz em que estivessem escritas instruções como “Atendimento XX, salas 12, 13, 14 ou 15”. Elaborado por Débora de Angelo e Eliane Aguiar especialmente para o São Paulo faz escola.

a) Qual é o problema apresentado na situação?

b) A proposta apresentada parece coerente com essa situação, sendo capaz de resolvê-la? Por quê?

c) Sugira uma mudança nessa proposta. Elabore sua sugestão de acordo com a situação dada. 52


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

3. Leia o texto a seguir: PRECAUÇÕES: CONSERVE FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS E DOS ANIMAIS DOMÉSTICOS. Evite o contato prolongado com a pele e enxágue as mãos após o uso. Em caso de contato com os olhos ou as mucosas, lave com água em abundância. Se ingerido, NÃO PROVOQUE VÔMITO e consulte um médico. Não reutilize a embalagem vazia para outros ins. a) Onde, normalmente, encontramos esse tipo de texto?

b) Há algum termo (ou palavra) cujo signiicado você não conhece? Qual?

c) Você considera o texto prescritivo? Por quê?

d) Por que algumas partes do texto estão com letra maiúscula?

Oralidade Você discutirá com seus colegas o seguinte tema: A convivência escolar. Para tanto, deverão responder, oralmente, a algumas perguntas: t

Qual aspecto da convivência escolar, neste momento, está causando problemas para a aprendizagem?

t

Quais são os problemas?

t

Por que eles ocorrem?

t

O que poderia ser feito para melhorar a situação? 53


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

Produção escrita 1. Tendo como base a discussão sobre convivência escolar, você deverá escrever um pequeno texto prescritivo, registrando os procedimentos necessários para melhorar a situação. O texto deverá ter a seguinte estrutura: t

um pequeno trecho introdutório que explicará ao leitor do que se trata;

t

alguns procedimentos que deverão ser adotados por todos, de acordo com as discussões feitas.

2. Após as produções, você analisará o texto de um colega, a partir do quadro a seguir.

O texto apresenta as características prescritivas? Quais? O texto está coerente com o que foi previsto na discussão em sala? Por quê? Se houver problemas relacionados ao uso da norma-padrão, corrija-os 54


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

Estudo da língua 1. Preencha as lacunas do texto:

Guarde longe das crianças e de animais domésticos. Se (1) ________________, não provoque vômito. Não aplique o produto sobre alimentos nem sobre (2) ______________ de cozinha. Em caso de intoxicação, procure um (3) ______________, levando a embalagem do (4) __________________. Adaptado de: AMARAL, Suely. Na boca do povo. In: MURRIE, Zuleika de Felice (Coord.). Língua portuguesa, língua estrangeira, educação artística e educação física: livro do estudante: Ensino Fundamental. Brasília: MEC/Inep, 2002. p. 161.

a) Que classe de palavra pode preencher a lacuna 1?

b) Estabeleça uma hipótese para explicar por que apenas a classe de palavra escolhida na questão anterior é possível no preenchimento da lacuna.

c) Dentro desse grupo, quais classes são possíveis de acordo com o sentido do texto?

d) Que classe de palavras pode preencher as lacunas 2, 3 e 4?

e) Estabeleça uma hipótese para explicar por que apenas a classe de palavra escolhida na questão anterior é possível para o preenchimento da lacuna.

55


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

f ) Dentro desse grupo, quais classes são possíveis de acordo com o sentido do texto?

2. O texto a seguir servirá como base para as próximas questões. Responda-as antes de preencher as lacunas:

Bom dia, pessoal! Inicialmente, vamos recapitular os passos para a execução dos trabalhos: ____________ as planilhas sobre a mesa; ____________ seus grupos para a ordem das folhas de cada planilha; ____________ as folhas, para que possam organizá-las; ____________ com eles os pontos que devem ser analisados; ____________ um tempo, para que possam observar as planilhas; ____________ a discussão, para que todos possam colocar suas observações. Elaborado por Débora de Angelo e Eliane Aguiar especialmente para o São Paulo faz escola.

a) O que está acontecendo?

b) Quem está falando com quem?

c) Como você sabe?

56


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

d) Do que essa pessoa parece estar falando?

e) Por que ela precisa se comunicar dessa maneira?

f ) Lembrando o que já aprenderam sobre textos prescritivos, que palavras seriam essas que estão faltando no texto?

g) O que essas palavras acrescentariam ao sentido geral do texto?

3. Preencha as lacunas do texto. Opte pela norma-padrão ou coloquial da língua e justiique sua escolha.

LIÇÃO DE CASA 1. Leia o texto a seguir. Ele apresenta outra situação prescritiva para análise.

57


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

Situação B Um chefe trabalha com um grupo de colaboradores há algum tempo. Dentro da empresa, eles fazem reuniões periódicas para encaminhar a execução dos trabalhos. Em virtude do tempo em que essas pessoas trabalham juntas, o chefe considera que não é necessário recapitular os passos para a execução de cada projeto. No entanto, frequentemente, alguns colaboradores não seguem os passos de acordo com o que ele esperava. O chefe ica colérico e sempre aponta a falta de envolvimento dos colaboradores como a causa desses problemas. Elaborado por Débora de Angelo e Eliane Aguiar especialmente para o São Paulo faz escola.

2. No caderno, responda: a) Qual é o problema apresentado na situação? b) A atitude do chefe parece adequada para resolver a situação? Por quê? 3. Escreva uma proposta que contribua para que os colaboradores melhorem seu desempenho. 4. Anote os exercícios sobre Modo Imperativo, do livro didático ou de outra fonte, indicados pelo professor. Faça-os no caderno.

Página: Exercícios:

Anote os exercícios sobre coerência e coesão, do livro didático ou de outra fonte, indicados pelo professor. Faça-os em seu caderno.

Página: Exercícios: 58


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

?

!

SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM 7 CRIANDO UMA CAMPANHA PUBLICITÁRIA

1. O professor selecionará um texto do livro didático para estudo. Tendo-o como base, responda: a) Qual é o gênero do texto?

b) Que características desse gênero você já estudou? Responda sem consultar o caderno.

c) Quais características apontadas na questão anterior aparecem no texto analisado? Exempliique.

