Issuu on Google+

Boletim Informativo 01 - Fevereiro/2012

Filiado à:

Sindicato dos trabalhadores nas empresas montadoras de veículos chassis e motores de campo largo

a

curitib

OUTDOOR OUTDOOR OUTDOOR

iba

it cur

cat

OR O D T OU OR O D T OU OUTDOOR

CAMPO LARGO

sindimovec tirando as dúvidas do trabalhador: conheça um pouco do trabalho do sindicato que defende campo largo Companheiros! O Sindicato dos Metalúrgicos de Curitiba está tentando nos difamar. A verdade é que eles ficaram irritados que a fábrica da Caterpillar foi instalada em Campo Largo e

não em Curitiba. Agora querem representar os trabalhadores que eles nunca defenderam! Não vamos aceitar que um sindicato sem representação na nossa base tumultue nossas negociações com

a empresa. Temos o direito de negociar e utilizar os recursos financeiros oriundos de nossas contribuições em nosso favor, e não para promoção política e pessoal de outras pessoas,

como muitos sindicatos fazem. Va m o s b a t a l h a r p a ra defender nossos interesses! Não adianta nada ter uma linda carta de benefícios sem poder desfrutá-los.


PR

EM DEFESA DOS SEUS DIREITOS

CAMPANHA SALARIAL

ENTENDA O QUE É O SINDIMOVEC E POR QUÊ ELE TE REPRESENTA

PAUTA PARA NEGOCIAÇÕES ENTRE SINDIMOVEC E CATERPILLAR O Sindimovec propõe esta pauta para ser aprovada pelos trabalhadores da Caterpillar. O sindicato irá negociar o que for aprovado pelos trabalhadores - Pagamento integral do PLR de 2011 de R$ 1.000,00 para todos os trabalhadores contratados até 31 de dezembro de 2011 a ser pago em 27 de fevereiro de 2012. - PLR 2012 de R$ 12.000,00 - Abono Salarial R$ 2.000,00 - Reajuste salarial de 20%

- Adiantamento de R$ 7.000,00 do PLR em 30 de março de 2012 e o restante em 23 de fevereiro de 2013. - Cesta Básica em R$ 250,00 - Faculdade de férias 10 + 10 + 10, conforme vontade do trabalhador - Piso salarial de R$ 1.500,00

diretores do sindimovec são ameaçados

Agência FIEP

O Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas Montadoras de Veículos, Chassis e Motores de Campo Largo/PR (Sindimovec) foi criado em 1997 quando alguns trabalhadores, revoltados por não saberem ao certo onde ia parar o dinheiro que era descontado de seus contracheques em

favor do sindicato, se mobilizaram para pesquisar sobre o assunto. O resultado da união e da pesquisa foi o que motivou aqueles trabalhadores para que procurassem um grupo de advogados e criassem o Sindimovec, com o intuito de tornarem-se livres e autôno-

mos para negociar salários e receber o imposto sindical. Foram 13 anos de luta judicial, até que, em 2011, o Sindimovec recebeu o reconhecimento da sua existência pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Portanto, o Sindimovec é quem tem o poder legal para negociar em

nome dos trabalhadores das empresas montadoras em Campo Largo. Hoje, reconhecido e tendo o direito de receber as contribuições legais, o Sindimovec luta para a compra da sede própria, da sede campestre e de melhor estrutura de benefícios ao trabalhador de sua base.

trabalhador tem benefícios garantidos com o sindimovec

desespero marca ações dos metalúrgicos de curitiba

Criado para defender os interesses do trabalhador campolarguense, o Sindimovec tem benefícios exclusivos próximos de você.

Depois de perder o processo de representatividade na Justiça, em 2008, e revoltado com a concessão da Certidão Sindical ao Sindimovec, o Sindicato dos Metalúrgicos de Curitiba tenta ganhar no grito a representatividade dos trabalhadores de Campo Largo. Prova disso foram as assembleias sem validade realizadas, os jornais distribuídos aos trabalhadores da Caterpillar intitulado como “Caterpillar e Sindimovec querem empurrar com a barriga” e os outdoors espalhados pela cidade nos últimos dias.

