Page 1

APOIO

Providência em

Evidência

A satisfação Produzido em parceria com os alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Newton Paiva

Informativo da Associação Projeto Providência - Ano VIII - n o 24 - Abril a Setembro de 2011

DOS ATENDIDOS NO PROJETO PROVIDÊNCIA IRMÃ CLEISE REGINA - PSICÓLOGA DO PROJETO PROVIDÊNCIA

Vale a pena, ouvir

O Projeto Providência, empenhado na promoção do ser humano testemunhos de em desenvolvimento, não poupa esforços para responder às necessidaalguns adolescentes: des apresentadas no contexto atual das crianças e adolescentes que fre“Para mim, não quentam a entidade. precisa mudar nada As respostas satisfatórias da contribuição de cada educador(a), aqui, porque os cursos benfeitor(a) e comunidade em geral são conferidas por meio do sorriso são muito legais e hoje de cada criança, das atividades culturais, da fidelização das famílias, do muitos de nós estamos aqui para que no interesse dos adolescentes em frequentar as oficinas em vista de um futuro sejamos todos futuro profissional promissor e, sobretudo, pelos 23 anos de existência profissionais” do Projeto que ofereceu à sociedade tantos cidadãos de bem. (GABRIELLA MARQUES É gratificante constatar em pesquisa, a satisfação dos adolescentes em SILVA, 13 ANOS, estar no Projeto, frequentar as oficinas, praticar esportes e poder manifestar ARTE CULINÁRIA) em palavras suas opiniões, críticas e sugestões para a boa continuidade da instituição. Nada melhor do que conhecer o olhar dos próprios protagonistas sobre o que é oferecido diariamente a eles e, por que não dizer, fazer-nos repensar em algumas posturas e comportamentos a fim de melhorar a qualidade de nossa prática? Acreditamos que muitas iniciativas como a nossa “remam contra a maré” dos valores invertidos transmitidos às gerações, sobretudo, às mais vulneráveis, porém, a certeza de estarmos contribuindo com o Reino de Deus na promoção da vida humana nos encoraja a “avançar para águas mais profundas” (Lc 5...)

“Eu agradeço todos os dias por pessoas como o Pe. Mário e o Mário Valadares existirem na minha vida e que me proporcionam tantas oportunidades” (ALESSANDRA SOUZA

GOMES LOPES, 13 ANOS, ARTE CULINÁRIA)


Cidadãos emocionam convidados na comemoração do Projeto Providência

página 2

expediente

Providência em

Evidência Rua Espírito Santo, 1059, sl. 101, Edifício Pio XII Centro – Belo Horizonte – MG Telefone: (31) 3274-5818 Fax: (31) 3273-8902 www.projetoprovidencia.org

Informativo da Associação Projeto Providência de Belo Horizonte Diretor-presidente: Pe. Mário Pozzoli Fotos: Arquivo Projeto Providência Coordenadora do curso de Jornalismo: Marialice Emboava Coordenador da CPJ: Eustáquio Trindade Netto - MG 02146 Projeto Gráfico e Direção de Arte: Helô Costa -127MG Colaboradores: Miriam Gonçalves e Lorayne François (edição e textos); Nayara Carmo (textos) Ludmila Rezende (diagramação) Tiragem: 4.000 exemplares

NAYARA CARMO

“Sou cidadão do infinito e levo a paz em meu caminho”— a declaração feita pelas mais de três mil crianças do Projeto Providência emocionou a todos os convidados do evento comemorativo do dia 2 de maio. O infinito, que aparentemente poderia significar infinito de marginalidade e exclusão, na boca dos “filhos e netos” de padre Mário, reflete o infinito de oportunidades oferecidas pelo Projeto que comemorou 23 anos. Emocionado, padre Mário se diz realizado não só por seus 80 anos, mas também, por ver que “com ajuda de Deus, faz o possível para melhorar a vida dos que participam de suas iniciativas”. E não são apenas as crianças e adolescentes que saem premiados do Projeto, como ressalta o bispo auxiliar de Belo

Horizonte, Dom Luiz Gonzaga Fechio: “a mudança acontece nas famílias, e isso faz do Projeto uma maravilhosa obra”. Quem vivenciou essa mudança efetiva relata o sentimento de gratidão nutrido por padre Mário. É o caso do também padre, José Ramos, reitor da Basílica Santuário de Nazaré em Belém do Pará, ex-mojuvenista, que descobriu sua vocação religiosa graças ao projeto Mojuvena, que completou 40 anos. Emocionado, padre Ramos define padre Mário como “líder carismático, que encontra trabalho aonde vai e se não encontra, cria, com fé em Deus”. Mesmo os ex-mojuvenistas que não seguiram carreira religiosa, como Paulo Leal e Filó da Paz, vieram de Belém para prestigiar o evento. Emocionados, eles contam

Produzido em parce de Jornalismo do Centr


do infinito

página 3

notas FESTA DA FAMÍLIA No dia 27 de agosto, as Unidades Vila Maria e Taquaril realizaram mais uma Festa da Família. Durante o mês de agosto, as crianças prepararam a festa em salas de aula, por meio de oficinas relacionadas ao tema, como o “Projeto Família”, realizado em Vila Maria. As crianças homenagearam seus pais e responsáveis com teatro, música e coreografias. O evento contou com a presença de 400 pessoas.

