Issuu on Google+


Onde Está o Maquiavelismo no Governo de Hamamoto?

A

credito que qualquer cristão que se preza precise conhecer a fundo os ensinamentos de Jesus Cristo; qualquer adepto das correntes de esquerda tenha obrigação de conhecer os ensinamentos de Karl Marx; e qualquer homem ou mulher que ocupa a cadeira de comando público, mesmo que seja de um pequeno município, tenha a necessidade ímpar de conhecer os ensinamentos de Nicolau Maquiavel. Maquiavel, renascentista do século XVI, é considerado o pai da teoria política moderna devido o princípio que estabeleceu sobre a separação de Política e Moral, valorizando a razão nos atos políticos. É dele a ideia de que política pode e deve ter base científica e obedecer a leis próprias, estas condicionadas apenas pela eficiência em relação ao propósito fundamental: a conquista e manutenção

do poder político. No livro O Príncipe, Maquiavel não prioriza a investigação das formas pelas quais o poder foi alcançado, mas chega a investigar minuciosamente como as regras foram estabelecidas por um gover nante para manutenção e pleno funcionamento do Estado. Quando olhamos para Caieiras, é notório que o provincianismo imperou na Cidade dos Pinheirais por muito tempo. Entretanto, um médico, fora do meio das tradicionais famílias caieirenses, conseguiu mudar a história de um município ao proclamar uma república democrática sobre a centralização coronelista e provinciana. Um fato conquistado legitimamente pelo poder do voto. Contudo, depois de bela vitória nas ur nas sobre poderosa máquina

Jornal Nosso Bairro de Caieiras CNPJ: 02.103.329/0001-03 Jornalista responsável: Prof. Marcelo V. Bruggemann Mtb/SP 52.882 Prof. Quitéria A. R. Bruggemann Mtb/SP 52.888 Diagramação e Projeto gráfico: Claudio Miranda Everaldo N. Conceição Representante Comercial: João Pereira Paulo Roberto Conselho Editorial Juliana Gabriel - Mtb/SP 52.216 Wilmar Amaral Mtb/SP. 32.551 Revisor de Redação: Serg Smigg

Arte: Renildo Calheiros Vanderlei dos Santos Silva Circulação: Caieiras, Franco da Rocha, Fco. Morato, Cajamar, Mairiporã, Perus, Pirituba e Lapa. - Os artigos assinados são única e exclusivamente de responsabilidade de seus autores Distribuição gratuita Fone: 4605 6401 // 7404 0640 // 9758 1456 e-mail: jornal@nbcaieiras.com.br www.nbcaieiras.com.br Rua João Rosolen, nº 125, Vila Rosina, Caieiras - SP

A reprodução total ou parcial das matérias, anúncios e fotos publicadas sem prévia autorização é expressamente proíbida

gover namental, vem a necessidade da manutenção de fato do Estado de direito. Eis aí o grande problema. Apesar de minha admiração pelo amigo que está à frente do executivo, infelizmente tenho que admitir que falta um cer to tipo de maquiavelismo ou traquejo político em suas ações. Em outras palavras, os atos de Hamamoto deixam claro que não chegou a ler sequer uma única linha dos ensinamentos de Nicolau Maquiavel, pois, se o tivesse feito, saberia agir diante dos clássicos problemas identificados na sua gestão e os resolveria com a famosa política de resultados. Nem que para isso fosse necessário guilhotinar os grandes amigos que estiveram na linha de frente das batalhas para conquista do poder. Afinal, muitos que foram competentes na vitória das ur nas agem hoje, contr a-

ditoriamente, como meros amadores na manutenção do Estado conquistado. Enfim, quinze meses já se passaram e os mesmos burocratas, tecnocratas, trogloditas, parasitas, sanguessugas do sistema administrativo, permanecem cada vez mais “instalados” por trás da cadeira do Prefeito. Com atitudes infantis e suficientemente incompetentes para servir o Estado, vêm jogando o município num buraco sem volta a cada dia. O cenário exige uma atitude extrema. Hamamoto terá que tomar uma decisão urgente: ou age com a razão de um governante que tem em mãos um poder legítimo dado por quase cinquenta por cento do eleitorado ou a história se repetirá.


Foto divulgação

Vergonha Ala Radical da Apeoesp Hostiliza Governador em Francisco Morato

Ala radical da APEOESP hostiliza Governador durante inauguração da ETEC

P

ara quem não sabe, Francisco Morato hoje é uma cidade governada pelo PT. Com o pior IDH (Índice de Desen-volvimento Humano) entre as 645 cidades do Estado, enfrenta problemas duríssimos para implantar Educação digna. E o prefeito Zezinho Bressane chega ao máximo de seu empenho para mudar a imagem da cidade. O governador José Serra tem atuação semelhante. Na segunda-feira, dia 17, esteve na cidade para inaugurar uma escola técnica – ETEC, menina dos olhos do governo do PSDB e sonho de muitas cidades do Estado, como é o caso de Caieiras, Mairiporã, Cajamar etc., que ainda não foram contempladas com o benefício.

