Page 1

Jornal do NEDF/AAC

2ª Edição


2

Editorial Caros colegas, Vivemos tempos de mudança. Nos últimos meses o nosso Departamento de Física esteve mais activo que nunca. Temos um novo Núcleo de Estudantes do Departamento de Física da Associação Académica de Coimbra, que entrou no novo mandato cheio de força. A jeKnowledge, júnior empresa da FCTUC, vai se formando, colocando-nos no mapa do empreendedorismo nacional. A divulgação de ciência é uma realidade, até mesmo com jazz à mistura. Na web, ao alcance de todos, vão surgindo novas formas de comunicação. Temos um fórum,

divulgacao@nedf.org. Há que comunicar mais o que se faz. Porque temos de ser empreendedores e mostrar que queremos e sabemos fazer. Deixando a inércia de lado, queremos aqui publicitar o que se faz de bom por cá, criando ânimo para fazer mais, para fazer melhor. Precisamos de usar a tecnologia ao nosso dispôr, participar nas comunidades da nova web, trocar experiências, impressões, aprender com os outros. Abaixo a procrastinação. O futuro começa hoje.. Rafael Jegundo

Ficha Técnica http://fotao.info, para os alunos trocarem impressões e apontamentos, ou para simplesmente conviver à distância. Surge também a mailing list do NEDF/AAC, http://ml.ci.uc.pt/mailman/admin/nedf, onde são divulgadas as mais recentes novidades, bolsas e oportunidades de emprego ou de formação. É com a necessidade de transmitir estas novidades que (re-)surge o Anti-Matéria. Com periodicidade trimestral, e da responsabilidade do NEDF/AAC, queremos torná-lo um jornal do Departamento de Física para o Mundo, que poderão ler em formato de jornal com o café de manhã no BIF, ou onde quiserem, através da internet e a nossa versão em pdf. Sintamse à vontade em contribuir, para o nosso mail,

Redactores: Rafael Jegundo, Ângela Dinis, Marco Gilles, Patrícia Silva, Alcides Fonseca, Pedro Melo Grafismo e Paginação: Bruno Galhardo Produção: Pelouro da Divulgação do NEDF/ AAC - Rafael Jegundo, Ângela Dinis, Marco Gilles, Patrícia Silva, Pedro Melo, Bruno Galhardo Revisão: Margarida Matos, Ângela Dinis, Pedro Melo Propriedade: NEDF/AAC Email: divulgacao@nedf.org Sede: Rua Larga, Departamento de Física, Sala B13, 3004-516 Coimbra Impressão: Reprografia da AAC

3 Julho 2008 :: Anti-Matéria


NEDF/AAC 2008 A nova direcção do NEDF/AAC tomou recentemente posse, em cerimónia que decorreu no dia 26 de Junho pelo fim da tarde, contando com a presença de Jorge Serrote, vice-presidente da DG/AAC, além da presença da nova direcção, presidida por João Pedro Neto, e os restantes colaboradores. A nova equipa do NEDF/AAC já está a trabalhar a todo o gás, com o intuito de termos um núcleo mais activo e mais presente, não só para os alunos do Departamento de Física, mas também para toda a sociedade civil. Aliás, o pelouro da divulgação já realizou uma visita de divulgação ao Colégio da Imaculada Conceição, com objectivo de despertar os mais novos para a ciência, e mais se seguirão. Com a colaboração da jeKnowledge, a júnior empresa sedeada no Departamento de Física, temos trabalhado na divulgação dos cursos de Engenharia Física, Física e Engenharia Biomédica, além de que já se perspectivam colaborações na formação e selecção de recursos humanos, uma clara mais-valia para os nossos estudantes. Numa perspectiva mais formativa, também está a ser preparado um ciclo de palestras. Contudo os objectivos do NEDF não ficam por aqui! O núcleo pretende sobretudo estar Uma das novidades é a sala do NEDF/AAC, que disponível e aberto à comunidade, pelo que foi remodelada, servindo agora para convívio este ano foi criado um novo pelouro, de ‘apoio dos alunos do Departamento de Física. Na B.13 ao estudante’. Com o objectivo de apoiar os todos são bem vindos a passar algum tempo a alunos do departamento em geral, e sobretudo conversar, divertindo-se, ou a estudar quando os novos alunos que virão em Setembro, não for pertinente. Outra nova de relevo é o site do só em termos académicos, mas também na sua NEDF/AAC, que podem encontrar em ‘nedf. integração no Ensino Superior. Além disso, org’. Lá poderão ficar ao corrente de todos já estão a ser organizados, em colaboração os desenvolvimentos dos nossos projectos e com os pelouros do desporto e da cultura, parcerias. actividades para a recepção aos novos alunos. NEDF/AAC