DIA DO SOLDADO As crianças da Educação Infantil da Unidade Vila Maria comemoraram no dia 25 de agosto o Dia do Soldado. O desfile foi realizado no pátio, ao som de “marcha soldado” e dos tambores. A confecção de chapéus ficou por conta das educadoras.

FESTIVAL DE PIPAS

como padre Mário atraía tantos jovens: ”Ele ia com uma vitrola para a praça e era chamado de padre doido. Ele aceitava a todos e queria cada um do jeito que era”. Políticos também estiveram presentes na comemoração, dentre eles o secretário de Políticas Sociais, Jorge Nahas, que enfatizou que dentre a extensa rede de parceiros, o Projeto é o maior, “aliando políticas públicas à escola integrada”. E para melhorar ainda mais o atendimento do Projeto Providência, no Taquaril foi inaugurado um novo prédio, construído com a ajuda do povo japonês, onde deverão funcionar oficinas profissionalizantes de eletricidade, corte e costura e arte em madeira. O cônsul do Japão, Sr. Takaharu Nagashima, compareceu a inauguração do novo

eria com os alunos do curso ro Universitário Newton Paiva

prédio e ressaltou que o Japão e o Brasil mantêm relação de amizade e de cooperação econômica, por meio de um programa de assistência a projetos sociais desde 1999, com investimentos de aproximadamente dois milhões de dólares. E completou: “esperamos que a inauguração desse espaço, para a realização das oficinas profissionalizantes no Taquaril, contribua para aumentar o número de pessoas que farão cursos no Projeto Providência e para ampliar, ainda mais, a nossa solidariedade”. Em seguida, Dom Luiz abençoou o novo prédio e convidou a todos para rezar uma Ave-Maria, pedindo a Nossa Senhora, Mãe da Divina Providência, para que no Projeto Providência todas as pessoas tenham momentos de aprendizagem e lazer.

No dia 19 de agosto, os educadores do programa de socialização Infanto-Juvenil (Unidade Taquaril), participaram de um festival de pipas na Fazenda Vista Alegre. A atividade teve o objetivo de fortalecer a convivência social e conscientização do meio ambiente.

DESFILE FOLCICLAGEM A Unidade Fazendinha realizou na última semana de agosto um evento cultural que combinou folclore com reciclagem. O desfile Folciclagem mostrou os bons resultados desse projeto pedagógico, que trabalhou o folclore por meio da narração de lendas e mitos — da Cuca ao Saci Pererê. As fantasias usadas foram confeccionadas com materiais recicláveis.


página 4

Manutenção: um desafio Na Associação Projeto Providência são atendidas cerca de 2.700 crianças, adolescentes e jovens. O Projeto conta com três unidades — Taquaril, Vila Maria e Fazendinha. Nessas unidades atuam aproximadamente 200 educadores em diversas áreas, muitos deles são da própria comunidade em que a instituição atua. O afeto e o carinho oferecidos aos alunos é o grande diferencial do Projeto. Além de refeições diárias e atendimentos odontológicos, os alunos contam com uma formação social, política, ambiental e religiosa. Para o lazer, contam com biblioteca, momentos de recreação, canto, teatro e esporte. Como a despesa diária é bastante alta, a manutenção do Projeto é um desafio. Os recursos financeiros vêm por meio de contribuições de pessoas físicas, instituições, representantes do poder público e outros que se sensibilizam com a causa de crianças e adolescente de baixa renda. Colabore com a Associação Projeto Providência, através do Fundo Para Infância e Adolescência (FIA). Saiba como: Pessoa Jurídica: Toda empresa tributada pelo lucro real pode deduzir contribuições para os Fundos da Infância e da Adolescência. A dedução é de 1% do imposto de renda devido ao mês, trimestre ou ano, calculado com base no lucro real. Pessoa Física: A dedução fiscal é de 6% do imposto de renda devido. Para fazer uso da lei é preciso que a declaração seja feita no formulário completo e que a destinação seja no ano base da declaração de imposto de renda. A dedução dos valores destinados ao FIA não prejudica outras deduções.

O ATENDIMENTO AOS ALUNOS: DE 4 A 6 ANOS: Projeto Providência Educação Infantil (PPE), educação formal e brinquedoteca.

DE 6 A 14 ANOS: Projeto Providência Criança (PPC), socialização infantojuvenil, apoio pedagógico, oficinas de trabalhos manuais e horticultura.

DE 14 A 16 ANOS: Projeto Providência Adolescente (PPA), oficinas de educação pelo trabalho.

DE 16 A 18 ANOS: Projeto Providência Jovem (PPJ), formação sócio profissionalizante através de cursos de arte culinária, arte em madeira, corte e costura eletricidade e informática.

Mais informações: (31) 3274-5818 ou 3273-8902 - escritorio@projetoprovidencia.org

Produzido em parceria com os alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Newton Paiva

Jornal Providência em Evidência  

edição abril a setembro de 2011