No entanto, um grupo minoritário de professores ultrarradicais da Apeoesp, com sub-sede em Franco da Rocha, conseguiu simplesmente piorar a imagem de Francisco Morato ao hostilizar o governador com atos de pura violência. O fato ocorreu mesmo estando o governador presenteando a cidade de Francisco Morato com o que há de mais moderno no governo paulista: as escolas técnicas. O pequenino grupo da ultraesquerda radical Apeoesp não representa a maciça maioria dos professores, conforme lembra o dirigente de Ensino Celso Nicoleti. “O que aconteceu em Francisco Morato foi uma vergonha para a cidade. O governador merece

o mínimo de respeito, principalmente por aqueles que se dizem ser professores”, disse Nicoleti, lembrando que, “se o presidente Lula fosse a Caieiras para qualquer inauguração, com certeza o PSDB, DEM, PTB ou qualquer outro par tido o trataria respeitosamente como um chefe de estado”.

Nicoleti respeitosamente parabeniza o trabalho digno que o prefeito Zezinho Bressane do PT está realizando em Francisco Morato em prol da Educação. Em nome dos professores da região, pede singelas desculpas ao Governador, pois segundo ele, esse ato não representa sequer 2% dos mais de cinco mil professores da Diretoria de Ensino de Caieiras. “Esse grupo que aí está não conseguiu parar uma única escola das oitenta instituições sob administração da Diretoria de Ensino”, conclui. Finalmente, o fato de os professores estarem descontentes com as condições de trabalho não justifica práticas selvagens de uma minoria de ultrarradicais e descontextualizados do século XXI, que busca atingir um chefe de Estado eleito legitimamente dentro das regras democráticas.

Minoria radical na porta da D.E., tentativa frustrada de paralisação

Flagrantes de Furto GCM de Caieiras atua com eficiência Informações sobre elementos que furtavam veículos na região central da cidade levaram oficiais da viatura 016 da GCM a espreitar o local. Em 08 de março último, abordaram dois indivíduos suspeitos, já que levavam consigo painéis frontais e chaves falsas. Enquanto os oficiais questionavam os eventuais ladrões (maiores de idade), uma das vítimas identificou um dos objetos como aquele fur tado de seu veículo. Imediatamente, foi dada voz de prisão por flagrante delito aos indivíduos – residentes em Franco da Rocha –, que foram levados para a delegacia de Caieiras. Na delegacia, outra vítima solicitava BO por fur to e também reconheceu um dos objetos alvo dos bandidos. Por fim, ambos foram recolhidos à Delegacia de Cajamar.

mantinha o hábito de furtar supermercados. Agia profissionalmente: enquanto o homem aguarda no carro, a mulher entrava várias vezes no estabelecimento, com bolsas diferentes, e apanhava diversos produtos. Os oficiais da viatura 008 da GCM de Caieiras foram informados que o casal estava em ação, no dia 16 de março, e seguiram para o local. Ao ser visto, o comparsa, que estava em um Gol branco estacionado em frente, procurou fugir em direção ao viaduto, mas foi seguido e detido pelos guardas. No veículo, foram encontradas várias mercadorias, avaliadas depois em R$500 aproximadamente. Questionado, o homem confessou o furto e disse que a esposa ainda estava no supermercado. A guarnição retor nou então ao estabelecimento e encontrou a mulher, já detida por funcionários. Casal é Detido por Furto em Após os procedimentos, a Supermercado mulher foi para a Cadeia Pública Um casal, morador da Feminina de Mairiporã e o Freguesia do Ó – São Paulo – homem, para a de Cajamar.


Vacinação Contra a Gripe A (H1N1) Segue até 21 de Maio

Segundo Fórum Agenda 2021 em Caieiras

A

O

município promoverá, às 20h do próximo dia 26 de março, o segundo fórum de sua agenda 21, no Cecin. O projeto Agenda 21 é um conjunto de procedimentos para medir forças e fraquezas de um município e está sendo elaborado em várias regiões do País. A Agenda 21 se inicia na criação de um comitê gestor que contrata uma empresa

privada já com experiência. Diversas fases se desenvolvem durante a implantação com o objetivo de se levantar a maior quantidade possível de dados físicos – geográficos, estruturais, clima etc. – e humanos – demografia, trabalho, tendência, cultura etc. O Segundo Fórum de Caieiras será aberto ao público e, nesta fase, discutirá as informações já

conseguidas nos últimos meses. A partir delas, gestão pública e população poderão se orientar para pleno desenvolvimento nos próximos anos (até 2021). Implantado pelo prefeito de Caieiras, doutor Rober to Hamamoto, busca alcançar o progresso, que a cidade necessita, com participação popular na tomada de decisões.