3 Julho 2008 :: Anti-Matéria


4

Escola de Verão de Física Na semana de 20 a 25 de Julho, vai ocorrer a primeira Escola de Verão de Física organizada pelo Departamento de Física da FCTUC. O Pelouro de Divulgação do NEDF foi obter mais informações sobre esta iniciativa junto da Prof. Doutora Manuela Silva, uma das Professoras do Departamento responsáveis pela organização da Escola de Verão, bem como pela orientação de alguns alunos que a irão frequentar. Apresenta-se de seguida a entrevista feita à Prof. Doutora Manuela Silva. De onde surgiu a ideia de organizar uma Escola de Verão? Todos os anos recebemos muitas visitas de alunos do ensino secundário e várias vezes nos perguntam (tanto alunos como professores) se não temos uma escola de Verão para alunos do secundário. Andámos a pensar na ideia algum tempo e este ano resolvemos pô-la em prática.

Quais as actividades desenvolvidas na Escola de Verão? Os participantes vão aprender física mas de uma forma suave, assistindo a palestras preparadas para o seu nível. A sua actividade mais importante vai ser a realização de um projecto científico a desenvolver durante toda a semana, em equipas de 4 a 5 alunos. Os projectos abranjem muitas áreas desde a Astrofísica até ... às técnicas forenses! É claro que a parte lúdica não está esquecida e actividades culturais e desportivas também estão previstas na Escola. Quais as dificuldades encontradas na organização da escola de verão?

Conseguir levar a mensagem até aos alunos. Muitas vezes as cartas/posters de divulgação perdem-se nos Conselhos Directivos das Escolas Secundárias e não chegam ao conhecimento dos alunos. Eu creio que por cada Escola há Em que consiste a iniciativa? sempre um aluno interessado, o que dá cerca de Durante uma semana alunos finalistas do 100 só na região Centro, mas a mensagem não 10º/11º/12º anos vão assistir a palestras de chega até eles. Física e executar um projecto de investigação, usando os mesmos equipamentos que os cien- Como tem sido a aderência do publico alvo à iniciativa? O número de inscrições é eletistas usam no seu dia-a-dia. vado? Quais os objectivos da Escola de Verão? Quando são informados há sempre um grupo O objectivo principal é divulgar a Física e as ac- de alunos em cada turma com vontade de partividades do Departamento de Física de Coim- ticipar. É claro que depois é preciso convencer bra, para que um público mais vasto as possa os pais e a Escola, este ano, não é gratuita! Teconhecer. Se conseguirmos que alguns destes mos 30 inscrições e mais um grupo de alunos alunos decidam estudar Física ou Engenharia vindo de outros programas de Ciência no Verão Física ao nível universitário será ouro sobre que se vai juntar a eles, por isso estamos perto da nossa capacidade máxima. azul! À data de edição do jornal, a Escola de Verão ainda não terá ocorrido. Resta aos elementos do A quem se destina a iniciativa? NEDF desejar sucesso à primeira iniciativa do A escola foi pensada para poder ser com- género organizada pelo D.F. e esperar que esta preendida por alunos finalistas do 11ºano, mas se volte a repetir, o que certamente acontecerá aceitámos inscrições de alunos do 10º/11º/12º de acordo com o panorama animador fornecido anos. Todos estes alunos mostraram interesse pela Prof. Doutora Manuela Silva. especial pelas ciências físicas e para cada um Pedro Melo recebemos uma carta de recomendação de um dos seus professores atestando esse interesse. 3 Julho 2008 :: Anti-Matéria