2. Observe o anúncio a seguir:

Texto A

ANGELO, Débora Mallet Pezarim de. Publicidade, entretenimento e outros sistemas. In: MURRIE, Zuleika de Felice (Coord.). Linguagens, códigos e suas tecnologias: livro do estudante: Ensino Médio. Brasília: MEC/Inep, 2002. p. 12.

59


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

a) Qual parece ser o público-alvo?

b) Há marcas no texto que indicam a quem o anúncio se dirige?

c) Há algum uso conotativo da linguagem? Qual?

3. Observe este outro anúncio: Texto B

ABAURRE, Maria Luiza Marques. A vida em uma sociedade letrada. In: MURRIE, Zuleika de Felice (Coord.). Linguagens, códigos e suas tecnologias: livro do estudante: Ensino Médio. Brasília: MEC/Inep, 2002. p. 117.

60


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

a) Qual parece ser o público-alvo?

b) Há marcas no texto que indicam a quem o anúncio se dirige? Quais?

c) Há algum uso conotativo da linguagem? Qual?

4. Aponte duas diferenças entre os dois anúncios.

5. Os dois textos são anúncios publicitários. Podemos dizer, no entanto, que apresentam a mesma função? Justiique sua resposta.

6. Qual é a função do Texto A?

61


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

7. Qual é a função do Texto B?

8. Vamos analisar o poder de persuasão do primeiro anúncio (Texto A). Qual é o poder sugestivo dos fragmentos verbais indicados no quadro?

Fragmentos verbais

Comentários

Sobremesas de frutas

Docemel

Pecado é não comer

9. Com base nos exercícios feitos e nas explicações do professor, sintetize os novos traços do gênero “anúncio publicitário” apresentados nesta Situação de Aprendizagem. Traços

Comentários

62


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

Oralidade 1. Com base em alguma campanha publicitária indicada pelo professor ou escolhida pela classe, que apresente anúncios em diferentes mídias (televisão, rádio, internet, jornais e revistas), discuta com seus colegas as seguintes questões: a) Apesar das diferentes mídias, as características típicas do gênero continuam presentes. Faça um comentário analisando comparativamente dois anúncios. b) Que características parecem ser especíicas de anúncios veiculados no rádio? c) Que características parecem ser especíicas de anúncios veiculados na televisão? d) Que características parecem ser especíicas de anúncios veiculados na internet? e) Que características parecem ser especíicas de anúncios veiculados em mídia impressa (jornais e revistas)?

Produção escrita 1. Em grupo, vocês produzirão um anúncio publicitário. Para tanto, sigam os passos indicados. Passo 1 – Deinir um produto ou serviço, a divulgação de uma marca ou campanha de interesse público. Opção do grupo: Passo 2 – Deinir o público-alvo do anúncio. Opção do grupo: Passo 3 – Escrever no quadro a seguir o que decidiram.

Elementos não verbais

Tendo em vista o objeto da campanha e seu público-alvo, que imagens devem ser produzidas? Serão fotos? Imagens retiradas da internet? Desenhos, ilustrações?

Elementos verbais

O que virá como texto escrito? Como será a divisão do texto na página? Haverá tipos diferentes de letra? Por quê?

63


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

Passo 4 – Produzir um esboço do anúncio a partir das opções feitas. Passo 5 – Analisar os esboços: expor o esboço para a classe e explicá-lo. A classe e o professor farão sugestões de alteração, se necessário. Passo 6 – Após os comentários dos colegas e do professor, produzir a versão inal do anúncio. Passo 7 – Socializar os trabalhos: exibam o trabalho inalizado de acordo com as orientações do professor.

Estudo da língua 1. O professor indicará um tema para estudo (vozes verbais) e algumas fontes para pesquisa. Faça a leitura dos textos indicados e discuta com um colega o que cada um compreendeu. 2. Após a discussão, você e seu colega elaborarão, no caderno, um resumo dos principais tópicos estudados. 3. Com base em seu resumo e nas explicações do professor, responda, com suas palavras, ao questionário a seguir. Questionário 1. O que é voz verbal?

2. Quais são os tipos de vozes que um verbo pode apresentar?

3. O que é voz ativa? Dê um exemplo.

64


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

4. O que é voz passiva?

5. A voz passiva pode se apresentar de dois jeitos. Diga quais são e dê um exemplo de cada um.

6. O que é voz reflexiva? Dê um exemplo.

7. Observe um parágrafo que você tenha escrito e retire um exemplo de voz ativa, passiva e reflexiva.

LIÇÃO DE CASA 1. Vamos analisar o poder de persuasão no anúncio do Texto B desta Situação de Aprendizagem. Qual é o poder sugestivo dos fragmentos verbais indicados no quadro?

65


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

Fragmentos verbais

Comentários

“De um lado, pessoas que necessitam de um transplante para ter a chance de continuar a viver. Do outro, pessoas que podiam colaborar com o im desta agonia deixando clara sua intenção em doar seus órgãos.”

“Doe seus órgãos. Você nunca sabe de que lado pode estar.”

“Transplante de órgãos. Essa via tem duas mãos.”

“Campanha de Doação de Órgãos e Tecidos.”

2. Conforme orientações do seu professor, procure em jornais, revistas, na internet ou no livro didático anúncios publicitários para levar para a classe: a) Selecione: 66


LĂ­ngua Portuguesa â&#x20AC;&#x201C; 7a sĂŠrie/8o ano â&#x20AC;&#x201C; Volume 1

t 6NBOĂ&#x17E;ODJPEFWFOEBEFQSPEVUP JOEJRVFPQSPEVUPBOVODJBEP 

t 6NBOĂ&#x17E;ODJPEFQSFTUBĂ&#x17D;Ă?PEFTFSWJĂ&#x17D;P JOEJRVFPTFSWJĂ&#x17D;PBOVODJBEP 

t

6NBOĂ&#x17E;ODJPQBSBEJWVMHBSVNBNBSDB JOEJRVFBNBSDBEJWVMHBEB PVVNBOĂ&#x17E;ODJPQBSB divulgar uma campanha de interesse pĂşblico (indique o interesse pĂşblico divulgado).

b) Indique uma semelhança entre os três anúncios.

c) Escolha dois e aponte uma diferença.

d) Escolha um e explique um uso conotativo da linguagem presente no texto.

