Issuu on Google+

1 FACULDADE NORTE PARANAENSE

ORIENTAÇÕES PARA APRESENTAÇÃO FORMAL DE TRABALHOS PARTE A: ESTRUTURA DE TRABALHOS ACADÊMICOS

A estrutura de Trabalhos de Conclusão de Curso, dissertações e outros trabalhos acadêmicos compreende elementos pré-textuais, textuais e pós-textuais. Para sua apresentação devem-se aplicar as orientações da NBR 14724 da ABNT. ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS: Capa, Lombada, Folha de rosto, Errata, Folha de aprovação,

Dedicatória(s), Agradecimento(s), Epígrafe, Resumo na língua vernácula, Resumo na língua estrangeira, Lista de ilustrações, Lista de tabelas, Lista de abreviaturas e siglas, Lista de símbolos e Sumário. ELEMENTOS TEXTUAIS: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão. ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS: Referências, Glossário, Apêndice(s), Anexo(s) e índice.

ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS São elementos que antecedem o texto com informações que ajudam na identificação e utilização do trabalho. Devem ser apresentados conforme modelos a seguir:

CAPA: Elemento obrigatório onde as informações são transcritas na seguinte ordem: a) Nome da instituição (opcional); b) nome do autor; c) título do trabalho; d) subtítulo: (se houver) deve ser precedido de dois-pontos; e) número de volumes (se houver mais de um volume); f) local (cidade) da instituição onde deve ser apresentado; g) ano de depósito (da entrega).

LOMBADA: Elemento opcional, onde as informações seguem a NBR 12225. • nome do autor, impresso do alto para o pé da lombada. • título do trabalho, impresso da mesma forma que o nome do autor. • elementos alfanuméricos de identificação, como por exemplo: volume1.


2 FACULDADE NORTE PARANAENSE

FOLHA DE ROSTO: Elemento obrigatório, com anverso e verso da folha, conforme segue: Anverso da folha de rosto a) nome do autor do trabalho; b) título do trabalho; c) subtítulo: (se houver) deve ser precedido de dois-pontos; d) número de volumes (se houver mais de um volume); e) natureza (tese, dissertação, trabalho de conclusão de curso e outros) e objetivo (aprovação em disciplina, grau pretendido e outros); nome da instituição a que é submetido; área de concentração; f) nome do orientador e, se houver, do coorientador; g) local (cidade) da instituição onde deve ser apresentado; h) ano de depósito (da entrega).

Verso da folha de rosto Deve conter a ficha catalográfica, conforme o Código de Catalogação Angloamericano vigente.

ERRATA: Elemento opcional que deve ser inserido logo após a folha de rosto, constituído pela referência do trabalho e pelo texto da errata disposto da seguinte maneira: ERRATA FOLHA

LINHA

ONDE SE LÊ

LEIA-SE

32

3

cidde

cidade

44

8

Maria

Marina


3 FACULDADE NORTE PARANAENSE

FOLHA DE APROVAÇÃO: Elemento obrigatório, colocado logo após a folha de rosto, constituída por: a) nome do autor do trabalho; b) título do trabalho; c) subtítulo (se houver); d) natureza, objetivo, nome da instituição a que é submetido, área de concentração; e) nome, titulação e assinatura dos componentes da banca examinadora e instituições a que pertencem. f) data de aprovação

A data de aprovação e as assinaturas dos membros componentes da banca examinadora são colocadas após a aprovação do trabalho.

DEDICATÓRIA(s): Elemento opcional, colocado após a folha de aprovação. AGRADECIMENTO(s): Elemento opcional, colocado após a dedicatória. EPÍGRAFE: Elemento opcional, colocado após os agradecimentos.


4 FACULDADE NORTE PARANAENSE

RESUMO NA LÍNGUA VERNÁCULA: Elemento obrigatório, constituído de uma seqüência de frases concisas e objetivas e não de uma simples enumeração de tópicos, não ultrapassando 500 palavras, seguido, logo abaixo, das palavras representativas do conteúdo do trabalho, isto é, palavras-chave e/ou descritores, conforme a NBR 6028.

RESUMO EM LÍNGUA ESTRANGEIRA: Elemento obrigatório, com as mesmas características do resumo em língua vernácula, digitado em folha separada (em inglês Abstract, em espanhol Resumen, em francês Resume, por exemplo).

LISTA DE ILUSTRAÇÕES: Elemento opcional, que deve ser elaborado de acordo com a ordem apresentada no texto, com cada item designado por seu nome específico, acompanhado do respectivo número da página. Quando necessário, recomenda-se a elaboração de lista própria para cada tipo de ilustração (desenhos, esquemas, fluxogramas, fotografias, gráficos, mapas, organogramas, plantas, quadros, retratos e outros).

LISTA DE TABELAS: Elemento opcional, elaborado de acordo com a ordem apresentada no texto, com cada item designado por seu nome específico, acompanhado do respectivo número da página.


5 FACULDADE NORTE PARANAENSE

LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS: Elemento opcional. Consiste na relação alfabética das abreviaturas e siglas utilizadas no texto, seguidas das palavras ou expressões correspondentes grafadas por extenso. Recomenda-se a elaboração de lista própria para cada tipo.

LISTA DE SÍMBOLOS: Elemento opcional, que deve ser elaborado de acordo com a ordem apresentada no texto, com o devido significado.

SUMÁRIO: Elemento obrigatório, cujas partes são acompanhadas do(s) respectivo(s) número(s) da(s) página(s). Havendo mais de um volume, em cada um deve constar o sumário completo do trabalho, conforme a NBR 6027.


6 FACULDADE NORTE PARANAENSE

ELEMENTOS TEXTUAIS: Constituídos de: introdução, desenvolvimento e conclusão.

