Page 1

N ATร L I A M AT I A S Arquiteta e Urbanista Portfรณlio


2018 Trabalho Final de Graduação Caraguatatuba - São Paulo Membros: Natália Matias

H O S T E L S U S T E N TÁV E L A P L I CAÇÃO DA A R Q U I T E T U R A S U S T E N TÁV E L A U M M O D E LO D E H O S P E DAG E M C O L E T I VA

O projeto do Hostel Susten-

arquitetura sustentável, portanto

com dois pavimentos, sendo que

ciadas, havendo em um deles bar e

tável foi desenvolvido durante o

toda a materialidade foi definida a

no térreo localizam-se as suítes

refeitório/restaurante, e em outro

período de Trabalho Final de Gradu-

partir desse ponto, com paredes ex-

privativas e privativas acessíveis,

uma área de jogos. Ambos os pré-

ação (TFG), e possui o terreno loca-

ternas em Adobe, paredes internas

uma área de internet e uma área de

dios são interligados por uma área

lizado na cidade de Caraguatatuba,

em tijolo ecológico, pilares e vigas

estar/lazer interno. Já no primeiro

verde central, que além de área de

Litoral Norte de São Paulo. Esse

em estrutura metálica, laje em steel

pavimento, há dormitórios e sani-

circulação, pode ser ocupada para

tem a Praia das Palmeiras como

deck e cobertura em telhas de bar-

tários coletivos.

atividades diversas.

ponto turístico e paisagem natural

ro.

logo a sua frente.

Os edifícios projetados tem

estrutura dos edifícios, esses pos-

por finalidade serem espelhados e

suem áreas de estar/lazer diferen-

O partido do projeto é a

Apesar do espelhamento na


FA C H A D A P R O D U Ç Ã O : N ATÁ L I A M AT I A S


2018 Trabalho Final de Graduação Caraguatatuba - São Paulo Membros: Natália Matias

PAVIMENTO TÉRREO: ED 2

PAVIMENTO TÉRREO: ED 1

Suítes privativas e privativas acessíveis

Suítes privativas e privativas acessíveis

Área de internet

Área de internet

Estar/lazer: Jogos

Estar/lazer: Bar, refeitório/restaurante

PRIMEIRO PAVIMENTO: ED 2

PRIMEIRO PAVIMENTO: ED 1

Dormitórios e sanitários coletivos

Dormitórios e sanitários coletivos N L

O

FACHADA NORTE: GRANDE INCIDÊNCIA DE LUZ SOLAR DURANTE TODO O DIA (DAS 6:00H ÀS 18:00H)

S

S 21

25

23

22

24

16

18

17

20

19

14

15

21

14

15

16

18

17

20

19

23

22

24

25

ESTACIONAMENTO JOGOS

A

A

0,92

DORMITÓRIO SUÍTE

DORMITÓRIO SUÍTE DORMITÓRIO SUÍTE

1,02

1

DORMITÓRIO SUÍTE JOGOS

B

FACHADA OESTE: INCIDÊNCIA DE LUZ SOLAR DURANTE A PARTE DA TARDE (12:00H ÀS 18:00H)

NETZONE

B

1,50

DORMITÓRIO SUÍTE ACESSÍVEL

DORMITÓRIO SUÍTE ACESSÍVEL

1,50

1,50

COZINHA COLETIVA SALA TV

COZINHA ADM

LAVANDERIA

1,02

RECEPÇÃO

i = 8,33%

ENTRADA

1,0

TIJOLO ECOLÓGICO

BRISE DE MADEIRA

2

BRISE DE MADEIRA

ADOBE

TIJOLO ECOLÓGICO

D

E

F

ADOBE

C

S

1,02

NETZONE

1,50

0,5

AVENIDA GERALDO NOGUEIRA DA SILVA

01

05

04

03

02

06

08

09

07

10

13

12

11

01

08

09

07

05

04

03

02

06

DORMITÓRIO SUÍTE

BAR

AVENIDA GERALDO NOGUEIRA DA SILVA

F

D

3

13

12

11

DORMITÓRIO SUÍTE

10

O

E

N

C

N

Perspectiva isométrica explodida- Sem escala

N L S

FACHADA LESTE: INCIDÊNCIA DE LUZ SOLAR DURANTE A PARTE DA MANHÃ (06:00H ÀS 12:00H)

Primeiro pavimento

Telhas de barro

Pilares e vigas metálicas

Parede de Adobe + vidro

Segundo pavimento

Brise de madeira

Pilares e vigas metálicas Laje Steel Deck

PLANTA PAVIMENTO TÉRREO ESC.: 1/125

Tesouras de madeira L

O Planta pavimento térreo - Sem escala

FACHADA SUL: NENHUMA INCIDÊNCIA DIRETA DE LUZ SOLAR DURANTE O DIA

Terças, caibros e ripas de madeira

S UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI - ARQUITETURA E URBANISMO TFG: A ARQUITETURA SUSTENTÁVEL APLICADA A UM MODELO DE HOSPEDAGEM COLETIVA PROFESSOR ORIENTADOR: MURILO DA COSTA CAVALHAES PLANTA/IMPLANTAÇÃO: PAV. TÉRREO NATÁLIA DOMINGUES MATIAS 20527372