Anote os exercícios sobre vozes verbais, do livro didåtico ou de outra fonte, indicados pelo professor. Faça-os no caderno.

PĂĄgina: ExercĂ­cios:

67


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

?

!

SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM 8 OS ANÚNCIOS PUBLICITÁRIOS E SUAS INTENÇÕES

1. Conforme as orientações do professor, serão lidos um trecho (Texto A) do livro Capitães da areia, de Jorge Amado, e um outro (Texto B). Em seguida, responda às questões: Texto B

LOUZADA, Maria Silvia Olivi. Defendendo ideias e pontos de vista. In: MURRIE, Zuleika de Felice (Coord.). Linguagens, códigos e suas tecnologias: livro do estudante: Ensino Médio. Brasília: MEC/Inep, 2002. p. 130.

a) Qual dos dois textos pode ser classiicado como anúncio publicitário? Explique.

68


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

b) Qual deles parece querer convencer o leitor? Por quê? Do que quer convencer?

c) Como podemos observar essa persuasão na parte verbal?

d) Como podemos observar essa persuasão nas imagens?

e) A que tipologia o Texto A pertence: Informativa ou narrativa? Explique sua resposta.

f ) Após os comentários sobre a forma de persuadir do Texto A, explique o que compreendeu.

g) Após as correções do professor, corrija suas anotações, se necessário. 2. O professor explicará o conceito de intencionalidade. Anote o que compreendeu.

69


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

3. O professor indicará alguns alunos para que comentem o que entenderam sobre o conceito de intencionalidade. Com base nos comentários, reveja suas anotações e faça as correções necessárias. 4. Observe o anúncio a seguir:

ANGELO, Débora Mallet Pezarim de. Publicidade, entretenimento e outros sistemas. In: MURRIE, Zuleika de Felice (Coord.). Linguagens, códigos e suas tecnologias: livro do estudante: Ensino Médio. Brasília: MEC/Inep, 2002. p. 12.

a) Qual parece ser a intenção do anúncio Docemel ?

b) Como essa intenção aparece na parte verbal?

c) Como essa intenção aparece no trabalho visual?

70


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

Oralidade 1. O professor proporcionará a audição de um anúncio publicitário veiculado no rádio. Com base na escuta, discuta com seus colegas: a) Qual parece ser a intencionalidade do anúncio? b) Em sua opinião, quais são as características próprias de um anúncio veiculado somente em áudio? c) Qual dessas características mais se destaca? 2. O professor exibirá um anúncio publicitário televisivo. Tendo-o como base, discuta com seus colegas: a) Qual parece ser a intenção do anúncio? b) Em sua opinião, quais são as características próprias de um anúncio televisivo? c) Qual dessas características mais se destaca?

Produção escrita Após as discussões e análises dos anúncios veiculados no rádio e na televisão, escreva, no caderno, uma síntese das conclusões da sala, dividindo-a em duas partes (uma para o anúncio radiofônico e outra para o televisivo).

Estudo da língua 1. Tendo como base o anúncio publicitário Docemel, responda: a) Há algum trabalho de sonoridade no texto? Qual?

b) Há algum uso conotativo da linguagem? Explique.

71


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

2. O professor indicará para leitura algumas explicações sobre figuras de linguagem. Anote no caderno o que compreendeu. 3. Discuta com um colega suas respostas do exercício anterior. Reformule-as, se achar necessário. 4. O professor dará novas explicações sobre o que são iguras de linguagem. Em seguida, volte ao caderno e veja se o que escreveu está correto. Se houver dúvida, fale com o professor. Quando considerar que já compreendeu, escreva a versão inal da explicação sobre iguras de linguagem.

5. Entre as iguras de linguagem, há uma que se chama metáfora. O professor dará explicações sobre ela. Anote o que compreendeu.

6. Conira com o professor e veja se é preciso alterar suas anotações. 7. Você considera que o uso conotativo indicado no Exercício 1, item b, desta seção, é uma metáfora? Explique.

8. O professor indicará alguns textos para estudo, entre eles anúncios publicitários. Aponte a presença de metáforas em cada um. Faça essa atividade no caderno. 9. Para a ampliação dos estudos de iguras de linguagem, o professor construirá um quadro com algumas iguras. Copie-o no caderno. 10. O professor indicará quatro textos para análise das iguras de linguagem. Com base nos textos, preencha o quadro a seguir.

72


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

Termo ou expressão selecionado (uso conotativo da linguagem)

Por que o termo ou expressão foi destacado? (Que tipo de estranheza ele causa?)

Como a gramática classifica esse tipo de figura?

LIÇÃO DE CASA 1. Observe o anúncio publicitário a seguir:

ANGELO, Débora Mallet Pezarim de. Publicidade, entretenimento e outros sistemas. In: MURRIE, Zuleika de Felice (Coord.). Linguagens, códigos e suas tecnologias: livro do estudante: Ensino Médio. Brasília: MEC/Inep, 2002. p. 16.

a) Qual parece ser a intenção do anúncio da empresa Lane?

b) Como essa intenção aparece na parte verbal? 73


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

c) Como essa intenção aparece no trabalho visual?

Anote os exercícios sobre figuras de linguagem, do livro didático ou de outra fonte, indicados pelo professor. Faça-os no caderno.

Página: Exercícios:

74


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

?

!

SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM 9 ANALISANDO A LINGUAGEM VERBAL DE ANÚNCIOS PUBLICITÁRIOS E DE TEXTOS PRESCRITIVOS E INJUNTIVOS

Estudo da língua 1. Deina, por meio de seus conhecimentos prévios, o que é uma frase, uma oração e um período. 2. O professor indicará um anúncio publicitário para estudo, que será denominado de “A”. Observe-o e o compare com o anúncio Voe Lane, apresentado anteriormente, que denominaremos de “B”: a) Na escolha de palavras do anúncio publicitário A, existe algum verbo? Qual?

b) Na escolha de palavras do anúncio publicitário B, existe algum verbo? Qual?

c) O que a presença do verbo indica no anúncio publicitário?

d) É possível compreender a mensagem de um anúncio publicitário mesmo sem a presença de verbos. Explique como isso acontece.