INTRODUÇÃO: Parte inicial do texto, onde devem constar a delimitação do assunto tratado, objetivos da pesquisa e outros elementos necessários para situar o tema do trabalho. Separa-se o texto da introdução do título que o antecede por dois espaços entrelinhas de 1,5cm.

DESENVOLVIMENTO: Parte principal do texto, que contém a exposição ordenada e pormenorizada do assunto. Divide-se em seções e subseções, que variam em função da abordagem do tema e do método. Deve ser separado do título que antecede e precede por 2 (dois) espaços de entrelinhas de 1,5cm. Quando inserir alíneas, observar que as mesmas devem seguir o parágrafo padronizado para o trabalho.

CONCLUSÃO: Parte final do texto, na qual se respondem às questões do estudo, se apresentam conclusões correspondentes aos objetivos ou hipóteses e/ou mesmo recomenda-se ou sugerem-se futuras pesquisas.

ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS: São apresentados conforme observações a seguir:


7 FACULDADE NORTE PARANAENSE

REFERÊNCIAS: Elemento obrigatório, elaborado conforme a NBR 6023.

GLOSSÁRIO: Elemento opcional. Relação de palavras ou expressões técnicas em ordem alfabética, acompanhadas de sua respectiva definição.

APÊNDICE(S): Elemento opcional. Texto ou documento elaborado pelo autor, para complemento da idéia e/ou argumento. O(s) apêndice(s) são identificados por letras maiúsculas consecutivas, travessão e pelos respectivos títulos. Se esgotadas as 23 letras do alfabeto, utilizam-se letras maiúsculas dobradas.

ANEXO(S): Elemento opcional. Texto ou documento não elaborado pelo autor(aluno), que serve de fundamentação, comprovação, ilustração. O(s) anexo(s) são identificados por letras maiúsculas consecutivas, travessão e pelos respectivos títulos. Quando esgotadas as 23 letras do alfabeto, utilizam-se letras maiúsculas dobradas. Exemplo: ANEXO A — Título do anexo

ÍNDICE(S):

Elemento opcional. Lista de palavras ou frases, que localiza e remete para as informações. Elaborado conforme a NBR 6034.


8 FACULDADE NORTE PARANAENSE

REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO APRESENTAÇÃO GRÁFICA: • Papel branco - tamanho A4( 21cm x 29,7cm); • Digitados na cor preta; • No anverso da folha (exceto folha de rosto) • Fonte tamanho 12 para o texto e menor (11) para citações com mais de três linhas, notas de rodapé, paginação e legendas das ilustrações e tabelas. • Para os nomes dos alunos, título e subtítulo recomenda-se fonte tamanho 16 para Capa/Folha de rosto e 14 para Folha de aprovação. • Margem justificada para o corpo do trabalho e alinhamento esquerdo para as referências. • Títulos sem indicativo numérico (errata, agradecimento, lista de ilustrações, lista de abreviaturas e siglas, lista de símbolos, resumos, sumário, referências, glossário, apêndice(s), anexo(s), e índice) devem ser centralizados (conforme NBR 6024). • Parágrafo de 3cm para o texto.

MARGENS:

• Esquerda e superior 3cm

• Direita e inferior 2cm.

ESPACEJAMENTO ENTRE LINHAS: • Espaço um e meio para o texto; • Espaço simples para: citações com mais de três linhas, notas, referências, legendas de ilustrações, tabelas e ficha catalográfica. • Na folha de rosto e na folha de aprovação, a natureza do trabalho, o objetivo, o nome da instituição a que é submetida e a área de concentração devem ser alinhados do meio da mancha para a margem direita e o espaço entre linhas deve ser simples. • As referências, ao final do trabalho, devem ser separadas entre si por dois espaços simples. • Os títulos das subseções são separados do texto que os sucede ou que os precede por 2 espaços.

PAGINAÇÃO: • A partir da folha de rosto, todas as folhas do trabalho devem ser contadas; • A numeração deve ser colocada a partir da primeira folha da parte textual, em algarismos arábicos, no canto superior direito da folha, a 2 cm da borda superior. • Para trabalhos com mais de um volume, deve ser mantida uma única seqüência de numeração das folhas; • Havendo apêndice e anexo, as numerações de suas folhas devem dar seguimento ao texto principal.

NOTAS DE RODAPÉ: Devem ser digitadas dentro das margens, separadas do texto por um espaço simples e um filete de 3cm a partir da margem esquerda.

INDICATIVOS DE SEÇÃO: Precedem o seu título, alinhados à esquerda, separados por um espaço de caractere.

ELEMENTOS SEM TÍTULO E SEM INDICATIVO NUMÉRICO: Folha de aprovação, dedicatória e epígrafe.


9 FACULDADE NORTE PARANAENSE

NUMERAÇÃO PROGRESSIVA: • Adota-se numeração progressiva para as seções do texto. • Os títulos das seções primárias (principais divisões de um texto), devem iniciar em folha distinta. • Destacam-se gradativamente os títulos das seções utilizando-se os recursos de negrito, caixa alta, versal e itálico no texto e no sumário, conforme NBR 6024. Exemplo: 3 TÍTULO NÍVEL 1 3.1 TÍTULO NÍVEL 2 (FONTE EM VERSALETE) 3.1.1 Título Nível 3 (Primeiras Letras em Maiúsculo) 3.1.1.1 Título nível 4 (Somente a 1ª letra da 1ª palavra em maiusculo) 3.1.1.1.1 Título nível 5 (Todo em itálico - somente a 1ª letra da 1ª palavra em maiusculo)