Secretaria Municipal da Saúde de Caieiras iniciou vacinação contra a chamada Gripe A*. A campanha é ação do gover no federal, sob responsabilidade do Ministério da Saúde e do Sistema Único de Saúde – SUS, e estará ativa até 21 de maio. Foram determinados grupos específicos que deverão receber a vacina primeiro. Os servidores da Saúde serão vacinados entre 08 e 19 de março; gestantes, de 22 de março a 07 de maio; de 22 de março a 02 de abril, será a vez de crianças (06 meses a 02 anos – 1ª dose) e doentes crônicos (diabéticos, cardiopatas, por tadores de doenças respiratórias e imunodeprimidos); de 05 a 23 de abril, população de 20 a 29 anos; de 24 de abril a 07 de maio, população maior de 60 anos e obesos mórbidos; de 10 a 21 de maio, população de

30 a 39 anos. As orientações para autoproteção são atenção à higiene: lavam-se mãos com frequência, uso de lenço descartável, proteção de nariz e boca ao espirrar ou tossir. Se houver percepção de sintomas – especialmente febre, tosse, dores de cabeça e no corpo –, não se toma qualquer medicamento (pois alguns podem agravar a situação) e procura-se o médico mais próximo. * A influenza pandêmica ficou

conhecida no ano passado como a Gripe Suína – um vírus causa problemas respiratórios contagiosos entre os porcos, sem provocar grande mortalidade. O contato direto e constante de profissionais – da agricultura, por exemplo – com esses animais facilita a captação do vírus por meio de secreções respiratórias ou ao contatar ou inalar partículas infectadas. O quadro clínico da infecção pelo vírus da gripe suína é, em geral, idêntico ao da gripe humana sazonal.


Prefeitura de Caieiras e o Orçamento Participativo/2010

A

s pautas da gestão pública administrativa atual mantêm a transparência e par ticipação popular como fundamento. O sistema de adequação do orçamento público às expectativas da população se destaca entre as

práticas mais eficientes em muitos municípios do País. A prefeitura de Caieiras está promovendo uma série de reuniões públicas a fim de discutir prioridades para o ano de 2011. As primeiras deramse no dia 18 de março, com a

Reunião da Juventude, às 19h30, no Clube da Terceira Idade, e no dia 20, em Laranjeiras e Jd. dos Pinheiros. O prefeito doutor Rober to Hamamoto considera o OP prática forte em seu plano de governo e procura mantê-lo, já

que o vê como uma das formas mais inovadoras de gestão democrática dos recursos públicos. “Muitas vezes, somente os moradores conseguem apontar suas reais necessidades e, a partir do OP, munícipes e administradores ficam frente a frente, discutem e decidem questões de interesse coletivo”, completou. Veja o calendário de reuniões: 18/03 – Reunião da Juventude – 19h30, Clube da Terceira Idade 20/03 – Reunião da Região de Laranjeiras e Entorno – 09h00, Escola Mário Toledo 20/03 – Reunião da Região de Pinheiros e Entorno – 14h00, Escola Alfried Weiszflog 21/03 – Reunião da Região Central e Entorno – 09h00, Clube da Terceira Idade 25/03 – Reunião Geral – 19h30, Clube da Terceira Idade

Bressane Adere ao Orçamento Participativo

F

rancisco Morato, agora, faz par te do grupo de municípios que compõem a Rede Brasileira de Orçamento Par ticipativo. O prefeito Zezinho Bressane assinou o termo de adesão e tornou o município sócio

da Rede. O movimento dos gestores públicos foi criado em 2007 e já atraiu grande número de cidades em todo o País que incluem a participação popular na gestão dos recur sos públicos.

BU Moratense: Um Presente de Aniversário de Francisco Morato Desde 1º de março, a população de Francisco Morato dispõe do benefício Consciente de que o transporte coletivo é custo expressivo para a população, a prefeitura instituiu a prática do Bilhete Único (BU) para facilitar a vida de quem precisa de mais de uma condução para chegar ao destino. Usuários dos veículos da Auto Ônibus Moratense serão beneficiados com expressiva economia ao viajar em até duas conduções e pagar por apenas uma das viagens.