75


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

3. Analise os títulos de notícias apresentados a seguir, de acordo com o modelo, e responda ao que se pede. Exemplo:

Prefeitura de SP parcela multas em até 12 vezes Folha de S.Paulo, 07/11/2007. Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff0711200729.htm>. Acesso em: 24 maio 2013.

t

Que termo, se for retirado, faz que não compreendamos o sentido principal da oração? Resposta: O verbo “parcelar”.

t

Quais outras palavras ou expressões estão ligadas ao verbo “parcelar”? Resposta: “Prefeitura de SP”; “multas”; “em até 12 vezes”.

1. ONU identifica apoio de radicais a grupos rebeldes Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br/mundo/1138077-onu-identiica-apoio-de-radicais-a-grupos-rebeldes.shtml>. Acesso em: 24 maio 2013.

t

Que termo, se for retirado, faz que não compreendamos o sentido principal da oração?

t

Quais outras palavras ou expressões estão ligadas a esse termo na oração?

2. Chuva causa “apagão” em 26 semáforos de Ribeirão Preto (SP) Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/ribeiraopreto/1212575-chuva-causa-apagao-em-26-semaforos-deribeirao-preto-sp.shtml>. Acesso em: 24 maio 2013.

t

Que termo, se for retirado, faz que não compreendamos o sentido principal da oração?

76


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

t

Quais outras palavras ou expressões estão ligadas a esse termo na oração?

3. Marquês de Sapucaí tem falhas de segurança, diz especialista Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1225961-marques-de-sapucai-tem-falhas-de-seguranca-dizengenheiro.shtml>. Acesso em: 24 maio 2013.

t

Que termo, se for retirado, faz que não compreendamos o sentido principal da primeira oração?

t

Quais outras palavras ou expressões estão ligadas a esse termo na oração?

4. EUA prendem suspeito por tiroteio próximo à Casa Branca Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br/mundo/1007421-eua-prendem-suspeito-por-tiroteio-proximo-a-casa-branca.shtml>. Acesso em: 24 maio 2013.

t

Que termo, se for retirado, faz que não compreendamos o sentido principal da oração?

t

Quais outras palavras ou expressões estão ligadas a esse termo na oração?

77


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

5. Com metrô parado, poluição aumentaria 75% em SP, aponta estudo Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1113485-com-metro-parado-poluicao-aumentaria-75-em-spaponta-estudo.shtml>. Acesso em: 24 maio 2013.

t

Que termo, se for retirado, faz que não compreendamos o sentido principal da oração sublinhada?

t

Quais outras palavras ou expressões estão ligadas a esse termo na oração?

6. Porquinhos são declarados animais da boa sorte em zoo de Berlim Disponível em: <http://f5.folha.uol.com.br/bichos/1208105-porquinhos-sao-declarados-animais-da-boa-sorte-em-zoode-berlim.shtml>. Acesso em: 24 maio 2013.

t

Que termo, se for retirado, faz que não compreendamos o sentido principal da oração?

t

Quais outras palavras ou expressões estão ligadas a esse termo na oração?

78


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

4. Leia os textos a seguir:

Texto A Um casal de namorados em um momento de crise: – Bem... – Xi... – Ah... – De uma vez, vai... Uma cacetada só... – Não, não, não é bem assim... – Sei... E então? Tudo igual? Nada muda? – Bom... Acabou. – Eu sabia... Elaborado por Débora de Angelo e Eliane Aguiar especialmente para o São Paulo faz escola.

Texto B Paula ________________ uma moça como todas as outras do mundo de hoje: ________________, _________________ e _____________________, pois ninguém __________________ de ferro. Mas ela _____________ falta de alguma coisa diferente, especial. Um dia Paula ________________ Joaquim, um rapaz inteligente e bonitão. Eles __________________ um namoro e ela _________________ logo. _______________ desse jeito por uns dois meses, até que um dia, sem mais nem menos, Joaquim ______________ misteriosamente. _____________ o que Paula ______________? _______________ outro namorado, porque, como _____________ o Zé Simão, “quem ________________ parado ____________ poste!” Elaborado por Débora de Angelo e Eliane Aguiar especialmente para o São Paulo faz escola.

79


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

a) Grife todas as frases nominais do Texto A. b) Tendo a situação descrita como pressuposto (um casal de namorados em um momento de crise), o que você entendeu do texto?

c) Complete as lacunas do Texto B com os verbos que faltam. Explique por que eles são importantes para a compreensão do texto.

5. O professor indicará pelo menos duas fontes de pesquisa para o estudo de período simples e período composto. Anote a deinição que lhe parecer mais clara de cada um dos conceitos.

6. O professor explicará os conceitos. Anote com suas palavras o que compreendeu sobre o assunto.

80


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

7. Leia os dois textos a seguir:

Texto 1 Primeiro, abra a porta do armário, do lado da pia. Depois, procure uma panela grande, de aço. Ela é a única panela de aço ali. Em seguida, pegue a tampa. Coloque tudo em uma sacola. O moço do conserto vai passar aí em 20 minutos. Elaborado por Débora de Angelo e Eliane Aguiar especialmente para o São Paulo faz escola.

Texto 2 Primeiro, abra a porta do armário do lado da pia e procure uma panela grande, de aço. Ela é a única panela de aço ali, as outras são de outros materiais. Em seguida, pegue a tampa e coloque tudo em uma sacola. O moço do conserto vai passar aí em 20 minutos, não se atrase! Elaborado por Débora de Angelo e Eliane Aguiar especialmente para o São Paulo faz escola.

a) Indique a principal diferença entre os Textos 1 e 2.

b) Quantas orações há no Texto 1?

c) O Texto 1 é constituído por períodos simples ou compostos? Justiique.