SIGLA: Quando aparece pela 1.ª vez no texto, a forma completa precede a sigla entre parênteses. EQUAÇÕES E FÓRMULAS: Aparecem destacadas no texto de modo a facilitar a sua leitura. ILUSTRAÇÕES: • Consideram-se ilustrações (desenhos, esquemas, fluxogramas, fotografias, gráficos, mapas, organogramas, plantas, quadros e outros) • Sua identificação aparece na parte inferior, precedida da palavra designativa, seguida de seu número de ordem de ocorrência no texto, em algarismos arábicos. • São inseridas o mais próximo possível do trecho a que se refere, conforme o projeto gráfico. O ESTUDANTE/PESQUISADOR E OS NÍVEIS DE DESENVOLVIMENTO

C O N C E I T O A L U N O

NÍVEL DE DESENVOLVIMENTO REAL

NÍVEL DE DESENVOLVIMENTO POTENCIAL

Nível que a criança já chegou.

Nível ao qual a criança ainda não chegou. (desejado)

Sabe e tem capacidade de desenvolver tarefas de forma independente, sem a ajuda de outras pessoas. (retrospectivo)

Aquilo que a criança não realiza sozinha, mas com a ajuda de alguém mais experiente. Habilidades em amadurecimento

Habilidades amadurecidas Aluno que pode resolver um problema sozinho, sem auxílio de alguém.

Aluno que precisa da ajuda de um professor, do bibliotecário ou de um colega para resolver um problema.

Quadro 8: O estudante/pesquisador e os níveis de desenvolvimento baseado na teoria de Vygotsky.

TABELAS: Apresentam informações tratadas estatisticamente, conforme IBGE (1993). Tabela 1 — Equipe de funcionários da Biblioteca da Uninorte Regime de trabalho Função 4 horas 8 horas 6 horas Total

Bibliotecária

Auxiliar de biblioteca

Estagiária

Total

1 x x 1

x 1 x 1

x x 1 1

1 1 1 3

Fonte: Biblioteca da Uninorte, jul. 2010

CITAÇÕES: Apresentadas de acordo com a NBR 10520


10 FACULDADE NORTE PARANAENSE

ORIENTAÇÕES PARA APRESENTAÇÃO FORMAL DE TRABALHOS PARTE B: CITAÇÕES EM DOCUMENTOS com base na NBR 10520 CITAÇÃO: ―É a menção, no texto, de uma informação extraída de outra fonte.‖ (ABNT, 2002, p.1). TIPOS DE CITAÇÃO: CITAÇÃO DIRETA: Transcrição textual de parte da obra (palavras ou trechos) do autor consultado. CITAÇÃO INDIRETA: É a reprodução das idéias do autor da fonte consultada, sem, contudo, transcrever literalmente o texto. Digitada sem aspas, mas com indicação de autor e data (página opcionalmente). CITAÇÃO DE CITAÇÃO: Citação direta ou indireta de um texto em que não se teve acesso ao documento original. Indica-se o autor original e acrescenta-se a expressão apud (citado por) antes do autor consultado, sendo que este último é que constará da lista de referências.

REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO Citação direta de até três linhas

EXEMPLOS

As citações curtas ―são incorporadas ao texto, transcritas entre

São inseridas ao texto entre aspas aspas com indicação das fontes de onde foram retiradas.‖ duplas. Aspas simples indicam (MÜLLER; CORNELSEN, 2010, p.32). citação no interior da citação.

Citação direta com mais de três Segundo Müller e Cornelsen (2010, p.32) citações longas são transcritas em bloco e em espaço simples de linhas é apresentada em parágrafo entrelinhas, com recuo de 4cm da margem esquerda, próprio, separada do texto, com recuo de 4cm da margem esquerda, espaço simples, com fonte menor que a utilizada no texto e sem aspas.

Supressões Para indicar supressões usam-se reticências entre colchetes [...].

com letra menor que a do texto e sem aspas, com indicação das fontes de onde foram retiradas.

―O uso do ponto final [...] deve atender às regras gramaticais.‖ (ABNT, 2002, p.2).

Acréscimo Palavras explicativas, comentários e esclarecimento são feitos entre colchetes, devendo a citação ser mantida entre aspas.

De acordo com a ABNT quando o autor, a instituição ou o título ―estiverem entre parênteses, devem ser [digitados] em letras maiúsculas.‖ (2002, p.2).


11 FACULDADE NORTE PARANAENSE

Informação verbal (palestras, debates, aulas, etc.) Indicar, informação verbal entre parênteses logo após a menção no texto e apresentar os dados disponíveis em nota de rodapé.

No texto: Sabemos que "o novo medicamento estará disponível até o final 1 deste semestre [...]‖ (Informação verbal) .

No rodapé da página: ____________

1

Documento preliminar

Informação fornecida no Congresso Internacional de Engenharia Genética em outubro de 2001.

No texto: Os poetas selecionados contribuíram para a consolidação da poesia no Rio Grande do Sul, séculos XIX e XX. (em fase de 1 elaboração).

Mencionar o fato (em fase de elaboração) entre parênteses, indicando os dados em nota de Na nota de rodapé: ____________________ rodapé. 1

Poetas rio-grandenses, de autoria de Elvo Clemente, a ser editado pela EDIPUCRS, 2006.

Destaque Usar negrito ou itálico, indicando a alteração grifo nosso ou, quando do autor consultado grifo do autor entre parênteses, após a citação.

Incorreções e/ou incoerência Havendo erros lógicos ou de grafia indicá-los como aparecem no texto, seguidos da expressão sic "assim mesmo" entre parênteses.

Tradução de parte do texto Caso se traduza parte de texto de outro autor, a citação virá seguida de (tradução nossa) entre parênteses.

