Page 1


SULMÁRIO

1- INTRODUÇÃO

03

2- OBJETIVOS

04

3- ENVISIONAMENTO

05

4- ATUAÇÕES

06

4.1- BARCO: “JESUS, A ESPERANÇA II

07

4.2- EQUIPES DE CURTO PRAZO - TRABALHO E TESTEMUNHO

08

4.3- EVANGELISMO

09

4.4- DISCIPULADO

09

4.5- PLANTIO DE IGREJAS

10

4.6- TREINAMENTO DE LIDERANÇA AUTÓCTONE

11

5- LEVANTAMENTO

12

6- CONCLUSÃO

16

2


1- INTRODUÇÃO

A Igreja do Nazareno está atuando a 17 anos da Região Norte do Brasil. Deus tem abençoado o avanço da mensagem de “Santidade ao Senhor” entre os povos amazônicos, mas ainda existe muito a realizar. As distâncias e a extensão da Amazônia fazem dela um lugar humanamente difícil de ser alcançado. A Igreja do Nazareno é uma das muitas igrejas e agencias missionárias que estão ajudando a espalhar a salvação na Janela Amazônica. A cultura e o modo de vida acentuam as distancias e dificuldades para imersão missionária e avanço da obra na região. Alguns números antigos (e já passiveis de reverificação) informavam a existência de aproximadamente 37 mil comunidades espalhadas em toda a Amazônia. Não podendo, todavia, informar quantas comunidades dessas ainda carece ser alcançadas pelo evangelho. Tamanha imprecisão junto com os desafios culturais e ambientais da região, levam-nos a perceber a necessidade de um trabalho metódico, organizado e bem estruturado para o avanço do Reino de Deus. Cremos que Deus ainda esta chamando e levantando a muitos para a obra no campo missionário amazônico com objetivo de cumprir a grande comissão. A missão da Igreja do Nazareno é “Fazer discípulos à semelhança de Cristo nas nações” e é baseada nesta visão que a obra está sendo realizada na região norte do Brasil. O desejo é que muitas pessoas cheguem ao conhecimento da verdade e tornem discípulos imitadores de Jesus na janela amazônica. Este documento visa apresentar a estrutura de um projeto missionário Projeto Povos como uma iniciativa de avanço missionário para a região norte do Brasil e mobilização da Igreja do Nazareno para atuação e suporte ao campo missionário amazônico junto aos trabalhos desenvolvidos pela Igreja do Nazareno tendo como Base Missionária e ponto de partida a Igreja do Nazareno Central em Manaus. A proposta é que o projeto seja realizado em parceria com as igrejas locais na Amazônia buscando mobilizar e incentivar a igreja brasileira nos 19 distritos nazarenos e distritos internacionais.

3


2- OBJETIVOS 2.1 - OBJETIVOS GERAIS Glorificar o nome do Senhor Jesus ajudando a expandir Seu Reino entre as nações da Janela Amazônia, fazendo discípulos à semelhança de Cristo por meio de iniciativas missionárias bem organizadas por meio da Igreja do Nazareno em Manaus.

2.2 - OBJETIVOS ESPECÍFICOS NO AVANÇO MISSIONÁRIO 

Avançar com a evangelização na Amazônia cumprindo a grande comissão com a Igreja do Nazareno.

Evangelizar povos não alcançados de maneira efetiva e eficaz levando povos isolados a conhecerem o evangelho de Jesus.

Buscar lugares e oportunidades para evangelizar, discipular e plantar igrejas.

Aumentar exponencialmente o número de equipes de evangelismo e de trabalho e testemunho para a janela amazônica.

Construção de igrejas, bases missionárias ou centros sociais em região amazônica.

Ajudar a Igreja do Nazareno cuidado, divulgando e apoiando o uso do Barco Jesus a Esperança II.

Ajudar a Igreja do levantamento de recursos para manutenção e uso eficiente do barco Jesus A Esperança.

Auxiliar a igreja a selecionar treinar e equipar obreiros autóctones para dar continuidade aos trabalhos nazarenos na região, fazendo isso por meio de programas de estudo bem elaborados e contextualizados ao povo amazônico.

2.3 - OBJETIVOS ESPECÍFICOS NA MOBILIZAÇÃO NACIONAL 

Sensibilizar a igreja para as tarefas de oração, sustento e envio de voluntários e missionários ao campo.

Auxiliar a igreja no descobrimento dos chamados, treinamento e envio ao campo.

Colaborar com a igreja na realização de parcerias bem definidas para envio conjunto de missionários e voluntários ao campo.