3 Julho 2008 :: Anti-MatĂŠria


6

Jazz + Física + Astronomia Projecto Quark! encerra mostrando “insuspeitas relações entre a física e jazz”

tema “Mile Davis – tradição e modernidade” por José Miguel Pereira do “JACC – Jazz ao Centro Clube” seguida de um debate sobre o tema “As insuspeitas relações entre a Física e o Jazz” pelo Professor José António Paixão, José Miguel Pereira, Inês Ochôa e Nuno Ferreira (os dois últimos nossos colegas de física) no qual houve uma participação bastante positiva pelos membros “Quarkianos”. Seguidamente, a banda jazz “Fuse” (novamente com Inês Ochôa, mas desta vez como contrabaixista) conseguiu cativar toda a audiência através de um belíssimo concerto de 30 minutos.

O Projecto Quark! é uma iniciativa do Departamento de Física da FCTUC que reúne jovens dos 11º e 12º anos de escolaridade oriundos de todo o país, motivados pelo seu gosto pela física e a sua vontade de querer saber cada vez mais. Encontra-se, portanto, como uma escola de excelência, cujas aulas presenciais decorrem durante sessões temáticas aos fins-de-semana, com periodicidade mensal no nosso departamento. É também já tradição a colaboração do Projecto Quark! na preparação das equipas de jovens que têm representado Portugal nas Finalmente a noite termina com uma sessão de Olimpíadas Internacionais de Física. observação astronómica no terraço do Departamento de Física com Joana Marques, da Secção Decorreu no fim-de-semana passado a última de Astronomia e Astrofísica da Associação sessão da edição 2007/2008 do Projecto Quark! Académica de Coimbra, onde conseguimos não e o NEDF esteve orgulhosamente presente para só olhar Júpiter, como também uma magnífica ouvir explicações sobre a proximidade entre a vista sobre a Cidade dos Estudantes. Física e o Jazz, através de uma Palestra com o Ângela Dinis

3 Julho 2008 :: Anti-Matéria


3 Julho 2008 :: Anti-MatĂŠria


8

Web 2.0 - a nova tendência... A Internet tem vindo a ganhar um papel cada vez mais importante no nosso dia-a-dia. E com a participação de cada vez mais pessoas, a própria Internet tem evoluído, deixando as páginas estáticas dos anos 90 tornando-se hoje em aplicações bastante complexas.

extraordinário. Quer sejam redes generalistas como o Hi5, MySpace ou FaceBook, ou então redes focadas num objecto em comum entre os utilizadores. Destas temos vários exemplos como o Flickr.com, para a partilha de imagens, o Last.fm e o PalcoPrincipal.com para músicas, o Youtube para filmes, o Upcoming.org para Nos primeiros anos em que a Internet atingiu o eventos, entre muitas outras. grande público, as páginas que existiam eram estáticas, apenas informativas sobre as pou- Com pequenas participações, as pessoas cas identidades com capacidade para manter ganham um à vontade maior e acabam por servidores (Universidades, empresas, institu- usar a internet como um meio de expressão, ições...). Ao chegar ao ano 2000, o comércio sobretudo nos blogs hoje em dia. Por dia são online cresceu significativamente, dando um criados 175 mil blogs, o que é um número crescimento exponencial aos primeiros sites deveras interessante. E é o facto da internet ser dinâmicos: eBay, Amazon, etc. Apesar de pas- um meio tanto de leitura, como de escrita, que a sados uns anos a “bolha rebentar” e muitas em- torna um meio tão rico. O melhor exemplo será a presas falirem, estas pioneiras continuaram no Wikipédia, hoje usada em vez de enciclopédias top da Fortune e inspiraram uma nova geração de renome, que é feita por todos os voluntários, de empreendedores. em vez de peritos. A este fenómeno dá-se o nome de Crowdsourcing, em que se aproveita a Estes geeks, sobretudo da Bay Area, vieram ‘sabedoria’ da multidão para obter um resultado introduzir um novo tipo de websites, em que mais rico. a experiência é centrada nos utilizadores e na relação entre eles. O melhor exemplo é sem Sendo uma web mais centrada no utilizador, dúvida as redes sociais que têm tido um sucesso faz com que os sites sejam mais acessíveis,