"[...] a presença de professores em reunião de alunos é favorável à discussão de idéias relevantes." (ANTUNES, 2009, p.34, grifo nosso).

Santos afirma que "em 1820 (sic), após a morte de Bonaparte, a situação européia era nebulosa." (1980, p.21).

"[...] redes de comunicação existem sempre que dois ou mais equipamentos de processamento de dados estejam aptos para a troca de mensagens entre si." (FREEMAN, 2008, p.29, tradução nossa).

Publicação de Instituições Mencionar a sigla. Obs.: Tratando-se de órgão do poder público federal/municipal mencionar pela jurisdição.

Dados fornecidos pelo Ministério do Trabalho (BRASIL, 2009, p. 12) comprovam que o índice de desemprego cresceu [...]

SISTEMA DE CHAMADA - As citações devem ser indicadas no texto por um sistema de chamada: autor-data ou numérico. No início da elaboração do trabalho, o autor deve escolher o sistema que será mais adequado e adotá-lo como único no decorrer do texto, permitindo sua correlação na lista de referências ou em notas de rodapé.

SISTEMA AUTOR-DATA Neste sistema, as fontes citadas são indicadas e identificadas por meio de dados de autoria (sobrenome do autor, instituição responsável ou na falta destes pelo título) e do ano da publicação, separados por vírgula.


12 FACULDADE NORTE PARANAENSE

COMO INSERIR O AUTOR NA SENTENÇA OU MENCIONÁ-LO NO FINAL DA CITAÇÃO Nome do autor incluído no texto: Indicar o sobrenome do autor em letras maiúsculas e minúsculas, seguido do ano e página, entre parênteses. Para citações indiretas a página é opcional. Um autor: Segundo Antunes (2008) Dois autores: De acordo com Santos e Souza (2007) Três autores: Dudziak, Gabriel e Villela (2006) Mais de três autores: Silva et al. (2010, p. 76) Entrada pelo título: O desenvolvimento... (2002) Entidade: Comissão das comunidades européias (2005)

Nome do autor no final do texto (ENTRE PARÊNTESES) Especificar o sobrenome do autor em letras maiúsculas seguido da data e da página. Para citações indiretas a página é opcional. Um autor: (ANTUNES, 2008, p. 1). Dois autores: (SANTOS; SOUZA, 2007) Três autores: (DUDZIAK; GABRIEL; VILLELA, 2006) Mais de três autores: (SILVA et al., 2010) Entrada pelo título: (O DESENVOLVIMENTO..., 2002) Entidade: (COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPÉIAS, 2005).

Quando houver coincidência de autores com o mesmo sobrenome e data, acrescentam-se as iniciais de seus prenomes: Exemplo: Oliveira, C. (2001) Oliveira, M. (2001)

Persistindo a coincidência, coloca-se os prenomes por extenso Exemplo: Oliveira, Carlos (2003)

Oliveira, Cristina (2003)

Citação de diversos documentos de um mesmo autor, publicados em um mesmo ano, são diferenciadas pelo acréscimo de letras minúsculas, ordenados alfabeticamente após a data e sem espacejamento. Exemplo: Camargo (2000a) (CAMARGO, 2000a)

Camargo (2000b) (CAMARGO, 2000b)

As citações indiretas de diversos documentos de um mesmo autor, publicados em anos diferentes e mencionados simultaneamente, têm as suas datas separadas por vírgula. Exemplo: (CORRÊA, 2000, 2002, 2003)

Citações indiretas de vários documentos de diversos autores, mencionados simultaneamente, devem figurar em ordem alfabética, separados por ponto-e-vírgula. Exemplo: (ALBIERI, 2010; FONSECA, 2009; SANTOS, 2009 )

Citações de obras que possuem mais de um volume Exemplo: (NOVAES, 2008, v.2, p.34).


13 FACULDADE NORTE PARANAENSE

SISTEMA NUMÉRICO Neste sistema, a indicação dos documentos é feita por meio de chamadas numéricas em algarismos arábicos remetendo à lista de referências. As citações devem ter numeração única e consecutiva para todo o capítulo ou parte. Não se inicia a numeração das citações a cada página. O indicativo numérico pode ser feito entre parênteses alinhado ao texto ou de modo expoente à linha do mesmo logo após a pontuação que fecha a citação. A lista de referências deverá ser em ordem numérica, de acordo com a seqüência das citações. Segundo a ABNT (2002) quando há notas de rodapé este sistema não deve ser utilizado. Exemplos: (15) Diz Rui Barbosa: "Tudo é viver, previvendo..." 15 Diz Rui Barbosa: "Tudo é viver, previvendo..."

NOTAS: Conforme Suzuki (2009) há 3 tipos de notas: • Notas de referência (indicam as fontes consultadas); • Notas de rodapé (indicações, observações ou aditamentos ao texto); • Notas explicativas (comentários ou esclarecimentos que não possam ser incluídos no texto).

As notas podem vir: • no rodapé; • no final da seção; • no final do texto. Exemplo:

____________ • ¹ Voltarei a essa questão quando analisar a repartição do produto. Mais detalhes a respeito podem ser encontrados em Pessanha (1977, p. 119-136).