Saiba o que você pode usufruir: -

Dentista Advogados Descontos na rede comercial de Campo Largo Decontos em faculdades e escolas de idiomas

No último dia 6 de fevereiro os diretores do Sindimovec receberam uma ameaça de morte enviada através do formulário “Fale Conosco”, disponível no site da Nova Central Sindical de Trabalhadores - NCST/PR, central à qual o Sindimovec é filiado. Independentemente de onde ou de quem veio a ameaça, fica a pergunta: ameaça é coisa de sindicalista ou é coisa de bandido? As informações estão em poder da polícia para que seja descoberta a origem da mensagem e para que sejam tomadas as devidas providências. Confira a reprodução da mensagem enviada aos dirigentes do Sindimovec. (Para poupar os trabalhadores do constrangimento, omitimos os palavrões utilizados pelos ameaçadores). Assunto: somos smc geral De: imprensa@simec.com.br Enviada em: segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012 23:00 Para: ncstpr@ncstpr.org.br

"Bando do de ladrão não vão ganhar a Caterpillar filhos da **** vcs nao vao conseguir seus pobres,esta Caterpillar

veio aqui para f**** o Paraná e outra empresa mas não vão não se vocês forem a próxima vez na frente da empresa vamos pagar uns bandidos para meter chumbo em vcs

Sindimovec do cara****" Fica novamente a pergunta: isso é coisa de sindicalista ou de bandido?


LIÇÃO DE CASA

COMUNICADO À COMUNIDADE CAMPOLARGUENSE Adjetivo. 2. Que imprime tração" O próprio Código de Trânsito Brasileiro, ao contrário do que tenta demonstrar o SMC em seu jornal, em seus artigos 96 e 144, dá ao trator tratamento de veículo, disciplinando-lhe a circulação. Confira:

Agência FIEP

Em boletim entregue aos trabalhadores da Caterpillar e em outdoors espalhados pela cidade, o Sindicato dos Metalúrgicos de Curitiba mostra um agente do Detran sendo questionado por um engravatado com a seguinte pergunta: “Que foi! Nunca viu um FUSCAT antes? A charge tenta satirizar a representatividade dos trabalhadores da Caterpillar pelo Sindimovec, que é o sindicato que representa a categoria em Campo Largo. Eles tentaram se achar muito espertos com essa charge. Mas a verdade é que além de não conhecer nossa cidade, os metalúrgicos de Curitiba não conhecem o dicionário. Vejamos o que diz o "Aurélio": "Veículo (Do latim vehiculu)

"Artigo 96 - Os veículos de tração classificam-se em: 1 - caminhão-trator; 2 - trator de rodas; Substantivo masculino. 3 - trator de esteiras; 1. Qualquer dos meios uti- 4 - trator misto;" lizados para transportar ou conduzir pessoas, objetos, "Artigo 144 - O trator de roda, etc., de um lugar para outro, o trator de esteira, o trator especialmente os que são misto ou o equipamento autoconstruídos pelo homem ou motor destinado à movimendotados de mecanismo; meio tação de cargas ou execução de transporte; transporte. de trabalho agrícola, de terra2. Automóvel, carro." plenagem, de construção ou de pavimentação só podem Vejamos agora o significado ser conduzidos na via pública para Trator por condutor habilitado nas categorias C, D ou E." "Trator (Do latim tractus, part. pass. de trahere, ‘puxar, Logo, além de desconhecer arrastar’) o Aurélio, parece que este Substantivo masculino. pessoal desconhece que 1. Veículo motorizado que, no Brasil existem leis e que deslocando-se sobre rodas estas devem ser obedecidas. ou esteiras de aço, é capaz de Gritaria, desrespeito e utilirebocar cargas ou de operar, zação de palavras ofensivas rebocando ou empurrando, não vão mudar o cenário e equipamentos agrícolas, de muito menos uma decisão da terraplenagem, etc. justiça. Então, trabalhador, é

preciso avaliar quem de fato está exercendo o verdadeiro papel de palhaço, se é o sindicato que tem o direito garantido para negociar ou aquele que prefere montar o circo e tentar resolver a situação no grito. Talvez estejamos enganados e o juiz nos mostre isso ao final do processo. Mas até onde entendemos, se o Sindimovec representa a categoria de trabalhadores que montam veículos, e o Aurélio e o Código Brasileiro de Trânsito definem que trator é veículo. Chega de conversa fiada! Q U E M E S TÁ FA Z E N D O C O R P O M O L E PA R A RESOLVER O IMPASSE NA JUSTIÇA DO TRABALHO? Na audiência realizada na Justiça no dia 30 de janeiro para decidir quem representava os trabalhadores da Caterpillar, o Sindicato dos Metalúrgicos de Curitiba, percebendo a grande possibilidade de perder o processo para o Sindimovec, solicitou ao juiz que realizasse uma perícia técnica. Essa atitude só deixou para mais tarde uma decisão que poderia já ter saído, que seria favorável ao Sindimovec e aos trabalhadores. Afinal de contas, quem está empurrando a situação com a barriga?


Boletim Sindimovec Fevereiro 2012