Ajudar a igreja brasileira a praticar o CIM – Cuidado Integral Missionário dando suporte à igreja para envio e cuidado correto de missionários no campo.

Conscientizar a sensibilizar a igreja brasileira para o sustento e cuidado do Barco Jesus a Esperança.

4


3- ENVISIONAMENTO

Muitos têm sido os problemas envolvendo igreja e campo missionário. Existe o paradigma de que a maior necessidade do campo missionário é dinheiro. Existe muito mais do que a igreja pode e precisar fazer no campo missionário para cumprir corretamente a grande comissão. Falta de comunicação, desencontro das informações, desencaixe ente igreja e missionário, erro de atuação entre igreja e campo, falta de supervisão etc têm sido algumas das barreiras a serem superadas. Portanto o Projeto Povos pretende ser um projeto de MNI e Missão Global atuando no encaixe correto entre igreja, campo e missionários. Elucidando: 1. Conectar corretamente e ajustar o encaixe entre igreja e campo. 2. Conectar o campo com as igrejas. 3. Auxiliar a igreja brasileira no processo de correção de sua visão missionária. 4. Ajudar a igreja em sua atuação no campo missionário 5. Ajudar os missionários a se comunicarem com as igrejas 6. Fornecer ás igrejas um projeto confiável em que possa acreditar, se envolver, orar e investir.

5


6


4.1 - BARCO: “JESUS, A ESPERANÇA II”

A embarcação missionária “Jesus, a Esperança II” serve para dar suporte a evangelização, discipulado, plantio e fortalecimento de igrejas no Amazonas. A embarcação é um modelo do tipo expresso com capacidade para 50 pessoas usando um motor MWM 296. A embarcação possui trinta poltronas reclináveis, três banheiros, ar condicionado e cozinha.

O Projeto Povos visa ajudar a impulsionar a visibilidade do Barco por meio de divulgação e comunicação desafiando a igreja brasileira para colaborar no sustento e manutenção do barco possibilitando o uso constante do barco no cumprimento de seus objetivos que é alcançar os povos minoritários na Amazônia. Atualmente deseja alcançar o patamar de que o barco tenha pelo menos uma viagem missionária ao mês fora o uso por parte de parceiros. O Projeto Povos também visa buscar parcerias de atuação para que o barco sirva a outras agências e denominações.

7


4.2 - EQUIPES DE CURTO PRAZO - TRABALHO E TESTAMUNHO

As equipes de curto prazo têm sido muito importante no processo de evangelização da Amazônia e na expansão da Igreja do Nazareno na Região Norte. Com equipes de curto prazo são abertos novos campos e novas cidades para evangelização e plantio de igrejas, por meio das equipes pode-se acelerar processo evangelístico na região e as equipes também são fundamentais para edificação de templos e igrejas para congregas os novos discípulos que vão nascendo na Amazônia. Na gestão de equipes de curto prazo o Projeto Povos visa gerenciar de maneira bem planejada as viagens realizadas pelas equipes extraindo ótimos resultados para o campo missionário e proporcionando experiência missionária transformadora para os voluntários nas viagens. Atualmente propõe-se um aumento para alcançar o numero de 10 equipes anuais das igrejas do Nazareno vindo até a região amazônica.

8


4.3 - EVANGELISMO

A embarcação missionária “Jesus, a Esperança II” serve para dar suporte a evangelização, discipulado, plantio e fortalecimento de igrejas no Amazonas. A embarcação é um modelo do tipo expresso com capacidade para 50 pessoas usando um motor MWM 296. A embarcação possui trinta poltronas reclináveis, três banheiros, ar condicionado e cozinha. O Projeto Povos visa ajudar a impulsionar a visibilidade do Barco por meio de divulgação e comunicação desafiando a igreja brasileira para colaborar no sustento e manutenção do barco possibilitando o uso constante do barco no cumprimento de seus objetivos que é alcançar os povos minoritários na Amazônia. Atualmente deseja alcançar o patamar de que o barco tenha pelo menos uma viagem missionária ao mês fora o uso por parte de parceiros. O Projeto Povos também visa buscar parcerias de atuação para que o barco sirva a outras agências e denominações.