NOTAS DE RODAPÉ Regras gerais de apresentação • as notas de rodapé devem ser separadas do texto por um traço horizontal, de aproximadamente 3 cm, que se inicia na margem esquerda; • recomenda-se utilizar o sistema autor-data para as citações no texto e o numérico para notas explicativas; • a numeração deve ser em algarismos arábicos sobrescrita, conforme as regras da ABNT. Deve ter numeração única e consecutiva para todo o capítulo ou parte; • recomenda-se adotar caracteres menores que os do texto; • deve ser colocada na página em que aparece a chamada numérica, não sendo recomendado continuar na página seguinte; • as obras citadas em notas de rodapé devem constar na lista das referências;


14 FACULDADE NORTE PARANAENSE

NOTAS BIBLIOGRÁFICAS – NOTAS DE REFERÊNCIA

Regras gerais de apresentação •Notas que indicam fontes consultadas. • a primeira citação de uma obra em nota de rodapé deve ter sua referência completa; as subsequentes citações da mesma obra podem ser referenciadas de forma abreviada, utilizando as seguintes expressões latinas: Idem, Ibidem, Opus Citatum, opere citato, Passim, Loco citato, confira, confronte, Sequentia, Apud.

Idem ou Id = mesmo autor – igual à anterior Expressão usada quando o autor da obra citada é o mesmo da nota anterior. Nesse caso, coloca-se a expressão id. e logo em seguida os demais dados da referência. Exemplo: 1 CASTRO, Cláudio de Moura. A prática da pesquisa. Rio de Janeiro: Zahar, 1999. 2 Id. Como elaborar uma tese. São Paulo: Perspectiva, 1990.

Ibidem ou Ibid = na mesma obra Expressão usada quando duas ou mais notas de rodapé referem-se à mesma obra, sendo apresentadas na mesma página, uma imediatamente após a outra. Indica-se a página de onde foi retirada a informação/citação, mesmo que coincida com a da nota anterior. Exemplo: _______________ 1 MELO, Heitor. Como elaborar uma monografia. São Paulo: Perspectiva, 1995. p. 14. 2 ibid., p. 14. 3 ibid., p. 93.

Opus citatum, opere citato ou op.cit. = obra citada Expressão usada para indicar uma obra citada anteriormente, tendo ou não outra nota intercalada. É usada logo após o nome do autor ou do título (quando a obra não tiver autor), seguida do número da nota em que o autor foi citado pela primeira vez e do número da página da citação. Exemplo: ________________ 1 FORMAÇÃO profissional no Brasil. Rio de Janeiro: SENAI/DN, 1975. p. 37. 2 CAVALCANTI, Roberto. Ensino individualizado. São Paulo: Perspectiva, 1983. p. 20. 3 FORMAÇÃO... op. cit. nota 1, p.55.

Passim = aqui e ali, em diversas passagens Exemplo: _______________ RIBEIRO, 1997, passim.


15 FACULDADE NORTE PARANAENSE Loco citato ou loc. cit. = no lugar citado Indica que a citação foi retirada da mesma página de uma obra anteriormente citada. Exemplo: _______________ 1 TOMASELLI; PORTER, 1992, p.33-46. 2 TOMASELLI; PORTER, loc. cit.

Cf. = confira, confronte Exemplo: _____________ 1 Cf. CALDEIRA, 1992

Sequentia ou et seq. = seguinte ou o que se segue Para evitar mencionar todas as páginas da obra referenciada indica-se a primeira página e a expressão seq. Exemplo: _____________ 1 FOULCAULT, 1994, p.17 et seq.

Apud = citado por, conforme, segundo - pode, também, ser usada no texto. Usada para indicar citação de citação. Exemplos: Segundo Alves (2005 apud BICHERI, 2006, p.4) algumas razões da pesquisa são ―[...] resolver um problema, responder a uma questão, apreender um novo assunto e preparar um trabalho acadêmico.‖

ou Algumas razões da pesquisa são ―[...] resolver um problema, responder a uma questão, apreender um novo assunto e preparar um trabalho acadêmico.‖ (ALVES, 2005 apud BICHERI, 2006, p.4)

No rodapé da página ____________ 1 ALVES, 2005 apud BICHERI, 2006, p.4.

Observações: • As expressões latinas mencionadas devem ser utilizadas somente em notas. • A expressão apud é a única que também pode ser usada no texto.


16 FACULDADE NORTE PARANAENSE

ORIENTAÇÕES PARA APRESENTAÇÃO FORMAL DE TRABALHOS PARTE C: REFERÊNCIAS - Orientações com base na NBR 6023 REFERÊNCIA: ―É um conjunto padronizado de elementos descritivos, retirados de um documento, que permite sua identificação individual.‖ (ABNT, 2002, p.2). "Lista ordenada dos documentos efetivamente citados no texto. [...] Caso haja conveniência de referenciar material [...] não citado, deve-se fazer uma lista própria após a lista de referências sob o título: Bibliografia recomendada [bibliografia consultada]." (NBR 10719, 1989, p. 13).

LOCALIZAÇÃO E REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO: Podem estar em nota de rodapé, lista de referências no final do texto ou de capítulo e antecedendo resumos, resenhas e recensões (resumo crítico). A lista de referências (primeiro elemento pós-textual) deve ser encabeçada por REFERÊNCIAS, centralizada no papel. As referências são alinhadas somente à margem esquerda do texto, digitadas em espaço simples e separadas entre si por dois espaços simples. Em notas de rodapé, são alinhadas, a partir da segunda linha da mesma referência, abaixo da primeira letra da primeira palavra, destacando o expoente e sem espaço entre elas. Quando se referencia várias obras do mesmo autor, a partir da segunda referência do autor, substitui-se o nome do autor por um traço equivalente a seis espaços. No sistema de chamada numérico as referências constam no final do trabalho, dos capítulos ou da parte. São numeradas em ordem crescente, em algarismos arábicos, correspondendo à ordem de citação no texto. Não se adota o sistema numérico quando há notas de rodapé. No sistema de chamada autor-data as referências seguem rigorosa ordem alfabética.

ELEMENTOS QUE COMPÕEM A REFERÊNCIA Essenciais: autoria, título e subtítulo, edição, local, editora e data. Complementares: descrição física, ilustrações, dimensões, série/coleções e notas.

