Issuu on Google+

PRESTAÇÃO DE CONTAS Seminário Gestão da memória: diálogos sobre políticas de informação, documentação e comunicação para a Universidade de Brasília 22 e 23 de Outubro de 2012


Reitor José Geraldo de Sousa Junior Vice - Reitor João Batista de Sousa Faculdade de Ciência da Informação - FCI Diretora Elmira Luzia Simeão Núcleo de Editoração e Comunicação - NEC Coordenação Claudia Neves Lopes Projeto Gráfico Pamela Souza Lordes Fotos André Luiz Rabelo Ferreira Pamela Souza Lordes

Faculdade de Ciência da Informação FCI Biblioteca Central, entrada leste Campus Universitário Darcy Ribeiro - Brasília - DF - Brasil CEP: 70.910.900 email:fci@unb.br, fone: 3107-2643


SUMÁRIO

INTRODUÇÃO

PÁGINA 07

DESENVOLVIMENTO

PÁGINA 08

REGISTRO FOTOGRÁFCO

PÁGINA 11

DESCRIÇÃO DE DESPESAS

PÁGINA 25


I Seminário Gestão da memória: diálogos sobre políticas de informação, documentação e comunicação para a Universidade de Brasília Beijódromo/Auditório Dois Candangos 19 a 20 de setembro de 2012 09h00-12h00/14h00-18h00

I INTRODUÇÃO: 1. ESCLARECIMENTO DO TEMA O seminário pretende apresentar conhecimentos consolidados sobre políticas institucionais e políticas de informação nas áreas de Arquivos, Bibliotecas, Museus e Comunicação, e as iniciativas de várias unidades acadêmicas, órgãos gestores de documentação e espaços de informação da Universidade de Brasília, ligadas ao tema que visam, em última instância, gerenciar, preservar e divulgar a memória administrativa e científica da Universidade. 2. FINALIDADE O evento visa a aprofundar os debates em torno da gestão da memória institucional, consubstanciada nas iniciativas para a definição de políticas de preservação da memória, de informação, documentação e comunicação da Universidade de Brasília, por meio da difusão de reflexões de especialistas sobre o assunto e diálogos com as diversas iniciativas e propostas. 3. IMPORTÂNCIA DO EVENTO Este evento se justifica pelo interesse demonstrado, por vários setores da Universidade, pela preservação da memória universitária e o que ela significa para a história da instituição. Há várias iniciativas de gestão de memória na Universidade de Brasília, abrangendo propostas que visam organizar, tratar e recuperar a documentação e a informação e viabilizar o seu acesso e comunicação que, embora convergentes, não têm sido suficientes para gerir a memória e promover uma política de informação e documentação integradora e eficiente. Ao se estabelecer um diálogo com as várias unidades e espaços de memória e informação da Universidade, espera-se obter algumas diretrizes que norteiem essa política. 4. PÚBLICO ALVO Gestores da instituição, decanos, diretores das unidades administrativas e acadêmicas, professores, estudantes, técnicos, egressos e demais interessados. 5. INSTITUIÇÕES PARCEIRAS/APOIOS FACULDADE DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO (FCI) FACULDADE DE COMUNICAÇÃO (FAC) BIBLIOTECA CENTRAL DA UnB (BCE) CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO DA UnB (CEDOC) EDITORA UnB 07


MEMORIAL DARCY RIBEIRO PRÓ-MEMÓRIA UnB SECOM CENTRO DE PRODUÇÃO CULTURAL E EDUCATIVA (CPCE/UnBTV) E OUTRAS II DESENVOLVIMENTO 1.

OBJETIVOS • Localizar as diversas iniciativas no âmbito da UnB de gestão da memória; • Criar e manter uma rede de cooperação entre as unidades e vários setores da Universidade para resgatar a memória dos últimos 50 anos da UnB, que permanece dispersa, sem tratamento adequado e inacessível aos agentes dessa memória e ao público em geral. • Examinar políticas institucionais e de informação implementadas por instituições congêneres. • Apresentar levantamentos e estudos feitos sobre os acervos documentais da UnB. • Identificar e harmonizar as várias iniciativas em curso de resgate da memória do movimento estudantil da UnB. • Debater propostas que possam integrar e envidar esforços para a organização, preservação e acesso aos documentos e às informações de valor administrativo, histórico e científico da Universidade, compreendendo sua importância no planejamento das ações presentes e futuras e na divulgação da produção artística, intelectual e científica da Unb. • Estabelecer estratégias de divulgação e comunicação que garantam amplo conhecimento pela comunidade interna e externa, nacional e internacional, da memória e história da UnB.

2. DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES PREVISTAS Conferências com especialistas na área de políticas públicas institucionais e informacionais; mesa-redonda sobre políticas arquivísticas, biblioteconômicas, museológicas e na área de comunicação; palestras sobre Acesso à Informação e a aplicabilidade da Lei 12.527/12 na Universidade. Apresentação por representantes de várias unidades da Universidade de Brasília de estudos, levantamentos e propostas de organização, tratamento e recuperação da documentação/informação administrativa e acadêmica bem como projetos da memória social, científica e intelectual, definição de deliberação para proposição de políticas. 3. ATIVIDADES DE DIVULGAÇÃO Portal da UnB, UnBTV, listas virtuais, afixação de cartazes e distribuição de folders.