Franco da Rocha: População Recebe Mais Inclusão Digital O novo espaço adequado à inclusão digital gratuita soma-se a outros no atendimento a munícipes que buscam facilidade e integração com as tecnologias da infor mática

N

ovo Telecentro Comunitário Municipal está à disposição da população de Franco da Rocha, especialmente moradores do Jd. Cruzeiro e redondeza, desde 03 de março, sob supervisão da Secretaria de Educação. A prefeitura organizou grande solenidade para inaugurar a sede própria do Telecentro (local per tencente à municipalidade) na rua Bernardino dos Passos. A estrutura se compõe de dez computadores com banda larga, potente servidor e outros equipamentos. “O local servirá para suprir uma necessidade que todos temos: aprender a usar um computador”, esclareceu o prefeito Marcio Cecchettini, informando ainda que, inicialmente, cem pessoas por dia serão atendidas por funcionários especializados. O evento foi marcado pela presença do deputado estadual

Celino Cardoso e de vereadores, a quem o prefeito ofereceu sinceros agradecimentos. O deputado, em especial, foi elogiado no discurso do prefeito em função da dedicação por Franco da Rocha e pelos esforços que o parlamentar já demonstrou na obtenção de recursos para investimentos na infraestrutura do município. O deputado estadual Celino Cardoso discur sou na inauguração do Telecentro Comunitário Municipal* do Jd. Cruzeiro, em 03 de março. Elogiou o empreendedorismo de Cecchettini, dizendo ser este grande parceiro e batalhador por projetos de melhoria da qualidade de vida dos cidadãos em ações que trazem progresso sucessivo para o município. Destacou ainda a impor tância do trabalho de todos os vereadores. “Gostaria de

deixar aqui minha grande admiração pelas ações positivas dos trabalhos diários que são desenvolvidos por esses vereadores. É com muita alegria que estou presente nesta solenidade de inauguração deste Telecentro, obra que certamente será bastante útil para os moradores desse bairro e para as comunidades próximas”, finalizou o deputado. * A unidade dispõe de sistema especial que a conecta à Internet. Chamado Governo Eletrônico – Ser viço de Atendimento ao Cidadão (GESAC), o sistema é coordenado pelo Ministério das Comunicações e possibilita criação de rede de aprendizagem, utilizando-se softwares livres para promover comunicação comunitária e gerenciamento coletivo. O

telecentro faz parte de ações que permitem à gestão pública oferecer inclusão digital de famílias de baixa renda que, por algum motivo, não têm condições de comprar computador ou custear mensalidades de cursos de informática.

Por: Wilmar Amaral - Jornalista


Dez Anos Depois... Saúde de Caieiras com Alta da UTI Jornal Gazeta Regiona de Junho 2003

Oito Anos Brincando com a Saúde e uma Bomba que Explode em 2009

A

inda segundo o Gazeta Regional, o prefeito Névio Dártora, antes de ser eleito, não tinha um programa definido para o setor da Saúde, a não ser a constr ução do hospital municipal. Ou seja, nada diferente do seu concorrente da época, o ex-prefeito Nelson Fiore. Por isso, os representantes da área acreditavam não passar de história de campanha. Com a eleição ganha, o prefeito Névio

surpreendeu a todos com duas nomeações (pasmem): colocou no cargo de secretário da saúde o comerciante Marcelo de Oliveira e nomeou como diretor de Saúde o médico Torres Varela. Mas o pior viria com o tempo. A população percebeu que a história de construir o hospital municipal era real, só que não havia nenhuma política pública de Saúde definida. E, de fato, hoje a ex-vereadora Isaura

Neves lembra que foi a pelo menos três inaugurações do hospital, que nunca funcionou. Só veio a funcionar mesmo no governo do Rober to Hamamoto, cuja administração percebeu que o Hospital era, na verdade, uma bomba. Representava gastos altíssimos para um município quebrado, com folha de pagamento exorbitante e vários problemas na infraestrutura.

Em 2003... E

m Caieiras, por muitos anos, pessoas foram vitimizadas pelo monopólio da [des] informação. Um único jornal, enriquecido à custa do dinheiro público, escondia graves problemas existentes no município, tais como degradação de áreas ambientais, doações de áreas públicas a igrejas, instalação do segundo maior Lixão do mundo no município, contratos milionários com empresas privadas, assim como o caos em que a Saúde Pública estava enfiada. No entanto, ao vasculhar arquivos históricos com credibilidade no município, há um jornal que merece total respeito.

Trata-se do jornal Gazeta Regional. De propriedade do doutor Stélio Pessanha, jornalista, neurocirurgião, dono da rádio Onda FM (87.5) e descolado do governo da época. Em junho de 2003, quando Névio Dár tora já completava trinta meses sentado na cadeira de prefeito, o jornal Gazeta Regional, que naquele momento gritava solitariamente na pequena área central da cidade, denunciava: “A Saúde Pública de Caieiras Está na UTI”. Mesmo com a matéria muito bem pautada, o GR estava imensamente longe

do poderio do jornal oficial da cidade, que semanalmente bombardeava Caieiras com notícias sobre o então prefeito ser o “melhor do Brasil”. Segundo o Gazeta Regional, o ex-prefeito Pedro Sérgio Graf Nunes, que governou a cidade de 1997 a 2000 antecedendo o desafeto de Névio, tinha tomado todas as providências para oferecer o mínimo de qualidade na Saúde pública do município, estruturando e organizando o sistema de tal forma que seu sucessor não tivesse dificuldades. E, pelo que se sabe, teve êxito até entregar o cargo.