AUTORIA Autor pessoal

Autor pessoal (até 3 autores)

Autor pessoal (mais de 3 autores)

Inicia-se a referência pelo último sobrenome do autor em maiúsculo, seguido pelo prenome e outros sobrenomes (abreviados ou não). Emprega-se vírgula entre sobrenome e prenome. Exemplo: GOUVEIA, J. Indicam-se todos, na mesma ordem em que aparecem na obra. Empregase ( ; ) entre os autores. Exemplos: GOUVEIA, J.; AGUIAR, J.; SANTOS, J. GOUVEIA, João; AGUIAR, Jair; SANTOS, José.

Indica-se o primeiro autor, seguido da expressão latina et al. (e outros) Exemplo: GARCIA, J. et al.


17 FACULDADE NORTE PARANAENSE

Autor pessoal Sobrenomes compostos

Autor pessoal (organizador, coordenador, ...)

 Indicação de parentesco (Filho, Neto, Junior, etc.) – Ex.: SOUZA FILHO,A.M.  Separado por hífen - Ex.: DUQUE-ESTRADA, O.  Substantivo + adjetivo – CASTELO BRANCO, C.  Sobrenomes espanhóis – GARCIA MARQUEZ, G.

Para coletânea de vários autores com indicação de responsabilidade a entrada deve ser pelo nome do responsável, (seguida da abreviatura entre parênteses). Organizador (Org.); Compilador (Comp.); Editor (Ed.); etc. Exemplo: MARTINS, J. (Org.).

Outros responsáveis São citados após o título, conforme aparecem no documento. Ex.: GOMES, Orlando. O direito de família. Atualização e notas de Humberto (tradutor, revisor, Theodoro Júnior, 2.ed. Rio de Janeiro: Forense, 1995. 562p. ilustrador, etc.) Autor Entidade -

• Órgãos de Administração governamental. (Ministério, Secretarias e outros). A entrada é pelo nome geográfico (País, Estado ou Município). Exemplos: BRASIL. Ministério da Saúde. SÃO PAULO (Estado). Secretaria do Meio Ambiente. PARANÁ. Secretaria da Educação. LONDRINA. Prefeitura Municipal.

• Entidades independentes, empresas, universidades etc... Exemplos: UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS.

Pseudônimo:

Se o pseudônimo for a forma adotada pelo autor, deve-se optar pelo pseudônimo para a referência. Se o nome verdadeiro for conhecido devese indicá-lo entre colchetes após o pseudônimo. Exemplo: ATHAIDE, Tristão de. [Alceu Amoroso Lima]

-Autoria anônima-

Entrar pelo título, sendo a primeira palavra impressa em maiúsculo. Exemplo.: A VIDA é bela.

TÍTULO E SUBTÍTULO Título e subtítulo devem ser reproduzidos tal como aparecem na obra, separados entre si por dois pontos (:). O título ser destacado dos demais elementos da referência (negrito, itálico ou sublinhado). O recurso tipográfico escolhido deve ser o mesmo para todo o documento. No caso de entrada pelo título, digita-se em letras maiúsculas a primeira palavra, excluindo artigos e palavras monossilábicas. Exemplos: Os conteúdos na reforma. Os conteúdos na reforma: ensino e aprendizagem de conceitos, procedimentos e atitudes. PROGNÓSTICO agropecuário.

TÍTULO de periódico no todo Exemplo: REVISTA BRASILEIRA DE BIBLIOTECONOMIA E DOCUMENTAÇÃO. Artigos - (o título pode ser abreviado:) Exemplo: Ciência da Informação ou Ci. Inf.


18 FACULDADE NORTE PARANAENSE EDIÇÃO: É indicada apenas a partir da segunda edição e deve ser transcrita em algarismos arábicos, seguido de ponto (.) e a palavra edição abreviada. Exemplos: (segunda edição) 2.ed. (terceira edição revista e aumentada) 3.ed. ver. e aum. (quinta edição em língua inglesa) 5th ed. (segunda edição em língua alemã) 2.aufl.

LOCAL: O local (cidade) deve figurar tal como aparece na publicação. Se houver mais de um local, indica-se o que estiver em destaque ou aparecer primeiro. Quando não for mencionado, utiliza-se a expressão sine loco [S.l.]. Em caso de homônimos de cidades, acrescenta-se o nome do estado. Quando a cidade não aparece no documento, mas pode ser identificada, coloca-se entre colchetes.

EDITORA: Citá-la como aparece na obra. Se houver mais de uma, indicar a que aparecer em destaque ou a que aparecer primeiro. Suprimir as palavras, Editora, Ltda, Cia, etc... Se a Editora não for indicada na obra, utiliza-se a expressão sine nomine abreviada, entre colchetes [s.n.]. Quando local e editora não puderem ser identificados na publicação, utilizam-se ambas as expressões abreviadas e entre colchetes [SI.: s.n.]

DATA: Se houver dúvidas quanto à data ou se nenhuma data (de publicação, impressão, etc) for identificada na publicação registra-se uma data aproximada entre colchetes. • [2000?] Data provável. • [200 -] Para década certa.

• [19 --] Para século certo. • [18 --?] Para século provável.

Obs: Na ausência do local, editora e ano, abrir colchetes: Ex: [S.l.: s.n., 19--]. [S.l.: s.n.], 1999. São Paulo: [s.n., 19--].