4.4 - DISCIPULADO

Após receber a mensagem do evangelho e decidir se tornar um discípulo de Cristo iniciase uma nova jornada de transformação e modelagem do caráter segundo o caráter de Cristo. A conversão é pontual, mas o discipulado é continuo por toda a vida do cristão. Segundo a percepção desenvolvida nos últimos anos podemos dizer que o discipulado dos povos da Amazônia pressupõe um ritmo, metodologia e abordagem bem diferentes do que se está acostumado das grandes cidades. O erro que se tem visto constantemente é tentar reproduzir na janela Amazônica o modelo de discipulado vivenciado nas grandes cidades brasileiras. Resultados visíveis: igrejas ribeirinhas com frágil identidade crista, igrejas com mais costumes cristãos do que vida cristã, igrejas com liturgia e adoração copiadas das cidades grandes. A proposta do Projeto Povos é gerar um olhar especial para o discipulado diferenciado dos povos amazônicos respeitando seu idioma, sua cosmovisão e modo de vida... desejando realizar um discipulado intencional e eficiente que dê correta identidade cristã por meio das escrituras sagradas.

9


4.5 - PLANTIO DE IGREJAS

Como continuidade direta (e importante) do processo evangelístico e de discipulado chega o momento de constituir comunidades adoradoras e impulsioná-las a servir ao Senhor. O melhor meio de fazer isso é organizar os discípulos em igrejas. Mas é importante realizar o processo corretamente para que os cristãos tenham consciência e se disponibilizem a viver como igreja. Plantar igrejas não é somente construir um templo e deixar as pessoas se reunirem ali, mas é capacitar e empoderar os cristãos para viverem unidos glorificando e servindo ao Senhor mesmo que não tenham um templo ou lugar para reuniões.

O Projeto Povos se disponibiliza a realizar corretamente o processo de formação de igrejas genuinamente autóctones com cultura cristã e amazônica bem definidas que glorificam e servem ao Senhor Jesus. Quando houver necessidade e possibilidade o Projeto Povos buscará parcerias para realizar a construção de igrejas em região amazônica.

10


4.6 - TREINAMENTO DE LIDERANÇA AUTÓCTONE

Treinar líderes para continuar levando o evangelho e cuidar de outros cristãos é tarefa indispensável para estabelecer igrejas e fazer o evangelho avançar. Seguindo o entendimento que o povo da própria região entende o ambiente, o linguajar e a cultura, então precisam somente de empoderamento no evangelho para que possam transmitir o evangelho de maneira eficiente aos seus semelhantes na Amazônia. O Projeto Povos visa encontrar os melhores meios, forma e ferramentas para capacitar o povo amazônico para a continuidade da obra de Cristo. Capacitação teológica para líderes e treinamento necessário para os obreiros adquirirem habilidades de transmitir o evangelho e conseguirem conduzir trabalhos iniciantes na Amazônia. Nesse aspecto serão utilizados parâmetros curriculares da Igreja do Nazareno para que além de serem capacitados os obreiros também possam cumprir com as expectativas de nossa denominação.

11


A região Amazônica é uma região densa de clima predominante tropical, com rios incontáveis e abundantes espécies marinhas e silvestres. Com imensos rios e incontáveis igarapés a região se configura como uma região de difícil acesso e sobrevivência impactando assim também a obra de evangelização. Poderíamos também citar diversos outros fatores que dificultam a evangelização na Amazônia como por exemplo calor quase insuportável, falta de estradas pelo estado (a maioria do acesso é somente por rio), distancias de viagem, tempestades ou chuvas tropicais, a vazante do rio etc…porém desejando caracterizar principalmente o avanço missionário na região iremos citar um levantamento estatístico sobre o alcance do evangelho no estado do Amazonas. Os números e imagens a seguir são de uma pesquisa realizada pelo Projeto Fronteiras. Um conclusão sobre esses dados podemos tirar: Ainda há muito a se fazer, não podemos ficar parados!

12


13


14


15


6- CONCLUSÃO

O Projeto Povos visa ser uma iniciativa de Glorificação do Nome de Cristo por meio da mobilização da igreja brasileira em missões. Esperamos ajudar o campo missionário bem como as igrejas a desenvolverem sua prática missionária e os vocacionados em atuações que levem o Reino de Deus aos povos não alcançados. São bem-vindos também parceiros de oração e mantenedores para ajudar a obra a avançar. Que o Reino de Cristo Avance através de nós!

REDES SOCIAIS E CONTATOS Facebook - Projeto Povos Canal Youtube - Projeto Povos e-mail: projetopovos@gmail.com Site: www.projetopovos.org

16


17

Projeto Povos - avançando no coração da Amazonia.  

O presente documento apresenta a visão, objetivo e metodologia de atuação do Projeto Povos para glorificar o nome de Cristo evangelizando, d...

Projeto Povos - avançando no coração da Amazonia.  

O presente documento apresenta a visão, objetivo e metodologia de atuação do Projeto Povos para glorificar o nome de Cristo evangelizando, d...

Advertisement