08

EQUIPE DE EXECUÇÃO COORDENAÇÃO Faculdade de Ciência da Informação (FCI) e Faculdade de Comunicação (FAC) EQUIPE EXECUTORA: Prof.ª Elmira Simeão (FCI) Prof. David Renault da Silva (FAC) Prof.ªCynthia Roncaglio (FCI) Prof.ª Dione Oliveira Moura(FAC)


Declaração para a Gestão da Memória da UnB Os docentes, servidores técnicos e discentes, de várias gerações, e inter-relacionados de diferentes formas com a história da UnB, reunidos durante o Seminário Gestão da memória: diálogos sobre políticas de informação, documentação e comunicação para a Universidade de Brasília (UnB), realizado entre 22 e 23 de outubro de 2012, em Brasília, considerando: • As diferentes propostas, ao longo dos 50 anos de existência da UnB, de preservação do patrimônio informacional, documental e comunicacional da UnB; • A importância da memória do movimento estudantil e do período da Ditadura Militar para a história da UnB; • A existência de conhecimentos atuais consolidados dentro e fora da universidade sobre políticas institucionais e políticas de informação nas áreas de Arquivos, Bibliotecas, Museus e Comunicação; • As iniciativas de várias unidades acadêmicas, órgãos gestores de documentação e espaços de informação da Universidade de Brasília, ligadas ao tema que visam, em última instância, gerenciar, preservar e divulgar a memória administrativa e científica da Universidade em meio convencional ou digital; • A necessidade de um “espaço” permanente de interlocução para os docentes, servidores técnicos e discentes, pesquisadores e profissionais da área; • A necessidade de definir políticas de preservação da memória, de informação, documentação e comunicação da Universidade de Brasília, por meio da difusão de reflexões de especialistas sobre o assunto e diálogos com as diversas iniciativas e propostas. • A importância de envolver outros setores, além daqueles presentes no Seminário; • A inseparabilidade do passado, presente e futuro para a construção da memória e produção da história; Apresentam as seguintes Deliberações, Recomendações e Moção: Recomendações específicas: Ao Reitor da Universidade de Brasília: 1) Que sejam estudadas e elaboradas diretrizes para implantação da gestão da memória na UnB, por meio de políticas efetivas de informação, documentação e comunicação; 2) Que essas diretrizes sejam discutidas pelas unidades e sejam encaminhadas como uma política institucional a ser discutida pelos Conselhos Superiores da UnB em prazo máximo de um ano; 3) Que sejam garantidas edificações adequadas e seguras para as unidades que produzem, preservam e divulgam a memória da UnB e que isso viabilize um avanço para toda a universidade, assegurando além da proteção e preservação, o livre acesso de acordo com a legislação pertinente; 4) Que sejam realizados investimentos em conservação e restauração de equipamentos, edifícios e suportes da informação e comunicação; 09


5) Que seja dada continuidade à ideia inicial da UnB de uma universidade criada não no improviso, mas planejada, organizada com uma concepção integradora. 6) Uma universidade que preserve sua utopia, como instituiç�������������������������� ã������������������������� o verdadeiramente comprometida com o bem-estar da coletividade. Deliberações do grupo 1) Publicação de um ou mais livros contendo os artigos e depoimentos apresentados pelos palestrantes, o debate ao vivo e online e suas conjecturas e refutações, todas as principais sugestões, questionários para o diagnóstico da rede, etc. 2) Manter a página virtual da Gestão da memória e incrementar as informações nos outros meios (facebook, blog, twitter etc.); 3) Realizar evento “Gestão da memória” anualmente, fazendo um balanço das ações e os avanços de cada setor; 4) Criação de Grupos de trabalhos para pensar as políticas de gestão da memória a partir da rede constituída no evento, ampliando as discussões para as unidades acadêmicas; 5) Educar a universidade com a percepção de que cada unidade ou setor é um fundo, tem sua trajetória, que reúne sua própria história acadêmica e administrativa. O arquivo geral da universidade deverá resguardar somente os arquivos permanentes 6) Recomendações 1) Pensar a gestão da memória como um laboratório de pesquisa, laboratório de vivências; 2) Estimular políticas de apoio para laboratório de pesquisa; 3) Reunir informações sobre pesquisas nos cursos de graduação e pós-graduação realizadas na FAC, FCI e outras unidades que possam contribuir para as diretrizes de políticas de informação, documentação e comunicação; 4) Pensar a integração de memória humana, artificial e social na UnB; 5) Localizar as diversas iniciativas no âmbito da UnB de gestão da memória; Ela se revela em todos os espaços da UnB. 6) Criar e manter uma rede de cooperação entre as unidades e vários setores da Universidade para resgatar a memória dos últimos 50 anos da UnB, que permanece dispersa, sem tratamento adequado e inacessível aos agentes dessa memória e ao público em geral; 7) Examinar políticas institucionais e de informação implementadas por instituições congêneres; 8) Apresentar levantamentos e estudos feitos sobre os acervos documentais da UnB; 9) Identificar e harmonizar as várias iniciativas em curso de resgate da memória do movimento estudantil da UnB; 10) Debater propostas que possam integrar e envidar esforços para a organização, preservação e acesso aos documentos e às informações de valor administrativo, histórico e científico da Universidade, compreendendo sua importância no planejamento das ações presentes e futuras e na divulgação da produção artística, intelectual e científica da UnB; 11) Estabelecer estratégias de divulgação e comunicação que garantam amplo conhecimento pela comunidade interna e externa, nacional e internacional, da memória e história da UnB. 10


REGISTRO FOTOGRÁFICO I Seminário Gestão da memória: diálogos sobre políticas de informação, documentação e comunicação para a Universidade de Brasília


12


13


14


15


16


17


18


19


20


21


22


23


24


Núcleo de Editoração e Comunicação - NEC Faculdade de Ciência da Informação - FCI Biblioteca Central, entrada leste Campus Universitário Darcy Ribeiro - Brasília - DF - Brasil CEP: 70.910.900 email: necfci@unb.br, fone: 3107-2643


Album de fotos Gestão da memória