81


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

d) Quantas orações há no Texto 2?

e) O Texto 2 é constituído por períodos simples ou compostos? Justiique.

f ) Observando a pontuação dos Textos 1 e 2, podemos airmar que os sinais típicos de inal de período são:

g) Observando a pontuação dos Textos 1 e 2, indique quais sinais de pontuação aparecem apenas no inal do período.

8. O professor indicará textos para análise. Circule os verbos presentes em cada um deles. 9. A que gênero esses textos pertencem?

10. Em cada texto, quem está praticando a ação ou vivendo o estado dos verbos neles presentes?

11. O professor explicará o conceito sintático denominado sujeito. Anote-o com suas palavras.

12. Releia o que você escreveu e compare sua deinição com a de outra fonte indicada pelo professor. Faça correções na sua, se necessário. 82


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

13. Anote os tipos de sujeito indicados pelo professor.

14. O professor retomará dois anúncios estudados neste Caderno ou indicará outros. Localize os sujeitos sintáticos presentes nos anúncios e classiique-os.

15. Qual é a intenção de cada anúncio?

16. A escolha do tipo de sujeito contribui para a intenção geral de cada texto. Explique como isso acontece.

LIÇÃO DE CASA 1. Peça a alguém de sua família uma receita culinária ou busque uma na internet ou em outra fonte. No caderno, responda: a) Em que parte da receita há presença de verbos? b) E em que parte eles não estão presentes? 83


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

c) O que a presença de verbos indica numa receita culinária? d) É possível compreender a parte da receita que não contém verbos? Como denominamos, sintaticamente, esse tipo de construção? 2. Tendo como base as explicações de frase, oração e período, responda: a) Uma oração é um tipo de frase? b) Qual é a diferença entre a oração e os demais tipos de frase? c) Qual é a relação entre oração e período? d) A construção “Não sei o que fazer. Preciso de sua orientação urgente” pode ser considerada um período? Por quê? Anote os exercícios sobre frase, oração e período, do livro didático ou de outra fonte, indicados pelo professor. Faça-os no caderno.

Página: Exercícios:

Anote os exercícios sobre período simples e composto, do livro didático ou de outra fonte, indicados pelo professor. Faça-os no caderno.

Página: Exercícios:

Anote os exercícios sobre tipos de sujeito, do livro didático ou de outra fonte, indicados pelo professor. Faça-os no caderno.

Página: Exercícios: 84


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

?

!

SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM 10 SISTEMATIZAÇÃO DOS CONTEÚDOS VISTOS NAS SITUAÇÕES ANTERIORES

Leitura e análise de texto O professor selecionará alguns textos para leitura. Indique quais desses textos são anúncios publicitários, apontando pelo menos duas características do gênero presentes em cada um deles. Escreva sua análise no caderno.

Oralidade 1. Em grupo, discutam que passos vocês percorreriam para produzir uma campanha publicitária de um produto ou serviço que escolhessem. 2. O professor selecionará dois textos: uma narrativa literária e um texto prescritivo ou injuntivo. Após a leitura, explique a intencionalidade principal de cada texto.

Produção escrita 1. A partir do contexto a seguir, produza no caderno um diálogo de caráter prescritivo. Um rapaz está ao telefone e precisa explicar à sua mãe onde estão três papéis guardados em seu quarto. Ele deve orientá-la dizendo o que precisa fazer para localizar cada um. Deve orientá-la ainda a recolher os papéis e colocá-los em um envelope para enviá-los pelo correio o mais breve possível, pois o rapaz está prestando vestibular em outra cidade e necessita dos documentos com urgência. Elaborado especialmente para o São Paulo faz escola.

LIÇÃO DE CASA 1. Procure algum texto, de qualquer gênero, que, segundo sua opinião, possa causar um sentimento de ternura em jovens como os de sua classe. Explique por que o texto causaria essa reação no grupo. 85


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

2. Selecione seis títulos nominais de livros e analise se são compostos por frases nominais ou orações. Para os que forem frases, transforme em orações e comente o efeito provocado pela forma original e pela que você criou. 3. Faça o mesmo com os títulos compostos por orações. VOCÊ APRENDEU?

© Arquivo do Metrô de São Paulo

Observe o texto a seguir. Ele servirá de base para os exercícios 1 a 5.

1. Esse texto pode ser classiicado como anúncio publicitário, pois: a) discute somente aspectos ligados ao papel das pessoas que trabalham com reciclagem. b) narra os efeitos do lixo orgânico e não reciclável, prejudiciais à população. c) argumenta sobre a diminuição da emissão de gases poluentes, auxiliando o meio ambiente. d) incentiva os usuários a utilizarem as lixeiras adequadas para o lixo não reciclável. 86


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

e) prescreve como manusear o lixo orgânico e estimula a reciclagem apenas de garrainhas de alumínio. 2. Observando os elementos não verbais presentes nesse anúncio publicitário, é possível airmar que: a) a imagem da casca da banana auxilia o usuário do Metrô a compreender que não reciclável é o lixo orgânico, prioritariamente. b) o símbolo da reciclagem recoberto com símbolo de “proibido” tem função decorativa no anúncio. c) a imagem da casca de banana restringe o uso das lixeiras para materiais não recicláveis apenas a esse alimento. d) as imagens das lixeiras mostram que os usuários têm várias opções para jogar seu lixo orgânico. e) o símbolo da reciclagem coberto pelo símbolo de proibido não pode ser compreendido como um sinônimo de lixo não reciclável. 3. No trecho “Material não reciclável também tem a sua lixeira”, o sujeito gramatical é: a) composto, pois “material” e “não reciclável” são dois agentes distintos. b) inexistente, pois “ter” é considerado verbo impessoal. c) desinencial, pois “tem” refere-se a um agente (“você”) que está implícito. d) simples, pois o único núcleo (termo central) do sujeito “material não reciclável” é a palavra “material”. e) indeterminado, pois não se sabe se as pessoas seguirão a sugestão dada pelo Metrô de jogar o lixo no local adequado. 4. Selecione dois trechos verbais desse anúncio publicitário e comente de que modo eles procuram persuadir o leitor sobre os benefícios da reciclagem. 5. No caderno, indique e analise uma característica do gênero “anúncio publicitário” presente no texto.