DESCRIÇÃO FÍSICA: Deve-se anotar número de páginas, volume e capítulo. Exemplos: 500p. (n.º total de páginas) p.31-40. (página inicial e final)

4v. (n.º total de volumes) v.4 (n.º do volume) 5v. em 3.

cap. 13. (n.º do capítulo)

SÉRIES E COLEÇÕES: São mencionadas após a descrição física, entre parênteses. Exemplo: (História em aberto, 3) (Primeiros Passos, 19)

NOTAS: Sempre que necessário deve-se indicar notas com informações complementares, ao final da referência, sem destaque tipográfico. Exemplos:

Apostila.

Tradução de: Moving house.

EXEMPLOS DE REFERÊNCIAS SOBRENOME, Nome. Título: subtítulo (se houver). edição(se houver). Local LIVROS CONSIDERADOS de publicação: Editora, ano. n° de páginas ou volume. (Coleção e/ou série) Exemplos: NO TODO LUCKESI, Cipriano Carlos. Filosofia da educação. 15.ed. São Paulo: Cortez, 2000. 183p. (Coleção Magistério 2.º grau)

BITENCOURT, Cezar Roberto. Tratado de direito penal: parte especial 2: dos crimes contra a pessoa. São Paulo: Saraiva, 2006. v.2 BITTAR, Carlos Alberto. Curso de direito civil. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1994. 3v.


19 FACULDADE NORTE PARANAENSE

CAPÍTULO DE LIVRO (capítulo, fragmentos e outras partes) Elementos essenciais: autor(es), título da parte, subtítulo da parte (se houver), seguido da expressão In: e da referência completa da monografia. Deve-se informar a paginação da parte. Obs.:o destaque é para o título do livro e não para o título do capítulo.

Capítulo de Livro com autoria especial (autor do capítulo diferente do autor do livro)

SOBRENOME, Nome do autor do capítulo. Título do capítulo: subtítulo do capítulo (se houver). In: SOBRENOME, Nome do autor do livro. (tipo de participação do autor na obra, Org(s), Ed(s) etc. se houver). Título do livro. edição. Local: Editora, ano. p.inicial-final. Exemplo: ANDRADE, Luiz C. de Souza. Identidade corporativa e propaganda institucional. In: KUNSCH, Margarida Maria Krohling (Org.). Obtendo resultados com relações públicas. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2002. p.115-124.

Neste caso substitui-se o nome do autor do livro Capítulo de Livro por um traço equivalente a seis espaços. sem autoria especial SOBRENOME, Nome do autor do capítulo. Título do capítulo. In: ______. Título do (se o autor do livro. edição. Local: Editora, ano. p.inicial-final. livro for o mesmo Exemplo: do capítulo) RODRIGUES, Silvio. Da cláusula penal. In: ______. Direito civil: parte geral das obrigações. 28.ed. São Paulo: Saraiva, 2000. v.2, p.87-98.

DOCUMENTOS JURÍDICOS: -Leis, Decretos, Portarias, etc.-

JURISDIÇÃO. Lei n.º ....., data completa. Ementa. Título da publicação, local, volume, fascículo e data da publicação. Nome da seção, página inicial e final. Exemplo:

BRASIL. Decreto-lei n° 2423, de 7 de abril de 1998. Estabelece critérios para pagamento de gratificações e vantagens pecuniárias as titulares de cargos e empregos da Administração Federal direta e autárquica e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, seção 1, pt.1, p.609, 8 abr. 1998.

-Jurisprudência (Acórdãos e demais sentenças de Cortes e Tribunais)-

AUTOR (entidade coletiva responsável pelo documento). Nome da Corte ou Tribunal. Ementa (quando houver). Tipo e número do recurso (apelação, embargo, Habeas-corpus, mandado de segurança, etc.). Partes litigantes (precedida da palavra Apelante/Apelada). Nome do relator precedido da palavra ―Relator‖. Local, data. Dados da publicação que publicou. Voto vencedor e vencido, quando houver. Exemplo:

BRASIL. Tribunal Regional Federal (5. Região). Apelação cível n.º 42.441-PE (94.05.0166). Apelante: Edilemos Mamede dos Santos e outros. Apelada: Escola Técnica Federal de Pernambuco. Relator: juiz Nereu Santos. Recife, 4 de março de 1997. Lex: Jurisprudência do STJ e Tribunais Federais, São Paulo, v.10, n. 103, p.558-562, mar. 1998.

-Constituição-

-Código-

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. 27.ed. São Paulo: Saraiva, 1991.

BRASIL. Código civil. Organização dos textos de Maurício Antônio Ribeiro Lopes. 5.ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2000.


20 FACULDADE NORTE PARANAENSE

Teses, Dissertações, TCC, etc...

SOBRENOME, Nome. Título do trabalho: subtítulo (se houver). Ano(opcional). Total de folhas. Natureza do Trabalho (Nível e área do curso) - Instituição onde a Tese ou Dissertação foi defendida. Local, ano de defesa. Exemplo: MASSENA, Maria Aparecida Reis. O uso da informação em Imobiliária. 2005. 65f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biblioteconomia) – Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2005.

Verbete de Dicionário e Enciclopédias

ENDOMARKETING. In: BARBOSA, Gustavo; RABAÇA, Carlos Alberto. Dicionário de comunicação. 2.ed. rev. e ampl. Rio de Janeiro: Campus, 2002. p.234.

EVENTOS Elementos essenciais, nome do evento, numeração (se houver), ano e local de realização. Em seguida mencionar o título do documento (anais, resumos, atas etc), seguido dos dados do local de publicação, editora e data de publicação.

-Anais no todo-

Título: subtítulo (se houver) do evento, número., ano. Local de realização do evento. Anais...Local de publicação dos anais: Editora, ano. Total de página. Exemplo: REUNIÃO ANUAL DE PSICOLOGIA, 18., 1988. Ribeirão Preto. Anais... Ribeirão Preto: Sociedade de Psicologia de Ribeirão Preto, 1988. 765 p.