Hamamoto e Isaura Neves Denunciam Caos da Saúde Pública em Caieiras

O

Gazeta Regional reportou que o hospital de Caieiras foi apenas um produto de marketing político de Névio. Mas o que ninguém mostrava eram as reais condições da Saúde. Tanto é verdade que, na sessão da Câmara Municipal do dia 17 de junho de 2003, a situação de calamidade chegou a nível máximo. O vereador e médico Rober to Hamamoto, então presidente da câmara, subiu à tribuna e fez um relato espantoso. Durante mais de quarenta minutos, Hamamoto discorreu em detalhes todos os problemas da Saúde Pública Jornal Gazeta Regiona de Junho 2003 caieirense. Chamou a atenção para a falta de medicamentos básicos, de aparelhos fundamentais, como, por exemplo, ultrassom transvaginal.

Ex-vereadora Isaura Neves

Falou da falta de especialistas e de exames complementares. No final, deixou clara sua preocupação quanto ao futuro do hospital municipal. Para Hamamoto, Caieiras não teria condições de manter nenhum PS, fosse no centro da cidade ou no bairro de Laranjeiras. A vereadora Isaura Neves, na mesma linha de Hamamoto, não cansava de disparar na tribuna duras críticas; protestava contra o descaso. Além dos problemas já citados, falou das promessas vazias de transformar o Pronto-Socorro das Laranjeiras em unidade de funcionamento 24 horas e da inoperância de fazer funcionar o novo hospital. Detalhe: o ano era 2003. Hoje, a ex-vereadora lembra

que “o hospital era uma farsa. Tanto é verdade que foi inaugurado nos últimos dias de 2008 porque sabiam que hospital é caro; e um hospital desse por te, de por tas aber tas, tem de atender a população também de municípios vizinhos. Mas não é só isso: o Hospital foi constr uído num lugar horrível, inadequado, sem estacionamento, de difícil acesso para os mais idosos, uma vergonha”. Isto é, um golpe político-estratégico que poderia ser fatal, se não fossem as ações da gestão atual postas em prática, graças a experiência acumulada de 25 anos como medico, empresário, e por oito anos de vereador.


Dez Anos Depois... Saúde de Caieiras com Alta da UTI Jornal Nosso Bairro: imparcial

N

o mês de abril de 2009, na edição 59 do Jornal Nosso Bairro, foi mostrada a situação catastrófica em que Caieiras estava enfiada. O jornal, na ocasião, não titubeou em fazer críticas duríssimas contra a atual administração, mas com profissionalismo imparcial, apontando o problema naquele momento. Para o jornal, além da herança deixada por uma administração irresponsável, o problema se agravava com o fato de haver

pessoas que ocupavam cargos por apadrinhamento político, sem nenhuma qualificação para o trabalho. O então prefeito era lembrado como o dono da caneta; se mantivesse funcionários desqualificados para atuar em áreas tão importantes como Saúde, a culpa recairia sobre ele mesmo. Em quanto isso, à oposição, “cantava” feliz com a desgraça alheia, pois quanto mais sofrimentos, melhor.

Jornal Nosso Bairro Abril de 2009

Finalmente, Números Positivos Fonte: UAC

D

epois de um ano de administração de problemas, os resultados finalmente aparecem. Timidamente, mas não há como negar que aparecem. O prefeito médico, que ocupou o cargo de vereador por oito anos fazendo ferrenha críticas à Saúde, diz que a Saúde ainda continua na UTI, mas o quadro se estabilizou e apresenta sensível melhora. Sabe que isso não é motivo para comemoração e sim de muita atenção. Lembra que o maciço investimento que vem sendo feito na área é de vital importância para a cidade, visto que há anos o setor não tinha a atenção devida. E, pela primeira vez em quinze meses de trabalho, os primeiros números são divulgados (veja os gráficos ao lado). No gráfico, um dos números que merecem destaque é o que representa a façanha de zerar o tempo de espera para exames de ultrassonografia que, até o final de 2009, acumulou 2831 pacientes que aguardavam pelo menos quatro meses na fila de espera. No

mês de março de 2010, a fila foi totalmente zerada. Nos três últimos meses de 2009, mais de mil consultas de pré-natal foram realizadas, ou seja, 13% a mais que no mesmo período de 2008. Atendimentos de urgência nos últimos três meses de 2009 chegaram a 27997, resultando em 11% a mais do que nos três últimos meses de 2008. Outro dado que impressiona: só os atendimentos de urgência nos meses de julho, agosto e setembro de 2009 tiveram aumento de 82%, com 342 casos atendidos contra apenas os 187 do o mesmo período de 2008. O mesmo acontece com as consultas com especialista, que chegaram a 3567 em julho, agosto e setembro de 2009, isto é, 82% a mais se comparado com os mesmos meses de 2008. Os números falam por si. Não dá para negar números reais. A saúde de Caieiras está melhorando.