ESC.: 1/125

DATA: 23/11/18

FOLHA 1/5


P E R S P E C T I VA I N T E R N A P R O D U Ç Ã O : N ATÁ L I A M AT I A S


LUMINÁRIA D

VISTAS

MATERIAL

2017 Estágio Rodrigo Zaniolo Arquitetura Itapecerica da Serra - São Paulo Membros: Natália Matias e Rodrigo Zaniolo

VISTAS

MATERIAL

MADEIRA RÚSTIC

LUMINÁRIA DE 1,5M

CONCRETO

VISTAS

CONCRETO DETALHE 1

MADEIRA RÚSTICA DETALHE L1U M I N Á R I A S

VISTA LATERAL DIREITA

MATERIAL DETALHE 2 F E R R O E C O N C R E TO

VISTA LATERAL DIREITA

COTAS

ESCALA 1/50 VISTA FRONTAL

VISTA LATERAL ESQUERDA

750

CHAPA DE ALUMÍNIO LISA REVESTIDA COM TINTA PRETA

cada um com uma utilidade especí-

arquiteto Rodrigo Zaniolo e tinha

fica para cada ambiente.

como partido desenvolver luminá-

rias que fossem simples, práticas e

VISTA LATERAL feita em concreto e a partir de um

versáteis, utilizando materiais que

modelo principal, seriam desenvol-

dessem um toque minimalista ao

VISTA LATERAL DIREITA LUMINÁRIA DE 30CM vidos outros modelos com utiliza-

ambiente.

DIREITA ções distintas.

VISTAdelas LATERAL A primeira foi a lumi- DIREITA

30

30 240

90

401040

50

60

300 360

VISTA SUPE

VISTA SUPERIOR

VISTA FRONTAL VISTA SUPERIOR DE AÇO

VISTA LATERAL DIREITA CABO

VISTA SUPERIOR

COTAS

CONCRETO

VISTAS 350

750 150

20

30

10

40

80 40 70

190

90

90

580 340

20

12

150

140

360

180

40

155 350

300

40

50

360

240

40

330

400

150

°

750 400 100

90

120

40

0

37

0,26

400

10

530

30

DETALHE 3

10

40 40

30

60

VISTAS

nária de barra de ferro, idealizada

MATERIAL

VISTA FRONTAL

VISTA LATERAL COTASDIREITA

VISTA LATERAL

10

VISTA LATERAL DIREITA

MADEIRA RÚSTICA

LUMINÁRIA P

VISTA LATERAL ESQUERDA

DIREITA

400 100 40

VISTAS

Já a segunda luminária era CANO DE FERRO REVESTIDO DE TINTA COR COBRE

330

400

10

CANO DE FERRO REVESTIDO DE TINTA COR COBRE

CHAPA DE ALUMÍNIO LISA REVESTIDA COM TINTA PRETA

VISTAS

20

CONCRETO VISTA LATERAL DIREITA

CONCRETO

CHAPA DE ALUMÍNIO LISA REVESTIDA COM TINTA PRETA

150

MATERIAL 10

CANO DE FERRO REVESTIDO DE TINTA COR COBRE

para três tamanhos diferentes e

90

rante o estágio no escritório do

CANO DE FERRO REVESTIDO DE TINTA COR COBRE CHAPA DE ALUMÍNIO LISA REVESTIDA COM TINTA PRETA

CHAPA DE ALUMÍNIO LISA REVESTIDA COM TINTA PRETA

530

90

MADEIRA RÚSTICA

401040

CANO DE FERRO REVESTIDO DE TINTA COR COBRE

O projeto foi realizado du-

10

10

LUMINÁRIA DE 30CM

MATERIAL

DETALHE 2

360

LUMINÁRIA DE 1M

CANO DE FERRO REVESTIDO DE TINTA COR COBRE

ESCALA 1/20 VISTA SUPERIOR

VISTA LATERAL DIREIT LUMINÁRIA DE MESA LUMINÁRIA 1M MADEIRADE RÚSTICA 30

LUMINÁRIA DE 1,5M

VISTA SUPE


ESCALA 1/20

LUMINÁRIA DE MESA MATERIAL

VISTAS

2017 Luminária de concreto

MATERIAL

MATERIAL

LUMINÁRIA DE 1,5M

Majoritariamente luminária conta com três ta-

CANO DE FERRO REVESTIDO DE TINTA COR COBRE

CONCRETO

CONCRETO

manhos diferentes, 1,5 m de

MADEIRA RÚSTICA

VISTAS

DETALHE 2

VISTA LATERAL primento e DIREITA 0,30 m

CHAPA DE ALUMÍNIO LISA REVESTIDA COM TINTA PRETA

de com- VISTA LATERAL ESQUERDA

primento, a serem utilizados em salas de estar, escritórios

CANO DE FERRO REVESTIDO DE TINTA COR COBRE

e dormitórios. VISTA SUPERIOR

COTAS

MATERIAL 40

340

12

0,26

CHAPA DE ALUMÍNIO LISA REVESTIDA COM TINTA PRETA

LUMINÁRIA PENDENTE lâmpada.