-Trabalho apresentado em evento-

SOBRENOME, Nome. Título: subtítulo (se houver) seguido da expressão In: NOME DO EVENTO, número, ano. Local de realização do evento. Anais... Local de publicação dos resumos: Editora, ano. paginação. Exemplo GARCIA, Flávio. A zoologia aplicada no Brasil. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ZOOLOGIA, 34., 2002, Itajaí. Anais... Itajaí: UNIVALI, 2002. p.54-67.

ARTIGOS DE PERIÓDICOS: Observações: Abreviar o mês até a terceira letra, com exceção ao mês de maio. Destacar o título do periódico.

Artigos de Revistas

Artigos de Jornais

SOBRENOME, Nome (autor do artigo). Título do artigo: subtítulo (se houver). Nome da Revista, Local, v., n., p.inicial - final, mês ano. Exemplo: SILVA, Helena et al. Inclusão digital e educação para a competência informacional: uma questão de ética e cidadania. Ciência da Informação, Brasília, v.34, n.1, p.28-36, jan./abr. 2005. SOBRENOME, Nome (autor do artigo). Título do artigo: subtítulo (se houver). Nome do Jornal, Local, dia mês e ano. Caderno, p. Exemplo: ARANTES, Silvana. Só dois projetos concluem patrocínio em SP. Folha de São Paulo, São Paulo, 23 jun. 2005. p.E 5, Ilustrada.


21 FACULDADE NORTE PARANAENSE

Entrevista Depoimento

SOBRENOME, Nome do entrevistado. Título: subtítulo (se houver) do artigo: depoimento, [data da publicação do documento]. Local de publicação: nome do documento. Entrevista concedida a fulano de tal. Exemplo: SILVA, A. A. Mulheres no ataque: depoimento. [9 de junho, 1996]. São Paulo: Revista da Folha de São Paulo. Entrevista concedida a Cristiana Couto.

DOCUMENTOS EXTRAÍDOS EM MEIO ELETRÔNICO/ON-LINE Os elementos essenciais para referenciar os documentos em meio eletrônico são os mesmos recomendados para documentos impressos, acrescentando-se, em seguida, as informações relativas a descrição física do meio ou suporte (CD, disquete, pen-drive). Quando se tratar de obras consultadas on line, são essenciais as informações sobre o endereço eletrônico, apresentado entre os sinais < >, precedido da expressão Disponível em: e a data de acesso do documento, precedido da expressão Acesso em:

Páginas da Internet

SOBRENOME, Nome. Título da página. Disponível em: <http:/www.editora.com.br>. Acesso em: dia mês abreviado ano. Exemplo: RIBEIRO, Laudicena de F. Regras básicas para apresentação formal de trabalhos. Disponível em: <http://www.uel.br/bc/index.php?content=servicos_normalizacao.html>. Acesso em 22 jul. 2010.

Artigos de periódicos (online)

SOBRENOME, Nome. Título do artigo: subtítulo (se houver). Nome da Revista, Local, v. , n. , mês ano. Disponível em: <http:/www.editora.com.br> . Acesso em: 23 maio 2001. Exemplo: BAGGIO, Rodrigo. A sociedade da informação e a infoexclusão. Ciência da Informação, Brasília, v.29, n.2, maio/ago. 2000. Disponível em: <http:/www.scielo.br/cgi-bin/wxis.exe/iah>. Acesso em: 11 jun. 2002.

E-mail

SOBRENOME, Nome (autor da mensagem). Título da mensagem. [mensagem pessoal] Mensagem recebida por <endereço destinatário> data. Exemplo: OLIVEIRA, Juliana. Palavras secretas [mensagem pessoal]. Mensagem recebida por <rodrigo@uol.com.br> em 11 jun. 2008.

Trabalho publicado em CD-ROM

SOBRENOME, Prenome do autor do trabalho. Título: subtítulo (se houver) In: NOME DO EVENTO, número., ano. Local de realização do evento. Anais... Local de publicação dos Anais: Editora, ano. Descrição física do suporte. Exemplo RIBEIRO, R. Psicologia social e desenvolvimento do terceiro setor: participação da Universidade. In: CONGRESSO NORTE NORDESTE DE PSICOLOGIA, 2., 2001, Salvador. Anais... Salvador: Universidade Federal da Bahia, 2001. l CD-ROM.


22 FACULDADE NORTE PARANAENSE

REFERÊNCIAS

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6023: referências: elaboração. Rio de Janeiro, ago. 2002a. ______. NBR 6024: informações e documentação – numeração progressiva das seções de um documento – apresentação. Rio de Janeiro, maio 2003a. ______. NBR 6027: informações e documentação – sumário – apresentação. Rio de Janeiro, maio 2003b.

______. NBR 6028: resumos. Rio de Janeiro, maio 1990.

______. NBR 10520: informação e documentação: apresentação de citações em documentos. Rio de Janeiro, jul. 2002b. ______. NBR 14724: informações e documentação – trabalhos acadêmicos – apresentação. Rio de Janeiro, jul. 2005.

MÜLLER, Mary Stela; CORNELSEN, Julce Mary. Normas e padrões para teses, dissertações e monografias. 6.ed. Londrina: Eduel, 2010. 155p.

RIBEIRO, Laudicena de Fátima. Regras básicas para apresentação formal de trabalhos. Disponível em: http://www.uel.br/bc/servicos_apostila_normalizacao.pdf. Acesso em: 26 jul. 2010.

SUZUKI, Juliana Telles Faria (Org.). TCC: elaboração e redação. Londrina: Redacional, 2009. 142p.


APOSTILA TCC