3 Julho 2008 :: Anti-Matéria


mais usáveis, e mais parecidos com as aplicações desktop normais. As pessoas cada vez mais usam serviços online em vez de programas simples, o que serve de uma das ideias inspiradora à web 3.0, em que uma pessoa tem os dados apenas online e acede igualmente de qualquer computador. Alcides Fonseca (Aluno do DEI) RSS RSS é mais um daqueles acrónimos, neste caso, “Really Simple Sindication”. O conceito é bastante simples, para quem sabe o quão chato é visitar um monte de sites para ver qual recebeu um update. O RSS traz a informação até nós, avisando quando há alguma coisa de novo nesses sites. Faz mais que isso, traz os próprios conteúdos. E se este método se tornou popular através dos blogs, hoje qualquer site com informação tem um feed

RSS. Vejam o caso do Público ou do Expresso. Como usar? Para começarem a ver o feed vão precisar de um leitor. Para contentar todos os sistemas operativos, e o terem sempre disponível, sugerese o google reader, um leitor web-based (i e, que podem aceder através do vosso browser). Assim não precisam de instalar nada, e têm as notícias no browser de qualquer computador. Depois basta adicionar feeds. Para isso, entrem num site que vos interessa e procurem por este simbolo, o logotipo do RSS, para subscrever o feed. Se não houver a imagem, procurem por ‘RSS’ ou ‘ATOM’, provavelmente em tons de laranja. Agora que sabem tudo isto já podem usufruir do feed do bif. Um feed único que junta feed’s rss de todos os blogs e sites da comunidade web presente no nosso departamento. podem encontrá-lo em http://nedf.org/feeddobif Enjoy... Rafael Jegundo

3 Julho 2008 :: Anti-Matéria


10

jeKnowledge

Alunos da FCTUC criam Júnior Empresa Júnior empresa? O que é? É uma associação formada exclusivamente por alunos do ensino superior sem fins lucrativos e com fins educacionais, visando promover a proximidade entre o meio empresarial e estudantil com o suporte de professores universitários e investigadores. A jeKnowledge é a primeira e única júnior empresa associada à FCTUC e está ligada a vários cursos da Faculdade. Para quê? Constituída por alunos dinâmicos e motivados, por iniciativa de alunos do nosso Departamento, a jeKnowledge vai permitir aos seus colaboradores a aplicação prática dos conhecimentos adquiridos ao longo do curso oferecendo-lhes portanto mais experiência no mercado de trabalho. Como a jeKnowledge está ligada à área tecnológica, o mercado alvo preferencial serão as pequenas e médias empresas da região de

Coimbra, cujos serviços da JE possam ser postos em prática. Assim, para além de se fomentar o crescimento pessoal e profissional do aluno membro poderá também ajudar a contribuir para o desenvolvimento empresarial da região. Apesar de estar ainda no início, já teve o seu primeiro projecto, onde foi contratada pela Associação para o Desenvolvimento do Departamento de Física (ADDF). Esta tarefa consistiu na divulgação do curso de Engenharia Física, através da distribuição de panfletos e da construção de um site para o efeito. Nesta acção o NEDF/AAC aproveitou para, em parceria, divulgar também os cursos do departamento. Em retorno, a jeKnowledge disponibilizou o seu servidor para uso do site que visitam neste momento. Em Setembro, com o início do novo ano lectivo, perspectivam-se já algumas parcerias dedicadas à divulgação do departamento e seus cursos, bem como através da formação e selecção de recursos humanos, uma clara mais-valia no percurso académico dos nossos estudantes.

3 Julho 2008 :: Anti-Matéria

Ângela Dinis Rafael Jegundo


Physis A Physis – Associação Portuguesa de Estudantes de Física, foi fundada em 1991 no Instituto Superior Técnico a fim de organizar a ICPS’92Internacional Conference for Physics Students em Lisboa. Depois de se ter verificado a baixa adesão portuguesa na apresentação de palestras científicas nas ICPSs e com o objectivo de promover esta participação foi feito o primeiro ENEF – Encontro Nacional de Estudantes de Física – em 1999 em Coimbra. O ENEF é um encontro onde os estudantes podem apresentar os seus trabalhos, que são avaliados por um jurí de professores de várias universidades portuguesas sendo que os dois vencedores representam Portugal, com esses trabalhos, na ICPS desse ano.