Secretária da Saúde Dra. Mirian

Saúde: Antes e depois de Hamamoto

O

s números são simplesmente impressionantes porque, até 2008, a infra-estrutura montada em Caieiras era suficiente somente para atender necessidades básicas dos munícipes residentes na cidade. Qualquer necessidade mais urgente era transferida para Franco da Rocha, São Paulo ou qualquer outra cidade. Com a inauguração do Hospital no final da administração anterior, em 2008, isso mudou radicalmente. Caieiras deixou de transferir pacientes

e passou a receber pacientes de outras cidades. No entanto, não foi montada estr utur a par a esse fim; simplesmente o problema foi jogado para a gestão atual, como forma de punição pela vitória de um médico que venceu as eleições municipais lutando contra a máquina pública. Isto é, os perdedores supuseram que os vitoriosos da eleição não conseguiriam desentravar o problema, tendo a culpa pelo caos. Com isso, a imprensa irresponsável tenta confundir a população. Mas o próprio

prefeito, juntamente com a Secretaria da Saúde, ainda não comemora os números acima porque sabe que tem muitos problemas para resolver. A oposição, que controla a tal imprensa irresponsável, está desesperada, pois, reconhecendo o trabalho claramente destacado na área, sabe que as chances de retorno do quadro político anterior estão ficando cada vez menores. Silenciosamente, sem alarde, a gestão atual assimilou o golpe do hospital municipal e tomou para si a responsabilidade de melhorar a Saúde Pública. Impassível diante dos atos daquela imprensa irres-

Pref. Dr. Roberto Hamamoto

ponsável, foi fazendo o que precisava ser feito. Hoje, com alívio, o médico prefeito sabe que esta muito próximo o momento de assinar a ficha de alta do Hospital de Caieiras.


Pedrinho Siqueira em visita ao Santuário Opinião do leitor

O

presidente da Câmara Pedrinho Siqueira, em visita ao Santuário Virgem dos Pobres, na sextafeira, 19, foi recebido pelo pároco Pe. Vicente. O parlamentar caminhou por todos os espaços da instituição. Católico, ficou encantado com a estrutura física do local, acolhedora e ótima para realização dos

eventos promovidos pela igreja. Na ocasião, Pe. Vicente explicou em detalhes a importância de manter um Santuário no município de Caieiras, pois, além de ser um dos únicos dois santuários da diocese da diocese de Bragança, ainda é um local de peregrinação que recebe pessoas de todos os lugares. A paróquia Santuário, no entanto, quer agora dar novos saltos. Vai lançar a revista O Caminho e o site do Santuário Virgem dos Pobres, somando-se à estrutura do projeto Patris, que atende dezenas de jovens num grandioso programa socioeducativo. Mas tudo isso passa por firme parceria. Neste sentido, Pedrinho Siqueira já se prontificou a pavimentar caminhos para o Santuário Virgem dos Pobres. Segundo o vereador, ainda vai apoiar todos os projetos que visam melhorar a vida dos moradores de Vila Rosina.

Vereador Paulão cobra ETEC

D

esde 2005, o vereador Paulão avança na luta pela instalação de uma escola técnica – ETC – em Caieiras, no bairro de Laranjeiras. Em mais um passo, o parlamentar foi ao município de Jandira para participar de sessão solene, na qual também se encontrava o secretário do Desenvolvimento do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin. Apoiado e acompanhado pelo prefeito doutor Roberto Hamamoto, vice-prefeito Gersinho e vereadores doutor Ideir, Pedrinho Siqueira, Adriano

Sopó e Zefinha, Paulão manteve conversas com o secretário, nas quais reforçou o pedido de esforços especiais. “É uma luta que já dura cinco anos, mas não vou desistir de mais esse benefício aos caieirenses. Cobrei o secretário mais uma vez. Com a instalação da ETEC, teremos cursos de informáticas, segurança do trabalho, química e instrumentação”, explicou. O parlamentar é autor de vários projetos que resultaram em benefício ao cidadão de Caieiras. “O homem que trabalha, o povo não esquece” Acesse www.vereadorpaulao.blogspot.com

Vereadora Zefinha conquista doações para o Fundo Social

A

vereadora Zefinha, esteve no Fundo Social de Caieiras, efetuando a entrega de cadeiras de rodas, cadeiras de banho e colchões, na presença da Primeira Dama Sara Beltrame. O material foi fornecido pelo Deputado Estevam Galvão, líder do DEM, partido pelo qual a vereadora foi eleita.

