Page 45

Os Surdos e a Educação no Ensino Superior: Estratégias de Ensino-Aprendizagem

A EDUCAÇÃO DO ALUNO SURDO NO ENSINO SUPERIOR: O DESAFIO PEDAGÓGICO FACE À DIFERENÇA

Tal como disse no início deste artigo, estas palavras pretendem ser uma partilha de experiências de docência, no curso superior de Língua Gestual Portuguesa, em disciplinas com alunos surdos e ouvintes. Tento valorizar a heterogeneidade partindo não da aceitação tácita da diferença dos alunos, mas sim da valorização multicultural e multilinguística dos discentes. É meu objectivo tentar adequar a prática docente à variedade linguística da sala de aula, não de forma paliativa, mas sim tentando aproveitar um recurso que me permite reflectir não apenas na diversidade das línguas, mas na metodologia de ensino –aprendizagem enquanto caminho para um acesso justo e igualitário ao conhecimento. É importante encararmos a presença de alunos surdos na sala de aula, não como um obstáculo à transmissão e percepção do saber, mas como um desafio pedagógico que obriga a um reequacionamento do papel do professor. Perante a diferença, mais do que aceitá-la, é proveitoso compreendê-la na sua especificidade. No caso dos deficientes auditivos, há que tentar perceber o que está para além da voz e tentar descobrir que existe uma representação linguística efectiva do mundo. Não defendo uma adaptação dos conteúdos no sentido de impedir, por condicionantes físicas, o acesso de todos os alunos à disciplina. Acredito que algumas das bases para a educação inclusiva serão o respeito pelo aluno, pelos valores da sua cultura e por uma adequação da didáctica dos conteúdos, não tendendo para o facilitismo, mas para a promoção e aproveitamento da diferença, fomentando um diálogo intercultural digno e proveitoso para todos, partindo da ideia de que ensinar e aprender são conceitos muito próximos.

BIBLIOGRAFIA AMARAL, M.A.; COUTINHO, A.; DELGADO MARTINS, M.R. (1994). Para Uma Gramática da Língua Gestual Portuguesa. Lisboa: Caminho. CARMO, H et al (2007). Programa Curricular de Língua Gestual Portuguesa. Educação Pré-Escolar e Ensino Básico, Lisboa: Ministério da Educação.

44

OPDES04  

Revista OPDES

Advertisement