tos de lazer para as crianças onde elas possam também aprender alguns conceitos importantes do mundo científico, tendo consequentemente a função de incentivá-las para a ciência, e para a Física em particular. A reacção dos pacientes é francamente positiva, especialmente quando se observa que de facto, por momentos, as crianças se esquecem que estão doentes e se entregam à curiosidade. Como a debilidade física em que se encontram as crianças não é acompanhada por uma diminuição das suas capacidades intelectuais, as brincadeiras, neste contexto, foram pensadas como fortes estímulos intelectuais onde a Matemática e a Física assumem protagonismo. Pretendeu-se também que o estímulo intelectual proposto fosse muito apelativo e pudesse funcionar como uma estratégia não farmacológica de supressão do desconforto inerente à própria hospitalização.

Em 2008 o ENEF teve lugar no Instituto Superior Técnico, em Lisboa, e os vencedores foram: Nuno Martins (UC) e Mariana Proença (UP), O facto de a actividade ser levada a cabo por que representarão Portugal na ICPS’09 em estudantes universitários que colaboram em reCracóvia, na Polónia. gime de voluntariado contribui não só para a humanização dos serviços hospitalares mas tamO próximo ENEF será na Universidade do Porto bém para o desenvolvimento de uma forte cone as inscrições estarão abertas a partir de Janeiro. sciência cívica. É uma oportunidade, não só científica como cultural, no sentido em que podemos ter contacto Tratando-se a Physis de uma associação nacioncom trabalhos científicos que estão a ser desen- al, é sua intensão promover a continuidade deste volvidos noutras universidades bem como com projecto não só neste centro hospitalar, mas tamestudantes com quem partilhamos interesses bém noutros pontos do país, incentivando os núcomuns. São também três dias propícios a ac- cleos de estudantes das universidades do país a tividades lúdicas que te deixaram com certeza celebrar protocolos semelhantes com outras uniboas recordações. Fica atento à abertura das in- dades hospitalares. scrições e não deixes de participar. Se quiseres ser sócio da Physis ou voluntário no No entanto, a Physis não se limita a incentivar a Hospital Pediátrico, manda os teus dados (nome participação dos estudantes na ICPS, desenvolve e contacto) para o mail: também actividades de divulgação científica. physis.physis@gmail.com. O projecto com mais ênfase nesta área é o pro- Esperamos por ti no Porto, em Cracóvia ou no jecto “Aprender a Brincar” que nasceu de um Hospital Pediátrico! protocolo celebrado com o Hospital Pediátrico de Coimbra (HPC). Boas férias e até para o ano! A realização deste tipo de actividades tem como principal objectivo propiciar alguns momen3 Julho 2008 :: Anti-Matéria

Silvia Franklim Nuno Ferreira


Agenda Julho 14-18 - Summer Supercomputing Institute : Departamento de Física da FCTUC Setembro 03 - Congresso “Modelos de Gestão e Governação do Ensino Superior – Uma Perspectiva Global” : Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra 25 - 14:30 - Ciclo de Palestras do Núcleo de Estudantes do Departamento de Física: Nanotecnolologia: Departamento de Física da FCTUC

1. Descobridor do efeito fotoeléctrico em 1887. 2. Primeiro matemático a utilizar logaritmos na forma exponencial. 3. Inventor da pilha. 4. Autor da ideia de um sistema heliocêntrico. 5. Criador do modelo planetário geocêntrico 6. Inventor do pára-raios. 7. Conhecido por ter estabelecido uma escala absoluta de temperatura. 8. Fundador da ciência experimental moderna. 9. Formulou os princípios e leis da Óptica Geométrica. 10. Inventor dos logaritmos. 11. Descobriu uma resina fóssil, cujo nome em grego é elektron, que atraia corpos leves quando friccionada na lã. 12. Sua maior contribuição foi o cálculo diferencial integral. Hertz; Euler; Volta; Nicolau Copérnico; Ptolomeu; Benjamin Franklin; Kelvin; Galileu Galilei; Descartes; John Napier; Thales de Mileto; Leibniz;

12

Passatempos

3 Julho 2008 :: Anti-Matéria

Antimatéria 2ª Edição  

Segunda edição da revista Antimatéria

Advertisement