Exercícios complementares 1. Recapitule as características do gênero “anúncio publicitário” com um colega. Depois, escreva as que vocês conseguiram lembrar. 87


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

1a característica 2a característica 3a característica 4a característica 5a característica 6a característica 7a característica

2. Após os comentários do professor, complete ou corrija seu quadro, se necessário. 3. Selecione um anúncio publicitário do livro didático, de um jornal ou de uma revista. Deve haver nele usos do Modo Imperativo. Observe as características de anúncio publicitário sistematizadas na atividade anterior. Escolha duas delas e explique no caderno como aparecem no anúncio selecionado. 4. Também com um colega, recapitule o conceito de sujeito e deina-o no caderno, com suas palavras. 5. Após os comentários do professor, complete ou corrija sua deinição, se necessário. 6. Observe o anúncio que você selecionou e indique quem pratica as ações indicadas pelos verbos. 7. Responda no caderno: No caso dos usos imperativos, podemos saber quem deve praticar aquela ação prevista? 8. Reescreva a parte verbal do anúncio, explicitando os sujeitos ocultos ou desinenciais. Depois, comente se o efeito persuasivo é maior com ou sem a presença dos sujeitos.

88


Língua Portuguesa – 7a série/8o ano – Volume 1

PARA SABER MAIS Filmes Do que as mulheres gostam (What women want ). Direção: Nancy Meyers. EUA, 2000. 120 min. 12 anos. Mel Gibson é um publicitário que precisa descobrir do que as mulheres gostam, para poder fazer campanhas publicitárias que atinjam o público-alvo. Em certo momento do ilme, ele desenvolve o dom de “ler os pensamentos das mulheres” e passa a compreender um pouco mais sobre a alma feminina. Se eu fosse você. Direção: Daniel Filho. Brasil, 2006. 104 min. 10 anos. Tony Ramos é Cláudio, um publicitário em crise no casamento. Certa noite, ele e a mulher, Helena, interpretada pela atriz Glória Pires, trocam de corpos, e cada um poderá entender um pouco mais do universo feminino e do masculino. A visão feminina de Helena, no corpo de Cláudio, será fundamental para a elaboração de uma campanha publicitária.

89


CONCEPÇÃO E COORDENAÇÃO GERAL NOVA EDIÇÃO 2014-2017 COORDENADORIA DE GESTÃO DA EDUCAÇÃO BÁSICA – CGEB Coordenadora Maria Elizabete da Costa Diretor do Departamento de Desenvolvimento Curricular de Gestão da Educação Básica João Freitas da Silva Diretora do Centro de Ensino Fundamental dos Anos Finais, Ensino Médio e Educação Profissional – CEFAF Valéria Tarantello de Georgel Coordenadora Geral do Programa São Paulo faz escola Valéria Tarantello de Georgel Coordenação Técnica Roberto Canossa Roberto Liberato Suely Cristina de Albuquerque BomÅm EQUIPES CURRICULARES Área de Linguagens Arte: Ana Cristina dos Santos Siqueira, Carlos Eduardo Povinha, Kátia Lucila Bueno e Roseli Ventrela. Educação Física: Marcelo Ortega Amorim, Maria Elisa Kobs Zacarias, Mirna Leia Violin Brandt, Rosângela Aparecida de Paiva e Sergio Roberto Silveira. Língua Estrangeira Moderna (Inglês e Espanhol): Ana Paula de Oliveira Lopes, Jucimeire de Souza Bispo, Marina Tsunokawa Shimabukuro, Neide Ferreira Gaspar e Sílvia Cristina Gomes Nogueira. Língua Portuguesa e Literatura: Angela Maria Baltieri Souza, Claricia Akemi Eguti, Idê Moraes dos Santos, João Mário Santana, Kátia Regina Pessoa, Mara Lúcia David, Marcos Rodrigues Ferreira, Roseli Cordeiro Cardoso e Rozeli Frasca Bueno Alves. Área de Matemática Matemática: Carlos Tadeu da Graça Barros, Ivan Castilho, João dos Santos, Otavio Yoshio Yamanaka, Rodrigo Soares de Sá, Rosana Jorge Monteiro, Sandra Maira Zen Zacarias e Vanderley Aparecido Cornatione. Área de Ciências da Natureza Biologia: Aparecida Kida Sanches, Elizabeth Reymi Rodrigues, Juliana Pavani de Paula Bueno e Rodrigo Ponce. Ciências: Eleuza Vania Maria Lagos Guazzelli, Gisele Nanini Mathias, Herbert Gomes da Silva e Maria da Graça de Jesus Mendes. Física: Carolina dos Santos Batista, Fábio Bresighello Beig, Renata Cristina de Andrade Oliveira e Tatiana Souza da Luz Stroeymeyte.