90

150

CANO DE FERRO REVESTIDO DE TINTA COR COBRE

VISTA LATERAL DIREITA

350

VISTA LATERALCONCRETO DIREITA 20

20

360

VISTA SUPERIOR

90

COTAS 580

340

150

12

180

40

155 350

300

190

80 40 70

90

90

401040

50

400 90

40

0,26

40 40

40 40

30

10 240

40

330

60 10

360

VISTAS VISTA LATERAL DIREITA 90

150

°

750

400 100

120

40

0

37

140

150

40

530

10

10

30

30

CANO DE FERRO REVESTIDO DE TINTA COR COBRE

130 30

99°

VISTArentes) LATERALe pendentes. DIREITALATERAL ESQUERDA VISTA

750

CHAPA DE ALUMÍNIO LISA REVESTIDA COM TINTA PRETA

LUMINÁRIA DE 1,5M

COTAS mesa (com flexibilidades dife-

CABO DE AÇO

CANO DE FERRO REVESTIDO DE TINTA COR COBRE CHAPA DE ALUMÍNIO LISA REVESTIDA COM TINTA PRETA

CHAPA DE ALUMÍNIO LISA REVESTIDA COM TINTA PRETA CHAPA DE ALUMÍNIO LISA REVESTIDA COM TINTA PRETA

CANO DE FERRO REVESTIDO DE TINTA COR COBRE

100

VISTAVISTA LATERAL LATERAL DIREITA DIREITA

130 100 60

130

°

Os modelos criados fo-

400

10

330

99

DESENHO SEM ESCALA COTAS NA ESCALA 1/50

330

COTAS

VISTA SUPERIOR

CHAPA DE ALUMÍNIO LISA REVESTIDA COM TINTA PRETA

ram luminárias de VISTAarandelas, LATERAL DIREITA VISTA SUPERIOR

VISTA SUPERIOR

LUMINÁ

CANO DE FERRO REVESTIDO DE TINTA COR COBRE

DETALHE VISTAS 1

400

400

MATERIAL

VISTAS

VISTA LATERAL DIREITA

50

° 44

CANO DE FERRO REVESTIDO DE TINTA COR COBRE

CONCRETO

44°

240

VIS DIR

90

10

150

10

240

330

12

12

50

400

CANO DE FERRO REVESTIDO CANO DE FERRO REVESTIDO CANO DE FERROCHAPA REVESTIDO DE ALUMÍNIO LISA DE TINTA COR COBRE DE TINTA COR COBRE DE TINTA COR COBRE REVESTIDA COM TINTA PRETA CHAPA DE ALUMÍNIO LISA REVESTIDA COM TINTA PRETA

elementos em ma- DIREITA VISTA LATERAL VISTAS deira utilizados para segurar a

MADEIRA RÚSTICA

330

LUMINÁRIA DE 1M

580

80 40 70

90

140 40

CHAPA DE ALUMÍNIO LISA

REVESTIDA COM TINTA PRETA CONCRETO

bém, com VISTA SUPERIOR

VISTA LATERAL DIREITA

190

90

10

90

50

60 10

MATERIAL COTAS CONCRETO

20

CANO DE FERRO REVESTIDO DE TINTA COR COBRE

CANO DE FERRO REVESTIDO DE TINTA COR COBRE

LUMINÁRIA DE 1,5M 30CM

°

to, essa luminária conta, tam-

400

VISTAS

150

360

401040

40

330

180

ESCALA 1/50

VISTA LATERAL DIREITA

40

155

350

300

VISTA SUPERIOR

10

30

10

E MESA

100

MATERIAL

LUMINÁRIA DE 1M

750

400

240

360

LUMINÁRIA DE 1,5M

150

120

40

0

37

ESCALA 1/20 MATERIAL Com aMADEIRA base em concreRÚSTICA MADEIRA RÚSTICA

MATERIAL 90

350

20

30

150

40

530

30

10

VISTA FRONTAL

ESCALA 1/20

VISTA LATERAL DIREITA DE MESA LUMINÁRIA 750

30

VISTA SUPERIOR

60

COTAS

VISTA LATERAL DIREITA

40 40

VISTA LATERAL DIREITA

CHAPA DE ALUMÍNIO LISA REVESTIDA COM TINTA PRETA

comprimento, 1 m de com-

MADEIRA RÚSTICA

LUM

CANO DE FERRO REVESTIDO DE TINTA COR COBRE

feita com barra de ferro, a

CONCRETO

VISTAS

2017 Luminária de barra de ferro

MADEIRA RÚSTICA

MADEIRA RÚSTICA

DETALHE 1

ESCALA 1/25 MATERIAL

30

130 VISTA LATERAL DIREITA

V D

Profile for Natália Domingues

Portfólio Natália Domingues  

Portfólio Natália Domingues  

Profile for nd.matias
Advertisement