Consciente das dificuldades enfrentadas pela população com necessidades especiais no Município de Caieiras, Zefinha em uma reunião com o deputado solicitou através de ofício especial, a viabilização de acessórios que virão a beneficiar a quem realmente precisa. Na ocasião o Dep. Estevam aproveitou para reafirmar a importância deste trabalho, e parabenizar a vereadora pelo seu empenho em buscar maneiras para solucionar as necessidades da população. “Só posso agradecer mais uma vez ao Deputado Estevam Galvão, por todo o carinho que tem tido com nosso município, e por toda a consideração a mim dispensada” concluiu a vereadora.

Em busca de respostas às reivindicações feitas ao prefeito doutor Roberto Hamamoto e ao vereador Paulão, o senhor Eurípedes Fernandes, morador do bairro do Sítio Aparecida, mais uma vez procurou a redação do JNB e reiterou os pedidos feitos naquela ocasião. A visita que aconteceu no final de janeiro trouxe esperanças aos moradores. No entanto, continuam esperando soluções para os problemas. “Queremos apenas que as providências sejam tomadas antes que novas chuvas se iniciem”, completou o senhor Eurípedes.


Paixão de Cristo Tem Elenco de Alunos do Cecin de Caieira

T

radicionalmente, durante a Semana Santa, o espetáculo Paixão de Cristo leva aproximadamente dez mil pessoas – somando-se os dois dias de apresentações – ao Estádio Municipal de Caieiras “Carlos Ferracini”, fazendo do evento um dos mais populares e aguardados da região. Sob direção do professor Sérgio de Camargo, o elenco deste ano é formado por setenta alunos do curso de teatro – oferecido gratuitamente pelo Centro

Educacional e Cultural Izaura Neves (CECIN) – e participantes de municípios vizinhos. Todos têm oportunidade de expressar sua arte, garantindo ao público um contato mais próximo com as artes dramáticas por meio de uma das mais belas histórias da humanidade: a mor te e ressurreição de Jesus Cristo. A peça Paixão de Cristo é apresentada gratuitamente em Caieiras desde 1996. Neste ano, além de encenar a narração bíblica das últimas

horas da vida de Jesus, a intenção dos idealizadores é dar mais destaque ao lado humano de cada personagem envolvido na história. Após intensa pesquisa, ganharam atenção especial as figuras de Herodes, rei da Judeia, e sua esposa Herodíades, além dos sacerdotes Anás, Caifás e Nicodemos. O evento acontecerá nos dias 02 e 03 de abril, a partir das 20h00, no Estádio Municipal de Caieiras “Carlos Ferracini”. Participe!

Vagas em Alguns Cursos Gratuitos no Cecin

A

s aulas dos quinze cursos da Secretaria da Ação Cultural foram iniciadas na segunda quinzena de fevereiro. A ampla procura de interessados foi rápida e eficientemente assimilada pelos profissionais do Centro Cultural Izaura Neves – Cecin. São aproximadamente 2300 pessoas – e ainda há lista de

espera – aprendendo técnicas específicas em suas respectivas áreas artísticas, sob orientação de professores capacitados. Contudo, o pessoal da organização dos cursos informa que ainda há vagas para alguns cursos em determinados horários. Teatro e Coral, por exemplo, oferecem vagas em alguns períodos; o curso de

Dança de Salão mantém vagas para homens; a Capoeira ainda recebe inscrições para as quar tas e sextas-feiras. Os interessados devem procurar o CECIN e consultar vagas. Para obter mais informações, dirija-se à Rua Argentina, nº 400, das 08h00 às 170h00, de segunda à sexta-feira, ou ligue (11) 4442-7011.

Cultura e Espiritualidade se Encontram na Semana da Compaixão em Caieiras A Semana Santa, período apropriado para profundas reflexões espirituais para a grande maioria da população do País, tem importância especial em Caieiras por conta da religiosidade de seus moradores. Neste ano, a Secretaria Municipal da Ação Cultural preparou eventos que certamente levarão a emoção às alturas e se transformarão em exemplo de harmonia humana. A equipe orientada pela secretária doutora Tânia Shibata se desdobrou para tornar o período inesquecível, a que chamou de Semana da Compaixão. Antes mesmo do início das atividades, a doutora Tânia surpreendeu ao organizar um preview (prévia de eventos) no centro cultural. Convidou diversas personalidades para reunião com todos os funcionários e colaboradores de sua secretaria, ocorrida na última sexta-feira, na qual expôs suas expectativas quanto à Semana da Compaixão e ouviu opinião dos presentes. A secretária fez de seu rápido discurso um chamado à humanização; o secretário do Meio Ambiente doutor Bonfílio falou sobre os exemplos de espiritualidade de Cristo; o diretor de Cultura Joaquim Costa