Química: Ana Joaquina Simões S. de Matos Carvalho, Jeronimo da Silva Barbosa Filho, João Batista Santos Junior e Natalina de Fátima Mateus. Área de Ciências Humanas Filosofia: Emerson Costa, Tânia Gonçalves e Teônia de Abreu Ferreira. Geografia: Andréia Cristina Barroso Cardoso, Débora Regina Aversan e Sérgio Luiz Damiati. História: Cynthia Moreira Marcucci, Maria Margarete dos Santos e Walter Nicolas Otheguy Fernandez. Sociologia: Alan Vitor Corrêa, Carlos Fernando de Almeida e Tony Shigueki Nakatani. PROFESSORES COORDENADORES DO NÚCLEO PEDAGÓGICO Área de Linguagens Educação Física: Ana Lucia Steidle, Eliana Cristine Budisk de Lima, Fabiana Oliveira da Silva, Isabel Cristina Albergoni, Karina Xavier, Katia Mendes e Silva, Liliane Renata Tank Gullo, Marcia Magali Rodrigues dos Santos, Mônica Antonia Cucatto da Silva, Patrícia Pinto Santiago, Regina Maria Lopes, Sandra Pereira Mendes, Sebastiana Gonçalves Ferreira Viscardi, Silvana Alves Muniz. Língua Estrangeira Moderna (Inglês): Célia Regina Teixeira da Costa, Cleide Antunes Silva, Ednéa Boso, Edney Couto de Souza, Elana Simone Schiavo Caramano, Eliane Graciela dos Santos Santana, Elisabeth Pacheco Lomba Kozokoski, Fabiola Maciel Saldão, Isabel Cristina dos Santos Dias, Juliana Munhoz dos Santos, Kátia Vitorian Gellers, Lídia Maria Batista BomÅm, Lindomar Alves de Oliveira, Lúcia Aparecida Arantes, Mauro Celso de Souza, Neusa A. Abrunhosa Tápias, Patrícia Helena Passos, Renata Motta Chicoli Belchior, Renato José de Souza, Sandra Regina Teixeira Batista de Campos e Silmara Santade Masiero. Língua Portuguesa: Andrea Righeto, Edilene Bachega R. Viveiros, Eliane Cristina Gonçalves Ramos, Graciana B. Ignacio Cunha, Letícia M. de Barros L. Viviani, Luciana de Paula Diniz, Márcia Regina Xavier Gardenal, Maria Cristina Cunha Riondet Costa, Maria José de Miranda Nascimento, Maria Márcia Zamprônio Pedroso, Patrícia Fernanda Morande Roveri, Ronaldo Cesar Alexandre Formici, Selma Rodrigues e Sílvia Regina Peres. Área de Matemática Matemática: Carlos Alexandre Emídio, Clóvis Antonio de Lima, Delizabeth Evanir Malavazzi, Edinei Pereira de Sousa, Eduardo Granado Garcia, Evaristo Glória, Everaldo José Machado de Lima, Fabio Augusto Trevisan, Inês Chiarelli Dias, Ivan Castilho, José Maria Sales Júnior, Luciana Moraes Funada, Luciana Vanessa de Almeida Buranello, Mário José Pagotto, Paula Pereira Guanais, Regina Helena de Oliveira Rodrigues, Robson Rossi, Rodrigo Soares de Sá, Rosana Jorge Monteiro,

Rosângela Teodoro Gonçalves, Roseli Soares Jacomini, Silvia Ignês Peruquetti Bortolatto e Zilda Meira de Aguiar Gomes. Área de Ciências da Natureza Biologia: Aureli Martins Sartori de Toledo, Evandro Rodrigues Vargas Silvério, Fernanda Rezende Pedroza, Regiani Braguim Chioderoli e Rosimara Santana da Silva Alves. Ciências: Davi Andrade Pacheco, Franklin Julio de Melo, Liamara P. Rocha da Silva, Marceline de Lima, Paulo Garcez Fernandes, Paulo Roberto Orlandi Valdastri, Rosimeire da Cunha e Wilson Luís Prati. Física: Ana Claudia Cossini Martins, Ana Paula Vieira Costa, André Henrique GhelÅ RuÅno, Cristiane Gislene Bezerra, Fabiana Hernandes M. Garcia, Leandro dos Reis Marques, Marcio Bortoletto Fessel, Marta Ferreira Mafra, Rafael Plana Simões e Rui Buosi. Química: Armenak Bolean, Cátia Lunardi, Cirila Tacconi, Daniel B. Nascimento, Elizandra C. S. Lopes, Gerson N. Silva, Idma A. C. Ferreira, Laura C. A. Xavier, Marcos Antônio Gimenes, Massuko S. Warigoda, Roza K. Morikawa, Sílvia H. M. Fernandes, Valdir P. Berti e Willian G. Jesus. Área de Ciências Humanas Filosofia: Álex Roberto Genelhu Soares, Anderson Gomes de Paiva, Anderson Luiz Pereira, Claudio Nitsch Medeiros e José Aparecido Vidal. Geografia: Ana Helena Veneziani Vitor, Célio Batista da Silva, Edison Luiz Barbosa de Souza, Edivaldo Bezerra Viana, Elizete Buranello Perez, Márcio Luiz Verni, Milton Paulo dos Santos, Mônica Estevan, Regina Célia Batista, Rita de Cássia Araujo, Rosinei Aparecida Ribeiro Libório, Sandra Raquel Scassola Dias, Selma Marli Trivellato e Sonia Maria M. Romano. História: Aparecida de Fátima dos Santos Pereira, Carla Flaitt Valentini, Claudia Elisabete Silva, Cristiane Gonçalves de Campos, Cristina de Lima Cardoso Leme, Ellen Claudia Cardoso Doretto, Ester Galesi Gryga, Karin Sant’Ana Kossling, Marcia Aparecida Ferrari Salgado de Barros, Mercia Albertina de Lima Camargo, Priscila Lourenço, Rogerio Sicchieri, Sandra Maria Fodra e Walter Garcia de Carvalho Vilas Boas. Sociologia: Anselmo Luis Fernandes Gonçalves, Celso Francisco do Ó, Lucila Conceição Pereira e Tânia Fetchir. Apoio: Fundação para o Desenvolvimento da Educação - FDE CTP, Impressão e acabamento IBEP GráÅca


GESTÃO DO PROCESSO DE PRODUÇÃO EDITORIAL 2014-2017

CONCEPÇÃO DO PROGRAMA E ELABORAÇÃO DOS CONTEÚDOS ORIGINAIS

FUNDAÇÃO CARLOS ALBERTO VANZOLINI

COORDENAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO DOS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS DOS CADERNOS DOS PROFESSORES E DOS CADERNOS DOS ALUNOS Ghisleine Trigo Silveira

Presidente da Diretoria Executiva Antonio Rafael Namur Muscat Vice-presidente da Diretoria Executiva Alberto Wunderler Ramos GESTÃO DE TECNOLOGIAS APLICADAS À EDUCAÇÃO Direção da Área Guilherme Ary Plonski Coordenação Executiva do Projeto Angela Sprenger e Beatriz Scavazza Gestão Editorial Denise Blanes Equipe de Produção Editorial: Amarilis L. Maciel, Angélica dos Santos Angelo, Bóris Fatigati da Silva, Bruno Reis, Carina Carvalho, Carla Fernanda Nascimento, Carolina H. Mestriner, Carolina Pedro Soares, Cíntia Leitão, Eloiza Lopes, Érika Domingues do Nascimento, Flávia Medeiros, Gisele Manoel, Jean Xavier, Karinna Alessandra Carvalho Taddeo, Leandro Calbente Câmara, Leslie Sandes, Mainã Greeb Vicente, Marina Murphy, Michelangelo Russo, Natália S. Moreira, Olivia Frade Zambone, Paula Felix Palma, Priscila Risso, Regiane Monteiro Pimentel Barboza, Rodolfo Marinho, Stella Assumpção Mendes Mesquita, Tatiana F. Souza e Tiago Jonas de Almeida. Direitos autorais e iconografia: Beatriz Fonseca Micsik, Érica Marques, José Carlos Augusto, Juliana Prado da Silva, Marcus Ecclissi, Maria Aparecida Acunzo Forli, Maria Magalhães de Alencastro e Vanessa Leite Rios. Edição e Produção editorial: Jairo Souza Design GráÅco e Occy Design projeto gráÅco!.