enalteceu o momento como especial; o senhor coordenador da Apae Flávio Assoni fez coro a ambos e comentou sobre a importância das demonstrações de amor entre os seres humanos. Num ambiente cercado por Arte, respirava-se emoção com as músicas tranquilizadoras. Depois, o clip Filtro Solar, uma mensagem de incentivo à vida, do jornalista Pedro Bial, encerrou a reunião. O programa para a Semana da Compaixão mostra a dimensão e alcance da Cultura no

município. Street Dance teatralizado na Calcárea, palestra e música nobre no Cecin, Doutores do Riso no Hospital Vitalina F. Ventura, contadora de história Milza Arcanjo no Centro de Convivência do Idoso, dentre outras apresentações, prepararão o clima da cidade para o gran finalle: a peça Paixão de Cristo, no Estádio Carlos Ferracini, dirigida pelo professor de teatro do Cecin, Sérgio de Camargo. A Cultura está difundindo a espiritualidade em Caieiras.


Charge

ÁRIES - 21/03 À 20/04 Começa hoje novo ciclo astral - com a entrada do outono o Sol entra em seu signo adicionando mais brilho e criatividade a sua vida. Vale até um ritual de boas vindas a esse ciclo, que promete muitas novidades para você. Domingo traz movimento, festa, novidade, afetos.

LIBRA - 23/09 À 22/10 Sol atinge signo mais distante do seu, e no horizonte do outono surge a possibilidade de iniciar algo novo, seguindo a trilha de um entusiasmo e de uma paixão reveladas por seus queridos, e por todos aqueles que fazem parte de sua vida. Deixe-se arrastar por essa onda de vitalidade!

TOURO - 21/04 À 20/05 Clima astral renova-se com entrada do Sol em Áries inaugurando ano novo astral regido por seu planeta, Vênus. Independência e integridade são valores essenciais pra você se realizar nos próximos meses. Enquanto durar este ciclo astral, obterá mais sucesso sendo mais flexível.

ESCORPIÃO - 23/10 À 21/11 Clima astral muda com entrada do Sol em Áries. Vênus em Áries comanda novo ano. Sinal de muito trabalho, aperfeiçoamento e crises de consciência. Organismo saudável e alerta é um objetivo a ser conquistado. Trabalho e rotina serão focos de muitas mudanças neste ciclo.

GÊMEOS - 21/05 À 20/06 No mundo do simbólico tudo muda hoje, com o reinicio de um ciclo zodiacal.. Começa ano novo astral. Você, tem tudo pra dar novas orientações para seus projetos, especialmente os que estão problemático, emperrados, enfraquecidos. Será um ano de novidades para você.

SAGITÁRIO - 22/11 À 21/12 Ano novo astral com Sol ingressando no primeiro signo do zodíaco, Áries, que é irmão do seu - participa do elemento fogo, que rege a intuição e a ação baseada na certeza interior. Tempo de renovar e recomeçar, de ser pioneiro, ousado, líder da própria vida. O amor se beneficia.

CÂNCER - 21/06 À 21/07 Desafios não irão faltar para testar sua capacidade de fluir com a vida e se adaptar aos novos tempos, que começam hoje, com a entrada do Sol em Áries comemorando outono e ano astral, regido por Vênus, do amor e da guerra. Relações em mutação. Novos trabalhos.

CAPRICÓRNIO - 22/12 À 20/01 Retirada para o campo doméstico é a boa pedida para as próximas quatro semanas em que o Sol trilha Áries, signo que abre o zodíaco e inaugura ano novo astral. Comemore intimamente sua liberdade, independência e honre a memória de seus antepassados audazes e combativos.

LEÃO -

AQUÁRIO - 21/01 À 19/02 Áries rege a mente dos aquarianos, e a par tir de agora é essa a determinante maior, da qual depende a maioria dos sucessos e derrotas porque passará. Vá em busca de informação nova, expresse suas ideias pioneiras. Assim é que você comemorará a altura o novo ano astral.

22/07 À 22/08 Promessas boas para você chegam do Sol e de Mercúrio, para começar com o pé direito o novo ano astrológico! Pioneirismo e liderança o levarão muito longe, além do que sonhou. Você pode decidir até onde vai na empreitada profissional. Será um ano de conquistas. VIRGEM - 23/08 À 22/09 Ano novo astral começa hoje. Sol entra em Áries, marca outono no hemisfério sul e abre a temporada de batalhar e abrir caminho usando a força somada de seus companheiros, sócios e parceiros. Reunião de intenções. Confie mais na sua intuição, ela espantará seus medos.

PEIXES - 20/02 À 20/03 Ímpeto e audácia para conquistar sua liberdade. Assim é que a vigilância financeira se torna mesmo o preço da sua liberdade de ser e de acontecer. O Sol entra em Áries e inaugura novo ano astral. Vênus em Áries traz o fruto dos seus talentos e triplica proteção aos seus bens.

Obra de Ficção, qualquer semelhança com fatos é mera coincidência



Jornal NB Caieiras - Edição 83