CONCEPÇÃO Guiomar Namo de Mello, Lino de Macedo, Luis Carlos de Menezes, Maria Inês Fini coordenadora! e Ruy Berger em memória!. AUTORES Linguagens Coordenador de área: Alice Vieira. Arte: Gisa Picosque, Mirian Celeste Martins, Geraldo de Oliveira Suzigan, Jéssica Mami Makino e Sayonara Pereira. Educação Física: Adalberto dos Santos Souza, Carla de Meira Leite, Jocimar Daolio, Luciana Venâncio, Luiz Sanches Neto, Mauro Betti, Renata Elsa Stark e Sérgio Roberto Silveira. LEM – Inglês: Adriana Ranelli Weigel Borges, Alzira da Silva Shimoura, Lívia de Araújo Donnini Rodrigues, Priscila Mayumi Hayama e Sueli Salles Fidalgo. LEM – Espanhol: Ana Maria López Ramírez, Isabel Gretel María Eres Fernández, Ivan Rodrigues Martin, Margareth dos Santos e Neide T. Maia González. Língua Portuguesa: Alice Vieira, Débora Mallet Pezarim de Angelo, Eliane Aparecida de Aguiar, José Luís Marques López Landeira e João Henrique Nogueira Mateos. Matemática Coordenador de área: Nílson José Machado. Matemática: Nílson José Machado, Carlos Eduardo de Souza Campos Granja, José Luiz Pastore Mello, Roberto Perides Moisés, Rogério Ferreira da Fonseca, Ruy César Pietropaolo e Walter Spinelli.

Ciências Humanas Coordenador de área: Paulo Miceli. Filosofia: Paulo Miceli, Luiza Christov, Adilton Luís Martins e Renê José Trentin Silveira. Geografia: Angela Corrêa da Silva, Jaime Tadeu Oliva, Raul Borges Guimarães, Regina Araujo e Sérgio Adas. História: Paulo Miceli, Diego López Silva, Glaydson José da Silva, Mônica Lungov Bugelli e Raquel dos Santos Funari. Sociologia: Heloisa Helena Teixeira de Souza Martins, Marcelo Santos Masset Lacombe, Melissa de Mattos Pimenta e Stella Christina Schrijnemaekers. Ciências da Natureza Coordenador de área: Luis Carlos de Menezes. Biologia: Ghisleine Trigo Silveira, Fabíola Bovo Mendonça, Felipe Bandoni de Oliveira, Lucilene Aparecida Esperante Limp, Maria Augusta Querubim Rodrigues Pereira, Olga Aguilar Santana, Paulo Roberto da Cunha, Rodrigo Venturoso Mendes da Silveira e Solange Soares de Camargo. Ciências: Ghisleine Trigo Silveira, Cristina Leite, João Carlos Miguel Tomaz Micheletti Neto, Julio Cézar Foschini Lisbôa, Lucilene Aparecida Esperante Limp, Maíra Batistoni e Silva, Maria Augusta Querubim Rodrigues Pereira, Paulo Rogério Miranda Correia, Renata Alves Ribeiro, Ricardo Rechi Aguiar, Rosana dos Santos Jordão, Simone Jaconetti Ydi e Yassuko Hosoume. Física: Luis Carlos de Menezes, Estevam Rouxinol, Guilherme Brockington, Ivã Gurgel, Luís Paulo de Carvalho Piassi, Marcelo de Carvalho Bonetti, Maurício Pietrocola Pinto de Oliveira, Maxwell Roger da PuriÅcação Siqueira, Sonia Salem e Yassuko Hosoume. Química: Maria Eunice Ribeiro Marcondes, Denilse Morais Zambom, Fabio Luiz de Souza, Hebe Ribeiro da Cruz Peixoto, Isis Valença de Sousa Santos, Luciane Hiromi Akahoshi, Maria Fernanda Penteado Lamas e Yvone Mussa Esperidião. Caderno do Gestor Lino de Macedo, Maria Eliza Fini e Zuleika de Felice Murrie.

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo autoriza a reprodução do conteúdo do material de sua titularidade pelas demais secretarias de educação do país, desde que mantida a integridade da obra e dos créditos, ressaltando que direitos autorais protegidos*deverão ser diretamente negociados com seus próprios titulares, sob pena de infração aos artigos da Lei no 9.610/98. * Constituem “direitos autorais protegidos” todas e quaisquer obras de terceiros reproduzidas no material da SEE-SP que não estejam em domínio público nos termos do artigo 41 da Lei de Direitos Autorais.

* Nos Cadernos do Programa São Paulo faz escola são indicados sites para o aprofundamento de conhecimentos, como fonte de consulta dos conteúdos apresentados e como referências bibliográficas. Todos esses endereços eletrônicos foram checados. No entanto, como a internet é um meio dinâmico e sujeito a mudanças, a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo não garante que os sites indicados permaneçam acessíveis ou inalterados. * Os mapas reproduzidos no material são de autoria de terceiros e mantêm as características dos originais, no que diz respeito à grafia adotada e à inclusão e composição dos elementos cartográficos (escala, legenda e rosa dos ventos).


Validade: 2014 â&#x20AC;&#x201C; 2017

Lp 8 ano aluno 01 e 02 bimestres (2014)